SlideShare uma empresa Scribd logo
2 O que é livre-arbítrio Rm 6.1-14
Rm 6.1-14
o que é livre-arbítrio
Martinho
Lutero
Erasmo de
Roterdã
95teses31.10.1517
2
Rm 6.1-14
o que é livre-arbítrio
1. O que é livre-arbítrio?
“a possibilidade do homem de fazer escolhas de
forma ‘livre’, ou seja, o homem pode fazer o que
quiser, e isso o tornaria livre de qualquer
influência, até mesmo de Deus”.
Neste estudo, veremos “o livre-arbítrio
relacionado à soberania de Deus na salvação e
como deve ser entendido à luz das Escrituras.”
2
Rm 6.1-14
o que é livre-arbítrio
1. O que é livre-arbítrio?
“livre arbítrio é a capacidade que o homem tem
de fazer escolhas que podem ser contrárias ou
não à sua natureza”.
O ser humano pode deixar de pecar?
►"Pode, acaso, o etíope mudar a sua pele ou o leopardo, as
suas manchas? Então, poderíeis fazer o bem, estando
acostumados a fazer o mal" (Jr 13.23).
►"como está escrito: Não há justo, nem um sequer," (Rm 3.10)
2
Rm 6.1-14
o que é livre-arbítrio
1. O que é livre-arbítrio?
Existiu algum homem que realmente teve livre-
arbítrio?
Depois do pecado, o homem perdeu a
possibilidade de fazer a vontade de Deus ou
pecar.
2
ADÃO
Rm 6.1-14
o que é livre-arbítrio
1. O que é livre-arbítrio?
2
Antes da Queda o
homem era
Depois Queda o
homem é
• Capaz de não pecar
• Capaz de pecar
• Incapaz de não
pecar
Após a Queda, o homem passou a ter o que
chamamos de “livre-agência”
Rm 6.1-14
2. O estrago do pecado
2
o que é livre-arbítrio
A condição do homem depois da entrada do
pecado é de depravação total ou radical
2.1. O pecado de Adão atingiu todos os homens
em todas as épocas
► Rm 5.12; Sl 51.5; etc.
Rm 6.1-14
2. O estrago do pecado
2
o que é livre-arbítrio
A condição do homem depois da entrada do
pecado é de depravação total ou radical
2.2. O pecado nos tornou inimigos de Deus
► “entre os quais também todos nós andamos outrora,
segundo as inclinações da nossa carne, fazendo a
vontade da carne e dos pensamentos; e éramos, por
natureza, filhos da ira, como também os demais.” (Ef 2.3;
veja Tg 4.4; etc.)
Rm 6.1-14
2. O estrago do pecado
2
o que é livre-arbítrio
A condição do homem depois da entrada do
pecado é de depravação total ou radical
2.3. O pecado matou o homem, afastando-o de
Deus
► “Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos
e pecados,” (Ef 2.1; veja Is 59.2 etc.)
A morte espiritual diz respeito à impossibilidade que o
homem tem de se voltar para Deus
Rm 6.1-14
2. O estrago do pecado
2
o que é livre-arbítrio
A condição do homem depois da entrada do
pecado é de depravação total ou radical
2.4. O pecado afetou todas as faculdades
humanas
► “Viu o SENHOR que a maldade do homem se havia
multiplicado na terra e que era continuamente mau todo
desígnio do seu coração;” (Gn 6.5; veja tb. Rm 3.10-18; Mt
15.19; Jr 17.9).
Rm 6.1-14
o que é livre-arbítrio
3. Do livre-arbítrio para a livre-agência
“A livre-agência pode ser definida como a
capacidade de o homem fazer escolhas somente de
acordo com a sua natureza. Se Adão, que foi criado
santo e reto, pôde fazer uma escolha contrária à
sua natureza boa, depois do pecado, todos os
homens agem somente – por isso livre agência – de
acordo com sua natureza, agora decaída.
2
Rm 6.1-14
o que é livre-arbítrio
Conclusão
2
Livre-arbítrio Livre-agência Liberdade total
Pré-Queda Pós-Queda Renascido Glorificado
capaz de
pecar
capaz de
pecar
capaz de
pecar
capaz de
não pecar
capaz de
não pecar
incapaz de
não pecar
capaz de
não pecar
incapaz DE
PECAR
Rm 6.1-14
o que é livre-arbítrio
Aplicação pessoal
1. Você já tinha considerado que depois de Adão
o livre-arbítrio deixou de existir?
2. Você concorda que as pessoas que não
conhecem a Cristo agem dominadas pelo
pecado?
3. Você tem se esforçado para obedecer a Deus
em todos os seus caminhos, em resposta à sua
transformação em nós?
2

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

FéFé
ADPC109
 
Por que Jesus Morreu na Cruz?
Por que Jesus Morreu na Cruz?Por que Jesus Morreu na Cruz?
Por que Jesus Morreu na Cruz?
IBMemorialJC
 
Graça
GraçaGraça
Os Atributos de Deus.pdf
Os Atributos de Deus.pdfOs Atributos de Deus.pdf
Os Atributos de Deus.pdf
AureoSilva2
 
Batalha espiritual
Batalha espiritualBatalha espiritual
Batalha espiritual
Adriana Nacif
 
Batalha espiritual
Batalha espiritualBatalha espiritual
Batalha espiritual
Carlos Cirleno Neves
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Éder Tomé
 
Romanos 12.2
Romanos 12.2Romanos 12.2
Romanos 12.2
Pedro no Piel
 
Conhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoConhecendo a salvação
Conhecendo a salvação
Josue Lima
 
Os três campos de batalha parte 1 - NA MENTE
Os três campos de batalha   parte 1 - NA MENTEOs três campos de batalha   parte 1 - NA MENTE
Os três campos de batalha parte 1 - NA MENTE
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
A Soberania de Deus na Salvação
A Soberania de Deus na SalvaçãoA Soberania de Deus na Salvação
A Soberania de Deus na Salvação
Igreja Presbiteriana de Santo Amaro
 
Aula da ebd alma, espírito e morte
Aula da ebd alma, espírito e morteAula da ebd alma, espírito e morte
Aula da ebd alma, espírito e morte
Jorge Aymar Costa
 
A santissima trindade um so deus em tres pessoas
A santissima trindade um so deus em tres pessoasA santissima trindade um so deus em tres pessoas
A santissima trindade um so deus em tres pessoas
Hamilton Souza
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e sua restauração a Deus
Éder Tomé
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Éder Tomé
 
Corpo alma espirito
Corpo alma espiritoCorpo alma espirito
Corpo alma espirito
Dagmar Wendt
 
O Mundo Vindouro.
O Mundo Vindouro.O Mundo Vindouro.
O Mundo Vindouro.
Márcio Martins
 
Perdão, lembrar sem sentir dor
Perdão, lembrar sem sentir dorPerdão, lembrar sem sentir dor
Perdão, lembrar sem sentir dor
Eid Marques
 
Armadura de Deus - efesios 6:10-20
Armadura de Deus - efesios 6:10-20Armadura de Deus - efesios 6:10-20
Armadura de Deus - efesios 6:10-20
Marquinhos Souza
 
Face a face com Deus
Face a face com DeusFace a face com Deus
Face a face com Deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 

Mais procurados (20)

FéFé
 
Por que Jesus Morreu na Cruz?
Por que Jesus Morreu na Cruz?Por que Jesus Morreu na Cruz?
Por que Jesus Morreu na Cruz?
 
Graça
GraçaGraça
Graça
 
Os Atributos de Deus.pdf
Os Atributos de Deus.pdfOs Atributos de Deus.pdf
Os Atributos de Deus.pdf
 
Batalha espiritual
Batalha espiritualBatalha espiritual
Batalha espiritual
 
Batalha espiritual
Batalha espiritualBatalha espiritual
Batalha espiritual
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
 
Romanos 12.2
Romanos 12.2Romanos 12.2
Romanos 12.2
 
Conhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoConhecendo a salvação
Conhecendo a salvação
 
Os três campos de batalha parte 1 - NA MENTE
Os três campos de batalha   parte 1 - NA MENTEOs três campos de batalha   parte 1 - NA MENTE
Os três campos de batalha parte 1 - NA MENTE
 
A Soberania de Deus na Salvação
A Soberania de Deus na SalvaçãoA Soberania de Deus na Salvação
A Soberania de Deus na Salvação
 
Aula da ebd alma, espírito e morte
Aula da ebd alma, espírito e morteAula da ebd alma, espírito e morte
Aula da ebd alma, espírito e morte
 
A santissima trindade um so deus em tres pessoas
A santissima trindade um so deus em tres pessoasA santissima trindade um so deus em tres pessoas
A santissima trindade um so deus em tres pessoas
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e sua restauração a Deus
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
 
Corpo alma espirito
Corpo alma espiritoCorpo alma espirito
Corpo alma espirito
 
O Mundo Vindouro.
O Mundo Vindouro.O Mundo Vindouro.
O Mundo Vindouro.
 
Perdão, lembrar sem sentir dor
Perdão, lembrar sem sentir dorPerdão, lembrar sem sentir dor
Perdão, lembrar sem sentir dor
 
Armadura de Deus - efesios 6:10-20
Armadura de Deus - efesios 6:10-20Armadura de Deus - efesios 6:10-20
Armadura de Deus - efesios 6:10-20
 
Face a face com Deus
Face a face com DeusFace a face com Deus
Face a face com Deus
 

Semelhante a O que é livre arbitrio?

Livre-arbítrio pense nisto
Livre-arbítrio pense nistoLivre-arbítrio pense nisto
Livre-arbítrio pense nisto
MINISTERIO IPCA.
 
O que é livre-arbítrio?
O que é livre-arbítrio?O que é livre-arbítrio?
O que é livre-arbítrio?
MINISTERIO IPCA.
 
Lição 7 - A Queda do Ser Humano
Lição 7 - A Queda do Ser HumanoLição 7 - A Queda do Ser Humano
Lição 7 - A Queda do Ser Humano
Hamilton Souza
 
Lição 7 - A Queda do Ser Humano
Lição 7 - A Queda do Ser HumanoLição 7 - A Queda do Ser Humano
Lição 7 - A Queda do Ser Humano
Éder Tomé
 
Unidade 7 - A Natureza da Tentacão e do Pecado
Unidade 7 - A Natureza da Tentacão e do PecadoUnidade 7 - A Natureza da Tentacão e do Pecado
Unidade 7 - A Natureza da Tentacão e do Pecado
Ramón Zazatt
 
Apostila 04
Apostila 04Apostila 04
Apostila 04
Omar Gebara
 
Apostila 04
Apostila 04Apostila 04
Apostila 04
Omar Gebara
 
Teologia 04
Teologia  04Teologia  04
Teologia 04
marcelo olegario
 
Apostila 04 antropologia
Apostila 04   antropologiaApostila 04   antropologia
Apostila 04 antropologia
Luiz Ferreira
 
Apostila 04
Apostila 04Apostila 04
Apostila 04
amaildo pereira
 
Aula 3 a a queda do homem-21-01-18-apresentada
Aula 3  a a queda do homem-21-01-18-apresentadaAula 3  a a queda do homem-21-01-18-apresentada
Aula 3 a a queda do homem-21-01-18-apresentada
luizribeiro1000
 
Apostila 04 antropologia
Apostila 04   antropologiaApostila 04   antropologia
Apostila 04 antropologia
Luiz Ferreira
 
2º módulo 1ª aula
2º módulo   1ª aula2º módulo   1ª aula
2º módulo 1ª aula
Joel Silva
 
2º módulo 1ª aula
2º módulo   1ª aula2º módulo   1ª aula
2º módulo 1ª aula
Joel Silva
 
2º módulo 1ª aula
2º módulo   1ª aula2º módulo   1ª aula
2º módulo 1ª aula
Monergista Post
 
@Lição 03 o homem
@Lição 03     o homem@Lição 03     o homem
@Lição 03 o homem
ajcm3110
 
Uma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecado
Uma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecadoUma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecado
Uma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecado
Ezequiel Gomes
 
Roteiro 2 o bem e o mal
Roteiro 2   o bem e o malRoteiro 2   o bem e o mal
Roteiro 2 o bem e o mal
Bruno Cechinel Filho
 
Apostila de-batismo
Apostila de-batismoApostila de-batismo
Apostila de-batismo
Carlos Henrique de Oliveira
 
Pederastia remota
Pederastia remotaPederastia remota
Pederastia remota
Pastor Robson Colaço
 

Semelhante a O que é livre arbitrio? (20)

Livre-arbítrio pense nisto
Livre-arbítrio pense nistoLivre-arbítrio pense nisto
Livre-arbítrio pense nisto
 
O que é livre-arbítrio?
O que é livre-arbítrio?O que é livre-arbítrio?
O que é livre-arbítrio?
 
Lição 7 - A Queda do Ser Humano
Lição 7 - A Queda do Ser HumanoLição 7 - A Queda do Ser Humano
Lição 7 - A Queda do Ser Humano
 
Lição 7 - A Queda do Ser Humano
Lição 7 - A Queda do Ser HumanoLição 7 - A Queda do Ser Humano
Lição 7 - A Queda do Ser Humano
 
Unidade 7 - A Natureza da Tentacão e do Pecado
Unidade 7 - A Natureza da Tentacão e do PecadoUnidade 7 - A Natureza da Tentacão e do Pecado
Unidade 7 - A Natureza da Tentacão e do Pecado
 
Apostila 04
Apostila 04Apostila 04
Apostila 04
 
Apostila 04
Apostila 04Apostila 04
Apostila 04
 
Teologia 04
Teologia  04Teologia  04
Teologia 04
 
Apostila 04 antropologia
Apostila 04   antropologiaApostila 04   antropologia
Apostila 04 antropologia
 
Apostila 04
Apostila 04Apostila 04
Apostila 04
 
Aula 3 a a queda do homem-21-01-18-apresentada
Aula 3  a a queda do homem-21-01-18-apresentadaAula 3  a a queda do homem-21-01-18-apresentada
Aula 3 a a queda do homem-21-01-18-apresentada
 
Apostila 04 antropologia
Apostila 04   antropologiaApostila 04   antropologia
Apostila 04 antropologia
 
2º módulo 1ª aula
2º módulo   1ª aula2º módulo   1ª aula
2º módulo 1ª aula
 
2º módulo 1ª aula
2º módulo   1ª aula2º módulo   1ª aula
2º módulo 1ª aula
 
2º módulo 1ª aula
2º módulo   1ª aula2º módulo   1ª aula
2º módulo 1ª aula
 
@Lição 03 o homem
@Lição 03     o homem@Lição 03     o homem
@Lição 03 o homem
 
Uma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecado
Uma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecadoUma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecado
Uma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecado
 
Roteiro 2 o bem e o mal
Roteiro 2   o bem e o malRoteiro 2   o bem e o mal
Roteiro 2 o bem e o mal
 
Apostila de-batismo
Apostila de-batismoApostila de-batismo
Apostila de-batismo
 
Pederastia remota
Pederastia remotaPederastia remota
Pederastia remota
 

Mais de Robson Santana

Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Robson Santana
 
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igrejaComo Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Robson Santana
 
Mundanismo - Parte 2 - Imoralidade e Idolatria
Mundanismo - Parte 2 - Imoralidade e IdolatriaMundanismo - Parte 2 - Imoralidade e Idolatria
Mundanismo - Parte 2 - Imoralidade e Idolatria
Robson Santana
 
Mundanismo - Parte 1 - Dinheiro (dízimos e ofertas)
Mundanismo - Parte 1 - Dinheiro (dízimos e ofertas)Mundanismo - Parte 1 - Dinheiro (dízimos e ofertas)
Mundanismo - Parte 1 - Dinheiro (dízimos e ofertas)
Robson Santana
 
Islamismo: origem, divisões, expansão, pilares e meios de propagação
Islamismo: origem, divisões, expansão, pilares e meios de propagaçãoIslamismo: origem, divisões, expansão, pilares e meios de propagação
Islamismo: origem, divisões, expansão, pilares e meios de propagação
Robson Santana
 
Estilos de paternidade: pais permissivos, negligentes, autoritários e com aut...
Estilos de paternidade: pais permissivos, negligentes, autoritários e com aut...Estilos de paternidade: pais permissivos, negligentes, autoritários e com aut...
Estilos de paternidade: pais permissivos, negligentes, autoritários e com aut...
Robson Santana
 
Homossexualismo à luz da biblia
Homossexualismo à luz da bibliaHomossexualismo à luz da biblia
Homossexualismo à luz da biblia
Robson Santana
 
Como Seria uma Igreja Missional Hoje? Michael Goheen
Como Seria uma Igreja Missional Hoje? Michael GoheenComo Seria uma Igreja Missional Hoje? Michael Goheen
Como Seria uma Igreja Missional Hoje? Michael Goheen
Robson Santana
 
1 Ts 5.12 13 - Como tratar os líderes da igreja
1 Ts 5.12 13 - Como tratar os líderes da igreja1 Ts 5.12 13 - Como tratar os líderes da igreja
1 Ts 5.12 13 - Como tratar os líderes da igreja
Robson Santana
 
A Questão dos Livros Apócrifos
A Questão dos Livros ApócrifosA Questão dos Livros Apócrifos
A Questão dos Livros Apócrifos
Robson Santana
 
Disciplina: a terceira marca da igreja
Disciplina: a terceira marca da igrejaDisciplina: a terceira marca da igreja
Disciplina: a terceira marca da igreja
Robson Santana
 
Casamento e Divórcio - Adaptado do Cap. 24 da Confissão de Fé de Westminster
Casamento e Divórcio - Adaptado do Cap. 24 da Confissão de Fé de WestminsterCasamento e Divórcio - Adaptado do Cap. 24 da Confissão de Fé de Westminster
Casamento e Divórcio - Adaptado do Cap. 24 da Confissão de Fé de Westminster
Robson Santana
 
Lidando com as áreas escuras da liderança
Lidando com as áreas escuras da liderançaLidando com as áreas escuras da liderança
Lidando com as áreas escuras da liderança
Robson Santana
 
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey MalphursCurso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
Robson Santana
 
A Bíblia e a Copa do Mundo - Robson Rosa Santana
A Bíblia e a Copa do Mundo - Robson Rosa SantanaA Bíblia e a Copa do Mundo - Robson Rosa Santana
A Bíblia e a Copa do Mundo - Robson Rosa Santana
Robson Santana
 
Como lidar com o sofrimento
Como lidar com o sofrimentoComo lidar com o sofrimento
Como lidar com o sofrimento
Robson Santana
 
Série QUESTOES DIFICEIS - Estudo 1 - Batismo e Tentação de Jesus - Mt 3.13-4.11
Série QUESTOES DIFICEIS - Estudo 1 - Batismo e Tentação de Jesus -  Mt 3.13-4.11Série QUESTOES DIFICEIS - Estudo 1 - Batismo e Tentação de Jesus -  Mt 3.13-4.11
Série QUESTOES DIFICEIS - Estudo 1 - Batismo e Tentação de Jesus - Mt 3.13-4.11
Robson Santana
 
Série pertencer a multidão errada - estudo 5 - aproximando-se - 2 coríntios...
Série pertencer   a multidão errada - estudo 5 - aproximando-se - 2 coríntios...Série pertencer   a multidão errada - estudo 5 - aproximando-se - 2 coríntios...
Série pertencer a multidão errada - estudo 5 - aproximando-se - 2 coríntios...
Robson Santana
 
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
Robson Santana
 
Meu Coração, o Lar de Cristo - Estudo 5 - O Quarto
Meu Coração, o Lar de Cristo - Estudo 5 - O QuartoMeu Coração, o Lar de Cristo - Estudo 5 - O Quarto
Meu Coração, o Lar de Cristo - Estudo 5 - O Quarto
Robson Santana
 

Mais de Robson Santana (20)

Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
 
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igrejaComo Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
 
Mundanismo - Parte 2 - Imoralidade e Idolatria
Mundanismo - Parte 2 - Imoralidade e IdolatriaMundanismo - Parte 2 - Imoralidade e Idolatria
Mundanismo - Parte 2 - Imoralidade e Idolatria
 
Mundanismo - Parte 1 - Dinheiro (dízimos e ofertas)
Mundanismo - Parte 1 - Dinheiro (dízimos e ofertas)Mundanismo - Parte 1 - Dinheiro (dízimos e ofertas)
Mundanismo - Parte 1 - Dinheiro (dízimos e ofertas)
 
Islamismo: origem, divisões, expansão, pilares e meios de propagação
Islamismo: origem, divisões, expansão, pilares e meios de propagaçãoIslamismo: origem, divisões, expansão, pilares e meios de propagação
Islamismo: origem, divisões, expansão, pilares e meios de propagação
 
Estilos de paternidade: pais permissivos, negligentes, autoritários e com aut...
Estilos de paternidade: pais permissivos, negligentes, autoritários e com aut...Estilos de paternidade: pais permissivos, negligentes, autoritários e com aut...
Estilos de paternidade: pais permissivos, negligentes, autoritários e com aut...
 
Homossexualismo à luz da biblia
Homossexualismo à luz da bibliaHomossexualismo à luz da biblia
Homossexualismo à luz da biblia
 
Como Seria uma Igreja Missional Hoje? Michael Goheen
Como Seria uma Igreja Missional Hoje? Michael GoheenComo Seria uma Igreja Missional Hoje? Michael Goheen
Como Seria uma Igreja Missional Hoje? Michael Goheen
 
1 Ts 5.12 13 - Como tratar os líderes da igreja
1 Ts 5.12 13 - Como tratar os líderes da igreja1 Ts 5.12 13 - Como tratar os líderes da igreja
1 Ts 5.12 13 - Como tratar os líderes da igreja
 
A Questão dos Livros Apócrifos
A Questão dos Livros ApócrifosA Questão dos Livros Apócrifos
A Questão dos Livros Apócrifos
 
Disciplina: a terceira marca da igreja
Disciplina: a terceira marca da igrejaDisciplina: a terceira marca da igreja
Disciplina: a terceira marca da igreja
 
Casamento e Divórcio - Adaptado do Cap. 24 da Confissão de Fé de Westminster
Casamento e Divórcio - Adaptado do Cap. 24 da Confissão de Fé de WestminsterCasamento e Divórcio - Adaptado do Cap. 24 da Confissão de Fé de Westminster
Casamento e Divórcio - Adaptado do Cap. 24 da Confissão de Fé de Westminster
 
Lidando com as áreas escuras da liderança
Lidando com as áreas escuras da liderançaLidando com as áreas escuras da liderança
Lidando com as áreas escuras da liderança
 
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey MalphursCurso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
 
A Bíblia e a Copa do Mundo - Robson Rosa Santana
A Bíblia e a Copa do Mundo - Robson Rosa SantanaA Bíblia e a Copa do Mundo - Robson Rosa Santana
A Bíblia e a Copa do Mundo - Robson Rosa Santana
 
Como lidar com o sofrimento
Como lidar com o sofrimentoComo lidar com o sofrimento
Como lidar com o sofrimento
 
Série QUESTOES DIFICEIS - Estudo 1 - Batismo e Tentação de Jesus - Mt 3.13-4.11
Série QUESTOES DIFICEIS - Estudo 1 - Batismo e Tentação de Jesus -  Mt 3.13-4.11Série QUESTOES DIFICEIS - Estudo 1 - Batismo e Tentação de Jesus -  Mt 3.13-4.11
Série QUESTOES DIFICEIS - Estudo 1 - Batismo e Tentação de Jesus - Mt 3.13-4.11
 
Série pertencer a multidão errada - estudo 5 - aproximando-se - 2 coríntios...
Série pertencer   a multidão errada - estudo 5 - aproximando-se - 2 coríntios...Série pertencer   a multidão errada - estudo 5 - aproximando-se - 2 coríntios...
Série pertencer a multidão errada - estudo 5 - aproximando-se - 2 coríntios...
 
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
 
Meu Coração, o Lar de Cristo - Estudo 5 - O Quarto
Meu Coração, o Lar de Cristo - Estudo 5 - O QuartoMeu Coração, o Lar de Cristo - Estudo 5 - O Quarto
Meu Coração, o Lar de Cristo - Estudo 5 - O Quarto
 

Último

Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhorCultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
MasaCalixto2
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introduçãoEstudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxZacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
lindalva da cruz
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Igreja Jesus é o Verbo
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 

Último (18)

Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhorCultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introduçãoEstudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxZacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 

O que é livre arbitrio?

  • 1. 2 O que é livre-arbítrio Rm 6.1-14
  • 2. Rm 6.1-14 o que é livre-arbítrio Martinho Lutero Erasmo de Roterdã 95teses31.10.1517 2
  • 3. Rm 6.1-14 o que é livre-arbítrio 1. O que é livre-arbítrio? “a possibilidade do homem de fazer escolhas de forma ‘livre’, ou seja, o homem pode fazer o que quiser, e isso o tornaria livre de qualquer influência, até mesmo de Deus”. Neste estudo, veremos “o livre-arbítrio relacionado à soberania de Deus na salvação e como deve ser entendido à luz das Escrituras.” 2
  • 4. Rm 6.1-14 o que é livre-arbítrio 1. O que é livre-arbítrio? “livre arbítrio é a capacidade que o homem tem de fazer escolhas que podem ser contrárias ou não à sua natureza”. O ser humano pode deixar de pecar? ►"Pode, acaso, o etíope mudar a sua pele ou o leopardo, as suas manchas? Então, poderíeis fazer o bem, estando acostumados a fazer o mal" (Jr 13.23). ►"como está escrito: Não há justo, nem um sequer," (Rm 3.10) 2
  • 5. Rm 6.1-14 o que é livre-arbítrio 1. O que é livre-arbítrio? Existiu algum homem que realmente teve livre- arbítrio? Depois do pecado, o homem perdeu a possibilidade de fazer a vontade de Deus ou pecar. 2 ADÃO
  • 6. Rm 6.1-14 o que é livre-arbítrio 1. O que é livre-arbítrio? 2 Antes da Queda o homem era Depois Queda o homem é • Capaz de não pecar • Capaz de pecar • Incapaz de não pecar Após a Queda, o homem passou a ter o que chamamos de “livre-agência”
  • 7. Rm 6.1-14 2. O estrago do pecado 2 o que é livre-arbítrio A condição do homem depois da entrada do pecado é de depravação total ou radical 2.1. O pecado de Adão atingiu todos os homens em todas as épocas ► Rm 5.12; Sl 51.5; etc.
  • 8. Rm 6.1-14 2. O estrago do pecado 2 o que é livre-arbítrio A condição do homem depois da entrada do pecado é de depravação total ou radical 2.2. O pecado nos tornou inimigos de Deus ► “entre os quais também todos nós andamos outrora, segundo as inclinações da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos, por natureza, filhos da ira, como também os demais.” (Ef 2.3; veja Tg 4.4; etc.)
  • 9. Rm 6.1-14 2. O estrago do pecado 2 o que é livre-arbítrio A condição do homem depois da entrada do pecado é de depravação total ou radical 2.3. O pecado matou o homem, afastando-o de Deus ► “Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados,” (Ef 2.1; veja Is 59.2 etc.) A morte espiritual diz respeito à impossibilidade que o homem tem de se voltar para Deus
  • 10. Rm 6.1-14 2. O estrago do pecado 2 o que é livre-arbítrio A condição do homem depois da entrada do pecado é de depravação total ou radical 2.4. O pecado afetou todas as faculdades humanas ► “Viu o SENHOR que a maldade do homem se havia multiplicado na terra e que era continuamente mau todo desígnio do seu coração;” (Gn 6.5; veja tb. Rm 3.10-18; Mt 15.19; Jr 17.9).
  • 11. Rm 6.1-14 o que é livre-arbítrio 3. Do livre-arbítrio para a livre-agência “A livre-agência pode ser definida como a capacidade de o homem fazer escolhas somente de acordo com a sua natureza. Se Adão, que foi criado santo e reto, pôde fazer uma escolha contrária à sua natureza boa, depois do pecado, todos os homens agem somente – por isso livre agência – de acordo com sua natureza, agora decaída. 2
  • 12. Rm 6.1-14 o que é livre-arbítrio Conclusão 2 Livre-arbítrio Livre-agência Liberdade total Pré-Queda Pós-Queda Renascido Glorificado capaz de pecar capaz de pecar capaz de pecar capaz de não pecar capaz de não pecar incapaz de não pecar capaz de não pecar incapaz DE PECAR
  • 13. Rm 6.1-14 o que é livre-arbítrio Aplicação pessoal 1. Você já tinha considerado que depois de Adão o livre-arbítrio deixou de existir? 2. Você concorda que as pessoas que não conhecem a Cristo agem dominadas pelo pecado? 3. Você tem se esforçado para obedecer a Deus em todos os seus caminhos, em resposta à sua transformação em nós? 2