SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 51
Baixar para ler offline
E.E. Padre Emílio Immos
9º Ano do Ensino Fundamental
Seminário descentralizado MGME:
Ciências Curso 2
Envolver os alunos utilizando
recursos visuais em 3D para que
possam compreender todo o
funcionamento do globo ocular e
as
principais
doenças
que
podem acometê-lo.
Que os discentes adquiram a
habilidade
de
relacionar
estruturas oculares com suas
funções
e
possam
tomar
atitudes ao reconhecer os
problemas que comprometem
a visão.
 Foi

feita exposição dialogada com o
auxílio de um olho móvel e material
interativo das suas estruturas para
que
os
alunos
tenham
uma
participação
ativa
dentro
da
sequência didática.
 Cada aluno recebeu uma cópia com
todos os componentes
do globo
ocular.
 Visualização

de ilusões de ótica e
imagens em 3D com os óculos próprios.

 Leitura

de textos cujos olhos captam
um conteúdo e o cérebro interpreta
outro.

 Testes

para detectar daltonismo.
 Jogo

com três equipes com 9
alunos
cada
para
responder
questões sobre os olhos.

 Questões

dissertativas individuais
e produção de texto sobre o
funcionamento dos olhos.
C ircunferências e placa de isopor, papel
color set, cartão, laminado, eva, velcro,
celofane, gel de cabelo transparente,
saquinhos de geladinho e para embalar
alimento, ganchos metálicos, papel para
transparência, canetas para escrever em cd,
óculos plásticos, canetas hidrocor, cola ,
tesoura, fita crepe e impressões coloridas.
Serão encaixadas uma a uma para melhor compreensão
dos estudantes.
Falando da córnea.
A íris sendo mostrada.
Pupila contraída em um ambiente claro.
Pupila dilatada em um ambiente com pouca luz.
Explicando o motivo da pupila do gato ter o formato de
uma fenda.
Estrutura ainda transparente de um olho jovem.
Aluno com um modelo representativo de uma pessoa que
tem catarata.
Aluna manipulando e percebendo a textura gelatinosa que
preenche o interior do globo ocular.
Aluna mostrando a esclera.
Professora mostrando para os alunos que a retina se
situa na parte posterior do globo ocular e que tem uma
coloração negra.
O olho captando a imagem de um urso panda.
Representação da imagem quando chega na retina.
Os alunos podem perceber que o cérebro é quem endireita
a imagem que a retina captou de forma invertida.
A imagem sendo formada na frente da retina em uma
pessoa que tem miopia.
Lente divergente usada para corrigir miopia.
Aluna mostrando camada refletora presente na retina de felinos e
cães que confere um brilho característico e que está ausente no
olho humano.
 
Aluno demonstrando
aparelho lacrimal.

estruturas

que

formam

o
Professora e aluno simulando um olho piscando
para espalhar as lágrimas.
Olho já lubrificado pela piscada.
Os discentes verificam que a produção excessiva de
lágrimas que não puderam ser drenadas pelo canal
lacrimal escorrem pelo rosto.
Alunos puderam perceber como fica a conjuntiva quando
ela está inflamada.
Como a retina percebe as cores, luminosidade e formas
dos objetos.
Aluno simulando como é a retina de animais que enxergam uma
só cor por possuir apenas cones de um tipo .
Texto cuja retina capta um conteúdo e o cérebro
interpreta outra.
Outro exemplo de texto que confunde o nosso cérebro.
Aluna fazendo leitura desse tipo de texto.
Aluno fazendo teste de daltonismo.
Alunos olhando imagens em 3D.
Aluno marcando pontuação de integrante de uma
equipe que respondeu corretamente a questão.
A sequência didática sobre os olhos
teve resultados significativos porque
possibilitou
aos
alunos
o
desenvolvimento
de
habilidades
importantes como relacionar a visão
com o sistema nervoso, compreender
as funções das estruturas oculares e
identificar
principais
doenças
que
podem afetá-las.
Tais resultados foram possíveis
porque os discentes contaram com
recursos cognitivos que facilitaram o
processo
de
ensino-aprendizagem
bem como puderam com o auxílio de
uma atividade lúdica obter subsídios
para que progredissem na produção
de texto que realizaram.


Sequência didática



Olhos



Aparelho lacrimal
Barros, C. e Paulino, W. R – Ciências: O
corpo humano, 8º Ano – Editora Ática – 2009 .
Pgs. 192 a 194, 197
Carnevalle, M. R. -Jornadas.Cie - Ciências, 9º
Ano – Editora Saraiva – 2012. Pgs. 247 a 250
Favalli, L. D et al. Projeto Radix – raiz do
conhecimento, 8º Ano – Editora Scipione –
2009. Pgs. 197 a 2003
Moisés, H. N – Ciências da Natureza – O corpo
humano: nossa vida na Terra , 8º Ano– Editora
IBEP – 2012. Pgs 194 a 2004

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Destaque (19)

Apresentação medicamentos
Apresentação medicamentosApresentação medicamentos
Apresentação medicamentos
 
Modelos atômicos(slide)
Modelos atômicos(slide)Modelos atômicos(slide)
Modelos atômicos(slide)
 
Ppoint.Origem.Vida.Revisar2007
Ppoint.Origem.Vida.Revisar2007Ppoint.Origem.Vida.Revisar2007
Ppoint.Origem.Vida.Revisar2007
 
Modelo slide padrão tecnologo
Modelo slide padrão tecnologoModelo slide padrão tecnologo
Modelo slide padrão tecnologo
 
Jogo teoria evolucionista
Jogo teoria evolucionistaJogo teoria evolucionista
Jogo teoria evolucionista
 
18 de Maio
18 de Maio 18 de Maio
18 de Maio
 
Apresentação arroz patricia e vinicius.
Apresentação arroz   patricia e vinicius.Apresentação arroz   patricia e vinicius.
Apresentação arroz patricia e vinicius.
 
Apresentacao de-tcc
Apresentacao de-tccApresentacao de-tcc
Apresentacao de-tcc
 
O conhecimento filosófico
O conhecimento filosóficoO conhecimento filosófico
O conhecimento filosófico
 
Modelo Apresentação SLide PMKT
Modelo Apresentação SLide PMKT Modelo Apresentação SLide PMKT
Modelo Apresentação SLide PMKT
 
2.4. conhecimento filosófico
2.4. conhecimento filosófico2.4. conhecimento filosófico
2.4. conhecimento filosófico
 
Slide Sistema Solar
Slide Sistema SolarSlide Sistema Solar
Slide Sistema Solar
 
Apresentação slide sistema solar
Apresentação slide sistema solarApresentação slide sistema solar
Apresentação slide sistema solar
 
Aula origem da_vida
Aula origem da_vidaAula origem da_vida
Aula origem da_vida
 
Como elaborar uma boa apresentação
Como elaborar uma boa apresentaçãoComo elaborar uma boa apresentação
Como elaborar uma boa apresentação
 
A célula - unidade básica da vida
A célula - unidade básica da vidaA célula - unidade básica da vida
A célula - unidade básica da vida
 
Sistema Solar
Sistema SolarSistema Solar
Sistema Solar
 
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃOTCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
 
Slides para Apresentação acadêmica
Slides para Apresentação acadêmicaSlides para Apresentação acadêmica
Slides para Apresentação acadêmica
 

Semelhante a Slide de apresentação do seminário de ciências professora patrícia fc

Vida e ambiente sequencia didatica ciencias pronto
Vida e ambiente sequencia didatica ciencias prontoVida e ambiente sequencia didatica ciencias pronto
Vida e ambiente sequencia didatica ciencias pronto31082013
 
SEMINÁRIO CEGUEIRA TOTAL - GRUPO ENXERGAR - BA01
SEMINÁRIO CEGUEIRA TOTAL - GRUPO ENXERGAR - BA01SEMINÁRIO CEGUEIRA TOTAL - GRUPO ENXERGAR - BA01
SEMINÁRIO CEGUEIRA TOTAL - GRUPO ENXERGAR - BA01enxergar
 
Ensino de frações a crianças deficientes visuais ailton 00154.image.marked
Ensino de frações a crianças deficientes visuais ailton 00154.image.markedEnsino de frações a crianças deficientes visuais ailton 00154.image.marked
Ensino de frações a crianças deficientes visuais ailton 00154.image.markedAilton Barcelos
 
Alunos Com VisãO Subnormal
Alunos Com VisãO SubnormalAlunos Com VisãO Subnormal
Alunos Com VisãO Subnormal2009lourdes
 
Ser letrado visualmente
Ser letrado visualmenteSer letrado visualmente
Ser letrado visualmenteunesp
 
Cegueira total - PUC
Cegueira total - PUC  Cegueira total - PUC
Cegueira total - PUC claudiante
 
Restinga Sêca - Lirane Nunes de Oliveira
Restinga Sêca - Lirane Nunes de OliveiraRestinga Sêca - Lirane Nunes de Oliveira
Restinga Sêca - Lirane Nunes de OliveiraCursoTICs
 
3.4 apresentação projeto aprender a preservar o meio ambiente com os persona...
3.4 apresentação projeto aprender  a preservar o meio ambiente com os persona...3.4 apresentação projeto aprender  a preservar o meio ambiente com os persona...
3.4 apresentação projeto aprender a preservar o meio ambiente com os persona...Claudine Abiharoun
 
Slides curso (1) ciencias (1)
Slides curso (1) ciencias (1)Slides curso (1) ciencias (1)
Slides curso (1) ciencias (1)Roberta Marcon
 
Anatomia do sistema nervoso
Anatomia do sistema nervosoAnatomia do sistema nervoso
Anatomia do sistema nervososilvanabassani12
 
Orientacoes atuacao pedagogica_junto_alunos_deficiencia_visual_luzia_guacira
Orientacoes atuacao pedagogica_junto_alunos_deficiencia_visual_luzia_guaciraOrientacoes atuacao pedagogica_junto_alunos_deficiencia_visual_luzia_guacira
Orientacoes atuacao pedagogica_junto_alunos_deficiencia_visual_luzia_guaciraFlávio De Oliveira Pereira
 
VER, NÃO VER E APRENDER
VER, NÃO VER E APRENDERVER, NÃO VER E APRENDER
VER, NÃO VER E APRENDERedmarap
 
Estrutura Apresentacao
Estrutura ApresentacaoEstrutura Apresentacao
Estrutura ApresentacaojaqueGuiducci
 

Semelhante a Slide de apresentação do seminário de ciências professora patrícia fc (20)

Vida e ambiente sequencia didatica ciencias pronto
Vida e ambiente sequencia didatica ciencias prontoVida e ambiente sequencia didatica ciencias pronto
Vida e ambiente sequencia didatica ciencias pronto
 
Seminário MGME Ciências - SÃO JOÃO DA BOA VISTA (EE Vicente Zanchetta)
Seminário MGME Ciências - SÃO JOÃO DA BOA VISTA (EE Vicente Zanchetta)Seminário MGME Ciências - SÃO JOÃO DA BOA VISTA (EE Vicente Zanchetta)
Seminário MGME Ciências - SÃO JOÃO DA BOA VISTA (EE Vicente Zanchetta)
 
Como funciona o olho
Como funciona o olhoComo funciona o olho
Como funciona o olho
 
SEMINÁRIO CEGUEIRA TOTAL - GRUPO ENXERGAR - BA01
SEMINÁRIO CEGUEIRA TOTAL - GRUPO ENXERGAR - BA01SEMINÁRIO CEGUEIRA TOTAL - GRUPO ENXERGAR - BA01
SEMINÁRIO CEGUEIRA TOTAL - GRUPO ENXERGAR - BA01
 
Ensino de frações a crianças deficientes visuais ailton 00154.image.marked
Ensino de frações a crianças deficientes visuais ailton 00154.image.markedEnsino de frações a crianças deficientes visuais ailton 00154.image.marked
Ensino de frações a crianças deficientes visuais ailton 00154.image.marked
 
Alunos Com VisãO Subnormal
Alunos Com VisãO SubnormalAlunos Com VisãO Subnormal
Alunos Com VisãO Subnormal
 
Ser letrado visualmente
Ser letrado visualmenteSer letrado visualmente
Ser letrado visualmente
 
Cegueira total - PUC
Cegueira total - PUC  Cegueira total - PUC
Cegueira total - PUC
 
Relatório de junho
Relatório de junhoRelatório de junho
Relatório de junho
 
Olhares da Educação por Andréa Rosa
Olhares da Educação por Andréa RosaOlhares da Educação por Andréa Rosa
Olhares da Educação por Andréa Rosa
 
Restinga Sêca - Lirane Nunes de Oliveira
Restinga Sêca - Lirane Nunes de OliveiraRestinga Sêca - Lirane Nunes de Oliveira
Restinga Sêca - Lirane Nunes de Oliveira
 
Deficiência visual capacitação 2011
Deficiência visual capacitação 2011Deficiência visual capacitação 2011
Deficiência visual capacitação 2011
 
Seminário MGME Ciências - MIRACATU (2)
Seminário MGME Ciências - MIRACATU (2)Seminário MGME Ciências - MIRACATU (2)
Seminário MGME Ciências - MIRACATU (2)
 
3.4 apresentação projeto aprender a preservar o meio ambiente com os persona...
3.4 apresentação projeto aprender  a preservar o meio ambiente com os persona...3.4 apresentação projeto aprender  a preservar o meio ambiente com os persona...
3.4 apresentação projeto aprender a preservar o meio ambiente com os persona...
 
Slides curso (1) ciencias (1)
Slides curso (1) ciencias (1)Slides curso (1) ciencias (1)
Slides curso (1) ciencias (1)
 
Anatomia do sistema nervoso
Anatomia do sistema nervosoAnatomia do sistema nervoso
Anatomia do sistema nervoso
 
Orientacoes atuacao pedagogica_junto_alunos_deficiencia_visual_luzia_guacira
Orientacoes atuacao pedagogica_junto_alunos_deficiencia_visual_luzia_guaciraOrientacoes atuacao pedagogica_junto_alunos_deficiencia_visual_luzia_guacira
Orientacoes atuacao pedagogica_junto_alunos_deficiencia_visual_luzia_guacira
 
VER, NÃO VER E APRENDER
VER, NÃO VER E APRENDERVER, NÃO VER E APRENDER
VER, NÃO VER E APRENDER
 
O sistema visual
O sistema visualO sistema visual
O sistema visual
 
Estrutura Apresentacao
Estrutura ApresentacaoEstrutura Apresentacao
Estrutura Apresentacao
 

Mais de Sandra Guarnier

Mais de Sandra Guarnier (20)

Tecnologia Currículo + Língua Portuguesa
Tecnologia Currículo +  Língua PortuguesaTecnologia Currículo +  Língua Portuguesa
Tecnologia Currículo + Língua Portuguesa
 
Tecnologia curriculos 2015
Tecnologia curriculos 2015Tecnologia curriculos 2015
Tecnologia curriculos 2015
 
Trabalho água
Trabalho águaTrabalho água
Trabalho água
 
Ppt modulo vii
Ppt modulo viiPpt modulo vii
Ppt modulo vii
 
Ppt modulo vii
Ppt modulo viiPpt modulo vii
Ppt modulo vii
 
Ii encontro ra
Ii encontro raIi encontro ra
Ii encontro ra
 
Ii encontro ra
Ii encontro raIi encontro ra
Ii encontro ra
 
Jornal teste
Jornal testeJornal teste
Jornal teste
 
Jornal teste
Jornal testeJornal teste
Jornal teste
 
Jornal teste
Jornal testeJornal teste
Jornal teste
 
Jornal teste
Jornal testeJornal teste
Jornal teste
 
2014 04 04 plano de formação pcnp-versão final_sandraguarnier1-1
2014 04 04   plano de formação pcnp-versão final_sandraguarnier1-12014 04 04   plano de formação pcnp-versão final_sandraguarnier1-1
2014 04 04 plano de formação pcnp-versão final_sandraguarnier1-1
 
Ed compromisso de sao paulo
Ed compromisso de sao pauloEd compromisso de sao paulo
Ed compromisso de sao paulo
 
Natureza
NaturezaNatureza
Natureza
 
Contando outra vez
Contando outra vezContando outra vez
Contando outra vez
 
Unidade iv proinfo2013 sandra
Unidade iv proinfo2013 sandraUnidade iv proinfo2013 sandra
Unidade iv proinfo2013 sandra
 
teste Macdonald
teste Macdonaldteste Macdonald
teste Macdonald
 
Unidade 6 7 8_apresentação
Unidade 6 7 8_apresentaçãoUnidade 6 7 8_apresentação
Unidade 6 7 8_apresentação
 
O desabrochar de uma flor
O desabrochar de uma florO desabrochar de uma flor
O desabrochar de uma flor
 
V encontro módulo_ii
V encontro módulo_iiV encontro módulo_ii
V encontro módulo_ii
 

Slide de apresentação do seminário de ciências professora patrícia fc