SlideShare uma empresa Scribd logo
MANUAL DO USUÁRIO
Português
2
Novation
Uma divisão da Focusrite Audio Engineering Ltd.
Windsor House,
Turnpike Road,
Cressex Business Park,
High Wycombe,
Bucks,
HP12 3FX.
Reino Unido
Tel: +44 1494 462246
Fax: +44 1494 459920
e-mail: sales@novationmusic.com
Web: http://www.novationmusic.com
AvisoLegal
A Novation tomou todas as medidas possíveis para garantir que as informações dadas aqui estejam
corretas e completas. De nenhuma maneira a Novation tomará qualquer responsabilidade por qualquer
perda ou dano causado ao proprietário do equipamento, a terceiros, ou qualquer equipamento que possa
resultar do uso dessa manual ou do equipamento que ele descreve. As informações oferecidas nesse
documento podem ser modificadas a qualquer momento sem aviso prévio. As especificações e aparências
podem diferir daquelas listadas ou ilustradas.
Português
3
IMPORTANTES INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA
1. Leia todas as instruções.
2. Guarde essas instruções.
3. Siga todos os avisos.
4. Siga todas as instruções.
5. Limpe somente com pano seco.
6. Não instale perto de fontes de calor como radiadores, aquecedores, fogões ou outros aparelhos que
produzam calor (incluindo amplificadores).
7. Proteja o cabo de alimentação elétrica contra pisadas ou compressões particularmente nos plugues,
pontos de armazenagem, e onde eles saem do equipamento.
8. Use somente acessórios especificados pelo fabricante.
9. Use somente carrinhos de transporte, suportes, tripés, ou mesas especificadas pelo
fabricante, ou vendidas com o aparelho. Quando um carrinho de transporte é usado tenha
cuidado ao movê-lo com o aparelho a fim de evitar danos devidos ao transporte.
10. Desconecte o aparelho da rede elétrica durante tempestades com relâmpagos ou quando não for
usado por longos períodos de tempo.
11. Procure assistência técnica sempre que necessário. A assistência técnica é necessária quando o
aparelho for danificado de qualquer maneira, como quando o cabo de alimentação elétrico ou pinos forem
danificados, líquidos tenham sido derramados ou objetos tenham caído sobre o equipamento, o
equipamento tenha sido exposto à chuva ou umidade, não funciona normalmente, ou tenha sido
derrubado.
12. Objetos que produzam fogo, como velas, não devem ser colocados sobre o aparelho.
AVISO: Níveis excessivos de pressão sonora de fones de ouvido podem causar perda auditiva.
AVISO: Esse equipamento só deve ser conectado a portas tipo USB 1.1 ou USB 2.0.
Português
4
DECLARAÇÃO AMBIENTAL
Esse equipamento se adéqua à parte 15 das Regras da FCC. As operações estão sujeitas à duas condições:
(1) Esse equipamento não deve causar interferência nociva, e (2) esse dispositivo pode aceitar as
interferências, incluindo interferências que possam causar operação indesejável.
DIREITOS AUTORAIS E INFORMAÇÕES LEGAIS
Novation e Automap são marcas registradas de Focusrite Audio Engineering Limited.
Impulse é marca registrada de Focusrite Audio Engineering Limited.
VST é marca registrada de Steinberg Media Technologies GmbH.
Audio Units (AU) é marca registrada de Apple, Inc.
RTAS é marca registrada de Avid, Inc.
Todas as outras marcas, produtos e nomes de empresas, quaisquer outros nomes registrados ou marcas
registradas mencionados nesse manual são propriedade de seus respectivos donos.
2011 © Focusrite Audio Engeneering Limited. Todos os direitos reservados.
Conteúdos
Declaração de Informação de Complacência: Procedimento de Declaração de Complacência
Identificação do Produto: Novation Impulse Keyboard
Parte responsável: American Music and Sound
Endereço: 5304 Derry Avenue #C
Agoura Hills,
CA 91301
Telefone: 800-994-4984
Nota RoHS
A Novation declara que este produto, foi aplicado às Diretivas da União Europeia 2002/95/EC de
Restrições de Substâncias Nocivas (RoHS), bem como à lei da Califórnia que se refere à RoHS,
nas seções 25214.10, 25214.10.2, e 58012, do Código de Saúde e Segurança; Seção 42475.2,
Código de Recursos Públicos.
CUIDADO:
O funcionamento normal desse produto pode ser afetado por uma descarga eletroestática forte
(ESC). Caso isso aconteça, simplesmente reinicie a unidade desconectando e reconectando o
cabo USB. O funcionamento normal deve ser retomado.
Português
5
CONTEÚDOS
IMPORTANTES INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA..................................................................................................3
DECLARAÇÃO AMBIENTAL .................................................................................................................................4
DIREITOS AUTORAIS E INFORMAÇÕES LEGAIS.................................................................................................4
INTRODUÇÃO .......................................................................................................................................................6
Características Chave...........................................................................................................................6
Sobre esse Manual................................................................................................................................6
O que tem na Caixa ...............................................................................................................................7
Requisitos de Energia...........................................................................................................................8
Glossário................................................................................................................................................8
Visão Geral do Hardware....................................................................................................................10
Visão Superior – Controles assinaláveis e não assinaláveis.............................................. 10
Visão Traseira - conexões....................................................................................................12
EXEMPLOS DE CONFIGURAÇÃO DO IMPULSE................................................................................................. 13
Conectando a um Computador...........................................................................................................13
Modo Automap......................................................................................................................13
Modo de mapeamento manual ............................................................................................ 13
Usando como Interface de Hardware MIDI........................................................................................ 14
Usando um hardware externo e um computador juntos .................................................................. 14
VISÃO GERAL DO MENU....................................................................................................................................15
Características do display LCD e Navegação no Menu ..................................................................... 15
EXPLORANDO O IMPULSE ................................................................................................................................16
Lendo e Salvando um Template .........................................................................................................16
Modo Help............................................................................................................................................17
Configurando os controles do Impulse .............................................................................................. 17
Preview................................................................................................................................................18
Modo Setup..........................................................................................................................................18
Configurações do Teclado ..................................................................................................................20
Canal MIDI ...........................................................................................................................................21
Zonas ...................................................................................................................................................21
Program Change.................................................................................................................................22
Controles de Transporte.....................................................................................................................23
Arpejador.............................................................................................................................................23
Menu de configurações do arpejador.................................................................................. 24
Configurando o Andamento do Arp/Roll ............................................................................. 25
Modo Roll.............................................................................................................................................26
Menu Boot ...........................................................................................................................................26
USANDO O IMPULSE COM O AUTOMAP 4 ........................................................................................................27
Introdução ...........................................................................................................................................27
Instalando o Automap 4 em seu computador.................................................................................... 27
Atualizando o firmware do Impulse..................................................................................... 27
Português
6
Configurando sua DAW para o controle do Automap 4..................................................................... 28
O Plugin, Mixer e botões MIDI.............................................................................................. 29
Modo Automap......................................................................................................................30
Automap Mapping Editor (Editor de Mapeamento)............................................................. 30
Track Up/Down.....................................................................................................................32
Bank Up/Down......................................................................................................................32
Modo Learn...........................................................................................................................32
MANUAL PARA DAW..........................................................................................................................................33
Ableton Live e modo Clip-launch (Mac ou Windows)......................................................................... 33
RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS...........................................................................................................................35
Exemplos básicos de resolução de problemas ................................................................................. 35
TEMPLATES DE FÁBRICA..................................................................................................................................36
CONTROLES ASSINALÁVEIS – PARÂMETROS E ALCANCES........................................................................... 37
TABELA DE IMPLEMENTAÇÃO MIDI.................................................................................................................40
Português
7
INTRODUÇÃO
Obrigado por comprar o teclado controlador MIDI Novation Impulse. Assim como o teclado em si, o
Impulse é equipado com uma gama de controles para permitir ao músico moderno criar ótimas músicas
em estúdio, em performances ao vivo ou em movimento. A fácil integração com seu software de música foi
uma consideração primordial do grupo de desenvolvimento do Impulse.
Esse manual te introduz ao Impulse e explica os vários modos que você pode usá-lo com seu software de
música, seja com ou sem ou hardware MIDI, em seu setup de gravação.
O Impulse é fornecido com o software Novation Automap 4, que te proporciona uma maneira poderosa e
simples para controlar seu software favorito. O Automap 4 é compatível com outros hardwares Novation,
então, se você já estiver usando o Automap com um hardware Novation já existente para controlar seu
software, você só pode precisar ler somente os primeiros capítulos desse manual para se familiarizar com
o Impulse.
As informações completas sobre instalação, configuração e operação do software Automap 4 podem ser
encontradas no Manual do Usuário específico do Automap 4. Ele pode ser baixado em nosso website:
www.novationmusic.com/support
Para informações adicionais, artigos de suporte atualizados e uma forma de contatar nosso Grupo de
Suporte Técnico, visite a Novation Answerbase em: www.novationmusic.com/answerbase
Características Chave
- Disponível com 25, 49 e 61 teclas – semipesadas tipo piano
- 8 encoder giratório
- 9 faders (versões com 49/61 teclas)
- 8 drum pads com iluminação em três cores e modo roll
- Display LCD grande (75 x 32 mm) multifunções, que mostra os dados diretamente do DAW
- Controlador em padrão transportável
- Arpejador com editor de ritmo no pad
- Integrado com o Automap 4 para controle muito simplificado de plug-ins e mixers de DAWs
- Botões com suporte QWERT via Automap (versões de 49/61 teclas)
- Procedimento de instalação muito simples
Sobre essemanual
Não sabemos se você possui anos de experiência no uso de MIDI ou se esse é o seu primeiro teclado
controlador. Dentre as possibilidades, nos posicionamos entre as duas. Então, tentamos fazer esse
manual o mais útil possível para todos os tipos de usuários, e isso significa inevitavelmente que os
usuários mais experientes quererão pular certas partes dele, enquanto os relativamente novos quererão
evitar certas partes dele até que sejam confiantes de ter dominado o básico.
Contudo, há pontos em geral que são importantes de se saber antes de você continuar lendo esse manual.
Nós adotamos algumas convenções gráficas no texto, que esperamos que todos os tipos de usuários
achem úteis ao navegar pelas informações para encontrar o que eles precisam saber rapidamente:
Abreviações, convenções, etc
Quando nos referirmos aos controles do painel superior ou às conexões do painel traseiro, usamos
números, assim: 6 para fazermos referência ao diagrama do painel superior; 1 para fazermos referência
aos diagramas do painel traseiro. (Veja a página 12 e página 14).
Usamos o NEGRITO para nomear coisas físicas, como os controles do painel superior e conectores do
painel traseiro e, também, para nomear botões em tela nos quais você precisará clicar, e o texto
pontilhadotipoLCDpara se referir a textos que aparecem no display LCD.
Português
8
Dicas
Otemnacaixa
O Impulse foi cuidadosamente embalado na fábrica e a embalagem foi desenvolvida de maneira a resistir
o manuseio bruto. Caso a unidade pareça ter sido danificada durante o transporte, não jogue fora a
embalagem e notifique o revendedor.
Guarde todas as caixas para uso futuro, caso você precise transportar a unidade novamente.
Por favor, confira o conteúdo da caixa segundo a lista abaixo. Caso alguns dos itens faltar ou estiver
danificado, entre em contato com o revendedor Novation ou o distribuidor de quem você comprou o
produto.
- Teclado controlador MIDI Impulse
- Manual do Usuário
- DVD de instalação, contendo:
- Instalador do software Automap 4 que inclui drivers
- Manual do Usuário Impulse
- Pacote Xcite+ (Novation Bass Station soft synth, samples Mike the Drummer,
samples Loopmaster, software de música Ableton Live Lite)
- Cabo USB Tipo A – Tipo B (2m)
- Cartão de autorização Ableto Live Lite
- Cartão de autorização Bass Station
Faz o que anuncia na etiqueta: incluímos alguns conselhos relativos aos tópicos
em discussão que devem simplificar a configuração do Impulse para fazer o
que você quer. Não é obrigatório que você que você os siga, mas eles devem
fazer sua vida mais fácil, em geral.
Português
9
Requisitos deEnergia
O Impulse é alimentado via conector USB no painel traseiro. Normalmente, a alimentação elétrica é
fornecida pelo computador ao qual o Impulse esta conectado pelo cabo USB. Recomendamos que você
conecte o Impulse diretamente a uma porta USB nativa do seu computador, e não a um hub USB. Não é
garantido o funcionamento correto caso seja usado um hub USB.
Caso você queira usar o Impulse como um controlador MIDI stand-alone para outro hardware MIDI com
fonte de timbres (ou outros dispositivos) sem um computador – como se faria em uma performance ao
vivo, por exemplo – você deve adquirir uma fonte AC-para-DC USB, a qual deve conectar à porta USB do
Impulse da mesma maneira que de faz com um cabo USB padrão. Quando estiver usando esse método,
certifique-se de que a tensão elétrica local se adapte à sua fonte ANTES de conectá-la à tomada. Por
favor, entre em contato com seu revendedor Novation para a indicação da fonte adequada, caso você tenha
qualquer dúvida.
Glossário
Alguns termos usados no decorrer desse Manual do Usuário podem ser novos ou não familiares para
alguns usuários. Nós listamos alguns deles aqui para te ajudar a entender esse Manual mais facilmente.
Arp
Abreviação de Arpejador, um recurso do Impulse. O modo Arp te permite configurar padrões rítmicos de
notas usando os drum pads, e modifica-los em tempo real (o que é ótimo para performances ao vivo!),
alterar a duração do padrão, alterar o padrão em si e a maneira como algumas notas são acentuadas.
Disparar Clip
Esse é um termo específico para o Ableton Live, incluindo a versão Lite fornecida com o Impulse. No
Ableton Live Lite, um Clip é essencialmente um arquivo de áudio (de qualquer duração) que pode ser
atribuído a uma pista da DAW. Os Clips podem ser disparados diretamente dos drum pads do Impulse.
DAW
Digital Audio Workstation. Um termo alternativo para software de criação/gravação/edição musical.
Map/Mapeamento
No Automap 4, o mapeamento define como os controles atribuíveis do Impulse se relacionam com os
vários controles da Coisa que você esta controlando. Mapeamentos, geralmente, terão várias páginas. Por
exemplo: em um software de synth, as várias páginas do map definirão que parâmetros do synth
(osciladores, filtros, envelopes etc.) serão controlados por cada encoder giratório. O Automap 4 possui
uma janela chamada Mapping Editor que te permite alterar as atribuições de mapeamento para se
encaixar às suas necessidades particulares.
Plug-in
Um pouco sobre laptops:
Quando estiver alimentando o Impulse com um computador você deve saber
que, apesar de as especificações da USB estejam de acordo com resolução “IT
industry states” que diz que uma porta USB deve fornecer 0,5 A a 5 V, alguns
computadores - particularmente laptops – são incapazes de fornecer essa
corrente. Nesse caso, pode-se resultar o funcionamento não confiável da
unidade. Quando estiver alimentando o Impulse por uma porta USB de um
laptop, é recomendado que o laptop esteja sendo alimentado por sua fonte
elétrica, e não por sua bateria interna.
Português
10
Um Plug-in é uma extensão de um software que dá à DAW funcionalidade adicional e é tipicamente usado
tanto para gerar, quanto para processar sons. Muitos são simulações de hardwares. Um plug-in pode ser
‘nativo’ – fornecido como parte da DAW, ou uma extensão – comprado separadamente pelo usuário para
trabalhar junto à DAW.
Roll
Uma variação do modo Arp, o Roll é outro modo adequado para o uso ao vivo, e te permite disparar sons
específicos pelos drum pads, com ‘velocity’ e ‘sensitivity’.
Template
Um template define como seu Impulse vai funcionar. Quando você carrega um template todos as
configurações e parâmetros do Impulse irão se adequar àquilo que o template determina. Se você fizer
alterações a essas configurações, você pode salvar novamente os dados alterados ao template, e suas
alterações serão recarregadas na próxima vez que você carregar o template. O Impulse é fornecido com
20 templates de ‘fábrica’ que o configuram para o uso com DAWs e/ou Coisas em particular.
Coisa
Um Coisa é ‘seja lá o que for’ que possa ser controlado pelo Impulse e/ou pelo Automap. Uma Coisa pode
ser um hardware ou um Software. Exemplos de Coisas são os plug-ins que você usa em sua DAW, as
pistas da sua DAW e externas, sintetizadores e processadores FX controláveis por MIDI.
Zona
É possível dividir o teclado do Impulse para criar quatro ‘zonas’ diferentes nele. Você tem controle total
sobre onde estão os pontos de divisão. Essa é uma funcionalidade útil nas performances ao vivo, ao passo
que te permite usar diferentes partes do teclado para controlar instrumentos diferentes, ou criar uma
camada sonora sobre a outra.
Português
11
VISÃO GERAL DO HARDWARE
VisãoSuperior– controles assinaláveisenãoassinaláveis
Cada um dos controle do Impulse é tanto assinalável, quanto não assinalável. Controles assinaláveis são
‘livres’ – suas funções vão variar de acordo com cada plug-in, DAW mixer ou cada parte adicional de
hardware MIDI sendo controlada. Suas atribuições a um parâmetro em particular da Coisa sendo
controlada pode ser feita tanto automaticamente pelo Automap, quanto manualmente por você. Controles
não assinaláveis são ‘fixos’ – suas funções serão as mesmas, geralmente, independentemente do tipo de
setup que você estiver usando com o Impulse.
Português
12
Controles Assinaláveis
1 8 x encoders giratórios. São controles de 360º sem fim, e são usados para controlar parâmetros dos
plug-ins. Esses controles possuem resolução sensíveis à velocidade, então, girar o encoder devagar te
dará resolução maior do que girar rapidamente.
2 9 x faders de 45 mm (controles deslizantes), usados para controlar os volumes no seu DAW mixer.1
3 9 x botões.2
4 8 x drum pads sensíveis à pressão. Eles podem ser usados para disparar sons (por exemplo, baterias)
em seu software de música, e também controlar as funções “Arp”, “Roll” e Clip Launch” do Impulse
5 Roda de Mod (modulação)
1
Somente no Impulse 49 e 61. O Impulse 25 possui um fader assinalável.
2
Somente no Impulse 49 e 61. O Impulse 25 não possui botões assinaláveis.
Controles não assinaláveis
6 Display LCD multifunções. Mostra informações do contexto do uso – por exemplo, te mostra as
informações mais úteis, dependendo dos controles que você esta usando no momento.
7 Botões +/-. São usados juntamente a vários menus, para rolar entre as várias opções etc. As funções
precisas variam conforme o menu. Pressionar esses botões juntos abrem o modo de Ajuda (Help mode).
8 Botões de Edição de Template. Um conjunto de quatro botões (Keyboard, Controls, Zones e MIDI
Chan), que selecionam os diferentes menus usados quando se modifica um template. Um quinto botão,
Setup, leva às configurações globais; e um sexto, Shift, habilita funções secundárias para alguns dos
outros botões.
9 Botões Octave> / Octave ˂ - desloca as notas tocadas no teclado para ‘cima’ ou para ‘baixo’ em
intervalos de oitavas. Apertar os dois botões ao mesmo tempo te permite transpor o teclado em semitons.
O número de oitavas que em o teclado pode ser deslocado varia conforme o modelo de seu Impulse; os
modelos menores possuem um alcance de deslocamento maior.
10 Botão MIDI/Mixer (somente no Impulse 25) – configura o único fader do Impulse 25 para ser o controle
do nível do mixer do DAW, ou um controle MIDI adicional assinalável.
11 Botões Plug-in/MIDI – determinam se os oito encoder giratórios alteram parâmetros específicos de
um plug-in, controles do mixer, ou atuam como controles MIDI de uso geral. Pressionar Plug-in ou MIDI
enquanto segura Shift alternará entre as páginas na janela Mapping Edit do Automap. Pressionar ambos
ao mesmo tempo mapeará os encoders para o mixer do Automap.
12 Botões Mixer/MIDI (somente no Impulse 49 e 61) – determinam se os nove faders atuam como
controles individuais para cada pista do mixer da DAW, ou como controles MIDI de uso geral. Pressionar
Mixer ou MIDI enquanto segura apertado Shift irá alternar os faders do mixer da DAW a serem
controlados. Oito canais por vez podem ser controlados.
13 Mute/Solo (somente no Impulse 49 e 61) – configuram os nove botões 3 (um botão por fader) para
atuar tanto como botões de Mute ou Solo para seus respectivos canais do mixer, somente quando essa
seção do controlador esta no modo mixer.
14 Potenciômetro Data – é um encoder giratório usado para selecionar opções ou alterar valores no
menu do sistema do Impulse. Esse potenciômetro pode ser pressionado para exercer a função ‘Enter’ nos
menus.
15 Botões Roll e Arp – alternam os drum pads do Impulse para os modos Roll e Arp, respectivamente.
Esses botões também possuem funções Shift e, pressioná-los ao mesmo tempo ativa a função Clip
Launch do Impulse para o Ableton Live.
16 Roda de Pitch – roda padrão para bend do pitch, possui mola para retornar à posição central.
17 Teclado – o Impulse está disponível nas versões com 25, 49 e 61 teclas. As teclas são semipesadas e
seguem para o canal de saída após o toque.
18 Controles de transporte – fornecem controle remoto para a timeline da DAW.
Português
13
Visãotraseira–conexões
1 Porta USB – conector USB Tipo B compatível com USB 1.1, 2.0 ou 3.0. Conecte o Impulse a uma porta
USB do computador usando o cabo USB fornecido. Alternativamente, você pode usar uma fonte USB AC-
para-DC, caso esteja usando o Impulse sem um computador.
2 Sustain e Expression – dois conectores de ¼” para a conexão com pedais de sustain e expressão
padrões.
3 MIDI In e MIDI Out – conectores padrão DIN de 5 pinos que te permitem fazer a conexão com
hardwares MIDI externos, como módulos de som adicionais.
4 Trava de segurança Kensington – mantém seu Impulse preso a um ponto estrutural conveniente, caso
deseje.
Português
14
EXEMPLOS DE CONFIGURAÇÃO DO IMPULSE
Existem duas maneiras básicas para se usar o Impulse: com e sem a conexão em um computador.
Conectando aum computador
Caso você deseje usar seu Impulse com um software de música em seu computador, a conexão física será
feita por um simples cabo USB entre o Impulse e a porta USB do computador.
ModoAutomap
O método mais simples de fazer a interface do seu computador com o Impulse é usar o software Novation
Automap fornecido. O Automap vai detectar automaticamente seu teclado Impulse e qualquer plug-in de
DAW que estiver ativo, e irá configurar os controles assinaláveis do Impulse aos vários parâmetros do
plug-in de uma maneira inteligente. Você tem a opção de editar esses controles assinaláveis se você
preferir que o mapeamento de controle seja diferente do padrão em alguns pontos.
Assim como controlar parâmetros dos seus plug-ins, o Impulse também te oferece um hardware de
controle semelhante a uma mesa de som, na forma de faders, botões de mute e solo para cada canal
(somente nos modelos Impulse 41 e 69). Por padrão, o Automap irá configurar os faders em ordem de
canal para o controle dos níveis de cada um no mixer da DAW, mas eles podem ser reconfigurados de
outra maneira.
Mododemapeamentomanual
Esse método de interface é recomendado somente para usuários avançados. O Impulse será conectado ao
seu computador da mesma maneira, mas será usado como controlador MIDI de uso geral para seus plug-
ins etc., uma vez que você fará todo o mapeamento MIDI individualmente. Assim você pode criar templates
personalizados para atenderem precisamente ao seu método de trabalho.
Português
15
Usandocominterfacedehardware MIDI
Você também pode usar o Impulse para controlar outro hardware compatível com MIDI, como módulos de
som, processadores de efeitos, e por aí vai. Para tanto, use as portas padrão MIDI no painel traseiro do
Impulse e cabos MIDI padrão DIN de 5 pinos. Como não haverá um computador para fornecer alimentação
elétrica para o Impulse, você precisará utilizar uma fonte separada AC-para-DC desenvolvida para
alimentar dispositivos USB. Essa é a configuração que você pode querer empregar em performances ao
vivo, por exemplo, para evitar a necessidade de um computador no palco.
Usandoumhardwareexterno eum computador juntos
Você pode querer utilizar seu software e música e um ou mais dispositivos de hardware, como seus
módulos de som favoritos etc., assim como o Impulse. Nesse caso, você pode usar a USB e as portas DIN
para transferência de dados MIDI ao mesmo tempo. A porta USB se conectará ao seu computador
normalmente, enquanto as portas DIN se conectarão ao hardware externo. O Impulse te permite escolher
qual dos dispositivos externos será controlado pelo computador, ou pelo Impulse. Veja “Fonte de MIDI
Out” nos próximos capítulos.
Português
16
VISÃO GERAL DO MENU
A maior parte das configurações do Impulse são carregadas pelo menu do sistema e pela tela LDC. O
menu do sistema também é utilizado para modificar templates.
Características do displayLCD eNavegaçãono Menu
Ao passo que os menus variam conforme a função em questão, há certos princípios que sempre são
aplicáveis.
A linha superior com 8 caracteres mostram os parâmetros do
Impulse ou as configurações sendo ajustadas. Os 3 caracteres
grandes na linha inferior mostram o valor do parâmetro ou a
configuração em si. Em qualquer um dos menus você pode
alternar entre as páginas disponíveis com os botões + e -.
Os símbolos de + e – à direita do display se há mais páginas, e
em que direção elas se encontram.
Em qualquer página do menu, o potenciômetro de Data 14 é usado para variar o valor do parâmetro ou a
configuração. Algumas configurações – por exemplo, o Aftertouch no menu Keyboard – possuem somente
dois valores – ‘On’ e ‘Off’. Outros possuem uma gama completa de valores ‘analógicos’, geralmente entre
0 e 127. O efeito de se alterar um parâmetro é imediato e será recordado quando você sair da página de
menu.
Ícone de Computador Conectado
O ícone de Computador Conectado confirma que o Impulse está se comunicando corretamente
com computador, e um plug-in ou mixer de DAW está disponível. O ícone estará apagado se você estiver
utilizando o Impulse sem um computador, ou quando estiver conectado a um computador, mas nenhum
mixer de DAW ou plug-in estiver disponível.
Controle Ativo
O ícone de Controle acende quando um controle assinalável (por exemplo, encoder giratório,
fader, botão ou pad) é movido. O display de 3 caracteres abaixo do ícone confirma que controle você esta
usando; Fd = Fader, En = encoder giratório, dP = drum pad (disparando algo), seguindo do número do
controle (1 a 8). A barra vertical ao lado do ícone mostra os valores do controle.
Português
17
EXPLORANDO O IMPULSE
O Impulse é um teclado controlador MIDI completamente assinalável, cuja operação gira em torno do
conceito de templates. Um template (veja no Glossário), diz ao Impulse ‘o que fazer’ – isso define como ele
será configurado em termos de coisas como seus parâmetros MIDI, limites das zonas do teclado,
configuração dos controles, e por aí vai. Há 20 templates padrão pré-definidos disponíveis*;alguns deles
foram criados para o uso com um software específico ou dispositivos de hardware. Todavia, qualquer um
deles pode ser modificado para seu próprio uso, caso você deseje. Note que, em geral, quando estiver
usando o Impulse com o software Automap esses templates não serão usados. O Impulse funciona de
uma maneira um pouco diferente quando é usado com o Automap e isso será descrito mais tarde nesse
manual.
*Uma tabela mostrando os templates padrão pode ser encontrada na seção de Apêndices desse manual.
Fazer o Impulse funcionar exatamente como você quer, em última instância, pode significar editar um
desses templates. Por exemplo, você provavelmente quererá usar o Impulse de diversas maneiras em seu
estúdio para gravar com seu software de música, se comparado a como você o usa em performances ao
vivo. É provável que você utilize diferentes templates para essas duas situações.
Lendoesalvando umtemplate
Na tela padrão (por exemplo, com nenhum LED de botão aceso
na seção Template Edit), rode o potenciômetro Data 14 ou
pressione os botões +/- 7 até que o número do template
necessário seja mostrado (1 a 20). O template estará ativo assim
que seu número for mostrado. Nota: Para selecionar um
template se os valores dos parâmetros MIDI estão sendo
mostrados no momento, use os botões +/-. Alternativamente,
você pode pressionar qualquer um dos botões Keyboard,
Controls, Zones, MIDI Chan ou Setup duas vezes para acessar a
tela te templates.
Quando você tiver modificado os parâmetros MIDI para qualquer
um dos controles, você deve salvar as alterações ao template
selecionado no momento. (Um ícone de SAVE acenderá no
display para te indicar que você o fez). A função é acessada ao se
segurar o botão Shift apertado e apertar o botão Keyboard. Isso
abrirá uma tela de confirmação que contém o nome do template,
o qual você poderá editar um caractere por vez, caso deseje.
O caractere a ser editado é o que tiver um cursor que pisca sob
ele. Use o potenciômetro Data 14 para alterar o caractere, e os
botões de +/- 7 para ir para o próximo caractere a ser alterado.
Quando você tiver terminado de editar o nome, pressione Enter,
e a tela SaveTpl? (Save Template) aparecerá. Se você estiver
satisfeito com o nome alterado e template correto, pressione
Enter novamente. (Antes de pressionar Enter, você pode usar o
potenciômetro DATA para escolher um template diferente ao
qual o novo nome será aplicado, caso queira).
Note que se você fizer alterações a um template mas não salvá-
las, quando você tentar carregar um template diferente o Impulse mostrará a mensagem: Discart? Use o
potenciômetro Data para selecionar No ou Yes, e pressione Enter para confirmar. Caso selecione Yes, as
alterações serão perdidas.
Português
18
Modo Help
Pressionar os botões + e – 7 juntos habilita o Modo Help (Ajuda). Isso será confirmado pelo hLP no
display. No modo Help, apertar qualquer botão gera uma mensagem de texto no display para te lembrar o
que cada botão faz e como usá-lo.
Configurandoos controlesdoImpulse
Uma vez que cada template pode conter toda uma gama de
configurações, certifique-se de estar usando o template correto
antes de fazer qualquer mudança nos parâmetros MIDI.
Pressionar o botão Controls 8 acessa o modo Control Edit, o
display estará como mostrado à esquerda, e o LED do botão
Controls acende. Pressione o botão outra vez para sair do modo.
Utilizar qualquer um dos controles – por exemplo, faders 1-9*,
botões 1-9*,encoders 1-8 ou os drum pads – faz o display
mostrar o parâmetro correspondente a esse controle. O número
do controle selecionado é mostrado, por exemplo, Fd3 (Fader 3)
ou Bt5 (Botão 5).
Os parâmetros MIDI podem ser selecionados ao se pressionar os botões + e – 7 , e esses parâmetros
podem ser alterados com o potenciômetro Data 14 .
Note que os parâmetros MIDI disponíveis variam de acordo com o tipo de controle: faders, encoders
giratórios, a roda de modulação, os drum pads e botões, todos possui páginas de menu diferentes. A
maior parte das páginas serão óbvias, mas uma lista completa de todos os parâmetros disponíveis para
cada tipo de controle, e seus alcances de atuação podem ser encontrados na seção ‘Controles
Assinaláveis – Parâmetros e Alcances’ desse manual do usuário.
Nota: Não se esqueça de salvar suas alterações no template em questão.
*Somente no Impulse 49 e 61.
Português
19
Preview
O modo Preview (Visualização) é concebido para confirmar como
um controle esta configurado no momento sem que se transmita
nenhum dado MIDI para o computador, ou qualquer outro
equipamento. Entre no modo Preview segurando o botão Shift e
apertando o botão Controls. O LED no botão Controls pisca para
confirmar o modo. Pressionar ou mover qualquer controle
assinalável mostrará seu tipo de mensagem MIDI. Pressionar o
botão Controls novamente fará com que você saia do modo
Preview.
ModoSetup
O modo Setup te permite ajustar certas configurações de controle globais. Nesse contexto, ‘Global’
significa configurações que se aplicam a TODOS os templates. O modo Setup é acessado ao se pressionar
o botão Setup; seu LED acende para confirmar que o modo foi acessado. As páginas de Setup podem ser
selecionadas ao se pressionar os botões +/- 7 havendo em cada uma delas configurações disponíveis que
podem ser feitas usando-se o potenciômetro Data 14 .
Página 1: Transport (Transprt)
Se o Automap for usado, ele tomará conta de todo o
mapeamento de transporte para todas as DAWs suportadas e
essa configuração não será aplicável. Entretanto, se você não
estiver usando o Automap, essa configuração te permite
selecionar se o transporte de controles de comandos será feito
como dados MIDI Machine Control (MMC) (MC), ou como dados
Continuous Controles (CC). Quando configura-se para MMC, cada
botão de transporte enviará o comando padrão MIDI apropriado.
Se seu DAW responde a comandos MMC, essa é a melhor
configuração. Em caso contrário, configure em CC. Os botões de
transporte precisarão ser ‘aprendidos’ para as funções de
transporte correspondentes da DAW.
Página 2: Pad Curve (PadCurve)
Seleciona uma das três tabelas de velocity (1 a 3), sendo que
cada uma altera a resposta de velocity dos pads para a força
inicial aplicada a eles quando forem tocados. A Pad Curve 2 é a
padrão e deve ser aceitável para a maior parte dos estilos de se
tocar. Usando a mesma quantidade de força, configurar PadCurve
em 1 gerará notas com velocitys mais baixas e, da mesma
maneira, configurar em 3 resultará em notas com velocitys mais altas. Quando configurado em OFF, a
velocity das notas sempre será configurada em 127.
Página 3: Tempo (Tempo)
Ele configura o tempo do relógio MIDI interno do Impulse, em
BPM. Isso pode ser útil em performances ao vivo com o
arpeggiator e os tempos do roll. O alcance vai de 40 a 240, com o
valor padrão em 120 BPM.
Português
20
Página 4: Clock source (ClockSrc)
Essa configuração seleciona a fonte de sincronização de clock do
Impulse, que são usados para as funções Arpeggiator e Roll.
Essas funções são: Interna (Int), USB (Usb), MIDI (Mid) ou
Automática (Aut). Em Automático, a configuração se reverte a
Interna quando nenhuma fonte USB esta presente; note que o
modo Automático ignora qualquer sinal clock presente no
conector DIN MIDI In. Além disso, o modo Automático assegurará que o clock interno estará rodando para
o caso da fonte externa de clock USB falhar.
Página 5: MIDI Out source (DINFrom)
Essa configuração determina se um dispositivo externo
conectado ao conector DIN MIDI Out receberá os comandos MIDI
localmente do seu Impulse (Loc) ou do computador (USB). Essa é
uma função útil quando se esta usando um software de música e
um dispositivo externo adicional, como synths. A configuração
padrão é local (Loc).
Página 6: SysEx Data Dump (DumpSYX?)
Com essa opção selecionada, pressionar o botão Enter 14 te
permitirá fazer o download das configurações internas do
Impulse nesse momento para o template ativo. Essa é uma
medida muito útil para se fazer backups de segurança ou para
transferir um template para outro Impulse.
Nota – Não é necessário entrar em nenhum ‘modo’ específico para importar dados SysEx. O impulse
sempre esta no modo de ‘leitura de dados’; só é necessário transmitir os dados SysEx (tanto de outro
Impulse, quanto de um computador usando a ferramenta MIDI SysEx). Os dados importados são
inicialmente lidos em um buffer RAM; quando a transferência estiver concluída você pode salvar (save) o
template por cima do template desejado.
Português
21
Configurações do Teclado
Os parâmetros primários do teclado podem se configurados no modo Keyboard, e pode-se entrar nele
pressionando o botão Keyboard 8 ; o LED do botão confirma o acesso ao modo. As configurações desse
modo variam conforme o template, então certifique-se de estar usando o template correto antes de
acessar esse modo. As páginas de configuração do modo Keyboard podem ser selecionadas apertando-se
os botões +/- 7 e os parâmetros em cada uma podem ser ajustados usando o potenciômetro Data 14.
Página 1: Midi Port (MIDIPort)
Permite configurar a porta MIDI para ser usada com o template
ativo no momento. As opções são: USB (USB), MIDI (Mid) ou All
(ALL). O padrão é All (por exemplo, USB e porta DIN MIDI).
Página 2: Curva de Velocity do Teclado (VelCurve)
Seleciona uma das quatro tabelas de velocity (1 a 4). Velocity 2 é
o padrão, e deve ser aceito para a maior parte dos estilos de se
tocar. Usando a mesma quantidade e força, a configuração
VelCurve em 1 emitirá notas com velocity´s mais baixas quando
comparado a configurações mais altas, como 3 ou 4. Quando
estiver configurado em Off, todas as notas tocadas no teclado
tem a velocity fixa em 127.
Página 3: Aftertouch (Aftertch)
O teclado do Impulse é equipado com o Channel Aftertouch, que
envia um conjunto adicional de dados MIDI quando uma pressão
adicional é aplicada a uma tecla que já esta sendo tocada. As
opções são On ou Off. A configuração padrão é On uma vez que
muitos plug-ins utilizam o Aftertouch, mas em algumas
situações, você pode preferir desabilitá-lo.
Português
22
CanalMIDI
Os dados MIDI podem ser enviados em qualquer um dos 16
canais, e só serão recebido e interpretados corretamente se o
dispositivo receptor estiver configurado para o mesmo canal.
Pressione o botão MIDI Chan para configurar o número do canal.
Use o potenciômetro Data para alterar o número do canal MIDI
do padrão 1.Note que os números do canal MIDI são parte do
template, portanto, qualquer mudança deve ser salva no
template conforme descrito acima (veja a seção “Lendo e
Salvando um Template”).
Zones
Normalmente, o teclado do Impulse utiliza o mesmo canal MIDI para as notas. Usando a função Zones isso
pode ser dividido em 2, 3 ou até 4 regiões separadas ou sobrepostas. Cada Zona pode ter sue próprio canal
MIDI, porta, e extensão do teclado. Essa função pode ser de enorme benefício quando se toca ao vivo.
Pressione o botão Zones para habilitar e configurar as zonas do teclado; o LED no botão acende para
confirmar o acesso ao modo.
Página 1: Zones Enable (KbdZones)
Use o potenciômetro para selecionar entre On ou Off (padrão).
Quando a função está configurada em On, o ícone Zones ON
acende no display para te lembrar que Zones esta habilitada.
Página 2: Zone 1 Start (Z1Start)
Há duas maneiras de se escolher a nota mais grave na Zona: 1)
pressione a nota no teclado, e o nome dessa nota será mostrado;
2) use o potenciômetro de dado para navegar pela lista de notas
disponíveis.
Português
23
Página 3: Zone 1 End (Z1End)
Você pode escolher a nota mais aguda da Zona da mesma
maneira que a mais grave.
Página 4: Zone 1 Octave (Z1Octav)
Permite alterar a oitava em que as notas da zona em questão
tocarão. Configurar em 0 (o padrão) significa que as notas na
zona tocarão sua altura normal. Note que o alcance de oitavas
disponível varia entre os diversos modelos de Impulse.
Página 5: Zone 1 MIDI Channel (Z1Chan)
Cada Zona pode usar um canal MIDI diferente, te habilitando a
tocar fontes sonoras diferentes em partes diferentes do teclado.
Você pode configurar a Zona para qualquer um dos 16 canais
MIDI padrão, ou selecionar tPL, para que o canal MIDI da Zona
siga aquele configurado no template em uso.
Página 6: Zone 1 Ports (Z1Ports)
Assim como você pode selecionar um canal MIDI diferente para
cada Zona, você também pode configurar que Porta MIDI cada
Zona usará. As opções são: Template (tPL) – a porta será
configurada para aquela do template em uso; USB (Usb) – a porta
USB será usada; MIDI (Mid) – os conectores DIN serão usados;
All (ALL) – as portas USB e DIN serão usadas; Off (Off) – a Zona é
desabilitada.
Páginas 7 a 21: Zonas 2 a 4
As demais páginas no menu Zones repetem as configurações disponíveis para a Zona 1 nas páginas 2 a 6.
ProgramChange
Você pode transmitir um MIDI Program Change (Mudança de
Programa MIDI) do Impulse.Pressione Shift + MIDI Chan para
habilitar o modo Prog Change.
Selecione o número do Program Change com o potenciômetro
Data e os dados MIDI serão transmitidos. Note: Os valores MIDI
do Program Change são automaticamente transmitidos
conforme o potenciômetro Data é girado – por exemplo, isso
possibilita navegar entre os patches simplesmente ao se girar o
potenciômetro. Pressione Enter para sair desse modo e reverter
a tela para a aparência original.
Português
24
Controles deTransporte
O Impulse foi concebido com um conjunto padrão de seis controles de ‘transporte’ 18, que podem ser
usados para começar, parar, realocar etc., na timeline da sua DAW. Ele atua como um controle remoto
conveniente para o software e duplica os botões em tela.
Os botões de transporte sempre estão ativos, mas sua DAW precisará estar configurada corretamente
para responder aos seus comandos. Além disso, você precisará se certificar de que eles estão
configurados para enviar o tipo correto de mensagem MIDI – MIDI Machine Control ou Continuous
Controller – para a DAW. (Veja a seção “Modo Setup”)
Arpejador
O impulse possui um arpejador poderoso que permite aos arpejos variações de complexidade e ritmo a
ser tocado, e isso em tempo real. Caso uma única tecla seja pressionada, a nota será tocada novamente
pelo arpejador. Se você tocar um acorde, o arpejador reconhece suas notas e as toca individualmente em
sequência (a isso se denomina arpejo, ou ‘sequência de arpa’); então, se você tocar uma tríade de Dó
Maior, as notas selecionadas serão Dó, Mi e Sol.
O arpejador do Impulse é habilitado ao se pressionar o botão Arp 15 ; seu LED acenderá para confirmar a
ação e os oito drum pads ficarão verdes. Segurar uma nota apertada a repetirá na sequencia, e você verá a
luz dos pads mudar conforme o padrão progride.Inicialmente, todos os beats habilitados na sequência são
tocados mas, se você pressionar um pad, o beat correspondente à posição daquele pad será omitido da
sequência, criando um padrão rítmico. O pad ‘deselecionado’ acenderá em vermelho, ao invés de verde.
Um pad ‘deselecionado’ pode ser reabilitado apertando-o uma segunda vez. Os pads são sensíveis a
velocity, e ao quão forte eles são apertados logo, quando habilitados, isso determina a velocity da nota na
sequência. O estado inicial padrão é que todas as notas na sequência sejam tocadas com velocity igual.
Português
25
MenudeConfiguraçõesdoArpejador
Vários parâmetros do arpejador podem ser ajustados no Menu de Configurações do Arpejador, no qual se
entra segurando o botão Shift e apertado Arp; o LED no botão Arp piscará nesse modo.
Página 1: Sync (Sync1/x)
Esse parâmetro determina efetivamente o beat da sequencia do
Arp, baseado no andamento (veja a seção ‘Tempo’). A taxa para a
sincronia é ajustada com o potenciômetro de Data pode ter
qualquer um dos 12 valores entre 1 a 96 beats, que
correspondem a divisões do andamento.
Página 2: Gate (Gate)
Esse parâmetro a duração básica das notas tocadas pelo
Arpejador e a partir dele pode ser alterado o parâmetro Swing
(veja abaixo). Quanto menor o valor do parâmetro, menor a
duração da nota tocada. Com uma configuração de 100, cada
nota da sequência será imediatamente seguida pela próxima
sem nenhum silêncio entre elas. No valor padrão de 50, a
duração da nota é exatamente a metade do intervalo do beat, conforme configurado no andamento, e cada
nota é seguida por uma pausa de igual duração. Valores superiores a 100 farão com que as notas se
‘sobreponham’.
Página 3: Swing (Swing)
Caso esse parâmetro esteja configurado para algo diferente do
seu padrão de 50, alguns interessantes efeitos rítmicos a mais
podem ser conseguidos. Valores mais altos de Swing aumentam
os intervalos entre notas ímpares e pares, enquanto os
intervalos par-ímpar são correspondentemente diminuídos.
Valores mais baixos causam o efeito contrário. Esse efeito é
mais fácil de se experimentar que se descrever!
Português
26
Página 4: Arp Mode (ArpMode)
O arpejador vai tocar todas as notas das teclas apertadas em
uma sequência que é determinada pelas configurações do Modo
Arp. As opções são:
- Up (uP) – a sequência começa com a nota mais grave tocada;
-Down (dn) –s a sequência começa com a nota mais alta tocada;
- Up/Down 2 (ud2) - a direção da sequência alterna e repete as
notas mais aguda e mais grave tocadas;
- Chord (crd) – todas as notas são tocadas simultaneamente
como um acorde;
- Up/Down (uPd) – a direção da sequência alterna;
- Random (rnd) – as teclas seguradas são tocadas em uma ordem
continuamente variável;
- Key Order (PLY) – a sequência inclui as notas na sequência na
ordem em que elas foram tocadas.
Página 5: Arp Octave (ArpOctv)
Essa configuração adiciona oitavas mais altas à sequência Arp.
Se ‘Arp Octave’ esta configurada para 2, a sequência será tocada
normalmente, e imediatamente tocada novamente um oitava
acima. Valores mais altos de ‘Arp Octave’ estendem esse
processo adicionando oitavas mais altas à sequência. Valores de
‘Arp Octave’ maiores que 1 têm o efeito de dobrar, triplicar etc., a
duração da sequência. As notas adicionais a somadas duplicam a sequência original completa, mas uma
oitava acima. Se, uma sequência de 4 notas é tocada com ‘Arp Octave’ em 1, terá 8 notas com o ‘Arp
Octave’ configurado em 2. As configurações do ‘Arp Octave’ são 1, 2, ou 4.
Página 6: Arp Lenght (ArpLngth)
Configura a duração da sequência e seu valor padrão é 8.
Reduzir o valor da configuração diminui o número de notas na
sequência.
ConfigurandooAndamentodoArp/Roll
O andamento para os modos Arp e Roll é configurado na página Tempo do menu Setup (veja “Tempo”, na
seção “Modo Setup”). Entretanto, ela pode ser diretamente acessada pressionando Shift+Roll 8 + 15 ; O
LED Roll e o drum pad 5 piscam nesse modo. Outra opção é configurar o andamento ‘manualmente’
marcando um andamento contínuo no drum pad 5. Note que configurar o andamento dessa maneira só é
possível se a Clock Source estiver configurada em Internal (veja “Clock Source”, na seção “Modo Setup”).
Note que ao apertar +, você também pode acessar a página de configurações de Clock Source desse
menu.
Pressione Roll novamente para cancelar e retornar o display normal.
Português
27
ModoRoll
O modo Roll te dá um método conveniente de disparar uma única nota repetidamente - geralmente, um
efeito percussivo como um som de bateria. Habilite o Roll pressionando o botão Roll 15 . O LED do botão
Roll acende e os drum pads acendem em vermelho. Agora, pressionar um drum pad irá disparar o som
(previamente endereçado para ele) por todo o tempo em que o pad estiver for segurado. A sensibilidade de
velocity do pad ainda estará ativa – o volume sonoro será proporcional à pressão aplicada ao pad. Veja
também “Pad Curve”, na seção “ Modo Setup”.
Alguns parâmetros de arp (disponíveis no Menu de Configurações do Arpejador – veja seção de mesmo
nome) têm efeito no padrão rítmico do roll.
Menu Boot
O menu de boot não será necessário durante a operação normal, mas para te permitir atualizar o
firmware do Impulse, conferir o número da versão do firmware e também para reiniciar todas as
configurações para os padrões de fábrica.
Para acessar o menu de boot, aperte simultaneamente os botões +, - e Shift enquanto liga o Impulse – por
exemplo, enquanto conecta o cabo USB.
Página 1: Exit (Exit)
Pressione Enter para sair do menu boot.
Página 2: Setup (Setup)
Essa página se relaciona com o modelo do Impulse e serve para
uso exclusivo do fabricante. Não altere essas configurações! Um
longo toque no botão – (Cancel) sairá dessa página.
Português
28
Página 3: Version (Version)
Pressionar Enter mostrará a versão do firmware do Boot
PRogram; pressione o botão + para ver o número da versão do
firmware atual. Um toque longo no botão – (Cancel) sairá dessa
página.
Página 4: Restore Factory defaults (FacRst)
Restaura todas as configurações internas do Impulse para os
valores originais de fábrica. Qualquer mudança que você tiver
feito será perdida. Pressionar Enter levará a uma tela de
confirmação (Really?) para que você tenha mais uma chance de
mudar de ideia! Pressione Enter novamente para continuar, ou
dê um longo toque no botão – (Cancel) para sair da página.
USANDO O IMPULSE COM O AUTOMAP 4
Introdução
O Automap é um software desenvolvido para fazer a interface do seu Impulse com seu software de
música. Ele simplifica o processo de endereçamento dos controles do Impulse para os parâmetros dos
plug-ins e/ou mixer da DAW uma vez que sua operação é virtualmente automática e roda
transparentemente em segundo plano.
Informações completas sobre instalação, configuração e operação do software Automap podem ser
encontradas separadamente no Manual do Usuário do Automap. Você pode baixa-lo de nosso website:
www.novationmusic.com/support. Ele contém informações muito mais detalhadas sobre o Automap 4 do
que é possível incluir nesse Manual do Usuário. Por favor, consulte-o se necessário. Note que o Automap
4 é um software genérico desenvolvido para fazer a interface com inúmeros outros produtos além do
Impulse.
InstalandooAutomap 4 emseucomputador
Você encontrará o arquivo instalador do Automap 4 no DVD fornecido junto ao seu Impulse, acompanhado
de um Manual do Usuário dedicado ao Automap 4. Primeiramente, consulte esse manual para certificar-
se de que seu computador se encaixa nas especificações mínimas de instalação do Automap 4.
Procure o Manual do Usuário fornecido com o Impulse; ele oferece as instruções completas de instalação
e configuração. Todos os drivers necessários são instalados automaticamente como parte desse
processo. A instalação será acompanhada com um Assistente de Instalação. Siga todas as instruções em
tela; você também pode achar útil procurar o Manual do Usuário do Automap 4.
AtualizandoofirmwaredoImpulse
Quando você fizer a instalação do Automap 4 pela primeira vez, ou instalar uma próxima atualização do
Automap, o Assistente de Instalação irá conferir se o firmware no Impulse conectado esta atualizado.
Caso não esteja, o Assistente de Instalação vai te guiar pelo processo de atualização do firmware do seu
Impulse.
Nota: Atualizar o firmware não apaga seus templates.
Português
29
ConfigurandosuaDAWparaocontroledoAutomap 4
O Automap 4 possui tarefas diferentes tarefas para realizar em sua DAW e precisa ser configurado
corretamente para habilitar o controle total ao Impulse. Primeiramente, você precisa habilitar seus vários
plug-ins para o uso com o Automap 4. Isso não afetará o funcionamento normal deles de maneira
nenhuma, porém, uma vez habilitados, você poderá alterar seus parâmetros a partir do Impulse. O
Automap 4 contém um procedimento de configuração simples para te permitir fazer isso.
Compatibilidade com DAWs:
Até o momento em que esse manual foi escrito, as DAWs oficialmente suportadas pelo Impulse e o
Automap 4 são:
Mac:
Live
Pro Tools
Cubase
Logic
Reason
Windows:
Live
Pro Tools
Cubase
Sonar
Reason
NOTA: Confira o site da Novation para informações de compatibilidade atualizadas.
www.novationmusic.com/support
Caso sua DAW não esteja listada, mas suporta HUI, você ainda pode utilizar o Automap 4 para controlar as
funcionalidades do mixer. Veja o Manual do Usuário do Automap 4 para maiores detalhes.
Habilitando seus plug-ins e configurando sua DAW
Esse é um procedimento simples; localize o ícone do Automap na barra de Menu (Mac) ou na Barra de
Tarefas (Windows); clique nele e selecione Sistem Setup...; Isso abrirá a janela de configurações do
Automap. Selecione seu hardware e DAW e clique no botão Setup... Desse ponto a diante, por favor, siga
as instruções em tela e o Manual do Usuário do Automap 4.
Português
30
OPlugin,MixereosbotõesMIDI
Esses botões são o centro das operações principais do Impulse. Os botões disponíveis são diferentes no
Impulse 25.
Botões do Encoder 11
Os dois botões juntos aos encoders giratórios controlam suas funções:
- Plugin – esse modo é usado com o Automap 4; os encoders se tornam controles físicos dos
parâmetros dos seus plug-ins. O mapeamento dos encoders para os parâmetros é determinado
pelo Automap 4.
- Mixer – pressione os botões Plugin e MIDI juntos; ambos os LEDs acendem. Nesse modo os
encoders controlam funções do mixer da DAW – por exemplo, Pan e Aux sends – conforme definido
pelo Automap 4.
- MIDI – quando o LED MIDI estiver aceso, os encoders enviarão dados MIDI normais, conforme
definido pelo template em uso no Impulse. Esse é o modo que você usará caso não esteja utilizando
o Automap 4 (por exemplo, sem computadores conectados).
O botão do fader (somente no Impulse 25) 10
Esse botão controla a ação desempenhada pelo único fader do Impulse 25:
- Mixer - se o LED estiver aceso, o fader esta pronto para o uso com o Automap 4, e o fader atuará
com um controle de volume de uma pista do mixer da DAW. O endereçamento da pista é feito na
tela (veja o Manual do Usuário do Automap); além disso, Shift + Octave> ou Shift + Octave˂ te
permite trocar entre as pistas vizinhas umas das outras.
- MIDI – no estado alternativo (LED apagado), o fader estará no modo MIDI, e pode ser utilizado
para enviar dados MIDI conforme definido pelo template em uso.
Os botões de fader (Impulse 49 e 61) 12
Os dois botões juntos aos faders determinam como eles funcionam:
- Mixer – nesse modo (LED de Mixer aceso), os faders estão prontos para o uso com o Automap4, e
funcionarão como controles de volume para os canais do mixer da DAW.
- MIDI – no modo MIDI, os faders podem ser usados para enviar dados MIDI conforme o definido
pelo template em uso.
Botões junto aos encoders Botões Mixer e MIDI juntos aos
faders – Impulse 49 e 61
Botão Mixer/MIDI –
Impulse 25
Português
31
ModoAutomap
Normalmente, a seleção do modo Automap no Impulse será completamente automática. Quando você
conectar o Impulse pela primeira vez ao seu computador, antes de rodar seu software de música, você
verá que o LED do botão MIDI [11] está aceso. Isso significa que o Impulse esta no modo ‘manual’ e pronto
para ser usado como um controlador MIDI de uso geral. Quando você rodar seu software de música o
Automap 4 também será rodado, o LED MIDI se apagará e os LEDs de Plugin e Mixer acenderão. O
Impulse estará pronto para o uso com Automap 4.
AutomapMappingEditor(EditordeMapeamento)
1. Encoders
Em sua DAW, selecione o Plug-in que você quer controlar. Abra a janela do Automap Mapping Editor (um
clique sobre o ícone do Automap na Barra de Menu (Mac), ou dois cliques na Bandeja do Sistema
(Windows)), e certifique-se de que há um retângulo vermelho ao redor da seção de encoders da imagem
do Impulse. Caso não haja, clique na área do encoder.
Isso mostrará a primeira de várias páginas (o número varia conforme o plug-in) que representam
graficamente os encoders giratórios.
Essa janela te mostrará que parâmetro do plug-in foi endereçado a que encoder pelo Automap 4, e seu
valor atual. Mover qualquer encoder mudará o valor mostrado na janela, e você também deve ver o
controle equivalente no plug-in sendo alterado.
A maior parte dos plug-ins possui mais de 8 parâmetros, então, páginas adicionais são fornecidas pelo
Automap 4. Elas podem ser acessadas de duas maneiras:
- Pelo Impulse – pressione Shift + Plugin e Shift + MIDI (Page Up/Page Down) para trocar de páginas em
qualquer direção;
- Pelo Automap – clique nos ícones Page Up e Page Down na barra de ferramentas da janela do Mapping
Editor.
Português
32
2. Faders – somente Impulse 25
Clicar na área de faders da imagem do Impulse na janela do Mapping Editor fará o display mudar para
uma configuração de nove faders (inicialmente para as Pistas 1-8 mais o fader geral). Como o Impulse 25
possui um único fader, ele será endereçado para a Pista 1, inicialmente.
Usando o Track Up/Down (essas são funções secundárias ativadas com o botão Shift + Octave 9 ) é
possível acrescentar/subtrair o mapeamento de pistas para o fader físico, o que te permite construir sua
mix um canal por vez. Veja item “Track Up/Down” a seguir.
Como acontece com os encoders, há páginas adicionais da janela do Mapping Editor. Elas podem ser
acessadas da mesma maneira como foi descrito acima.
3. Faders – Impulse 49 e 61
Clicar na área dos faders na imagem do Impulse na janela do Mapping Editor fará com que a imagem
mude para um conjunto de nove faders. Essa imagem representa os nove faders do Impulse.
Português
33
Normalmente, os faders serão endereçados para os Canais 1-8, mais o Master, e isso será confirmado
pelas legendas baixo dos faders. Canais de números maiores e funções adicionais do mixer (como os
volumes dos Sends) podem ser encontradas nas páginas adicionais. Você pode usar os botões de Bank
(Shift + MIDI, Shift + Mixer perto dos faders) para alternar ‘para os lados’ e selecionar um conjunto
adicional de oito canais consecutivos.
Botões de Mute e Solo
Os modelos Impulse 49 e 61 estão equipados com botões de Mute/Solo 3 dedicados a cada canal
posicionados abaixo de cada fader. Eles também são representados em tela e refletem o status de cada
botão físico. O botão Select 13 de Mute/Solo alterna a função desses botões entre Mute e Solo. No modo
Mute (LED apagado), o botão silenciará o canal do mixer que ele estiver controlando; No modo Solo (LED
aceso), pressionar o botão irá silenciar todos os canais do mixer, menos o canal que o botão estiver
controlando.
Botões Mute e Solo – mapeamento alternativo
Assim como atuar como Mute ou Solo para cada canal, quaisquer dos oito botões do Impulse 49 e 61
podem ser endereçados para exercer outras funções (dependendo de sua DAW). Clique em um botão na
janelo do Mapping Editor e selecione uma função alternativa na lista do painel Edit Assignment. Note que
a lista inclui tanto funções alternativas para os faders e para os botões.
TrackUp/Down
Track Up/Down são funções secundárias acessíveis com o Shift + um dos dois botões Octave 9 . Elas te
permitem ‘subir’ ou ‘descer’ os faders uma pista ou instrumento por vez em sua DAW. No caso do Impulse
49 e 61, a pista da DAW ativa no momento subirá ou descerá, enquanto os oito faders continuarão
endereçados para o banco de oito pistas atual (veja o item “Bank Up/Down, a seguir). Em algumas DAWs,
selecionar uma pista nova em um banco de oito pistas diferentes fará com que os controles sejam
automaticamente alternados para um novo banco, enquanto em outras DAWs será necessário alternar os
bancos manualmente usando os botões Bank Up/Down (veja abaixo).
No Impulse 25 o único fader pode subir ou descer entre os canais consecutivos da DAW da mesma
maneira, ao se apertar sucessivamente Track+.
BankUp/Down
Essa função só é disponível no Impulse 49 e 61. Bank Up/Down são funções secundárias acessadas com
os botões Shift + Mixer/MIDI 12 . Bank Up/Down realizam as mesmas funções de Track Up/Down, mas
atuam em oito faders/botões por vez. Por exemplo, se os Faders (e botões) 1-8 estão endereçados para os
canais 1-8 da DAW, e é pressionado Shift + Mixer (por exemplo, Bank Up), os faders/botões passarão a
controlar os canais 9-16.
ModoLearn
O Impulse possui a função Learn que simplifica o processo de mapeamento de parâmetros. O modo Learn
te permite mapear parâmetros adicionais aos controles, ou sobrepor parâmetros já existentes com outros
novos. No modo Automap, o Learn é ativado somente com o botão Shift 8 .
1. No próprio plug-in, clique sobre o controle do parâmetro que você quer mapear e altere suavemente
seu valor. Esse se tornará o último controle a ser usado.
2. No Impulse, pressione Learn, e mova o controle ao qual você quer mapear o parâmetro.
3. O nome e valor parâmetro já estarão mapeados para o controle.
Português
34
MANUAL PARA DAW
Estamos assumindo que você já está bastante familiarizado com o funcionamento de sua DAW favorita.
Havendo diferenças na maneira como cada DAW em particular trabalha com o Impulse (e/ou o Automap),
você deveria conferir a página de suporte técnico no website da Novation
(www.novationmusic.com/support), onde você encontrará orientações específicas sobre o uso do Impulse
com cada DAW listada na seção “Configurando sua DAW para o controle do Automap 4”.
Quando estiver instalando o Automap 4 é importante seguir cuidadosamente as instruções dadas pelo
Assistente de Instalação do Automap 4.
Ableton Live emodo Clip-launch(Macou Windows)
O Ableton Live Lite 8 é um pacote de software de música que você encontrará empacotado junto ao
Impulse e o Automap. Você também encontrará um Manual do Usuário do Ableton Live completo no DVD
que acompanha o Impulse. Ele contém informações sobre como instalá-lo em seu computador; também
há algumas informações adicionais no Manual do Usuário do Impulse.
Há alguns tópicos gerais para se salientar sobre o funcionamento do Ableton Live Lite usando o Impulse
como um controlador.
- O Ableton Live Lite se difere das demais DAWs compatíveis porque não precisa do Automap 4
para fazer sua interface com o Impulse. Mesmo assim recomendamos que você ainda instale o
Automap 4 em seu computador, e siga todas as instruções de Instalação em tela como faria para as
outras DAWs. (Você será avisado para fechar o Automap ao fim da Instalação).
- Quando estiver usando o Impulse 25 no modo Mixer, os encoders giratórios irão configurar os
mesmos parâmetros em cada pista de um Banco de oito, dependendo esse de que Pista esta
selecionada no Ableton Live Lite. Assim, se a Pista 5 esta selecionada, as Pistas 1 a 8 serão
controláveis; se a Pista 11 estiver selecionada, as Pistas 9 a 16 serão controláveis.
- Page+ e Page- te permitem navegar pelos parâmetros do mixer disponíveis: Pan, Sends A a D,
para o conjunto de oito Pistas em questão. Somente no Impulse 25, o Track Volume também é
disponível como um parâmetro controlável.
- O mixer do Ableton Live Lite pode ser configurado com qualquer número de canais de Return (A,
B, C, etc.), mas o Impulse só permite o controle dos quatro primeiros – Returns A a D.
- No Impulse 25, o fader irá controlar o volume da Pista que estiver selecionada no modo Mixer.
- Os botões Track+ e Track- selecionam o ‘active’ Track no Ableton Live.
- AS funções dos botões de transporte variam entre as visualizações Session View e Arrangement
View do Ableton Live Lite.
Botão Session View Arrangement View
Rwd Sobe uma cena Rwd; Shift+Rwd = volta ao começo
FFwd Desce uma cena FFwd; Shift+FFwd = vai para o final
Stop Para Para
Play Play Play
Loop Toca a cena selecionada Habilita/Desabilita a função Loop
Rec Inicia a gravação do arranjo Grava
Português
35
- O Impulse pode ser colocado no modo Clip Launch ao se apertar simultaneamente os botões Roll
e Arp. Isso redefine a função dos drum pads, que agora disparam os Clips da Cena selecionada. Os
pads se iluminarão de acordo com o status dos Clips:
-Apagado – não há clip presente
-Amarelo – clip disponível
- Verde – Clip sendo tocado/pronto para tocar
- Vermelho – Clip em gravação/pronto para gravar
Cores piscantes indicam que o Ableton Live Lite esta esperando o começo do próximo
compasso antes de realizar o último comando.
- O Impulse também é compatível com o Max for Live da Ableton. Todos os controles (faders,
botões, encoders, pads) serão completamente por controles do Max for Live, por exemplo, usando
o Live API. Por outro lado, rodas, aftertouchs e pedais não serão suportados, uma vez que eles não
interagem com o Live diretamente; eles simplesmente enviam dados MIDI.
- O modo Preview é oferecido para confirmar como um encoder esta configurado sem, de fato,
alterar nenhum parâmetro do Ableton Live. Acesse o modo Preview segurando o botão Shift e
pressionando Controls. O LED no botão Controls pisca para confirmar o modo. Mover qualquer um
dos oito encoders mostrará seu correspondente no Ableton Live. Para sair do modo Preview,
pressione Controls novamente.
Português
36
RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS
Para as informações e assistências mais atualizadas sobre o seu Impulse, por favor, visite:
www.novationmusic.com/answerbase
Exemplos Básicos deResoluçãode Problemas
- O Impulse não liga corretamente quando conectado a um laptop via USB.
Quando uma conexão USB é usada para alimentar o Impulse por um laptop, o Impulse pode não se
iniciar com sucesso. Isso acontece porque o Impulse não consegue receber eletricidade suficiente
do laptop. Quando for fazer a alimentação do Impulse pela porta USB de um laptop é recomendável
que o este esteja ligado à sua fonte de alimentação elétrica, ao invés de usar somente sua bateria.
Também recomendamos que o Impulse esteja conectado diretamente a uma porta USB nativa do
computador, e não a um hub USB. O funcionamento correto não pode ser garantido se um hub
estiver sendo usado.
Alternativamente, para utilizar o Impulse como dispositivo stand-alone, ligue-o a uma fonte de
alimentação elétrica AC:USB.
- A transmissão de MIDI Program Change não afeta um dispositivo MIDI conectado.
Alguns dispositivos MIDI não aceitam dados Program Change sem receber dados Bank Select
(CC32 e/ou CC0).
- O Impulse não pode ser selecionado como dispositivo MIDI em um software.
Quando for abrir um software que utilize o Impulse como sua fonte de entrada MIDI e não
conseguir selecioná-lo – seja com o Impulse aparecendo em cinza, ou não aparecendo em uma
lista de dispositivos MIDI disponíveis – feche o programa, espere por 10 segundos, reabra o
programa e tente novamente.
Em algumas circunstâncias, é possível que o driver do Impulse precise de alguns segundos para
estar ativo. Caso o software seja iniciado imediatamente após a conexão do Impulse, sem um
intervalo de alguns segundos entre a conexão com o Impulse e a iniciação do software, o driver do
Impulse pode não estar disponível ainda.
Português
37
TEMPLATES DE FÁBRICA
No
Template Nome do Hardware (8 caracteres)
1
Template MIDI básico para o controle padrão e aprendizado
em MIDI. Evita MIDI CCs comumente usados
BascMIDI
2 Os controles enviam MIDI CCs comumente usados UsefulCC
3
Template de MIDI Geral para Mixer. Os faders enviam volumes
e os encoders enviam Pans em diferentes canais MIDI
GM Mixer
4 Ableton Live e Live Lite Live
5 Propellerhead Reason Reason
6 Apple GarageBand GarageBd
7 Apple MainStage MainStge
8
Template Novation 'Stations':
A-Station
K-Station
X-Station
V-Station
KS
Xio
Bass Station Keyboard
Bass Station Rack
Super Bass Station
Bass Station VST
NovaStat
9 Novation Ultranova UltrNova
10 Novation Nova, Nova II, Supernova, Supernova II SupaNova
11 Instrumentos Nativos - Kontakt Kontakt
12
Instrumentos Nativos – FM 8 (precisa do arquivo de
mapeamento em DVD)
FM 8
13 Instrumentos Nativos – B4 Organ B4 Organ
14
Instrumentos Nativos – Massive (precisa do arquivo de
mapeamento em DVD)
Massive
15 Banco de Template do Usuário Blank
16 Banco de Template do Usuário Blank
17 Banco de Template do Usuário Blank
18 Banco de Template do Usuário Blank
19 Banco de Template do Usuário Blank
20 Banco de Template do Usuário Blank
Português
38
CONTROLES ASSINALÁVEIS –
PARÂMETROS E ALCANCES
Faders, encoders e Roda de Modulação:
Apertar o botão + após o controle desejado acessará as páginas de configuração dos parâmetros:
Type:CC (Controle Contínuo)
CC#:(Número do controle, 0 a 127)
Max: (Valor máximo do parâmetro, 0 a 127)
Min: (Valor mínimo do parâmetro, 0 a 127)
Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL será conforme o definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Type: rPn (Número do Parâmetro Registrado)
MSB: (Byte Mais Significante, 0 a 127)
Bank LSB: (Byte Menos Significante, 0 a 127)
Max: (Valor máximo do parâmetro, 0 a 127)
Min: (Valor mínimo do parâmetro, 0 a 127)
Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL será conforme o definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Type: nrP (Número de Parâmetros não registrado)
MSB: (Byte Mais Significante, 0 a 127)
Bank LSB: (Byte Menos Significante, 0 a 127)
Max: (Valor máximo do parâmetro, 0 a 127)
Min: (Valor mínimo do parâmetro, 0 a 127)
Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL será conforme o definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Drum pads:
Type: not
Note: C-2 a G8
Max: (Valor máximo do parâmetro, 0 a 127)
Min: (Valor mínimo do parâmetro, 0 a 127)
Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL será conforme o definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Type: CC, rPn e nrP: como para os encoders/faders
Botões:
Type: CC
CC#:(Número do Controle, 0 a 127)
Btn.Type:sgl
Value: (0 a 127)
Channel: canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Btn.Type:Mty
Press: (0 a 127)
Release: (0 a 127)
Channel: canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Btn.Type:Tgl
On: (0 a 127)
Off: (0 a 127)
Português
39
Channel: canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Btn.Type:StP
To: (0 a 127)
From: (0 a 127)
StepSize: (0 a 64)
Channel: canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Type: rPn (Número do Parâmetro Registrado)
MSB: (Byte Mais Significante, 0 a 127)
LSB: (Byte Menos Significante, 0 a 127)
Btn.Type:sgl
Value: (0 a 127)
Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Btn.Type:Mty
Press: (0 a 127)
Release: (0 a 127)
Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL confirme definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Btn.Type:Tgl
On: (0 a 127)
Off: (0 a 127)
Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Btn.Type:StP
To: (0 a 127)
From: (0 a 127)
StepSize: (1 a 64)
Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Type: nrP (Número de Parâmetro não Registrado)
MSB: (Byte Mais Significante, 0 a 127)
LSB: (Byte Menos Significante, 0 a 127)
Btn.Type:sgl
Value: (0 a 127)
Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Btn.Type:Mty
Press: (0 a 127)
Release: (0 a 127)
Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Btn.Type:Tgl
On: (0 a 127)
Off: (0 a 127)
Channel: canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Btn.Type:StP
To: (0 a 127)
From: (0 a 127)
StepSize: (1 a 64)
Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Português
40
Type: Prg
Bank MSB: (Byte Mais Significante, 0 a 127)
Bank LSB: (Byte Menos Significante, 0 a 127)
Btn.Type:sgl
Value: (0 a 127)
Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Btn.Type:Mty
Press: (0 a 127)
Release: (0 a 127)
Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Btn.Type:Tgl
On: (0 a 127)
Off: (0 a 127)
Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Btn.Type:StP
To: (0 a 127)
From: (0 a 127)
StepSize: (1 a 64)
Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template
Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
Português
41
TABELA DE IMPLEMENTAÇÃO MIDI
Função Transmitido Reconhecido Observações
Canal
Básico
Padrão
Alterado
1-16
1-16
X
X
Modo Padrão
Mensagens
Alterado
Modo 3
0
*****
X
Nota
Número True Voice
0-127
*****
X
Velocity Nota ON
Nota OFF
0
X
X
X
After
Touch
Teclas
Canal
X
0
X
X
Pitch Bend 0 X
Control
Change
0-127 X
Program
Change True #
0-127 X
Exclusivo do Sistema
0* 0*
*Envia/Recebe atualização de
firmware (Novation)
Envia/Recebe dados de
Template (Novation)
Sistema
Pointer
Comum
Posição da música
Sel da música
Pedido da afinação
X
X
X
X
X
X
Sistema
Tempo Real
Clock
Comandos
0
0
0
X
Aux
Dados
Reset os controles
OnN/Off Local
Ativar Sensibilidade
Reset Sistema
0
X
X**
X
0
X
X**
X
** Pode ser enviado via
Interface MIDI
Notas
Modo 1: OMNI ON, POLY Modo 2: OMNU ON, MONO 0: Sim
Modo 3: OMNI OFF, POLY Modo 4: OMNI OFF, MONO X: Não

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Manual da linha de controladores NOVATION IMPULSE

Manual da interface Focusrite Saffire Pro 14
Manual da interface Focusrite Saffire Pro 14 Manual da interface Focusrite Saffire Pro 14
Manual da interface Focusrite Saffire Pro 14
Habro Group
 
Tv jvc 55
Tv jvc 55Tv jvc 55
Tv jvc 55
Robson Guedes
 
Manual do sistema sem fio G30 Line 6 (PORTUGUÊS)
Manual do sistema sem fio G30 Line 6 (PORTUGUÊS)Manual do sistema sem fio G30 Line 6 (PORTUGUÊS)
Manual do sistema sem fio G30 Line 6 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual do Monitor de Referência Mackie MR8 MK2 (PORTUGUÊS)
Manual do Monitor de Referência Mackie MR8 MK2 (PORTUGUÊS)Manual do Monitor de Referência Mackie MR8 MK2 (PORTUGUÊS)
Manual do Monitor de Referência Mackie MR8 MK2 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual do Monitor de Referência Mackie MR5 MK2 (PORTUGUÊS)
Manual do Monitor de Referência Mackie MR5 MK2 (PORTUGUÊS)Manual do Monitor de Referência Mackie MR5 MK2 (PORTUGUÊS)
Manual do Monitor de Referência Mackie MR5 MK2 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual equip-skyhdtv-slim
Manual equip-skyhdtv-slimManual equip-skyhdtv-slim
Manual equip-skyhdtv-slim
Dan Moroboshi
 
Manual da mesa MACKIE DL32R
Manual da mesa MACKIE DL32RManual da mesa MACKIE DL32R
Manual da mesa MACKIE DL32R
Habro Group
 
Manual da caixa acústica mackie th 15 a (português)
Manual da caixa acústica mackie th 15 a (português)Manual da caixa acústica mackie th 15 a (português)
Manual da caixa acústica mackie th 15 a (português)
Habro Group
 
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual do transmissor sem fio de mão THH06 - V35 Line6 (PORTUGUÊS)
Manual do transmissor sem fio de mão THH06 - V35 Line6 (PORTUGUÊS)Manual do transmissor sem fio de mão THH06 - V35 Line6 (PORTUGUÊS)
Manual do transmissor sem fio de mão THH06 - V35 Line6 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual do pedal Line 6 JM4 (PORTUGUÊS)
Manual do pedal Line 6 JM4 (PORTUGUÊS)Manual do pedal Line 6 JM4 (PORTUGUÊS)
Manual do pedal Line 6 JM4 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
Manual da Interface Saffire Pro 40
Manual da Interface Saffire Pro 40 Manual da Interface Saffire Pro 40
Manual da Interface Saffire Pro 40
Habro Group
 
Manual do sistema sem fio XD V35 Line 6 (PORTUGUÊS)
Manual do sistema sem fio XD V35 Line 6 (PORTUGUÊS)Manual do sistema sem fio XD V35 Line 6 (PORTUGUÊS)
Manual do sistema sem fio XD V35 Line 6 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
12915880
1291588012915880
Manual tv semptoshiba121451633
Manual tv semptoshiba121451633Manual tv semptoshiba121451633
Manual tv semptoshiba121451633
Paulo Pereira
 
Manual da caixa Mackie SRM450V2 (PORTUGUÊS)
Manual da caixa Mackie SRM450V2 (PORTUGUÊS)Manual da caixa Mackie SRM450V2 (PORTUGUÊS)
Manual da caixa Mackie SRM450V2 (PORTUGUÊS)
Habro Group
 
620726
620726620726
4100 manual-rev.-04
4100 manual-rev.-044100 manual-rev.-04
4100 manual-rev.-04
DeptEngenhariaCompra
 
Lavavajillas Aeg F76520VI0P
Lavavajillas Aeg F76520VI0PLavavajillas Aeg F76520VI0P
Lavavajillas Aeg F76520VI0P
Alsako Electrodomésticos
 

Semelhante a Manual da linha de controladores NOVATION IMPULSE (20)

Manual da interface Focusrite Saffire Pro 14
Manual da interface Focusrite Saffire Pro 14 Manual da interface Focusrite Saffire Pro 14
Manual da interface Focusrite Saffire Pro 14
 
Tv jvc 55
Tv jvc 55Tv jvc 55
Tv jvc 55
 
Manual do sistema sem fio G30 Line 6 (PORTUGUÊS)
Manual do sistema sem fio G30 Line 6 (PORTUGUÊS)Manual do sistema sem fio G30 Line 6 (PORTUGUÊS)
Manual do sistema sem fio G30 Line 6 (PORTUGUÊS)
 
Manual do Monitor de Referência Mackie MR8 MK2 (PORTUGUÊS)
Manual do Monitor de Referência Mackie MR8 MK2 (PORTUGUÊS)Manual do Monitor de Referência Mackie MR8 MK2 (PORTUGUÊS)
Manual do Monitor de Referência Mackie MR8 MK2 (PORTUGUÊS)
 
Manual do Monitor de Referência Mackie MR5 MK2 (PORTUGUÊS)
Manual do Monitor de Referência Mackie MR5 MK2 (PORTUGUÊS)Manual do Monitor de Referência Mackie MR5 MK2 (PORTUGUÊS)
Manual do Monitor de Referência Mackie MR5 MK2 (PORTUGUÊS)
 
Manual equip-skyhdtv-slim
Manual equip-skyhdtv-slimManual equip-skyhdtv-slim
Manual equip-skyhdtv-slim
 
Manual da mesa MACKIE DL32R
Manual da mesa MACKIE DL32RManual da mesa MACKIE DL32R
Manual da mesa MACKIE DL32R
 
Manual da caixa acústica mackie th 15 a (português)
Manual da caixa acústica mackie th 15 a (português)Manual da caixa acústica mackie th 15 a (português)
Manual da caixa acústica mackie th 15 a (português)
 
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
 
Manual do transmissor sem fio de mão THH06 - V35 Line6 (PORTUGUÊS)
Manual do transmissor sem fio de mão THH06 - V35 Line6 (PORTUGUÊS)Manual do transmissor sem fio de mão THH06 - V35 Line6 (PORTUGUÊS)
Manual do transmissor sem fio de mão THH06 - V35 Line6 (PORTUGUÊS)
 
Manual do pedal Line 6 JM4 (PORTUGUÊS)
Manual do pedal Line 6 JM4 (PORTUGUÊS)Manual do pedal Line 6 JM4 (PORTUGUÊS)
Manual do pedal Line 6 JM4 (PORTUGUÊS)
 
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
 
Manual da Interface Saffire Pro 40
Manual da Interface Saffire Pro 40 Manual da Interface Saffire Pro 40
Manual da Interface Saffire Pro 40
 
Manual do sistema sem fio XD V35 Line 6 (PORTUGUÊS)
Manual do sistema sem fio XD V35 Line 6 (PORTUGUÊS)Manual do sistema sem fio XD V35 Line 6 (PORTUGUÊS)
Manual do sistema sem fio XD V35 Line 6 (PORTUGUÊS)
 
12915880
1291588012915880
12915880
 
Manual tv semptoshiba121451633
Manual tv semptoshiba121451633Manual tv semptoshiba121451633
Manual tv semptoshiba121451633
 
Manual da caixa Mackie SRM450V2 (PORTUGUÊS)
Manual da caixa Mackie SRM450V2 (PORTUGUÊS)Manual da caixa Mackie SRM450V2 (PORTUGUÊS)
Manual da caixa Mackie SRM450V2 (PORTUGUÊS)
 
620726
620726620726
620726
 
4100 manual-rev.-04
4100 manual-rev.-044100 manual-rev.-04
4100 manual-rev.-04
 
Lavavajillas Aeg F76520VI0P
Lavavajillas Aeg F76520VI0PLavavajillas Aeg F76520VI0P
Lavavajillas Aeg F76520VI0P
 

Mais de Habro Group

MANUAL ACORDEON VENEZA
MANUAL ACORDEON VENEZAMANUAL ACORDEON VENEZA
MANUAL ACORDEON VENEZA
Habro Group
 
Manual do controlador NOVATION LAUNCHPAD MKII
Manual do controlador NOVATION LAUNCHPAD MKIIManual do controlador NOVATION LAUNCHPAD MKII
Manual do controlador NOVATION LAUNCHPAD MKII
Habro Group
 
Manual do controlador NOVATION DICER
Manual do controlador NOVATION DICERManual do controlador NOVATION DICER
Manual do controlador NOVATION DICER
Habro Group
 
Manual dos Amplificadores LINE 6 AMPLIFi 75 e AMPLIFi 150
Manual dos Amplificadores LINE 6 AMPLIFi 75 e AMPLIFi 150Manual dos Amplificadores LINE 6 AMPLIFi 75 e AMPLIFi 150
Manual dos Amplificadores LINE 6 AMPLIFi 75 e AMPLIFi 150
Habro Group
 
Manual da Pedaleira LINE 6 AMPLIFi FX100
Manual da Pedaleira LINE 6 AMPLIFi FX100Manual da Pedaleira LINE 6 AMPLIFi FX100
Manual da Pedaleira LINE 6 AMPLIFi FX100
Habro Group
 
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Habro Group
 
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Habro Group
 
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 6i6
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 6i6Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 6i6
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 6i6
Habro Group
 
Manual do kit de gravação FOCUSRITE Scarlett Studio
Manual do kit de gravação FOCUSRITE Scarlett StudioManual do kit de gravação FOCUSRITE Scarlett Studio
Manual do kit de gravação FOCUSRITE Scarlett Studio
Habro Group
 
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett Solo
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett SoloManual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett Solo
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett Solo
Habro Group
 
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKIIManual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
Habro Group
 
Manual da Interface de Áudio Firewire FOCUSRITE Liquid Saffire 56
Manual da Interface de Áudio Firewire FOCUSRITE Liquid Saffire 56Manual da Interface de Áudio Firewire FOCUSRITE Liquid Saffire 56
Manual da Interface de Áudio Firewire FOCUSRITE Liquid Saffire 56
Habro Group
 
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA TWO
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA TWOManual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA TWO
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA TWO
Habro Group
 
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA ONE
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA ONEManual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA ONE
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA ONE
Habro Group
 
Manual da interface de Áudio FOCUSRITE FORTE
Manual da interface de Áudio FOCUSRITE FORTEManual da interface de Áudio FOCUSRITE FORTE
Manual da interface de Áudio FOCUSRITE FORTE
Habro Group
 
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreX
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreXManual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreX
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreX
Habro Group
 
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8Pre
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreManual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8Pre
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8Pre
Habro Group
 
Manual do piano digital FENIX DP70
Manual do piano digital FENIX DP70Manual do piano digital FENIX DP70
Manual do piano digital FENIX DP70
Habro Group
 
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD1
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD1Manual da bateria eletrônica DDRUM DD1
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD1
Habro Group
 
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD3X
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD3XManual da bateria eletrônica DDRUM DD3X
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD3X
Habro Group
 

Mais de Habro Group (20)

MANUAL ACORDEON VENEZA
MANUAL ACORDEON VENEZAMANUAL ACORDEON VENEZA
MANUAL ACORDEON VENEZA
 
Manual do controlador NOVATION LAUNCHPAD MKII
Manual do controlador NOVATION LAUNCHPAD MKIIManual do controlador NOVATION LAUNCHPAD MKII
Manual do controlador NOVATION LAUNCHPAD MKII
 
Manual do controlador NOVATION DICER
Manual do controlador NOVATION DICERManual do controlador NOVATION DICER
Manual do controlador NOVATION DICER
 
Manual dos Amplificadores LINE 6 AMPLIFi 75 e AMPLIFi 150
Manual dos Amplificadores LINE 6 AMPLIFi 75 e AMPLIFi 150Manual dos Amplificadores LINE 6 AMPLIFi 75 e AMPLIFi 150
Manual dos Amplificadores LINE 6 AMPLIFi 75 e AMPLIFi 150
 
Manual da Pedaleira LINE 6 AMPLIFi FX100
Manual da Pedaleira LINE 6 AMPLIFi FX100Manual da Pedaleira LINE 6 AMPLIFi FX100
Manual da Pedaleira LINE 6 AMPLIFi FX100
 
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
 
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 18i8
 
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 6i6
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 6i6Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 6i6
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett 6i6
 
Manual do kit de gravação FOCUSRITE Scarlett Studio
Manual do kit de gravação FOCUSRITE Scarlett StudioManual do kit de gravação FOCUSRITE Scarlett Studio
Manual do kit de gravação FOCUSRITE Scarlett Studio
 
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett Solo
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett SoloManual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett Solo
Manual da Interface de Áudio FOCUSRITE Scarlett Solo
 
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKIIManual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
 
Manual da Interface de Áudio Firewire FOCUSRITE Liquid Saffire 56
Manual da Interface de Áudio Firewire FOCUSRITE Liquid Saffire 56Manual da Interface de Áudio Firewire FOCUSRITE Liquid Saffire 56
Manual da Interface de Áudio Firewire FOCUSRITE Liquid Saffire 56
 
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA TWO
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA TWOManual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA TWO
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA TWO
 
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA ONE
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA ONEManual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA ONE
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE ISA ONE
 
Manual da interface de Áudio FOCUSRITE FORTE
Manual da interface de Áudio FOCUSRITE FORTEManual da interface de Áudio FOCUSRITE FORTE
Manual da interface de Áudio FOCUSRITE FORTE
 
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreX
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreXManual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreX
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreX
 
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8Pre
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8PreManual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8Pre
Manual da Interface Thunderbolt FOCUSRITE Clarett 8Pre
 
Manual do piano digital FENIX DP70
Manual do piano digital FENIX DP70Manual do piano digital FENIX DP70
Manual do piano digital FENIX DP70
 
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD1
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD1Manual da bateria eletrônica DDRUM DD1
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD1
 
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD3X
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD3XManual da bateria eletrônica DDRUM DD3X
Manual da bateria eletrônica DDRUM DD3X
 

Manual da linha de controladores NOVATION IMPULSE

  • 2. Português 2 Novation Uma divisão da Focusrite Audio Engineering Ltd. Windsor House, Turnpike Road, Cressex Business Park, High Wycombe, Bucks, HP12 3FX. Reino Unido Tel: +44 1494 462246 Fax: +44 1494 459920 e-mail: sales@novationmusic.com Web: http://www.novationmusic.com AvisoLegal A Novation tomou todas as medidas possíveis para garantir que as informações dadas aqui estejam corretas e completas. De nenhuma maneira a Novation tomará qualquer responsabilidade por qualquer perda ou dano causado ao proprietário do equipamento, a terceiros, ou qualquer equipamento que possa resultar do uso dessa manual ou do equipamento que ele descreve. As informações oferecidas nesse documento podem ser modificadas a qualquer momento sem aviso prévio. As especificações e aparências podem diferir daquelas listadas ou ilustradas.
  • 3. Português 3 IMPORTANTES INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA 1. Leia todas as instruções. 2. Guarde essas instruções. 3. Siga todos os avisos. 4. Siga todas as instruções. 5. Limpe somente com pano seco. 6. Não instale perto de fontes de calor como radiadores, aquecedores, fogões ou outros aparelhos que produzam calor (incluindo amplificadores). 7. Proteja o cabo de alimentação elétrica contra pisadas ou compressões particularmente nos plugues, pontos de armazenagem, e onde eles saem do equipamento. 8. Use somente acessórios especificados pelo fabricante. 9. Use somente carrinhos de transporte, suportes, tripés, ou mesas especificadas pelo fabricante, ou vendidas com o aparelho. Quando um carrinho de transporte é usado tenha cuidado ao movê-lo com o aparelho a fim de evitar danos devidos ao transporte. 10. Desconecte o aparelho da rede elétrica durante tempestades com relâmpagos ou quando não for usado por longos períodos de tempo. 11. Procure assistência técnica sempre que necessário. A assistência técnica é necessária quando o aparelho for danificado de qualquer maneira, como quando o cabo de alimentação elétrico ou pinos forem danificados, líquidos tenham sido derramados ou objetos tenham caído sobre o equipamento, o equipamento tenha sido exposto à chuva ou umidade, não funciona normalmente, ou tenha sido derrubado. 12. Objetos que produzam fogo, como velas, não devem ser colocados sobre o aparelho. AVISO: Níveis excessivos de pressão sonora de fones de ouvido podem causar perda auditiva. AVISO: Esse equipamento só deve ser conectado a portas tipo USB 1.1 ou USB 2.0.
  • 4. Português 4 DECLARAÇÃO AMBIENTAL Esse equipamento se adéqua à parte 15 das Regras da FCC. As operações estão sujeitas à duas condições: (1) Esse equipamento não deve causar interferência nociva, e (2) esse dispositivo pode aceitar as interferências, incluindo interferências que possam causar operação indesejável. DIREITOS AUTORAIS E INFORMAÇÕES LEGAIS Novation e Automap são marcas registradas de Focusrite Audio Engineering Limited. Impulse é marca registrada de Focusrite Audio Engineering Limited. VST é marca registrada de Steinberg Media Technologies GmbH. Audio Units (AU) é marca registrada de Apple, Inc. RTAS é marca registrada de Avid, Inc. Todas as outras marcas, produtos e nomes de empresas, quaisquer outros nomes registrados ou marcas registradas mencionados nesse manual são propriedade de seus respectivos donos. 2011 © Focusrite Audio Engeneering Limited. Todos os direitos reservados. Conteúdos Declaração de Informação de Complacência: Procedimento de Declaração de Complacência Identificação do Produto: Novation Impulse Keyboard Parte responsável: American Music and Sound Endereço: 5304 Derry Avenue #C Agoura Hills, CA 91301 Telefone: 800-994-4984 Nota RoHS A Novation declara que este produto, foi aplicado às Diretivas da União Europeia 2002/95/EC de Restrições de Substâncias Nocivas (RoHS), bem como à lei da Califórnia que se refere à RoHS, nas seções 25214.10, 25214.10.2, e 58012, do Código de Saúde e Segurança; Seção 42475.2, Código de Recursos Públicos. CUIDADO: O funcionamento normal desse produto pode ser afetado por uma descarga eletroestática forte (ESC). Caso isso aconteça, simplesmente reinicie a unidade desconectando e reconectando o cabo USB. O funcionamento normal deve ser retomado.
  • 5. Português 5 CONTEÚDOS IMPORTANTES INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA..................................................................................................3 DECLARAÇÃO AMBIENTAL .................................................................................................................................4 DIREITOS AUTORAIS E INFORMAÇÕES LEGAIS.................................................................................................4 INTRODUÇÃO .......................................................................................................................................................6 Características Chave...........................................................................................................................6 Sobre esse Manual................................................................................................................................6 O que tem na Caixa ...............................................................................................................................7 Requisitos de Energia...........................................................................................................................8 Glossário................................................................................................................................................8 Visão Geral do Hardware....................................................................................................................10 Visão Superior – Controles assinaláveis e não assinaláveis.............................................. 10 Visão Traseira - conexões....................................................................................................12 EXEMPLOS DE CONFIGURAÇÃO DO IMPULSE................................................................................................. 13 Conectando a um Computador...........................................................................................................13 Modo Automap......................................................................................................................13 Modo de mapeamento manual ............................................................................................ 13 Usando como Interface de Hardware MIDI........................................................................................ 14 Usando um hardware externo e um computador juntos .................................................................. 14 VISÃO GERAL DO MENU....................................................................................................................................15 Características do display LCD e Navegação no Menu ..................................................................... 15 EXPLORANDO O IMPULSE ................................................................................................................................16 Lendo e Salvando um Template .........................................................................................................16 Modo Help............................................................................................................................................17 Configurando os controles do Impulse .............................................................................................. 17 Preview................................................................................................................................................18 Modo Setup..........................................................................................................................................18 Configurações do Teclado ..................................................................................................................20 Canal MIDI ...........................................................................................................................................21 Zonas ...................................................................................................................................................21 Program Change.................................................................................................................................22 Controles de Transporte.....................................................................................................................23 Arpejador.............................................................................................................................................23 Menu de configurações do arpejador.................................................................................. 24 Configurando o Andamento do Arp/Roll ............................................................................. 25 Modo Roll.............................................................................................................................................26 Menu Boot ...........................................................................................................................................26 USANDO O IMPULSE COM O AUTOMAP 4 ........................................................................................................27 Introdução ...........................................................................................................................................27 Instalando o Automap 4 em seu computador.................................................................................... 27 Atualizando o firmware do Impulse..................................................................................... 27
  • 6. Português 6 Configurando sua DAW para o controle do Automap 4..................................................................... 28 O Plugin, Mixer e botões MIDI.............................................................................................. 29 Modo Automap......................................................................................................................30 Automap Mapping Editor (Editor de Mapeamento)............................................................. 30 Track Up/Down.....................................................................................................................32 Bank Up/Down......................................................................................................................32 Modo Learn...........................................................................................................................32 MANUAL PARA DAW..........................................................................................................................................33 Ableton Live e modo Clip-launch (Mac ou Windows)......................................................................... 33 RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS...........................................................................................................................35 Exemplos básicos de resolução de problemas ................................................................................. 35 TEMPLATES DE FÁBRICA..................................................................................................................................36 CONTROLES ASSINALÁVEIS – PARÂMETROS E ALCANCES........................................................................... 37 TABELA DE IMPLEMENTAÇÃO MIDI.................................................................................................................40
  • 7. Português 7 INTRODUÇÃO Obrigado por comprar o teclado controlador MIDI Novation Impulse. Assim como o teclado em si, o Impulse é equipado com uma gama de controles para permitir ao músico moderno criar ótimas músicas em estúdio, em performances ao vivo ou em movimento. A fácil integração com seu software de música foi uma consideração primordial do grupo de desenvolvimento do Impulse. Esse manual te introduz ao Impulse e explica os vários modos que você pode usá-lo com seu software de música, seja com ou sem ou hardware MIDI, em seu setup de gravação. O Impulse é fornecido com o software Novation Automap 4, que te proporciona uma maneira poderosa e simples para controlar seu software favorito. O Automap 4 é compatível com outros hardwares Novation, então, se você já estiver usando o Automap com um hardware Novation já existente para controlar seu software, você só pode precisar ler somente os primeiros capítulos desse manual para se familiarizar com o Impulse. As informações completas sobre instalação, configuração e operação do software Automap 4 podem ser encontradas no Manual do Usuário específico do Automap 4. Ele pode ser baixado em nosso website: www.novationmusic.com/support Para informações adicionais, artigos de suporte atualizados e uma forma de contatar nosso Grupo de Suporte Técnico, visite a Novation Answerbase em: www.novationmusic.com/answerbase Características Chave - Disponível com 25, 49 e 61 teclas – semipesadas tipo piano - 8 encoder giratório - 9 faders (versões com 49/61 teclas) - 8 drum pads com iluminação em três cores e modo roll - Display LCD grande (75 x 32 mm) multifunções, que mostra os dados diretamente do DAW - Controlador em padrão transportável - Arpejador com editor de ritmo no pad - Integrado com o Automap 4 para controle muito simplificado de plug-ins e mixers de DAWs - Botões com suporte QWERT via Automap (versões de 49/61 teclas) - Procedimento de instalação muito simples Sobre essemanual Não sabemos se você possui anos de experiência no uso de MIDI ou se esse é o seu primeiro teclado controlador. Dentre as possibilidades, nos posicionamos entre as duas. Então, tentamos fazer esse manual o mais útil possível para todos os tipos de usuários, e isso significa inevitavelmente que os usuários mais experientes quererão pular certas partes dele, enquanto os relativamente novos quererão evitar certas partes dele até que sejam confiantes de ter dominado o básico. Contudo, há pontos em geral que são importantes de se saber antes de você continuar lendo esse manual. Nós adotamos algumas convenções gráficas no texto, que esperamos que todos os tipos de usuários achem úteis ao navegar pelas informações para encontrar o que eles precisam saber rapidamente: Abreviações, convenções, etc Quando nos referirmos aos controles do painel superior ou às conexões do painel traseiro, usamos números, assim: 6 para fazermos referência ao diagrama do painel superior; 1 para fazermos referência aos diagramas do painel traseiro. (Veja a página 12 e página 14). Usamos o NEGRITO para nomear coisas físicas, como os controles do painel superior e conectores do painel traseiro e, também, para nomear botões em tela nos quais você precisará clicar, e o texto pontilhadotipoLCDpara se referir a textos que aparecem no display LCD.
  • 8. Português 8 Dicas Otemnacaixa O Impulse foi cuidadosamente embalado na fábrica e a embalagem foi desenvolvida de maneira a resistir o manuseio bruto. Caso a unidade pareça ter sido danificada durante o transporte, não jogue fora a embalagem e notifique o revendedor. Guarde todas as caixas para uso futuro, caso você precise transportar a unidade novamente. Por favor, confira o conteúdo da caixa segundo a lista abaixo. Caso alguns dos itens faltar ou estiver danificado, entre em contato com o revendedor Novation ou o distribuidor de quem você comprou o produto. - Teclado controlador MIDI Impulse - Manual do Usuário - DVD de instalação, contendo: - Instalador do software Automap 4 que inclui drivers - Manual do Usuário Impulse - Pacote Xcite+ (Novation Bass Station soft synth, samples Mike the Drummer, samples Loopmaster, software de música Ableton Live Lite) - Cabo USB Tipo A – Tipo B (2m) - Cartão de autorização Ableto Live Lite - Cartão de autorização Bass Station Faz o que anuncia na etiqueta: incluímos alguns conselhos relativos aos tópicos em discussão que devem simplificar a configuração do Impulse para fazer o que você quer. Não é obrigatório que você que você os siga, mas eles devem fazer sua vida mais fácil, em geral.
  • 9. Português 9 Requisitos deEnergia O Impulse é alimentado via conector USB no painel traseiro. Normalmente, a alimentação elétrica é fornecida pelo computador ao qual o Impulse esta conectado pelo cabo USB. Recomendamos que você conecte o Impulse diretamente a uma porta USB nativa do seu computador, e não a um hub USB. Não é garantido o funcionamento correto caso seja usado um hub USB. Caso você queira usar o Impulse como um controlador MIDI stand-alone para outro hardware MIDI com fonte de timbres (ou outros dispositivos) sem um computador – como se faria em uma performance ao vivo, por exemplo – você deve adquirir uma fonte AC-para-DC USB, a qual deve conectar à porta USB do Impulse da mesma maneira que de faz com um cabo USB padrão. Quando estiver usando esse método, certifique-se de que a tensão elétrica local se adapte à sua fonte ANTES de conectá-la à tomada. Por favor, entre em contato com seu revendedor Novation para a indicação da fonte adequada, caso você tenha qualquer dúvida. Glossário Alguns termos usados no decorrer desse Manual do Usuário podem ser novos ou não familiares para alguns usuários. Nós listamos alguns deles aqui para te ajudar a entender esse Manual mais facilmente. Arp Abreviação de Arpejador, um recurso do Impulse. O modo Arp te permite configurar padrões rítmicos de notas usando os drum pads, e modifica-los em tempo real (o que é ótimo para performances ao vivo!), alterar a duração do padrão, alterar o padrão em si e a maneira como algumas notas são acentuadas. Disparar Clip Esse é um termo específico para o Ableton Live, incluindo a versão Lite fornecida com o Impulse. No Ableton Live Lite, um Clip é essencialmente um arquivo de áudio (de qualquer duração) que pode ser atribuído a uma pista da DAW. Os Clips podem ser disparados diretamente dos drum pads do Impulse. DAW Digital Audio Workstation. Um termo alternativo para software de criação/gravação/edição musical. Map/Mapeamento No Automap 4, o mapeamento define como os controles atribuíveis do Impulse se relacionam com os vários controles da Coisa que você esta controlando. Mapeamentos, geralmente, terão várias páginas. Por exemplo: em um software de synth, as várias páginas do map definirão que parâmetros do synth (osciladores, filtros, envelopes etc.) serão controlados por cada encoder giratório. O Automap 4 possui uma janela chamada Mapping Editor que te permite alterar as atribuições de mapeamento para se encaixar às suas necessidades particulares. Plug-in Um pouco sobre laptops: Quando estiver alimentando o Impulse com um computador você deve saber que, apesar de as especificações da USB estejam de acordo com resolução “IT industry states” que diz que uma porta USB deve fornecer 0,5 A a 5 V, alguns computadores - particularmente laptops – são incapazes de fornecer essa corrente. Nesse caso, pode-se resultar o funcionamento não confiável da unidade. Quando estiver alimentando o Impulse por uma porta USB de um laptop, é recomendado que o laptop esteja sendo alimentado por sua fonte elétrica, e não por sua bateria interna.
  • 10. Português 10 Um Plug-in é uma extensão de um software que dá à DAW funcionalidade adicional e é tipicamente usado tanto para gerar, quanto para processar sons. Muitos são simulações de hardwares. Um plug-in pode ser ‘nativo’ – fornecido como parte da DAW, ou uma extensão – comprado separadamente pelo usuário para trabalhar junto à DAW. Roll Uma variação do modo Arp, o Roll é outro modo adequado para o uso ao vivo, e te permite disparar sons específicos pelos drum pads, com ‘velocity’ e ‘sensitivity’. Template Um template define como seu Impulse vai funcionar. Quando você carrega um template todos as configurações e parâmetros do Impulse irão se adequar àquilo que o template determina. Se você fizer alterações a essas configurações, você pode salvar novamente os dados alterados ao template, e suas alterações serão recarregadas na próxima vez que você carregar o template. O Impulse é fornecido com 20 templates de ‘fábrica’ que o configuram para o uso com DAWs e/ou Coisas em particular. Coisa Um Coisa é ‘seja lá o que for’ que possa ser controlado pelo Impulse e/ou pelo Automap. Uma Coisa pode ser um hardware ou um Software. Exemplos de Coisas são os plug-ins que você usa em sua DAW, as pistas da sua DAW e externas, sintetizadores e processadores FX controláveis por MIDI. Zona É possível dividir o teclado do Impulse para criar quatro ‘zonas’ diferentes nele. Você tem controle total sobre onde estão os pontos de divisão. Essa é uma funcionalidade útil nas performances ao vivo, ao passo que te permite usar diferentes partes do teclado para controlar instrumentos diferentes, ou criar uma camada sonora sobre a outra.
  • 11. Português 11 VISÃO GERAL DO HARDWARE VisãoSuperior– controles assinaláveisenãoassinaláveis Cada um dos controle do Impulse é tanto assinalável, quanto não assinalável. Controles assinaláveis são ‘livres’ – suas funções vão variar de acordo com cada plug-in, DAW mixer ou cada parte adicional de hardware MIDI sendo controlada. Suas atribuições a um parâmetro em particular da Coisa sendo controlada pode ser feita tanto automaticamente pelo Automap, quanto manualmente por você. Controles não assinaláveis são ‘fixos’ – suas funções serão as mesmas, geralmente, independentemente do tipo de setup que você estiver usando com o Impulse.
  • 12. Português 12 Controles Assinaláveis 1 8 x encoders giratórios. São controles de 360º sem fim, e são usados para controlar parâmetros dos plug-ins. Esses controles possuem resolução sensíveis à velocidade, então, girar o encoder devagar te dará resolução maior do que girar rapidamente. 2 9 x faders de 45 mm (controles deslizantes), usados para controlar os volumes no seu DAW mixer.1 3 9 x botões.2 4 8 x drum pads sensíveis à pressão. Eles podem ser usados para disparar sons (por exemplo, baterias) em seu software de música, e também controlar as funções “Arp”, “Roll” e Clip Launch” do Impulse 5 Roda de Mod (modulação) 1 Somente no Impulse 49 e 61. O Impulse 25 possui um fader assinalável. 2 Somente no Impulse 49 e 61. O Impulse 25 não possui botões assinaláveis. Controles não assinaláveis 6 Display LCD multifunções. Mostra informações do contexto do uso – por exemplo, te mostra as informações mais úteis, dependendo dos controles que você esta usando no momento. 7 Botões +/-. São usados juntamente a vários menus, para rolar entre as várias opções etc. As funções precisas variam conforme o menu. Pressionar esses botões juntos abrem o modo de Ajuda (Help mode). 8 Botões de Edição de Template. Um conjunto de quatro botões (Keyboard, Controls, Zones e MIDI Chan), que selecionam os diferentes menus usados quando se modifica um template. Um quinto botão, Setup, leva às configurações globais; e um sexto, Shift, habilita funções secundárias para alguns dos outros botões. 9 Botões Octave> / Octave ˂ - desloca as notas tocadas no teclado para ‘cima’ ou para ‘baixo’ em intervalos de oitavas. Apertar os dois botões ao mesmo tempo te permite transpor o teclado em semitons. O número de oitavas que em o teclado pode ser deslocado varia conforme o modelo de seu Impulse; os modelos menores possuem um alcance de deslocamento maior. 10 Botão MIDI/Mixer (somente no Impulse 25) – configura o único fader do Impulse 25 para ser o controle do nível do mixer do DAW, ou um controle MIDI adicional assinalável. 11 Botões Plug-in/MIDI – determinam se os oito encoder giratórios alteram parâmetros específicos de um plug-in, controles do mixer, ou atuam como controles MIDI de uso geral. Pressionar Plug-in ou MIDI enquanto segura Shift alternará entre as páginas na janela Mapping Edit do Automap. Pressionar ambos ao mesmo tempo mapeará os encoders para o mixer do Automap. 12 Botões Mixer/MIDI (somente no Impulse 49 e 61) – determinam se os nove faders atuam como controles individuais para cada pista do mixer da DAW, ou como controles MIDI de uso geral. Pressionar Mixer ou MIDI enquanto segura apertado Shift irá alternar os faders do mixer da DAW a serem controlados. Oito canais por vez podem ser controlados. 13 Mute/Solo (somente no Impulse 49 e 61) – configuram os nove botões 3 (um botão por fader) para atuar tanto como botões de Mute ou Solo para seus respectivos canais do mixer, somente quando essa seção do controlador esta no modo mixer. 14 Potenciômetro Data – é um encoder giratório usado para selecionar opções ou alterar valores no menu do sistema do Impulse. Esse potenciômetro pode ser pressionado para exercer a função ‘Enter’ nos menus. 15 Botões Roll e Arp – alternam os drum pads do Impulse para os modos Roll e Arp, respectivamente. Esses botões também possuem funções Shift e, pressioná-los ao mesmo tempo ativa a função Clip Launch do Impulse para o Ableton Live. 16 Roda de Pitch – roda padrão para bend do pitch, possui mola para retornar à posição central. 17 Teclado – o Impulse está disponível nas versões com 25, 49 e 61 teclas. As teclas são semipesadas e seguem para o canal de saída após o toque. 18 Controles de transporte – fornecem controle remoto para a timeline da DAW.
  • 13. Português 13 Visãotraseira–conexões 1 Porta USB – conector USB Tipo B compatível com USB 1.1, 2.0 ou 3.0. Conecte o Impulse a uma porta USB do computador usando o cabo USB fornecido. Alternativamente, você pode usar uma fonte USB AC- para-DC, caso esteja usando o Impulse sem um computador. 2 Sustain e Expression – dois conectores de ¼” para a conexão com pedais de sustain e expressão padrões. 3 MIDI In e MIDI Out – conectores padrão DIN de 5 pinos que te permitem fazer a conexão com hardwares MIDI externos, como módulos de som adicionais. 4 Trava de segurança Kensington – mantém seu Impulse preso a um ponto estrutural conveniente, caso deseje.
  • 14. Português 14 EXEMPLOS DE CONFIGURAÇÃO DO IMPULSE Existem duas maneiras básicas para se usar o Impulse: com e sem a conexão em um computador. Conectando aum computador Caso você deseje usar seu Impulse com um software de música em seu computador, a conexão física será feita por um simples cabo USB entre o Impulse e a porta USB do computador. ModoAutomap O método mais simples de fazer a interface do seu computador com o Impulse é usar o software Novation Automap fornecido. O Automap vai detectar automaticamente seu teclado Impulse e qualquer plug-in de DAW que estiver ativo, e irá configurar os controles assinaláveis do Impulse aos vários parâmetros do plug-in de uma maneira inteligente. Você tem a opção de editar esses controles assinaláveis se você preferir que o mapeamento de controle seja diferente do padrão em alguns pontos. Assim como controlar parâmetros dos seus plug-ins, o Impulse também te oferece um hardware de controle semelhante a uma mesa de som, na forma de faders, botões de mute e solo para cada canal (somente nos modelos Impulse 41 e 69). Por padrão, o Automap irá configurar os faders em ordem de canal para o controle dos níveis de cada um no mixer da DAW, mas eles podem ser reconfigurados de outra maneira. Mododemapeamentomanual Esse método de interface é recomendado somente para usuários avançados. O Impulse será conectado ao seu computador da mesma maneira, mas será usado como controlador MIDI de uso geral para seus plug- ins etc., uma vez que você fará todo o mapeamento MIDI individualmente. Assim você pode criar templates personalizados para atenderem precisamente ao seu método de trabalho.
  • 15. Português 15 Usandocominterfacedehardware MIDI Você também pode usar o Impulse para controlar outro hardware compatível com MIDI, como módulos de som, processadores de efeitos, e por aí vai. Para tanto, use as portas padrão MIDI no painel traseiro do Impulse e cabos MIDI padrão DIN de 5 pinos. Como não haverá um computador para fornecer alimentação elétrica para o Impulse, você precisará utilizar uma fonte separada AC-para-DC desenvolvida para alimentar dispositivos USB. Essa é a configuração que você pode querer empregar em performances ao vivo, por exemplo, para evitar a necessidade de um computador no palco. Usandoumhardwareexterno eum computador juntos Você pode querer utilizar seu software e música e um ou mais dispositivos de hardware, como seus módulos de som favoritos etc., assim como o Impulse. Nesse caso, você pode usar a USB e as portas DIN para transferência de dados MIDI ao mesmo tempo. A porta USB se conectará ao seu computador normalmente, enquanto as portas DIN se conectarão ao hardware externo. O Impulse te permite escolher qual dos dispositivos externos será controlado pelo computador, ou pelo Impulse. Veja “Fonte de MIDI Out” nos próximos capítulos.
  • 16. Português 16 VISÃO GERAL DO MENU A maior parte das configurações do Impulse são carregadas pelo menu do sistema e pela tela LDC. O menu do sistema também é utilizado para modificar templates. Características do displayLCD eNavegaçãono Menu Ao passo que os menus variam conforme a função em questão, há certos princípios que sempre são aplicáveis. A linha superior com 8 caracteres mostram os parâmetros do Impulse ou as configurações sendo ajustadas. Os 3 caracteres grandes na linha inferior mostram o valor do parâmetro ou a configuração em si. Em qualquer um dos menus você pode alternar entre as páginas disponíveis com os botões + e -. Os símbolos de + e – à direita do display se há mais páginas, e em que direção elas se encontram. Em qualquer página do menu, o potenciômetro de Data 14 é usado para variar o valor do parâmetro ou a configuração. Algumas configurações – por exemplo, o Aftertouch no menu Keyboard – possuem somente dois valores – ‘On’ e ‘Off’. Outros possuem uma gama completa de valores ‘analógicos’, geralmente entre 0 e 127. O efeito de se alterar um parâmetro é imediato e será recordado quando você sair da página de menu. Ícone de Computador Conectado O ícone de Computador Conectado confirma que o Impulse está se comunicando corretamente com computador, e um plug-in ou mixer de DAW está disponível. O ícone estará apagado se você estiver utilizando o Impulse sem um computador, ou quando estiver conectado a um computador, mas nenhum mixer de DAW ou plug-in estiver disponível. Controle Ativo O ícone de Controle acende quando um controle assinalável (por exemplo, encoder giratório, fader, botão ou pad) é movido. O display de 3 caracteres abaixo do ícone confirma que controle você esta usando; Fd = Fader, En = encoder giratório, dP = drum pad (disparando algo), seguindo do número do controle (1 a 8). A barra vertical ao lado do ícone mostra os valores do controle.
  • 17. Português 17 EXPLORANDO O IMPULSE O Impulse é um teclado controlador MIDI completamente assinalável, cuja operação gira em torno do conceito de templates. Um template (veja no Glossário), diz ao Impulse ‘o que fazer’ – isso define como ele será configurado em termos de coisas como seus parâmetros MIDI, limites das zonas do teclado, configuração dos controles, e por aí vai. Há 20 templates padrão pré-definidos disponíveis*;alguns deles foram criados para o uso com um software específico ou dispositivos de hardware. Todavia, qualquer um deles pode ser modificado para seu próprio uso, caso você deseje. Note que, em geral, quando estiver usando o Impulse com o software Automap esses templates não serão usados. O Impulse funciona de uma maneira um pouco diferente quando é usado com o Automap e isso será descrito mais tarde nesse manual. *Uma tabela mostrando os templates padrão pode ser encontrada na seção de Apêndices desse manual. Fazer o Impulse funcionar exatamente como você quer, em última instância, pode significar editar um desses templates. Por exemplo, você provavelmente quererá usar o Impulse de diversas maneiras em seu estúdio para gravar com seu software de música, se comparado a como você o usa em performances ao vivo. É provável que você utilize diferentes templates para essas duas situações. Lendoesalvando umtemplate Na tela padrão (por exemplo, com nenhum LED de botão aceso na seção Template Edit), rode o potenciômetro Data 14 ou pressione os botões +/- 7 até que o número do template necessário seja mostrado (1 a 20). O template estará ativo assim que seu número for mostrado. Nota: Para selecionar um template se os valores dos parâmetros MIDI estão sendo mostrados no momento, use os botões +/-. Alternativamente, você pode pressionar qualquer um dos botões Keyboard, Controls, Zones, MIDI Chan ou Setup duas vezes para acessar a tela te templates. Quando você tiver modificado os parâmetros MIDI para qualquer um dos controles, você deve salvar as alterações ao template selecionado no momento. (Um ícone de SAVE acenderá no display para te indicar que você o fez). A função é acessada ao se segurar o botão Shift apertado e apertar o botão Keyboard. Isso abrirá uma tela de confirmação que contém o nome do template, o qual você poderá editar um caractere por vez, caso deseje. O caractere a ser editado é o que tiver um cursor que pisca sob ele. Use o potenciômetro Data 14 para alterar o caractere, e os botões de +/- 7 para ir para o próximo caractere a ser alterado. Quando você tiver terminado de editar o nome, pressione Enter, e a tela SaveTpl? (Save Template) aparecerá. Se você estiver satisfeito com o nome alterado e template correto, pressione Enter novamente. (Antes de pressionar Enter, você pode usar o potenciômetro DATA para escolher um template diferente ao qual o novo nome será aplicado, caso queira). Note que se você fizer alterações a um template mas não salvá- las, quando você tentar carregar um template diferente o Impulse mostrará a mensagem: Discart? Use o potenciômetro Data para selecionar No ou Yes, e pressione Enter para confirmar. Caso selecione Yes, as alterações serão perdidas.
  • 18. Português 18 Modo Help Pressionar os botões + e – 7 juntos habilita o Modo Help (Ajuda). Isso será confirmado pelo hLP no display. No modo Help, apertar qualquer botão gera uma mensagem de texto no display para te lembrar o que cada botão faz e como usá-lo. Configurandoos controlesdoImpulse Uma vez que cada template pode conter toda uma gama de configurações, certifique-se de estar usando o template correto antes de fazer qualquer mudança nos parâmetros MIDI. Pressionar o botão Controls 8 acessa o modo Control Edit, o display estará como mostrado à esquerda, e o LED do botão Controls acende. Pressione o botão outra vez para sair do modo. Utilizar qualquer um dos controles – por exemplo, faders 1-9*, botões 1-9*,encoders 1-8 ou os drum pads – faz o display mostrar o parâmetro correspondente a esse controle. O número do controle selecionado é mostrado, por exemplo, Fd3 (Fader 3) ou Bt5 (Botão 5). Os parâmetros MIDI podem ser selecionados ao se pressionar os botões + e – 7 , e esses parâmetros podem ser alterados com o potenciômetro Data 14 . Note que os parâmetros MIDI disponíveis variam de acordo com o tipo de controle: faders, encoders giratórios, a roda de modulação, os drum pads e botões, todos possui páginas de menu diferentes. A maior parte das páginas serão óbvias, mas uma lista completa de todos os parâmetros disponíveis para cada tipo de controle, e seus alcances de atuação podem ser encontrados na seção ‘Controles Assinaláveis – Parâmetros e Alcances’ desse manual do usuário. Nota: Não se esqueça de salvar suas alterações no template em questão. *Somente no Impulse 49 e 61.
  • 19. Português 19 Preview O modo Preview (Visualização) é concebido para confirmar como um controle esta configurado no momento sem que se transmita nenhum dado MIDI para o computador, ou qualquer outro equipamento. Entre no modo Preview segurando o botão Shift e apertando o botão Controls. O LED no botão Controls pisca para confirmar o modo. Pressionar ou mover qualquer controle assinalável mostrará seu tipo de mensagem MIDI. Pressionar o botão Controls novamente fará com que você saia do modo Preview. ModoSetup O modo Setup te permite ajustar certas configurações de controle globais. Nesse contexto, ‘Global’ significa configurações que se aplicam a TODOS os templates. O modo Setup é acessado ao se pressionar o botão Setup; seu LED acende para confirmar que o modo foi acessado. As páginas de Setup podem ser selecionadas ao se pressionar os botões +/- 7 havendo em cada uma delas configurações disponíveis que podem ser feitas usando-se o potenciômetro Data 14 . Página 1: Transport (Transprt) Se o Automap for usado, ele tomará conta de todo o mapeamento de transporte para todas as DAWs suportadas e essa configuração não será aplicável. Entretanto, se você não estiver usando o Automap, essa configuração te permite selecionar se o transporte de controles de comandos será feito como dados MIDI Machine Control (MMC) (MC), ou como dados Continuous Controles (CC). Quando configura-se para MMC, cada botão de transporte enviará o comando padrão MIDI apropriado. Se seu DAW responde a comandos MMC, essa é a melhor configuração. Em caso contrário, configure em CC. Os botões de transporte precisarão ser ‘aprendidos’ para as funções de transporte correspondentes da DAW. Página 2: Pad Curve (PadCurve) Seleciona uma das três tabelas de velocity (1 a 3), sendo que cada uma altera a resposta de velocity dos pads para a força inicial aplicada a eles quando forem tocados. A Pad Curve 2 é a padrão e deve ser aceitável para a maior parte dos estilos de se tocar. Usando a mesma quantidade de força, configurar PadCurve em 1 gerará notas com velocitys mais baixas e, da mesma maneira, configurar em 3 resultará em notas com velocitys mais altas. Quando configurado em OFF, a velocity das notas sempre será configurada em 127. Página 3: Tempo (Tempo) Ele configura o tempo do relógio MIDI interno do Impulse, em BPM. Isso pode ser útil em performances ao vivo com o arpeggiator e os tempos do roll. O alcance vai de 40 a 240, com o valor padrão em 120 BPM.
  • 20. Português 20 Página 4: Clock source (ClockSrc) Essa configuração seleciona a fonte de sincronização de clock do Impulse, que são usados para as funções Arpeggiator e Roll. Essas funções são: Interna (Int), USB (Usb), MIDI (Mid) ou Automática (Aut). Em Automático, a configuração se reverte a Interna quando nenhuma fonte USB esta presente; note que o modo Automático ignora qualquer sinal clock presente no conector DIN MIDI In. Além disso, o modo Automático assegurará que o clock interno estará rodando para o caso da fonte externa de clock USB falhar. Página 5: MIDI Out source (DINFrom) Essa configuração determina se um dispositivo externo conectado ao conector DIN MIDI Out receberá os comandos MIDI localmente do seu Impulse (Loc) ou do computador (USB). Essa é uma função útil quando se esta usando um software de música e um dispositivo externo adicional, como synths. A configuração padrão é local (Loc). Página 6: SysEx Data Dump (DumpSYX?) Com essa opção selecionada, pressionar o botão Enter 14 te permitirá fazer o download das configurações internas do Impulse nesse momento para o template ativo. Essa é uma medida muito útil para se fazer backups de segurança ou para transferir um template para outro Impulse. Nota – Não é necessário entrar em nenhum ‘modo’ específico para importar dados SysEx. O impulse sempre esta no modo de ‘leitura de dados’; só é necessário transmitir os dados SysEx (tanto de outro Impulse, quanto de um computador usando a ferramenta MIDI SysEx). Os dados importados são inicialmente lidos em um buffer RAM; quando a transferência estiver concluída você pode salvar (save) o template por cima do template desejado.
  • 21. Português 21 Configurações do Teclado Os parâmetros primários do teclado podem se configurados no modo Keyboard, e pode-se entrar nele pressionando o botão Keyboard 8 ; o LED do botão confirma o acesso ao modo. As configurações desse modo variam conforme o template, então certifique-se de estar usando o template correto antes de acessar esse modo. As páginas de configuração do modo Keyboard podem ser selecionadas apertando-se os botões +/- 7 e os parâmetros em cada uma podem ser ajustados usando o potenciômetro Data 14. Página 1: Midi Port (MIDIPort) Permite configurar a porta MIDI para ser usada com o template ativo no momento. As opções são: USB (USB), MIDI (Mid) ou All (ALL). O padrão é All (por exemplo, USB e porta DIN MIDI). Página 2: Curva de Velocity do Teclado (VelCurve) Seleciona uma das quatro tabelas de velocity (1 a 4). Velocity 2 é o padrão, e deve ser aceito para a maior parte dos estilos de se tocar. Usando a mesma quantidade e força, a configuração VelCurve em 1 emitirá notas com velocity´s mais baixas quando comparado a configurações mais altas, como 3 ou 4. Quando estiver configurado em Off, todas as notas tocadas no teclado tem a velocity fixa em 127. Página 3: Aftertouch (Aftertch) O teclado do Impulse é equipado com o Channel Aftertouch, que envia um conjunto adicional de dados MIDI quando uma pressão adicional é aplicada a uma tecla que já esta sendo tocada. As opções são On ou Off. A configuração padrão é On uma vez que muitos plug-ins utilizam o Aftertouch, mas em algumas situações, você pode preferir desabilitá-lo.
  • 22. Português 22 CanalMIDI Os dados MIDI podem ser enviados em qualquer um dos 16 canais, e só serão recebido e interpretados corretamente se o dispositivo receptor estiver configurado para o mesmo canal. Pressione o botão MIDI Chan para configurar o número do canal. Use o potenciômetro Data para alterar o número do canal MIDI do padrão 1.Note que os números do canal MIDI são parte do template, portanto, qualquer mudança deve ser salva no template conforme descrito acima (veja a seção “Lendo e Salvando um Template”). Zones Normalmente, o teclado do Impulse utiliza o mesmo canal MIDI para as notas. Usando a função Zones isso pode ser dividido em 2, 3 ou até 4 regiões separadas ou sobrepostas. Cada Zona pode ter sue próprio canal MIDI, porta, e extensão do teclado. Essa função pode ser de enorme benefício quando se toca ao vivo. Pressione o botão Zones para habilitar e configurar as zonas do teclado; o LED no botão acende para confirmar o acesso ao modo. Página 1: Zones Enable (KbdZones) Use o potenciômetro para selecionar entre On ou Off (padrão). Quando a função está configurada em On, o ícone Zones ON acende no display para te lembrar que Zones esta habilitada. Página 2: Zone 1 Start (Z1Start) Há duas maneiras de se escolher a nota mais grave na Zona: 1) pressione a nota no teclado, e o nome dessa nota será mostrado; 2) use o potenciômetro de dado para navegar pela lista de notas disponíveis.
  • 23. Português 23 Página 3: Zone 1 End (Z1End) Você pode escolher a nota mais aguda da Zona da mesma maneira que a mais grave. Página 4: Zone 1 Octave (Z1Octav) Permite alterar a oitava em que as notas da zona em questão tocarão. Configurar em 0 (o padrão) significa que as notas na zona tocarão sua altura normal. Note que o alcance de oitavas disponível varia entre os diversos modelos de Impulse. Página 5: Zone 1 MIDI Channel (Z1Chan) Cada Zona pode usar um canal MIDI diferente, te habilitando a tocar fontes sonoras diferentes em partes diferentes do teclado. Você pode configurar a Zona para qualquer um dos 16 canais MIDI padrão, ou selecionar tPL, para que o canal MIDI da Zona siga aquele configurado no template em uso. Página 6: Zone 1 Ports (Z1Ports) Assim como você pode selecionar um canal MIDI diferente para cada Zona, você também pode configurar que Porta MIDI cada Zona usará. As opções são: Template (tPL) – a porta será configurada para aquela do template em uso; USB (Usb) – a porta USB será usada; MIDI (Mid) – os conectores DIN serão usados; All (ALL) – as portas USB e DIN serão usadas; Off (Off) – a Zona é desabilitada. Páginas 7 a 21: Zonas 2 a 4 As demais páginas no menu Zones repetem as configurações disponíveis para a Zona 1 nas páginas 2 a 6. ProgramChange Você pode transmitir um MIDI Program Change (Mudança de Programa MIDI) do Impulse.Pressione Shift + MIDI Chan para habilitar o modo Prog Change. Selecione o número do Program Change com o potenciômetro Data e os dados MIDI serão transmitidos. Note: Os valores MIDI do Program Change são automaticamente transmitidos conforme o potenciômetro Data é girado – por exemplo, isso possibilita navegar entre os patches simplesmente ao se girar o potenciômetro. Pressione Enter para sair desse modo e reverter a tela para a aparência original.
  • 24. Português 24 Controles deTransporte O Impulse foi concebido com um conjunto padrão de seis controles de ‘transporte’ 18, que podem ser usados para começar, parar, realocar etc., na timeline da sua DAW. Ele atua como um controle remoto conveniente para o software e duplica os botões em tela. Os botões de transporte sempre estão ativos, mas sua DAW precisará estar configurada corretamente para responder aos seus comandos. Além disso, você precisará se certificar de que eles estão configurados para enviar o tipo correto de mensagem MIDI – MIDI Machine Control ou Continuous Controller – para a DAW. (Veja a seção “Modo Setup”) Arpejador O impulse possui um arpejador poderoso que permite aos arpejos variações de complexidade e ritmo a ser tocado, e isso em tempo real. Caso uma única tecla seja pressionada, a nota será tocada novamente pelo arpejador. Se você tocar um acorde, o arpejador reconhece suas notas e as toca individualmente em sequência (a isso se denomina arpejo, ou ‘sequência de arpa’); então, se você tocar uma tríade de Dó Maior, as notas selecionadas serão Dó, Mi e Sol. O arpejador do Impulse é habilitado ao se pressionar o botão Arp 15 ; seu LED acenderá para confirmar a ação e os oito drum pads ficarão verdes. Segurar uma nota apertada a repetirá na sequencia, e você verá a luz dos pads mudar conforme o padrão progride.Inicialmente, todos os beats habilitados na sequência são tocados mas, se você pressionar um pad, o beat correspondente à posição daquele pad será omitido da sequência, criando um padrão rítmico. O pad ‘deselecionado’ acenderá em vermelho, ao invés de verde. Um pad ‘deselecionado’ pode ser reabilitado apertando-o uma segunda vez. Os pads são sensíveis a velocity, e ao quão forte eles são apertados logo, quando habilitados, isso determina a velocity da nota na sequência. O estado inicial padrão é que todas as notas na sequência sejam tocadas com velocity igual.
  • 25. Português 25 MenudeConfiguraçõesdoArpejador Vários parâmetros do arpejador podem ser ajustados no Menu de Configurações do Arpejador, no qual se entra segurando o botão Shift e apertado Arp; o LED no botão Arp piscará nesse modo. Página 1: Sync (Sync1/x) Esse parâmetro determina efetivamente o beat da sequencia do Arp, baseado no andamento (veja a seção ‘Tempo’). A taxa para a sincronia é ajustada com o potenciômetro de Data pode ter qualquer um dos 12 valores entre 1 a 96 beats, que correspondem a divisões do andamento. Página 2: Gate (Gate) Esse parâmetro a duração básica das notas tocadas pelo Arpejador e a partir dele pode ser alterado o parâmetro Swing (veja abaixo). Quanto menor o valor do parâmetro, menor a duração da nota tocada. Com uma configuração de 100, cada nota da sequência será imediatamente seguida pela próxima sem nenhum silêncio entre elas. No valor padrão de 50, a duração da nota é exatamente a metade do intervalo do beat, conforme configurado no andamento, e cada nota é seguida por uma pausa de igual duração. Valores superiores a 100 farão com que as notas se ‘sobreponham’. Página 3: Swing (Swing) Caso esse parâmetro esteja configurado para algo diferente do seu padrão de 50, alguns interessantes efeitos rítmicos a mais podem ser conseguidos. Valores mais altos de Swing aumentam os intervalos entre notas ímpares e pares, enquanto os intervalos par-ímpar são correspondentemente diminuídos. Valores mais baixos causam o efeito contrário. Esse efeito é mais fácil de se experimentar que se descrever!
  • 26. Português 26 Página 4: Arp Mode (ArpMode) O arpejador vai tocar todas as notas das teclas apertadas em uma sequência que é determinada pelas configurações do Modo Arp. As opções são: - Up (uP) – a sequência começa com a nota mais grave tocada; -Down (dn) –s a sequência começa com a nota mais alta tocada; - Up/Down 2 (ud2) - a direção da sequência alterna e repete as notas mais aguda e mais grave tocadas; - Chord (crd) – todas as notas são tocadas simultaneamente como um acorde; - Up/Down (uPd) – a direção da sequência alterna; - Random (rnd) – as teclas seguradas são tocadas em uma ordem continuamente variável; - Key Order (PLY) – a sequência inclui as notas na sequência na ordem em que elas foram tocadas. Página 5: Arp Octave (ArpOctv) Essa configuração adiciona oitavas mais altas à sequência Arp. Se ‘Arp Octave’ esta configurada para 2, a sequência será tocada normalmente, e imediatamente tocada novamente um oitava acima. Valores mais altos de ‘Arp Octave’ estendem esse processo adicionando oitavas mais altas à sequência. Valores de ‘Arp Octave’ maiores que 1 têm o efeito de dobrar, triplicar etc., a duração da sequência. As notas adicionais a somadas duplicam a sequência original completa, mas uma oitava acima. Se, uma sequência de 4 notas é tocada com ‘Arp Octave’ em 1, terá 8 notas com o ‘Arp Octave’ configurado em 2. As configurações do ‘Arp Octave’ são 1, 2, ou 4. Página 6: Arp Lenght (ArpLngth) Configura a duração da sequência e seu valor padrão é 8. Reduzir o valor da configuração diminui o número de notas na sequência. ConfigurandooAndamentodoArp/Roll O andamento para os modos Arp e Roll é configurado na página Tempo do menu Setup (veja “Tempo”, na seção “Modo Setup”). Entretanto, ela pode ser diretamente acessada pressionando Shift+Roll 8 + 15 ; O LED Roll e o drum pad 5 piscam nesse modo. Outra opção é configurar o andamento ‘manualmente’ marcando um andamento contínuo no drum pad 5. Note que configurar o andamento dessa maneira só é possível se a Clock Source estiver configurada em Internal (veja “Clock Source”, na seção “Modo Setup”). Note que ao apertar +, você também pode acessar a página de configurações de Clock Source desse menu. Pressione Roll novamente para cancelar e retornar o display normal.
  • 27. Português 27 ModoRoll O modo Roll te dá um método conveniente de disparar uma única nota repetidamente - geralmente, um efeito percussivo como um som de bateria. Habilite o Roll pressionando o botão Roll 15 . O LED do botão Roll acende e os drum pads acendem em vermelho. Agora, pressionar um drum pad irá disparar o som (previamente endereçado para ele) por todo o tempo em que o pad estiver for segurado. A sensibilidade de velocity do pad ainda estará ativa – o volume sonoro será proporcional à pressão aplicada ao pad. Veja também “Pad Curve”, na seção “ Modo Setup”. Alguns parâmetros de arp (disponíveis no Menu de Configurações do Arpejador – veja seção de mesmo nome) têm efeito no padrão rítmico do roll. Menu Boot O menu de boot não será necessário durante a operação normal, mas para te permitir atualizar o firmware do Impulse, conferir o número da versão do firmware e também para reiniciar todas as configurações para os padrões de fábrica. Para acessar o menu de boot, aperte simultaneamente os botões +, - e Shift enquanto liga o Impulse – por exemplo, enquanto conecta o cabo USB. Página 1: Exit (Exit) Pressione Enter para sair do menu boot. Página 2: Setup (Setup) Essa página se relaciona com o modelo do Impulse e serve para uso exclusivo do fabricante. Não altere essas configurações! Um longo toque no botão – (Cancel) sairá dessa página.
  • 28. Português 28 Página 3: Version (Version) Pressionar Enter mostrará a versão do firmware do Boot PRogram; pressione o botão + para ver o número da versão do firmware atual. Um toque longo no botão – (Cancel) sairá dessa página. Página 4: Restore Factory defaults (FacRst) Restaura todas as configurações internas do Impulse para os valores originais de fábrica. Qualquer mudança que você tiver feito será perdida. Pressionar Enter levará a uma tela de confirmação (Really?) para que você tenha mais uma chance de mudar de ideia! Pressione Enter novamente para continuar, ou dê um longo toque no botão – (Cancel) para sair da página. USANDO O IMPULSE COM O AUTOMAP 4 Introdução O Automap é um software desenvolvido para fazer a interface do seu Impulse com seu software de música. Ele simplifica o processo de endereçamento dos controles do Impulse para os parâmetros dos plug-ins e/ou mixer da DAW uma vez que sua operação é virtualmente automática e roda transparentemente em segundo plano. Informações completas sobre instalação, configuração e operação do software Automap podem ser encontradas separadamente no Manual do Usuário do Automap. Você pode baixa-lo de nosso website: www.novationmusic.com/support. Ele contém informações muito mais detalhadas sobre o Automap 4 do que é possível incluir nesse Manual do Usuário. Por favor, consulte-o se necessário. Note que o Automap 4 é um software genérico desenvolvido para fazer a interface com inúmeros outros produtos além do Impulse. InstalandooAutomap 4 emseucomputador Você encontrará o arquivo instalador do Automap 4 no DVD fornecido junto ao seu Impulse, acompanhado de um Manual do Usuário dedicado ao Automap 4. Primeiramente, consulte esse manual para certificar- se de que seu computador se encaixa nas especificações mínimas de instalação do Automap 4. Procure o Manual do Usuário fornecido com o Impulse; ele oferece as instruções completas de instalação e configuração. Todos os drivers necessários são instalados automaticamente como parte desse processo. A instalação será acompanhada com um Assistente de Instalação. Siga todas as instruções em tela; você também pode achar útil procurar o Manual do Usuário do Automap 4. AtualizandoofirmwaredoImpulse Quando você fizer a instalação do Automap 4 pela primeira vez, ou instalar uma próxima atualização do Automap, o Assistente de Instalação irá conferir se o firmware no Impulse conectado esta atualizado. Caso não esteja, o Assistente de Instalação vai te guiar pelo processo de atualização do firmware do seu Impulse. Nota: Atualizar o firmware não apaga seus templates.
  • 29. Português 29 ConfigurandosuaDAWparaocontroledoAutomap 4 O Automap 4 possui tarefas diferentes tarefas para realizar em sua DAW e precisa ser configurado corretamente para habilitar o controle total ao Impulse. Primeiramente, você precisa habilitar seus vários plug-ins para o uso com o Automap 4. Isso não afetará o funcionamento normal deles de maneira nenhuma, porém, uma vez habilitados, você poderá alterar seus parâmetros a partir do Impulse. O Automap 4 contém um procedimento de configuração simples para te permitir fazer isso. Compatibilidade com DAWs: Até o momento em que esse manual foi escrito, as DAWs oficialmente suportadas pelo Impulse e o Automap 4 são: Mac: Live Pro Tools Cubase Logic Reason Windows: Live Pro Tools Cubase Sonar Reason NOTA: Confira o site da Novation para informações de compatibilidade atualizadas. www.novationmusic.com/support Caso sua DAW não esteja listada, mas suporta HUI, você ainda pode utilizar o Automap 4 para controlar as funcionalidades do mixer. Veja o Manual do Usuário do Automap 4 para maiores detalhes. Habilitando seus plug-ins e configurando sua DAW Esse é um procedimento simples; localize o ícone do Automap na barra de Menu (Mac) ou na Barra de Tarefas (Windows); clique nele e selecione Sistem Setup...; Isso abrirá a janela de configurações do Automap. Selecione seu hardware e DAW e clique no botão Setup... Desse ponto a diante, por favor, siga as instruções em tela e o Manual do Usuário do Automap 4.
  • 30. Português 30 OPlugin,MixereosbotõesMIDI Esses botões são o centro das operações principais do Impulse. Os botões disponíveis são diferentes no Impulse 25. Botões do Encoder 11 Os dois botões juntos aos encoders giratórios controlam suas funções: - Plugin – esse modo é usado com o Automap 4; os encoders se tornam controles físicos dos parâmetros dos seus plug-ins. O mapeamento dos encoders para os parâmetros é determinado pelo Automap 4. - Mixer – pressione os botões Plugin e MIDI juntos; ambos os LEDs acendem. Nesse modo os encoders controlam funções do mixer da DAW – por exemplo, Pan e Aux sends – conforme definido pelo Automap 4. - MIDI – quando o LED MIDI estiver aceso, os encoders enviarão dados MIDI normais, conforme definido pelo template em uso no Impulse. Esse é o modo que você usará caso não esteja utilizando o Automap 4 (por exemplo, sem computadores conectados). O botão do fader (somente no Impulse 25) 10 Esse botão controla a ação desempenhada pelo único fader do Impulse 25: - Mixer - se o LED estiver aceso, o fader esta pronto para o uso com o Automap 4, e o fader atuará com um controle de volume de uma pista do mixer da DAW. O endereçamento da pista é feito na tela (veja o Manual do Usuário do Automap); além disso, Shift + Octave> ou Shift + Octave˂ te permite trocar entre as pistas vizinhas umas das outras. - MIDI – no estado alternativo (LED apagado), o fader estará no modo MIDI, e pode ser utilizado para enviar dados MIDI conforme definido pelo template em uso. Os botões de fader (Impulse 49 e 61) 12 Os dois botões juntos aos faders determinam como eles funcionam: - Mixer – nesse modo (LED de Mixer aceso), os faders estão prontos para o uso com o Automap4, e funcionarão como controles de volume para os canais do mixer da DAW. - MIDI – no modo MIDI, os faders podem ser usados para enviar dados MIDI conforme o definido pelo template em uso. Botões junto aos encoders Botões Mixer e MIDI juntos aos faders – Impulse 49 e 61 Botão Mixer/MIDI – Impulse 25
  • 31. Português 31 ModoAutomap Normalmente, a seleção do modo Automap no Impulse será completamente automática. Quando você conectar o Impulse pela primeira vez ao seu computador, antes de rodar seu software de música, você verá que o LED do botão MIDI [11] está aceso. Isso significa que o Impulse esta no modo ‘manual’ e pronto para ser usado como um controlador MIDI de uso geral. Quando você rodar seu software de música o Automap 4 também será rodado, o LED MIDI se apagará e os LEDs de Plugin e Mixer acenderão. O Impulse estará pronto para o uso com Automap 4. AutomapMappingEditor(EditordeMapeamento) 1. Encoders Em sua DAW, selecione o Plug-in que você quer controlar. Abra a janela do Automap Mapping Editor (um clique sobre o ícone do Automap na Barra de Menu (Mac), ou dois cliques na Bandeja do Sistema (Windows)), e certifique-se de que há um retângulo vermelho ao redor da seção de encoders da imagem do Impulse. Caso não haja, clique na área do encoder. Isso mostrará a primeira de várias páginas (o número varia conforme o plug-in) que representam graficamente os encoders giratórios. Essa janela te mostrará que parâmetro do plug-in foi endereçado a que encoder pelo Automap 4, e seu valor atual. Mover qualquer encoder mudará o valor mostrado na janela, e você também deve ver o controle equivalente no plug-in sendo alterado. A maior parte dos plug-ins possui mais de 8 parâmetros, então, páginas adicionais são fornecidas pelo Automap 4. Elas podem ser acessadas de duas maneiras: - Pelo Impulse – pressione Shift + Plugin e Shift + MIDI (Page Up/Page Down) para trocar de páginas em qualquer direção; - Pelo Automap – clique nos ícones Page Up e Page Down na barra de ferramentas da janela do Mapping Editor.
  • 32. Português 32 2. Faders – somente Impulse 25 Clicar na área de faders da imagem do Impulse na janela do Mapping Editor fará o display mudar para uma configuração de nove faders (inicialmente para as Pistas 1-8 mais o fader geral). Como o Impulse 25 possui um único fader, ele será endereçado para a Pista 1, inicialmente. Usando o Track Up/Down (essas são funções secundárias ativadas com o botão Shift + Octave 9 ) é possível acrescentar/subtrair o mapeamento de pistas para o fader físico, o que te permite construir sua mix um canal por vez. Veja item “Track Up/Down” a seguir. Como acontece com os encoders, há páginas adicionais da janela do Mapping Editor. Elas podem ser acessadas da mesma maneira como foi descrito acima. 3. Faders – Impulse 49 e 61 Clicar na área dos faders na imagem do Impulse na janela do Mapping Editor fará com que a imagem mude para um conjunto de nove faders. Essa imagem representa os nove faders do Impulse.
  • 33. Português 33 Normalmente, os faders serão endereçados para os Canais 1-8, mais o Master, e isso será confirmado pelas legendas baixo dos faders. Canais de números maiores e funções adicionais do mixer (como os volumes dos Sends) podem ser encontradas nas páginas adicionais. Você pode usar os botões de Bank (Shift + MIDI, Shift + Mixer perto dos faders) para alternar ‘para os lados’ e selecionar um conjunto adicional de oito canais consecutivos. Botões de Mute e Solo Os modelos Impulse 49 e 61 estão equipados com botões de Mute/Solo 3 dedicados a cada canal posicionados abaixo de cada fader. Eles também são representados em tela e refletem o status de cada botão físico. O botão Select 13 de Mute/Solo alterna a função desses botões entre Mute e Solo. No modo Mute (LED apagado), o botão silenciará o canal do mixer que ele estiver controlando; No modo Solo (LED aceso), pressionar o botão irá silenciar todos os canais do mixer, menos o canal que o botão estiver controlando. Botões Mute e Solo – mapeamento alternativo Assim como atuar como Mute ou Solo para cada canal, quaisquer dos oito botões do Impulse 49 e 61 podem ser endereçados para exercer outras funções (dependendo de sua DAW). Clique em um botão na janelo do Mapping Editor e selecione uma função alternativa na lista do painel Edit Assignment. Note que a lista inclui tanto funções alternativas para os faders e para os botões. TrackUp/Down Track Up/Down são funções secundárias acessíveis com o Shift + um dos dois botões Octave 9 . Elas te permitem ‘subir’ ou ‘descer’ os faders uma pista ou instrumento por vez em sua DAW. No caso do Impulse 49 e 61, a pista da DAW ativa no momento subirá ou descerá, enquanto os oito faders continuarão endereçados para o banco de oito pistas atual (veja o item “Bank Up/Down, a seguir). Em algumas DAWs, selecionar uma pista nova em um banco de oito pistas diferentes fará com que os controles sejam automaticamente alternados para um novo banco, enquanto em outras DAWs será necessário alternar os bancos manualmente usando os botões Bank Up/Down (veja abaixo). No Impulse 25 o único fader pode subir ou descer entre os canais consecutivos da DAW da mesma maneira, ao se apertar sucessivamente Track+. BankUp/Down Essa função só é disponível no Impulse 49 e 61. Bank Up/Down são funções secundárias acessadas com os botões Shift + Mixer/MIDI 12 . Bank Up/Down realizam as mesmas funções de Track Up/Down, mas atuam em oito faders/botões por vez. Por exemplo, se os Faders (e botões) 1-8 estão endereçados para os canais 1-8 da DAW, e é pressionado Shift + Mixer (por exemplo, Bank Up), os faders/botões passarão a controlar os canais 9-16. ModoLearn O Impulse possui a função Learn que simplifica o processo de mapeamento de parâmetros. O modo Learn te permite mapear parâmetros adicionais aos controles, ou sobrepor parâmetros já existentes com outros novos. No modo Automap, o Learn é ativado somente com o botão Shift 8 . 1. No próprio plug-in, clique sobre o controle do parâmetro que você quer mapear e altere suavemente seu valor. Esse se tornará o último controle a ser usado. 2. No Impulse, pressione Learn, e mova o controle ao qual você quer mapear o parâmetro. 3. O nome e valor parâmetro já estarão mapeados para o controle.
  • 34. Português 34 MANUAL PARA DAW Estamos assumindo que você já está bastante familiarizado com o funcionamento de sua DAW favorita. Havendo diferenças na maneira como cada DAW em particular trabalha com o Impulse (e/ou o Automap), você deveria conferir a página de suporte técnico no website da Novation (www.novationmusic.com/support), onde você encontrará orientações específicas sobre o uso do Impulse com cada DAW listada na seção “Configurando sua DAW para o controle do Automap 4”. Quando estiver instalando o Automap 4 é importante seguir cuidadosamente as instruções dadas pelo Assistente de Instalação do Automap 4. Ableton Live emodo Clip-launch(Macou Windows) O Ableton Live Lite 8 é um pacote de software de música que você encontrará empacotado junto ao Impulse e o Automap. Você também encontrará um Manual do Usuário do Ableton Live completo no DVD que acompanha o Impulse. Ele contém informações sobre como instalá-lo em seu computador; também há algumas informações adicionais no Manual do Usuário do Impulse. Há alguns tópicos gerais para se salientar sobre o funcionamento do Ableton Live Lite usando o Impulse como um controlador. - O Ableton Live Lite se difere das demais DAWs compatíveis porque não precisa do Automap 4 para fazer sua interface com o Impulse. Mesmo assim recomendamos que você ainda instale o Automap 4 em seu computador, e siga todas as instruções de Instalação em tela como faria para as outras DAWs. (Você será avisado para fechar o Automap ao fim da Instalação). - Quando estiver usando o Impulse 25 no modo Mixer, os encoders giratórios irão configurar os mesmos parâmetros em cada pista de um Banco de oito, dependendo esse de que Pista esta selecionada no Ableton Live Lite. Assim, se a Pista 5 esta selecionada, as Pistas 1 a 8 serão controláveis; se a Pista 11 estiver selecionada, as Pistas 9 a 16 serão controláveis. - Page+ e Page- te permitem navegar pelos parâmetros do mixer disponíveis: Pan, Sends A a D, para o conjunto de oito Pistas em questão. Somente no Impulse 25, o Track Volume também é disponível como um parâmetro controlável. - O mixer do Ableton Live Lite pode ser configurado com qualquer número de canais de Return (A, B, C, etc.), mas o Impulse só permite o controle dos quatro primeiros – Returns A a D. - No Impulse 25, o fader irá controlar o volume da Pista que estiver selecionada no modo Mixer. - Os botões Track+ e Track- selecionam o ‘active’ Track no Ableton Live. - AS funções dos botões de transporte variam entre as visualizações Session View e Arrangement View do Ableton Live Lite. Botão Session View Arrangement View Rwd Sobe uma cena Rwd; Shift+Rwd = volta ao começo FFwd Desce uma cena FFwd; Shift+FFwd = vai para o final Stop Para Para Play Play Play Loop Toca a cena selecionada Habilita/Desabilita a função Loop Rec Inicia a gravação do arranjo Grava
  • 35. Português 35 - O Impulse pode ser colocado no modo Clip Launch ao se apertar simultaneamente os botões Roll e Arp. Isso redefine a função dos drum pads, que agora disparam os Clips da Cena selecionada. Os pads se iluminarão de acordo com o status dos Clips: -Apagado – não há clip presente -Amarelo – clip disponível - Verde – Clip sendo tocado/pronto para tocar - Vermelho – Clip em gravação/pronto para gravar Cores piscantes indicam que o Ableton Live Lite esta esperando o começo do próximo compasso antes de realizar o último comando. - O Impulse também é compatível com o Max for Live da Ableton. Todos os controles (faders, botões, encoders, pads) serão completamente por controles do Max for Live, por exemplo, usando o Live API. Por outro lado, rodas, aftertouchs e pedais não serão suportados, uma vez que eles não interagem com o Live diretamente; eles simplesmente enviam dados MIDI. - O modo Preview é oferecido para confirmar como um encoder esta configurado sem, de fato, alterar nenhum parâmetro do Ableton Live. Acesse o modo Preview segurando o botão Shift e pressionando Controls. O LED no botão Controls pisca para confirmar o modo. Mover qualquer um dos oito encoders mostrará seu correspondente no Ableton Live. Para sair do modo Preview, pressione Controls novamente.
  • 36. Português 36 RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS Para as informações e assistências mais atualizadas sobre o seu Impulse, por favor, visite: www.novationmusic.com/answerbase Exemplos Básicos deResoluçãode Problemas - O Impulse não liga corretamente quando conectado a um laptop via USB. Quando uma conexão USB é usada para alimentar o Impulse por um laptop, o Impulse pode não se iniciar com sucesso. Isso acontece porque o Impulse não consegue receber eletricidade suficiente do laptop. Quando for fazer a alimentação do Impulse pela porta USB de um laptop é recomendável que o este esteja ligado à sua fonte de alimentação elétrica, ao invés de usar somente sua bateria. Também recomendamos que o Impulse esteja conectado diretamente a uma porta USB nativa do computador, e não a um hub USB. O funcionamento correto não pode ser garantido se um hub estiver sendo usado. Alternativamente, para utilizar o Impulse como dispositivo stand-alone, ligue-o a uma fonte de alimentação elétrica AC:USB. - A transmissão de MIDI Program Change não afeta um dispositivo MIDI conectado. Alguns dispositivos MIDI não aceitam dados Program Change sem receber dados Bank Select (CC32 e/ou CC0). - O Impulse não pode ser selecionado como dispositivo MIDI em um software. Quando for abrir um software que utilize o Impulse como sua fonte de entrada MIDI e não conseguir selecioná-lo – seja com o Impulse aparecendo em cinza, ou não aparecendo em uma lista de dispositivos MIDI disponíveis – feche o programa, espere por 10 segundos, reabra o programa e tente novamente. Em algumas circunstâncias, é possível que o driver do Impulse precise de alguns segundos para estar ativo. Caso o software seja iniciado imediatamente após a conexão do Impulse, sem um intervalo de alguns segundos entre a conexão com o Impulse e a iniciação do software, o driver do Impulse pode não estar disponível ainda.
  • 37. Português 37 TEMPLATES DE FÁBRICA No Template Nome do Hardware (8 caracteres) 1 Template MIDI básico para o controle padrão e aprendizado em MIDI. Evita MIDI CCs comumente usados BascMIDI 2 Os controles enviam MIDI CCs comumente usados UsefulCC 3 Template de MIDI Geral para Mixer. Os faders enviam volumes e os encoders enviam Pans em diferentes canais MIDI GM Mixer 4 Ableton Live e Live Lite Live 5 Propellerhead Reason Reason 6 Apple GarageBand GarageBd 7 Apple MainStage MainStge 8 Template Novation 'Stations': A-Station K-Station X-Station V-Station KS Xio Bass Station Keyboard Bass Station Rack Super Bass Station Bass Station VST NovaStat 9 Novation Ultranova UltrNova 10 Novation Nova, Nova II, Supernova, Supernova II SupaNova 11 Instrumentos Nativos - Kontakt Kontakt 12 Instrumentos Nativos – FM 8 (precisa do arquivo de mapeamento em DVD) FM 8 13 Instrumentos Nativos – B4 Organ B4 Organ 14 Instrumentos Nativos – Massive (precisa do arquivo de mapeamento em DVD) Massive 15 Banco de Template do Usuário Blank 16 Banco de Template do Usuário Blank 17 Banco de Template do Usuário Blank 18 Banco de Template do Usuário Blank 19 Banco de Template do Usuário Blank 20 Banco de Template do Usuário Blank
  • 38. Português 38 CONTROLES ASSINALÁVEIS – PARÂMETROS E ALCANCES Faders, encoders e Roda de Modulação: Apertar o botão + após o controle desejado acessará as páginas de configuração dos parâmetros: Type:CC (Controle Contínuo) CC#:(Número do controle, 0 a 127) Max: (Valor máximo do parâmetro, 0 a 127) Min: (Valor mínimo do parâmetro, 0 a 127) Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL será conforme o definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Type: rPn (Número do Parâmetro Registrado) MSB: (Byte Mais Significante, 0 a 127) Bank LSB: (Byte Menos Significante, 0 a 127) Max: (Valor máximo do parâmetro, 0 a 127) Min: (Valor mínimo do parâmetro, 0 a 127) Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL será conforme o definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Type: nrP (Número de Parâmetros não registrado) MSB: (Byte Mais Significante, 0 a 127) Bank LSB: (Byte Menos Significante, 0 a 127) Max: (Valor máximo do parâmetro, 0 a 127) Min: (Valor mínimo do parâmetro, 0 a 127) Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL será conforme o definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Drum pads: Type: not Note: C-2 a G8 Max: (Valor máximo do parâmetro, 0 a 127) Min: (Valor mínimo do parâmetro, 0 a 127) Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL será conforme o definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Type: CC, rPn e nrP: como para os encoders/faders Botões: Type: CC CC#:(Número do Controle, 0 a 127) Btn.Type:sgl Value: (0 a 127) Channel: canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Btn.Type:Mty Press: (0 a 127) Release: (0 a 127) Channel: canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Btn.Type:Tgl On: (0 a 127) Off: (0 a 127)
  • 39. Português 39 Channel: canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Btn.Type:StP To: (0 a 127) From: (0 a 127) StepSize: (0 a 64) Channel: canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Type: rPn (Número do Parâmetro Registrado) MSB: (Byte Mais Significante, 0 a 127) LSB: (Byte Menos Significante, 0 a 127) Btn.Type:sgl Value: (0 a 127) Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Btn.Type:Mty Press: (0 a 127) Release: (0 a 127) Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL confirme definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Btn.Type:Tgl On: (0 a 127) Off: (0 a 127) Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Btn.Type:StP To: (0 a 127) From: (0 a 127) StepSize: (1 a 64) Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Type: nrP (Número de Parâmetro não Registrado) MSB: (Byte Mais Significante, 0 a 127) LSB: (Byte Menos Significante, 0 a 127) Btn.Type:sgl Value: (0 a 127) Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Btn.Type:Mty Press: (0 a 127) Release: (0 a 127) Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Btn.Type:Tgl On: (0 a 127) Off: (0 a 127) Channel: canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Btn.Type:StP To: (0 a 127) From: (0 a 127) StepSize: (1 a 64) Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
  • 40. Português 40 Type: Prg Bank MSB: (Byte Mais Significante, 0 a 127) Bank LSB: (Byte Menos Significante, 0 a 127) Btn.Type:sgl Value: (0 a 127) Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Btn.Type:Mty Press: (0 a 127) Release: (0 a 127) Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Btn.Type:Tgl On: (0 a 127) Off: (0 a 127) Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL) Btn.Type:StP To: (0 a 127) From: (0 a 127) StepSize: (1 a 64) Channel: Canal MIDI a ser usado (1 a 16, ou tPL) ; tPL conforme definido no template Ports: porta MIDI a ser usada (tPL, USb, MId, ALL)
  • 41. Português 41 TABELA DE IMPLEMENTAÇÃO MIDI Função Transmitido Reconhecido Observações Canal Básico Padrão Alterado 1-16 1-16 X X Modo Padrão Mensagens Alterado Modo 3 0 ***** X Nota Número True Voice 0-127 ***** X Velocity Nota ON Nota OFF 0 X X X After Touch Teclas Canal X 0 X X Pitch Bend 0 X Control Change 0-127 X Program Change True # 0-127 X Exclusivo do Sistema 0* 0* *Envia/Recebe atualização de firmware (Novation) Envia/Recebe dados de Template (Novation) Sistema Pointer Comum Posição da música Sel da música Pedido da afinação X X X X X X Sistema Tempo Real Clock Comandos 0 0 0 X Aux Dados Reset os controles OnN/Off Local Ativar Sensibilidade Reset Sistema 0 X X** X 0 X X** X ** Pode ser enviado via Interface MIDI Notas Modo 1: OMNI ON, POLY Modo 2: OMNU ON, MONO 0: Sim Modo 3: OMNI OFF, POLY Modo 4: OMNI OFF, MONO X: Não