SlideShare uma empresa Scribd logo
Cultura da Colaboração e Valor Compartilhado 
Cláudia Martin Nascimento 
Comunicação Digital e Novas Mídias 
Escola de Comunicações e Artes - Universidade de São Paulo 
Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo 
Segundo semestre de 2014
Humanização das Marcas 
Modelo de Negócios 
Antes 
Empresas 
para 
Empresas 
Atual 
Pessoas 
para 
Pessoas
Humanização das Marcas 
André Telles 
especialista em Social Media Marketing 
mídias sociais + 
branding + 
branding soul
Humanização das Marcas 
André Telles 
especialista em Social Media Marketing 
BBrraannddiinngg SSoouull 
adjetivos 
Planejamento 
estratégico 
contar histórias, 
gerar engajamento
Humanização das Marcas 
Gil Giardelli 
especialista do mundo.com e CEO da Gaia Creative 
planejamento, 
vontade de inovar 
feedback
Humanização das Marcas 
Gil Giardelli 
especialista do mundo.com e CEO da Gaia Creative 
“Vamos humanizar as relações digitais. Não se trata de 
humanizar uma marca e sim toda uma empresa. As 
histórias devem ser feitas por pessoas nas empresas, 
sem fim. A cada dia, um novo capítulo da relação é 
contado. Essa jornada é um processo cumulativo e 
contínuo de aprendizagem, que questiona, corrige e 
responde. É uma discussão aberta, colaborativa e 
distribuída, mas organizada”.
Humanização das Marcas 
Gil Giardelli 
especialista do mundo.com e CEO da Gaia Creative 
Um especialista em inovação precisa entender de: 
• Identidades digitais; 
• Virtualidades; 
• Facilitar laços pessoais; 
• Medir o grau de confiança da marca; 
• Definir a conexão estrutural da rede, da vizinhança social; 
• Criar interações, conexões e reciprocidade; 
• Preencher elos ausentes na rede; 
• Aplicar a gestão da inovação e a gestão do conhecimento para 
dar fluência às informações.
Humanização das Marcas 
Gil Giardelli 
especialista do mundo.com e CEO da Gaia Creative 
• Conceitos de ética do cuidado; 
• Cidades inteligentes; 
• Economia da floresta; 
• Tecnologias sociais; 
• Geração de transformadores; 
• Economia criativa; 
• Sustentabilidade e não sofrer do problema global da falta de crença 
em poder mudar o mundo.
Humanização das Marcas 
Dhaval Chadha 
“Vivemos hoje uma ‘ética’ de que ‘eu tenho que ser o 
melhor, o mais relevante, ser a referência’. Valores de 
êxito, ganhar, poder, acumular, ser importante, 
vencer. Grande parte dos problemas que temos tem a 
ver com a forma como enxergamos o mundo. E para 
mim, a boa notícia é que, como no planeta isso não 
cabe mais, estamos vendo de fato o surgimento de 
uma nova consciência, essas pressões são reais, 
mudando a forma como fazemos negócios.”
Humanização das Marcas 
Dhaval Chadha
Economia Criativa 
É aquela baseada nas atividades, na criatividade, nas 
habilidades individuais e no talento. 
greentee.com.br/
Economia Criativa 
empresas da economia criativa 
movimentaram R$ 381 milhões ou 2,6% do 
PIB brasileiro 
2013 
No Brasil Secretaria da Economia Criativa, 
vinculada ao Ministério da Cultura 
www.cultura.gov.br/secretaria-da-economia-criativa-sec
Crowdsourcing 
É o modelo colaborativo voluntário que visa resolver 
problemas, criar ideias e desenvolver novos projetos e 
tecnologias através do conhecimento coletivo via web. 
Sabedoria do Coletivo
Crowdsourcing 
Desaparecimento do Boeing 777 da Malaysia Airlines
Crowdsourcing 
Imagens de satélite da Digital Globe
Crowdfunding 
É o financiamento pela multidão, ou seja, a mobilização 
coletiva de consumidores na internet, que custeia desde 
pequenos projetos até grandes shows e filmes que estão 
em cartaz, sem precisar esperar que uma empresa ou 
organização faça isso.
Crowdfunding 
Catarse 
www.catarse.me/pt
Crowdfunding 
Coleticidade coleticidade.org
Social Good 
Fazer o bem em rede em uma busca de uma sociedade 
melhor, a partir do uso das tecnologias, das novas mídias 
e do pensamento inovador. 
http://socialgoodbrasil.org.br/ 
Vídeo Social Good
Social Good
Valor Compartilhado 
Sustentabilidade nas Empresas 
Fábio Barbosa, Santander
Valor Compartilhado 
Dhaval Chadha 
“A visão de que ONG faz impacto 
social e as EMPRESAS têm retorno 
financeiro é uma ideia equivocada. 
Eu estou sugerindo que nesta 
intersecção estão as empresas mais 
bem-sucedidas no futuro, pois os 
números já mostram que as empresas 
que não fazem isso já estão fora do 
mercado.”
Valor Compartilhado 
Conceito criado pelos especialistas de marketing 
Michael Porter e Mark R. Kramer em 2006 
“Valor compartilhado não é responsabilidade social, 
filantropia ou sustentabilidade, mas uma nova forma de obter 
sucesso econômico, compreendendo que o êxito da empresa 
depende do sucesso e sustentabilidade da sociedade e dos 
recursos naturais.” (Cria Global)
Valor Compartilhado 
É preciso reconectar o sucesso da empresa ao progresso social. 
• Geração de valor econômico de forma a criar 
também valor para a sociedade; 
• Capacitação dos líderes e gerentes das empresas; 
• Ultrapassar fronteira de “com ou sem fins lucrativos”;
Valor Compartilhado
Valor Compartilhado 
As empresas podem criar Valor Compartilhado em 3 níveis: 
• Redefinindo produtos e mercados, 
• Redefinindo a produtividade na cadeia de valor, e 
• Permitindo o desenvolvimento de clusters.
Valor Compartilhado 
Ações das Empresas 
• Estar atento às oportunidades 
Identificar as necessidades, os benefícios e as mazelas sociais que 
estão ou poderiam estar associados aos produtos ou serviços da 
empresa. 
• Criar uma estratégia única 
O valor compartilhado pode ser gerado em diversos formatos de 
iniciativas, desde a criação de campanhas, passando por mudanças 
operacionais, até a criação de novos negócios.
Valor Compartilhado: Exemplos 
Nestlé, segmento Nespresso
Valor Compartilhado: Exemplos 
Nestlé, segmento Nespresso 
Com a reformulação do esquema de compras: 
• aumento e melhoria do volume de produção; 
• melhoria da qualidade do produto; 
• aumento e melhoria da renda e a capacitação do produtor; 
• redução do impacto ambiental; 
• aumento nos lucros da empresa.
Valor Compartilhado: Exemplos 
Nike Environmental Design Tools 
www.nikebiz.com 
Auxiliar a indústria a 
desenvolver roupas e 
sapatos sustentáveis. 
Objetivo comum de 
toda a indústria: 
alcançar soluções 
sustentáveis viáveis e 
em larga escala.
Valor Compartilhado: Exemplos 
Open Ideo 
www.openideo.com 
Plataforma de inovação 
aberta para resolver 
desafios sociais a partir da 
colaboração da comunidade 
global.
Valor Compartilhado: Exemplos 
"Burn The Miles" App 
http://www.youtube.com/watch?v=_Urs1cFZjtA 
App da empresa BalticMiles 
em parceria com a Nike que 
permite ganhar milhas por 
fazer atividade física.
Valor Compartilhado: Exemplos 
"Burn The Miles" App 
http://www.youtube.com/watch?v=_Urs1cFZjtA 
O projeto do APP permite: 
• Aumentar a qualidade de vida do passageiro; 
• Acompanhar doenças e reduzir o índice de problemas; 
• Contribuir para uma menor poluição do meio ambiente; 
• Aumentar a fidelidade dos clientes; 
• Reduzir custos da companhia.
Valor Compartilhado: Exemplos 
Natura 
www.natura.com.br 
Objetivo de contribuir para a transformação da sociedade em direção ao 
desenvolvimento sustentável aliando o crescimento econômico às necessidades 
sociais e ambientais.
Valor Compartilhado: Exemplos 
Natura 
www.natura.com.br 
Atividades da empresa: 
• Construção de um modelo de desenvolvimento para a Região Amazônica; 
• Uso sustentável de ativos da biodiversidade e a valorização das 
tradicionais culturas regionais e locais; 
• Educação como principal elemento transformador da sociedade; 
• Uso de canais de comunicação para transmitir os valores da empresa e 
compartilhá-los com os públicos de relacionamento;
Valor Compartilhado: Exemplos 
Natura 
www.natura.com.br 
Atividades da empresa: 
• Divulgação de informações 
ambientais nas embalagens dos 
produtos; 
• Projeto Carbono Neutro em 2007; 
• Canais de diálogo abertos com todos os públicos
Valor Compartilhado: Exemplos 
Natura 
www.natura.com.br 
Atividades da empresa: 
• Cultivo de relações éticas e verdadeiras 
com os consumidores, colaboradores, 
consultores, fornecedores, etc. 
• Criação de cosméticos de preço 
acessível com o mínimo de impacto 
ambiental.
Valor Compartilhado: Exemplos 
Campbell Soup 
www.campbellideas.com 
Portal de inovação aberta 
onde consumidores, 
inventores, cientistas e 
negociantes são convidados 
a compartilharem ideias 
para melhorar a empresa.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

APRESENTAÇÃO PROMONDE
APRESENTAÇÃO PROMONDEAPRESENTAÇÃO PROMONDE
APRESENTAÇÃO PROMONDE
PROMONDE
 
Conheça o mundo dos Negócios de Impacto Social.
Conheça o mundo dos Negócios de Impacto Social. Conheça o mundo dos Negócios de Impacto Social.
Conheça o mundo dos Negócios de Impacto Social.
Jacqueline Yumi Asano
 
Crowdsourcing e Crowdfunding - 4a Jornada APP de Comunicação
Crowdsourcing e Crowdfunding - 4a Jornada APP de ComunicaçãoCrowdsourcing e Crowdfunding - 4a Jornada APP de Comunicação
Crowdsourcing e Crowdfunding - 4a Jornada APP de Comunicação
Celso Cestaro
 
Apresentação Purpose
Apresentação PurposeApresentação Purpose
Apresentação Purpose
Renato Guimaraes
 
Princípios de Empreendedorismo Social
Princípios de Empreendedorismo SocialPrincípios de Empreendedorismo Social
Princípios de Empreendedorismo Social
Emmanoel Messias
 
Nakel | design
Nakel | design Nakel | design
Apresentação TRANSFORME
Apresentação TRANSFORMEApresentação TRANSFORME
Apresentação TRANSFORME
Antonio Mendes Camilo
 
#gp08 Resumo
#gp08 Resumo#gp08 Resumo
#gp08 Resumo
adamsdossantos
 
A Responsabilidade Social Empresarial - Cleber Antonello - IAV-Sustentabilidade.
A Responsabilidade Social Empresarial - Cleber Antonello - IAV-Sustentabilidade.A Responsabilidade Social Empresarial - Cleber Antonello - IAV-Sustentabilidade.
A Responsabilidade Social Empresarial - Cleber Antonello - IAV-Sustentabilidade.
Cleber Antonello
 
Revista Job N 19 Ficha Técnica
Revista Job N 19 Ficha TécnicaRevista Job N 19 Ficha Técnica
Revista Job N 19 Ficha Técnica
Galo Digital
 
Comunicar é necessário, inovar é preciso.
Comunicar é necessário, inovar é preciso.Comunicar é necessário, inovar é preciso.
Comunicar é necessário, inovar é preciso.
Tom Comunicação
 
Empreendedorismo com exemplo de inovação em Pelotas/RS e Brasil
Empreendedorismo com exemplo de inovação em Pelotas/RS e BrasilEmpreendedorismo com exemplo de inovação em Pelotas/RS e Brasil
Empreendedorismo com exemplo de inovação em Pelotas/RS e Brasil
Quetelim Andreoli
 
Empreendedorismo Social
Empreendedorismo SocialEmpreendedorismo Social
Empreendedorismo Social
Naianne Dias
 
Entrevista: Yannis Freiris | Exit 28_2012 (pt)
Entrevista: Yannis Freiris | Exit 28_2012 (pt)Entrevista: Yannis Freiris | Exit 28_2012 (pt)
Entrevista: Yannis Freiris | Exit 28_2012 (pt)
Dianova
 
Marcas de A a Z: Como construir e manter marcas de sucesso
Marcas de A a Z: Como construir e manter marcas de sucessoMarcas de A a Z: Como construir e manter marcas de sucesso
Marcas de A a Z: Como construir e manter marcas de sucesso
Gente de Conteúdo
 
Apresentação PremiaPão
Apresentação PremiaPãoApresentação PremiaPão
Apresentação PremiaPão
Maria Angélica Viaro
 
Sustentabilidade na Era do Marketing 3.0.
Sustentabilidade na Era do Marketing 3.0.Sustentabilidade na Era do Marketing 3.0.
Sustentabilidade na Era do Marketing 3.0.
Fábio M Torres
 
Dossiê Trocado por Miúdos
Dossiê Trocado por MiúdosDossiê Trocado por Miúdos
Dossiê Trocado por Miúdos
ADSO Agência de Comunicação Global
 
Palestra FIEC dez 2014 - Gestão de Marcas
Palestra FIEC dez 2014 - Gestão de MarcasPalestra FIEC dez 2014 - Gestão de Marcas
Palestra FIEC dez 2014 - Gestão de Marcas
Gal Kury
 
Empreendedorismo social
Empreendedorismo socialEmpreendedorismo social
Empreendedorismo social
Tânia Lucas
 

Mais procurados (20)

APRESENTAÇÃO PROMONDE
APRESENTAÇÃO PROMONDEAPRESENTAÇÃO PROMONDE
APRESENTAÇÃO PROMONDE
 
Conheça o mundo dos Negócios de Impacto Social.
Conheça o mundo dos Negócios de Impacto Social. Conheça o mundo dos Negócios de Impacto Social.
Conheça o mundo dos Negócios de Impacto Social.
 
Crowdsourcing e Crowdfunding - 4a Jornada APP de Comunicação
Crowdsourcing e Crowdfunding - 4a Jornada APP de ComunicaçãoCrowdsourcing e Crowdfunding - 4a Jornada APP de Comunicação
Crowdsourcing e Crowdfunding - 4a Jornada APP de Comunicação
 
Apresentação Purpose
Apresentação PurposeApresentação Purpose
Apresentação Purpose
 
Princípios de Empreendedorismo Social
Princípios de Empreendedorismo SocialPrincípios de Empreendedorismo Social
Princípios de Empreendedorismo Social
 
Nakel | design
Nakel | design Nakel | design
Nakel | design
 
Apresentação TRANSFORME
Apresentação TRANSFORMEApresentação TRANSFORME
Apresentação TRANSFORME
 
#gp08 Resumo
#gp08 Resumo#gp08 Resumo
#gp08 Resumo
 
A Responsabilidade Social Empresarial - Cleber Antonello - IAV-Sustentabilidade.
A Responsabilidade Social Empresarial - Cleber Antonello - IAV-Sustentabilidade.A Responsabilidade Social Empresarial - Cleber Antonello - IAV-Sustentabilidade.
A Responsabilidade Social Empresarial - Cleber Antonello - IAV-Sustentabilidade.
 
Revista Job N 19 Ficha Técnica
Revista Job N 19 Ficha TécnicaRevista Job N 19 Ficha Técnica
Revista Job N 19 Ficha Técnica
 
Comunicar é necessário, inovar é preciso.
Comunicar é necessário, inovar é preciso.Comunicar é necessário, inovar é preciso.
Comunicar é necessário, inovar é preciso.
 
Empreendedorismo com exemplo de inovação em Pelotas/RS e Brasil
Empreendedorismo com exemplo de inovação em Pelotas/RS e BrasilEmpreendedorismo com exemplo de inovação em Pelotas/RS e Brasil
Empreendedorismo com exemplo de inovação em Pelotas/RS e Brasil
 
Empreendedorismo Social
Empreendedorismo SocialEmpreendedorismo Social
Empreendedorismo Social
 
Entrevista: Yannis Freiris | Exit 28_2012 (pt)
Entrevista: Yannis Freiris | Exit 28_2012 (pt)Entrevista: Yannis Freiris | Exit 28_2012 (pt)
Entrevista: Yannis Freiris | Exit 28_2012 (pt)
 
Marcas de A a Z: Como construir e manter marcas de sucesso
Marcas de A a Z: Como construir e manter marcas de sucessoMarcas de A a Z: Como construir e manter marcas de sucesso
Marcas de A a Z: Como construir e manter marcas de sucesso
 
Apresentação PremiaPão
Apresentação PremiaPãoApresentação PremiaPão
Apresentação PremiaPão
 
Sustentabilidade na Era do Marketing 3.0.
Sustentabilidade na Era do Marketing 3.0.Sustentabilidade na Era do Marketing 3.0.
Sustentabilidade na Era do Marketing 3.0.
 
Dossiê Trocado por Miúdos
Dossiê Trocado por MiúdosDossiê Trocado por Miúdos
Dossiê Trocado por Miúdos
 
Palestra FIEC dez 2014 - Gestão de Marcas
Palestra FIEC dez 2014 - Gestão de MarcasPalestra FIEC dez 2014 - Gestão de Marcas
Palestra FIEC dez 2014 - Gestão de Marcas
 
Empreendedorismo social
Empreendedorismo socialEmpreendedorismo social
Empreendedorismo social
 

Semelhante a Valorcompartilhado

Ferramentas de ativação e mensuração em campanhas de mídias sociais_Danila Do...
Ferramentas de ativação e mensuração em campanhas de mídias sociais_Danila Do...Ferramentas de ativação e mensuração em campanhas de mídias sociais_Danila Do...
Ferramentas de ativação e mensuração em campanhas de mídias sociais_Danila Do...
Pinceladas Digitais
 
Dianova Rumo à Sustentabilidade Jobshop Economia 2009
Dianova Rumo à Sustentabilidade Jobshop Economia 2009Dianova Rumo à Sustentabilidade Jobshop Economia 2009
Dianova Rumo à Sustentabilidade Jobshop Economia 2009
Dianova
 
Estratégias de Comunicação em Marketing
Estratégias de Comunicação em MarketingEstratégias de Comunicação em Marketing
Estratégias de Comunicação em Marketing
TEMA1
 
Posicionamento de marcas
Posicionamento de marcasPosicionamento de marcas
Posicionamento de marcas
Guga Alves
 
Posicionamento de marca
Posicionamento de marca Posicionamento de marca
Posicionamento de marca
Fábio Pessoa
 
Aula 1 ucam 2014.1 - cenários introdutórios
Aula 1   ucam 2014.1 - cenários introdutóriosAula 1   ucam 2014.1 - cenários introdutórios
Aula 1 ucam 2014.1 - cenários introdutórios
Angelo Peres
 
Ebook inovacao Corporativa
Ebook inovacao CorporativaEbook inovacao Corporativa
Ebook inovacao Corporativa
Sergio Calura
 
Planejamento Estratégico 2010-2015
Planejamento Estratégico 2010-2015Planejamento Estratégico 2010-2015
Planejamento Estratégico 2010-2015
Agência ebrand
 
Co-criacão, Crowdsourcing e Social Commerce
Co-criacão, Crowdsourcing e Social CommerceCo-criacão, Crowdsourcing e Social Commerce
Co-criacão, Crowdsourcing e Social Commerce
PaperCliQ Comunicação
 
Ebook ca
Ebook caEbook ca
Ebook ca
Sabrine Souza
 
Atividade 04 gerdau
Atividade 04   gerdauAtividade 04   gerdau
Atividade 04 gerdau
Leonardo Augusto Augusto Dias
 
Unomarketing Apresentação
Unomarketing ApresentaçãoUnomarketing Apresentação
Unomarketing Apresentação
Unomarketing
 
MKT Social e Verde.pptx
MKT Social e Verde.pptxMKT Social e Verde.pptx
MKT Social e Verde.pptx
AmarildoJosMorett
 
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
SeiZo Soares SeiZo
 
Palestra Mercado & Tendências
Palestra Mercado & TendênciasPalestra Mercado & Tendências
Palestra Mercado & Tendências
marketingviewer
 
Encontro de Captadoras (es) - IPE - Andrea Pecanha
Encontro de Captadoras (es) - IPE - Andrea PecanhaEncontro de Captadoras (es) - IPE - Andrea Pecanha
Encontro de Captadoras (es) - IPE - Andrea Pecanha
ABCR
 
ILIMITAT Proposta de Valor
ILIMITAT Proposta de ValorILIMITAT Proposta de Valor
ILIMITAT Proposta de Valor
ILIMITAT Negocios sempre em movimento.
 
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 6 NOV/DEZ 2018
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 6 NOV/DEZ 2018GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 6 NOV/DEZ 2018
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 6 NOV/DEZ 2018
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Métricas De Análise De Performance Para Ações De Marketing Viral
Métricas De Análise De Performance Para Ações De Marketing ViralMétricas De Análise De Performance Para Ações De Marketing Viral
Métricas De Análise De Performance Para Ações De Marketing Viral
Renato Abdo
 
O que é Transformação Digital?
O que é Transformação Digital?O que é Transformação Digital?
O que é Transformação Digital?
Alexandre Cezário
 

Semelhante a Valorcompartilhado (20)

Ferramentas de ativação e mensuração em campanhas de mídias sociais_Danila Do...
Ferramentas de ativação e mensuração em campanhas de mídias sociais_Danila Do...Ferramentas de ativação e mensuração em campanhas de mídias sociais_Danila Do...
Ferramentas de ativação e mensuração em campanhas de mídias sociais_Danila Do...
 
Dianova Rumo à Sustentabilidade Jobshop Economia 2009
Dianova Rumo à Sustentabilidade Jobshop Economia 2009Dianova Rumo à Sustentabilidade Jobshop Economia 2009
Dianova Rumo à Sustentabilidade Jobshop Economia 2009
 
Estratégias de Comunicação em Marketing
Estratégias de Comunicação em MarketingEstratégias de Comunicação em Marketing
Estratégias de Comunicação em Marketing
 
Posicionamento de marcas
Posicionamento de marcasPosicionamento de marcas
Posicionamento de marcas
 
Posicionamento de marca
Posicionamento de marca Posicionamento de marca
Posicionamento de marca
 
Aula 1 ucam 2014.1 - cenários introdutórios
Aula 1   ucam 2014.1 - cenários introdutóriosAula 1   ucam 2014.1 - cenários introdutórios
Aula 1 ucam 2014.1 - cenários introdutórios
 
Ebook inovacao Corporativa
Ebook inovacao CorporativaEbook inovacao Corporativa
Ebook inovacao Corporativa
 
Planejamento Estratégico 2010-2015
Planejamento Estratégico 2010-2015Planejamento Estratégico 2010-2015
Planejamento Estratégico 2010-2015
 
Co-criacão, Crowdsourcing e Social Commerce
Co-criacão, Crowdsourcing e Social CommerceCo-criacão, Crowdsourcing e Social Commerce
Co-criacão, Crowdsourcing e Social Commerce
 
Ebook ca
Ebook caEbook ca
Ebook ca
 
Atividade 04 gerdau
Atividade 04   gerdauAtividade 04   gerdau
Atividade 04 gerdau
 
Unomarketing Apresentação
Unomarketing ApresentaçãoUnomarketing Apresentação
Unomarketing Apresentação
 
MKT Social e Verde.pptx
MKT Social e Verde.pptxMKT Social e Verde.pptx
MKT Social e Verde.pptx
 
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
 
Palestra Mercado & Tendências
Palestra Mercado & TendênciasPalestra Mercado & Tendências
Palestra Mercado & Tendências
 
Encontro de Captadoras (es) - IPE - Andrea Pecanha
Encontro de Captadoras (es) - IPE - Andrea PecanhaEncontro de Captadoras (es) - IPE - Andrea Pecanha
Encontro de Captadoras (es) - IPE - Andrea Pecanha
 
ILIMITAT Proposta de Valor
ILIMITAT Proposta de ValorILIMITAT Proposta de Valor
ILIMITAT Proposta de Valor
 
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 6 NOV/DEZ 2018
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 6 NOV/DEZ 2018GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 6 NOV/DEZ 2018
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 6 NOV/DEZ 2018
 
Métricas De Análise De Performance Para Ações De Marketing Viral
Métricas De Análise De Performance Para Ações De Marketing ViralMétricas De Análise De Performance Para Ações De Marketing Viral
Métricas De Análise De Performance Para Ações De Marketing Viral
 
O que é Transformação Digital?
O que é Transformação Digital?O que é Transformação Digital?
O que é Transformação Digital?
 

Valorcompartilhado

  • 1. Cultura da Colaboração e Valor Compartilhado Cláudia Martin Nascimento Comunicação Digital e Novas Mídias Escola de Comunicações e Artes - Universidade de São Paulo Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo Segundo semestre de 2014
  • 2. Humanização das Marcas Modelo de Negócios Antes Empresas para Empresas Atual Pessoas para Pessoas
  • 3. Humanização das Marcas André Telles especialista em Social Media Marketing mídias sociais + branding + branding soul
  • 4. Humanização das Marcas André Telles especialista em Social Media Marketing BBrraannddiinngg SSoouull adjetivos Planejamento estratégico contar histórias, gerar engajamento
  • 5. Humanização das Marcas Gil Giardelli especialista do mundo.com e CEO da Gaia Creative planejamento, vontade de inovar feedback
  • 6. Humanização das Marcas Gil Giardelli especialista do mundo.com e CEO da Gaia Creative “Vamos humanizar as relações digitais. Não se trata de humanizar uma marca e sim toda uma empresa. As histórias devem ser feitas por pessoas nas empresas, sem fim. A cada dia, um novo capítulo da relação é contado. Essa jornada é um processo cumulativo e contínuo de aprendizagem, que questiona, corrige e responde. É uma discussão aberta, colaborativa e distribuída, mas organizada”.
  • 7. Humanização das Marcas Gil Giardelli especialista do mundo.com e CEO da Gaia Creative Um especialista em inovação precisa entender de: • Identidades digitais; • Virtualidades; • Facilitar laços pessoais; • Medir o grau de confiança da marca; • Definir a conexão estrutural da rede, da vizinhança social; • Criar interações, conexões e reciprocidade; • Preencher elos ausentes na rede; • Aplicar a gestão da inovação e a gestão do conhecimento para dar fluência às informações.
  • 8. Humanização das Marcas Gil Giardelli especialista do mundo.com e CEO da Gaia Creative • Conceitos de ética do cuidado; • Cidades inteligentes; • Economia da floresta; • Tecnologias sociais; • Geração de transformadores; • Economia criativa; • Sustentabilidade e não sofrer do problema global da falta de crença em poder mudar o mundo.
  • 9. Humanização das Marcas Dhaval Chadha “Vivemos hoje uma ‘ética’ de que ‘eu tenho que ser o melhor, o mais relevante, ser a referência’. Valores de êxito, ganhar, poder, acumular, ser importante, vencer. Grande parte dos problemas que temos tem a ver com a forma como enxergamos o mundo. E para mim, a boa notícia é que, como no planeta isso não cabe mais, estamos vendo de fato o surgimento de uma nova consciência, essas pressões são reais, mudando a forma como fazemos negócios.”
  • 10. Humanização das Marcas Dhaval Chadha
  • 11. Economia Criativa É aquela baseada nas atividades, na criatividade, nas habilidades individuais e no talento. greentee.com.br/
  • 12. Economia Criativa empresas da economia criativa movimentaram R$ 381 milhões ou 2,6% do PIB brasileiro 2013 No Brasil Secretaria da Economia Criativa, vinculada ao Ministério da Cultura www.cultura.gov.br/secretaria-da-economia-criativa-sec
  • 13. Crowdsourcing É o modelo colaborativo voluntário que visa resolver problemas, criar ideias e desenvolver novos projetos e tecnologias através do conhecimento coletivo via web. Sabedoria do Coletivo
  • 14. Crowdsourcing Desaparecimento do Boeing 777 da Malaysia Airlines
  • 15. Crowdsourcing Imagens de satélite da Digital Globe
  • 16. Crowdfunding É o financiamento pela multidão, ou seja, a mobilização coletiva de consumidores na internet, que custeia desde pequenos projetos até grandes shows e filmes que estão em cartaz, sem precisar esperar que uma empresa ou organização faça isso.
  • 19. Social Good Fazer o bem em rede em uma busca de uma sociedade melhor, a partir do uso das tecnologias, das novas mídias e do pensamento inovador. http://socialgoodbrasil.org.br/ Vídeo Social Good
  • 21. Valor Compartilhado Sustentabilidade nas Empresas Fábio Barbosa, Santander
  • 22. Valor Compartilhado Dhaval Chadha “A visão de que ONG faz impacto social e as EMPRESAS têm retorno financeiro é uma ideia equivocada. Eu estou sugerindo que nesta intersecção estão as empresas mais bem-sucedidas no futuro, pois os números já mostram que as empresas que não fazem isso já estão fora do mercado.”
  • 23. Valor Compartilhado Conceito criado pelos especialistas de marketing Michael Porter e Mark R. Kramer em 2006 “Valor compartilhado não é responsabilidade social, filantropia ou sustentabilidade, mas uma nova forma de obter sucesso econômico, compreendendo que o êxito da empresa depende do sucesso e sustentabilidade da sociedade e dos recursos naturais.” (Cria Global)
  • 24. Valor Compartilhado É preciso reconectar o sucesso da empresa ao progresso social. • Geração de valor econômico de forma a criar também valor para a sociedade; • Capacitação dos líderes e gerentes das empresas; • Ultrapassar fronteira de “com ou sem fins lucrativos”;
  • 26. Valor Compartilhado As empresas podem criar Valor Compartilhado em 3 níveis: • Redefinindo produtos e mercados, • Redefinindo a produtividade na cadeia de valor, e • Permitindo o desenvolvimento de clusters.
  • 27. Valor Compartilhado Ações das Empresas • Estar atento às oportunidades Identificar as necessidades, os benefícios e as mazelas sociais que estão ou poderiam estar associados aos produtos ou serviços da empresa. • Criar uma estratégia única O valor compartilhado pode ser gerado em diversos formatos de iniciativas, desde a criação de campanhas, passando por mudanças operacionais, até a criação de novos negócios.
  • 28. Valor Compartilhado: Exemplos Nestlé, segmento Nespresso
  • 29. Valor Compartilhado: Exemplos Nestlé, segmento Nespresso Com a reformulação do esquema de compras: • aumento e melhoria do volume de produção; • melhoria da qualidade do produto; • aumento e melhoria da renda e a capacitação do produtor; • redução do impacto ambiental; • aumento nos lucros da empresa.
  • 30. Valor Compartilhado: Exemplos Nike Environmental Design Tools www.nikebiz.com Auxiliar a indústria a desenvolver roupas e sapatos sustentáveis. Objetivo comum de toda a indústria: alcançar soluções sustentáveis viáveis e em larga escala.
  • 31. Valor Compartilhado: Exemplos Open Ideo www.openideo.com Plataforma de inovação aberta para resolver desafios sociais a partir da colaboração da comunidade global.
  • 32. Valor Compartilhado: Exemplos "Burn The Miles" App http://www.youtube.com/watch?v=_Urs1cFZjtA App da empresa BalticMiles em parceria com a Nike que permite ganhar milhas por fazer atividade física.
  • 33. Valor Compartilhado: Exemplos "Burn The Miles" App http://www.youtube.com/watch?v=_Urs1cFZjtA O projeto do APP permite: • Aumentar a qualidade de vida do passageiro; • Acompanhar doenças e reduzir o índice de problemas; • Contribuir para uma menor poluição do meio ambiente; • Aumentar a fidelidade dos clientes; • Reduzir custos da companhia.
  • 34. Valor Compartilhado: Exemplos Natura www.natura.com.br Objetivo de contribuir para a transformação da sociedade em direção ao desenvolvimento sustentável aliando o crescimento econômico às necessidades sociais e ambientais.
  • 35. Valor Compartilhado: Exemplos Natura www.natura.com.br Atividades da empresa: • Construção de um modelo de desenvolvimento para a Região Amazônica; • Uso sustentável de ativos da biodiversidade e a valorização das tradicionais culturas regionais e locais; • Educação como principal elemento transformador da sociedade; • Uso de canais de comunicação para transmitir os valores da empresa e compartilhá-los com os públicos de relacionamento;
  • 36. Valor Compartilhado: Exemplos Natura www.natura.com.br Atividades da empresa: • Divulgação de informações ambientais nas embalagens dos produtos; • Projeto Carbono Neutro em 2007; • Canais de diálogo abertos com todos os públicos
  • 37. Valor Compartilhado: Exemplos Natura www.natura.com.br Atividades da empresa: • Cultivo de relações éticas e verdadeiras com os consumidores, colaboradores, consultores, fornecedores, etc. • Criação de cosméticos de preço acessível com o mínimo de impacto ambiental.
  • 38. Valor Compartilhado: Exemplos Campbell Soup www.campbellideas.com Portal de inovação aberta onde consumidores, inventores, cientistas e negociantes são convidados a compartilharem ideias para melhorar a empresa.