SlideShare uma empresa Scribd logo
O uso das cores
na publicidade

Prof. Me. Breno Brito
Certamente, você já ouviu expressões como fulano ficou “roxo de
raiva”, “branco de susto” ou “vermelho de vergonha”.
Também já deve ter notado que a maioria das lanchonetes abusa
do vermelho e do amarelo, que as clínicas médicas preferem o
branco e os tons de verde, que os “homens de negócio” apostam
no preto e que as mulheres dispostas a seduzir preferem o
vermelho.
É possível citar uma infinidade de outro exemplos coloridos, mas
estes são suficientes para demonstrar que as cores despertam
sensações, manifestam estado de espírito e influenciam
comportamentos.
Então não há como negar que, psicologicamente, o homem é
atraído pela infinidade de tons e de cores.
Nós reagimos de maneira mais emotiva do que racional diante das
cores.
As cores exercem um papel importante no psicológico.
Elas são utilizadas para estimular, acalmar, afirmar, negar, decidir,
curar e, no caso de propaganda... vender!
Por isso a propaganda se utiliza das cores para despertar
sensações, atrair e influenciar o consumo.
Imagine as marcas e os produtos sem cores
O Diretor de Arte não deve proceder a escolha das cores levando em
conta apenas o seu gosto pessoal.
Ele precisa primeiramente ter conhecimentos sobre o significado e a
influência das cores, harmonia, luz, contraste, etc.
Por isso todo conhecimento sobre cores é fundamental.
Princípios e combinações, formação das cores e tudo mais vai
preparar você para enfrentar o gosto pessoal do atendimento, do
dono da agência e do cliente.
Como as cores são formadas?
A cor existe por causa da luz. É uma sensação que a luz exerce
sobre os olhos quando um objeto ou região é iluminado.
A formação se dá através de 2 processos: o aditivo e o subtrativo.
Cada processo possui suas cores primárias.
Processo aditivo
No processo aditivo as cores são geradas através da mistura dos
comprimentos das ondas de luz que irradiam o vermelho, o verde
e o azul.
Quando uma cor é adicionada a outra em sua carga máxima de luz
o resultado é o branco.
O branco é a junção de todas as cores.
PROCESSO ADITIVO DAS CORES
RGB)
Processo aditivo
Esse processo é conhecido como RGB (red, green, blue).
No trabalho do Diretor de Arte, o único contato que ele tem com
esse processo da cor aditiva é através da emissão de luz utilizada
em monitores de vídeo e TV.
Portanto, quando for criar peças para o vídeo (VT, televisão,
cinema, internet) o processo de cor adotado deve ser o RGB.
Processo subtrativo
No processo subtrativo, a cor é determinada por pigmentos que
podem ser extraídos da natureza (oxido de ferro, urucum, etc.) ou
pigmentos sintéticos.
No processo subtrativo as cores não são determinadas pelas diferentes
emissões de ondas de luz, e sim pela absorção e subtração da cor
branca.
As cores são determinadas pela maior ou menor quantidade de
pigmento das tonalidades vermelho, azul e amarelo.
Essas cores misturadas em sua porcentagem máxima dão o preto.
PROCESSO SUBTRATIVO DAS CORES (CMYK)
Processo subtrativo
Esse processo é conhecido como sistema CMYK (Cian, Magenta,
Yellow – que adicionado ao blacK, produz uma quantidade infinita de
cores).
Esse processo é utilizado pelas gráficas e impressoras de nossos
computadores.
Tecnicamente o CMYK é conhecido como processo de impressão 4
cores.
Isso é CMYK
Qual o erro da imagem?
RGB
Uso para tela
(TV, internet, etc.)

CMYK
Uso para papel
(cartaz, folder, outdoor)
Cores Frias

São calmantes. Passam tranquilidade, relaxamento,
calma, paz.
Não transmitem euforia.
Cores Quentes

São estimulantes.
Causam uma sensação de calor, euforia.
As cores possuem significados
Nós temos reações e sensações diferentes para cada cor.
A cor é vista: impressiona a retina.
É sentida: provoca uma emoção.
É construída: tem valor simbólico.
A percepção das cores no nosso psicológico depende de vários
fatores: o modo de vida, a cultura, o ambiente, a faixa etária, o
sexo, etc.
Na China, por exemplo, a cor do luto é azul.
Outras culturas associam branco a morte.
Portanto, dependendo desses fatores, as cores podem ter
interpretações e significados diferentes.
Significado das cores
Vamos observar a seguir algumas associações de cores a
significados, mas não devemos ficar presos a elas.
Bom senso, harmonia e adequação são fatores primordiais na
escolha das cores.
paz, pureza, casamento, hospital, frio, dignidade, divindade, harmonia...
noite, sujeira, medo, morte, pessimismo, tristeza / Nobreza, seriedade...
pó, máquinas, tédio, sabedoria, serenidade, estabilidade...
guerra, sangue, perigo, fogo, energia, força, ação, movimento, paixão...
apetite, pôr-do-sol, euforia, alegria, entusiasmo, vitalidade...
ouro, riqueza, sol, calor, luz, energia, verão, espontaneidade...
natureza, floresta, vida, bem-estar, liberdade, juventude, esperança....
céu, mar, tranquilidade, espaço, infinito, afeto / Seriedade, credibilidade...
igreja, religião, mistério, grandeza, espiritualidade, experiência...
terra, melancolia, desconforto, simplicidade, conservadorismo...
feminilidade, delicadeza, suavidade, calma, afeto, amor...
Na publicidade, a combinação das cores está diretamente
relacionada ao produto a ser lançado e ao público que vai
consumir o produto.
Portanto, ao escolher as cores para um logotipo ou anúncio, o
Diretor de Arte deve levar em conta os seguintes fatores:
PERFIL DA
EMPRESA:

SENSAÇÃO
DESEJADA:

Séria, sólida,
tradicional,
conservadora,
moderna, arrojada,
jovem

Confiança,
credibilidade, força,
fome, alegria, paz,
beleza, delicadeza,
tranquilidade

PÚBLICO ALVO:
Jovem, adulto,
homem, mulher,
moderno,
conservador, nível
socio-cultural e
econômico
Por exemplo, ao criar um logotipo para um escritório de
contabilidade, o Diretor de Arte deve avaliar os seguintes aspectos:
PERFIL DA
EMPRESA:

SENSAÇÃO
DESEJADA:

PÚBLICO
ALVO:

Séria, sólida.

Confiança,
credibilidade.

Empresários,
adultos.

Combinação de cores apropriadas:

Combinação de cores não apropriadas:
Logos & Cores
Combinações de cores
Combinações de cores
As cores criam identidade
A sequência de anúncios a seguir demonstra o quanto as cores
são capazes criar uma identidade em nossa mente.
Observe que, só pelas cores, é fácil descobrir os filmes.
As cores criam identidade
O mesmo princípio vale para os logotipos.
Quando você vê um M amarelo sobre um fundo vermelho, qual
marca lhe vem à mente?
Portanto, as cores criam identidade para as marcas, deixando-as
facilmente reconhecíveis e marcadas na mente dos
consumidores.
Coca-cola

Windows

Kodak

Mastercard

Petrobras

Itaú
Algumas dicas

Associe as cores de acordo com o grau de atenção que você
deseja despertar. Por exemplo:
Se deseja passar seriedade e confiança nos anúncios use cores
sóbrias.
Harmonize as cores do anúncio com as cores do produto.
Não misture muitas cores, não faça um carnaval colorido, a
menos que saiba trabalhar bem a harmonia.
Em grandes formatos ou mídias exteriores (outdoors), as cores
devem chamar bem atenção. Utilize contrastes.
Na dúvida, deixe o fundo branco e o titulo preto.
Não falha nunca, mas corre-se o risco de o anúncio não se
diferenciar.
Quadro resumo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Comunicacao Visual
Comunicacao VisualComunicacao Visual
Comunicacao Visual
ricreis
 
Estudo das cores
Estudo das coresEstudo das cores
Estudo das cores
Mara dalto
 
Aula 05 linguagem visual
Aula 05   linguagem visualAula 05   linguagem visual
Aula 05 linguagem visual
Elizeu Nascimento Silva
 
Elementos visuais
Elementos visuaisElementos visuais
Elementos visuais
Keyla Dias
 
A cor
A corA cor
Pop Art
Pop ArtPop Art
Arte Barroca no Brasil
Arte Barroca no BrasilArte Barroca no Brasil
Arte Barroca no Brasil
Andrea Dressler
 
A história da fotografia
A história da fotografiaA história da fotografia
A história da fotografia
diogocaetanorodrigues
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
Jaiza Nobre
 
Comunicação visual
Comunicação visualComunicação visual
Comunicação visual
Paula Caldeira
 
Aula 13 historia da arte.
Aula 13 historia da arte.Aula 13 historia da arte.
Aula 13 historia da arte.
Rafael Serra
 
Artes Visuais
Artes VisuaisArtes Visuais
Artes Visuais
Júnior Maciel
 
Exercícios Teoria de Luz e Cor - Alexandre Fontes
Exercícios Teoria de Luz e Cor - Alexandre FontesExercícios Teoria de Luz e Cor - Alexandre Fontes
Exercícios Teoria de Luz e Cor - Alexandre Fontes
Alexandre Fontes
 
Aula 4 - Direção de Arte
Aula 4 - Direção de ArteAula 4 - Direção de Arte
Aula 4 - Direção de Arte
Cíntia Dal Bello
 
Arte urbana
Arte urbana Arte urbana
Arte urbana
Turmasthera
 
Metodologia do Design - Aplicação no Contexto Atual
Metodologia do Design - Aplicação no Contexto AtualMetodologia do Design - Aplicação no Contexto Atual
Metodologia do Design - Aplicação no Contexto Atual
Gabriel Meneses
 
Mix Marketing - 4Ps
Mix Marketing - 4PsMix Marketing - 4Ps
Mix Marketing - 4Ps
Nyedson Barbosa
 
A arte da fotografia
A arte da fotografiaA arte da fotografia
A arte da fotografia
Ana Beatriz Cargnin
 
Ensino médio texto- análise de uma obra de arte-
Ensino médio  texto- análise de uma obra de arte-Ensino médio  texto- análise de uma obra de arte-
Ensino médio texto- análise de uma obra de arte-
ArtesElisa
 
Aula 1 - Direção de Arte
Aula 1 - Direção de ArteAula 1 - Direção de Arte
Aula 1 - Direção de Arte
Cíntia Dal Bello
 

Mais procurados (20)

Comunicacao Visual
Comunicacao VisualComunicacao Visual
Comunicacao Visual
 
Estudo das cores
Estudo das coresEstudo das cores
Estudo das cores
 
Aula 05 linguagem visual
Aula 05   linguagem visualAula 05   linguagem visual
Aula 05 linguagem visual
 
Elementos visuais
Elementos visuaisElementos visuais
Elementos visuais
 
A cor
A corA cor
A cor
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
Arte Barroca no Brasil
Arte Barroca no BrasilArte Barroca no Brasil
Arte Barroca no Brasil
 
A história da fotografia
A história da fotografiaA história da fotografia
A história da fotografia
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
 
Comunicação visual
Comunicação visualComunicação visual
Comunicação visual
 
Aula 13 historia da arte.
Aula 13 historia da arte.Aula 13 historia da arte.
Aula 13 historia da arte.
 
Artes Visuais
Artes VisuaisArtes Visuais
Artes Visuais
 
Exercícios Teoria de Luz e Cor - Alexandre Fontes
Exercícios Teoria de Luz e Cor - Alexandre FontesExercícios Teoria de Luz e Cor - Alexandre Fontes
Exercícios Teoria de Luz e Cor - Alexandre Fontes
 
Aula 4 - Direção de Arte
Aula 4 - Direção de ArteAula 4 - Direção de Arte
Aula 4 - Direção de Arte
 
Arte urbana
Arte urbana Arte urbana
Arte urbana
 
Metodologia do Design - Aplicação no Contexto Atual
Metodologia do Design - Aplicação no Contexto AtualMetodologia do Design - Aplicação no Contexto Atual
Metodologia do Design - Aplicação no Contexto Atual
 
Mix Marketing - 4Ps
Mix Marketing - 4PsMix Marketing - 4Ps
Mix Marketing - 4Ps
 
A arte da fotografia
A arte da fotografiaA arte da fotografia
A arte da fotografia
 
Ensino médio texto- análise de uma obra de arte-
Ensino médio  texto- análise de uma obra de arte-Ensino médio  texto- análise de uma obra de arte-
Ensino médio texto- análise de uma obra de arte-
 
Aula 1 - Direção de Arte
Aula 1 - Direção de ArteAula 1 - Direção de Arte
Aula 1 - Direção de Arte
 

Destaque

Criação de outdoor
Criação de outdoorCriação de outdoor
Criação de outdoor
Breno Brito
 
Criação de anúncio - Revista e Jornal
Criação de anúncio - Revista e JornalCriação de anúncio - Revista e Jornal
Criação de anúncio - Revista e Jornal
Breno Brito
 
Processo de Criacão de Logomarca
Processo de Criacão de LogomarcaProcesso de Criacão de Logomarca
Processo de Criacão de Logomarca
Breno Brito
 
Influência das Cores na Publicidade
Influência das Cores na PublicidadeInfluência das Cores na Publicidade
Influência das Cores na Publicidade
Veriza Duca
 
Linguagem das Cores - Aula 5
Linguagem das Cores - Aula 5Linguagem das Cores - Aula 5
Linguagem das Cores - Aula 5
José Pirauá
 
A influência das cores na publicidade
A influência das cores na publicidadeA influência das cores na publicidade
A influência das cores na publicidade
Kalinde_Machado
 
Linguagem da Cores - Aula 2
Linguagem da Cores - Aula 2Linguagem da Cores - Aula 2
Linguagem da Cores - Aula 2
José Pirauá
 
As Cores - Seminário sobre Cores e Seus Significados
As Cores - Seminário sobre Cores e Seus SignificadosAs Cores - Seminário sobre Cores e Seus Significados
As Cores - Seminário sobre Cores e Seus Significados
Thiago Faria Moura
 
Influencia das cores na propaganda
Influencia das cores na propagandaInfluencia das cores na propaganda
Influencia das cores na propaganda
Mariana Depoli
 

Destaque (9)

Criação de outdoor
Criação de outdoorCriação de outdoor
Criação de outdoor
 
Criação de anúncio - Revista e Jornal
Criação de anúncio - Revista e JornalCriação de anúncio - Revista e Jornal
Criação de anúncio - Revista e Jornal
 
Processo de Criacão de Logomarca
Processo de Criacão de LogomarcaProcesso de Criacão de Logomarca
Processo de Criacão de Logomarca
 
Influência das Cores na Publicidade
Influência das Cores na PublicidadeInfluência das Cores na Publicidade
Influência das Cores na Publicidade
 
Linguagem das Cores - Aula 5
Linguagem das Cores - Aula 5Linguagem das Cores - Aula 5
Linguagem das Cores - Aula 5
 
A influência das cores na publicidade
A influência das cores na publicidadeA influência das cores na publicidade
A influência das cores na publicidade
 
Linguagem da Cores - Aula 2
Linguagem da Cores - Aula 2Linguagem da Cores - Aula 2
Linguagem da Cores - Aula 2
 
As Cores - Seminário sobre Cores e Seus Significados
As Cores - Seminário sobre Cores e Seus SignificadosAs Cores - Seminário sobre Cores e Seus Significados
As Cores - Seminário sobre Cores e Seus Significados
 
Influencia das cores na propaganda
Influencia das cores na propagandaInfluencia das cores na propaganda
Influencia das cores na propaganda
 

Semelhante a O uso das cores na publicidade

AULA 02 - TE - CORES.pptx
AULA 02 - TE - CORES.pptxAULA 02 - TE - CORES.pptx
AULA 02 - TE - CORES.pptx
ALEXANDRELISBADASILV
 
Mediatall Psicologia de Cores
 Mediatall Psicologia de Cores Mediatall Psicologia de Cores
Mediatall Psicologia de Cores
Rodrigomtall
 
Psicologia das Cores Atualizado
Psicologia das Cores AtualizadoPsicologia das Cores Atualizado
Psicologia das Cores Atualizado
Marcelo Vicente
 
Aula 03 - Infodesign - Cor-padrão
Aula 03 - Infodesign - Cor-padrãoAula 03 - Infodesign - Cor-padrão
Aula 03 - Infodesign - Cor-padrão
Elizeu Nascimento Silva
 
O Significado da Cores
O Significado da CoresO Significado da Cores
O Significado da Cores
Beto Lima Branding
 
Design Gráfico I.pptx
Design Gráfico I.pptxDesign Gráfico I.pptx
Design Gráfico I.pptx
EleniltonFernandoRod
 
Significado e Psicologia das cores
Significado e Psicologia das coresSignificado e Psicologia das cores
Significado e Psicologia das cores
Agência Page1
 
Aula 11 cor
Aula 11 corAula 11 cor
Aula 11 cor
Danilo Aroeira
 
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptxA Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Cores
CoresCores
Palestra de Cor - Lucas Marques
Palestra de Cor - Lucas MarquesPalestra de Cor - Lucas Marques
Palestra de Cor - Lucas Marques
Doisnovemeia Publicidade
 
Pós - Elementos basicos da comunicação - Estudo das cores.pptx
Pós - Elementos basicos da comunicação - Estudo das cores.pptxPós - Elementos basicos da comunicação - Estudo das cores.pptx
Pós - Elementos basicos da comunicação - Estudo das cores.pptx
OsmarSantanaRibeiro
 
Dicas Para A ConfecçãO Do PortfóLio
Dicas Para A ConfecçãO Do PortfóLioDicas Para A ConfecçãO Do PortfóLio
Dicas Para A ConfecçãO Do PortfóLio
adrim2007
 
Ebook o-significado-das-cores-brunoavila
Ebook o-significado-das-cores-brunoavilaEbook o-significado-das-cores-brunoavila
Ebook o-significado-das-cores-brunoavila
PELOSI PELOSI
 
Psicologia Do Marketing E Publicidade Modelo
Psicologia Do Marketing E Publicidade ModeloPsicologia Do Marketing E Publicidade Modelo
Psicologia Do Marketing E Publicidade Modelo
Jessica Mendes
 
Cor
CorCor
Cores
Cores Cores
Feelinks Identidade
Feelinks IdentidadeFeelinks Identidade
Feelinks Identidade
Carlos Silva
 
Trabalho de comunicação visual 3
Trabalho de comunicação visual 3Trabalho de comunicação visual 3
Trabalho de comunicação visual 3
dudabmartins
 
Arte publicitária i cores
Arte publicitária i   coresArte publicitária i   cores
Arte publicitária i cores
Taís Paranhos
 

Semelhante a O uso das cores na publicidade (20)

AULA 02 - TE - CORES.pptx
AULA 02 - TE - CORES.pptxAULA 02 - TE - CORES.pptx
AULA 02 - TE - CORES.pptx
 
Mediatall Psicologia de Cores
 Mediatall Psicologia de Cores Mediatall Psicologia de Cores
Mediatall Psicologia de Cores
 
Psicologia das Cores Atualizado
Psicologia das Cores AtualizadoPsicologia das Cores Atualizado
Psicologia das Cores Atualizado
 
Aula 03 - Infodesign - Cor-padrão
Aula 03 - Infodesign - Cor-padrãoAula 03 - Infodesign - Cor-padrão
Aula 03 - Infodesign - Cor-padrão
 
O Significado da Cores
O Significado da CoresO Significado da Cores
O Significado da Cores
 
Design Gráfico I.pptx
Design Gráfico I.pptxDesign Gráfico I.pptx
Design Gráfico I.pptx
 
Significado e Psicologia das cores
Significado e Psicologia das coresSignificado e Psicologia das cores
Significado e Psicologia das cores
 
Aula 11 cor
Aula 11 corAula 11 cor
Aula 11 cor
 
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptxA Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
 
Cores
CoresCores
Cores
 
Palestra de Cor - Lucas Marques
Palestra de Cor - Lucas MarquesPalestra de Cor - Lucas Marques
Palestra de Cor - Lucas Marques
 
Pós - Elementos basicos da comunicação - Estudo das cores.pptx
Pós - Elementos basicos da comunicação - Estudo das cores.pptxPós - Elementos basicos da comunicação - Estudo das cores.pptx
Pós - Elementos basicos da comunicação - Estudo das cores.pptx
 
Dicas Para A ConfecçãO Do PortfóLio
Dicas Para A ConfecçãO Do PortfóLioDicas Para A ConfecçãO Do PortfóLio
Dicas Para A ConfecçãO Do PortfóLio
 
Ebook o-significado-das-cores-brunoavila
Ebook o-significado-das-cores-brunoavilaEbook o-significado-das-cores-brunoavila
Ebook o-significado-das-cores-brunoavila
 
Psicologia Do Marketing E Publicidade Modelo
Psicologia Do Marketing E Publicidade ModeloPsicologia Do Marketing E Publicidade Modelo
Psicologia Do Marketing E Publicidade Modelo
 
Cor
CorCor
Cor
 
Cores
Cores Cores
Cores
 
Feelinks Identidade
Feelinks IdentidadeFeelinks Identidade
Feelinks Identidade
 
Trabalho de comunicação visual 3
Trabalho de comunicação visual 3Trabalho de comunicação visual 3
Trabalho de comunicação visual 3
 
Arte publicitária i cores
Arte publicitária i   coresArte publicitária i   cores
Arte publicitária i cores
 

O uso das cores na publicidade

  • 1. O uso das cores na publicidade Prof. Me. Breno Brito
  • 2. Certamente, você já ouviu expressões como fulano ficou “roxo de raiva”, “branco de susto” ou “vermelho de vergonha”. Também já deve ter notado que a maioria das lanchonetes abusa do vermelho e do amarelo, que as clínicas médicas preferem o branco e os tons de verde, que os “homens de negócio” apostam no preto e que as mulheres dispostas a seduzir preferem o vermelho.
  • 3. É possível citar uma infinidade de outro exemplos coloridos, mas estes são suficientes para demonstrar que as cores despertam sensações, manifestam estado de espírito e influenciam comportamentos. Então não há como negar que, psicologicamente, o homem é atraído pela infinidade de tons e de cores.
  • 4. Nós reagimos de maneira mais emotiva do que racional diante das cores. As cores exercem um papel importante no psicológico. Elas são utilizadas para estimular, acalmar, afirmar, negar, decidir, curar e, no caso de propaganda... vender! Por isso a propaganda se utiliza das cores para despertar sensações, atrair e influenciar o consumo.
  • 5. Imagine as marcas e os produtos sem cores
  • 6. O Diretor de Arte não deve proceder a escolha das cores levando em conta apenas o seu gosto pessoal. Ele precisa primeiramente ter conhecimentos sobre o significado e a influência das cores, harmonia, luz, contraste, etc. Por isso todo conhecimento sobre cores é fundamental. Princípios e combinações, formação das cores e tudo mais vai preparar você para enfrentar o gosto pessoal do atendimento, do dono da agência e do cliente.
  • 7. Como as cores são formadas? A cor existe por causa da luz. É uma sensação que a luz exerce sobre os olhos quando um objeto ou região é iluminado. A formação se dá através de 2 processos: o aditivo e o subtrativo. Cada processo possui suas cores primárias.
  • 8. Processo aditivo No processo aditivo as cores são geradas através da mistura dos comprimentos das ondas de luz que irradiam o vermelho, o verde e o azul. Quando uma cor é adicionada a outra em sua carga máxima de luz o resultado é o branco. O branco é a junção de todas as cores.
  • 9. PROCESSO ADITIVO DAS CORES RGB)
  • 10. Processo aditivo Esse processo é conhecido como RGB (red, green, blue). No trabalho do Diretor de Arte, o único contato que ele tem com esse processo da cor aditiva é através da emissão de luz utilizada em monitores de vídeo e TV. Portanto, quando for criar peças para o vídeo (VT, televisão, cinema, internet) o processo de cor adotado deve ser o RGB.
  • 11. Processo subtrativo No processo subtrativo, a cor é determinada por pigmentos que podem ser extraídos da natureza (oxido de ferro, urucum, etc.) ou pigmentos sintéticos. No processo subtrativo as cores não são determinadas pelas diferentes emissões de ondas de luz, e sim pela absorção e subtração da cor branca. As cores são determinadas pela maior ou menor quantidade de pigmento das tonalidades vermelho, azul e amarelo. Essas cores misturadas em sua porcentagem máxima dão o preto.
  • 12. PROCESSO SUBTRATIVO DAS CORES (CMYK)
  • 13. Processo subtrativo Esse processo é conhecido como sistema CMYK (Cian, Magenta, Yellow – que adicionado ao blacK, produz uma quantidade infinita de cores). Esse processo é utilizado pelas gráficas e impressoras de nossos computadores. Tecnicamente o CMYK é conhecido como processo de impressão 4 cores.
  • 15. Qual o erro da imagem?
  • 16. RGB Uso para tela (TV, internet, etc.) CMYK Uso para papel (cartaz, folder, outdoor)
  • 17. Cores Frias São calmantes. Passam tranquilidade, relaxamento, calma, paz. Não transmitem euforia.
  • 18. Cores Quentes São estimulantes. Causam uma sensação de calor, euforia.
  • 19. As cores possuem significados
  • 20. Nós temos reações e sensações diferentes para cada cor. A cor é vista: impressiona a retina. É sentida: provoca uma emoção. É construída: tem valor simbólico. A percepção das cores no nosso psicológico depende de vários fatores: o modo de vida, a cultura, o ambiente, a faixa etária, o sexo, etc. Na China, por exemplo, a cor do luto é azul. Outras culturas associam branco a morte. Portanto, dependendo desses fatores, as cores podem ter interpretações e significados diferentes.
  • 21.
  • 22. Significado das cores Vamos observar a seguir algumas associações de cores a significados, mas não devemos ficar presos a elas. Bom senso, harmonia e adequação são fatores primordiais na escolha das cores.
  • 23. paz, pureza, casamento, hospital, frio, dignidade, divindade, harmonia... noite, sujeira, medo, morte, pessimismo, tristeza / Nobreza, seriedade... pó, máquinas, tédio, sabedoria, serenidade, estabilidade... guerra, sangue, perigo, fogo, energia, força, ação, movimento, paixão... apetite, pôr-do-sol, euforia, alegria, entusiasmo, vitalidade... ouro, riqueza, sol, calor, luz, energia, verão, espontaneidade... natureza, floresta, vida, bem-estar, liberdade, juventude, esperança.... céu, mar, tranquilidade, espaço, infinito, afeto / Seriedade, credibilidade... igreja, religião, mistério, grandeza, espiritualidade, experiência... terra, melancolia, desconforto, simplicidade, conservadorismo... feminilidade, delicadeza, suavidade, calma, afeto, amor...
  • 24. Na publicidade, a combinação das cores está diretamente relacionada ao produto a ser lançado e ao público que vai consumir o produto. Portanto, ao escolher as cores para um logotipo ou anúncio, o Diretor de Arte deve levar em conta os seguintes fatores: PERFIL DA EMPRESA: SENSAÇÃO DESEJADA: Séria, sólida, tradicional, conservadora, moderna, arrojada, jovem Confiança, credibilidade, força, fome, alegria, paz, beleza, delicadeza, tranquilidade PÚBLICO ALVO: Jovem, adulto, homem, mulher, moderno, conservador, nível socio-cultural e econômico
  • 25. Por exemplo, ao criar um logotipo para um escritório de contabilidade, o Diretor de Arte deve avaliar os seguintes aspectos: PERFIL DA EMPRESA: SENSAÇÃO DESEJADA: PÚBLICO ALVO: Séria, sólida. Confiança, credibilidade. Empresários, adultos. Combinação de cores apropriadas: Combinação de cores não apropriadas:
  • 29. As cores criam identidade A sequência de anúncios a seguir demonstra o quanto as cores são capazes criar uma identidade em nossa mente. Observe que, só pelas cores, é fácil descobrir os filmes.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34. As cores criam identidade O mesmo princípio vale para os logotipos. Quando você vê um M amarelo sobre um fundo vermelho, qual marca lhe vem à mente? Portanto, as cores criam identidade para as marcas, deixando-as facilmente reconhecíveis e marcadas na mente dos consumidores.
  • 35.
  • 37. Algumas dicas Associe as cores de acordo com o grau de atenção que você deseja despertar. Por exemplo: Se deseja passar seriedade e confiança nos anúncios use cores sóbrias. Harmonize as cores do anúncio com as cores do produto. Não misture muitas cores, não faça um carnaval colorido, a menos que saiba trabalhar bem a harmonia. Em grandes formatos ou mídias exteriores (outdoors), as cores devem chamar bem atenção. Utilize contrastes. Na dúvida, deixe o fundo branco e o titulo preto. Não falha nunca, mas corre-se o risco de o anúncio não se diferenciar.