Instituto Federal deEducação, Ciência e Tecnologiade Pernambuco.Processos Infecciosos e Parasitários.Alba Luciene*        ...
Epidemiologia Podeser vagamente definida como estudo das doenças, entretanto, enfoca aspectos diferentes das doenças. Fr...
Terminologia Epidemiológica   Doenças transmissíveis e contagiosas:   Doença infecciosa é causada por patógeno   Doença...
Terminologia Epidemiológica   Doenças Zoonóticas: as doenças infecciosas    que o ser humano adquire de fontes animais. ...
prevalência De tempo: é o número de casos da  doença existente numa dada  população, durante um período  específico. Pon...
Terminologia Epidemiológica   Mortalidade : é a razão do número de    pessoas que morreram, com determinada    doença, nu...
Doenças Endêmicas  São aquelas que estão sempre presentes  numa população em determinada área  geográfica. O número de cas...
Doenças epidêmicasé  definida como o número de casos  maior que o normal de uma doença,  numa região específica, ocorrend...
Doenças Pandêmicas Doenças  Pandêmicas: é a que ocorre em  proporções epidêmicas em vários países  simultaneamente – às v...
Interações entre patógenos,hospedeiros e o meioambiente
Fatores relacionados aocorrência de uma doençainfecciosa  Fatores relacionados as patógenos: A virulência do patógeno Ex...
Fatores relacionados aos hospedeiros: Estado de saúde Estado nutricional Outros fatores relacionados a  susceptibilidad...
Ciclo de Infecção  Existem seis componentes no processo  das doenças infecciosas. Primeiro, é necessário um patógeno; 2....
 4. Um modo de transmissão (uma  maneira do patógeno se deslocar para  outra pessoa), por exemplo aperto de  mãos – caso ...
Reservatórios de infecçãoÉ  qualquer lugar onde o patógeno pode  se multiplicar ou meramente sobreviver  até que seja tra...
Portadores humanos   Portadores passivos transportam o patógeno sem    jamais terem desenvolvido a doença.   Portador in...
Artrópodos São os insetos como mosquitos, moscas, varejeiras, piolhos e pulgas, aracnídeos como ácaros e carrapatos. Quan...
Reservatórios não-vivos Ar Solo Poeira Alimento Água Leite fômites
Formas de transmissão  As cinco principais formas pelas quais  ocorre a transmissão dos patógenos são: o contato (direto ...
As doenças transmissíveis – doenças infecciosas que uma    pessoa passa para outra – são normalmente transferidas    das s...
Agências de saúde pública Asagências de saúde pública de todos os níveis tentam, constantemente, evitar epidemias e ident...
Organização Mundial deSaúde (OMS) Sua missão é promover cooperação técnica para a saúde entre as nações, realizar program...
Centros de Controle ePrevenção de Doenças(CDC) Assisteo estado e os departamentos  locais de saúde na aplicação de todos ...
Definições de termosepidemiológicos relacionadosas doenças infecciosas   Controle – campanhas ou programas que    visam r...
Bioterrorismo e agente deataque biológico   Microorganismos patogênicos chegam as vezes    nas mãos de pessoas mentalment...
Abastecimento de água edespejo de esgoto   Dois tipos de poluição de água estão presentes    em nossa sociedade:   A quí...
Fontes de contaminação daágua
Tratamento da água Filtração Sedimentação   ou assentamento] Coagulação ou floculação Filtração com areia cloração
Tratamento de esgoto   Tratamento primário: fragmentos grandes são    filtrados (engradamento)   Fragmentos flutuantes t...
A prevenção e controle de epidemias são um    objetivo comunitário que nunca termina. Para    serem efetivos, devem inclui...
Obrigado !!!!!
Epidemiol..
Epidemiol..
Epidemiol..
Epidemiol..
Epidemiol..
Epidemiol..
Epidemiol..
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Epidemiol..

497 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
497
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Epidemiol..

  1. 1. Instituto Federal deEducação, Ciência e Tecnologiade Pernambuco.Processos Infecciosos e Parasitários.Alba Luciene* EpidemiologiaCarlos Henrique** e SaúdeMabel Ramalho*Manuelly Almeida* Pública.Ramonna Caroline*Rejane Nunes*Thúlio Bezerra*Acadêmicos de Enfermagem*Professor da Disciplina – PIP.**
  2. 2. Epidemiologia Podeser vagamente definida como estudo das doenças, entretanto, enfoca aspectos diferentes das doenças. Frequência, distribuição e determinantes das doenças nas populações humanas.
  3. 3. Terminologia Epidemiológica Doenças transmissíveis e contagiosas: Doença infecciosa é causada por patógeno Doença transmissível: é definida como a doença transmitida de pessoa para pessoa – essa transmissibilidade é específica - . Doença contagiosa: é definida como a doença transmissível que é facilmente transmitida de uma pessoa para outra.
  4. 4. Terminologia Epidemiológica Doenças Zoonóticas: as doenças infecciosas que o ser humano adquire de fontes animais. Incidência e taxa de morbidade: são definidas como o número de novos casos desta doença, numa população definida num dado período. A taxa de morbidade, geralmente, usa as constantes mil, 10 mil ou 100 mil habitantes.
  5. 5. prevalência De tempo: é o número de casos da doença existente numa dada população, durante um período específico. Pontual: é o número de casos da doença numa dada população em um momento específico do tempo.
  6. 6. Terminologia Epidemiológica Mortalidade : é a razão do número de pessoas que morreram, com determinada doença, num período. Doenças Esporádicas: é aquela que ocorre apenas ocasionalmente (esporadicamente) numa população de determinada área geográfica. Por exemplo, nos EUA: botulismo, cólera, peste bubônica...
  7. 7. Doenças Endêmicas São aquelas que estão sempre presentes numa população em determinada área geográfica. O número de casos pode flutuar ao longo do tempo, mas a doença nunca desaparece por completo. As doenças infecciosas endêmicas nos EUA: gonorreia, sífilis, catapora, caxumba...
  8. 8. Doenças epidêmicasé definida como o número de casos maior que o normal de uma doença, numa região específica, ocorrendo normalmente num período de tempo relativamente curto. Vírus Ebola causou várias epidemias de febre hemorrágica na África ( Sudão e Zaire em 1976[...], Uganda em 2000.
  9. 9. Doenças Pandêmicas Doenças Pandêmicas: é a que ocorre em proporções epidêmicas em vários países simultaneamente – às vezes mundialmente. HIV/AIDS, Tuberculose (pandemia atual), Malária.
  10. 10. Interações entre patógenos,hospedeiros e o meioambiente
  11. 11. Fatores relacionados aocorrência de uma doençainfecciosa Fatores relacionados as patógenos: A virulência do patógeno Existência de uma via para o patógeno penetrar no organismo Quantidade de organismos que penetra no corpo
  12. 12. Fatores relacionados aos hospedeiros: Estado de saúde Estado nutricional Outros fatores relacionados a susceptibilidade do hospedeiroFatores relacionados ao meio ambiente: Fatores físicos como localização geográfica, clima, calor, frio, umidade e estação do ano. Disponibilidade de reservatórios apropriados, hospedeiros intermediários e vetores. Condições sanitárias e de moradia, eliminação adequada de objetos Disponibilidade de água potável.
  13. 13. Ciclo de Infecção Existem seis componentes no processo das doenças infecciosas. Primeiro, é necessário um patógeno; 2. Uma fonte do patógeno, é o reservatório; 3. Uma ponte de saída ( por onde o patógeno escapa do reservatório);
  14. 14.  4. Um modo de transmissão (uma maneira do patógeno se deslocar para outra pessoa), por exemplo aperto de mãos – caso da gripe. 5. Uma porta de entrada (um meio pelo qual o patógeno penetra no indivíduo sadio); 6. Um hospedeiro susceptível.
  15. 15. Reservatórios de infecçãoÉ qualquer lugar onde o patógeno pode se multiplicar ou meramente sobreviver até que seja transferido para um hospedeiro. Reservatórios vivos: Os seres humanos, animais domésticos, animais de fazenda, etc.
  16. 16. Portadores humanos Portadores passivos transportam o patógeno sem jamais terem desenvolvido a doença. Portador incubador é a pessoa capaz de transmitir o patógeno durante o período de incubação de determinada doença infecciosa. Portadores covalescentes abrigam e podem transmitir determinado patógeno enquanto se recuperam de doença infecciosa. Portadores ativos se recuperaram completamente da doença, mas continuam abrigando o patógeno indefinitivamente.
  17. 17. Artrópodos São os insetos como mosquitos, moscas, varejeiras, piolhos e pulgas, aracnídeos como ácaros e carrapatos. Quando envolvidos na transmissão de doenças infecciosas, estes artropódos são referidos como vetores.
  18. 18. Reservatórios não-vivos Ar Solo Poeira Alimento Água Leite fômites
  19. 19. Formas de transmissão As cinco principais formas pelas quais ocorre a transmissão dos patógenos são: o contato (direto ou indireto) Ar veicular vetores.
  20. 20. As doenças transmissíveis – doenças infecciosas que uma pessoa passa para outra – são normalmente transferidas das seguintes formas: Contato direto pela pele Contato direto entre as mucosas através de beijos ou relação sexual Indiretamente através do ar por gotículas de secreções respiratórias, geralmente produzidas como resultado de espirro ou tosse Indiretamente através da contaminação de alimento e água por material fecal Indiretamente por vetores artrópodos Indiretamente por fômites que se tornam contaminados por secreções respiratórias, sangue, urina, fezes, vômitos, ou exsudatos de pacientes hospitalizados. Indiretamente por transfusão de sangue e/ou seus derivados contaminados de uma pessoa doente ou por injeção parenteral (injeção direta na corrente sanguínea), usando-se seringas e agulhas não esterelizadas.
  21. 21. Agências de saúde pública Asagências de saúde pública de todos os níveis tentam, constantemente, evitar epidemias e identificar e eliminar qualquer uma que possa vir a ocorrer. Uma forma pela qual os profissionais de saúde participam deste amplo programa é através da notificação de casos de doenças transmissíveis às agências apropriadas.
  22. 22. Organização Mundial deSaúde (OMS) Sua missão é promover cooperação técnica para a saúde entre as nações, realizar programas de controle e erradicação de doenças, melhorando a qualidade de vida humana.
  23. 23. Centros de Controle ePrevenção de Doenças(CDC) Assisteo estado e os departamentos locais de saúde na aplicação de todos os aspectos epidemiológicos.
  24. 24. Definições de termosepidemiológicos relacionadosas doenças infecciosas Controle – campanhas ou programas que visam reduzir a incidência e/ou a prevalência de tal doença. Eliminação – a redução da transmissão de casos a um nível predeterminado muito baixo. Erradicação – o fato de não ocorrer mais nenhum outro caso da doença, em qualquer lugar e onde as medidas de controle contínuo são desnecessários.
  25. 25. Bioterrorismo e agente deataque biológico Microorganismos patogênicos chegam as vezes nas mãos de pessoas mentalmente desorientadas, que querem usá-los para provocar danos aos outros. Em tempos de guerra , essa utilização de microrganismos é chamada de armas biológicas e os microrganismos são referidos como agentes de ataque biológico. Existe a possibilidade de que membros de grupos terroristas ou radicais usem patógenos para provocar medo, caos, doença e morte. Estes são referidos como como agentes de bioterrorismo.
  26. 26. Abastecimento de água edespejo de esgoto Dois tipos de poluição de água estão presentes em nossa sociedade: A química ocorre quando instalações industriais despejam produtos residuais em águas locais, sem pré-tratamento adequado, quando os pesticidas são usados indiscriminadamente e quando os produtos químicos são expelidos no ar e transportados para o solo através da chuva (chuva ácida). A biológica é constituída por produtos residuais de origem humana – material fecal e lixo – que possuem grande quantidade de patógenos
  27. 27. Fontes de contaminação daágua
  28. 28. Tratamento da água Filtração Sedimentação ou assentamento] Coagulação ou floculação Filtração com areia cloração
  29. 29. Tratamento de esgoto Tratamento primário: fragmentos grandes são filtrados (engradamento) Fragmentos flutuantes triturados Material sólido se assenta no fundo no tanque primário Tratamento secundário:o liquido flutuante primario é filtrada Decantação Desinfecção Retorno aos rios ou aceano
  30. 30. A prevenção e controle de epidemias são um objetivo comunitário que nunca termina. Para serem efetivos, devem incluir medidas para: Aumentar a resistência do hospedeiro através do desenvolvimento e administração de vacinas que induzam imunidade ativa e a manutenção desta em pessoas susceptíveis. Assegurar que pessoas que tenham sido expostas a um patógeno estejam protegidas contra a doença. Segregar, isolar e tratar que aqueles que tenham contraído uma infecção contagiosa, para evitar a disseminação dos patógenos a outras pessoas. Identificar e controlar potenciais reservatórios e vetores de doenças infecciosas.
  31. 31. Obrigado !!!!!

×