SlideShare uma empresa Scribd logo
AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO VERDE
Ciências Naturais – 8º ano
by Ana Kastro
A diversidade de rochas (magmáticas,
sedimentares e metamórficas) faz com que
exista uma grande variedade de
paisagens!!!
Mira Daire, distrito de Leiria
by Ana Kastro
Aldeia do Monsanto, Beira Baixa
Mira Daire, distrito de Leiria
Praia do
Castelejo,
Algarve
PAISAGENS
MAGMÁTICAS
PAISAGENS
SEDIMENTARES
Magma
Erupções
Granito (rocha plutónica), basalto (rocha vulcânica)
Desgaste / erosão
Sedimentos
by Ana Kastro
PAISAGENS
SEDIMENTARES
PAISAGENS
METAMÓRFICAS
Sedimentos
Transporte, sedimentação
Areias, argila, calcário
Pressão e temperatura elevadas
Falhas, dobras
Mármore, Xisto ...
* Plutónica = formada em profundidade
* Vulcânica = formada à superfície
Conceitos a relembrar ...
Sedimentos
by Ana Kastro
Sedimentos
Falha
Dobra
As paisagens geológicas são influenciadas pelo tipo de rocha existente
na região bem como pelo tipo de agente (chuva, vento, pressão, etc) que actua
sobre elas!
by Ana Kastro
PAISAGENS MAGMÁTICAS
by Ana Kastro
Serra da Estrela
PAISAGENS MAGMÁTICAS
by Ana Kastro
O granito forma-se em profundidade. Ao
ficar exposto à superfície, expande-se
(“alarga”) e abrem-se fendas (DIACLASES)
PAISAGENS MAGMÁTICAS
Com o tempo, a água das
chuvas e outros agentes
erosivos acabam por alargar
cada vez mais as diaclases dos
granitos, que se vão
transformando em blocos
arredondados!
by Ana Kastro
Granito apresentando
diaclases
Com o tempo, a água das
chuvas e outros agentes
erosivos acabam por alargar
cada vez mais as diaclases dos
granitos, que se vão
transformando em blocos
arredondados!
PAISAGENS MAGMÁTICAS
by Ana Kastro
PAISAGENS MAGMÁTICAS
by Ana Kastro
Ilha de São Jorge, Açores
PAISAGENS MAGMÁTICAS
by Ana Kastro
Ilha de São Miguel, Açores
PAISAGENS MAGMÁTICAS
Após uma erupção
intensa, a câmara
magmática pode
esvaziar – ou
quase – e o cone
vulcânico colapsa
(cai) formando
grandes
depressões que
podem encher com
a água das chuvas!
by Ana Kastro
Após uma erupção
intensa, a câmara
magmática pode
esvaziar – ou
quase – e o cone
vulcânico colapsa
(cai) formando
grandes
depressões que
podem encher com
a água das chuvas!
PAISAGENS MAGMÁTICAS
by Ana Kastro
Antrim, Irlanda
A lava ao
arrefecer
ganha a
forma de
hexágonos!
PAISAGENS MAGMÁTICAS
by Ana Kastro
Porto Santo, Madeira
PAISAGENS SEDIMENTARES
by Ana Kastro
... Algures num deserto...
O agente erosivo
envolvido na sua
formação é o vento!
PAISAGENS SEDIMENTARES
by Ana Kastro
PAISAGENS SEDIMENTARES
by Ana Kastro
Ilha de São Jorge, Açores
Relevos típicos de zonas onde
predominam os calcários. Estas
rochas entram em dissolução
muito facilmente quando em
contacto com a água das chuvas,
o que dá origem a aspetos
muito típicos, quer à superfície,
quer em profundidade!
PAISAGENS SEDIMENTARES
A água das chuvas vai
“corroendo” o calcário,
dissolvendo-o e deixando-o
com este aspeto à
superfície, cheio de fendas!
Campos de lapiás
by Ana Kastro
A água das chuvas vai
“corroendo” o calcário,
dissolvendo-o e deixando-o
com este aspeto à
superfície, cheio de fendas!
PAISAGENS SEDIMENTARES
Dolinas
Espaços cada vez mais
largos(resultantes da água
das chuvas que vai
dissolvendo os calcários à
superfície
by Ana Kastro
Espaços cada vez mais
largos(resultantes da água
das chuvas que vai
dissolvendo os calcários à
superfície
PAISAGENS SEDIMENTARES
Algar
Resultam do “escavar” cada
vez mais profundo das
dolinas!
by Ana Kastro
Resultam do “escavar” cada
vez mais profundo das
dolinas!
PAISAGENS SEDIMENTARES
Grutas
Com estalactites e
estalagmites...
by Ana Kastro
Com estalactites e
estalagmites...
A formação de grutas demora
séculos e séculos!!!
PAISAGENS SEDIMENTARES
by Ana Kastro
2 - Interpreta os resultados.
3 – Quais são as diferenças e
semelhanças entre as estruturas que
obtiveste e aquelas que se pretendiam
simular?
1 – Faz uma previsão de resultados.
PAISAGENS SEDIMENTARES
Sulcos provocados pelas águas da
chuva e de escorrência. São
frequentes em terrenos muito
inclinados, com pouca vegetação e
formados por rochas frágeis que se
desagregam/desgastam
facilmente!
by Ana Kastro
Costa da Caparica, Lisboa
Sulcos provocados pelas águas da
chuva e de escorrência. São
frequentes em terrenos muito
inclinados, com pouca vegetação e
formados por rochas frágeis que se
desagregam/desgastam
facilmente!
PAISAGENS SEDIMENTARES
by Ana Kastro
Capadócia, Turquia
São colunas de materiais
que apresentam no topo
um fragmento rochoso mais
resistente!
PAISAGENS SEDIMENTARES
by Ana Kastro
É a água das chuvas que provoca esta paisagem: vai arrastando os
fragmentos rochosos mais pequenos – os maiores ficam no local,
protegendo os que estão por baixo. O continuar desta ação erosiva
das águas origina colunas elevadas
PAISAGENS METAMÓRFICAS
by Ana Kastro
Nepal, Himalaias
Algumas resultam da
existência de elevadas
pressões (choques entre
placas tectónicas)
PAISAGENS METAMÓRFICAS
by Ana Kastro
Góis, perto de Coimbra
Implicam, por vezes, a
existência de pressões
elevadas!
by Ana Kastro

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Vulcões e tectónica de placas
Vulcões e tectónica de placasVulcões e tectónica de placas
Vulcões e tectónica de placas
Luís Filipe Marinho
 
Rochas sedimentares
Rochas sedimentaresRochas sedimentares
Rochas Sedimentares
Rochas SedimentaresRochas Sedimentares
Rochas Sedimentares
Joka Bp
 
7 rochas metamórficas
7   rochas metamórficas7   rochas metamórficas
7 rochas metamórficas
margaridabt
 
Os minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasOs minerais e as suas características
Os minerais e as suas características
Catir
 
5 rochas magmáticas
5  rochas magmáticas5  rochas magmáticas
5 rochas magmáticas
margaridabt
 
Datação relativa
Datação relativaDatação relativa
Datação relativa
catiacsantos
 
V - VULCANISMO
V - VULCANISMOV - VULCANISMO
V - VULCANISMO
sandranascimento
 
3 b classificaçãorochassedimentares
3 b   classificaçãorochassedimentares3 b   classificaçãorochassedimentares
3 b classificaçãorochassedimentares
margaridabt
 
XI - ROCHAS METAMÓRFICAS
XI - ROCHAS METAMÓRFICASXI - ROCHAS METAMÓRFICAS
XI - ROCHAS METAMÓRFICAS
Sandra Nascimento
 
Geodinamica_ Ciências Naturais
Geodinamica_ Ciências NaturaisGeodinamica_ Ciências Naturais
Geodinamica_ Ciências Naturais
SusanaLucas10
 
Ficha teórico prática rochas
Ficha teórico prática rochasFicha teórico prática rochas
Ficha teórico prática rochas
anaassantos
 
Ciências naturais 7 os minerais
Ciências naturais 7   os mineraisCiências naturais 7   os minerais
Ciências naturais 7 os minerais
Nuno Correia
 
Tectónica de placas
Tectónica de placasTectónica de placas
Tectónica de placas
catiacsantos
 
Resumo 10º ano - ciclo das rochas
Resumo   10º ano - ciclo das rochasResumo   10º ano - ciclo das rochas
Resumo 10º ano - ciclo das rochas
Hugo Martins
 
Rochas Metamórficas
Rochas MetamórficasRochas Metamórficas
Rochas Metamórficas
Tânia Reis
 
XII - PAISAGENS GEOLO
XII - PAISAGENS GEOLOXII - PAISAGENS GEOLO
XII - PAISAGENS GEOLO
sandranascimento
 
Os fósseis
Os fósseisOs fósseis
Os fósseis
Catir
 
Ciências naturais 7 rochas magmáticas
Ciências naturais 7   rochas magmáticasCiências naturais 7   rochas magmáticas
Ciências naturais 7 rochas magmáticas
Nuno Correia
 
Ficha resumo rochas
Ficha resumo rochasFicha resumo rochas
Ficha resumo rochas
Flavio Mendes
 

Mais procurados (20)

Vulcões e tectónica de placas
Vulcões e tectónica de placasVulcões e tectónica de placas
Vulcões e tectónica de placas
 
Rochas sedimentares
Rochas sedimentaresRochas sedimentares
Rochas sedimentares
 
Rochas Sedimentares
Rochas SedimentaresRochas Sedimentares
Rochas Sedimentares
 
7 rochas metamórficas
7   rochas metamórficas7   rochas metamórficas
7 rochas metamórficas
 
Os minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasOs minerais e as suas características
Os minerais e as suas características
 
5 rochas magmáticas
5  rochas magmáticas5  rochas magmáticas
5 rochas magmáticas
 
Datação relativa
Datação relativaDatação relativa
Datação relativa
 
V - VULCANISMO
V - VULCANISMOV - VULCANISMO
V - VULCANISMO
 
3 b classificaçãorochassedimentares
3 b   classificaçãorochassedimentares3 b   classificaçãorochassedimentares
3 b classificaçãorochassedimentares
 
XI - ROCHAS METAMÓRFICAS
XI - ROCHAS METAMÓRFICASXI - ROCHAS METAMÓRFICAS
XI - ROCHAS METAMÓRFICAS
 
Geodinamica_ Ciências Naturais
Geodinamica_ Ciências NaturaisGeodinamica_ Ciências Naturais
Geodinamica_ Ciências Naturais
 
Ficha teórico prática rochas
Ficha teórico prática rochasFicha teórico prática rochas
Ficha teórico prática rochas
 
Ciências naturais 7 os minerais
Ciências naturais 7   os mineraisCiências naturais 7   os minerais
Ciências naturais 7 os minerais
 
Tectónica de placas
Tectónica de placasTectónica de placas
Tectónica de placas
 
Resumo 10º ano - ciclo das rochas
Resumo   10º ano - ciclo das rochasResumo   10º ano - ciclo das rochas
Resumo 10º ano - ciclo das rochas
 
Rochas Metamórficas
Rochas MetamórficasRochas Metamórficas
Rochas Metamórficas
 
XII - PAISAGENS GEOLO
XII - PAISAGENS GEOLOXII - PAISAGENS GEOLO
XII - PAISAGENS GEOLO
 
Os fósseis
Os fósseisOs fósseis
Os fósseis
 
Ciências naturais 7 rochas magmáticas
Ciências naturais 7   rochas magmáticasCiências naturais 7   rochas magmáticas
Ciências naturais 7 rochas magmáticas
 
Ficha resumo rochas
Ficha resumo rochasFicha resumo rochas
Ficha resumo rochas
 

Semelhante a Paisagens geológicas

Textos dos alunos sobre a penha
Textos dos alunos sobre a penhaTextos dos alunos sobre a penha
Textos dos alunos sobre a penha
Maria Manuela Torres Paredes
 
I - PAISAGENS GEOLOGICAS - Ciências naturais 7
I - PAISAGENS GEOLOGICAS - Ciências naturais 7I - PAISAGENS GEOLOGICAS - Ciências naturais 7
I - PAISAGENS GEOLOGICAS - Ciências naturais 7
sandranascimento
 
Estrutura e relevo
Estrutura e relevoEstrutura e relevo
Estrutura e relevo
robertobraz
 
Vulcanismo - parte 2
Vulcanismo - parte 2Vulcanismo - parte 2
Vulcanismo - parte 2
Ana Castro
 
G E O M O R F O L O G I A
G E O M O R F O L O G I AG E O M O R F O L O G I A
G E O M O R F O L O G I A
Amanda Oliveira
 
Ppt rochas.
Ppt rochas.Ppt rochas.
Ppt rochas.
ZigFraGz
 
Geomorfologia geral e do brasil
Geomorfologia geral e do brasilGeomorfologia geral e do brasil
Geomorfologia geral e do brasil
Roberto Costa
 
Fenomenos da natureza
Fenomenos da naturezaFenomenos da natureza
Fenomenos da natureza
Mensagens Virtuais
 
Palavras Pedra
Palavras PedraPalavras Pedra
Fenômenos da natureza
Fenômenos da naturezaFenômenos da natureza
Fenômenos da natureza
Luzia Gabriele
 
Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicas
Bárbara Pereira
 
Geomorfologiageraledobrasil 110314195148-phpapp02
Geomorfologiageraledobrasil 110314195148-phpapp02Geomorfologiageraledobrasil 110314195148-phpapp02
Geomorfologiageraledobrasil 110314195148-phpapp02
Italo Alan
 
Paisagensgeolgicas 110215103340-phpapp01
Paisagensgeolgicas 110215103340-phpapp01Paisagensgeolgicas 110215103340-phpapp01
Paisagensgeolgicas 110215103340-phpapp01
Pelo Siro
 
Geologia.nivelmento
Geologia.nivelmentoGeologia.nivelmento
Geologia.nivelmento
Camila Brito
 
Paisagens geolgicas.pptx
Paisagens geolgicas.pptxPaisagens geolgicas.pptx
Paisagens geolgicas.pptx
MarceloPereira990605
 
Escudos cristalinos e Bacias Sedimentares
Escudos cristalinos e Bacias SedimentaresEscudos cristalinos e Bacias Sedimentares
Escudos cristalinos e Bacias Sedimentares
Universidade Estadual do Maranhão
 
Minerais E Rochas
Minerais E RochasMinerais E Rochas
Minerais E Rochas
ceama
 
Agentes do Relevo
Agentes do RelevoAgentes do Relevo
Agentes do Relevo
André Luiz Marques
 
Curiosidades Geográficas
Curiosidades GeográficasCuriosidades Geográficas
Curiosidades Geográficas
Luiz Carlos Dias
 
1235584346 apresentacao litoral
1235584346 apresentacao litoral1235584346 apresentacao litoral
1235584346 apresentacao litoral
Pelo Siro
 

Semelhante a Paisagens geológicas (20)

Textos dos alunos sobre a penha
Textos dos alunos sobre a penhaTextos dos alunos sobre a penha
Textos dos alunos sobre a penha
 
I - PAISAGENS GEOLOGICAS - Ciências naturais 7
I - PAISAGENS GEOLOGICAS - Ciências naturais 7I - PAISAGENS GEOLOGICAS - Ciências naturais 7
I - PAISAGENS GEOLOGICAS - Ciências naturais 7
 
Estrutura e relevo
Estrutura e relevoEstrutura e relevo
Estrutura e relevo
 
Vulcanismo - parte 2
Vulcanismo - parte 2Vulcanismo - parte 2
Vulcanismo - parte 2
 
G E O M O R F O L O G I A
G E O M O R F O L O G I AG E O M O R F O L O G I A
G E O M O R F O L O G I A
 
Ppt rochas.
Ppt rochas.Ppt rochas.
Ppt rochas.
 
Geomorfologia geral e do brasil
Geomorfologia geral e do brasilGeomorfologia geral e do brasil
Geomorfologia geral e do brasil
 
Fenomenos da natureza
Fenomenos da naturezaFenomenos da natureza
Fenomenos da natureza
 
Palavras Pedra
Palavras PedraPalavras Pedra
Palavras Pedra
 
Fenômenos da natureza
Fenômenos da naturezaFenômenos da natureza
Fenômenos da natureza
 
Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicas
 
Geomorfologiageraledobrasil 110314195148-phpapp02
Geomorfologiageraledobrasil 110314195148-phpapp02Geomorfologiageraledobrasil 110314195148-phpapp02
Geomorfologiageraledobrasil 110314195148-phpapp02
 
Paisagensgeolgicas 110215103340-phpapp01
Paisagensgeolgicas 110215103340-phpapp01Paisagensgeolgicas 110215103340-phpapp01
Paisagensgeolgicas 110215103340-phpapp01
 
Geologia.nivelmento
Geologia.nivelmentoGeologia.nivelmento
Geologia.nivelmento
 
Paisagens geolgicas.pptx
Paisagens geolgicas.pptxPaisagens geolgicas.pptx
Paisagens geolgicas.pptx
 
Escudos cristalinos e Bacias Sedimentares
Escudos cristalinos e Bacias SedimentaresEscudos cristalinos e Bacias Sedimentares
Escudos cristalinos e Bacias Sedimentares
 
Minerais E Rochas
Minerais E RochasMinerais E Rochas
Minerais E Rochas
 
Agentes do Relevo
Agentes do RelevoAgentes do Relevo
Agentes do Relevo
 
Curiosidades Geográficas
Curiosidades GeográficasCuriosidades Geográficas
Curiosidades Geográficas
 
1235584346 apresentacao litoral
1235584346 apresentacao litoral1235584346 apresentacao litoral
1235584346 apresentacao litoral
 

Mais de Ana Castro

Sistema digestivo - doenças & Microbiota
Sistema digestivo - doenças & MicrobiotaSistema digestivo - doenças & Microbiota
Sistema digestivo - doenças & Microbiota
Ana Castro
 
Caderno de genética I - correção
Caderno de genética I - correçãoCaderno de genética I - correção
Caderno de genética I - correção
Ana Castro
 
A terra como um sistema
A terra como um sistemaA terra como um sistema
A terra como um sistema
Ana Castro
 
Reprodução humana: mulher
Reprodução humana: mulherReprodução humana: mulher
Reprodução humana: mulher
Ana Castro
 
Reprodução humana - homem
Reprodução humana - homemReprodução humana - homem
Reprodução humana - homem
Ana Castro
 
Minerais.ppt
Minerais.pptMinerais.ppt
Minerais.ppt
Ana Castro
 
Deriva e tectónica
Deriva e tectónicaDeriva e tectónica
Deriva e tectónica
Ana Castro
 
Ciclos de vida - exercícios
Ciclos de vida - exercíciosCiclos de vida - exercícios
Ciclos de vida - exercícios
Ana Castro
 
Apoio síntese proteica
Apoio   síntese proteicaApoio   síntese proteica
Apoio síntese proteica
Ana Castro
 
Revisões s. respiratório, s nervoso, catabolismo [modo de compatibilidade]
Revisões s. respiratório, s nervoso, catabolismo [modo de compatibilidade]Revisões s. respiratório, s nervoso, catabolismo [modo de compatibilidade]
Revisões s. respiratório, s nervoso, catabolismo [modo de compatibilidade]
Ana Castro
 
Revisões fotossíntese, sistema digestivo, circulatório e translocação
Revisões fotossíntese, sistema digestivo, circulatório e translocaçãoRevisões fotossíntese, sistema digestivo, circulatório e translocação
Revisões fotossíntese, sistema digestivo, circulatório e translocação
Ana Castro
 
Estados físicos de matéria
Estados físicos de matériaEstados físicos de matéria
Estados físicos de matéria
Ana Castro
 
Revisões - teste global de Geologia (10º ano)
Revisões  - teste global de Geologia (10º ano)Revisões  - teste global de Geologia (10º ano)
Revisões - teste global de Geologia (10º ano)
Ana Castro
 
Sistema digestivo - morfofisiologia
Sistema digestivo - morfofisiologiaSistema digestivo - morfofisiologia
Sistema digestivo - morfofisiologia
Ana Castro
 
Sistema digestivo - nutrientes
Sistema digestivo - nutrientesSistema digestivo - nutrientes
Sistema digestivo - nutrientes
Ana Castro
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
Ana Castro
 
Sistema circulatório s linfático
Sistema circulatório   s linfáticoSistema circulatório   s linfático
Sistema circulatório s linfático
Ana Castro
 
Sistema cardioascular: coração
Sistema cardioascular:   coraçãoSistema cardioascular:   coração
Sistema cardioascular: coração
Ana Castro
 
Sistema cardiovascular - vasos sanguíneos
Sistema cardiovascular - vasos sanguíneosSistema cardiovascular - vasos sanguíneos
Sistema cardiovascular - vasos sanguíneos
Ana Castro
 
Sistema cardiovascular: sangue
Sistema cardiovascular:   sangueSistema cardiovascular:   sangue
Sistema cardiovascular: sangue
Ana Castro
 

Mais de Ana Castro (20)

Sistema digestivo - doenças & Microbiota
Sistema digestivo - doenças & MicrobiotaSistema digestivo - doenças & Microbiota
Sistema digestivo - doenças & Microbiota
 
Caderno de genética I - correção
Caderno de genética I - correçãoCaderno de genética I - correção
Caderno de genética I - correção
 
A terra como um sistema
A terra como um sistemaA terra como um sistema
A terra como um sistema
 
Reprodução humana: mulher
Reprodução humana: mulherReprodução humana: mulher
Reprodução humana: mulher
 
Reprodução humana - homem
Reprodução humana - homemReprodução humana - homem
Reprodução humana - homem
 
Minerais.ppt
Minerais.pptMinerais.ppt
Minerais.ppt
 
Deriva e tectónica
Deriva e tectónicaDeriva e tectónica
Deriva e tectónica
 
Ciclos de vida - exercícios
Ciclos de vida - exercíciosCiclos de vida - exercícios
Ciclos de vida - exercícios
 
Apoio síntese proteica
Apoio   síntese proteicaApoio   síntese proteica
Apoio síntese proteica
 
Revisões s. respiratório, s nervoso, catabolismo [modo de compatibilidade]
Revisões s. respiratório, s nervoso, catabolismo [modo de compatibilidade]Revisões s. respiratório, s nervoso, catabolismo [modo de compatibilidade]
Revisões s. respiratório, s nervoso, catabolismo [modo de compatibilidade]
 
Revisões fotossíntese, sistema digestivo, circulatório e translocação
Revisões fotossíntese, sistema digestivo, circulatório e translocaçãoRevisões fotossíntese, sistema digestivo, circulatório e translocação
Revisões fotossíntese, sistema digestivo, circulatório e translocação
 
Estados físicos de matéria
Estados físicos de matériaEstados físicos de matéria
Estados físicos de matéria
 
Revisões - teste global de Geologia (10º ano)
Revisões  - teste global de Geologia (10º ano)Revisões  - teste global de Geologia (10º ano)
Revisões - teste global de Geologia (10º ano)
 
Sistema digestivo - morfofisiologia
Sistema digestivo - morfofisiologiaSistema digestivo - morfofisiologia
Sistema digestivo - morfofisiologia
 
Sistema digestivo - nutrientes
Sistema digestivo - nutrientesSistema digestivo - nutrientes
Sistema digestivo - nutrientes
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
 
Sistema circulatório s linfático
Sistema circulatório   s linfáticoSistema circulatório   s linfático
Sistema circulatório s linfático
 
Sistema cardioascular: coração
Sistema cardioascular:   coraçãoSistema cardioascular:   coração
Sistema cardioascular: coração
 
Sistema cardiovascular - vasos sanguíneos
Sistema cardiovascular - vasos sanguíneosSistema cardiovascular - vasos sanguíneos
Sistema cardiovascular - vasos sanguíneos
 
Sistema cardiovascular: sangue
Sistema cardiovascular:   sangueSistema cardiovascular:   sangue
Sistema cardiovascular: sangue
 

Último

said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdfPROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
MiriamCamily
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
ALEXANDRODECASTRODOS
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdfO livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
dataprovider
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdfPROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdfO livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 

Paisagens geológicas

  • 1. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO VERDE Ciências Naturais – 8º ano by Ana Kastro
  • 2. A diversidade de rochas (magmáticas, sedimentares e metamórficas) faz com que exista uma grande variedade de paisagens!!! Mira Daire, distrito de Leiria by Ana Kastro Aldeia do Monsanto, Beira Baixa Mira Daire, distrito de Leiria Praia do Castelejo, Algarve
  • 3. PAISAGENS MAGMÁTICAS PAISAGENS SEDIMENTARES Magma Erupções Granito (rocha plutónica), basalto (rocha vulcânica) Desgaste / erosão Sedimentos by Ana Kastro PAISAGENS SEDIMENTARES PAISAGENS METAMÓRFICAS Sedimentos Transporte, sedimentação Areias, argila, calcário Pressão e temperatura elevadas Falhas, dobras Mármore, Xisto ... * Plutónica = formada em profundidade * Vulcânica = formada à superfície
  • 4. Conceitos a relembrar ... Sedimentos by Ana Kastro Sedimentos Falha Dobra
  • 5. As paisagens geológicas são influenciadas pelo tipo de rocha existente na região bem como pelo tipo de agente (chuva, vento, pressão, etc) que actua sobre elas! by Ana Kastro
  • 6. PAISAGENS MAGMÁTICAS by Ana Kastro Serra da Estrela
  • 7. PAISAGENS MAGMÁTICAS by Ana Kastro O granito forma-se em profundidade. Ao ficar exposto à superfície, expande-se (“alarga”) e abrem-se fendas (DIACLASES)
  • 8. PAISAGENS MAGMÁTICAS Com o tempo, a água das chuvas e outros agentes erosivos acabam por alargar cada vez mais as diaclases dos granitos, que se vão transformando em blocos arredondados! by Ana Kastro Granito apresentando diaclases Com o tempo, a água das chuvas e outros agentes erosivos acabam por alargar cada vez mais as diaclases dos granitos, que se vão transformando em blocos arredondados!
  • 10. PAISAGENS MAGMÁTICAS by Ana Kastro Ilha de São Jorge, Açores
  • 11. PAISAGENS MAGMÁTICAS by Ana Kastro Ilha de São Miguel, Açores
  • 12. PAISAGENS MAGMÁTICAS Após uma erupção intensa, a câmara magmática pode esvaziar – ou quase – e o cone vulcânico colapsa (cai) formando grandes depressões que podem encher com a água das chuvas! by Ana Kastro Após uma erupção intensa, a câmara magmática pode esvaziar – ou quase – e o cone vulcânico colapsa (cai) formando grandes depressões que podem encher com a água das chuvas!
  • 13. PAISAGENS MAGMÁTICAS by Ana Kastro Antrim, Irlanda A lava ao arrefecer ganha a forma de hexágonos!
  • 14. PAISAGENS MAGMÁTICAS by Ana Kastro Porto Santo, Madeira
  • 15. PAISAGENS SEDIMENTARES by Ana Kastro ... Algures num deserto... O agente erosivo envolvido na sua formação é o vento!
  • 17. PAISAGENS SEDIMENTARES by Ana Kastro Ilha de São Jorge, Açores Relevos típicos de zonas onde predominam os calcários. Estas rochas entram em dissolução muito facilmente quando em contacto com a água das chuvas, o que dá origem a aspetos muito típicos, quer à superfície, quer em profundidade!
  • 18. PAISAGENS SEDIMENTARES A água das chuvas vai “corroendo” o calcário, dissolvendo-o e deixando-o com este aspeto à superfície, cheio de fendas! Campos de lapiás by Ana Kastro A água das chuvas vai “corroendo” o calcário, dissolvendo-o e deixando-o com este aspeto à superfície, cheio de fendas!
  • 19.
  • 20. PAISAGENS SEDIMENTARES Dolinas Espaços cada vez mais largos(resultantes da água das chuvas que vai dissolvendo os calcários à superfície by Ana Kastro Espaços cada vez mais largos(resultantes da água das chuvas que vai dissolvendo os calcários à superfície
  • 21. PAISAGENS SEDIMENTARES Algar Resultam do “escavar” cada vez mais profundo das dolinas! by Ana Kastro Resultam do “escavar” cada vez mais profundo das dolinas!
  • 22. PAISAGENS SEDIMENTARES Grutas Com estalactites e estalagmites... by Ana Kastro Com estalactites e estalagmites... A formação de grutas demora séculos e séculos!!!
  • 24. 2 - Interpreta os resultados. 3 – Quais são as diferenças e semelhanças entre as estruturas que obtiveste e aquelas que se pretendiam simular? 1 – Faz uma previsão de resultados.
  • 25. PAISAGENS SEDIMENTARES Sulcos provocados pelas águas da chuva e de escorrência. São frequentes em terrenos muito inclinados, com pouca vegetação e formados por rochas frágeis que se desagregam/desgastam facilmente! by Ana Kastro Costa da Caparica, Lisboa Sulcos provocados pelas águas da chuva e de escorrência. São frequentes em terrenos muito inclinados, com pouca vegetação e formados por rochas frágeis que se desagregam/desgastam facilmente!
  • 26. PAISAGENS SEDIMENTARES by Ana Kastro Capadócia, Turquia São colunas de materiais que apresentam no topo um fragmento rochoso mais resistente!
  • 27. PAISAGENS SEDIMENTARES by Ana Kastro É a água das chuvas que provoca esta paisagem: vai arrastando os fragmentos rochosos mais pequenos – os maiores ficam no local, protegendo os que estão por baixo. O continuar desta ação erosiva das águas origina colunas elevadas
  • 28. PAISAGENS METAMÓRFICAS by Ana Kastro Nepal, Himalaias Algumas resultam da existência de elevadas pressões (choques entre placas tectónicas)
  • 29. PAISAGENS METAMÓRFICAS by Ana Kastro Góis, perto de Coimbra Implicam, por vezes, a existência de pressões elevadas!