Uma mensagem universal de salvação só
faz sentido à luz de uma realidade
universal de pecado!
Atos 17:16-31
Filosofia

Revelação
Filosofia
O ser humano (racional) é o ponto de
partida da reflexão espiritual!
“Novidades” mas não “Verdade”
A idolatria “...
Revelação
A idolatria é revoltante!
Jesus Cristo e sua ressurreição devem
ser proclamadas (v. 18)!
O Deus que a humanidade...
Que todos (aqueles que foram criados a partir de um),
em toda parte, se arrependam...
Apocalipse 14:6-13 (As três mensagen...
De onde surge a necessidade de
proclamar uma mensagem
universal de salvação?
Romanos 3:23-24
Romanos 5:12, 19-21
Todos pecaram;
Todos carecem da glória de Deus;
Todos são justificados gratuitamente pela graça de Deus mediante a redençã...
O Evangelho coloca diante de nós um caminho que nos leva do
pecado à vida eterna por meio de Jesus Cristo (Jo 14:6)

Todos...
Romanos 5:12
O pecado e a morte presentes no mundo são resultados do pecado de um só (Adão).

Os seres humanos morrem por ...
Todos pecaram?

Todos estavam “em Adão”;
Adão legou ao homem uma natureza pecaminosa
incapaz de obedecer perfeitamente a l...
Todos pecaram!

Visto como somos
pecaminosos, profanos, não
podemos obedecer
perfeitamente a uma lei
santa...

Todos estav...
Romanos 5:19
O pecado como obra de Adão é apresentado como uma obra
efetivada no passado
(Pela desobediência de um só muit...
Romanos 5:19
O mesmo grupo de pessoas (“muitos”) é apresentado nas duas frases, tanto quanto
ao pecado de Adão como à obed...
E se mudarmos o conceito de pecado?
Como fica essa história?
Existem pessoas que têm dificuldades com o conceito do pecado...
Um falso conceito de pecado
conduz a um falso Evangelho!
Se esse conceito de pecado fosse seguido, algumas conclusões
seri...
E você? Qual a sua posição sobre essa questão? E como essas questões
te ajudaram a tomar uma decisão na sua vida espiritua...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Uma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecado

815 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
815
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Uma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecado

  1. 1. Uma mensagem universal de salvação só faz sentido à luz de uma realidade universal de pecado!
  2. 2. Atos 17:16-31
  3. 3. Filosofia Revelação
  4. 4. Filosofia O ser humano (racional) é o ponto de partida da reflexão espiritual! “Novidades” mas não “Verdade” A idolatria “domina”, mesmo em nome da “liberdade” (pecado) Pessoas “acentuadamente religiosas” “Objetos de culto” fabricados por homens em sentido material ou intelectual
  5. 5. Revelação A idolatria é revoltante! Jesus Cristo e sua ressurreição devem ser proclamadas (v. 18)! O Deus que a humanidade não conhece é o seu Criador. De um só Ele fez toda a raça humana (Adão). Deus não levou em conta o tempo da ignorância (novidades idolátricas humanas), mas notifica que todos, em toda parte, se arrependam! Deus vai julgar o mundo com justiça por meio daquele que venceu a morte (v. 31)!
  6. 6. Que todos (aqueles que foram criados a partir de um), em toda parte, se arrependam... Apocalipse 14:6-13 (As três mensagens angélicas) devem ir a todos que se assentam sobre a terra; Mateus 28:18-20 (A grande comissão) batizar e discipular pessoas de todas as nações;
  7. 7. De onde surge a necessidade de proclamar uma mensagem universal de salvação?
  8. 8. Romanos 3:23-24 Romanos 5:12, 19-21
  9. 9. Todos pecaram; Todos carecem da glória de Deus; Todos são justificados gratuitamente pela graça de Deus mediante a redenção que há em Cristo; Por um só homem entrou o pecado no mundo; A morte passou a todos os homens porque todos pecaram; Os “muitos” foram feitos pecadores pelo pecado de um só; Os “muitos” se tornarão justos por meio da obediência de um só; Abundou o pecado? Superabundou a graça; Como o pecado reinou para a morte, a graça reina para a justiça que dá vida eterna!
  10. 10. O Evangelho coloca diante de nós um caminho que nos leva do pecado à vida eterna por meio de Jesus Cristo (Jo 14:6) Todos pecaram; Todos carecem da glória de Deus; Todos são justificados gratuitamente pela graça de Deus mediante a redenção que há em Cristo; Por um só homem entrou o pecado no mundo; A morte passou a todos os homens porque todos pecaram; Os “muitos” foram feitos pecadores pelo pecado de um só; Os “muitos” se tornarão justos por meio da obediência de um só; Abundou o pecado? Superabundou a graça; Como o pecado reinou para a morte, a graça reina para a justiça que dá vida eterna!
  11. 11. Romanos 5:12 O pecado e a morte presentes no mundo são resultados do pecado de um só (Adão). Os seres humanos morrem por que eles mesmos também pecaram. Paulo não explica a relação entre esses dois fatos, apenas os afirma!
  12. 12. Todos pecaram? Todos estavam “em Adão”; Adão legou ao homem uma natureza pecaminosa incapaz de obedecer perfeitamente a lei de Deus (cf. Rm 8:7; CC, p. 62).
  13. 13. Todos pecaram! Visto como somos pecaminosos, profanos, não podemos obedecer perfeitamente a uma lei santa... Todos estavam “em Adão”; Adão legou ao homem uma natureza pecaminosa incapaz de obedecer perfeitamente a lei de Deus (cf. Rm 8:7; CC, p. 62).
  14. 14. Romanos 5:19 O pecado como obra de Adão é apresentado como uma obra efetivada no passado (Pela desobediência de um só muitos se tornaram pecadores) A salvação como obra de Cristo é apresentada como uma obra a ser efetivada no futuro (Por meio da obediência de um só muitos se tornarão justos)
  15. 15. Romanos 5:19 O mesmo grupo de pessoas (“muitos”) é apresentado nas duas frases, tanto quanto ao pecado de Adão como à obediência de Cristo, mas a diferença entre os tempos verbais chama nossa atenção para a diferença entre a natureza do pecado (um poder que escraviza o pecador), e a natureza da graça de Cristo (um poder que possibilita a salvação, mas não obriga o pecador a aceitá-la). Essa mudança explica por que o impacto automático, efetivo e inescapável do pecado de Adão sobre a humanidade não deve ser interpretado como sendo “repetido” pela obediência de Cristo, gerando salvação universal. A graça deve ser aceita (não rejeitada) pela fé para ser “efetivada” e gerar a salvação/vida eterna.
  16. 16. E se mudarmos o conceito de pecado? Como fica essa história? Existem pessoas que têm dificuldades com o conceito do pecado hereditário, aquele que nos evolve primariamente a partir da culpa de Adão e não nossa, e tentam identificar o pecado única e simplesmente como um comportamento deliberado de transgressão da lei de Deus, implicando consciência dessa lei e vontade de transgredi-la que só então gera culpa e necessidade de arrependimento. Dizem eles que tal “comportamento” pode ser mental [interno] ou físico [externo], de forma que apenas quem deliberadamente conhece a Lei de Deus e deseja transgredi-la intencionalmente movido por desprezo/ódio a Deus é que é “pecador” ou “pecadora”.
  17. 17. Um falso conceito de pecado conduz a um falso Evangelho! Se esse conceito de pecado fosse seguido, algumas conclusões seriam inevitáveis: 1) Seria impossível afirmar que “todos pecaram”, de fato, dada a grande quantidade de pessoas que morreram antes da idade da razão para poderem ter “conhecimento” da lei de Deus para então deliberadamente transgredirem essa lei e “pecarem” 2) Se torna inexplicável o apelo de Paulo ao arrependimento em Atos 17:30! 3) Romanos 5:19, que fala do pecado de Adão como “tornando muitos pecadores” deve ser interpretados como mentira. 4) A presença de pecado nos cristãos que escreveram a Bíblia se torna totalmente incompreensível (João, Paulo, Pedro e Tiago, etc.).
  18. 18. E você? Qual a sua posição sobre essa questão? E como essas questões te ajudaram a tomar uma decisão na sua vida espiritual hoje?

×