SlideShare uma empresa Scribd logo
O livro de Juízes Ciclos de fracasso e apostasia sem um líder nacional
Autoria Título O título “Juízes” (Shophetim) é devido aos líderes levantados intermitentemente por Deus, para que houvesse liderança em épocas de emergência durante o período que vai de Josué até o reinado de Saul. O nome “Juízes” descreve 2 funções desses líderes: Livrar o povo dos seus opressores, na função de líder militar. Resolver disputas e defender a justiça, na função de líder civil.
Autor O livro é anônimo, mas a tradição judaica o atribui a Samuel por diversas razões. Ele era escritor e educador (1 Sm. 10.25). A ênfase dada à tribo de Benjamim sugere a época do rei Saul, quando Samuel ainda julgava, antes de o nome da cidade de Jebus ter sido mudado para “Jerusalém” (Juízes 1.21; 19.10).
Cenário Histórico Data – 1375 – 1075 a.C. O livro de Juízes é o único que registra um longo período da história de Israel. Descreve 3 guerras civis, 7 opressões de inimigos, 7 guerras de libertação, magistraturas pacíficas e uma malsucedida de Sansão, que quase terminou com os filisteus assumindo o controle.
Estado da Nação Após a morte de Josué, Israel ficou sem um líder nacional por mais de 300 anos. As tribos mostravam-se independente e cada indivíduo era uma lei perante si mesmo. O Senhor levantou juízes para livrá-los dos inimigos e defender a justiça civil. Esse período foi onde o Senhor testou a nação para ver como ela guardaria a sua aliança num ambiente pagão e idólatra (3.1-5). O livro contrasta com o tempo de Josué. (17.6). Se não fosse as misericórdias do Senhor, a nação teria afundado na idolatria.
Objetivo do Livro Preservar um registro do caráter de Israel durante o tempo em que este não tinha um líder nacional, e enfatizar sua necessidade de um rei teocrático.
Esboço de Juízes RAZÕES PRINCIPAIS  DA APOSTASIA DE ISRAEL  .... 1-3 Fracasso militar na conquista da terra ........... 1.1-2.9 Fracasso religioso na guarda da lei ................ 2.9-3.6 CICLOS DE APOSTASIA EM ISRAEL ..................... 3-16 Ciclos de reincidência, ruína, arrependimento, restauração e trégua Apostasia e Opressão pela Mesopotâmia ...... 3.7-11 Livramento por Otniel  de Judá Apostasia e Opressão pelos Moabitas  ........ 3.12-30 Livramento por Eúde  de Benjamim Apostasia e Opressão pelos filisteus ................ 3.31 Livramento por Sangar  de Judá
Apostasia e Opressão pelos Cananeus ....................... 4-5 Livramento por Débora e Baraque Apostasia e Opressão pelos Midianitas  .................... 6-8 Livramento por Gideão Apostasia e o rei usurpador  Abimeleque ..................... 9 Livramento por uma mulher anônima Apostasia e Opressão pelos Amonitas .................... 10-12 Livramento por Jefté Apostasia e Opressão pelos filisteus ....................... 13-16 Tentativa de livramento por Sansão, de Dã MAIS EXEMPLOS CALAMITOSOS DA APOSTASIA DE ISRAEL  ..17-21 Idolatria de Dã e migração para o norte na época de um neto de Moisés ................................................................................ 17-18 Imoralidade de Benjamim e a sua quase extinção na época de um neto de Arão ...................................................................... 19-21
 
Contribuições singulares de Juízes Motivo do Julgamento. Juízes retrata as maldições da desobediência. Juízes, é pleno de derrotas. Embora os maiores trechos do livro sejam de descanso e paz depois do arrependimento, a ênfase está nas consequências inevitáveis da idolatria.
Necessidade de um rei para Israel (17.6; 18.1; 19.1; 21.25) Esta necessidade é relatada com clareza nos capítulos 1-16, e é afirmada 4 vezes na parte final. Deus sempre quis ajudá-los mostrando que deveriam reconhecer que alguém deveria liderá-los e que manifestassem  a escolha  da aliança com o Senhor como seu Rei teocrático.
Nova instalação; Dã apostata (17-18) . Em vez de conquistar o país montanhoso dos filisteus com a ajuda de Deus, essa meia tribo procurou uma vida mais fácil no extremo norte com seus “homens valentes”. A  valentia transformou-se em violência e a tribo toda voltou-se para a idolatria. Mas tarde os Assírios os levariam em cativeiro. Sansão, da tribo de Dã, como os demais viveram para a idolatria , seus próprios apetites e violência.
Benjamim: A tribo caçula quase perdida  (19-21) Logo depois da época de Josué, houve um “holocausto” de proproções gigantescas, quase pondo por fim a tribo de Benjamim. Algumas Lições: A recusa em disciplinar jovens trouxe a sodomia, motivo de destruição de Sodoma. A posição defensiva quando se trata de iniquidade, em vez de enfrentá-la com arrependimento. A demonstração da graça  de Deus, permitindo um novo começo.
Desse grupo remanescente  que havia caído, vieram líderes, tais como:  Eúde – o juiz Saul – o primeiro rei Paulo de Tarso – o apóstolo Os 2 desastres envolvendo Dã e Benjamim têm algumas semelhanças notáveis: Ambas as histórias começam com um levita vindo de Belém; Uma envolve um neto de Moisés (Jonatas) e a outra, um neto de Arão (Finéias); Nas duas histórias, um grupo de 600 homens teve um novo começo; Ambas as tribos mostraram o rápido aumento de violência em Israel logo que ficaram sem líder; A graça de Deus permitiu que um poderoso herói se levantasse de cada uma dessas tribos no fim do período, a fim de livrar o povo das mãos dos filisteus. Ambos falharam por terem sido levados pelas paixões em vez de seus princípios (Sansão e Saul)
Lã de Gideão (6.37-40) Como Josué ( e Jefté, mais tarde), Gideão foi um grande descendente de José. Sua vitória sobre os midianitas foi talvez a mais espetacular dentre os juízes. Sem falar dos preparativos, encontro especial com Deus, sua grande humildade, milagres realizados (6.13-21).
Lã de Gideão (6.37-40) Como Josué ( e Jefté, mais tarde), Gideão foi um grande descendente de José. Sua vitória sobre os midianitas foi talvez a mais espetacular dentre os juízes. Sem falar dos preparativos, encontro especial com Deus, sua grande humildade, milagres realizados (6.13-21).
Voto insensato de Jefté (11.29-40) Está registrado que o Espírito do Senhor veio sobre 4 juízes (Otniel, Gideão, Jefté e Sansão). A história de Jefté é importante por 3 razões: Sua designação, mesmo sendo um proscrito Seu argumento com os amonitas, reivindicando a Transjordania como dádiva do Senhor Seu voto de oferenda a Deus. Ele realmente ofereceu a sua filha como “oferta pelo holocausto” (11.31)
Romance trágico de Sansão (13-16) Sansão foi o juiz mais singularmente dotado e o único nazireu identificado no A.T. Como Isaque, Samuel, João Batista e Jesus, seu nascimento foi predito por um anjo. Foi lhe dada a grande dádiva da força especificamente para livrar Israel dos filisteus. Foi o único juiz que falhou em sua missão e teve um fim trágico. Seu fracasso é atribuído a dois fatores: Vivia pelas paixões em vez de pelos princípios nazireus. 3 mulheres filisteias o seduziram. Suas façanhas libidinosas o fizeram perder de vista sua missão real para com o Senhor. Embora pela fé tenha fechado “boca de leões” (Hb. 11.32-33), ele só atacou os filisteus quando estes interferiram em seus prazeres.
Cristo em Juízes A falta de um rei ou líder nacional em Israel para unificá-lo como uma real nação teocrática. O livro de Juízes é uma preparação para a vinda de Davi, mas também para a vinda  do próprio Messias. Os juízes sobre os quais veio o Espírito poderiam prenunciar a vinda do Senhor, especialmente na sua função futura de Juiz justo quando julgar o seu povo, destruir os inimigos e trouxer justiça para a nação.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 13 - Juízes
Aula 13 - JuízesAula 13 - Juízes
Aula 13 - Juízes
ibrdoamor
 
Panorama do AT - Esdras
Panorama do AT - EsdrasPanorama do AT - Esdras
Panorama do AT - Esdras
Respirando Deus
 
Ezequiel
EzequielEzequiel
Ezequiel
Ricardo Gondim
 
Livro de Juízes Antigo Testamento
Livro de Juízes Antigo TestamentoLivro de Juízes Antigo Testamento
Livro de Juízes Antigo Testamento
Leandro Nazareth Souto
 
Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Obadias
Panorama do AT - ObadiasPanorama do AT - Obadias
Panorama do AT - Obadias
Respirando Deus
 
15. O Livro de I Reis
15. O Livro de I Reis15. O Livro de I Reis
15. O Livro de I Reis
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
O Livro de Esdras
O Livro de EsdrasO Livro de Esdras
O Livro de Esdras
Amor pela EBD
 
34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
18. O Livro de I Crônicas
18. O Livro de I Crônicas18. O Livro de I Crônicas
18. O Livro de I Crônicas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
O livro dos Juízes
O livro dos JuízesO livro dos Juízes
O livro dos Juízes
Alberto Simonton
 
Panorama do AT - Sofonias
Panorama do AT - SofoniasPanorama do AT - Sofonias
Panorama do AT - Sofonias
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Jó
Panorama do AT - JóPanorama do AT - Jó
Panorama do AT - Jó
Respirando Deus
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
Os livros de 1 e 2 Reis
Os livros de 1 e 2 ReisOs livros de 1 e 2 Reis
Os livros de 1 e 2 Reis
Alberto Simonton
 
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do AT - Juízes e Rute
Panorama do AT - Juízes e RutePanorama do AT - Juízes e Rute
Panorama do AT - Juízes e Rute
Respirando Deus
 

Mais procurados (20)

Aula 13 - Juízes
Aula 13 - JuízesAula 13 - Juízes
Aula 13 - Juízes
 
Panorama do AT - Esdras
Panorama do AT - EsdrasPanorama do AT - Esdras
Panorama do AT - Esdras
 
Ezequiel
EzequielEzequiel
Ezequiel
 
Livro de Juízes Antigo Testamento
Livro de Juízes Antigo TestamentoLivro de Juízes Antigo Testamento
Livro de Juízes Antigo Testamento
 
Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2
 
Panorama do AT - Obadias
Panorama do AT - ObadiasPanorama do AT - Obadias
Panorama do AT - Obadias
 
15. O Livro de I Reis
15. O Livro de I Reis15. O Livro de I Reis
15. O Livro de I Reis
 
O Livro de Esdras
O Livro de EsdrasO Livro de Esdras
O Livro de Esdras
 
34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias
 
42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias
 
18. O Livro de I Crônicas
18. O Livro de I Crônicas18. O Livro de I Crônicas
18. O Livro de I Crônicas
 
19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas
 
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
 
O livro dos Juízes
O livro dos JuízesO livro dos Juízes
O livro dos Juízes
 
Panorama do AT - Sofonias
Panorama do AT - SofoniasPanorama do AT - Sofonias
Panorama do AT - Sofonias
 
Panorama do AT - Jó
Panorama do AT - JóPanorama do AT - Jó
Panorama do AT - Jó
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel
 
Os livros de 1 e 2 Reis
Os livros de 1 e 2 ReisOs livros de 1 e 2 Reis
Os livros de 1 e 2 Reis
 
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
 
Panorama do AT - Juízes e Rute
Panorama do AT - Juízes e RutePanorama do AT - Juízes e Rute
Panorama do AT - Juízes e Rute
 

Destaque

Estudo do livro de juízes
Estudo do livro de juízesEstudo do livro de juízes
Estudo do livro de juízes
raianderson santos silva
 
Livros Históricos
Livros  HistóricosLivros  Históricos
Livros Históricos
Moisés Sampaio
 
45 Estudo Panorâmico da Bíblia (Juízes)
45   Estudo Panorâmico da Bíblia (Juízes)45   Estudo Panorâmico da Bíblia (Juízes)
45 Estudo Panorâmico da Bíblia (Juízes)
Robson Tavares Fernandes
 
Livros históricos aula 2
Livros  históricos aula 2Livros  históricos aula 2
Livros históricos aula 2
Moisés Sampaio
 
Juízes 21 - Sumário - ppt
Juízes 21 - Sumário - pptJuízes 21 - Sumário - ppt
Juízes 21 - Sumário - ppt
Jael Eneas Araujo
 
1º Aula de Livros Históricos do Antigo Testamento
1º Aula de Livros Históricos do Antigo Testamento1º Aula de Livros Históricos do Antigo Testamento
1º Aula de Livros Históricos do Antigo Testamento
Jefferson Evangelista
 
Livros históricos aula 3
Livros  históricos aula 3Livros  históricos aula 3
Livros históricos aula 3
Moisés Sampaio
 
Introd. livros historicos
Introd. livros historicosIntrod. livros historicos
Introd. livros historicos
mbrandao7
 
8ª Aula - Livros historicos do antigo testamento
8ª Aula - Livros historicos do antigo testamento8ª Aula - Livros historicos do antigo testamento
8ª Aula - Livros historicos do antigo testamento
Jefferson Evangelista
 
Historia de israel aula 12 e 13 período dos juízes e reino unido
Historia de israel aula 12 e 13 período dos juízes e reino unidoHistoria de israel aula 12 e 13 período dos juízes e reino unido
Historia de israel aula 12 e 13 período dos juízes e reino unido
RICARDO CARDOSO
 
14. o livro de ii samuel
14. o livro de ii samuel14. o livro de ii samuel
14. o livro de ii samuel
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
12. O Livro de Rute
12. O Livro de Rute12. O Livro de Rute
O livro de rute
O livro de ruteO livro de rute
O livro de rute
mbrandao7
 
Debora
DeboraDebora
Debora
Riva Davio
 
Juízes - parte I
Juízes - parte IJuízes - parte I
Juízes - parte I
Clube_Santo
 
Espiritismo e estudos bíblicos juizes final
Espiritismo e estudos bíblicos juizes finalEspiritismo e estudos bíblicos juizes final
Espiritismo e estudos bíblicos juizes final
LUCAS CANAVARRO
 
Os livros de 1 e 2 Samuel
Os livros de 1 e 2 SamuelOs livros de 1 e 2 Samuel
Os livros de 1 e 2 Samuel
Alberto Simonton
 
44 Estudo Panorâmico da Bíblia (Josué)
44   Estudo Panorâmico da Bíblia (Josué)44   Estudo Panorâmico da Bíblia (Josué)
44 Estudo Panorâmico da Bíblia (Josué)
Robson Tavares Fernandes
 
Pentateuco
PentateucoPentateuco
Pentateuco
Rogério Nunes
 

Destaque (19)

Estudo do livro de juízes
Estudo do livro de juízesEstudo do livro de juízes
Estudo do livro de juízes
 
Livros Históricos
Livros  HistóricosLivros  Históricos
Livros Históricos
 
45 Estudo Panorâmico da Bíblia (Juízes)
45   Estudo Panorâmico da Bíblia (Juízes)45   Estudo Panorâmico da Bíblia (Juízes)
45 Estudo Panorâmico da Bíblia (Juízes)
 
Livros históricos aula 2
Livros  históricos aula 2Livros  históricos aula 2
Livros históricos aula 2
 
Juízes 21 - Sumário - ppt
Juízes 21 - Sumário - pptJuízes 21 - Sumário - ppt
Juízes 21 - Sumário - ppt
 
1º Aula de Livros Históricos do Antigo Testamento
1º Aula de Livros Históricos do Antigo Testamento1º Aula de Livros Históricos do Antigo Testamento
1º Aula de Livros Históricos do Antigo Testamento
 
Livros históricos aula 3
Livros  históricos aula 3Livros  históricos aula 3
Livros históricos aula 3
 
Introd. livros historicos
Introd. livros historicosIntrod. livros historicos
Introd. livros historicos
 
8ª Aula - Livros historicos do antigo testamento
8ª Aula - Livros historicos do antigo testamento8ª Aula - Livros historicos do antigo testamento
8ª Aula - Livros historicos do antigo testamento
 
Historia de israel aula 12 e 13 período dos juízes e reino unido
Historia de israel aula 12 e 13 período dos juízes e reino unidoHistoria de israel aula 12 e 13 período dos juízes e reino unido
Historia de israel aula 12 e 13 período dos juízes e reino unido
 
14. o livro de ii samuel
14. o livro de ii samuel14. o livro de ii samuel
14. o livro de ii samuel
 
12. O Livro de Rute
12. O Livro de Rute12. O Livro de Rute
12. O Livro de Rute
 
O livro de rute
O livro de ruteO livro de rute
O livro de rute
 
Debora
DeboraDebora
Debora
 
Juízes - parte I
Juízes - parte IJuízes - parte I
Juízes - parte I
 
Espiritismo e estudos bíblicos juizes final
Espiritismo e estudos bíblicos juizes finalEspiritismo e estudos bíblicos juizes final
Espiritismo e estudos bíblicos juizes final
 
Os livros de 1 e 2 Samuel
Os livros de 1 e 2 SamuelOs livros de 1 e 2 Samuel
Os livros de 1 e 2 Samuel
 
44 Estudo Panorâmico da Bíblia (Josué)
44   Estudo Panorâmico da Bíblia (Josué)44   Estudo Panorâmico da Bíblia (Josué)
44 Estudo Panorâmico da Bíblia (Josué)
 
Pentateuco
PentateucoPentateuco
Pentateuco
 

Semelhante a O livro de juízes

PANORAMA_DO_AT_4.ppt
PANORAMA_DO_AT_4.pptPANORAMA_DO_AT_4.ppt
PANORAMA_DO_AT_4.ppt
Lisanro Cronje
 
O livro de Josué
O livro de JosuéO livro de Josué
O livro de Josué
Alberto Simonton
 
O livro de josué
O livro de josuéO livro de josué
O livro de josué
mbrandao7
 
A Falta que Faz um Líder.pdf
 A Falta que Faz um Líder.pdf A Falta que Faz um Líder.pdf
A Falta que Faz um Líder.pdf
JooAlbertoSoaresdaSi
 
Comentário: 34° Domingo do Tempo Comum - Ano B
Comentário: 34° Domingo do Tempo Comum - Ano BComentário: 34° Domingo do Tempo Comum - Ano B
Comentário: 34° Domingo do Tempo Comum - Ano B
José Lima
 
Josué
JosuéJosué
Josue seminario 6
Josue seminario 6Josue seminario 6
Josue seminario 6
Elisa Schenk
 
Amós estudo 01 -
Amós   estudo 01 -Amós   estudo 01 -
Amós estudo 01 -
Joao Franca
 
O Livro dos Juizes
O Livro dos JuizesO Livro dos Juizes
O Livro dos Juizes
Élida Rolim
 
Lição 06 jonas - a misericórdia divina
Lição 06   jonas - a misericórdia divinaLição 06   jonas - a misericórdia divina
Lição 06 jonas - a misericórdia divina
cledsondrumms
 
Lição 04 amós - a justiça social como parte da adoração.doc
Lição 04   amós - a justiça social como parte da adoração.docLição 04   amós - a justiça social como parte da adoração.doc
Lição 04 amós - a justiça social como parte da adoração.doc
cledsondrumms
 
Bianco tributos na biblia
Bianco tributos na bibliaBianco tributos na biblia
Bianco tributos na biblia
Erivaldo Ramos hipertrofia
 
Livros históricos
Livros históricosLivros históricos
Livros históricos
Victor Santos
 
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
Nelson Pereira
 
Lição 10 sofonias - o juízo vindouro
Lição 10   sofonias - o juízo vindouroLição 10   sofonias - o juízo vindouro
Lição 10 sofonias - o juízo vindouro
cledsondrumms
 
Juizes 4
Juizes 4Juizes 4
Juizes 4
Wagno Jesus
 
Amós (moody)
Amós (moody)Amós (moody)
Amós (moody)
leniogravacoes
 
Lição 01- Conhecendo o Livro de Isaías
Lição 01- Conhecendo o Livro de IsaíasLição 01- Conhecendo o Livro de Isaías
Lição 01- Conhecendo o Livro de Isaías
Maxsuel Aquino
 
EBD - SAMUEL - Aula 2 - 04.06.2023.pptx
EBD - SAMUEL - Aula 2 - 04.06.2023.pptxEBD - SAMUEL - Aula 2 - 04.06.2023.pptx
EBD - SAMUEL - Aula 2 - 04.06.2023.pptx
DouglasMoraes54
 
5. fenícios, persas e hebreus
5. fenícios, persas e hebreus5. fenícios, persas e hebreus
5. fenícios, persas e hebreus
batotario
 

Semelhante a O livro de juízes (20)

PANORAMA_DO_AT_4.ppt
PANORAMA_DO_AT_4.pptPANORAMA_DO_AT_4.ppt
PANORAMA_DO_AT_4.ppt
 
O livro de Josué
O livro de JosuéO livro de Josué
O livro de Josué
 
O livro de josué
O livro de josuéO livro de josué
O livro de josué
 
A Falta que Faz um Líder.pdf
 A Falta que Faz um Líder.pdf A Falta que Faz um Líder.pdf
A Falta que Faz um Líder.pdf
 
Comentário: 34° Domingo do Tempo Comum - Ano B
Comentário: 34° Domingo do Tempo Comum - Ano BComentário: 34° Domingo do Tempo Comum - Ano B
Comentário: 34° Domingo do Tempo Comum - Ano B
 
Josué
JosuéJosué
Josué
 
Josue seminario 6
Josue seminario 6Josue seminario 6
Josue seminario 6
 
Amós estudo 01 -
Amós   estudo 01 -Amós   estudo 01 -
Amós estudo 01 -
 
O Livro dos Juizes
O Livro dos JuizesO Livro dos Juizes
O Livro dos Juizes
 
Lição 06 jonas - a misericórdia divina
Lição 06   jonas - a misericórdia divinaLição 06   jonas - a misericórdia divina
Lição 06 jonas - a misericórdia divina
 
Lição 04 amós - a justiça social como parte da adoração.doc
Lição 04   amós - a justiça social como parte da adoração.docLição 04   amós - a justiça social como parte da adoração.doc
Lição 04 amós - a justiça social como parte da adoração.doc
 
Bianco tributos na biblia
Bianco tributos na bibliaBianco tributos na biblia
Bianco tributos na biblia
 
Livros históricos
Livros históricosLivros históricos
Livros históricos
 
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
 
Lição 10 sofonias - o juízo vindouro
Lição 10   sofonias - o juízo vindouroLição 10   sofonias - o juízo vindouro
Lição 10 sofonias - o juízo vindouro
 
Juizes 4
Juizes 4Juizes 4
Juizes 4
 
Amós (moody)
Amós (moody)Amós (moody)
Amós (moody)
 
Lição 01- Conhecendo o Livro de Isaías
Lição 01- Conhecendo o Livro de IsaíasLição 01- Conhecendo o Livro de Isaías
Lição 01- Conhecendo o Livro de Isaías
 
EBD - SAMUEL - Aula 2 - 04.06.2023.pptx
EBD - SAMUEL - Aula 2 - 04.06.2023.pptxEBD - SAMUEL - Aula 2 - 04.06.2023.pptx
EBD - SAMUEL - Aula 2 - 04.06.2023.pptx
 
5. fenícios, persas e hebreus
5. fenícios, persas e hebreus5. fenícios, persas e hebreus
5. fenícios, persas e hebreus
 

Mais de mbrandao7

Os livros de Esdras e Neemias
Os livros de Esdras e NeemiasOs livros de Esdras e Neemias
Os livros de Esdras e Neemias
mbrandao7
 
Os livros de crônicas
Os livros de crônicasOs livros de crônicas
Os livros de crônicas
mbrandao7
 
2012 a relevância da bíblia no contexto pós-moderno
2012   a relevância da bíblia no contexto pós-moderno2012   a relevância da bíblia no contexto pós-moderno
2012 a relevância da bíblia no contexto pós-moderno
mbrandao7
 
Os livros de samuel
Os livros de samuelOs livros de samuel
Os livros de samuel
mbrandao7
 
OS LIVROS DE SAMUEL
OS LIVROS DE SAMUELOS LIVROS DE SAMUEL
OS LIVROS DE SAMUEL
mbrandao7
 
O livro de rute
O livro de ruteO livro de rute
O livro de rute
mbrandao7
 
O livro de juízes
O livro de juízesO livro de juízes
O livro de juízes
mbrandao7
 
O livro de deuteronômio
O livro de deuteronômioO livro de deuteronômio
O livro de deuteronômio
mbrandao7
 
5. levítico
5. levítico5. levítico
5. levítico
mbrandao7
 
4. êxodo
4. êxodo4. êxodo
4. êxodo
mbrandao7
 
3. gênesis
3. gênesis3. gênesis
3. gênesis
mbrandao7
 
2. apresentação
2. apresentação2. apresentação
2. apresentação
mbrandao7
 
1. Apêndice
1. Apêndice1. Apêndice
1. Apêndice
mbrandao7
 

Mais de mbrandao7 (13)

Os livros de Esdras e Neemias
Os livros de Esdras e NeemiasOs livros de Esdras e Neemias
Os livros de Esdras e Neemias
 
Os livros de crônicas
Os livros de crônicasOs livros de crônicas
Os livros de crônicas
 
2012 a relevância da bíblia no contexto pós-moderno
2012   a relevância da bíblia no contexto pós-moderno2012   a relevância da bíblia no contexto pós-moderno
2012 a relevância da bíblia no contexto pós-moderno
 
Os livros de samuel
Os livros de samuelOs livros de samuel
Os livros de samuel
 
OS LIVROS DE SAMUEL
OS LIVROS DE SAMUELOS LIVROS DE SAMUEL
OS LIVROS DE SAMUEL
 
O livro de rute
O livro de ruteO livro de rute
O livro de rute
 
O livro de juízes
O livro de juízesO livro de juízes
O livro de juízes
 
O livro de deuteronômio
O livro de deuteronômioO livro de deuteronômio
O livro de deuteronômio
 
5. levítico
5. levítico5. levítico
5. levítico
 
4. êxodo
4. êxodo4. êxodo
4. êxodo
 
3. gênesis
3. gênesis3. gênesis
3. gênesis
 
2. apresentação
2. apresentação2. apresentação
2. apresentação
 
1. Apêndice
1. Apêndice1. Apêndice
1. Apêndice
 

Último

IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 

Último (20)

IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 

O livro de juízes

  • 1. O livro de Juízes Ciclos de fracasso e apostasia sem um líder nacional
  • 2. Autoria Título O título “Juízes” (Shophetim) é devido aos líderes levantados intermitentemente por Deus, para que houvesse liderança em épocas de emergência durante o período que vai de Josué até o reinado de Saul. O nome “Juízes” descreve 2 funções desses líderes: Livrar o povo dos seus opressores, na função de líder militar. Resolver disputas e defender a justiça, na função de líder civil.
  • 3. Autor O livro é anônimo, mas a tradição judaica o atribui a Samuel por diversas razões. Ele era escritor e educador (1 Sm. 10.25). A ênfase dada à tribo de Benjamim sugere a época do rei Saul, quando Samuel ainda julgava, antes de o nome da cidade de Jebus ter sido mudado para “Jerusalém” (Juízes 1.21; 19.10).
  • 4. Cenário Histórico Data – 1375 – 1075 a.C. O livro de Juízes é o único que registra um longo período da história de Israel. Descreve 3 guerras civis, 7 opressões de inimigos, 7 guerras de libertação, magistraturas pacíficas e uma malsucedida de Sansão, que quase terminou com os filisteus assumindo o controle.
  • 5. Estado da Nação Após a morte de Josué, Israel ficou sem um líder nacional por mais de 300 anos. As tribos mostravam-se independente e cada indivíduo era uma lei perante si mesmo. O Senhor levantou juízes para livrá-los dos inimigos e defender a justiça civil. Esse período foi onde o Senhor testou a nação para ver como ela guardaria a sua aliança num ambiente pagão e idólatra (3.1-5). O livro contrasta com o tempo de Josué. (17.6). Se não fosse as misericórdias do Senhor, a nação teria afundado na idolatria.
  • 6. Objetivo do Livro Preservar um registro do caráter de Israel durante o tempo em que este não tinha um líder nacional, e enfatizar sua necessidade de um rei teocrático.
  • 7. Esboço de Juízes RAZÕES PRINCIPAIS DA APOSTASIA DE ISRAEL .... 1-3 Fracasso militar na conquista da terra ........... 1.1-2.9 Fracasso religioso na guarda da lei ................ 2.9-3.6 CICLOS DE APOSTASIA EM ISRAEL ..................... 3-16 Ciclos de reincidência, ruína, arrependimento, restauração e trégua Apostasia e Opressão pela Mesopotâmia ...... 3.7-11 Livramento por Otniel de Judá Apostasia e Opressão pelos Moabitas ........ 3.12-30 Livramento por Eúde de Benjamim Apostasia e Opressão pelos filisteus ................ 3.31 Livramento por Sangar de Judá
  • 8. Apostasia e Opressão pelos Cananeus ....................... 4-5 Livramento por Débora e Baraque Apostasia e Opressão pelos Midianitas .................... 6-8 Livramento por Gideão Apostasia e o rei usurpador Abimeleque ..................... 9 Livramento por uma mulher anônima Apostasia e Opressão pelos Amonitas .................... 10-12 Livramento por Jefté Apostasia e Opressão pelos filisteus ....................... 13-16 Tentativa de livramento por Sansão, de Dã MAIS EXEMPLOS CALAMITOSOS DA APOSTASIA DE ISRAEL ..17-21 Idolatria de Dã e migração para o norte na época de um neto de Moisés ................................................................................ 17-18 Imoralidade de Benjamim e a sua quase extinção na época de um neto de Arão ...................................................................... 19-21
  • 9.  
  • 10. Contribuições singulares de Juízes Motivo do Julgamento. Juízes retrata as maldições da desobediência. Juízes, é pleno de derrotas. Embora os maiores trechos do livro sejam de descanso e paz depois do arrependimento, a ênfase está nas consequências inevitáveis da idolatria.
  • 11. Necessidade de um rei para Israel (17.6; 18.1; 19.1; 21.25) Esta necessidade é relatada com clareza nos capítulos 1-16, e é afirmada 4 vezes na parte final. Deus sempre quis ajudá-los mostrando que deveriam reconhecer que alguém deveria liderá-los e que manifestassem a escolha da aliança com o Senhor como seu Rei teocrático.
  • 12. Nova instalação; Dã apostata (17-18) . Em vez de conquistar o país montanhoso dos filisteus com a ajuda de Deus, essa meia tribo procurou uma vida mais fácil no extremo norte com seus “homens valentes”. A valentia transformou-se em violência e a tribo toda voltou-se para a idolatria. Mas tarde os Assírios os levariam em cativeiro. Sansão, da tribo de Dã, como os demais viveram para a idolatria , seus próprios apetites e violência.
  • 13. Benjamim: A tribo caçula quase perdida (19-21) Logo depois da época de Josué, houve um “holocausto” de proproções gigantescas, quase pondo por fim a tribo de Benjamim. Algumas Lições: A recusa em disciplinar jovens trouxe a sodomia, motivo de destruição de Sodoma. A posição defensiva quando se trata de iniquidade, em vez de enfrentá-la com arrependimento. A demonstração da graça de Deus, permitindo um novo começo.
  • 14. Desse grupo remanescente que havia caído, vieram líderes, tais como: Eúde – o juiz Saul – o primeiro rei Paulo de Tarso – o apóstolo Os 2 desastres envolvendo Dã e Benjamim têm algumas semelhanças notáveis: Ambas as histórias começam com um levita vindo de Belém; Uma envolve um neto de Moisés (Jonatas) e a outra, um neto de Arão (Finéias); Nas duas histórias, um grupo de 600 homens teve um novo começo; Ambas as tribos mostraram o rápido aumento de violência em Israel logo que ficaram sem líder; A graça de Deus permitiu que um poderoso herói se levantasse de cada uma dessas tribos no fim do período, a fim de livrar o povo das mãos dos filisteus. Ambos falharam por terem sido levados pelas paixões em vez de seus princípios (Sansão e Saul)
  • 15. Lã de Gideão (6.37-40) Como Josué ( e Jefté, mais tarde), Gideão foi um grande descendente de José. Sua vitória sobre os midianitas foi talvez a mais espetacular dentre os juízes. Sem falar dos preparativos, encontro especial com Deus, sua grande humildade, milagres realizados (6.13-21).
  • 16. Lã de Gideão (6.37-40) Como Josué ( e Jefté, mais tarde), Gideão foi um grande descendente de José. Sua vitória sobre os midianitas foi talvez a mais espetacular dentre os juízes. Sem falar dos preparativos, encontro especial com Deus, sua grande humildade, milagres realizados (6.13-21).
  • 17. Voto insensato de Jefté (11.29-40) Está registrado que o Espírito do Senhor veio sobre 4 juízes (Otniel, Gideão, Jefté e Sansão). A história de Jefté é importante por 3 razões: Sua designação, mesmo sendo um proscrito Seu argumento com os amonitas, reivindicando a Transjordania como dádiva do Senhor Seu voto de oferenda a Deus. Ele realmente ofereceu a sua filha como “oferta pelo holocausto” (11.31)
  • 18. Romance trágico de Sansão (13-16) Sansão foi o juiz mais singularmente dotado e o único nazireu identificado no A.T. Como Isaque, Samuel, João Batista e Jesus, seu nascimento foi predito por um anjo. Foi lhe dada a grande dádiva da força especificamente para livrar Israel dos filisteus. Foi o único juiz que falhou em sua missão e teve um fim trágico. Seu fracasso é atribuído a dois fatores: Vivia pelas paixões em vez de pelos princípios nazireus. 3 mulheres filisteias o seduziram. Suas façanhas libidinosas o fizeram perder de vista sua missão real para com o Senhor. Embora pela fé tenha fechado “boca de leões” (Hb. 11.32-33), ele só atacou os filisteus quando estes interferiram em seus prazeres.
  • 19. Cristo em Juízes A falta de um rei ou líder nacional em Israel para unificá-lo como uma real nação teocrática. O livro de Juízes é uma preparação para a vinda de Davi, mas também para a vinda do próprio Messias. Os juízes sobre os quais veio o Espírito poderiam prenunciar a vinda do Senhor, especialmente na sua função futura de Juiz justo quando julgar o seu povo, destruir os inimigos e trouxer justiça para a nação.