SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
João era um menino muito esperto que adorava aventuras. Certo dia
ele resolveu ir passear pela floresta.
Então, ele foi andando, andando e pela floresta ouvia muitos
barulhos, mas o que ele mais gostou foi o barulho do vento
(balançar a folha fazendo o barulho do vento).
Estava Joãozinho refrescando-se embaixo de uma árvore quando
surgiu uma borboleta voando e lembrou-se desta música:
(dobrar a folha ao meio, segurando pela dobra. Abaixar e levantar a mão,
fazendo o papel balançar como se fosse asas de borboleta)
“Borboletinha ta na cozinha
Fazendo chocolate para a madrinha.
Poti, poti, perna-de-pau.
Olho de vidro e nariz de pica-pau”.
João gostou muito daquele lugar e
achou que seria bem divertido fazer
uma casa na árvore e morar por ali
mesmo. (dobrar ao meio novamente e
colocar ponta com ponta ao meio da
marcação dobrada). Ao ver sua casa,
lembrou-se da música:
“ Era uma casa muito engraçada,
Não tinha teto,
Não tinha nada.
Ninguém podia
Entrar nela não
Porque na casa
Não tinha chão.
Ninguém podia
Dormir na rede,
Porque na casa
Não tinha parede.
Ninguém podia
Fazer pipi,
Porque pinico
Não tinha ali.
Mas era feita
Com muito esmero
Na rua dos bobos
Número zero”.
(Música e letra de: Toquinho e Vinícius)
Mas a casa era toda desajeitada!
Não daria para João morar nela por
muito tempo...
Era melhor João inventar outra
brincadeira. Ele gostava muito de
brincar de soldado
e precisou dobrar só mais um
pedacinho, outro pedacinho... E ...
O que será que apareceu?
Olhem só! Um chapeuzinho do
soldado! Joãozinho começou a
cantar esta música:
"Marcha soldado cabeça de papel
Quem não marcha direito vai preso
no quartel.
O quartel pegou fogo Francisco deu
sinal
Acode, acode, acode a Bandeira
Nacional".
Mas o chapéu era muito grande para a cabecinha do João
e ele resolveu dobrar mais uma vez, (de um lado, do outro lado). Surgindo
assim um chapeuzinho muito pequeno.
João ficou muito aborrecido e tentou faze-lo voltar ao mesmo tamanho,
mas não conseguiu.
O que conseguiu foi fazer um...
Um barquinho!!!
E o Joãozinho ficou feliz da vida.
Correu para a praia que ficava ali
por perto. No caminho começou
uma chuvinha danada e ele tentou
enxugar o barquinho com a
camisa. Quando acabou de
enxugar, largou a camisa e foi
embora. Já estava na praia
quando notou que estava sem
camisa e logo pensou:
__ Epa! Minha camisa! Onde será
que a deixei? Vou levar uma surra
da minha mãe! Mas agora eu não
vou achá-la mesmo e vou apanhar
do mesmo jeito! Então eu vou
brincar um pouquinho e depois
vou para casa!
Usando sua imaginação embarcou
no frágil barquinho que navegou,
rapidamente, mar a dentro.
Já estava longe, navegando,
quando uma tremenda
tempestade começou a
jogar o barquinho pra cá e
pra lá. Pra lá e pra cá!
Nesse jogo das ondas, o
barquinho bateu com a proa
(parte da frente do barco)
no rochedo, partindo-se.
(Rasgar a parte da frente do
barquinho).
A tempestade ficou
mais forte
ainda, continuando
a jogar o barquinho
que, bateu também
com a popa (parte
de trás do
barco), partindo-se
como a proa.
(Rasgar a parte de
trás do barco).
E o barquinho
vira e vai para o
fundo do mar,
batendo com a
ponta da vela
que também se
parte. Mas o
barquinho da vela
quebrou de forma
redondinha.
(Rasgar a
pontada vela do
barquinho de
uma forma
redondinha).
E sabem o que
aconteceu?
Joãozinho, por causa
do cansaço e do calor,
havia se abrigado à
sombra de uma árvore
perto da praia e
adormecera. Quando
acordou, sua camisa
estava ao lado dele.
Onde? Onde está a
camisa do Joãozinho?
(Abrir a dobradura e
surgirá a camisa do
menino).
Meu barquinho de papel

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O macaco-e-a-mola-sonia-junqueira
O macaco-e-a-mola-sonia-junqueiraO macaco-e-a-mola-sonia-junqueira
O macaco-e-a-mola-sonia-junqueiraElisangela Terra
 
A LEBRE E A TARTARUGA
A LEBRE E A TARTARUGAA LEBRE E A TARTARUGA
A LEBRE E A TARTARUGAMarisa Seara
 
Reconto escrito da obra joão e o pé de feijão
Reconto escrito da obra    joão e o pé de feijãoReconto escrito da obra    joão e o pé de feijão
Reconto escrito da obra joão e o pé de feijãoHugo Ferreira
 
A Galinha Que Sabia Ler
A Galinha Que Sabia LerA Galinha Que Sabia Ler
A Galinha Que Sabia LerGraça Sousa
 
Camila e a volta às aulas
Camila e a volta às aulasCamila e a volta às aulas
Camila e a volta às aulasDinilso Marques
 
Livro - Carona na vassoura
Livro - Carona na vassouraLivro - Carona na vassoura
Livro - Carona na vassouraRenata Grechia
 
Livro - Uma história de páscoa - Ana Maria Machado
Livro - Uma história de páscoa - Ana Maria MachadoLivro - Uma história de páscoa - Ana Maria Machado
Livro - Uma história de páscoa - Ana Maria MachadoRenata Grechia
 
Apostila Atividades de Alfabetização Volume 2
Apostila Atividades de Alfabetização Volume 2Apostila Atividades de Alfabetização Volume 2
Apostila Atividades de Alfabetização Volume 2Elisangela Terra
 
Atividades rotulos
Atividades rotulosAtividades rotulos
Atividades rotulosCNSR
 
Era Uma Vez Uma Gotinha De áGua
Era Uma Vez Uma Gotinha De áGuaEra Uma Vez Uma Gotinha De áGua
Era Uma Vez Uma Gotinha De áGuamaria leite
 
A colcha de retalhos
A colcha de retalhosA colcha de retalhos
A colcha de retalhostlfleite
 
A cor de coraline
A cor de coralineA cor de coraline
A cor de coralineBlogoficial
 

Mais procurados (20)

O macaco-e-a-mola-sonia-junqueira
O macaco-e-a-mola-sonia-junqueiraO macaco-e-a-mola-sonia-junqueira
O macaco-e-a-mola-sonia-junqueira
 
Livro projeto gato xadrez 1
Livro projeto gato xadrez 1Livro projeto gato xadrez 1
Livro projeto gato xadrez 1
 
A LEBRE E A TARTARUGA
A LEBRE E A TARTARUGAA LEBRE E A TARTARUGA
A LEBRE E A TARTARUGA
 
Reconto escrito da obra joão e o pé de feijão
Reconto escrito da obra    joão e o pé de feijãoReconto escrito da obra    joão e o pé de feijão
Reconto escrito da obra joão e o pé de feijão
 
A Galinha Que Sabia Ler
A Galinha Que Sabia LerA Galinha Que Sabia Ler
A Galinha Que Sabia Ler
 
Camila e a volta às aulas
Camila e a volta às aulasCamila e a volta às aulas
Camila e a volta às aulas
 
Livro - Carona na vassoura
Livro - Carona na vassouraLivro - Carona na vassoura
Livro - Carona na vassoura
 
Livro - Uma história de páscoa - Ana Maria Machado
Livro - Uma história de páscoa - Ana Maria MachadoLivro - Uma história de páscoa - Ana Maria Machado
Livro - Uma história de páscoa - Ana Maria Machado
 
Dia da árvore
Dia da árvoreDia da árvore
Dia da árvore
 
Tem bicho no circo
Tem bicho no circoTem bicho no circo
Tem bicho no circo
 
Apostila Atividades de Alfabetização Volume 2
Apostila Atividades de Alfabetização Volume 2Apostila Atividades de Alfabetização Volume 2
Apostila Atividades de Alfabetização Volume 2
 
O ursinho marrom
O ursinho marromO ursinho marrom
O ursinho marrom
 
O girassol solitario
O girassol solitarioO girassol solitario
O girassol solitario
 
Atividades rotulos
Atividades rotulosAtividades rotulos
Atividades rotulos
 
Era Uma Vez Uma Gotinha De áGua
Era Uma Vez Uma Gotinha De áGuaEra Uma Vez Uma Gotinha De áGua
Era Uma Vez Uma Gotinha De áGua
 
A bota do bode
A bota do bodeA bota do bode
A bota do bode
 
A colcha de retalhos
A colcha de retalhosA colcha de retalhos
A colcha de retalhos
 
A cor de coraline
A cor de coralineA cor de coraline
A cor de coraline
 
O cabelo de lele
O cabelo de leleO cabelo de lele
O cabelo de lele
 
Projeto: Cantigas de roda
Projeto: Cantigas de roda Projeto: Cantigas de roda
Projeto: Cantigas de roda
 

Semelhante a Meu barquinho de papel

Aula Livro Virtual 2014
Aula Livro Virtual 2014Aula Livro Virtual 2014
Aula Livro Virtual 2014Drika4
 
17302242 Espiritismo Infantil Historia 65
17302242 Espiritismo Infantil Historia 6517302242 Espiritismo Infantil Historia 65
17302242 Espiritismo Infantil Historia 65Ana Cristina Freitas
 
Historia Pão-por-Deus
Historia Pão-por-DeusHistoria Pão-por-Deus
Historia Pão-por-DeusNliaIncio
 
Atividade de Produção Powerpoint
Atividade de Produção PowerpointAtividade de Produção Powerpoint
Atividade de Produção PowerpointAndreaptpb
 
Amanda.nicolle,victória,julia,matheus e tatiane
Amanda.nicolle,victória,julia,matheus e tatianeAmanda.nicolle,victória,julia,matheus e tatiane
Amanda.nicolle,victória,julia,matheus e tatianeemalfredocastro
 
Vanessa Biffon - Ensaio Piá 2014
Vanessa Biffon - Ensaio Piá 2014Vanessa Biffon - Ensaio Piá 2014
Vanessa Biffon - Ensaio Piá 2014ljulianarosal
 
Historinhas do Vovô Juca: Um mundo de insetos
Historinhas do Vovô Juca: Um mundo de insetosHistorinhas do Vovô Juca: Um mundo de insetos
Historinhas do Vovô Juca: Um mundo de insetosFreekidstories
 
Projeto de leitura bia bedran
Projeto de leitura   bia bedranProjeto de leitura   bia bedran
Projeto de leitura bia bedranHelizangela Goes
 
16827697 Espiritismo Infantil Historia 22
16827697 Espiritismo Infantil Historia 2216827697 Espiritismo Infantil Historia 22
16827697 Espiritismo Infantil Historia 22Ana Cristina Freitas
 
O livro que queria ser brinquedo
O livro que queria ser brinquedoO livro que queria ser brinquedo
O livro que queria ser brinquedoMarcio Flores
 
O livro que queria ser brinquedo
O livro que queria ser brinquedoO livro que queria ser brinquedo
O livro que queria ser brinquedoMarisa Seara
 
Textos para ciclo complementar ( quarto e quinto anos)
Textos para ciclo complementar ( quarto e quinto anos)Textos para ciclo complementar ( quarto e quinto anos)
Textos para ciclo complementar ( quarto e quinto anos)Rosemari Teodoro
 
Guiao adaptado - feiticeiro de oz - Associação de pais EB da Restauração
Guiao adaptado - feiticeiro de oz - Associação de pais EB da RestauraçãoGuiao adaptado - feiticeiro de oz - Associação de pais EB da Restauração
Guiao adaptado - feiticeiro de oz - Associação de pais EB da RestauraçãoBibliotecas_Alcochete
 

Semelhante a Meu barquinho de papel (20)

4 projetos sobre bondade
4 projetos sobre bondade4 projetos sobre bondade
4 projetos sobre bondade
 
Livro final
Livro finalLivro final
Livro final
 
Aula Livro Virtual 2014
Aula Livro Virtual 2014Aula Livro Virtual 2014
Aula Livro Virtual 2014
 
17302242 Espiritismo Infantil Historia 65
17302242 Espiritismo Infantil Historia 6517302242 Espiritismo Infantil Historia 65
17302242 Espiritismo Infantil Historia 65
 
Historia Pão-por-Deus
Historia Pão-por-DeusHistoria Pão-por-Deus
Historia Pão-por-Deus
 
Atividade de Produção Powerpoint
Atividade de Produção PowerpointAtividade de Produção Powerpoint
Atividade de Produção Powerpoint
 
Joao Arco Iris
Joao Arco IrisJoao Arco Iris
Joao Arco Iris
 
Avaliação de português 5/6º anos
Avaliação de português 5/6º anosAvaliação de português 5/6º anos
Avaliação de português 5/6º anos
 
Amanda.nicolle,victória,julia,matheus e tatiane
Amanda.nicolle,victória,julia,matheus e tatianeAmanda.nicolle,victória,julia,matheus e tatiane
Amanda.nicolle,victória,julia,matheus e tatiane
 
Vanessa Biffon - Ensaio Piá 2014
Vanessa Biffon - Ensaio Piá 2014Vanessa Biffon - Ensaio Piá 2014
Vanessa Biffon - Ensaio Piá 2014
 
Historinhas do Vovô Juca: Um mundo de insetos
Historinhas do Vovô Juca: Um mundo de insetosHistorinhas do Vovô Juca: Um mundo de insetos
Historinhas do Vovô Juca: Um mundo de insetos
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Projeto de leitura bia bedran
Projeto de leitura   bia bedranProjeto de leitura   bia bedran
Projeto de leitura bia bedran
 
16827697 Espiritismo Infantil Historia 22
16827697 Espiritismo Infantil Historia 2216827697 Espiritismo Infantil Historia 22
16827697 Espiritismo Infantil Historia 22
 
O livro que queria ser brinquedo
O livro que queria ser brinquedoO livro que queria ser brinquedo
O livro que queria ser brinquedo
 
O livro que queria ser brinquedo
O livro que queria ser brinquedoO livro que queria ser brinquedo
O livro que queria ser brinquedo
 
Kw
KwKw
Kw
 
KW
KWKW
KW
 
Textos para ciclo complementar ( quarto e quinto anos)
Textos para ciclo complementar ( quarto e quinto anos)Textos para ciclo complementar ( quarto e quinto anos)
Textos para ciclo complementar ( quarto e quinto anos)
 
Guiao adaptado - feiticeiro de oz - Associação de pais EB da Restauração
Guiao adaptado - feiticeiro de oz - Associação de pais EB da RestauraçãoGuiao adaptado - feiticeiro de oz - Associação de pais EB da Restauração
Guiao adaptado - feiticeiro de oz - Associação de pais EB da Restauração
 

Mais de Rosilane

PNAIC - Caderno de Educação inclusiva
PNAIC - Caderno de Educação inclusivaPNAIC - Caderno de Educação inclusiva
PNAIC - Caderno de Educação inclusivaRosilane
 
PNAIC - 10º encontro - simetria
PNAIC - 10º encontro - simetriaPNAIC - 10º encontro - simetria
PNAIC - 10º encontro - simetriaRosilane
 
PNAIC - 9º encontro - Geometria caderno 5
PNAIC - 9º encontro - Geometria caderno 5PNAIC - 9º encontro - Geometria caderno 5
PNAIC - 9º encontro - Geometria caderno 5Rosilane
 
Caderno 4 PNAIC - Situações-Problema
Caderno 4 PNAIC - Situações-ProblemaCaderno 4 PNAIC - Situações-Problema
Caderno 4 PNAIC - Situações-ProblemaRosilane
 
PNAIC 7ºencontro caderno 3 - Sistema de numeração decima
PNAIC 7ºencontro caderno 3 - Sistema de numeração decimaPNAIC 7ºencontro caderno 3 - Sistema de numeração decima
PNAIC 7ºencontro caderno 3 - Sistema de numeração decimaRosilane
 
6º encontro PNAIC - Caderno 2
6º encontro PNAIC - Caderno 26º encontro PNAIC - Caderno 2
6º encontro PNAIC - Caderno 2Rosilane
 
Organização do trabalho pedagógico - PNAIC
Organização do trabalho pedagógico - PNAICOrganização do trabalho pedagógico - PNAIC
Organização do trabalho pedagógico - PNAICRosilane
 
Jogos aplicados em sala por alfabetizadoras do PNAIC Biguaçu/SC
Jogos aplicados em sala por alfabetizadoras do PNAIC Biguaçu/SCJogos aplicados em sala por alfabetizadoras do PNAIC Biguaçu/SC
Jogos aplicados em sala por alfabetizadoras do PNAIC Biguaçu/SCRosilane
 
Quarto encontro PNAIC 2014 - sequencia didática com foco na matemática
Quarto encontro PNAIC 2014 - sequencia didática com foco na matemáticaQuarto encontro PNAIC 2014 - sequencia didática com foco na matemática
Quarto encontro PNAIC 2014 - sequencia didática com foco na matemáticaRosilane
 
terceiro encontro PNAIC
terceiro encontro PNAICterceiro encontro PNAIC
terceiro encontro PNAICRosilane
 
ALFABETIZAÇÃO PARA TODOS: Diferentes percursos direitos iguais.
ALFABETIZAÇÃO PARA TODOS: Diferentes percursos direitos iguais.ALFABETIZAÇÃO PARA TODOS: Diferentes percursos direitos iguais.
ALFABETIZAÇÃO PARA TODOS: Diferentes percursos direitos iguais.Rosilane
 
Sequencia didática
Sequencia didáticaSequencia didática
Sequencia didáticaRosilane
 
Quando pensei em ser professor, o que
Quando pensei em ser professor, o queQuando pensei em ser professor, o que
Quando pensei em ser professor, o queRosilane
 
Trabalho com gêneros numa perspectiva discursiva
Trabalho com gêneros numa perspectiva discursivaTrabalho com gêneros numa perspectiva discursiva
Trabalho com gêneros numa perspectiva discursivaRosilane
 
Unidade 3 meu
Unidade 3 meuUnidade 3 meu
Unidade 3 meuRosilane
 
Atividades lúdicas aplicadas em sala pelas professoras alfabetizadoras
Atividades lúdicas aplicadas em sala pelas professoras alfabetizadorasAtividades lúdicas aplicadas em sala pelas professoras alfabetizadoras
Atividades lúdicas aplicadas em sala pelas professoras alfabetizadorasRosilane
 
Gêneros textuais na sala de aula
Gêneros textuais na sala de aulaGêneros textuais na sala de aula
Gêneros textuais na sala de aulaRosilane
 
Trabalho com gêneros numa perspectiva discursiva
Trabalho com gêneros numa perspectiva discursivaTrabalho com gêneros numa perspectiva discursiva
Trabalho com gêneros numa perspectiva discursivaRosilane
 
atividades lúdicas elaboradas por professoras de 2º e 3º ano - PNAIC Biguaçu
 atividades lúdicas elaboradas por professoras de 2º e 3º ano - PNAIC Biguaçu atividades lúdicas elaboradas por professoras de 2º e 3º ano - PNAIC Biguaçu
atividades lúdicas elaboradas por professoras de 2º e 3º ano - PNAIC BiguaçuRosilane
 

Mais de Rosilane (20)

PNAIC - Caderno de Educação inclusiva
PNAIC - Caderno de Educação inclusivaPNAIC - Caderno de Educação inclusiva
PNAIC - Caderno de Educação inclusiva
 
PNAIC - 10º encontro - simetria
PNAIC - 10º encontro - simetriaPNAIC - 10º encontro - simetria
PNAIC - 10º encontro - simetria
 
PNAIC - 9º encontro - Geometria caderno 5
PNAIC - 9º encontro - Geometria caderno 5PNAIC - 9º encontro - Geometria caderno 5
PNAIC - 9º encontro - Geometria caderno 5
 
Caderno 4 PNAIC - Situações-Problema
Caderno 4 PNAIC - Situações-ProblemaCaderno 4 PNAIC - Situações-Problema
Caderno 4 PNAIC - Situações-Problema
 
PNAIC 7ºencontro caderno 3 - Sistema de numeração decima
PNAIC 7ºencontro caderno 3 - Sistema de numeração decimaPNAIC 7ºencontro caderno 3 - Sistema de numeração decima
PNAIC 7ºencontro caderno 3 - Sistema de numeração decima
 
6º encontro PNAIC - Caderno 2
6º encontro PNAIC - Caderno 26º encontro PNAIC - Caderno 2
6º encontro PNAIC - Caderno 2
 
Organização do trabalho pedagógico - PNAIC
Organização do trabalho pedagógico - PNAICOrganização do trabalho pedagógico - PNAIC
Organização do trabalho pedagógico - PNAIC
 
Jogos aplicados em sala por alfabetizadoras do PNAIC Biguaçu/SC
Jogos aplicados em sala por alfabetizadoras do PNAIC Biguaçu/SCJogos aplicados em sala por alfabetizadoras do PNAIC Biguaçu/SC
Jogos aplicados em sala por alfabetizadoras do PNAIC Biguaçu/SC
 
Quarto encontro PNAIC 2014 - sequencia didática com foco na matemática
Quarto encontro PNAIC 2014 - sequencia didática com foco na matemáticaQuarto encontro PNAIC 2014 - sequencia didática com foco na matemática
Quarto encontro PNAIC 2014 - sequencia didática com foco na matemática
 
terceiro encontro PNAIC
terceiro encontro PNAICterceiro encontro PNAIC
terceiro encontro PNAIC
 
ALFABETIZAÇÃO PARA TODOS: Diferentes percursos direitos iguais.
ALFABETIZAÇÃO PARA TODOS: Diferentes percursos direitos iguais.ALFABETIZAÇÃO PARA TODOS: Diferentes percursos direitos iguais.
ALFABETIZAÇÃO PARA TODOS: Diferentes percursos direitos iguais.
 
Unidade 7
Unidade 7Unidade 7
Unidade 7
 
Sequencia didática
Sequencia didáticaSequencia didática
Sequencia didática
 
Quando pensei em ser professor, o que
Quando pensei em ser professor, o queQuando pensei em ser professor, o que
Quando pensei em ser professor, o que
 
Trabalho com gêneros numa perspectiva discursiva
Trabalho com gêneros numa perspectiva discursivaTrabalho com gêneros numa perspectiva discursiva
Trabalho com gêneros numa perspectiva discursiva
 
Unidade 3 meu
Unidade 3 meuUnidade 3 meu
Unidade 3 meu
 
Atividades lúdicas aplicadas em sala pelas professoras alfabetizadoras
Atividades lúdicas aplicadas em sala pelas professoras alfabetizadorasAtividades lúdicas aplicadas em sala pelas professoras alfabetizadoras
Atividades lúdicas aplicadas em sala pelas professoras alfabetizadoras
 
Gêneros textuais na sala de aula
Gêneros textuais na sala de aulaGêneros textuais na sala de aula
Gêneros textuais na sala de aula
 
Trabalho com gêneros numa perspectiva discursiva
Trabalho com gêneros numa perspectiva discursivaTrabalho com gêneros numa perspectiva discursiva
Trabalho com gêneros numa perspectiva discursiva
 
atividades lúdicas elaboradas por professoras de 2º e 3º ano - PNAIC Biguaçu
 atividades lúdicas elaboradas por professoras de 2º e 3º ano - PNAIC Biguaçu atividades lúdicas elaboradas por professoras de 2º e 3º ano - PNAIC Biguaçu
atividades lúdicas elaboradas por professoras de 2º e 3º ano - PNAIC Biguaçu
 

Meu barquinho de papel

  • 1.
  • 2. João era um menino muito esperto que adorava aventuras. Certo dia ele resolveu ir passear pela floresta. Então, ele foi andando, andando e pela floresta ouvia muitos barulhos, mas o que ele mais gostou foi o barulho do vento (balançar a folha fazendo o barulho do vento).
  • 3. Estava Joãozinho refrescando-se embaixo de uma árvore quando surgiu uma borboleta voando e lembrou-se desta música: (dobrar a folha ao meio, segurando pela dobra. Abaixar e levantar a mão, fazendo o papel balançar como se fosse asas de borboleta) “Borboletinha ta na cozinha Fazendo chocolate para a madrinha. Poti, poti, perna-de-pau. Olho de vidro e nariz de pica-pau”.
  • 4. João gostou muito daquele lugar e achou que seria bem divertido fazer uma casa na árvore e morar por ali mesmo. (dobrar ao meio novamente e colocar ponta com ponta ao meio da marcação dobrada). Ao ver sua casa, lembrou-se da música: “ Era uma casa muito engraçada, Não tinha teto, Não tinha nada. Ninguém podia Entrar nela não Porque na casa Não tinha chão. Ninguém podia Dormir na rede, Porque na casa Não tinha parede. Ninguém podia Fazer pipi, Porque pinico Não tinha ali. Mas era feita Com muito esmero Na rua dos bobos Número zero”. (Música e letra de: Toquinho e Vinícius)
  • 5. Mas a casa era toda desajeitada! Não daria para João morar nela por muito tempo... Era melhor João inventar outra brincadeira. Ele gostava muito de brincar de soldado e precisou dobrar só mais um pedacinho, outro pedacinho... E ... O que será que apareceu? Olhem só! Um chapeuzinho do soldado! Joãozinho começou a cantar esta música: "Marcha soldado cabeça de papel Quem não marcha direito vai preso no quartel. O quartel pegou fogo Francisco deu sinal Acode, acode, acode a Bandeira Nacional".
  • 6. Mas o chapéu era muito grande para a cabecinha do João e ele resolveu dobrar mais uma vez, (de um lado, do outro lado). Surgindo assim um chapeuzinho muito pequeno. João ficou muito aborrecido e tentou faze-lo voltar ao mesmo tamanho, mas não conseguiu.
  • 7. O que conseguiu foi fazer um... Um barquinho!!! E o Joãozinho ficou feliz da vida. Correu para a praia que ficava ali por perto. No caminho começou uma chuvinha danada e ele tentou enxugar o barquinho com a camisa. Quando acabou de enxugar, largou a camisa e foi embora. Já estava na praia quando notou que estava sem camisa e logo pensou: __ Epa! Minha camisa! Onde será que a deixei? Vou levar uma surra da minha mãe! Mas agora eu não vou achá-la mesmo e vou apanhar do mesmo jeito! Então eu vou brincar um pouquinho e depois vou para casa! Usando sua imaginação embarcou no frágil barquinho que navegou, rapidamente, mar a dentro.
  • 8. Já estava longe, navegando, quando uma tremenda tempestade começou a jogar o barquinho pra cá e pra lá. Pra lá e pra cá! Nesse jogo das ondas, o barquinho bateu com a proa (parte da frente do barco) no rochedo, partindo-se. (Rasgar a parte da frente do barquinho).
  • 9. A tempestade ficou mais forte ainda, continuando a jogar o barquinho que, bateu também com a popa (parte de trás do barco), partindo-se como a proa. (Rasgar a parte de trás do barco).
  • 10. E o barquinho vira e vai para o fundo do mar, batendo com a ponta da vela que também se parte. Mas o barquinho da vela quebrou de forma redondinha. (Rasgar a pontada vela do barquinho de uma forma redondinha).
  • 11. E sabem o que aconteceu? Joãozinho, por causa do cansaço e do calor, havia se abrigado à sombra de uma árvore perto da praia e adormecera. Quando acordou, sua camisa estava ao lado dele. Onde? Onde está a camisa do Joãozinho? (Abrir a dobradura e surgirá a camisa do menino).