SlideShare uma empresa Scribd logo
Biossegurança laboratorial e
Epidemiologia
Prof. Esp. Arthur Custódio Pereira
Enfermeiro
Especialista em Psiquiatria e Saúde Mantal
Mestrando em Modelos de Decisão e Saúde/ PPGMDS - UFPB
Vigilância Epidemiológica
A vigilância epidemiológica é um componente essencial da saúde pública que envolve a coleta, análise,
interpretação e disseminação contínua de dados sobre a ocorrência de doenças e outros eventos de saúde na
população. Seu objetivo é fornecer informações para ações de prevenção e controle de doenças.
Os sistemas de vigilância são estruturas organizadas para coletar, analisar,
interpretar e disseminar dados relacionados à saúde em uma população.
Esses sistemas são fundamentais para identificar padrões, monitorar
tendências e responder eficazmente a eventos de saúde pública.
Existem diferentes sistemas de vigilância epidemiológica, incluindo:
Sistemas de
Vigilância
Vigilância Passiva
Vigilância Ativa
Vigilância Sentinela
Vigilância Integrada
Notificação Compulsória
Sistemas de
Vigilância
Vigilância
Passiva
Definição: Dependência da notificação espontânea de casos por
profissionais de saúde e instituições.
Características: Os casos são relatados conforme surgem, sem
uma busca ativa por informações.
Vantagens: Simplicidade, custos geralmente mais baixos.
Desafios: Subnotificação, atrasos na detecção de surtos.
Sistemas de
Vigilância
Vigilância
ativa
Desafios: Maior custo, exigência de recursos humanos.
Definição: Envolve a coleta ativa de dados por meio de
investigações, pesquisas ou monitoramento regular.
Características: Busca proativa por informações, muitas vezes
utilizando inquéritos e visitas de campo.
Vantagens: Detecção mais rápida de casos, maior sensibilidade
para eventos raros.
Sistemas de
Vigilância
Vigilância
Sentinela
Definição: Monitoramento em pontos-chave, como hospitais ou
clínicas representativos de determinadas populações.
Características: Coleta de dados de uma amostra representativa
em locais estratégicos.
Vantagens: Eficiência na detecção de tendências em populações
específicas.
Desafios: Limitação na generalização dos dados para a
população em geral.
Sistemas de
Vigilância
Vigilância
Integrada
Desafios: Integração de dados de diferentes sistemas e fontes.
Definição: Combinação de dados provenientes de diferentes
fontes e sistemas de vigilância.
Características: Uso de informações de diferentes setores da
saúde para obter uma visão mais completa.
Vantagens: Maior abrangência e compreensão da situação
epidemiológica.
Sistemas de
Vigilância
Notificação
Compulsória
Desafios: Possíveis subnotificações e falta de adesão.
.
Definição: Exigência legal de notificação de certas doenças por
profissionais de saúde.
Características: Lista de doenças de notificação obrigatória,
agilizando a detecção e resposta.
Vantagens: Rápida identificação de doenças específicas.
A notificação compulsória é uma prática fundamental na vigilância
epidemiológica, estabelecendo a obrigatoriedade legal de que profissionais de
saúde e laboratórios informem autoridades de saúde sobre casos específicos de
doenças. Esse processo desempenha um papel crucial na detecção precoce,
monitoramento e controle de enfermidades que apresentam riscos significativos
para a saúde pública.
Objetivos
Identificar prontamente surtos de doenças.
Facilitar a implementação de medidas de controle
Fornecer dados para avaliação de políticas de
saúde pública.
A notificação compulsória é uma prática fundamental na vigilância
epidemiológica, estabelecendo a obrigatoriedade legal de que profissionais de
saúde e laboratórios informem autoridades de saúde sobre casos específicos de
doenças. Esse processo desempenha um papel crucial na detecção precoce,
monitoramento e controle de enfermidades que apresentam riscos significativos
para a saúde pública.
Doenças de Notificação Compulsória
Cada país possui uma lista específica de
doenças sujeitas à notificação compulsória
Doenças transmissíveis, como tuberculose,
malária, HIV/AIDS, hepatites, entre outras
eventos específicos, como intoxicações graves.
A notificação compulsória é uma prática fundamental na vigilância
epidemiológica, estabelecendo a obrigatoriedade legal de que profissionais de
saúde e laboratórios informem autoridades de saúde sobre casos específicos de
doenças. Esse processo desempenha um papel crucial na detecção precoce,
monitoramento e controle de enfermidades que apresentam riscos significativos
para a saúde pública.
Razões para a Notificação
Prevenção e Controle
Monitoramento Epidemiológico
Intervenção Rápida
A notificação compulsória é uma prática fundamental na vigilância
epidemiológica, estabelecendo a obrigatoriedade legal de que profissionais de
saúde e laboratórios informem autoridades de saúde sobre casos específicos de
doenças. Esse processo desempenha um papel crucial na detecção precoce,
monitoramento e controle de enfermidades que apresentam riscos significativos
para a saúde pública.
Desafios e Considerações
Subnotificação: Pode ocorrer devido a falhas no
sistema de notificação ou falta de
conscientização entre os profissionais de saúde.
Privacidade do Paciente: É importante equilibrar a
necessidade de informações para a saúde pública
com a proteção da privacidade individual.
Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a AULA DE SEGURANÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA

Vigilância Epidemiológica e o Uso da Epidemiologia
Vigilância Epidemiológica e o Uso da Epidemiologia Vigilância Epidemiológica e o Uso da Epidemiologia
Vigilância Epidemiológica e o Uso da Epidemiologia
Instituto Consciência GO
 
Aula 4 - SAUDE COLETIVA - Epidemiologia.pdf
Aula 4 - SAUDE COLETIVA - Epidemiologia.pdfAula 4 - SAUDE COLETIVA - Epidemiologia.pdf
Aula 4 - SAUDE COLETIVA - Epidemiologia.pdf
Giza Carla Nitz
 
leon22.pptx
leon22.pptxleon22.pptx
leon22.pptx
RaquelDaCosta7
 
vigilancia sanitaria animal
vigilancia sanitaria animalvigilancia sanitaria animal
vigilancia sanitaria animal
Clécio Limeira
 
Lista de doenças, agravos e eventos em saúde pública - notificação compulsória
Lista de doenças, agravos e eventos em saúde pública - notificação compulsóriaLista de doenças, agravos e eventos em saúde pública - notificação compulsória
Lista de doenças, agravos e eventos em saúde pública - notificação compulsória
Karynne Alves do Nascimento
 
Aula Unidade 1 - Vigilância_notificação_ monitoramento e investigação.pdf
Aula Unidade 1 - Vigilância_notificação_ monitoramento e investigação.pdfAula Unidade 1 - Vigilância_notificação_ monitoramento e investigação.pdf
Aula Unidade 1 - Vigilância_notificação_ monitoramento e investigação.pdf
RaquelOlimpio1
 
Vigilância em Saúde.pptx
Vigilância em Saúde.pptxVigilância em Saúde.pptx
Vigilância em Saúde.pptx
FilipeSoares571612
 
Investigação Epidemiológica de Casos, Surtos e Epidemias
Investigação Epidemiológica de Casos, Surtos e EpidemiasInvestigação Epidemiológica de Casos, Surtos e Epidemias
Investigação Epidemiológica de Casos, Surtos e Epidemias
Vitória Giovanna
 
Saúde coletiva
Saúde coletivaSaúde coletiva
Saúde coletiva
anamariafernandes23
 
Vigilância em Saúde
Vigilância em SaúdeVigilância em Saúde
Vigilância em Saúde
claudia alzuguir
 
Vigilancia
VigilanciaVigilancia
Vigilancia
Rodrigo Bruno
 
Ciclo ii 01
Ciclo ii 01Ciclo ii 01
Ciclo ii 01
Rodrigo Abreu
 
Aula 5 - Vigilancia Epidemiológica - Medidas de Controle.pdf
Aula 5 - Vigilancia Epidemiológica - Medidas de Controle.pdfAula 5 - Vigilancia Epidemiológica - Medidas de Controle.pdf
Aula 5 - Vigilancia Epidemiológica - Medidas de Controle.pdf
Giza Carla Nitz
 
Questões saúde pública
Questões saúde públicaQuestões saúde pública
Questões saúde pública
Ismael Costa
 
Qualidade de vida.ppt
Qualidade de vida.pptQualidade de vida.ppt
Qualidade de vida.ppt
elmerribeiro
 
Joana_Prevençao_quartenaria
Joana_Prevençao_quartenariaJoana_Prevençao_quartenaria
Joana_Prevençao_quartenaria
comunidadedepraticas
 
Modulo 5 -_investigação_de_eventos
Modulo 5 -_investigação_de_eventosModulo 5 -_investigação_de_eventos
Modulo 5 -_investigação_de_eventos
Vanessa Espirito Santo
 
Programa de controle da tuberculose
Programa de controle da tuberculosePrograma de controle da tuberculose
Programa de controle da tuberculose
Antônio Silva
 
Txt 690106550
Txt 690106550Txt 690106550
Txt 690106550
Débora Luana
 
Concurso_Nacional_Unificado_CNU_Bloco_5_Resumao_de_Politicas_Publicas Saúde e...
Concurso_Nacional_Unificado_CNU_Bloco_5_Resumao_de_Politicas_Publicas Saúde e...Concurso_Nacional_Unificado_CNU_Bloco_5_Resumao_de_Politicas_Publicas Saúde e...
Concurso_Nacional_Unificado_CNU_Bloco_5_Resumao_de_Politicas_Publicas Saúde e...
drivepraconcursos24
 

Semelhante a AULA DE SEGURANÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA (20)

Vigilância Epidemiológica e o Uso da Epidemiologia
Vigilância Epidemiológica e o Uso da Epidemiologia Vigilância Epidemiológica e o Uso da Epidemiologia
Vigilância Epidemiológica e o Uso da Epidemiologia
 
Aula 4 - SAUDE COLETIVA - Epidemiologia.pdf
Aula 4 - SAUDE COLETIVA - Epidemiologia.pdfAula 4 - SAUDE COLETIVA - Epidemiologia.pdf
Aula 4 - SAUDE COLETIVA - Epidemiologia.pdf
 
leon22.pptx
leon22.pptxleon22.pptx
leon22.pptx
 
vigilancia sanitaria animal
vigilancia sanitaria animalvigilancia sanitaria animal
vigilancia sanitaria animal
 
Lista de doenças, agravos e eventos em saúde pública - notificação compulsória
Lista de doenças, agravos e eventos em saúde pública - notificação compulsóriaLista de doenças, agravos e eventos em saúde pública - notificação compulsória
Lista de doenças, agravos e eventos em saúde pública - notificação compulsória
 
Aula Unidade 1 - Vigilância_notificação_ monitoramento e investigação.pdf
Aula Unidade 1 - Vigilância_notificação_ monitoramento e investigação.pdfAula Unidade 1 - Vigilância_notificação_ monitoramento e investigação.pdf
Aula Unidade 1 - Vigilância_notificação_ monitoramento e investigação.pdf
 
Vigilância em Saúde.pptx
Vigilância em Saúde.pptxVigilância em Saúde.pptx
Vigilância em Saúde.pptx
 
Investigação Epidemiológica de Casos, Surtos e Epidemias
Investigação Epidemiológica de Casos, Surtos e EpidemiasInvestigação Epidemiológica de Casos, Surtos e Epidemias
Investigação Epidemiológica de Casos, Surtos e Epidemias
 
Saúde coletiva
Saúde coletivaSaúde coletiva
Saúde coletiva
 
Vigilância em Saúde
Vigilância em SaúdeVigilância em Saúde
Vigilância em Saúde
 
Vigilancia
VigilanciaVigilancia
Vigilancia
 
Ciclo ii 01
Ciclo ii 01Ciclo ii 01
Ciclo ii 01
 
Aula 5 - Vigilancia Epidemiológica - Medidas de Controle.pdf
Aula 5 - Vigilancia Epidemiológica - Medidas de Controle.pdfAula 5 - Vigilancia Epidemiológica - Medidas de Controle.pdf
Aula 5 - Vigilancia Epidemiológica - Medidas de Controle.pdf
 
Questões saúde pública
Questões saúde públicaQuestões saúde pública
Questões saúde pública
 
Qualidade de vida.ppt
Qualidade de vida.pptQualidade de vida.ppt
Qualidade de vida.ppt
 
Joana_Prevençao_quartenaria
Joana_Prevençao_quartenariaJoana_Prevençao_quartenaria
Joana_Prevençao_quartenaria
 
Modulo 5 -_investigação_de_eventos
Modulo 5 -_investigação_de_eventosModulo 5 -_investigação_de_eventos
Modulo 5 -_investigação_de_eventos
 
Programa de controle da tuberculose
Programa de controle da tuberculosePrograma de controle da tuberculose
Programa de controle da tuberculose
 
Txt 690106550
Txt 690106550Txt 690106550
Txt 690106550
 
Concurso_Nacional_Unificado_CNU_Bloco_5_Resumao_de_Politicas_Publicas Saúde e...
Concurso_Nacional_Unificado_CNU_Bloco_5_Resumao_de_Politicas_Publicas Saúde e...Concurso_Nacional_Unificado_CNU_Bloco_5_Resumao_de_Politicas_Publicas Saúde e...
Concurso_Nacional_Unificado_CNU_Bloco_5_Resumao_de_Politicas_Publicas Saúde e...
 

Mais de ArtthurPereira2

AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
ArtthurPereira2
 
epidemiologia e biossegurança laboral conceitos e classificações
epidemiologia e biossegurança laboral conceitos e classificaçõesepidemiologia e biossegurança laboral conceitos e classificações
epidemiologia e biossegurança laboral conceitos e classificações
ArtthurPereira2
 
CUIDADOS E BIOSSEGURANÇA DO TRABALHO CONCEITOS LABORATORIAL E EPIDEMIOLOGICO
CUIDADOS E BIOSSEGURANÇA DO TRABALHO CONCEITOS LABORATORIAL E EPIDEMIOLOGICOCUIDADOS E BIOSSEGURANÇA DO TRABALHO CONCEITOS LABORATORIAL E EPIDEMIOLOGICO
CUIDADOS E BIOSSEGURANÇA DO TRABALHO CONCEITOS LABORATORIAL E EPIDEMIOLOGICO
ArtthurPereira2
 
SAUDE E SEGURANNÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA
SAUDE E SEGURANNÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIASAUDE E SEGURANNÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA
SAUDE E SEGURANNÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA
ArtthurPereira2
 
AULA SOBRE O CAMPO DE CONCEITO DA CIPA BIOSSSEGURANÇA
AULA SOBRE O CAMPO DE CONCEITO DA CIPA BIOSSSEGURANÇAAULA SOBRE O CAMPO DE CONCEITO DA CIPA BIOSSSEGURANÇA
AULA SOBRE O CAMPO DE CONCEITO DA CIPA BIOSSSEGURANÇA
ArtthurPereira2
 
aula de biossegurança laboratorial e epidemiologica
aula de biossegurança laboratorial e epidemiologicaaula de biossegurança laboratorial e epidemiologica
aula de biossegurança laboratorial e epidemiologica
ArtthurPereira2
 
MIOLOGIA-ANATOMMIA HUMANA.pDRDRDDDDDDDptx
MIOLOGIA-ANATOMMIA HUMANA.pDRDRDDDDDDDptxMIOLOGIA-ANATOMMIA HUMANA.pDRDRDDDDDDDptx
MIOLOGIA-ANATOMMIA HUMANA.pDRDRDDDDDDDptx
ArtthurPereira2
 
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANOFARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
ArtthurPereira2
 
CENTRO CIRÚRGICO ASSISTENCIAL E CLINICO NO AMBITO DE SAÚDE
CENTRO CIRÚRGICO ASSISTENCIAL E CLINICO NO AMBITO DE SAÚDECENTRO CIRÚRGICO ASSISTENCIAL E CLINICO NO AMBITO DE SAÚDE
CENTRO CIRÚRGICO ASSISTENCIAL E CLINICO NO AMBITO DE SAÚDE
ArtthurPereira2
 
NEFROLOGIA.pptx
NEFROLOGIA.pptxNEFROLOGIA.pptx
NEFROLOGIA.pptx
ArtthurPereira2
 
Apresentação-1.pptx
Apresentação-1.pptxApresentação-1.pptx
Apresentação-1.pptx
ArtthurPereira2
 
Apresentação.pptx
Apresentação.pptxApresentação.pptx
Apresentação.pptx
ArtthurPereira2
 

Mais de ArtthurPereira2 (12)

AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
 
epidemiologia e biossegurança laboral conceitos e classificações
epidemiologia e biossegurança laboral conceitos e classificaçõesepidemiologia e biossegurança laboral conceitos e classificações
epidemiologia e biossegurança laboral conceitos e classificações
 
CUIDADOS E BIOSSEGURANÇA DO TRABALHO CONCEITOS LABORATORIAL E EPIDEMIOLOGICO
CUIDADOS E BIOSSEGURANÇA DO TRABALHO CONCEITOS LABORATORIAL E EPIDEMIOLOGICOCUIDADOS E BIOSSEGURANÇA DO TRABALHO CONCEITOS LABORATORIAL E EPIDEMIOLOGICO
CUIDADOS E BIOSSEGURANÇA DO TRABALHO CONCEITOS LABORATORIAL E EPIDEMIOLOGICO
 
SAUDE E SEGURANNÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA
SAUDE E SEGURANNÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIASAUDE E SEGURANNÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA
SAUDE E SEGURANNÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA
 
AULA SOBRE O CAMPO DE CONCEITO DA CIPA BIOSSSEGURANÇA
AULA SOBRE O CAMPO DE CONCEITO DA CIPA BIOSSSEGURANÇAAULA SOBRE O CAMPO DE CONCEITO DA CIPA BIOSSSEGURANÇA
AULA SOBRE O CAMPO DE CONCEITO DA CIPA BIOSSSEGURANÇA
 
aula de biossegurança laboratorial e epidemiologica
aula de biossegurança laboratorial e epidemiologicaaula de biossegurança laboratorial e epidemiologica
aula de biossegurança laboratorial e epidemiologica
 
MIOLOGIA-ANATOMMIA HUMANA.pDRDRDDDDDDDptx
MIOLOGIA-ANATOMMIA HUMANA.pDRDRDDDDDDDptxMIOLOGIA-ANATOMMIA HUMANA.pDRDRDDDDDDDptx
MIOLOGIA-ANATOMMIA HUMANA.pDRDRDDDDDDDptx
 
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANOFARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
 
CENTRO CIRÚRGICO ASSISTENCIAL E CLINICO NO AMBITO DE SAÚDE
CENTRO CIRÚRGICO ASSISTENCIAL E CLINICO NO AMBITO DE SAÚDECENTRO CIRÚRGICO ASSISTENCIAL E CLINICO NO AMBITO DE SAÚDE
CENTRO CIRÚRGICO ASSISTENCIAL E CLINICO NO AMBITO DE SAÚDE
 
NEFROLOGIA.pptx
NEFROLOGIA.pptxNEFROLOGIA.pptx
NEFROLOGIA.pptx
 
Apresentação-1.pptx
Apresentação-1.pptxApresentação-1.pptx
Apresentação-1.pptx
 
Apresentação.pptx
Apresentação.pptxApresentação.pptx
Apresentação.pptx
 

Último

Guia completo para secar de maneira saudável
Guia completo para secar de maneira saudávelGuia completo para secar de maneira saudável
Guia completo para secar de maneira saudável
barbosakennedy04
 
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdfmapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
AdrianoPompiroCarval
 
Saiba agora como aumentar o número de atendimentos médicos sem comprometer a ...
Saiba agora como aumentar o número de atendimentos médicos sem comprometer a ...Saiba agora como aumentar o número de atendimentos médicos sem comprometer a ...
Saiba agora como aumentar o número de atendimentos médicos sem comprometer a ...
Sergio Wilfrido Vazquez Apestegui
 
Psicologia hospitalar ansiedade e abordagens da tcc
Psicologia hospitalar ansiedade e abordagens da tccPsicologia hospitalar ansiedade e abordagens da tcc
Psicologia hospitalar ansiedade e abordagens da tcc
rosilenenunes9
 
1-A Organização do Sistema de Saúde e a Atenção Primária à Saúde (APS) no Bra...
1-A Organização do Sistema de Saúde e a Atenção Primária à Saúde (APS) no Bra...1-A Organização do Sistema de Saúde e a Atenção Primária à Saúde (APS) no Bra...
1-A Organização do Sistema de Saúde e a Atenção Primária à Saúde (APS) no Bra...
LuFelype
 
Quest+Áes para Treinamento Ginecologia.pdf
Quest+Áes para Treinamento Ginecologia.pdfQuest+Áes para Treinamento Ginecologia.pdf
Quest+Áes para Treinamento Ginecologia.pdf
ighormt
 
Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
Fabiano Pessanha
 
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptxA-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
walterjose20
 

Último (8)

Guia completo para secar de maneira saudável
Guia completo para secar de maneira saudávelGuia completo para secar de maneira saudável
Guia completo para secar de maneira saudável
 
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdfmapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
 
Saiba agora como aumentar o número de atendimentos médicos sem comprometer a ...
Saiba agora como aumentar o número de atendimentos médicos sem comprometer a ...Saiba agora como aumentar o número de atendimentos médicos sem comprometer a ...
Saiba agora como aumentar o número de atendimentos médicos sem comprometer a ...
 
Psicologia hospitalar ansiedade e abordagens da tcc
Psicologia hospitalar ansiedade e abordagens da tccPsicologia hospitalar ansiedade e abordagens da tcc
Psicologia hospitalar ansiedade e abordagens da tcc
 
1-A Organização do Sistema de Saúde e a Atenção Primária à Saúde (APS) no Bra...
1-A Organização do Sistema de Saúde e a Atenção Primária à Saúde (APS) no Bra...1-A Organização do Sistema de Saúde e a Atenção Primária à Saúde (APS) no Bra...
1-A Organização do Sistema de Saúde e a Atenção Primária à Saúde (APS) no Bra...
 
Quest+Áes para Treinamento Ginecologia.pdf
Quest+Áes para Treinamento Ginecologia.pdfQuest+Áes para Treinamento Ginecologia.pdf
Quest+Áes para Treinamento Ginecologia.pdf
 
Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
 
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptxA-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
 

AULA DE SEGURANÇA DO TRABALHO E EPIDEMIOLOGIA

  • 1. Biossegurança laboratorial e Epidemiologia Prof. Esp. Arthur Custódio Pereira Enfermeiro Especialista em Psiquiatria e Saúde Mantal Mestrando em Modelos de Decisão e Saúde/ PPGMDS - UFPB
  • 2. Vigilância Epidemiológica A vigilância epidemiológica é um componente essencial da saúde pública que envolve a coleta, análise, interpretação e disseminação contínua de dados sobre a ocorrência de doenças e outros eventos de saúde na população. Seu objetivo é fornecer informações para ações de prevenção e controle de doenças.
  • 3. Os sistemas de vigilância são estruturas organizadas para coletar, analisar, interpretar e disseminar dados relacionados à saúde em uma população. Esses sistemas são fundamentais para identificar padrões, monitorar tendências e responder eficazmente a eventos de saúde pública. Existem diferentes sistemas de vigilância epidemiológica, incluindo: Sistemas de Vigilância Vigilância Passiva Vigilância Ativa Vigilância Sentinela Vigilância Integrada Notificação Compulsória
  • 4. Sistemas de Vigilância Vigilância Passiva Definição: Dependência da notificação espontânea de casos por profissionais de saúde e instituições. Características: Os casos são relatados conforme surgem, sem uma busca ativa por informações. Vantagens: Simplicidade, custos geralmente mais baixos. Desafios: Subnotificação, atrasos na detecção de surtos.
  • 5. Sistemas de Vigilância Vigilância ativa Desafios: Maior custo, exigência de recursos humanos. Definição: Envolve a coleta ativa de dados por meio de investigações, pesquisas ou monitoramento regular. Características: Busca proativa por informações, muitas vezes utilizando inquéritos e visitas de campo. Vantagens: Detecção mais rápida de casos, maior sensibilidade para eventos raros.
  • 6. Sistemas de Vigilância Vigilância Sentinela Definição: Monitoramento em pontos-chave, como hospitais ou clínicas representativos de determinadas populações. Características: Coleta de dados de uma amostra representativa em locais estratégicos. Vantagens: Eficiência na detecção de tendências em populações específicas. Desafios: Limitação na generalização dos dados para a população em geral.
  • 7. Sistemas de Vigilância Vigilância Integrada Desafios: Integração de dados de diferentes sistemas e fontes. Definição: Combinação de dados provenientes de diferentes fontes e sistemas de vigilância. Características: Uso de informações de diferentes setores da saúde para obter uma visão mais completa. Vantagens: Maior abrangência e compreensão da situação epidemiológica.
  • 8. Sistemas de Vigilância Notificação Compulsória Desafios: Possíveis subnotificações e falta de adesão. . Definição: Exigência legal de notificação de certas doenças por profissionais de saúde. Características: Lista de doenças de notificação obrigatória, agilizando a detecção e resposta. Vantagens: Rápida identificação de doenças específicas.
  • 9. A notificação compulsória é uma prática fundamental na vigilância epidemiológica, estabelecendo a obrigatoriedade legal de que profissionais de saúde e laboratórios informem autoridades de saúde sobre casos específicos de doenças. Esse processo desempenha um papel crucial na detecção precoce, monitoramento e controle de enfermidades que apresentam riscos significativos para a saúde pública. Objetivos Identificar prontamente surtos de doenças. Facilitar a implementação de medidas de controle Fornecer dados para avaliação de políticas de saúde pública.
  • 10. A notificação compulsória é uma prática fundamental na vigilância epidemiológica, estabelecendo a obrigatoriedade legal de que profissionais de saúde e laboratórios informem autoridades de saúde sobre casos específicos de doenças. Esse processo desempenha um papel crucial na detecção precoce, monitoramento e controle de enfermidades que apresentam riscos significativos para a saúde pública. Doenças de Notificação Compulsória Cada país possui uma lista específica de doenças sujeitas à notificação compulsória Doenças transmissíveis, como tuberculose, malária, HIV/AIDS, hepatites, entre outras eventos específicos, como intoxicações graves.
  • 11. A notificação compulsória é uma prática fundamental na vigilância epidemiológica, estabelecendo a obrigatoriedade legal de que profissionais de saúde e laboratórios informem autoridades de saúde sobre casos específicos de doenças. Esse processo desempenha um papel crucial na detecção precoce, monitoramento e controle de enfermidades que apresentam riscos significativos para a saúde pública. Razões para a Notificação Prevenção e Controle Monitoramento Epidemiológico Intervenção Rápida
  • 12. A notificação compulsória é uma prática fundamental na vigilância epidemiológica, estabelecendo a obrigatoriedade legal de que profissionais de saúde e laboratórios informem autoridades de saúde sobre casos específicos de doenças. Esse processo desempenha um papel crucial na detecção precoce, monitoramento e controle de enfermidades que apresentam riscos significativos para a saúde pública. Desafios e Considerações Subnotificação: Pode ocorrer devido a falhas no sistema de notificação ou falta de conscientização entre os profissionais de saúde. Privacidade do Paciente: É importante equilibrar a necessidade de informações para a saúde pública com a proteção da privacidade individual.