Lição 02 - Doutrina dos Anjos

8.234 visualizações

Publicada em

CURSO BASICO EM TEOLOGIA IBADEP
LIÇÃO 02 - LIVRO TEOLOGIA SISTEMÁTICA 02

Publicada em: Espiritual
0 comentários
18 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.234
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
730
Comentários
0
Gostaram
18
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lição 02 - Doutrina dos Anjos

  1. 1. CURSO BÁSICO DE TEOLOGIA ANJOS / HOMEM / PECADO / SALVAÇÃO Prof. Fabio José da Silva
  2. 2. CURSO BÁSICO DE TEOLOGIA LIÇÃO 02: ANGEOLOGIA DOUTRINA DOS ANJOS Prof. Fabio José da Silva
  3. 3. DOUTRINA DOS ANJOS INTRODUÇÃO
  4. 4. INTRODUÇÃO • DEFINIÇÃO: Angelologia é a parte da Teologia que estuda a doutrina dos anjos. – Sabemos que os anjos são criaturas de Deus e que a expressão “exércitos dos céus” refere-se a eles. – Não se pode determinar quando foram criados, porém, sabe-se que o mundo espiritual foi criado primeiro; em segundo lugar criou-se o mundo material, e em terceiro, a vida sobre a terra. – Assim, os anjos foram criados antes da matéria e do homem.
  5. 5. DOUTRINA DOS ANJOS NATUREZA EPIRITUAL DOS ANJOS
  6. 6. NATUREZA ESPIRITUAL DOS ANJOS • Os anjos são espíritos. – Não possuem corpo material, por isto: – Não estão sujeitos a ação da matéria; – Não podem sofrer danos e nem serem impedidos por obstáculos materiais. – Não sofrem a ação da lei da gravidade, razão porque podem se locomover com indescritível velocidade.
  7. 7. NATUREZA ESPIRITUAL DOS ANJOS • Quando querem se revelar: – Tomam forma humana, porém, não habitam no corpo do homem; – Também não se incorporam como fazem os demônios.
  8. 8. NATUREZA ESPIRITUAL DOS ANJOS • São dotados de personalidade. – São pessoas; não são robôs, ou máquinas. – São, portanto, pessoas angelicais, visto que são dotados de inteligência, sentimento e vontade.
  9. 9. NATUREZA ESPIRITUAL DOS ANJOS • São imortais, mas, não eternos. – Como vimos, eles foram criados, logo não são eternos, porque tiveram começo; porém, são imortais, pois não terão fim. – Sendo imortais e não se reproduzindo, o número deles permanece o mesmo desde a criação.
  10. 10. NATUREZA ESPIRITUAL DOS ANJOS • São seres muito numerosos. – A Bíblia não revela quantos são, porém, deixa claro que o número deles é incalculável. – Ela fala de milhares de milhares e milhões de milhões, Ap 5.11.
  11. 11. NATUREZA ESPIRITUAL DOS ANJOS • São seres muito poderosos. –A Bíblia revela que bastou um para derrotar o poderoso exército da Assíria e libertar Jerusalém, IRs 19.35.
  12. 12. NATUREZA ESPIRITUAL DOS ANJOS • A Bíblia fala em anjos santos, ou eleitos e anjos caídos, ou demônios. – Deus, contudo, não criou anjos santos e maus, simplesmente Deus criou os anjos. – Os chamados anjos caídos são os que seguiram Satanás, em sua rebelião, Ap 12.4.
  13. 13. DOUTRINA DOS ANJOS ESBOÇO DE UMA DOUTRINA DOS ANJOS
  14. 14. ESBOÇO DE UMA ANGEOLOGIA • A ORIGEM DOS ANJOS: – Os anjos foram criados, Ne 9.6; Sl 148.2,5. – Foram criados no passado remoto, Jó 38.7 – Foram criados pela Palavra de Deus, Sl 33.6 – Cristo é o centro de toda a criação, Jo 1.3; Cl 1.16.
  15. 15. ESBOÇO DE UMA ANGEOLOGIA • A ORGANIZAÇÃO DOS ANJOS: – Os Serafins, Is 6.1-6. – Os Querubins, Hb 9.5; Sl 80.1; Ez 10.10. – O Arcanjo, Jd 9; Dn 10.13; I Ts 4.16. – As anjos, Mt 25.31; Hb 12.22; Jó 25.3.
  16. 16. ESBOÇO DE UMA ANGEOLOGIA • A NATUREZA DOS ANJOS: – São criaturas, Ne 9.6 – São espíritos, Hb 1.14. – São imortais, Lc 20.34,35. – São numerosos, Jó 25.3
  17. 17. ESBOÇO DE UMA ANGEOLOGIA • O CARÁTER DOS ANJOS: – São obedientes, Mt 6.10; Sl 103.20. – São reverentes, Fp 2.9-11; Hb 1.6 – São sábios, II Sm 14.17-20; Ez 28.1-5. – São mansos, II Pe 2.11; Jd 9. – São poderosos, Sl 103.20; Ap 18.1; II Sm 24.16. – São santos, Ap 14.10; At 10.22; Mc 8.38.
  18. 18. ESBOÇO DE UMA ANGEOLOGIA • OS ANJOS SÃO DESIGNADOS COMO: – Anjos, Hb 2.7 – Filhos de Deus, Jó 38.7 – Varões, Gn 18.3 – Vigias, Dn 4.3 – Santos, Sl 89.7 – Exércitos Celestiais, Lc 2.13 – Espíritos Ministradores, Hb 1.14.
  19. 19. ESBOÇO DE UMA ANGEOLOGIA • OS ANJOS COMO MENSAGEIROS DE DEUS: • Através dos Anjos, Deus envia: – Anúncios, Lc 1.11-20; Mt 1.20,21. – Advertências, Mt 2.13; Hb 2.2. – Instrução, Mt 28.2-6; At 10.3; Dn 4.1317. – Encorajamento, At 7.53; Gn 28.12; At 27.23. – Revelação, At 7.53; Ap 1.1; Dn 9.2127.
  20. 20. ESBOÇO DE UMA ANGEOLOGIA • OS ANJOS COMO SERVOS DE DEUS: • Como servos eles são enviados para: – Sustentar, Mt 4.11; Lc 22.43; I Rs 19.5 – Preservar, Gn 16.7; 24.7; Ap 7.1; Ex 23.20. – Interceder; Zc 1.12; Ap 8.3. – Resgatar, Nm 20.16; Sl 34.7; 91.11; at 12.7. – Servir ao justo depois da morte, Lc 16.22.
  21. 21. ESBOÇO DE UMA ANGEOLOGIA • A ATUAÇÃO DOS ANJOS NA VIDA TERRENA DE JESUS: – Anunciando seu nascimento, Mt 1.20,21; Lc 1.28-36. – Estavam presentes em seu nascimento, Lc 2.10-14. – Assistiram-no na tentação, Mc 1.13. – Assistiram-no no Getsêmane, Lc 22.43 – Anunciaram a ressurreição, Mc 16.5; Mt 28.2-6. – Na ascensão, confirmaram a sua chegada no céu, At 1.10; Sl 24.
  22. 22. ESBOÇO DE UMA ANGEOLOGIA • O QUE OS ANJOS PODEM FAZER? – Podem lançar males físicos aos homens, II Sm 24.16. – Podem influenciar pessoas e nações, Dn 10.11. – Podem exercer força e poder, II Pe 2.11. – Tem domínio sobre o fogo, Ap 14.18. – Tem domínio sobre o vento, Ap 7.1. – Tem domínio sobre o mar, Ap 16.3 – Tem domínio sobre o sol, Ap 16.8,9. – Podem aparecer repentinamente, Dn 9.21; Lc 2.14; At 1.10.
  23. 23. ESBOÇO DE UMA ANGEOLOGIA • AS TAREFAS DOS ANJOS – Executam os juízos de Deus, II Sm 24.16. – Executam os desígnios de Deus, Nm 22.22. – Executam a vontade de Deus, Sl 103.20. – Comunicam a vontade de Deus, Dn 8.1517; Lc 1.19,28. – Louvam a Deus, Sl 148.2; Is 6.2; Lc 2.13,14. – Alegram com a salvação dos homens, Lc 15.7,10.
  24. 24. ESBOÇO DE UMA ANGEOLOGIA • AS LIMITAÇÕES DOS ANJOS – – – – Não recebem adoração, Ap 19.10; Cl 2.18. Não procriam, Mt 22.30. Não são onisciente, Mt 24.36. Não conhecem os planos eternos de Deus, Ef 3.9 – Não conhecem o mistério da salvação, I Pe 1.12. – Não penetram nas profundezas de deus, I Co 2. 10,11. – Não sabem o que está no coração dos homens, I Rs 8.39.
  25. 25. ESBOÇO DE UMA ANGEOLOGIA • OS ANJOS NA CONSUMAÇÃO DOS SÉCULOS – – – – – – – Na ressurreição dos mortos, I Ts 4.16 No ajuntamento dos escolhidos, Mt 24.31 Na manifestação de Cristo, Mt 16.27 A ceifa final, Mc 13.39 No julgamento das nações, Mt 25.31-33. Na extinção total da iniquidade, Mt 13.40-42. Na prisão de Satanás, Ap 20.1,2.
  26. 26. DOUTRINA DOS ANJOS SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS
  27. 27. SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS • A QUEDA DOS ANJOS: – Os Anjos foram criados perfeitos e sem pecado, e como o homem, foram também dotados de livre escolha. – Sob a direção de Satanás, muitos pecaram e foram banidos da sua habitação.
  28. 28. SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS • SATANÁS ANTES DA QUEDA: – Seu nome era “Lúcifer” que significa “aquele que leva luz” – Era cheio de sabedoria, Ez 28. 3,12. – Era perfeito em formosura, Ez 28.12. – Era um Querubim ungida, Ez 28.14. – Era perfeito em seus caminhos, Ez 28.15.
  29. 29. SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS • SATANÁS DURANTE A QUEDA (Is 14.12-17) – Eu subirei ao céu. – Exaltarei o meu trono. – No monte da congregação me assentarei. – Subirei acima das mais altas nuvens. – Serei semelhante ao altíssimo.
  30. 30. SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS • SATANÁS DURANTE A QUEDA (Is 14.12-17) • Este era o pensamento de Lúcifer: – Seu pensamento transformou-se em vontade; – Sua vontade em ação; – Foi aí que ele rebelou-se contra o próprio Deus; – Aqui temos a maior catástrofe do Universo e da história.
  31. 31. SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS • AS CONSEQUÊNCIAS DO PECADO DE LÚCIFER: – Lançado fora do Monte Santo, Ez 28.16 – Precipitado no mais profundo abismo, Is 14.15. – Arrastou a terça parte dos anjos, Ap 12.4 – Caiu como um raio, Lc 10.18 – Passou a habitar nos ares, Ef 6.6,12; Jó 1.6.
  32. 32. SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS • A PERVERSIDADE DA NATUREZA DE SATANÁS: – Desde então, tornou-se o ser mais perverso que existe, autor do pecado e fonte de todo o mal. – Sua natureza perversa é revelada pelos seus vários nomes, como veremos a seguir.
  33. 33. SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS • NOMES QUEREVELAM SUA CRUELDADE: – Leão, I Pe 5.8. – Dragão, Is 27.1; Ap 20.2. – Destruidor, Ap 9.1. – Homicida, Jo 8.44 – Antiga serpente, Ap 20.1 – Valente, Mt 12.29; Mc 11.20-22
  34. 34. SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS • NOMES QUE REVELAM SUA ASTÚCIA: – Mentiroso, I Jo 2.22 – Pai da mentira, Jo 8.44 – Serpente, II Co 11.3 – Tentador, Mt 4.3 – Ladrão, Jo 10.10 – Acusador, Ap 12.10
  35. 35. SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS • ELE TAMBÉM É CHAMADO DE: – Príncipe, Jo 12.31 – Deus deste século, II Co 4.4 – Maligno, Mt 13.19; I Jo 2.19. – Satanás, I Cr 21.1; Ap 12.9 (Adversário) – Diabo, Mt 4.1; 10.11 (Caluniador) – Belzebu, Lc 11.15 (Sujeira) – Belial, II Co 6.15 (Maldade)
  36. 36. SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS • SATANÁS É DESCRITO COMO: – Presunçoso, Mt 4.5,6. – Orgulhoso, I Tm 3.6. – Poderoso, Ef 2.2. – Maligno, Jó 2.4. – Astuto, Gn 3.1; II Co 11.3 – Enganador, Ef 6.11. – Cruel e feroz, I Pe 5.8.
  37. 37. SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS • SUAS ATIVIDADES MALÉFICAS: – Perturbar a obra de Deus, I Ts 2.18. – Opor-se ao Evangelho, Mt 13.19; Mc 4.15 – Opor-se a Deus e aos homens, I Cr 21.1; Sl 109.6. – Induzir ao pecado, Lc 22.3; At 5.3; 26.18. – Afligir, Jó 1.12 – Tentar, I Ts 3.5 – Cegar, II Co 4.4 – Enganar, Ap 20.7,8; 12.9 – Laçar, I Tm 3.7.
  38. 38. SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS • OS DEMÔNIOS: – Tem personalidade, Mt 12.43 – Tem vontade própria, Mt 12.44 – Tem faculdades intelectuais, Mt 12.45 – Reconhecem a divindade de Jesus, Mc 5.9 – São inumeráveis, Mc 5.9 – Tem como príncipe, Satanás, Mt 12.24 – São expulsos em Nome de Jesus, Mc 16.17
  39. 39. SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS • OS ANJOS CAÍDOS – Esta classe de anjos, mencionada em Judas 6 e II Pe 2.4; – Estes anjos encontram se em cadeias e trevas, ou no lugar chamado Tártaro; – São classificados por alguns estudiosos, como sendo um lugar separado no Hades, ou como é mais provável, o próprio Abismo. – Estão presos, naturalmente por serem de alta periculosidade, e aguardam o Juízo Final.
  40. 40. SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS • A VITÓRIA DE JESUS SOBRE SATANÁS – Jesus veio destruir as suas obras, I Jo 3.9 – Jesus o venceu na cruz, Jo 19.30 – Jesus triunfou sobre ele, Cl 2.15 – Jesus tirou-lhe toda a armadura, Lc 11.20-22 – Satanás foi dominado, I Co 15.25 – Jesus o destronou, Ap 1.18 – A vitória de Jesus é a nossa vitória, I Co 15:57
  41. 41. SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS • COMO PODEMOS VENCER SATANÁS: – Sujeitando-se a Deus, Tg 4.7; I Pe 5.6 – Sendo sóbrio e vigilante, I Pe 5.8 – Resistindo-o, Tg 4.7 – Revestindo-se de toda a armadura de Deus, Ef 6.10-12. – Orando em todo tempo, Ef 6.18

×