SlideShare uma empresa Scribd logo
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE MATEMÁTICA Curso de Pós-Graduação  Lato-Sensu Especialização Projeto Pedagógico: O ensino de Matemática Financeira através de Novas Tecnologias por Liliane Aparecida da Silva Rafael Castiglione Tereza Raquel Dalta de Carvalho Vanderson Menezes RIO DE JANEIRO – RJ JUNHO, 2008.
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL Projeto Pedagógico: O ensino de Matemática Financeira através de Novas Tecnologias Trabalho apresentado ao Tutor-Professor Carlos França, por Liliane, Rafael, Teresa Raquel e Vanderson, pertinente a disciplina Informática Educativa II, como requisito parcial à composição de nota. RIO DE JANEIRO - RJ
INTRODUÇÃO A Matemática Financeira é considerada uma poderosa ferramenta que permite a análise de problemas de investimento simples, como a aquisição de um produto qualquer de uso imediato, ou a análise de um projeto de investimento num empreendimento industrial que custe alguns milhares de reais.
APRESENTAÇÃO A Matemática Financeira, enquanto disciplina, possui alguns desafios para o educando e educador no processo de ensino-aprendizagem devido à necessidade de interpretação de fatos para a obtenção de dados, aplicação e desenvolvimento de fórmulas matemáticas. O presente projeto intitulado: “O ensino de Matemática Financeira através de Novas Tecnologias”, foi desenvolvido no contexto da disciplina Informática Educativa II com o intuito de tornar o aprendizado da disciplina em questão dinâmico, produtivo e motivador.
ENFOQUE PEDAGÓGICO A linha pedagógica adotada é a  Construtivista . Esta teoria nasceu a partir das idéias de Jean Piaget.  Nesta linha pedagógica, o professor tem o papel de coordenar as atividades, perceber como cada aluno se desenvolve e propor soluções de aprendizagens significativas.  O conteúdo é importante, mas o processo pelo qual o aluno chega a ele é prioridade. Pesquisas revelam que a aplicação dessa teoria tem possibilitado a formação de crianças que vão além do mero conhecimento.
TEMA CENTRAL Através do tema escolhido pretendemos mostrar como o uso das Novas Tecnologias da Informação pode influenciar positivamente o processo de ensino-aprendizagem da Matemática Financeira.
JUSTIFICATIVA Nas aulas de matemática, os alunos mostram-se empolgados ao aprenderem a calcular qual a taxa de juros aplicada a um capital em determinado tempo, qual o capital empregado a determinada taxa, em certo tempo. A utilização das novas tecnologias de informação e comunicação como ferramenta de ensino traz uma enorme contribuição para práticas escolares em qualquer nível de ensino.
OBJETIVOS OBJETIVO GERAL: Reconhecer a importância da Matemática Financeira na vida cotidiana.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS Utilizar situações do cotidiano profissional, escolar, pessoal, para estudo e aplicação dos problemas financeiros; Comparar os benefícios e malefícios resultantes dos diferentes planos de compra financiada; Analisar taxas de empréstimos em longo e curto prazo; Verificar o conteúdo implícito de propagandas que oferecem diversas vantagens; Reconhecer os benefícios e a superioridade do processo de aprendizagem tecnológica sobre o tradicional.
DISCIPLINAS E ANOS ENVOLVIDOS Este projeto pode ser realizado com alunos do Ensino Médio e até mesmo no e Ensino Superior, visto que os recursos modernos vão surgindo e o microcomputador, juntamente com seus aplicativos, chega às salas de aula não mais para o desenvolvimento de aulas de Informática, que continuam sendo ministradas nos Laboratórios de Informática, mas para o desenvolvimento de aulas de Matemática Financeira, Administração Financeira, Orçamento entre outras.
ETAPAS As etapas de elaboração e conclusão do Projeto, encontram-se listadas no Cronograma do mesmo.
ESTRATÉGIAS DE REALIZAÇÃO Inicialmente, os alunos serão informados sobre o tema do projeto e a proposta do trabalho a ser realizado pela turma. As tarefas serão divididas: um grupo buscará informações sobre investimentos financeiros e empréstimo em bancos, outro grupo coletará dados para a compra de automóveis financiados. Os alunos serão conscientizados da importância da aquisição de conhecimentos financeiros e dos recursos que facilitam a aquisição deste e ainda farão visitas a Bancos e Concessionárias de veículos e motos, onde deverão colher informações e entender como funcionam algumas destas instituições.
A partir desta averiguação, eles estudarão os cálculos matemáticos envolvendo transações financeiras. Confeccionarão formulários que são usualmente preenchidos tendo como base os formulários adquiridos nas agências bancárias e de automóveis que visitaram.  Criarão um  layout  próprio e original, de acordo com sua criatividade. Régua e compasso serão úteis para esta criação, que depois será editada em computador e impressa, para uma melhor apresentação final.  Aprenderão a fazer cálculos utilizando a planilha do Excel e ainda conhecerão alguns softwares matemáticos que os ajudarão na construção de gráficos que serão úteis na análise de investimentos, a fim de perceber a importância do uso e do conhecimento tecnológico no nosso dia a dia.
Durante toda a execução do projeto, os alunos trabalharão em equipe e poderão se comunicar através de MSN, Orkut, e-mail, entre outros, facilitando assim a comunicação entre os integrantes do grupo. O professor também estará dando as coordenadas de trabalhos aos grupos através destes meios de comunicação. A culminância do projeto se dará com a comunicação a toda comunidade escolar e, posteriormente, utilizaremos os recursos da Web 2.0 para a divulgação e registro dos acontecimentos do projeto.  Como haverá dois grupos, o “comprador” e o “vendedor”, estes montarão uma estratégia de apresentação do que foi aprendido durante a execução do projeto, tentando representar uma situação compra/venda de um veículo.
DEFINIÇÃO DE PAPÉIS   Os alunos, num primeiro momento, desempenharão o papel de pesquisadores, depois colabores (colaborarão uns com os outros) e co-autores do projeto. Como as turmas estarão divididas em grupos, um grupo será considerado como “o vendedor” e o outro como “o comprador”.
RECURSOS TECNOLÓGICOS Computadores com acesso à Internet, Softwares Matemáticos, Datashow, Calculadoras, entre outros que os alunos poderão sugerir.
COLETA DE DADOS Os dados serão obtidos através de pesquisa aos sites abaixo relacionados para obtenção dos valores e taxas de financiamento e visitas pessoais a alguns bancos e concessionárias. Dados sobre financiamentos: http://www.freicaneca.com.br/institucional/interacoes/financiamento.asp http://www.panamericafinanceira.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=2&Itemid=2 http://www.portoseguro.com.br/navitacontent_/userFiles/File/hotsite_financiamentodireto_v2/index.html?kw=Simula%E7%E3o+Financiamento&gclid=CMqxku_sipQCFQ7Wsgod5j32XA
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
CRONOGRAMA X Análise dos dados obtidos   X Coleta de dados   X Formação de grupo p/ as pesquisas de investimento   X Divisão de tarefas   X Apresentação do projeto e seus objetivos aos alunos   X Contato com pessoal envolvido SEMANA 7 SEMANA 6 SEMANA 5 SEMANA 4 SEMANA 3 SEMANA 2 SEMANA 1 ETAPAS
X Confecção de planilhas e gráficos. X Criação do modelo de apresentação do projeto e simulação de transações de compra e venda.   X Preparação dos formulários de financiamento   X Estudo de cálculos SEMANA 7 SEMANA 6 SEMANA 5 SEMANA 4 SEMANA 3 SEMANA 2 SEMANA 1 ETAPAS
X Aplicação da avaliação   X Apresentação à Comunidade   X Culminância do projeto entre os alunos, criação na Web do histórico do projeto   SEMANA 7 SEMANA 6 SEMANA 5 SEMANA 4 SEMANA 3 SEMANA 2 SEMANA 1 ETAPAS
AVALIAÇÃO   O ato de avaliar deve ter um caráter positivo, isto é, focar aquilo que o aluno já é capaz de fazer em vez daquilo que ele ainda não sabe (mas pode ser orientado a saber), não se requerendo necessariamente o mesmo nível de desenvolvimento a todos os alunos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Educação Financeira: O caminho para a Independência Financeira
 Educação Financeira: O caminho para a Independência Financeira Educação Financeira: O caminho para a Independência Financeira
Educação Financeira: O caminho para a Independência Financeira
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Matematica Juros Simples
Matematica Juros SimplesMatematica Juros Simples
Matematica Juros Simples
RASC EAD
 
Atividades 1 - 2o Ano - Teorema de Pitágoras e Trigonometria
Atividades 1  - 2o Ano - Teorema de Pitágoras e TrigonometriaAtividades 1  - 2o Ano - Teorema de Pitágoras e Trigonometria
Atividades 1 - 2o Ano - Teorema de Pitágoras e Trigonometria
João Alessandro da Luz, Secretaria de Estado da Educação do Paraná, Campo Mourão - Pr
 
Situação problemas ideia de função
Situação problemas   ideia de funçãoSituação problemas   ideia de função
Situação problemas ideia de função
CIEP 456 - E.M. Milcah de Sousa
 
MATERIAL-DO-EDUCADOR-AULAS-DE-ESTUDO-ORIENTADO.pdf
MATERIAL-DO-EDUCADOR-AULAS-DE-ESTUDO-ORIENTADO.pdfMATERIAL-DO-EDUCADOR-AULAS-DE-ESTUDO-ORIENTADO.pdf
MATERIAL-DO-EDUCADOR-AULAS-DE-ESTUDO-ORIENTADO.pdf
Luis Paulo C Carvalho
 
Plano de aula interdisciplinar matemática e ciências
Plano de aula interdisciplinar matemática e ciênciasPlano de aula interdisciplinar matemática e ciências
Plano de aula interdisciplinar matemática e ciências
olgacileia
 
Atividade Complementar (Planejamento Financeiro)
Atividade Complementar (Planejamento Financeiro)Atividade Complementar (Planejamento Financeiro)
Atividade Complementar (Planejamento Financeiro)
Kelly Queiroz
 
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
GernciadeProduodeMat
 
1ª lista de exercícios 9º ano(equações do 2º grau - incompletas)
1ª lista de exercícios   9º ano(equações do 2º grau - incompletas)1ª lista de exercícios   9º ano(equações do 2º grau - incompletas)
1ª lista de exercícios 9º ano(equações do 2º grau - incompletas)
Ilton Bruno
 
Baralho de potência e raiz quadrada.embed
Baralho de potência e raiz quadrada.embedBaralho de potência e raiz quadrada.embed
Baralho de potência e raiz quadrada.embed
Elissa Keila Falconi Do Nascimento
 
Lista de Exercícios 1 – Porcentagem
Lista de Exercícios 1 – PorcentagemLista de Exercícios 1 – Porcentagem
Lista de Exercícios 1 – Porcentagem
Everton Moraes
 
Planejamento anual de curso de matemática fundamental
Planejamento anual de curso de matemática fundamentalPlanejamento anual de curso de matemática fundamental
Planejamento anual de curso de matemática fundamental
ANAILTON BARROS ARAÚJO
 
1ª lista de exercícios análise de gráficos e porcentagem
1ª lista de exercícios   análise de gráficos e porcentagem1ª lista de exercícios   análise de gráficos e porcentagem
1ª lista de exercícios análise de gráficos e porcentagem
lualvares
 
Problemas não convencionais
Problemas não convencionaisProblemas não convencionais
Problemas não convencionais
Claudia Ortolan Ortolan
 
EDUCACÃO FINANCEIRA - SLIDES
EDUCACÃO FINANCEIRA - SLIDESEDUCACÃO FINANCEIRA - SLIDES
EDUCACÃO FINANCEIRA - SLIDES
Vilma Aparecida Ribeiro Talpo
 
TEOREMA DE PITÁGORAS
TEOREMA DE PITÁGORASTEOREMA DE PITÁGORAS
TEOREMA DE PITÁGORAS
Cristiano Alves
 
Lista de Exercícios – Razão e Proporção
Lista de Exercícios – Razão e ProporçãoLista de Exercícios – Razão e Proporção
Lista de Exercícios – Razão e Proporção
Everton Moraes
 
Lista 01 exercícios de função do 1º grau
Lista 01 exercícios de função do 1º grauLista 01 exercícios de função do 1º grau
Lista 01 exercícios de função do 1º grau
Manoel Silva
 
Projeto Interdisciplinar Partindo do Ensino da Matemática
Projeto Interdisciplinar Partindo do Ensino da MatemáticaProjeto Interdisciplinar Partindo do Ensino da Matemática
Projeto Interdisciplinar Partindo do Ensino da Matemática
dantecarelli
 
D28 (mat. 9º ano) resolver problema que envolva porcentagem blog do prof. ...
D28 (mat. 9º ano)    resolver problema que envolva porcentagem blog do prof. ...D28 (mat. 9º ano)    resolver problema que envolva porcentagem blog do prof. ...
D28 (mat. 9º ano) resolver problema que envolva porcentagem blog do prof. ...
clenyo
 

Mais procurados (20)

Educação Financeira: O caminho para a Independência Financeira
 Educação Financeira: O caminho para a Independência Financeira Educação Financeira: O caminho para a Independência Financeira
Educação Financeira: O caminho para a Independência Financeira
 
Matematica Juros Simples
Matematica Juros SimplesMatematica Juros Simples
Matematica Juros Simples
 
Atividades 1 - 2o Ano - Teorema de Pitágoras e Trigonometria
Atividades 1  - 2o Ano - Teorema de Pitágoras e TrigonometriaAtividades 1  - 2o Ano - Teorema de Pitágoras e Trigonometria
Atividades 1 - 2o Ano - Teorema de Pitágoras e Trigonometria
 
Situação problemas ideia de função
Situação problemas   ideia de funçãoSituação problemas   ideia de função
Situação problemas ideia de função
 
MATERIAL-DO-EDUCADOR-AULAS-DE-ESTUDO-ORIENTADO.pdf
MATERIAL-DO-EDUCADOR-AULAS-DE-ESTUDO-ORIENTADO.pdfMATERIAL-DO-EDUCADOR-AULAS-DE-ESTUDO-ORIENTADO.pdf
MATERIAL-DO-EDUCADOR-AULAS-DE-ESTUDO-ORIENTADO.pdf
 
Plano de aula interdisciplinar matemática e ciências
Plano de aula interdisciplinar matemática e ciênciasPlano de aula interdisciplinar matemática e ciências
Plano de aula interdisciplinar matemática e ciências
 
Atividade Complementar (Planejamento Financeiro)
Atividade Complementar (Planejamento Financeiro)Atividade Complementar (Planejamento Financeiro)
Atividade Complementar (Planejamento Financeiro)
 
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
 
1ª lista de exercícios 9º ano(equações do 2º grau - incompletas)
1ª lista de exercícios   9º ano(equações do 2º grau - incompletas)1ª lista de exercícios   9º ano(equações do 2º grau - incompletas)
1ª lista de exercícios 9º ano(equações do 2º grau - incompletas)
 
Baralho de potência e raiz quadrada.embed
Baralho de potência e raiz quadrada.embedBaralho de potência e raiz quadrada.embed
Baralho de potência e raiz quadrada.embed
 
Lista de Exercícios 1 – Porcentagem
Lista de Exercícios 1 – PorcentagemLista de Exercícios 1 – Porcentagem
Lista de Exercícios 1 – Porcentagem
 
Planejamento anual de curso de matemática fundamental
Planejamento anual de curso de matemática fundamentalPlanejamento anual de curso de matemática fundamental
Planejamento anual de curso de matemática fundamental
 
1ª lista de exercícios análise de gráficos e porcentagem
1ª lista de exercícios   análise de gráficos e porcentagem1ª lista de exercícios   análise de gráficos e porcentagem
1ª lista de exercícios análise de gráficos e porcentagem
 
Problemas não convencionais
Problemas não convencionaisProblemas não convencionais
Problemas não convencionais
 
EDUCACÃO FINANCEIRA - SLIDES
EDUCACÃO FINANCEIRA - SLIDESEDUCACÃO FINANCEIRA - SLIDES
EDUCACÃO FINANCEIRA - SLIDES
 
TEOREMA DE PITÁGORAS
TEOREMA DE PITÁGORASTEOREMA DE PITÁGORAS
TEOREMA DE PITÁGORAS
 
Lista de Exercícios – Razão e Proporção
Lista de Exercícios – Razão e ProporçãoLista de Exercícios – Razão e Proporção
Lista de Exercícios – Razão e Proporção
 
Lista 01 exercícios de função do 1º grau
Lista 01 exercícios de função do 1º grauLista 01 exercícios de função do 1º grau
Lista 01 exercícios de função do 1º grau
 
Projeto Interdisciplinar Partindo do Ensino da Matemática
Projeto Interdisciplinar Partindo do Ensino da MatemáticaProjeto Interdisciplinar Partindo do Ensino da Matemática
Projeto Interdisciplinar Partindo do Ensino da Matemática
 
D28 (mat. 9º ano) resolver problema que envolva porcentagem blog do prof. ...
D28 (mat. 9º ano)    resolver problema que envolva porcentagem blog do prof. ...D28 (mat. 9º ano)    resolver problema que envolva porcentagem blog do prof. ...
D28 (mat. 9º ano) resolver problema que envolva porcentagem blog do prof. ...
 

Semelhante a Projeto MatemáTica Financeira

Conceituação de função com o auxílio do GeoGebra
Conceituação de função com o auxílio do GeoGebraConceituação de função com o auxílio do GeoGebra
Conceituação de função com o auxílio do GeoGebra
Washington Damasceno
 
Atv1 8fillipi
Atv1 8fillipiAtv1 8fillipi
Plano_Estratégico_para_o_uso_de_Tecnologias_em_Educação_AVALIAÇÃO SEMESTRAL.pdf
Plano_Estratégico_para_o_uso_de_Tecnologias_em_Educação_AVALIAÇÃO SEMESTRAL.pdfPlano_Estratégico_para_o_uso_de_Tecnologias_em_Educação_AVALIAÇÃO SEMESTRAL.pdf
Plano_Estratégico_para_o_uso_de_Tecnologias_em_Educação_AVALIAÇÃO SEMESTRAL.pdf
micsquize
 
Calculando Juros simples e compostos
Calculando Juros simples e compostos Calculando Juros simples e compostos
Calculando Juros simples e compostos
Carlos Namorato
 
Alguns princípios para situações de engenharia de softwares educativos
Alguns princípios para situações de engenharia de softwares educativosAlguns princípios para situações de engenharia de softwares educativos
Alguns princípios para situações de engenharia de softwares educativos
Gessyca Prado
 
O designer instrucional e os sistemas de informacao analise de projeto de c...
O designer instrucional e os sistemas de informacao   analise de projeto de c...O designer instrucional e os sistemas de informacao   analise de projeto de c...
O designer instrucional e os sistemas de informacao analise de projeto de c...
Sesc Rio
 
Tfc iara costa 2013-ntem
Tfc iara costa 2013-ntemTfc iara costa 2013-ntem
Tfc iara costa 2013-ntem
Iara Costa
 
Projetos educacionais em ambientes computacionais
Projetos educacionais em ambientes computacionaisProjetos educacionais em ambientes computacionais
Projetos educacionais em ambientes computacionais
dejanechauvin
 
TFC FUNÇÃO DO 1° GRAU
TFC FUNÇÃO DO 1° GRAUTFC FUNÇÃO DO 1° GRAU
TFC FUNÇÃO DO 1° GRAU
Elvis Glauber
 
Monografia rommel-xenofonte
Monografia rommel-xenofonteMonografia rommel-xenofonte
Monografia rommel-xenofonte
Maria Apolinária Meireles
 
Monografia rommel-xenofonte
Monografia rommel-xenofonteMonografia rommel-xenofonte
Monografia rommel-xenofonte
João Pereira Neto
 
Scc0207 graca grupo1-artigo
Scc0207 graca grupo1-artigoScc0207 graca grupo1-artigo
Scc0207 graca grupo1-artigo
Luciana Falcão
 
1º encontro
1º encontro1º encontro
Programas aplicativos
Programas aplicativosProgramas aplicativos
Programas aplicativos
MatheusRpz
 
G3 v01 1706_iara costa
G3 v01 1706_iara costaG3 v01 1706_iara costa
G3 v01 1706_iara costa
Iara Costa
 
Projeto introdução-à-educação-digital-proinfo-60h
Projeto introdução-à-educação-digital-proinfo-60hProjeto introdução-à-educação-digital-proinfo-60h
Projeto introdução-à-educação-digital-proinfo-60h
Carminha
 
Ata
AtaAta
Educação para os Media.pdf
Educação para os Media.pdfEducação para os Media.pdf
Educação para os Media.pdf
João Paulo Freire
 
Apresentação MOOC eCompetentes - FCT UNL 3 out 2016
Apresentação MOOC eCompetentes - FCT UNL 3 out 2016Apresentação MOOC eCompetentes - FCT UNL 3 out 2016
Apresentação MOOC eCompetentes - FCT UNL 3 out 2016
João Correia de Freitas
 
MBKM_RJ7_Projeto02
MBKM_RJ7_Projeto02MBKM_RJ7_Projeto02
MBKM_RJ7_Projeto02
Ana Baltazar
 

Semelhante a Projeto MatemáTica Financeira (20)

Conceituação de função com o auxílio do GeoGebra
Conceituação de função com o auxílio do GeoGebraConceituação de função com o auxílio do GeoGebra
Conceituação de função com o auxílio do GeoGebra
 
Atv1 8fillipi
Atv1 8fillipiAtv1 8fillipi
Atv1 8fillipi
 
Plano_Estratégico_para_o_uso_de_Tecnologias_em_Educação_AVALIAÇÃO SEMESTRAL.pdf
Plano_Estratégico_para_o_uso_de_Tecnologias_em_Educação_AVALIAÇÃO SEMESTRAL.pdfPlano_Estratégico_para_o_uso_de_Tecnologias_em_Educação_AVALIAÇÃO SEMESTRAL.pdf
Plano_Estratégico_para_o_uso_de_Tecnologias_em_Educação_AVALIAÇÃO SEMESTRAL.pdf
 
Calculando Juros simples e compostos
Calculando Juros simples e compostos Calculando Juros simples e compostos
Calculando Juros simples e compostos
 
Alguns princípios para situações de engenharia de softwares educativos
Alguns princípios para situações de engenharia de softwares educativosAlguns princípios para situações de engenharia de softwares educativos
Alguns princípios para situações de engenharia de softwares educativos
 
O designer instrucional e os sistemas de informacao analise de projeto de c...
O designer instrucional e os sistemas de informacao   analise de projeto de c...O designer instrucional e os sistemas de informacao   analise de projeto de c...
O designer instrucional e os sistemas de informacao analise de projeto de c...
 
Tfc iara costa 2013-ntem
Tfc iara costa 2013-ntemTfc iara costa 2013-ntem
Tfc iara costa 2013-ntem
 
Projetos educacionais em ambientes computacionais
Projetos educacionais em ambientes computacionaisProjetos educacionais em ambientes computacionais
Projetos educacionais em ambientes computacionais
 
TFC FUNÇÃO DO 1° GRAU
TFC FUNÇÃO DO 1° GRAUTFC FUNÇÃO DO 1° GRAU
TFC FUNÇÃO DO 1° GRAU
 
Monografia rommel-xenofonte
Monografia rommel-xenofonteMonografia rommel-xenofonte
Monografia rommel-xenofonte
 
Monografia rommel-xenofonte
Monografia rommel-xenofonteMonografia rommel-xenofonte
Monografia rommel-xenofonte
 
Scc0207 graca grupo1-artigo
Scc0207 graca grupo1-artigoScc0207 graca grupo1-artigo
Scc0207 graca grupo1-artigo
 
1º encontro
1º encontro1º encontro
1º encontro
 
Programas aplicativos
Programas aplicativosProgramas aplicativos
Programas aplicativos
 
G3 v01 1706_iara costa
G3 v01 1706_iara costaG3 v01 1706_iara costa
G3 v01 1706_iara costa
 
Projeto introdução-à-educação-digital-proinfo-60h
Projeto introdução-à-educação-digital-proinfo-60hProjeto introdução-à-educação-digital-proinfo-60h
Projeto introdução-à-educação-digital-proinfo-60h
 
Ata
AtaAta
Ata
 
Educação para os Media.pdf
Educação para os Media.pdfEducação para os Media.pdf
Educação para os Media.pdf
 
Apresentação MOOC eCompetentes - FCT UNL 3 out 2016
Apresentação MOOC eCompetentes - FCT UNL 3 out 2016Apresentação MOOC eCompetentes - FCT UNL 3 out 2016
Apresentação MOOC eCompetentes - FCT UNL 3 out 2016
 
MBKM_RJ7_Projeto02
MBKM_RJ7_Projeto02MBKM_RJ7_Projeto02
MBKM_RJ7_Projeto02
 

Projeto MatemáTica Financeira

  • 1. UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE MATEMÁTICA Curso de Pós-Graduação Lato-Sensu Especialização Projeto Pedagógico: O ensino de Matemática Financeira através de Novas Tecnologias por Liliane Aparecida da Silva Rafael Castiglione Tereza Raquel Dalta de Carvalho Vanderson Menezes RIO DE JANEIRO – RJ JUNHO, 2008.
  • 2. UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL Projeto Pedagógico: O ensino de Matemática Financeira através de Novas Tecnologias Trabalho apresentado ao Tutor-Professor Carlos França, por Liliane, Rafael, Teresa Raquel e Vanderson, pertinente a disciplina Informática Educativa II, como requisito parcial à composição de nota. RIO DE JANEIRO - RJ
  • 3. INTRODUÇÃO A Matemática Financeira é considerada uma poderosa ferramenta que permite a análise de problemas de investimento simples, como a aquisição de um produto qualquer de uso imediato, ou a análise de um projeto de investimento num empreendimento industrial que custe alguns milhares de reais.
  • 4. APRESENTAÇÃO A Matemática Financeira, enquanto disciplina, possui alguns desafios para o educando e educador no processo de ensino-aprendizagem devido à necessidade de interpretação de fatos para a obtenção de dados, aplicação e desenvolvimento de fórmulas matemáticas. O presente projeto intitulado: “O ensino de Matemática Financeira através de Novas Tecnologias”, foi desenvolvido no contexto da disciplina Informática Educativa II com o intuito de tornar o aprendizado da disciplina em questão dinâmico, produtivo e motivador.
  • 5. ENFOQUE PEDAGÓGICO A linha pedagógica adotada é a Construtivista . Esta teoria nasceu a partir das idéias de Jean Piaget. Nesta linha pedagógica, o professor tem o papel de coordenar as atividades, perceber como cada aluno se desenvolve e propor soluções de aprendizagens significativas. O conteúdo é importante, mas o processo pelo qual o aluno chega a ele é prioridade. Pesquisas revelam que a aplicação dessa teoria tem possibilitado a formação de crianças que vão além do mero conhecimento.
  • 6. TEMA CENTRAL Através do tema escolhido pretendemos mostrar como o uso das Novas Tecnologias da Informação pode influenciar positivamente o processo de ensino-aprendizagem da Matemática Financeira.
  • 7. JUSTIFICATIVA Nas aulas de matemática, os alunos mostram-se empolgados ao aprenderem a calcular qual a taxa de juros aplicada a um capital em determinado tempo, qual o capital empregado a determinada taxa, em certo tempo. A utilização das novas tecnologias de informação e comunicação como ferramenta de ensino traz uma enorme contribuição para práticas escolares em qualquer nível de ensino.
  • 8. OBJETIVOS OBJETIVO GERAL: Reconhecer a importância da Matemática Financeira na vida cotidiana.
  • 9. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Utilizar situações do cotidiano profissional, escolar, pessoal, para estudo e aplicação dos problemas financeiros; Comparar os benefícios e malefícios resultantes dos diferentes planos de compra financiada; Analisar taxas de empréstimos em longo e curto prazo; Verificar o conteúdo implícito de propagandas que oferecem diversas vantagens; Reconhecer os benefícios e a superioridade do processo de aprendizagem tecnológica sobre o tradicional.
  • 10. DISCIPLINAS E ANOS ENVOLVIDOS Este projeto pode ser realizado com alunos do Ensino Médio e até mesmo no e Ensino Superior, visto que os recursos modernos vão surgindo e o microcomputador, juntamente com seus aplicativos, chega às salas de aula não mais para o desenvolvimento de aulas de Informática, que continuam sendo ministradas nos Laboratórios de Informática, mas para o desenvolvimento de aulas de Matemática Financeira, Administração Financeira, Orçamento entre outras.
  • 11. ETAPAS As etapas de elaboração e conclusão do Projeto, encontram-se listadas no Cronograma do mesmo.
  • 12. ESTRATÉGIAS DE REALIZAÇÃO Inicialmente, os alunos serão informados sobre o tema do projeto e a proposta do trabalho a ser realizado pela turma. As tarefas serão divididas: um grupo buscará informações sobre investimentos financeiros e empréstimo em bancos, outro grupo coletará dados para a compra de automóveis financiados. Os alunos serão conscientizados da importância da aquisição de conhecimentos financeiros e dos recursos que facilitam a aquisição deste e ainda farão visitas a Bancos e Concessionárias de veículos e motos, onde deverão colher informações e entender como funcionam algumas destas instituições.
  • 13. A partir desta averiguação, eles estudarão os cálculos matemáticos envolvendo transações financeiras. Confeccionarão formulários que são usualmente preenchidos tendo como base os formulários adquiridos nas agências bancárias e de automóveis que visitaram. Criarão um layout próprio e original, de acordo com sua criatividade. Régua e compasso serão úteis para esta criação, que depois será editada em computador e impressa, para uma melhor apresentação final. Aprenderão a fazer cálculos utilizando a planilha do Excel e ainda conhecerão alguns softwares matemáticos que os ajudarão na construção de gráficos que serão úteis na análise de investimentos, a fim de perceber a importância do uso e do conhecimento tecnológico no nosso dia a dia.
  • 14. Durante toda a execução do projeto, os alunos trabalharão em equipe e poderão se comunicar através de MSN, Orkut, e-mail, entre outros, facilitando assim a comunicação entre os integrantes do grupo. O professor também estará dando as coordenadas de trabalhos aos grupos através destes meios de comunicação. A culminância do projeto se dará com a comunicação a toda comunidade escolar e, posteriormente, utilizaremos os recursos da Web 2.0 para a divulgação e registro dos acontecimentos do projeto. Como haverá dois grupos, o “comprador” e o “vendedor”, estes montarão uma estratégia de apresentação do que foi aprendido durante a execução do projeto, tentando representar uma situação compra/venda de um veículo.
  • 15. DEFINIÇÃO DE PAPÉIS Os alunos, num primeiro momento, desempenharão o papel de pesquisadores, depois colabores (colaborarão uns com os outros) e co-autores do projeto. Como as turmas estarão divididas em grupos, um grupo será considerado como “o vendedor” e o outro como “o comprador”.
  • 16. RECURSOS TECNOLÓGICOS Computadores com acesso à Internet, Softwares Matemáticos, Datashow, Calculadoras, entre outros que os alunos poderão sugerir.
  • 17. COLETA DE DADOS Os dados serão obtidos através de pesquisa aos sites abaixo relacionados para obtenção dos valores e taxas de financiamento e visitas pessoais a alguns bancos e concessionárias. Dados sobre financiamentos: http://www.freicaneca.com.br/institucional/interacoes/financiamento.asp http://www.panamericafinanceira.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=2&Itemid=2 http://www.portoseguro.com.br/navitacontent_/userFiles/File/hotsite_financiamentodireto_v2/index.html?kw=Simula%E7%E3o+Financiamento&gclid=CMqxku_sipQCFQ7Wsgod5j32XA
  • 18.
  • 19. CRONOGRAMA X Análise dos dados obtidos X Coleta de dados X Formação de grupo p/ as pesquisas de investimento X Divisão de tarefas X Apresentação do projeto e seus objetivos aos alunos X Contato com pessoal envolvido SEMANA 7 SEMANA 6 SEMANA 5 SEMANA 4 SEMANA 3 SEMANA 2 SEMANA 1 ETAPAS
  • 20. X Confecção de planilhas e gráficos. X Criação do modelo de apresentação do projeto e simulação de transações de compra e venda. X Preparação dos formulários de financiamento X Estudo de cálculos SEMANA 7 SEMANA 6 SEMANA 5 SEMANA 4 SEMANA 3 SEMANA 2 SEMANA 1 ETAPAS
  • 21. X Aplicação da avaliação X Apresentação à Comunidade X Culminância do projeto entre os alunos, criação na Web do histórico do projeto SEMANA 7 SEMANA 6 SEMANA 5 SEMANA 4 SEMANA 3 SEMANA 2 SEMANA 1 ETAPAS
  • 22. AVALIAÇÃO O ato de avaliar deve ter um caráter positivo, isto é, focar aquilo que o aluno já é capaz de fazer em vez daquilo que ele ainda não sabe (mas pode ser orientado a saber), não se requerendo necessariamente o mesmo nível de desenvolvimento a todos os alunos.