SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 41
Baixar para ler offline
CPC e IGC 2017
Resultados dos Indicadores
Brasília | DF | Dezembro | de 2018
▪ Processo Avaliativo da Educação Superior realizado pelo Inep no
âmbito do Sinaes
▪ Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) - Edição 2017
▪ Caracterização da Educação Superior a partir de insumos do CPC 2017
▪ Conceito Preliminar de Cursos (CPC)
Resultados – Edição 2017
▪ Caracterização da Educação Superior a partir de insumos do IGC 2017
▪ Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC)
Resultado - Edição 2017
SUMÁRIO
Processo Avaliativo da
Educação Superior
realizado pelo Inep no
âmbito do Sinaes
Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior
Conforme previsto na lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004:
Art. 1º Fica instituído o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES, com o
objetivo de assegurar processo nacional de avaliação das instituições de educação superior, dos
cursos de graduação e do desempenho acadêmico de seus estudantes, nos termos do art 9º, VI,
VIII e IX, da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996.
(...)
I – avaliação institucional, interna e externa, contemplando a análise global e integrada das
dimensões, estruturas, relações, compromisso social, atividades, finalidades e responsabilidades
sociais das instituições de educação superior e de seus cursos;
SINAES
 Estão previstos processos avaliativos vinculados a:
✓ Autoavaliação
▪ Processo de autoconhecimento conduzido pela Comissão Própria de Avaliação (CPA), tendo por
finalidades fomentar a cultura de avaliação institucional e subsidiar os processos de avaliação
externa.
✓ Avaliações in loco
▪ Realizada com uma abordagem mais qualitativa de avaliação sobre as condições de oferta dos
cursos de graduação e da estrutura das IES.
✓ Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade)
▪ Realizado para aferir conhecimentos, competências e habilidades desenvolvidas pelo estudante
ao longo do curso.
✓ Indicadores de Qualidade da Educação Superior
▪ Produzidos com uma abordagem mais quantitativa, subsidiando os processos de avaliação in
loco.
Avaliação interna e externaSINAES
Exame Nacional de Desempenho
dos Estudantes (Enade)
Edição 2017
Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes
O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) caracteriza-se como a política de avaliação
da Educação Superior brasileira, em consonância com o princípio constitucional da “garantia da qualidade
do ensino”.
O Enade é um dos processos avaliativos previsto para a operacionalização do Sinaes, realizado pelo Inep,
sob a orientação da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e com o apoio técnico
de Comissões Assessoras de Área.
Realizado para aferir o desempenho dos estudantes em relação a conhecimentos, competências e
habilidades desenvolvidas ao longo do curso.
Os Indicadores de Qualidade da Educação Superior mantêm uma relação direta com o Ciclo Avaliativo do
Enade.
ENADEENADE
Áreas de Avaliação do Enade 2017
Áreas de Avaliação com Cursos de Bacharelado e/ou Licenciaturas enquadrados em:
Arquitetura e Urbanismo (B)
Artes Visuais (L)
Ciência da Computação (B e L)
Ciências Biológicas (B e L)
Ciências Sociais (B e L)
Educação Física (L)
Engenharia (B)
Engenharia Ambiental (B)
Engenharia Civil (B)
Engenharia de Alimentos (B)
Engenharia de Computação (B)
Engenharia de Controle e Automação (B)
Engenharia de Produção (B)
Engenharia Elétrica (B)
Engenharia Florestal (B)
Engenharia Mecânica (B)
Engenharia Química (B)
Filosofia (B e L)
Física (B e L)
Geografia (B e L)
História (B e L)
Letras – Inglês (L)
Letras - Português (B e L)
Letras - Português e Espanhol (L)
Letras - Português e Inglês (L)
Matemática (B e L)
Música (L)
Pedagogia (L)
Química (B e L)
Sistema de Informação (B)
ENADE
Áreas de Avaliação com Cursos Superiores de Tecnologia enquadrados em:
Análise e Desenvolvimento de Sistemas (T)
Gestão da Produção Industrial (T)
Gestão da Tecnologia da Informação (T)
Redes de Computadores (T)
Áreas de Avaliação do Enade 2017ENADE
Indicadores de Qualidade da Educação Superior
Indicadores de Qualidade da Educação Superior produzidos pelo Inep:
▪ Conceito Enade;
▪ Indicador de Diferença entre os Desempenhos Esperado e Observado (IDD);
▪ Conceito Preliminar de Curso (CPC);
▪ Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC).
Os Indicadores de Qualidade mantêm relação direta com o Ciclo Avaliativo do Enade.
INDICADORES
Divulgado
dia
09/10/2018
Todos os indicadores são expressos em faixas, descritas em uma escala discreta crescente de
valores de 1 (um) a 5 (cinco).
▪ Os valores brutos atribuídos aos componentes utilizados no cálculo são padronizados e
reescalonados para serem expressos em valores contínuos de 0 (zero) a 5 (cinco).
▪ Os valores discrepantes (outliers) são desconsiderados como valores mínimo e máximo no
processo de reescalonamento.
Antes do cálculo final, todas as IES têm acesso aos insumos de cálculo e podem se manifestar no
Sistema e-MEC.
Exemplo de uma Distribuição Normal
Indicadores de Qualidade da Educação SuperiorINDICADORES
Composição e etapas de divulgação dos Indicadores
Desempenho
dos estudantes
como
concluintes de
cursos de
graduação
(Enade)
Conceito Enade
Conceito
Preliminar de
Curso (CPC)
Desempenho dos estudantes
como Ingressantes do curso de
graduação avaliado
(Enem)
Índice Geral de
Cursos
Avaliados da
Instituição
(IGC)
IDD
Corpo Docente
(Censup)
Questionário do Estudante
(Enade)
Pós-Graduação
(Capes)
Segunda etapa de divulgação:
Dia 18/12/2018
Primeira etapa de divulgação:
Dia 09/10/2018
INDICADORES
Estatísticas do CPC e IGC – Edição 2017
Quantidade
Cursos com conceito CPC 2017 10.210
IES com conceito IGC 2017 2.066
Cursos com CPC no triênio (2015, 2016 e 2017)
utilizados para o cálculo do IGC 2017
22.271
Programas stricto sensu Capes 2017 4.245
CPC e IGC
Caracterização da Educação Superior
a partir de insumos do CPC 2017
Conceito Preliminar de Curso
▪ É composto de oito componentes, agrupados em quatro dimensões que se destinam a avaliar a
qualidade dos cursos de graduação:
✓ Desempenho dos estudantes no Enade;
✓ Valor agregado pelo curso ao desenvolvimento dos estudantes concluintes;
✓ Perfil do Corpo docente (Regime de Trabalho e Titulação);
✓ Percepção Discente sobre as Condições do Processo Formativo.
▪ Identificado pelo código de curso do Sistema e-MEC.
▪ Para que um curso tenha o CPC calculado, é preciso que ele possua no mínimo 2 (dois) estudantes
concluintes participantes no Enade.
CPC
Censo Superior
Nota do Enade
IDD
Questionário do Estudante do Enade
Perfil do Corpo Docente
Panorama Comparativo
Cursos
Fonte: * Sinopse Estatística do Censo Superior de 2017 e ** Enade 2017
Doutores (60,9%)
Doutores (41,3%)
Integral (70,8%)
Integral (52,9%)
Mestres (29,9%)
Mestres (39,0%)
Parcial (19,4%)
Parcial (27,3%)
Outros
(9,2%)
Outros (19,7%)
Horista
(9,8%)
Horista (19,8%)
Panorama Enade
Panorama Brasil
Panorama Enade
Panorama Brasil
TitulaçãoRegimedeTrabalho
Panorama Brasil* Panorama Enade**
Nº de Docentes 380.673 333.281
Perfil do Corpo Docente por Organização Acadêmica
Panorama Brasil
Cursos
Organização Acadêmica IF e CEFET Centro Universitário Faculdade Universidade
Nº de Docentes 22.195 45.460 106.554 206.464
Fonte: Sinopse Estatística do Censo Superior de 2017
Doutorado (35,2%)
Doutorado (19,4%)
Doutorado (23,9%)
Doutorado (57,2%)
Integral (95,5%)
Integral (19,7%)
Integral (26,2%)
Integral (71,3%)
Mestrado (48,3%)
Mestrado (48,8%)
Mestrado (52,2%)
Mestrado (30,0%)
Parcial
(3,6%)
Parcial (46,0%)
Parcial (37,8%)
Parcial (17,8%)
Outros
(16,5%)
Outros (31,8%)
Outros (23,9%)
Outros
(12,8%)
Horista
(0,9%)
Horista (34,3%)
Horista (36,0%)
Horista
(10,8%)
IF e CEFET
Faculdades
Centro Universitário
Universidades
IF e CEFET
Faculdades
Centro Universitário
Universidades
TitulaçãoRegimedetrabalho
Perfil do Corpo Docente por Modalidade de Ensino
Panorama Enade 2017
Cursos
Modalidade Nº de docentes
EaD 11.322
Presencial 321.959
Doutores (61,0%)
Doutores (58,6%)
Integral (70,8%)
Integral (70,1%)
Mestres (29,7%)
Mestres (35,2%)
Parcial (19,2%)
Parcial (23,3%)
Outros
(9,3%)
Outros
(6,2%)
Horista
(9,9%)
Horista
(6,6%)
Presencial
EaD
Presencial
EaD
TitulaçãoRegimedeTrabalho
Perfil do Corpo Docente por Organização Acadêmica
Panorama Enade 2017
Cursos
31,0%
36,2%
46,9%
69,4%
48,1%
48,8%
42,9%
23,9%
20,9%
15,1%
10,2%
6,7%
Faculdade
IF e CEFET
Centro Universitário
Universidade
Doutores Mestres Outros
Nº de Docentes
244.128
32.576
15.254
41.323
Titulação
Perfil do Corpo Docente por Organização Acadêmica
Panorama Enade 2017
Cursos
24,3%
95,7%
36,7%
81,7%
48,2%
3,6%
40,1%
12,7%
27,5%
0,7%
23,2%
5,6%
Faculdade
IF e CEFET
Centro
Universitário
Universidade
Integral Parcial Horista
Nº de Docentes
244.128
32.576
15.254
41.323
RegimedeTrabalho
Perfil do Corpo Docente por Categoria Administrativa
Panorama Enade 2017
Cursos
20,4%
43,6%
45,1%
33,6%
65,0%
75,6%
39,5%
43,1%
44,2%
47,6%
24,6%
18,5%
40,1%
13,4%
10,7%
18,8%
10,5%
5,9%
Especial (Art. 242 CF/88)
Privada com fins lucrativos
Privada sem fins lucrativos
Pública Municipal
Pública Estadual
Pública Federal
Doutores Mestres Outros
Nº de Docentes
149.745
3.534
78.643
1.313
43.262
56.784
Titulação
Perfil do Corpo Docente por Categoria Administrativa
Panorama Enade 2017
Cursos
Nº de Docentes
149.745
3.534
78.643
1.313
43.262
56.784
29,9%
40,0%
39,9%
34,6%
85,0%
95,8%
38,3%
41,5%
36,3%
26,1%
11,9%
3,9%
31,8%
18,5%
23,8%
39,3%
3,1%
0,2%
Especial (Art. 242 CF/88)
Privada com fins
lucrativos
Privada sem fins
lucrativos
Pública Municipal
Pública Estadual
Pública Federal
Integral Parcial Horista
RegimedeTrabalho
Percepção Discente sobre as Condições do Processo Formativo
por Modalidade de Ensino
Cursos
Organização Didático-
pedagógica
Infraestrutura e
Instalações Físicas
Oportunidade de
Ampliação da Formação
Acadêmica e Profissional
5,13 4,98
4,15
5,15
4,92
4,67
Média da Nota Bruta (variação de 1 a 6)
Educação a Distância
Educação Presencial
Modalidade
de Ensino
Nº de
Respondentes
Educação a Distância 95.950
Educação Presencial 371.677
Organização Didático-
pedagógica
Infraestrutura e Instalações
Físicas
Oportunidade de Ampliação
da Formação Acadêmica e
Profissional
5,02
4,74
4,53
5,34
5,28
4,88
5,06
4,82
4,66
4,89
4,80
4,73
5,36
5,18
4,77
Média da Nota Bruta (variação de 1 a 6)
Universidade
Centro Universitário
IF
CEFET
Faculdade
Percepção Discente sobre as Condições do Processo Formativo
por Organização Acadêmica
Cursos
Organização
Acadêmica
Nº de
Respondentes
Universidade 275.610
Centro Universitário 96.185
IF 13.037
CEFET 1.410
Faculdade 81.385
Percepção Discente sobre as Condições do Processo Formativo
por Categoria Administrativa
Cursos
Categoria Administrativa
Nº de
Respondentes
Pública Federal 109.051
Pública Estadual 52.755
Pública Municipal 5.247
Privada s/ fins lucrativos 131.645
Privada c/ fins lucrativos 167.095
Especial (Art. 242 CF/88) 1.834
Organização Didático-
pedagógica
Infraestrutura e Instalações
Físicas
Oportunidade de Ampliação
da Formação Acadêmica e
Profissional
4,88
4,58
4,47
5,00
4,40
4,44
5,14
4,96
4,63
5,36
5,30
4,92
5,24
5,12
4,61
5,48
5,18
5,02
Média da Nota Bruta (variação de 1 a 6)
Pública Federal
Pública Estadual
Pública Municipal
Privada sem fins lucrativos
Privada com fins lucrativos
Especial (Art. 242 CF/88)
Conceito Preliminar de Cursos (CPC)
Resultados – Edição 2017
Curso por Faixa do CPC 2017CPC
1 2 3 4 5
0,4%
9,1%
52,0%
36,3%
2,3%
Faixas
Faixas 1 2 3 4 5
Nº de Cursos 37 932 5.306 3.704 231
Cursos por Faixa do CPC 2017
Modalidade de Ensino
CPC
1 2 3 4 5
0,2%
6,9%
62,3%
30,2%
0,4%0,4%
9,2%
51,4%
36,6%
2,4%
Faixas
EaD PresencialModalidade Educação a Distância Educação Presencial
Nº de Cursos 493 9.717
Cursos por Faixa do CPC 2017
Grau acadêmico
CPC
1 2 3 4 5
0,3%
9,7%
50,7%
36,9%
2,3%
0,4%
8,2%
52,7%
36,3%
2,3%
0,3%
11,4%
54,9%
31,5%
1,9%
Faixas
Bacharelado
Licenciatura
Tecnológico
Grau Acadêmico Nº de cursos
Bacharelado 4.604
Licenciatura 4.905
Tecnológico 701
Cursos por Faixa do CPC 2017
Grau acadêmico e Modalidade de Ensino
CPC
Grau Acad./Modalidade EaD Presencial
Bacharelado 27 4.577
Licenciatura 420 4.485
Tecnológico 46 655
Faixas
0,3%
0,4%
0,2%
0,3%
11,9%
4,3%
8,4%
6,9%
9,7%
11,1%
54,2%
65,2%
51,9%
61,4%
50,6%
70,4%
31,6%
30,4%
36,8%
31,0%
37,1%
18,5%
2,0%
2,5%
0,5%
2,3%
Presencial
EaD
Presencial
EaD
Presencial
EaD
TecnológicoLicenciaturaBacharelado
1 2 3 4 5
Cursos por Faixa do CPC 2017
Organização Acadêmica
CPC
Organização Acadêmica Nº de Cursos
Universidade 5.782
Centro Universitário 1.442
IF e Cefet 570
Faculdade 2.416
1 2 3 4 5
0,2%
5,7%
47,5%
43,9%
2,7%
0,1%
8,6%
53,5%
36,1%
1,7%
0,2%
4,7%
62,6%
30,5%
1,9%
1,0%
18,8%
59,2%
19,5%
1,6%
Faixa
Universidade
Centro Universitário
IF e CEFET
Faculdade
1 2 3 4 5
0,1%
2,9%
42,5%
51,3%
3,3%
0,5%
10,1%
55,3%
32,6%
1,5%
0,0%
26,6%
58,4%
14,3%
0,6%
0,4%
9,9%
55,3%
32,1%
2,3%
0,4%
12,9%
55,7%
29,3%
1,7%
5,7%
21,4%
62,9%
10,0%
0,0%
Faixas
Pública Federal
Pública Estadual
Pública Municipal
Privada sem fins lucrativos
Privada com fins lucrativos
Especial (Art. 242 CF/88)
CURSOS POR FAIXA DO CPC 2017
Categoria Administrativa
CPC
Categoria Administrativa Nº de Cursos
Pública Federal 2.821
Pública Estadual 1.376
Pública Municipal 154
Privada sem fins lucrativos 2.991
Privada com fins lucrativos 2.798
Especial (Art. 242 CF/88) 70
Caracterização da Educação Superior
a partir de insumos do IGC 2017
Índice Geral de Cursos
▪ Indicador de qualidade que avalia as Instituições de Educação Superior. Seu cálculo é realizado
anualmente e leva em conta os seguintes aspectos:
✓ média dos CPC do último triênio, relativos aos cursos avaliados da instituição;
✓ média dos conceitos de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu atribuídos
pela Capes na última avaliação trienal disponível;
✓ distribuição dos estudantes entre os diferentes níveis de ensino, graduação ou pós-graduação
stricto sensu.
▪ Para que uma IES tenha o IGC calculado é preciso que ela possua ao menos um curso com
estudantes concluintes inscritos no Enade no triênio de referência. É preciso ainda que tenha
sido possível calcular o CPC deste(s) curso(s).
IGC
Categorização das Instituições de Educação Superior
Graduação e Pós-graduação scricto sensu, por Organização Acadêmica
IES
Nº de IES
195
208
40
1.640
2.083
3,3%
77,5%
25,0%
96,4%
96,7%
22,5%
75,0%
3,6%
Faculdade
IF e CEFET
Centro Universitário
Universidade
Graduação e Pós-graduação Somente Graduação
IES
Categorização das Instituições de Educação Superior
Graduação e Pós-graduação scricto sensu, por Categoria Administrativa
Nº de IES
105
98
866
954
14
46
2.083
14,3%
5,4%
15,4%
11,1%
39,2%
90,5%
85,7%
94,6%
84,6%
88,9%
60,8%
9,5%
Especial (Art. 242
CF/88)
Privada com fins
lucrativos
Privada sem fins
lucrativos
Pública Municipal
Pública Estadual
Pública Federal
Graduação e Pós-graduação Somente Graduação
Índice Geral de Cursos Avaliados
da Instituição (IGC)
Resultado - Edição 2017
IES por faixa do IGC 2017IGC
Faixas 1 2 3 4 5
Nº de IES 10 268 1.363 391 34
1 2 3 4 5
0,5%
13,0%
66,0%
18,9%
1,6%
Faixas
IES por faixa do IGC 2017
Organização Acadêmica
IGC
Organização Acadêmica Nº de IES
Universidade 195
Centro Universitário 208
IF e Cefet 40
Faculdade 1.623
1 2 3 4 5
0%
0%
49,7%
43,1%
7,2%
0%
1,9%
67,3%
30,8%
0%
0%
0%
62,5%
37,5%
0%
0,6%
16,3%
67,8%
14,0%
1,2%
Faixas
Universidade
Centro Universitário
IF e CEFET
Faculdade
IES por Faixa do IGC 2017
Categoria Administrativa
IGC
Categoria Administrativa Nº de IES
Pública Federal 105
Pública Estadual 97
Pública Municipal 45
Privada sem fins lucrativos 862
Privada com fins lucrativos 943
Especial (Art. 242 CF/88) 14
1 2 3 4 5
0%
0%
36,2%
50,5%
13,3%
0%
2,1%
72,2%
23,7%
2,1%
0%
35,6%
60,0%
4,4%
0%
0,5%
13,1%
65,5%
19,3%
1,6%
0,6%
14,1%
69,2%
15,6%
0,4%
0%
28,6%
71,4%
0%
0%
Faixas
Pública Federal
Pública Estadual
Pública Municipal
Privada sem fins lucrativos
Privada com fins lucrativos
Especial (Art. 242 CF/88)
Acesse nossas redes sociais Conheça nossas publicações
Obrigado!
INSTAGRAM
FACEBOOK
TWITTER
YOUTUBE
PORTAL INEP
portal.inep.gov.br
FALE CONOSCO
Autoatendimento do Portal do Inep

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a RESULTADOS DOS INDICADORES - CPC E IGC 2017

Slides Enade PUCRS 2010
Slides Enade PUCRS 2010Slides Enade PUCRS 2010
Slides Enade PUCRS 2010Eu Sou Famecos
 
Avaliação da Educação Superior – SINAES e Indicadores de Qualidade
Avaliação da Educação Superior – SINAES e Indicadores de QualidadeAvaliação da Educação Superior – SINAES e Indicadores de Qualidade
Avaliação da Educação Superior – SINAES e Indicadores de QualidadeLuciano Sathler
 
X encontro de professores ciências contábeis desempenho dos estudantes
X encontro de professores ciências contábeis   desempenho dos estudantesX encontro de professores ciências contábeis   desempenho dos estudantes
X encontro de professores ciências contábeis desempenho dos estudantesUniversidade Federal de Viçosa
 
Apresentação Luiz Roberto Liza Curi - UNESP
Apresentação Luiz Roberto Liza Curi - UNESPApresentação Luiz Roberto Liza Curi - UNESP
Apresentação Luiz Roberto Liza Curi - UNESPRodrigo Junqueira
 
Relatório do Enade da UFRJ
Relatório do Enade da UFRJRelatório do Enade da UFRJ
Relatório do Enade da UFRJSigabook Book
 
Indicadores De Qualidade Mestrado
Indicadores De Qualidade MestradoIndicadores De Qualidade Mestrado
Indicadores De Qualidade MestradoJocivania
 
A formação do Administrador e o mercado de trabalho - Adm. Carlos Augusto Mat...
A formação do Administrador e o mercado de trabalho - Adm. Carlos Augusto Mat...A formação do Administrador e o mercado de trabalho - Adm. Carlos Augusto Mat...
A formação do Administrador e o mercado de trabalho - Adm. Carlos Augusto Mat...CRA - MG
 
Indicadores de Qualidade no Ensino Superior
Indicadores de Qualidade no Ensino SuperiorIndicadores de Qualidade no Ensino Superior
Indicadores de Qualidade no Ensino SuperiorEstefycelo
 
apresentacao_result.pdfjjjejejejrdjjdufu
apresentacao_result.pdfjjjejejejrdjjdufuapresentacao_result.pdfjjjejejejrdjjdufu
apresentacao_result.pdfjjjejejejrdjjdufudio7ff
 
C:\Fakepath\1o Dia De Aula 2010 1
C:\Fakepath\1o Dia De Aula   2010 1C:\Fakepath\1o Dia De Aula   2010 1
C:\Fakepath\1o Dia De Aula 2010 1Thiago Francisco
 
Sistemas de avaliação e sistemas de informação
Sistemas de avaliação e sistemas de informaçãoSistemas de avaliação e sistemas de informação
Sistemas de avaliação e sistemas de informaçãoRoberto C. S. Pacheco
 
Aulas avaliacao capes (1)
Aulas avaliacao capes (1)Aulas avaliacao capes (1)
Aulas avaliacao capes (1)João Alberto
 
Apresentação-ENADE- pedagogia sétimo.pdf
Apresentação-ENADE- pedagogia sétimo.pdfApresentação-ENADE- pedagogia sétimo.pdf
Apresentação-ENADE- pedagogia sétimo.pdfivaniabernardino2023
 
Mauro Kreus - Ciclo Palestras CFA - Enade
Mauro Kreus -  Ciclo Palestras CFA - EnadeMauro Kreus -  Ciclo Palestras CFA - Enade
Mauro Kreus - Ciclo Palestras CFA - EnadeCra-es Conselho
 
Enade 2018 apresentação estudantes
Enade 2018 apresentação estudantesEnade 2018 apresentação estudantes
Enade 2018 apresentação estudantesMarcus Barbosa
 
Os impactos e os desafios da avaliação sobre os cursos de Administração: o qu...
Os impactos e os desafios da avaliação sobre os cursos de Administração: o qu...Os impactos e os desafios da avaliação sobre os cursos de Administração: o qu...
Os impactos e os desafios da avaliação sobre os cursos de Administração: o qu...CRA - MG
 
Formação do profissional em administração e o mercado de trabalho
Formação do profissional em administração e o mercado de trabalhoFormação do profissional em administração e o mercado de trabalho
Formação do profissional em administração e o mercado de trabalhoCRA-BA
 
Enade Sinaes - prof. dr. rui otavio bernardes de andrade
Enade Sinaes - prof. dr. rui otavio bernardes de andradeEnade Sinaes - prof. dr. rui otavio bernardes de andrade
Enade Sinaes - prof. dr. rui otavio bernardes de andradeCra-es Conselho
 

Semelhante a RESULTADOS DOS INDICADORES - CPC E IGC 2017 (20)

Slides Enade PUCRS 2010
Slides Enade PUCRS 2010Slides Enade PUCRS 2010
Slides Enade PUCRS 2010
 
Avaliação da Educação Superior – SINAES e Indicadores de Qualidade
Avaliação da Educação Superior – SINAES e Indicadores de QualidadeAvaliação da Educação Superior – SINAES e Indicadores de Qualidade
Avaliação da Educação Superior – SINAES e Indicadores de Qualidade
 
Avaliação da Educação Superior – SINAES e Indicadores de Qualidade
Avaliação da Educação Superior – SINAES e Indicadores de QualidadeAvaliação da Educação Superior – SINAES e Indicadores de Qualidade
Avaliação da Educação Superior – SINAES e Indicadores de Qualidade
 
X encontro de professores ciências contábeis desempenho dos estudantes
X encontro de professores ciências contábeis   desempenho dos estudantesX encontro de professores ciências contábeis   desempenho dos estudantes
X encontro de professores ciências contábeis desempenho dos estudantes
 
Apresentação Luiz Roberto Liza Curi - UNESP
Apresentação Luiz Roberto Liza Curi - UNESPApresentação Luiz Roberto Liza Curi - UNESP
Apresentação Luiz Roberto Liza Curi - UNESP
 
Relatório do Enade da UFRJ
Relatório do Enade da UFRJRelatório do Enade da UFRJ
Relatório do Enade da UFRJ
 
ENADE.pdf
ENADE.pdfENADE.pdf
ENADE.pdf
 
Indicadores De Qualidade Mestrado
Indicadores De Qualidade MestradoIndicadores De Qualidade Mestrado
Indicadores De Qualidade Mestrado
 
A formação do Administrador e o mercado de trabalho - Adm. Carlos Augusto Mat...
A formação do Administrador e o mercado de trabalho - Adm. Carlos Augusto Mat...A formação do Administrador e o mercado de trabalho - Adm. Carlos Augusto Mat...
A formação do Administrador e o mercado de trabalho - Adm. Carlos Augusto Mat...
 
Indicadores de Qualidade no Ensino Superior
Indicadores de Qualidade no Ensino SuperiorIndicadores de Qualidade no Ensino Superior
Indicadores de Qualidade no Ensino Superior
 
apresentacao_result.pdfjjjejejejrdjjdufu
apresentacao_result.pdfjjjejejejrdjjdufuapresentacao_result.pdfjjjejejejrdjjdufu
apresentacao_result.pdfjjjejejejrdjjdufu
 
C:\Fakepath\1o Dia De Aula 2010 1
C:\Fakepath\1o Dia De Aula   2010 1C:\Fakepath\1o Dia De Aula   2010 1
C:\Fakepath\1o Dia De Aula 2010 1
 
Sistemas de avaliação e sistemas de informação
Sistemas de avaliação e sistemas de informaçãoSistemas de avaliação e sistemas de informação
Sistemas de avaliação e sistemas de informação
 
Aulas avaliacao capes (1)
Aulas avaliacao capes (1)Aulas avaliacao capes (1)
Aulas avaliacao capes (1)
 
Apresentação-ENADE- pedagogia sétimo.pdf
Apresentação-ENADE- pedagogia sétimo.pdfApresentação-ENADE- pedagogia sétimo.pdf
Apresentação-ENADE- pedagogia sétimo.pdf
 
Mauro Kreus - Ciclo Palestras CFA - Enade
Mauro Kreus -  Ciclo Palestras CFA - EnadeMauro Kreus -  Ciclo Palestras CFA - Enade
Mauro Kreus - Ciclo Palestras CFA - Enade
 
Enade 2018 apresentação estudantes
Enade 2018 apresentação estudantesEnade 2018 apresentação estudantes
Enade 2018 apresentação estudantes
 
Os impactos e os desafios da avaliação sobre os cursos de Administração: o qu...
Os impactos e os desafios da avaliação sobre os cursos de Administração: o qu...Os impactos e os desafios da avaliação sobre os cursos de Administração: o qu...
Os impactos e os desafios da avaliação sobre os cursos de Administração: o qu...
 
Formação do profissional em administração e o mercado de trabalho
Formação do profissional em administração e o mercado de trabalhoFormação do profissional em administração e o mercado de trabalho
Formação do profissional em administração e o mercado de trabalho
 
Enade Sinaes - prof. dr. rui otavio bernardes de andrade
Enade Sinaes - prof. dr. rui otavio bernardes de andradeEnade Sinaes - prof. dr. rui otavio bernardes de andrade
Enade Sinaes - prof. dr. rui otavio bernardes de andrade
 

Mais de SOL MARKETING EDUCACIONAL

COMO ADVOGAR NA ERA DIGITAL? 30 FERRAMENTAS INCRÍVEIS
COMO ADVOGAR NA ERA DIGITAL? 30 FERRAMENTAS INCRÍVEISCOMO ADVOGAR NA ERA DIGITAL? 30 FERRAMENTAS INCRÍVEIS
COMO ADVOGAR NA ERA DIGITAL? 30 FERRAMENTAS INCRÍVEISSOL MARKETING EDUCACIONAL
 
Caderno Política Nacional de Alfabetização
Caderno Política Nacional de Alfabetização Caderno Política Nacional de Alfabetização
Caderno Política Nacional de Alfabetização SOL MARKETING EDUCACIONAL
 

Mais de SOL MARKETING EDUCACIONAL (20)

Advogado 4.0
Advogado 4.0Advogado 4.0
Advogado 4.0
 
DIREITO DIGITAL INFOGRÁFICO
DIREITO DIGITAL INFOGRÁFICO DIREITO DIGITAL INFOGRÁFICO
DIREITO DIGITAL INFOGRÁFICO
 
COMO ADVOGAR NA ERA DIGITAL? 30 FERRAMENTAS INCRÍVEIS
COMO ADVOGAR NA ERA DIGITAL? 30 FERRAMENTAS INCRÍVEISCOMO ADVOGAR NA ERA DIGITAL? 30 FERRAMENTAS INCRÍVEIS
COMO ADVOGAR NA ERA DIGITAL? 30 FERRAMENTAS INCRÍVEIS
 
PROGRAMA EXCLUSIVO EMPRESAS PARCEIRAS
PROGRAMA EXCLUSIVO EMPRESAS PARCEIRAS PROGRAMA EXCLUSIVO EMPRESAS PARCEIRAS
PROGRAMA EXCLUSIVO EMPRESAS PARCEIRAS
 
EDITAL PROUNI - 2020.1
EDITAL PROUNI - 2020.1EDITAL PROUNI - 2020.1
EDITAL PROUNI - 2020.1
 
TREINAMENTO INGRESSO
TREINAMENTO INGRESSO TREINAMENTO INGRESSO
TREINAMENTO INGRESSO
 
ENEM 2020 DIGITAL
ENEM 2020 DIGITAL ENEM 2020 DIGITAL
ENEM 2020 DIGITAL
 
ENEM 2020 - EDITAL
ENEM 2020 - EDITAL ENEM 2020 - EDITAL
ENEM 2020 - EDITAL
 
Programa bolsa de estudos aprendiz
Programa bolsa de estudos aprendizPrograma bolsa de estudos aprendiz
Programa bolsa de estudos aprendiz
 
Portaria MEC 40%
Portaria MEC  40%Portaria MEC  40%
Portaria MEC 40%
 
PROJETO MATURIDADE
PROJETO MATURIDADE PROJETO MATURIDADE
PROJETO MATURIDADE
 
Operacao ENEM 2019
Operacao ENEM 2019Operacao ENEM 2019
Operacao ENEM 2019
 
Press Kit Enem 2019
Press Kit Enem 2019Press Kit Enem 2019
Press Kit Enem 2019
 
Caderno Política Nacional de Alfabetização
Caderno Política Nacional de Alfabetização Caderno Política Nacional de Alfabetização
Caderno Política Nacional de Alfabetização
 
Press kit Enem 2019
Press kit Enem 2019Press kit Enem 2019
Press kit Enem 2019
 
EDITAL ENADE 2019
EDITAL ENADE 2019EDITAL ENADE 2019
EDITAL ENADE 2019
 
EXPOCIEE SP 2018
EXPOCIEE SP 2018EXPOCIEE SP 2018
EXPOCIEE SP 2018
 
RESULTADOS ENEM 2018
RESULTADOS ENEM 2018RESULTADOS ENEM 2018
RESULTADOS ENEM 2018
 
P-FIES - PRIMEIRO EDITAL DE 2019
P-FIES -  PRIMEIRO EDITAL DE 2019P-FIES -  PRIMEIRO EDITAL DE 2019
P-FIES - PRIMEIRO EDITAL DE 2019
 
EDITAL ENADE 2018
EDITAL ENADE 2018EDITAL ENADE 2018
EDITAL ENADE 2018
 

Último

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanomarla71199
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfprofesfrancleite
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)Centro Jacques Delors
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Centro Jacques Delors
 

Último (20)

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João EudesNovena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
 

RESULTADOS DOS INDICADORES - CPC E IGC 2017

  • 1. CPC e IGC 2017 Resultados dos Indicadores Brasília | DF | Dezembro | de 2018
  • 2. ▪ Processo Avaliativo da Educação Superior realizado pelo Inep no âmbito do Sinaes ▪ Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) - Edição 2017 ▪ Caracterização da Educação Superior a partir de insumos do CPC 2017 ▪ Conceito Preliminar de Cursos (CPC) Resultados – Edição 2017 ▪ Caracterização da Educação Superior a partir de insumos do IGC 2017 ▪ Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC) Resultado - Edição 2017 SUMÁRIO
  • 3. Processo Avaliativo da Educação Superior realizado pelo Inep no âmbito do Sinaes
  • 4. Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior Conforme previsto na lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004: Art. 1º Fica instituído o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES, com o objetivo de assegurar processo nacional de avaliação das instituições de educação superior, dos cursos de graduação e do desempenho acadêmico de seus estudantes, nos termos do art 9º, VI, VIII e IX, da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996. (...) I – avaliação institucional, interna e externa, contemplando a análise global e integrada das dimensões, estruturas, relações, compromisso social, atividades, finalidades e responsabilidades sociais das instituições de educação superior e de seus cursos; SINAES
  • 5.  Estão previstos processos avaliativos vinculados a: ✓ Autoavaliação ▪ Processo de autoconhecimento conduzido pela Comissão Própria de Avaliação (CPA), tendo por finalidades fomentar a cultura de avaliação institucional e subsidiar os processos de avaliação externa. ✓ Avaliações in loco ▪ Realizada com uma abordagem mais qualitativa de avaliação sobre as condições de oferta dos cursos de graduação e da estrutura das IES. ✓ Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) ▪ Realizado para aferir conhecimentos, competências e habilidades desenvolvidas pelo estudante ao longo do curso. ✓ Indicadores de Qualidade da Educação Superior ▪ Produzidos com uma abordagem mais quantitativa, subsidiando os processos de avaliação in loco. Avaliação interna e externaSINAES
  • 6. Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) Edição 2017
  • 7. Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) caracteriza-se como a política de avaliação da Educação Superior brasileira, em consonância com o princípio constitucional da “garantia da qualidade do ensino”. O Enade é um dos processos avaliativos previsto para a operacionalização do Sinaes, realizado pelo Inep, sob a orientação da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e com o apoio técnico de Comissões Assessoras de Área. Realizado para aferir o desempenho dos estudantes em relação a conhecimentos, competências e habilidades desenvolvidas ao longo do curso. Os Indicadores de Qualidade da Educação Superior mantêm uma relação direta com o Ciclo Avaliativo do Enade. ENADEENADE
  • 8. Áreas de Avaliação do Enade 2017 Áreas de Avaliação com Cursos de Bacharelado e/ou Licenciaturas enquadrados em: Arquitetura e Urbanismo (B) Artes Visuais (L) Ciência da Computação (B e L) Ciências Biológicas (B e L) Ciências Sociais (B e L) Educação Física (L) Engenharia (B) Engenharia Ambiental (B) Engenharia Civil (B) Engenharia de Alimentos (B) Engenharia de Computação (B) Engenharia de Controle e Automação (B) Engenharia de Produção (B) Engenharia Elétrica (B) Engenharia Florestal (B) Engenharia Mecânica (B) Engenharia Química (B) Filosofia (B e L) Física (B e L) Geografia (B e L) História (B e L) Letras – Inglês (L) Letras - Português (B e L) Letras - Português e Espanhol (L) Letras - Português e Inglês (L) Matemática (B e L) Música (L) Pedagogia (L) Química (B e L) Sistema de Informação (B) ENADE
  • 9. Áreas de Avaliação com Cursos Superiores de Tecnologia enquadrados em: Análise e Desenvolvimento de Sistemas (T) Gestão da Produção Industrial (T) Gestão da Tecnologia da Informação (T) Redes de Computadores (T) Áreas de Avaliação do Enade 2017ENADE
  • 10. Indicadores de Qualidade da Educação Superior Indicadores de Qualidade da Educação Superior produzidos pelo Inep: ▪ Conceito Enade; ▪ Indicador de Diferença entre os Desempenhos Esperado e Observado (IDD); ▪ Conceito Preliminar de Curso (CPC); ▪ Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC). Os Indicadores de Qualidade mantêm relação direta com o Ciclo Avaliativo do Enade. INDICADORES Divulgado dia 09/10/2018
  • 11. Todos os indicadores são expressos em faixas, descritas em uma escala discreta crescente de valores de 1 (um) a 5 (cinco). ▪ Os valores brutos atribuídos aos componentes utilizados no cálculo são padronizados e reescalonados para serem expressos em valores contínuos de 0 (zero) a 5 (cinco). ▪ Os valores discrepantes (outliers) são desconsiderados como valores mínimo e máximo no processo de reescalonamento. Antes do cálculo final, todas as IES têm acesso aos insumos de cálculo e podem se manifestar no Sistema e-MEC. Exemplo de uma Distribuição Normal Indicadores de Qualidade da Educação SuperiorINDICADORES
  • 12. Composição e etapas de divulgação dos Indicadores Desempenho dos estudantes como concluintes de cursos de graduação (Enade) Conceito Enade Conceito Preliminar de Curso (CPC) Desempenho dos estudantes como Ingressantes do curso de graduação avaliado (Enem) Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC) IDD Corpo Docente (Censup) Questionário do Estudante (Enade) Pós-Graduação (Capes) Segunda etapa de divulgação: Dia 18/12/2018 Primeira etapa de divulgação: Dia 09/10/2018 INDICADORES
  • 13. Estatísticas do CPC e IGC – Edição 2017 Quantidade Cursos com conceito CPC 2017 10.210 IES com conceito IGC 2017 2.066 Cursos com CPC no triênio (2015, 2016 e 2017) utilizados para o cálculo do IGC 2017 22.271 Programas stricto sensu Capes 2017 4.245 CPC e IGC
  • 14. Caracterização da Educação Superior a partir de insumos do CPC 2017
  • 15. Conceito Preliminar de Curso ▪ É composto de oito componentes, agrupados em quatro dimensões que se destinam a avaliar a qualidade dos cursos de graduação: ✓ Desempenho dos estudantes no Enade; ✓ Valor agregado pelo curso ao desenvolvimento dos estudantes concluintes; ✓ Perfil do Corpo docente (Regime de Trabalho e Titulação); ✓ Percepção Discente sobre as Condições do Processo Formativo. ▪ Identificado pelo código de curso do Sistema e-MEC. ▪ Para que um curso tenha o CPC calculado, é preciso que ele possua no mínimo 2 (dois) estudantes concluintes participantes no Enade. CPC Censo Superior Nota do Enade IDD Questionário do Estudante do Enade
  • 16. Perfil do Corpo Docente Panorama Comparativo Cursos Fonte: * Sinopse Estatística do Censo Superior de 2017 e ** Enade 2017 Doutores (60,9%) Doutores (41,3%) Integral (70,8%) Integral (52,9%) Mestres (29,9%) Mestres (39,0%) Parcial (19,4%) Parcial (27,3%) Outros (9,2%) Outros (19,7%) Horista (9,8%) Horista (19,8%) Panorama Enade Panorama Brasil Panorama Enade Panorama Brasil TitulaçãoRegimedeTrabalho Panorama Brasil* Panorama Enade** Nº de Docentes 380.673 333.281
  • 17. Perfil do Corpo Docente por Organização Acadêmica Panorama Brasil Cursos Organização Acadêmica IF e CEFET Centro Universitário Faculdade Universidade Nº de Docentes 22.195 45.460 106.554 206.464 Fonte: Sinopse Estatística do Censo Superior de 2017 Doutorado (35,2%) Doutorado (19,4%) Doutorado (23,9%) Doutorado (57,2%) Integral (95,5%) Integral (19,7%) Integral (26,2%) Integral (71,3%) Mestrado (48,3%) Mestrado (48,8%) Mestrado (52,2%) Mestrado (30,0%) Parcial (3,6%) Parcial (46,0%) Parcial (37,8%) Parcial (17,8%) Outros (16,5%) Outros (31,8%) Outros (23,9%) Outros (12,8%) Horista (0,9%) Horista (34,3%) Horista (36,0%) Horista (10,8%) IF e CEFET Faculdades Centro Universitário Universidades IF e CEFET Faculdades Centro Universitário Universidades TitulaçãoRegimedetrabalho
  • 18. Perfil do Corpo Docente por Modalidade de Ensino Panorama Enade 2017 Cursos Modalidade Nº de docentes EaD 11.322 Presencial 321.959 Doutores (61,0%) Doutores (58,6%) Integral (70,8%) Integral (70,1%) Mestres (29,7%) Mestres (35,2%) Parcial (19,2%) Parcial (23,3%) Outros (9,3%) Outros (6,2%) Horista (9,9%) Horista (6,6%) Presencial EaD Presencial EaD TitulaçãoRegimedeTrabalho
  • 19. Perfil do Corpo Docente por Organização Acadêmica Panorama Enade 2017 Cursos 31,0% 36,2% 46,9% 69,4% 48,1% 48,8% 42,9% 23,9% 20,9% 15,1% 10,2% 6,7% Faculdade IF e CEFET Centro Universitário Universidade Doutores Mestres Outros Nº de Docentes 244.128 32.576 15.254 41.323 Titulação
  • 20. Perfil do Corpo Docente por Organização Acadêmica Panorama Enade 2017 Cursos 24,3% 95,7% 36,7% 81,7% 48,2% 3,6% 40,1% 12,7% 27,5% 0,7% 23,2% 5,6% Faculdade IF e CEFET Centro Universitário Universidade Integral Parcial Horista Nº de Docentes 244.128 32.576 15.254 41.323 RegimedeTrabalho
  • 21. Perfil do Corpo Docente por Categoria Administrativa Panorama Enade 2017 Cursos 20,4% 43,6% 45,1% 33,6% 65,0% 75,6% 39,5% 43,1% 44,2% 47,6% 24,6% 18,5% 40,1% 13,4% 10,7% 18,8% 10,5% 5,9% Especial (Art. 242 CF/88) Privada com fins lucrativos Privada sem fins lucrativos Pública Municipal Pública Estadual Pública Federal Doutores Mestres Outros Nº de Docentes 149.745 3.534 78.643 1.313 43.262 56.784 Titulação
  • 22. Perfil do Corpo Docente por Categoria Administrativa Panorama Enade 2017 Cursos Nº de Docentes 149.745 3.534 78.643 1.313 43.262 56.784 29,9% 40,0% 39,9% 34,6% 85,0% 95,8% 38,3% 41,5% 36,3% 26,1% 11,9% 3,9% 31,8% 18,5% 23,8% 39,3% 3,1% 0,2% Especial (Art. 242 CF/88) Privada com fins lucrativos Privada sem fins lucrativos Pública Municipal Pública Estadual Pública Federal Integral Parcial Horista RegimedeTrabalho
  • 23. Percepção Discente sobre as Condições do Processo Formativo por Modalidade de Ensino Cursos Organização Didático- pedagógica Infraestrutura e Instalações Físicas Oportunidade de Ampliação da Formação Acadêmica e Profissional 5,13 4,98 4,15 5,15 4,92 4,67 Média da Nota Bruta (variação de 1 a 6) Educação a Distância Educação Presencial Modalidade de Ensino Nº de Respondentes Educação a Distância 95.950 Educação Presencial 371.677
  • 24. Organização Didático- pedagógica Infraestrutura e Instalações Físicas Oportunidade de Ampliação da Formação Acadêmica e Profissional 5,02 4,74 4,53 5,34 5,28 4,88 5,06 4,82 4,66 4,89 4,80 4,73 5,36 5,18 4,77 Média da Nota Bruta (variação de 1 a 6) Universidade Centro Universitário IF CEFET Faculdade Percepção Discente sobre as Condições do Processo Formativo por Organização Acadêmica Cursos Organização Acadêmica Nº de Respondentes Universidade 275.610 Centro Universitário 96.185 IF 13.037 CEFET 1.410 Faculdade 81.385
  • 25. Percepção Discente sobre as Condições do Processo Formativo por Categoria Administrativa Cursos Categoria Administrativa Nº de Respondentes Pública Federal 109.051 Pública Estadual 52.755 Pública Municipal 5.247 Privada s/ fins lucrativos 131.645 Privada c/ fins lucrativos 167.095 Especial (Art. 242 CF/88) 1.834 Organização Didático- pedagógica Infraestrutura e Instalações Físicas Oportunidade de Ampliação da Formação Acadêmica e Profissional 4,88 4,58 4,47 5,00 4,40 4,44 5,14 4,96 4,63 5,36 5,30 4,92 5,24 5,12 4,61 5,48 5,18 5,02 Média da Nota Bruta (variação de 1 a 6) Pública Federal Pública Estadual Pública Municipal Privada sem fins lucrativos Privada com fins lucrativos Especial (Art. 242 CF/88)
  • 26. Conceito Preliminar de Cursos (CPC) Resultados – Edição 2017
  • 27. Curso por Faixa do CPC 2017CPC 1 2 3 4 5 0,4% 9,1% 52,0% 36,3% 2,3% Faixas Faixas 1 2 3 4 5 Nº de Cursos 37 932 5.306 3.704 231
  • 28. Cursos por Faixa do CPC 2017 Modalidade de Ensino CPC 1 2 3 4 5 0,2% 6,9% 62,3% 30,2% 0,4%0,4% 9,2% 51,4% 36,6% 2,4% Faixas EaD PresencialModalidade Educação a Distância Educação Presencial Nº de Cursos 493 9.717
  • 29. Cursos por Faixa do CPC 2017 Grau acadêmico CPC 1 2 3 4 5 0,3% 9,7% 50,7% 36,9% 2,3% 0,4% 8,2% 52,7% 36,3% 2,3% 0,3% 11,4% 54,9% 31,5% 1,9% Faixas Bacharelado Licenciatura Tecnológico Grau Acadêmico Nº de cursos Bacharelado 4.604 Licenciatura 4.905 Tecnológico 701
  • 30. Cursos por Faixa do CPC 2017 Grau acadêmico e Modalidade de Ensino CPC Grau Acad./Modalidade EaD Presencial Bacharelado 27 4.577 Licenciatura 420 4.485 Tecnológico 46 655 Faixas 0,3% 0,4% 0,2% 0,3% 11,9% 4,3% 8,4% 6,9% 9,7% 11,1% 54,2% 65,2% 51,9% 61,4% 50,6% 70,4% 31,6% 30,4% 36,8% 31,0% 37,1% 18,5% 2,0% 2,5% 0,5% 2,3% Presencial EaD Presencial EaD Presencial EaD TecnológicoLicenciaturaBacharelado 1 2 3 4 5
  • 31. Cursos por Faixa do CPC 2017 Organização Acadêmica CPC Organização Acadêmica Nº de Cursos Universidade 5.782 Centro Universitário 1.442 IF e Cefet 570 Faculdade 2.416 1 2 3 4 5 0,2% 5,7% 47,5% 43,9% 2,7% 0,1% 8,6% 53,5% 36,1% 1,7% 0,2% 4,7% 62,6% 30,5% 1,9% 1,0% 18,8% 59,2% 19,5% 1,6% Faixa Universidade Centro Universitário IF e CEFET Faculdade
  • 32. 1 2 3 4 5 0,1% 2,9% 42,5% 51,3% 3,3% 0,5% 10,1% 55,3% 32,6% 1,5% 0,0% 26,6% 58,4% 14,3% 0,6% 0,4% 9,9% 55,3% 32,1% 2,3% 0,4% 12,9% 55,7% 29,3% 1,7% 5,7% 21,4% 62,9% 10,0% 0,0% Faixas Pública Federal Pública Estadual Pública Municipal Privada sem fins lucrativos Privada com fins lucrativos Especial (Art. 242 CF/88) CURSOS POR FAIXA DO CPC 2017 Categoria Administrativa CPC Categoria Administrativa Nº de Cursos Pública Federal 2.821 Pública Estadual 1.376 Pública Municipal 154 Privada sem fins lucrativos 2.991 Privada com fins lucrativos 2.798 Especial (Art. 242 CF/88) 70
  • 33. Caracterização da Educação Superior a partir de insumos do IGC 2017
  • 34. Índice Geral de Cursos ▪ Indicador de qualidade que avalia as Instituições de Educação Superior. Seu cálculo é realizado anualmente e leva em conta os seguintes aspectos: ✓ média dos CPC do último triênio, relativos aos cursos avaliados da instituição; ✓ média dos conceitos de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu atribuídos pela Capes na última avaliação trienal disponível; ✓ distribuição dos estudantes entre os diferentes níveis de ensino, graduação ou pós-graduação stricto sensu. ▪ Para que uma IES tenha o IGC calculado é preciso que ela possua ao menos um curso com estudantes concluintes inscritos no Enade no triênio de referência. É preciso ainda que tenha sido possível calcular o CPC deste(s) curso(s). IGC
  • 35. Categorização das Instituições de Educação Superior Graduação e Pós-graduação scricto sensu, por Organização Acadêmica IES Nº de IES 195 208 40 1.640 2.083 3,3% 77,5% 25,0% 96,4% 96,7% 22,5% 75,0% 3,6% Faculdade IF e CEFET Centro Universitário Universidade Graduação e Pós-graduação Somente Graduação
  • 36. IES Categorização das Instituições de Educação Superior Graduação e Pós-graduação scricto sensu, por Categoria Administrativa Nº de IES 105 98 866 954 14 46 2.083 14,3% 5,4% 15,4% 11,1% 39,2% 90,5% 85,7% 94,6% 84,6% 88,9% 60,8% 9,5% Especial (Art. 242 CF/88) Privada com fins lucrativos Privada sem fins lucrativos Pública Municipal Pública Estadual Pública Federal Graduação e Pós-graduação Somente Graduação
  • 37. Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC) Resultado - Edição 2017
  • 38. IES por faixa do IGC 2017IGC Faixas 1 2 3 4 5 Nº de IES 10 268 1.363 391 34 1 2 3 4 5 0,5% 13,0% 66,0% 18,9% 1,6% Faixas
  • 39. IES por faixa do IGC 2017 Organização Acadêmica IGC Organização Acadêmica Nº de IES Universidade 195 Centro Universitário 208 IF e Cefet 40 Faculdade 1.623 1 2 3 4 5 0% 0% 49,7% 43,1% 7,2% 0% 1,9% 67,3% 30,8% 0% 0% 0% 62,5% 37,5% 0% 0,6% 16,3% 67,8% 14,0% 1,2% Faixas Universidade Centro Universitário IF e CEFET Faculdade
  • 40. IES por Faixa do IGC 2017 Categoria Administrativa IGC Categoria Administrativa Nº de IES Pública Federal 105 Pública Estadual 97 Pública Municipal 45 Privada sem fins lucrativos 862 Privada com fins lucrativos 943 Especial (Art. 242 CF/88) 14 1 2 3 4 5 0% 0% 36,2% 50,5% 13,3% 0% 2,1% 72,2% 23,7% 2,1% 0% 35,6% 60,0% 4,4% 0% 0,5% 13,1% 65,5% 19,3% 1,6% 0,6% 14,1% 69,2% 15,6% 0,4% 0% 28,6% 71,4% 0% 0% Faixas Pública Federal Pública Estadual Pública Municipal Privada sem fins lucrativos Privada com fins lucrativos Especial (Art. 242 CF/88)
  • 41. Acesse nossas redes sociais Conheça nossas publicações Obrigado! INSTAGRAM FACEBOOK TWITTER YOUTUBE PORTAL INEP portal.inep.gov.br FALE CONOSCO Autoatendimento do Portal do Inep