SlideShare uma empresa Scribd logo
 Saneamento básico é o conjunto de medidas adotadas em uma
região, em uma cidade, para melhorar a vida e a saúde dos
habitantes impedindo que fatores físicos de efeitos nocivos possam
prejudicar as pessoas no seu bem-estar físico mental e social.
 O abastecimento de água potável, o esgoto sanitário, a limpeza
urbana, o manejo de resíduos sólidos e drenagem das águas pluviais
são o conjunto de serviços de infraestruturas e instalações
operacionais que vão melhorar a vida da comunidade. É
importante a preocupação dos governantes garantirem o bem estar
e a saúde da população desde que também sejam tomadas medidas
para educar a comunidade para a conservação ambiental
 Água potável é a água que pode ser consumida por
pessoas e animais que não possui substancias
tóxicas sem riscos de adquirir doenças por
contaminação.
 Ela pode ser oferecida à população urbana ou rural
com ou sem tratamento prévio dependendo da
origem do manancial. O tratamento de água visa
reduzir a concentração de poluentes até o ponto
em que não apresentem riscos para a saúde
pública.
 Apresentarão características diferentes e são
genericamente designadas de esgoto, ou águas
servidas.
 Esgoto é o termo usado para as águas que, após a
utilização humana, apresentam as suas
características naturais alteradas.
É uma empresa brasileira concessionária de serviços de
saneamento básico, localizada em São Paulo.
A Sabesp atua em serviços de água e esgotos em Avaré .
 Resíduos sólidos constituem aquilo que
genericamente se chama lixo: materiais sólidos
considerados sem utilidade ou perigosos, gerados
pela atividade humana, e que devem ser
descartados ou eliminados.
 O conceito de "lixo" pode ser considerado como uma
invenção humana.
 As substâncias produzidas pelos seres vivos e que
são inúteis ou prejudiciais para o organismo, tais
como as fezes e urina dos animais
 Aterros sanitários são considerados como uma
solução prática, relativamente barata de disposição
final de resíduos urbanos e industriais - inclusive de
resíduos que poderiam ser reciclados.
 A construção do aterro sanitário requer a instalação
prévia de mantas impermeabilizantes, que
impedem a infiltração do chorume no solo e no
lençol freático.
Um dos problemas é a
falta de coleta de lixo.
Com isso as pessoas não
tem onde descartar o
lixo e começam a jogar
em ruas, praças e
terrenos baldios.
Outro problema é o de
asfalto em alguns
bairros.
Geralmente quando o
bairro é asfaltado, a rua
está muito danificada ou
muitas ainda não tem
asfalto.
A moradia de muitas
pessoas também não
está adequada aos
conceitos básicos para
uma boa condição de
vida.
Um dos problemas mais graves em bairros pobres é justamente a falta
do saneamento básico e é este um dos fatores mais importantes da
saúde porque de acordo com o meio onde vivem podem contrair e
transmitir muitas doenças, inclusive por exemplo, doenças
respiratórias, vermes e tantas outras. Portanto o acesso à água
potável e algumas condições de higiene, muitas doenças podem ser
evitadas diminuindo assim o custo com tratamentos.
.
 Algumas pessoas estão submetidas a viver em condições precárias , onde a
pobreza e a miséria andam lado a lado.
 Pessoas sem condições financeiras, sem estudo e condenadas a viverem em
situações sub-humanas.
 Isolação populacional muitas vezes é a solução para famílias
desempregadas e sem uma boa base educacional.
Conclusão: O grupo encontrou diversas moradias e
grande precariedade, isolação e pobreza em Avaré.
Chegamos na conclusão de que os bairros mais pobres
não tem saneamento básico, já os bairros ricos tem
grande infraestrutura e moradias para uma boa
condição de vida.
Muitas vezes as pessoas vivem em locais isolados, não
porque querem, mas porque precisam.
Pessoas sem estudo, e sem condição de arrumar um
emprego para melhor condição de vida.
 Bruno Henrique....................................n°4
 Bruno Oliveira.......................................n°5
 Davi do Lago.........................................n°9
 Herik Albuquerque..............................n°16
 Victor Eduardo.....................................n°37

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Meio ambiente – as 17 leis ambientais do
Meio ambiente – as 17 leis ambientais doMeio ambiente – as 17 leis ambientais do
Meio ambiente – as 17 leis ambientais do
UERGS
 
Saneamento Básico e Saúde Pública
Saneamento Básico e Saúde PúblicaSaneamento Básico e Saúde Pública
Saneamento Básico e Saúde Pública
Isabela Espíndola
 
Política Nacional de Resíduos Sólidos
Política Nacional de Resíduos SólidosPolítica Nacional de Resíduos Sólidos
Aula 8º ano - Sexualidade
Aula 8º ano - SexualidadeAula 8º ano - Sexualidade
Aula 8º ano - Sexualidade
Leonardo Kaplan
 
Aula 3 saneamento ambiental
Aula 3   saneamento ambientalAula 3   saneamento ambiental
Aula 3 saneamento ambiental
Marines Bomfim
 
Dia Mundial da Água - 22 de Março
Dia Mundial da Água - 22 de MarçoDia Mundial da Água - 22 de Março
Dia Mundial da Água - 22 de Março
Glauber Eduardo Aragon Pereira
 
Aula - Lixo (6° ano)
Aula - Lixo (6° ano)Aula - Lixo (6° ano)
Aula - Lixo (6° ano)
Janaina Alves
 
Educação Ambiental e Mudanças de Hábitos
Educação Ambiental e Mudanças de HábitosEducação Ambiental e Mudanças de Hábitos
Educação Ambiental e Mudanças de Hábitos
carlosbidu
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável
Mariana Cordeiro
 
Reprodução Humana
Reprodução HumanaReprodução Humana
Reprodução Humana
Sérgio Luiz
 
Aula sobre lixo 6 ano
Aula sobre lixo 6 anoAula sobre lixo 6 ano
Aula sobre lixo 6 ano
Mathias Emke
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
lucasvinicius98
 
Ciclos Biogeoquímicos
Ciclos BiogeoquímicosCiclos Biogeoquímicos
Ciclos Biogeoquímicos
profatatiana
 
Estação de tratamento de água
Estação de tratamento de águaEstação de tratamento de água
Estação de tratamento de água
Carlos Priante
 
Biologia- Virus
Biologia- VirusBiologia- Virus
Biologia- Virus
Slides de Tudo
 
Efeito estufa
Efeito estufaEfeito estufa
Efeito estufa
Luiz Henrique Ferreira
 
Doenças de veiculação Hídrica
Doenças de veiculação HídricaDoenças de veiculação Hídrica
Doenças de veiculação Hídrica
Shirley Alencar
 
Saúde e meio ambiente
Saúde e meio ambienteSaúde e meio ambiente
Saúde e meio ambiente
MovSaúde Divinópolis
 
Impactos ambientais
Impactos ambientaisImpactos ambientais
Impactos ambientais
Uilson Pereira da Silva
 
Protozoários
ProtozoáriosProtozoários

Mais procurados (20)

Meio ambiente – as 17 leis ambientais do
Meio ambiente – as 17 leis ambientais doMeio ambiente – as 17 leis ambientais do
Meio ambiente – as 17 leis ambientais do
 
Saneamento Básico e Saúde Pública
Saneamento Básico e Saúde PúblicaSaneamento Básico e Saúde Pública
Saneamento Básico e Saúde Pública
 
Política Nacional de Resíduos Sólidos
Política Nacional de Resíduos SólidosPolítica Nacional de Resíduos Sólidos
Política Nacional de Resíduos Sólidos
 
Aula 8º ano - Sexualidade
Aula 8º ano - SexualidadeAula 8º ano - Sexualidade
Aula 8º ano - Sexualidade
 
Aula 3 saneamento ambiental
Aula 3   saneamento ambientalAula 3   saneamento ambiental
Aula 3 saneamento ambiental
 
Dia Mundial da Água - 22 de Março
Dia Mundial da Água - 22 de MarçoDia Mundial da Água - 22 de Março
Dia Mundial da Água - 22 de Março
 
Aula - Lixo (6° ano)
Aula - Lixo (6° ano)Aula - Lixo (6° ano)
Aula - Lixo (6° ano)
 
Educação Ambiental e Mudanças de Hábitos
Educação Ambiental e Mudanças de HábitosEducação Ambiental e Mudanças de Hábitos
Educação Ambiental e Mudanças de Hábitos
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável
 
Reprodução Humana
Reprodução HumanaReprodução Humana
Reprodução Humana
 
Aula sobre lixo 6 ano
Aula sobre lixo 6 anoAula sobre lixo 6 ano
Aula sobre lixo 6 ano
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
 
Ciclos Biogeoquímicos
Ciclos BiogeoquímicosCiclos Biogeoquímicos
Ciclos Biogeoquímicos
 
Estação de tratamento de água
Estação de tratamento de águaEstação de tratamento de água
Estação de tratamento de água
 
Biologia- Virus
Biologia- VirusBiologia- Virus
Biologia- Virus
 
Efeito estufa
Efeito estufaEfeito estufa
Efeito estufa
 
Doenças de veiculação Hídrica
Doenças de veiculação HídricaDoenças de veiculação Hídrica
Doenças de veiculação Hídrica
 
Saúde e meio ambiente
Saúde e meio ambienteSaúde e meio ambiente
Saúde e meio ambiente
 
Impactos ambientais
Impactos ambientaisImpactos ambientais
Impactos ambientais
 
Protozoários
ProtozoáriosProtozoários
Protozoários
 

Destaque

Saneamento básico prof. Maria Teresa
Saneamento básico prof. Maria TeresaSaneamento básico prof. Maria Teresa
Saneamento básico prof. Maria Teresa
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Manual do Saneamento Básico
Manual do Saneamento BásicoManual do Saneamento Básico
Manual do Saneamento Básico
Instituto Trata Brasil
 
Estudo Trata Brasil: Relatório da primeira fase do Projeto Trata Brasil na Co...
Estudo Trata Brasil: Relatório da primeira fase do Projeto Trata Brasil na Co...Estudo Trata Brasil: Relatório da primeira fase do Projeto Trata Brasil na Co...
Estudo Trata Brasil: Relatório da primeira fase do Projeto Trata Brasil na Co...
Instituto Trata Brasil
 
Pp ps e saneamento básico brasil
Pp ps e saneamento básico brasilPp ps e saneamento básico brasil
Regulação dos serviços públicos de saneamento básico e o papel da Agersa
Regulação dos serviços públicos de saneamento básico e o papel da AgersaRegulação dos serviços públicos de saneamento básico e o papel da Agersa
Regulação dos serviços públicos de saneamento básico e o papel da Agersa
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Saudeambientalenf (1)
Saudeambientalenf (1)Saudeambientalenf (1)
Saudeambientalenf (1)
karensuelen
 
Saneamento basico
Saneamento basicoSaneamento basico
Saneamento basico
davidfachim1
 
Saneamento basico
Saneamento basicoSaneamento basico
Saneamento basico
Pricilacelos
 
Saneamento basico
Saneamento basicoSaneamento basico
Saneamento basico
Nubia Lopes
 
Saneamento básico
Saneamento básicoSaneamento básico
Saneamento básico
PhoenixSportFitness
 
Apresentação - Saneamento básico: Capacidades e percepções sobre o exercício ...
Apresentação - Saneamento básico: Capacidades e percepções sobre o exercício ...Apresentação - Saneamento básico: Capacidades e percepções sobre o exercício ...
Apresentação - Saneamento básico: Capacidades e percepções sobre o exercício ...
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Manejo de Pragas e Doenças no Tomateiro Orgânico em Ambiente Protegido
Manejo de Pragas e Doenças no Tomateiro Orgânico em Ambiente ProtegidoManejo de Pragas e Doenças no Tomateiro Orgânico em Ambiente Protegido
Manejo de Pragas e Doenças no Tomateiro Orgânico em Ambiente Protegido
JhonatanW
 
Seminário Saneamento | Apresentação Ministério das Cidades
Seminário Saneamento | Apresentação Ministério das CidadesSeminário Saneamento | Apresentação Ministério das Cidades
Seminário Saneamento | Apresentação Ministério das Cidades
Confederação Nacional da Indústria
 
Estudo Trata Brasil: A percepção do brasileiro quanto ao saneamento básico e...
Estudo Trata Brasil:  A percepção do brasileiro quanto ao saneamento básico e...Estudo Trata Brasil:  A percepção do brasileiro quanto ao saneamento básico e...
Estudo Trata Brasil: A percepção do brasileiro quanto ao saneamento básico e...
Instituto Trata Brasil
 
D. civil 1000 perguntas e respostas
D. civil 1000 perguntas e respostasD. civil 1000 perguntas e respostas
D. civil 1000 perguntas e respostas
Henrique Araújo
 
Situacao-problema
Situacao-problemaSituacao-problema
Situacao-problema
Charline Barbosa
 
Johnny Ferreira - Seminário Saneamento e Tratamento da Água nos Processos de ...
Johnny Ferreira - Seminário Saneamento e Tratamento da Água nos Processos de ...Johnny Ferreira - Seminário Saneamento e Tratamento da Água nos Processos de ...
Johnny Ferreira - Seminário Saneamento e Tratamento da Água nos Processos de ...
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Saúde ambiental
Saúde ambientalSaúde ambiental
Saúde ambiental
SMEdeItabaianinha
 
Saúde ambiental, salubridade e saneamento do ambiente
Saúde ambiental, salubridade e saneamento do ambienteSaúde ambiental, salubridade e saneamento do ambiente
Saúde ambiental, salubridade e saneamento do ambiente
Maria Ludes Maria
 
Seminário saúde ambiental epidemiologia i
Seminário saúde ambiental epidemiologia iSeminário saúde ambiental epidemiologia i
Seminário saúde ambiental epidemiologia i
Cláudia Hellena Ribeiro
 

Destaque (20)

Saneamento básico prof. Maria Teresa
Saneamento básico prof. Maria TeresaSaneamento básico prof. Maria Teresa
Saneamento básico prof. Maria Teresa
 
Manual do Saneamento Básico
Manual do Saneamento BásicoManual do Saneamento Básico
Manual do Saneamento Básico
 
Estudo Trata Brasil: Relatório da primeira fase do Projeto Trata Brasil na Co...
Estudo Trata Brasil: Relatório da primeira fase do Projeto Trata Brasil na Co...Estudo Trata Brasil: Relatório da primeira fase do Projeto Trata Brasil na Co...
Estudo Trata Brasil: Relatório da primeira fase do Projeto Trata Brasil na Co...
 
Pp ps e saneamento básico brasil
Pp ps e saneamento básico brasilPp ps e saneamento básico brasil
Pp ps e saneamento básico brasil
 
Regulação dos serviços públicos de saneamento básico e o papel da Agersa
Regulação dos serviços públicos de saneamento básico e o papel da AgersaRegulação dos serviços públicos de saneamento básico e o papel da Agersa
Regulação dos serviços públicos de saneamento básico e o papel da Agersa
 
Saudeambientalenf (1)
Saudeambientalenf (1)Saudeambientalenf (1)
Saudeambientalenf (1)
 
Saneamento basico
Saneamento basicoSaneamento basico
Saneamento basico
 
Saneamento basico
Saneamento basicoSaneamento basico
Saneamento basico
 
Saneamento basico
Saneamento basicoSaneamento basico
Saneamento basico
 
Saneamento básico
Saneamento básicoSaneamento básico
Saneamento básico
 
Apresentação - Saneamento básico: Capacidades e percepções sobre o exercício ...
Apresentação - Saneamento básico: Capacidades e percepções sobre o exercício ...Apresentação - Saneamento básico: Capacidades e percepções sobre o exercício ...
Apresentação - Saneamento básico: Capacidades e percepções sobre o exercício ...
 
Manejo de Pragas e Doenças no Tomateiro Orgânico em Ambiente Protegido
Manejo de Pragas e Doenças no Tomateiro Orgânico em Ambiente ProtegidoManejo de Pragas e Doenças no Tomateiro Orgânico em Ambiente Protegido
Manejo de Pragas e Doenças no Tomateiro Orgânico em Ambiente Protegido
 
Seminário Saneamento | Apresentação Ministério das Cidades
Seminário Saneamento | Apresentação Ministério das CidadesSeminário Saneamento | Apresentação Ministério das Cidades
Seminário Saneamento | Apresentação Ministério das Cidades
 
Estudo Trata Brasil: A percepção do brasileiro quanto ao saneamento básico e...
Estudo Trata Brasil:  A percepção do brasileiro quanto ao saneamento básico e...Estudo Trata Brasil:  A percepção do brasileiro quanto ao saneamento básico e...
Estudo Trata Brasil: A percepção do brasileiro quanto ao saneamento básico e...
 
D. civil 1000 perguntas e respostas
D. civil 1000 perguntas e respostasD. civil 1000 perguntas e respostas
D. civil 1000 perguntas e respostas
 
Situacao-problema
Situacao-problemaSituacao-problema
Situacao-problema
 
Johnny Ferreira - Seminário Saneamento e Tratamento da Água nos Processos de ...
Johnny Ferreira - Seminário Saneamento e Tratamento da Água nos Processos de ...Johnny Ferreira - Seminário Saneamento e Tratamento da Água nos Processos de ...
Johnny Ferreira - Seminário Saneamento e Tratamento da Água nos Processos de ...
 
Saúde ambiental
Saúde ambientalSaúde ambiental
Saúde ambiental
 
Saúde ambiental, salubridade e saneamento do ambiente
Saúde ambiental, salubridade e saneamento do ambienteSaúde ambiental, salubridade e saneamento do ambiente
Saúde ambiental, salubridade e saneamento do ambiente
 
Seminário saúde ambiental epidemiologia i
Seminário saúde ambiental epidemiologia iSeminário saúde ambiental epidemiologia i
Seminário saúde ambiental epidemiologia i
 

Semelhante a Saneamento Básico

O que é saneamento básico.
 O que é saneamento básico. O que é saneamento básico.
O que é saneamento básico.
Mary Alvarenga
 
4.Saneamento.ppt
4.Saneamento.ppt4.Saneamento.ppt
4.Saneamento.ppt
KenniaSamaraMerencio1
 
Palestra Saneamento
Palestra SaneamentoPalestra Saneamento
Palestra Saneamento
JoseSimas
 
Aula - Saneamento Básico.pptx
Aula  - Saneamento Básico.pptxAula  - Saneamento Básico.pptx
Aula - Saneamento Básico.pptx
SILVIACARLAHAITHERGO
 
Trabalho de saude ambiental. abilio
Trabalho de saude ambiental. abilioTrabalho de saude ambiental. abilio
Trabalho de saude ambiental. abilio
Artemosfera Cia de Artes
 
Estudos fundamentais sobre saneamento básico, saúde pública.pptx
Estudos fundamentais sobre saneamento básico, saúde pública.pptxEstudos fundamentais sobre saneamento básico, saúde pública.pptx
Estudos fundamentais sobre saneamento básico, saúde pública.pptx
RaquelOlimpio1
 
Aula 02.pptx
Aula 02.pptxAula 02.pptx
Aula 02.pptx
AnaCarolinaLima86
 
Poluição da Água
Poluição da ÁguaPoluição da Água
Poluição da Água
Petedanis
 
Tratamento da água
Tratamento da águaTratamento da água
Tratamento da água
Joemille Leal
 
Ciência Equatorial - ISSN 2179-9563 - V1N1 2011
Ciência Equatorial - ISSN 2179-9563 - V1N1 2011Ciência Equatorial - ISSN 2179-9563 - V1N1 2011
Ciência Equatorial - ISSN 2179-9563 - V1N1 2011
Flávio Henrique Ferreira Barbosa
 
saneamentobsico-121110125149-phpapp01.pptx
saneamentobsico-121110125149-phpapp01.pptxsaneamentobsico-121110125149-phpapp01.pptx
saneamentobsico-121110125149-phpapp01.pptx
ricardosantossilva4
 
Unidade 7 temas 3 e 4 - sexto ano
Unidade 7  temas 3 e 4 - sexto anoUnidade 7  temas 3 e 4 - sexto ano
Unidade 7 temas 3 e 4 - sexto ano
Christie Freitas
 
Esgoto
Esgoto Esgoto
A poluição e o ambiente
A poluição e o ambiente A poluição e o ambiente
A poluição e o ambiente
gerambiente
 
Pap012919 tecnologias vivas aplicadas ao saneamento rural - xx sbrh
Pap012919   tecnologias vivas aplicadas ao saneamento rural - xx sbrhPap012919   tecnologias vivas aplicadas ao saneamento rural - xx sbrh
Pap012919 tecnologias vivas aplicadas ao saneamento rural - xx sbrh
Evandro Sanguinetto
 
Ciencias tratamento de esgoto
Ciencias   tratamento de esgotoCiencias   tratamento de esgoto
Ciencias tratamento de esgoto
Gustavo Soares
 
Saneamento 2
Saneamento 2Saneamento 2
Saneamento 2
Djair Felix
 
Problemas ambientais que envolvem água
Problemas ambientais que envolvem águaProblemas ambientais que envolvem água
Problemas ambientais que envolvem água
Dayane Almeida
 
Trabalho do enzo 123 (1) sustentabilidade
Trabalho do enzo 123 (1) sustentabilidadeTrabalho do enzo 123 (1) sustentabilidade
Trabalho do enzo 123 (1) sustentabilidade
norivalfp
 
áGua e saneamento básico 5 ano
áGua e saneamento básico 5 anoáGua e saneamento básico 5 ano
áGua e saneamento básico 5 ano
Luizinha Marçal
 

Semelhante a Saneamento Básico (20)

O que é saneamento básico.
 O que é saneamento básico. O que é saneamento básico.
O que é saneamento básico.
 
4.Saneamento.ppt
4.Saneamento.ppt4.Saneamento.ppt
4.Saneamento.ppt
 
Palestra Saneamento
Palestra SaneamentoPalestra Saneamento
Palestra Saneamento
 
Aula - Saneamento Básico.pptx
Aula  - Saneamento Básico.pptxAula  - Saneamento Básico.pptx
Aula - Saneamento Básico.pptx
 
Trabalho de saude ambiental. abilio
Trabalho de saude ambiental. abilioTrabalho de saude ambiental. abilio
Trabalho de saude ambiental. abilio
 
Estudos fundamentais sobre saneamento básico, saúde pública.pptx
Estudos fundamentais sobre saneamento básico, saúde pública.pptxEstudos fundamentais sobre saneamento básico, saúde pública.pptx
Estudos fundamentais sobre saneamento básico, saúde pública.pptx
 
Aula 02.pptx
Aula 02.pptxAula 02.pptx
Aula 02.pptx
 
Poluição da Água
Poluição da ÁguaPoluição da Água
Poluição da Água
 
Tratamento da água
Tratamento da águaTratamento da água
Tratamento da água
 
Ciência Equatorial - ISSN 2179-9563 - V1N1 2011
Ciência Equatorial - ISSN 2179-9563 - V1N1 2011Ciência Equatorial - ISSN 2179-9563 - V1N1 2011
Ciência Equatorial - ISSN 2179-9563 - V1N1 2011
 
saneamentobsico-121110125149-phpapp01.pptx
saneamentobsico-121110125149-phpapp01.pptxsaneamentobsico-121110125149-phpapp01.pptx
saneamentobsico-121110125149-phpapp01.pptx
 
Unidade 7 temas 3 e 4 - sexto ano
Unidade 7  temas 3 e 4 - sexto anoUnidade 7  temas 3 e 4 - sexto ano
Unidade 7 temas 3 e 4 - sexto ano
 
Esgoto
Esgoto Esgoto
Esgoto
 
A poluição e o ambiente
A poluição e o ambiente A poluição e o ambiente
A poluição e o ambiente
 
Pap012919 tecnologias vivas aplicadas ao saneamento rural - xx sbrh
Pap012919   tecnologias vivas aplicadas ao saneamento rural - xx sbrhPap012919   tecnologias vivas aplicadas ao saneamento rural - xx sbrh
Pap012919 tecnologias vivas aplicadas ao saneamento rural - xx sbrh
 
Ciencias tratamento de esgoto
Ciencias   tratamento de esgotoCiencias   tratamento de esgoto
Ciencias tratamento de esgoto
 
Saneamento 2
Saneamento 2Saneamento 2
Saneamento 2
 
Problemas ambientais que envolvem água
Problemas ambientais que envolvem águaProblemas ambientais que envolvem água
Problemas ambientais que envolvem água
 
Trabalho do enzo 123 (1) sustentabilidade
Trabalho do enzo 123 (1) sustentabilidadeTrabalho do enzo 123 (1) sustentabilidade
Trabalho do enzo 123 (1) sustentabilidade
 
áGua e saneamento básico 5 ano
áGua e saneamento básico 5 anoáGua e saneamento básico 5 ano
áGua e saneamento básico 5 ano
 

Mais de andre barbosa

Trabalho de sociologia.
Trabalho de sociologia.Trabalho de sociologia.
Trabalho de sociologia.
andre barbosa
 
Trabalho de sociologia
Trabalho de sociologiaTrabalho de sociologia
Trabalho de sociologia
andre barbosa
 
México
MéxicoMéxico
México
andre barbosa
 
Pré programação CONEDU_pensar
Pré programação CONEDU_pensarPré programação CONEDU_pensar
Pré programação CONEDU_pensar
andre barbosa
 
Adolescência, drogas, gravidez.pptx
Adolescência, drogas, gravidez.pptxAdolescência, drogas, gravidez.pptx
Adolescência, drogas, gravidez.pptx
andre barbosa
 
Adolescência ou Aborrescência
Adolescência ou AborrescênciaAdolescência ou Aborrescência
Adolescência ou Aborrescência
andre barbosa
 
Gravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaGravidez na Adolescência
Gravidez na Adolescência
andre barbosa
 
Drogas na Adolescência
Drogas na AdolescênciaDrogas na Adolescência
Drogas na Adolescência
andre barbosa
 
Participações do povo nas decisões politicas palestra
Participações do povo nas decisões politicas palestraParticipações do povo nas decisões politicas palestra
Participações do povo nas decisões politicas palestra
andre barbosa
 
A tal da esquerda palestra 2
A tal da esquerda palestra 2A tal da esquerda palestra 2
A tal da esquerda palestra 2
andre barbosa
 
Seminário PEC
Seminário PEC Seminário PEC
Seminário PEC
andre barbosa
 
Impeachment
ImpeachmentImpeachment
Impeachment
andre barbosa
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
andre barbosa
 
Jornal informativo - Proinfo 2014 - Turma de Sexta.
Jornal informativo - Proinfo 2014 - Turma de Sexta.Jornal informativo - Proinfo 2014 - Turma de Sexta.
Jornal informativo - Proinfo 2014 - Turma de Sexta.
andre barbosa
 
Merenda escolar
Merenda escolarMerenda escolar
Merenda escolar
andre barbosa
 
Jornal diga não as drogas (daiane)
Jornal diga não as drogas (daiane)Jornal diga não as drogas (daiane)
Jornal diga não as drogas (daiane)
andre barbosa
 
India
IndiaIndia
Indígenas
IndígenasIndígenas
Indígenas
andre barbosa
 
Afeganistão
AfeganistãoAfeganistão
Afeganistão
andre barbosa
 
Escócia
EscóciaEscócia
Escócia
andre barbosa
 

Mais de andre barbosa (20)

Trabalho de sociologia.
Trabalho de sociologia.Trabalho de sociologia.
Trabalho de sociologia.
 
Trabalho de sociologia
Trabalho de sociologiaTrabalho de sociologia
Trabalho de sociologia
 
México
MéxicoMéxico
México
 
Pré programação CONEDU_pensar
Pré programação CONEDU_pensarPré programação CONEDU_pensar
Pré programação CONEDU_pensar
 
Adolescência, drogas, gravidez.pptx
Adolescência, drogas, gravidez.pptxAdolescência, drogas, gravidez.pptx
Adolescência, drogas, gravidez.pptx
 
Adolescência ou Aborrescência
Adolescência ou AborrescênciaAdolescência ou Aborrescência
Adolescência ou Aborrescência
 
Gravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaGravidez na Adolescência
Gravidez na Adolescência
 
Drogas na Adolescência
Drogas na AdolescênciaDrogas na Adolescência
Drogas na Adolescência
 
Participações do povo nas decisões politicas palestra
Participações do povo nas decisões politicas palestraParticipações do povo nas decisões politicas palestra
Participações do povo nas decisões politicas palestra
 
A tal da esquerda palestra 2
A tal da esquerda palestra 2A tal da esquerda palestra 2
A tal da esquerda palestra 2
 
Seminário PEC
Seminário PEC Seminário PEC
Seminário PEC
 
Impeachment
ImpeachmentImpeachment
Impeachment
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
Jornal informativo - Proinfo 2014 - Turma de Sexta.
Jornal informativo - Proinfo 2014 - Turma de Sexta.Jornal informativo - Proinfo 2014 - Turma de Sexta.
Jornal informativo - Proinfo 2014 - Turma de Sexta.
 
Merenda escolar
Merenda escolarMerenda escolar
Merenda escolar
 
Jornal diga não as drogas (daiane)
Jornal diga não as drogas (daiane)Jornal diga não as drogas (daiane)
Jornal diga não as drogas (daiane)
 
India
IndiaIndia
India
 
Indígenas
IndígenasIndígenas
Indígenas
 
Afeganistão
AfeganistãoAfeganistão
Afeganistão
 
Escócia
EscóciaEscócia
Escócia
 

Último

- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 

Último (20)

- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 

Saneamento Básico

  • 1.
  • 2.  Saneamento básico é o conjunto de medidas adotadas em uma região, em uma cidade, para melhorar a vida e a saúde dos habitantes impedindo que fatores físicos de efeitos nocivos possam prejudicar as pessoas no seu bem-estar físico mental e social.  O abastecimento de água potável, o esgoto sanitário, a limpeza urbana, o manejo de resíduos sólidos e drenagem das águas pluviais são o conjunto de serviços de infraestruturas e instalações operacionais que vão melhorar a vida da comunidade. É importante a preocupação dos governantes garantirem o bem estar e a saúde da população desde que também sejam tomadas medidas para educar a comunidade para a conservação ambiental
  • 3.  Água potável é a água que pode ser consumida por pessoas e animais que não possui substancias tóxicas sem riscos de adquirir doenças por contaminação.  Ela pode ser oferecida à população urbana ou rural com ou sem tratamento prévio dependendo da origem do manancial. O tratamento de água visa reduzir a concentração de poluentes até o ponto em que não apresentem riscos para a saúde pública.
  • 4.  Apresentarão características diferentes e são genericamente designadas de esgoto, ou águas servidas.  Esgoto é o termo usado para as águas que, após a utilização humana, apresentam as suas características naturais alteradas.
  • 5. É uma empresa brasileira concessionária de serviços de saneamento básico, localizada em São Paulo. A Sabesp atua em serviços de água e esgotos em Avaré .
  • 6.
  • 7.  Resíduos sólidos constituem aquilo que genericamente se chama lixo: materiais sólidos considerados sem utilidade ou perigosos, gerados pela atividade humana, e que devem ser descartados ou eliminados.  O conceito de "lixo" pode ser considerado como uma invenção humana.  As substâncias produzidas pelos seres vivos e que são inúteis ou prejudiciais para o organismo, tais como as fezes e urina dos animais
  • 8.  Aterros sanitários são considerados como uma solução prática, relativamente barata de disposição final de resíduos urbanos e industriais - inclusive de resíduos que poderiam ser reciclados.  A construção do aterro sanitário requer a instalação prévia de mantas impermeabilizantes, que impedem a infiltração do chorume no solo e no lençol freático.
  • 9.
  • 10.
  • 11. Um dos problemas é a falta de coleta de lixo. Com isso as pessoas não tem onde descartar o lixo e começam a jogar em ruas, praças e terrenos baldios. Outro problema é o de asfalto em alguns bairros. Geralmente quando o bairro é asfaltado, a rua está muito danificada ou muitas ainda não tem asfalto. A moradia de muitas pessoas também não está adequada aos conceitos básicos para uma boa condição de vida.
  • 12. Um dos problemas mais graves em bairros pobres é justamente a falta do saneamento básico e é este um dos fatores mais importantes da saúde porque de acordo com o meio onde vivem podem contrair e transmitir muitas doenças, inclusive por exemplo, doenças respiratórias, vermes e tantas outras. Portanto o acesso à água potável e algumas condições de higiene, muitas doenças podem ser evitadas diminuindo assim o custo com tratamentos. .
  • 13.
  • 14.
  • 15.  Algumas pessoas estão submetidas a viver em condições precárias , onde a pobreza e a miséria andam lado a lado.  Pessoas sem condições financeiras, sem estudo e condenadas a viverem em situações sub-humanas.  Isolação populacional muitas vezes é a solução para famílias desempregadas e sem uma boa base educacional.
  • 16.
  • 17.
  • 18. Conclusão: O grupo encontrou diversas moradias e grande precariedade, isolação e pobreza em Avaré. Chegamos na conclusão de que os bairros mais pobres não tem saneamento básico, já os bairros ricos tem grande infraestrutura e moradias para uma boa condição de vida. Muitas vezes as pessoas vivem em locais isolados, não porque querem, mas porque precisam. Pessoas sem estudo, e sem condição de arrumar um emprego para melhor condição de vida.
  • 19.  Bruno Henrique....................................n°4  Bruno Oliveira.......................................n°5  Davi do Lago.........................................n°9  Herik Albuquerque..............................n°16  Victor Eduardo.....................................n°37