SlideShare uma empresa Scribd logo
ORIGEM E CONSTRUÇÃO DA
UNIÃO EUROPEIA
A 2ª GUERRA MUNDIAL (1939-1945) deixou a
Europa destruída e empobrecida, enquanto os
Estados Unidos da América (EUA) e a então União
Soviética (URSS) se transformavam em duas grandes
potências mundiais.
Contexto
A união dos países europeus era fundamental para
resolver as dificuldades e promover o
desenvolvimento económico.
Político francês
(1888-1979)
Robert Schuman
(1886-1963)
Ministro dos Negócios
Estrangeiros de França
Os mentores da Europa Unida
Em 1951 é criada a Comunidade Europeia do Carvão e
do Aço (CECA).
A CECA pretendia colocar a produção do carvão e do aço
sob o controlo de uma autoridade comum.
Monnet defendia a elaboração de acordos económicos
entre os estados.
Previa uma cooperação entre os países
na produção de carvão e aço.
França Alemanha
Itália
Bélgica Luxemburgo
Holanda
O sucesso da Comunidade ( até 2002) , a necessidade de
manter a paz e favorecer o desenvolvimento através das
trocas comerciais, levou à assinatura do Tratado de Roma
e à criação da :
Comunidade Económica Europeia (CEE),
encarregue, essencialmente, de facilitar as trocas
comerciais entre os países;
Artº 1º - Pelo presente Tratado, as altas partes
contratantes instituem, entre elas, uma Comunidade
Económica Europeia.
Artº 2º - A Comunidade tem por missão, através do
estabelecimento de um Mercado Comum , promover o
desenvolvimento das actividades económicas dos
Estados-membros, através:
- da eliminação dos obstáculos à livre circulação de
pessoas, serviços e capitais;
- da criação de um Fundo Social Europeu com vista a
melhorar as possibilidades de emprego dos
trabalhadores e contribuir para a melhoria do seu nível
de vida.
Tratado de Roma, Março de 1957 (adaptado)
pessoas
serviços
capitais
mercadorias
Assegurar a livre circulação de:
Objectivos da CEE:
Criar um Mercado Comum
O alargamento da Comunidade Europeia
Dinamarca Reino
Unido
Irlanda
1981 1986
1973
Grécia
Portugal Espanha
Consagrou-se uma união económica, monetária e
politica e instituiu-se o Parlamento Europeu como um
dos órgãos mais importantes da U.E.
Em 1992, com o Tratado de Maastricht (Holanda), a
Comunidade Europeia, passou a designar-se União
Europeia (U.E.).
O Parlamento Europeu
está sediado em
Estrasburgo (França),
onde têm lugar as
sessões plenárias
mensais.
A União Europeia
O Parlamento Europeu é o único órgão da União
Europeia que resulta de eleições directas
São 786
deputados
escolhidos em
nome dos 492
milhões de
habitantes.
A União Europeia continuou a crescer…
Áustria Finlândia Suécia
Em 2004, assiste-se ao maior alargamento da história
da U.E. São dez os países que se juntam à Europa
dos 15.
1996
Letónia Chipre Eslováquia Eslovénia Estónia
Lituânia Malta Polónia Hungria Rep. Checa
Bulgária Roménia
Em 2007, ocorreu mais um alargamento:
O pedido de adesão da Croácia (2003) foi
aceite em 2013.
Futuros alargamentos
A União Europeia definiu critérios para
futuros alargamentos:
Critério político
Existência de instituições
que garantam a
democracia, o respeito
pelos direitos humanos e
a protecção das minorias;
Critério económico
Existência de uma
economia capaz de
enfrentar a concorrência
dentro da U.E.;
Critério da adopção do
acervo comunitário
Capacidade para assumir a
partilha dos objectivos da
união política, económica e
monetária;
Turquia Antiga República
Jugoslava da
Macedónia
Países candidatos:
Albânia
Montenegro Islândia Sérvia
A UE é identificada por uma série de símbolos, sendo o mais
conhecido de todos um círculo de estrelas amarelas num fundo
azul.
As doze estrelas dispostas em círculo simbolizam os ideais de unidade,
solidariedade e harmonia entre os povos da Europa.
A bandeira europeia
«Unida na Diversidade» é a divisa da UE.
Esta divisa evoca a forma como os europeus se uniram e
formaram a UE para trabalhar em conjunto pela paz e
prosperidade, embora mantendo a diversidade de culturas,
tradições e línguas do continente.
O Dia da Europa
As ideias que estão na base da UE foram pela primeira vez
formuladas em 9 de Maio de 1950 pelo Ministro dos Negócios
Estrangeiros francês Robert Schuman. É por esta razão que este
dia é comemorado anualmente como uma data fundamental para
a UE.
A divisa da UE
O hino europeu
A melodia utilizada como hino europeu é extraída da Nona Sinfonia
de Ludwig Van Beethoven, composta em 1823.
Ludwig van Beethoven (1770-1827)
União europeia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Euro, a moeda europeia
Euro, a moeda europeiaEuro, a moeda europeia
Euro, a moeda europeia
Daianne Gonçalves
 
A União Europeia
A União EuropeiaA União Europeia
A União Europeia
João Moreira
 
União Europeia
União EuropeiaUnião Europeia
União europeia
União europeiaUnião europeia
União europeia
Teresa Furtado Coelho
 
A integração de portugal na união europeia
A integração de portugal na união europeiaA integração de portugal na união europeia
A integração de portugal na união europeia
Gabriel Cristiano
 
Símbolos da União Europeia
Símbolos da União EuropeiaSímbolos da União Europeia
Símbolos da União Europeia
Centro Jacques Delors
 
União europeia
União europeiaUnião europeia
União europeia
Francisco Oliveira
 
União Europeia
União EuropeiaUnião Europeia
União Europeia
Carlos Vieira
 
Apresentação | Portugal na União Europeia
Apresentação | Portugal na União EuropeiaApresentação | Portugal na União Europeia
Apresentação | Portugal na União Europeia
Centro Jacques Delors
 
União Europeia
União EuropeiaUnião Europeia
União Europeia
Tiago Teixeira
 
Uniao europeia
Uniao europeiaUniao europeia
Uniao europeia
Sara Patinha
 
Os 27 Paises da União Europeia
Os 27 Paises da União EuropeiaOs 27 Paises da União Europeia
Os 27 Paises da União Europeia
lidia76
 
Integração europeia
Integração europeiaIntegração europeia
Integração europeia
Paulo Gomes
 
União europeia
União europeiaUnião europeia
União europeia
Pocarolas
 
União Europeia
União EuropeiaUnião Europeia
União Europeia
ProfessoresColeguium
 
Onu
OnuOnu
Formação da união europeia
Formação da união europeiaFormação da união europeia
Formação da união europeia
sophyzinha
 
Integracao de portugal na ue
Integracao de portugal na ueIntegracao de portugal na ue
Integracao de portugal na ue
Sara Patinha
 
União Europeia /Portugal na Europa
União Europeia /Portugal na Europa União Europeia /Portugal na Europa
União Europeia /Portugal na Europa
Ruben Marinho
 
A união europeia
A união europeiaA união europeia
A união europeia
sr adil
 

Mais procurados (20)

Euro, a moeda europeia
Euro, a moeda europeiaEuro, a moeda europeia
Euro, a moeda europeia
 
A União Europeia
A União EuropeiaA União Europeia
A União Europeia
 
União Europeia
União EuropeiaUnião Europeia
União Europeia
 
União europeia
União europeiaUnião europeia
União europeia
 
A integração de portugal na união europeia
A integração de portugal na união europeiaA integração de portugal na união europeia
A integração de portugal na união europeia
 
Símbolos da União Europeia
Símbolos da União EuropeiaSímbolos da União Europeia
Símbolos da União Europeia
 
União europeia
União europeiaUnião europeia
União europeia
 
União Europeia
União EuropeiaUnião Europeia
União Europeia
 
Apresentação | Portugal na União Europeia
Apresentação | Portugal na União EuropeiaApresentação | Portugal na União Europeia
Apresentação | Portugal na União Europeia
 
União Europeia
União EuropeiaUnião Europeia
União Europeia
 
Uniao europeia
Uniao europeiaUniao europeia
Uniao europeia
 
Os 27 Paises da União Europeia
Os 27 Paises da União EuropeiaOs 27 Paises da União Europeia
Os 27 Paises da União Europeia
 
Integração europeia
Integração europeiaIntegração europeia
Integração europeia
 
União europeia
União europeiaUnião europeia
União europeia
 
União Europeia
União EuropeiaUnião Europeia
União Europeia
 
Onu
OnuOnu
Onu
 
Formação da união europeia
Formação da união europeiaFormação da união europeia
Formação da união europeia
 
Integracao de portugal na ue
Integracao de portugal na ueIntegracao de portugal na ue
Integracao de portugal na ue
 
União Europeia /Portugal na Europa
União Europeia /Portugal na Europa União Europeia /Portugal na Europa
União Europeia /Portugal na Europa
 
A união europeia
A união europeiaA união europeia
A união europeia
 

Destaque

Economia A 11º ano - União Europeia
Economia A 11º ano - União EuropeiaEconomia A 11º ano - União Europeia
Economia A 11º ano - União Europeia
Raffaella Ergün
 
Imperialismo e colonialismo: a partilha do Mundo
Imperialismo e colonialismo: a partilha do MundoImperialismo e colonialismo: a partilha do Mundo
Imperialismo e colonialismo: a partilha do Mundo
Susana Simões
 
O país rural e senhorial
O país rural e senhorialO país rural e senhorial
O país rural e senhorial
Susana Simões
 
UniãO EuropéIa Contexto Geral
UniãO EuropéIa   Contexto GeralUniãO EuropéIa   Contexto Geral
UniãO EuropéIa Contexto Geral
lucianoabreucancio
 
Europa
EuropaEuropa
União europeia alargamentos
União europeia   alargamentosUnião europeia   alargamentos
União europeia alargamentos
Pocarolas
 
Consequências da 2ª Guerra Mundial
Consequências da 2ª Guerra MundialConsequências da 2ª Guerra Mundial
Consequências da 2ª Guerra Mundial
Susana Simões
 
União europeia
União europeiaUnião europeia
União europeia
Juliana Costa
 
O 25 de abril...
O 25 de abril...O 25 de abril...
O 25 de abril...
berenvaz
 
A 1ª grande guerra o desenrolar do conflito
A 1ª grande guerra o desenrolar do conflitoA 1ª grande guerra o desenrolar do conflito
A 1ª grande guerra o desenrolar do conflito
Susana Simões
 
No Parlamento Europeu
No Parlamento EuropeuNo Parlamento Europeu
No Parlamento Europeu
José Correia
 
Parlamento europeu
Parlamento europeuParlamento europeu
Parlamento europeu
Ricardo Amaral
 
II Guerra Mundial
II Guerra MundialII Guerra Mundial
II Guerra Mundial
Maria Barroso
 
Parlamento europeu
Parlamento europeuParlamento europeu
Parlamento europeu
berenvaz
 
Comissão Europeia
Comissão EuropeiaComissão Europeia
Comissão Europeia
Ana Isabel
 
Mercado comum do sul
Mercado comum do sulMercado comum do sul
Mercado comum do sul
Enzo Berger
 
Benec blocos
Benec blocosBenec blocos
O mercantilismo em portugal
O mercantilismo em portugalO mercantilismo em portugal
O mercantilismo em portugal
Susana Simões
 
Os loucos anos 20
Os loucos anos 20Os loucos anos 20
Os loucos anos 20
Susana Simões
 
O urbanismo e o pragmatismo de Roma Imperial
O urbanismo e o pragmatismo de Roma ImperialO urbanismo e o pragmatismo de Roma Imperial
O urbanismo e o pragmatismo de Roma Imperial
Susana Simões
 

Destaque (20)

Economia A 11º ano - União Europeia
Economia A 11º ano - União EuropeiaEconomia A 11º ano - União Europeia
Economia A 11º ano - União Europeia
 
Imperialismo e colonialismo: a partilha do Mundo
Imperialismo e colonialismo: a partilha do MundoImperialismo e colonialismo: a partilha do Mundo
Imperialismo e colonialismo: a partilha do Mundo
 
O país rural e senhorial
O país rural e senhorialO país rural e senhorial
O país rural e senhorial
 
UniãO EuropéIa Contexto Geral
UniãO EuropéIa   Contexto GeralUniãO EuropéIa   Contexto Geral
UniãO EuropéIa Contexto Geral
 
Europa
EuropaEuropa
Europa
 
União europeia alargamentos
União europeia   alargamentosUnião europeia   alargamentos
União europeia alargamentos
 
Consequências da 2ª Guerra Mundial
Consequências da 2ª Guerra MundialConsequências da 2ª Guerra Mundial
Consequências da 2ª Guerra Mundial
 
União europeia
União europeiaUnião europeia
União europeia
 
O 25 de abril...
O 25 de abril...O 25 de abril...
O 25 de abril...
 
A 1ª grande guerra o desenrolar do conflito
A 1ª grande guerra o desenrolar do conflitoA 1ª grande guerra o desenrolar do conflito
A 1ª grande guerra o desenrolar do conflito
 
No Parlamento Europeu
No Parlamento EuropeuNo Parlamento Europeu
No Parlamento Europeu
 
Parlamento europeu
Parlamento europeuParlamento europeu
Parlamento europeu
 
II Guerra Mundial
II Guerra MundialII Guerra Mundial
II Guerra Mundial
 
Parlamento europeu
Parlamento europeuParlamento europeu
Parlamento europeu
 
Comissão Europeia
Comissão EuropeiaComissão Europeia
Comissão Europeia
 
Mercado comum do sul
Mercado comum do sulMercado comum do sul
Mercado comum do sul
 
Benec blocos
Benec blocosBenec blocos
Benec blocos
 
O mercantilismo em portugal
O mercantilismo em portugalO mercantilismo em portugal
O mercantilismo em portugal
 
Os loucos anos 20
Os loucos anos 20Os loucos anos 20
Os loucos anos 20
 
O urbanismo e o pragmatismo de Roma Imperial
O urbanismo e o pragmatismo de Roma ImperialO urbanismo e o pragmatismo de Roma Imperial
O urbanismo e o pragmatismo de Roma Imperial
 

Semelhante a União europeia

Casa Comum Europa
Casa Comum EuropaCasa Comum Europa
Casa Comum Europa
Helena
 
União Europeia
União EuropeiaUnião Europeia
União Europeia
Turismo Esdas
 
União Europeia
União EuropeiaUnião Europeia
União Europeia
guestb596d70a
 
Europa
EuropaEuropa
A ascensão da europa
A ascensão da europaA ascensão da europa
A ascensão da europa
Patrícia Alves
 
Trabalho de geografia
Trabalho de geografiaTrabalho de geografia
Trabalho de geografia
Higor Lopes
 
Trabalhouniao Europeia
Trabalhouniao EuropeiaTrabalhouniao Europeia
Trabalhouniao Europeia
Maria Filomena
 
UNIÃO EUROPEIA
UNIÃO EUROPEIAUNIÃO EUROPEIA
UNIÃO EUROPEIA
TechSeven1
 
União europeia unida na diversidade
União europeia   unida na diversidadeUnião europeia   unida na diversidade
União europeia unida na diversidade
Elsa Condeço
 
Areafirmaoda europa[1]
Areafirmaoda europa[1]Areafirmaoda europa[1]
Areafirmaoda europa[1]
borgesnuria
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
manoeldumke
 
Portugal na ue e no mundo
Portugal na ue e no mundo Portugal na ue e no mundo
Portugal na ue e no mundo
Rodrigo Saraiva
 
Economia
EconomiaEconomia
Economia
Ciornei Cezar
 
Economia
EconomiaEconomia
Economia
Ciornei Cezar
 
U.E em 12 lições
U.E em 12 liçõesU.E em 12 lições
U.E em 12 lições
Raffaella Ergün
 
Formação união européia
Formação união européiaFormação união européia
Formação união européia
Débora Morais
 
Trabalho direito europeu
Trabalho direito europeuTrabalho direito europeu
Trabalho direito europeu
VITOR RUSSO
 
Seminário de geografia
Seminário de geografiaSeminário de geografia
Seminário de geografia
Felipe Italo
 
Ue
UeUe
Construção Europeia - Joana e rosa
Construção Europeia - Joana e rosa Construção Europeia - Joana e rosa
Construção Europeia - Joana e rosa
Turismo Esdas
 

Semelhante a União europeia (20)

Casa Comum Europa
Casa Comum EuropaCasa Comum Europa
Casa Comum Europa
 
União Europeia
União EuropeiaUnião Europeia
União Europeia
 
União Europeia
União EuropeiaUnião Europeia
União Europeia
 
Europa
EuropaEuropa
Europa
 
A ascensão da europa
A ascensão da europaA ascensão da europa
A ascensão da europa
 
Trabalho de geografia
Trabalho de geografiaTrabalho de geografia
Trabalho de geografia
 
Trabalhouniao Europeia
Trabalhouniao EuropeiaTrabalhouniao Europeia
Trabalhouniao Europeia
 
UNIÃO EUROPEIA
UNIÃO EUROPEIAUNIÃO EUROPEIA
UNIÃO EUROPEIA
 
União europeia unida na diversidade
União europeia   unida na diversidadeUnião europeia   unida na diversidade
União europeia unida na diversidade
 
Areafirmaoda europa[1]
Areafirmaoda europa[1]Areafirmaoda europa[1]
Areafirmaoda europa[1]
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
 
Portugal na ue e no mundo
Portugal na ue e no mundo Portugal na ue e no mundo
Portugal na ue e no mundo
 
Economia
EconomiaEconomia
Economia
 
Economia
EconomiaEconomia
Economia
 
U.E em 12 lições
U.E em 12 liçõesU.E em 12 lições
U.E em 12 lições
 
Formação união européia
Formação união européiaFormação união européia
Formação união européia
 
Trabalho direito europeu
Trabalho direito europeuTrabalho direito europeu
Trabalho direito europeu
 
Seminário de geografia
Seminário de geografiaSeminário de geografia
Seminário de geografia
 
Ue
UeUe
Ue
 
Construção Europeia - Joana e rosa
Construção Europeia - Joana e rosa Construção Europeia - Joana e rosa
Construção Europeia - Joana e rosa
 

Mais de Susana Simões

O império português do Oriente
O império português do OrienteO império português do Oriente
O império português do Oriente
Susana Simões
 
Reestruturação das instituições romanas
Reestruturação das instituições romanasReestruturação das instituições romanas
Reestruturação das instituições romanas
Susana Simões
 
Antigo Regime-Contextualização do Módulo 6
Antigo Regime-Contextualização do Módulo 6Antigo Regime-Contextualização do Módulo 6
Antigo Regime-Contextualização do Módulo 6
Susana Simões
 
Revolução Liberal em Portugal
Revolução Liberal em PortugalRevolução Liberal em Portugal
Revolução Liberal em Portugal
Susana Simões
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
Susana Simões
 
Momentos de tensão durante a guerra fria
Momentos de tensão durante a guerra friaMomentos de tensão durante a guerra fria
Momentos de tensão durante a guerra fria
Susana Simões
 
Nascimento dos EUA
Nascimento dos EUANascimento dos EUA
Nascimento dos EUA
Susana Simões
 
A Escultura Renascentista
A Escultura RenascentistaA Escultura Renascentista
A Escultura Renascentista
Susana Simões
 
A Arquitetura Renascentista
A Arquitetura RenascentistaA Arquitetura Renascentista
A Arquitetura Renascentista
Susana Simões
 
A Pintura Renascentista
A Pintura RenascentistaA Pintura Renascentista
A Pintura Renascentista
Susana Simões
 
Consequências da segunda guerra
Consequências da segunda guerraConsequências da segunda guerra
Consequências da segunda guerra
Susana Simões
 
A Segunda Guerra Mundial
A Segunda Guerra MundialA Segunda Guerra Mundial
A Segunda Guerra Mundial
Susana Simões
 
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmicaArte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
Susana Simões
 
A administração dos Impérios Peninulares
A administração dos Impérios PeninularesA administração dos Impérios Peninulares
A administração dos Impérios Peninulares
Susana Simões
 
Descoberta colonização Arquipélagos Atlânticos
Descoberta colonização Arquipélagos AtlânticosDescoberta colonização Arquipélagos Atlânticos
Descoberta colonização Arquipélagos Atlânticos
Susana Simões
 
A cultura da Ágora - Contextualização
A cultura da Ágora - ContextualizaçãoA cultura da Ágora - Contextualização
A cultura da Ágora - Contextualização
Susana Simões
 
Portugal: o projeto pombalino de inspiração iluminista.
Portugal: o projeto pombalino de inspiração iluminista.Portugal: o projeto pombalino de inspiração iluminista.
Portugal: o projeto pombalino de inspiração iluminista.
Susana Simões
 
Portugal e as dificuldades económicas
Portugal e as dificuldades económicasPortugal e as dificuldades económicas
Portugal e as dificuldades económicas
Susana Simões
 
Dinâmicas económicas entre os sécs. XVI-XVIII
Dinâmicas económicas entre os sécs. XVI-XVIIIDinâmicas económicas entre os sécs. XVI-XVIII
Dinâmicas económicas entre os sécs. XVI-XVIII
Susana Simões
 
A Europa dos Parlamentos: sociedade e poder político
A Europa dos Parlamentos: sociedade e poder políticoA Europa dos Parlamentos: sociedade e poder político
A Europa dos Parlamentos: sociedade e poder político
Susana Simões
 

Mais de Susana Simões (20)

O império português do Oriente
O império português do OrienteO império português do Oriente
O império português do Oriente
 
Reestruturação das instituições romanas
Reestruturação das instituições romanasReestruturação das instituições romanas
Reestruturação das instituições romanas
 
Antigo Regime-Contextualização do Módulo 6
Antigo Regime-Contextualização do Módulo 6Antigo Regime-Contextualização do Módulo 6
Antigo Regime-Contextualização do Módulo 6
 
Revolução Liberal em Portugal
Revolução Liberal em PortugalRevolução Liberal em Portugal
Revolução Liberal em Portugal
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
 
Momentos de tensão durante a guerra fria
Momentos de tensão durante a guerra friaMomentos de tensão durante a guerra fria
Momentos de tensão durante a guerra fria
 
Nascimento dos EUA
Nascimento dos EUANascimento dos EUA
Nascimento dos EUA
 
A Escultura Renascentista
A Escultura RenascentistaA Escultura Renascentista
A Escultura Renascentista
 
A Arquitetura Renascentista
A Arquitetura RenascentistaA Arquitetura Renascentista
A Arquitetura Renascentista
 
A Pintura Renascentista
A Pintura RenascentistaA Pintura Renascentista
A Pintura Renascentista
 
Consequências da segunda guerra
Consequências da segunda guerraConsequências da segunda guerra
Consequências da segunda guerra
 
A Segunda Guerra Mundial
A Segunda Guerra MundialA Segunda Guerra Mundial
A Segunda Guerra Mundial
 
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmicaArte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
 
A administração dos Impérios Peninulares
A administração dos Impérios PeninularesA administração dos Impérios Peninulares
A administração dos Impérios Peninulares
 
Descoberta colonização Arquipélagos Atlânticos
Descoberta colonização Arquipélagos AtlânticosDescoberta colonização Arquipélagos Atlânticos
Descoberta colonização Arquipélagos Atlânticos
 
A cultura da Ágora - Contextualização
A cultura da Ágora - ContextualizaçãoA cultura da Ágora - Contextualização
A cultura da Ágora - Contextualização
 
Portugal: o projeto pombalino de inspiração iluminista.
Portugal: o projeto pombalino de inspiração iluminista.Portugal: o projeto pombalino de inspiração iluminista.
Portugal: o projeto pombalino de inspiração iluminista.
 
Portugal e as dificuldades económicas
Portugal e as dificuldades económicasPortugal e as dificuldades económicas
Portugal e as dificuldades económicas
 
Dinâmicas económicas entre os sécs. XVI-XVIII
Dinâmicas económicas entre os sécs. XVI-XVIIIDinâmicas económicas entre os sécs. XVI-XVIII
Dinâmicas económicas entre os sécs. XVI-XVIII
 
A Europa dos Parlamentos: sociedade e poder político
A Europa dos Parlamentos: sociedade e poder políticoA Europa dos Parlamentos: sociedade e poder político
A Europa dos Parlamentos: sociedade e poder político
 

Último

Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 

Último (20)

Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 

União europeia

  • 1. ORIGEM E CONSTRUÇÃO DA UNIÃO EUROPEIA
  • 2. A 2ª GUERRA MUNDIAL (1939-1945) deixou a Europa destruída e empobrecida, enquanto os Estados Unidos da América (EUA) e a então União Soviética (URSS) se transformavam em duas grandes potências mundiais. Contexto
  • 3. A união dos países europeus era fundamental para resolver as dificuldades e promover o desenvolvimento económico. Político francês (1888-1979) Robert Schuman (1886-1963) Ministro dos Negócios Estrangeiros de França Os mentores da Europa Unida
  • 4. Em 1951 é criada a Comunidade Europeia do Carvão e do Aço (CECA). A CECA pretendia colocar a produção do carvão e do aço sob o controlo de uma autoridade comum. Monnet defendia a elaboração de acordos económicos entre os estados. Previa uma cooperação entre os países na produção de carvão e aço.
  • 6. O sucesso da Comunidade ( até 2002) , a necessidade de manter a paz e favorecer o desenvolvimento através das trocas comerciais, levou à assinatura do Tratado de Roma e à criação da : Comunidade Económica Europeia (CEE), encarregue, essencialmente, de facilitar as trocas comerciais entre os países;
  • 7. Artº 1º - Pelo presente Tratado, as altas partes contratantes instituem, entre elas, uma Comunidade Económica Europeia. Artº 2º - A Comunidade tem por missão, através do estabelecimento de um Mercado Comum , promover o desenvolvimento das actividades económicas dos Estados-membros, através: - da eliminação dos obstáculos à livre circulação de pessoas, serviços e capitais; - da criação de um Fundo Social Europeu com vista a melhorar as possibilidades de emprego dos trabalhadores e contribuir para a melhoria do seu nível de vida. Tratado de Roma, Março de 1957 (adaptado)
  • 8. pessoas serviços capitais mercadorias Assegurar a livre circulação de: Objectivos da CEE: Criar um Mercado Comum
  • 9. O alargamento da Comunidade Europeia Dinamarca Reino Unido Irlanda 1981 1986 1973 Grécia Portugal Espanha
  • 10. Consagrou-se uma união económica, monetária e politica e instituiu-se o Parlamento Europeu como um dos órgãos mais importantes da U.E. Em 1992, com o Tratado de Maastricht (Holanda), a Comunidade Europeia, passou a designar-se União Europeia (U.E.). O Parlamento Europeu está sediado em Estrasburgo (França), onde têm lugar as sessões plenárias mensais. A União Europeia
  • 11. O Parlamento Europeu é o único órgão da União Europeia que resulta de eleições directas São 786 deputados escolhidos em nome dos 492 milhões de habitantes.
  • 12. A União Europeia continuou a crescer… Áustria Finlândia Suécia Em 2004, assiste-se ao maior alargamento da história da U.E. São dez os países que se juntam à Europa dos 15. 1996
  • 13. Letónia Chipre Eslováquia Eslovénia Estónia Lituânia Malta Polónia Hungria Rep. Checa Bulgária Roménia Em 2007, ocorreu mais um alargamento: O pedido de adesão da Croácia (2003) foi aceite em 2013.
  • 14. Futuros alargamentos A União Europeia definiu critérios para futuros alargamentos: Critério político Existência de instituições que garantam a democracia, o respeito pelos direitos humanos e a protecção das minorias; Critério económico Existência de uma economia capaz de enfrentar a concorrência dentro da U.E.; Critério da adopção do acervo comunitário Capacidade para assumir a partilha dos objectivos da união política, económica e monetária;
  • 15. Turquia Antiga República Jugoslava da Macedónia Países candidatos: Albânia Montenegro Islândia Sérvia
  • 16. A UE é identificada por uma série de símbolos, sendo o mais conhecido de todos um círculo de estrelas amarelas num fundo azul. As doze estrelas dispostas em círculo simbolizam os ideais de unidade, solidariedade e harmonia entre os povos da Europa. A bandeira europeia
  • 17. «Unida na Diversidade» é a divisa da UE. Esta divisa evoca a forma como os europeus se uniram e formaram a UE para trabalhar em conjunto pela paz e prosperidade, embora mantendo a diversidade de culturas, tradições e línguas do continente. O Dia da Europa As ideias que estão na base da UE foram pela primeira vez formuladas em 9 de Maio de 1950 pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros francês Robert Schuman. É por esta razão que este dia é comemorado anualmente como uma data fundamental para a UE. A divisa da UE
  • 18. O hino europeu A melodia utilizada como hino europeu é extraída da Nona Sinfonia de Ludwig Van Beethoven, composta em 1823. Ludwig van Beethoven (1770-1827)