SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Universidade de São Paulo
Escola de Comunicações e Artes
Departamento de Biblioteconomia e Documentação
O bibliotecário e a
editoração de periódicos
científicos:
fazeres e competências
Discente: Solange Alves Santana
Orientador: Prof. Dr. Marivalde Moacir Francelin
Trabalho de Conclusão de Curso
São Paulo
2015
TÓPICOS
Objetivo geral
Objetivos específicos
Introdução
Metodologia
Principais Resultados
Discussão
Considerações finais
Recomendações
Analisar o contexto de atuação do
bibliotecário em equipes de produção
editorial de periódicos científicos.
OBJETIVO GERAL
• Identificar, com base nos resultados obtidos, as funções e
atividades exercidas pelos bibliotecários no âmbito das
equipes de produção editorial de periódicos científicos.
• Verificar se há predominância de atividades e funções
exercidas pelo bibliotecário.
• Identificar áreas profissionais que se relacionam à atuação do
bibliotecário no âmbito das equipes de produção editorial.
• Verificar quais competências são requeridas do bibliotecário
para atuação nas equipes de produção editorial.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
INTRODUÇÃO
A editoração científica configura-se como um conjunto de processos e
atividades multidisciplinares no âmbito da comunicação científica, em
que profissionais de diferentes áreas estão envolvidos, entre eles, o
bibliotecário.
Esse cenário motivou a realização do estudo, no qual se busca
compreender como se dá, no contexto atual, a atuação do bibliotecário
em equipes editoriais científicas, mais precisamente, em equipes de
produção editorial de periódicos científicos.
INTRODUÇÃO
Cumpre destacar que o principal objetivo da atividade científica é a
produção do conhecimento e, para tanto, é imprescindível sua difusão
entre os pares e à sociedade para que possam usufruir dos benefícios
advindos do conhecimento gerado.
A comunicação, segundo Meadows (1999, p. vii), “[...] situa-se no próprio
coração da ciência. É para ela tão vital quanto a própria pesquisa, pois a
esta não cabe reivindicar com legitimidade este nome enquanto não
houver sido analisada e aceita pelos pares. Isso exige, necessariamente,
que seja comunicada.”
Nesse contexto, o periódico científico se constitui como um dos
principais canais de comunicação formal adotados por pesquisadores
para divulgar resultados de pesquisa gerados nas diferentes áreas do
conhecimento.
Periódicos científicos
De acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (2003), uma publicação
periódica científica é:
Um dos tipos de publicações seriadas, que se apresenta sob a forma de revista,
boletim, anuário etc., editada em fascículos com designação numérica e/ou
cronológica, em intervalos pré-fixados (periodicidade), por tempo
indeterminado, com a colaboração, em geral, de diversas pessoas, tratando de
assuntos diversos, dentro de uma política editorial definida, e que é objeto de
Número Internacional Normalizado (ISSN). (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE
NORMAS TÉCNICAS, 2003, p. 2)
Periódicos científicos
Os periódicos pioneiros surgiram, na Europa, na segunda metade do século XVII.
Philosophical Transactions of the Royal Society of London
Publicado em março de 1665.
Le Journal des Sçavans
Publicado em 05 de janeiro de 1665.
No cenário atual, o periódico científico se impõe como um dos canais de
comunicação científica mais utilizados. Dentre as vantagens apontadas estão
a autoria múltipla, a periodicidade prefixada, o processo de avaliação por
pares, entre outras. Nesse sentido, Población et al. (2011, p. 11) apontam
que
As revistas científicas são as bases mais ágeis e melhor consideradas
no meio científico como veículo próprio para veiculação do
conhecimento científico embora, em algumas áreas do conhecimento
os livros persistam como o básico. Dada a importância, variedade de
tipos e níveis, como suporte em papel, CD ou on-line, não é de
admirar que instituições, organismos e pesquisadores de todas as
áreas estejam dedicando parte substancial de seu tempo a pesquisar
as revistas científicas de vários prismas, bem como o contexto de
financiamento, produção, divulgação, visibilidade, conteúdo etc.
Periódicos científicos
Equipes editoriais
• Para que os periódicos científicos existam é necessário criar
condições para que cumpram suas funções de registro, arquivo e
memória. Dentre essas condições, observa-se o estabelecimento de
uma equipe editorial.
• Segundo Valerio (1994), cabe à equipe editorial a organização, a
condução e o controle dos fluxos e processos editoriais, bem
como, o acompanhamento do desempenho do periódico enquanto
veículo de comunicação da comunidade científica.
Equipes editoriais
A estrutura da equipe editorial dos periódicos científicos, via de regra,
é constituída pela comissão científica (ou corpo editorial) e pela equipe de
produção editorial, responsável por questões técnico-administrativas e de
pós-produção dos manuscritos (VALERIO, 1994).
Nota: Elaborado pela autora.
Figura 1 - Relação entre comissão científica e equipe de produção editorial
Atuação dos bibliotecários
em equipes editoriais
O bibliotecário atualmente possui distintas possibilidades de atuação nas equipes
editoriais, dada a sua formação interdisciplinar, suas habilidades e competências.
Ao considerarmos os profissionais, em âmbito geral, ligados a este processo,
traçamos um pouco do perfil do bibliotecário relacionando-o às atividades que
estaria apto a exercer considerando o domínio das tecnologias e os
conhecimentos advindos da profissão, integrando-se assim aos afazeres
editoriais científicos. (MAIMONE; TÁLAMO, 2008, p. 309)
Nesse sentido, Gonçalves, Ramos e Castro (2006) apontam que a contribuição do
bibliotecário na publicação de periódicos científicos é um processo muito complexo,
que consiste em uma série de tarefas especializadas executadas por especialistas de
diversas áreas.
METODOLOGIA
• O estudo é de caráter exploratório-descritivo.
• O referencial teórico básico para o levantamento de
hipóteses foi constituído com base em dois estudos:
Maimone e Tálamo (2008) e Funaro, Ramos e Hespanha
(2012) que tratam da atuação de bibliotecários em equipes
editoriais.
METODOLOGIA
Constituída por 99 periódicos científicos, correntes, selecionados no
Portal de Revistas USP (www.revistas.usp.br).
Amostra
Instrumento de
Coleta de Dados
Tratamento dos
Dados
A) Levantamento no Portal de Revistas USP e Sites dos Periódicos
- Levantamento da composição das equipes editoriais no Portal de
Revistas USP e nos sites oficiais dos periódicos selecionados.
- O levantamento foi realizado no período de 20 de março a 23 de abril
de 2015.
B) Questionário
- Composto por quatro questões fechadas e um campo para
comentários. O questionário foi enviado por e-mail aos 99 editores
responsáveis pelos periódicos selecionados.
Os dados coletados foram tratados e tabulados em planilhas
Microsoft Excel®.
No que diz respeito às atividades desempenhadas por bibliotecários, foi possível
identificar 10 categorias de atividades ou funções no levantamento realizado no
Portal e sites dos periódicos.
Em relação aos editores, todas as 13 atividades sugeridas no questionário foram
assinaladas pelos respondentes e ainda outras cinco foram indicadas por meio da
opção “Outros”, existente no questionário.
Em relação ao item “Outros” do questionário, foram indicadas cinco atividades:
• Desenvolvimento de projetos (e prestação de contas) para captação de verba junto aos apoiadores
de revistas científicas no Brasil
• Retorno de algumas demandas e pendências institucionais-burocráticas
• Ficha catalográfica
• Assessoria aos vários Editores
• Busca de indexações para o periódico
Dentre as opções de atividades sugeridas no questionário, os 20 editores que
indicaram a presença de bibliotecários assinalaram em média cinco atividades.
PRINCIPAIS RESULTADOS
Administração
 Apoio técnico e administrativo
 Assessoria aos autores e
pareceristas
 Assessoria técnica
 Desenvolvimento de projetos
 Divulgação ao público
 Equipe técnica
 Editora executiva
 Elaboração de relatórios
 Elaboração de análises métricas
 Gerenciamento de redes sociais
 Prestação de contas
 Assistente editorial
 Diagramação
 Edição de texto
 Gerenciamento do fluxo
editorial
 Produção editorial
 Revisão textual
 Secretaria de edições
Editoração
Biblioteconomia
 Bibliotecário
 Ficha catalográfica
 Indexação
 Normalização / Normalização
técnica
 Marcação / Conversão XML
 Manutenção do site do
periódico
 Organização e gerenciamento
de bases de dados virtuais
TecnologiadaInformação
Quadro 1 - Agrupamento das atividades e funções identificadas por campo de atuação
profissional
Nota: Elaborado pela autora.
Os bibliotecários
identificados desenvolvem
atividades e desempenham
funções ligadas não somente
à Biblioteconomia, mas
também a diferentes áreas
de atuação profissional
como Administração,
Editoração, Tecnologia da
informação.
Áreas profissionais
correlacionadas
DISCUSSÃO
DISCUSSÃO
Segundo Zafirian (2008) competência profissional é uma combinação de
conhecimentos, de saber-fazer, de experiências e comportamentos que se exerce em
um contexto preciso.
Com base no levantamento das atividades e funções exercidas por bibliotecários nas
equipes editoriais (Quadro 1) e no levantamento de Maimone e Tálamo (2008) acerca
das competências do profissional da informação indicadas na Classificação Brasileira
de Ocupações - CBO (BRASIL, 2002), indicamos no Quadro 2 as competências
requeridas do bibliotecário no âmbito das equipes de produção editorial.
Competências do bibliotecário para atuação nas equipes editoriais
DISCUSSÃO
Quadro 2 - Competências do profissional da informação, suas correspondências no núcleo de competências exigidas pelas
organizações e pelas equipes de produção editorial
Competências do Profissional da Informação na
Classificação Brasileira de Ocupações (CBO)
Competências requeridas pelas
organizações
Competências requeridas pelas
equipes de produção editorial
01 Manter-se atualizado Disposição para mudanças Interação com novas tecnologias
02 Liderar equipes Liderança Liderança
03 Trabalhar em equipe e em rede Afetividade + sociabilidade
Afetividade + sociabilidade +
trabalho cooperativo com equipes
multidisciplinares e periódicos
04 Demonstrar capacidade de análise e síntese Análise e síntese / Avaliação Análise e síntese / Avaliação
05 Demonstrar conhecimento de outros idiomas Comunicação
Comunicação + tradução /
Atendimento de autores, editores
e revisores em outros idiomas /
Disponibilização dos artigos em
outros idiomas
06 Demonstrar capacidade de comunicação Comunicação Comunicação / Divulgação
07 Demonstrar capacidade de negociação Negociação
Negociação / Elaboração de
orçamentos
Continua
Competências do Profissional da Informação na
Classificação Brasileira de Ocupações (CBO)
Competências requeridas pelas
organizações
Competências requeridas pelas
equipes de produção editorial
08 Agir com ética Ética ou liderança Ética e liderança
09 Demonstrar senso de organização Organização e planejamento
Organização e planejamento /
Visão estratégica
10 Demonstrar capacidade empreendedora Realização
Investimento em outras formas
de disponibilização da informação
científica periódica
11 Demonstrar raciocínio lógico
Criatividade + outras capacidades
cognitivas
Criatividade + outras capacidades
cognitivas
12 Demonstrar capacidade de concentração Atenção / Priorização Atenção / Priorização
13 Demonstrar pró-atividade Antecipar ameaças Antecipar ameaças
14 Demonstrar criatividade Flexibilidade / Criatividade Flexibilidade / Criatividade
DISCUSSÃO
Fonte: Adaptado de Maimone e Tálamo (2008, p. 313)
Continuação
Principais competências
Dentre as competências indicadas, destacam-se:
• trabalho cooperativo com equipes multidisciplinares
• comunicação/divulgação
• interação com novas tecnologias
• investimento em outras formas de disponibilização da informação científica
periódica
A análise das competências requeridas do bibliotecário nas equipes editoriais
demonstra que esse profissional, bem como a área de atuação, estão em
convergência com as competências requeridas pelas organizações de um modo em
geral, ou seja, além de ter domínio de conhecimentos específicos, o bibliotecário deve
primar por uma formação ampla, continuada e pautada pela interdisciplinaridade.
DISCUSSÃO
• A atuação do bibliotecário nas equipes de produção editorial apresenta
caráter multi e interdisciplinar. Foi possível identificar uma gama de
atividades e funções desempenhadas por bibliotecários ligada tanto à sua
área de formação - Biblioteconomia e Ciência da Informação - quanto a
diferentes áreas de atuação profissional, como administração, editoração,
tecnologia da informação, todas elas inter-relacionadas.
• Nota-se uma diversidade e complexidade nas atividades e funções
exercidas. Cumpre destacar que a atuação do bibliotecário na área de
editoração científica vem assumindo novas características e nuances, não
permanecendo restrita às atividades tradicionalmente ligadas aos
bibliotecários.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
CONSIDERAÇÕES FINAIS
• São requeridas do bibliotecário competências relacionadas a
capacidade de trabalho cooperativo com equipes multidisciplinares,
interação com novas tecnologias, liderança e comunicação e, diante de
tais exigências, reitera-se a necessidade de aprimoramento contínuo do
bibliotecário, a fim de ampliar seus conhecimentos e desenvolver
competências necessárias ao exercício profissional.
• As conclusões desse estudo convergem para um potencial aumento da
inserção do bibliotecário no campo da editoração científica, dada a
necessidade premente de profissionalização das equipes editoriais.
Observa-se um fecundo espaço de atuação para o bibliotecário na área de
editoração científica. No entanto, dada a escassez de trabalhos sobre o tema,
evidencia-se a necessidade de estudos que tratem de questões referentes a:
• a demanda de bibliotecários nas equipes editoriais
• a visibilidade profissional do bibliotecário no âmbito das equipes
• a formação e qualificação profissional, a fim compreender como e onde
os bibliotecários buscam se qualificar
• os currículos e sua relação com o mercado da editoração científica
RECOMEDAÇÕES
REFERÊNCIAS
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6022: apresentação de artigo em publicação periódica científica impressa. Rio de
Janeiro: ABNT, 2003.
BRASIL. Ministério do Trabalho e do Emprego. Classificação Brasileira de Ocupações. 2. ed. Brasília: MTE, 2002. Disponível em:
<http://www.mtecbo.gov.br/cbosite/pages/home.jsf>. Acesso: 10 mai. 2015
FUNARO, V. M. B. O.; RAMOS, L. M. V. S. C.; HESPANHA, A. P. S. O papel do bibliotecário frente a revistas científicas. In: SEMINÁRIO
NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 27.,2012, Gramado. Anais... Gramado: SNBU, 2012. p. 1-10. Disponível em:
<http://www.snbu2012.com.br/anais/pdf/4Q6K.pdf>. Acesso em: 16 jan. 2015.
GONÇALVES, A.; RAMOS, L. M. S. V. C.; CASTRO, R. C. F. Revistas científicas: características, funções e critérios de qualidade. In: POBLACION,
D. A.; WITTER, G. P.; SILVA, J. F. M. Comunicação e produção científica: contexto, indicadores, avaliação. São Paulo: Angellara, 2006. p. 163-
190.
MAIMONE, G.; TÁLAMO, M. F. G. M. A atuação do bibliotecário no processo de editoração de periódicos científicos. Revista ACB: Biblioteconomia
em Santa Catarina, v. 13, n. 2, p. 301-321, 2008.
MEADOWS, A. J. A comunicação científica. Brasília: Briquet de Lemos, 1999. 268 p.
POBLACIÓN, D. A.; WITTER, G. P.; RAMOS, L. M. C.; FUNARO, V. O. (org.) Revistas científicas: dos processos tradicionais às perspectivas
alternativas de comunicação. São Paulo: Ateliê Editorial, 2011. 234 p.
SILVA, E. L.; CUNHA, M. V. A formação profissional no século XXI: desafios e dilemas. Ciência da Informação, v. 31, n. 3, p. 77-82, 2002.
VALERIO, P. M. Espelho da ciência: avaliação do Programa Setorial de Publicações em Ciência e Tecnologia da FINEP. Rio de Janeiro, Brasília:
FINEP, IBICT, 1994. 145 p.
ZARIFIAN, P. Objetivo competência: por uma nova lógica. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2008. 198 p.
Muito obrigada!
Solange A. Santana
sol@usp.br
@solangebiblio
Acesse o trabalho na íntegra:
http://pt.slideshare.net/solangebiblio
Universidade de São Paulo
Escola de Comunicações e Artes
Departamento de Biblioteconomia e Documentação
O bibliotecário e a
editoração de periódicos
científicos:
fazeres e competências
Discente: Solange Alves Santana
Orientador: Prof. Dr. Marivalde Moacir Francelin
Trabalho de Conclusão de Curso
São Paulo
2015

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Library Censorship
Library CensorshipLibrary Censorship
Library CensorshipScott Lee
 
Bibliotecas eletrônicas, digitais e virtuais
Bibliotecas eletrônicas, digitais e virtuaisBibliotecas eletrônicas, digitais e virtuais
Bibliotecas eletrônicas, digitais e virtuaisRita De Cássia Figueredo
 
Art 04 controle bibliografico universal
Art 04 controle bibliografico universalArt 04 controle bibliografico universal
Art 04 controle bibliografico universalCintia Borges
 
Translation Services: A Brief Study
Translation Services: A Brief StudyTranslation Services: A Brief Study
Translation Services: A Brief StudySubhajit Panda
 
Library and information science; an evolving profession
Library and information science; an evolving professionLibrary and information science; an evolving profession
Library and information science; an evolving professionAbubakar S. Mama
 
Geographical sources by Aman Kr Kushwaha
Geographical sources by Aman Kr KushwahaGeographical sources by Aman Kr Kushwaha
Geographical sources by Aman Kr KushwahaAMAN KUMAR KUSHWAHA
 
Bibliometrics and its application
Bibliometrics and its applicationBibliometrics and its application
Bibliometrics and its applicationsaurabh kaushik
 
Collection Development policies
Collection Development policiesCollection Development policies
Collection Development policiesSarah Wilkie
 
Serviço processo referencia
Serviço processo referencia Serviço processo referencia
Serviço processo referencia Célia Dias
 
Geographical sources 1
Geographical sources 1Geographical sources 1
Geographical sources 1Iqra tasifali
 
Projeto de pesquisa: problema, objetivo e justifivativa
Projeto de pesquisa: problema, objetivo e justifivativaProjeto de pesquisa: problema, objetivo e justifivativa
Projeto de pesquisa: problema, objetivo e justifivativaLúcia da Silveira
 
Novos produtos e serviços em bibliotecas
Novos produtos e serviços em bibliotecasNovos produtos e serviços em bibliotecas
Novos produtos e serviços em bibliotecasUFSC
 

Mais procurados (20)

Library Censorship
Library CensorshipLibrary Censorship
Library Censorship
 
Financial Management in Libraries
Financial Management in LibrariesFinancial Management in Libraries
Financial Management in Libraries
 
bibliometrics
bibliometricsbibliometrics
bibliometrics
 
Bibliometric study
Bibliometric studyBibliometric study
Bibliometric study
 
O controle bibliografico
O controle bibliograficoO controle bibliografico
O controle bibliografico
 
Bibliotecas eletrônicas, digitais e virtuais
Bibliotecas eletrônicas, digitais e virtuaisBibliotecas eletrônicas, digitais e virtuais
Bibliotecas eletrônicas, digitais e virtuais
 
Art 04 controle bibliografico universal
Art 04 controle bibliografico universalArt 04 controle bibliografico universal
Art 04 controle bibliografico universal
 
Bibliometria
BibliometriaBibliometria
Bibliometria
 
Translation Services: A Brief Study
Translation Services: A Brief StudyTranslation Services: A Brief Study
Translation Services: A Brief Study
 
Estudos Métricos da Informação
Estudos Métricos da InformaçãoEstudos Métricos da Informação
Estudos Métricos da Informação
 
Subject cataloging
Subject catalogingSubject cataloging
Subject cataloging
 
Library and information science; an evolving profession
Library and information science; an evolving professionLibrary and information science; an evolving profession
Library and information science; an evolving profession
 
Geographical sources by Aman Kr Kushwaha
Geographical sources by Aman Kr KushwahaGeographical sources by Aman Kr Kushwaha
Geographical sources by Aman Kr Kushwaha
 
Bibliometrics and its application
Bibliometrics and its applicationBibliometrics and its application
Bibliometrics and its application
 
Collection Development policies
Collection Development policiesCollection Development policies
Collection Development policies
 
Serviço processo referencia
Serviço processo referencia Serviço processo referencia
Serviço processo referencia
 
Geographical sources 1
Geographical sources 1Geographical sources 1
Geographical sources 1
 
Subject cataloging
Subject catalogingSubject cataloging
Subject cataloging
 
Projeto de pesquisa: problema, objetivo e justifivativa
Projeto de pesquisa: problema, objetivo e justifivativaProjeto de pesquisa: problema, objetivo e justifivativa
Projeto de pesquisa: problema, objetivo e justifivativa
 
Novos produtos e serviços em bibliotecas
Novos produtos e serviços em bibliotecasNovos produtos e serviços em bibliotecas
Novos produtos e serviços em bibliotecas
 

Semelhante a O bibliotecário e a editoração de periódicos científicos: fazeres e competências

O bibliotecário e a editoração de periódicos científicos: fazeres e competências
O bibliotecário e a editoração de periódicos científicos: fazeres e competênciasO bibliotecário e a editoração de periódicos científicos: fazeres e competências
O bibliotecário e a editoração de periódicos científicos: fazeres e competênciasSolange Santana
 
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol..."Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...Suelybcs .
 
Avaliação da produção científica e visibilidade
Avaliação da produção científica e visibilidadeAvaliação da produção científica e visibilidade
Avaliação da produção científica e visibilidadeSusana Lopes
 
Módulo 2 - O processo editorial.pdf
Módulo 2 - O processo editorial.pdfMódulo 2 - O processo editorial.pdf
Módulo 2 - O processo editorial.pdfjonesemanuel
 
Análise bibliométrica de produção científica sobre gestão do conhecimento co...
Análise bibliométrica de produção científica sobre gestão do conhecimento  co...Análise bibliométrica de produção científica sobre gestão do conhecimento  co...
Análise bibliométrica de produção científica sobre gestão do conhecimento co...Angelina Licório
 
Portal de Periódicos como estratégia de valorização da instituição
Portal de Periódicos como estratégia de valorização da instituiçãoPortal de Periódicos como estratégia de valorização da instituição
Portal de Periódicos como estratégia de valorização da instituiçãoPortal de Periódicos UFSC
 
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadasPublicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadasAngela Pereira de Farias
 
Avaliação de coleções do acervo do curso de Graduação de Espanhol
Avaliação de coleções do acervo do curso de Graduação de EspanholAvaliação de coleções do acervo do curso de Graduação de Espanhol
Avaliação de coleções do acervo do curso de Graduação de Espanholdaianadelima
 
1ª apresentação pb g5
1ª apresentação pb g51ª apresentação pb g5
1ª apresentação pb g5pekenit5a1991
 
A biblioteca no apoio à investigação
A biblioteca no apoio à investigaçãoA biblioteca no apoio à investigação
A biblioteca no apoio à investigaçãoSusana Lopes
 
Apresentação Trabalho de Conclusão de Curso
Apresentação Trabalho de Conclusão de CursoApresentação Trabalho de Conclusão de Curso
Apresentação Trabalho de Conclusão de CursoCamila Ribeiro
 
Apresentação final pb g5
Apresentação final pb g5Apresentação final pb g5
Apresentação final pb g5pekenit5a1991
 
Metodologia como escrever um artigo cientfico
Metodologia como escrever um artigo cientficoMetodologia como escrever um artigo cientfico
Metodologia como escrever um artigo cientficoProfessor Sérgio Duarte
 
Volpato como escrever um artigo cient -fico - academia pernambucana
Volpato   como escrever um artigo cient -fico - academia pernambucanaVolpato   como escrever um artigo cient -fico - academia pernambucana
Volpato como escrever um artigo cient -fico - academia pernambucanaMarines Bomfim
 
Metodologia como escrever um artigo cientfico
Metodologia como escrever um artigo cientficoMetodologia como escrever um artigo cientfico
Metodologia como escrever um artigo cientficoProfessor Sérgio Duarte
 
Gestão editorial de periódicos – estado atual, impasses, desafios e perspectivas
Gestão editorial de periódicos – estado atual, impasses, desafios e perspectivasGestão editorial de periódicos – estado atual, impasses, desafios e perspectivas
Gestão editorial de periódicos – estado atual, impasses, desafios e perspectivasSciELO - Scientific Electronic Library Online
 

Semelhante a O bibliotecário e a editoração de periódicos científicos: fazeres e competências (20)

O bibliotecário e a editoração de periódicos científicos: fazeres e competências
O bibliotecário e a editoração de periódicos científicos: fazeres e competênciasO bibliotecário e a editoração de periódicos científicos: fazeres e competências
O bibliotecário e a editoração de periódicos científicos: fazeres e competências
 
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol..."Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...
 
Avaliação da produção científica e visibilidade
Avaliação da produção científica e visibilidadeAvaliação da produção científica e visibilidade
Avaliação da produção científica e visibilidade
 
Módulo 2 - O processo editorial.pdf
Módulo 2 - O processo editorial.pdfMódulo 2 - O processo editorial.pdf
Módulo 2 - O processo editorial.pdf
 
Artigos cientificos
Artigos cientificosArtigos cientificos
Artigos cientificos
 
Aula 1 Curso de Comunicação e Redação Científica
Aula 1 Curso de Comunicação e Redação Científica Aula 1 Curso de Comunicação e Redação Científica
Aula 1 Curso de Comunicação e Redação Científica
 
Análise bibliométrica de produção científica sobre gestão do conhecimento co...
Análise bibliométrica de produção científica sobre gestão do conhecimento  co...Análise bibliométrica de produção científica sobre gestão do conhecimento  co...
Análise bibliométrica de produção científica sobre gestão do conhecimento co...
 
Portal de Periódicos como estratégia de valorização da instituição
Portal de Periódicos como estratégia de valorização da instituiçãoPortal de Periódicos como estratégia de valorização da instituição
Portal de Periódicos como estratégia de valorização da instituição
 
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadasPublicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
 
Avaliação de coleções do acervo do curso de Graduação de Espanhol
Avaliação de coleções do acervo do curso de Graduação de EspanholAvaliação de coleções do acervo do curso de Graduação de Espanhol
Avaliação de coleções do acervo do curso de Graduação de Espanhol
 
1ª apresentação pb g5
1ª apresentação pb g51ª apresentação pb g5
1ª apresentação pb g5
 
Aula fontes de informação
Aula  fontes de informaçãoAula  fontes de informação
Aula fontes de informação
 
A biblioteca no apoio à investigação
A biblioteca no apoio à investigaçãoA biblioteca no apoio à investigação
A biblioteca no apoio à investigação
 
Mpp aula1
Mpp aula1Mpp aula1
Mpp aula1
 
Apresentação Trabalho de Conclusão de Curso
Apresentação Trabalho de Conclusão de CursoApresentação Trabalho de Conclusão de Curso
Apresentação Trabalho de Conclusão de Curso
 
Apresentação final pb g5
Apresentação final pb g5Apresentação final pb g5
Apresentação final pb g5
 
Metodologia como escrever um artigo cientfico
Metodologia como escrever um artigo cientficoMetodologia como escrever um artigo cientfico
Metodologia como escrever um artigo cientfico
 
Volpato como escrever um artigo cient -fico - academia pernambucana
Volpato   como escrever um artigo cient -fico - academia pernambucanaVolpato   como escrever um artigo cient -fico - academia pernambucana
Volpato como escrever um artigo cient -fico - academia pernambucana
 
Metodologia como escrever um artigo cientfico
Metodologia como escrever um artigo cientficoMetodologia como escrever um artigo cientfico
Metodologia como escrever um artigo cientfico
 
Gestão editorial de periódicos – estado atual, impasses, desafios e perspectivas
Gestão editorial de periódicos – estado atual, impasses, desafios e perspectivasGestão editorial de periódicos – estado atual, impasses, desafios e perspectivas
Gestão editorial de periódicos – estado atual, impasses, desafios e perspectivas
 

Mais de Solange Santana

Seminário "Informação na perspectiva da Ciência da Informação"
Seminário "Informação na perspectiva da Ciência da Informação"Seminário "Informação na perspectiva da Ciência da Informação"
Seminário "Informação na perspectiva da Ciência da Informação"Solange Santana
 
Seminário "Ciência da Informação: objeto, problemas"
Seminário "Ciência da Informação: objeto, problemas"Seminário "Ciência da Informação: objeto, problemas"
Seminário "Ciência da Informação: objeto, problemas"Solange Santana
 
Indicadores de produção em pesquisa
Indicadores de produção em pesquisaIndicadores de produção em pesquisa
Indicadores de produção em pesquisaSolange Santana
 
Política de uso de redes sociais e periódicos científicos: a experiência da R...
Política de uso de redes sociais e periódicos científicos: a experiência da R...Política de uso de redes sociais e periódicos científicos: a experiência da R...
Política de uso de redes sociais e periódicos científicos: a experiência da R...Solange Santana
 
Pesquisa sobre Jogos Olímpicos e Paralímpicos: análise da produção científica...
Pesquisa sobre Jogos Olímpicos e Paralímpicos: análise da produção científica...Pesquisa sobre Jogos Olímpicos e Paralímpicos: análise da produção científica...
Pesquisa sobre Jogos Olímpicos e Paralímpicos: análise da produção científica...Solange Santana
 
Recursos informacionais - Biblioteca EEFE-USP
Recursos informacionais - Biblioteca EEFE-USPRecursos informacionais - Biblioteca EEFE-USP
Recursos informacionais - Biblioteca EEFE-USPSolange Santana
 
Disseminação da informação científica nas redes sociais: experiências e desaf...
Disseminação da informação científica nas redes sociais: experiências e desaf...Disseminação da informação científica nas redes sociais: experiências e desaf...
Disseminação da informação científica nas redes sociais: experiências e desaf...Solange Santana
 
Aplicativo para dispositivos móveis Relato de experiência da Biblioteca da EE...
Aplicativo para dispositivos móveis Relato de experiência da Biblioteca da EE...Aplicativo para dispositivos móveis Relato de experiência da Biblioteca da EE...
Aplicativo para dispositivos móveis Relato de experiência da Biblioteca da EE...Solange Santana
 
Disseminação da informação científica nas redes sociais: experiências e desaf...
Disseminação da informação científica nas redes sociais: experiências e desaf...Disseminação da informação científica nas redes sociais: experiências e desaf...
Disseminação da informação científica nas redes sociais: experiências e desaf...Solange Santana
 
Tutorial PubMed - Capacitação em pesquisa em bases de dados
Tutorial PubMed - Capacitação em pesquisa em bases de dadosTutorial PubMed - Capacitação em pesquisa em bases de dados
Tutorial PubMed - Capacitação em pesquisa em bases de dadosSolange Santana
 
Capacitação em Bases de dados - Introdução e Roteiro (Parte 1)
Capacitação em Bases de dados - Introdução e Roteiro (Parte 1)Capacitação em Bases de dados - Introdução e Roteiro (Parte 1)
Capacitação em Bases de dados - Introdução e Roteiro (Parte 1)Solange Santana
 
Disseminação da informação científica em meio às redes sociais: o caso da Rev...
Disseminação da informação científica em meio às redes sociais: o caso da Rev...Disseminação da informação científica em meio às redes sociais: o caso da Rev...
Disseminação da informação científica em meio às redes sociais: o caso da Rev...Solange Santana
 
Banner "Panorama dos periódicos científicos brasileiros de Educação Física vi...
Banner "Panorama dos periódicos científicos brasileiros de Educação Física vi...Banner "Panorama dos periódicos científicos brasileiros de Educação Física vi...
Banner "Panorama dos periódicos científicos brasileiros de Educação Física vi...Solange Santana
 
Mendeley: Apresentação para usuários
Mendeley: Apresentação para usuáriosMendeley: Apresentação para usuários
Mendeley: Apresentação para usuáriosSolange Santana
 
Flyer da Palestra Mendeley
Flyer da Palestra MendeleyFlyer da Palestra Mendeley
Flyer da Palestra MendeleySolange Santana
 

Mais de Solange Santana (18)

Seminário "Informação na perspectiva da Ciência da Informação"
Seminário "Informação na perspectiva da Ciência da Informação"Seminário "Informação na perspectiva da Ciência da Informação"
Seminário "Informação na perspectiva da Ciência da Informação"
 
Seminário "Ciência da Informação: objeto, problemas"
Seminário "Ciência da Informação: objeto, problemas"Seminário "Ciência da Informação: objeto, problemas"
Seminário "Ciência da Informação: objeto, problemas"
 
Indicadores de produção em pesquisa
Indicadores de produção em pesquisaIndicadores de produção em pesquisa
Indicadores de produção em pesquisa
 
Política de uso de redes sociais e periódicos científicos: a experiência da R...
Política de uso de redes sociais e periódicos científicos: a experiência da R...Política de uso de redes sociais e periódicos científicos: a experiência da R...
Política de uso de redes sociais e periódicos científicos: a experiência da R...
 
Recursos informacionais
Recursos informacionaisRecursos informacionais
Recursos informacionais
 
Pesquisa sobre Jogos Olímpicos e Paralímpicos: análise da produção científica...
Pesquisa sobre Jogos Olímpicos e Paralímpicos: análise da produção científica...Pesquisa sobre Jogos Olímpicos e Paralímpicos: análise da produção científica...
Pesquisa sobre Jogos Olímpicos e Paralímpicos: análise da produção científica...
 
Recursos informacionais - Biblioteca EEFE-USP
Recursos informacionais - Biblioteca EEFE-USPRecursos informacionais - Biblioteca EEFE-USP
Recursos informacionais - Biblioteca EEFE-USP
 
Disseminação da informação científica nas redes sociais: experiências e desaf...
Disseminação da informação científica nas redes sociais: experiências e desaf...Disseminação da informação científica nas redes sociais: experiências e desaf...
Disseminação da informação científica nas redes sociais: experiências e desaf...
 
Aplicativo para dispositivos móveis Relato de experiência da Biblioteca da EE...
Aplicativo para dispositivos móveis Relato de experiência da Biblioteca da EE...Aplicativo para dispositivos móveis Relato de experiência da Biblioteca da EE...
Aplicativo para dispositivos móveis Relato de experiência da Biblioteca da EE...
 
Disseminação da informação científica nas redes sociais: experiências e desaf...
Disseminação da informação científica nas redes sociais: experiências e desaf...Disseminação da informação científica nas redes sociais: experiências e desaf...
Disseminação da informação científica nas redes sociais: experiências e desaf...
 
Tutorial PubMed - Capacitação em pesquisa em bases de dados
Tutorial PubMed - Capacitação em pesquisa em bases de dadosTutorial PubMed - Capacitação em pesquisa em bases de dados
Tutorial PubMed - Capacitação em pesquisa em bases de dados
 
Capacitação em Bases de dados - Introdução e Roteiro (Parte 1)
Capacitação em Bases de dados - Introdução e Roteiro (Parte 1)Capacitação em Bases de dados - Introdução e Roteiro (Parte 1)
Capacitação em Bases de dados - Introdução e Roteiro (Parte 1)
 
Redação Científica
Redação CientíficaRedação Científica
Redação Científica
 
Disseminação da informação científica em meio às redes sociais: o caso da Rev...
Disseminação da informação científica em meio às redes sociais: o caso da Rev...Disseminação da informação científica em meio às redes sociais: o caso da Rev...
Disseminação da informação científica em meio às redes sociais: o caso da Rev...
 
Banner "Panorama dos periódicos científicos brasileiros de Educação Física vi...
Banner "Panorama dos periódicos científicos brasileiros de Educação Física vi...Banner "Panorama dos periódicos científicos brasileiros de Educação Física vi...
Banner "Panorama dos periódicos científicos brasileiros de Educação Física vi...
 
Mendeley: Apresentação para usuários
Mendeley: Apresentação para usuáriosMendeley: Apresentação para usuários
Mendeley: Apresentação para usuários
 
Flyer da Palestra Mendeley
Flyer da Palestra MendeleyFlyer da Palestra Mendeley
Flyer da Palestra Mendeley
 
Endnote Web
Endnote WebEndnote Web
Endnote Web
 

O bibliotecário e a editoração de periódicos científicos: fazeres e competências

  • 1. Universidade de São Paulo Escola de Comunicações e Artes Departamento de Biblioteconomia e Documentação O bibliotecário e a editoração de periódicos científicos: fazeres e competências Discente: Solange Alves Santana Orientador: Prof. Dr. Marivalde Moacir Francelin Trabalho de Conclusão de Curso São Paulo 2015
  • 2. TÓPICOS Objetivo geral Objetivos específicos Introdução Metodologia Principais Resultados Discussão Considerações finais Recomendações
  • 3. Analisar o contexto de atuação do bibliotecário em equipes de produção editorial de periódicos científicos. OBJETIVO GERAL
  • 4. • Identificar, com base nos resultados obtidos, as funções e atividades exercidas pelos bibliotecários no âmbito das equipes de produção editorial de periódicos científicos. • Verificar se há predominância de atividades e funções exercidas pelo bibliotecário. • Identificar áreas profissionais que se relacionam à atuação do bibliotecário no âmbito das equipes de produção editorial. • Verificar quais competências são requeridas do bibliotecário para atuação nas equipes de produção editorial. OBJETIVOS ESPECÍFICOS
  • 5. INTRODUÇÃO A editoração científica configura-se como um conjunto de processos e atividades multidisciplinares no âmbito da comunicação científica, em que profissionais de diferentes áreas estão envolvidos, entre eles, o bibliotecário. Esse cenário motivou a realização do estudo, no qual se busca compreender como se dá, no contexto atual, a atuação do bibliotecário em equipes editoriais científicas, mais precisamente, em equipes de produção editorial de periódicos científicos.
  • 6. INTRODUÇÃO Cumpre destacar que o principal objetivo da atividade científica é a produção do conhecimento e, para tanto, é imprescindível sua difusão entre os pares e à sociedade para que possam usufruir dos benefícios advindos do conhecimento gerado. A comunicação, segundo Meadows (1999, p. vii), “[...] situa-se no próprio coração da ciência. É para ela tão vital quanto a própria pesquisa, pois a esta não cabe reivindicar com legitimidade este nome enquanto não houver sido analisada e aceita pelos pares. Isso exige, necessariamente, que seja comunicada.” Nesse contexto, o periódico científico se constitui como um dos principais canais de comunicação formal adotados por pesquisadores para divulgar resultados de pesquisa gerados nas diferentes áreas do conhecimento.
  • 7. Periódicos científicos De acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (2003), uma publicação periódica científica é: Um dos tipos de publicações seriadas, que se apresenta sob a forma de revista, boletim, anuário etc., editada em fascículos com designação numérica e/ou cronológica, em intervalos pré-fixados (periodicidade), por tempo indeterminado, com a colaboração, em geral, de diversas pessoas, tratando de assuntos diversos, dentro de uma política editorial definida, e que é objeto de Número Internacional Normalizado (ISSN). (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, 2003, p. 2)
  • 8. Periódicos científicos Os periódicos pioneiros surgiram, na Europa, na segunda metade do século XVII. Philosophical Transactions of the Royal Society of London Publicado em março de 1665. Le Journal des Sçavans Publicado em 05 de janeiro de 1665.
  • 9. No cenário atual, o periódico científico se impõe como um dos canais de comunicação científica mais utilizados. Dentre as vantagens apontadas estão a autoria múltipla, a periodicidade prefixada, o processo de avaliação por pares, entre outras. Nesse sentido, Población et al. (2011, p. 11) apontam que As revistas científicas são as bases mais ágeis e melhor consideradas no meio científico como veículo próprio para veiculação do conhecimento científico embora, em algumas áreas do conhecimento os livros persistam como o básico. Dada a importância, variedade de tipos e níveis, como suporte em papel, CD ou on-line, não é de admirar que instituições, organismos e pesquisadores de todas as áreas estejam dedicando parte substancial de seu tempo a pesquisar as revistas científicas de vários prismas, bem como o contexto de financiamento, produção, divulgação, visibilidade, conteúdo etc. Periódicos científicos
  • 10. Equipes editoriais • Para que os periódicos científicos existam é necessário criar condições para que cumpram suas funções de registro, arquivo e memória. Dentre essas condições, observa-se o estabelecimento de uma equipe editorial. • Segundo Valerio (1994), cabe à equipe editorial a organização, a condução e o controle dos fluxos e processos editoriais, bem como, o acompanhamento do desempenho do periódico enquanto veículo de comunicação da comunidade científica.
  • 11. Equipes editoriais A estrutura da equipe editorial dos periódicos científicos, via de regra, é constituída pela comissão científica (ou corpo editorial) e pela equipe de produção editorial, responsável por questões técnico-administrativas e de pós-produção dos manuscritos (VALERIO, 1994). Nota: Elaborado pela autora. Figura 1 - Relação entre comissão científica e equipe de produção editorial
  • 12. Atuação dos bibliotecários em equipes editoriais O bibliotecário atualmente possui distintas possibilidades de atuação nas equipes editoriais, dada a sua formação interdisciplinar, suas habilidades e competências. Ao considerarmos os profissionais, em âmbito geral, ligados a este processo, traçamos um pouco do perfil do bibliotecário relacionando-o às atividades que estaria apto a exercer considerando o domínio das tecnologias e os conhecimentos advindos da profissão, integrando-se assim aos afazeres editoriais científicos. (MAIMONE; TÁLAMO, 2008, p. 309) Nesse sentido, Gonçalves, Ramos e Castro (2006) apontam que a contribuição do bibliotecário na publicação de periódicos científicos é um processo muito complexo, que consiste em uma série de tarefas especializadas executadas por especialistas de diversas áreas.
  • 13. METODOLOGIA • O estudo é de caráter exploratório-descritivo. • O referencial teórico básico para o levantamento de hipóteses foi constituído com base em dois estudos: Maimone e Tálamo (2008) e Funaro, Ramos e Hespanha (2012) que tratam da atuação de bibliotecários em equipes editoriais.
  • 14. METODOLOGIA Constituída por 99 periódicos científicos, correntes, selecionados no Portal de Revistas USP (www.revistas.usp.br). Amostra Instrumento de Coleta de Dados Tratamento dos Dados A) Levantamento no Portal de Revistas USP e Sites dos Periódicos - Levantamento da composição das equipes editoriais no Portal de Revistas USP e nos sites oficiais dos periódicos selecionados. - O levantamento foi realizado no período de 20 de março a 23 de abril de 2015. B) Questionário - Composto por quatro questões fechadas e um campo para comentários. O questionário foi enviado por e-mail aos 99 editores responsáveis pelos periódicos selecionados. Os dados coletados foram tratados e tabulados em planilhas Microsoft Excel®.
  • 15. No que diz respeito às atividades desempenhadas por bibliotecários, foi possível identificar 10 categorias de atividades ou funções no levantamento realizado no Portal e sites dos periódicos. Em relação aos editores, todas as 13 atividades sugeridas no questionário foram assinaladas pelos respondentes e ainda outras cinco foram indicadas por meio da opção “Outros”, existente no questionário. Em relação ao item “Outros” do questionário, foram indicadas cinco atividades: • Desenvolvimento de projetos (e prestação de contas) para captação de verba junto aos apoiadores de revistas científicas no Brasil • Retorno de algumas demandas e pendências institucionais-burocráticas • Ficha catalográfica • Assessoria aos vários Editores • Busca de indexações para o periódico Dentre as opções de atividades sugeridas no questionário, os 20 editores que indicaram a presença de bibliotecários assinalaram em média cinco atividades. PRINCIPAIS RESULTADOS
  • 16. Administração  Apoio técnico e administrativo  Assessoria aos autores e pareceristas  Assessoria técnica  Desenvolvimento de projetos  Divulgação ao público  Equipe técnica  Editora executiva  Elaboração de relatórios  Elaboração de análises métricas  Gerenciamento de redes sociais  Prestação de contas  Assistente editorial  Diagramação  Edição de texto  Gerenciamento do fluxo editorial  Produção editorial  Revisão textual  Secretaria de edições Editoração Biblioteconomia  Bibliotecário  Ficha catalográfica  Indexação  Normalização / Normalização técnica  Marcação / Conversão XML  Manutenção do site do periódico  Organização e gerenciamento de bases de dados virtuais TecnologiadaInformação Quadro 1 - Agrupamento das atividades e funções identificadas por campo de atuação profissional Nota: Elaborado pela autora. Os bibliotecários identificados desenvolvem atividades e desempenham funções ligadas não somente à Biblioteconomia, mas também a diferentes áreas de atuação profissional como Administração, Editoração, Tecnologia da informação. Áreas profissionais correlacionadas DISCUSSÃO
  • 17. DISCUSSÃO Segundo Zafirian (2008) competência profissional é uma combinação de conhecimentos, de saber-fazer, de experiências e comportamentos que se exerce em um contexto preciso. Com base no levantamento das atividades e funções exercidas por bibliotecários nas equipes editoriais (Quadro 1) e no levantamento de Maimone e Tálamo (2008) acerca das competências do profissional da informação indicadas na Classificação Brasileira de Ocupações - CBO (BRASIL, 2002), indicamos no Quadro 2 as competências requeridas do bibliotecário no âmbito das equipes de produção editorial. Competências do bibliotecário para atuação nas equipes editoriais
  • 18. DISCUSSÃO Quadro 2 - Competências do profissional da informação, suas correspondências no núcleo de competências exigidas pelas organizações e pelas equipes de produção editorial Competências do Profissional da Informação na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) Competências requeridas pelas organizações Competências requeridas pelas equipes de produção editorial 01 Manter-se atualizado Disposição para mudanças Interação com novas tecnologias 02 Liderar equipes Liderança Liderança 03 Trabalhar em equipe e em rede Afetividade + sociabilidade Afetividade + sociabilidade + trabalho cooperativo com equipes multidisciplinares e periódicos 04 Demonstrar capacidade de análise e síntese Análise e síntese / Avaliação Análise e síntese / Avaliação 05 Demonstrar conhecimento de outros idiomas Comunicação Comunicação + tradução / Atendimento de autores, editores e revisores em outros idiomas / Disponibilização dos artigos em outros idiomas 06 Demonstrar capacidade de comunicação Comunicação Comunicação / Divulgação 07 Demonstrar capacidade de negociação Negociação Negociação / Elaboração de orçamentos Continua
  • 19. Competências do Profissional da Informação na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) Competências requeridas pelas organizações Competências requeridas pelas equipes de produção editorial 08 Agir com ética Ética ou liderança Ética e liderança 09 Demonstrar senso de organização Organização e planejamento Organização e planejamento / Visão estratégica 10 Demonstrar capacidade empreendedora Realização Investimento em outras formas de disponibilização da informação científica periódica 11 Demonstrar raciocínio lógico Criatividade + outras capacidades cognitivas Criatividade + outras capacidades cognitivas 12 Demonstrar capacidade de concentração Atenção / Priorização Atenção / Priorização 13 Demonstrar pró-atividade Antecipar ameaças Antecipar ameaças 14 Demonstrar criatividade Flexibilidade / Criatividade Flexibilidade / Criatividade DISCUSSÃO Fonte: Adaptado de Maimone e Tálamo (2008, p. 313) Continuação
  • 20. Principais competências Dentre as competências indicadas, destacam-se: • trabalho cooperativo com equipes multidisciplinares • comunicação/divulgação • interação com novas tecnologias • investimento em outras formas de disponibilização da informação científica periódica A análise das competências requeridas do bibliotecário nas equipes editoriais demonstra que esse profissional, bem como a área de atuação, estão em convergência com as competências requeridas pelas organizações de um modo em geral, ou seja, além de ter domínio de conhecimentos específicos, o bibliotecário deve primar por uma formação ampla, continuada e pautada pela interdisciplinaridade. DISCUSSÃO
  • 21. • A atuação do bibliotecário nas equipes de produção editorial apresenta caráter multi e interdisciplinar. Foi possível identificar uma gama de atividades e funções desempenhadas por bibliotecários ligada tanto à sua área de formação - Biblioteconomia e Ciência da Informação - quanto a diferentes áreas de atuação profissional, como administração, editoração, tecnologia da informação, todas elas inter-relacionadas. • Nota-se uma diversidade e complexidade nas atividades e funções exercidas. Cumpre destacar que a atuação do bibliotecário na área de editoração científica vem assumindo novas características e nuances, não permanecendo restrita às atividades tradicionalmente ligadas aos bibliotecários. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  • 22. CONSIDERAÇÕES FINAIS • São requeridas do bibliotecário competências relacionadas a capacidade de trabalho cooperativo com equipes multidisciplinares, interação com novas tecnologias, liderança e comunicação e, diante de tais exigências, reitera-se a necessidade de aprimoramento contínuo do bibliotecário, a fim de ampliar seus conhecimentos e desenvolver competências necessárias ao exercício profissional. • As conclusões desse estudo convergem para um potencial aumento da inserção do bibliotecário no campo da editoração científica, dada a necessidade premente de profissionalização das equipes editoriais.
  • 23. Observa-se um fecundo espaço de atuação para o bibliotecário na área de editoração científica. No entanto, dada a escassez de trabalhos sobre o tema, evidencia-se a necessidade de estudos que tratem de questões referentes a: • a demanda de bibliotecários nas equipes editoriais • a visibilidade profissional do bibliotecário no âmbito das equipes • a formação e qualificação profissional, a fim compreender como e onde os bibliotecários buscam se qualificar • os currículos e sua relação com o mercado da editoração científica RECOMEDAÇÕES
  • 24. REFERÊNCIAS ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6022: apresentação de artigo em publicação periódica científica impressa. Rio de Janeiro: ABNT, 2003. BRASIL. Ministério do Trabalho e do Emprego. Classificação Brasileira de Ocupações. 2. ed. Brasília: MTE, 2002. Disponível em: <http://www.mtecbo.gov.br/cbosite/pages/home.jsf>. Acesso: 10 mai. 2015 FUNARO, V. M. B. O.; RAMOS, L. M. V. S. C.; HESPANHA, A. P. S. O papel do bibliotecário frente a revistas científicas. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 27.,2012, Gramado. Anais... Gramado: SNBU, 2012. p. 1-10. Disponível em: <http://www.snbu2012.com.br/anais/pdf/4Q6K.pdf>. Acesso em: 16 jan. 2015. GONÇALVES, A.; RAMOS, L. M. S. V. C.; CASTRO, R. C. F. Revistas científicas: características, funções e critérios de qualidade. In: POBLACION, D. A.; WITTER, G. P.; SILVA, J. F. M. Comunicação e produção científica: contexto, indicadores, avaliação. São Paulo: Angellara, 2006. p. 163- 190. MAIMONE, G.; TÁLAMO, M. F. G. M. A atuação do bibliotecário no processo de editoração de periódicos científicos. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, v. 13, n. 2, p. 301-321, 2008. MEADOWS, A. J. A comunicação científica. Brasília: Briquet de Lemos, 1999. 268 p. POBLACIÓN, D. A.; WITTER, G. P.; RAMOS, L. M. C.; FUNARO, V. O. (org.) Revistas científicas: dos processos tradicionais às perspectivas alternativas de comunicação. São Paulo: Ateliê Editorial, 2011. 234 p. SILVA, E. L.; CUNHA, M. V. A formação profissional no século XXI: desafios e dilemas. Ciência da Informação, v. 31, n. 3, p. 77-82, 2002. VALERIO, P. M. Espelho da ciência: avaliação do Programa Setorial de Publicações em Ciência e Tecnologia da FINEP. Rio de Janeiro, Brasília: FINEP, IBICT, 1994. 145 p. ZARIFIAN, P. Objetivo competência: por uma nova lógica. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2008. 198 p.
  • 25. Muito obrigada! Solange A. Santana sol@usp.br @solangebiblio Acesse o trabalho na íntegra: http://pt.slideshare.net/solangebiblio
  • 26. Universidade de São Paulo Escola de Comunicações e Artes Departamento de Biblioteconomia e Documentação O bibliotecário e a editoração de periódicos científicos: fazeres e competências Discente: Solange Alves Santana Orientador: Prof. Dr. Marivalde Moacir Francelin Trabalho de Conclusão de Curso São Paulo 2015