SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Biossegurança
Epidemiologica
Prof. Esp. Arthur Custódio Pereira
Enfermeiro
Especialista em Psiquiatria e Saúde Mantal
Mestrando em Modelos de Decisão e Saúde/ PPGMDS - UFPB
Biossegurança Epidemiológica
Biossegurança Epidemiológica refere-se a um conjunto de práticas, políticas e medidas destinadas a garantir
a segurança e proteção tanto dos profissionais de saúde quanto da comunidade em geral contra riscos
biológicos associados a agentes infecciosos. Essa área de estudo e prática concentra-se em prevenir a
disseminação de doenças infecciosas, especialmente em contextos onde há manipulação de agentes
patogênicos, como laboratórios de pesquisa, instalações de saúde e outros ambientes relacionados à saúde
pública.
Epidemiologia
Epidemiologia é o estudo da distribuição e determinantes das doenças em
populações humanas. Ela envolve a análise de padrões de saúde e doença,
identificação de fatores que influenciam o surgimento e a disseminação de
doenças, e a aplicação dessas informações para o controle e prevenção de
doenças.
Epidemiologia
O papel da epidemiologia na saúde pública inclui:
Descrever a Saúde da População: A epidemiologia fornece informações
sobre a prevalência e incidência de doenças em diferentes populações,
auxiliando na compreensão do estado de saúde de uma comunidade.
Identificar Fatores de Risco: Através de estudos epidemiológicos, é possível identificar fatores que
aumentam o risco de doenças, como comportamentos de risco, exposição a agentes patogênicos e
predisposição genética.
Monitorar Saúde Pública: Através da vigilância epidemiológica, a saúde pública pode
monitorar a ocorrência de doenças, identificar surtos e implementar medidas de controle
rapidamente.
Epidemiologia
Incidência
Refere-se à medida da ocorrência de novos casos de uma
doença em uma população durante um determinado período de
tempo.
Prevalência
Mortalidade
Taxa de
Morbidade
Indica a proporção de uma população que
tem uma determinada doença em um
momento específico ou período.
Refere-se ao número de mortes em uma
população durante um período de tempo
específico.
É uma medida da frequência
de casos de uma doença em
uma população em um
determinado período de
tempo.
Na epidemiologia, o estudo da transmissão de doenças é
fundamental para compreender como as enfermidades se
propagam em uma população. Alguns conceitos importantes
relacionados à transmissão de doenças incluem:
Agente etiológico
Hospedeiro
Vetor
Meios de transmissão
Refere-se ao microrganismo ou fator que causa a doença. Pode
ser um vírus, bactéria, parasita ou outro agente infeccioso.
É o organismo que abriga o agente etiológico. Pode ser um
humano, animal ou outro organismo.
Em algumas doenças, o vetor é um organismo que transmite o agente
etiológico de uma pessoa ou animal infectado para outra pessoa ou
animal. Por exemplo, mosquitos que transmitem o vírus da dengue.
As doenças podem se espalhar de várias maneiras, incluindo
transmissão por contato direto (pessoa a pessoa), transmissão por
via aérea (gotículas no ar), transmissão por veículos comuns
(água, alimentos) e transmissão por vetores.
Controle de
Infecções
Higiene pessoal: Práticas como lavagem das mãos,
uso de equipamentos de proteção individual (EPI) e
precauções durante procedimentos médicos.
Controle de Infecções
Isolamento: Colocar pessoas infectadas em
isolamento para evitar a transmissão para outras
pessoas saudáveis.
Controle de Infecções
Desinfecção e esterilização: Limpeza e desinfecção
de superfícies e instrumentos médicos para prevenir
a transmissão de patógenos.
Controle de Infecções
Controle de Infecções
Vacinação: Imunização ativa para prevenir a
infecção por meio do estímulo do sistema
imunológico a produzir uma resposta imunológica
protetora.
A imunização é o processo pelo qual um indivíduo se torna
protegido contra uma doença, muitas vezes por meio da
administração de uma vacina. As vacinas são substâncias que
estimulam o sistema imunológico a reconhecer e combater
agentes infecciosos específicos, sem causar a doença.
Doenças Não Transmissíveis
(DNTs)
Enfermidades que não são causadas por
agentes infecciosos e não são transmitidas
de uma pessoa para outra
Doenças Não
Transmissíveis
(DNTs)
Doenças cardiovasculares,
câncer, diabetes e doenças
respiratórias crônicas.
Os fatores de risco para DNTs muitas
vezes estão relacionados a
comportamentos e estilos de vida, como
tabagismo, dieta inadequada, falta de
exercício e consumo excessivo de álcool.
Conceitos e Classificações
Surto
Epidemiológico
Surto Epidemiológico
Um surto epidemiológico refere-se a um aumento inesperado e significativo no número de casos de
uma doença em uma população específica e em uma área geográfica delimitada. Caracteriza-se pela
ocorrência de casos em excesso em relação ao esperado para a população em questão e período de
tempo. Os surtos podem ocorrer em comunidades, instituições de saúde, escolas, eventos específicos,
entre outros.
Surto
Epidemiológico
Medidas de
Controle
durante Surtos
Investigação
de Surtos)
A investigação de surtos é um processo crucial para entender a origem, a
transmissão e implementar medidas de controle.
1. Isolamento e Quarentena:
2.Vacinação:
3.Educação em Saúde:
4.Medidas de Higiene:
5.Restrições de Viagem:
Biossegurança
Epidemiológica
refere-se às práticas e medidas
para prevenir a disseminação de
adotadas
agentes
infecciosos durante atividades relacionadas à
saúde e pesquisa epidemiológica
Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a SAUDE E SEGURANNÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA

aula de biossegurança laboratorial e epidemiologica
aula de biossegurança laboratorial e epidemiologicaaula de biossegurança laboratorial e epidemiologica
aula de biossegurança laboratorial e epidemiologicaArtthurPereira2
 
Conceitos.historico.e.usos.da.Epidemiologia.Aula.1.pptx
Conceitos.historico.e.usos.da.Epidemiologia.Aula.1.pptxConceitos.historico.e.usos.da.Epidemiologia.Aula.1.pptx
Conceitos.historico.e.usos.da.Epidemiologia.Aula.1.pptxadriana da silva barros
 
Aula-Epidemiologia.pptx
Aula-Epidemiologia.pptxAula-Epidemiologia.pptx
Aula-Epidemiologia.pptxGlaydson Reis
 
Epidemiologia aula 2
Epidemiologia aula 2Epidemiologia aula 2
Epidemiologia aula 2profsempre
 
Resumo de saude publica
Resumo de saude publicaResumo de saude publica
Resumo de saude publicaAraujoAvelino
 
Epidemiologia das Doenças aula 3
Epidemiologia das Doenças   aula 3Epidemiologia das Doenças   aula 3
Epidemiologia das Doenças aula 3profsempre
 
Aula-1-Epidemiologia.ppt
Aula-1-Epidemiologia.pptAula-1-Epidemiologia.ppt
Aula-1-Epidemiologia.pptdouglas870578
 
Aula-1-Epidemiologia.ppt
Aula-1-Epidemiologia.pptAula-1-Epidemiologia.ppt
Aula-1-Epidemiologia.pptdouglas870578
 
Infecção cruzada
Infecção cruzadaInfecção cruzada
Infecção cruzadaTamara Paz
 
SAUDE E DOENÇA.pptx
SAUDE E DOENÇA.pptxSAUDE E DOENÇA.pptx
SAUDE E DOENÇA.pptxSobeMaria1
 
Sebenta de epidemiologia
Sebenta de epidemiologiaSebenta de epidemiologia
Sebenta de epidemiologiaDalila_Marcao
 
7ª AULA Epidemiologia.ppt
7ª AULA Epidemiologia.ppt7ª AULA Epidemiologia.ppt
7ª AULA Epidemiologia.pptDiogoViana21
 

Semelhante a SAUDE E SEGURANNÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA (20)

aula de biossegurança laboratorial e epidemiologica
aula de biossegurança laboratorial e epidemiologicaaula de biossegurança laboratorial e epidemiologica
aula de biossegurança laboratorial e epidemiologica
 
Conceitos.historico.e.usos.da.Epidemiologia.Aula.1.pptx
Conceitos.historico.e.usos.da.Epidemiologia.Aula.1.pptxConceitos.historico.e.usos.da.Epidemiologia.Aula.1.pptx
Conceitos.historico.e.usos.da.Epidemiologia.Aula.1.pptx
 
Aula-Epidemiologia.pptx
Aula-Epidemiologia.pptxAula-Epidemiologia.pptx
Aula-Epidemiologia.pptx
 
Epidemiologia
EpidemiologiaEpidemiologia
Epidemiologia
 
Vigilância em Saúde.pdf
Vigilância em Saúde.pdfVigilância em Saúde.pdf
Vigilância em Saúde.pdf
 
Aids.2
Aids.2Aids.2
Aids.2
 
Aula 1 de epidemiologia
Aula 1 de epidemiologiaAula 1 de epidemiologia
Aula 1 de epidemiologia
 
MORBIDADE E MORTALIDADE
MORBIDADE E MORTALIDADEMORBIDADE E MORTALIDADE
MORBIDADE E MORTALIDADE
 
Epidemiologia aula 2
Epidemiologia aula 2Epidemiologia aula 2
Epidemiologia aula 2
 
Epidemiol..
Epidemiol..Epidemiol..
Epidemiol..
 
Epidemiol..
Epidemiol..Epidemiol..
Epidemiol..
 
Resumo de saude publica
Resumo de saude publicaResumo de saude publica
Resumo de saude publica
 
Epidemiologia das Doenças aula 3
Epidemiologia das Doenças   aula 3Epidemiologia das Doenças   aula 3
Epidemiologia das Doenças aula 3
 
Aula-1-Epidemiologia.ppt
Aula-1-Epidemiologia.pptAula-1-Epidemiologia.ppt
Aula-1-Epidemiologia.ppt
 
Aula-1-Epidemiologia.ppt
Aula-1-Epidemiologia.pptAula-1-Epidemiologia.ppt
Aula-1-Epidemiologia.ppt
 
Aula 14
Aula 14Aula 14
Aula 14
 
Infecção cruzada
Infecção cruzadaInfecção cruzada
Infecção cruzada
 
SAUDE E DOENÇA.pptx
SAUDE E DOENÇA.pptxSAUDE E DOENÇA.pptx
SAUDE E DOENÇA.pptx
 
Sebenta de epidemiologia
Sebenta de epidemiologiaSebenta de epidemiologia
Sebenta de epidemiologia
 
7ª AULA Epidemiologia.ppt
7ª AULA Epidemiologia.ppt7ª AULA Epidemiologia.ppt
7ª AULA Epidemiologia.ppt
 

Mais de ArtthurPereira2

AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASArtthurPereira2
 
epidemiologia e biossegurança laboral conceitos e classificações
epidemiologia e biossegurança laboral conceitos e classificaçõesepidemiologia e biossegurança laboral conceitos e classificações
epidemiologia e biossegurança laboral conceitos e classificaçõesArtthurPereira2
 
CUIDADOS E BIOSSEGURANÇA DO TRABALHO CONCEITOS LABORATORIAL E EPIDEMIOLOGICO
CUIDADOS E BIOSSEGURANÇA DO TRABALHO CONCEITOS LABORATORIAL E EPIDEMIOLOGICOCUIDADOS E BIOSSEGURANÇA DO TRABALHO CONCEITOS LABORATORIAL E EPIDEMIOLOGICO
CUIDADOS E BIOSSEGURANÇA DO TRABALHO CONCEITOS LABORATORIAL E EPIDEMIOLOGICOArtthurPereira2
 
AULA DE SEGURANÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA
AULA DE SEGURANÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIAAULA DE SEGURANÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA
AULA DE SEGURANÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIAArtthurPereira2
 
AULA SOBRE O CAMPO DE CONCEITO DA CIPA BIOSSSEGURANÇA
AULA SOBRE O CAMPO DE CONCEITO DA CIPA BIOSSSEGURANÇAAULA SOBRE O CAMPO DE CONCEITO DA CIPA BIOSSSEGURANÇA
AULA SOBRE O CAMPO DE CONCEITO DA CIPA BIOSSSEGURANÇAArtthurPereira2
 
MIOLOGIA-ANATOMMIA HUMANA.pDRDRDDDDDDDptx
MIOLOGIA-ANATOMMIA HUMANA.pDRDRDDDDDDDptxMIOLOGIA-ANATOMMIA HUMANA.pDRDRDDDDDDDptx
MIOLOGIA-ANATOMMIA HUMANA.pDRDRDDDDDDDptxArtthurPereira2
 
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANOFARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANOArtthurPereira2
 
CENTRO CIRÚRGICO ASSISTENCIAL E CLINICO NO AMBITO DE SAÚDE
CENTRO CIRÚRGICO ASSISTENCIAL E CLINICO NO AMBITO DE SAÚDECENTRO CIRÚRGICO ASSISTENCIAL E CLINICO NO AMBITO DE SAÚDE
CENTRO CIRÚRGICO ASSISTENCIAL E CLINICO NO AMBITO DE SAÚDEArtthurPereira2
 

Mais de ArtthurPereira2 (11)

AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
 
epidemiologia e biossegurança laboral conceitos e classificações
epidemiologia e biossegurança laboral conceitos e classificaçõesepidemiologia e biossegurança laboral conceitos e classificações
epidemiologia e biossegurança laboral conceitos e classificações
 
CUIDADOS E BIOSSEGURANÇA DO TRABALHO CONCEITOS LABORATORIAL E EPIDEMIOLOGICO
CUIDADOS E BIOSSEGURANÇA DO TRABALHO CONCEITOS LABORATORIAL E EPIDEMIOLOGICOCUIDADOS E BIOSSEGURANÇA DO TRABALHO CONCEITOS LABORATORIAL E EPIDEMIOLOGICO
CUIDADOS E BIOSSEGURANÇA DO TRABALHO CONCEITOS LABORATORIAL E EPIDEMIOLOGICO
 
AULA DE SEGURANÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA
AULA DE SEGURANÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIAAULA DE SEGURANÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA
AULA DE SEGURANÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA
 
AULA SOBRE O CAMPO DE CONCEITO DA CIPA BIOSSSEGURANÇA
AULA SOBRE O CAMPO DE CONCEITO DA CIPA BIOSSSEGURANÇAAULA SOBRE O CAMPO DE CONCEITO DA CIPA BIOSSSEGURANÇA
AULA SOBRE O CAMPO DE CONCEITO DA CIPA BIOSSSEGURANÇA
 
MIOLOGIA-ANATOMMIA HUMANA.pDRDRDDDDDDDptx
MIOLOGIA-ANATOMMIA HUMANA.pDRDRDDDDDDDptxMIOLOGIA-ANATOMMIA HUMANA.pDRDRDDDDDDDptx
MIOLOGIA-ANATOMMIA HUMANA.pDRDRDDDDDDDptx
 
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANOFARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
 
CENTRO CIRÚRGICO ASSISTENCIAL E CLINICO NO AMBITO DE SAÚDE
CENTRO CIRÚRGICO ASSISTENCIAL E CLINICO NO AMBITO DE SAÚDECENTRO CIRÚRGICO ASSISTENCIAL E CLINICO NO AMBITO DE SAÚDE
CENTRO CIRÚRGICO ASSISTENCIAL E CLINICO NO AMBITO DE SAÚDE
 
NEFROLOGIA.pptx
NEFROLOGIA.pptxNEFROLOGIA.pptx
NEFROLOGIA.pptx
 
Apresentação-1.pptx
Apresentação-1.pptxApresentação-1.pptx
Apresentação-1.pptx
 
Apresentação.pptx
Apresentação.pptxApresentação.pptx
Apresentação.pptx
 

Último

Apresentação Saúde Mental para Adolescentes
Apresentação Saúde Mental para AdolescentesApresentação Saúde Mental para Adolescentes
Apresentação Saúde Mental para AdolescentesVanessaXLncolis
 
Atividade sistema muscular.pdfatividfades
Atividade sistema muscular.pdfatividfadesAtividade sistema muscular.pdfatividfades
Atividade sistema muscular.pdfatividfadesIANAHAAS
 
fratura e imobilização de membros superior e inferior
fratura e imobilização de membros superior e inferiorfratura e imobilização de membros superior e inferior
fratura e imobilização de membros superior e inferiorIvaneSales
 
Puerpério normal e patológico em obstetrícia
Puerpério normal e patológico em obstetríciaPuerpério normal e patológico em obstetrícia
Puerpério normal e patológico em obstetríciaJoyceDamasio2
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdfIANAHAAS
 
Tecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuronios
Tecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuroniosTecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuronios
Tecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuroniosIANAHAAS
 
TEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptx
TEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptxTEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptx
TEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptxjhordana1
 
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.FabioCorreia46
 
SISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemas
SISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemasSISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemas
SISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemasIANAHAAS
 

Último (9)

Apresentação Saúde Mental para Adolescentes
Apresentação Saúde Mental para AdolescentesApresentação Saúde Mental para Adolescentes
Apresentação Saúde Mental para Adolescentes
 
Atividade sistema muscular.pdfatividfades
Atividade sistema muscular.pdfatividfadesAtividade sistema muscular.pdfatividfades
Atividade sistema muscular.pdfatividfades
 
fratura e imobilização de membros superior e inferior
fratura e imobilização de membros superior e inferiorfratura e imobilização de membros superior e inferior
fratura e imobilização de membros superior e inferior
 
Puerpério normal e patológico em obstetrícia
Puerpério normal e patológico em obstetríciaPuerpério normal e patológico em obstetrícia
Puerpério normal e patológico em obstetrícia
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
 
Tecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuronios
Tecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuroniosTecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuronios
Tecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuronios
 
TEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptx
TEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptxTEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptx
TEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptx
 
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
 
SISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemas
SISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemasSISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemas
SISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemas
 

SAUDE E SEGURANNÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA

  • 1. Biossegurança Epidemiologica Prof. Esp. Arthur Custódio Pereira Enfermeiro Especialista em Psiquiatria e Saúde Mantal Mestrando em Modelos de Decisão e Saúde/ PPGMDS - UFPB
  • 2. Biossegurança Epidemiológica Biossegurança Epidemiológica refere-se a um conjunto de práticas, políticas e medidas destinadas a garantir a segurança e proteção tanto dos profissionais de saúde quanto da comunidade em geral contra riscos biológicos associados a agentes infecciosos. Essa área de estudo e prática concentra-se em prevenir a disseminação de doenças infecciosas, especialmente em contextos onde há manipulação de agentes patogênicos, como laboratórios de pesquisa, instalações de saúde e outros ambientes relacionados à saúde pública.
  • 3. Epidemiologia Epidemiologia é o estudo da distribuição e determinantes das doenças em populações humanas. Ela envolve a análise de padrões de saúde e doença, identificação de fatores que influenciam o surgimento e a disseminação de doenças, e a aplicação dessas informações para o controle e prevenção de doenças.
  • 4. Epidemiologia O papel da epidemiologia na saúde pública inclui: Descrever a Saúde da População: A epidemiologia fornece informações sobre a prevalência e incidência de doenças em diferentes populações, auxiliando na compreensão do estado de saúde de uma comunidade. Identificar Fatores de Risco: Através de estudos epidemiológicos, é possível identificar fatores que aumentam o risco de doenças, como comportamentos de risco, exposição a agentes patogênicos e predisposição genética. Monitorar Saúde Pública: Através da vigilância epidemiológica, a saúde pública pode monitorar a ocorrência de doenças, identificar surtos e implementar medidas de controle rapidamente.
  • 5. Epidemiologia Incidência Refere-se à medida da ocorrência de novos casos de uma doença em uma população durante um determinado período de tempo. Prevalência Mortalidade Taxa de Morbidade Indica a proporção de uma população que tem uma determinada doença em um momento específico ou período. Refere-se ao número de mortes em uma população durante um período de tempo específico. É uma medida da frequência de casos de uma doença em uma população em um determinado período de tempo.
  • 6. Na epidemiologia, o estudo da transmissão de doenças é fundamental para compreender como as enfermidades se propagam em uma população. Alguns conceitos importantes relacionados à transmissão de doenças incluem: Agente etiológico Hospedeiro Vetor Meios de transmissão Refere-se ao microrganismo ou fator que causa a doença. Pode ser um vírus, bactéria, parasita ou outro agente infeccioso. É o organismo que abriga o agente etiológico. Pode ser um humano, animal ou outro organismo. Em algumas doenças, o vetor é um organismo que transmite o agente etiológico de uma pessoa ou animal infectado para outra pessoa ou animal. Por exemplo, mosquitos que transmitem o vírus da dengue. As doenças podem se espalhar de várias maneiras, incluindo transmissão por contato direto (pessoa a pessoa), transmissão por via aérea (gotículas no ar), transmissão por veículos comuns (água, alimentos) e transmissão por vetores.
  • 8. Higiene pessoal: Práticas como lavagem das mãos, uso de equipamentos de proteção individual (EPI) e precauções durante procedimentos médicos. Controle de Infecções
  • 9. Isolamento: Colocar pessoas infectadas em isolamento para evitar a transmissão para outras pessoas saudáveis. Controle de Infecções
  • 10. Desinfecção e esterilização: Limpeza e desinfecção de superfícies e instrumentos médicos para prevenir a transmissão de patógenos. Controle de Infecções
  • 11. Controle de Infecções Vacinação: Imunização ativa para prevenir a infecção por meio do estímulo do sistema imunológico a produzir uma resposta imunológica protetora. A imunização é o processo pelo qual um indivíduo se torna protegido contra uma doença, muitas vezes por meio da administração de uma vacina. As vacinas são substâncias que estimulam o sistema imunológico a reconhecer e combater agentes infecciosos específicos, sem causar a doença. Doenças Não Transmissíveis (DNTs)
  • 12. Enfermidades que não são causadas por agentes infecciosos e não são transmitidas de uma pessoa para outra Doenças Não Transmissíveis (DNTs) Doenças cardiovasculares, câncer, diabetes e doenças respiratórias crônicas. Os fatores de risco para DNTs muitas vezes estão relacionados a comportamentos e estilos de vida, como tabagismo, dieta inadequada, falta de exercício e consumo excessivo de álcool.
  • 14. Surto Epidemiológico Um surto epidemiológico refere-se a um aumento inesperado e significativo no número de casos de uma doença em uma população específica e em uma área geográfica delimitada. Caracteriza-se pela ocorrência de casos em excesso em relação ao esperado para a população em questão e período de tempo. Os surtos podem ocorrer em comunidades, instituições de saúde, escolas, eventos específicos, entre outros.
  • 15. Surto Epidemiológico Medidas de Controle durante Surtos Investigação de Surtos) A investigação de surtos é um processo crucial para entender a origem, a transmissão e implementar medidas de controle. 1. Isolamento e Quarentena: 2.Vacinação: 3.Educação em Saúde: 4.Medidas de Higiene: 5.Restrições de Viagem: Biossegurança Epidemiológica refere-se às práticas e medidas para prevenir a disseminação de adotadas agentes infecciosos durante atividades relacionadas à saúde e pesquisa epidemiológica