SlideShare uma empresa Scribd logo
Bem-vindos
Mário Coimbra Lopes
Publicitário, jornalista
MBA em Marketing Digital
Diretor da Arte & Imagem, empresa especializada em marketing
político e sindical com mais de 20 anos de atuação.
Palestrante motivacional
Email: aimagem@aimagem.com.br
Facebook: facebook.com/MarioArteImagem
Site: www.marketingpoliticosindical.com.br
Oratoria arte imagem
Tornar comum
Trocar ideias, sentimentos e
experiências com outras
pessoas
Comunicação é convivência,
baseada no consentimento
espontâneo dos indivíduos.
Comunicação
Comunicação
Através da comunicação assimilamos a cultura – os
valores, as regras, o saber, o modo de vida da sociedade onde
vivemos.
Desde que nascemos as pessoas comunicam os princípios que
regem e orientam o nosso comportamento.
PROCESSO DE
COMUNICAÇÃO...
4ª 5ª 6ª
Voz Vocabulário
Expressão
corporal
1ª 2ª
Fonte ou
emissor
humano
Decodificadores
ou receptores
(ouvintes)
3ª
Retorno ou
Feed-back
Mensagem
Veículos ou Transmissores
Elementos
 Emissor:
O iniciador da Comunicação.
 Mensagem:
A informação codificada mandada pelo emissor ao receptor.
 Veículo:
O meio de comunicação entre um emissor e um receptor.
 Receptor:
O indivíduo cujos sentidos captam a mensagem do emissor.
Elementos Decodificação:
A interpretação e a tradução de uma
mensagem em informação significativa.
 Ruído:
Qualquer coisa que confunda,
perturbe, diminua ou interfira na
comunicação.
 Feedback:
O reverso do processo de comunicação,
que ocorre quando o receptor expressa
sua reação à mensagem do emissor.
Comunicação Interpessoal
- Quais os elementos que
compõem a comunicação
e a relação interpessoal ?
Comunicação Verbal
Fala:
É um código de signos regulados por convenções, como a sintaxe e a
gramática. Temos registros que classificamos como forte e fracos.
Utiliza idiomas e coloquialismos
que fazem parte de uma cultura.
É ideal para descrever ideias,
opiniões e argumentos.
Qualidades do bom orador
•Autoconfiança
•Boa postura/aparência
•Entusiasta
•Objetivo / atualizado
•Criativo
•Empatia
•Saber emocionar/expressivo
•Linguagem corporal
Vencendo o medo de falar em público
Vencendo o medo de falar em público
Fatores:
• Inibição, causada por sentimentos de inadequação,
vergonha, complexo de inferioridade ou superioridade;
• Perfeccionismo exagerado;
• Insegurança;
• Medo de rejeição;
• Baixa-estima, etc.
Vencendo o medo de falar em público
Autoimagem
É como eu me vejo, baseado em
minhas convicções, resultado de
tudo o que vivi, senti, invejei, sofri
e amei. A percepção que tenho
desses fatos, forma minha face
interna.
Autoimagem positiva
Autoestima positiva
Autoimagem negativa
Auto estima negativa
Rompendo com a autoimagem negativa
Enfrentar os fantasmas inibidores e
trazê-los à luz da consciência
Fazer autoanálise
Dar valor a si mesmo
Construir uma autoestima positiva
Dicas para fortalecer a autoestima
e a autoimagem
• Acredite que as mudanças são possíveis
• Concentre-se em substituir pensamentos positivos por
pensamentos negativos
• Aceite os desafios como forma de autodesenvolvimento
• Saiba que a coragem é o medo bem administrado
• Procure conhecer a si mesmo
• O tempo não volta! Perdoe suas falhas
• Se necessário, procure ajuda terapêutica
• Aprenda a ouvir pensamentos e sentimentos
• Aprenda a gostar de si mesmo
• Evite a auto ironia
• Aprenda a receber elogios
• Melhore suas habilidades verbais e não-verbais
Dicas para fortalecer a autoestima
e a autoimagem
Dicasparaodesenvolvimentopositivo
dascomunicaçõesinterpessoais
• Observe o impacto que você causa nas pessoas
• Aprenda a receber um feedback negativo
• Não banque o “coitadinho”
• Tenha coragem de fazer escolhas
• Mantenha o bom humor
• Demonstre afeto pelas pessoas
• Seja assertivo nas comunicações
• Saia mais de casa
• Sorria mais
• Acostume-se a olhar as pessoas nos olhos
• Evite rotular as pessoas
• Evite o analfabetismo emocional
• Cuide de sua saúde física e mental
Dicasparaodesenvolvimentopositivo
dascomunicaçõesinterpessoais
Voz
A voz é o espelho da personalidade
humana. É ela que nos apresenta ao
mundo através dos sons.
Credibilidade ao conteúdo.
Harmonia e a coerência.
Cuidados com a voz
• Melhore a qualidade da sua respiração
• Relaxar
• Hábitos
• Cuidados com a alimentação
• Cuidar de sua saúde física e mental
Dicas para relaxar o corpo
• Vista uma roupa confortável, tire os acessórios e
deite-se com os olhos fechados numa superfície
dura em local silencioso e arejado
• Não tenha pressa
• Não levante bruscamente
Dicas para relaxar a voz
• Boceje exageradamente
• Pronuncie exageradamente as vogais
• Cante uma canção articulando bem as palavras
• Respire profundamente para evitar cerrar os dentes
• Evite pigarrear
• Faça uma pausa entre as frases
Cuidados com a voz
Evite:
• Fumar
• Bebidas alcoólicas
• Ar condicionado
• Líquidos e alimentos
muito frios ou quentes
• Roupas apertadas
• Falar em locais
barulhentos
• Forçar a voz
• Locais poluídos
• Gritar constantemente
• Excessos noturnos
Cuidados com a vozProcure:
• Comer salsão, cenoura, maçã, pera e alimentos
ricos em fibras
• Espreguiçar-se
• Tomar cuidado com o início da fonação
• Respirar ampla e profundamente
• Hidratar-se
• Cuidar de sua saúde física e mental
Entonação
Falar no tom certo
Variedade melódica => significado da
palavra => sentimento
Entonação
Assassino Biruta
Anjo Funeral
Lixo Gargalhada
Perfume Crápula
Samba Palhaço
Melodia Estrondo
Amor Ódio
Ênfase• Ele é um sujeito malvado!
• Rafael é uma autoridade em Psicologia!
• Uma pena que ele está morto!
• Dei gargalhadas com o Oscarito!
• O perfume é delicioso!
• Adoro Portugal!
• Esse camarada é biruta!
• Você está se portando com um palhaço!
• Um garoto levado da breca!
• Que cheiro horrível!
Ênfase
• Eu absolutamente não permito que você viaje esta
semana!
• Fique certo de que não havia outra solução!
• À minha custa, ele não faz!
• Isto é mentira!
• Nós discutimos, e esse sujeito é que ganha um monte de
dinheiro à nossa custa!
• Não pense que eu esteja de acordo com essa tolice!
• Eu não admito que esse miserável volte a botar os pés
nesta casa!
Ênfase
• Você viu aquele sujeito sair daqui ?
• Você viu aquele sujeito sair daqui ?
• Você viu aquele sujeito sair daqui ?
• Você viu aquele sujeito sair daqui ?
• Você viu aquele sujeito sair daqui ?
• Você viu aquele sujeito sair daqui?
Exercite a comunicação oral
• Leia histórias em voz alta
• Encene trechos de peças teatrais
• Invista em aulas de canto ou terapia fonoaudiologia
• Leia textos em voz alta articulando exageradamente
as palavras
Exercite a comunicação oral
• Grave a leitura de um texto em velocidade lenta,
depois em velocidade média e em seguida rápida
• Analise o resultado e grave novamente o texto na
velocidade adequada para uma boa compreensão
• Observe no dia-a-dia como a fala transmite traços da
personalidade das pessoas
• Module o tom da voz
• Leia na frente do espelho
Comunicação Não - verbal
A Imagem inicial é formada no decorrer dos primeiros contatos
(primeira impressão positiva)
Corresponde às nossas atitudes e
sentimentos. Os signos não-verbais mais importantes são:
1. Linguagem do corpo;
2. Paralinguagens;
3. Vestimenta.
Comunicação Não - verbal
1. Linguagem do corpo
Há cinco elementos importantes na linguagem corporal, a saber:
a) Gestos;
b) Toque;
c) Expressão;
d) Proxêmica.
e) Postura do corpo;
Comunicação Não - verbal
2. Paralinguagens
Descreve os signos não-verbais que
acompanham a fala. Há reações e
emoções muitas vezes imediatas a
mensagem do outro. E ela pode
sugerir o estado emocional e ou
sua alteração neurológica.
Haaaaa;
Éeeeeee
Hummm
Comunicação Não - verbal
2. Paralinguagens
Exemplos:
Comunicação Não - verbal
2. Paralinguagens
Exemplos:
Comunicação Não - verbal
3. Vestimenta
Este signo revela a personalidade, situação,
status e trabalho das pessoas de certos
grupos.
Como parte do dia-dia e fundamental na
comunicação, a vestimenta, a indumentária,
Está presente visualmente em todas as pessoas
e sociedades.
Engenheiro
Médico
Advogado
Juiz
Gestos, expressões faciais, postura e
movimentação corporal servem para:
• Descrever, complementar e reforçar as ideias
• Embelezar ou substituir a fala
• Dar mais dinamismo à comunicação
• Expressar sentimentos
• Favorecer o entendimento
• Promover a interação com a plateia
• Facilitar a transmissão das mensagens
Dicas de linguagem corporal em
uma apresentação...
• Estude o espaço da apresentação com antecedência
• Deixe o cenário livre
• Estabeleça uma área de atuação
• Não enfie as mão nos bolsos ou cruze os braços
• Mentalmente, divida a plateia em setores
• Não fique de costas para a plateia
• Evite sentar-se durante a exposição
• Ande e gesticule naturalmente em sua área de atuação
As expressões faciais falam
O rosto e suas expressões são focos
constantes de interesse da plateia.
As expressões faciais são um mapa para a
plateia o termômetro
das emoções.
O poder persuasivo do olhar
• Não olhe só para um ponto da plateia
• Olhe, mas não encare o público
• Olhe para a plateia, e não por cima de
suas cabeças
• Não fique olhando de rosto em rosto,
fixe-se um pouco em cada um
• Não transforme o seu olhar numa
ameaça nem ataque para se defender
O poder persuasivo do olhar
O poder persuasivo do olhar
Suas mãos em movimento
Usar as mãos como recurso expressivo
valoriza a mensagem e enriquece a
comunicação. Elas completam e dão
mais vida à exposição.
O poder persuasivo do olhar
Dicas de uso das mãos
• Deixe que as mãos acompanhem a sua fala
naturalmente
• Não faça gestos exagerados nem estereotipados
• Exercite as mãos antes da apresentação
• Não fique passando a mão pelo nariz, no rosto ou
nos cabelos
• As mãos devem refletir a beleza de suas ideias
O poder persuasivo do olhar
Como expor suas ideias
• Comece falando com entusiasmo. Esteja presente por
inteiro
• Articule bem as palavras, não exagere nos movimentos
do rosto
• Fale sem esforço, mas para ser ouvido por toda a plateia
• Use os verbos na voz ativa
• Prefira os substantivos
• Sua fala deve despertar imagens visuais
• Desperte interesse com bons argumentos, bom
vocabulário e boas figuras de linguagem
O poder persuasivo do olhar
Como expor suas ideias
• Não divague
• Evite o excesso de detalhes
• Seja um elemento motivador para a plateia
• Fale COM a plateia e não PARA ela
• Não tenha medo do silêncio, das pausas
• Se a informação for complexa, fale mais devagar
• Procure ter a plateia como companheira
• Se perceber dúvida nos espectadores, abra espaço para
perguntas
Fases da apresentação
1. Introdução
1. Cumprimentar o público
2. Despertar o interesse
2. Assunto Central
1. Confirmar o assunto central
2. Neutralizar ideias contrárias
3. Parte Final
1. Sintetizar o que foi dito
2. Encerrar de forma objetiva
O poder persuasivo do olhar
Recursos auxiliares
• Microfone
• Recursos visuais
• Palco
• Tribuna
Lembre-se de chegar sempre com 30 minutos
de antecedência para checar o equipamento
O poder persuasivo do olhar
O poder persuasivo do olhar
mario@aimagem.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tecnicas de Oratória.
Tecnicas de Oratória.Tecnicas de Oratória.
Tecnicas de Oratória.
Raimundo Nonato
 
etica no trabalho
 etica no trabalho etica no trabalho
etica no trabalho
Mila Rosa
 
Aula 2 - Introdução ao Mercado de Trabalho
Aula 2 -  Introdução ao Mercado de TrabalhoAula 2 -  Introdução ao Mercado de Trabalho
Aula 2 - Introdução ao Mercado de Trabalho
Charles Lima
 
Comunicação Organizacional - Aula 02
Comunicação Organizacional - Aula 02Comunicação Organizacional - Aula 02
Comunicação Organizacional - Aula 02
Davi Rocha
 
Gestão de Pessoas- Introdução
Gestão de Pessoas- IntroduçãoGestão de Pessoas- Introdução
Gestão de Pessoas- Introdução
Marcos Alves
 
Comunicação Empresarial CE Básico
Comunicação Empresarial CE BásicoComunicação Empresarial CE Básico
Comunicação Empresarial CE Básico
Carlos Alves
 
Liderança
LiderançaLiderança
Apresentação Comunicação
Apresentação ComunicaçãoApresentação Comunicação
Apresentação Comunicação
Patrícia Ervilha
 
Autoconhecimento e projeto de vida
Autoconhecimento e projeto de vidaAutoconhecimento e projeto de vida
Autoconhecimento e projeto de vida
Nadini de Sousa
 
O poder da comunicação & oratória Por Julio Pascoal
O poder da comunicação & oratória   Por Julio PascoalO poder da comunicação & oratória   Por Julio Pascoal
O poder da comunicação & oratória Por Julio Pascoal
Julio Pascoal
 
Postura e Comportamento (Nelson Remondi) - Cidadão do Futuro 2010
Postura e Comportamento (Nelson Remondi) - Cidadão do Futuro 2010Postura e Comportamento (Nelson Remondi) - Cidadão do Futuro 2010
Postura e Comportamento (Nelson Remondi) - Cidadão do Futuro 2010
Smar Brasil
 
COMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBAL
COMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBALCOMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBAL
COMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBAL
John Joseph
 
Gestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. RandesGestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. Randes
Prof. Randes Enes, M.Sc.
 
Etica e cidadania
Etica e cidadaniaEtica e cidadania
Etica e cidadania
Patrícia de Araújo
 
Palestra empregabilidade
Palestra empregabilidadePalestra empregabilidade
Palestra empregabilidade
Veruska Galvão
 
Mercado de trabalho desafios e oportunidades
Mercado de trabalho desafios e oportunidadesMercado de trabalho desafios e oportunidades
Mercado de trabalho desafios e oportunidades
Benjamim Garcia Netto
 
Os perfis comportamentais
Os perfis comportamentaisOs perfis comportamentais
Liderança
LiderançaLiderança
Currículo - A chave para o mercado de Trabalho
Currículo - A chave para o mercado de TrabalhoCurrículo - A chave para o mercado de Trabalho
Currículo - A chave para o mercado de Trabalho
Wandick Rocha de Aquino
 
Barreiras a comunicação
Barreiras a comunicaçãoBarreiras a comunicação
Barreiras a comunicação
Martinha Vilaça
 

Mais procurados (20)

Tecnicas de Oratória.
Tecnicas de Oratória.Tecnicas de Oratória.
Tecnicas de Oratória.
 
etica no trabalho
 etica no trabalho etica no trabalho
etica no trabalho
 
Aula 2 - Introdução ao Mercado de Trabalho
Aula 2 -  Introdução ao Mercado de TrabalhoAula 2 -  Introdução ao Mercado de Trabalho
Aula 2 - Introdução ao Mercado de Trabalho
 
Comunicação Organizacional - Aula 02
Comunicação Organizacional - Aula 02Comunicação Organizacional - Aula 02
Comunicação Organizacional - Aula 02
 
Gestão de Pessoas- Introdução
Gestão de Pessoas- IntroduçãoGestão de Pessoas- Introdução
Gestão de Pessoas- Introdução
 
Comunicação Empresarial CE Básico
Comunicação Empresarial CE BásicoComunicação Empresarial CE Básico
Comunicação Empresarial CE Básico
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Apresentação Comunicação
Apresentação ComunicaçãoApresentação Comunicação
Apresentação Comunicação
 
Autoconhecimento e projeto de vida
Autoconhecimento e projeto de vidaAutoconhecimento e projeto de vida
Autoconhecimento e projeto de vida
 
O poder da comunicação & oratória Por Julio Pascoal
O poder da comunicação & oratória   Por Julio PascoalO poder da comunicação & oratória   Por Julio Pascoal
O poder da comunicação & oratória Por Julio Pascoal
 
Postura e Comportamento (Nelson Remondi) - Cidadão do Futuro 2010
Postura e Comportamento (Nelson Remondi) - Cidadão do Futuro 2010Postura e Comportamento (Nelson Remondi) - Cidadão do Futuro 2010
Postura e Comportamento (Nelson Remondi) - Cidadão do Futuro 2010
 
COMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBAL
COMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBALCOMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBAL
COMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBAL
 
Gestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. RandesGestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. Randes
 
Etica e cidadania
Etica e cidadaniaEtica e cidadania
Etica e cidadania
 
Palestra empregabilidade
Palestra empregabilidadePalestra empregabilidade
Palestra empregabilidade
 
Mercado de trabalho desafios e oportunidades
Mercado de trabalho desafios e oportunidadesMercado de trabalho desafios e oportunidades
Mercado de trabalho desafios e oportunidades
 
Os perfis comportamentais
Os perfis comportamentaisOs perfis comportamentais
Os perfis comportamentais
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Currículo - A chave para o mercado de Trabalho
Currículo - A chave para o mercado de TrabalhoCurrículo - A chave para o mercado de Trabalho
Currículo - A chave para o mercado de Trabalho
 
Barreiras a comunicação
Barreiras a comunicaçãoBarreiras a comunicação
Barreiras a comunicação
 

Semelhante a Oratoria arte imagem

oratoria-e-dicas-de-apresentacao-150410222311-conversion-gate01.pptx
oratoria-e-dicas-de-apresentacao-150410222311-conversion-gate01.pptxoratoria-e-dicas-de-apresentacao-150410222311-conversion-gate01.pptx
oratoria-e-dicas-de-apresentacao-150410222311-conversion-gate01.pptx
RomuloAlves22
 
Falar em Publico
Falar em PublicoFalar em Publico
Falar em Publico
cARLOS CAMPOS
 
ORATÓRIA, NOSSA COMUNICAÇÃO: VERBAL E CORPORAL.
ORATÓRIA, NOSSA COMUNICAÇÃO: VERBAL E CORPORAL.ORATÓRIA, NOSSA COMUNICAÇÃO: VERBAL E CORPORAL.
ORATÓRIA, NOSSA COMUNICAÇÃO: VERBAL E CORPORAL.
elisangelalfaria
 
Curso de oratória
Curso de oratória  Curso de oratória
Curso de oratória
Paulo Mendonça
 
Oratoria 1
Oratoria 1Oratoria 1
Oratoria 1
MarcinhaSenac
 
Seu corpo fala no trabalho
Seu corpo fala no trabalho Seu corpo fala no trabalho
Seu corpo fala no trabalho
luzcarpin
 
Comunicação empresarial apresentação
Comunicação empresarial   apresentaçãoComunicação empresarial   apresentação
Comunicação empresarial apresentação
SamilyRochaGois
 
Apresentação Seminário Incorpore
Apresentação Seminário IncorporeApresentação Seminário Incorpore
Apresentação Seminário Incorpore
Felipe Teixeira
 
Incorpore
IncorporeIncorpore
Incorpore
Felipe Teixeira
 
A arte de falar e de escutar em público
A arte de falar e de escutar em público A arte de falar e de escutar em público
A arte de falar e de escutar em público
Rodrigo Catini Flaibam
 
Comunicação empresarial apresentação
Comunicação empresarial   apresentaçãoComunicação empresarial   apresentação
Comunicação empresarial apresentação
Francisco Sobrinho
 
Gestão da imagem
Gestão da imagem Gestão da imagem
Gestão da imagem
Aneliese Castro
 
1º oratória
1º oratória1º oratória
1º oratória
Ronaldobv
 
Falar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos Cunha
Falar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos CunhaFalar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos Cunha
Falar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos Cunha
Carlos Cunha
 
Oratória: A execlência para falar em público
Oratória: A execlência para falar em públicoOratória: A execlência para falar em público
Oratória: A execlência para falar em público
Gislene Isquierdo
 
Arte de falar em público
Arte de falar em públicoArte de falar em público
Arte de falar em público
Eduardo Maróstica
 
Liderança & motivação
Liderança & motivaçãoLiderança & motivação
Liderança & motivação
Gislene Isquierdo
 
Como falar em público
Como falar em públicoComo falar em público
Como falar em público
Junior Ballotin
 
10º Simcade | Dicção, Postura, Oratória, Contação de histórias, Autoavaliação...
10º Simcade | Dicção, Postura, Oratória, Contação de histórias, Autoavaliação...10º Simcade | Dicção, Postura, Oratória, Contação de histórias, Autoavaliação...
10º Simcade | Dicção, Postura, Oratória, Contação de histórias, Autoavaliação...
Departamento de Comunicação - DECOM | FEEES
 
Treinamento Comunicação e mentoring grupo i
Treinamento Comunicação e mentoring   grupo iTreinamento Comunicação e mentoring   grupo i
Treinamento Comunicação e mentoring grupo i
Milton Henrique do Couto Neto
 

Semelhante a Oratoria arte imagem (20)

oratoria-e-dicas-de-apresentacao-150410222311-conversion-gate01.pptx
oratoria-e-dicas-de-apresentacao-150410222311-conversion-gate01.pptxoratoria-e-dicas-de-apresentacao-150410222311-conversion-gate01.pptx
oratoria-e-dicas-de-apresentacao-150410222311-conversion-gate01.pptx
 
Falar em Publico
Falar em PublicoFalar em Publico
Falar em Publico
 
ORATÓRIA, NOSSA COMUNICAÇÃO: VERBAL E CORPORAL.
ORATÓRIA, NOSSA COMUNICAÇÃO: VERBAL E CORPORAL.ORATÓRIA, NOSSA COMUNICAÇÃO: VERBAL E CORPORAL.
ORATÓRIA, NOSSA COMUNICAÇÃO: VERBAL E CORPORAL.
 
Curso de oratória
Curso de oratória  Curso de oratória
Curso de oratória
 
Oratoria 1
Oratoria 1Oratoria 1
Oratoria 1
 
Seu corpo fala no trabalho
Seu corpo fala no trabalho Seu corpo fala no trabalho
Seu corpo fala no trabalho
 
Comunicação empresarial apresentação
Comunicação empresarial   apresentaçãoComunicação empresarial   apresentação
Comunicação empresarial apresentação
 
Apresentação Seminário Incorpore
Apresentação Seminário IncorporeApresentação Seminário Incorpore
Apresentação Seminário Incorpore
 
Incorpore
IncorporeIncorpore
Incorpore
 
A arte de falar e de escutar em público
A arte de falar e de escutar em público A arte de falar e de escutar em público
A arte de falar e de escutar em público
 
Comunicação empresarial apresentação
Comunicação empresarial   apresentaçãoComunicação empresarial   apresentação
Comunicação empresarial apresentação
 
Gestão da imagem
Gestão da imagem Gestão da imagem
Gestão da imagem
 
1º oratória
1º oratória1º oratória
1º oratória
 
Falar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos Cunha
Falar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos CunhaFalar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos Cunha
Falar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos Cunha
 
Oratória: A execlência para falar em público
Oratória: A execlência para falar em públicoOratória: A execlência para falar em público
Oratória: A execlência para falar em público
 
Arte de falar em público
Arte de falar em públicoArte de falar em público
Arte de falar em público
 
Liderança & motivação
Liderança & motivaçãoLiderança & motivação
Liderança & motivação
 
Como falar em público
Como falar em públicoComo falar em público
Como falar em público
 
10º Simcade | Dicção, Postura, Oratória, Contação de histórias, Autoavaliação...
10º Simcade | Dicção, Postura, Oratória, Contação de histórias, Autoavaliação...10º Simcade | Dicção, Postura, Oratória, Contação de histórias, Autoavaliação...
10º Simcade | Dicção, Postura, Oratória, Contação de histórias, Autoavaliação...
 
Treinamento Comunicação e mentoring grupo i
Treinamento Comunicação e mentoring   grupo iTreinamento Comunicação e mentoring   grupo i
Treinamento Comunicação e mentoring grupo i
 

Oratoria arte imagem

  • 1. Bem-vindos Mário Coimbra Lopes Publicitário, jornalista MBA em Marketing Digital Diretor da Arte & Imagem, empresa especializada em marketing político e sindical com mais de 20 anos de atuação. Palestrante motivacional Email: aimagem@aimagem.com.br Facebook: facebook.com/MarioArteImagem Site: www.marketingpoliticosindical.com.br
  • 3. Tornar comum Trocar ideias, sentimentos e experiências com outras pessoas Comunicação é convivência, baseada no consentimento espontâneo dos indivíduos. Comunicação
  • 4. Comunicação Através da comunicação assimilamos a cultura – os valores, as regras, o saber, o modo de vida da sociedade onde vivemos. Desde que nascemos as pessoas comunicam os princípios que regem e orientam o nosso comportamento.
  • 6. 4ª 5ª 6ª Voz Vocabulário Expressão corporal 1ª 2ª Fonte ou emissor humano Decodificadores ou receptores (ouvintes) 3ª Retorno ou Feed-back Mensagem Veículos ou Transmissores
  • 7. Elementos  Emissor: O iniciador da Comunicação.  Mensagem: A informação codificada mandada pelo emissor ao receptor.  Veículo: O meio de comunicação entre um emissor e um receptor.  Receptor: O indivíduo cujos sentidos captam a mensagem do emissor.
  • 8. Elementos Decodificação: A interpretação e a tradução de uma mensagem em informação significativa.  Ruído: Qualquer coisa que confunda, perturbe, diminua ou interfira na comunicação.  Feedback: O reverso do processo de comunicação, que ocorre quando o receptor expressa sua reação à mensagem do emissor.
  • 9. Comunicação Interpessoal - Quais os elementos que compõem a comunicação e a relação interpessoal ?
  • 10. Comunicação Verbal Fala: É um código de signos regulados por convenções, como a sintaxe e a gramática. Temos registros que classificamos como forte e fracos. Utiliza idiomas e coloquialismos que fazem parte de uma cultura. É ideal para descrever ideias, opiniões e argumentos.
  • 11. Qualidades do bom orador •Autoconfiança •Boa postura/aparência •Entusiasta •Objetivo / atualizado •Criativo •Empatia •Saber emocionar/expressivo •Linguagem corporal
  • 12. Vencendo o medo de falar em público
  • 13. Vencendo o medo de falar em público Fatores: • Inibição, causada por sentimentos de inadequação, vergonha, complexo de inferioridade ou superioridade; • Perfeccionismo exagerado; • Insegurança; • Medo de rejeição; • Baixa-estima, etc.
  • 14. Vencendo o medo de falar em público Autoimagem É como eu me vejo, baseado em minhas convicções, resultado de tudo o que vivi, senti, invejei, sofri e amei. A percepção que tenho desses fatos, forma minha face interna.
  • 15. Autoimagem positiva Autoestima positiva Autoimagem negativa Auto estima negativa
  • 16. Rompendo com a autoimagem negativa Enfrentar os fantasmas inibidores e trazê-los à luz da consciência Fazer autoanálise Dar valor a si mesmo Construir uma autoestima positiva
  • 17. Dicas para fortalecer a autoestima e a autoimagem • Acredite que as mudanças são possíveis • Concentre-se em substituir pensamentos positivos por pensamentos negativos • Aceite os desafios como forma de autodesenvolvimento • Saiba que a coragem é o medo bem administrado • Procure conhecer a si mesmo • O tempo não volta! Perdoe suas falhas
  • 18. • Se necessário, procure ajuda terapêutica • Aprenda a ouvir pensamentos e sentimentos • Aprenda a gostar de si mesmo • Evite a auto ironia • Aprenda a receber elogios • Melhore suas habilidades verbais e não-verbais Dicas para fortalecer a autoestima e a autoimagem
  • 19. Dicasparaodesenvolvimentopositivo dascomunicaçõesinterpessoais • Observe o impacto que você causa nas pessoas • Aprenda a receber um feedback negativo • Não banque o “coitadinho” • Tenha coragem de fazer escolhas • Mantenha o bom humor • Demonstre afeto pelas pessoas • Seja assertivo nas comunicações
  • 20. • Saia mais de casa • Sorria mais • Acostume-se a olhar as pessoas nos olhos • Evite rotular as pessoas • Evite o analfabetismo emocional • Cuide de sua saúde física e mental Dicasparaodesenvolvimentopositivo dascomunicaçõesinterpessoais
  • 21. Voz A voz é o espelho da personalidade humana. É ela que nos apresenta ao mundo através dos sons. Credibilidade ao conteúdo. Harmonia e a coerência.
  • 22. Cuidados com a voz • Melhore a qualidade da sua respiração • Relaxar • Hábitos • Cuidados com a alimentação • Cuidar de sua saúde física e mental
  • 23. Dicas para relaxar o corpo • Vista uma roupa confortável, tire os acessórios e deite-se com os olhos fechados numa superfície dura em local silencioso e arejado • Não tenha pressa • Não levante bruscamente
  • 24. Dicas para relaxar a voz • Boceje exageradamente • Pronuncie exageradamente as vogais • Cante uma canção articulando bem as palavras • Respire profundamente para evitar cerrar os dentes • Evite pigarrear • Faça uma pausa entre as frases
  • 25. Cuidados com a voz Evite: • Fumar • Bebidas alcoólicas • Ar condicionado • Líquidos e alimentos muito frios ou quentes • Roupas apertadas • Falar em locais barulhentos • Forçar a voz • Locais poluídos • Gritar constantemente • Excessos noturnos
  • 26. Cuidados com a vozProcure: • Comer salsão, cenoura, maçã, pera e alimentos ricos em fibras • Espreguiçar-se • Tomar cuidado com o início da fonação • Respirar ampla e profundamente • Hidratar-se • Cuidar de sua saúde física e mental
  • 27. Entonação Falar no tom certo Variedade melódica => significado da palavra => sentimento
  • 28. Entonação Assassino Biruta Anjo Funeral Lixo Gargalhada Perfume Crápula Samba Palhaço Melodia Estrondo Amor Ódio
  • 29. Ênfase• Ele é um sujeito malvado! • Rafael é uma autoridade em Psicologia! • Uma pena que ele está morto! • Dei gargalhadas com o Oscarito! • O perfume é delicioso! • Adoro Portugal! • Esse camarada é biruta! • Você está se portando com um palhaço! • Um garoto levado da breca! • Que cheiro horrível!
  • 30. Ênfase • Eu absolutamente não permito que você viaje esta semana! • Fique certo de que não havia outra solução! • À minha custa, ele não faz! • Isto é mentira! • Nós discutimos, e esse sujeito é que ganha um monte de dinheiro à nossa custa! • Não pense que eu esteja de acordo com essa tolice! • Eu não admito que esse miserável volte a botar os pés nesta casa!
  • 31. Ênfase • Você viu aquele sujeito sair daqui ? • Você viu aquele sujeito sair daqui ? • Você viu aquele sujeito sair daqui ? • Você viu aquele sujeito sair daqui ? • Você viu aquele sujeito sair daqui ? • Você viu aquele sujeito sair daqui?
  • 32. Exercite a comunicação oral • Leia histórias em voz alta • Encene trechos de peças teatrais • Invista em aulas de canto ou terapia fonoaudiologia • Leia textos em voz alta articulando exageradamente as palavras
  • 33. Exercite a comunicação oral • Grave a leitura de um texto em velocidade lenta, depois em velocidade média e em seguida rápida • Analise o resultado e grave novamente o texto na velocidade adequada para uma boa compreensão • Observe no dia-a-dia como a fala transmite traços da personalidade das pessoas • Module o tom da voz • Leia na frente do espelho
  • 34. Comunicação Não - verbal A Imagem inicial é formada no decorrer dos primeiros contatos (primeira impressão positiva) Corresponde às nossas atitudes e sentimentos. Os signos não-verbais mais importantes são: 1. Linguagem do corpo; 2. Paralinguagens; 3. Vestimenta.
  • 35. Comunicação Não - verbal 1. Linguagem do corpo Há cinco elementos importantes na linguagem corporal, a saber: a) Gestos; b) Toque; c) Expressão; d) Proxêmica. e) Postura do corpo;
  • 36. Comunicação Não - verbal 2. Paralinguagens Descreve os signos não-verbais que acompanham a fala. Há reações e emoções muitas vezes imediatas a mensagem do outro. E ela pode sugerir o estado emocional e ou sua alteração neurológica. Haaaaa; Éeeeeee Hummm
  • 37. Comunicação Não - verbal 2. Paralinguagens Exemplos:
  • 38. Comunicação Não - verbal 2. Paralinguagens Exemplos:
  • 39. Comunicação Não - verbal 3. Vestimenta Este signo revela a personalidade, situação, status e trabalho das pessoas de certos grupos. Como parte do dia-dia e fundamental na comunicação, a vestimenta, a indumentária, Está presente visualmente em todas as pessoas e sociedades. Engenheiro Médico Advogado Juiz
  • 40. Gestos, expressões faciais, postura e movimentação corporal servem para: • Descrever, complementar e reforçar as ideias • Embelezar ou substituir a fala • Dar mais dinamismo à comunicação • Expressar sentimentos • Favorecer o entendimento • Promover a interação com a plateia • Facilitar a transmissão das mensagens
  • 41. Dicas de linguagem corporal em uma apresentação... • Estude o espaço da apresentação com antecedência • Deixe o cenário livre • Estabeleça uma área de atuação • Não enfie as mão nos bolsos ou cruze os braços • Mentalmente, divida a plateia em setores • Não fique de costas para a plateia • Evite sentar-se durante a exposição • Ande e gesticule naturalmente em sua área de atuação
  • 42. As expressões faciais falam O rosto e suas expressões são focos constantes de interesse da plateia. As expressões faciais são um mapa para a plateia o termômetro das emoções.
  • 43. O poder persuasivo do olhar • Não olhe só para um ponto da plateia • Olhe, mas não encare o público • Olhe para a plateia, e não por cima de suas cabeças • Não fique olhando de rosto em rosto, fixe-se um pouco em cada um • Não transforme o seu olhar numa ameaça nem ataque para se defender O poder persuasivo do olhar
  • 44. O poder persuasivo do olhar Suas mãos em movimento Usar as mãos como recurso expressivo valoriza a mensagem e enriquece a comunicação. Elas completam e dão mais vida à exposição.
  • 45. O poder persuasivo do olhar Dicas de uso das mãos • Deixe que as mãos acompanhem a sua fala naturalmente • Não faça gestos exagerados nem estereotipados • Exercite as mãos antes da apresentação • Não fique passando a mão pelo nariz, no rosto ou nos cabelos • As mãos devem refletir a beleza de suas ideias
  • 46. O poder persuasivo do olhar Como expor suas ideias • Comece falando com entusiasmo. Esteja presente por inteiro • Articule bem as palavras, não exagere nos movimentos do rosto • Fale sem esforço, mas para ser ouvido por toda a plateia • Use os verbos na voz ativa • Prefira os substantivos • Sua fala deve despertar imagens visuais • Desperte interesse com bons argumentos, bom vocabulário e boas figuras de linguagem
  • 47. O poder persuasivo do olhar Como expor suas ideias • Não divague • Evite o excesso de detalhes • Seja um elemento motivador para a plateia • Fale COM a plateia e não PARA ela • Não tenha medo do silêncio, das pausas • Se a informação for complexa, fale mais devagar • Procure ter a plateia como companheira • Se perceber dúvida nos espectadores, abra espaço para perguntas
  • 48. Fases da apresentação 1. Introdução 1. Cumprimentar o público 2. Despertar o interesse 2. Assunto Central 1. Confirmar o assunto central 2. Neutralizar ideias contrárias 3. Parte Final 1. Sintetizar o que foi dito 2. Encerrar de forma objetiva
  • 49. O poder persuasivo do olhar Recursos auxiliares • Microfone • Recursos visuais • Palco • Tribuna Lembre-se de chegar sempre com 30 minutos de antecedência para checar o equipamento
  • 50. O poder persuasivo do olhar
  • 51. O poder persuasivo do olhar mario@aimagem.com.br