SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Til, romance (em folhetins)
regionalista de 1871-1872, 62
capítulos (posteriormente, em 2
volumes), Romantismo no Brasil
rafabebum.blogspot.com
rafabebum.blogspot.com
Berta
Inhá
Til
rafabebum.blogspot.com
rafabebum.blogspot.com
Casa em que nasceu José de Alencar
Teatro José de Alencar
Poeta popular Patativa do Assaré
 Quando passaram os dois irmãos, a um sinal
da cabeça de eito, os pretos fizeram um floreio
de enxadas, suspendendo-as ao ar com a mão
esquerda, e com a direita pediram a benção.
(cap. XIII, 1.º vol)
 Reparando naquele espasmo doloroso, quase
arrependeu-se Berta de haver quebrado ao
pobre idiota o encanto em que o tinha. (cap.
XXIV, 1.º vol.)
rafabebum.blogspot.com
rafabebum.blogspot.com
- Será mesmo o durão que dizem?
- É conforme. Eu cá não conto com ele.
- Hum!...
- O senhor bem podia nos dar alguma inculca do
bicho?
- Cá o amigo Chico é quem há de saber por onde
anda o cujo. Oh! psiu!...
rafabebum.blogspot.com
Fazenda das Palmas
rio Atibaia com o rio Piracicaba
Província de Santa
Bárbara, próxima de
Campinas
rafabebum.blogspot.com
Berta e Miguel
Jão Fera
rafabebum.blogspot.com
flor da til (tília)
Árvore Til (Tília)
rafabebum.blogspot.com
 Linda e Afonso
 Luís Galvão e D. Ermelinda
 Barroso
rafabebum.blogspot.com
rafabebum.blogspot.com
- Sangue de gente, ou sangue de
onça, todo é um; tem a mesma
cor, e a mesma maldade. (cap.
XV, 1.º vol.)
- Ah! és um homem de honra! Pois
então vai, corre! Aquele que
escapaste de assassinar te dará de
esmola o preço por que ajustaste sua
morte, como te deu outrora o pão com
que matavas a fome! (cap. XV, 1.º
vol.)
 Linda e Afonso
 Luís Galvão e D. Ermelinda
 Barroso (Ribeiro)
 Filipe e Gonçalo
 Monjolo e Faustino
 Zana
 Brás
 Besita
 Nhá Tudinha (mãe de Miguel)
rafabebum.blogspot.com
Til, Berta
Jão Fera
 Ribeiro / Barroso mata Besita
 Jão Fera vai matar Luís Galvão
 Filipe e Gonçalo vão matar Jão Fera
 Gonçalo, Faustino e Monjolo vão
matar Luís Galvão
 Gonçalo, Faustino e Monjolo vão
matar Jão Fera
 Jão Fera mata Ribeiro / Barroso
rafabebum.blogspot.com
Nesse prisma da lindeza de Inhá reflete-se a
sua índole. Aquela alma tem facetas como o
diamante; iria-se e acende uma cor ou outra,
conforme o raio de luz que a fere.
Contradição viva, seu gênio é o ser e o não ser.
Busquem nela a graça da moça e encontrarão o
estouvamento do menino; porém mal se apercebam
da ilusão, que já a imagem da mulher despontará em
toda sua esplêndida fascinação. A antítese banal do
anjo-demônio torna-se realidade nela, em quem se
cambiam no sorriso ou no olhar a serenidade celeste
com os fulvos lampejos da paixão, à semelhança do
firmamento onde ao radiante matiz da aurora
sucedem os fulgores sinistros da procela.
Como as flores que nascem nos
despenhadeiros e algares, onde não
penetram os esplendores da natureza, a
alma de Berta fora criada para perfumar os
abismos da miséria, que se cavam nas
almas, subvertidas pela desgraça.
Era a flor da caridade, alma sóror.
rafabebum.blogspot.com
- Eu sou Til!... Til só!...

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Til

Til jose de alencar 2
Til   jose de alencar 2Til   jose de alencar 2
Til jose de alencar 2
rafabebum
 
18012180 negrinha-resumo-dos-contos[1]
18012180 negrinha-resumo-dos-contos[1]18012180 negrinha-resumo-dos-contos[1]
18012180 negrinha-resumo-dos-contos[1]
Tatiane Pechiori
 
10 livros da literatura brasileira
10 livros da literatura brasileira10 livros da literatura brasileira
10 livros da literatura brasileira
Diego Peterson
 
Enem e Língua Portuguesa
Enem e Língua PortuguesaEnem e Língua Portuguesa
Enem e Língua Portuguesa
Ladjane Pereira
 
O gato malhado e a andorinha sinhá
O gato malhado e a andorinha sinháO gato malhado e a andorinha sinhá
O gato malhado e a andorinha sinhá
mariagsalgueiro
 
10 livros essenciais da literatura brasileira
10 livros essenciais da literatura brasileira10 livros essenciais da literatura brasileira
10 livros essenciais da literatura brasileira
Ana Sales
 
Carlos drumond de andrade
Carlos drumond de andradeCarlos drumond de andrade
Carlos drumond de andrade
Rita Santana
 

Semelhante a Til (20)

Til José de Alencar
Til José de AlencarTil José de Alencar
Til José de Alencar
 
1
11
1
 
Til jose de alencar 2
Til   jose de alencar 2Til   jose de alencar 2
Til jose de alencar 2
 
Til jose de alencar
Til jose de alencarTil jose de alencar
Til jose de alencar
 
18012180 negrinha-resumo-dos-contos[1]
18012180 negrinha-resumo-dos-contos[1]18012180 negrinha-resumo-dos-contos[1]
18012180 negrinha-resumo-dos-contos[1]
 
10 livros da literatura brasileira
10 livros da literatura brasileira10 livros da literatura brasileira
10 livros da literatura brasileira
 
Enem e Língua Portuguesa
Enem e Língua PortuguesaEnem e Língua Portuguesa
Enem e Língua Portuguesa
 
(Atualizado 01) trabalho de hugo powerpoint
(Atualizado 01) trabalho de hugo powerpoint(Atualizado 01) trabalho de hugo powerpoint
(Atualizado 01) trabalho de hugo powerpoint
 
Sapeca 6
Sapeca 6Sapeca 6
Sapeca 6
 
Feliz ano novo
Feliz ano novoFeliz ano novo
Feliz ano novo
 
Avaliação multimídia da 2001
Avaliação multimídia da 2001Avaliação multimídia da 2001
Avaliação multimídia da 2001
 
Til josé de alencar
Til josé de alencarTil josé de alencar
Til josé de alencar
 
Revista 2- Literatura e Música: Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Mau nas músicas...
Revista 2- Literatura e Música: Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Mau nas músicas...Revista 2- Literatura e Música: Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Mau nas músicas...
Revista 2- Literatura e Música: Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Mau nas músicas...
 
Katipsoi zunontee guerreiro_os_maias
Katipsoi zunontee guerreiro_os_maiasKatipsoi zunontee guerreiro_os_maias
Katipsoi zunontee guerreiro_os_maias
 
O gato malhado e a andorinha sinhá
O gato malhado e a andorinha sinháO gato malhado e a andorinha sinhá
O gato malhado e a andorinha sinhá
 
10 livros essenciais da literatura brasileira
10 livros essenciais da literatura brasileira10 livros essenciais da literatura brasileira
10 livros essenciais da literatura brasileira
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
A Rosa do Povo - Carlos Drummond de Andrade
A Rosa do Povo - Carlos Drummond de AndradeA Rosa do Povo - Carlos Drummond de Andrade
A Rosa do Povo - Carlos Drummond de Andrade
 
Carlos drumond de andrade
Carlos drumond de andradeCarlos drumond de andrade
Carlos drumond de andrade
 
Urupês
UrupêsUrupês
Urupês
 

Mais de rafabebum

Mais de rafabebum (20)

LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsxLITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
 
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 2.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 2.ppsxLITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 2.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 2.ppsx
 
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 1.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 1.ppsxLITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 1.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 1.ppsx
 
Dois Irmãos.ppsx
Dois Irmãos.ppsxDois Irmãos.ppsx
Dois Irmãos.ppsx
 
Nós Matamos o Cão Tinhoso.ppsx
Nós Matamos o Cão Tinhoso.ppsxNós Matamos o Cão Tinhoso.ppsx
Nós Matamos o Cão Tinhoso.ppsx
 
Machado de Assis blog.ppsx
Machado de Assis blog.ppsxMachado de Assis blog.ppsx
Machado de Assis blog.ppsx
 
Romanceiro da Inconfidência.ppsx
Romanceiro da Inconfidência.ppsxRomanceiro da Inconfidência.ppsx
Romanceiro da Inconfidência.ppsx
 
Romanceiro da Inconfidência - análise.pdf
Romanceiro da Inconfidência - análise.pdfRomanceiro da Inconfidência - análise.pdf
Romanceiro da Inconfidência - análise.pdf
 
Quincas Borba.ppsx
Quincas Borba.ppsxQuincas Borba.ppsx
Quincas Borba.ppsx
 
Quincas Borba - estudo.pdf
Quincas Borba - estudo.pdfQuincas Borba - estudo.pdf
Quincas Borba - estudo.pdf
 
Poemas Escolhidos - análise.pdf
Poemas Escolhidos - análise.pdfPoemas Escolhidos - análise.pdf
Poemas Escolhidos - análise.pdf
 
Nove Noites.ppsx
Nove Noites.ppsxNove Noites.ppsx
Nove Noites.ppsx
 
Angústia - material de aula.pdf
Angústia - material de aula.pdfAngústia - material de aula.pdf
Angústia - material de aula.pdf
 
Angústia.ppsx
Angústia.ppsxAngústia.ppsx
Angústia.ppsx
 
Vinicius de Moraes.pptx
Vinicius de Moraes.pptxVinicius de Moraes.pptx
Vinicius de Moraes.pptx
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
"Caminhos Cruzados", de Érico Veríssimo
"Caminhos Cruzados", de Érico Veríssimo"Caminhos Cruzados", de Érico Veríssimo
"Caminhos Cruzados", de Érico Veríssimo
 
"Minha Vida de Menina", de Helena Morley
"Minha Vida de Menina", de Helena Morley"Minha Vida de Menina", de Helena Morley
"Minha Vida de Menina", de Helena Morley
 
Minha vida de menina
Minha vida de meninaMinha vida de menina
Minha vida de menina
 
Terra sonâmbula
Terra sonâmbulaTerra sonâmbula
Terra sonâmbula
 

Último

4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
LindinhaSilva1
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
sfwsoficial
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
azulassessoria9
 

Último (20)

Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarMODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
 

Til

  • 1. Til, romance (em folhetins) regionalista de 1871-1872, 62 capítulos (posteriormente, em 2 volumes), Romantismo no Brasil rafabebum.blogspot.com
  • 4. rafabebum.blogspot.com Casa em que nasceu José de Alencar Teatro José de Alencar Poeta popular Patativa do Assaré
  • 5.  Quando passaram os dois irmãos, a um sinal da cabeça de eito, os pretos fizeram um floreio de enxadas, suspendendo-as ao ar com a mão esquerda, e com a direita pediram a benção. (cap. XIII, 1.º vol)  Reparando naquele espasmo doloroso, quase arrependeu-se Berta de haver quebrado ao pobre idiota o encanto em que o tinha. (cap. XXIV, 1.º vol.) rafabebum.blogspot.com
  • 6. rafabebum.blogspot.com - Será mesmo o durão que dizem? - É conforme. Eu cá não conto com ele. - Hum!... - O senhor bem podia nos dar alguma inculca do bicho? - Cá o amigo Chico é quem há de saber por onde anda o cujo. Oh! psiu!...
  • 7. rafabebum.blogspot.com Fazenda das Palmas rio Atibaia com o rio Piracicaba Província de Santa Bárbara, próxima de Campinas
  • 9. rafabebum.blogspot.com flor da til (tília) Árvore Til (Tília)
  • 11.  Linda e Afonso  Luís Galvão e D. Ermelinda  Barroso rafabebum.blogspot.com
  • 12. rafabebum.blogspot.com - Sangue de gente, ou sangue de onça, todo é um; tem a mesma cor, e a mesma maldade. (cap. XV, 1.º vol.) - Ah! és um homem de honra! Pois então vai, corre! Aquele que escapaste de assassinar te dará de esmola o preço por que ajustaste sua morte, como te deu outrora o pão com que matavas a fome! (cap. XV, 1.º vol.)
  • 13.  Linda e Afonso  Luís Galvão e D. Ermelinda  Barroso (Ribeiro)  Filipe e Gonçalo  Monjolo e Faustino  Zana  Brás  Besita  Nhá Tudinha (mãe de Miguel) rafabebum.blogspot.com Til, Berta Jão Fera
  • 14.  Ribeiro / Barroso mata Besita  Jão Fera vai matar Luís Galvão  Filipe e Gonçalo vão matar Jão Fera  Gonçalo, Faustino e Monjolo vão matar Luís Galvão  Gonçalo, Faustino e Monjolo vão matar Jão Fera  Jão Fera mata Ribeiro / Barroso rafabebum.blogspot.com
  • 15. Nesse prisma da lindeza de Inhá reflete-se a sua índole. Aquela alma tem facetas como o diamante; iria-se e acende uma cor ou outra, conforme o raio de luz que a fere. Contradição viva, seu gênio é o ser e o não ser. Busquem nela a graça da moça e encontrarão o estouvamento do menino; porém mal se apercebam da ilusão, que já a imagem da mulher despontará em toda sua esplêndida fascinação. A antítese banal do anjo-demônio torna-se realidade nela, em quem se cambiam no sorriso ou no olhar a serenidade celeste com os fulvos lampejos da paixão, à semelhança do firmamento onde ao radiante matiz da aurora sucedem os fulgores sinistros da procela.
  • 16. Como as flores que nascem nos despenhadeiros e algares, onde não penetram os esplendores da natureza, a alma de Berta fora criada para perfumar os abismos da miséria, que se cavam nas almas, subvertidas pela desgraça. Era a flor da caridade, alma sóror. rafabebum.blogspot.com - Eu sou Til!... Til só!...