SlideShare uma empresa Scribd logo
Primeira fase do Modernismo
Características básicas da primeira fase modernista: Acentuada inspiração nacionalista
Conquista definitiva do verso livre
Valorização da língua coloquial
Atenção ao valor estético da linguagem
Incorporação do progresso tecnológico em nossa literatura
Humor e irreverência
Grande liberdade de criação e expressão
Novas ideias Busca de uma independência moral e mental.
Rejeição das concepções estéticas artísticas românticas e parnasianas
Arte = cópia da realidade
Vanguardas europeias Os modernistas utilizaram-se dos valores e influências das escolas europeias num processo de assimilação, para dar-lhes um caráter nacional.
Impressionismo Os impressionistas buscavam retratar em suas obras os efeitos da luz do sol sobre a natureza, por isso, quase sempre pintavam ao ar livre. No Brasil um dos nossos maiores pintores impressionistas foi Eliseu Visconti. No próximo slide, a obra de Visconti é Cena Bíblica.
 
Expressionismo Desejo expresso e intenso de pesquisar nossa realidade social, espiritual e cultural. A Mulher de Cabelos Verdes de Anita Malfatti:
 
Cubismo Decomposição geométrica dos objetos; No Brasil, não encontramos artistas com características exclusivamente cubistas, e no movimento modernista Tarsila do Amaral foi uma artista de destaque com sua obra Operários:
 
Futurismo O uso das cores vivas e contrastes, sobreposição de imagens tinha a pretensão de mostrar dinâmica na imagem. Obra do pintor italiano Giacomo Balla (Velocidade de carro).
 
Dadaísmo Foi  mais radical e demolidor de todos os movimentos. Combinação de pessimismo e ingenuidade; Ceticismo e improvisação; Principal estratégia: Escandalizar e denunciar.
 
Dadaísmo Na literatura brasileira, o maior representante foi o poeta Tristan Tzara: A arte precisa de uma cirurgia. Eu sou contra os sistemas, o melhor dos sistemas é Aquele que tem por princípio nenhum princípio... No fundo é tudo MERDA (...) Que cada homem grite: há um grande trabalho Destrutivo, negativo a executar. Varrer, limpar. Ser dada é ser anti-dadá. (Tristan Tzara)
Surrealismo O amor, o sonho, a liberdade. Superação da destrutividade radical da arte dadá e inauguração de um novo conceito do real: O surreal. Maiores representantes do surrealismo no Brasil foram André Breton (literatura) e Salvador Dali (pintura).
Metamorfose de Narciso (Salvador Dali)
“ O Surrealismo, na sua origem, quis ser libertação integral da poesia, e, através dela, da vida. O que queremos: a independência da arte – para revolução, a Revolução – para a libertação definitiva da arte.” (André Breton)
Blog Literatura Brasileira Digital

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

1ª Fase Do Modernismo
1ª Fase Do Modernismo1ª Fase Do Modernismo
1ª Fase Do Modernismo
Amandeixom
 
Escolas literarias aula 01
Escolas literarias aula 01Escolas literarias aula 01
Escolas literarias aula 01
murilotome
 
Pré modernismo
Pré  modernismoPré  modernismo
Pré modernismo
Gerlane Galvao
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
Mara Virginia
 
Barroco no brasil
Barroco no brasilBarroco no brasil
Barroco no brasil
Ivana Mayrink
 
Parnasianismo'
Parnasianismo'Parnasianismo'
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
Andriane Cursino
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
Cláudia Heloísa
 
Romantismo - aula
Romantismo - aulaRomantismo - aula
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
Andriane Cursino
 
Vanguarda europeia
Vanguarda europeiaVanguarda europeia
Vanguarda europeia
Ana Batista
 
Arcadismo[1]..
Arcadismo[1]..Arcadismo[1]..
Arcadismo[1]..
guesta61019
 
Concretismo
ConcretismoConcretismo
Concretismo
Josue Jorge Cruz
 
Aula vanguardas europeias
Aula vanguardas europeiasAula vanguardas europeias
Aula vanguardas europeias
Abrahão Costa de Freitas
 
Teoria LiteráRia Ensino MéDio
Teoria LiteráRia Ensino MéDioTeoria LiteráRia Ensino MéDio
Teoria LiteráRia Ensino MéDio
Doutora em Linguística Aplicada pela PUC-SP
 
Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.
Ajudar Pessoas
 
ROMANTISMO
ROMANTISMOROMANTISMO
ROMANTISMO
Marcimária Xavier
 
Modernismo e suas fases
Modernismo e suas fasesModernismo e suas fases
Modernismo e suas fases
Luan Victor
 
3ª Fase Modernista
3ª Fase Modernista   3ª Fase Modernista
3ª Fase Modernista
Ruth L
 
Pré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesPré modernismo-slides
Pré modernismo-slides
Zenia Ferreira
 

Mais procurados (20)

1ª Fase Do Modernismo
1ª Fase Do Modernismo1ª Fase Do Modernismo
1ª Fase Do Modernismo
 
Escolas literarias aula 01
Escolas literarias aula 01Escolas literarias aula 01
Escolas literarias aula 01
 
Pré modernismo
Pré  modernismoPré  modernismo
Pré modernismo
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
 
Barroco no brasil
Barroco no brasilBarroco no brasil
Barroco no brasil
 
Parnasianismo'
Parnasianismo'Parnasianismo'
Parnasianismo'
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Romantismo - aula
Romantismo - aulaRomantismo - aula
Romantismo - aula
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Vanguarda europeia
Vanguarda europeiaVanguarda europeia
Vanguarda europeia
 
Arcadismo[1]..
Arcadismo[1]..Arcadismo[1]..
Arcadismo[1]..
 
Concretismo
ConcretismoConcretismo
Concretismo
 
Aula vanguardas europeias
Aula vanguardas europeiasAula vanguardas europeias
Aula vanguardas europeias
 
Teoria LiteráRia Ensino MéDio
Teoria LiteráRia Ensino MéDioTeoria LiteráRia Ensino MéDio
Teoria LiteráRia Ensino MéDio
 
Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.
 
ROMANTISMO
ROMANTISMOROMANTISMO
ROMANTISMO
 
Modernismo e suas fases
Modernismo e suas fasesModernismo e suas fases
Modernismo e suas fases
 
3ª Fase Modernista
3ª Fase Modernista   3ª Fase Modernista
3ª Fase Modernista
 
Pré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesPré modernismo-slides
Pré modernismo-slides
 

Semelhante a Primeira fase do modernismo

Vanguardas europeias ii
Vanguardas europeias iiVanguardas europeias ii
Vanguardas europeias ii
Elina Fernandes
 
Literatura aula 20 - vanguarda européia
Literatura   aula 20 - vanguarda européiaLiteratura   aula 20 - vanguarda européia
Literatura aula 20 - vanguarda européia
Juliana Oliveira
 
Literatura - Vanguarda Européia
Literatura - Vanguarda EuropéiaLiteratura - Vanguarda Européia
Literatura - Vanguarda Européia
Carson Souza
 
Mapa mental Vanguardas Europeias
Mapa mental Vanguardas Europeias Mapa mental Vanguardas Europeias
Mapa mental Vanguardas Europeias
Julimac
 
PORTUGUES - Modernismo - 3ºC
PORTUGUES - Modernismo - 3ºCPORTUGUES - Modernismo - 3ºC
PORTUGUES - Modernismo - 3ºC
liceuterceiroc
 
Vanguardas Europeias
Vanguardas Europeias Vanguardas Europeias
Vanguardas Europeias
Julimac
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
Prof Decio viana
 
Vanguarda europeia
Vanguarda europeiaVanguarda europeia
Vanguarda europeia
rillaryalvesj
 
274723639-Vanguardas-Europeias.ppt
274723639-Vanguardas-Europeias.ppt274723639-Vanguardas-Europeias.ppt
274723639-Vanguardas-Europeias.ppt
Janicelemos4
 
Aula Vanguardas Europeias
Aula Vanguardas EuropeiasAula Vanguardas Europeias
Aula Vanguardas Europeias
DanielaCassiano3
 
Vanguardas2017 .
Vanguardas2017 .Vanguardas2017 .
Vanguardas2017 .
CLEBER LUIS DAMACENO
 
semana de arte moderna
semana de arte modernasemana de arte moderna
semana de arte moderna
tatipines
 
Artes Prof. Jorge Alberto
Artes Prof. Jorge AlbertoArtes Prof. Jorge Alberto
Artes Prof. Jorge Alberto
Pré-Enem Seduc
 
As vanguardas do modernismo
As vanguardas do modernismoAs vanguardas do modernismo
As vanguardas do modernismo
Dedinha Ramos
 
Pré- Modernismo: Vanguardas europeias
Pré- Modernismo: Vanguardas europeias Pré- Modernismo: Vanguardas europeias
Pré- Modernismo: Vanguardas europeias
Pedro Agora Brasil
 
Surrealismo.pptx
Surrealismo.pptxSurrealismo.pptx
Surrealismo.pptx
Isaquia Franco
 
AULAO ENEM.pptx
AULAO ENEM.pptxAULAO ENEM.pptx
AULAO ENEM.pptx
Elaine572065
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeias Vanguardas europeias
Vanguardas europeias
Pedro Guilherme
 
Novas figurações
Novas figuraçõesNovas figurações
Novas figurações
Carlos Elson Cunha
 
world art day.pptx
world art day.pptxworld art day.pptx
world art day.pptx
IsabiliSantos
 

Semelhante a Primeira fase do modernismo (20)

Vanguardas europeias ii
Vanguardas europeias iiVanguardas europeias ii
Vanguardas europeias ii
 
Literatura aula 20 - vanguarda européia
Literatura   aula 20 - vanguarda européiaLiteratura   aula 20 - vanguarda européia
Literatura aula 20 - vanguarda européia
 
Literatura - Vanguarda Européia
Literatura - Vanguarda EuropéiaLiteratura - Vanguarda Européia
Literatura - Vanguarda Européia
 
Mapa mental Vanguardas Europeias
Mapa mental Vanguardas Europeias Mapa mental Vanguardas Europeias
Mapa mental Vanguardas Europeias
 
PORTUGUES - Modernismo - 3ºC
PORTUGUES - Modernismo - 3ºCPORTUGUES - Modernismo - 3ºC
PORTUGUES - Modernismo - 3ºC
 
Vanguardas Europeias
Vanguardas Europeias Vanguardas Europeias
Vanguardas Europeias
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
 
Vanguarda europeia
Vanguarda europeiaVanguarda europeia
Vanguarda europeia
 
274723639-Vanguardas-Europeias.ppt
274723639-Vanguardas-Europeias.ppt274723639-Vanguardas-Europeias.ppt
274723639-Vanguardas-Europeias.ppt
 
Aula Vanguardas Europeias
Aula Vanguardas EuropeiasAula Vanguardas Europeias
Aula Vanguardas Europeias
 
Vanguardas2017 .
Vanguardas2017 .Vanguardas2017 .
Vanguardas2017 .
 
semana de arte moderna
semana de arte modernasemana de arte moderna
semana de arte moderna
 
Artes Prof. Jorge Alberto
Artes Prof. Jorge AlbertoArtes Prof. Jorge Alberto
Artes Prof. Jorge Alberto
 
As vanguardas do modernismo
As vanguardas do modernismoAs vanguardas do modernismo
As vanguardas do modernismo
 
Pré- Modernismo: Vanguardas europeias
Pré- Modernismo: Vanguardas europeias Pré- Modernismo: Vanguardas europeias
Pré- Modernismo: Vanguardas europeias
 
Surrealismo.pptx
Surrealismo.pptxSurrealismo.pptx
Surrealismo.pptx
 
AULAO ENEM.pptx
AULAO ENEM.pptxAULAO ENEM.pptx
AULAO ENEM.pptx
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeias Vanguardas europeias
Vanguardas europeias
 
Novas figurações
Novas figuraçõesNovas figurações
Novas figurações
 
world art day.pptx
world art day.pptxworld art day.pptx
world art day.pptx
 

Mais de Elaine Blogger

Função de linguagem
Função de linguagemFunção de linguagem
Função de linguagem
Elaine Blogger
 
O cortiço - Aluísio Azevedo
O cortiço - Aluísio AzevedoO cortiço - Aluísio Azevedo
O cortiço - Aluísio Azevedo
Elaine Blogger
 
Figuras de linguagem resumo
Figuras de linguagem resumoFiguras de linguagem resumo
Figuras de linguagem resumo
Elaine Blogger
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Elaine Blogger
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
Elaine Blogger
 
Parnasianismo e simbolismo
Parnasianismo e simbolismo Parnasianismo e simbolismo
Parnasianismo e simbolismo
Elaine Blogger
 
Tropicália
TropicáliaTropicália
Tropicália
Elaine Blogger
 
Concretismo
ConcretismoConcretismo
Concretismo
Elaine Blogger
 

Mais de Elaine Blogger (8)

Função de linguagem
Função de linguagemFunção de linguagem
Função de linguagem
 
O cortiço - Aluísio Azevedo
O cortiço - Aluísio AzevedoO cortiço - Aluísio Azevedo
O cortiço - Aluísio Azevedo
 
Figuras de linguagem resumo
Figuras de linguagem resumoFiguras de linguagem resumo
Figuras de linguagem resumo
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
 
Parnasianismo e simbolismo
Parnasianismo e simbolismo Parnasianismo e simbolismo
Parnasianismo e simbolismo
 
Tropicália
TropicáliaTropicália
Tropicália
 
Concretismo
ConcretismoConcretismo
Concretismo
 

Primeira fase do modernismo

  • 1. Primeira fase do Modernismo
  • 2. Características básicas da primeira fase modernista: Acentuada inspiração nacionalista
  • 5. Atenção ao valor estético da linguagem
  • 6. Incorporação do progresso tecnológico em nossa literatura
  • 8. Grande liberdade de criação e expressão
  • 9. Novas ideias Busca de uma independência moral e mental.
  • 10. Rejeição das concepções estéticas artísticas românticas e parnasianas
  • 11. Arte = cópia da realidade
  • 12. Vanguardas europeias Os modernistas utilizaram-se dos valores e influências das escolas europeias num processo de assimilação, para dar-lhes um caráter nacional.
  • 13. Impressionismo Os impressionistas buscavam retratar em suas obras os efeitos da luz do sol sobre a natureza, por isso, quase sempre pintavam ao ar livre. No Brasil um dos nossos maiores pintores impressionistas foi Eliseu Visconti. No próximo slide, a obra de Visconti é Cena Bíblica.
  • 14.  
  • 15. Expressionismo Desejo expresso e intenso de pesquisar nossa realidade social, espiritual e cultural. A Mulher de Cabelos Verdes de Anita Malfatti:
  • 16.  
  • 17. Cubismo Decomposição geométrica dos objetos; No Brasil, não encontramos artistas com características exclusivamente cubistas, e no movimento modernista Tarsila do Amaral foi uma artista de destaque com sua obra Operários:
  • 18.  
  • 19. Futurismo O uso das cores vivas e contrastes, sobreposição de imagens tinha a pretensão de mostrar dinâmica na imagem. Obra do pintor italiano Giacomo Balla (Velocidade de carro).
  • 20.  
  • 21. Dadaísmo Foi mais radical e demolidor de todos os movimentos. Combinação de pessimismo e ingenuidade; Ceticismo e improvisação; Principal estratégia: Escandalizar e denunciar.
  • 22.  
  • 23. Dadaísmo Na literatura brasileira, o maior representante foi o poeta Tristan Tzara: A arte precisa de uma cirurgia. Eu sou contra os sistemas, o melhor dos sistemas é Aquele que tem por princípio nenhum princípio... No fundo é tudo MERDA (...) Que cada homem grite: há um grande trabalho Destrutivo, negativo a executar. Varrer, limpar. Ser dada é ser anti-dadá. (Tristan Tzara)
  • 24. Surrealismo O amor, o sonho, a liberdade. Superação da destrutividade radical da arte dadá e inauguração de um novo conceito do real: O surreal. Maiores representantes do surrealismo no Brasil foram André Breton (literatura) e Salvador Dali (pintura).
  • 25. Metamorfose de Narciso (Salvador Dali)
  • 26. “ O Surrealismo, na sua origem, quis ser libertação integral da poesia, e, através dela, da vida. O que queremos: a independência da arte – para revolução, a Revolução – para a libertação definitiva da arte.” (André Breton)