SlideShare uma empresa Scribd logo
Definição
Elementos
Funções narrador
Tipos de Narrador
Personagens
Caracterização
Descrição
Acção
Partes da narrativa
Localização
Modos de Expressão
Recursos Expressivos
Definição
Elementos
Funções narrador
Tipos de Narrador
Personagens
Caracterização
Descrição
Acção
O TEXTO NARRATIVO
O que é?
Narrar é contar de uma forma ordenada, as histórias ou as
experiências que vivemos, ouvimos ou imaginamos.
O texto narrativo caracteriza-se por uma sucessão de acções
relacionadas entre si, que se desenvolvem ao longo do tempo e
ocorrem num determinado espaço.
Partes da narrativa
Localização
Modos de Expressão
Recursos Expressivos
Texto Narrativo
Lurdes Sousa
ocorrem num determinado espaço.
Definição
Elementos
Funções narrador
Tipos de Narrador
Personagens
Caracterização
Descrição
Acção
Na narrativa podemos distinguir os seguinte elementos:
 Narrador,
 Personagens;
 Acção;
Partes da narrativa
Localização
Modos de Expressão
Recursos Expressivos
Texto Narrativo
Lurdes Sousa
Também devemos ter em conta:
 A estrutura/partes da narrativa;
 Os modos de expressão e
 Os recursos expressivos.
Definição
Elementos
Funções narrador
Tipos de Narrador
Personagens
Caracterização
Descrição
Acção
O Narrador é uma entidade criada pelo autor que tem
como funções:
 contar a história.
 Situar as acções no espaço e no tempo;
 Apresentar as personagens
 Narrar as acções realizadas pelas personagens: narração
 Pôr as personagens a falar entre si ,utilizando o discurso
Partes da narrativa
Localização
Modos de Expressão
Recursos Expressivos
Texto Narrativo
Lurdes Sousa
 Pôr as personagens a falar entre si ,utilizando o discurso
directo (diálogo)
 Caracterizar as personagens ou os ambientes em que estas
actuam: descrição -retrato
Definição
Elementos
Funções narrador
Tipos de Narrador
Personagens
Caracterização
Descrição
Acção
Tipos de Narrador
Tipos de Narrador

Narrador Participante
Narrador Participante - Quando é personagem da história. A
narração faz-se na primeira pessoa (eu, nós).
EX: É esta história que eu vos vou contar.(…)Oh,mas quando eu
conto…mesmo com esforço não conseguiria(…)todos os pontos
contar.”(Menéres,M.A.;Ulisses);””agora pergunto-vos eu: E os ciclopes
existem?(pág.22Menéres,M.A.;Ulisses)
Partes da narrativa
Localização
Modos de Expressão
Recursos Expressivos
Texto Narrativo
Lurdes Sousa

Narrador Não Participante
Narrador Não Participante - Quando não é personagem da
história. Limita-se a contá-Ia como mero observador. A narração é
feita na terceira pessoa (ele, ela, eles, elas).
Ex:”Ulisses vivia numa ilha grega que se chamava Ítaca(…)era o rei
dessa pequena ilha(…).Todos o amavam…” (Menéres,M.A.;Ulisses)
Definição
Elementos
Funções narrador
Tipos de Narrador
Personagens
Caracterização
Descrição
Acção
Personagens
Personagens
As Personagens são seres imaginários que participam na história;
figuras que agem e que fazem avançar a acção.
Podemos distinguir entre:
 Personagem principal (herói ou protagonista) - aquela que
desempenha na história o papel mais importante e em torno da
qual se organiza a acção. Muitas vezes ela dá o nome à história.
Partes da narrativa
Localização
Modos de Expressão
Recursos Expressivos
Texto Narrativo
Lurdes Sousa
 Personagem secundária - aquela cujo papel na história tem
menos importância.
 Figurantes - Algumas personagens são apenas referidas e
ajudam a criar um ambiente. São os figurantes. Nas aventuras de
Ulisses ,os marinheiros que o acompanham não são nomeados
(ninguém sabe o seu nome),no entanto estão presentes para criar
o “ambiente”
Definição
Elementos
Funções narrador
Tipos de Narrador
Personagens
Caracterização
Descrição
Acção
Caracterização das personagens
Caracterização das personagens

retrato físico:
retrato físico: elementos que caracterizam as personagens no
seu aspecto exterior -cara, corpo, vestuário, etc.

maneira de ser
maneira de ser: elementos que caracterizam a personagem nos
seus aspectos interiores - os sentimentos, o temperamento, as
atitudes, as reacções, o feitio.
Para traçar um retrato é importante….
Partes da narrativa
Localização
Modos de Expressão
Recursos Expressivos
Texto Narrativo
Lurdes Sousa
Para traçar um retrato é importante….
... apresentar globalmente a personagem nos seus traços
dominantes;
... saber observar, seleccionar, ordenar;
... recolher características físicas (feições, estatura, vestuário)
e/ou
psicológicas (sentimentos, qualidades, defeitos e também
hábitos e atitudes).
Para saber
mais…
Definição
Elementos
Funções narrador
Tipos de Narrador
Personagens
Caracterização
Descrição
Acção
 A ACÇÃO - ou enredo da história - é o conjunto de todas as
acções praticadas pelas personagens. Se as personagens fizerem
muitas coisas, a história tem muitas peripécias e dizemos que é
uma história com muita acção. podemos, por exemplo dizer que a
história de Ulisses tem muita acção.
 É através da acção que se opera a transformação de uma
determinada situação noutra diferente.
Partes da narrativa
Localização
Modos de Expressão
Recursos Expressivos
Texto Narrativo
Lurdes Sousa
Definição
Elementos
Funções narrador
Tipos de Narrador
Personagens
Caracterização
Descrição
Acção
Localização da acção
Localização da acção
 O tempo da acção
É o momento em que a acção se desenrola (Quando?)
EX:”ora um dia aconteceu que Páris ,príncipe troiano, raptou a lindíssima
rainha grega Helena” (pág.8 Menéres, M.A.;Ulisses) ou (nessa mesma
noite começaram os festejos em honra dos deuses (pag.14. Menéres,
M.A.;Ulisses)
 O espaço da acção
É o local onde ela decorre. (Onde?)
EX:”Lá iam a caminho de Ítaca ,pelo mar fora(…), pag.18, Menéres,
M.A.;Ulisses) ou ”Ulisses e os companheiros reuniram-se no meio da
Partes da narrativa
Localização
Modos de Expressão
Recursos Expressivos
Texto Narrativo
Lurdes Sousa
M.A.;Ulisses) ou ”Ulisses e os companheiros reuniram-se no meio da
caverna e combinaram o que haviam de fazer”(pág.29.
Menéres,M.A.;Ulisses).
Vejamos , por exemplo, os mais variados locais onde decorre a acção de
Ulisses
Para uma melhor definição
da imagem ,clica sobre ela
Definição
Elementos
Funções narrador
Tipos de Narrador
Personagens
Caracterização
Descrição
Acção
Partes da Narrativa
 Introdução (ou Início)-corresponde a um período, parágrafo ou
parágrafos que servem para apresentar e situar o que se vai contar.
Apresentam-se ,por vezes as personagens, o local e o tempo em que
decorre a acção
 Desenvolvimento - começa quando há uma alteração à situação inicial
 Conclusão(Final ou desfecho) - Corresponde a um período, parágrafo
ou parágrafos onde se revela o fim da história ,onde surge o equilíbrio
Partes da narrativa
Localização
Modos de Expressão
Recursos Expressivos
Texto Narrativo
Lurdes Sousa
ou parágrafos onde se revela o fim da história ,onde surge o equilíbrio
final.
 Dependendo do desfecho que o narrador dá á história a narrativa pode
ser:
 Fechada - narrativa com conclusão, em que o narrador conta
uma história desde o seu início até ao fim.
 Aberta - narrativa sem conclusão, em que o narrador não
informa acerca do destino definitivo das personagens, acerca do
final da história. Nesta situação o leitor tem a possibilidade de o
decidir.
Definição
Elementos
Funções narrador
Tipos de Narrador
Personagens
Caracterização
Descrição
Acção
Modos de Expressão
Num texto narrativo nem tudo é acção ou narração. Existem também
momentos de pausa na acção: o diálogo , o monólogo e a descrição.
 O diálogo (ou discurso directo)acontece quando as personagens falam.
É importante para podermos ficar a conhecer a personalidade da
personagem, a sua maneira de actuar e de sentir .Por vezes ,também
ocorre o monólogo em que a personagem reflecte ou pensa sobre os
acontecimentos.
Partes da narrativa
Localização
Modos de Expressão
Recursos Expressivos
Texto Narrativo
Lurdes Sousa
acontecimentos.
 A descrição (COMO É?) dá-nos a conhecer melhor uma personagem ,um
local ou uma época. É um momento de paragem ou pausa na acção. É
nestes momentos que se faz o retrato das personagens.
Definição
Elementos
Funções narrador
Tipos de Narrador
Personagens
Caracterização
Descrição
Acção
Recursos expressivos
Recursos expressivos
(Meios utilizados pelo autor para que os textos resultem mais vivos e
expressivos).
 Personificação- atribuição de características humanas a animais, plantas ou
objectos.
 Comparação - aproximação de dois elementos que têm algo de comum no
seu sentido.
 Adjectivação - uso de adjectivos para caracterizar um elemento (geralmente
Partes da narrativa
Localização
Modos de Expressão
Recursos Expressivos
Texto Narrativo
Lurdes Sousa
 Adjectivação - uso de adjectivos para caracterizar um elemento (geralmente
com valor figurado (Valor figurado das palavras -sentido diferente do que têm
na realidade.
 Onomatopeia - palavras que procuram imitar certos sons ou ruídos.
 Repetição expressiva - uso repetido da mesma palavra ou palavras.
 Suspensão de frase (assinalada por reticências….)indica que uma frase
não está completa e que terá de ser o leitor a imaginar o fim.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (18)

Categorias da Narrativa
Categorias da NarrativaCategorias da Narrativa
Categorias da Narrativa
 
Categorias Da Narrativa
Categorias Da NarrativaCategorias Da Narrativa
Categorias Da Narrativa
 
Categorias da Narrativa
Categorias da NarrativaCategorias da Narrativa
Categorias da Narrativa
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
Categoriasdanarrativa 7ano
Categoriasdanarrativa 7anoCategoriasdanarrativa 7ano
Categoriasdanarrativa 7ano
 
Categorias da narrativa 9º ano
Categorias da narrativa   9º anoCategorias da narrativa   9º ano
Categorias da narrativa 9º ano
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
O texto narrativo
O texto narrativoO texto narrativo
O texto narrativo
 
Categorias da Narrativa
Categorias da NarrativaCategorias da Narrativa
Categorias da Narrativa
 
106670377 categorias-da-narrativa
106670377 categorias-da-narrativa106670377 categorias-da-narrativa
106670377 categorias-da-narrativa
 
Lp 9º ano
Lp 9º anoLp 9º ano
Lp 9º ano
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
O texto narrativo ppt
O texto narrativo pptO texto narrativo ppt
O texto narrativo ppt
 
Categorias narrativa - síntese
Categorias narrativa - sínteseCategorias narrativa - síntese
Categorias narrativa - síntese
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 

Semelhante a Microsoft power point texto narrativo

Como abordar o texto narrativo
Como abordar o texto narrativoComo abordar o texto narrativo
Como abordar o texto narrativo
Diana Vicente
 
Categorias da narrativa 7º Ano
Categorias da narrativa 7º AnoCategorias da narrativa 7º Ano
Categorias da narrativa 7º Ano
Heliadora
 
Categoriasdanarrativa
CategoriasdanarrativaCategoriasdanarrativa
Categoriasdanarrativa
Heliadora
 
estrutura da narrativa
estrutura da narrativaestrutura da narrativa
estrutura da narrativa
L.
 

Semelhante a Microsoft power point texto narrativo (20)

Redação
RedaçãoRedação
Redação
 
Elementos da narrativa 2016.2
Elementos da narrativa 2016.2Elementos da narrativa 2016.2
Elementos da narrativa 2016.2
 
Como abordar o texto narrativo
Como abordar o texto narrativoComo abordar o texto narrativo
Como abordar o texto narrativo
 
Categorias da narrativa 7º Ano
Categorias da narrativa 7º AnoCategorias da narrativa 7º Ano
Categorias da narrativa 7º Ano
 
Categoriasdanarrativa
CategoriasdanarrativaCategoriasdanarrativa
Categoriasdanarrativa
 
Narrativa 0005
Narrativa 0005Narrativa 0005
Narrativa 0005
 
Narração
NarraçãoNarração
Narração
 
estrutura da narrativa
estrutura da narrativaestrutura da narrativa
estrutura da narrativa
 
categoriasnarrativa.PDF
categoriasnarrativa.PDFcategoriasnarrativa.PDF
categoriasnarrativa.PDF
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativa Categorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
Narração
NarraçãoNarração
Narração
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
Categorias da narativa
Categorias da narativaCategorias da narativa
Categorias da narativa
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
Escola Virtual....8ºano
Escola Virtual....8ºanoEscola Virtual....8ºano
Escola Virtual....8ºano
 
Gêneros literários - 1º Ano do Ensino Médio
Gêneros literários - 1º Ano do Ensino MédioGêneros literários - 1º Ano do Ensino Médio
Gêneros literários - 1º Ano do Ensino Médio
 
Categorias narrativa
Categorias narrativaCategorias narrativa
Categorias narrativa
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 

Mais de Lurdes Sousa

[POPPER,-Karl]-Conhecimento-Objetivo_-Uma-Abordagem evolucionária.pdf
[POPPER,-Karl]-Conhecimento-Objetivo_-Uma-Abordagem evolucionária.pdf[POPPER,-Karl]-Conhecimento-Objetivo_-Uma-Abordagem evolucionária.pdf
[POPPER,-Karl]-Conhecimento-Objetivo_-Uma-Abordagem evolucionária.pdf
Lurdes Sousa
 
As Doenças têm História (Jacques Le Goff.pdf
As Doenças têm História (Jacques Le Goff.pdfAs Doenças têm História (Jacques Le Goff.pdf
As Doenças têm História (Jacques Le Goff.pdf
Lurdes Sousa
 
Darwin aos Tiros e Outras Histórias de Ciência (Carlos Fiolhais e David Marça...
Darwin aos Tiros e Outras Histórias de Ciência (Carlos Fiolhais e David Marça...Darwin aos Tiros e Outras Histórias de Ciência (Carlos Fiolhais e David Marça...
Darwin aos Tiros e Outras Histórias de Ciência (Carlos Fiolhais e David Marça...
Lurdes Sousa
 
[Karl-Popper]-O-mito-do-contexto_-em-defesa-da-ciencia.pdf
[Karl-Popper]-O-mito-do-contexto_-em-defesa-da-ciencia.pdf[Karl-Popper]-O-mito-do-contexto_-em-defesa-da-ciencia.pdf
[Karl-Popper]-O-mito-do-contexto_-em-defesa-da-ciencia.pdf
Lurdes Sousa
 
o_trabalho_sua_evoluao_e_estatuto_no_ocidente.ppt
o_trabalho_sua_evoluao_e_estatuto_no_ocidente.ppto_trabalho_sua_evoluao_e_estatuto_no_ocidente.ppt
o_trabalho_sua_evoluao_e_estatuto_no_ocidente.ppt
Lurdes Sousa
 
O-trabalho-a-sua-evolucao-e-estatuto.pptx
O-trabalho-a-sua-evolucao-e-estatuto.pptxO-trabalho-a-sua-evolucao-e-estatuto.pptx
O-trabalho-a-sua-evolucao-e-estatuto.pptx
Lurdes Sousa
 
TEORIA-ETICA-DE-MILL-–-O-UTILITARISMO-QUESTOES-DE-ESCOLHA-MULTIPLA.pdf
TEORIA-ETICA-DE-MILL-–-O-UTILITARISMO-QUESTOES-DE-ESCOLHA-MULTIPLA.pdfTEORIA-ETICA-DE-MILL-–-O-UTILITARISMO-QUESTOES-DE-ESCOLHA-MULTIPLA.pdf
TEORIA-ETICA-DE-MILL-–-O-UTILITARISMO-QUESTOES-DE-ESCOLHA-MULTIPLA.pdf
Lurdes Sousa
 
Mapa das viagens de ulisses
Mapa das viagens de ulissesMapa das viagens de ulisses
Mapa das viagens de ulisses
Lurdes Sousa
 
Microsoft word comichaodecao
Microsoft word   comichaodecaoMicrosoft word   comichaodecao
Microsoft word comichaodecao
Lurdes Sousa
 

Mais de Lurdes Sousa (17)

Unidade+6+percepção.ppt
Unidade+6+percepção.pptUnidade+6+percepção.ppt
Unidade+6+percepção.ppt
 
[POPPER,-Karl]-Conhecimento-Objetivo_-Uma-Abordagem evolucionária.pdf
[POPPER,-Karl]-Conhecimento-Objetivo_-Uma-Abordagem evolucionária.pdf[POPPER,-Karl]-Conhecimento-Objetivo_-Uma-Abordagem evolucionária.pdf
[POPPER,-Karl]-Conhecimento-Objetivo_-Uma-Abordagem evolucionária.pdf
 
As Doenças têm História (Jacques Le Goff.pdf
As Doenças têm História (Jacques Le Goff.pdfAs Doenças têm História (Jacques Le Goff.pdf
As Doenças têm História (Jacques Le Goff.pdf
 
Darwin aos Tiros e Outras Histórias de Ciência (Carlos Fiolhais e David Marça...
Darwin aos Tiros e Outras Histórias de Ciência (Carlos Fiolhais e David Marça...Darwin aos Tiros e Outras Histórias de Ciência (Carlos Fiolhais e David Marça...
Darwin aos Tiros e Outras Histórias de Ciência (Carlos Fiolhais e David Marça...
 
[Karl-Popper]-O-mito-do-contexto_-em-defesa-da-ciencia.pdf
[Karl-Popper]-O-mito-do-contexto_-em-defesa-da-ciencia.pdf[Karl-Popper]-O-mito-do-contexto_-em-defesa-da-ciencia.pdf
[Karl-Popper]-O-mito-do-contexto_-em-defesa-da-ciencia.pdf
 
perceçao.pdf
perceçao.pdfperceçao.pdf
perceçao.pdf
 
fc.pptx
fc.pptxfc.pptx
fc.pptx
 
livre_arbitrio.pptx
livre_arbitrio.pptxlivre_arbitrio.pptx
livre_arbitrio.pptx
 
Açao.rede.conc.PPT
Açao.rede.conc.PPTAçao.rede.conc.PPT
Açao.rede.conc.PPT
 
Lusofonia.pptx
Lusofonia.pptxLusofonia.pptx
Lusofonia.pptx
 
o_trabalho_sua_evoluao_e_estatuto_no_ocidente.ppt
o_trabalho_sua_evoluao_e_estatuto_no_ocidente.ppto_trabalho_sua_evoluao_e_estatuto_no_ocidente.ppt
o_trabalho_sua_evoluao_e_estatuto_no_ocidente.ppt
 
O-trabalho-a-sua-evolucao-e-estatuto.pptx
O-trabalho-a-sua-evolucao-e-estatuto.pptxO-trabalho-a-sua-evolucao-e-estatuto.pptx
O-trabalho-a-sua-evolucao-e-estatuto.pptx
 
UTILITARISMO.pdf
UTILITARISMO.pdfUTILITARISMO.pdf
UTILITARISMO.pdf
 
TEORIA-ETICA-DE-MILL-–-O-UTILITARISMO-QUESTOES-DE-ESCOLHA-MULTIPLA.pdf
TEORIA-ETICA-DE-MILL-–-O-UTILITARISMO-QUESTOES-DE-ESCOLHA-MULTIPLA.pdfTEORIA-ETICA-DE-MILL-–-O-UTILITARISMO-QUESTOES-DE-ESCOLHA-MULTIPLA.pdf
TEORIA-ETICA-DE-MILL-–-O-UTILITARISMO-QUESTOES-DE-ESCOLHA-MULTIPLA.pdf
 
Ulisses16a36
Ulisses16a36Ulisses16a36
Ulisses16a36
 
Mapa das viagens de ulisses
Mapa das viagens de ulissesMapa das viagens de ulisses
Mapa das viagens de ulisses
 
Microsoft word comichaodecao
Microsoft word   comichaodecaoMicrosoft word   comichaodecao
Microsoft word comichaodecao
 

Microsoft power point texto narrativo

  • 1. Definição Elementos Funções narrador Tipos de Narrador Personagens Caracterização Descrição Acção Partes da narrativa Localização Modos de Expressão Recursos Expressivos
  • 2. Definição Elementos Funções narrador Tipos de Narrador Personagens Caracterização Descrição Acção O TEXTO NARRATIVO O que é? Narrar é contar de uma forma ordenada, as histórias ou as experiências que vivemos, ouvimos ou imaginamos. O texto narrativo caracteriza-se por uma sucessão de acções relacionadas entre si, que se desenvolvem ao longo do tempo e ocorrem num determinado espaço. Partes da narrativa Localização Modos de Expressão Recursos Expressivos Texto Narrativo Lurdes Sousa ocorrem num determinado espaço.
  • 3. Definição Elementos Funções narrador Tipos de Narrador Personagens Caracterização Descrição Acção Na narrativa podemos distinguir os seguinte elementos: Narrador, Personagens; Acção; Partes da narrativa Localização Modos de Expressão Recursos Expressivos Texto Narrativo Lurdes Sousa Também devemos ter em conta: A estrutura/partes da narrativa; Os modos de expressão e Os recursos expressivos.
  • 4. Definição Elementos Funções narrador Tipos de Narrador Personagens Caracterização Descrição Acção O Narrador é uma entidade criada pelo autor que tem como funções: contar a história. Situar as acções no espaço e no tempo; Apresentar as personagens Narrar as acções realizadas pelas personagens: narração Pôr as personagens a falar entre si ,utilizando o discurso Partes da narrativa Localização Modos de Expressão Recursos Expressivos Texto Narrativo Lurdes Sousa Pôr as personagens a falar entre si ,utilizando o discurso directo (diálogo) Caracterizar as personagens ou os ambientes em que estas actuam: descrição -retrato
  • 5. Definição Elementos Funções narrador Tipos de Narrador Personagens Caracterização Descrição Acção Tipos de Narrador Tipos de Narrador Narrador Participante Narrador Participante - Quando é personagem da história. A narração faz-se na primeira pessoa (eu, nós). EX: É esta história que eu vos vou contar.(…)Oh,mas quando eu conto…mesmo com esforço não conseguiria(…)todos os pontos contar.”(Menéres,M.A.;Ulisses);””agora pergunto-vos eu: E os ciclopes existem?(pág.22Menéres,M.A.;Ulisses) Partes da narrativa Localização Modos de Expressão Recursos Expressivos Texto Narrativo Lurdes Sousa Narrador Não Participante Narrador Não Participante - Quando não é personagem da história. Limita-se a contá-Ia como mero observador. A narração é feita na terceira pessoa (ele, ela, eles, elas). Ex:”Ulisses vivia numa ilha grega que se chamava Ítaca(…)era o rei dessa pequena ilha(…).Todos o amavam…” (Menéres,M.A.;Ulisses)
  • 6. Definição Elementos Funções narrador Tipos de Narrador Personagens Caracterização Descrição Acção Personagens Personagens As Personagens são seres imaginários que participam na história; figuras que agem e que fazem avançar a acção. Podemos distinguir entre: Personagem principal (herói ou protagonista) - aquela que desempenha na história o papel mais importante e em torno da qual se organiza a acção. Muitas vezes ela dá o nome à história. Partes da narrativa Localização Modos de Expressão Recursos Expressivos Texto Narrativo Lurdes Sousa Personagem secundária - aquela cujo papel na história tem menos importância. Figurantes - Algumas personagens são apenas referidas e ajudam a criar um ambiente. São os figurantes. Nas aventuras de Ulisses ,os marinheiros que o acompanham não são nomeados (ninguém sabe o seu nome),no entanto estão presentes para criar o “ambiente”
  • 7. Definição Elementos Funções narrador Tipos de Narrador Personagens Caracterização Descrição Acção Caracterização das personagens Caracterização das personagens retrato físico: retrato físico: elementos que caracterizam as personagens no seu aspecto exterior -cara, corpo, vestuário, etc. maneira de ser maneira de ser: elementos que caracterizam a personagem nos seus aspectos interiores - os sentimentos, o temperamento, as atitudes, as reacções, o feitio. Para traçar um retrato é importante…. Partes da narrativa Localização Modos de Expressão Recursos Expressivos Texto Narrativo Lurdes Sousa Para traçar um retrato é importante…. ... apresentar globalmente a personagem nos seus traços dominantes; ... saber observar, seleccionar, ordenar; ... recolher características físicas (feições, estatura, vestuário) e/ou psicológicas (sentimentos, qualidades, defeitos e também hábitos e atitudes). Para saber mais…
  • 8. Definição Elementos Funções narrador Tipos de Narrador Personagens Caracterização Descrição Acção A ACÇÃO - ou enredo da história - é o conjunto de todas as acções praticadas pelas personagens. Se as personagens fizerem muitas coisas, a história tem muitas peripécias e dizemos que é uma história com muita acção. podemos, por exemplo dizer que a história de Ulisses tem muita acção. É através da acção que se opera a transformação de uma determinada situação noutra diferente. Partes da narrativa Localização Modos de Expressão Recursos Expressivos Texto Narrativo Lurdes Sousa
  • 9. Definição Elementos Funções narrador Tipos de Narrador Personagens Caracterização Descrição Acção Localização da acção Localização da acção O tempo da acção É o momento em que a acção se desenrola (Quando?) EX:”ora um dia aconteceu que Páris ,príncipe troiano, raptou a lindíssima rainha grega Helena” (pág.8 Menéres, M.A.;Ulisses) ou (nessa mesma noite começaram os festejos em honra dos deuses (pag.14. Menéres, M.A.;Ulisses) O espaço da acção É o local onde ela decorre. (Onde?) EX:”Lá iam a caminho de Ítaca ,pelo mar fora(…), pag.18, Menéres, M.A.;Ulisses) ou ”Ulisses e os companheiros reuniram-se no meio da Partes da narrativa Localização Modos de Expressão Recursos Expressivos Texto Narrativo Lurdes Sousa M.A.;Ulisses) ou ”Ulisses e os companheiros reuniram-se no meio da caverna e combinaram o que haviam de fazer”(pág.29. Menéres,M.A.;Ulisses). Vejamos , por exemplo, os mais variados locais onde decorre a acção de Ulisses Para uma melhor definição da imagem ,clica sobre ela
  • 10. Definição Elementos Funções narrador Tipos de Narrador Personagens Caracterização Descrição Acção Partes da Narrativa Introdução (ou Início)-corresponde a um período, parágrafo ou parágrafos que servem para apresentar e situar o que se vai contar. Apresentam-se ,por vezes as personagens, o local e o tempo em que decorre a acção Desenvolvimento - começa quando há uma alteração à situação inicial Conclusão(Final ou desfecho) - Corresponde a um período, parágrafo ou parágrafos onde se revela o fim da história ,onde surge o equilíbrio Partes da narrativa Localização Modos de Expressão Recursos Expressivos Texto Narrativo Lurdes Sousa ou parágrafos onde se revela o fim da história ,onde surge o equilíbrio final. Dependendo do desfecho que o narrador dá á história a narrativa pode ser: Fechada - narrativa com conclusão, em que o narrador conta uma história desde o seu início até ao fim. Aberta - narrativa sem conclusão, em que o narrador não informa acerca do destino definitivo das personagens, acerca do final da história. Nesta situação o leitor tem a possibilidade de o decidir.
  • 11. Definição Elementos Funções narrador Tipos de Narrador Personagens Caracterização Descrição Acção Modos de Expressão Num texto narrativo nem tudo é acção ou narração. Existem também momentos de pausa na acção: o diálogo , o monólogo e a descrição. O diálogo (ou discurso directo)acontece quando as personagens falam. É importante para podermos ficar a conhecer a personalidade da personagem, a sua maneira de actuar e de sentir .Por vezes ,também ocorre o monólogo em que a personagem reflecte ou pensa sobre os acontecimentos. Partes da narrativa Localização Modos de Expressão Recursos Expressivos Texto Narrativo Lurdes Sousa acontecimentos. A descrição (COMO É?) dá-nos a conhecer melhor uma personagem ,um local ou uma época. É um momento de paragem ou pausa na acção. É nestes momentos que se faz o retrato das personagens.
  • 12. Definição Elementos Funções narrador Tipos de Narrador Personagens Caracterização Descrição Acção Recursos expressivos Recursos expressivos (Meios utilizados pelo autor para que os textos resultem mais vivos e expressivos). Personificação- atribuição de características humanas a animais, plantas ou objectos. Comparação - aproximação de dois elementos que têm algo de comum no seu sentido. Adjectivação - uso de adjectivos para caracterizar um elemento (geralmente Partes da narrativa Localização Modos de Expressão Recursos Expressivos Texto Narrativo Lurdes Sousa Adjectivação - uso de adjectivos para caracterizar um elemento (geralmente com valor figurado (Valor figurado das palavras -sentido diferente do que têm na realidade. Onomatopeia - palavras que procuram imitar certos sons ou ruídos. Repetição expressiva - uso repetido da mesma palavra ou palavras. Suspensão de frase (assinalada por reticências….)indica que uma frase não está completa e que terá de ser o leitor a imaginar o fim.