SlideShare uma empresa Scribd logo
Pré-Modernismo
Contexto histórico:CanudosChibata e ArmadaContestado e FederalistaCangaço
Primeiro período pré-modernista:1902 – 1912 – contato com as correntes de vanguarda européias:FuturismoCubismo Dadaísmo Surrealismo
Semana de Arte ModernaRealizada em 1922Aconteceu de 13 a 17 de fevereiro em São Paulo
Tendências literáriasOs etilizantes: baseados em escolas anterioresOs populares: engajados com os problemas sociais.Sincretismo literário: duas tendências misturadas
AutoresAugusto dos Anjos – 1884-1914:Nascido na Paraíba, quando estudante, lia muito sobre ciência (biologia, química e física) e os pensadores (Hegel, Darwin e Spencer)Características de sua obra: materialismo, visão pessimista e cientificismo.
Psicologia de um vencidoEu, filho do carbono e do amoníaco,monstro de escuridão e rutilância,sofro, desde a epigênese da infância,a influência má dos signos do zodíaco.Profundissimamente hipocondríaco,este ambiente me causa repugnância…Sobe-me à boca uma ânsia análoga à ânsiaque se escapa da boca de um cardíaco.Já o verme — este operário das ruínas —que o sangue podre das carnificinascome, e à vida em geral declara guerra,anda a espreitar meus olhos para roê-los,e há de deixar-me apenas os cabelos,na frialdade inorgânica da terra!
Euclides da Cunha1886-1909Nascido no Rio de Janeiro – trabalhou no exército brasileiro;Era engenheiro de Ciências físicas e naturais;Principal obra: Os Sertões
O livro divide-se em três partes: A terra, O homem e A luta. A terraNa primeira parte são estudados o relevo, o solo, a fauna, a flora e o clima da região nordestina. Euclides da Cunha revelou que nada supera a principal calamidade do sertão: a seca. Registrou, ainda, que as grandes secas do Nordeste brasileiro obedecem a um ciclo de nove a doze anos, desde o século XVIII, numa ordem cabalística. O homemO determinismo julgava que o homem é produto do meio (geografia), da raça (hereditariedade) e do momento histórico (cultura). O autor faz uma análise brilhante da psicologia do sertanejo e de seus costumes. A lutaFala sobre o que foi a Guerra de Canudos e explica com riqueza de detalhes os fatos dessa guerra que dizimou a população de Canudos.
Capítulo IICausas próximas da lutaDeterminou-a incidente desvalioso.Antônio Conselheiro adquirira em Juazeiro certa quantidade de madeiras, que não podiam fornecer-lhe as caatingas paupérrimas de Canudos. Contratara o negócio com um dos representantes da autoridade daquela cidade. Mas ao terminar o prazo ajustado para o recebimento do material, que se aplicaria no remate da igreja nova, não lho entregaram. Tudo denuncia que o distrato foi adrede feito, visando o rompimento anelado.
Lima Barreto1881-1922Nascido no Rio de Janeiro, trabalhava para o governo.Viciado em álcool, morreu dois dias antes de seu pai.Principal obra: Triste fim de Policarpo Quaresma – início da idéia de ufanismo.
Monteiro Lobato 1882-1949Nascido em TaubatéFormado em DireitoProduziu literatura infantil, contos, etcPrincipais obras: Urupês, O Sítio do Pica-Pau amareloPrincipal personagem: JECA TATU
Graça aranha1886-1931Nascido na MaranhãoExerceu a função de juizPrincipal obra: Canaã – obra recheada de determinismo e predisposição à tese

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os sertões
Os sertõesOs sertões
Os sertões
andreluiscuchi
 
Trabalho de Literatura - Os Sertões e Euclides da Cunha
Trabalho de Literatura - Os Sertões e Euclides da CunhaTrabalho de Literatura - Os Sertões e Euclides da Cunha
Trabalho de Literatura - Os Sertões e Euclides da Cunha
Harize Rose
 
Os sertões de Euclides da Cunha
Os sertões de Euclides da CunhaOs sertões de Euclides da Cunha
Os sertões de Euclides da Cunha
Isepro
 
Resposta das questôes os sertões- euclides da cunha
Resposta das questôes   os sertões-  euclides da cunhaResposta das questôes   os sertões-  euclides da cunha
Resposta das questôes os sertões- euclides da cunha
Edneide Lima
 
EUCLIDES DA CUNHA ( SUA HISTÓRIA )
EUCLIDES DA CUNHA ( SUA HISTÓRIA )EUCLIDES DA CUNHA ( SUA HISTÓRIA )
EUCLIDES DA CUNHA ( SUA HISTÓRIA )
Darril Paton
 
Os sertões e suas questões sociais. Eulcides da Cunha e o litoral vs sertão.
Os sertões e suas questões sociais. Eulcides da Cunha e o litoral vs sertão.Os sertões e suas questões sociais. Eulcides da Cunha e o litoral vs sertão.
Os sertões e suas questões sociais. Eulcides da Cunha e o litoral vs sertão.
Grupo Educacional Opet
 
Euclides da cunha
Euclides da cunhaEuclides da cunha
Euclides da cunha
llegiordano
 
Pre modernismo
Pre modernismoPre modernismo
Pre modernismo
Jaqueline Soares
 
Pre modernismo
Pre modernismoPre modernismo
Pre modernismo
Luana Cristeinsen
 
Pré-modernismo
Pré-modernismoPré-modernismo
Pré-modernismo
Andriane Cursino
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
Newltemberg Santos
 
Euclides da cunha
Euclides da cunhaEuclides da cunha
Euclides da cunha
suzy byllu
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
Eliete Sampaio Farneda
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
Gabriel Monteiro
 
Pre Modernismo by trabalho da hora
Pre Modernismo by trabalho da horaPre Modernismo by trabalho da hora
Pre Modernismo by trabalho da hora
Douglas Maga
 
Pre modernismo e modernismo
Pre modernismo e modernismoPre modernismo e modernismo
Pre modernismo e modernismo
Ivana Mayrink
 
Questão coimbrã
Questão coimbrãQuestão coimbrã
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
Cláudia Heloísa
 
Pre modernismo
Pre modernismo Pre modernismo
Pre modernismo
Yasmiiiiiin
 

Mais procurados (19)

Os sertões
Os sertõesOs sertões
Os sertões
 
Trabalho de Literatura - Os Sertões e Euclides da Cunha
Trabalho de Literatura - Os Sertões e Euclides da CunhaTrabalho de Literatura - Os Sertões e Euclides da Cunha
Trabalho de Literatura - Os Sertões e Euclides da Cunha
 
Os sertões de Euclides da Cunha
Os sertões de Euclides da CunhaOs sertões de Euclides da Cunha
Os sertões de Euclides da Cunha
 
Resposta das questôes os sertões- euclides da cunha
Resposta das questôes   os sertões-  euclides da cunhaResposta das questôes   os sertões-  euclides da cunha
Resposta das questôes os sertões- euclides da cunha
 
EUCLIDES DA CUNHA ( SUA HISTÓRIA )
EUCLIDES DA CUNHA ( SUA HISTÓRIA )EUCLIDES DA CUNHA ( SUA HISTÓRIA )
EUCLIDES DA CUNHA ( SUA HISTÓRIA )
 
Os sertões e suas questões sociais. Eulcides da Cunha e o litoral vs sertão.
Os sertões e suas questões sociais. Eulcides da Cunha e o litoral vs sertão.Os sertões e suas questões sociais. Eulcides da Cunha e o litoral vs sertão.
Os sertões e suas questões sociais. Eulcides da Cunha e o litoral vs sertão.
 
Euclides da cunha
Euclides da cunhaEuclides da cunha
Euclides da cunha
 
Pre modernismo
Pre modernismoPre modernismo
Pre modernismo
 
Pre modernismo
Pre modernismoPre modernismo
Pre modernismo
 
Pré-modernismo
Pré-modernismoPré-modernismo
Pré-modernismo
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
 
Euclides da cunha
Euclides da cunhaEuclides da cunha
Euclides da cunha
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
 
Pre Modernismo by trabalho da hora
Pre Modernismo by trabalho da horaPre Modernismo by trabalho da hora
Pre Modernismo by trabalho da hora
 
Pre modernismo e modernismo
Pre modernismo e modernismoPre modernismo e modernismo
Pre modernismo e modernismo
 
Questão coimbrã
Questão coimbrãQuestão coimbrã
Questão coimbrã
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
 
Pre modernismo
Pre modernismo Pre modernismo
Pre modernismo
 

Semelhante a Pré Modernismo

Pré-modernismo - Parte 1.ppt
Pré-modernismo - Parte 1.pptPré-modernismo - Parte 1.ppt
Pré-modernismo - Parte 1.ppt
ValdenirSilva15
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
patriciasofiacunha18
 
O pré modernismo
O pré modernismoO pré modernismo
O pré modernismo
Ana Batista
 
Aula 19 pré - modernismo - brasil
Aula 19   pré - modernismo - brasilAula 19   pré - modernismo - brasil
Aula 19 pré - modernismo - brasil
Jonatas Carlos
 
Apostila pré modernismo
Apostila pré modernismoApostila pré modernismo
Apostila pré modernismo
Mônica D'Almenery
 
pré modernismo, principais autores br.pptx
pré modernismo, principais autores br.pptxpré modernismo, principais autores br.pptx
pré modernismo, principais autores br.pptx
almeidaluana280
 
Pre modernismo-no-brasil
Pre modernismo-no-brasilPre modernismo-no-brasil
Pre modernismo-no-brasil
Jose Arnaldo Silva
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
ensbc
 
Os sertões
Os sertõesOs sertões
Os sertões
Kaique Rodrigues
 
A literatura pré-modernista..ppt
A literatura pré-modernista..pptA literatura pré-modernista..ppt
A literatura pré-modernista..ppt
VivianaMariaVieiravi
 
Pré modernismo (1902- 1922) profª karin
Pré modernismo (1902- 1922) profª karinPré modernismo (1902- 1922) profª karin
Pré modernismo (1902- 1922) profª karin
professorakarin2013
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
edvaldo63
 
REALISMO.ppt
REALISMO.pptREALISMO.ppt
REALISMO.ppt
keilaoliveira69
 
NN.ppt
NN.pptNN.ppt
NN.ppt
Sil Queiroz
 
A literatura pré-modernista..ppt
A literatura pré-modernista..pptA literatura pré-modernista..ppt
A literatura pré-modernista..ppt
EricaOliveiraDeSouza
 
A literatura pré-modernista. (1).ppt
A literatura pré-modernista. (1).pptA literatura pré-modernista. (1).ppt
A literatura pré-modernista. (1).ppt
AndrPlez1
 
3°-ANO-Pré-Modernismo-material-complementar.pptx
3°-ANO-Pré-Modernismo-material-complementar.pptx3°-ANO-Pré-Modernismo-material-complementar.pptx
3°-ANO-Pré-Modernismo-material-complementar.pptx
JeissyCosta
 
Escola estadual professor joão cruz
Escola estadual professor joão cruzEscola estadual professor joão cruz
Escola estadual professor joão cruz
BiiancaAlvees
 
Portugues - PRÉ-MODERNISMO. LICEU CUIABANO 3ºC
Portugues - PRÉ-MODERNISMO. LICEU CUIABANO 3ºCPortugues - PRÉ-MODERNISMO. LICEU CUIABANO 3ºC
Portugues - PRÉ-MODERNISMO. LICEU CUIABANO 3ºC
liceuterceiroc
 
A%20literatura%20pré-modernista..pptx
A%20literatura%20pré-modernista..pptxA%20literatura%20pré-modernista..pptx
A%20literatura%20pré-modernista..pptx
ssuser6e334c1
 

Semelhante a Pré Modernismo (20)

Pré-modernismo - Parte 1.ppt
Pré-modernismo - Parte 1.pptPré-modernismo - Parte 1.ppt
Pré-modernismo - Parte 1.ppt
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
O pré modernismo
O pré modernismoO pré modernismo
O pré modernismo
 
Aula 19 pré - modernismo - brasil
Aula 19   pré - modernismo - brasilAula 19   pré - modernismo - brasil
Aula 19 pré - modernismo - brasil
 
Apostila pré modernismo
Apostila pré modernismoApostila pré modernismo
Apostila pré modernismo
 
pré modernismo, principais autores br.pptx
pré modernismo, principais autores br.pptxpré modernismo, principais autores br.pptx
pré modernismo, principais autores br.pptx
 
Pre modernismo-no-brasil
Pre modernismo-no-brasilPre modernismo-no-brasil
Pre modernismo-no-brasil
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
 
Os sertões
Os sertõesOs sertões
Os sertões
 
A literatura pré-modernista..ppt
A literatura pré-modernista..pptA literatura pré-modernista..ppt
A literatura pré-modernista..ppt
 
Pré modernismo (1902- 1922) profª karin
Pré modernismo (1902- 1922) profª karinPré modernismo (1902- 1922) profª karin
Pré modernismo (1902- 1922) profª karin
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
 
REALISMO.ppt
REALISMO.pptREALISMO.ppt
REALISMO.ppt
 
NN.ppt
NN.pptNN.ppt
NN.ppt
 
A literatura pré-modernista..ppt
A literatura pré-modernista..pptA literatura pré-modernista..ppt
A literatura pré-modernista..ppt
 
A literatura pré-modernista. (1).ppt
A literatura pré-modernista. (1).pptA literatura pré-modernista. (1).ppt
A literatura pré-modernista. (1).ppt
 
3°-ANO-Pré-Modernismo-material-complementar.pptx
3°-ANO-Pré-Modernismo-material-complementar.pptx3°-ANO-Pré-Modernismo-material-complementar.pptx
3°-ANO-Pré-Modernismo-material-complementar.pptx
 
Escola estadual professor joão cruz
Escola estadual professor joão cruzEscola estadual professor joão cruz
Escola estadual professor joão cruz
 
Portugues - PRÉ-MODERNISMO. LICEU CUIABANO 3ºC
Portugues - PRÉ-MODERNISMO. LICEU CUIABANO 3ºCPortugues - PRÉ-MODERNISMO. LICEU CUIABANO 3ºC
Portugues - PRÉ-MODERNISMO. LICEU CUIABANO 3ºC
 
A%20literatura%20pré-modernista..pptx
A%20literatura%20pré-modernista..pptxA%20literatura%20pré-modernista..pptx
A%20literatura%20pré-modernista..pptx
 

Mais de martinsramon

As frases estão corretas
As frases estão corretasAs frases estão corretas
As frases estão corretas
martinsramon
 
Restart
RestartRestart
Restart
martinsramon
 
Como Fazer Uma DissertaçãO
Como Fazer Uma DissertaçãOComo Fazer Uma DissertaçãO
Como Fazer Uma DissertaçãO
martinsramon
 
Vanguardas Europeias
Vanguardas EuropeiasVanguardas Europeias
Vanguardas Europeias
martinsramon
 
Antecedentes E A Semana De Arte Moderna De 1210290778407615 8
Antecedentes E A Semana De Arte Moderna De 1210290778407615 8Antecedentes E A Semana De Arte Moderna De 1210290778407615 8
Antecedentes E A Semana De Arte Moderna De 1210290778407615 8
martinsramon
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
martinsramon
 
A Prosa Modernista Ppt
A Prosa Modernista PptA Prosa Modernista Ppt
A Prosa Modernista Ppt
martinsramon
 
Discurso Direto E Indireto
Discurso Direto E IndiretoDiscurso Direto E Indireto
Discurso Direto E Indireto
martinsramon
 
A DescriçãO
A DescriçãOA DescriçãO
A DescriçãO
martinsramon
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
martinsramon
 
Realismo E Naturalismo
Realismo E NaturalismoRealismo E Naturalismo
Realismo E Naturalismo
martinsramon
 
Formas De RedaçãO
Formas De RedaçãOFormas De RedaçãO
Formas De RedaçãO
martinsramon
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
martinsramon
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
martinsramon
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
martinsramon
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
martinsramon
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
martinsramon
 
Marra
MarraMarra
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
martinsramon
 
Barroco CaracteríSticas Universais
Barroco   CaracteríSticas UniversaisBarroco   CaracteríSticas Universais
Barroco CaracteríSticas Universais
martinsramon
 

Mais de martinsramon (20)

As frases estão corretas
As frases estão corretasAs frases estão corretas
As frases estão corretas
 
Restart
RestartRestart
Restart
 
Como Fazer Uma DissertaçãO
Como Fazer Uma DissertaçãOComo Fazer Uma DissertaçãO
Como Fazer Uma DissertaçãO
 
Vanguardas Europeias
Vanguardas EuropeiasVanguardas Europeias
Vanguardas Europeias
 
Antecedentes E A Semana De Arte Moderna De 1210290778407615 8
Antecedentes E A Semana De Arte Moderna De 1210290778407615 8Antecedentes E A Semana De Arte Moderna De 1210290778407615 8
Antecedentes E A Semana De Arte Moderna De 1210290778407615 8
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
 
A Prosa Modernista Ppt
A Prosa Modernista PptA Prosa Modernista Ppt
A Prosa Modernista Ppt
 
Discurso Direto E Indireto
Discurso Direto E IndiretoDiscurso Direto E Indireto
Discurso Direto E Indireto
 
A DescriçãO
A DescriçãOA DescriçãO
A DescriçãO
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Realismo E Naturalismo
Realismo E NaturalismoRealismo E Naturalismo
Realismo E Naturalismo
 
Formas De RedaçãO
Formas De RedaçãOFormas De RedaçãO
Formas De RedaçãO
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
 
Marra
MarraMarra
Marra
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Barroco CaracteríSticas Universais
Barroco   CaracteríSticas UniversaisBarroco   CaracteríSticas Universais
Barroco CaracteríSticas Universais
 

Pré Modernismo

  • 2. Contexto histórico:CanudosChibata e ArmadaContestado e FederalistaCangaço
  • 3. Primeiro período pré-modernista:1902 – 1912 – contato com as correntes de vanguarda européias:FuturismoCubismo Dadaísmo Surrealismo
  • 4. Semana de Arte ModernaRealizada em 1922Aconteceu de 13 a 17 de fevereiro em São Paulo
  • 5. Tendências literáriasOs etilizantes: baseados em escolas anterioresOs populares: engajados com os problemas sociais.Sincretismo literário: duas tendências misturadas
  • 6. AutoresAugusto dos Anjos – 1884-1914:Nascido na Paraíba, quando estudante, lia muito sobre ciência (biologia, química e física) e os pensadores (Hegel, Darwin e Spencer)Características de sua obra: materialismo, visão pessimista e cientificismo.
  • 7. Psicologia de um vencidoEu, filho do carbono e do amoníaco,monstro de escuridão e rutilância,sofro, desde a epigênese da infância,a influência má dos signos do zodíaco.Profundissimamente hipocondríaco,este ambiente me causa repugnância…Sobe-me à boca uma ânsia análoga à ânsiaque se escapa da boca de um cardíaco.Já o verme — este operário das ruínas —que o sangue podre das carnificinascome, e à vida em geral declara guerra,anda a espreitar meus olhos para roê-los,e há de deixar-me apenas os cabelos,na frialdade inorgânica da terra!
  • 8. Euclides da Cunha1886-1909Nascido no Rio de Janeiro – trabalhou no exército brasileiro;Era engenheiro de Ciências físicas e naturais;Principal obra: Os Sertões
  • 9. O livro divide-se em três partes: A terra, O homem e A luta. A terraNa primeira parte são estudados o relevo, o solo, a fauna, a flora e o clima da região nordestina. Euclides da Cunha revelou que nada supera a principal calamidade do sertão: a seca. Registrou, ainda, que as grandes secas do Nordeste brasileiro obedecem a um ciclo de nove a doze anos, desde o século XVIII, numa ordem cabalística. O homemO determinismo julgava que o homem é produto do meio (geografia), da raça (hereditariedade) e do momento histórico (cultura). O autor faz uma análise brilhante da psicologia do sertanejo e de seus costumes. A lutaFala sobre o que foi a Guerra de Canudos e explica com riqueza de detalhes os fatos dessa guerra que dizimou a população de Canudos.
  • 10. Capítulo IICausas próximas da lutaDeterminou-a incidente desvalioso.Antônio Conselheiro adquirira em Juazeiro certa quantidade de madeiras, que não podiam fornecer-lhe as caatingas paupérrimas de Canudos. Contratara o negócio com um dos representantes da autoridade daquela cidade. Mas ao terminar o prazo ajustado para o recebimento do material, que se aplicaria no remate da igreja nova, não lho entregaram. Tudo denuncia que o distrato foi adrede feito, visando o rompimento anelado.
  • 11. Lima Barreto1881-1922Nascido no Rio de Janeiro, trabalhava para o governo.Viciado em álcool, morreu dois dias antes de seu pai.Principal obra: Triste fim de Policarpo Quaresma – início da idéia de ufanismo.
  • 12. Monteiro Lobato 1882-1949Nascido em TaubatéFormado em DireitoProduziu literatura infantil, contos, etcPrincipais obras: Urupês, O Sítio do Pica-Pau amareloPrincipal personagem: JECA TATU
  • 13. Graça aranha1886-1931Nascido na MaranhãoExerceu a função de juizPrincipal obra: Canaã – obra recheada de determinismo e predisposição à tese