SlideShare uma empresa Scribd logo
Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF
Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF
Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF
Este livro que está em suas mãos foi todo
digitalizado artesanalmente e posteriormente
adaptado para letras ampliadas a fim de atender
às necessidades de nossos alunos baixa visão.
Por que todo esse trabalho em digitalizar folha
por folha e ampliar a fonte de um livro que já está
pronto?
Porque os livros convencionais não atendem
as necessidades dos alunos Cegos e com baixa
visão. Preocupados com essa situação e
considerando que existem hoje no Brasil mais
de 582 mil cegos e mais de 6 milhões de

Recomendado para você

A família do Marcelo- Literatura infantil
A família do Marcelo- Literatura infantil A família do Marcelo- Literatura infantil
A família do Marcelo- Literatura infantil
A galinha que sabia ler
A galinha que sabia lerA galinha que sabia ler
A galinha que sabia ler

Este documento conta a história de Pipoca, uma galinha que aprendeu a ler e gostava muito de livros. Quando Juvenal recebeu uma herança de uma chácara, ele precisava cuidar de Pipoca. No local, Juvenal queria vender a terra, mas Pipoca convenceu-o a ler um livro sobre cuidar de riachos e reflorestar, o que melhorou a propriedade.

pessoas com baixa visão (Censo 2010), para os
quais o livro convencional não é legível,
tentamos fazer a diferença oferecendo o livro
didático ou literário, em Braille, para nossos
alunos cegos, e em fonte cujo tamanho seja
adequado aos nossos alunos de visão
subnormal, que cursam o Ensino Fundamental
da Rede Municipal de Içara.
O uso do texto em braile, para os alunos
cegos; e de letras ampliadas, para alunos baixa
visão, possibilita que a criança possa ler o
livro, interagir e compartilhar a história com a
família e com os colegas de aula, sentindo-se
incluída e participando ativamente do ambiente
escolar.
Professora do AEE
E. M. E. F. Mª Arlete Bitencourt Lodetti
"Posso admitir que o deficiente seja vítima do destino,
porém não posso admitir que seja vítima da
indiferença"
John Kennedy
Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF
MEU MELHOR AMIGO É O PUM.
4

Recomendado para você

O nome da gente- PEDRO BANDEIRA
O nome da gente- PEDRO BANDEIRAO nome da gente- PEDRO BANDEIRA
O nome da gente- PEDRO BANDEIRA

POEMA

poema - o nome da gente
A Zebrinha Preocupada
A Zebrinha PreocupadaA Zebrinha Preocupada
A Zebrinha Preocupada

Histórinha de uma zebrinha muito preocupada.

Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)
Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)
Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)

O documento descreve as dificuldades de um menino em controlar seu "pum", que causa problemas por fazer barulho e incomodar os outros. O menino frequentemente leva a culpa quando o pum escapa. O texto é na verdade uma história infantil escrita por dois autores para falar sobre soltar gases de forma humorada.

Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF
NADA ME DEIXA MAIS FELIZ DO QUE SOLTAR
O PUM.
6
Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF
Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF

Recomendado para você

molduras folclore.pdf
molduras folclore.pdfmolduras folclore.pdf
molduras folclore.pdf

molduras folclore

Bibi come de tudo
Bibi come de tudoBibi come de tudo
Bibi come de tudo

História para cultivar nas crianças o gosto pela alimentação saudável.

bibicomedetudo
O nariz do palhaço
O nariz do palhaçoO nariz do palhaço
O nariz do palhaço

Um palhaço triste não gostava do seu nariz até encontrar uma fada que o levou ao Planeta dos Narizes para escolher um novo. Após duas tentativas falhadas, descobriu que era o seu nariz original que fazia as crianças rirem.

MAS ÀS VEZES AS PESSOAS OLHAM FEIO PARA
MIM PORQUE O PUM FAZ BARULHO E ATRAPALHA
A CONVERSA DOS ADULTOS.
MEUS PAIS DIZEM QUE ISSO
ACONTECE PORQUE TEM HORA
CERTA PRA SOLTAR O PUM.
QUANDO EU SOLTO NA HORA
ERRADA, ELE INCOMODA OS
OUTROS E EU ACABO LEVANDO
UM MONTE DE BRONCA À TOA.
9
TEVE UMA VEZ QUE EU, ASSIM POR DISTRAÇÃO,
SOLTEI O PUM NO JARDIM DO PRÉDIO ONDE A GENTE
MORAVA E LEVEI A MAIOR BRONCA DA SÍNDICA.
10
- QUANTAS VEZES EU VOU TER QUE REPETIR QUE
NÃO QUERO O PUM AQUI? VOU FALAR COM SUA
11
MÃE.
E ELA FALOU E A MINHA
MÃE FICOU BRAVA DE
VERDADE.
AINDA BEM QUE DEPOIS A GENTE SE MUDOU PRA
UMA CASA GRANDE, COM JARDIM FLORIDO
MAIOR AINDA. AÍ ERA UMA FESTA... EU SOLTAVA
12
O PUM NO QUINTAL E
ELE NÃO INCOMODAVA
NINGUÉM.

Recomendado para você

A casinha do tatu
A casinha do tatuA casinha do tatu
A casinha do tatu
A familia do marcelo
A familia do marceloA familia do marcelo
A familia do marcelo

A familia do marcelo

Azul e Lindo, Planeta Terra nossa casa
Azul e Lindo, Planeta Terra nossa casaAzul e Lindo, Planeta Terra nossa casa
Azul e Lindo, Planeta Terra nossa casa
Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF
MAS AS VEZES O PUM FAZIA MUITO BARULHO, E
UM DIA UM VIZINHO ACABOU RECLAMANDO COM
MEU PAI.
POR QUE SERÁ QUE AS PESSOAS FICAM BRAVAS
QUANDO EU SOLTO O PUM E ELE FAZ BARULHO?
14
POR CAUSA DESSE
VIZINHO EU TIVE QUE
COMEÇAR A PRENDER
O PUM TODA NOITE.
NO COMEÇO EU FIQUEI TRISTE....
ATÉ QUE EU TIVE UMA IDEIA GENIAL! ERA DE
NOITE E EU ESTAVA DEITADO NA MINHA CAMA.
ENTÃO SOLTEI O PUM DEBAIXO DO MEU
LENÇOL. ISSO MINHA MÃE NUNCA DESCOBRIU.
16

Recomendado para você

Leitura deleite o tempo
Leitura deleite   o tempoLeitura deleite   o tempo
Leitura deleite o tempo
Listas fabulosas -_eva_furnari
Listas fabulosas -_eva_furnariListas fabulosas -_eva_furnari
Listas fabulosas -_eva_furnari

Alfabetização

O carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlberg
O carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlbergO carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlberg
O carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlberg
Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF
18
TEVE TAMBÉM UM DIA QUE ESTAVA CHOVENDO
FORTE E EU FIQUEI UM TEMPÃO PRENDENDO O
PUM. MAS UMA HORA EU NÃO CONSEGUI MAIS
SEGURAR E SOLTEI O PUM NA CHUVA.
Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF
20
DEPOIS ELE FICOU MOLHADO E COM CHEIRO
ESTRANHO E ME
SEGUIU PRA DENTRO
DA CASA.
MINHA MÃE FICOU
BRAVA DE NOVO!

Recomendado para você

Minha família é colorida
Minha família é colorida  Minha família é colorida
Minha família é colorida
Historia palhaço geométrico
Historia palhaço geométricoHistoria palhaço geométrico
Historia palhaço geométrico

Historia engraçada para trabalhar as figuras geométricas e a amizade...contei a história no flanelógrafo para crianças entre os 3 e os 4 anos e elas adoraram...adoram ir para o flanelógrafo tentar reproduzir o palhaço

No reino das letras felizes
No reino das letras felizesNo reino das letras felizes
No reino das letras felizes
Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF
Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF
23
EM DIA DE FESTA MEU PAI SEMPRE PEDE PRA
GENTE PRENDER O PUM. ELE DIZ QUE SOLTAR O
PUM EM FESTA É FALTA DE EDUCAÇÃO E
INCOMODA OS CONVIDADOS.
PUM
24
NO NATAL DO ANO PASSADO O PUM
ESCAPOU E EMPORCALHOU A CALÇA DA
TIA CLOTILDE.

Recomendado para você

A menina e o pássaro encantado
A menina e o pássaro encantadoA menina e o pássaro encantado
A menina e o pássaro encantado

A história fala de uma menina que tinha um pássaro encantado como melhor amigo. O pássaro voava livremente e trazia histórias de lugares distantes nas cores de suas penas. Um dia, com medo da saudade da próxima partida do pássaro, a menina o prendeu em uma gaiola, quebrando o encanto. Quando ela percebeu seu erro, libertou o pássaro para que o amor e o encanto pudessem renascer através da saudade da separação.

A menina que não gostava de ler
A menina que não gostava de lerA menina que não gostava de ler
A menina que não gostava de ler

O texto conta a história de uma menina que não gostava de ler. Seu tio conta a história para ensinar a importância da leitura. Na história, as pessoas fazem tarefas descritas em um texto, menos a menina. No final, ela lê o texto e percebe que só ganharia se lesse tudo.

Zonzo cabritinho
Zonzo cabritinhoZonzo cabritinho
Zonzo cabritinho

História sobre as diferenças

25
AÍ MEU PAI VEIO E FOI LOGO PERGUNTANDO NA
FRENTE DE TODO MUNDO:
- QUEM FOI QUE SOLTOU O PUM?
E EU, QUE NÃO SOU BOBO, DISSE QUE FOI MEU
IRMÃO.
26
JÁ ESTAVA CANSADO DE PASSAR VERGONHA E
LEVAR A CULPA TODA VEZ QUE O PUM ESCAPAVA.
DEPOIS, TAMBÉM NÃO SEI POR QUE MEU PAI
PERGUNTOU. ELE SABE MUITO BEM QUE A
PRIMEIRA COISA QUE A TIA
CLOTILDE FAZ QUANDO VEM
AQUI EM CASA É SOLTAR O
PUM.
27
AÍ ELE FICA EM VOLTA DELA FAZENDO O MAIOR
BARULHO, E ELA FICA COM CARA DE SANTA,
DIZENDO QUE NÃO FOI ELA. MAS ELA NÃO
ENGANA NINGUÉM...
TODO MUNDO SABE
QUE É A TIA
CLOTILDE QUE
SOLTA O PUM.
28
E TODO MUNDO SABE TAMBÉM QUE NÃO DÁ PRA
GENTE PRENDER O PUM O TEMPO TODO, PORQUE
ELE NÃO GOSTA DE FICAR PRESO E ACABA
ESCAPANDO, A GENTE QUERENDO OU NÃO.

Recomendado para você

Os 10 Amigos
Os 10 AmigosOs 10 Amigos
Os 10 Amigos

A história fala sobre os dedos de uma mão que brincam de teatro. O polegar se declara o vilão e prende os outros dedos, mas são salvos pelos dedos da outra mão, que se apresentam e decidem brincar juntos. O maioral sugere que, unidos, podem brincar de tudo.

Contos pdf
Contos pdfContos pdf
Contos pdf

O conto descreve a curiosidade inocente de uma menina, Beatriz, sobre o crescimento do cabelo. Ela faz várias perguntas à mãe, que está ocupada com as tarefas domésticas e não consegue responder adequadamente. Apesar disso, Beatriz aprende que o cabelo cresce lentamente e de forma quase imperceptível.

A história da matemática
A história da matemáticaA história da matemática
A história da matemática

O documento descreve a história da matemática, desde suas origens práticas entre os egípcios e babilônios até seu desenvolvimento na Grécia antiga. Os egípcios criaram um dos primeiros sistemas numerais e calendários, enquanto os babilônios introduziram o sistema posicional. Na Grécia, Tales e Pitágoras trouxeram novos avanços e fundaram a matemática como disciplina.

Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF
30
EU ACHO TODAS ESSAS BRONCAS POR CAUSA
DO PUM UMA GRANDE INJUSTIÇA!
TÁ CERTO QUE ALGUMAS VEZES O PUM FAZ
MUITO BARULHO E EM
OUTRAS ELE FICA
FEDIDO.
MAS NÃO É CULPA MINHA. NÃO É DE
PROPÓSITO. EU SÓ NÃO CONSIGO SEGURAR
ELE!
O JOSÉ CARLOS LOLLO FAZ ARTE. FAZ DESENHOS,
ESCULTURAS, RECORTA E DOBRA PAPEL ATÉ ELE VIRAR UM
PASSARINHO E ILUSTRA PARA JORNAIS, REVISTAS E LIVROS.
A BLANDINA FRANCO FAZ BORDADOS COM LINHAS
COLORIDAS, COSTURA BONECOS E ESCREVE HISTÓRIAS
PARA CRIANÇAS.
E OS DOIS FAZEM UM MONTE DE COISAS JUNTOS. ELES
CRIAM CACHORROS, COLECIONAM BRINQUEDOS, FALAM
BOBAGENS, FAZEM LIVROS E AGORA FIZERAM O PUM
JUNTOS. NO INICIO, COGITARAM CRIAR UM PSEUDÔNIMO
PARA SOLTAR O PUM ASSIM, EM PÚBLICO, MAS DEPOIS
PENSARAM: “ QUE BESTEIRA! FICOU TÃO LEGAL!”.

Recomendado para você

História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígena

O documento discute a importância do ensino da história e cultura afro-brasileira e indígena no Brasil. Ele apresenta a legislação sobre o tema, como a Lei 10.639/2003, e determinações do Conselho Nacional de Educação para a implementação desse ensino, incluindo a abordagem da história da África e da diáspora africana, assim como a diversidade dos povos indígenas brasileiros.

Adivinha o quanto te amo livro
Adivinha o quanto te amo livroAdivinha o quanto te amo livro
Adivinha o quanto te amo livro

O Coelhinho e o Coelho Pai competem para ver quem ama o outro mais, dizendo frases como "Eu te amo a altura do meu pulo" e "Eu te amo até as pontas dos dedos dos teus pés". No final, o Coelhinho diz que ama o pai "até a lua" e o pai responde que ama o filho "até a lua...ida e volta".

blog anapaulalopess27.blogspot.com (visitem e deix
Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF
UM PUM PODE SER PROBLEMÁTICO NA VIDA DE UMA PESSOA. QUANDO
ELE É UM CACHORRO, ENTÃO, AÍ É QUE NINGUÉM SEGURA. É UM TAL DE
O PUM ESCAPAR, FAZER BARULHO E ATRAPALHAR OS ADULTOS O
TEMPO TODO! E AÍ LOGO ALGUÉM PERGUNTA:
- QUEM FOI QUE SOLTOU O PUM DE NOVO?
E LÓGICO QUE É SEMPRE CULPA DO IRMÃO MAIS NOVO:
- FOI ELE, Ó!
COITADO DO PUM...

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Livro: Você troca
Livro: Você trocaLivro: Você troca
Livro: Você troca
Isa ...
 
"Um monstro em minha escola"
"Um monstro em minha escola""Um monstro em minha escola"
"Um monstro em minha escola"
Naara Machado
 
História das figuras geométricas
História das figuras geométricasHistória das figuras geométricas
História das figuras geométricas
carlasusanafontoura
 
A família do Marcelo- Literatura infantil
A família do Marcelo- Literatura infantil A família do Marcelo- Literatura infantil
A família do Marcelo- Literatura infantil
Paula Naranjo
 
A galinha que sabia ler
A galinha que sabia lerA galinha que sabia ler
A galinha que sabia ler
SABERES E FAZERES EM NOSSAS MÃOS
 
O nome da gente- PEDRO BANDEIRA
O nome da gente- PEDRO BANDEIRAO nome da gente- PEDRO BANDEIRA
O nome da gente- PEDRO BANDEIRA
Karla Karla
 
A Zebrinha Preocupada
A Zebrinha PreocupadaA Zebrinha Preocupada
A Zebrinha Preocupada
adriana.25
 
Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)
Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)
Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)
Isa ...
 
molduras folclore.pdf
molduras folclore.pdfmolduras folclore.pdf
molduras folclore.pdf
ArislaneOliveira2
 
Bibi come de tudo
Bibi come de tudoBibi come de tudo
Bibi come de tudo
Thiara Araujo
 
O nariz do palhaço
O nariz do palhaçoO nariz do palhaço
O nariz do palhaço
Albertina Pereira
 
A familia do marcelo
A familia do marceloA familia do marcelo
A familia do marcelo
Blog da Criançada
 
Azul e Lindo, Planeta Terra nossa casa
Azul e Lindo, Planeta Terra nossa casaAzul e Lindo, Planeta Terra nossa casa
Azul e Lindo, Planeta Terra nossa casa
Elisete Nunes
 
Leitura deleite o tempo
Leitura deleite   o tempoLeitura deleite   o tempo
Leitura deleite o tempo
weleslima
 
Listas fabulosas -_eva_furnari
Listas fabulosas -_eva_furnariListas fabulosas -_eva_furnari
Listas fabulosas -_eva_furnari
Prefeitura de Cianorte
 
O carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlberg
O carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlbergO carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlberg
O carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlberg
Carla Ferreira
 
Minha família é colorida
Minha família é colorida  Minha família é colorida
Minha família é colorida
Adriana Pereira
 
Historia palhaço geométrico
Historia palhaço geométricoHistoria palhaço geométrico
Historia palhaço geométrico
Ines Martins
 

Mais procurados (20)

Livro: Você troca
Livro: Você trocaLivro: Você troca
Livro: Você troca
 
"Um monstro em minha escola"
"Um monstro em minha escola""Um monstro em minha escola"
"Um monstro em minha escola"
 
História das figuras geométricas
História das figuras geométricasHistória das figuras geométricas
História das figuras geométricas
 
A família do Marcelo- Literatura infantil
A família do Marcelo- Literatura infantil A família do Marcelo- Literatura infantil
A família do Marcelo- Literatura infantil
 
A galinha que sabia ler
A galinha que sabia lerA galinha que sabia ler
A galinha que sabia ler
 
Pe de pai
Pe de paiPe de pai
Pe de pai
 
O nome da gente- PEDRO BANDEIRA
O nome da gente- PEDRO BANDEIRAO nome da gente- PEDRO BANDEIRA
O nome da gente- PEDRO BANDEIRA
 
A Zebrinha Preocupada
A Zebrinha PreocupadaA Zebrinha Preocupada
A Zebrinha Preocupada
 
Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)
Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)
Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)
 
molduras folclore.pdf
molduras folclore.pdfmolduras folclore.pdf
molduras folclore.pdf
 
Bibi come de tudo
Bibi come de tudoBibi come de tudo
Bibi come de tudo
 
O nariz do palhaço
O nariz do palhaçoO nariz do palhaço
O nariz do palhaço
 
A casinha do tatu
A casinha do tatuA casinha do tatu
A casinha do tatu
 
A familia do marcelo
A familia do marceloA familia do marcelo
A familia do marcelo
 
Azul e Lindo, Planeta Terra nossa casa
Azul e Lindo, Planeta Terra nossa casaAzul e Lindo, Planeta Terra nossa casa
Azul e Lindo, Planeta Terra nossa casa
 
Leitura deleite o tempo
Leitura deleite   o tempoLeitura deleite   o tempo
Leitura deleite o tempo
 
Listas fabulosas -_eva_furnari
Listas fabulosas -_eva_furnariListas fabulosas -_eva_furnari
Listas fabulosas -_eva_furnari
 
O carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlberg
O carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlbergO carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlberg
O carteiro-chegou-janet-e-allan-ahlberg
 
Minha família é colorida
Minha família é colorida  Minha família é colorida
Minha família é colorida
 
Historia palhaço geométrico
Historia palhaço geométricoHistoria palhaço geométrico
Historia palhaço geométrico
 

Destaque

No reino das letras felizes
No reino das letras felizesNo reino das letras felizes
No reino das letras felizes
prof.aldemir2010
 
A menina e o pássaro encantado
A menina e o pássaro encantadoA menina e o pássaro encantado
A menina e o pássaro encantado
Rogério Pereira - ROPER ENG. E CONSTRUÇÕES
 
A menina que não gostava de ler
A menina que não gostava de lerA menina que não gostava de ler
A menina que não gostava de ler
Alci Lacerda de Jesus
 
Zonzo cabritinho
Zonzo cabritinhoZonzo cabritinho
Zonzo cabritinho
Cláudia Fernandes
 
Os 10 Amigos
Os 10 AmigosOs 10 Amigos
Os 10 Amigos
Telecentro Panambi
 
Contos pdf
Contos pdfContos pdf
Contos pdf
leilatutora
 
A história da matemática
A história da matemáticaA história da matemática
A história da matemática
Samantha Solano
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígena
Valeria Santos
 
Adivinha o quanto te amo livro
Adivinha o quanto te amo livroAdivinha o quanto te amo livro
Adivinha o quanto te amo livro
ANA PAULA LOPES
 
Adivinha Quanto Eu Te Amo
Adivinha Quanto Eu Te AmoAdivinha Quanto Eu Te Amo
Adivinha Quanto Eu Te Amo
miriam catao
 
Bruna e a Galinha D'Angola
Bruna e a Galinha D'AngolaBruna e a Galinha D'Angola
Bruna e a Galinha D'Angola
Marcelo Santos
 
Hospital das letras
Hospital das letrasHospital das letras
Hospital das letras
isamota
 

Destaque (13)

No reino das letras felizes
No reino das letras felizesNo reino das letras felizes
No reino das letras felizes
 
A menina e o pássaro encantado
A menina e o pássaro encantadoA menina e o pássaro encantado
A menina e o pássaro encantado
 
A menina que não gostava de ler
A menina que não gostava de lerA menina que não gostava de ler
A menina que não gostava de ler
 
Zonzo cabritinho
Zonzo cabritinhoZonzo cabritinho
Zonzo cabritinho
 
Os 10 Amigos
Os 10 AmigosOs 10 Amigos
Os 10 Amigos
 
Contos pdf
Contos pdfContos pdf
Contos pdf
 
A história da matemática
A história da matemáticaA história da matemática
A história da matemática
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígena
 
Adivinha o quanto te amo livro
Adivinha o quanto te amo livroAdivinha o quanto te amo livro
Adivinha o quanto te amo livro
 
Um sorriso chamado luiz
Um sorriso chamado luizUm sorriso chamado luiz
Um sorriso chamado luiz
 
Adivinha Quanto Eu Te Amo
Adivinha Quanto Eu Te AmoAdivinha Quanto Eu Te Amo
Adivinha Quanto Eu Te Amo
 
Bruna e a Galinha D'Angola
Bruna e a Galinha D'AngolaBruna e a Galinha D'Angola
Bruna e a Galinha D'Angola
 
Hospital das letras
Hospital das letrasHospital das letras
Hospital das letras
 

Semelhante a Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF

Quemsoltouopum 130917060143-phpapp02
Quemsoltouopum 130917060143-phpapp02Quemsoltouopum 130917060143-phpapp02
Quemsoltouopum 130917060143-phpapp02
Maria Souza
 
Quem.soltou.o.pum
Quem.soltou.o.pumQuem.soltou.o.pum
Quem.soltou.o.pum
Edilaine G Neves
 
Quemsoltouopum 130917060143-phpapp02 (1)
Quemsoltouopum 130917060143-phpapp02 (1)Quemsoltouopum 130917060143-phpapp02 (1)
Quemsoltouopum 130917060143-phpapp02 (1)
Bela Catarina
 
Crônicas de moacyr scliar
Crônicas de moacyr scliarCrônicas de moacyr scliar
Crônicas de moacyr scliar
FERNANDO ERNO
 
Livro conto ou não conto
Livro conto ou não contoLivro conto ou não conto
Livro conto ou não conto
Liane Laranjeira
 
Conto ou nao conto
Conto ou nao contoConto ou nao conto
Conto ou nao conto
lyzandra de camargo
 
Ensino religioso 2
Ensino religioso 2Ensino religioso 2
Ensino religioso 2
Atividades Diversas Cláudia
 
Conto ou não conto?
Conto ou não conto?Conto ou não conto?
Conto ou não conto?
Abel Sidney Souza
 
Wiki barbara e valesca
Wiki barbara e valescaWiki barbara e valesca
Wiki barbara e valesca
bluiza
 
Diário de uma totó
Diário de uma totóDiário de uma totó
Diário de uma totó
margaridafonseca63
 
Forte campea
Forte campeaForte campea
Forte campea
Mensagens Virtuais
 
Primeiras Estórias
Primeiras EstóriasPrimeiras Estórias
Primeiras Estórias
Denise Faria
 
Vingança mortal slide share
Vingança mortal   slide shareVingança mortal   slide share
Vingança mortal slide share
Raquel Machado
 
Ae plv5 teste_avancado4
Ae plv5 teste_avancado4Ae plv5 teste_avancado4
Ae plv5 teste_avancado4
Ana Ferreira
 
Fatores Pragmáticos intencionalidade e intertextualidade.ppt
Fatores Pragmáticos intencionalidade e intertextualidade.pptFatores Pragmáticos intencionalidade e intertextualidade.ppt
Fatores Pragmáticos intencionalidade e intertextualidade.ppt
SimoneMelo78
 
Livro Digital
Livro DigitalLivro Digital
Livro Digital
Marceliany Farias
 
Rosa minha irma rosa PRIMEIRO CAPITULO
Rosa minha irma rosa PRIMEIRO CAPITULORosa minha irma rosa PRIMEIRO CAPITULO
Rosa minha irma rosa PRIMEIRO CAPITULO
vitaliykolyesnik
 
Livro dias de uma familia fechada em casa
Livro dias de uma familia fechada em casaLivro dias de uma familia fechada em casa
Livro dias de uma familia fechada em casa
Maria Luisa Silva
 
Conto ou nao conto
Conto ou nao contoConto ou nao conto
Conto ou nao conto
Ângela Miranda
 
Conto ou nao conto
Conto ou nao contoConto ou nao conto
Conto ou nao conto
Onésimo Remígio
 

Semelhante a Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF (20)

Quemsoltouopum 130917060143-phpapp02
Quemsoltouopum 130917060143-phpapp02Quemsoltouopum 130917060143-phpapp02
Quemsoltouopum 130917060143-phpapp02
 
Quem.soltou.o.pum
Quem.soltou.o.pumQuem.soltou.o.pum
Quem.soltou.o.pum
 
Quemsoltouopum 130917060143-phpapp02 (1)
Quemsoltouopum 130917060143-phpapp02 (1)Quemsoltouopum 130917060143-phpapp02 (1)
Quemsoltouopum 130917060143-phpapp02 (1)
 
Crônicas de moacyr scliar
Crônicas de moacyr scliarCrônicas de moacyr scliar
Crônicas de moacyr scliar
 
Livro conto ou não conto
Livro conto ou não contoLivro conto ou não conto
Livro conto ou não conto
 
Conto ou nao conto
Conto ou nao contoConto ou nao conto
Conto ou nao conto
 
Ensino religioso 2
Ensino religioso 2Ensino religioso 2
Ensino religioso 2
 
Conto ou não conto?
Conto ou não conto?Conto ou não conto?
Conto ou não conto?
 
Wiki barbara e valesca
Wiki barbara e valescaWiki barbara e valesca
Wiki barbara e valesca
 
Diário de uma totó
Diário de uma totóDiário de uma totó
Diário de uma totó
 
Forte campea
Forte campeaForte campea
Forte campea
 
Primeiras Estórias
Primeiras EstóriasPrimeiras Estórias
Primeiras Estórias
 
Vingança mortal slide share
Vingança mortal   slide shareVingança mortal   slide share
Vingança mortal slide share
 
Ae plv5 teste_avancado4
Ae plv5 teste_avancado4Ae plv5 teste_avancado4
Ae plv5 teste_avancado4
 
Fatores Pragmáticos intencionalidade e intertextualidade.ppt
Fatores Pragmáticos intencionalidade e intertextualidade.pptFatores Pragmáticos intencionalidade e intertextualidade.ppt
Fatores Pragmáticos intencionalidade e intertextualidade.ppt
 
Livro Digital
Livro DigitalLivro Digital
Livro Digital
 
Rosa minha irma rosa PRIMEIRO CAPITULO
Rosa minha irma rosa PRIMEIRO CAPITULORosa minha irma rosa PRIMEIRO CAPITULO
Rosa minha irma rosa PRIMEIRO CAPITULO
 
Livro dias de uma familia fechada em casa
Livro dias de uma familia fechada em casaLivro dias de uma familia fechada em casa
Livro dias de uma familia fechada em casa
 
Conto ou nao conto
Conto ou nao contoConto ou nao conto
Conto ou nao conto
 
Conto ou nao conto
Conto ou nao contoConto ou nao conto
Conto ou nao conto
 

Mais de Augusto Bertotto

Apostila em PDF - 300 Atividades de Alfabetização
Apostila em PDF - 300 Atividades de AlfabetizaçãoApostila em PDF - 300 Atividades de Alfabetização
Apostila em PDF - 300 Atividades de Alfabetização
Augusto Bertotto
 
246 atividades de alfabetizao
246 atividades de alfabetizao246 atividades de alfabetizao
246 atividades de alfabetizao
Augusto Bertotto
 
Semana pedagógica: 13 dicas valiosas
Semana pedagógica: 13 dicas valiosasSemana pedagógica: 13 dicas valiosas
Semana pedagógica: 13 dicas valiosas
Augusto Bertotto
 
Relatório de acompanhamento do professor de aee
Relatório de acompanhamento do professor de aeeRelatório de acompanhamento do professor de aee
Relatório de acompanhamento do professor de aee
Augusto Bertotto
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS– 2º ANO
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS– 2º ANOAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS– 2º ANO
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS– 2º ANO
Augusto Bertotto
 
Avaliação diagnóstica - Matemática - 2º ano do Ensino Fundamental
Avaliação diagnóstica - Matemática - 2º ano do Ensino FundamentalAvaliação diagnóstica - Matemática - 2º ano do Ensino Fundamental
Avaliação diagnóstica - Matemática - 2º ano do Ensino Fundamental
Augusto Bertotto
 
Baixe em PDF - Atividades de Português para 3º ano do Ensino Fundamental
Baixe em PDF - Atividades de Português para 3º ano do Ensino FundamentalBaixe em PDF - Atividades de Português para 3º ano do Ensino Fundamental
Baixe em PDF - Atividades de Português para 3º ano do Ensino Fundamental
Augusto Bertotto
 
BAIXE o livro 'Até as Princesas Soltam Pum'
BAIXE o livro 'Até as Princesas Soltam Pum'BAIXE o livro 'Até as Princesas Soltam Pum'
BAIXE o livro 'Até as Princesas Soltam Pum'
Augusto Bertotto
 
Baixe o livro 'As gotinhas e o arco-íris'
Baixe o livro 'As gotinhas e o arco-íris'Baixe o livro 'As gotinhas e o arco-íris'
Baixe o livro 'As gotinhas e o arco-íris'
Augusto Bertotto
 
Baixe o Livro 'Zumbi o pequeno guerreiro' em PDF
Baixe o Livro 'Zumbi o pequeno guerreiro' em PDFBaixe o Livro 'Zumbi o pequeno guerreiro' em PDF
Baixe o Livro 'Zumbi o pequeno guerreiro' em PDF
Augusto Bertotto
 
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da InfânciaCaderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Augusto Bertotto
 
Leitura e interpretação de texto
Leitura e interpretação de textoLeitura e interpretação de texto
Leitura e interpretação de texto
Augusto Bertotto
 
Livro infantil charalina livro infantil charalina imprimir
Livro infantil charalina   livro infantil charalina imprimirLivro infantil charalina   livro infantil charalina imprimir
Livro infantil charalina livro infantil charalina imprimir
Augusto Bertotto
 
Baixe o livro 'a bruxinha que voava numa escova de dentes'
Baixe o livro 'a bruxinha que voava numa escova de dentes'Baixe o livro 'a bruxinha que voava numa escova de dentes'
Baixe o livro 'a bruxinha que voava numa escova de dentes'
Augusto Bertotto
 
Livro desculpe me
Livro desculpe meLivro desculpe me
Livro desculpe me
Augusto Bertotto
 
Livro João Feijão
Livro João FeijãoLivro João Feijão
Livro João Feijão
Augusto Bertotto
 

Mais de Augusto Bertotto (16)

Apostila em PDF - 300 Atividades de Alfabetização
Apostila em PDF - 300 Atividades de AlfabetizaçãoApostila em PDF - 300 Atividades de Alfabetização
Apostila em PDF - 300 Atividades de Alfabetização
 
246 atividades de alfabetizao
246 atividades de alfabetizao246 atividades de alfabetizao
246 atividades de alfabetizao
 
Semana pedagógica: 13 dicas valiosas
Semana pedagógica: 13 dicas valiosasSemana pedagógica: 13 dicas valiosas
Semana pedagógica: 13 dicas valiosas
 
Relatório de acompanhamento do professor de aee
Relatório de acompanhamento do professor de aeeRelatório de acompanhamento do professor de aee
Relatório de acompanhamento do professor de aee
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS– 2º ANO
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS– 2º ANOAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS– 2º ANO
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS– 2º ANO
 
Avaliação diagnóstica - Matemática - 2º ano do Ensino Fundamental
Avaliação diagnóstica - Matemática - 2º ano do Ensino FundamentalAvaliação diagnóstica - Matemática - 2º ano do Ensino Fundamental
Avaliação diagnóstica - Matemática - 2º ano do Ensino Fundamental
 
Baixe em PDF - Atividades de Português para 3º ano do Ensino Fundamental
Baixe em PDF - Atividades de Português para 3º ano do Ensino FundamentalBaixe em PDF - Atividades de Português para 3º ano do Ensino Fundamental
Baixe em PDF - Atividades de Português para 3º ano do Ensino Fundamental
 
BAIXE o livro 'Até as Princesas Soltam Pum'
BAIXE o livro 'Até as Princesas Soltam Pum'BAIXE o livro 'Até as Princesas Soltam Pum'
BAIXE o livro 'Até as Princesas Soltam Pum'
 
Baixe o livro 'As gotinhas e o arco-íris'
Baixe o livro 'As gotinhas e o arco-íris'Baixe o livro 'As gotinhas e o arco-íris'
Baixe o livro 'As gotinhas e o arco-íris'
 
Baixe o Livro 'Zumbi o pequeno guerreiro' em PDF
Baixe o Livro 'Zumbi o pequeno guerreiro' em PDFBaixe o Livro 'Zumbi o pequeno guerreiro' em PDF
Baixe o Livro 'Zumbi o pequeno guerreiro' em PDF
 
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da InfânciaCaderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
 
Leitura e interpretação de texto
Leitura e interpretação de textoLeitura e interpretação de texto
Leitura e interpretação de texto
 
Livro infantil charalina livro infantil charalina imprimir
Livro infantil charalina   livro infantil charalina imprimirLivro infantil charalina   livro infantil charalina imprimir
Livro infantil charalina livro infantil charalina imprimir
 
Baixe o livro 'a bruxinha que voava numa escova de dentes'
Baixe o livro 'a bruxinha que voava numa escova de dentes'Baixe o livro 'a bruxinha que voava numa escova de dentes'
Baixe o livro 'a bruxinha que voava numa escova de dentes'
 
Livro desculpe me
Livro desculpe meLivro desculpe me
Livro desculpe me
 
Livro João Feijão
Livro João FeijãoLivro João Feijão
Livro João Feijão
 

Último

Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
Faga1939
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
mozalgebrista
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Texto e atividade -  Fontes alternativas de energiaTexto e atividade -  Fontes alternativas de energia
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Texto e atividade -  Fontes alternativas de energiaTexto e atividade -  Fontes alternativas de energia
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 

Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF

  • 4. Este livro que está em suas mãos foi todo digitalizado artesanalmente e posteriormente adaptado para letras ampliadas a fim de atender às necessidades de nossos alunos baixa visão. Por que todo esse trabalho em digitalizar folha por folha e ampliar a fonte de um livro que já está pronto? Porque os livros convencionais não atendem as necessidades dos alunos Cegos e com baixa visão. Preocupados com essa situação e considerando que existem hoje no Brasil mais de 582 mil cegos e mais de 6 milhões de
  • 5. pessoas com baixa visão (Censo 2010), para os quais o livro convencional não é legível, tentamos fazer a diferença oferecendo o livro didático ou literário, em Braille, para nossos alunos cegos, e em fonte cujo tamanho seja adequado aos nossos alunos de visão subnormal, que cursam o Ensino Fundamental da Rede Municipal de Içara. O uso do texto em braile, para os alunos cegos; e de letras ampliadas, para alunos baixa visão, possibilita que a criança possa ler o livro, interagir e compartilhar a história com a família e com os colegas de aula, sentindo-se
  • 6. incluída e participando ativamente do ambiente escolar. Professora do AEE E. M. E. F. Mª Arlete Bitencourt Lodetti "Posso admitir que o deficiente seja vítima do destino, porém não posso admitir que seja vítima da indiferença" John Kennedy
  • 8. MEU MELHOR AMIGO É O PUM. 4
  • 10. NADA ME DEIXA MAIS FELIZ DO QUE SOLTAR O PUM. 6
  • 13. MAS ÀS VEZES AS PESSOAS OLHAM FEIO PARA MIM PORQUE O PUM FAZ BARULHO E ATRAPALHA A CONVERSA DOS ADULTOS. MEUS PAIS DIZEM QUE ISSO ACONTECE PORQUE TEM HORA CERTA PRA SOLTAR O PUM. QUANDO EU SOLTO NA HORA ERRADA, ELE INCOMODA OS OUTROS E EU ACABO LEVANDO UM MONTE DE BRONCA À TOA. 9
  • 14. TEVE UMA VEZ QUE EU, ASSIM POR DISTRAÇÃO, SOLTEI O PUM NO JARDIM DO PRÉDIO ONDE A GENTE MORAVA E LEVEI A MAIOR BRONCA DA SÍNDICA. 10
  • 15. - QUANTAS VEZES EU VOU TER QUE REPETIR QUE NÃO QUERO O PUM AQUI? VOU FALAR COM SUA 11 MÃE. E ELA FALOU E A MINHA MÃE FICOU BRAVA DE VERDADE.
  • 16. AINDA BEM QUE DEPOIS A GENTE SE MUDOU PRA UMA CASA GRANDE, COM JARDIM FLORIDO MAIOR AINDA. AÍ ERA UMA FESTA... EU SOLTAVA 12 O PUM NO QUINTAL E ELE NÃO INCOMODAVA NINGUÉM.
  • 18. MAS AS VEZES O PUM FAZIA MUITO BARULHO, E UM DIA UM VIZINHO ACABOU RECLAMANDO COM MEU PAI. POR QUE SERÁ QUE AS PESSOAS FICAM BRAVAS QUANDO EU SOLTO O PUM E ELE FAZ BARULHO? 14
  • 19. POR CAUSA DESSE VIZINHO EU TIVE QUE COMEÇAR A PRENDER O PUM TODA NOITE.
  • 20. NO COMEÇO EU FIQUEI TRISTE.... ATÉ QUE EU TIVE UMA IDEIA GENIAL! ERA DE NOITE E EU ESTAVA DEITADO NA MINHA CAMA. ENTÃO SOLTEI O PUM DEBAIXO DO MEU LENÇOL. ISSO MINHA MÃE NUNCA DESCOBRIU. 16
  • 22. 18 TEVE TAMBÉM UM DIA QUE ESTAVA CHOVENDO FORTE E EU FIQUEI UM TEMPÃO PRENDENDO O PUM. MAS UMA HORA EU NÃO CONSEGUI MAIS SEGURAR E SOLTEI O PUM NA CHUVA.
  • 24. 20 DEPOIS ELE FICOU MOLHADO E COM CHEIRO ESTRANHO E ME SEGUIU PRA DENTRO DA CASA. MINHA MÃE FICOU BRAVA DE NOVO!
  • 27. 23 EM DIA DE FESTA MEU PAI SEMPRE PEDE PRA GENTE PRENDER O PUM. ELE DIZ QUE SOLTAR O PUM EM FESTA É FALTA DE EDUCAÇÃO E INCOMODA OS CONVIDADOS. PUM
  • 28. 24 NO NATAL DO ANO PASSADO O PUM ESCAPOU E EMPORCALHOU A CALÇA DA TIA CLOTILDE.
  • 29. 25 AÍ MEU PAI VEIO E FOI LOGO PERGUNTANDO NA FRENTE DE TODO MUNDO: - QUEM FOI QUE SOLTOU O PUM? E EU, QUE NÃO SOU BOBO, DISSE QUE FOI MEU IRMÃO.
  • 30. 26 JÁ ESTAVA CANSADO DE PASSAR VERGONHA E LEVAR A CULPA TODA VEZ QUE O PUM ESCAPAVA. DEPOIS, TAMBÉM NÃO SEI POR QUE MEU PAI PERGUNTOU. ELE SABE MUITO BEM QUE A PRIMEIRA COISA QUE A TIA CLOTILDE FAZ QUANDO VEM AQUI EM CASA É SOLTAR O PUM.
  • 31. 27 AÍ ELE FICA EM VOLTA DELA FAZENDO O MAIOR BARULHO, E ELA FICA COM CARA DE SANTA, DIZENDO QUE NÃO FOI ELA. MAS ELA NÃO ENGANA NINGUÉM... TODO MUNDO SABE QUE É A TIA CLOTILDE QUE SOLTA O PUM.
  • 32. 28 E TODO MUNDO SABE TAMBÉM QUE NÃO DÁ PRA GENTE PRENDER O PUM O TEMPO TODO, PORQUE ELE NÃO GOSTA DE FICAR PRESO E ACABA ESCAPANDO, A GENTE QUERENDO OU NÃO.
  • 34. 30 EU ACHO TODAS ESSAS BRONCAS POR CAUSA DO PUM UMA GRANDE INJUSTIÇA! TÁ CERTO QUE ALGUMAS VEZES O PUM FAZ MUITO BARULHO E EM OUTRAS ELE FICA FEDIDO.
  • 35. MAS NÃO É CULPA MINHA. NÃO É DE PROPÓSITO. EU SÓ NÃO CONSIGO SEGURAR ELE!
  • 36. O JOSÉ CARLOS LOLLO FAZ ARTE. FAZ DESENHOS, ESCULTURAS, RECORTA E DOBRA PAPEL ATÉ ELE VIRAR UM PASSARINHO E ILUSTRA PARA JORNAIS, REVISTAS E LIVROS. A BLANDINA FRANCO FAZ BORDADOS COM LINHAS COLORIDAS, COSTURA BONECOS E ESCREVE HISTÓRIAS PARA CRIANÇAS. E OS DOIS FAZEM UM MONTE DE COISAS JUNTOS. ELES CRIAM CACHORROS, COLECIONAM BRINQUEDOS, FALAM BOBAGENS, FAZEM LIVROS E AGORA FIZERAM O PUM JUNTOS. NO INICIO, COGITARAM CRIAR UM PSEUDÔNIMO PARA SOLTAR O PUM ASSIM, EM PÚBLICO, MAS DEPOIS PENSARAM: “ QUE BESTEIRA! FICOU TÃO LEGAL!”.
  • 38. UM PUM PODE SER PROBLEMÁTICO NA VIDA DE UMA PESSOA. QUANDO ELE É UM CACHORRO, ENTÃO, AÍ É QUE NINGUÉM SEGURA. É UM TAL DE O PUM ESCAPAR, FAZER BARULHO E ATRAPALHAR OS ADULTOS O TEMPO TODO! E AÍ LOGO ALGUÉM PERGUNTA: - QUEM FOI QUE SOLTOU O PUM DE NOVO? E LÓGICO QUE É SEMPRE CULPA DO IRMÃO MAIS NOVO: - FOI ELE, Ó! COITADO DO PUM...