SlideShare uma empresa Scribd logo
VAMOS FALAR DE ARTE - ENSINO MÉDIO DO CSSG
ENTENDENDO A ARTE
O QUE É A ARTE?
Para que serve a Arte? O que significa? Que contribuições traz?
Para alguns, a arte concretiza-se na música que gostam de ouvir, tocar ou
cantar;na dança que os faz felizes;na personagem com a qual se identificam,
em uma peça de teatro; na pintura, na produção plástica que elaboram; na
imagem na qual seus olhos passeiam e os leva a dialogar com o que estão
vendo;na fruição,na apreciaçãodas manifestações artísticas de que gostam.
Para outros,talvez signifique algoque não consigam expressare talvez até não
signifique nada.
Poderíamos definira palavra arte como “manifestação da atividade humana por
meio da qualse expressa uma visãopessoale desinteressada que interpreta o
real ou o imagináriocom recursosplásticos, lingüísticos ou sonoros”.O mundo
da Arte é concreto e vivo podendo ser observado, compreendido e apreciado.
Através da experiência artística o ser humano desenvolve sua imaginação e
criação aprendendo a conviver com seus semelhantes, respeitando as
diferenças e sabendo modificar a sua realidade.
A arte dá e encontra forma e significadocomoinstrumento de vida na busca do
entendimento de quem somos, onde estamos e o que fazemos no mundo.
O ser humano sempre procurou representar,por meio de imagens, a realidade
em que vive (pessoas, animais, objetos e elementos da natureza), e os seres
que imagina – divindades, por exemplo. As Artes Visuais, desenho, pintura,
grafite,escultura,etc. – a literatura,a música,a dança e o teatro são formas de
expressão que constituem a arte.
A arte é uma criação humana com valores estéticos (beleza, equilíbrio,
harmonia, revolta) que sintetizam as suas emoções, sua história, seus
sentimentos e a sua cultura. É um conjunto de procedimentos utilizados para
realizarobras,e no qual aplicamos nossos conhecimentos. Apresenta-se sob
variadas formascomo: a plástica, a música, a escultura, o cinema, o teatro, a
dança, a arquitetura etc.
Pode ser vista ou percebida pelo homem de três maneiras: visualizadas,
ouvidas ou mistas (audiovisuais).Atualmente algunstipos de arte permitem que
o apreciador participe da obra.
Pensando sobre Arte - Responda:
-Você sabe o que é arte e para que ela serve? Fale sobre o tema!
-Você vive rodeadode imagens.Olhando umaimagem você já ficou na dúvida
se ela era ou não uma obra de Arte? Qual era essa imagem?
-Você sabe diferenciar um cartaz de peça de teatro com uma pintura em tela
como sendo Arte?
-Em sua casa, procure em revistas, recorte e faça uma colagem de imagens
que você considera como sendo Arte.
Para podermosresponder a muitas perguntas sobre o assunto devemos,
antes de mais nada, saber que Arte é conhecimento.
As primeiras expressões artísticas
As mais antigas figurasfeitas pelo serhumanoforam desenhadas em paredes
de rocha,sobretudoem cavernas.Esse tipo de arte é chamado de rupestre,do
latim rupes,rocha.Já foram encontradas imagens rupestres em muitos locais,
mas as mais estudadassão as das cavernas de Lascaux e Chauvet,França,de
Altamira,Espanha,de Tassili,na região do Saara, África, e as do município de
São Raimundo Nonato, no Piauí, Brasil.
Dentre as pinturas rupestres destacam-se as chamadasmãosem negativo e os
desenhose pinturasde animais. As mãos em negativo são um dos primeiros
registros deixados pelos nossos ancestrais que viveram por volta de 30 mil
anos atrás, no período da Pré-História chamado de Paleolítico.
Nos desenhos e pinturas de animais, chama nossa atenção o naturalismo: o
artista pintavao animaldo modo que ele o via,reproduzindo a natureza tal qual
seus olhos a captavam.
Conhecendo mais sobre a Arte:
Dentre os possíveis e variados conceitos que a arte pode ter podemos
sintetizá-los do seguinte modo – a arte é uma experiência humana de
conhecimento estético que transmite e expressa idéias e emoções na
forma de um objeto artístico (desenho, pintura, escultura, arquitetura,
etc.)e que possui em si o seu própriovalor. Portanto, para apreciarmos a
arte é necessário aprender sobre ela. Aprender a observar, a analisar, a
refletir, a criticar e a emitir opiniões fundamentadas sobre gostos, estilos,
materiais e modos diferentes de fazer arte.
Quem faz a arte?
O homem criou objetos para satisfazer as necessidades práticas, como as
ferramentas para cavara terra e os utensílios de cozinha.Outros objetos são
criados por serem interessantes ou possuírem um caráter instrutivo. O
homem cria a arte como meiode vida,para que o mundo saibao que pensa,
para divulgaras suas crenças(ou as de outros), para estimular e distrair a si
mesmo e aos outros, para explorar novas formas de olhar e interpretar
objetos e cenas.
Porque o mundo necessita de Arte?
Porque fazemos arte e para que a usamos é aquilo que chamamos de
função da arte que pode ser feita para decorar o mundo, para espelhar o
nosso mundo(naturalista),para ajudarno dia-a-dia (utilitária),para explicar e
descrever a história, para ser usada na cura de doenças e para ajudar a
explorar o mundo.
Como entendemos a Arte?
O que vemosquando admiramosuma arte dependede nossa experiência e
conhecimentos,da nossa disposiçãono momento,imaginaçãoe daquilo que
o artista pretendeu mostrar.
Como conseguimos ver as transformações do mundo através da arte?
Podemos verificar que tipo de arte foi feita, quando, onde e como, desta
maneira estaremos dialogando com a obra de arte, e assim podemos
entender as mudanças que o mundo teve.
Para existira arte são precisos três elementos: o artista, o observador e a
obra de arte.
O primeiro elemento é o artista, aquele que cria a obra, partindo do seu
conhecimento concreto, abstrato e individual transmitindo e expressando
suas idéias,sentimentos,emoções em um objeto artístico (pintura,escultura,
desenho etc) que simbolize esses conceitos. Para criar a obra o artista
necessita conhecere experimentaros materiais com que trabalha, quais as
técnicas que melhorse encaixam à sua proposta de arte e como expor seu
conhecimento de maneira formal no objeto artístico.
O outro elemento é o observador, que faz parte do público que tem o
contato com a obra, partindo num caminhoinverso ao do artista – observa a
obra para chegar ao conhecimento de mundo que ela contém. Para isso o
observadorprecisa de sensibilidade,disponibilidadepara entendê-lae algum
conhecimento de história e história da arte, assim poderá entender o
contexto em que a obra foi produzida e fazer relação com o seu próprio
contexto.
Por fim, a obra de arte ou o objeto artístico, faz parte de todo o processo,
indo da criação do artista até o entendimento e apreciação do observador. A
obra de arte guarda um fim em si mesma sem precisar de um complemento
ou “tradução”, desde que isso não faça parte da proposta do artista.
O BELO E O FEIO – A QUESTÃO DO GOSTO
Os filósofos tentaram fundamentar a objetividade da arte e da beleza:
Para Platão,“a beleza é a única idéia que resplandece no mundo”  por um
lado reconhece o caráter sensível do belo, por outro, afirma a essencial
ideal/objetiva = admite-se a existência do “belo em si” independentemente
das obras individuais que “devem” se aproximar desse ideal universal.
Para o Classicismo, há dedução de regras para o fazer artístico a partir do
belo ideal, fundando a estética normativa. É o objeto que passa a ter
qualidades que o tornam mais ou menos agradáveis, independentemente do
sujeito que as percebe.
Para os Empiristas, a beleza relativizava-se ao gosto de cada um  aquilo
que depende do gosto e da opinião pessoal não pode ser discutido
racionalmente. O belo, portanto, não está mais no objeto, mas na condição
de recepção do sujeito.
Para Kant, “o belo é aquilo que agrada universalmente”, ainda que não
possajustificá-lo intelectualmente. Para ele, o objeto belo é uma ocasião de
prazer, cuja causa reside no sujeito. O princípio do juízo estético é o
sentimento do sujeito e não o conceito do objeto.Belo, portanto, é uma
qualidade que atribuímos aos objetos para exprimir um certo estado da
nossa subjetividade.Assim, não há uma idéia de belo nem pode haver
regras para produzi-los.
· Conhecimento subjetivo: é aquele que depende do ponto de
vista pessoal,individual, não fundado no objeto,mas
condicionado porsentimentos ou afirmações arbitrárias do
sujeito.
· Conhecimento objetivo: é aquele fundado na observação
imparcial, independente das preferências individuais.
Conhecimento resultante da descentralização do sujeito que
conhece,pelo confronto com outros pontos de vista.
Para Hegel, se introduz o conceito de história, a beleza muda de face e de aspecto
através dos tempos. E essamudança depende mais da cultura e da visão de mundo
vigente do que de uma exigência interna do belo.
Na Visão Fenomenológica, considera-seo belo como uma qualidade de
certos objetos singulares que nos são dados à percepção.Belezaé a
imanência total de um sentido ao sensível. O objeto é belo porque realiza o
seu destino segundo o seu modo de ser, que carrega um significado que só
pode ser percebidona experiência estética.Não existe mais a idéia de um
único valor estético a partir do qual julgamos todas as obras. Cada objeto
estabelece seupróprio tipo de beleza.
O FEIO – duas representações filosóficas:
A representação do “feio”  No momento em que a arte rompe com a
idéia de ser “cópiado real” e passa a ser consideradacriação autônoma que
tem por função revelar as possibilidadesdo real, ela passa a ser avaliada de
acordo com a autenticidade da sua propostae com sua capacidade de falar
ao sentimento = arte como forma de pensamento.
A forma de representação “feia”  O problemado belo e do feio é o
deslocamento do assunto para o modo de representação = só haverá obras
feias na medidaem forem malfeitas, que não corresponderem plenamente a
sua proposta,nesse sentido o “feio” não poderá ser objeto da arte = não
haverá obra de arte.
A QUESTÃO DO GOSTO
A subjetividade em relação ao objeto estético precisaestar mais interessada
em conhecer,entregando-se às particularidades de cada objeto,do que em
preferir. Nesse sentido,ter gosto é ter capacidade de julgamento sem
preconceitos;
É a própria presençada arte que forma o gosto:torna-nos disponíveis,
reprime as particularidades da subjetividade, converte o particular em
universal. A obra de arte nos convida a um olhar puro, livre abertura para o
objeto,e o conteúdo particular a se pôr a serviço da compreensãoem lugar
de ofuscá-lafazendo prevaleceras suas inclinações;
A medidaque o sujeito exerce a aptidão de se abrir, desenvolve a aptidão de
compreender,de penetrar no mundo aberto pela obra. Gosto é a
comunicação com a obra para além de todo sabere de toda a técnica. O
poderde fazer justiça ao objeto estético é a via da universalidade do
julgamento do gosto.
ATIVIDADE:
-Pesquisarem livros ou na internet imagens de obras de arte que para você
representao Belo e o Feio.
-O que você considera ser belo? Um rosto feminino ou masculino? Um corpo
saudável? Um pôr-do-sol na praia? Uma roupa que está na moda?
arte
quarta 04 fevereiro 2009 20:25
 permalink
 124 comentário(s)
 Compartilhar
124 comentário(s)

Daianne Qua 18 Fev 2015 21:13
poderia me mandar pore-mail este texto?

cleide loureiro melo Qui 16 Out 2014 03:05
Muito bom ...me ajudou muito...obrigada

mara guedes Seg 21 Jul 2014 03:01
Me interessei poreste texto, gostaria de recebê-lo em meu email.

jucileide silva lima Qui 17 Jul 2014 02:11
muito bom esse texto .

JOZELDA Qua 09 Jul 2014 03:43
GOSTARIADE RECEBER ESTE TEXTO NO MEU E-MAIL. ME ENVIE
POR FAVOR.

marilane da silva lima Dom 06 Jul 2014 23:43
Gostaria de receber esse material muito bom.

Vanessa Reis Sex 02 Mai 2014 03:06
Boa noite!!! Sou professorae na buscade aulas inovadoras e interessantes me
deparei comesses textos e sugestões de atividades maravilhosas. Se possível
me mande poremail.

chris Ter 01 Abr 2014 01:24
Gosteimuito do texto, mande-me por mail please.

eva barbosa Seg 31 Mar 2014 03:05
oi vc poderia me mandar por e-mail este texto???

Marilaine Dom 30 Mar 2014 20:36
Sou professorae em uma das escolas onde trabalho, foi me colocado a
disposição para ministrar a disciplina de Arte em uma uma das turmas de 1°
ano do Ensino Médio, e na buscade conteúdo na internet achei interessante a
definição de Arte no texto acima, sendo assim gostaria se possívelestar
recebendo o texto na íntegra, bem como demais textos e sugestões de aula por
e--mail.
 1
 2
 3
 4
 5
 6
 7


Seu comentário :
Seu texto:
Seu nome:
Seu email: (Opcional)
Seu blog: (Opcional)
Copiar o texto abaixo:
Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.Caso um
usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (187.41.161.219) para se
identificar
«
"O contemporâneo reciclável"
»
FUNÇÕES DA ARTE - ESTÉTICAE CRÍTICA
Amigos
















Todos os amigos >
Comentários sobre este blog
Você também podecomentar! vote para este blog
Excelente!
Visitantes mais recentes







Perfil
Para ajudar a elevar o nível de qualidade cultural de meus alunos, e das pessoas que
realm ... Ler a continuação
 Ver amigos
 Escrever uma mensagem
 Convidar um amigo
Data de criação : 07/02/04
Última atualização : 14/04/21 16:05
85 Artigos publicados
Cadastro a newsletter
Receba pore-mail as novidades desseblog.
cadastre-se clique aqui
Comentários
 ellenpeliciari: Por favor deixe e-mail!!!
 Daianne : poderia me mandar pore-mail este texto?
 celia : Parabéns, textos excelentes, gostaria de recebe-los. Grata pela atenção.
 cleide loureiro melo : Muito bom...me ajudou muito...obrigada
 Soninha : gostaria de receber este texto ..obrigada
Últimos vídeos
 TARSILA DO AMARAL - ENTREVISTA
 Um pouco de TARSILA...
 JoséFerrazde Almeida Júnior
 JoséFerrazde Almeida Júnior- 2
Calendário
<< <Fev 2015>> >
S T Q Q S S D
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28
Todos os artigos
 Home
 O último artigo
 - Leonardo da Vinci
 - Michelângelo Buonarroti
 - Arte no Renascimento
 - ARTE NO RENASCIMENTO
 - FUNÇÕES DA ARTE - ESTÉTICAE CRÍTICA
 - VAMOS FALAR DE ARTE - ENSINO MÉDIO DO CSSG
 - "O contemporâneo reciclável"
 - Mulher de leque
 - Mulher do pescador
 - O Pescador
 - Minha Cuiabá e seu cuiabanês!!!
Este blog contém algum conteúdo censurável? / Divulgar este blog Você também
podecriar o seu blog. Clique aqui!
 Foto |
 Jogos
 | copyright © www.blogorama.com.br
Abrir a barra
Fechar a barra
ellenpeliciari | 3 fans
Adicionar aos meus amigos | Escrever uma
mensagem
Apelido ******
Site :

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Socialização
SocializaçãoSocialização
Socialização
Douglas Gregorio
 
Racionalismo x Empirismo
Racionalismo x EmpirismoRacionalismo x Empirismo
Racionalismo x Empirismo
Leonardo Leitão
 
O que é arte?
O que é arte?O que é arte?
O que é arte?
IF - Baiano
 
O Que é Filosofia? 1º Ano!
O Que é Filosofia? 1º Ano!O Que é Filosofia? 1º Ano!
O Que é Filosofia? 1º Ano!
Lu Rebordosa
 
Introdução à filosofia
Introdução à filosofiaIntrodução à filosofia
Introdução à filosofia
PriscillaTomazi2015
 
Capítulo 6 - Pensando a Sociedade
Capítulo 6 - Pensando a SociedadeCapítulo 6 - Pensando a Sociedade
Capítulo 6 - Pensando a Sociedade
Marcos Antonio Grigorio de Figueiredo
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
Ana Barreiros
 
Senso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científicoSenso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científico
José Antonio Ferreira da Silva
 
Atividades arte e cultura brasileira
Atividades arte e cultura brasileiraAtividades arte e cultura brasileira
Atividades arte e cultura brasileira
Atividades Diversas Cláudia
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígena
Valeria Santos
 
01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Filosofia
Filosofia Filosofia
Filosofia
Erica Frau
 
Dinâmica para aula de sociologia e filosofia
Dinâmica para aula de sociologia e filosofiaDinâmica para aula de sociologia e filosofia
Dinâmica para aula de sociologia e filosofia
Severina Maria Vieira
 
Dança
DançaDança
O que é a dança contemporânea
O que é a dança contemporâneaO que é a dança contemporânea
O que é a dança contemporânea
Francisco Barão
 
A história do cinema
A história do cinemaA história do cinema
A história do cinema
Rebeca Neiva
 
2º anos (Filosofia) Consciência
2º anos (Filosofia) Consciência2º anos (Filosofia) Consciência
2º anos (Filosofia) Consciência
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Passagem da Cosmogonia para a Cosmologia
Passagem da Cosmogonia para a CosmologiaPassagem da Cosmogonia para a Cosmologia
Passagem da Cosmogonia para a Cosmologia
Sarah Mendes
 
Caça palavras sobre teatro atividade
Caça palavras sobre teatro atividadeCaça palavras sobre teatro atividade
Caça palavras sobre teatro atividade
josenmd
 
Arte politica
Arte politicaArte politica
Arte politica
CEF16
 

Mais procurados (20)

Socialização
SocializaçãoSocialização
Socialização
 
Racionalismo x Empirismo
Racionalismo x EmpirismoRacionalismo x Empirismo
Racionalismo x Empirismo
 
O que é arte?
O que é arte?O que é arte?
O que é arte?
 
O Que é Filosofia? 1º Ano!
O Que é Filosofia? 1º Ano!O Que é Filosofia? 1º Ano!
O Que é Filosofia? 1º Ano!
 
Introdução à filosofia
Introdução à filosofiaIntrodução à filosofia
Introdução à filosofia
 
Capítulo 6 - Pensando a Sociedade
Capítulo 6 - Pensando a SociedadeCapítulo 6 - Pensando a Sociedade
Capítulo 6 - Pensando a Sociedade
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
 
Senso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científicoSenso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científico
 
Atividades arte e cultura brasileira
Atividades arte e cultura brasileiraAtividades arte e cultura brasileira
Atividades arte e cultura brasileira
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígena
 
01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia
 
Filosofia
Filosofia Filosofia
Filosofia
 
Dinâmica para aula de sociologia e filosofia
Dinâmica para aula de sociologia e filosofiaDinâmica para aula de sociologia e filosofia
Dinâmica para aula de sociologia e filosofia
 
Dança
DançaDança
Dança
 
O que é a dança contemporânea
O que é a dança contemporâneaO que é a dança contemporânea
O que é a dança contemporânea
 
A história do cinema
A história do cinemaA história do cinema
A história do cinema
 
2º anos (Filosofia) Consciência
2º anos (Filosofia) Consciência2º anos (Filosofia) Consciência
2º anos (Filosofia) Consciência
 
Passagem da Cosmogonia para a Cosmologia
Passagem da Cosmogonia para a CosmologiaPassagem da Cosmogonia para a Cosmologia
Passagem da Cosmogonia para a Cosmologia
 
Caça palavras sobre teatro atividade
Caça palavras sobre teatro atividadeCaça palavras sobre teatro atividade
Caça palavras sobre teatro atividade
 
Arte politica
Arte politicaArte politica
Arte politica
 

Destaque

Elementos Para Leitura Da Imagem
Elementos Para Leitura Da ImagemElementos Para Leitura Da Imagem
Elementos Para Leitura Da Imagem
elizetearantes
 
ARTES VISUAIS: LEITURA DE IMAGEM E A APURAÇÃO DO OLHAR PARA O ENSINO DA ARTE
ARTES VISUAIS: LEITURA DE IMAGEM E A APURAÇÃO DO OLHAR PARA O ENSINO DA ARTEARTES VISUAIS: LEITURA DE IMAGEM E A APURAÇÃO DO OLHAR PARA O ENSINO DA ARTE
ARTES VISUAIS: LEITURA DE IMAGEM E A APURAÇÃO DO OLHAR PARA O ENSINO DA ARTE
Vis-UAB
 
Atividade extra função da arte
Atividade extra função da arteAtividade extra função da arte
Atividade extra função da arte
Gabriela Lemos
 
Prova artes
Prova artes Prova artes
Avaliação de inglês 1b
Avaliação de inglês 1bAvaliação de inglês 1b
Avaliação de inglês 1b
Marcia Oliveira
 
Prova de artes 6 ano
Prova de artes 6 anoProva de artes 6 ano
Prova de artes 6 ano
Bárbara Fonseca
 
PROVA DE ARTE INDIGENA
PROVA DE ARTE INDIGENAPROVA DE ARTE INDIGENA
PROVA DE ARTE INDIGENA
Francisco Antonio Machado Araujo
 
Entenda a arte (atividades)
Entenda a arte (atividades)Entenda a arte (atividades)
Entenda a arte (atividades)
graduartes
 
Livro de arte
Livro de arteLivro de arte
avaliação de arte Ensino.Médio II bimestre
avaliação de arte  Ensino.Médio II bimestreavaliação de arte  Ensino.Médio II bimestre
avaliação de arte Ensino.Médio II bimestre
Marcia Oliveira
 
Avaliação de Arte 2º Ensino Médio
Avaliação de Arte 2º Ensino MédioAvaliação de Arte 2º Ensino Médio
Avaliação de Arte 2º Ensino Médio
Marcia Oliveira
 
Avaliação diagnóstica arte 9 ano 2013
Avaliação diagnóstica arte 9 ano 2013Avaliação diagnóstica arte 9 ano 2013
Avaliação diagnóstica arte 9 ano 2013
Fabiola Oliveira
 
Prova Artes 1 ano médio
Prova Artes 1 ano médioProva Artes 1 ano médio
Prova Artes 1 ano médio
Geo Honório
 
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembroAvaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Moesio Alves
 

Destaque (14)

Elementos Para Leitura Da Imagem
Elementos Para Leitura Da ImagemElementos Para Leitura Da Imagem
Elementos Para Leitura Da Imagem
 
ARTES VISUAIS: LEITURA DE IMAGEM E A APURAÇÃO DO OLHAR PARA O ENSINO DA ARTE
ARTES VISUAIS: LEITURA DE IMAGEM E A APURAÇÃO DO OLHAR PARA O ENSINO DA ARTEARTES VISUAIS: LEITURA DE IMAGEM E A APURAÇÃO DO OLHAR PARA O ENSINO DA ARTE
ARTES VISUAIS: LEITURA DE IMAGEM E A APURAÇÃO DO OLHAR PARA O ENSINO DA ARTE
 
Atividade extra função da arte
Atividade extra função da arteAtividade extra função da arte
Atividade extra função da arte
 
Prova artes
Prova artes Prova artes
Prova artes
 
Avaliação de inglês 1b
Avaliação de inglês 1bAvaliação de inglês 1b
Avaliação de inglês 1b
 
Prova de artes 6 ano
Prova de artes 6 anoProva de artes 6 ano
Prova de artes 6 ano
 
PROVA DE ARTE INDIGENA
PROVA DE ARTE INDIGENAPROVA DE ARTE INDIGENA
PROVA DE ARTE INDIGENA
 
Entenda a arte (atividades)
Entenda a arte (atividades)Entenda a arte (atividades)
Entenda a arte (atividades)
 
Livro de arte
Livro de arteLivro de arte
Livro de arte
 
avaliação de arte Ensino.Médio II bimestre
avaliação de arte  Ensino.Médio II bimestreavaliação de arte  Ensino.Médio II bimestre
avaliação de arte Ensino.Médio II bimestre
 
Avaliação de Arte 2º Ensino Médio
Avaliação de Arte 2º Ensino MédioAvaliação de Arte 2º Ensino Médio
Avaliação de Arte 2º Ensino Médio
 
Avaliação diagnóstica arte 9 ano 2013
Avaliação diagnóstica arte 9 ano 2013Avaliação diagnóstica arte 9 ano 2013
Avaliação diagnóstica arte 9 ano 2013
 
Prova Artes 1 ano médio
Prova Artes 1 ano médioProva Artes 1 ano médio
Prova Artes 1 ano médio
 
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembroAvaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
 

Semelhante a Vamos falar de arte(1)

Entendendo a arte
Entendendo a arteEntendendo a arte
Entendendo a arte
Aurimar Bianchi Júnior
 
Arte 1 médio slide
Arte 1 médio slideArte 1 médio slide
Arte 1 médio slide
Eponina Alencar
 
Arte
ArteArte
Apostila de-artes-visuais (1)
Apostila de-artes-visuais (1)Apostila de-artes-visuais (1)
Apostila de-artes-visuais (1)
Fábia Michelle Pereira
 
Apostila de arte_artes_visuais_2014
Apostila de arte_artes_visuais_2014Apostila de arte_artes_visuais_2014
Apostila de arte_artes_visuais_2014
VIVIAN TROMBINI
 
Apostila de artes visuais 2014
Apostila de artes visuais 2014 Apostila de artes visuais 2014
Apostila de artes visuais 2014
Tininha Souza
 
O que é arte?
O que é arte?O que é arte?
O que é arte?
Aline Corso
 
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
Secretaria de Educação do Maranhão e Imagética Consultoria e Design
 
Cap 15 Filosofia Estética
Cap 15  Filosofia EstéticaCap 15  Filosofia Estética
Cap 15 Filosofia Estética
José Ferreira Júnior
 
Apostila de arte_artes_visuais_2014
Apostila de arte_artes_visuais_2014Apostila de arte_artes_visuais_2014
Apostila de arte_artes_visuais_2014
Sheila Rodrigues
 
Conceito de arte
Conceito de arteConceito de arte
Conceito de arte
Jailson Carvalho
 
O belo e o feio
O belo e o feioO belo e o feio
O belo e o feio
Aline Corso
 
PPT_O_que_e_arte.pdf
PPT_O_que_e_arte.pdfPPT_O_que_e_arte.pdf
PPT_O_que_e_arte.pdf
thaismachado57
 
Conhecimento pela arte.
Conhecimento pela arte.Conhecimento pela arte.
Conhecimento pela arte.
Italo Colares
 
Estetica (atividade II)
Estetica   (atividade II)Estetica   (atividade II)
Estetica (atividade II)
Mary Alvarenga
 
A arte no dia a dia
A arte no dia a diaA arte no dia a dia
A arte no dia a dia
Augusto Pinto
 
Estética 4
Estética 4Estética 4
Filosofia estética
Filosofia   estéticaFilosofia   estética
Filosofia estética
ミゲル ソレッス
 
O que é arte?
O que é arte?O que é arte?
O que é arte?
Rafael Lucas da Silva
 
Apostila de-artes-visuais
Apostila de-artes-visuaisApostila de-artes-visuais
Apostila de-artes-visuais
Raiane Nunes
 

Semelhante a Vamos falar de arte(1) (20)

Entendendo a arte
Entendendo a arteEntendendo a arte
Entendendo a arte
 
Arte 1 médio slide
Arte 1 médio slideArte 1 médio slide
Arte 1 médio slide
 
Arte
ArteArte
Arte
 
Apostila de-artes-visuais (1)
Apostila de-artes-visuais (1)Apostila de-artes-visuais (1)
Apostila de-artes-visuais (1)
 
Apostila de arte_artes_visuais_2014
Apostila de arte_artes_visuais_2014Apostila de arte_artes_visuais_2014
Apostila de arte_artes_visuais_2014
 
Apostila de artes visuais 2014
Apostila de artes visuais 2014 Apostila de artes visuais 2014
Apostila de artes visuais 2014
 
O que é arte?
O que é arte?O que é arte?
O que é arte?
 
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
 
Cap 15 Filosofia Estética
Cap 15  Filosofia EstéticaCap 15  Filosofia Estética
Cap 15 Filosofia Estética
 
Apostila de arte_artes_visuais_2014
Apostila de arte_artes_visuais_2014Apostila de arte_artes_visuais_2014
Apostila de arte_artes_visuais_2014
 
Conceito de arte
Conceito de arteConceito de arte
Conceito de arte
 
O belo e o feio
O belo e o feioO belo e o feio
O belo e o feio
 
PPT_O_que_e_arte.pdf
PPT_O_que_e_arte.pdfPPT_O_que_e_arte.pdf
PPT_O_que_e_arte.pdf
 
Conhecimento pela arte.
Conhecimento pela arte.Conhecimento pela arte.
Conhecimento pela arte.
 
Estetica (atividade II)
Estetica   (atividade II)Estetica   (atividade II)
Estetica (atividade II)
 
A arte no dia a dia
A arte no dia a diaA arte no dia a dia
A arte no dia a dia
 
Estética 4
Estética 4Estética 4
Estética 4
 
Filosofia estética
Filosofia   estéticaFilosofia   estética
Filosofia estética
 
O que é arte?
O que é arte?O que é arte?
O que é arte?
 
Apostila de-artes-visuais
Apostila de-artes-visuaisApostila de-artes-visuais
Apostila de-artes-visuais
 

Mais de Luis Silva

Cartilha mascara
Cartilha mascara Cartilha mascara
Cartilha mascara
Luis Silva
 
Apostila de historia da arte nova
Apostila de historia da arte novaApostila de historia da arte nova
Apostila de historia da arte nova
Luis Silva
 
Peca teatral-romeu-e-julieta-para-escolas
Peca teatral-romeu-e-julieta-para-escolasPeca teatral-romeu-e-julieta-para-escolas
Peca teatral-romeu-e-julieta-para-escolas
Luis Silva
 
Brincartodos
BrincartodosBrincartodos
Brincartodos
Luis Silva
 
Apostila completa musica
Apostila completa musicaApostila completa musica
Apostila completa musica
Luis Silva
 
Apostila de teoria musical [2[1].0]
Apostila de teoria musical [2[1].0]Apostila de teoria musical [2[1].0]
Apostila de teoria musical [2[1].0]
Luis Silva
 
Bordado estilo profesional manual de instrucciones mc 10000 -
Bordado estilo profesional  manual de instrucciones mc 10000 -Bordado estilo profesional  manual de instrucciones mc 10000 -
Bordado estilo profesional manual de instrucciones mc 10000 -
Luis Silva
 
Apostilarevisada 120130180533-phpapp01
Apostilarevisada 120130180533-phpapp01Apostilarevisada 120130180533-phpapp01
Apostilarevisada 120130180533-phpapp01
Luis Silva
 

Mais de Luis Silva (8)

Cartilha mascara
Cartilha mascara Cartilha mascara
Cartilha mascara
 
Apostila de historia da arte nova
Apostila de historia da arte novaApostila de historia da arte nova
Apostila de historia da arte nova
 
Peca teatral-romeu-e-julieta-para-escolas
Peca teatral-romeu-e-julieta-para-escolasPeca teatral-romeu-e-julieta-para-escolas
Peca teatral-romeu-e-julieta-para-escolas
 
Brincartodos
BrincartodosBrincartodos
Brincartodos
 
Apostila completa musica
Apostila completa musicaApostila completa musica
Apostila completa musica
 
Apostila de teoria musical [2[1].0]
Apostila de teoria musical [2[1].0]Apostila de teoria musical [2[1].0]
Apostila de teoria musical [2[1].0]
 
Bordado estilo profesional manual de instrucciones mc 10000 -
Bordado estilo profesional  manual de instrucciones mc 10000 -Bordado estilo profesional  manual de instrucciones mc 10000 -
Bordado estilo profesional manual de instrucciones mc 10000 -
 
Apostilarevisada 120130180533-phpapp01
Apostilarevisada 120130180533-phpapp01Apostilarevisada 120130180533-phpapp01
Apostilarevisada 120130180533-phpapp01
 

Vamos falar de arte(1)

  • 1. VAMOS FALAR DE ARTE - ENSINO MÉDIO DO CSSG ENTENDENDO A ARTE O QUE É A ARTE? Para que serve a Arte? O que significa? Que contribuições traz? Para alguns, a arte concretiza-se na música que gostam de ouvir, tocar ou cantar;na dança que os faz felizes;na personagem com a qual se identificam, em uma peça de teatro; na pintura, na produção plástica que elaboram; na imagem na qual seus olhos passeiam e os leva a dialogar com o que estão vendo;na fruição,na apreciaçãodas manifestações artísticas de que gostam. Para outros,talvez signifique algoque não consigam expressare talvez até não signifique nada. Poderíamos definira palavra arte como “manifestação da atividade humana por meio da qualse expressa uma visãopessoale desinteressada que interpreta o real ou o imagináriocom recursosplásticos, lingüísticos ou sonoros”.O mundo da Arte é concreto e vivo podendo ser observado, compreendido e apreciado. Através da experiência artística o ser humano desenvolve sua imaginação e criação aprendendo a conviver com seus semelhantes, respeitando as diferenças e sabendo modificar a sua realidade. A arte dá e encontra forma e significadocomoinstrumento de vida na busca do entendimento de quem somos, onde estamos e o que fazemos no mundo. O ser humano sempre procurou representar,por meio de imagens, a realidade em que vive (pessoas, animais, objetos e elementos da natureza), e os seres que imagina – divindades, por exemplo. As Artes Visuais, desenho, pintura, grafite,escultura,etc. – a literatura,a música,a dança e o teatro são formas de expressão que constituem a arte. A arte é uma criação humana com valores estéticos (beleza, equilíbrio, harmonia, revolta) que sintetizam as suas emoções, sua história, seus sentimentos e a sua cultura. É um conjunto de procedimentos utilizados para realizarobras,e no qual aplicamos nossos conhecimentos. Apresenta-se sob variadas formascomo: a plástica, a música, a escultura, o cinema, o teatro, a dança, a arquitetura etc. Pode ser vista ou percebida pelo homem de três maneiras: visualizadas, ouvidas ou mistas (audiovisuais).Atualmente algunstipos de arte permitem que o apreciador participe da obra.
  • 2. Pensando sobre Arte - Responda: -Você sabe o que é arte e para que ela serve? Fale sobre o tema! -Você vive rodeadode imagens.Olhando umaimagem você já ficou na dúvida se ela era ou não uma obra de Arte? Qual era essa imagem? -Você sabe diferenciar um cartaz de peça de teatro com uma pintura em tela como sendo Arte? -Em sua casa, procure em revistas, recorte e faça uma colagem de imagens que você considera como sendo Arte. Para podermosresponder a muitas perguntas sobre o assunto devemos, antes de mais nada, saber que Arte é conhecimento. As primeiras expressões artísticas As mais antigas figurasfeitas pelo serhumanoforam desenhadas em paredes de rocha,sobretudoem cavernas.Esse tipo de arte é chamado de rupestre,do latim rupes,rocha.Já foram encontradas imagens rupestres em muitos locais, mas as mais estudadassão as das cavernas de Lascaux e Chauvet,França,de Altamira,Espanha,de Tassili,na região do Saara, África, e as do município de São Raimundo Nonato, no Piauí, Brasil. Dentre as pinturas rupestres destacam-se as chamadasmãosem negativo e os desenhose pinturasde animais. As mãos em negativo são um dos primeiros registros deixados pelos nossos ancestrais que viveram por volta de 30 mil anos atrás, no período da Pré-História chamado de Paleolítico. Nos desenhos e pinturas de animais, chama nossa atenção o naturalismo: o artista pintavao animaldo modo que ele o via,reproduzindo a natureza tal qual seus olhos a captavam.
  • 3. Conhecendo mais sobre a Arte: Dentre os possíveis e variados conceitos que a arte pode ter podemos sintetizá-los do seguinte modo – a arte é uma experiência humana de conhecimento estético que transmite e expressa idéias e emoções na forma de um objeto artístico (desenho, pintura, escultura, arquitetura, etc.)e que possui em si o seu própriovalor. Portanto, para apreciarmos a arte é necessário aprender sobre ela. Aprender a observar, a analisar, a refletir, a criticar e a emitir opiniões fundamentadas sobre gostos, estilos, materiais e modos diferentes de fazer arte. Quem faz a arte? O homem criou objetos para satisfazer as necessidades práticas, como as ferramentas para cavara terra e os utensílios de cozinha.Outros objetos são criados por serem interessantes ou possuírem um caráter instrutivo. O homem cria a arte como meiode vida,para que o mundo saibao que pensa, para divulgaras suas crenças(ou as de outros), para estimular e distrair a si mesmo e aos outros, para explorar novas formas de olhar e interpretar objetos e cenas. Porque o mundo necessita de Arte? Porque fazemos arte e para que a usamos é aquilo que chamamos de função da arte que pode ser feita para decorar o mundo, para espelhar o nosso mundo(naturalista),para ajudarno dia-a-dia (utilitária),para explicar e descrever a história, para ser usada na cura de doenças e para ajudar a explorar o mundo. Como entendemos a Arte? O que vemosquando admiramosuma arte dependede nossa experiência e conhecimentos,da nossa disposiçãono momento,imaginaçãoe daquilo que o artista pretendeu mostrar. Como conseguimos ver as transformações do mundo através da arte? Podemos verificar que tipo de arte foi feita, quando, onde e como, desta maneira estaremos dialogando com a obra de arte, e assim podemos entender as mudanças que o mundo teve. Para existira arte são precisos três elementos: o artista, o observador e a obra de arte.
  • 4. O primeiro elemento é o artista, aquele que cria a obra, partindo do seu conhecimento concreto, abstrato e individual transmitindo e expressando suas idéias,sentimentos,emoções em um objeto artístico (pintura,escultura, desenho etc) que simbolize esses conceitos. Para criar a obra o artista necessita conhecere experimentaros materiais com que trabalha, quais as técnicas que melhorse encaixam à sua proposta de arte e como expor seu conhecimento de maneira formal no objeto artístico. O outro elemento é o observador, que faz parte do público que tem o contato com a obra, partindo num caminhoinverso ao do artista – observa a obra para chegar ao conhecimento de mundo que ela contém. Para isso o observadorprecisa de sensibilidade,disponibilidadepara entendê-lae algum conhecimento de história e história da arte, assim poderá entender o contexto em que a obra foi produzida e fazer relação com o seu próprio contexto. Por fim, a obra de arte ou o objeto artístico, faz parte de todo o processo, indo da criação do artista até o entendimento e apreciação do observador. A obra de arte guarda um fim em si mesma sem precisar de um complemento ou “tradução”, desde que isso não faça parte da proposta do artista. O BELO E O FEIO – A QUESTÃO DO GOSTO Os filósofos tentaram fundamentar a objetividade da arte e da beleza: Para Platão,“a beleza é a única idéia que resplandece no mundo”  por um lado reconhece o caráter sensível do belo, por outro, afirma a essencial ideal/objetiva = admite-se a existência do “belo em si” independentemente das obras individuais que “devem” se aproximar desse ideal universal. Para o Classicismo, há dedução de regras para o fazer artístico a partir do belo ideal, fundando a estética normativa. É o objeto que passa a ter qualidades que o tornam mais ou menos agradáveis, independentemente do sujeito que as percebe. Para os Empiristas, a beleza relativizava-se ao gosto de cada um  aquilo que depende do gosto e da opinião pessoal não pode ser discutido racionalmente. O belo, portanto, não está mais no objeto, mas na condição de recepção do sujeito. Para Kant, “o belo é aquilo que agrada universalmente”, ainda que não possajustificá-lo intelectualmente. Para ele, o objeto belo é uma ocasião de prazer, cuja causa reside no sujeito. O princípio do juízo estético é o sentimento do sujeito e não o conceito do objeto.Belo, portanto, é uma qualidade que atribuímos aos objetos para exprimir um certo estado da
  • 5. nossa subjetividade.Assim, não há uma idéia de belo nem pode haver regras para produzi-los. · Conhecimento subjetivo: é aquele que depende do ponto de vista pessoal,individual, não fundado no objeto,mas condicionado porsentimentos ou afirmações arbitrárias do sujeito. · Conhecimento objetivo: é aquele fundado na observação imparcial, independente das preferências individuais. Conhecimento resultante da descentralização do sujeito que conhece,pelo confronto com outros pontos de vista. Para Hegel, se introduz o conceito de história, a beleza muda de face e de aspecto através dos tempos. E essamudança depende mais da cultura e da visão de mundo vigente do que de uma exigência interna do belo. Na Visão Fenomenológica, considera-seo belo como uma qualidade de certos objetos singulares que nos são dados à percepção.Belezaé a imanência total de um sentido ao sensível. O objeto é belo porque realiza o seu destino segundo o seu modo de ser, que carrega um significado que só pode ser percebidona experiência estética.Não existe mais a idéia de um único valor estético a partir do qual julgamos todas as obras. Cada objeto estabelece seupróprio tipo de beleza. O FEIO – duas representações filosóficas: A representação do “feio”  No momento em que a arte rompe com a idéia de ser “cópiado real” e passa a ser consideradacriação autônoma que tem por função revelar as possibilidadesdo real, ela passa a ser avaliada de acordo com a autenticidade da sua propostae com sua capacidade de falar ao sentimento = arte como forma de pensamento. A forma de representação “feia”  O problemado belo e do feio é o deslocamento do assunto para o modo de representação = só haverá obras feias na medidaem forem malfeitas, que não corresponderem plenamente a sua proposta,nesse sentido o “feio” não poderá ser objeto da arte = não haverá obra de arte. A QUESTÃO DO GOSTO
  • 6. A subjetividade em relação ao objeto estético precisaestar mais interessada em conhecer,entregando-se às particularidades de cada objeto,do que em preferir. Nesse sentido,ter gosto é ter capacidade de julgamento sem preconceitos; É a própria presençada arte que forma o gosto:torna-nos disponíveis, reprime as particularidades da subjetividade, converte o particular em universal. A obra de arte nos convida a um olhar puro, livre abertura para o objeto,e o conteúdo particular a se pôr a serviço da compreensãoem lugar de ofuscá-lafazendo prevaleceras suas inclinações; A medidaque o sujeito exerce a aptidão de se abrir, desenvolve a aptidão de compreender,de penetrar no mundo aberto pela obra. Gosto é a comunicação com a obra para além de todo sabere de toda a técnica. O poderde fazer justiça ao objeto estético é a via da universalidade do julgamento do gosto. ATIVIDADE: -Pesquisarem livros ou na internet imagens de obras de arte que para você representao Belo e o Feio. -O que você considera ser belo? Um rosto feminino ou masculino? Um corpo saudável? Um pôr-do-sol na praia? Uma roupa que está na moda? arte quarta 04 fevereiro 2009 20:25  permalink  124 comentário(s)  Compartilhar 124 comentário(s) 
  • 7. Daianne Qua 18 Fev 2015 21:13 poderia me mandar pore-mail este texto?  cleide loureiro melo Qui 16 Out 2014 03:05 Muito bom ...me ajudou muito...obrigada  mara guedes Seg 21 Jul 2014 03:01 Me interessei poreste texto, gostaria de recebê-lo em meu email.  jucileide silva lima Qui 17 Jul 2014 02:11 muito bom esse texto .  JOZELDA Qua 09 Jul 2014 03:43 GOSTARIADE RECEBER ESTE TEXTO NO MEU E-MAIL. ME ENVIE POR FAVOR.  marilane da silva lima Dom 06 Jul 2014 23:43 Gostaria de receber esse material muito bom. 
  • 8. Vanessa Reis Sex 02 Mai 2014 03:06 Boa noite!!! Sou professorae na buscade aulas inovadoras e interessantes me deparei comesses textos e sugestões de atividades maravilhosas. Se possível me mande poremail.  chris Ter 01 Abr 2014 01:24 Gosteimuito do texto, mande-me por mail please.  eva barbosa Seg 31 Mar 2014 03:05 oi vc poderia me mandar por e-mail este texto???  Marilaine Dom 30 Mar 2014 20:36 Sou professorae em uma das escolas onde trabalho, foi me colocado a disposição para ministrar a disciplina de Arte em uma uma das turmas de 1° ano do Ensino Médio, e na buscade conteúdo na internet achei interessante a definição de Arte no texto acima, sendo assim gostaria se possívelestar recebendo o texto na íntegra, bem como demais textos e sugestões de aula por e--mail.  1  2  3  4  5  6  7  
  • 9. Seu comentário : Seu texto: Seu nome: Seu email: (Opcional) Seu blog: (Opcional) Copiar o texto abaixo: Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (187.41.161.219) para se identificar « "O contemporâneo reciclável" » FUNÇÕES DA ARTE - ESTÉTICAE CRÍTICA Amigos  
  • 10.               Todos os amigos > Comentários sobre este blog Você também podecomentar! vote para este blog Excelente! Visitantes mais recentes
  • 11.        Perfil Para ajudar a elevar o nível de qualidade cultural de meus alunos, e das pessoas que realm ... Ler a continuação  Ver amigos  Escrever uma mensagem  Convidar um amigo Data de criação : 07/02/04 Última atualização : 14/04/21 16:05 85 Artigos publicados Cadastro a newsletter Receba pore-mail as novidades desseblog. cadastre-se clique aqui Comentários  ellenpeliciari: Por favor deixe e-mail!!!  Daianne : poderia me mandar pore-mail este texto?
  • 12.  celia : Parabéns, textos excelentes, gostaria de recebe-los. Grata pela atenção.  cleide loureiro melo : Muito bom...me ajudou muito...obrigada  Soninha : gostaria de receber este texto ..obrigada Últimos vídeos  TARSILA DO AMARAL - ENTREVISTA  Um pouco de TARSILA...  JoséFerrazde Almeida Júnior  JoséFerrazde Almeida Júnior- 2 Calendário << <Fev 2015>> > S T Q Q S S D 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 Todos os artigos  Home  O último artigo  - Leonardo da Vinci  - Michelângelo Buonarroti
  • 13.  - Arte no Renascimento  - ARTE NO RENASCIMENTO  - FUNÇÕES DA ARTE - ESTÉTICAE CRÍTICA  - VAMOS FALAR DE ARTE - ENSINO MÉDIO DO CSSG  - "O contemporâneo reciclável"  - Mulher de leque  - Mulher do pescador  - O Pescador  - Minha Cuiabá e seu cuiabanês!!! Este blog contém algum conteúdo censurável? / Divulgar este blog Você também podecriar o seu blog. Clique aqui!  Foto |  Jogos  | copyright © www.blogorama.com.br Abrir a barra Fechar a barra ellenpeliciari | 3 fans Adicionar aos meus amigos | Escrever uma mensagem Apelido ****** Site :