SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
SEGUNDA FASE DO
MODERNISMO - (POESIA)


Escola de Educação Básica Maria Corrêa Saad
Professora: Carmen Liane Marques
Disciplina de Língua Portuguesa
Alunos: Érica Helena Cândido Ricardo e Mateus dos Santos Martins
Ensino Médio – 3ª série 02 - Matutino
SEGUNDA FASE DO
MODERNISMO (POESIA)
CECÍLIA MEIRELES

                          VIDA
                     ●   Criadora da primeira biblioteca infantil do Brasil;
                     ●   Lecionou Literatura e Cultura Brasileira na Universidade
                         do Texas (EUA).

                         OBRA
●    Contribuição com a revista Festa;
●    Tendência “passadista”, ainda que não se enquadre completamente em
     nenhuma escola do século XIX.


    “Nunca me esforcei por ganhar nem me espantei por perder. A noção ou o sentimento
    da transitoriedade de tudo é o fundamento minha personalidade. (...) Minha infância de
    menina sozinha deu-me duas coisas que parecem negativas, e foram sempre positivas
    para mim: silêncio e solidão.”
CECÍLIA MEIRELES
                    CARACTERÍSTICAS DA OBRA
●   Não usa coloquialismos;
●   Simbolista;
●   Tendência à musicalidade;
●   Intimista, introspectiva, melancólica;
●   Temática do abandono, da solidão;
●   Consciência da breve passagem do tempo;
●   Sensação do absurdo e da falta se sentido da vida contemporânea.

     “O rumor de suas penas               “Eu não tinha este rosto de hoje,
     era um rumor de fontes               assim calmo, assim triste, assim
     brancas em tardes morenas.”          magro,
                                          nem estes olhos tão vazios,
     “Eu canto porque o instante existe   nem o lábio tão amargo.
     e a minha vida está completa.        Eu não tinha estas mãos sem força,
     Não sou alegre nem sou triste:       tão paradas e frias e mortas;
     sou poeta.” (Motivo)                 eu não tinha este coração
                                          que nem se mostra.
                                          Eu não dei por conta esta mudança,
                                          tão simples, tão certa e fácil:
                                          Em que espelho ficou perdida
                                          a minha face?” (Retrato)
JORGE DE LIMA
                        VIDA E OBRA
                    ●   Nascido em Alagoas. Médico, político, artista plástico,
                        professor e poeta;
                    ●   Vence concurso literário do jornal Correio da Tarde.

                     CARACTERÍSTICAS DA OBRA
●   Primeira obra com versos brancos;
●   Primeira fase de caráter regionalista, voltado para o Nordeste;
●   Segunda fase, voltada para o meio social;
●   Acaba voltando a algumas tendências parnasianistas.
JORGE DE LIMA
“Ora, se deu que chegou     “Senhor Jesus, o século está pobre.
(isso já faz muito tempo)   Onde é que vou buscar poesia?
no bangüê dum meu avô       Devo despir-me de todos os mantos,
uma negra bonitinha,        os belos mantos que o mundo me deu.
chamada negra Fulô.         Devo despir o manto da poesia.
                            Devo despir o manto mais puro.
(...)                       Senhor Jesus, o século está doente,
                            o século está rico, o século está gordo.
Ó Fulô! Ó Fulô!             (...)” (O Poeta Diante de Deus)
(Era a fala da Sinhá)
— Vai forrar a minha cama
pentear os meus cabelos,
vem ajudar a tirar
a minha roupa, Fulô!

Essa negra Fulô!
Essa negrinha Fulô!
ficou logo pra mucama
pra vigiar a Sinhá,
pra engomar pro Sinhô!”
(Essa negra Fulô)
CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
        ●   Nasceu em Itabira (MG), em 1902;
        ●   Carreira literária a partir dos anos 50;
        ●   Faleceu em 1987n no Rio Grande do Sul
        ●   Considerado um dos maiores poetas
            brasileiros.
CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
                    CARREIRA POÉTICA

●   1ª FASE – pessimismo, isolamento, individualismo e procupação
    religiosa;

●   2ª FASE – solidariedade com os problemas do mundo;

●   3ª FASE – questionamento à própria poesia. Analogias e aliterações;

●   4ª E ÚLTIMA FASE – recordações.
VINÍCIUS DE MORAES
  ●   Nasceu em 1913 no Rio de Janeiro;
  ●   Formou-se em Letras e Direito, foi crítico de
      cinema e diplomata,
      conheceu artistas de todo o mundo;
  ●   Morreu em 1980 no Rio de Janeiro e também
      é considerado um dos maiores poetas brasileiros.
VINÍCIUS DE MORAES
            CARREIRA POÉTICA

1ª FASE – angústias, preocupação religiosa;

2ª FASE – brincadeiras e amores além da indignação social;

3ª FASE – da poesia à música.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Geração De 30 (Verso) - Prof. Kelly Mendes - Literatura
A Geração De 30 (Verso) - Prof. Kelly Mendes - LiteraturaA Geração De 30 (Verso) - Prof. Kelly Mendes - Literatura
A Geração De 30 (Verso) - Prof. Kelly Mendes - Literatura
Hadassa Castro
 
Pré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesPré modernismo-slides
Pré modernismo-slides
Zenia Ferreira
 
Romantismo contexto histórico e características
Romantismo   contexto histórico e característicasRomantismo   contexto histórico e características
Romantismo contexto histórico e características
VIVIAN TROMBINI
 
3ª Fase Modernista
3ª Fase Modernista   3ª Fase Modernista
3ª Fase Modernista
Ruth L
 
Literatura - Barroco
Literatura - BarrocoLiteratura - Barroco
Literatura - Barroco
CrisBiagio
 

Mais procurados (20)

2ª fase do modernismo brasileiro
2ª fase do modernismo brasileiro2ª fase do modernismo brasileiro
2ª fase do modernismo brasileiro
 
A Geração De 30 (Verso) - Prof. Kelly Mendes - Literatura
A Geração De 30 (Verso) - Prof. Kelly Mendes - LiteraturaA Geração De 30 (Verso) - Prof. Kelly Mendes - Literatura
A Geração De 30 (Verso) - Prof. Kelly Mendes - Literatura
 
Modernismo
Modernismo Modernismo
Modernismo
 
O pré modernismo
O pré modernismoO pré modernismo
O pré modernismo
 
O Modernismo em Portugal - Movimento Literário
O Modernismo em Portugal - Movimento LiterárioO Modernismo em Portugal - Movimento Literário
O Modernismo em Portugal - Movimento Literário
 
Pré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesPré modernismo-slides
Pré modernismo-slides
 
Parnasianismo'
Parnasianismo'Parnasianismo'
Parnasianismo'
 
Modernismo fases
Modernismo fasesModernismo fases
Modernismo fases
 
Romantismo contexto histórico e características
Romantismo   contexto histórico e característicasRomantismo   contexto histórico e características
Romantismo contexto histórico e características
 
3ª Fase Modernista
3ª Fase Modernista   3ª Fase Modernista
3ª Fase Modernista
 
Terceira geração modernista
Terceira geração modernista Terceira geração modernista
Terceira geração modernista
 
Realismo e Naturalismo - Literatura
Realismo e Naturalismo - LiteraturaRealismo e Naturalismo - Literatura
Realismo e Naturalismo - Literatura
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
 
Romantismo no Brasil
Romantismo no BrasilRomantismo no Brasil
Romantismo no Brasil
 
Literatura - Barroco
Literatura - BarrocoLiteratura - Barroco
Literatura - Barroco
 
O barroco
O barrocoO barroco
O barroco
 
Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis (slides)
Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis (slides)Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis (slides)
Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis (slides)
 
Modernismo fases
Modernismo fasesModernismo fases
Modernismo fases
 
Arcadismo no Brasil
Arcadismo no BrasilArcadismo no Brasil
Arcadismo no Brasil
 

Semelhante a 2ª Fase do Modernismo (Poesia)

Principais poetas brasileiros
Principais poetas brasileirosPrincipais poetas brasileiros
Principais poetas brasileiros
Rafael Marques
 
Modernismo poesia - 2.a fase - Ose
Modernismo   poesia - 2.a fase - OseModernismo   poesia - 2.a fase - Ose
Modernismo poesia - 2.a fase - Ose
André Damázio
 
Carlos drummond de andrade próprio
Carlos drummond de andrade   próprioCarlos drummond de andrade   próprio
Carlos drummond de andrade próprio
William Ferraz
 
Carlos drummond de andrade próprio
Carlos drummond de andrade   próprioCarlos drummond de andrade   próprio
Carlos drummond de andrade próprio
William Ferraz
 

Semelhante a 2ª Fase do Modernismo (Poesia) (20)

Caminhos modernistas - a geração poética de 30
Caminhos modernistas - a geração poética de 30Caminhos modernistas - a geração poética de 30
Caminhos modernistas - a geração poética de 30
 
Segunda fase do modernismo By: Elayne Farias!
Segunda fase do modernismo By: Elayne Farias!Segunda fase do modernismo By: Elayne Farias!
Segunda fase do modernismo By: Elayne Farias!
 
Principais poetas brasileiros
Principais poetas brasileirosPrincipais poetas brasileiros
Principais poetas brasileiros
 
Modernismo 2ª fase (Poesia)
Modernismo  2ª fase (Poesia)Modernismo  2ª fase (Poesia)
Modernismo 2ª fase (Poesia)
 
Modernismo 2a. geração
Modernismo   2a. geraçãoModernismo   2a. geração
Modernismo 2a. geração
 
material sobre poesia de Hilda Hilst, poeta
material sobre poesia de Hilda Hilst, poetamaterial sobre poesia de Hilda Hilst, poeta
material sobre poesia de Hilda Hilst, poeta
 
MODERNISMO 2 (7) [Salvo automaticamente].ppt
MODERNISMO 2 (7) [Salvo automaticamente].pptMODERNISMO 2 (7) [Salvo automaticamente].ppt
MODERNISMO 2 (7) [Salvo automaticamente].ppt
 
Antologia poética e alguns de seus poetas
Antologia poética e alguns de seus poetas Antologia poética e alguns de seus poetas
Antologia poética e alguns de seus poetas
 
Modernismo poesia - 2.a fase - Ose
Modernismo   poesia - 2.a fase - OseModernismo   poesia - 2.a fase - Ose
Modernismo poesia - 2.a fase - Ose
 
Poesias afro-brasileiras
Poesias afro-brasileiras Poesias afro-brasileiras
Poesias afro-brasileiras
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Carlos drummond de andrade próprio
Carlos drummond de andrade   próprioCarlos drummond de andrade   próprio
Carlos drummond de andrade próprio
 
Carlos drummond de andrade próprio
Carlos drummond de andrade   próprioCarlos drummond de andrade   próprio
Carlos drummond de andrade próprio
 
Literatura Wellington Soares
Literatura   Wellington SoaresLiteratura   Wellington Soares
Literatura Wellington Soares
 
“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”
“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”
“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”
 
Keilla
KeillaKeilla
Keilla
 
Keilla
KeillaKeilla
Keilla
 
Fanzine AMEOPOEMA Edição 063
Fanzine AMEOPOEMA Edição 063Fanzine AMEOPOEMA Edição 063
Fanzine AMEOPOEMA Edição 063
 
Carlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de AndradeCarlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de Andrade
 
Literatura Profª Hildalene
Literatura   Profª Hildalene Literatura   Profª Hildalene
Literatura Profª Hildalene
 

Último

História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
LeandroLima265595
 

Último (20)

Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................
 
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptxProva nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoQuestões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
 

2ª Fase do Modernismo (Poesia)

  • 1. SEGUNDA FASE DO MODERNISMO - (POESIA) Escola de Educação Básica Maria Corrêa Saad Professora: Carmen Liane Marques Disciplina de Língua Portuguesa Alunos: Érica Helena Cândido Ricardo e Mateus dos Santos Martins Ensino Médio – 3ª série 02 - Matutino
  • 3. CECÍLIA MEIRELES VIDA ● Criadora da primeira biblioteca infantil do Brasil; ● Lecionou Literatura e Cultura Brasileira na Universidade do Texas (EUA). OBRA ● Contribuição com a revista Festa; ● Tendência “passadista”, ainda que não se enquadre completamente em nenhuma escola do século XIX. “Nunca me esforcei por ganhar nem me espantei por perder. A noção ou o sentimento da transitoriedade de tudo é o fundamento minha personalidade. (...) Minha infância de menina sozinha deu-me duas coisas que parecem negativas, e foram sempre positivas para mim: silêncio e solidão.”
  • 4. CECÍLIA MEIRELES CARACTERÍSTICAS DA OBRA ● Não usa coloquialismos; ● Simbolista; ● Tendência à musicalidade; ● Intimista, introspectiva, melancólica; ● Temática do abandono, da solidão; ● Consciência da breve passagem do tempo; ● Sensação do absurdo e da falta se sentido da vida contemporânea. “O rumor de suas penas “Eu não tinha este rosto de hoje, era um rumor de fontes assim calmo, assim triste, assim brancas em tardes morenas.” magro, nem estes olhos tão vazios, “Eu canto porque o instante existe nem o lábio tão amargo. e a minha vida está completa. Eu não tinha estas mãos sem força, Não sou alegre nem sou triste: tão paradas e frias e mortas; sou poeta.” (Motivo) eu não tinha este coração que nem se mostra. Eu não dei por conta esta mudança, tão simples, tão certa e fácil: Em que espelho ficou perdida a minha face?” (Retrato)
  • 5. JORGE DE LIMA VIDA E OBRA ● Nascido em Alagoas. Médico, político, artista plástico, professor e poeta; ● Vence concurso literário do jornal Correio da Tarde. CARACTERÍSTICAS DA OBRA ● Primeira obra com versos brancos; ● Primeira fase de caráter regionalista, voltado para o Nordeste; ● Segunda fase, voltada para o meio social; ● Acaba voltando a algumas tendências parnasianistas.
  • 6. JORGE DE LIMA “Ora, se deu que chegou “Senhor Jesus, o século está pobre. (isso já faz muito tempo) Onde é que vou buscar poesia? no bangüê dum meu avô Devo despir-me de todos os mantos, uma negra bonitinha, os belos mantos que o mundo me deu. chamada negra Fulô. Devo despir o manto da poesia. Devo despir o manto mais puro. (...) Senhor Jesus, o século está doente, o século está rico, o século está gordo. Ó Fulô! Ó Fulô! (...)” (O Poeta Diante de Deus) (Era a fala da Sinhá) — Vai forrar a minha cama pentear os meus cabelos, vem ajudar a tirar a minha roupa, Fulô! Essa negra Fulô! Essa negrinha Fulô! ficou logo pra mucama pra vigiar a Sinhá, pra engomar pro Sinhô!” (Essa negra Fulô)
  • 7. CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE ● Nasceu em Itabira (MG), em 1902; ● Carreira literária a partir dos anos 50; ● Faleceu em 1987n no Rio Grande do Sul ● Considerado um dos maiores poetas brasileiros.
  • 8. CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE CARREIRA POÉTICA ● 1ª FASE – pessimismo, isolamento, individualismo e procupação religiosa; ● 2ª FASE – solidariedade com os problemas do mundo; ● 3ª FASE – questionamento à própria poesia. Analogias e aliterações; ● 4ª E ÚLTIMA FASE – recordações.
  • 9. VINÍCIUS DE MORAES ● Nasceu em 1913 no Rio de Janeiro; ● Formou-se em Letras e Direito, foi crítico de cinema e diplomata, conheceu artistas de todo o mundo; ● Morreu em 1980 no Rio de Janeiro e também é considerado um dos maiores poetas brasileiros.
  • 10. VINÍCIUS DE MORAES CARREIRA POÉTICA 1ª FASE – angústias, preocupação religiosa; 2ª FASE – brincadeiras e amores além da indignação social; 3ª FASE – da poesia à música.