SlideShare uma empresa Scribd logo
AS CATEGORIAS DE OBESIDADE, PESO EXCESSIVO E OBESIDADE
VISCERAL FORAM DEFINIDOS POR MEIO DA AVALIAÇÃO DE
DADOS OBTIDOS EM ESTUDOS LONGITUDINAIS, ASSOCIADO A
UM DETERMINADO PESO A FUTUROS EFEITOS MALÉFICOS À
SAÚDE. A MEDIDA DE GORDURA CORPORAL ATUALMENTE
ACEITA É O ÍNDICE DE MASSA CORPORAL (IMC), QUE É
DETERMINADO DIVIDINDO-SE O PESO (EM Kg) PELA ALTURA
(EM M²)
A PRESSÃO INTRA-ABDOMINAL, O DIÂMETRO ABDOMINAL SAGITAL E AS
COMORBIDADES DA OBESIDADE. UM ESTUDO CLARO, QUE TRADUZ DE
FORMA EVIDENTE AS QUEIXAS MAIS FREQUENTES DE PACIENTES
COMPROMETIDOS COM A OBESIDADE INTRA-ABDOMINAL ASSOCIADA À
OBESIDADE CORPORAL.
A pressão da bexiga urinária foi maior nos pacientes obesos do que nos
pacientes nãos obesos (18+/- 0,7 vs. 7+/-1,6cm H2O, P<0,001),
correlacionado com o diâmetro abdominal sagital (r = 0,67, P<0,001) e
foi maior (P<0,05) em pacientes provavelmente com morbidade
(hipoventilação, refluxo gastroesofágico, estase venosa, incontinência
urinária de esforço, hérnia incisional) ou, eventualmente, (hipertensão,
diabetes), devido ao aumento da pressão abdominal. W: H
correlacionada com a razão de pressão da bexiga urinária em homens (r
= 0,6, P<0,05), mas não em mulheres (r = -0,3). O diâmetro abdominal
sagital aumentado foi associado com o aumento da pressão intra-
abdominal que contribuiu para a co-morbidade relacionada à obesidade.
W: relação H não era um indicador confiável da pressão intra-abdominal
para as mulheres que muitas vezes têm tanto a obesidade periférica e
central. Mais estudos são necessários para avaliar a relação entre a
pressão intra-abdominal e a diabetes tipo II e a hipertensão arterial. Isto
deixa claro que a obesidade de qualquer tipo é uma doença na
concepção científica e não apenas uma ingestão equivocada de excesso
de alimentos que também contribui para o agravamento do problema,
anteriormente a década de 80/90 tida apenas como um desleixo pessoal
com conseqüências estéticas e alguns problemas de saúde. Entretanto,
com o estudo mais detalhado e profundo como um estigma da
sociedade, que é a obesidade periférica associada à obesidade intra-
abdominal, visceral ou central, os endocrinologistas e
neuroendocrinologistas sentiram a responsabilidade de encarar com
profundidade as diversas novas pesquisas que envolvem este tipo de
doença que é significativamente mais complexa do que se percebia. A
obesidade, como o alcoolismo, depressão, ansiedade é uma doença.
Existem padrões endocrinológicos definidos: desequilíbrios hormonais,
deficiências de neurotransmissores e esgotamento nutricional sendo que
todos contribuem para a obesidade dos diversos tipos e características.
Muitos dos pacientes que são obesos têm problemas médicos
subjacentes que precisam ser abordados. Dietas e exercícios físicos
sozinhos, muitas vezes não conseguem resolver este desastre frequente
porque a patologia médica subjacente não foi abordada. A abordagem é
avaliar um paciente totalmente, incluindo história familiar, avaliação
hormonal exaustiva, estado dos nutrientes, e inventário de vida para
entender por onde começar no tratamento desta doença (propedêutica
médica endócrina, instrumental, laboratorial). Não há perda de peso
rápida para os obesos e o correto é recompor a fisiologia e os hábitos
humanos saudáveis.
EXCESSIVE OBESITY ASSOCIATED WITH VISCERAL OBESITY: SITUATION
THAT AGREES YOUR QUALITY OF LIFE.
THE CATEGORIES OF OBESITY, OVERWEIGHT AND ABDOMINAL OBESITY
HAVE BEEN DEFINED BY DATA EVALUATION OF MEDIUM OBTAINED IN
LONGITUDINAL STUDIES, ASSOCIATE A PARTICULAR WEIGHT A FUTURE
HEALTH EFFECTS. FAT MEASURE BODY IS CURRENTLY ACCEPTING BODY
MASS INDEX (BMI), WHICH IS SPLITTING UP PARTICULAR WEIGHT (IN
KG) BY HEIGHT SQUARED (IN M²). PHYSIOLOGY-ENDOCRINOLOGY-
NEUROENDOCRINOLOGY-GENETICS-ENDOCRINE-PEDIATRICS
(SUBDIVISION OF ENDOCRINOLOGY): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET
DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO.
THE INTRA-ABDOMINAL PRESSURE, THE SAGITAL ABDOMINAL
DIAMETER AND THE CO-MORBIDITIES OF OBESITY. A STUDY OF COURSE,
EXPRESSING THE EVIDENT CLAIMS FORM COMMITTED PATIENTS
FREQUENTLY WITH INTRA-ABDOMINAL OBESITY ASSOCIATED WITH
BODY OBESITY.
The urinary bladder pressure was higher in obese patients than non
obese patients (18 +/- 0.7 vs. 7 +/- 1.6 cm H2O, P<0.001) correlated with
sagital abdominal diameter (r = 0.67, P <0.001) and was greater (P<0.05)
in patients with than those without probably morbidity
(hypoventilation, gastroesophageal reflux disease, venous stasis, urinary
incontinence, incisional hernia) or (hypertension, diabetes) due to
increased abdominal pressure. W: H ratio correlated with the pressure of
the urinary bladder in men (r = 0.6, P<0.05), but not women (r = -0.3).
The SAD increase was associated with increased intra-abdominal
pressure contributing to obesity-related co-morbidity. W: H ratio was
not a reliable indicator of intra-abdominal pressure for women who
often have both the peripheral and central obesity. More studies are
needed to assess the relationship between the intra-abdominal pressure
and type II diabetes and arterial hypertension. This becomes clear that
obesity of any kind is a disease in the scientific conception and not just a
mistaken ingestion of excess food that also contributes to the worsening
of the problem, before the decade of 80/90 was taken only as a personal
neglect of aesthetic consequences and some health problems. However
with the most detailed and thorough study of a stigma of society, which
is peripheral obesity associated with intra-abdominal obesity, visceral or
central, endocrinologists and neuroendocrinologistas felt the
responsibility of looking in depth the several new studies involving this
type of disease that is significantly but complex than previously realized.
The obesity is disease as alcoholism, depression and anxiety. There
defined endocrine patterns: hormonal imbalances, neurotransmitter
deficiencies and nutritional disorders all of which contribute to obesity
of the various types and characteristics. Many of the patients who are
obese have underlying medical problems that need to be addressed. Diet
and physical exercises often cannot simply solve this frequent disaster
because the underlying medical condition was not addressed. The
approach is fully evaluating a patient, including family history,
comprehensive evaluation hormone, nutrient status, and inventory of
life to understand where to start in the treatment of this disease
(introductory endocrine medical, instrumental and laboratory). There is
no quick weight loss for the obese and the right is to rebuild the
physiology and human healthy habits.
Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologia – Neuroendocrinologista
CRM 20611
Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930
Como saber mais:
1. Crescimento estatural (altura) a evolução: o primeiro instrumento
conhecido para medir os seres humanos (antropometria), foi descrito na
Itália há quase III séculos atrás...
http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com.
2. Foram os artistas do Renascimento que precederam a ciência em uma
compreensão de alterar as proporções de crescimento e
desenvolvimento...
http://longevidadefutura.blogspot.com
3. O primeiro livro sobre mudança de proporções foi escrito por um
professor de arte e os mesmos criaram o termo para este fim
denominado, “Anthropometria”...
http://imcobesidade.blogspot.com
AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.
Referências Bibliográficas:
Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H. V., Dra. Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der
Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Jacobs EJ, et al. Waist circumference and all-cause mortality in a large US cohort. Archives of
Internal Medicine. 2010;170:1293; Ishikawa J, et al. An increased visceral-subcutaneous adipose tissue ratio is associated with
difficult-to-treat hypertension in men. Journal of Hypertension. 2010;28:1340; Winter Y, et al. Contribution of obesity and
abdominal fat mass to risk of stroke and transient ischemic attacks. Stroke. 2008;12:3145; Simpson L, et al. Sex differences in
the association of regional fat distribution with the severity of obstructive sleep apnea. Sleep. 2010;33:467; Understanding
adult obesity. Weight-Control Information Network. Better health and you: Tips for adults. Weight-Control Information
Network. Snijder MB, et al. What aspects of body fat are particularly hazardous and how do we measure them? International
Journal of Epidemiology. 2006;35:83; 2008 Physical Activity Guidelines for Americans. U.S. Department of Health and Human
Services. Gonzalez CA, et al. Diet and cancer prevention: Contributions from the European prospective investigation into cancer
and nutrition (EPIC) study. European Journal of Cancer. 2010;46:2555; Vadstrup ES, et al. Waist circumference in relation to
history of amount and type of alcohol: Results from the Copenhagen city heart study. International Journal of Obesity.
2003;27:238.
Site Van Der Häägen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br
www.crescimentoinfoco.com
www.obesidadeinfoco.com.br
http://drcaiojr.site.med.br
http://dracaio.site.med.br
Joao Santos Caio Jr
http://google.com/+JoaoSantosCaioJr
google.com/+JoãoSantosCaioJrvdh
google.com/+VANDERHAAGENBRAZILvdh
Video
http://youtu.be/woonaiFJQwY
VAN DER HAAGEN BRAZI
Instagram
https://instagram.com/clinicascaio/
Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-
23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Obesidade infantil sem controle exercício físico e estado inflamatório
Obesidade infantil sem controle exercício físico e estado inflamatórioObesidade infantil sem controle exercício físico e estado inflamatório
Obesidade infantil sem controle exercício físico e estado inflamatório
Van Der Häägen Brazil
 
Agressão da Obesidade em Nosso Corpo
Agressão da Obesidade em Nosso CorpoAgressão da Obesidade em Nosso Corpo
Agressão da Obesidade em Nosso Corpo
Van Der Häägen Brazil
 
Aula cetrata 2
Aula cetrata 2Aula cetrata 2
Aula cetrata 2
Yngrid Bandeira
 
Preste atenção no desastre anunciado privação do sono e obesidade
Preste atenção no desastre anunciado  privação do sono e obesidadePreste atenção no desastre anunciado  privação do sono e obesidade
Preste atenção no desastre anunciado privação do sono e obesidade
Van Der Häägen Brazil
 
O Beneficio Da Hidroterapia Para Gestantes Com Apresentacao De Dor Lombar
O Beneficio Da Hidroterapia Para Gestantes Com Apresentacao De Dor LombarO Beneficio Da Hidroterapia Para Gestantes Com Apresentacao De Dor Lombar
O Beneficio Da Hidroterapia Para Gestantes Com Apresentacao De Dor Lombar
Acquanews
 
Aula comau - indicações
Aula   comau - indicaçõesAula   comau - indicações
Aula comau - indicações
Everton Cazzo
 
Terapias complementares em oncologia
Terapias complementares em oncologiaTerapias complementares em oncologia
Terapias complementares em oncologia
bellottojr
 
Indicações bariátrica
Indicações bariátricaIndicações bariátrica
Indicações bariátrica
sergioloss
 
pacientes
pacientespacientes
pacientes
Mariah Raquel
 
Psicologia Bariátrica: A Psicologia no âmbito da cirurgia para perda de peso
Psicologia Bariátrica: A Psicologia no âmbito da cirurgia para perda de pesoPsicologia Bariátrica: A Psicologia no âmbito da cirurgia para perda de peso
Psicologia Bariátrica: A Psicologia no âmbito da cirurgia para perda de peso
Simone Marchesini
 
46 tratamento da caquexia no paciente em cuidados paliativos
46   tratamento da caquexia no paciente em cuidados paliativos46   tratamento da caquexia no paciente em cuidados paliativos
46 tratamento da caquexia no paciente em cuidados paliativos
ONCOcare
 
Obesidade, emergem novos paradigmas.
Obesidade, emergem novos paradigmas.Obesidade, emergem novos paradigmas.
Obesidade, emergem novos paradigmas.
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade descontrolada obesidade e interação com hormônios.obesidade tem tud...
Obesidade descontrolada obesidade e interação com hormônios.obesidade tem tud...Obesidade descontrolada obesidade e interação com hormônios.obesidade tem tud...
Obesidade descontrolada obesidade e interação com hormônios.obesidade tem tud...
Van Der Häägen Brazil
 
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologistaConversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
Van Der Häägen Brazil
 
Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...
Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...
Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...
Van Der Häägen Brazil
 
1 s2.Artigo efetividade do kinesio taping na dor e uncapacidade na sindrome d...
1 s2.Artigo efetividade do kinesio taping na dor e uncapacidade na sindrome d...1 s2.Artigo efetividade do kinesio taping na dor e uncapacidade na sindrome d...
1 s2.Artigo efetividade do kinesio taping na dor e uncapacidade na sindrome d...
Franklyn Alves
 
Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...
Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...
Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade infantil o exercício físico, a taxa metabólica e o perfil lipídico
Obesidade infantil o exercício físico, a taxa metabólica e o perfil lipídicoObesidade infantil o exercício físico, a taxa metabólica e o perfil lipídico
Obesidade infantil o exercício físico, a taxa metabólica e o perfil lipídico
Van Der Häägen Brazil
 
Fisioterapia em ginecologia e obstetrícia
Fisioterapia em ginecologia e obstetríciaFisioterapia em ginecologia e obstetrícia
Fisioterapia em ginecologia e obstetrícia
Silvia  Monteiro
 
Obesidade complicações
Obesidade   complicaçõesObesidade   complicações
Obesidade complicações
Aluisio Stoll
 

Mais procurados (20)

Obesidade infantil sem controle exercício físico e estado inflamatório
Obesidade infantil sem controle exercício físico e estado inflamatórioObesidade infantil sem controle exercício físico e estado inflamatório
Obesidade infantil sem controle exercício físico e estado inflamatório
 
Agressão da Obesidade em Nosso Corpo
Agressão da Obesidade em Nosso CorpoAgressão da Obesidade em Nosso Corpo
Agressão da Obesidade em Nosso Corpo
 
Aula cetrata 2
Aula cetrata 2Aula cetrata 2
Aula cetrata 2
 
Preste atenção no desastre anunciado privação do sono e obesidade
Preste atenção no desastre anunciado  privação do sono e obesidadePreste atenção no desastre anunciado  privação do sono e obesidade
Preste atenção no desastre anunciado privação do sono e obesidade
 
O Beneficio Da Hidroterapia Para Gestantes Com Apresentacao De Dor Lombar
O Beneficio Da Hidroterapia Para Gestantes Com Apresentacao De Dor LombarO Beneficio Da Hidroterapia Para Gestantes Com Apresentacao De Dor Lombar
O Beneficio Da Hidroterapia Para Gestantes Com Apresentacao De Dor Lombar
 
Aula comau - indicações
Aula   comau - indicaçõesAula   comau - indicações
Aula comau - indicações
 
Terapias complementares em oncologia
Terapias complementares em oncologiaTerapias complementares em oncologia
Terapias complementares em oncologia
 
Indicações bariátrica
Indicações bariátricaIndicações bariátrica
Indicações bariátrica
 
pacientes
pacientespacientes
pacientes
 
Psicologia Bariátrica: A Psicologia no âmbito da cirurgia para perda de peso
Psicologia Bariátrica: A Psicologia no âmbito da cirurgia para perda de pesoPsicologia Bariátrica: A Psicologia no âmbito da cirurgia para perda de peso
Psicologia Bariátrica: A Psicologia no âmbito da cirurgia para perda de peso
 
46 tratamento da caquexia no paciente em cuidados paliativos
46   tratamento da caquexia no paciente em cuidados paliativos46   tratamento da caquexia no paciente em cuidados paliativos
46 tratamento da caquexia no paciente em cuidados paliativos
 
Obesidade, emergem novos paradigmas.
Obesidade, emergem novos paradigmas.Obesidade, emergem novos paradigmas.
Obesidade, emergem novos paradigmas.
 
Obesidade descontrolada obesidade e interação com hormônios.obesidade tem tud...
Obesidade descontrolada obesidade e interação com hormônios.obesidade tem tud...Obesidade descontrolada obesidade e interação com hormônios.obesidade tem tud...
Obesidade descontrolada obesidade e interação com hormônios.obesidade tem tud...
 
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologistaConversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
 
Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...
Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...
Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...
 
1 s2.Artigo efetividade do kinesio taping na dor e uncapacidade na sindrome d...
1 s2.Artigo efetividade do kinesio taping na dor e uncapacidade na sindrome d...1 s2.Artigo efetividade do kinesio taping na dor e uncapacidade na sindrome d...
1 s2.Artigo efetividade do kinesio taping na dor e uncapacidade na sindrome d...
 
Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...
Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...
Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...
 
Obesidade infantil o exercício físico, a taxa metabólica e o perfil lipídico
Obesidade infantil o exercício físico, a taxa metabólica e o perfil lipídicoObesidade infantil o exercício físico, a taxa metabólica e o perfil lipídico
Obesidade infantil o exercício físico, a taxa metabólica e o perfil lipídico
 
Fisioterapia em ginecologia e obstetrícia
Fisioterapia em ginecologia e obstetríciaFisioterapia em ginecologia e obstetrícia
Fisioterapia em ginecologia e obstetrícia
 
Obesidade complicações
Obesidade   complicaçõesObesidade   complicações
Obesidade complicações
 

Semelhante a Obesidade excessiva associada à obesidade visceral situação que compromete sua qualidade de vida

Obesidade intra abdominal a gordura do nosso organismo
Obesidade intra abdominal a gordura do nosso organismoObesidade intra abdominal a gordura do nosso organismo
Obesidade intra abdominal a gordura do nosso organismo
Van Der Häägen Brazil
 
Síndrome compartimental abdominal (acs) é cada vez mais reconhecida
Síndrome compartimental abdominal (acs) é cada vez mais reconhecidaSíndrome compartimental abdominal (acs) é cada vez mais reconhecida
Síndrome compartimental abdominal (acs) é cada vez mais reconhecida
Van Der Häägen Brazil
 
Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...
Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...
Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...
Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...
Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...
Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...
Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade fatores que minimizam a obesidade dormir mais comer menos fora de h...
Obesidade fatores que minimizam a obesidade dormir mais comer menos fora de h...Obesidade fatores que minimizam a obesidade dormir mais comer menos fora de h...
Obesidade fatores que minimizam a obesidade dormir mais comer menos fora de h...
Van Der Häägen Brazil
 
Pensando Em Emagrecer
Pensando Em EmagrecerPensando Em Emagrecer
Pensando Em Emagrecer
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade abdominal é considerada um órgão facilitador de doenças graves e de...
Obesidade abdominal é considerada um órgão facilitador de doenças graves e de...Obesidade abdominal é considerada um órgão facilitador de doenças graves e de...
Obesidade abdominal é considerada um órgão facilitador de doenças graves e de...
Van Der Häägen Brazil
 
Consequências destrutivas da obesidade
Consequências destrutivas da obesidadeConsequências destrutivas da obesidade
Consequências destrutivas da obesidade
Van Der Häägen Brazil
 
Decisão Clinica, Emagreça !
Decisão Clinica, Emagreça !Decisão Clinica, Emagreça !
Decisão Clinica, Emagreça !
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade periférica abdominal-visceral problema de ingestão alimentar grave ...
Obesidade periférica abdominal-visceral problema de ingestão alimentar grave ...Obesidade periférica abdominal-visceral problema de ingestão alimentar grave ...
Obesidade periférica abdominal-visceral problema de ingestão alimentar grave ...
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade é uma Doença Multifatorial e exige Tratamento Multidisciplinar
Obesidade é uma Doença Multifatorial e exige Tratamento MultidisciplinarObesidade é uma Doença Multifatorial e exige Tratamento Multidisciplinar
Obesidade é uma Doença Multifatorial e exige Tratamento Multidisciplinar
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade é uma doença multifatorial e exige tratamento multidisciplinar
Obesidade é uma doença multifatorial e exige tratamento multidisciplinarObesidade é uma doença multifatorial e exige tratamento multidisciplinar
Obesidade é uma doença multifatorial e exige tratamento multidisciplinar
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade abdominal caminhamos para um novo conceito,diminuindo diversos risc...
Obesidade abdominal caminhamos para um novo conceito,diminuindo diversos risc...Obesidade abdominal caminhamos para um novo conceito,diminuindo diversos risc...
Obesidade abdominal caminhamos para um novo conceito,diminuindo diversos risc...
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade infantil exercício físico e fatores de risco cardiovascular e neural
Obesidade infantil exercício físico e fatores de risco cardiovascular e neuralObesidade infantil exercício físico e fatores de risco cardiovascular e neural
Obesidade infantil exercício físico e fatores de risco cardiovascular e neural
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade e uma possível ligação entre a obesidade e a infecção viral
Obesidade e uma possível ligação entre a obesidade e a infecção viralObesidade e uma possível ligação entre a obesidade e a infecção viral
Obesidade e uma possível ligação entre a obesidade e a infecção viral
Van Der Häägen Brazil
 
Medicina / Case: Obesidade
Medicina / Case: ObesidadeMedicina / Case: Obesidade
Medicina / Case: Obesidade
Zé Moleza
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Van Der Häägen Brazil
 

Semelhante a Obesidade excessiva associada à obesidade visceral situação que compromete sua qualidade de vida (20)

Obesidade intra abdominal a gordura do nosso organismo
Obesidade intra abdominal a gordura do nosso organismoObesidade intra abdominal a gordura do nosso organismo
Obesidade intra abdominal a gordura do nosso organismo
 
Síndrome compartimental abdominal (acs) é cada vez mais reconhecida
Síndrome compartimental abdominal (acs) é cada vez mais reconhecidaSíndrome compartimental abdominal (acs) é cada vez mais reconhecida
Síndrome compartimental abdominal (acs) é cada vez mais reconhecida
 
Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...
Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...
Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...
 
Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...
Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...
Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...
 
Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...
Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...
Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...
 
Obesidade fatores que minimizam a obesidade dormir mais comer menos fora de h...
Obesidade fatores que minimizam a obesidade dormir mais comer menos fora de h...Obesidade fatores que minimizam a obesidade dormir mais comer menos fora de h...
Obesidade fatores que minimizam a obesidade dormir mais comer menos fora de h...
 
Pensando Em Emagrecer
Pensando Em EmagrecerPensando Em Emagrecer
Pensando Em Emagrecer
 
Obesidade abdominal é considerada um órgão facilitador de doenças graves e de...
Obesidade abdominal é considerada um órgão facilitador de doenças graves e de...Obesidade abdominal é considerada um órgão facilitador de doenças graves e de...
Obesidade abdominal é considerada um órgão facilitador de doenças graves e de...
 
Consequências destrutivas da obesidade
Consequências destrutivas da obesidadeConsequências destrutivas da obesidade
Consequências destrutivas da obesidade
 
Decisão Clinica, Emagreça !
Decisão Clinica, Emagreça !Decisão Clinica, Emagreça !
Decisão Clinica, Emagreça !
 
Obesidade periférica abdominal-visceral problema de ingestão alimentar grave ...
Obesidade periférica abdominal-visceral problema de ingestão alimentar grave ...Obesidade periférica abdominal-visceral problema de ingestão alimentar grave ...
Obesidade periférica abdominal-visceral problema de ingestão alimentar grave ...
 
Obesidade é uma Doença Multifatorial e exige Tratamento Multidisciplinar
Obesidade é uma Doença Multifatorial e exige Tratamento MultidisciplinarObesidade é uma Doença Multifatorial e exige Tratamento Multidisciplinar
Obesidade é uma Doença Multifatorial e exige Tratamento Multidisciplinar
 
Obesidade é uma doença multifatorial e exige tratamento multidisciplinar
Obesidade é uma doença multifatorial e exige tratamento multidisciplinarObesidade é uma doença multifatorial e exige tratamento multidisciplinar
Obesidade é uma doença multifatorial e exige tratamento multidisciplinar
 
Obesidade abdominal caminhamos para um novo conceito,diminuindo diversos risc...
Obesidade abdominal caminhamos para um novo conceito,diminuindo diversos risc...Obesidade abdominal caminhamos para um novo conceito,diminuindo diversos risc...
Obesidade abdominal caminhamos para um novo conceito,diminuindo diversos risc...
 
Obesidade infantil exercício físico e fatores de risco cardiovascular e neural
Obesidade infantil exercício físico e fatores de risco cardiovascular e neuralObesidade infantil exercício físico e fatores de risco cardiovascular e neural
Obesidade infantil exercício físico e fatores de risco cardiovascular e neural
 
Obesidade e uma possível ligação entre a obesidade e a infecção viral
Obesidade e uma possível ligação entre a obesidade e a infecção viralObesidade e uma possível ligação entre a obesidade e a infecção viral
Obesidade e uma possível ligação entre a obesidade e a infecção viral
 
Medicina / Case: Obesidade
Medicina / Case: ObesidadeMedicina / Case: Obesidade
Medicina / Case: Obesidade
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
 
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
 

Mais de Van Der Häägen Brazil

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
Van Der Häägen Brazil
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
Van Der Häägen Brazil
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERALGORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERAL
Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
Van Der Häägen Brazil
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
Van Der Häägen Brazil
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTILOBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSASOBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
Van Der Häägen Brazil
 
OBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICSOBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICS
Van Der Häägen Brazil
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)
Van Der Häägen Brazil
 
GENEALOGIA
GENEALOGIAGENEALOGIA
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL
Van Der Häägen Brazil
 
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSOGORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSO
Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
Van Der Häägen Brazil
 

Mais de Van Der Häägen Brazil (20)

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
 
GORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERALGORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERAL
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
 
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTILOBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
 
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSASOBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
 
OBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICSOBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICS
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
 
GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)
 
GENEALOGIA
GENEALOGIAGENEALOGIA
GENEALOGIA
 
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
 
OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL
 
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
 
GORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSOGORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSO
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
 

Último

4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
AmaroAlmeidaChimbala
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
sula31
 
A ÉTICA NA MODERNIDADE(Crise d moral e problemas atuais).pptx
A ÉTICA NA MODERNIDADE(Crise d moral e problemas atuais).pptxA ÉTICA NA MODERNIDADE(Crise d moral e problemas atuais).pptx
A ÉTICA NA MODERNIDADE(Crise d moral e problemas atuais).pptx
FeridoZitoJonas
 
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptxDESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
Klaisn
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
Luiz Henrique Pimentel Novais Silva
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
marjoguedes1
 
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdfHistória da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
JandersonGeorgeGuima
 
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do TrabalhoApostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
CatieleAlmeida1
 

Último (9)

4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
 
A ÉTICA NA MODERNIDADE(Crise d moral e problemas atuais).pptx
A ÉTICA NA MODERNIDADE(Crise d moral e problemas atuais).pptxA ÉTICA NA MODERNIDADE(Crise d moral e problemas atuais).pptx
A ÉTICA NA MODERNIDADE(Crise d moral e problemas atuais).pptx
 
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptxDESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
 
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
 
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdfHistória da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
 
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do TrabalhoApostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
 

Obesidade excessiva associada à obesidade visceral situação que compromete sua qualidade de vida

  • 1. AS CATEGORIAS DE OBESIDADE, PESO EXCESSIVO E OBESIDADE VISCERAL FORAM DEFINIDOS POR MEIO DA AVALIAÇÃO DE DADOS OBTIDOS EM ESTUDOS LONGITUDINAIS, ASSOCIADO A UM DETERMINADO PESO A FUTUROS EFEITOS MALÉFICOS À SAÚDE. A MEDIDA DE GORDURA CORPORAL ATUALMENTE ACEITA É O ÍNDICE DE MASSA CORPORAL (IMC), QUE É DETERMINADO DIVIDINDO-SE O PESO (EM Kg) PELA ALTURA (EM M²) A PRESSÃO INTRA-ABDOMINAL, O DIÂMETRO ABDOMINAL SAGITAL E AS COMORBIDADES DA OBESIDADE. UM ESTUDO CLARO, QUE TRADUZ DE FORMA EVIDENTE AS QUEIXAS MAIS FREQUENTES DE PACIENTES COMPROMETIDOS COM A OBESIDADE INTRA-ABDOMINAL ASSOCIADA À OBESIDADE CORPORAL. A pressão da bexiga urinária foi maior nos pacientes obesos do que nos pacientes nãos obesos (18+/- 0,7 vs. 7+/-1,6cm H2O, P<0,001), correlacionado com o diâmetro abdominal sagital (r = 0,67, P<0,001) e foi maior (P<0,05) em pacientes provavelmente com morbidade (hipoventilação, refluxo gastroesofágico, estase venosa, incontinência urinária de esforço, hérnia incisional) ou, eventualmente, (hipertensão,
  • 2. diabetes), devido ao aumento da pressão abdominal. W: H correlacionada com a razão de pressão da bexiga urinária em homens (r = 0,6, P<0,05), mas não em mulheres (r = -0,3). O diâmetro abdominal sagital aumentado foi associado com o aumento da pressão intra- abdominal que contribuiu para a co-morbidade relacionada à obesidade. W: relação H não era um indicador confiável da pressão intra-abdominal para as mulheres que muitas vezes têm tanto a obesidade periférica e central. Mais estudos são necessários para avaliar a relação entre a pressão intra-abdominal e a diabetes tipo II e a hipertensão arterial. Isto deixa claro que a obesidade de qualquer tipo é uma doença na concepção científica e não apenas uma ingestão equivocada de excesso de alimentos que também contribui para o agravamento do problema, anteriormente a década de 80/90 tida apenas como um desleixo pessoal com conseqüências estéticas e alguns problemas de saúde. Entretanto, com o estudo mais detalhado e profundo como um estigma da sociedade, que é a obesidade periférica associada à obesidade intra- abdominal, visceral ou central, os endocrinologistas e neuroendocrinologistas sentiram a responsabilidade de encarar com profundidade as diversas novas pesquisas que envolvem este tipo de doença que é significativamente mais complexa do que se percebia. A obesidade, como o alcoolismo, depressão, ansiedade é uma doença.
  • 3. Existem padrões endocrinológicos definidos: desequilíbrios hormonais, deficiências de neurotransmissores e esgotamento nutricional sendo que todos contribuem para a obesidade dos diversos tipos e características. Muitos dos pacientes que são obesos têm problemas médicos subjacentes que precisam ser abordados. Dietas e exercícios físicos sozinhos, muitas vezes não conseguem resolver este desastre frequente porque a patologia médica subjacente não foi abordada. A abordagem é avaliar um paciente totalmente, incluindo história familiar, avaliação hormonal exaustiva, estado dos nutrientes, e inventário de vida para entender por onde começar no tratamento desta doença (propedêutica médica endócrina, instrumental, laboratorial). Não há perda de peso rápida para os obesos e o correto é recompor a fisiologia e os hábitos humanos saudáveis. EXCESSIVE OBESITY ASSOCIATED WITH VISCERAL OBESITY: SITUATION THAT AGREES YOUR QUALITY OF LIFE. THE CATEGORIES OF OBESITY, OVERWEIGHT AND ABDOMINAL OBESITY HAVE BEEN DEFINED BY DATA EVALUATION OF MEDIUM OBTAINED IN LONGITUDINAL STUDIES, ASSOCIATE A PARTICULAR WEIGHT A FUTURE HEALTH EFFECTS. FAT MEASURE BODY IS CURRENTLY ACCEPTING BODY MASS INDEX (BMI), WHICH IS SPLITTING UP PARTICULAR WEIGHT (IN KG) BY HEIGHT SQUARED (IN M²). PHYSIOLOGY-ENDOCRINOLOGY- NEUROENDOCRINOLOGY-GENETICS-ENDOCRINE-PEDIATRICS (SUBDIVISION OF ENDOCRINOLOGY): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. THE INTRA-ABDOMINAL PRESSURE, THE SAGITAL ABDOMINAL DIAMETER AND THE CO-MORBIDITIES OF OBESITY. A STUDY OF COURSE, EXPRESSING THE EVIDENT CLAIMS FORM COMMITTED PATIENTS FREQUENTLY WITH INTRA-ABDOMINAL OBESITY ASSOCIATED WITH BODY OBESITY.
  • 4. The urinary bladder pressure was higher in obese patients than non obese patients (18 +/- 0.7 vs. 7 +/- 1.6 cm H2O, P<0.001) correlated with sagital abdominal diameter (r = 0.67, P <0.001) and was greater (P<0.05) in patients with than those without probably morbidity (hypoventilation, gastroesophageal reflux disease, venous stasis, urinary incontinence, incisional hernia) or (hypertension, diabetes) due to increased abdominal pressure. W: H ratio correlated with the pressure of the urinary bladder in men (r = 0.6, P<0.05), but not women (r = -0.3). The SAD increase was associated with increased intra-abdominal pressure contributing to obesity-related co-morbidity. W: H ratio was not a reliable indicator of intra-abdominal pressure for women who often have both the peripheral and central obesity. More studies are needed to assess the relationship between the intra-abdominal pressure and type II diabetes and arterial hypertension. This becomes clear that obesity of any kind is a disease in the scientific conception and not just a mistaken ingestion of excess food that also contributes to the worsening of the problem, before the decade of 80/90 was taken only as a personal neglect of aesthetic consequences and some health problems. However with the most detailed and thorough study of a stigma of society, which is peripheral obesity associated with intra-abdominal obesity, visceral or central, endocrinologists and neuroendocrinologistas felt the responsibility of looking in depth the several new studies involving this type of disease that is significantly but complex than previously realized. The obesity is disease as alcoholism, depression and anxiety. There defined endocrine patterns: hormonal imbalances, neurotransmitter deficiencies and nutritional disorders all of which contribute to obesity of the various types and characteristics. Many of the patients who are obese have underlying medical problems that need to be addressed. Diet and physical exercises often cannot simply solve this frequent disaster because the underlying medical condition was not addressed. The approach is fully evaluating a patient, including family history, comprehensive evaluation hormone, nutrient status, and inventory of
  • 5. life to understand where to start in the treatment of this disease (introductory endocrine medical, instrumental and laboratory). There is no quick weight loss for the obese and the right is to rebuild the physiology and human healthy habits. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930 Como saber mais: 1. Crescimento estatural (altura) a evolução: o primeiro instrumento conhecido para medir os seres humanos (antropometria), foi descrito na Itália há quase III séculos atrás... http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com. 2. Foram os artistas do Renascimento que precederam a ciência em uma compreensão de alterar as proporções de crescimento e desenvolvimento... http://longevidadefutura.blogspot.com 3. O primeiro livro sobre mudança de proporções foi escrito por um professor de arte e os mesmos criaram o termo para este fim denominado, “Anthropometria”... http://imcobesidade.blogspot.com AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H. V., Dra. Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Jacobs EJ, et al. Waist circumference and all-cause mortality in a large US cohort. Archives of
  • 6. Internal Medicine. 2010;170:1293; Ishikawa J, et al. An increased visceral-subcutaneous adipose tissue ratio is associated with difficult-to-treat hypertension in men. Journal of Hypertension. 2010;28:1340; Winter Y, et al. Contribution of obesity and abdominal fat mass to risk of stroke and transient ischemic attacks. Stroke. 2008;12:3145; Simpson L, et al. Sex differences in the association of regional fat distribution with the severity of obstructive sleep apnea. Sleep. 2010;33:467; Understanding adult obesity. Weight-Control Information Network. Better health and you: Tips for adults. Weight-Control Information Network. Snijder MB, et al. What aspects of body fat are particularly hazardous and how do we measure them? International Journal of Epidemiology. 2006;35:83; 2008 Physical Activity Guidelines for Americans. U.S. Department of Health and Human Services. Gonzalez CA, et al. Diet and cancer prevention: Contributions from the European prospective investigation into cancer and nutrition (EPIC) study. European Journal of Cancer. 2010;46:2555; Vadstrup ES, et al. Waist circumference in relation to history of amount and type of alcohol: Results from the Copenhagen city heart study. International Journal of Obesity. 2003;27:238. Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.crescimentoinfoco.com www.obesidadeinfoco.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Joao Santos Caio Jr http://google.com/+JoaoSantosCaioJr google.com/+JoãoSantosCaioJrvdh google.com/+VANDERHAAGENBRAZILvdh Video http://youtu.be/woonaiFJQwY VAN DER HAAGEN BRAZI Instagram https://instagram.com/clinicascaio/ Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=- 23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17