SlideShare uma empresa Scribd logo
DL32R Owner’s Manual
1
OWNER’S MANUALOWNER’S MANUAL
TM
DL32R Owner’s Manual
2
Importantes Instruções de Segurança
1.	 Leia essas instruções.  
2.	 Guarde essas instruções.
3.	 Obedeça a todos os avisos.
4.	 Siga todas as instruções.
5.	 Não use esse aparelho perto da água.
6.	 Limpe apenas com pano seco.
7.	 Não bloqueie nenhuma abertura de ventilação. Instale conforme
as instruções do fabricante.
8.	 Não instale próximo a nenuma fonte de calor, como radiadores,
aquecedores, fogões, ou outros aparelhos que produzam calor
(inclusive amplificadores).
9.	 Não danifique o pino polarizado ou aterrado do cabo de energia.
Um cabo polarizado possui duas pontas chatas com uma maior
que a outra. Um cabo aterrado possui duas pontas chatas e
uma terceira central aterrada. Ambos os modelos são feitos
para sua proteção. Se o cabo fornecido não for compatível com
sua tomada, consulte um eletricista para substituir sua tomada
obsoleta.
10.	Proteja o cabo de força contra pisadas particularmente nos
conectores, ou na ponta onde se conecta ao aparelho.
11.	Use somente acessórios especificados pelo fabricante.
12.	Desconecte seu aparelho durante chuvas fortes ou quando não
estiver usando por muito tempo.
13.	Recorra somente a equipe técnica qualificada para manutenção.
O serviço será necessário quando o aparelho for danificado
de qualquer maneira, como cabo ou conector danificado,
líquido derramado ou objetos caírem sobre o aparelho,
quando o mesmo for exposto à chuva ou umidade, não operar
corretamente ou for derrubado.
14.	Esse aparelho não deve ser exposto a pingos ou respingos, e
a objetos que contenham líquidos, como vasos e copos de
cerveja, devem ser colocados sobre o aparelho.
15.	Não sobrecarregue tomadas e extenções, pois isso resulta em
risco de fogo e choque elétrico.
16.	Esse aparelho foi desenvolvido com contrução de Classe-I
e deve ser conectado a tomadas com conexão aterrada de
proteção (terceiro pino de aterramento).
17. Esse aparelho está equipado com conector AC e botão tipo
rocker para acionamento.
Esse botão está localizado no painel traseiro e deve estare
sempre acessível ao usuário.
18. NOTA: Esse equipamento foi testado e preparado de acordo
com os limites de um dispositivo digital de Classe B, nos
termos das Regras FCC, parte 15. Tais limites foram designados
para promover proteção razoável contra interferências nocivas
em uma instalação residencial. Esse equipamento gera, usa, e
pode emitir frequências de rádio e, se não instalado e utilizado
de acordo com as instruções, pode causar interferências
nocivas a aparelhos rádio comunicadores. Entretanto, não
há garantias de que a interferência ocorrerá em certas
instalações.
Caso esse equipamento cause interferências nocivas à
recepção de rádio e televisão, que pode ser determinada ao
ligá-lo e desligá-lo, o usuário é encorajado a tentar corrigir a
interferência com uma ou mais das medidas a seguir:
•	 Reoriente ou realoque a antena de recepção.
•	 Aumente a distância entre o equipamento e o receptor.
•	 Conecte o equipamento a uma tomada alimentada por
um circuito diferente àquele ao qual o receptor está
conectado.
•	 Procure ajuda do distribuidor ou técnico de rádio/TV.
	 CUIDADO: Modificações nesse aparelho que não sejam
expressamente aprovadas por LOUD Technologies Inc. podem
ir além dos limites de operação do equipamento autorizados
pelas Regras FCC.
19.	Esse equipamento não excede os limites de emissão de ruído
de rádio de aparelhos digitais Classe A/Classe B conforme
estabelecido pela regulamentação de interferência de rádio
do Canadian Department of Communications.
20.	A exposição a níveis de ruído extremamente altos pode
causar perda auditiva. A suscetibilidade à perda auditiva
por exposição a ruídos altos varia consideravelmente entre
os indivíduos, mas todos estão sujeitos a alguma perda
quando expostos por longos períodos. A“U.S. Government’s
Occupational Safety and Health Administration (OSHA)”
especifica os níveis de ruído a cuja exposição é permitida no
quadro a seguir.
	 De acordo com a OSHA, qualquer exposição excessiva aos
ruídos permitidos pode causar perda auditiva. Para proteger-
se de exposições potencialmente perigosas a níveis altos de
pressão sonora, recomenda-se que todos que se submeterem
à presença de tais níveis de pressão usem protetores
auriculares. Os protetores auriculares devem ser usados no
momento em que o equipamento que produz altos níveis de
pressão sonora estiver em operação.
	 A DL32R é resfriada por duas Aberturas de Ventilação na
parte traseira da unidade. O ar é soprado pelas laterais
e pela parte inclinada do painel superior, e é expelido
pelas aberturas de ventilação na parte traseira. Sempre
mantenha pelo menos dez centímetros de espaço livre
na traseira, e dois centímetros e meio nas laterais da
unidade.
	 Quando for feita a instalação em um rack, a parte traseira
deve ter ao menos dez centímetros de espaço livre atrás
do rack e demais equipamentos (mantendo os dois
centímetros e meio em cada lado da unidade dentro
do rack). Para racks com ventilação somente na parte
frontal, deixe ao menos uma unidade de rack abaixo e
acima da unidade livres (mantendo as mesmas distâncias
laterais e traseira citadas acima).
Duração
horas/dia
Nível Sonoro
dBA, Resp. Lenta Exemplo
8 90 Duo em clube pequeno
6 92
4 95 Metrô
3 97
2 100 Música Clássica muito alta
1.5 102
0.5 110 Seu chefe em um dia ruim
0.25 or
less
115 Partes barulhentas em show de rock
O símbolo em forma de raio com uma seta na ponta dentro de
um triângulo equilátero destina-se a alertar o usuário sobre a
presença de‘‘voltagem perigosa’’na parte interna do produto
que tem magnitude suficiente para representar risco de cho-
que elétrico às pessoas.
RISCO DE CHOQUE ELÉTRICO ! NÃO ABRA!
CUIDADO: PARA REDUZIR O RICO DE CHOQUE ELÉTRICO NÃO
RETIRE A TAMPA (OU TRASEIRA). NÃO CONTÉM COMPONENTES
PASSÍVEIS DE REPARO DOMÉSTICO. PROCURE SUPORTE TÉCNICO.
O ponto de exclamação dentro do triângulo equilátero des-
tina-se a alertar o usuário sobre a presença de instruções de
operação e manutenção (assistência técnica) no manual que
acompanha o produto.
CUIDADO
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
3
Esse símbolo indica que esse produto não deve ser descartado junto ao lixo doméstico, de acordo com o“WEEE Directive
(2012/19/EU)”e leis americanas. Esse produto deve ser levado a um local de coleta autorizada para a reciclagem
de resíduos de equipamentos elétricos e eletrônicos. O descarte impróprio desse equipamento pode impactar
negativamente no ambiente e na saúde humana, devido a substâncias perigosas que geralmente são associadas à
equipamentos elétricos e eletrônicos. Paralelamente, sua contribuição com o descarte correto do produto contribuirá
com o uso consciente dos recursos naturais. Para maiores informações sobre o descarte e reciclagem desse equipamento,
contate as autoridades locais ou o sistema de coleta de lixo.
	 ATENÇÃO — Para reduzir o risco de fogo e
choque elétrico, não exponha o aparelho à
chuva ou umidade.
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
4
Importantes Instruções de Segurança.......................................................................................... 2
Conteúdos....................................................................................................................................... 4
Capítulo 1 : Boas Vindas................................................................................................................. 5
Capítulo 2 : Painel Frontal da DL32R............................................................................................. 6
Introdução..................................................................................................................................................... 6
Entradas XLR e 1/4"...................................................................................................................................... 6
Saídas XLR..................................................................................................................................................... 7
Saída AES....................................................................................................................................................... 7
Saídas de 1/4" L/R para Monitor.................................................................................................................. 7
Saída para Fones de Ouvido........................................................................................................................ 8
Potenciômetro para Fones de Ouvido........................................................................................................ 8
LED de POWER.............................................................................................................................................. 8
LED de Rede.................................................................................................................................................. 8
Botão para Forçar Atualização.................................................................................................................... 9
Capítulo 3 : Painel Traseiro da DL32R.........................................................................................10
Introdução................................................................................................................................................... 10
Conector para Cabo de Força..................................................................................................................... 10
Botão de Power........................................................................................................................................... 10
Aberturas de Ventilação ......................................................................................................................... 10
Abertura para Expansão removível.......................................................................................................... 11
Conector de Rede....................................................................................................................................... 12
USB A – Drive.............................................................................................................................................. 12
USB B – Computador.................................................................................................................................. 12
Parte superior da DL32R............................................................................................................................ 13
Apêndice A : Diagrama de Ligações............................................................................................16
Apêndice B : Informações Técnicas.............................................................................................19
Especificações............................................................................................................................................. 19
Dimensões................................................................................................................................................... 23
Apêndice C : LEDs dos Valores de Energia e Rede......................................................................24
Apêndice D : Informações de Serviço..........................................................................................25
Apêndice E : Glossário de Termos................................................................................................27
Declaração de Garantia / Declaração de Licença Geral Pública................................................35
Conteúdos
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
5
Capítulo 1: Boas Vindas
Olá! Esse é o Manual do Usuário da DL32R...Esperamos que você goste!
Ao invés de um documento maçante que contém informações detalhadas sobre o hardware e software, nós
dividimos tudo em dois manuais diferentes. Basta decidir se você precisa de ajuda com hardware e software e
mergulhar de cabeça. Aqui as águas são quentes e cristalinas.
As páginas a seguir descrevem o lado físico (hardware) das coisas, que devem permanecer relativamente
iguais durante a lida do seu produto. O software, entretanto, é outra história. O“Master Fade”e“My Fader
Apps”estão sempre sendo atualizados...inclusive nesse segundo! Isso significa que o Manual de Referência
está sob constante atualização, assim como o firmware e mais. Com cada grande atualização vem um Manual
de Referência atualizado.
Então, aí está! Novamente, esperamos que você goste desse manual. Caso você tenha qualquer pergunta ou
comentários sobre esse Manual do Usuário, por favor entre em contato pelo e-mail:
techmail@loudtechinc.com
Sobre esse Manual
Esse manual foi desenvolvido para ser acessível, com sub cessões tão completas quanto práticas para mini-
mizar idas e voltas desnecessárias. Esse manual te oferece os seguintes recursos:
	 •   Uma visão geral das características e facilidades oferecidas pela DL32R.
	 •   Descrições detalhadas de cada entrada e saída.
	 •   Diagramas que descrevem as configurações mais comuns.
Como diz o ditado,“uma imagem vale mais que 1000 palavras”. Tendo isso em mente, adicionamos algumas
ilustrações, capturas da tela e outras imagens que acompanham o texto.
Esse ícone que são unicamente críticas e únicas! Para o seu bem, leia e lembre-se delas...é uma
boa ideia dar uma atenção especial às áreas marcadas com esse ícone de“MUITO IMPORTANTE”
no Manual do Usuário.
Se ver a ilustração de um microscópio, naturalmente, você receberá informações mais detalha-
das. Você encontrará algumas explicações sobre as características citadas e dicas práticas.
É uma boa ideia prestar atenção ao texto mostrado depois do ícone de anotações, porque ele
chama a atenção para certas características e funções relacionadas ao uso da mesa de som.
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
6
Capítulo 2 : Painel Frontal da DL32R
Introdução
Cada mesa de som DL32R é equipada com 24 conectores XLR de entrada, 8 conectores combo de entrada,
14conectores XLR de saída, um conector XLR AES de saída, conectores de ¼”para saída L/R de monitor, um
conector de saída de ¼”para fones de ouvido (e potenciômetro correspondente), e LEDs de POWER e rede.
Vamos dar uma olhada para cada uma dessas características, começando pelas entradas.
Entradas XLR e 1/4"
Todos os canais aceitam sinais de microfone balanceados ou em nível de linha usando conectores XLR.
Eles são configurados como mostramos a seguir, de acordo com os padrões fixados pela AES (Audio Engine-
ering Society).
XLR Balanceados:
Pino 1 = Escudo (terra)
Pino 2 = Positivo (+ ou quente)
Pino 3 = Negativo (– ou frio)
Além de aceitar sinais de mic balanceados e em nível de linha usando conectores XLR, os canais 25-32
também aceitam conectores de ¼”com sinal em nível de linha, vindos de fontes balanceadas ou desbalan-
ceadas.
Para conectar sinais balanceados a essas entradas, use conector de ¼”TRS (Tip-Ring-Sleeve).“TRS”significa
ponta-anel-manga, os três pontos de conexão disponíveis em um conector de ¼”stereo ou plug de fone de
ouvidos balanceado.
Conectores TRS são usados para sinais balanceados e fones de ouvido e configurados como abaixo:
1/4" TRS Mono Balanceado:
Manga = Terra
Ponta = Quente (+)
Anel = Frio (–)
	 Para conectar sinais desbalanceados a essas entradas, use conectores de 1/4" mono (TS), configurado assim:
1/4" TS Mono Desbalanceado:
Manga = Terra
Ponta = Quente (+)
2
3 1
SHIELD
COLD
HOT
SHIELD
COLD
HOT
3
2
1
SLEEVE
TIPSLEEVE
TIP
RING
RING
TIP
SLEEVERING
SLEEVE
TIP
TIPSLEEVE
TIP
SLEEVE
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
7
Saídas XLR
Esses 14 conectores XLR fêmea fornecem sinais em nível de linha balanceados que representam o fim da
mesa de som, onde os sinais de áudio chegam ao mundo real. Conecte-os a entradas de nível de linha do seu
sistema principal de PA, monitores de palco, dispositivos de efeito externos, amplificadores de fones de ouvi-
do, e/ou qualquer outra coisa que desejar. O sistema de PA/monitor pode ser tanto passivo (alimentado por
amplificadores externos), quanto ativos (com amplificadores embutidos). Você pode trabalhar com mixagens
separadas, uma vez que todas as saídas são independentes umas das outras e são completamente endereçá-
veis pelos controles do software“Master Fader”. Muito legal, não é?!
Eles são configurados como a seguir, de acordo com os padrões da AES (Audio Engineering Society):
XLR Balanceado:
Pino 1 = Escudo (terra)
Pino 2 = Positivo (+ ou quente)
Pino 3 = Negativo (– ou frio)
Saídas AES
Esses conectores machos tipo XLR fornece saída profissional, stereo, digital e balanceada da DL32R. Conecte
essa saída às entradas digitais AES de um amplificador, processadores, sistema de distribuição de áudio ou
gravadores. Como as saídas analógicas, você pode selecionar os sinais para enviar para a saída AES pelo
controles do software“Master Fader”.
Resista à tentação de usar cobos XLR padrão Dio-grade. Os dados de áudio digitais AES são
transmitidos em frequências muito mais altas e precisam de cabos especiais.
Eles são configurados como a seguir, de acordo com os padrões da AES (Audio Engineering Society):
AES Balanceado:
Pino 1 = Escudo (terra)
Pino 2 = Positivo (+ ou quente)
Pino 3 = Negativo (– ou frio)
Saídas de 1/4" L/R para Monitor
Esses conectores de ¼”te permitem enviar saídas em nível de linha balanceadas ou desbalanceadas para
sistemas monitor wireless in-ear ou para um par de monitores de estúdio. Eles podem ser tanto monitores
de estúdio passivos alimentados por um amplificador externo, quanto ativos alimentados por amplificadores
embutidos. Caso as saídas para monitores não sejam necessárias, esses conectores podem ser alterados para
serem uma saída de qualquer sinal da mesa de som pelos controles do software“Fader Master”.
Para conectar sinais balanceados a essas entradas, use conector de ¼”TRS (Tip-Ring-Sleeve).“TRS”significa
ponta-anel-manga, os três pontos de conexão disponíveis em um conector de ¼”stereo ou plug de fone de
ouvidos balanceado. Conectores TRS são usados para sinais balanceados e fones de ouvido e configurados
como abaixo:
1/4" TRS Mono Balanceado:
Manga = Escudo
Ponta = Quente (+)
Anel = Frio (–)
2
1
SHIELD
COLD
HOT
3
SHIELD
COLD
HOT
3
2
1
2
1
SHIELD
COLD
HOT
3
SHIELD
COLD
HOT
3
2
1
SLEEVE
TIPSLEEVE
TIP
RING
RING
TIP
SLEEVERING
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
8
	 Para conectar sinais desbalanceados a essas entradas, use conectores de 1/4”mono (TS), configurado assim:
1/4" TS Mono Desbalanceados:
Manga = Escudo
Ponta = Quente (+)
Cabos barulhentos podem ser ruidosos. Caso seus monitores suportem cabos balanceados,
recomendamos que os use ao invés de cabos desbalanceados.
Saída para Fones de Ouvido
Esse conector de ¼”TRS fornece a saída stereo para fones de ouvido. O volume é controlado com o po-
tenciômetro de fones localizado à esquerda do conector. Os sinais endereçados para esse conector são os
mesmos que vão para as saídas de monitor, como descrito na página anterior.
A saída para fones de ouvido segue os padrões comuns:
Ponta = Canal Esquerdo
Anel = Canal Direito
Manga = Terra
Potenciômetro para Fones de Ouvido
Esse potenciômetro é usado para ajustar o volume da saída para fones de ouvido, indo de desligado ao
ganho máximo (max). Esse potenciômetro é um controle analógico e, portanto, NÃO realocável.
Advertência: Os fones de ouvido são muito ruidosos e podem causar perdas de audição
permanentes. Mesmo volumes intermediários podem ser dolorosamente altos com fones de
ouvido. CUIDADO! Sempre gire o potenciômetro de fone ao mínimo antes de conectar os fones
de ouvidos, solar um canal ou fazer qualquer coisa que possa afetar o volume dos fones de ouvido. Feito
isso, aumente o volume vagarosamente enquanto ouve cuidadosamente.
LED de Power
Na maior parte do tempo, esse LED bicolorido acenderá em verde sólido quando a DL32R estiver ligada e
funcionando normalmente. Entretanto, esse LED também pode acender em vermelho, e isso pode acontecer
por várias razões. Por favor, procure o Apêndice C para todas as possibilidades.
LED de Rede
Na maior parte do tempo, esse LED bicolorido acenderá em verde sólido quando a placa básica estiver fun-
cionando normalmente e uma conexão com um iPad tenha sido estabelecida. Entretanto, esse LED também
SLEEVE
TIP
TIPSLEEVE
TIP
SLEEVE
SLEEVE
TIPSLEEVE
TIP
RING
RING
TIP
SLEEVERING
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
9
pode acender em vermelho, e isso pode acontecer por várias razões. Por favor, procure o Apêndice C para
todas as possibilidades.
Botão para Forçar Atualização
O botão para forçar atualização esta convenientemente localizado ao lado do LEDs de power e rede e logo
abaixo aquele logo fascinante da DL32R. Num mundo perfeito, esse botão ficaria lá sem qualquer importân-
cia, uma cerveja gelada na mão, praia, sol e surf em um dia normal. Provavelmente, esse botão viverá seu
próprio sonho, enquanto todos nós acreditamos na ilusão de um mundo perfeito.
A DL32R e o aplicativo Master Fader fazem um ótimo trabalho ao te avisar quando o software ou o firmware
( ou ambos) precisam de atualização, mas esse botão aqui força a atualização completa do firmware, caso a
necessidade surja.
Para forçar essa atualização faça o seguinte: primeiro, desligue a mesa de som. Agora, com a pontinha de um
clips, aperte o botão de forçar atualização, então ligue a mesa de som com o botão ainda apertado. A mesa
ligará e da próxima vez que um iPad com o Master Fader for ligado você receberá um aviso.
Agora que você sabe como forçar uma atualização, Vale lembrar que você deve deixar esse
botão quieto no canto dele, e só forçar a atualização do firmware se for instruído pela Tech
Support. Obrigado por tomar nota disso!
Salve qualquer show atual em seu iPad antes de forçar a atualização, ou você vai perde-lo.
O show e sua sanidade agradecem!
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
10
Capítulo 3 : Painel Traseiro da DL32R
Introdução
O painel traseiro da DL32R é equipado com um conector para cabo de força, um botão On/Off, duas abertu-
ras de ventilação para ventilação, uma abertura para expansão removível, um conector de rede e duas
entradas USB para enviar e receber áudio (uma para um HD, uma para um computador).
Conector para cabo de força
Esse é um conector para cabo de força padrão 3-pinos IEC. Conecte o cabo de força removível (incluso no
pacote), ao conector, e ligue a outra ponta a uma tomada AC.
Certifique-se de que o conector AC está indicado no painel traseiro (abaixo do conector).
Advertência: Desconectar o pino Terra é perigoso. Não faça isso!
Na verdade, é um má ideia retirar qualquer coisa – ou adicionar qualquer coisa, da mesma ma-
neira – ao cabo de força. De novo, não faça isso!
Botão de Power
Pressione a parte superior desse interruptor para ligar a DL32R e aperte a parte inferior para desligá-la.
Como sugerido normalmente, a DL32R deve ser ligada antes de qualquer amplificador externo
ou caixas ativas. Da mesma maneira, Ela deve ser desligada depois. Isso reduz a possibilidade de
qualquer“BOOM”nos PAs causados ao ligar ou desligar a mesa de som.
Aberturas de Ventilação
A DL32R é resfriada por duas Aberturas de Ventilação na parte traseira da unidade. O ar é soprado pelas
laterais e pela parte inclinada do painel superior, e é expelido pelas aberturas de ventilação na parte traseira.
A velocidade dos coolers é ajustada automaticamente conforme a temperatura da unidade e de sua redon-
deza.
Sempre mantenha pelo menos dez centímetros de espaço livre na traseira, e dois centímetros e
meio nas laterais da unidade.
Quando for feita a instalação em um rack, a parte traseira deve ter ao menos dez centímetros
de espaço livre atrás do rack e demais equipamentos (mantendo os dois centímetros e meio em
cada lado da unidade dentro do rack). Para racks com ventilação somente na parte frontal, deixe
ao menos uma unidade de rack abaixo e acima da unidade livres (mantendo as mesmas distân-
cias laterais e traseira citadas acima).
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
11
Abertura para Expansão Removível
Essa abertura aceita placas para compartilhamento de áudio em redes, gravação e outras opções de contro-
le. Cada placa contém abas para facilitar sua instalação e remoção, assim como dois parafusos Phillips para
rosquear a placa à mesa de som. A DL32R já vem com uma placa de rede padrão instalada. Como se vê na
ilustração abaixo, essa placa contém uma única porta.
A placa deve ser removida da abertura para expansão da mesa de som assim:
	(1) — Usando uma chave Phillips, desparafuse e remova os dois parafusos mantendo a placa segura 		
	 junto à mesa de som. Guarde os parafusos num lugar seguro; você precisará deles logo!
	(2) — Usando o indicador e polegar de cada uma das mãos, segure as duas abas da placa e puxe-a com 		
	 cuidado da mesa de som.
	(3) — Coloque a placa em um pacote antiestático – a placa nova vem com um – e guarde-a em um 		
	 lugar seguro; você poderá reusá-la um dia.
Basicamente, colocar uma placa na mesa inclui os mesmos passos acima, mas ao contrário:
	(1) — Remova a placa do pacote antiestático e admire sua beleza.
	(2) — Usando o indicador e polegar de cada uma das mãos, segure as duas abas da placa e empurre-a 		
	 com cuidado na mesa de som.
Certifique-se de alinhar a placa a placa aos trilhos laterais antes de empurrá-la para dentro.
Há entalhes na parte inferior de cada da abertura de expansão para ajudá-lo a alinhar placa
e guiá-la facilmente.
	(3) — Usando uma chave Phillips, parafuse os dois parafusos (que você guardou antes!), para manter a 		
	 placa presa à mesa e segura.
Screw
Screw
Pull tabs
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
12
Conector de Rede
Como dito anteriormente, a DL32Rvem equipada com um cartão de expansão que contém uma única porta
para controle. O sentido da vida desse conector de rede de 100 Mb é conectar a mesa de som a um routea-
dor Wi-Fi via cabo Ethernet CAT5, e então habilitar o controle wireless.
Conecte uma ponta do cabo Ethernet CAT5 no conector de rede da mesa de som e a outra ponta na porta
LAN do routeador. NÃO na porta WAN! A maior parte dos routeadores permite tanto o uso de cabos straight
-wired (de fios retos) quanto de cabos crossover (de cabos cruzados) mas, se você puder escolher, o cabo
Ethernet CAT5 straght-wired é a melhor opção para garantir uma operação mais regular com qualquer
routeador.
Instruções completas de como configurar um routeador podem ser encontradas no Guia de
Referência Master Fader / My Fader.
USB A – Drive
O conector USB tipo A da DL32R permite o envio (ou recepção) para gravação (ou reprodução) de 24 canais
(48 kHzm 24-bit) de (ou para) um HD USB.
Qualquer combinação de canais ou saídas pode ser selecionada como fonte de gravação ou destino de
playback.
Os conectores USB A e USB B NÃO podem ser usados simultaneamente. Se uma HD estiver
conectado à USB A, ele terá prioridade sobre qualquer coisa conectada à USB B. Por exemplo, se
você estiver gravando para uma DAW (via computador conectado à porta USB B) e conectar um
HD à porta USB A, o HD será acionado e a gravação na DAW interrompida. Além disso, a DL32R
não será mais mostrada como um dispositivo disponível no computador até que a conexão na
USB A seja desfeita, e cabo na USB B seja desconectado e reconectado.
USB B – Computer
O conector USB tipo B da DL32R permite a gravação e reprodução de 32x32 canais de um computador co-
nectado por USB 2.0 ao disponibilizar a DL32R como um dispositivo de áudio classe 2.0. Isso significa que ao
conectar a mesa a um MAC tudo deve funcionar automaticamente sem a necessidade de drivers adicionais.
Para o Windows, será necessária uma instalação só dos drivers, que já é inclusa. Basta fazer o download no
nosso website!
Além disso, você pode rodar áudios diretamente de (e para) um iPad usando o kit de conexão com câmera.
Qualquer combinação de canais ou saídas pode ser selecionado como fonte de gravação ou destino de
reprodução .
Os conectores USB A e USB B NÃO podem ser usados simultaneamente. Se uma HD estiver
conectado à USB A, ele terá prioridade sobre qualquer coisa conectada à USB B. Por exemplo, se
você estiver gravando para uma DAW (via computador conectado à porta USB B) e conectar um
HD à porta USB A, o HD será acionado e a gravação na DAW interrompida. Além disso, a DL32R
não será mais mostrada como um dispositivo disponível no computador até que a conexão na
USB A seja desfeita, e cabo na USB B seja desconectado e reconectado.
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
13
Parte superior da DL32R
Acredite ou não, a superfície plana na parte superior da mesa de som tem um propósito. Ela minimiza
aquele spaghetti interminável de cabos ao alojar um routeador Wi-Fi e/ou um HD externo. Nós até incluímos
correias de fixação para eles! Você também pode usar lacres de nylon para fazer a instalação permanente, ou
mesmo fitas de velcro para uma fixação mais segura, e ainda assim removível.
É assim que se encaixa as correias na mesa de som:
(1) — Passe a correia [logo do homem correndo para baixo] da esquerda para a direita por baixo do encaixe
traseiro da esquerda da mesa até o fim.
Running
Man
Logo
Logotipo do
homem
correndo
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
14
(2) — Puxe a correia para o outro lado [logo do homem correndo para cima] da direita para a esquerda,
colocando e puxando a ponta pela fenda da correia. Puxe até ficar confortavelmente firme.
(3) — Agora passe a correia [logo do homem correndo para baixo] da esquerda para a direita (de novo), mas
dessa vez passando por baixo do encaixe traseiro da direita da mesa.
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
15
(4) — Repita os passos 1–3 para os encaixes dianteiros da mesa.
(5) — Coloque o routeador Wi-Fi e/ou HD USB sobre a mesa de som, mas abaixo das correias.
(6) — Puxe a correia sobre o routeador e/ou HD [logo do homem correndo para cima] da direita para a
esquerda até que eles estejam presos seguramente sob a correia.
(7) — Aperte as partes de cada correia uma contra outra para que elas se juntem por mágica...ou pelo velcro.
Você decide.
Veja na imagem abaixo uma representação visual de como deve parecer sua mesa de som com o routeador
Wi-Fi e/ou HD USB seguramente presos.
Não se surpreenda se encontrar seu gato deitado sobre a DL32R quando nada estiver ali. Nós
testemunhamos isso mais de uma vez durante nossos testes. Amamos esses bichinhos peludos
do mal, mas eles não são engenheiros muito bons. Certifique-se de que ele não se apodere de
um iPad e evite uma longa noite de miauxagem.
POWER
DRIVE
COMPUTER
100V-240V
50-60 Hz 100W
DO NOT OBSTRUCT VENTILATION OPENINGS Ne pas obstruer les ouvertures d'aération
Wi-Fi
CONTROL
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
16
Apêndice A : Diagrama de Ligações
Ao Vivo: Engenheiro de som local
Essa é uma configuração muito comum utilizando a DL32R. Os mics estão conectados nos canais 1-16 que
podem ser usados para microfonar uma bateria, amplis de guitarra e baixo, violões, vocais principal e backing
vocal, instrumentos de sopro etc. Um par de sintetizadores stereo está conectado aos canais 29-30 e 31-32 via
conectores de entrada de ¼”. E ainda há 12 canais não usados disponíveis para microfones extras!
As saídas 13-14 estão atribuídas às saídas principais L/R [padrão]. Elas estão conectadas diretamente a um par
de subwoofers ativos SRM2850 que estão conectados a um par de caixas ativas SRM750. As saídas 7-12 estão
atribuídos como“Aux Sends”1-6, que estão sendo enviados para seis caixas ativas SRM650 que são configura-
das como monitores da banda. As saídas 1-2 e as saídas de monitor L/R estão sendo enviadas para transmis-
sores sem fio in-ear (monitores).
Utilizando um iPad, o engenheiro da casa vai configurar as saídas principais L/R, assim como guardar a grava-
ção do show
Wireless
Router
(Wi-Fi)
USB
Hard
Drive
Headphones
Synthesizers
Microphones
Transmitter
for in-ear
monitors
Transmitter
for in-ear
monitors
SRM2850 powered subwoofers and
SRM750 powered loudspeakers – Main PA
SRM650 powered
loudspeakers – monitors
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
17
Esse é uma configuração para todos os músicos que lamentam pelo“deixa que eu faço”. Configure e conecte
cada instrumento, os PAs e monitores como faria em qualquer outra situação.
O iPad do engenheiro de som da casa esta por aí (debaixo de uma garrafa de cerveja, provavelmente – mas
não aparece na ilustração acima, afinal o lugar é de bom tamanho), e nesse lugar o engenheiro vai ajustar as
saídas principais L/R, assim como colocar o show da banda para gravar.
Até 10 iPads podem se conectar à DL32R. Dessa maneira, cada membro da banda pode controlar sua própria
mix de retorno na sua“estação”. Como pode ser ver na ilustração acima, o vocalista, baterista, baixista, cada
guitarrista, cada tecladista, DJ e sampler, todos têm seu próprio iPad. Nove músicos, nove iPads, nove saídas
extras (configuradas como auxiliares). Coincidência? Nós não achamos. Lamentação resolvida!
Ao vivo: Auto-Mixagem
Vocalist
Drummist Bassist Guitarist 1 Guitarist 2
Keyboardist 1 Keyboardist 2 SampleristDJist
Wireless
Router
(Wi-Fi)
USB
Hard
Drive
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
18
Gravação em Estúdio
Além de ser uma mesa de som para mixagens ao vivo, a DL32R também tem ótima atuação em estúdio.
Comece por configurar e conectar todos os mics necessários, instrumentos e demais entradas.
Depois, ajuste os volumes e crie a mix que desejar no iPad.
Um computador está conectado à porta USB B no painel traseiro da DL32R para gravar até 32x32 canais.
Agora aprecie sua obra de arte via fones de ouvido (ligados ao conector de saída para fones) ou via monitores
de estúdio (ligados aos conectores de saída para monitores L/R).
Voilà! Você acabou de gravar e reproduzir até 32x32 canais, e isso tudo sem vestir nada além de cuecas...
Porque essa é a única maneira de compor e gravar!
Apesar de gostarmos muito de compor e gravar só de cuecas (e recomendamos isso – é muito
confortável!), por favor, guarde isso para o estúdio. Ninguém está interessado em te ver subir no
palco usando somente sua Zorba...Acredite, já tentamos isso...Uma vez.
Headphones
Wireless
Router
(Wi-Fi)
Laptop
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
19
Apêndice B : Informações Técnicas
Especificações
Especificações Digitais
Taxa de Amostragem:................................................................................................................................................................................48 kHz
Profundidade de Bits A/D/A:....................................................................................................................................................................24-bit
Latência do Sistema	
	 Entrada Analógica > Bus Principal > Saída Analógica: .....................................................................................................1.5 ms
Referência 0 dBFS:...................................................................................................................................................................................+22 dBu
Resposta de Frequências
Todas as Entradas para Todas as Saídas:......................................................................................................... ±0, –1 dB, 20 Hz a 20 kHz
Distorção
THD (entrada de mic para saída principal, 1 kHz, –1 dBFS):.................................................................................................... <0.005%
Ruído / Alcance Dinâmico / Relação Sinal-Ruído
EIN (Terminação a150 ):....................................................................................................................................................................–128 dBu
Crosstalk	
	 XLR Analógico entrada-entrada: ......................................................................................<–105 dB @ 1 kHz (ganho mínimo)
<–80 dB @ 1 kHz (ganho mínimo)
	 XLR / TRS Analógico saída-saída: ....................................................................................................................... <–100 dB @ 1 kHz
Relação Sinal-Ruído (ref +4 dBu, um canal e fader principal em unidade, A–balanceado):...............................................92 dB
Ruído de Saída (A-balanceado) – Saída Mutada:............................................................................................................................ –90 dB
Alcance Dinâmico	
	 Entrada Analógica para Saída Analógica – Um canal e fader principal em unidade, A–balanceado..............109 dB
	 Saída Analógica – Ganho de unidade, ao clipping analógico, sinal de –60 dBFS, A–balanceado....................111 dB
	 Saída Analógica – Ao clipping analógico, sinal de –60 dBFS, A–balanceado..........................................................111 dB
CMRR:...........................................................................................................................................................>70 dB @1 kHz (ganho de 60 dB)
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
20
Specifications Continued...
Analog Inputs
Connectors:......................................................................................................1-24: XLR Balanced, 25-32: Combo XLR / TRS Balanced
XLR Mic Pre:...................................................................................................................................................................................................Onyx+
Input Impedance:................................................................................................... 1-24: 3k , 25-32: 3 k mic [XLR], 30 k line [1/4"]
Max Input Level:..............................................................................................................................................................................XLR: +21 dBu
1/4": +30 dBu
Gain [digitally controlled analog]:............................................................................................................................................................. 	
XLR: 0 to 60 dB [3 dB steps]
. 1/4": –20 to 40 dB [3 dB steps]
48V Phantom Power (XLR):.................................................................48 VDC, 10 mA max per mic, with up to 16 simultaneously
5 mA max per mic, with up to 32 simultaneously.
Individual digital controller per channel.
Analog Outputs
Connectors:......................................................................................................................................................................................XLR Balanced
Output Impedance:......................................................................................................................................................................................600
Max Output Level:...................................................................................................................................................................................+21 dBu
Analog Monitor Outputs L/R
Connectors:..................................................................................................................................................... 1/4" TRS Impedance Balanced
(Supports balanced / unbalanced operation)
Output Impedance:.........................................................................................................................240 Balanced, 120 Unbalanced
Max Output Level:...................................................................................................................................................................................+21 dBu
Analog Headphone Out
Connector:.....................................................................................................................................................................................1/4" TRS Stereo
Max Output Level:..........................................................................................................................................................+18.0 dBu into 600
+19.5 dBu max into 100 k
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
21
Continuação das Especificações...
Saída AES
Formato:..........................................................................................................................................AES3 Profissional, 48 kHz, 24-bit stereo
Conector:.....................................................................................................................................................................................XLR Balanceado
Impedância de saída:...................................................................................................................................................................................110
USB – Streaming1
Conexão:........................................................................................................................................ USB 2.0 High Speed (como dispositivo)
Conector:.........................................................................................................................................................................................................USB-B
MS Windows Suportado [Necessária a instalação e drivers]:......................................................................Windows 7, Windows 8
Mac OS Suportado [compatível com Audio Class 2.0, não necessita drivers]:........................................OS X 10.8.4, OS X 10.9
Áudio:.......................................................................................................................................... 32 entradas / 32 saídas, 48 kHz, 16/24-bit
USB – Gravação / Reprodução1
HDD
Conexão:....................................................................................................................................... USB 2.0 High Speed (como hospedeiro)
Conector:........................................................................................................................................................................................................ USB-A
Áudio:............................................................................................................................ 1-24 canais, 48 kHz, 16/24-bit (multicanais .wav)
Dispositivos Suportados:....................................................................................................USB 2.0 / 3.0 Compatível com Classe HDD
Formato HDD:..............................................................................................................................................................................................FAT32
Bus de Alimentação:..........................................................................................................................................................................5V, 1A máx
Funcionamento de Rede
Conexão [Usando placa de rede básica opcional]:......................................................................................................100 Mb Ethernet
Controle:..................................................................................................................................................................................................Completo
Controle Simultâneo:........................................................................................................................................................10 Dispositivos iOS
Suporte para iPad
      Versão Necessária:......................................................................................................................................................................................iOS 7.1
  Versão de iPad Necessária
	Wireless:.......................................................................................................................................................... iPad 2, iPad (3a
geração),
iPad (4a
geração), iPad mini,
iPad mini retina, iPad Air
Aplicativo de Controle:......................................................................................................................................................Master Fader App2
Master Fader 3.0 ou superior necessário
1
Transmissão e Gravação / Reprodução HDD não estão disponíveis simultaneamente.
2
https://itunes.apple.com/us/app/mackie-master-fader/id511500747?mt=8
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
22
Continuação das Especificações...
DSP
36 canais de entrada 4-bandas PEQ + HPF, gate e compressão
	 32 canais de entrada stereo-combináveis
	 4 canais de return stereo-combináveis (somente PEQ e compressão)
28 barramentos de saída com equalizador de 4-bandas PEQ + HPF/LPF, 31-band GEQ, comp/limiter e alignment
delay
	 14 sends auxiliares stereo-combináveis
	 6 barramentos matrix stereo-combináveis
	 6 subgrupos stereo-combináveis (somente PEQ e compressão)
	 Barramentos Main L/R
6 VCAs e 6 grupos de mute
3 processadores FX stereo (2 reverb, 1 delay) com sends e returns dedicados
Endereçamento I/O completo com fontes A/B por canal
Opções Modern e Vintage por processador
Alimentação
Requisitos de Alimentação:.......................................................................100 VAC – 240 VAC, 50 – 60 Hz, Alimentação Universal
Cabo AC:........................................................................................................................................................................................ IEC substituível
Consumo elétrico:..............................................................................................................................................................................100 W máx
Temperatura de funcionamento [temperatura ambiente estendida]:........................................................... 32-104 ˚F  / 0- 40 ˚C
Dimensões
Altura:.............................................................................................................................................................................................5.4 in / 138 mm
Largura:.......................................................................................................................................................................................19.0 in / 483 mm
Profundidade:...........................................................................................................................................................................17.5 in / 443 mm
Peso:.................................................................................................................................................................................................18.0 lb / 8.2 kg
Rack:	 ......................................................................................................................................................................................................3U de Rack
Sobre
Número do modelo, Rev e Data:.............................................................................................................SW1078, Rev A, Outubro 2014
©2014 LOUD Technologies Inc. Todos os direitos reservados. Apple e iPad são marcas registradas da Apple Inc., registrados nos EUA e outros países. To-
das as outras marcas são Marcas Comerciais Registradas, ou Marcas Registradas, da LOUD Technologies nos Estados Unidos da América e outros países.
Patente da DL32R Pendente.
LOUD Technologies Inc. se esforça continuamente para melhorar nossos produtos ao incorporar materiais, componentes e métodos de produção novos
e melhores. Porém, nos reservamos ao direito de alterar essas especificações a qualquer momento sem aviso.
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
23
15.5
[394]
120˚
5.2
[132]
3.0
[76]
2.7
[68]
0.6
[14]
17.7
[450]
1.4 / [35]
2.9 / [74]
3.1 / [78]
19.0
[483]
17.3
[440]
9.2
[234]
0.2 / [6]
Weight
18.0 lb / 8.2 kg
Dimensões da DL32R
Peso
18.0 lb / 8,2 kg
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
24
Apêndice C : Valores dos LEDs de Energia e Rede
Cor do
LED de
Energia
Status da En-
ergia
Cor do
LED de
Rede
Estado da Rede Descrição
Desligado Desligado Desligado Desligado Unidade Desligada.
Verde Sólido Ligado e funcionando normalmente.
Fica verde quando a DL32R liga corretamente.
Verde Piscando Devagar Verde Piscando Devagar Update forçado esperando update do firmware.
Verde Piscando Rápido Verde Sólido Update do firmware em progresso.
Verde Piscando Rápido Verde Piscando Rápido Função de identificação foi ativada
usando o Dante Controller.
Vermelho Sólido Desligado Desligado Energia padrão até que a DL32R inicia corretamente.
Vermelho Sólido Desligado Desligado Erro. Algum problema de processamento ou mixa-
gem com o hardware. Desligue a mesa de som, es-
pere 30 segundos, e então ligue novamente. Procure
Suporte Técnico se o problema persistir.
Verde Sólido Básico: A placa de rede básica está funcionando e a
conexão com um iPad foi estabelecido.
Dante: O dispositivo é slave na rede está sincronizado
ao master da rede.
ou
Dante: O dispositivo é o clock master da rede.
Verde Piscando Devagar Básico: A placa de rede básica esta funcionando mas
a conexão com um iPad não foi estabelecida ainda.
Vermelho Sólido Básico: Ainda não implementado.
Dante: Erro de sincronização da rede.
Vermelho Piscando Rápido Vermelho Piscando Rápido Nenhuma placa de rede encontrada
ou falha ao iniciar a placa de rede.
Vermelho /
Verde
Alternando entre
Vermelho / Verde
Dante: Sincronização em progresso.
A obtenção da sincronização com a rede Dante pode
demorar até 45 segundos.
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
25
Apêndice D : Informações de Serviço
Resolução de Problemas
Caso você ache que sua DL32R tem um problema, por favor, cheque as dicas de resolução de problemas
a seguir e dê o seu melhor para confirmar o problema. Visite a seção de Suporte do nosso website (www.
720trees.com) para conseguir algumas ideias a respeito ou para fazer contato com nossos heróis do suporte
técnico. Você pode conseguir uma resolução para o seu problema sem ter que jogar fora sua DL32R.
Aqui seguem três dicas muito úteis que podem resolver qualquer um dos problemas citados a seguir (ou
possivelmente qualquer outro problema que ainda não descobrimos):
(1) — Reinicie o iPad. Não só o aplicativo Master Fader. Reinicie o iPad! Desligue ele completamente, e então
religue.
(2) — Reinicie a mesa de som. Isso é especialmente útil depois de atualizações de firmware e software quan-
do a mesa e o iPad não estão exatamente na mesma página. Uma simples reinicialização pode fazer milagres
algumas vezes.
(3) — Reinicie o routeador. A falta de conexão com a internet te chateou? Desconecte e reconecte o routea-
dor. Isso deve resolver qualquer problema de conexão.
Não há peças reparáveis pelo usuário. Se nenhuma dessas dicas funcionar, por favor, procure“Consertos”na
próxima página para saber como proceder.
Não liga
•	 Nossa pergunta favorita: O cabo AC está conectado? Certifique-se de que a tomada está operante [che-
que com algum aparelho apropriado ou lâmpada].
•	 Nossa segunda pergunta favorita: O botão de ON/OFF do painel traseiro está na posição ON?
•	 As luzes da cidade estão apagadas? Se sim, entre em contato com a empresa responsável pelo forneci-
mento da rede elétrica local para que ela seja restabelecida.
Sem Som
•	 Todas as conexões estão boas e soando? Certifique-se de que todos os cabos de conexão estão conecta-		
	 dos seguramente em ambas as pontas. Tente usar a mesma fonte de sinal em outro canal, e configure 		
	 exatamente como no canal suspeito.
•	 A fonte de sinal está ligada? Ela está funcionando?
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
26
Ruído / Hum
•	 Todas as conexões estão boas e soando? Certifique-se de que todos os cabos de conexão estão conecta-		
	 dos seguramente em ambas as pontas. Tente usar a mesma fonte de sinal em outro canal, e configure 		
	 exatamente como no canal suspeito.
•	 Você esta usando cabos desbalanceados? Troque eles por cabos balanceados para ver se o problema se 		
	resolve.
•	 Abaixe os ganhos de entrada um por um. Caso o ruído desapareça, o problema é a entrada ou a coisa 	 	
	 conectada a ela. Caso você desconecte a coisa conectada a ela, aumente o ganho de entrada e 			
	 o ruído tenha sumido, o problema é a coisa.
•	 O microfone precisa de phantom power?
•	 Às vezes, plugar todos os equipamentos ao mesmo circuito AC ajuda, porque eles dividem o mesmo 	 	
	 aterramento. Tente isso.
•	 Será que a banda esta junta tempo demais?
Sem Interwebs
•	 Leia o capítulo“Configurações de Rede”no Master Fader / Guia de Referência do meu Fader. Essa parte é 	
	 muito importante e ler ela de ponta a ponta é a melhor resolução de problemas.
•	 Seu iPad esta conectado à rede wireless correta? Vá para Configurações do iPad > Wi-Fi e certifique-se 	 	
	 de que não esta em uma rede diferente.
•	 Você selecionou a DL32R wireless em tools > devices screen?
•	 Você esta usando melhor e mais atual Master fader firmware da DL Series? Vá à App Store e procure 	 	
	 pelas atualizações.
•	 Você conectou o cabo Ethernet à porta correta do seu routeador? Certifique-se de usar a porta LAN, e 	 	
	 não a porta Wan.
•	 Você conectou e ligou o routeador ANTES de ligar a mesa de som?
•	 Saia do Master Fader e depois retorne usando o botão Home do iPad.
•	 Force o fechamento do Master Fader.
•	 Experimente ou cabo Ethernet.
•	 Experimente outro routeador Wi-Fi.
Consertos
Para serviços de garantia, procure as informações de garantia na página 34.
Serviços fora da garantia estão disponíveis no centro de serviços autorizados pela fábrica. Para encontrar o
centro mais próximo, visite www.720trees.com, clique em“Support”e selecione“Locate a Service Center”.
Serviços para todos os produtos fora dos Estados Unidos da América podem ser obtidos pelos vendedores e
distribuidores locais.
Caso você não tenha acesso ao nosso website, você pode ligar para nosso Departamento de Suporte Técnico
no número 1-800-898-3211, de Segunda a Sexta durante o horário de expediente comum, no fuso horário
da costa pacífica, para explicar seu problema. O suporte técnico te dirá onde fica o centro de serviços autori-
zados pela fábrica mais próximo de você
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
27
Apêndice E : Glossário de Termos
O glossário dos termos contém breves definições de muitos dos termos de áudio e eletrônica e siglas usados
nas discussões sobre mixagem e gravação de som. Caso você queira mais informações, recomendamos o
seguintes títulos:
The Audio Dictionary — Glenn White
Tech Terms — Peterson & Oppenheimer
Handbook For Sound Engineers — Glen Ballou
One Louder Magazine — Troy Monteforte
Pro Audio Reference — Dennis Bohn
Sound Reinforcement Handbook — Gary Davis
Conversor A/D — Conversor Analógico-a-digital. Um dispositivo que transforma os sinais analógicos recebi-
dos em forma digital.
AFL — Uma sigla para Edição Pós Fade [“After Fade Listen”], que é outra maneira de dizer função solo pós-
fader.
Attenuate — Para reduzir e fazer mais silencioso.
Aux — Abreviação para Auxiliar.
Auxiliary —Significado de aux. Em mixagem, equipamentos suplementares ou recursos que oferecem
capacidades adicionais ao sistema básico.
Aux Send — Uma porta de saída da mesa desenvolvida para enviar um sinal para um processador auxiliar
ou sistema de monitoração.
Balanced Input — Uma entrada consiste de duas derivações, nenhuma das duas é comum ao aterramento
do sistema. É um“par diferencial”, no qual o sinal consiste da diferença de voltagem entre as duas derivações.	
Circuitos de entrada balanceada podem oferecer ótima rejeição a ruídos comuns induzidos no circuito elétri-
co.
Balanced Output — Em um circuito de áudio balanceado clássico, a saída é levada em duas derivações (alta
ou + e baixa ou -) que são isoladas do aterramento do circuito pela impedância exatamente igual.
Uma saída simétrica balanceada carrega o mesmo sinal exatamente na mesma intensidade, mas na polari-
dade oposta, com respeito ao aterramento.
Um tipo especial de saídas balanceadas carrega o sinal em somente uma derivação, com a outra estando
em voltagem zero com respeito ao aterramento, mas na mesma impedância da derivação do sinal. Às vezes,
chama-se isso de balanceado pela impedância.
Bandwidth — A banda de frequências que passa por um dispositivo com uma perda menor que de 3 dB,
expressada em Hertz [Hz] ou em oitavas musicais. Também veja Q.
Channel — Um caminho funcional no circuito de áudio: um canal de entrada, um canal de saída, o canal do
iPad, um canal de FX, e por aí vai.
Channel Strip — Um canal de áudio que consiste em uma tira longa e vertical.
Clipping — Uma forma de distorção severa do áudio que resulta de um pico no sinal de áudio tendendo a ir
além das capacidades do circuito de amplificação. Visto de um osciloscópio, os picos de áudio aparecem cor-
tados. Para evitar o clipping, reduza o ganho no ganho do sistema, ou antes dele, no qual o clipping ocorre.
Veja também headroom.
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
28
Compressor — Esse é um processador dinâmico usado para suavizar qualquer pico transitório grande no
sinal de áudio que poderia sobrecarregar seu sistema ou causar distorção. O threshold e demais parâmetros,
como attack time, release time, e tire pressure são ajustáveis.
Condenser — Outro termo que indica um componente eletrônico geralmente conhecido como capacitor.
Em áudio, condenser também se refere a um tipo de microfone que usa capacitores como elemento de
captação do som. Esses microfones precisam de alimentação elétrica para fazer funcionar os amplificadores
internos e para manter uma carga elétrica no capacitor. Tipicamente, são alimentados por baterias internas
ou fornecimento de phantom power da mesa de som.
Console — Outro nome para mesa de som. Mesa DL32R = Console DL32R.
D/A Converter — Conversor Digital-a-analógico. Um dispositivo que transforma sinais digitais recebidos,
em forma analógica.
dB — Veja decibel.
dBu — Uma unidade de medida de voltagem do sinal de áudio em um circuito elétrico, expressado em
decibels, com referência a 0,775 VRMS em qualquer impedância. Comumente usado para descrever níveis de
sinal níveis de sinal em um sistema de áudio moderno.
Decibel (dB) — dB é uma relação de quantias medidas em termos similares usando uma escala logarítmica.
Muitos parâmetros do sistema de áudio medidos ao longo de um grande intervalo de valores, tais que o dB
é usada para simplificar os números . Uma relação de 1000:1 = 60dB. Sendo dB uma quantidade sem unida-
de, não importa se são volts ou dólares. (Tente pedir ao engenheiro chefe um aumento de 3 dB). Quando um
dos termos na relação é um acordo sobre um valor padronizado, como 1,23 V, 1V ou 1 mw, a relação se torna
um valor absoluto. Por exemplo, +4dBu, -10 dBV ou 0 dBm.
Delay — Delay“atrasa”o sinal de áudio por um curto período de tempo. Delay pode se referir a uma curta
repetição, uma série de repetições ou interações complexas de atrasos usados em chorus ou reverb.
Dipping — O oposto de peaking, claro, usando em áudio para descrever o formato da curva de resposta de
uma frequência. Uma depressão em uma corva de EQ parece com um vale, ou uma depressão. Dipping em
um equalizador reduz uma série de frequências. (Veja guacamole).
Doubling — Um efeito de delay em que o sinal original é misturado com uma atrasada de si mesma (20 a
50 ms). Quando usado com cuidado, esse efeito pode simular double-tracking [a gravação de uma voz ou
instrumento duas vezes].
Dry — Significa sem efeitos. É o sinal sozinho; sem reverb, sem delay etc.
DSP — O processamento de sinal digital [Digital Signal Processing] desempenha a mesa função em pro-
cessadores de sinal analógicos, mas o faz matematicamente no domínio digital, com mais precisão que seu
equivalente digital. Sendo o DSP um processo baseado em software, os parâmetros e funções de processa-
mento são alterados facilmente, e atualizáveis pelo aplicativo Master Fader.
Dynamic Microphone — A classe de microfones que gera sinais elétricos com o movimento de uma bobina
em um campo magnético. Microfones dinâmicos são robustos, relativamente baratos, capazes de perfor-
mances muito boas e não precisam de alimentação elétrica externa.
Dynamics Processor — Um tipo de processador que afeta a amplitude geral do sinal (às vezes, como uma
função do seu conteúdo de frequências), como um gate, compressor, ou limiter.
Dynamic Range — O alcance entre os níveis máximo e mínimo de som que um sistema de som aguenta.
Geralmente é expressado em decibéis como a diferença entre o nível de clipping e o nível de ruído mínimo.
Echo — O reflexo do som em uma superfície como uma parece ou chão. Reverberação e echo são termos
usados sem distinção, mas quando se fala em áudio uma distinção é feita: echo é considerado uma repe-
Continuação do Glossário de Termos...
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
29
Glossary Of Terms Continued...
tição (ou séries de repetições) diferente, mas reconhecível de uma palavra, nota, frase, som. Enquanto a
reverberação é uma suavização de decadência contínua e difusa do som.
EIN — ERuído de entrada equivalente [Equivalent Input Noise]. Uma especificação que ajuda a medir o silên-
cio de um estágio de ganho ao derivar a voltagem necessária para o ruído de entrada equivalente obter o
ruído de saída de um determinado pré-amplificador. Numericamente, é o ruído de saída a um determinado
ajuste de ganho menos o ganho. O EIN geralmente é medido ao ganho máximo e costuma alcançar entre
-125 e -130 dBu.
EQ — Abreviação de equalização.
EQ Curve — Um gráfico da resposta de um equalizador, com a frequência no eixo x (horizontal) e a ampli-
tude (nível) no eixo y (vertical). Tipos de equalizadores e efeitos frequentemente são nomeados depois da
forma da curva de resposta no gráfico, como peak, dip, bell e shelf.
Equalization — Significado de EQ. Equalização se refere às mudanças propositais nas frequências de res-
posta de um circuito, às vezes para corrigir previamente respostas desiguais (daí o termo equalizar), e mais
frequentemente para aumentar o ganho ou cortar certas frequências afim de melhorar o som, remover sons
estranhos, ou para criar sons completamente novos e diferentes.
Muitas vezes a maneira como se refere à equalização têm a ver com o que se parece o gráfico de respostas
de frequência. Uma resposta flat (no EQ) é uma linha reta; um pico se parece com uma montanha, uma
depressão com um vale, uma rachadura é um vale muito fino, e uma estante se parece com uma estante
mesmo. A ladeira é o desenho de uma descida no gráfico.
Fader — Outro nome para um controle de volume de áudio.
Filter — Um equalizador simples desenvolvido para remover certas gamas de frequências. O filtro passa-alta
atenua frequências abaixo da sua regulação de cutoff.
FOH — Frente da casa [Front Of House]. Vendo palco e PA´s principais de frente. Nenhum engenheiro de
som vai ao Fundo da casa porque nunca há tempo suficiente para beber uma cerveja.
Frequency — O número de vezes que um evento se repete em um certo período de tempo. Geralmente,
esse período de tempo para frequências de áudio é um segundo, e essa frequência é medida em ciclos por
segundo, abreviado como Hz, em homenagem ao Dr. Heinrich Hertz (não o que criou a locadora de carros
Hertz). Um Hz é um ciclo por segundo. Um kHz (quilohertz) é 1000 ciclos por segundo.
O alcance das frequências de áudio audíveis é geralmente considerado entre 20 Hz e 20.000 Hz (ou 20 kHz).
Isso engloba as notas usadas pelos instrumentos musicais e a maior parte de seus harmônicos.
Gain — A medida de quanto um amplificador amplifica um sinal. O ganho pode ser tido como uma relação
entre a voltagem de entrada e saída, corrente ou potência, como um ganho de voltagem de 4, ou um ganho
de potência de 1,5, ou pode ser expressado em decibéis, como um amplificador de linha com um ganho de
10 dB.
Gain Stage — Um ponto de amplificação em um caminho de sinal, seja em todo um sistema ou em um
único dispositivo. O ganho geral é distribuído entre os vários estágios de ganho.
Gate — Um processador dinâmico que automaticamente desliga um sinal de entrada quando ele cai abaixo
de um certo nível. Ele pode reduzir o nível geral de ruído da sua mix ao desligar entradas quando não estão
em uso. Threshold, attack time, hold, e release time são alguns dos parâmetros ajustáveis do gate.
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
30
Continuação do Glossário de Termos...
Graphic EQ — O equalizador de gráfico usa botões deslizantes para seus controles boost / but, com suas
frequências de operação espaçadas uniformemente através do espectro de áudio. Num mundo ideal, uma
linha que passa pelos centros dos eixos de controle formaria um gráfico da curva de resposta de frequência.
Ou, as posições dos botões deslizantes dariam uma representação gráfica dos níveis de aumento ou corte
pelo espectro de frequências.
Ground — Também chamado de terra. É definido como o ponto de voltagem zero em um circuito ou siste-
ma, o ponto de referência do qual todas as outras voltagens são medidas.
Em sistemas elétricos, as conexões de aterramento são usadas com propósitos de segurança, para manter
o chassi e botões do equipamento com voltagem zero e fornecer uma saída segura para correntes errantes.
Por isso se chama aterramento de segurança. Manter um bom aterramento de segurança é essencial para
prevenir choques elétricos. Siga as sugestões do fabricante e faça bom uso da rede elétrica para assegurar
um sistema de aterramento de segurança. Nunca remova ou inutilize o pino de aterramento do cabo AC de
força.
Em equipamentos eletrônicos sensíveis, pequenas correntes e voltagens que circulam no aterramento (logo,
ele não está realmente com zero volt) podem causar ruídos e prejudicar o funcionamento. Frequentemente,
um aterramento separado do aterramento da rede geral é usando como ponto de referência para eletrôni-
cos, isolando os eletrônicos sensíveis do aterramento sujo da rede elétrica. Ele é chamado de aterramento
técnico.
Equipamentos de áudio de qualidade são desenvolvidos para manter um bom aterramento técnico e, tam-
bém, para operar com um bom aterramento de segurança.
Ground Loop — Um loop de aterramento acontece quando o aterramento técnico ao qual está ligado um
sistema de áudio se conecta ao aterramento de segurança em mais de um ponto. Isso gera uma realimenta-
ção (loop) na qual correntes indesejadas circulam, causando ruídos no sistema de áudio. Nunca desabilite o
aterramento de segurança na tentativa de resolver problemas com ruídos.
Guacamole — Um delicioso pote com molho composto principalmente de abacates. Pensando no formato
dos potes, guacamole se refere a dipping.
Hertz — Unidade de frequência igual a 1 ciclo por segundo. 1000 Hz é igual a 1 kHz.
House — Em áudio, a casa se refere aos sistemas (inclusive as pessoas) responsáveis pelo som primário em
um determinado local. Assim, temos a mesa da casa ou o engenheiro da casa, a mixagem da casa, a mixagen
dos maps da casa, o PA´s principais da casa etc.
Hz — Abreviação de Hertz.
Impedance — A resistência A.C., capacitância, e indutância em um circuito elétrico, medido em ohms [ ].
Em circuitos de áudio (e outros circuitos AC) a impedância em ohms frequentemente pode ser diferente da
resistência do circuito conforme medido por um ohmômetro DC.
Manter relações de impedância do circuito adequadas é muito importante para evitar distorção e minimizar
ruídos adicionais. Nossas impedâncias de entrada e saída são configuradas para funcionar bem com a maio-
ria dos equipamentos de áudio.
Knee — Um joelho (knee) é uma dobra acentuada na curva de ganho de um compressor, nem um pouco
diferente de um joelho dobrado em uma perna.
Level — Outra palavra para sinal, voltagem, energia, força ou voluma. Os sinais de áudio são classificados
segundo seus níveis (level), às vezes. Níveis comumente usados são: nível de microfone (-40dBu ou inferior),
nível de instrumento (-20 a -10 dBu), e nível de linha (-10 a +30 dBu).
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
31
Glossary Of Terms Continued...
Line Level — Um sinal cujo nível varia entre -10 dBu e +30 dBu.
Main (House) Speakers — Os caixas principais do sistema de som. Geralmente, são as maiores caixas e mais
barulhentas, posicionadas de frente para o público; na maior parte dos casos, o som é emitido do palco. Isso
também é chamado de PA.
Mains — Abreviação de main ou house speakers, conforme falamos acima.
Master — Eu. Eu sou seu mestre. Obedeça! O mestre (master) no aplicativo Master Fader, apesar de ser o
nome do aplicativo, se refere ao fader principal. Ele afeta o volume total da saída selecionada na qual um ou
mais sinais estão somados
Mic Amp — Veja Mic Preamp.
Mic Level — O nível típico do sinal de um microfone. O sinal de um mic (geralmente – mas nem sempre-
vindo de um microfone) costuma ser menor que -30 dBu. Com uma fonte sonora muito fraca [um alfinete
caindo?] o sinal pode ser de -70 dBu ou inferior.
Alguns microfone, notavelmente condensadores vintage ou ao estilo vintage, fornecem um sinal em nível
maior que esse para sons com o mesmo nível de pressão sonora. Um mic com nível de saída“quente”não
representa a qualidade do mic, necessariamente; mas somente uma opção do desenvolvedor.
Mic Pre — Abreviação de Mic Preamp.
Mic Preamp — Abreviação de pré-amplificador de microfone (microphone preamplifier). Um amplificador
cujo trabalho é trazer os sinais muito baixos dos microfones para sinais em nível de linha ou, no caso de
pramps de mic incorporados a mesas de som, ao nível de funcionamento interno da mesa [aproximadamen-
te 0 dBu].
Geralmente, os preamps de mic têm seu próprio controle de volume, chamado de ganho, para ajustar o
ganho apropriadamente a uma determinada fonte. Configurar corretamente o ganho do preamp de mic é
um passo essencial para estabelecer uma boa relação sinal-ruído e ambiência suficiente. As mesas de som
DL Series são equipadas com preamps de mic Onyx.
Mixer — Um dispositivo eletrônico usado para combinar vários sinais de áudio em uma saída comum.
Diferente de um liquidificador, que combina várias frutas e álcool em uma única bebida
Monaural — Significado de mono. Literalmente, pertinente a um único ouvido ou fazendo uso de um único
ouvido.
No campo do áudio, monaural descreve um sinal ou sistema que carrega a informação de áudio em um
único canal com a intenção de reproduzi-lo em uma única fonte. Um microfone é uma fonte mono; vários
microfones mixados em um único canal é uma mix mono; uma mix stereo (ou de dois canais – para ser exi-
gente) de vários microfones separada entre esquerda e direita é uma mix stereo de fontes mono.
Audição monaural, portanto a compatibilidade mono de uma mix stereo, é mais importante do que se ima-
gina. A maior parte das pessoas escuta o áudio das televisões e dos rádios em mono.
Monitor — No sistema de amplificação, as caixas monitoras [ou fones de ouvido monitores, ou monitores
in-ear] são usadas pelos músicos para ouvirem a si mesmos. No universo do vídeo e das transmissões, as cai-
xas monitoras costumam ser chamadas de caixas de retorno. Em gravação, as caixas monitoras são aquelas
usadas pelo engenheiro e equipe de produção para ouvir a gravação conforme seu progresso. Em zoologia,
a lagartixa monitora é aquela que observa a equipe de produção durante as gravações. Mantenha a lagarti-
xa longe da mesa de som.
Mono — Abreviação de monaural (no que tange à mononucleose).
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
32
Continuação do Glossário de Termos...
Mute Groups — Grupos de mute (mute groups) te permite mutar rapidamente (e desmutar) múltiplos ca-
nais e/ou saídas com um único toque. Há um inúmeras possibilidades às quais atribuir e habilitar os grupos
de mute: produções que contam com um elenco rotativo de músicos, produções teatrais, igrejas e muito
mais. Também é ótimo para silenciar todas as entradas durante os intervalos entre as músicas ou durante
trocas de palco. Você pode criar até quatro grupos de mute separados com o Master Fader.
Noise — Qualquer coisa que você não quer ouvir. Pode ser um hum, buzz ou hiss; ou pode ser uma conver-
sa paralela, cortes digitais, ou o rádio do seu vizinho; ou pode ser um ruído branco, ruído rosa ou marrom.
Também é como seus pais descrevem o som da sua banda. Por fim, é tudo o que não se quer ouvir.
Noise Floor — É o nível residual de ruído em qualquer sistema. Em uma mesa bem projetada (como as
mesas DL Series), o ruído mínimo (noise floor) será um silencioso hiss, que é o ruído termal que é gerado
pelos elétrons pulando entre os resistores e junções semicondutoras. Quanto menor o ruído mínimo e maior
a ambiência, maior o alcance dinâmico disponível de um sistema.
Nyquist Sampling Theorem — Esse teorema de amostragem diz que, quando um sinal analógico é conver-
tido para digital, sua taxa de amostragem deve ser de no mínimo o dobro da frequência mais alta presente
no sinal analógico. Caso essa frequência exceda metade da taxa de amostragem, pode haver cortes no som.
Assim, se um conversor analógico-digital está configurado com taxa de amostragem de 44,1 kHz, o sinal de
áudio não deve exceder 22,05 kHz.
PA — Sigla para Endereçamento Público [Public Address]. Hoje em dia, pessoas que trabalham com PA gos-
tam de dizer que fazer o“reforço do som”[sound reinforcement]. Veja SR.
Pan — Controles deslizantes de Pan são usados para posicionar (ou mesmo mover dinamicamente) uma
fonte de áudio monaural em um campo de mixagem stereo ao ajustar o volume da fonte entre os canais
esquerdo e direito. Nosso cérebro sente o posicionamento stereo ao ouvir a diferença de volumes quando
o som atinge o ouvido, tendo em mente um tempo de atraso, espectro, reverberação ambiente e outros
fatores.
Peaking — O oposto de dipping. Um pico [peak] em uma curva de EQ que se parece com uma colina, ou
um pico. Fazer peaking em um equalizador amplifica um banda de frequências.
PFL — Sigla para Audiçaõ pré-fade [Pre-Fade Listening]. Aqueles que trabalham com TV chamam de deixa.
Os caras do áudio chamam isso de ser habilitado a solar um canal com o fader para baixo.
Phantom Power — Um sistema que fornece energia elétrica a microfones condensadores (e alguns dispo-
sitivos de captação eletrônica) pelo conector de entrada do microfone. O sistema é chamado de fantasma
[phantom] porque a energia é levada por um cabo de áudio de microfone padrão de maneira“invisível”se
comparado aos microfones dinâmicos normais. As mesas DL Series usam padrão de +48 volts de energia DC,
passível de ser ligado e desligado.
Geralmente, o phantom power é seguro de ser usado com microfones não condensadores, por exemplo,
especialmente com microfones dinâmicos. Entretanto, microfones desbalanceados, alguns equipamentos
eletrônicos (como alguns receptores de microfone wireless) e alguns microfones de fita podem sofrer curto
circuito e ser muito danificados.
Phase — A relação de tempo entre dois sinais, expressa em graus ao redor de um círculo. 0o e 360o repre-
sentam uma relação em fase. Ambos os sinais se alteram da mesma maneira ao mesmo tempo. Qualquer
coisa além disso está fora de fase.
180o fora da fase é um caso especial em que, no caso de formas de onda contínuas, significa que em
qualquer tempo dado os dois sinais têm a mesma amplitude, mas estão em polaridades opostas. Os dois
extremos de uma saída diferencial estão 180o fora de fase. O botão de inversão de polaridade (encontrado
no campo do Q) inverte a polaridade do sinal.
Quando sinais fora de fase são mixados, haverá o cancelamento de algumas frequências, frequências e graus
de cancelamento esses que serão uma função da quantidade de aumento da fase e da amplitude dos sinais.
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
33
Continuação do Glossário de Termos...
Atenção ao posicionamento do mic e na audição te permitirão usar esse efeito de maneira criativa.
Post Fader — Um termo usado para descrever um aux send (ou outra saída) que esteja conectada e, con-
sequentemente, é afetada pelas configurações do fader associado ao canal. Aux sends conectados assim
geralmente (mas nem sempre) são uados por efeitos. Uma saída pós fader (post-fader output) de uma mesa
costuma ser pós EQ.
Pre DSP — O pré DSP é ideal quando se usa os auxiliares para monitoração das mixagens e você quer
compressão e outros efeitos na mix principal, mas não nos monitores. O pré DPS está disponível em todas as
saídas auxiliares, mas não na FX.
Pre Fader — Um termo usado para descrever um aux send (ou outra saída) que está conectada e não é
afetada pelas configurações do fader associado ao canal. Aux sends conectadas assim geralmente (mas nem
sempre) são usadas para monitoração.
Q — Uma maneira de denominar uma largura de banda de um filtro ou seção de equalizador. Um EQ com Q
de .75 é amplo e suave, enquanto um Q de 10 faz uma curva estreita e pontiaguda. Para calcular o valor de
Q, você deve conhecer a frequência central da seção do EQ e as frequências em que as saias mais alta e mais
baixa caiem 3 dB abaixo do nível da frequência central. Q é igual à frequência central dividida pela diferença
entre aquelas frequências 3dB mais baixas de que falamos. Um EQ com peaking centralizado em 10 kHz
cujos pontos -3 dB são 7,5 kHz e 12,5 kHz tem um Q de 2.
Reverberation, Reverb — O som que sobre em uma sala depois que a emissão do som termina na fonte. É o
que você ouve imediatamente depois de bater palmas em uma sala grande e azulejada.
Reverberação e echo são termos usados sem distinção, mas quando se fala em áudio uma distinção é feita:
a reverberação é uma suavização de decadência contínua e difusa do som, enquanto o echo é considerado
uma repetição (ou séries de repetições) diferente e decadente, mas reconhecível de uma palavra, nota, frase
ou som.
Salas altamente reveberantes são chamadas de vivas; salas com muito pouca reverberação são chamadas de
mortas. Uma fonte de som sem a adição de reverb é chamada de seca [dry]; uma com reverb é molhada [wet].
RFI — Interferência de frequências de rádio [Radio Frequency Interference]. Frequências altas que geralmen-
te resultam de circuitos em curto. Isso pode ser manifestado de inúmeras maneiras em sistemas de áudio,
mas costumam ser evidentes como buzz em altas frequências ou estalos.
RMS — Sigla para raiz quadrada da média [root mean square], uma maneira convencional de medir o valor
médio efetivo de um sinal de áudio ou outra voltagem AC. A maior parte dos voltímetros AC são calibrados
para ler volts RMS, embora muitos medidores só sejam de calibração precisa se a forma da onda é sinusoidal.
Sampling Frequency — É a taxa em que um sinal analógico é amostrado durante um processo de conversão
analógico-digital. A taxa de amostragem usada para CDs é de 44,1 kHz, mas gravações profissionais chegam a
ser feitas em taxas de amostragem ainda maiores.
Send — Um termo usado para descrever a saída de uma mix dos canais de entrada secundária, geralmente
usada para monitoração, amplificadores de fones de ouvido ou dispositivos de efeito. Essas são os aux sends
nas mesas DL Series.
Shelving — Um termo usado para descrever a forma das frequência de um equalizador. A resposta de
prateleira [shelf] em um equalizador começa a subir (ou descer) em algumas frequências e continua a subir
(ou descer) até atingir a frequência de prateleira, altura em que a curva de resposta achata e permanece flat
para os limites de audição. Se você fosse representar graficamente essa resposta, ela seria parecida com uma
prateleira. Ou mais como uma prateleira do que uma bota de caminhada. Veja também peaking e dipping.
Signal-to-Noise (S/N) — Essa é uma especificação que descreve quanto ruído um componente de áudio
gera comparado ao sinal. Geralmente, é expresso em dB abaixo de um dado nível. O S/N das mesas DL Series
é de 92dB.
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
34
Continuação do Glossário de Termos...
Solo — Sozinho em italiano. Solo te permite ouvir canais individuais sozinhos ou combinados com outros
sinais solados.
Sound Reinforcement — Um sistema de amplificação de sons acústicos e eletrônicos à partir de uma execu-
ção ou de fala, de modo que um grande público pode ouvir. Ou, na música popular, de modo que um grande
público (espero) pode ser animado, atordoado, ou mesmo parcialmente ensurdecido pela grande amplifica-
ção. Sonorização significa essencialmente a mesma coisa que PA [Public Address].
Spaghetti — Aquela bagunça de fios e cabos na traseira do seu rack e/ou do console. Você realmente pode
temer essa criatura.
SR — Sigla para sonorização [Sound Reinforcement], que se refere ao processo (ou um sistema de) amplifica-
ção de sons acústicos e eletrônicos de uma execução ou de fala, de modo que um grande público pode ouvir
claramente. Ou, na música popular, de modo que um grande público (espero) pode ser animado, atordoado,
ou mesmo parcialmente ensurdecido pela grande amplificação. Sonorização significa essencialmente a mes-
ma coisa que PA [Public Address].
Stereo — Acredite ou não, stereo de som vem de uma palavra grega que significa sólido. Usamos stereo ou
estereofonia para descrever a ilusão de um campo sonoro contínuo, espaçoso, que é aparentemente se espa-
lhado ao redor do ouvinte com dois ou mais sinais de áudio relacionados. Na prática, stereo, muitas vezes é
usado simplesmente como dois canais.
Tinnitus — O zunido nos ouvidos que costuma resultar de exposições prolongadas a níveis muito altos de
ruídos.
TRS — Sigla para ponta-anel-manga [Tip-Ring-Sleeve], as três partes de um dos conectores (mais blindagem)
para telefone. Uma vez que o conector pode transportar dois sinais e um aterramento comum, conectores
TRS são muitas vezes chamados de plugues ou tomadas stereo ou balanceadas.
TS — Sigla para ponta-manga [Tip-Sleeve], as duas partes de um único conector (mais blindagem) para te-
lefone. Conectores TS são chamados às vezes de mono ou plugues desbalanceados. Um concetor de ¼”para
telefone TS ou plugue também é chamado de um plugue de telefone padrão.
Unbalanced — Um circuito eléctrico em que as duas pontas do circuito não tem a impedância idêntica à do
aterramento. Muitas vezes, uma ponta é também na potencia do aterramento. Conexões de circuito desba-
lanceadas requerem apenas dois condutores (sinal“quentes”e aterramento). Circuito de áudio desbalanceado
é mais barato para a produção, mas em certas circunstâncias é mais suscetível a captação de ruídos.
View Groups — Visualizar grupos permite que você veja apenas os canais que deseja, escondendo os de-
mais. Isso melhora a organização e permite uma navegação mais rápida. Você pode criar e atribuir até quatro
grupos de visualização separados com Master Fader.
Volume — O nível do som em um sistema de áudio. Possivelmente, a única coisa que algumas bandas têm
demais.
VRMS — Sigla de raiz quadrada da média da voltagem [Volts Root Mean Square]. Veja RMS.
Wet — Um sinal com adição de reverberação ou outro efeito, como o echo, delay or chorus.
XLR Connector — Conectores de três pinos universalmente utilizados atualmente para conexões balance-
adas de microfones. Também conhecida como Cannon, como a Canon foi o fabricante original deste tipo de
conector. Em áudio, um conector Canon, entende-se um conector Canon XLR-3 ou qualquer conector compa-
tível. Você pode dizer quem são os tiozinhos do áudio quando se referem a conectores XLR como conectores
de canhão.
Z — O símbolo elétrico de impedância.
Zymurgy — A ciência da preparação da cerveja, uma parte importante da nossa tecnologia e história, uma
vez que estamos localizados a menos de dois quilômetros da cervejaria Red Hook. Além disso, precisamos de
algo mais do que apenas um“ol”Z para acabar com o glossário.
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
35
Declaração de Garantia
Por favor, mantenha a nota fiscal de compra em um local seguro.
Declaração de Licença Geral Pública
Esta Garantia Limitada de Produto (“Garantia de Produto”) é fornecida pela LOUD Technologies Inc.
(“LOUD”) e é aplicável aos produtos comprados nos Estados Unidos ou no Canadá através de um
revendedor ou distribuidor LOUD-autorizado. A garantia do produto não se estenderá a qualquer pessoa
que não seja o comprador original do produto (doravante,“Cliente”,“você”ou“seu”).
Para produtos comprados fora os EUA ou no Canadá, por favor visite www.720trees.com/warranty para
encontrar informações de contato do seu distribuidor local, e informações sobre a cobertura da garantia
fornecida pelo distribuidor em seu mercado.
A LOUD garante para os clientes que o produto estará livre de defeitos de materiais e fabricação sob uso
normal durante o período de garantia. Se o produto não estiver em conformidade com a garantia, em
seguida, LOUD ou seu representante de serviço autorizado a seu critério, reparará ou substituirá qualquer
produto fora de conformidade, desde que o Cliente notificar do descumprimento dentro do período
de garantia à Companhia em: www.720trees .com/support ou ligando para o suporte técnico LOUD em
1.800.898.3211 (ligação gratuita em os EUA e Canadá) durante as horas de expediente normal, horário
da costa pacífica, excluindo fins de semana ou feriados. Por favor, guarde a nota fiscal de compra datada
original como prova da data da compra. Você vai precisar dela para obter qualquer serviço de garantia.
Para acessar os termos e condições, tal qual a duração específica da garantia para este produto, visite
www.720trees.com/warranty.
A garantia do produto, juntamente com a fatura ou nota fiscal, e os termos e condições localizados em
www.720trees.com/warranty constituem o acordo, e substituem todos e quaisquer acordos anteriores
entre LOUD e Cliente relacionados ao assunto em questão. Nenhuma alteração, modificação ou renúncia
de qualquer das disposições desta Garantia do produto será válida a menos que prevista em um
instrumento escrito assinado pela parte aqui obrigada.
Este produto inclui um código de software desenvolvido por terceiros, incluindo um código de software
sujeito à Licença Pública Geral LPG (“GPL”) Versão 2. Se estes termos de licença específicos conferem-lhe o
código fonte do software, LOUD Technologies Inc. vai fornecer, mediante solicitação por escrito via e-mail
ou papel tradicional, os arquivos aplicáveis de código fonte LPG via CD-ROM por um custo nominal para
cobrir meios de comunicação, transporte e manuseio como permitidos sob a LPG.
O código LPG utilizado neste produto é distribuído SEM QUALQUER GARANTIA e está sujeito a direitos
autorais de um ou mais autores. Para mais detalhes, consulte o código LPG e os termos da LPG. Para obter
uma cópia do LPG, por favor escreva para a Free Software Foundation, Inc., 51 Franklin Street, Fifth Floor,
Boston, MA 02110-1301, EUA.
Favor encaminhar todas as solicitações de origem de LPG para o seguinte e-mail / endereço.
Attn: GPL Source Request
LOUD Technologies Inc.
16220 Woodinville-Redmond Rd. N.E.
Woodinville, WA 98072
ou
techmail@loudtechinc.com
Manual do Usuário - DL32R
DL32R Owner’s Manual
36
DL32R Owner’s Manual
37

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Microcontroladores: Microcontrolador-8051 4ta Edición I. Scott MacKenzie y Ra...
Microcontroladores: Microcontrolador-8051 4ta Edición I. Scott MacKenzie y Ra...Microcontroladores: Microcontrolador-8051 4ta Edición I. Scott MacKenzie y Ra...
Microcontroladores: Microcontrolador-8051 4ta Edición I. Scott MacKenzie y Ra...
SANTIAGO PABLO ALBERTO
 
Control Lógico Programable PLC
Control  Lógico  Programable PLCControl  Lógico  Programable PLC
Control Lógico Programable PLC
Sergio Mancera
 
Guia instrumentacion y medicion
Guia instrumentacion y medicionGuia instrumentacion y medicion
Guia instrumentacion y medicion
José Sánchez
 
Amp espectrum
Amp espectrumAmp espectrum
Amp espectrum
ninguna
 
Boletin 2 proteccion
Boletin 2   proteccionBoletin 2   proteccion
Boletin 2 proteccion
Fatima Vasquez
 
THE FABRICATION OF REGULATED DC POWER SUPPLY
THE FABRICATION OF REGULATED DC POWER SUPPLYTHE FABRICATION OF REGULATED DC POWER SUPPLY
THE FABRICATION OF REGULATED DC POWER SUPPLY
SAURAV DAYAL SING
 
Crossover ativo 3vias com ci-4558
Crossover ativo 3vias com ci-4558Crossover ativo 3vias com ci-4558
Crossover ativo 3vias com ci-4558
marcelo santana
 
Examen multiple choice
Examen multiple choiceExamen multiple choice
Examen multiple choice
Daniel Remondegui
 
Control de Temperatura Para el Cautín
Control de Temperatura Para el CautínControl de Temperatura Para el Cautín
Control de Temperatura Para el Cautín
Alexis Colmenares
 
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD1
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD1Manual da bateria eletrônica DDRUM DD1
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD1
Habro Group
 
Manual da Bateria Eletrônica Shelter STD92 (PORTUGUÊS)
Manual da Bateria Eletrônica Shelter STD92 (PORTUGUÊS)Manual da Bateria Eletrônica Shelter STD92 (PORTUGUÊS)
Manual da Bateria Eletrônica Shelter STD92 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 

Mais procurados (11)

Microcontroladores: Microcontrolador-8051 4ta Edición I. Scott MacKenzie y Ra...
Microcontroladores: Microcontrolador-8051 4ta Edición I. Scott MacKenzie y Ra...Microcontroladores: Microcontrolador-8051 4ta Edición I. Scott MacKenzie y Ra...
Microcontroladores: Microcontrolador-8051 4ta Edición I. Scott MacKenzie y Ra...
 
Control Lógico Programable PLC
Control  Lógico  Programable PLCControl  Lógico  Programable PLC
Control Lógico Programable PLC
 
Guia instrumentacion y medicion
Guia instrumentacion y medicionGuia instrumentacion y medicion
Guia instrumentacion y medicion
 
Amp espectrum
Amp espectrumAmp espectrum
Amp espectrum
 
Boletin 2 proteccion
Boletin 2   proteccionBoletin 2   proteccion
Boletin 2 proteccion
 
THE FABRICATION OF REGULATED DC POWER SUPPLY
THE FABRICATION OF REGULATED DC POWER SUPPLYTHE FABRICATION OF REGULATED DC POWER SUPPLY
THE FABRICATION OF REGULATED DC POWER SUPPLY
 
Crossover ativo 3vias com ci-4558
Crossover ativo 3vias com ci-4558Crossover ativo 3vias com ci-4558
Crossover ativo 3vias com ci-4558
 
Examen multiple choice
Examen multiple choiceExamen multiple choice
Examen multiple choice
 
Control de Temperatura Para el Cautín
Control de Temperatura Para el CautínControl de Temperatura Para el Cautín
Control de Temperatura Para el Cautín
 
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD1
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD1Manual da bateria eletrônica DDRUM DD1
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD1
 
Manual da Bateria Eletrônica Shelter STD92 (PORTUGUÊS)
Manual da Bateria Eletrônica Shelter STD92 (PORTUGUÊS)Manual da Bateria Eletrônica Shelter STD92 (PORTUGUÊS)
Manual da Bateria Eletrônica Shelter STD92 (PORTUGUÊS)
 

Destaque

Manual dos Mixers Mackie PROFX16 e PROFX22 (PORTUGUÊS)
Manual dos Mixers Mackie PROFX16 e PROFX22 (PORTUGUÊS)Manual dos Mixers Mackie PROFX16 e PROFX22 (PORTUGUÊS)
Manual dos Mixers Mackie PROFX16 e PROFX22 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual da caixa Mackie SRM450V2 (PORTUGUÊS)
Manual da caixa Mackie SRM450V2 (PORTUGUÊS)Manual da caixa Mackie SRM450V2 (PORTUGUÊS)
Manual da caixa Mackie SRM450V2 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual do Mixer Mackie 402VLZ3 (PORTUGUÊS)
Manual do Mixer Mackie 402VLZ3 (PORTUGUÊS)Manual do Mixer Mackie 402VLZ3 (PORTUGUÊS)
Manual do Mixer Mackie 402VLZ3 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual do mixer Mackie 1604 VLZ3 (PORTUGUÊS)
Manual do mixer Mackie 1604 VLZ3 (PORTUGUÊS)Manual do mixer Mackie 1604 VLZ3 (PORTUGUÊS)
Manual do mixer Mackie 1604 VLZ3 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 1604 VLZ4 (PORTUGUÊS)
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 1604 VLZ4 (PORTUGUÊS)MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 1604 VLZ4 (PORTUGUÊS)
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 1604 VLZ4 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual do mixer Mackie 1202 VLZ3 (PORTUGUÊS)
Manual do mixer Mackie 1202 VLZ3 (PORTUGUÊS)Manual do mixer Mackie 1202 VLZ3 (PORTUGUÊS)
Manual do mixer Mackie 1202 VLZ3 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 

Destaque (6)

Manual dos Mixers Mackie PROFX16 e PROFX22 (PORTUGUÊS)
Manual dos Mixers Mackie PROFX16 e PROFX22 (PORTUGUÊS)Manual dos Mixers Mackie PROFX16 e PROFX22 (PORTUGUÊS)
Manual dos Mixers Mackie PROFX16 e PROFX22 (PORTUGUÊS)
 
Manual da caixa Mackie SRM450V2 (PORTUGUÊS)
Manual da caixa Mackie SRM450V2 (PORTUGUÊS)Manual da caixa Mackie SRM450V2 (PORTUGUÊS)
Manual da caixa Mackie SRM450V2 (PORTUGUÊS)
 
Manual do Mixer Mackie 402VLZ3 (PORTUGUÊS)
Manual do Mixer Mackie 402VLZ3 (PORTUGUÊS)Manual do Mixer Mackie 402VLZ3 (PORTUGUÊS)
Manual do Mixer Mackie 402VLZ3 (PORTUGUÊS)
 
Manual do mixer Mackie 1604 VLZ3 (PORTUGUÊS)
Manual do mixer Mackie 1604 VLZ3 (PORTUGUÊS)Manual do mixer Mackie 1604 VLZ3 (PORTUGUÊS)
Manual do mixer Mackie 1604 VLZ3 (PORTUGUÊS)
 
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 1604 VLZ4 (PORTUGUÊS)
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 1604 VLZ4 (PORTUGUÊS)MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 1604 VLZ4 (PORTUGUÊS)
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 1604 VLZ4 (PORTUGUÊS)
 
Manual do mixer Mackie 1202 VLZ3 (PORTUGUÊS)
Manual do mixer Mackie 1202 VLZ3 (PORTUGUÊS)Manual do mixer Mackie 1202 VLZ3 (PORTUGUÊS)
Manual do mixer Mackie 1202 VLZ3 (PORTUGUÊS)
 

Semelhante a Manual da mesa MACKIE DL32R

Manual do Monitor de Referência Mackie MR8 MK2 (PORTUGUÊS)
Manual do Monitor de Referência Mackie MR8 MK2 (PORTUGUÊS)Manual do Monitor de Referência Mackie MR8 MK2 (PORTUGUÊS)
Manual do Monitor de Referência Mackie MR8 MK2 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual do Monitor de Referência Mackie MR5 MK2 (PORTUGUÊS)
Manual do Monitor de Referência Mackie MR5 MK2 (PORTUGUÊS)Manual do Monitor de Referência Mackie MR5 MK2 (PORTUGUÊS)
Manual do Monitor de Referência Mackie MR5 MK2 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual da caixa acústica mackie th 15 a (português)
Manual da caixa acústica mackie th 15 a (português)Manual da caixa acústica mackie th 15 a (português)
Manual da caixa acústica mackie th 15 a (português)
Habro Group
 
Manual da interface Focusrite Saffire Pro 14
Manual da interface Focusrite Saffire Pro 14 Manual da interface Focusrite Saffire Pro 14
Manual da interface Focusrite Saffire Pro 14
Habro Group
 
Manual do pedal Line 6 JM4 (PORTUGUÊS)
Manual do pedal Line 6 JM4 (PORTUGUÊS)Manual do pedal Line 6 JM4 (PORTUGUÊS)
Manual do pedal Line 6 JM4 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual da Interface Saffire Pro 40
Manual da Interface Saffire Pro 40 Manual da Interface Saffire Pro 40
Manual da Interface Saffire Pro 40
Habro Group
 
Tv jvc 55
Tv jvc 55Tv jvc 55
Tv jvc 55
Robson Guedes
 
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual do sistema sem fio G30 Line 6 (PORTUGUÊS)
Manual do sistema sem fio G30 Line 6 (PORTUGUÊS)Manual do sistema sem fio G30 Line 6 (PORTUGUÊS)
Manual do sistema sem fio G30 Line 6 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA TWO
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA TWOManual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA TWO
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA TWO
Habro Group
 
Manual de usa prophecy owners portugues
Manual de usa prophecy owners portuguesManual de usa prophecy owners portugues
Manual de usa prophecy owners portugues
Gilmar Francisco Oliveira
 
Manual da interface Focusrite Saffire Pro 24
Manual da interface Focusrite Saffire Pro 24Manual da interface Focusrite Saffire Pro 24
Manual da interface Focusrite Saffire Pro 24
Habro Group
 
Manual dos amplificadores Warwick WA300 600 BC300 (PORTUGUÊS)
Manual dos amplificadores Warwick WA300 600 BC300 (PORTUGUÊS)Manual dos amplificadores Warwick WA300 600 BC300 (PORTUGUÊS)
Manual dos amplificadores Warwick WA300 600 BC300 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual do transmissor sem fio de mão THH06 - V35 Line6 (PORTUGUÊS)
Manual do transmissor sem fio de mão THH06 - V35 Line6 (PORTUGUÊS)Manual do transmissor sem fio de mão THH06 - V35 Line6 (PORTUGUÊS)
Manual do transmissor sem fio de mão THH06 - V35 Line6 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
12915880
1291588012915880
Manual do sistema sem fio XD V35 Line 6 (PORTUGUÊS)
Manual do sistema sem fio XD V35 Line 6 (PORTUGUÊS)Manual do sistema sem fio XD V35 Line 6 (PORTUGUÊS)
Manual do sistema sem fio XD V35 Line 6 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual do amplificador Line 6 SPIDER JAM (PORTUGUÊS)
Manual do amplificador Line 6 SPIDER JAM (PORTUGUÊS)Manual do amplificador Line 6 SPIDER JAM (PORTUGUÊS)
Manual do amplificador Line 6 SPIDER JAM (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual do amplificador Line 6 SPIDER VALVE (PORTUGUÊS)
Manual do amplificador Line 6 SPIDER VALVE (PORTUGUÊS)Manual do amplificador Line 6 SPIDER VALVE (PORTUGUÊS)
Manual do amplificador Line 6 SPIDER VALVE (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual equip-skyhdtv-slim
Manual equip-skyhdtv-slimManual equip-skyhdtv-slim
Manual equip-skyhdtv-slim
Dan Moroboshi
 

Semelhante a Manual da mesa MACKIE DL32R (20)

Manual do Monitor de Referência Mackie MR8 MK2 (PORTUGUÊS)
Manual do Monitor de Referência Mackie MR8 MK2 (PORTUGUÊS)Manual do Monitor de Referência Mackie MR8 MK2 (PORTUGUÊS)
Manual do Monitor de Referência Mackie MR8 MK2 (PORTUGUÊS)
 
Manual do Monitor de Referência Mackie MR5 MK2 (PORTUGUÊS)
Manual do Monitor de Referência Mackie MR5 MK2 (PORTUGUÊS)Manual do Monitor de Referência Mackie MR5 MK2 (PORTUGUÊS)
Manual do Monitor de Referência Mackie MR5 MK2 (PORTUGUÊS)
 
Manual da caixa acústica mackie th 15 a (português)
Manual da caixa acústica mackie th 15 a (português)Manual da caixa acústica mackie th 15 a (português)
Manual da caixa acústica mackie th 15 a (português)
 
Manual da interface Focusrite Saffire Pro 14
Manual da interface Focusrite Saffire Pro 14 Manual da interface Focusrite Saffire Pro 14
Manual da interface Focusrite Saffire Pro 14
 
Manual do pedal Line 6 JM4 (PORTUGUÊS)
Manual do pedal Line 6 JM4 (PORTUGUÊS)Manual do pedal Line 6 JM4 (PORTUGUÊS)
Manual do pedal Line 6 JM4 (PORTUGUÊS)
 
Manual da Interface Saffire Pro 40
Manual da Interface Saffire Pro 40 Manual da Interface Saffire Pro 40
Manual da Interface Saffire Pro 40
 
Tv jvc 55
Tv jvc 55Tv jvc 55
Tv jvc 55
 
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
 
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
 
Manual do sistema sem fio G30 Line 6 (PORTUGUÊS)
Manual do sistema sem fio G30 Line 6 (PORTUGUÊS)Manual do sistema sem fio G30 Line 6 (PORTUGUÊS)
Manual do sistema sem fio G30 Line 6 (PORTUGUÊS)
 
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA TWO
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA TWOManual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA TWO
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA TWO
 
Manual de usa prophecy owners portugues
Manual de usa prophecy owners portuguesManual de usa prophecy owners portugues
Manual de usa prophecy owners portugues
 
Manual da interface Focusrite Saffire Pro 24
Manual da interface Focusrite Saffire Pro 24Manual da interface Focusrite Saffire Pro 24
Manual da interface Focusrite Saffire Pro 24
 
Manual dos amplificadores Warwick WA300 600 BC300 (PORTUGUÊS)
Manual dos amplificadores Warwick WA300 600 BC300 (PORTUGUÊS)Manual dos amplificadores Warwick WA300 600 BC300 (PORTUGUÊS)
Manual dos amplificadores Warwick WA300 600 BC300 (PORTUGUÊS)
 
Manual do transmissor sem fio de mão THH06 - V35 Line6 (PORTUGUÊS)
Manual do transmissor sem fio de mão THH06 - V35 Line6 (PORTUGUÊS)Manual do transmissor sem fio de mão THH06 - V35 Line6 (PORTUGUÊS)
Manual do transmissor sem fio de mão THH06 - V35 Line6 (PORTUGUÊS)
 
12915880
1291588012915880
12915880
 
Manual do sistema sem fio XD V35 Line 6 (PORTUGUÊS)
Manual do sistema sem fio XD V35 Line 6 (PORTUGUÊS)Manual do sistema sem fio XD V35 Line 6 (PORTUGUÊS)
Manual do sistema sem fio XD V35 Line 6 (PORTUGUÊS)
 
Manual do amplificador Line 6 SPIDER JAM (PORTUGUÊS)
Manual do amplificador Line 6 SPIDER JAM (PORTUGUÊS)Manual do amplificador Line 6 SPIDER JAM (PORTUGUÊS)
Manual do amplificador Line 6 SPIDER JAM (PORTUGUÊS)
 
Manual do amplificador Line 6 SPIDER VALVE (PORTUGUÊS)
Manual do amplificador Line 6 SPIDER VALVE (PORTUGUÊS)Manual do amplificador Line 6 SPIDER VALVE (PORTUGUÊS)
Manual do amplificador Line 6 SPIDER VALVE (PORTUGUÊS)
 
Manual equip-skyhdtv-slim
Manual equip-skyhdtv-slimManual equip-skyhdtv-slim
Manual equip-skyhdtv-slim
 

Mais de Habro Group

MANUAL ACORDEON VENEZA
MANUAL ACORDEON VENEZAMANUAL ACORDEON VENEZA
MANUAL ACORDEON VENEZA
Habro Group
 
Manual do controlador NOVATION LAUNCHPAD MKII
Manual do controlador NOVATION LAUNCHPAD MKIIManual do controlador NOVATION LAUNCHPAD MKII
Manual do controlador NOVATION LAUNCHPAD MKII
Habro Group
 
Manual da linha de controladores NOVATION LAAUNCH KEY MKII
Manual da linha de controladores NOVATION LAAUNCH KEY MKIIManual da linha de controladores NOVATION LAAUNCH KEY MKII
Manual da linha de controladores NOVATION LAAUNCH KEY MKII
Habro Group
 
Manual da linha de controladores NOVATION IMPULSE
Manual da linha de controladores NOVATION IMPULSEManual da linha de controladores NOVATION IMPULSE
Manual da linha de controladores NOVATION IMPULSE
Habro Group
 
Manual do controlador NOVATION DICER
Manual do controlador NOVATION DICERManual do controlador NOVATION DICER
Manual do controlador NOVATION DICER
Habro Group
 
Manual dos Amplificadores LINE 6 AMPLIFi 75 e AMPLIFi 150
Manual dos Amplificadores LINE 6 AMPLIFi 75 e AMPLIFi 150Manual dos Amplificadores LINE 6 AMPLIFi 75 e AMPLIFi 150
Manual dos Amplificadores LINE 6 AMPLIFi 75 e AMPLIFi 150
Habro Group
 
Manual da Pedaleira LINE 6 AMPLIFi FX100
Manual da Pedaleira LINE 6 AMPLIFi FX100Manual da Pedaleira LINE 6 AMPLIFi FX100
Manual da Pedaleira LINE 6 AMPLIFi FX100
Habro Group
 
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Habro Group
 
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Habro Group
 
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 6i6
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 6i6Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 6i6
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 6i6
Habro Group
 
Manual do kit de gravação FOCUSRITE Scarlett Studio
Manual do kit de gravação FOCUSRITE Scarlett StudioManual do kit de gravação FOCUSRITE Scarlett Studio
Manual do kit de gravação FOCUSRITE Scarlett Studio
Habro Group
 
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett Solo
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett SoloManual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett Solo
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett Solo
Habro Group
 
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKIIManual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
Habro Group
 
Manual da Interface de Áudio Firewire FOCUSRITE Liquid Saffire 56
Manual da Interface de Áudio Firewire FOCUSRITE Liquid Saffire 56Manual da Interface de Áudio Firewire FOCUSRITE Liquid Saffire 56
Manual da Interface de Áudio Firewire FOCUSRITE Liquid Saffire 56
Habro Group
 
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA ONE
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA ONEManual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA ONE
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA ONE
Habro Group
 
Manual da interface de Áudio FOCUSRITE FORTE
Manual da interface de Áudio FOCUSRITE FORTEManual da interface de Áudio FOCUSRITE FORTE
Manual da interface de Áudio FOCUSRITE FORTE
Habro Group
 
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreX
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreXManual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreX
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreX
Habro Group
 
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8Pre
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreManual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8Pre
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8Pre
Habro Group
 
Manual do piano digital FENIX DP70
Manual do piano digital FENIX DP70Manual do piano digital FENIX DP70
Manual do piano digital FENIX DP70
Habro Group
 
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD3X
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD3XManual da bateria eletrônica DDRUM DD3X
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD3X
Habro Group
 

Mais de Habro Group (20)

MANUAL ACORDEON VENEZA
MANUAL ACORDEON VENEZAMANUAL ACORDEON VENEZA
MANUAL ACORDEON VENEZA
 
Manual do controlador NOVATION LAUNCHPAD MKII
Manual do controlador NOVATION LAUNCHPAD MKIIManual do controlador NOVATION LAUNCHPAD MKII
Manual do controlador NOVATION LAUNCHPAD MKII
 
Manual da linha de controladores NOVATION LAAUNCH KEY MKII
Manual da linha de controladores NOVATION LAAUNCH KEY MKIIManual da linha de controladores NOVATION LAAUNCH KEY MKII
Manual da linha de controladores NOVATION LAAUNCH KEY MKII
 
Manual da linha de controladores NOVATION IMPULSE
Manual da linha de controladores NOVATION IMPULSEManual da linha de controladores NOVATION IMPULSE
Manual da linha de controladores NOVATION IMPULSE
 
Manual do controlador NOVATION DICER
Manual do controlador NOVATION DICERManual do controlador NOVATION DICER
Manual do controlador NOVATION DICER
 
Manual dos Amplificadores LINE 6 AMPLIFi 75 e AMPLIFi 150
Manual dos Amplificadores LINE 6 AMPLIFi 75 e AMPLIFi 150Manual dos Amplificadores LINE 6 AMPLIFi 75 e AMPLIFi 150
Manual dos Amplificadores LINE 6 AMPLIFi 75 e AMPLIFi 150
 
Manual da Pedaleira LINE 6 AMPLIFi FX100
Manual da Pedaleira LINE 6 AMPLIFi FX100Manual da Pedaleira LINE 6 AMPLIFi FX100
Manual da Pedaleira LINE 6 AMPLIFi FX100
 
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
 
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
 
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 6i6
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 6i6Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 6i6
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 6i6
 
Manual do kit de gravação FOCUSRITE Scarlett Studio
Manual do kit de gravação FOCUSRITE Scarlett StudioManual do kit de gravação FOCUSRITE Scarlett Studio
Manual do kit de gravação FOCUSRITE Scarlett Studio
 
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett Solo
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett SoloManual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett Solo
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett Solo
 
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKIIManual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
 
Manual da Interface de Áudio Firewire FOCUSRITE Liquid Saffire 56
Manual da Interface de Áudio Firewire FOCUSRITE Liquid Saffire 56Manual da Interface de Áudio Firewire FOCUSRITE Liquid Saffire 56
Manual da Interface de Áudio Firewire FOCUSRITE Liquid Saffire 56
 
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA ONE
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA ONEManual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA ONE
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA ONE
 
Manual da interface de Áudio FOCUSRITE FORTE
Manual da interface de Áudio FOCUSRITE FORTEManual da interface de Áudio FOCUSRITE FORTE
Manual da interface de Áudio FOCUSRITE FORTE
 
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreX
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreXManual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreX
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreX
 
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8Pre
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreManual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8Pre
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8Pre
 
Manual do piano digital FENIX DP70
Manual do piano digital FENIX DP70Manual do piano digital FENIX DP70
Manual do piano digital FENIX DP70
 
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD3X
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD3XManual da bateria eletrônica DDRUM DD3X
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD3X
 

Último

História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
joaovmp3
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 

Último (8)

História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 

Manual da mesa MACKIE DL32R

  • 1. DL32R Owner’s Manual 1 OWNER’S MANUALOWNER’S MANUAL TM
  • 2. DL32R Owner’s Manual 2 Importantes Instruções de Segurança 1. Leia essas instruções.   2. Guarde essas instruções. 3. Obedeça a todos os avisos. 4. Siga todas as instruções. 5. Não use esse aparelho perto da água. 6. Limpe apenas com pano seco. 7. Não bloqueie nenhuma abertura de ventilação. Instale conforme as instruções do fabricante. 8. Não instale próximo a nenuma fonte de calor, como radiadores, aquecedores, fogões, ou outros aparelhos que produzam calor (inclusive amplificadores). 9. Não danifique o pino polarizado ou aterrado do cabo de energia. Um cabo polarizado possui duas pontas chatas com uma maior que a outra. Um cabo aterrado possui duas pontas chatas e uma terceira central aterrada. Ambos os modelos são feitos para sua proteção. Se o cabo fornecido não for compatível com sua tomada, consulte um eletricista para substituir sua tomada obsoleta. 10. Proteja o cabo de força contra pisadas particularmente nos conectores, ou na ponta onde se conecta ao aparelho. 11. Use somente acessórios especificados pelo fabricante. 12. Desconecte seu aparelho durante chuvas fortes ou quando não estiver usando por muito tempo. 13. Recorra somente a equipe técnica qualificada para manutenção. O serviço será necessário quando o aparelho for danificado de qualquer maneira, como cabo ou conector danificado, líquido derramado ou objetos caírem sobre o aparelho, quando o mesmo for exposto à chuva ou umidade, não operar corretamente ou for derrubado. 14. Esse aparelho não deve ser exposto a pingos ou respingos, e a objetos que contenham líquidos, como vasos e copos de cerveja, devem ser colocados sobre o aparelho. 15. Não sobrecarregue tomadas e extenções, pois isso resulta em risco de fogo e choque elétrico. 16. Esse aparelho foi desenvolvido com contrução de Classe-I e deve ser conectado a tomadas com conexão aterrada de proteção (terceiro pino de aterramento). 17. Esse aparelho está equipado com conector AC e botão tipo rocker para acionamento. Esse botão está localizado no painel traseiro e deve estare sempre acessível ao usuário. 18. NOTA: Esse equipamento foi testado e preparado de acordo com os limites de um dispositivo digital de Classe B, nos termos das Regras FCC, parte 15. Tais limites foram designados para promover proteção razoável contra interferências nocivas em uma instalação residencial. Esse equipamento gera, usa, e pode emitir frequências de rádio e, se não instalado e utilizado de acordo com as instruções, pode causar interferências nocivas a aparelhos rádio comunicadores. Entretanto, não há garantias de que a interferência ocorrerá em certas instalações. Caso esse equipamento cause interferências nocivas à recepção de rádio e televisão, que pode ser determinada ao ligá-lo e desligá-lo, o usuário é encorajado a tentar corrigir a interferência com uma ou mais das medidas a seguir: • Reoriente ou realoque a antena de recepção. • Aumente a distância entre o equipamento e o receptor. • Conecte o equipamento a uma tomada alimentada por um circuito diferente àquele ao qual o receptor está conectado. • Procure ajuda do distribuidor ou técnico de rádio/TV. CUIDADO: Modificações nesse aparelho que não sejam expressamente aprovadas por LOUD Technologies Inc. podem ir além dos limites de operação do equipamento autorizados pelas Regras FCC. 19. Esse equipamento não excede os limites de emissão de ruído de rádio de aparelhos digitais Classe A/Classe B conforme estabelecido pela regulamentação de interferência de rádio do Canadian Department of Communications. 20. A exposição a níveis de ruído extremamente altos pode causar perda auditiva. A suscetibilidade à perda auditiva por exposição a ruídos altos varia consideravelmente entre os indivíduos, mas todos estão sujeitos a alguma perda quando expostos por longos períodos. A“U.S. Government’s Occupational Safety and Health Administration (OSHA)” especifica os níveis de ruído a cuja exposição é permitida no quadro a seguir. De acordo com a OSHA, qualquer exposição excessiva aos ruídos permitidos pode causar perda auditiva. Para proteger- se de exposições potencialmente perigosas a níveis altos de pressão sonora, recomenda-se que todos que se submeterem à presença de tais níveis de pressão usem protetores auriculares. Os protetores auriculares devem ser usados no momento em que o equipamento que produz altos níveis de pressão sonora estiver em operação. A DL32R é resfriada por duas Aberturas de Ventilação na parte traseira da unidade. O ar é soprado pelas laterais e pela parte inclinada do painel superior, e é expelido pelas aberturas de ventilação na parte traseira. Sempre mantenha pelo menos dez centímetros de espaço livre na traseira, e dois centímetros e meio nas laterais da unidade. Quando for feita a instalação em um rack, a parte traseira deve ter ao menos dez centímetros de espaço livre atrás do rack e demais equipamentos (mantendo os dois centímetros e meio em cada lado da unidade dentro do rack). Para racks com ventilação somente na parte frontal, deixe ao menos uma unidade de rack abaixo e acima da unidade livres (mantendo as mesmas distâncias laterais e traseira citadas acima). Duração horas/dia Nível Sonoro dBA, Resp. Lenta Exemplo 8 90 Duo em clube pequeno 6 92 4 95 Metrô 3 97 2 100 Música Clássica muito alta 1.5 102 0.5 110 Seu chefe em um dia ruim 0.25 or less 115 Partes barulhentas em show de rock O símbolo em forma de raio com uma seta na ponta dentro de um triângulo equilátero destina-se a alertar o usuário sobre a presença de‘‘voltagem perigosa’’na parte interna do produto que tem magnitude suficiente para representar risco de cho- que elétrico às pessoas. RISCO DE CHOQUE ELÉTRICO ! NÃO ABRA! CUIDADO: PARA REDUZIR O RICO DE CHOQUE ELÉTRICO NÃO RETIRE A TAMPA (OU TRASEIRA). NÃO CONTÉM COMPONENTES PASSÍVEIS DE REPARO DOMÉSTICO. PROCURE SUPORTE TÉCNICO. O ponto de exclamação dentro do triângulo equilátero des- tina-se a alertar o usuário sobre a presença de instruções de operação e manutenção (assistência técnica) no manual que acompanha o produto. CUIDADO Manual do Usuário - DL32R
  • 3. DL32R Owner’s Manual 3 Esse símbolo indica que esse produto não deve ser descartado junto ao lixo doméstico, de acordo com o“WEEE Directive (2012/19/EU)”e leis americanas. Esse produto deve ser levado a um local de coleta autorizada para a reciclagem de resíduos de equipamentos elétricos e eletrônicos. O descarte impróprio desse equipamento pode impactar negativamente no ambiente e na saúde humana, devido a substâncias perigosas que geralmente são associadas à equipamentos elétricos e eletrônicos. Paralelamente, sua contribuição com o descarte correto do produto contribuirá com o uso consciente dos recursos naturais. Para maiores informações sobre o descarte e reciclagem desse equipamento, contate as autoridades locais ou o sistema de coleta de lixo. ATENÇÃO — Para reduzir o risco de fogo e choque elétrico, não exponha o aparelho à chuva ou umidade. Manual do Usuário - DL32R
  • 4. DL32R Owner’s Manual 4 Importantes Instruções de Segurança.......................................................................................... 2 Conteúdos....................................................................................................................................... 4 Capítulo 1 : Boas Vindas................................................................................................................. 5 Capítulo 2 : Painel Frontal da DL32R............................................................................................. 6 Introdução..................................................................................................................................................... 6 Entradas XLR e 1/4"...................................................................................................................................... 6 Saídas XLR..................................................................................................................................................... 7 Saída AES....................................................................................................................................................... 7 Saídas de 1/4" L/R para Monitor.................................................................................................................. 7 Saída para Fones de Ouvido........................................................................................................................ 8 Potenciômetro para Fones de Ouvido........................................................................................................ 8 LED de POWER.............................................................................................................................................. 8 LED de Rede.................................................................................................................................................. 8 Botão para Forçar Atualização.................................................................................................................... 9 Capítulo 3 : Painel Traseiro da DL32R.........................................................................................10 Introdução................................................................................................................................................... 10 Conector para Cabo de Força..................................................................................................................... 10 Botão de Power........................................................................................................................................... 10 Aberturas de Ventilação ......................................................................................................................... 10 Abertura para Expansão removível.......................................................................................................... 11 Conector de Rede....................................................................................................................................... 12 USB A – Drive.............................................................................................................................................. 12 USB B – Computador.................................................................................................................................. 12 Parte superior da DL32R............................................................................................................................ 13 Apêndice A : Diagrama de Ligações............................................................................................16 Apêndice B : Informações Técnicas.............................................................................................19 Especificações............................................................................................................................................. 19 Dimensões................................................................................................................................................... 23 Apêndice C : LEDs dos Valores de Energia e Rede......................................................................24 Apêndice D : Informações de Serviço..........................................................................................25 Apêndice E : Glossário de Termos................................................................................................27 Declaração de Garantia / Declaração de Licença Geral Pública................................................35 Conteúdos Manual do Usuário - DL32R
  • 5. DL32R Owner’s Manual 5 Capítulo 1: Boas Vindas Olá! Esse é o Manual do Usuário da DL32R...Esperamos que você goste! Ao invés de um documento maçante que contém informações detalhadas sobre o hardware e software, nós dividimos tudo em dois manuais diferentes. Basta decidir se você precisa de ajuda com hardware e software e mergulhar de cabeça. Aqui as águas são quentes e cristalinas. As páginas a seguir descrevem o lado físico (hardware) das coisas, que devem permanecer relativamente iguais durante a lida do seu produto. O software, entretanto, é outra história. O“Master Fade”e“My Fader Apps”estão sempre sendo atualizados...inclusive nesse segundo! Isso significa que o Manual de Referência está sob constante atualização, assim como o firmware e mais. Com cada grande atualização vem um Manual de Referência atualizado. Então, aí está! Novamente, esperamos que você goste desse manual. Caso você tenha qualquer pergunta ou comentários sobre esse Manual do Usuário, por favor entre em contato pelo e-mail: techmail@loudtechinc.com Sobre esse Manual Esse manual foi desenvolvido para ser acessível, com sub cessões tão completas quanto práticas para mini- mizar idas e voltas desnecessárias. Esse manual te oferece os seguintes recursos: • Uma visão geral das características e facilidades oferecidas pela DL32R. • Descrições detalhadas de cada entrada e saída. • Diagramas que descrevem as configurações mais comuns. Como diz o ditado,“uma imagem vale mais que 1000 palavras”. Tendo isso em mente, adicionamos algumas ilustrações, capturas da tela e outras imagens que acompanham o texto. Esse ícone que são unicamente críticas e únicas! Para o seu bem, leia e lembre-se delas...é uma boa ideia dar uma atenção especial às áreas marcadas com esse ícone de“MUITO IMPORTANTE” no Manual do Usuário. Se ver a ilustração de um microscópio, naturalmente, você receberá informações mais detalha- das. Você encontrará algumas explicações sobre as características citadas e dicas práticas. É uma boa ideia prestar atenção ao texto mostrado depois do ícone de anotações, porque ele chama a atenção para certas características e funções relacionadas ao uso da mesa de som. Manual do Usuário - DL32R
  • 6. DL32R Owner’s Manual 6 Capítulo 2 : Painel Frontal da DL32R Introdução Cada mesa de som DL32R é equipada com 24 conectores XLR de entrada, 8 conectores combo de entrada, 14conectores XLR de saída, um conector XLR AES de saída, conectores de ¼”para saída L/R de monitor, um conector de saída de ¼”para fones de ouvido (e potenciômetro correspondente), e LEDs de POWER e rede. Vamos dar uma olhada para cada uma dessas características, começando pelas entradas. Entradas XLR e 1/4" Todos os canais aceitam sinais de microfone balanceados ou em nível de linha usando conectores XLR. Eles são configurados como mostramos a seguir, de acordo com os padrões fixados pela AES (Audio Engine- ering Society). XLR Balanceados: Pino 1 = Escudo (terra) Pino 2 = Positivo (+ ou quente) Pino 3 = Negativo (– ou frio) Além de aceitar sinais de mic balanceados e em nível de linha usando conectores XLR, os canais 25-32 também aceitam conectores de ¼”com sinal em nível de linha, vindos de fontes balanceadas ou desbalan- ceadas. Para conectar sinais balanceados a essas entradas, use conector de ¼”TRS (Tip-Ring-Sleeve).“TRS”significa ponta-anel-manga, os três pontos de conexão disponíveis em um conector de ¼”stereo ou plug de fone de ouvidos balanceado. Conectores TRS são usados para sinais balanceados e fones de ouvido e configurados como abaixo: 1/4" TRS Mono Balanceado: Manga = Terra Ponta = Quente (+) Anel = Frio (–) Para conectar sinais desbalanceados a essas entradas, use conectores de 1/4" mono (TS), configurado assim: 1/4" TS Mono Desbalanceado: Manga = Terra Ponta = Quente (+) 2 3 1 SHIELD COLD HOT SHIELD COLD HOT 3 2 1 SLEEVE TIPSLEEVE TIP RING RING TIP SLEEVERING SLEEVE TIP TIPSLEEVE TIP SLEEVE Manual do Usuário - DL32R
  • 7. DL32R Owner’s Manual 7 Saídas XLR Esses 14 conectores XLR fêmea fornecem sinais em nível de linha balanceados que representam o fim da mesa de som, onde os sinais de áudio chegam ao mundo real. Conecte-os a entradas de nível de linha do seu sistema principal de PA, monitores de palco, dispositivos de efeito externos, amplificadores de fones de ouvi- do, e/ou qualquer outra coisa que desejar. O sistema de PA/monitor pode ser tanto passivo (alimentado por amplificadores externos), quanto ativos (com amplificadores embutidos). Você pode trabalhar com mixagens separadas, uma vez que todas as saídas são independentes umas das outras e são completamente endereçá- veis pelos controles do software“Master Fader”. Muito legal, não é?! Eles são configurados como a seguir, de acordo com os padrões da AES (Audio Engineering Society): XLR Balanceado: Pino 1 = Escudo (terra) Pino 2 = Positivo (+ ou quente) Pino 3 = Negativo (– ou frio) Saídas AES Esses conectores machos tipo XLR fornece saída profissional, stereo, digital e balanceada da DL32R. Conecte essa saída às entradas digitais AES de um amplificador, processadores, sistema de distribuição de áudio ou gravadores. Como as saídas analógicas, você pode selecionar os sinais para enviar para a saída AES pelo controles do software“Master Fader”. Resista à tentação de usar cobos XLR padrão Dio-grade. Os dados de áudio digitais AES são transmitidos em frequências muito mais altas e precisam de cabos especiais. Eles são configurados como a seguir, de acordo com os padrões da AES (Audio Engineering Society): AES Balanceado: Pino 1 = Escudo (terra) Pino 2 = Positivo (+ ou quente) Pino 3 = Negativo (– ou frio) Saídas de 1/4" L/R para Monitor Esses conectores de ¼”te permitem enviar saídas em nível de linha balanceadas ou desbalanceadas para sistemas monitor wireless in-ear ou para um par de monitores de estúdio. Eles podem ser tanto monitores de estúdio passivos alimentados por um amplificador externo, quanto ativos alimentados por amplificadores embutidos. Caso as saídas para monitores não sejam necessárias, esses conectores podem ser alterados para serem uma saída de qualquer sinal da mesa de som pelos controles do software“Fader Master”. Para conectar sinais balanceados a essas entradas, use conector de ¼”TRS (Tip-Ring-Sleeve).“TRS”significa ponta-anel-manga, os três pontos de conexão disponíveis em um conector de ¼”stereo ou plug de fone de ouvidos balanceado. Conectores TRS são usados para sinais balanceados e fones de ouvido e configurados como abaixo: 1/4" TRS Mono Balanceado: Manga = Escudo Ponta = Quente (+) Anel = Frio (–) 2 1 SHIELD COLD HOT 3 SHIELD COLD HOT 3 2 1 2 1 SHIELD COLD HOT 3 SHIELD COLD HOT 3 2 1 SLEEVE TIPSLEEVE TIP RING RING TIP SLEEVERING Manual do Usuário - DL32R
  • 8. DL32R Owner’s Manual 8 Para conectar sinais desbalanceados a essas entradas, use conectores de 1/4”mono (TS), configurado assim: 1/4" TS Mono Desbalanceados: Manga = Escudo Ponta = Quente (+) Cabos barulhentos podem ser ruidosos. Caso seus monitores suportem cabos balanceados, recomendamos que os use ao invés de cabos desbalanceados. Saída para Fones de Ouvido Esse conector de ¼”TRS fornece a saída stereo para fones de ouvido. O volume é controlado com o po- tenciômetro de fones localizado à esquerda do conector. Os sinais endereçados para esse conector são os mesmos que vão para as saídas de monitor, como descrito na página anterior. A saída para fones de ouvido segue os padrões comuns: Ponta = Canal Esquerdo Anel = Canal Direito Manga = Terra Potenciômetro para Fones de Ouvido Esse potenciômetro é usado para ajustar o volume da saída para fones de ouvido, indo de desligado ao ganho máximo (max). Esse potenciômetro é um controle analógico e, portanto, NÃO realocável. Advertência: Os fones de ouvido são muito ruidosos e podem causar perdas de audição permanentes. Mesmo volumes intermediários podem ser dolorosamente altos com fones de ouvido. CUIDADO! Sempre gire o potenciômetro de fone ao mínimo antes de conectar os fones de ouvidos, solar um canal ou fazer qualquer coisa que possa afetar o volume dos fones de ouvido. Feito isso, aumente o volume vagarosamente enquanto ouve cuidadosamente. LED de Power Na maior parte do tempo, esse LED bicolorido acenderá em verde sólido quando a DL32R estiver ligada e funcionando normalmente. Entretanto, esse LED também pode acender em vermelho, e isso pode acontecer por várias razões. Por favor, procure o Apêndice C para todas as possibilidades. LED de Rede Na maior parte do tempo, esse LED bicolorido acenderá em verde sólido quando a placa básica estiver fun- cionando normalmente e uma conexão com um iPad tenha sido estabelecida. Entretanto, esse LED também SLEEVE TIP TIPSLEEVE TIP SLEEVE SLEEVE TIPSLEEVE TIP RING RING TIP SLEEVERING Manual do Usuário - DL32R
  • 9. DL32R Owner’s Manual 9 pode acender em vermelho, e isso pode acontecer por várias razões. Por favor, procure o Apêndice C para todas as possibilidades. Botão para Forçar Atualização O botão para forçar atualização esta convenientemente localizado ao lado do LEDs de power e rede e logo abaixo aquele logo fascinante da DL32R. Num mundo perfeito, esse botão ficaria lá sem qualquer importân- cia, uma cerveja gelada na mão, praia, sol e surf em um dia normal. Provavelmente, esse botão viverá seu próprio sonho, enquanto todos nós acreditamos na ilusão de um mundo perfeito. A DL32R e o aplicativo Master Fader fazem um ótimo trabalho ao te avisar quando o software ou o firmware ( ou ambos) precisam de atualização, mas esse botão aqui força a atualização completa do firmware, caso a necessidade surja. Para forçar essa atualização faça o seguinte: primeiro, desligue a mesa de som. Agora, com a pontinha de um clips, aperte o botão de forçar atualização, então ligue a mesa de som com o botão ainda apertado. A mesa ligará e da próxima vez que um iPad com o Master Fader for ligado você receberá um aviso. Agora que você sabe como forçar uma atualização, Vale lembrar que você deve deixar esse botão quieto no canto dele, e só forçar a atualização do firmware se for instruído pela Tech Support. Obrigado por tomar nota disso! Salve qualquer show atual em seu iPad antes de forçar a atualização, ou você vai perde-lo. O show e sua sanidade agradecem! Manual do Usuário - DL32R
  • 10. DL32R Owner’s Manual 10 Capítulo 3 : Painel Traseiro da DL32R Introdução O painel traseiro da DL32R é equipado com um conector para cabo de força, um botão On/Off, duas abertu- ras de ventilação para ventilação, uma abertura para expansão removível, um conector de rede e duas entradas USB para enviar e receber áudio (uma para um HD, uma para um computador). Conector para cabo de força Esse é um conector para cabo de força padrão 3-pinos IEC. Conecte o cabo de força removível (incluso no pacote), ao conector, e ligue a outra ponta a uma tomada AC. Certifique-se de que o conector AC está indicado no painel traseiro (abaixo do conector). Advertência: Desconectar o pino Terra é perigoso. Não faça isso! Na verdade, é um má ideia retirar qualquer coisa – ou adicionar qualquer coisa, da mesma ma- neira – ao cabo de força. De novo, não faça isso! Botão de Power Pressione a parte superior desse interruptor para ligar a DL32R e aperte a parte inferior para desligá-la. Como sugerido normalmente, a DL32R deve ser ligada antes de qualquer amplificador externo ou caixas ativas. Da mesma maneira, Ela deve ser desligada depois. Isso reduz a possibilidade de qualquer“BOOM”nos PAs causados ao ligar ou desligar a mesa de som. Aberturas de Ventilação A DL32R é resfriada por duas Aberturas de Ventilação na parte traseira da unidade. O ar é soprado pelas laterais e pela parte inclinada do painel superior, e é expelido pelas aberturas de ventilação na parte traseira. A velocidade dos coolers é ajustada automaticamente conforme a temperatura da unidade e de sua redon- deza. Sempre mantenha pelo menos dez centímetros de espaço livre na traseira, e dois centímetros e meio nas laterais da unidade. Quando for feita a instalação em um rack, a parte traseira deve ter ao menos dez centímetros de espaço livre atrás do rack e demais equipamentos (mantendo os dois centímetros e meio em cada lado da unidade dentro do rack). Para racks com ventilação somente na parte frontal, deixe ao menos uma unidade de rack abaixo e acima da unidade livres (mantendo as mesmas distân- cias laterais e traseira citadas acima). Manual do Usuário - DL32R
  • 11. DL32R Owner’s Manual 11 Abertura para Expansão Removível Essa abertura aceita placas para compartilhamento de áudio em redes, gravação e outras opções de contro- le. Cada placa contém abas para facilitar sua instalação e remoção, assim como dois parafusos Phillips para rosquear a placa à mesa de som. A DL32R já vem com uma placa de rede padrão instalada. Como se vê na ilustração abaixo, essa placa contém uma única porta. A placa deve ser removida da abertura para expansão da mesa de som assim: (1) — Usando uma chave Phillips, desparafuse e remova os dois parafusos mantendo a placa segura junto à mesa de som. Guarde os parafusos num lugar seguro; você precisará deles logo! (2) — Usando o indicador e polegar de cada uma das mãos, segure as duas abas da placa e puxe-a com cuidado da mesa de som. (3) — Coloque a placa em um pacote antiestático – a placa nova vem com um – e guarde-a em um lugar seguro; você poderá reusá-la um dia. Basicamente, colocar uma placa na mesa inclui os mesmos passos acima, mas ao contrário: (1) — Remova a placa do pacote antiestático e admire sua beleza. (2) — Usando o indicador e polegar de cada uma das mãos, segure as duas abas da placa e empurre-a com cuidado na mesa de som. Certifique-se de alinhar a placa a placa aos trilhos laterais antes de empurrá-la para dentro. Há entalhes na parte inferior de cada da abertura de expansão para ajudá-lo a alinhar placa e guiá-la facilmente. (3) — Usando uma chave Phillips, parafuse os dois parafusos (que você guardou antes!), para manter a placa presa à mesa e segura. Screw Screw Pull tabs Manual do Usuário - DL32R
  • 12. DL32R Owner’s Manual 12 Conector de Rede Como dito anteriormente, a DL32Rvem equipada com um cartão de expansão que contém uma única porta para controle. O sentido da vida desse conector de rede de 100 Mb é conectar a mesa de som a um routea- dor Wi-Fi via cabo Ethernet CAT5, e então habilitar o controle wireless. Conecte uma ponta do cabo Ethernet CAT5 no conector de rede da mesa de som e a outra ponta na porta LAN do routeador. NÃO na porta WAN! A maior parte dos routeadores permite tanto o uso de cabos straight -wired (de fios retos) quanto de cabos crossover (de cabos cruzados) mas, se você puder escolher, o cabo Ethernet CAT5 straght-wired é a melhor opção para garantir uma operação mais regular com qualquer routeador. Instruções completas de como configurar um routeador podem ser encontradas no Guia de Referência Master Fader / My Fader. USB A – Drive O conector USB tipo A da DL32R permite o envio (ou recepção) para gravação (ou reprodução) de 24 canais (48 kHzm 24-bit) de (ou para) um HD USB. Qualquer combinação de canais ou saídas pode ser selecionada como fonte de gravação ou destino de playback. Os conectores USB A e USB B NÃO podem ser usados simultaneamente. Se uma HD estiver conectado à USB A, ele terá prioridade sobre qualquer coisa conectada à USB B. Por exemplo, se você estiver gravando para uma DAW (via computador conectado à porta USB B) e conectar um HD à porta USB A, o HD será acionado e a gravação na DAW interrompida. Além disso, a DL32R não será mais mostrada como um dispositivo disponível no computador até que a conexão na USB A seja desfeita, e cabo na USB B seja desconectado e reconectado. USB B – Computer O conector USB tipo B da DL32R permite a gravação e reprodução de 32x32 canais de um computador co- nectado por USB 2.0 ao disponibilizar a DL32R como um dispositivo de áudio classe 2.0. Isso significa que ao conectar a mesa a um MAC tudo deve funcionar automaticamente sem a necessidade de drivers adicionais. Para o Windows, será necessária uma instalação só dos drivers, que já é inclusa. Basta fazer o download no nosso website! Além disso, você pode rodar áudios diretamente de (e para) um iPad usando o kit de conexão com câmera. Qualquer combinação de canais ou saídas pode ser selecionado como fonte de gravação ou destino de reprodução . Os conectores USB A e USB B NÃO podem ser usados simultaneamente. Se uma HD estiver conectado à USB A, ele terá prioridade sobre qualquer coisa conectada à USB B. Por exemplo, se você estiver gravando para uma DAW (via computador conectado à porta USB B) e conectar um HD à porta USB A, o HD será acionado e a gravação na DAW interrompida. Além disso, a DL32R não será mais mostrada como um dispositivo disponível no computador até que a conexão na USB A seja desfeita, e cabo na USB B seja desconectado e reconectado. Manual do Usuário - DL32R
  • 13. DL32R Owner’s Manual 13 Parte superior da DL32R Acredite ou não, a superfície plana na parte superior da mesa de som tem um propósito. Ela minimiza aquele spaghetti interminável de cabos ao alojar um routeador Wi-Fi e/ou um HD externo. Nós até incluímos correias de fixação para eles! Você também pode usar lacres de nylon para fazer a instalação permanente, ou mesmo fitas de velcro para uma fixação mais segura, e ainda assim removível. É assim que se encaixa as correias na mesa de som: (1) — Passe a correia [logo do homem correndo para baixo] da esquerda para a direita por baixo do encaixe traseiro da esquerda da mesa até o fim. Running Man Logo Logotipo do homem correndo Manual do Usuário - DL32R
  • 14. DL32R Owner’s Manual 14 (2) — Puxe a correia para o outro lado [logo do homem correndo para cima] da direita para a esquerda, colocando e puxando a ponta pela fenda da correia. Puxe até ficar confortavelmente firme. (3) — Agora passe a correia [logo do homem correndo para baixo] da esquerda para a direita (de novo), mas dessa vez passando por baixo do encaixe traseiro da direita da mesa. Manual do Usuário - DL32R
  • 15. DL32R Owner’s Manual 15 (4) — Repita os passos 1–3 para os encaixes dianteiros da mesa. (5) — Coloque o routeador Wi-Fi e/ou HD USB sobre a mesa de som, mas abaixo das correias. (6) — Puxe a correia sobre o routeador e/ou HD [logo do homem correndo para cima] da direita para a esquerda até que eles estejam presos seguramente sob a correia. (7) — Aperte as partes de cada correia uma contra outra para que elas se juntem por mágica...ou pelo velcro. Você decide. Veja na imagem abaixo uma representação visual de como deve parecer sua mesa de som com o routeador Wi-Fi e/ou HD USB seguramente presos. Não se surpreenda se encontrar seu gato deitado sobre a DL32R quando nada estiver ali. Nós testemunhamos isso mais de uma vez durante nossos testes. Amamos esses bichinhos peludos do mal, mas eles não são engenheiros muito bons. Certifique-se de que ele não se apodere de um iPad e evite uma longa noite de miauxagem. POWER DRIVE COMPUTER 100V-240V 50-60 Hz 100W DO NOT OBSTRUCT VENTILATION OPENINGS Ne pas obstruer les ouvertures d'aération Wi-Fi CONTROL Manual do Usuário - DL32R
  • 16. DL32R Owner’s Manual 16 Apêndice A : Diagrama de Ligações Ao Vivo: Engenheiro de som local Essa é uma configuração muito comum utilizando a DL32R. Os mics estão conectados nos canais 1-16 que podem ser usados para microfonar uma bateria, amplis de guitarra e baixo, violões, vocais principal e backing vocal, instrumentos de sopro etc. Um par de sintetizadores stereo está conectado aos canais 29-30 e 31-32 via conectores de entrada de ¼”. E ainda há 12 canais não usados disponíveis para microfones extras! As saídas 13-14 estão atribuídas às saídas principais L/R [padrão]. Elas estão conectadas diretamente a um par de subwoofers ativos SRM2850 que estão conectados a um par de caixas ativas SRM750. As saídas 7-12 estão atribuídos como“Aux Sends”1-6, que estão sendo enviados para seis caixas ativas SRM650 que são configura- das como monitores da banda. As saídas 1-2 e as saídas de monitor L/R estão sendo enviadas para transmis- sores sem fio in-ear (monitores). Utilizando um iPad, o engenheiro da casa vai configurar as saídas principais L/R, assim como guardar a grava- ção do show Wireless Router (Wi-Fi) USB Hard Drive Headphones Synthesizers Microphones Transmitter for in-ear monitors Transmitter for in-ear monitors SRM2850 powered subwoofers and SRM750 powered loudspeakers – Main PA SRM650 powered loudspeakers – monitors Manual do Usuário - DL32R
  • 17. DL32R Owner’s Manual 17 Esse é uma configuração para todos os músicos que lamentam pelo“deixa que eu faço”. Configure e conecte cada instrumento, os PAs e monitores como faria em qualquer outra situação. O iPad do engenheiro de som da casa esta por aí (debaixo de uma garrafa de cerveja, provavelmente – mas não aparece na ilustração acima, afinal o lugar é de bom tamanho), e nesse lugar o engenheiro vai ajustar as saídas principais L/R, assim como colocar o show da banda para gravar. Até 10 iPads podem se conectar à DL32R. Dessa maneira, cada membro da banda pode controlar sua própria mix de retorno na sua“estação”. Como pode ser ver na ilustração acima, o vocalista, baterista, baixista, cada guitarrista, cada tecladista, DJ e sampler, todos têm seu próprio iPad. Nove músicos, nove iPads, nove saídas extras (configuradas como auxiliares). Coincidência? Nós não achamos. Lamentação resolvida! Ao vivo: Auto-Mixagem Vocalist Drummist Bassist Guitarist 1 Guitarist 2 Keyboardist 1 Keyboardist 2 SampleristDJist Wireless Router (Wi-Fi) USB Hard Drive Manual do Usuário - DL32R
  • 18. DL32R Owner’s Manual 18 Gravação em Estúdio Além de ser uma mesa de som para mixagens ao vivo, a DL32R também tem ótima atuação em estúdio. Comece por configurar e conectar todos os mics necessários, instrumentos e demais entradas. Depois, ajuste os volumes e crie a mix que desejar no iPad. Um computador está conectado à porta USB B no painel traseiro da DL32R para gravar até 32x32 canais. Agora aprecie sua obra de arte via fones de ouvido (ligados ao conector de saída para fones) ou via monitores de estúdio (ligados aos conectores de saída para monitores L/R). Voilà! Você acabou de gravar e reproduzir até 32x32 canais, e isso tudo sem vestir nada além de cuecas... Porque essa é a única maneira de compor e gravar! Apesar de gostarmos muito de compor e gravar só de cuecas (e recomendamos isso – é muito confortável!), por favor, guarde isso para o estúdio. Ninguém está interessado em te ver subir no palco usando somente sua Zorba...Acredite, já tentamos isso...Uma vez. Headphones Wireless Router (Wi-Fi) Laptop Manual do Usuário - DL32R
  • 19. DL32R Owner’s Manual 19 Apêndice B : Informações Técnicas Especificações Especificações Digitais Taxa de Amostragem:................................................................................................................................................................................48 kHz Profundidade de Bits A/D/A:....................................................................................................................................................................24-bit Latência do Sistema Entrada Analógica > Bus Principal > Saída Analógica: .....................................................................................................1.5 ms Referência 0 dBFS:...................................................................................................................................................................................+22 dBu Resposta de Frequências Todas as Entradas para Todas as Saídas:......................................................................................................... ±0, –1 dB, 20 Hz a 20 kHz Distorção THD (entrada de mic para saída principal, 1 kHz, –1 dBFS):.................................................................................................... <0.005% Ruído / Alcance Dinâmico / Relação Sinal-Ruído EIN (Terminação a150 ):....................................................................................................................................................................–128 dBu Crosstalk XLR Analógico entrada-entrada: ......................................................................................<–105 dB @ 1 kHz (ganho mínimo) <–80 dB @ 1 kHz (ganho mínimo) XLR / TRS Analógico saída-saída: ....................................................................................................................... <–100 dB @ 1 kHz Relação Sinal-Ruído (ref +4 dBu, um canal e fader principal em unidade, A–balanceado):...............................................92 dB Ruído de Saída (A-balanceado) – Saída Mutada:............................................................................................................................ –90 dB Alcance Dinâmico Entrada Analógica para Saída Analógica – Um canal e fader principal em unidade, A–balanceado..............109 dB Saída Analógica – Ganho de unidade, ao clipping analógico, sinal de –60 dBFS, A–balanceado....................111 dB Saída Analógica – Ao clipping analógico, sinal de –60 dBFS, A–balanceado..........................................................111 dB CMRR:...........................................................................................................................................................>70 dB @1 kHz (ganho de 60 dB) Manual do Usuário - DL32R
  • 20. DL32R Owner’s Manual 20 Specifications Continued... Analog Inputs Connectors:......................................................................................................1-24: XLR Balanced, 25-32: Combo XLR / TRS Balanced XLR Mic Pre:...................................................................................................................................................................................................Onyx+ Input Impedance:................................................................................................... 1-24: 3k , 25-32: 3 k mic [XLR], 30 k line [1/4"] Max Input Level:..............................................................................................................................................................................XLR: +21 dBu 1/4": +30 dBu Gain [digitally controlled analog]:............................................................................................................................................................. XLR: 0 to 60 dB [3 dB steps] . 1/4": –20 to 40 dB [3 dB steps] 48V Phantom Power (XLR):.................................................................48 VDC, 10 mA max per mic, with up to 16 simultaneously 5 mA max per mic, with up to 32 simultaneously. Individual digital controller per channel. Analog Outputs Connectors:......................................................................................................................................................................................XLR Balanced Output Impedance:......................................................................................................................................................................................600 Max Output Level:...................................................................................................................................................................................+21 dBu Analog Monitor Outputs L/R Connectors:..................................................................................................................................................... 1/4" TRS Impedance Balanced (Supports balanced / unbalanced operation) Output Impedance:.........................................................................................................................240 Balanced, 120 Unbalanced Max Output Level:...................................................................................................................................................................................+21 dBu Analog Headphone Out Connector:.....................................................................................................................................................................................1/4" TRS Stereo Max Output Level:..........................................................................................................................................................+18.0 dBu into 600 +19.5 dBu max into 100 k Manual do Usuário - DL32R
  • 21. DL32R Owner’s Manual 21 Continuação das Especificações... Saída AES Formato:..........................................................................................................................................AES3 Profissional, 48 kHz, 24-bit stereo Conector:.....................................................................................................................................................................................XLR Balanceado Impedância de saída:...................................................................................................................................................................................110 USB – Streaming1 Conexão:........................................................................................................................................ USB 2.0 High Speed (como dispositivo) Conector:.........................................................................................................................................................................................................USB-B MS Windows Suportado [Necessária a instalação e drivers]:......................................................................Windows 7, Windows 8 Mac OS Suportado [compatível com Audio Class 2.0, não necessita drivers]:........................................OS X 10.8.4, OS X 10.9 Áudio:.......................................................................................................................................... 32 entradas / 32 saídas, 48 kHz, 16/24-bit USB – Gravação / Reprodução1 HDD Conexão:....................................................................................................................................... USB 2.0 High Speed (como hospedeiro) Conector:........................................................................................................................................................................................................ USB-A Áudio:............................................................................................................................ 1-24 canais, 48 kHz, 16/24-bit (multicanais .wav) Dispositivos Suportados:....................................................................................................USB 2.0 / 3.0 Compatível com Classe HDD Formato HDD:..............................................................................................................................................................................................FAT32 Bus de Alimentação:..........................................................................................................................................................................5V, 1A máx Funcionamento de Rede Conexão [Usando placa de rede básica opcional]:......................................................................................................100 Mb Ethernet Controle:..................................................................................................................................................................................................Completo Controle Simultâneo:........................................................................................................................................................10 Dispositivos iOS Suporte para iPad Versão Necessária:......................................................................................................................................................................................iOS 7.1 Versão de iPad Necessária Wireless:.......................................................................................................................................................... iPad 2, iPad (3a geração), iPad (4a geração), iPad mini, iPad mini retina, iPad Air Aplicativo de Controle:......................................................................................................................................................Master Fader App2 Master Fader 3.0 ou superior necessário 1 Transmissão e Gravação / Reprodução HDD não estão disponíveis simultaneamente. 2 https://itunes.apple.com/us/app/mackie-master-fader/id511500747?mt=8 Manual do Usuário - DL32R
  • 22. DL32R Owner’s Manual 22 Continuação das Especificações... DSP 36 canais de entrada 4-bandas PEQ + HPF, gate e compressão 32 canais de entrada stereo-combináveis 4 canais de return stereo-combináveis (somente PEQ e compressão) 28 barramentos de saída com equalizador de 4-bandas PEQ + HPF/LPF, 31-band GEQ, comp/limiter e alignment delay 14 sends auxiliares stereo-combináveis 6 barramentos matrix stereo-combináveis 6 subgrupos stereo-combináveis (somente PEQ e compressão) Barramentos Main L/R 6 VCAs e 6 grupos de mute 3 processadores FX stereo (2 reverb, 1 delay) com sends e returns dedicados Endereçamento I/O completo com fontes A/B por canal Opções Modern e Vintage por processador Alimentação Requisitos de Alimentação:.......................................................................100 VAC – 240 VAC, 50 – 60 Hz, Alimentação Universal Cabo AC:........................................................................................................................................................................................ IEC substituível Consumo elétrico:..............................................................................................................................................................................100 W máx Temperatura de funcionamento [temperatura ambiente estendida]:........................................................... 32-104 ˚F / 0- 40 ˚C Dimensões Altura:.............................................................................................................................................................................................5.4 in / 138 mm Largura:.......................................................................................................................................................................................19.0 in / 483 mm Profundidade:...........................................................................................................................................................................17.5 in / 443 mm Peso:.................................................................................................................................................................................................18.0 lb / 8.2 kg Rack: ......................................................................................................................................................................................................3U de Rack Sobre Número do modelo, Rev e Data:.............................................................................................................SW1078, Rev A, Outubro 2014 ©2014 LOUD Technologies Inc. Todos os direitos reservados. Apple e iPad são marcas registradas da Apple Inc., registrados nos EUA e outros países. To- das as outras marcas são Marcas Comerciais Registradas, ou Marcas Registradas, da LOUD Technologies nos Estados Unidos da América e outros países. Patente da DL32R Pendente. LOUD Technologies Inc. se esforça continuamente para melhorar nossos produtos ao incorporar materiais, componentes e métodos de produção novos e melhores. Porém, nos reservamos ao direito de alterar essas especificações a qualquer momento sem aviso. Manual do Usuário - DL32R
  • 23. DL32R Owner’s Manual 23 15.5 [394] 120˚ 5.2 [132] 3.0 [76] 2.7 [68] 0.6 [14] 17.7 [450] 1.4 / [35] 2.9 / [74] 3.1 / [78] 19.0 [483] 17.3 [440] 9.2 [234] 0.2 / [6] Weight 18.0 lb / 8.2 kg Dimensões da DL32R Peso 18.0 lb / 8,2 kg Manual do Usuário - DL32R
  • 24. DL32R Owner’s Manual 24 Apêndice C : Valores dos LEDs de Energia e Rede Cor do LED de Energia Status da En- ergia Cor do LED de Rede Estado da Rede Descrição Desligado Desligado Desligado Desligado Unidade Desligada. Verde Sólido Ligado e funcionando normalmente. Fica verde quando a DL32R liga corretamente. Verde Piscando Devagar Verde Piscando Devagar Update forçado esperando update do firmware. Verde Piscando Rápido Verde Sólido Update do firmware em progresso. Verde Piscando Rápido Verde Piscando Rápido Função de identificação foi ativada usando o Dante Controller. Vermelho Sólido Desligado Desligado Energia padrão até que a DL32R inicia corretamente. Vermelho Sólido Desligado Desligado Erro. Algum problema de processamento ou mixa- gem com o hardware. Desligue a mesa de som, es- pere 30 segundos, e então ligue novamente. Procure Suporte Técnico se o problema persistir. Verde Sólido Básico: A placa de rede básica está funcionando e a conexão com um iPad foi estabelecido. Dante: O dispositivo é slave na rede está sincronizado ao master da rede. ou Dante: O dispositivo é o clock master da rede. Verde Piscando Devagar Básico: A placa de rede básica esta funcionando mas a conexão com um iPad não foi estabelecida ainda. Vermelho Sólido Básico: Ainda não implementado. Dante: Erro de sincronização da rede. Vermelho Piscando Rápido Vermelho Piscando Rápido Nenhuma placa de rede encontrada ou falha ao iniciar a placa de rede. Vermelho / Verde Alternando entre Vermelho / Verde Dante: Sincronização em progresso. A obtenção da sincronização com a rede Dante pode demorar até 45 segundos. Manual do Usuário - DL32R
  • 25. DL32R Owner’s Manual 25 Apêndice D : Informações de Serviço Resolução de Problemas Caso você ache que sua DL32R tem um problema, por favor, cheque as dicas de resolução de problemas a seguir e dê o seu melhor para confirmar o problema. Visite a seção de Suporte do nosso website (www. 720trees.com) para conseguir algumas ideias a respeito ou para fazer contato com nossos heróis do suporte técnico. Você pode conseguir uma resolução para o seu problema sem ter que jogar fora sua DL32R. Aqui seguem três dicas muito úteis que podem resolver qualquer um dos problemas citados a seguir (ou possivelmente qualquer outro problema que ainda não descobrimos): (1) — Reinicie o iPad. Não só o aplicativo Master Fader. Reinicie o iPad! Desligue ele completamente, e então religue. (2) — Reinicie a mesa de som. Isso é especialmente útil depois de atualizações de firmware e software quan- do a mesa e o iPad não estão exatamente na mesma página. Uma simples reinicialização pode fazer milagres algumas vezes. (3) — Reinicie o routeador. A falta de conexão com a internet te chateou? Desconecte e reconecte o routea- dor. Isso deve resolver qualquer problema de conexão. Não há peças reparáveis pelo usuário. Se nenhuma dessas dicas funcionar, por favor, procure“Consertos”na próxima página para saber como proceder. Não liga • Nossa pergunta favorita: O cabo AC está conectado? Certifique-se de que a tomada está operante [che- que com algum aparelho apropriado ou lâmpada]. • Nossa segunda pergunta favorita: O botão de ON/OFF do painel traseiro está na posição ON? • As luzes da cidade estão apagadas? Se sim, entre em contato com a empresa responsável pelo forneci- mento da rede elétrica local para que ela seja restabelecida. Sem Som • Todas as conexões estão boas e soando? Certifique-se de que todos os cabos de conexão estão conecta- dos seguramente em ambas as pontas. Tente usar a mesma fonte de sinal em outro canal, e configure exatamente como no canal suspeito. • A fonte de sinal está ligada? Ela está funcionando? Manual do Usuário - DL32R
  • 26. DL32R Owner’s Manual 26 Ruído / Hum • Todas as conexões estão boas e soando? Certifique-se de que todos os cabos de conexão estão conecta- dos seguramente em ambas as pontas. Tente usar a mesma fonte de sinal em outro canal, e configure exatamente como no canal suspeito. • Você esta usando cabos desbalanceados? Troque eles por cabos balanceados para ver se o problema se resolve. • Abaixe os ganhos de entrada um por um. Caso o ruído desapareça, o problema é a entrada ou a coisa conectada a ela. Caso você desconecte a coisa conectada a ela, aumente o ganho de entrada e o ruído tenha sumido, o problema é a coisa. • O microfone precisa de phantom power? • Às vezes, plugar todos os equipamentos ao mesmo circuito AC ajuda, porque eles dividem o mesmo aterramento. Tente isso. • Será que a banda esta junta tempo demais? Sem Interwebs • Leia o capítulo“Configurações de Rede”no Master Fader / Guia de Referência do meu Fader. Essa parte é muito importante e ler ela de ponta a ponta é a melhor resolução de problemas. • Seu iPad esta conectado à rede wireless correta? Vá para Configurações do iPad > Wi-Fi e certifique-se de que não esta em uma rede diferente. • Você selecionou a DL32R wireless em tools > devices screen? • Você esta usando melhor e mais atual Master fader firmware da DL Series? Vá à App Store e procure pelas atualizações. • Você conectou o cabo Ethernet à porta correta do seu routeador? Certifique-se de usar a porta LAN, e não a porta Wan. • Você conectou e ligou o routeador ANTES de ligar a mesa de som? • Saia do Master Fader e depois retorne usando o botão Home do iPad. • Force o fechamento do Master Fader. • Experimente ou cabo Ethernet. • Experimente outro routeador Wi-Fi. Consertos Para serviços de garantia, procure as informações de garantia na página 34. Serviços fora da garantia estão disponíveis no centro de serviços autorizados pela fábrica. Para encontrar o centro mais próximo, visite www.720trees.com, clique em“Support”e selecione“Locate a Service Center”. Serviços para todos os produtos fora dos Estados Unidos da América podem ser obtidos pelos vendedores e distribuidores locais. Caso você não tenha acesso ao nosso website, você pode ligar para nosso Departamento de Suporte Técnico no número 1-800-898-3211, de Segunda a Sexta durante o horário de expediente comum, no fuso horário da costa pacífica, para explicar seu problema. O suporte técnico te dirá onde fica o centro de serviços autori- zados pela fábrica mais próximo de você Manual do Usuário - DL32R
  • 27. DL32R Owner’s Manual 27 Apêndice E : Glossário de Termos O glossário dos termos contém breves definições de muitos dos termos de áudio e eletrônica e siglas usados nas discussões sobre mixagem e gravação de som. Caso você queira mais informações, recomendamos o seguintes títulos: The Audio Dictionary — Glenn White Tech Terms — Peterson & Oppenheimer Handbook For Sound Engineers — Glen Ballou One Louder Magazine — Troy Monteforte Pro Audio Reference — Dennis Bohn Sound Reinforcement Handbook — Gary Davis Conversor A/D — Conversor Analógico-a-digital. Um dispositivo que transforma os sinais analógicos recebi- dos em forma digital. AFL — Uma sigla para Edição Pós Fade [“After Fade Listen”], que é outra maneira de dizer função solo pós- fader. Attenuate — Para reduzir e fazer mais silencioso. Aux — Abreviação para Auxiliar. Auxiliary —Significado de aux. Em mixagem, equipamentos suplementares ou recursos que oferecem capacidades adicionais ao sistema básico. Aux Send — Uma porta de saída da mesa desenvolvida para enviar um sinal para um processador auxiliar ou sistema de monitoração. Balanced Input — Uma entrada consiste de duas derivações, nenhuma das duas é comum ao aterramento do sistema. É um“par diferencial”, no qual o sinal consiste da diferença de voltagem entre as duas derivações. Circuitos de entrada balanceada podem oferecer ótima rejeição a ruídos comuns induzidos no circuito elétri- co. Balanced Output — Em um circuito de áudio balanceado clássico, a saída é levada em duas derivações (alta ou + e baixa ou -) que são isoladas do aterramento do circuito pela impedância exatamente igual. Uma saída simétrica balanceada carrega o mesmo sinal exatamente na mesma intensidade, mas na polari- dade oposta, com respeito ao aterramento. Um tipo especial de saídas balanceadas carrega o sinal em somente uma derivação, com a outra estando em voltagem zero com respeito ao aterramento, mas na mesma impedância da derivação do sinal. Às vezes, chama-se isso de balanceado pela impedância. Bandwidth — A banda de frequências que passa por um dispositivo com uma perda menor que de 3 dB, expressada em Hertz [Hz] ou em oitavas musicais. Também veja Q. Channel — Um caminho funcional no circuito de áudio: um canal de entrada, um canal de saída, o canal do iPad, um canal de FX, e por aí vai. Channel Strip — Um canal de áudio que consiste em uma tira longa e vertical. Clipping — Uma forma de distorção severa do áudio que resulta de um pico no sinal de áudio tendendo a ir além das capacidades do circuito de amplificação. Visto de um osciloscópio, os picos de áudio aparecem cor- tados. Para evitar o clipping, reduza o ganho no ganho do sistema, ou antes dele, no qual o clipping ocorre. Veja também headroom. Manual do Usuário - DL32R
  • 28. DL32R Owner’s Manual 28 Compressor — Esse é um processador dinâmico usado para suavizar qualquer pico transitório grande no sinal de áudio que poderia sobrecarregar seu sistema ou causar distorção. O threshold e demais parâmetros, como attack time, release time, e tire pressure são ajustáveis. Condenser — Outro termo que indica um componente eletrônico geralmente conhecido como capacitor. Em áudio, condenser também se refere a um tipo de microfone que usa capacitores como elemento de captação do som. Esses microfones precisam de alimentação elétrica para fazer funcionar os amplificadores internos e para manter uma carga elétrica no capacitor. Tipicamente, são alimentados por baterias internas ou fornecimento de phantom power da mesa de som. Console — Outro nome para mesa de som. Mesa DL32R = Console DL32R. D/A Converter — Conversor Digital-a-analógico. Um dispositivo que transforma sinais digitais recebidos, em forma analógica. dB — Veja decibel. dBu — Uma unidade de medida de voltagem do sinal de áudio em um circuito elétrico, expressado em decibels, com referência a 0,775 VRMS em qualquer impedância. Comumente usado para descrever níveis de sinal níveis de sinal em um sistema de áudio moderno. Decibel (dB) — dB é uma relação de quantias medidas em termos similares usando uma escala logarítmica. Muitos parâmetros do sistema de áudio medidos ao longo de um grande intervalo de valores, tais que o dB é usada para simplificar os números . Uma relação de 1000:1 = 60dB. Sendo dB uma quantidade sem unida- de, não importa se são volts ou dólares. (Tente pedir ao engenheiro chefe um aumento de 3 dB). Quando um dos termos na relação é um acordo sobre um valor padronizado, como 1,23 V, 1V ou 1 mw, a relação se torna um valor absoluto. Por exemplo, +4dBu, -10 dBV ou 0 dBm. Delay — Delay“atrasa”o sinal de áudio por um curto período de tempo. Delay pode se referir a uma curta repetição, uma série de repetições ou interações complexas de atrasos usados em chorus ou reverb. Dipping — O oposto de peaking, claro, usando em áudio para descrever o formato da curva de resposta de uma frequência. Uma depressão em uma corva de EQ parece com um vale, ou uma depressão. Dipping em um equalizador reduz uma série de frequências. (Veja guacamole). Doubling — Um efeito de delay em que o sinal original é misturado com uma atrasada de si mesma (20 a 50 ms). Quando usado com cuidado, esse efeito pode simular double-tracking [a gravação de uma voz ou instrumento duas vezes]. Dry — Significa sem efeitos. É o sinal sozinho; sem reverb, sem delay etc. DSP — O processamento de sinal digital [Digital Signal Processing] desempenha a mesa função em pro- cessadores de sinal analógicos, mas o faz matematicamente no domínio digital, com mais precisão que seu equivalente digital. Sendo o DSP um processo baseado em software, os parâmetros e funções de processa- mento são alterados facilmente, e atualizáveis pelo aplicativo Master Fader. Dynamic Microphone — A classe de microfones que gera sinais elétricos com o movimento de uma bobina em um campo magnético. Microfones dinâmicos são robustos, relativamente baratos, capazes de perfor- mances muito boas e não precisam de alimentação elétrica externa. Dynamics Processor — Um tipo de processador que afeta a amplitude geral do sinal (às vezes, como uma função do seu conteúdo de frequências), como um gate, compressor, ou limiter. Dynamic Range — O alcance entre os níveis máximo e mínimo de som que um sistema de som aguenta. Geralmente é expressado em decibéis como a diferença entre o nível de clipping e o nível de ruído mínimo. Echo — O reflexo do som em uma superfície como uma parece ou chão. Reverberação e echo são termos usados sem distinção, mas quando se fala em áudio uma distinção é feita: echo é considerado uma repe- Continuação do Glossário de Termos... Manual do Usuário - DL32R
  • 29. DL32R Owner’s Manual 29 Glossary Of Terms Continued... tição (ou séries de repetições) diferente, mas reconhecível de uma palavra, nota, frase, som. Enquanto a reverberação é uma suavização de decadência contínua e difusa do som. EIN — ERuído de entrada equivalente [Equivalent Input Noise]. Uma especificação que ajuda a medir o silên- cio de um estágio de ganho ao derivar a voltagem necessária para o ruído de entrada equivalente obter o ruído de saída de um determinado pré-amplificador. Numericamente, é o ruído de saída a um determinado ajuste de ganho menos o ganho. O EIN geralmente é medido ao ganho máximo e costuma alcançar entre -125 e -130 dBu. EQ — Abreviação de equalização. EQ Curve — Um gráfico da resposta de um equalizador, com a frequência no eixo x (horizontal) e a ampli- tude (nível) no eixo y (vertical). Tipos de equalizadores e efeitos frequentemente são nomeados depois da forma da curva de resposta no gráfico, como peak, dip, bell e shelf. Equalization — Significado de EQ. Equalização se refere às mudanças propositais nas frequências de res- posta de um circuito, às vezes para corrigir previamente respostas desiguais (daí o termo equalizar), e mais frequentemente para aumentar o ganho ou cortar certas frequências afim de melhorar o som, remover sons estranhos, ou para criar sons completamente novos e diferentes. Muitas vezes a maneira como se refere à equalização têm a ver com o que se parece o gráfico de respostas de frequência. Uma resposta flat (no EQ) é uma linha reta; um pico se parece com uma montanha, uma depressão com um vale, uma rachadura é um vale muito fino, e uma estante se parece com uma estante mesmo. A ladeira é o desenho de uma descida no gráfico. Fader — Outro nome para um controle de volume de áudio. Filter — Um equalizador simples desenvolvido para remover certas gamas de frequências. O filtro passa-alta atenua frequências abaixo da sua regulação de cutoff. FOH — Frente da casa [Front Of House]. Vendo palco e PA´s principais de frente. Nenhum engenheiro de som vai ao Fundo da casa porque nunca há tempo suficiente para beber uma cerveja. Frequency — O número de vezes que um evento se repete em um certo período de tempo. Geralmente, esse período de tempo para frequências de áudio é um segundo, e essa frequência é medida em ciclos por segundo, abreviado como Hz, em homenagem ao Dr. Heinrich Hertz (não o que criou a locadora de carros Hertz). Um Hz é um ciclo por segundo. Um kHz (quilohertz) é 1000 ciclos por segundo. O alcance das frequências de áudio audíveis é geralmente considerado entre 20 Hz e 20.000 Hz (ou 20 kHz). Isso engloba as notas usadas pelos instrumentos musicais e a maior parte de seus harmônicos. Gain — A medida de quanto um amplificador amplifica um sinal. O ganho pode ser tido como uma relação entre a voltagem de entrada e saída, corrente ou potência, como um ganho de voltagem de 4, ou um ganho de potência de 1,5, ou pode ser expressado em decibéis, como um amplificador de linha com um ganho de 10 dB. Gain Stage — Um ponto de amplificação em um caminho de sinal, seja em todo um sistema ou em um único dispositivo. O ganho geral é distribuído entre os vários estágios de ganho. Gate — Um processador dinâmico que automaticamente desliga um sinal de entrada quando ele cai abaixo de um certo nível. Ele pode reduzir o nível geral de ruído da sua mix ao desligar entradas quando não estão em uso. Threshold, attack time, hold, e release time são alguns dos parâmetros ajustáveis do gate. Manual do Usuário - DL32R
  • 30. DL32R Owner’s Manual 30 Continuação do Glossário de Termos... Graphic EQ — O equalizador de gráfico usa botões deslizantes para seus controles boost / but, com suas frequências de operação espaçadas uniformemente através do espectro de áudio. Num mundo ideal, uma linha que passa pelos centros dos eixos de controle formaria um gráfico da curva de resposta de frequência. Ou, as posições dos botões deslizantes dariam uma representação gráfica dos níveis de aumento ou corte pelo espectro de frequências. Ground — Também chamado de terra. É definido como o ponto de voltagem zero em um circuito ou siste- ma, o ponto de referência do qual todas as outras voltagens são medidas. Em sistemas elétricos, as conexões de aterramento são usadas com propósitos de segurança, para manter o chassi e botões do equipamento com voltagem zero e fornecer uma saída segura para correntes errantes. Por isso se chama aterramento de segurança. Manter um bom aterramento de segurança é essencial para prevenir choques elétricos. Siga as sugestões do fabricante e faça bom uso da rede elétrica para assegurar um sistema de aterramento de segurança. Nunca remova ou inutilize o pino de aterramento do cabo AC de força. Em equipamentos eletrônicos sensíveis, pequenas correntes e voltagens que circulam no aterramento (logo, ele não está realmente com zero volt) podem causar ruídos e prejudicar o funcionamento. Frequentemente, um aterramento separado do aterramento da rede geral é usando como ponto de referência para eletrôni- cos, isolando os eletrônicos sensíveis do aterramento sujo da rede elétrica. Ele é chamado de aterramento técnico. Equipamentos de áudio de qualidade são desenvolvidos para manter um bom aterramento técnico e, tam- bém, para operar com um bom aterramento de segurança. Ground Loop — Um loop de aterramento acontece quando o aterramento técnico ao qual está ligado um sistema de áudio se conecta ao aterramento de segurança em mais de um ponto. Isso gera uma realimenta- ção (loop) na qual correntes indesejadas circulam, causando ruídos no sistema de áudio. Nunca desabilite o aterramento de segurança na tentativa de resolver problemas com ruídos. Guacamole — Um delicioso pote com molho composto principalmente de abacates. Pensando no formato dos potes, guacamole se refere a dipping. Hertz — Unidade de frequência igual a 1 ciclo por segundo. 1000 Hz é igual a 1 kHz. House — Em áudio, a casa se refere aos sistemas (inclusive as pessoas) responsáveis pelo som primário em um determinado local. Assim, temos a mesa da casa ou o engenheiro da casa, a mixagem da casa, a mixagen dos maps da casa, o PA´s principais da casa etc. Hz — Abreviação de Hertz. Impedance — A resistência A.C., capacitância, e indutância em um circuito elétrico, medido em ohms [ ]. Em circuitos de áudio (e outros circuitos AC) a impedância em ohms frequentemente pode ser diferente da resistência do circuito conforme medido por um ohmômetro DC. Manter relações de impedância do circuito adequadas é muito importante para evitar distorção e minimizar ruídos adicionais. Nossas impedâncias de entrada e saída são configuradas para funcionar bem com a maio- ria dos equipamentos de áudio. Knee — Um joelho (knee) é uma dobra acentuada na curva de ganho de um compressor, nem um pouco diferente de um joelho dobrado em uma perna. Level — Outra palavra para sinal, voltagem, energia, força ou voluma. Os sinais de áudio são classificados segundo seus níveis (level), às vezes. Níveis comumente usados são: nível de microfone (-40dBu ou inferior), nível de instrumento (-20 a -10 dBu), e nível de linha (-10 a +30 dBu). Manual do Usuário - DL32R
  • 31. DL32R Owner’s Manual 31 Glossary Of Terms Continued... Line Level — Um sinal cujo nível varia entre -10 dBu e +30 dBu. Main (House) Speakers — Os caixas principais do sistema de som. Geralmente, são as maiores caixas e mais barulhentas, posicionadas de frente para o público; na maior parte dos casos, o som é emitido do palco. Isso também é chamado de PA. Mains — Abreviação de main ou house speakers, conforme falamos acima. Master — Eu. Eu sou seu mestre. Obedeça! O mestre (master) no aplicativo Master Fader, apesar de ser o nome do aplicativo, se refere ao fader principal. Ele afeta o volume total da saída selecionada na qual um ou mais sinais estão somados Mic Amp — Veja Mic Preamp. Mic Level — O nível típico do sinal de um microfone. O sinal de um mic (geralmente – mas nem sempre- vindo de um microfone) costuma ser menor que -30 dBu. Com uma fonte sonora muito fraca [um alfinete caindo?] o sinal pode ser de -70 dBu ou inferior. Alguns microfone, notavelmente condensadores vintage ou ao estilo vintage, fornecem um sinal em nível maior que esse para sons com o mesmo nível de pressão sonora. Um mic com nível de saída“quente”não representa a qualidade do mic, necessariamente; mas somente uma opção do desenvolvedor. Mic Pre — Abreviação de Mic Preamp. Mic Preamp — Abreviação de pré-amplificador de microfone (microphone preamplifier). Um amplificador cujo trabalho é trazer os sinais muito baixos dos microfones para sinais em nível de linha ou, no caso de pramps de mic incorporados a mesas de som, ao nível de funcionamento interno da mesa [aproximadamen- te 0 dBu]. Geralmente, os preamps de mic têm seu próprio controle de volume, chamado de ganho, para ajustar o ganho apropriadamente a uma determinada fonte. Configurar corretamente o ganho do preamp de mic é um passo essencial para estabelecer uma boa relação sinal-ruído e ambiência suficiente. As mesas de som DL Series são equipadas com preamps de mic Onyx. Mixer — Um dispositivo eletrônico usado para combinar vários sinais de áudio em uma saída comum. Diferente de um liquidificador, que combina várias frutas e álcool em uma única bebida Monaural — Significado de mono. Literalmente, pertinente a um único ouvido ou fazendo uso de um único ouvido. No campo do áudio, monaural descreve um sinal ou sistema que carrega a informação de áudio em um único canal com a intenção de reproduzi-lo em uma única fonte. Um microfone é uma fonte mono; vários microfones mixados em um único canal é uma mix mono; uma mix stereo (ou de dois canais – para ser exi- gente) de vários microfones separada entre esquerda e direita é uma mix stereo de fontes mono. Audição monaural, portanto a compatibilidade mono de uma mix stereo, é mais importante do que se ima- gina. A maior parte das pessoas escuta o áudio das televisões e dos rádios em mono. Monitor — No sistema de amplificação, as caixas monitoras [ou fones de ouvido monitores, ou monitores in-ear] são usadas pelos músicos para ouvirem a si mesmos. No universo do vídeo e das transmissões, as cai- xas monitoras costumam ser chamadas de caixas de retorno. Em gravação, as caixas monitoras são aquelas usadas pelo engenheiro e equipe de produção para ouvir a gravação conforme seu progresso. Em zoologia, a lagartixa monitora é aquela que observa a equipe de produção durante as gravações. Mantenha a lagarti- xa longe da mesa de som. Mono — Abreviação de monaural (no que tange à mononucleose). Manual do Usuário - DL32R
  • 32. DL32R Owner’s Manual 32 Continuação do Glossário de Termos... Mute Groups — Grupos de mute (mute groups) te permite mutar rapidamente (e desmutar) múltiplos ca- nais e/ou saídas com um único toque. Há um inúmeras possibilidades às quais atribuir e habilitar os grupos de mute: produções que contam com um elenco rotativo de músicos, produções teatrais, igrejas e muito mais. Também é ótimo para silenciar todas as entradas durante os intervalos entre as músicas ou durante trocas de palco. Você pode criar até quatro grupos de mute separados com o Master Fader. Noise — Qualquer coisa que você não quer ouvir. Pode ser um hum, buzz ou hiss; ou pode ser uma conver- sa paralela, cortes digitais, ou o rádio do seu vizinho; ou pode ser um ruído branco, ruído rosa ou marrom. Também é como seus pais descrevem o som da sua banda. Por fim, é tudo o que não se quer ouvir. Noise Floor — É o nível residual de ruído em qualquer sistema. Em uma mesa bem projetada (como as mesas DL Series), o ruído mínimo (noise floor) será um silencioso hiss, que é o ruído termal que é gerado pelos elétrons pulando entre os resistores e junções semicondutoras. Quanto menor o ruído mínimo e maior a ambiência, maior o alcance dinâmico disponível de um sistema. Nyquist Sampling Theorem — Esse teorema de amostragem diz que, quando um sinal analógico é conver- tido para digital, sua taxa de amostragem deve ser de no mínimo o dobro da frequência mais alta presente no sinal analógico. Caso essa frequência exceda metade da taxa de amostragem, pode haver cortes no som. Assim, se um conversor analógico-digital está configurado com taxa de amostragem de 44,1 kHz, o sinal de áudio não deve exceder 22,05 kHz. PA — Sigla para Endereçamento Público [Public Address]. Hoje em dia, pessoas que trabalham com PA gos- tam de dizer que fazer o“reforço do som”[sound reinforcement]. Veja SR. Pan — Controles deslizantes de Pan são usados para posicionar (ou mesmo mover dinamicamente) uma fonte de áudio monaural em um campo de mixagem stereo ao ajustar o volume da fonte entre os canais esquerdo e direito. Nosso cérebro sente o posicionamento stereo ao ouvir a diferença de volumes quando o som atinge o ouvido, tendo em mente um tempo de atraso, espectro, reverberação ambiente e outros fatores. Peaking — O oposto de dipping. Um pico [peak] em uma curva de EQ que se parece com uma colina, ou um pico. Fazer peaking em um equalizador amplifica um banda de frequências. PFL — Sigla para Audiçaõ pré-fade [Pre-Fade Listening]. Aqueles que trabalham com TV chamam de deixa. Os caras do áudio chamam isso de ser habilitado a solar um canal com o fader para baixo. Phantom Power — Um sistema que fornece energia elétrica a microfones condensadores (e alguns dispo- sitivos de captação eletrônica) pelo conector de entrada do microfone. O sistema é chamado de fantasma [phantom] porque a energia é levada por um cabo de áudio de microfone padrão de maneira“invisível”se comparado aos microfones dinâmicos normais. As mesas DL Series usam padrão de +48 volts de energia DC, passível de ser ligado e desligado. Geralmente, o phantom power é seguro de ser usado com microfones não condensadores, por exemplo, especialmente com microfones dinâmicos. Entretanto, microfones desbalanceados, alguns equipamentos eletrônicos (como alguns receptores de microfone wireless) e alguns microfones de fita podem sofrer curto circuito e ser muito danificados. Phase — A relação de tempo entre dois sinais, expressa em graus ao redor de um círculo. 0o e 360o repre- sentam uma relação em fase. Ambos os sinais se alteram da mesma maneira ao mesmo tempo. Qualquer coisa além disso está fora de fase. 180o fora da fase é um caso especial em que, no caso de formas de onda contínuas, significa que em qualquer tempo dado os dois sinais têm a mesma amplitude, mas estão em polaridades opostas. Os dois extremos de uma saída diferencial estão 180o fora de fase. O botão de inversão de polaridade (encontrado no campo do Q) inverte a polaridade do sinal. Quando sinais fora de fase são mixados, haverá o cancelamento de algumas frequências, frequências e graus de cancelamento esses que serão uma função da quantidade de aumento da fase e da amplitude dos sinais. Manual do Usuário - DL32R
  • 33. DL32R Owner’s Manual 33 Continuação do Glossário de Termos... Atenção ao posicionamento do mic e na audição te permitirão usar esse efeito de maneira criativa. Post Fader — Um termo usado para descrever um aux send (ou outra saída) que esteja conectada e, con- sequentemente, é afetada pelas configurações do fader associado ao canal. Aux sends conectados assim geralmente (mas nem sempre) são uados por efeitos. Uma saída pós fader (post-fader output) de uma mesa costuma ser pós EQ. Pre DSP — O pré DSP é ideal quando se usa os auxiliares para monitoração das mixagens e você quer compressão e outros efeitos na mix principal, mas não nos monitores. O pré DPS está disponível em todas as saídas auxiliares, mas não na FX. Pre Fader — Um termo usado para descrever um aux send (ou outra saída) que está conectada e não é afetada pelas configurações do fader associado ao canal. Aux sends conectadas assim geralmente (mas nem sempre) são usadas para monitoração. Q — Uma maneira de denominar uma largura de banda de um filtro ou seção de equalizador. Um EQ com Q de .75 é amplo e suave, enquanto um Q de 10 faz uma curva estreita e pontiaguda. Para calcular o valor de Q, você deve conhecer a frequência central da seção do EQ e as frequências em que as saias mais alta e mais baixa caiem 3 dB abaixo do nível da frequência central. Q é igual à frequência central dividida pela diferença entre aquelas frequências 3dB mais baixas de que falamos. Um EQ com peaking centralizado em 10 kHz cujos pontos -3 dB são 7,5 kHz e 12,5 kHz tem um Q de 2. Reverberation, Reverb — O som que sobre em uma sala depois que a emissão do som termina na fonte. É o que você ouve imediatamente depois de bater palmas em uma sala grande e azulejada. Reverberação e echo são termos usados sem distinção, mas quando se fala em áudio uma distinção é feita: a reverberação é uma suavização de decadência contínua e difusa do som, enquanto o echo é considerado uma repetição (ou séries de repetições) diferente e decadente, mas reconhecível de uma palavra, nota, frase ou som. Salas altamente reveberantes são chamadas de vivas; salas com muito pouca reverberação são chamadas de mortas. Uma fonte de som sem a adição de reverb é chamada de seca [dry]; uma com reverb é molhada [wet]. RFI — Interferência de frequências de rádio [Radio Frequency Interference]. Frequências altas que geralmen- te resultam de circuitos em curto. Isso pode ser manifestado de inúmeras maneiras em sistemas de áudio, mas costumam ser evidentes como buzz em altas frequências ou estalos. RMS — Sigla para raiz quadrada da média [root mean square], uma maneira convencional de medir o valor médio efetivo de um sinal de áudio ou outra voltagem AC. A maior parte dos voltímetros AC são calibrados para ler volts RMS, embora muitos medidores só sejam de calibração precisa se a forma da onda é sinusoidal. Sampling Frequency — É a taxa em que um sinal analógico é amostrado durante um processo de conversão analógico-digital. A taxa de amostragem usada para CDs é de 44,1 kHz, mas gravações profissionais chegam a ser feitas em taxas de amostragem ainda maiores. Send — Um termo usado para descrever a saída de uma mix dos canais de entrada secundária, geralmente usada para monitoração, amplificadores de fones de ouvido ou dispositivos de efeito. Essas são os aux sends nas mesas DL Series. Shelving — Um termo usado para descrever a forma das frequência de um equalizador. A resposta de prateleira [shelf] em um equalizador começa a subir (ou descer) em algumas frequências e continua a subir (ou descer) até atingir a frequência de prateleira, altura em que a curva de resposta achata e permanece flat para os limites de audição. Se você fosse representar graficamente essa resposta, ela seria parecida com uma prateleira. Ou mais como uma prateleira do que uma bota de caminhada. Veja também peaking e dipping. Signal-to-Noise (S/N) — Essa é uma especificação que descreve quanto ruído um componente de áudio gera comparado ao sinal. Geralmente, é expresso em dB abaixo de um dado nível. O S/N das mesas DL Series é de 92dB. Manual do Usuário - DL32R
  • 34. DL32R Owner’s Manual 34 Continuação do Glossário de Termos... Solo — Sozinho em italiano. Solo te permite ouvir canais individuais sozinhos ou combinados com outros sinais solados. Sound Reinforcement — Um sistema de amplificação de sons acústicos e eletrônicos à partir de uma execu- ção ou de fala, de modo que um grande público pode ouvir. Ou, na música popular, de modo que um grande público (espero) pode ser animado, atordoado, ou mesmo parcialmente ensurdecido pela grande amplifica- ção. Sonorização significa essencialmente a mesma coisa que PA [Public Address]. Spaghetti — Aquela bagunça de fios e cabos na traseira do seu rack e/ou do console. Você realmente pode temer essa criatura. SR — Sigla para sonorização [Sound Reinforcement], que se refere ao processo (ou um sistema de) amplifica- ção de sons acústicos e eletrônicos de uma execução ou de fala, de modo que um grande público pode ouvir claramente. Ou, na música popular, de modo que um grande público (espero) pode ser animado, atordoado, ou mesmo parcialmente ensurdecido pela grande amplificação. Sonorização significa essencialmente a mes- ma coisa que PA [Public Address]. Stereo — Acredite ou não, stereo de som vem de uma palavra grega que significa sólido. Usamos stereo ou estereofonia para descrever a ilusão de um campo sonoro contínuo, espaçoso, que é aparentemente se espa- lhado ao redor do ouvinte com dois ou mais sinais de áudio relacionados. Na prática, stereo, muitas vezes é usado simplesmente como dois canais. Tinnitus — O zunido nos ouvidos que costuma resultar de exposições prolongadas a níveis muito altos de ruídos. TRS — Sigla para ponta-anel-manga [Tip-Ring-Sleeve], as três partes de um dos conectores (mais blindagem) para telefone. Uma vez que o conector pode transportar dois sinais e um aterramento comum, conectores TRS são muitas vezes chamados de plugues ou tomadas stereo ou balanceadas. TS — Sigla para ponta-manga [Tip-Sleeve], as duas partes de um único conector (mais blindagem) para te- lefone. Conectores TS são chamados às vezes de mono ou plugues desbalanceados. Um concetor de ¼”para telefone TS ou plugue também é chamado de um plugue de telefone padrão. Unbalanced — Um circuito eléctrico em que as duas pontas do circuito não tem a impedância idêntica à do aterramento. Muitas vezes, uma ponta é também na potencia do aterramento. Conexões de circuito desba- lanceadas requerem apenas dois condutores (sinal“quentes”e aterramento). Circuito de áudio desbalanceado é mais barato para a produção, mas em certas circunstâncias é mais suscetível a captação de ruídos. View Groups — Visualizar grupos permite que você veja apenas os canais que deseja, escondendo os de- mais. Isso melhora a organização e permite uma navegação mais rápida. Você pode criar e atribuir até quatro grupos de visualização separados com Master Fader. Volume — O nível do som em um sistema de áudio. Possivelmente, a única coisa que algumas bandas têm demais. VRMS — Sigla de raiz quadrada da média da voltagem [Volts Root Mean Square]. Veja RMS. Wet — Um sinal com adição de reverberação ou outro efeito, como o echo, delay or chorus. XLR Connector — Conectores de três pinos universalmente utilizados atualmente para conexões balance- adas de microfones. Também conhecida como Cannon, como a Canon foi o fabricante original deste tipo de conector. Em áudio, um conector Canon, entende-se um conector Canon XLR-3 ou qualquer conector compa- tível. Você pode dizer quem são os tiozinhos do áudio quando se referem a conectores XLR como conectores de canhão. Z — O símbolo elétrico de impedância. Zymurgy — A ciência da preparação da cerveja, uma parte importante da nossa tecnologia e história, uma vez que estamos localizados a menos de dois quilômetros da cervejaria Red Hook. Além disso, precisamos de algo mais do que apenas um“ol”Z para acabar com o glossário. Manual do Usuário - DL32R
  • 35. DL32R Owner’s Manual 35 Declaração de Garantia Por favor, mantenha a nota fiscal de compra em um local seguro. Declaração de Licença Geral Pública Esta Garantia Limitada de Produto (“Garantia de Produto”) é fornecida pela LOUD Technologies Inc. (“LOUD”) e é aplicável aos produtos comprados nos Estados Unidos ou no Canadá através de um revendedor ou distribuidor LOUD-autorizado. A garantia do produto não se estenderá a qualquer pessoa que não seja o comprador original do produto (doravante,“Cliente”,“você”ou“seu”). Para produtos comprados fora os EUA ou no Canadá, por favor visite www.720trees.com/warranty para encontrar informações de contato do seu distribuidor local, e informações sobre a cobertura da garantia fornecida pelo distribuidor em seu mercado. A LOUD garante para os clientes que o produto estará livre de defeitos de materiais e fabricação sob uso normal durante o período de garantia. Se o produto não estiver em conformidade com a garantia, em seguida, LOUD ou seu representante de serviço autorizado a seu critério, reparará ou substituirá qualquer produto fora de conformidade, desde que o Cliente notificar do descumprimento dentro do período de garantia à Companhia em: www.720trees .com/support ou ligando para o suporte técnico LOUD em 1.800.898.3211 (ligação gratuita em os EUA e Canadá) durante as horas de expediente normal, horário da costa pacífica, excluindo fins de semana ou feriados. Por favor, guarde a nota fiscal de compra datada original como prova da data da compra. Você vai precisar dela para obter qualquer serviço de garantia. Para acessar os termos e condições, tal qual a duração específica da garantia para este produto, visite www.720trees.com/warranty. A garantia do produto, juntamente com a fatura ou nota fiscal, e os termos e condições localizados em www.720trees.com/warranty constituem o acordo, e substituem todos e quaisquer acordos anteriores entre LOUD e Cliente relacionados ao assunto em questão. Nenhuma alteração, modificação ou renúncia de qualquer das disposições desta Garantia do produto será válida a menos que prevista em um instrumento escrito assinado pela parte aqui obrigada. Este produto inclui um código de software desenvolvido por terceiros, incluindo um código de software sujeito à Licença Pública Geral LPG (“GPL”) Versão 2. Se estes termos de licença específicos conferem-lhe o código fonte do software, LOUD Technologies Inc. vai fornecer, mediante solicitação por escrito via e-mail ou papel tradicional, os arquivos aplicáveis de código fonte LPG via CD-ROM por um custo nominal para cobrir meios de comunicação, transporte e manuseio como permitidos sob a LPG. O código LPG utilizado neste produto é distribuído SEM QUALQUER GARANTIA e está sujeito a direitos autorais de um ou mais autores. Para mais detalhes, consulte o código LPG e os termos da LPG. Para obter uma cópia do LPG, por favor escreva para a Free Software Foundation, Inc., 51 Franklin Street, Fifth Floor, Boston, MA 02110-1301, EUA. Favor encaminhar todas as solicitações de origem de LPG para o seguinte e-mail / endereço. Attn: GPL Source Request LOUD Technologies Inc. 16220 Woodinville-Redmond Rd. N.E. Woodinville, WA 98072 ou techmail@loudtechinc.com Manual do Usuário - DL32R