SlideShare uma empresa Scribd logo
ERP
Palestrante: Clariana Souza Cardoso Bacharel Ciencias da Computação UNIR-FAIR Rondonópolis Analista de TI Pleno BASIS – SAP / Intraestrutura  Msn: claraa.cardoso@hotmail.com E-mail: clara.cardoso@gmail.com http://clarianacardoso.blogspot.com
Introdução Com o avanço da TI as empresas passaram a utilizar sistemas computacionais para suportar suas atividades.  Em cada empresa, vários sistemas foram desenvolvidos para atender aos requisitos específicos das diversas unidades de negócio, plantas, departamentos e escritórios.  A informação ficava dividida entre diferentes sistemas.
Afinal, o que é um ERP? ERP nada mais é que um sistema único que integra todos os sistemas dos  setores de uma organização em um único sistema, ou seja, um novo  conceito   onde deixam de existir os sistemas próprios de cada setor para haver um único sistema que gerencia em processos todos os dados da organização como um todo, evitando redundância de dados .
Histórico 1972 cinco analistas deixam a IBM da Alemanha para fundar  a  Systemanalyse and Programmentwicklun (Análise de Sistemas e Desenvolvimento de Programas).  1978 primeiro sistema empresarial, denominado R/2  Termo “ERP” foi cunhado em 1990
Popularização  na década de 90   A tecnologia de ERPs começou a ganhar popularidade no Brasil no final da década de 90 depois da virada do bug do Milênio.  No início era mais era mais um privilégio das grandes companhias, como Sadia, Petrobras, Vokswagen, Unilever etc. Hoje atingem a maior parte das 600 maiores corporações do País.
Antes do ERP Antes do ERP, as empresas tinham um sistema para cada departamento, muitos desenvolvidos internamente.  Com a integração, a companhia passa a ter mais controle do negócio. Criava-se uma verdadeira  colcha de retalho , pois nenhum se falava e as informações não fluíam pela empresa.
Gestão do negócio Ter essa tecnologia não é modismo, mas uma necessidade para garantir a sobrevivência da companhia, afirma Ernesto Haberkorn, um dos fundadores da Microsiga, produtora nacional de ERP.
Não se trata de uma nova facilidade tecnológica (como quando incorporamos interface gráfica aos nosso aplicativos), mas sim de um novo conceito de sistemas para suportar o modelo de negócios da nova economia. Carlos  Henrique  Rocha Computerworld -  Edição  335 Gestão do negócio
Gestão do negócio Esses pacotes vem com ferramentas que  automatizam  uma empresa de  ponta-a-ponta , abrangendo controle de receita, fluxo de caixa, atendimento ao cliente e controle de estoque, entre outras áreas.
Porque um ERP? Principais problemas da fragmentação da informação: Dificuldade de obtenção de informações consolidadas; Inconsistência de dados redundantes armazenados em mais de um sistema.
Porque um ERP? Os sistemas ERP solucionam esses problemas: Agregando  em um só sistema integrado, funcionalidades que suportam as atividades dos diversos  processos de negócio  das empresas.
Principal função: Integrar   os processos da empresa !
Outros Beneficios: Integração Banco de dados único  Fonte única de entrada de dados Responsabilidade pela informação Informação em tempo real Flexibilidade Processamento interativo Pacote adaptado a diversos modelos de negócios
Como o ERP pode melhorar a performance de uma empresa? ERP automatiza as tarefas envolvendo a performance de um processo. Exemplo: Pedido Banco de Dados Pedido
 
ERP - implantação ERP não é simplesmente um software que se compra, instala e usa como um Windows ou um joguinho.  Ele importa em uma revolução de todos os processos internos
ERP - implantação Requer extensa e demorada reavaliação de  todos os departamentos,  suas funções,  mecanismos de decisão e  formas de atuação;
Exemplo: Processo de Compras para Consumo A solicitação é aprovada por um superior da área de compras. A solicitação é aprovada por um superior da área requisitante. O usuário requisitante  cria uma solicitação para o setor de compras. O usuário de compras determina a fonte de suprimento e entra em contato com fornecedor.  Fornecedor O fornecedor recebe a solicitação e envia as mercadorias junto com a NF - Fatura. O setor de recebimento registra o total de mercadorias recebidas e compara com o  solicitado. O setor de recebimento fiscal verifica o valor que consta na  NF - fatura e compara com o  solicitado. A compra é informada ao o setor financeiro, contas a pagar, que efetuará o  pagamento ao fornecedor. O usuário requisitante  retira a mercadoria para consumo.
Fatores de Sucesso Escopo pré-determinado (solução viável para o mercado alvo) As premissas claras e documentadas Os serviços são pré-determinados e precificados Testado para assegurar qualidade e reduzir riscos
3 Principais Componentes de Implementação Ferramentas de Migração testadas Pré-Projeto Capacitar as pessoas Foco dos consultores Preparar o sistema Commodity Maioria = 1 semana Preparar os dados
Fatores de Sucesso Metodologia (ASAP Focus) Proposta de software e implementação definidos Denifição de tempo de projeto.
Vantagens/Desvantagens Vantagens Eliminar o uso de interfaces manuais Redução de custos Otimiza o fluxo da informação  e a qualidade da mesma dentro da organização (eficiência)‏ Otimiza o processo  de tomada de decisão Elimina a redundância  de atividades
Vantagens/Desvantagens Desvantagens A utilização do ERP por si só não torna uma empresa verdadeiramente integrada. Altos  custos  que muitas vezes não comprovam o custo/benefício
Estrutura A nomeclatura do sistema é  independente  do sistema operacional e bando de dados. Podendo de adequar as ferramentas mais utilizadas no mercado: Sistemas operacionais: Unix, Windows, Solaris e Linux Banco de dados: Oracle, Microsoft (SQL Server), IBM e etc
Os sistemas ERP são compostos por uma base de dados única e por módulos que suportam diversas atividades das empresas.  Os dados utilizados por um módulo são armazenados na base de dados central para serem manipulados por outros módulos.  Estrutura típica de funcionamento de um sistema ERP (DAVENPORT, 1998)   Estrutura
Flexibilidade USUÁRIO APLICAÇÕES BANCO DE DADOS SISTEMA OPERACIONAL NEGÓCIO
Estrutura de um ERP/SAP
Hierarquia de um ERP Database update Application logic User interation Central DB (guarda todos os dados e programas de aplicação) Objetos - atualizados através de change request Entrada de dados pelo usuário Saída dos dados pelo usuário Leitura de dados e atualização de Buffer
Gerencia dos Processos Dialog = solicitações de diálogo Update = solicitações para atualizar dados no banco de dados Background = trabalhos em segundo plano Enqueue = solicitações de bloqueio lógico Spool = imprime solicitações do spool Message = roteia as mensagens entre os servidores de aplicativo dentro de um sistema R/3 Gateway = afunila as mensagens dentro e fora do sistema R/3
Divisão dos Processos Dialog Background Spool Update Enqueue Dispatcher . Dialog = solicitações de diálogo . Update = solicitações para atualizar dados no banco de dados . Background = trabalhos em segundo plano . Enqueue = solicitações de bloqueio lógico . Spool = imprime solicitações do spool . Message = roteia as mensagens entre os servidores de aplicativo dentro de um sistema R/3 . Gateway = afunila as mensagens dentro e fora do sistema R/3 M Message Gateway
Clients Application data Application data Application data Customizing data Customizing data Customizing data Cross-client customizing Repository objects Client- especific Cross- client Client 100 (delivery systm) Client 200 (delivery systm) Client 300 (custumer systm) É definido como sendo um unidade independente do R/3, em termos comerciais, organizacionais e técnicos.  Possuem sua própria configuração, dados de aplicação e dados mestres. Em um sistema R/3 poderá existir vários clients.
Instance Dispatcher D V E G S ... ... Message server SAP gateway Instance SAP buffer Instance profiles R/3 Administrator Uma instance é uma unidade administrativa onde se agrupam os componentes de um Sistema R/3 que provê um ou mais serviços. O termo instance é sinônimo de servidor de aplicativo. Em termos mais gerais, uma instance é um servidor onde se agrupam os clients. Um Sistema R/3 central consiste em uma única instance que inclui todos os serviços necessários do SAP.
Ferramentas Colaborativas Envio de E-mails WorkFlow Ferramenta de Administração (Logs, Banco de Dados, Memória, discos e etc) Ferramenta para Help Desk Ferramenta de Integração de Sistemas (xml) Tecnologia Mobile Archiving
Novos Conceitos Programas dentro do banco de dados Gerencia de Processo Gerencia de memoria compartilhada Gerencia de memoria por usuário Serviço de Impressão
Pessoas X Funções Com a chegada do ERP as pessoas deixaram de ser meros digitadores e hoje são pessoas encarregadas na analise de processo. Com o ERP as funções são alteradas.
Profissional de TI Conhecer as atividades de negócio: serviços financeiros, engenharia ou manufatura, por exemplo, é uma característica valorizada, já que os projetos exigem, cada vez mais, o envolvimento da empresa de TI.  ( INFO / 01/2008 / TI )
Profissional de TI “ Hoje temos 800 vagas no Brasil, tanto para profissionais de TI como de áreas de negócios relacionadas com as ferramentas de ERP, especialmente Oracle e SAP”, afirma Rodolfo Eschenbach (Empresa  Accenture ) Com 6 mil funcionários no país, a empresa procura desenvolvedores e programadores em Java, .NET e ABAP, que vão fazer adaptações e até escrever alguns programas para os clientes.
Carreira
Fornecedores ERP SAP  http://www.sap.com/  Oracle  http://www.oracle.com/applications/  Microsiga  http://www.microsiga.com.br/  Datasul  http://www2.datasul.com.br/  Baan  http://www.baan.com  MKGroup  http://www.mkgroup.com/  Senior Sistemas  http://www.senior.com.br/  Navision  http://www.microsoft.com.br
ERP - retrato global 1  SAP (+ de 30%) 2  Oracle  3  Peoplesoft  (Comprada pela Oracle)  4  SAGE  5  Microsoft  6  Os restantes  Fonte: Gartner.
ERP – no Brasil 1  SAP  2  Oracle 3  Datasul 4  Microsiga Fonte: FGV
ERP – empresas médio porte 1  Microsiga  2  Datasul  3  Oracle 4  SAP  Fonte: Yankee Group
Dúvidas?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sistemas de Informações Gerenciais - SIG
Sistemas de Informações Gerenciais - SIGSistemas de Informações Gerenciais - SIG
Sistemas de Informações Gerenciais - SIG
João Filho
 
ERP II - Sistemas Integrados de Gestão Empresarial (SIGE ou SIG)
ERP II - Sistemas Integrados de Gestão Empresarial (SIGE ou SIG)ERP II - Sistemas Integrados de Gestão Empresarial (SIGE ou SIG)
ERP II - Sistemas Integrados de Gestão Empresarial (SIGE ou SIG)
Sidnei Reis
 
O que é Business Intelligence (BI)
O que é Business Intelligence (BI)O que é Business Intelligence (BI)
O que é Business Intelligence (BI)
Marco Garcia
 
Teoria da contingência 2012_01
Teoria da contingência 2012_01Teoria da contingência 2012_01
Teoria da contingência 2012_01
Milton Henrique do Couto Neto
 
Introdução à Sistemas de Informação
Introdução à Sistemas de InformaçãoIntrodução à Sistemas de Informação
Introdução à Sistemas de Informação
Álvaro Farias Pinheiro
 
Gestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de SuprimentosGestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de Suprimentos
Gerisval Pessoa
 
Sistema de informação em RH (recursos humanos)
Sistema de informação em RH (recursos humanos)Sistema de informação em RH (recursos humanos)
Sistema de informação em RH (recursos humanos)
Alaxiel
 
Sistema de processamento de transações
Sistema de processamento de transações  Sistema de processamento de transações
Sistema de processamento de transações
Denilson Sousa
 
Sistema de Informação Gerencial – SIG
Sistema de Informação Gerencial – SIGSistema de Informação Gerencial – SIG
Sistema de Informação Gerencial – SIG
MúsicaParaense.Org
 
Teoria da Contingência
Teoria da ContingênciaTeoria da Contingência
Teoria da Contingência
Izaura Nogueira
 
Planejamento, Organização, Direção e Controle
Planejamento, Organização, Direção e ControlePlanejamento, Organização, Direção e Controle
Planejamento, Organização, Direção e Controle
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Termos tecnicos logistica
Termos tecnicos logisticaTermos tecnicos logistica
Termos tecnicos logistica
admcontabil
 
Sistema de Apoio a Decisao
Sistema de Apoio a DecisaoSistema de Apoio a Decisao
Sistema de Apoio a Decisao
Denilson Sousa
 
Comportamento Organizacional
Comportamento OrganizacionalComportamento Organizacional
Comportamento Organizacional
Rui Loureiro
 
Cadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentosCadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentos
Felippi Perez
 
Implantação de um ERP - Vantagens e Dificuldades
Implantação de um ERP - Vantagens e DificuldadesImplantação de um ERP - Vantagens e Dificuldades
Implantação de um ERP - Vantagens e Dificuldades
Andre Dourado
 
Teoria Contingencial
Teoria ContingencialTeoria Contingencial
Teoria Contingencial
admetz01
 
Sistema de Informação Gerencial
Sistema de Informação GerencialSistema de Informação Gerencial
Sistema de Informação Gerencial
Loham Silva
 
Sistema de suporte ao executivo
Sistema de suporte ao executivoSistema de suporte ao executivo
Sistema de suporte ao executivo
Denilson Sousa
 
Tecnologias aplicadas a logística
Tecnologias aplicadas a logísticaTecnologias aplicadas a logística
Tecnologias aplicadas a logística
Sandro Souza
 

Mais procurados (20)

Sistemas de Informações Gerenciais - SIG
Sistemas de Informações Gerenciais - SIGSistemas de Informações Gerenciais - SIG
Sistemas de Informações Gerenciais - SIG
 
ERP II - Sistemas Integrados de Gestão Empresarial (SIGE ou SIG)
ERP II - Sistemas Integrados de Gestão Empresarial (SIGE ou SIG)ERP II - Sistemas Integrados de Gestão Empresarial (SIGE ou SIG)
ERP II - Sistemas Integrados de Gestão Empresarial (SIGE ou SIG)
 
O que é Business Intelligence (BI)
O que é Business Intelligence (BI)O que é Business Intelligence (BI)
O que é Business Intelligence (BI)
 
Teoria da contingência 2012_01
Teoria da contingência 2012_01Teoria da contingência 2012_01
Teoria da contingência 2012_01
 
Introdução à Sistemas de Informação
Introdução à Sistemas de InformaçãoIntrodução à Sistemas de Informação
Introdução à Sistemas de Informação
 
Gestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de SuprimentosGestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de Suprimentos
 
Sistema de informação em RH (recursos humanos)
Sistema de informação em RH (recursos humanos)Sistema de informação em RH (recursos humanos)
Sistema de informação em RH (recursos humanos)
 
Sistema de processamento de transações
Sistema de processamento de transações  Sistema de processamento de transações
Sistema de processamento de transações
 
Sistema de Informação Gerencial – SIG
Sistema de Informação Gerencial – SIGSistema de Informação Gerencial – SIG
Sistema de Informação Gerencial – SIG
 
Teoria da Contingência
Teoria da ContingênciaTeoria da Contingência
Teoria da Contingência
 
Planejamento, Organização, Direção e Controle
Planejamento, Organização, Direção e ControlePlanejamento, Organização, Direção e Controle
Planejamento, Organização, Direção e Controle
 
Termos tecnicos logistica
Termos tecnicos logisticaTermos tecnicos logistica
Termos tecnicos logistica
 
Sistema de Apoio a Decisao
Sistema de Apoio a DecisaoSistema de Apoio a Decisao
Sistema de Apoio a Decisao
 
Comportamento Organizacional
Comportamento OrganizacionalComportamento Organizacional
Comportamento Organizacional
 
Cadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentosCadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentos
 
Implantação de um ERP - Vantagens e Dificuldades
Implantação de um ERP - Vantagens e DificuldadesImplantação de um ERP - Vantagens e Dificuldades
Implantação de um ERP - Vantagens e Dificuldades
 
Teoria Contingencial
Teoria ContingencialTeoria Contingencial
Teoria Contingencial
 
Sistema de Informação Gerencial
Sistema de Informação GerencialSistema de Informação Gerencial
Sistema de Informação Gerencial
 
Sistema de suporte ao executivo
Sistema de suporte ao executivoSistema de suporte ao executivo
Sistema de suporte ao executivo
 
Tecnologias aplicadas a logística
Tecnologias aplicadas a logísticaTecnologias aplicadas a logística
Tecnologias aplicadas a logística
 

Semelhante a Sobre Erp (Basico)

Apresentação Final
Apresentação FinalApresentação Final
Apresentação Final
betinho87
 
Erp
ErpErp
Guia Artsoft - Introdução ao ERP
Guia Artsoft - Introdução ao ERPGuia Artsoft - Introdução ao ERP
Guia Artsoft - Introdução ao ERP
Artsoft Sistemas
 
Apresentação_do_ERP
Apresentação_do_ERPApresentação_do_ERP
Apresentação_do_ERP
Murilojose10
 
apresentaodoerp-100813081339-phpapp02.pptx
apresentaodoerp-100813081339-phpapp02.pptxapresentaodoerp-100813081339-phpapp02.pptx
apresentaodoerp-100813081339-phpapp02.pptx
JosHonrio3
 
Ferramentas
FerramentasFerramentas
Ferramentas
Adelaide Mateus
 
Introdução ao ERP Microsiga Protheus da Totvs
Introdução ao ERP Microsiga Protheus da TotvsIntrodução ao ERP Microsiga Protheus da Totvs
Introdução ao ERP Microsiga Protheus da Totvs
Edilberto Souza
 
SIG - 4
SIG - 4SIG - 4
SIG - 4
djokanice
 
Sistemas de Informação como Sistemas de Controle
Sistemas de Informação como Sistemas de ControleSistemas de Informação como Sistemas de Controle
Sistemas de Informação como Sistemas de Controle
Fee Kosta
 
Apresentaodoerp 100813081339-phpapp02
Apresentaodoerp 100813081339-phpapp02Apresentaodoerp 100813081339-phpapp02
Apresentaodoerp 100813081339-phpapp02
Juarez Junior
 
O próximo grande passo na cloud erp
O próximo grande passo na cloud erpO próximo grande passo na cloud erp
O próximo grande passo na cloud erp
Paulo Russo
 
Unidade 2 - o Computador e seus Componentes
Unidade 2 - o Computador e seus ComponentesUnidade 2 - o Computador e seus Componentes
Unidade 2 - o Computador e seus Componentes
Rogerio P C do Nascimento
 
ERP
ERPERP
O abc do erp
O abc do erpO abc do erp
O abc do erp
Sasa102030
 
Sistema de informação executiva área de vendas
Sistema de informação executiva área de vendasSistema de informação executiva área de vendas
Sistema de informação executiva área de vendas
Ildmar Alves
 
Erp -apresentacao
Erp  -apresentacaoErp  -apresentacao
Erp -apresentacao
fcses
 
Apresentação - BETA
Apresentação - BETAApresentação - BETA
Apresentação - BETA
adrielmoura
 
Conceitos de ERP -- Da introdução até a implementação
Conceitos de ERP -- Da introdução até a implementaçãoConceitos de ERP -- Da introdução até a implementação
Conceitos de ERP -- Da introdução até a implementação
LuisRoberto96
 
O próximo grande passo na cloud erp - Por Paulo Russo
O próximo grande passo na cloud erp - Por Paulo RussoO próximo grande passo na cloud erp - Por Paulo Russo
O próximo grande passo na cloud erp - Por Paulo Russo
Paulo Russo
 
VILT - Arquivamento e Decomissionamento com OpenText InfoArchive
VILT - Arquivamento e Decomissionamento com OpenText InfoArchiveVILT - Arquivamento e Decomissionamento com OpenText InfoArchive
VILT - Arquivamento e Decomissionamento com OpenText InfoArchive
VILT
 

Semelhante a Sobre Erp (Basico) (20)

Apresentação Final
Apresentação FinalApresentação Final
Apresentação Final
 
Erp
ErpErp
Erp
 
Guia Artsoft - Introdução ao ERP
Guia Artsoft - Introdução ao ERPGuia Artsoft - Introdução ao ERP
Guia Artsoft - Introdução ao ERP
 
Apresentação_do_ERP
Apresentação_do_ERPApresentação_do_ERP
Apresentação_do_ERP
 
apresentaodoerp-100813081339-phpapp02.pptx
apresentaodoerp-100813081339-phpapp02.pptxapresentaodoerp-100813081339-phpapp02.pptx
apresentaodoerp-100813081339-phpapp02.pptx
 
Ferramentas
FerramentasFerramentas
Ferramentas
 
Introdução ao ERP Microsiga Protheus da Totvs
Introdução ao ERP Microsiga Protheus da TotvsIntrodução ao ERP Microsiga Protheus da Totvs
Introdução ao ERP Microsiga Protheus da Totvs
 
SIG - 4
SIG - 4SIG - 4
SIG - 4
 
Sistemas de Informação como Sistemas de Controle
Sistemas de Informação como Sistemas de ControleSistemas de Informação como Sistemas de Controle
Sistemas de Informação como Sistemas de Controle
 
Apresentaodoerp 100813081339-phpapp02
Apresentaodoerp 100813081339-phpapp02Apresentaodoerp 100813081339-phpapp02
Apresentaodoerp 100813081339-phpapp02
 
O próximo grande passo na cloud erp
O próximo grande passo na cloud erpO próximo grande passo na cloud erp
O próximo grande passo na cloud erp
 
Unidade 2 - o Computador e seus Componentes
Unidade 2 - o Computador e seus ComponentesUnidade 2 - o Computador e seus Componentes
Unidade 2 - o Computador e seus Componentes
 
ERP
ERPERP
ERP
 
O abc do erp
O abc do erpO abc do erp
O abc do erp
 
Sistema de informação executiva área de vendas
Sistema de informação executiva área de vendasSistema de informação executiva área de vendas
Sistema de informação executiva área de vendas
 
Erp -apresentacao
Erp  -apresentacaoErp  -apresentacao
Erp -apresentacao
 
Apresentação - BETA
Apresentação - BETAApresentação - BETA
Apresentação - BETA
 
Conceitos de ERP -- Da introdução até a implementação
Conceitos de ERP -- Da introdução até a implementaçãoConceitos de ERP -- Da introdução até a implementação
Conceitos de ERP -- Da introdução até a implementação
 
O próximo grande passo na cloud erp - Por Paulo Russo
O próximo grande passo na cloud erp - Por Paulo RussoO próximo grande passo na cloud erp - Por Paulo Russo
O próximo grande passo na cloud erp - Por Paulo Russo
 
VILT - Arquivamento e Decomissionamento com OpenText InfoArchive
VILT - Arquivamento e Decomissionamento com OpenText InfoArchiveVILT - Arquivamento e Decomissionamento com OpenText InfoArchive
VILT - Arquivamento e Decomissionamento com OpenText InfoArchive
 

Sobre Erp (Basico)

  • 1. ERP
  • 2. Palestrante: Clariana Souza Cardoso Bacharel Ciencias da Computação UNIR-FAIR Rondonópolis Analista de TI Pleno BASIS – SAP / Intraestrutura Msn: claraa.cardoso@hotmail.com E-mail: clara.cardoso@gmail.com http://clarianacardoso.blogspot.com
  • 3. Introdução Com o avanço da TI as empresas passaram a utilizar sistemas computacionais para suportar suas atividades. Em cada empresa, vários sistemas foram desenvolvidos para atender aos requisitos específicos das diversas unidades de negócio, plantas, departamentos e escritórios. A informação ficava dividida entre diferentes sistemas.
  • 4. Afinal, o que é um ERP? ERP nada mais é que um sistema único que integra todos os sistemas dos setores de uma organização em um único sistema, ou seja, um novo conceito onde deixam de existir os sistemas próprios de cada setor para haver um único sistema que gerencia em processos todos os dados da organização como um todo, evitando redundância de dados .
  • 5. Histórico 1972 cinco analistas deixam a IBM da Alemanha para fundar a Systemanalyse and Programmentwicklun (Análise de Sistemas e Desenvolvimento de Programas). 1978 primeiro sistema empresarial, denominado R/2 Termo “ERP” foi cunhado em 1990
  • 6. Popularização na década de 90   A tecnologia de ERPs começou a ganhar popularidade no Brasil no final da década de 90 depois da virada do bug do Milênio. No início era mais era mais um privilégio das grandes companhias, como Sadia, Petrobras, Vokswagen, Unilever etc. Hoje atingem a maior parte das 600 maiores corporações do País.
  • 7. Antes do ERP Antes do ERP, as empresas tinham um sistema para cada departamento, muitos desenvolvidos internamente. Com a integração, a companhia passa a ter mais controle do negócio. Criava-se uma verdadeira colcha de retalho , pois nenhum se falava e as informações não fluíam pela empresa.
  • 8. Gestão do negócio Ter essa tecnologia não é modismo, mas uma necessidade para garantir a sobrevivência da companhia, afirma Ernesto Haberkorn, um dos fundadores da Microsiga, produtora nacional de ERP.
  • 9. Não se trata de uma nova facilidade tecnológica (como quando incorporamos interface gráfica aos nosso aplicativos), mas sim de um novo conceito de sistemas para suportar o modelo de negócios da nova economia. Carlos Henrique Rocha Computerworld - Edição 335 Gestão do negócio
  • 10. Gestão do negócio Esses pacotes vem com ferramentas que automatizam uma empresa de ponta-a-ponta , abrangendo controle de receita, fluxo de caixa, atendimento ao cliente e controle de estoque, entre outras áreas.
  • 11. Porque um ERP? Principais problemas da fragmentação da informação: Dificuldade de obtenção de informações consolidadas; Inconsistência de dados redundantes armazenados em mais de um sistema.
  • 12. Porque um ERP? Os sistemas ERP solucionam esses problemas: Agregando em um só sistema integrado, funcionalidades que suportam as atividades dos diversos processos de negócio das empresas.
  • 13. Principal função: Integrar os processos da empresa !
  • 14. Outros Beneficios: Integração Banco de dados único Fonte única de entrada de dados Responsabilidade pela informação Informação em tempo real Flexibilidade Processamento interativo Pacote adaptado a diversos modelos de negócios
  • 15. Como o ERP pode melhorar a performance de uma empresa? ERP automatiza as tarefas envolvendo a performance de um processo. Exemplo: Pedido Banco de Dados Pedido
  • 16.  
  • 17. ERP - implantação ERP não é simplesmente um software que se compra, instala e usa como um Windows ou um joguinho. Ele importa em uma revolução de todos os processos internos
  • 18. ERP - implantação Requer extensa e demorada reavaliação de todos os departamentos, suas funções, mecanismos de decisão e formas de atuação;
  • 19. Exemplo: Processo de Compras para Consumo A solicitação é aprovada por um superior da área de compras. A solicitação é aprovada por um superior da área requisitante. O usuário requisitante cria uma solicitação para o setor de compras. O usuário de compras determina a fonte de suprimento e entra em contato com fornecedor. Fornecedor O fornecedor recebe a solicitação e envia as mercadorias junto com a NF - Fatura. O setor de recebimento registra o total de mercadorias recebidas e compara com o solicitado. O setor de recebimento fiscal verifica o valor que consta na NF - fatura e compara com o solicitado. A compra é informada ao o setor financeiro, contas a pagar, que efetuará o pagamento ao fornecedor. O usuário requisitante retira a mercadoria para consumo.
  • 20. Fatores de Sucesso Escopo pré-determinado (solução viável para o mercado alvo) As premissas claras e documentadas Os serviços são pré-determinados e precificados Testado para assegurar qualidade e reduzir riscos
  • 21. 3 Principais Componentes de Implementação Ferramentas de Migração testadas Pré-Projeto Capacitar as pessoas Foco dos consultores Preparar o sistema Commodity Maioria = 1 semana Preparar os dados
  • 22. Fatores de Sucesso Metodologia (ASAP Focus) Proposta de software e implementação definidos Denifição de tempo de projeto.
  • 23. Vantagens/Desvantagens Vantagens Eliminar o uso de interfaces manuais Redução de custos Otimiza o fluxo da informação e a qualidade da mesma dentro da organização (eficiência)‏ Otimiza o processo de tomada de decisão Elimina a redundância de atividades
  • 24. Vantagens/Desvantagens Desvantagens A utilização do ERP por si só não torna uma empresa verdadeiramente integrada. Altos custos que muitas vezes não comprovam o custo/benefício
  • 25. Estrutura A nomeclatura do sistema é independente do sistema operacional e bando de dados. Podendo de adequar as ferramentas mais utilizadas no mercado: Sistemas operacionais: Unix, Windows, Solaris e Linux Banco de dados: Oracle, Microsoft (SQL Server), IBM e etc
  • 26. Os sistemas ERP são compostos por uma base de dados única e por módulos que suportam diversas atividades das empresas. Os dados utilizados por um módulo são armazenados na base de dados central para serem manipulados por outros módulos. Estrutura típica de funcionamento de um sistema ERP (DAVENPORT, 1998) Estrutura
  • 27. Flexibilidade USUÁRIO APLICAÇÕES BANCO DE DADOS SISTEMA OPERACIONAL NEGÓCIO
  • 28. Estrutura de um ERP/SAP
  • 29. Hierarquia de um ERP Database update Application logic User interation Central DB (guarda todos os dados e programas de aplicação) Objetos - atualizados através de change request Entrada de dados pelo usuário Saída dos dados pelo usuário Leitura de dados e atualização de Buffer
  • 30. Gerencia dos Processos Dialog = solicitações de diálogo Update = solicitações para atualizar dados no banco de dados Background = trabalhos em segundo plano Enqueue = solicitações de bloqueio lógico Spool = imprime solicitações do spool Message = roteia as mensagens entre os servidores de aplicativo dentro de um sistema R/3 Gateway = afunila as mensagens dentro e fora do sistema R/3
  • 31. Divisão dos Processos Dialog Background Spool Update Enqueue Dispatcher . Dialog = solicitações de diálogo . Update = solicitações para atualizar dados no banco de dados . Background = trabalhos em segundo plano . Enqueue = solicitações de bloqueio lógico . Spool = imprime solicitações do spool . Message = roteia as mensagens entre os servidores de aplicativo dentro de um sistema R/3 . Gateway = afunila as mensagens dentro e fora do sistema R/3 M Message Gateway
  • 32. Clients Application data Application data Application data Customizing data Customizing data Customizing data Cross-client customizing Repository objects Client- especific Cross- client Client 100 (delivery systm) Client 200 (delivery systm) Client 300 (custumer systm) É definido como sendo um unidade independente do R/3, em termos comerciais, organizacionais e técnicos. Possuem sua própria configuração, dados de aplicação e dados mestres. Em um sistema R/3 poderá existir vários clients.
  • 33. Instance Dispatcher D V E G S ... ... Message server SAP gateway Instance SAP buffer Instance profiles R/3 Administrator Uma instance é uma unidade administrativa onde se agrupam os componentes de um Sistema R/3 que provê um ou mais serviços. O termo instance é sinônimo de servidor de aplicativo. Em termos mais gerais, uma instance é um servidor onde se agrupam os clients. Um Sistema R/3 central consiste em uma única instance que inclui todos os serviços necessários do SAP.
  • 34. Ferramentas Colaborativas Envio de E-mails WorkFlow Ferramenta de Administração (Logs, Banco de Dados, Memória, discos e etc) Ferramenta para Help Desk Ferramenta de Integração de Sistemas (xml) Tecnologia Mobile Archiving
  • 35. Novos Conceitos Programas dentro do banco de dados Gerencia de Processo Gerencia de memoria compartilhada Gerencia de memoria por usuário Serviço de Impressão
  • 36. Pessoas X Funções Com a chegada do ERP as pessoas deixaram de ser meros digitadores e hoje são pessoas encarregadas na analise de processo. Com o ERP as funções são alteradas.
  • 37. Profissional de TI Conhecer as atividades de negócio: serviços financeiros, engenharia ou manufatura, por exemplo, é uma característica valorizada, já que os projetos exigem, cada vez mais, o envolvimento da empresa de TI. ( INFO / 01/2008 / TI )
  • 38. Profissional de TI “ Hoje temos 800 vagas no Brasil, tanto para profissionais de TI como de áreas de negócios relacionadas com as ferramentas de ERP, especialmente Oracle e SAP”, afirma Rodolfo Eschenbach (Empresa Accenture ) Com 6 mil funcionários no país, a empresa procura desenvolvedores e programadores em Java, .NET e ABAP, que vão fazer adaptações e até escrever alguns programas para os clientes.
  • 40. Fornecedores ERP SAP http://www.sap.com/ Oracle http://www.oracle.com/applications/ Microsiga http://www.microsiga.com.br/ Datasul http://www2.datasul.com.br/ Baan http://www.baan.com MKGroup http://www.mkgroup.com/ Senior Sistemas http://www.senior.com.br/ Navision http://www.microsoft.com.br
  • 41. ERP - retrato global 1 SAP (+ de 30%) 2 Oracle 3 Peoplesoft (Comprada pela Oracle) 4 SAGE 5 Microsoft 6 Os restantes Fonte: Gartner.
  • 42. ERP – no Brasil 1 SAP 2 Oracle 3 Datasul 4 Microsiga Fonte: FGV
  • 43. ERP – empresas médio porte 1 Microsiga 2 Datasul 3 Oracle 4 SAP Fonte: Yankee Group