SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
Doenças de Veiculação Hídrica Febre Amarela, Peste Bubônica e Varíola
Doenças de Veiculação Hídrica
Doenças de Veiculação Hídrica
Doenças de Veiculação Hídrica
Doenças de Veiculação Hídrica
Doenças de Veiculação Hídrica
Doenças de Veiculação Hídrica
Qualidade da água ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Qualidade da água Critérios: São requisitos científicos que uma água deve  apresentar para ser aplicada a um determinado fim. Parâmetros Cada uso  Determina diferentes requisitos Níveis (Concentração) -Diferem de uso para uso -Dependem do uso e variam no número e níveis (conc.) dos  parâmetros á serem considerados. Água FIM (uso) Exemplo: Familiar: Doméstico (Bebida, piscina, pesca, recreação) Industrial: limpeza, resfriamento, sistemas de geração de vapor.
Qualidade da água USOS MÚLTIPLOS   NAVEGAÇÃO HIDROELETRICIDADE ABASTECIMENTO HUMANO ABASTECIMENTO INDUSTRIAL RECREAÇÃO E TURISMO PESCA E AQUICULTURA CONTROLE DE CHEIA IRRIGAÇÃO
Qualidade da água Exemplos: Rios (classificação) nos EUA  –  Abastecimento Público Materiais flotáveis, pH, SS Aquecimento, Navegação D OD, pH, SS, Temperatura Industrial, agricultura, Pesca, navegação C Idem (níveis menos rigorosos) Banho, pesca, Recreação B contagem microbiana, cor, turbidez, pH, OD, mat. tóxicos, gosto, odor, temperatura Abastecimento Público A Critérios de Qualidade Uso Classe
Qualidade da água PADRÕES:  são formas de exigências legais dos critérios estudados e fixados através de um dispositivo (Legal). Padrões regulam portanto a qualidade da água: - antes de ser usada satisfatoriamente; - depois quando ela deve ser lançada de volta ao ambiente Existem - Padrões de qualidade gerais e específicos - Padrões de aceitação (Resolução 20) - Padrões de utilização (Ex. Potabilidade) - Padrões rígidos e flexíveis - Padrões para todas atividades (Agrícola, Industria, etc.)
Qualidade da água PADRÃO 1 ANÁLISES E EXAMES AMOSTRAGEM CONDICIONAMENTO (TRATAMENTO) ANÁLISES E EXAMES PADRÃO 2 USO FLUXOGRAMA DE UTILIZAÇÃO DA ÁGUA PADRÃO 1: RESOLUÇÃO 20 CONAMA PADRÃO 2: POTABILIDADE MANANCIAL
Qualidade da água ,[object Object],Classificação - Águas Doces  Salinidade; igual ou inferior a 0,5‰ - Águas Salobras  Salinidade: 0,5% < SAL < 30‰ - Águas Salinas  Salinidade:  >   30‰ Classes: Função dos usos preponderantes São Classificadas em 9 classes levando-se em conta os usos.  Exemplo: Abastecimento: Classe especial, 1,2,3 - As Classes: Especial, 1,2,3 e 4  águas doces - As Classes: 5 e 6  águas salinas - As Classes: 7 e 8  águas salobras
Qualidade da água ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Qualidade da água ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Qualidade da água ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Marco Legal
Revogação da Portaria MS Nº 1469/2000 ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object]
Portaria  MS n.° 518/2004
Portaria  MS n.° 518/2004
Portaria  MS n.° 518/2004
ETA Barragem Rede de distribuição de Água Manancial Cianobacterias N<10.000 células/mL--->Mensal N>10.000 células/mL--->Semanal Físicos e Químicos Semestral Proteção dos mananciais em  articulação com o gestores de Recursos Hídricos Rio Portaria MS n° 518/2004
Controle Conjunto de atividades exercidas de forma contínua pelo(s) responsável(is) pela operação de sistema de abastecimento de água para verificar se a água fornecida à população é potável   Cumprimento da Norma de Qualidade da Água para Consumo Humano Portaria MS n° 518/2004 (Antiga Portaria MS  n°   1469/2000)
Gestão   LABORATORIO AMOSTRAS INSPEÇÃO SANITARIA ATUALIZAÇÃO AÇÕES INTRA E INTERSETORAIS RESULTADOS NORMA DE QUALIDADE SISTEMA DE ABASTECIMIENTO VALIDAÇÃO RESULTADOS SOLUÇÃO INDIVIDUAIS LABORATORIO SAUDE PUBLICA CERTIFICADO NORMALIZAÇÃO MEDIDAS  CORRETIVAS CONTROLE RESULTADOS EPIDEMIOLOGIA AMOSTRAS AÇÕES DE VILÂNCIA INFORMAÇÃO VIGILÂNICA CONTROLE
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 1 caracterização quantitativa esgoto
Aula 1   caracterização quantitativa esgotoAula 1   caracterização quantitativa esgoto
Aula 1 caracterização quantitativa esgotoGiovanna Ortiz
 
A utilização da água na indústria - Gestão de Recursos Hídricos
A utilização da água na indústria - Gestão de Recursos HídricosA utilização da água na indústria - Gestão de Recursos Hídricos
A utilização da água na indústria - Gestão de Recursos HídricosUNICAMP/SP
 
Aula 4 explicação decantadores dimensionamento
Aula 4 explicação decantadores dimensionamentoAula 4 explicação decantadores dimensionamento
Aula 4 explicação decantadores dimensionamentoGiovanna Ortiz
 
Aula 09 legislação aplicada e padrões - prof. nelson (area 1)
Aula 09   legislação aplicada e padrões - prof. nelson (area 1)Aula 09   legislação aplicada e padrões - prof. nelson (area 1)
Aula 09 legislação aplicada e padrões - prof. nelson (area 1)Nelson Virgilio Carvalho Filho
 
Tecnologia de Tratamento de Água e Efluente. Parte1
Tecnologia de Tratamento de Água e Efluente. Parte1Tecnologia de Tratamento de Água e Efluente. Parte1
Tecnologia de Tratamento de Água e Efluente. Parte1Roberto Emery-Trindade
 
Nts181 - Dimensionamento de Ramal Predial de Água
Nts181 - Dimensionamento de Ramal Predial de ÁguaNts181 - Dimensionamento de Ramal Predial de Água
Nts181 - Dimensionamento de Ramal Predial de ÁguaPedro Cunha
 
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOSCLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOSMayke Jhonatha
 
Tratamento de efluentes industriais
Tratamento de efluentes industriaisTratamento de efluentes industriais
Tratamento de efluentes industriaisEdir Leite Freire
 
Aula 3 tratamentos e tratamento preliminar
Aula 3 tratamentos e tratamento preliminarAula 3 tratamentos e tratamento preliminar
Aula 3 tratamentos e tratamento preliminarGiovanna Ortiz
 
Saneamento - captação
Saneamento - captaçãoSaneamento - captação
Saneamento - captaçãowendellnml
 
Palestra Saneamento
Palestra SaneamentoPalestra Saneamento
Palestra SaneamentoJoseSimas
 
Estudo de concepção de sistema de abastecimento de água
Estudo de concepção de sistema de abastecimento de águaEstudo de concepção de sistema de abastecimento de água
Estudo de concepção de sistema de abastecimento de águaluancaio_aguas
 

Mais procurados (20)

Águas e Efluentes.ppt
Águas e Efluentes.pptÁguas e Efluentes.ppt
Águas e Efluentes.ppt
 
Aula 1 caracterização quantitativa esgoto
Aula 1   caracterização quantitativa esgotoAula 1   caracterização quantitativa esgoto
Aula 1 caracterização quantitativa esgoto
 
Slides lodos ativados
Slides lodos ativadosSlides lodos ativados
Slides lodos ativados
 
Teli 2
Teli 2Teli 2
Teli 2
 
Parâmetros Físico-Químicos-Biológicos de Águas Residuais
Parâmetros Físico-Químicos-Biológicos de Águas ResiduaisParâmetros Físico-Químicos-Biológicos de Águas Residuais
Parâmetros Físico-Químicos-Biológicos de Águas Residuais
 
A utilização da água na indústria - Gestão de Recursos Hídricos
A utilização da água na indústria - Gestão de Recursos HídricosA utilização da água na indústria - Gestão de Recursos Hídricos
A utilização da água na indústria - Gestão de Recursos Hídricos
 
Aula 4 explicação decantadores dimensionamento
Aula 4 explicação decantadores dimensionamentoAula 4 explicação decantadores dimensionamento
Aula 4 explicação decantadores dimensionamento
 
Aula 07 - Tecnicas de tratamento - parte 3 - 08.09
Aula 07 - Tecnicas de tratamento - parte 3 - 08.09Aula 07 - Tecnicas de tratamento - parte 3 - 08.09
Aula 07 - Tecnicas de tratamento - parte 3 - 08.09
 
Oficinas de boas práticas Ambientais no setor automotivo
Oficinas de boas práticas Ambientais no setor automotivoOficinas de boas práticas Ambientais no setor automotivo
Oficinas de boas práticas Ambientais no setor automotivo
 
Aula 09 legislação aplicada e padrões - prof. nelson (area 1)
Aula 09   legislação aplicada e padrões - prof. nelson (area 1)Aula 09   legislação aplicada e padrões - prof. nelson (area 1)
Aula 09 legislação aplicada e padrões - prof. nelson (area 1)
 
Tecnologia de Tratamento de Água e Efluente. Parte1
Tecnologia de Tratamento de Água e Efluente. Parte1Tecnologia de Tratamento de Água e Efluente. Parte1
Tecnologia de Tratamento de Água e Efluente. Parte1
 
Nts181 - Dimensionamento de Ramal Predial de Água
Nts181 - Dimensionamento de Ramal Predial de ÁguaNts181 - Dimensionamento de Ramal Predial de Água
Nts181 - Dimensionamento de Ramal Predial de Água
 
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOSCLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
 
Tratamento de efluentes industriais
Tratamento de efluentes industriaisTratamento de efluentes industriais
Tratamento de efluentes industriais
 
Aula 3 tratamentos e tratamento preliminar
Aula 3 tratamentos e tratamento preliminarAula 3 tratamentos e tratamento preliminar
Aula 3 tratamentos e tratamento preliminar
 
Saneamento - captação
Saneamento - captaçãoSaneamento - captação
Saneamento - captação
 
Palestra Saneamento
Palestra SaneamentoPalestra Saneamento
Palestra Saneamento
 
Estudo de concepção de sistema de abastecimento de água
Estudo de concepção de sistema de abastecimento de águaEstudo de concepção de sistema de abastecimento de água
Estudo de concepção de sistema de abastecimento de água
 
Clorador embrapa
Clorador embrapaClorador embrapa
Clorador embrapa
 
Tratamento dos esgotos
Tratamento dos esgotosTratamento dos esgotos
Tratamento dos esgotos
 

Destaque

Qualidade da água
Qualidade da águaQualidade da água
Qualidade da águaLimnos Ufsc
 
Doenças de veiculação Hídrica
Doenças de veiculação HídricaDoenças de veiculação Hídrica
Doenças de veiculação HídricaShirley Alencar
 
Trabalho de conclusão de curso avaliação da qualidade da água
Trabalho de conclusão de curso  avaliação da qualidade da águaTrabalho de conclusão de curso  avaliação da qualidade da água
Trabalho de conclusão de curso avaliação da qualidade da águaRodrigo Aquino
 
Doenças transmitidas pela água
Doenças transmitidas pela águaDoenças transmitidas pela água
Doenças transmitidas pela águanagilam
 
AlteraçãO Da Qualidade Da áGua
AlteraçãO Da Qualidade Da áGuaAlteraçãO Da Qualidade Da áGua
AlteraçãO Da Qualidade Da áGuaNuno Correia
 
Doenças Hidoveiculadas Dra. Clea
Doenças Hidoveiculadas Dra. CleaDoenças Hidoveiculadas Dra. Clea
Doenças Hidoveiculadas Dra. CleaOscar Luiz Neto
 
Doencas de Veiculacao Hidrica
Doencas de Veiculacao HidricaDoencas de Veiculacao Hidrica
Doencas de Veiculacao HidricaOdair Medrado
 
Doenças transmitidas pela água
Doenças transmitidas pela águaDoenças transmitidas pela água
Doenças transmitidas pela águajaninepraxedes
 
Apresentação Febre amarela
Apresentação Febre amarelaApresentação Febre amarela
Apresentação Febre amarelaMariana Freire
 
Febre Amarela epidemiologia
Febre Amarela epidemiologiaFebre Amarela epidemiologia
Febre Amarela epidemiologiaNelmidia Alves
 
A importância da água (aula 2º ano fundamental)
A importância da água (aula 2º ano fundamental)A importância da água (aula 2º ano fundamental)
A importância da água (aula 2º ano fundamental)ElizaDeby
 

Destaque (20)

Qualidade aa água
Qualidade aa águaQualidade aa água
Qualidade aa água
 
Qualidade da água
Qualidade da águaQualidade da água
Qualidade da água
 
Doenças de veiculação Hídrica
Doenças de veiculação HídricaDoenças de veiculação Hídrica
Doenças de veiculação Hídrica
 
Trabalho de conclusão de curso avaliação da qualidade da água
Trabalho de conclusão de curso  avaliação da qualidade da águaTrabalho de conclusão de curso  avaliação da qualidade da água
Trabalho de conclusão de curso avaliação da qualidade da água
 
Doenças água
Doenças águaDoenças água
Doenças água
 
Doenças transmitidas pela água
Doenças transmitidas pela águaDoenças transmitidas pela água
Doenças transmitidas pela água
 
Doenças Transmissíveis por Água
Doenças Transmissíveis por ÁguaDoenças Transmissíveis por Água
Doenças Transmissíveis por Água
 
Doenças de veiculação hidrica
Doenças de veiculação hidricaDoenças de veiculação hidrica
Doenças de veiculação hidrica
 
Febre amarela
Febre amarelaFebre amarela
Febre amarela
 
AlteraçãO Da Qualidade Da áGua
AlteraçãO Da Qualidade Da áGuaAlteraçãO Da Qualidade Da áGua
AlteraçãO Da Qualidade Da áGua
 
A importância da água
A importância da águaA importância da água
A importância da água
 
Doenças Hidoveiculadas Dra. Clea
Doenças Hidoveiculadas Dra. CleaDoenças Hidoveiculadas Dra. Clea
Doenças Hidoveiculadas Dra. Clea
 
Doencas de Veiculacao Hidrica
Doencas de Veiculacao HidricaDoencas de Veiculacao Hidrica
Doencas de Veiculacao Hidrica
 
Febre Amarela
Febre AmarelaFebre Amarela
Febre Amarela
 
Doenças transmitidas pela água
Doenças transmitidas pela águaDoenças transmitidas pela água
Doenças transmitidas pela água
 
Apresentação Febre amarela
Apresentação Febre amarelaApresentação Febre amarela
Apresentação Febre amarela
 
Febre Amarela epidemiologia
Febre Amarela epidemiologiaFebre Amarela epidemiologia
Febre Amarela epidemiologia
 
A importância da água (aula 2º ano fundamental)
A importância da água (aula 2º ano fundamental)A importância da água (aula 2º ano fundamental)
A importância da água (aula 2º ano fundamental)
 
A importancia da água
A importancia da águaA importancia da água
A importancia da água
 
Slides agua
Slides   aguaSlides   agua
Slides agua
 

Semelhante a Qualidade da Água

Aula 9 - Enquadramento dos corpos hídricos.ppt
Aula 9 - Enquadramento dos corpos hídricos.pptAula 9 - Enquadramento dos corpos hídricos.ppt
Aula 9 - Enquadramento dos corpos hídricos.pptAlexPinheiroFeitosa
 
Resolução357 do CONAMA
Resolução357 do CONAMAResolução357 do CONAMA
Resolução357 do CONAMAAbnerSouz
 
Recursos Hidricos no Brasil
Recursos Hidricos no BrasilRecursos Hidricos no Brasil
Recursos Hidricos no BrasilRodrigo Mesquita
 
recursos hídricos, geografia
recursos hídricos, geografiarecursos hídricos, geografia
recursos hídricos, geografiaNilton Goulart
 
AULA_5_ABASTECIMENTO_D_ÁGUA_02.02.2021_Francisca__1_.pptx
AULA_5_ABASTECIMENTO_D_ÁGUA_02.02.2021_Francisca__1_.pptxAULA_5_ABASTECIMENTO_D_ÁGUA_02.02.2021_Francisca__1_.pptx
AULA_5_ABASTECIMENTO_D_ÁGUA_02.02.2021_Francisca__1_.pptxdaianadecassialimapa
 
Manual de limpeza e desinfecção de reservatórios de água
Manual de limpeza e desinfecção de reservatórios de águaManual de limpeza e desinfecção de reservatórios de água
Manual de limpeza e desinfecção de reservatórios de águaJupira Silva
 

Semelhante a Qualidade da Água (20)

01
0101
01
 
Aula 9 - Enquadramento dos corpos hídricos.ppt
Aula 9 - Enquadramento dos corpos hídricos.pptAula 9 - Enquadramento dos corpos hídricos.ppt
Aula 9 - Enquadramento dos corpos hídricos.ppt
 
Res 375 2005 - conama
Res 375 2005 - conamaRes 375 2005 - conama
Res 375 2005 - conama
 
Resolução357 do CONAMA
Resolução357 do CONAMAResolução357 do CONAMA
Resolução357 do CONAMA
 
Res35705
Res35705Res35705
Res35705
 
Fitobentos diatomaceas manual
Fitobentos diatomaceas manualFitobentos diatomaceas manual
Fitobentos diatomaceas manual
 
Portaria nº 518
Portaria nº 518Portaria nº 518
Portaria nº 518
 
Recursos Hidricos no Brasil
Recursos Hidricos no BrasilRecursos Hidricos no Brasil
Recursos Hidricos no Brasil
 
recursos hídricos, geografia
recursos hídricos, geografiarecursos hídricos, geografia
recursos hídricos, geografia
 
AULA_5_ABASTECIMENTO_D_ÁGUA_02.02.2021_Francisca__1_.pptx
AULA_5_ABASTECIMENTO_D_ÁGUA_02.02.2021_Francisca__1_.pptxAULA_5_ABASTECIMENTO_D_ÁGUA_02.02.2021_Francisca__1_.pptx
AULA_5_ABASTECIMENTO_D_ÁGUA_02.02.2021_Francisca__1_.pptx
 
Manual de limpeza e desinfecção de reservatórios de água
Manual de limpeza e desinfecção de reservatórios de águaManual de limpeza e desinfecção de reservatórios de água
Manual de limpeza e desinfecção de reservatórios de água
 
Inspeção sanitária modulo I - Maio 2013
Inspeção sanitária modulo I - Maio 2013Inspeção sanitária modulo I - Maio 2013
Inspeção sanitária modulo I - Maio 2013
 
Leonardo
LeonardoLeonardo
Leonardo
 
Portaria ms 2914
Portaria ms 2914Portaria ms 2914
Portaria ms 2914
 
Res conama 357_05
Res conama 357_05Res conama 357_05
Res conama 357_05
 
Tema 1 TTA.pptx
Tema 1  TTA.pptxTema 1  TTA.pptx
Tema 1 TTA.pptx
 
Jaime Melo Baptista - ERSAR
Jaime Melo Baptista - ERSARJaime Melo Baptista - ERSAR
Jaime Melo Baptista - ERSAR
 
17/03 - Tarde - Mesa 2- Rinaldo de Oliveira Calheiros
17/03 - Tarde - Mesa 2- Rinaldo de Oliveira Calheiros17/03 - Tarde - Mesa 2- Rinaldo de Oliveira Calheiros
17/03 - Tarde - Mesa 2- Rinaldo de Oliveira Calheiros
 
Boas praticas agua
Boas praticas aguaBoas praticas agua
Boas praticas agua
 
Recebimento Esgoto
Recebimento EsgotoRecebimento Esgoto
Recebimento Esgoto
 

Mais de Oscar Luiz Neto

Mais de Oscar Luiz Neto (20)

Yanuk Turquia
Yanuk TurquiaYanuk Turquia
Yanuk Turquia
 
Almas Gemeas
Almas GemeasAlmas Gemeas
Almas Gemeas
 
Morre Lentamente No Gelo
Morre Lentamente No GeloMorre Lentamente No Gelo
Morre Lentamente No Gelo
 
Plantas Em Extinção
Plantas Em ExtinçãoPlantas Em Extinção
Plantas Em Extinção
 
Ipe Amarelo
Ipe AmareloIpe Amarelo
Ipe Amarelo
 
Desvende O Crime
Desvende O CrimeDesvende O Crime
Desvende O Crime
 
Arte Com Alimentos
Arte Com AlimentosArte Com Alimentos
Arte Com Alimentos
 
Arte Com Alimentos
Arte Com AlimentosArte Com Alimentos
Arte Com Alimentos
 
Daqui 30 Anos
Daqui 30 AnosDaqui 30 Anos
Daqui 30 Anos
 
O Mundo em Miniatura
O Mundo em MiniaturaO Mundo em Miniatura
O Mundo em Miniatura
 
A Agua No Planeta Para CriançAs
A Agua No Planeta Para CriançAsA Agua No Planeta Para CriançAs
A Agua No Planeta Para CriançAs
 
Fabergé Ovos de Ouro
Fabergé Ovos de OuroFabergé Ovos de Ouro
Fabergé Ovos de Ouro
 
Msg A Borboleta E O Cavalinho
Msg   A Borboleta E O CavalinhoMsg   A Borboleta E O Cavalinho
Msg A Borboleta E O Cavalinho
 
Amazing - Kurios (Curiosidades)
Amazing - Kurios (Curiosidades)Amazing - Kurios (Curiosidades)
Amazing - Kurios (Curiosidades)
 
Passeando Pelo Mundo
Passeando Pelo MundoPasseando Pelo Mundo
Passeando Pelo Mundo
 
Amazing - É Muita Emoção
Amazing - É Muita EmoçãoAmazing - É Muita Emoção
Amazing - É Muita Emoção
 
Mato Grosso By Gi Manteli
Mato Grosso   By Gi ManteliMato Grosso   By Gi Manteli
Mato Grosso By Gi Manteli
 
Presente Da Rafaela
Presente Da RafaelaPresente Da Rafaela
Presente Da Rafaela
 
Os Dez Carros Mais Vendidos Nos Estados Unidos
Os Dez Carros Mais Vendidos Nos Estados UnidosOs Dez Carros Mais Vendidos Nos Estados Unidos
Os Dez Carros Mais Vendidos Nos Estados Unidos
 
Montreal Jardins
Montreal JardinsMontreal Jardins
Montreal Jardins
 

Último

COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASMarcio Venturelli
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx2m Assessoria
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)Alessandro Almeida
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfRodolpho Concurde
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx2m Assessoria
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Dirceu Resende
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAMarcio Venturelli
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx2m Assessoria
 
Apostila e caderno de exercicios de WORD
Apostila e caderno de exercicios de  WORDApostila e caderno de exercicios de  WORD
Apostila e caderno de exercicios de WORDRONDINELLYRAMOS1
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 

Último (11)

COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
 
Apostila e caderno de exercicios de WORD
Apostila e caderno de exercicios de  WORDApostila e caderno de exercicios de  WORD
Apostila e caderno de exercicios de WORD
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 

Qualidade da Água

  • 1. Doenças de Veiculação Hídrica Febre Amarela, Peste Bubônica e Varíola
  • 8.
  • 9. Qualidade da água Critérios: São requisitos científicos que uma água deve apresentar para ser aplicada a um determinado fim. Parâmetros Cada uso Determina diferentes requisitos Níveis (Concentração) -Diferem de uso para uso -Dependem do uso e variam no número e níveis (conc.) dos parâmetros á serem considerados. Água FIM (uso) Exemplo: Familiar: Doméstico (Bebida, piscina, pesca, recreação) Industrial: limpeza, resfriamento, sistemas de geração de vapor.
  • 10. Qualidade da água USOS MÚLTIPLOS NAVEGAÇÃO HIDROELETRICIDADE ABASTECIMENTO HUMANO ABASTECIMENTO INDUSTRIAL RECREAÇÃO E TURISMO PESCA E AQUICULTURA CONTROLE DE CHEIA IRRIGAÇÃO
  • 11. Qualidade da água Exemplos: Rios (classificação) nos EUA – Abastecimento Público Materiais flotáveis, pH, SS Aquecimento, Navegação D OD, pH, SS, Temperatura Industrial, agricultura, Pesca, navegação C Idem (níveis menos rigorosos) Banho, pesca, Recreação B contagem microbiana, cor, turbidez, pH, OD, mat. tóxicos, gosto, odor, temperatura Abastecimento Público A Critérios de Qualidade Uso Classe
  • 12. Qualidade da água PADRÕES: são formas de exigências legais dos critérios estudados e fixados através de um dispositivo (Legal). Padrões regulam portanto a qualidade da água: - antes de ser usada satisfatoriamente; - depois quando ela deve ser lançada de volta ao ambiente Existem - Padrões de qualidade gerais e específicos - Padrões de aceitação (Resolução 20) - Padrões de utilização (Ex. Potabilidade) - Padrões rígidos e flexíveis - Padrões para todas atividades (Agrícola, Industria, etc.)
  • 13. Qualidade da água PADRÃO 1 ANÁLISES E EXAMES AMOSTRAGEM CONDICIONAMENTO (TRATAMENTO) ANÁLISES E EXAMES PADRÃO 2 USO FLUXOGRAMA DE UTILIZAÇÃO DA ÁGUA PADRÃO 1: RESOLUÇÃO 20 CONAMA PADRÃO 2: POTABILIDADE MANANCIAL
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21. Portaria MS n.° 518/2004
  • 22. Portaria MS n.° 518/2004
  • 23. Portaria MS n.° 518/2004
  • 24. ETA Barragem Rede de distribuição de Água Manancial Cianobacterias N<10.000 células/mL--->Mensal N>10.000 células/mL--->Semanal Físicos e Químicos Semestral Proteção dos mananciais em articulação com o gestores de Recursos Hídricos Rio Portaria MS n° 518/2004
  • 25. Controle Conjunto de atividades exercidas de forma contínua pelo(s) responsável(is) pela operação de sistema de abastecimento de água para verificar se a água fornecida à população é potável Cumprimento da Norma de Qualidade da Água para Consumo Humano Portaria MS n° 518/2004 (Antiga Portaria MS n° 1469/2000)
  • 26. Gestão LABORATORIO AMOSTRAS INSPEÇÃO SANITARIA ATUALIZAÇÃO AÇÕES INTRA E INTERSETORAIS RESULTADOS NORMA DE QUALIDADE SISTEMA DE ABASTECIMIENTO VALIDAÇÃO RESULTADOS SOLUÇÃO INDIVIDUAIS LABORATORIO SAUDE PUBLICA CERTIFICADO NORMALIZAÇÃO MEDIDAS CORRETIVAS CONTROLE RESULTADOS EPIDEMIOLOGIA AMOSTRAS AÇÕES DE VILÂNCIA INFORMAÇÃO VIGILÂNICA CONTROLE
  • 27.