SlideShare uma empresa Scribd logo
T E X T O D O D I A
"Todas as coisas me são lícitas,
mas nem todas as coisas convêm;
todas as coisas me são lícitas,
mas eu não me deixarei dominar
por nenhuma."
SÍNTESE
O nosso corpo pertence ao
Senhor e não deve ser usado para
a prostituição.
1 Coríntios 6.12-20
12 Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as
coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma.
13 Os manjares são para o ventre, e o ventre, para os manjares; Deus, porém,
aniquilará tanto um como os outros. Mas o corpo não é para a prostituição, senão
para o Senhor, e o Senhor para o corpo.
14 Ora, Deus, que também ressuscitou o Senhor, nos ressuscitará a nós pelo seu
poder.
15 Não sabeis vós que os vossos corpos são membros de Cristo? Tomarei, pois,
os membros de Cristo e fá-los-ei membros de uma meretriz? Não, por certo.
16 Ou não sabeis que o que se ajunta com a meretriz faz-se um corpo com ela?
Porque serão, disse, dois numa só carne.
Leitura bíblica
1 Coríntios 6.12-20
17 Mas o que se ajunta com o Senhor é um mesmo espírito.
18 Fugi da prostituição. Todo pecado que o homem comete é fora do corpo; mas
o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo.
19 Ou não sabeis que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita
em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?
20 Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso
corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.
Leitura bíblica
INTRODUÇÃO
• O sexo foi criado por Deus com dois propósitos
específicos: Dar continuidade à humanidade (procriação)
e trazer prazer sexual no casamento (heterossexual).
• Contudo, algumas pessoas têm deturpado esses
propósitos.
• Paulo faz sérias recomendações aos coríntios com
relação ao uso do corpo.
• A cultura de imoralidade da cidade de Corinto reforçava
a seriedade com que o apóstolo adverte para não
contaminar o corpo, templo do Espírito Santo.
INTRODUÇÃO
TÓPICO I
A LIBERDADE EM CRISTO
NÃO PODE SER CONFUNDIDA
COM LIBERTINAGEM
1. Fazer tudo o que se deseja não é liberdade, mas
escravidão (v.12);
2. Livre é quem está "em Cristo“; e
3. O oposto de estar em Cristo.
I - A LIBERDADE EM CRISTO
NÃO PODE SER CONFUNDIDA COM LIBERTINAGEM
• Alguns crentes de Corinto acreditavam,
erroneamente, que podiam fazer tudo o que bem
desejassem em nome da liberdade em Cristo.
• Eles se tornaram escravos das paixões carnais,
que dominavam suas vontades e ações.
• Em nome da “Liberdade cristã” práticas
pecaminosas passavam a ser consideradas
comuns.
1. Fazer tudo o que se deseja não é liberdade,
mas escravidão (v.12)
• Tendência gnóstica: "O que se faz com o corpo
não o torna impuro, desde que se mantenha o
espírito puro."
• Como eles tinham uma visão do corpo como uma
matéria má, o que se fazia com o corpo não
tinha nenhum efeito na vida espiritual.
1. Fazer tudo o que se deseja não é liberdade,
mas escravidão (v.12)
• A Palavra de Deus nos mostra que só tem a
liberdade real, a verdadeira, quem está em Cristo.
• A expressão "em Cristo" era querida pelo
apóstolo - 86 X nas suas cartas, sem considerar
expressões análogas) como "nele" e "no qual".
• Sacralidade do corpo de quem está em Cristo.
• Ele reforça que Jesus morreu na cruz para
resgate tanto da parte espiritual quanto a
material.
2. Livre é quem está "em Cristo"
• O risco de tornar o corpo profano, em vez de
objeto de glorificação a Deus (v.19).
• O mundo ainda está debaixo da maldição do
pecado.
• Em Cristo é possível manter a integridade de
uma vida cristã santa, à espera da redenção
final.
• Viver a liberdade em Cristo, andando no Espírito
e dominando a vontade da carne.
2. Livre é quem está "em Cristo"
• O oposto de estar "em Cristo“ = estar "em Adão".
• Uma liberdade equivocada do “estar em Cristo” =
“estar em Adão".
• Da mesma forma como em Adão todos morrem, em
Cristo todos serão vivificados (1 Co 15.22).
• Todos os seres humanos estão "em Adão", até que
passam, mediante a fé, a estar "em Cristo".
• "Em Cristo" - posição da pessoa remida, livre da
tirania do pecado, nova criatura (2 Co 5.17).
3. O oposto de estar em Cristo
PENSE
Você tem fortalecido sua vida
espiritual?
Você “está em Cristo” ou “está
TÓPICO II
O PECADO NO CORPO AFETA
A ALMA E O ESPÍRITO (6.13-19)
1. O pecado no corpo;
2. Corpo, alma e espírito no Novo Testamento; e
3. O corpo como templo do Espírito Santo (vv.13-
19).
II - O PECADO NO CORPO AFETA
A ALMA E O ESPÍRITO (6.13-19)
• Sarx (grego) = carne/velha natureza do ser
humano que pode impedi-lo de praticar o bem
(Rm 7.5, 18,25).
• O apóstolo estimula o crente a mortificar a carne e
a ser servo da justiça para não pecar contra Deus
(Rm 6.11,12).
• O pecado (hamartia) é errar o alvo, algo que se
faz contra a vontade de Deus.
• Ele separa o ser humano de Deus, o escraviza e o
destitui da glória divina (Rm 3.23).
1. O pecado no corpo
• Deus manifesta a sua ira (orgê) contra o pecado
e toda impiedade humana (Rm 1.18).
• Mas os salvos que estão em Cristo não estão
destinados para serem consumidos pela ira de
Deus (1 Ts 5.9,10).
• Jesus destruiu o poder do pecado na Cruz, na
qual o crente está unido em Cristo para não
mais servir o pecado como escravo (Rm 6.6,7).
1. O pecado no corpo
• Na cultura grega a matéria (corpo) era
considerada má, enquanto o imaterial
(alma/espírito) era considerado bom.
• As Escrituras consideram o ser humano em sua
totalidade.
• Paulo recomendava a preservação tanto do
espírito como do corpo (ser integral).
• O corpo passa a ser habitação do Espírito com
a conversão, pela fé(Gl 3.1,2).
2. Corpo, alma e espírito no Novo Testamento
• Paulo adverte sobre o perigo das relações
sexuais imorais adentrarem na igreja.
• Corpo é templo do Espírito Santo (v.19). O templo
era um lugar de encontro com Deus, para uso
exclusivo de adoração ao Senhor.
• Em uma relação extraconjugal, o cristão profana
o próprio corpo (vv.13,15).
• Como corpo de Cristo/igreja - santificar e oferecer
seu corpo como sacrifício vivo (Rm 12.1,2).
3. O corpo como templo do Espírito Santo (vv.13-19)
PENSE
Seu corpo tem sido templo,
morada do Espírito Santo?
IMPORTANTE
Precisamos oferecer
voluntariamente nossos corpos
como sacrifícios vivos para louvor
e glória de Deus.
TÓPICO III
A IMORALIDADE É UMA
TENTAÇÃO NA VIDA DO CRENTE
1. Fomos comprados por bom preço: diga não à
tentação (v.20a);
2. Resistir à tentação e glorificar a Deus com o
corpo e o espírito (v.20b); e
3. Quem resiste à tentação da imoralidade pertence
a Deus (v.20c).
III - A IMORALIDADE É UMA TENTAÇÃO
NA VIDA DO CRENTE
• Incentivo diante de uma tentação - destaca o
preço da justificação (v.20a).
• A doutrina da justificação pela fé expressa o
agir de Deus para a salvação da humanidade.
• Não abre possibilidade para o outro extremo,
do antinomismo (desobrigação com a lei moral e
ética).
• Uma vez justificado, o cristão inicia o processo
da santificação, que é permanente.
1. Fomos comprados por bom preço:
diga não à tentação (v.20a)
• Em Cristo, o ser humano pode renascer para uma
vida plena com Ele.
• A graça tem muito mais a oferecer: a participação
na morte (justificação) e na ressurreição de Cristo
(glorificação) faz-nos passar da morte para a vida.
• Justificados e santificados, os crentes já vivem
uma dimensão da vida eterna com Deus.
• A graça redentora de Cristo assegura a entrada em
uma vida interminável na presença de Deus.
2. Resistir à tentação e glorificar a Deus
com o corpo e o espírito (v.20b)
• O crente vive em uma constante guerra, por isso
precisa lutar contra os desejos da carne que se
opõem aos desejos do Espírito (Gl 5.16-26).
• Leitura sistemática da Palavra, oração, jejum,
participação em cultos e da comunhão -
maneiras de preservar uma vida espiritual
equilibrada.
• Quem resiste a tentação é propriedade
exclusiva de Deus.
3. Quem resiste à tentação da imoralidade
pertence a Deus (v.20c)
PENSE
Você tem sido propriedade
exclusiva de Deus?
CONSIDERAÇÕES
FINAIS
1. Nessa lição aprendemos que o ambiente imoral
de Corinto estava influenciando o
comportamento dos membros da igreja;
2. Quem se acha livre para fazer o que bem
entende com o seu corpo, na verdade é
escravo da carne; e
3. Ser livre é poder dizer não à imoralidade e à
prostituição e preservar o templo do Espírito
Santo.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
REFERÊNCIAS
CONTATOS
Pr. Natalino das Neves
natalinoteologo@gmail.com
(41) 98409 8094
www.natalinodasneves.blogspot.com.br
Natalino das neves; natalino das neves II; e
Pastor Natalino das Neves (página)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 9 - Mortos para o pecado
Lição 9 - Mortos para o pecadoLição 9 - Mortos para o pecado
Lição 9 - Mortos para o pecado
Natalino das Neves Neves
 
Colossences 4
Colossences 4Colossences 4
Colossences 4
Joel Silva
 
Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderadaEbd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
2021 1º trimestre jovens lição 11
2021 1º trimestre jovens lição 112021 1º trimestre jovens lição 11
2021 1º trimestre jovens lição 11
Joel Silva
 
Colossences 2 (parte 2)
Colossences 2 (parte 2)Colossences 2 (parte 2)
Colossences 2 (parte 2)
Joel Silva
 
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidos
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidosLBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidos
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidos
Natalino das Neves Neves
 
LBA LIÇÃO 7 - A ÉTICA CRISTÃ E DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
LBA LIÇÃO 7 - A ÉTICA CRISTÃ E DOAÇÃO DE ÓRGÃOSLBA LIÇÃO 7 - A ÉTICA CRISTÃ E DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
LBA LIÇÃO 7 - A ÉTICA CRISTÃ E DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
Natalino das Neves Neves
 
Colossences 1 (parte 2)
Colossences 1 (parte 2)Colossences 1 (parte 2)
Colossences 1 (parte 2)
Joel Silva
 
2º módulo 4ª aula
2º módulo   4ª aula2º módulo   4ª aula
2º módulo 4ª aula
Joel Silva
 
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 03
E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 03E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 03
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 03
Joel Silva
 
Aula 4 gálatas e efésios
Aula 4   gálatas e efésiosAula 4   gálatas e efésios
Aula 4 gálatas e efésios
Pastor W. Costa
 
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 02E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 02
Joel Silva
 
Lição 3 - A vida do Novo Convertido
Lição 3 - A vida do Novo ConvertidoLição 3 - A vida do Novo Convertido
Lição 3 - A vida do Novo Convertido
Nilton Cesar Marcelino
 
Colossences 1 (parte 1)
Colossences 1 (parte 1)Colossences 1 (parte 1)
Colossences 1 (parte 1)
Joel Silva
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - A igreja de cristo
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - A igreja de cristoLBA 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - A igreja de cristo
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - A igreja de cristo
Natalino das Neves Neves
 
Colossences 1 (parte 4)
Colossences 1 (parte 4)Colossences 1 (parte 4)
Colossences 1 (parte 4)
Joel Silva
 

Mais procurados (16)

Lição 9 - Mortos para o pecado
Lição 9 - Mortos para o pecadoLição 9 - Mortos para o pecado
Lição 9 - Mortos para o pecado
 
Colossences 4
Colossences 4Colossences 4
Colossences 4
 
Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderadaEbd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
 
2021 1º trimestre jovens lição 11
2021 1º trimestre jovens lição 112021 1º trimestre jovens lição 11
2021 1º trimestre jovens lição 11
 
Colossences 2 (parte 2)
Colossences 2 (parte 2)Colossences 2 (parte 2)
Colossences 2 (parte 2)
 
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidos
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidosLBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidos
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidos
 
LBA LIÇÃO 7 - A ÉTICA CRISTÃ E DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
LBA LIÇÃO 7 - A ÉTICA CRISTÃ E DOAÇÃO DE ÓRGÃOSLBA LIÇÃO 7 - A ÉTICA CRISTÃ E DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
LBA LIÇÃO 7 - A ÉTICA CRISTÃ E DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
 
Colossences 1 (parte 2)
Colossences 1 (parte 2)Colossences 1 (parte 2)
Colossences 1 (parte 2)
 
2º módulo 4ª aula
2º módulo   4ª aula2º módulo   4ª aula
2º módulo 4ª aula
 
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 03
E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 03E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 03
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 03
 
Aula 4 gálatas e efésios
Aula 4   gálatas e efésiosAula 4   gálatas e efésios
Aula 4 gálatas e efésios
 
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 02E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 02
 
Lição 3 - A vida do Novo Convertido
Lição 3 - A vida do Novo ConvertidoLição 3 - A vida do Novo Convertido
Lição 3 - A vida do Novo Convertido
 
Colossences 1 (parte 1)
Colossences 1 (parte 1)Colossences 1 (parte 1)
Colossences 1 (parte 1)
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - A igreja de cristo
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - A igreja de cristoLBA 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - A igreja de cristo
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - A igreja de cristo
 
Colossences 1 (parte 4)
Colossences 1 (parte 4)Colossences 1 (parte 4)
Colossences 1 (parte 4)
 

Semelhante a PRELEÇÃO_LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO

2021 2º trimestre jovens - lição 10
2021   2º trimestre jovens - lição 102021   2º trimestre jovens - lição 10
2021 2º trimestre jovens - lição 10
Joel Silva
 
Licao 1
Licao 1Licao 1
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 01E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 01
Joel Silva
 
Lição 2 - A Mordomia do Corpo
Lição 2 - A Mordomia do CorpoLição 2 - A Mordomia do Corpo
Lição 2 - A Mordomia do Corpo
Éder Tomé
 
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1 as obras da carne e o fruto do espírito
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1  as obras da carne e o fruto do espíritoEbd 1 trimestre 2017 lição 1  as obras da carne e o fruto do espírito
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1 as obras da carne e o fruto do espírito
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do EspiritoAs Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
Márcio Martins
 
Slide li c ao 2 - 3t - 2019 - a mordomia do corpo para face
Slide li c ao 2 - 3t - 2019 - a mordomia do corpo para faceSlide li c ao 2 - 3t - 2019 - a mordomia do corpo para face
Slide li c ao 2 - 3t - 2019 - a mordomia do corpo para face
Vilma Longuini
 
Lição 2 - A Mordomia do Corpo
Lição 2 - A Mordomia do CorpoLição 2 - A Mordomia do Corpo
Lição 2 - A Mordomia do Corpo
Hamilton Souza
 
Lições biblicas 2017[342]
Lições biblicas 2017[342]Lições biblicas 2017[342]
Lições biblicas 2017[342]
Marcio Daudt
 
Lição 9 - Uma Visão Bíblica do Corpo.pptx
Lição 9 - Uma Visão Bíblica do Corpo.pptxLição 9 - Uma Visão Bíblica do Corpo.pptx
Lição 9 - Uma Visão Bíblica do Corpo.pptx
Celso Napoleon
 
Prostituição. a Perversão da Sexualidade_2019 LBJ 2 TRI Lição 7
Prostituição. a Perversão da Sexualidade_2019 LBJ 2 TRI Lição 7Prostituição. a Perversão da Sexualidade_2019 LBJ 2 TRI Lição 7
Prostituição. a Perversão da Sexualidade_2019 LBJ 2 TRI Lição 7
Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 1 - AS OBRAS DA CARNE E O FRUTO DO ESPÍRITO
LIÇÃO 1 - AS OBRAS DA CARNE E O FRUTO DO ESPÍRITOLIÇÃO 1 - AS OBRAS DA CARNE E O FRUTO DO ESPÍRITO
LIÇÃO 1 - AS OBRAS DA CARNE E O FRUTO DO ESPÍRITO
Lourinaldo Serafim
 
Obras da carne e o Fruto do Espírito
Obras da carne e o Fruto do EspíritoObras da carne e o Fruto do Espírito
Obras da carne e o Fruto do Espírito
Luciana Evangelista
 
Lição 7 - Prostituição, a perversão da sexualidade
Lição 7 - Prostituição, a perversão da sexualidadeLição 7 - Prostituição, a perversão da sexualidade
Lição 7 - Prostituição, a perversão da sexualidade
Éder Tomé
 
Santificação.pptx
Santificação.pptxSantificação.pptx
Santificação.pptx
JorgeVieira668836
 
Vivendo de Forma Moderada.
Vivendo de Forma Moderada.Vivendo de Forma Moderada.
Vivendo de Forma Moderada.
Márcio Martins
 
Lição 3 - A Mordomia da Alma e do Espírito
Lição 3 - A Mordomia da Alma e do EspíritoLição 3 - A Mordomia da Alma e do Espírito
Lição 3 - A Mordomia da Alma e do Espírito
Éder Tomé
 
Lição 3 aluno
Lição 3 alunoLição 3 aluno
Lição 3 aluno
Demerval Fernandes
 
LIÇÃO 03 - O PERIGO DAS OBRAS DA CARNE
LIÇÃO 03 - O PERIGO DAS OBRAS DA CARNELIÇÃO 03 - O PERIGO DAS OBRAS DA CARNE
LIÇÃO 03 - O PERIGO DAS OBRAS DA CARNE
Lourinaldo Serafim
 
Boa =perfeita vontade
Boa =perfeita vontadeBoa =perfeita vontade
Boa =perfeita vontade
FlvioAraujo6
 

Semelhante a PRELEÇÃO_LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO (20)

2021 2º trimestre jovens - lição 10
2021   2º trimestre jovens - lição 102021   2º trimestre jovens - lição 10
2021 2º trimestre jovens - lição 10
 
Licao 1
Licao 1Licao 1
Licao 1
 
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 01E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 01
 
Lição 2 - A Mordomia do Corpo
Lição 2 - A Mordomia do CorpoLição 2 - A Mordomia do Corpo
Lição 2 - A Mordomia do Corpo
 
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1 as obras da carne e o fruto do espírito
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1  as obras da carne e o fruto do espíritoEbd 1 trimestre 2017 lição 1  as obras da carne e o fruto do espírito
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1 as obras da carne e o fruto do espírito
 
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do EspiritoAs Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
 
Slide li c ao 2 - 3t - 2019 - a mordomia do corpo para face
Slide li c ao 2 - 3t - 2019 - a mordomia do corpo para faceSlide li c ao 2 - 3t - 2019 - a mordomia do corpo para face
Slide li c ao 2 - 3t - 2019 - a mordomia do corpo para face
 
Lição 2 - A Mordomia do Corpo
Lição 2 - A Mordomia do CorpoLição 2 - A Mordomia do Corpo
Lição 2 - A Mordomia do Corpo
 
Lições biblicas 2017[342]
Lições biblicas 2017[342]Lições biblicas 2017[342]
Lições biblicas 2017[342]
 
Lição 9 - Uma Visão Bíblica do Corpo.pptx
Lição 9 - Uma Visão Bíblica do Corpo.pptxLição 9 - Uma Visão Bíblica do Corpo.pptx
Lição 9 - Uma Visão Bíblica do Corpo.pptx
 
Prostituição. a Perversão da Sexualidade_2019 LBJ 2 TRI Lição 7
Prostituição. a Perversão da Sexualidade_2019 LBJ 2 TRI Lição 7Prostituição. a Perversão da Sexualidade_2019 LBJ 2 TRI Lição 7
Prostituição. a Perversão da Sexualidade_2019 LBJ 2 TRI Lição 7
 
LIÇÃO 1 - AS OBRAS DA CARNE E O FRUTO DO ESPÍRITO
LIÇÃO 1 - AS OBRAS DA CARNE E O FRUTO DO ESPÍRITOLIÇÃO 1 - AS OBRAS DA CARNE E O FRUTO DO ESPÍRITO
LIÇÃO 1 - AS OBRAS DA CARNE E O FRUTO DO ESPÍRITO
 
Obras da carne e o Fruto do Espírito
Obras da carne e o Fruto do EspíritoObras da carne e o Fruto do Espírito
Obras da carne e o Fruto do Espírito
 
Lição 7 - Prostituição, a perversão da sexualidade
Lição 7 - Prostituição, a perversão da sexualidadeLição 7 - Prostituição, a perversão da sexualidade
Lição 7 - Prostituição, a perversão da sexualidade
 
Santificação.pptx
Santificação.pptxSantificação.pptx
Santificação.pptx
 
Vivendo de Forma Moderada.
Vivendo de Forma Moderada.Vivendo de Forma Moderada.
Vivendo de Forma Moderada.
 
Lição 3 - A Mordomia da Alma e do Espírito
Lição 3 - A Mordomia da Alma e do EspíritoLição 3 - A Mordomia da Alma e do Espírito
Lição 3 - A Mordomia da Alma e do Espírito
 
Lição 3 aluno
Lição 3 alunoLição 3 aluno
Lição 3 aluno
 
LIÇÃO 03 - O PERIGO DAS OBRAS DA CARNE
LIÇÃO 03 - O PERIGO DAS OBRAS DA CARNELIÇÃO 03 - O PERIGO DAS OBRAS DA CARNE
LIÇÃO 03 - O PERIGO DAS OBRAS DA CARNE
 
Boa =perfeita vontade
Boa =perfeita vontadeBoa =perfeita vontade
Boa =perfeita vontade
 

Mais de Pastor Natalino Das Neves

LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTOLIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
Pastor Natalino Das Neves
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE OS IRMÃOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE OS IRMÃOSPRELEÇÃO_LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE OS IRMÃOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE OS IRMÃOS
Pastor Natalino Das Neves
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE OS IRMÃOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE OS IRMÃOSPROJEÇÃO_LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE OS IRMÃOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE OS IRMÃOS
Pastor Natalino Das Neves
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
Pastor Natalino Das Neves
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
Pastor Natalino Das Neves
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
Pastor Natalino Das Neves
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
Pastor Natalino Das Neves
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
Pastor Natalino Das Neves
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
Pastor Natalino Das Neves
 
PROJEÇÃO_JOVENS_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
PROJEÇÃO_JOVENS_Lição 5 - O Caráter da Pregação de PauloPROJEÇÃO_JOVENS_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
PROJEÇÃO_JOVENS_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
Pastor Natalino Das Neves
 
PRELEÇÃO_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
PRELEÇÃO_Lição 5 - O Caráter da Pregação de PauloPRELEÇÃO_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
PRELEÇÃO_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
Pastor Natalino Das Neves
 
PROJEÇÃO_Lições Bíblicas de Jovens_Lição 4 - A Sabedoria Divina
PROJEÇÃO_Lições Bíblicas de Jovens_Lição 4 - A Sabedoria DivinaPROJEÇÃO_Lições Bíblicas de Jovens_Lição 4 - A Sabedoria Divina
PROJEÇÃO_Lições Bíblicas de Jovens_Lição 4 - A Sabedoria Divina
Pastor Natalino Das Neves
 
PRELEÇÃO_Lições Bíblicas de Jovens_Lição 4 - A Sabedoria Divina
PRELEÇÃO_Lições Bíblicas de Jovens_Lição 4 - A Sabedoria DivinaPRELEÇÃO_Lições Bíblicas de Jovens_Lição 4 - A Sabedoria Divina
PRELEÇÃO_Lições Bíblicas de Jovens_Lição 4 - A Sabedoria Divina
Pastor Natalino Das Neves
 
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na IgrejaPRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
Pastor Natalino Das Neves
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na IgrejaPROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
Pastor Natalino Das Neves
 
Preleção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de CorintoPreleção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Pastor Natalino Das Neves
 
Projeção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de CorintoProjeção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Pastor Natalino Das Neves
 
PROJEÇÃO_JOVENS_Lição 1 - A Primeira Carta de Paulo à igreja de Corinto
PROJEÇÃO_JOVENS_Lição 1 - A Primeira Carta de Paulo à igreja de CorintoPROJEÇÃO_JOVENS_Lição 1 - A Primeira Carta de Paulo à igreja de Corinto
PROJEÇÃO_JOVENS_Lição 1 - A Primeira Carta de Paulo à igreja de Corinto
Pastor Natalino Das Neves
 
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 1 - A Primeira Carta de Paulo à igreja de Corinto
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 1 - A Primeira Carta de Paulo à igreja de CorintoPRELEÇÃO_JOVENS_Lição 1 - A Primeira Carta de Paulo à igreja de Corinto
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 1 - A Primeira Carta de Paulo à igreja de Corinto
Pastor Natalino Das Neves
 

Mais de Pastor Natalino Das Neves (19)

LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTOLIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE OS IRMÃOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE OS IRMÃOSPRELEÇÃO_LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE OS IRMÃOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE OS IRMÃOS
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE OS IRMÃOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE OS IRMÃOSPROJEÇÃO_LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE OS IRMÃOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE OS IRMÃOS
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
 
PROJEÇÃO_JOVENS_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
PROJEÇÃO_JOVENS_Lição 5 - O Caráter da Pregação de PauloPROJEÇÃO_JOVENS_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
PROJEÇÃO_JOVENS_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
 
PRELEÇÃO_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
PRELEÇÃO_Lição 5 - O Caráter da Pregação de PauloPRELEÇÃO_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
PRELEÇÃO_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
 
PROJEÇÃO_Lições Bíblicas de Jovens_Lição 4 - A Sabedoria Divina
PROJEÇÃO_Lições Bíblicas de Jovens_Lição 4 - A Sabedoria DivinaPROJEÇÃO_Lições Bíblicas de Jovens_Lição 4 - A Sabedoria Divina
PROJEÇÃO_Lições Bíblicas de Jovens_Lição 4 - A Sabedoria Divina
 
PRELEÇÃO_Lições Bíblicas de Jovens_Lição 4 - A Sabedoria Divina
PRELEÇÃO_Lições Bíblicas de Jovens_Lição 4 - A Sabedoria DivinaPRELEÇÃO_Lições Bíblicas de Jovens_Lição 4 - A Sabedoria Divina
PRELEÇÃO_Lições Bíblicas de Jovens_Lição 4 - A Sabedoria Divina
 
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na IgrejaPRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na IgrejaPROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
 
Preleção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de CorintoPreleção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
Projeção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de CorintoProjeção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
PROJEÇÃO_JOVENS_Lição 1 - A Primeira Carta de Paulo à igreja de Corinto
PROJEÇÃO_JOVENS_Lição 1 - A Primeira Carta de Paulo à igreja de CorintoPROJEÇÃO_JOVENS_Lição 1 - A Primeira Carta de Paulo à igreja de Corinto
PROJEÇÃO_JOVENS_Lição 1 - A Primeira Carta de Paulo à igreja de Corinto
 
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 1 - A Primeira Carta de Paulo à igreja de Corinto
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 1 - A Primeira Carta de Paulo à igreja de CorintoPRELEÇÃO_JOVENS_Lição 1 - A Primeira Carta de Paulo à igreja de Corinto
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 1 - A Primeira Carta de Paulo à igreja de Corinto
 

Último

1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
ElijainaVelozoGonalv
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 

Último (18)

1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 

PRELEÇÃO_LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO

  • 1.
  • 2.
  • 3. T E X T O D O D I A "Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma."
  • 4. SÍNTESE O nosso corpo pertence ao Senhor e não deve ser usado para a prostituição.
  • 5. 1 Coríntios 6.12-20 12 Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma. 13 Os manjares são para o ventre, e o ventre, para os manjares; Deus, porém, aniquilará tanto um como os outros. Mas o corpo não é para a prostituição, senão para o Senhor, e o Senhor para o corpo. 14 Ora, Deus, que também ressuscitou o Senhor, nos ressuscitará a nós pelo seu poder. 15 Não sabeis vós que os vossos corpos são membros de Cristo? Tomarei, pois, os membros de Cristo e fá-los-ei membros de uma meretriz? Não, por certo. 16 Ou não sabeis que o que se ajunta com a meretriz faz-se um corpo com ela? Porque serão, disse, dois numa só carne. Leitura bíblica
  • 6. 1 Coríntios 6.12-20 17 Mas o que se ajunta com o Senhor é um mesmo espírito. 18 Fugi da prostituição. Todo pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo. 19 Ou não sabeis que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? 20 Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus. Leitura bíblica
  • 8. • O sexo foi criado por Deus com dois propósitos específicos: Dar continuidade à humanidade (procriação) e trazer prazer sexual no casamento (heterossexual). • Contudo, algumas pessoas têm deturpado esses propósitos. • Paulo faz sérias recomendações aos coríntios com relação ao uso do corpo. • A cultura de imoralidade da cidade de Corinto reforçava a seriedade com que o apóstolo adverte para não contaminar o corpo, templo do Espírito Santo. INTRODUÇÃO
  • 9. TÓPICO I A LIBERDADE EM CRISTO NÃO PODE SER CONFUNDIDA COM LIBERTINAGEM
  • 10. 1. Fazer tudo o que se deseja não é liberdade, mas escravidão (v.12); 2. Livre é quem está "em Cristo“; e 3. O oposto de estar em Cristo. I - A LIBERDADE EM CRISTO NÃO PODE SER CONFUNDIDA COM LIBERTINAGEM
  • 11. • Alguns crentes de Corinto acreditavam, erroneamente, que podiam fazer tudo o que bem desejassem em nome da liberdade em Cristo. • Eles se tornaram escravos das paixões carnais, que dominavam suas vontades e ações. • Em nome da “Liberdade cristã” práticas pecaminosas passavam a ser consideradas comuns. 1. Fazer tudo o que se deseja não é liberdade, mas escravidão (v.12)
  • 12. • Tendência gnóstica: "O que se faz com o corpo não o torna impuro, desde que se mantenha o espírito puro." • Como eles tinham uma visão do corpo como uma matéria má, o que se fazia com o corpo não tinha nenhum efeito na vida espiritual. 1. Fazer tudo o que se deseja não é liberdade, mas escravidão (v.12)
  • 13. • A Palavra de Deus nos mostra que só tem a liberdade real, a verdadeira, quem está em Cristo. • A expressão "em Cristo" era querida pelo apóstolo - 86 X nas suas cartas, sem considerar expressões análogas) como "nele" e "no qual". • Sacralidade do corpo de quem está em Cristo. • Ele reforça que Jesus morreu na cruz para resgate tanto da parte espiritual quanto a material. 2. Livre é quem está "em Cristo"
  • 14. • O risco de tornar o corpo profano, em vez de objeto de glorificação a Deus (v.19). • O mundo ainda está debaixo da maldição do pecado. • Em Cristo é possível manter a integridade de uma vida cristã santa, à espera da redenção final. • Viver a liberdade em Cristo, andando no Espírito e dominando a vontade da carne. 2. Livre é quem está "em Cristo"
  • 15. • O oposto de estar "em Cristo“ = estar "em Adão". • Uma liberdade equivocada do “estar em Cristo” = “estar em Adão". • Da mesma forma como em Adão todos morrem, em Cristo todos serão vivificados (1 Co 15.22). • Todos os seres humanos estão "em Adão", até que passam, mediante a fé, a estar "em Cristo". • "Em Cristo" - posição da pessoa remida, livre da tirania do pecado, nova criatura (2 Co 5.17). 3. O oposto de estar em Cristo
  • 16. PENSE Você tem fortalecido sua vida espiritual? Você “está em Cristo” ou “está
  • 17. TÓPICO II O PECADO NO CORPO AFETA A ALMA E O ESPÍRITO (6.13-19)
  • 18. 1. O pecado no corpo; 2. Corpo, alma e espírito no Novo Testamento; e 3. O corpo como templo do Espírito Santo (vv.13- 19). II - O PECADO NO CORPO AFETA A ALMA E O ESPÍRITO (6.13-19)
  • 19. • Sarx (grego) = carne/velha natureza do ser humano que pode impedi-lo de praticar o bem (Rm 7.5, 18,25). • O apóstolo estimula o crente a mortificar a carne e a ser servo da justiça para não pecar contra Deus (Rm 6.11,12). • O pecado (hamartia) é errar o alvo, algo que se faz contra a vontade de Deus. • Ele separa o ser humano de Deus, o escraviza e o destitui da glória divina (Rm 3.23). 1. O pecado no corpo
  • 20. • Deus manifesta a sua ira (orgê) contra o pecado e toda impiedade humana (Rm 1.18). • Mas os salvos que estão em Cristo não estão destinados para serem consumidos pela ira de Deus (1 Ts 5.9,10). • Jesus destruiu o poder do pecado na Cruz, na qual o crente está unido em Cristo para não mais servir o pecado como escravo (Rm 6.6,7). 1. O pecado no corpo
  • 21. • Na cultura grega a matéria (corpo) era considerada má, enquanto o imaterial (alma/espírito) era considerado bom. • As Escrituras consideram o ser humano em sua totalidade. • Paulo recomendava a preservação tanto do espírito como do corpo (ser integral). • O corpo passa a ser habitação do Espírito com a conversão, pela fé(Gl 3.1,2). 2. Corpo, alma e espírito no Novo Testamento
  • 22. • Paulo adverte sobre o perigo das relações sexuais imorais adentrarem na igreja. • Corpo é templo do Espírito Santo (v.19). O templo era um lugar de encontro com Deus, para uso exclusivo de adoração ao Senhor. • Em uma relação extraconjugal, o cristão profana o próprio corpo (vv.13,15). • Como corpo de Cristo/igreja - santificar e oferecer seu corpo como sacrifício vivo (Rm 12.1,2). 3. O corpo como templo do Espírito Santo (vv.13-19)
  • 23. PENSE Seu corpo tem sido templo, morada do Espírito Santo?
  • 24. IMPORTANTE Precisamos oferecer voluntariamente nossos corpos como sacrifícios vivos para louvor e glória de Deus.
  • 25. TÓPICO III A IMORALIDADE É UMA TENTAÇÃO NA VIDA DO CRENTE
  • 26. 1. Fomos comprados por bom preço: diga não à tentação (v.20a); 2. Resistir à tentação e glorificar a Deus com o corpo e o espírito (v.20b); e 3. Quem resiste à tentação da imoralidade pertence a Deus (v.20c). III - A IMORALIDADE É UMA TENTAÇÃO NA VIDA DO CRENTE
  • 27. • Incentivo diante de uma tentação - destaca o preço da justificação (v.20a). • A doutrina da justificação pela fé expressa o agir de Deus para a salvação da humanidade. • Não abre possibilidade para o outro extremo, do antinomismo (desobrigação com a lei moral e ética). • Uma vez justificado, o cristão inicia o processo da santificação, que é permanente. 1. Fomos comprados por bom preço: diga não à tentação (v.20a)
  • 28. • Em Cristo, o ser humano pode renascer para uma vida plena com Ele. • A graça tem muito mais a oferecer: a participação na morte (justificação) e na ressurreição de Cristo (glorificação) faz-nos passar da morte para a vida. • Justificados e santificados, os crentes já vivem uma dimensão da vida eterna com Deus. • A graça redentora de Cristo assegura a entrada em uma vida interminável na presença de Deus. 2. Resistir à tentação e glorificar a Deus com o corpo e o espírito (v.20b)
  • 29. • O crente vive em uma constante guerra, por isso precisa lutar contra os desejos da carne que se opõem aos desejos do Espírito (Gl 5.16-26). • Leitura sistemática da Palavra, oração, jejum, participação em cultos e da comunhão - maneiras de preservar uma vida espiritual equilibrada. • Quem resiste a tentação é propriedade exclusiva de Deus. 3. Quem resiste à tentação da imoralidade pertence a Deus (v.20c)
  • 30. PENSE Você tem sido propriedade exclusiva de Deus?
  • 32. 1. Nessa lição aprendemos que o ambiente imoral de Corinto estava influenciando o comportamento dos membros da igreja; 2. Quem se acha livre para fazer o que bem entende com o seu corpo, na verdade é escravo da carne; e 3. Ser livre é poder dizer não à imoralidade e à prostituição e preservar o templo do Espírito Santo. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  • 34. CONTATOS Pr. Natalino das Neves natalinoteologo@gmail.com (41) 98409 8094 www.natalinodasneves.blogspot.com.br Natalino das neves; natalino das neves II; e Pastor Natalino das Neves (página)