SlideShare uma empresa Scribd logo
 
Era uma vez um palhaço muito engraçado e muito bonzinho. As crianças adoravam ir ao circo só para ouvir as suas piadas e rir à gargalhada.
Todos os meninos gostavam muito do circo, gostavam muito dos malabaristas, dos trapezistas, dos mágicos, dos animais do circo, mas o mais famoso, era o Palhaço Trapalhão.
Mas, o que ninguém sabia era que o Trapalhão era um velhinho muito, muito triste, porque não gostava do seu nariz. Ele achava-o muito feio. Então ele dizia sempre:  -Se as crianças me vissem sem a cara pintada e sem esta máscara iam achar-me horrível com este nariz e nunca mais iam gostar de mim!
Ele sofria tanto por não gostar do seu nariz. Até que um dia apareceu lhe uma Fada que decidiu ajudá-lo:  - Vou-te levar até ao Planeta dos Narizes e, aí vais poder escolher um nariz novo, que te deixe mais feliz.
O Palhaço ficou tão animado com a ideia que só queria que o dia de ir ao Planeta dos Narizes chegasse.
Até que chegou o dia!!! Lá voaram para o espaço, por cima das nuvens, por entre as estrelas até encontrarem o Planeta dos Narizes. Quando chegaram, o Palhaço nem queria acreditar... Haviam tantos narizes para ele escolher... Grandes, pequenos, bicudos, redondinhos... Ficou muito confuso quando foi para o escolher, porque como haviam tantos que ele não sabia qual havia de escolher.
À frente do espelho, o palhaço experimentou vários narizes, até que encontrou um que achou muito bonito, então disse à Fada:  -É este o nariz que escolho, é mesmo bonito! Os meninos vão adorar! Podemos voltar para a terra e obrigado!
No espectáculo seguinte, o Palhaço achou que estava muito bonito e que todos iam adorar o seu novo nariz. Começou a contar piadas, a fazer as suas gracinhas mas... nenhuma criança se riu, nenhuma lhe achou piada... Quando acabou o Palhaço ficou tão triste. Decidiu, então, ir novamente à procura da Fada.  Pediu-lhe para voltar novamente ao Planeta dos Narizes.
A Fada levou-o de volta ao Planeta e enquanto escolhia um novo nariz, reparou que estava lá um que nunca tinha visto antes: -Ah, que nariz bonito...Não tinha reparado neste quando cá estive... Deste aqui as crianças vão gostar, tenho a certeza!
E voltaram os dois para o circo. Quando o palhaço apareceu, as crianças riram-se muito e todas batiam palmas de felicidade. A alegria tinha voltado ao circo.
O Palhaço estava tão feliz que, depois do espectáculo foi logo a correr à procura da Fada para lhe contar a novidade! Quando finalmente a encontrou contou-lhe o que tinha acontecido e agradeceu-lhe. Então, a Fada, disse-lhe:  - Sabes Trapalhão, esse nariz de que as crianças tanto gostaram é o teu nariz, aquele que te deixava triste e que não gostavas...  Muito espantado, o Palhaço, nem queria acreditar... Viu-se melhor ao espelho e acabou por reconhecer que era o nariz que tinha deixado no Planeta dos Narizes! A partir desse dia o Palhaço Trapalhão deixou de ser um velhinho triste e passou a gostar do seu nariz, porque era o seu narizinho que fazia rir os meninos no circo!
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conto torrado nuvem.caracol_Clara
Conto torrado nuvem.caracol_ClaraConto torrado nuvem.caracol_Clara
Conto torrado nuvem.caracol_Clara
Clara Sousa
 
RITA, NÃO GRITA!
RITA, NÃO GRITA!RITA, NÃO GRITA!
RITA, NÃO GRITA!
Marisa Seara
 
Dia do pai todos os pais são diferentes
Dia do pai todos os pais são diferentesDia do pai todos os pais são diferentes
Dia do pai todos os pais são diferentes
Teresa Ramos
 
Uma Aventura no Outono
Uma Aventura no OutonoUma Aventura no Outono
Uma Aventura no Outono
pikittas
 
Coração de Mãe
Coração de MãeCoração de Mãe
Coração de Mãe
Pedro Moura
 
A galinha ruiva
A galinha ruivaA galinha ruiva
A galinha ruiva
Bertilia Madeira
 
Historia " Os Nossos Amigos Animais"
Historia " Os Nossos Amigos Animais"Historia " Os Nossos Amigos Animais"
Historia " Os Nossos Amigos Animais"
bibdjosei
 
João e-os-5-sentidos
João e-os-5-sentidosJoão e-os-5-sentidos
João e-os-5-sentidos
Mara Pinto
 
Chegou a Primavera
Chegou a PrimaveraChegou a Primavera
Chegou a Primavera
Patricia Carvalho
 
A Horta Do Sr Lobo
A Horta Do Sr LoboA Horta Do Sr Lobo
A Horta Do Sr Lobo
Luzia Couto
 
A galinha que sabia ler
A galinha que sabia lerA galinha que sabia ler
A galinha que sabia ler
SABERES E FAZERES EM NOSSAS MÃOS
 
Uma história de carnaval
Uma história de carnavalUma história de carnaval
Uma história de carnaval
Ana Arminda Moreira
 
Eu e o meu pai
Eu e o meu paiEu e o meu pai
Eu e o meu pai
Patricia Carvalho
 
O pintinho que nasceu quadrado
O pintinho que nasceu quadradoO pintinho que nasceu quadrado
O pintinho que nasceu quadrado
jaguare
 
Até as Princesas Soltam Pum
Até as Princesas Soltam PumAté as Princesas Soltam Pum
Até as Princesas Soltam Pum
mariaelidias
 
A gotinha Plim Plim, de Gerusa Rodrigues Pinto
A gotinha Plim Plim, de Gerusa Rodrigues PintoA gotinha Plim Plim, de Gerusa Rodrigues Pinto
A gotinha Plim Plim, de Gerusa Rodrigues Pinto
Elisangela Terra
 
Uma Vaca De Estimação
Uma Vaca De EstimaçãoUma Vaca De Estimação
Uma Vaca De Estimação
escolaldeia2010
 
Pe de pai
Pe de paiPe de pai
Pe de pai
bibliotecaeb23vv
 

Mais procurados (20)

Conto torrado nuvem.caracol_Clara
Conto torrado nuvem.caracol_ClaraConto torrado nuvem.caracol_Clara
Conto torrado nuvem.caracol_Clara
 
RITA, NÃO GRITA!
RITA, NÃO GRITA!RITA, NÃO GRITA!
RITA, NÃO GRITA!
 
O meu pai
O meu paiO meu pai
O meu pai
 
Dia do pai todos os pais são diferentes
Dia do pai todos os pais são diferentesDia do pai todos os pais são diferentes
Dia do pai todos os pais são diferentes
 
Uma Aventura no Outono
Uma Aventura no OutonoUma Aventura no Outono
Uma Aventura no Outono
 
Coração de Mãe
Coração de MãeCoração de Mãe
Coração de Mãe
 
A galinha ruiva
A galinha ruivaA galinha ruiva
A galinha ruiva
 
O girassol solitario
O girassol solitarioO girassol solitario
O girassol solitario
 
Historia " Os Nossos Amigos Animais"
Historia " Os Nossos Amigos Animais"Historia " Os Nossos Amigos Animais"
Historia " Os Nossos Amigos Animais"
 
João e-os-5-sentidos
João e-os-5-sentidosJoão e-os-5-sentidos
João e-os-5-sentidos
 
Chegou a Primavera
Chegou a PrimaveraChegou a Primavera
Chegou a Primavera
 
A Horta Do Sr Lobo
A Horta Do Sr LoboA Horta Do Sr Lobo
A Horta Do Sr Lobo
 
A galinha que sabia ler
A galinha que sabia lerA galinha que sabia ler
A galinha que sabia ler
 
Uma história de carnaval
Uma história de carnavalUma história de carnaval
Uma história de carnaval
 
Eu e o meu pai
Eu e o meu paiEu e o meu pai
Eu e o meu pai
 
O pintinho que nasceu quadrado
O pintinho que nasceu quadradoO pintinho que nasceu quadrado
O pintinho que nasceu quadrado
 
Até as Princesas Soltam Pum
Até as Princesas Soltam PumAté as Princesas Soltam Pum
Até as Princesas Soltam Pum
 
A gotinha Plim Plim, de Gerusa Rodrigues Pinto
A gotinha Plim Plim, de Gerusa Rodrigues PintoA gotinha Plim Plim, de Gerusa Rodrigues Pinto
A gotinha Plim Plim, de Gerusa Rodrigues Pinto
 
Uma Vaca De Estimação
Uma Vaca De EstimaçãoUma Vaca De Estimação
Uma Vaca De Estimação
 
Pe de pai
Pe de paiPe de pai
Pe de pai
 

Semelhante a O nariz do palhaço

O nariz do palhaço ramo lobinho
O nariz do palhaço ramo lobinhoO nariz do palhaço ramo lobinho
O nariz do palhaço ramo lobinho
GRUPO ESCOTEIRO JOÃO OSCALINO
 
O Sebastião e o seu nariz - pré mourão
O Sebastião e o seu nariz - pré mourãoO Sebastião e o seu nariz - pré mourão
O Sebastião e o seu nariz - pré mourão
Saudade Roxo
 
A aventura dos lápis de cor
A aventura dos lápis de corA aventura dos lápis de cor
A aventura dos lápis de cor
donatorosa
 
A aranha mara e o arco
A aranha mara e o arcoA aranha mara e o arco
A aranha mara e o arco
Noeme Martins
 
Livro a casa da Madrinha
Livro a casa da MadrinhaLivro a casa da Madrinha
Livro a casa da Madrinha
Cleiton Cunha
 
O pequeno principe_antoine_de_saint_exupery_ebookswide
O pequeno principe_antoine_de_saint_exupery_ebookswideO pequeno principe_antoine_de_saint_exupery_ebookswide
O pequeno principe_antoine_de_saint_exupery_ebookswide
silvinha331
 
Projeto branca de neve
Projeto branca de neveProjeto branca de neve
Projeto branca de neve
sandramirandan
 
O Palhacinho
O PalhacinhoO Palhacinho
O Palhacinho
Margarida Lachica
 
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pages
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pagesConto torrado trinta-por-uma-linha_18pages
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pages
Rita Arantes
 
Doc 11 resumo do principezinho
Doc 11  resumo do principezinhoDoc 11  resumo do principezinho
Doc 11 resumo do principezinho
helena frança
 
O Menino que Pensava Verde, de Maria do Céu Nogueira, in Mais-Valia: conto e ...
O Menino que Pensava Verde, de Maria do Céu Nogueira, in Mais-Valia: conto e ...O Menino que Pensava Verde, de Maria do Céu Nogueira, in Mais-Valia: conto e ...
O Menino que Pensava Verde, de Maria do Céu Nogueira, in Mais-Valia: conto e ...
BE ESGN
 
O pequeno principe antoine de saint-exupery
O pequeno principe   antoine de saint-exuperyO pequeno principe   antoine de saint-exupery
O pequeno principe antoine de saint-exupery
AtelidaFotoAtelidaFo
 
Histórias 4.ºa
Histórias 4.ºaHistórias 4.ºa
Histórias 4.ºa
Dulce Monteiro
 
Tubuntu -Da Montanha 25-08-2016
Tubuntu -Da Montanha   25-08-2016Tubuntu -Da Montanha   25-08-2016
Tubuntu -Da Montanha 25-08-2016
Jardinera Msf
 
Kw
KwKw
KW
KWKW

Semelhante a O nariz do palhaço (16)

O nariz do palhaço ramo lobinho
O nariz do palhaço ramo lobinhoO nariz do palhaço ramo lobinho
O nariz do palhaço ramo lobinho
 
O Sebastião e o seu nariz - pré mourão
O Sebastião e o seu nariz - pré mourãoO Sebastião e o seu nariz - pré mourão
O Sebastião e o seu nariz - pré mourão
 
A aventura dos lápis de cor
A aventura dos lápis de corA aventura dos lápis de cor
A aventura dos lápis de cor
 
A aranha mara e o arco
A aranha mara e o arcoA aranha mara e o arco
A aranha mara e o arco
 
Livro a casa da Madrinha
Livro a casa da MadrinhaLivro a casa da Madrinha
Livro a casa da Madrinha
 
O pequeno principe_antoine_de_saint_exupery_ebookswide
O pequeno principe_antoine_de_saint_exupery_ebookswideO pequeno principe_antoine_de_saint_exupery_ebookswide
O pequeno principe_antoine_de_saint_exupery_ebookswide
 
Projeto branca de neve
Projeto branca de neveProjeto branca de neve
Projeto branca de neve
 
O Palhacinho
O PalhacinhoO Palhacinho
O Palhacinho
 
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pages
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pagesConto torrado trinta-por-uma-linha_18pages
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pages
 
Doc 11 resumo do principezinho
Doc 11  resumo do principezinhoDoc 11  resumo do principezinho
Doc 11 resumo do principezinho
 
O Menino que Pensava Verde, de Maria do Céu Nogueira, in Mais-Valia: conto e ...
O Menino que Pensava Verde, de Maria do Céu Nogueira, in Mais-Valia: conto e ...O Menino que Pensava Verde, de Maria do Céu Nogueira, in Mais-Valia: conto e ...
O Menino que Pensava Verde, de Maria do Céu Nogueira, in Mais-Valia: conto e ...
 
O pequeno principe antoine de saint-exupery
O pequeno principe   antoine de saint-exuperyO pequeno principe   antoine de saint-exupery
O pequeno principe antoine de saint-exupery
 
Histórias 4.ºa
Histórias 4.ºaHistórias 4.ºa
Histórias 4.ºa
 
Tubuntu -Da Montanha 25-08-2016
Tubuntu -Da Montanha   25-08-2016Tubuntu -Da Montanha   25-08-2016
Tubuntu -Da Montanha 25-08-2016
 
Kw
KwKw
Kw
 
KW
KWKW
KW
 

Mais de Albertina Pereira

Oh borboletas
Oh borboletasOh borboletas
Oh borboletas
Albertina Pereira
 
Os cinco sentidos_Paula_Zambujo
Os cinco sentidos_Paula_ZambujoOs cinco sentidos_Paula_Zambujo
Os cinco sentidos_Paula_Zambujo
Albertina Pereira
 
Roda dos alimentos
Roda dos alimentosRoda dos alimentos
Roda dos alimentos
Albertina Pereira
 
Contas colorir
Contas colorirContas colorir
Contas colorir
Albertina Pereira
 
Subtração
SubtraçãoSubtração
Subtração
Albertina Pereira
 
Ficha subtração
Ficha subtraçãoFicha subtração
Ficha subtração
Albertina Pereira
 
Ficha ditongos nasais
Ficha ditongos nasaisFicha ditongos nasais
Ficha ditongos nasais
Albertina Pereira
 
Exercícios de matemática
Exercícios de matemáticaExercícios de matemática
Exercícios de matemática
Albertina Pereira
 
Ficha maior e menor
Ficha maior e menorFicha maior e menor
Ficha maior e menor
Albertina Pereira
 
Ficha adição
Ficha adiçãoFicha adição
Ficha adição
Albertina Pereira
 
Maior e menor
Maior e menorMaior e menor
Maior e menor
Albertina Pereira
 
Inteiro e metades
Inteiro e metadesInteiro e metades
Inteiro e metades
Albertina Pereira
 
Ficha de matemática
Ficha de matemáticaFicha de matemática
Ficha de matemática
Albertina Pereira
 
Ficha letras e sílabas
Ficha letras e sílabasFicha letras e sílabas
Ficha letras e sílabas
Albertina Pereira
 
Ficha de trabalho (3 anos)
Ficha de trabalho (3 anos)Ficha de trabalho (3 anos)
Ficha de trabalho (3 anos)
Albertina Pereira
 
Letra a
Letra aLetra a
A e i o u a e i o u
A e i o u     a e i o uA e i o u     a e i o u
A e i o u a e i o u
Albertina Pereira
 
Ja tocam os sinos
Ja tocam os sinosJa tocam os sinos
Ja tocam os sinos
Albertina Pereira
 
Registo atividade experimental flutua
Registo atividade experimental flutuaRegisto atividade experimental flutua
Registo atividade experimental flutua
Albertina Pereira
 

Mais de Albertina Pereira (20)

Oh borboletas
Oh borboletasOh borboletas
Oh borboletas
 
Os cinco sentidos_Paula_Zambujo
Os cinco sentidos_Paula_ZambujoOs cinco sentidos_Paula_Zambujo
Os cinco sentidos_Paula_Zambujo
 
Roda dos alimentos
Roda dos alimentosRoda dos alimentos
Roda dos alimentos
 
Contas colorir
Contas colorirContas colorir
Contas colorir
 
Subtração
SubtraçãoSubtração
Subtração
 
Ficha subtração
Ficha subtraçãoFicha subtração
Ficha subtração
 
Ficha ditongos nasais
Ficha ditongos nasaisFicha ditongos nasais
Ficha ditongos nasais
 
Exercícios de matemática
Exercícios de matemáticaExercícios de matemática
Exercícios de matemática
 
Ficha maior e menor
Ficha maior e menorFicha maior e menor
Ficha maior e menor
 
Ficha adição
Ficha adiçãoFicha adição
Ficha adição
 
Maior e menor
Maior e menorMaior e menor
Maior e menor
 
Texturas
TexturasTexturas
Texturas
 
Inteiro e metades
Inteiro e metadesInteiro e metades
Inteiro e metades
 
Ficha de matemática
Ficha de matemáticaFicha de matemática
Ficha de matemática
 
Ficha letras e sílabas
Ficha letras e sílabasFicha letras e sílabas
Ficha letras e sílabas
 
Ficha de trabalho (3 anos)
Ficha de trabalho (3 anos)Ficha de trabalho (3 anos)
Ficha de trabalho (3 anos)
 
Letra a
Letra aLetra a
Letra a
 
A e i o u a e i o u
A e i o u     a e i o uA e i o u     a e i o u
A e i o u a e i o u
 
Ja tocam os sinos
Ja tocam os sinosJa tocam os sinos
Ja tocam os sinos
 
Registo atividade experimental flutua
Registo atividade experimental flutuaRegisto atividade experimental flutua
Registo atividade experimental flutua
 

Último

Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
Jonathas Muniz
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 

Último (7)

Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 

O nariz do palhaço

  • 1.  
  • 2. Era uma vez um palhaço muito engraçado e muito bonzinho. As crianças adoravam ir ao circo só para ouvir as suas piadas e rir à gargalhada.
  • 3. Todos os meninos gostavam muito do circo, gostavam muito dos malabaristas, dos trapezistas, dos mágicos, dos animais do circo, mas o mais famoso, era o Palhaço Trapalhão.
  • 4. Mas, o que ninguém sabia era que o Trapalhão era um velhinho muito, muito triste, porque não gostava do seu nariz. Ele achava-o muito feio. Então ele dizia sempre: -Se as crianças me vissem sem a cara pintada e sem esta máscara iam achar-me horrível com este nariz e nunca mais iam gostar de mim!
  • 5. Ele sofria tanto por não gostar do seu nariz. Até que um dia apareceu lhe uma Fada que decidiu ajudá-lo: - Vou-te levar até ao Planeta dos Narizes e, aí vais poder escolher um nariz novo, que te deixe mais feliz.
  • 6. O Palhaço ficou tão animado com a ideia que só queria que o dia de ir ao Planeta dos Narizes chegasse.
  • 7. Até que chegou o dia!!! Lá voaram para o espaço, por cima das nuvens, por entre as estrelas até encontrarem o Planeta dos Narizes. Quando chegaram, o Palhaço nem queria acreditar... Haviam tantos narizes para ele escolher... Grandes, pequenos, bicudos, redondinhos... Ficou muito confuso quando foi para o escolher, porque como haviam tantos que ele não sabia qual havia de escolher.
  • 8. À frente do espelho, o palhaço experimentou vários narizes, até que encontrou um que achou muito bonito, então disse à Fada: -É este o nariz que escolho, é mesmo bonito! Os meninos vão adorar! Podemos voltar para a terra e obrigado!
  • 9. No espectáculo seguinte, o Palhaço achou que estava muito bonito e que todos iam adorar o seu novo nariz. Começou a contar piadas, a fazer as suas gracinhas mas... nenhuma criança se riu, nenhuma lhe achou piada... Quando acabou o Palhaço ficou tão triste. Decidiu, então, ir novamente à procura da Fada. Pediu-lhe para voltar novamente ao Planeta dos Narizes.
  • 10. A Fada levou-o de volta ao Planeta e enquanto escolhia um novo nariz, reparou que estava lá um que nunca tinha visto antes: -Ah, que nariz bonito...Não tinha reparado neste quando cá estive... Deste aqui as crianças vão gostar, tenho a certeza!
  • 11. E voltaram os dois para o circo. Quando o palhaço apareceu, as crianças riram-se muito e todas batiam palmas de felicidade. A alegria tinha voltado ao circo.
  • 12. O Palhaço estava tão feliz que, depois do espectáculo foi logo a correr à procura da Fada para lhe contar a novidade! Quando finalmente a encontrou contou-lhe o que tinha acontecido e agradeceu-lhe. Então, a Fada, disse-lhe: - Sabes Trapalhão, esse nariz de que as crianças tanto gostaram é o teu nariz, aquele que te deixava triste e que não gostavas... Muito espantado, o Palhaço, nem queria acreditar... Viu-se melhor ao espelho e acabou por reconhecer que era o nariz que tinha deixado no Planeta dos Narizes! A partir desse dia o Palhaço Trapalhão deixou de ser um velhinho triste e passou a gostar do seu nariz, porque era o seu narizinho que fazia rir os meninos no circo!
  • 13.