SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 25
L I Ç Õ E S B Í B L I C A S D E
J O V E N S - 4 º T R I M 2 0 1 5
Acompanhe os
comentários em
vídeo desta e
outras lições no
blog:
www.natalinodasneves.blogspot.com.br
Texto do dia
"Deus faz que o
solitário viva em
família [...]."
(Sl 68.6a)
síntese
Deus criou a família
como centro de
comunhão e
realização humana,
um lugar por meio
do qual as bênçãos
divinas fluiriam
sobre a Terra.
Texto bíblico
Salmos 128.1-6;
Ef 6.1-4
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO
• Vida pós-moderna e a desconfiança das
instituições.
• A família é a célula mater da sociedade
e da igreja.
• A família continua sendo, depois de
Deus, o valor mais importante para o ser
humano.
I - O IDEAL DA
FAMÍLIA
1. O propósito de Deus (Gn 2.18-24):
• Família como centro de comunhão e amadurecimento
para seus membros (Sl 68.6; Gn 2.18; Lc 1.80; 2.52).
• Harmonia no:
• Trabalho (Gn 2.15);
• Subsistência (Gn 1.29-30);
• Lazer (Gn 2.1-3);
• Prazer e procriação (Gn 1.28);
• Papeis sociais dos membros (Gn 2.24).
I - O IDEAL DA
FAMÍLIA
2. O pecado (Gn 3):
• O pecado é uma ofensa contra Deus (Rm 3.23) e o
próximo (Mt 6.14).
• “Errar o alvo (vontade de Deus)”.
• Primeira crise familiar provocada pela desobediência à
Palavra de Deus (Gn 3.11).
• O pecado produz medo/temor/pavor (Gn 3.9-10).
• O medo como agente controlador das emoções
humanas.
I - O IDEAL DA
FAMÍLIA
3. O lar abençoado por Deus (Sl 128.1-
6):
• Famílias são formadas por pessoas imperfeitas.
• O amor ajuda a superar as imperfeições (1 C0 13.7; Ef
4.2; Cl 3.13).
• O temor ao Senhor deve ser o fundamento para a
família ser abençoada (v.1).
• Bênçãos no trabalho, matrimônio e criação dos filhos
(v.2-5).
I - O IDEAL DA
FAMÍLIA
Pense
Cada membro da família
é responsável pela
unidade e har monia
doméstica.
O que você está fazendo
para essa har monia?
II - O SIGNIFICADO
DE "HONRAR PAI E
MÃE" (Êx 20.12; Ef
5.22,23; 6.1,2)
1. Obediência:
• Uma das formas de honrar os país é por meio da obediência
(Pv 4.1-4; 23.22);
• O Antigo Testamento prevê duras indigências e maldições a
prática de desobediência aos pais (Pv 20.20; 30.17; Ex 21.15;
Lv 20.9).
• Os filhos devem honrar seus pais por toda sua vida.
II - O SIGNIFICADO DE
"HONRAR PAI E MÃE" (Êx
20.12; Ef 5.22,23; 6.1,2)
2. Provisão:
• Outra forma de honrar os pais é por meio da provisão em
suas necessidades.
• As pessoas não devem usar de subterfúgios para evitar de
ajudar os pais (Mc 7.10-13).
• O abandono dos familiares é um tipo de negação de fé (1 Tm
5.8).
• Jesus, no leito de morte, ainda estava atento ao cuidado com
sua mãe (Jo 19.26-27).
• Os pais na velhice devem ser assistidos pelos filhos (Sl 71.9).
II - O SIGNIFICADO DE
"HONRAR PAI E MÃE" (Êx
20.12; Ef 5.22,23; 6.1,2)
3. Preservação moral:
• A observância deste preceito trouxe bênçãos para Sem e Jafé,
enquanto a desobediência trouxe maldição para Canaã (Gn
9.20-29).
• Os filhos não devem expor seus pais ao ridículo ou zombarem
deles (Pv 11.13; 19.26; 30.17).
• “A glória dos filhos são seus pais” (Pv 17.6).
II - O SIGNIFICADO DE
"HONRAR PAI E MÃE" (Êx
20.12; Ef 5.22,23; 6.1,2)
Pense
Honrar os pais é o
primeiro mandamento
com promessa:
prosperidade e vida
longa!
Não almejas tais
bênçãos?
III - A
COMUNICAÇÃO NA
FAMÍLIA (Sl 19.14;
141.3;1 Co 15.33)
1. A arte da comunicação familiar:
• Comunicação no trabalho, escola e outros ambientes
externos vs comunicação no ambiente familiar.
• O cuidado com a utilização das redes sociais.
• A comunicação define e aprofunda o relacionamento familiar
(Cl 3.16-17).
• A comunicação familiar tem grande influência no sucesso
pessoal na vida de seus membros.
III - A COMUNICAÇÃO
NA FAMÍLIA
(Sl 19.14; 141.3;1 Co
15.33)
2. Como melhorar a comunicação na
família (Tg 3):
• Procure conversar a respeito daquilo que interessa ao outro
(Pv 10.32);
• Saiba ouvir (Pv 15.23);
• Utilize palavras educadas e afáveis (Pv 15.1-4; 16.24).
• Não interrompa a conversa do outro (Pv 15.31).
• Não utilize rede sociais durante a conversa;
• Não retribua ofensa;
• Não fique relembrando problemas do passado;
• Perdoe e aceite o perdão.
III - A COMUNICAÇÃO
NA FAMÍLIA
(Sl 19.14; 141.3;1 Co
15.33)
3. Comece por você:
• As pessoas têm uma tendência de esperar que o outro tome
a iniciativa.
• Seja diferente! Comece por você!
• É difícil tomar a iniciativa? Quanto prejuízo temos tido!
• Famílias felizes têm um ambiente propício à comunicação.
• Famílias cristãs devem ser exemplo para as demais.
III - A COMUNICAÇÃO
NA FAMÍLIA
(Sl 19.14; 141.3;1 Co
15.33)
CONSIDERAÇÕES
FINAIS
CONSIDERAÇÕE
S
FINAIS1. O propósito de Deus para as família é
que a comunicação no lar seja dirigida
pelo temor ao Senhor.
2. Os filhos devem honrar seus pais,
principalmente, por meio do respeito, da
provisão e da preservação moral.
3. Devemos ter uma boa comunicação com
todas as pessoas, mas especialmente
dentro do lar. Se necessário, o exemplo
deve começar por nós.
REFERÊNCIAS
PALMER, M.D. Panorama do Pensamento Cristão.
1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2001, p. 305.
BENTHO, Esdras C. A Família no Antigo Testamento.
1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2006.
COLSON, C. E, Agora como Viveremos?
1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2000.
RICHARDS, Lawrence O. Guia do Leitor da Bíblia:
Uma análise de Gênesis a Apocalipse capítulo por
capítulo. 10. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012.
SOARES, Esequias. Casamento, Divórcio & Sexo à
Luz da Bíblia. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2011.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhosEstudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhos
marquione ban
 

Mais procurados (20)

O papel da mulher no plano de deus
O papel da mulher no plano de deusO papel da mulher no plano de deus
O papel da mulher no plano de deus
 
Aliança conjugal - características.
Aliança conjugal - características.Aliança conjugal - características.
Aliança conjugal - características.
 
As Parábolas de Jesus parte 1/2
As Parábolas de Jesus parte 1/2As Parábolas de Jesus parte 1/2
As Parábolas de Jesus parte 1/2
 
Slides Lição 8, CPAD, A Importância da Paternidade na Vida dos Filhos.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Importância da Paternidade na Vida dos Filhos.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Importância da Paternidade na Vida dos Filhos.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Importância da Paternidade na Vida dos Filhos.pptx
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
 
Robert Raikes o fundador da ebd
Robert Raikes   o fundador da ebdRobert Raikes   o fundador da ebd
Robert Raikes o fundador da ebd
 
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna
 
25. Os poéticos: Provérbios
25. Os poéticos: Provérbios25. Os poéticos: Provérbios
25. Os poéticos: Provérbios
 
Lição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e eu
Lição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e euLição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e eu
Lição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e eu
 
Sinais de alerta para o casal
Sinais de alerta para o casalSinais de alerta para o casal
Sinais de alerta para o casal
 
Lição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas Heresias
Lição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas HeresiasLição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas Heresias
Lição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas Heresias
 
Slides Lição 9, CPAD, Uma Família Nada Perfeita, 2Tr23, Pr Henrique.pdf
Slides Lição 9, CPAD, Uma Família Nada Perfeita, 2Tr23, Pr Henrique.pdfSlides Lição 9, CPAD, Uma Família Nada Perfeita, 2Tr23, Pr Henrique.pdf
Slides Lição 9, CPAD, Uma Família Nada Perfeita, 2Tr23, Pr Henrique.pdf
 
Curso de hermeneutica 1 atualizado
Curso de hermeneutica 1 atualizadoCurso de hermeneutica 1 atualizado
Curso de hermeneutica 1 atualizado
 
Apostila curso-casais-pronta-pdf-free
Apostila curso-casais-pronta-pdf-freeApostila curso-casais-pronta-pdf-free
Apostila curso-casais-pronta-pdf-free
 
Características do obreiro coluna
Características do obreiro colunaCaracterísticas do obreiro coluna
Características do obreiro coluna
 
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
 
Lição 05: A Dessacralização da Vida no Ventre Materno.pptx
Lição 05: A Dessacralização da Vida no Ventre Materno.pptxLição 05: A Dessacralização da Vida no Ventre Materno.pptx
Lição 05: A Dessacralização da Vida no Ventre Materno.pptx
 
Estudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhosEstudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhos
 
Perigos na família moderna
Perigos na família modernaPerigos na família moderna
Perigos na família moderna
 
A familia cristã e os desafios na criação dos filhos
A familia cristã e os desafios na criação dos filhosA familia cristã e os desafios na criação dos filhos
A familia cristã e os desafios na criação dos filhos
 

Destaque

Destaque (8)

Lição 7 - Relacionamentos Descartáveis? - 4 Trimestre 2015 - CPAD
Lição 7 - Relacionamentos Descartáveis? - 4 Trimestre 2015 - CPAD Lição 7 - Relacionamentos Descartáveis? - 4 Trimestre 2015 - CPAD
Lição 7 - Relacionamentos Descartáveis? - 4 Trimestre 2015 - CPAD
 
Lição 6 - Relacionamento Sentimental - 4 Trimestre 2015 - CPAD
Lição 6 - Relacionamento Sentimental - 4 Trimestre 2015 - CPAD Lição 6 - Relacionamento Sentimental - 4 Trimestre 2015 - CPAD
Lição 6 - Relacionamento Sentimental - 4 Trimestre 2015 - CPAD
 
Lição 2 - Relacionamentos em Família - EBD Jovens - 4 Trimestre 2015 - CPAD
Lição 2 - Relacionamentos em Família -  EBD Jovens - 4 Trimestre 2015 - CPAD Lição 2 - Relacionamentos em Família -  EBD Jovens - 4 Trimestre 2015 - CPAD
Lição 2 - Relacionamentos em Família - EBD Jovens - 4 Trimestre 2015 - CPAD
 
Lição 3 - O Relacionamento no Ambiente de Trabalho - EBD Jovens - 4 Trimestr...
Lição 3 - O Relacionamento no Ambiente de Trabalho -  EBD Jovens - 4 Trimestr...Lição 3 - O Relacionamento no Ambiente de Trabalho -  EBD Jovens - 4 Trimestr...
Lição 3 - O Relacionamento no Ambiente de Trabalho - EBD Jovens - 4 Trimestr...
 
Lição 1 - Fundamentos Bíblicos Para Relacionamentos Saudáveis - EBD Jovens -...
Lição 1 - Fundamentos Bíblicos Para Relacionamentos Saudáveis -  EBD Jovens -...Lição 1 - Fundamentos Bíblicos Para Relacionamentos Saudáveis -  EBD Jovens -...
Lição 1 - Fundamentos Bíblicos Para Relacionamentos Saudáveis - EBD Jovens -...
 
Lição 5 - Relacionamento com Pessoas Difíceis - 4 Trimestre 2015 - CPAD
Lição 5 - Relacionamento com Pessoas Difíceis - 4 Trimestre 2015 - CPAD Lição 5 - Relacionamento com Pessoas Difíceis - 4 Trimestre 2015 - CPAD
Lição 5 - Relacionamento com Pessoas Difíceis - 4 Trimestre 2015 - CPAD
 
Lição 4 - O Relacionamento Entre Amigos - EBD Jovens - 4 Trimestre 2015 - CPAD
Lição 4 - O Relacionamento Entre Amigos -  EBD Jovens - 4 Trimestre 2015 - CPAD Lição 4 - O Relacionamento Entre Amigos -  EBD Jovens - 4 Trimestre 2015 - CPAD
Lição 4 - O Relacionamento Entre Amigos - EBD Jovens - 4 Trimestre 2015 - CPAD
 
A Igreja na Reforma Protestante #Achei500AnosReforma
A Igreja na Reforma Protestante #Achei500AnosReformaA Igreja na Reforma Protestante #Achei500AnosReforma
A Igreja na Reforma Protestante #Achei500AnosReforma
 

Semelhante a Lição 2 (jovens) - Relacionamento em família

2013 2tri-lio10-anecessidadeeaurgnciadocultodomstico-130524194349-phpapp01
2013 2tri-lio10-anecessidadeeaurgnciadocultodomstico-130524194349-phpapp012013 2tri-lio10-anecessidadeeaurgnciadocultodomstico-130524194349-phpapp01
2013 2tri-lio10-anecessidadeeaurgnciadocultodomstico-130524194349-phpapp01
denilson matias
 
Lição 12: Culto Doméstico
Lição 12: Culto DomésticoLição 12: Culto Doméstico
Lição 12: Culto Doméstico
Escol Dominical
 

Semelhante a Lição 2 (jovens) - Relacionamento em família (20)

4º trimestre 2015 jovens lição 02
4º trimestre 2015 jovens lição 024º trimestre 2015 jovens lição 02
4º trimestre 2015 jovens lição 02
 
4º trimestre 2015 jovens lição 02
4º trimestre 2015 jovens lição 024º trimestre 2015 jovens lição 02
4º trimestre 2015 jovens lição 02
 
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 02
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 023° trimestre 2015 Adolescentes Lição 02
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 02
 
3º trimestre 2015 adolescentes lição 02
3º trimestre 2015 adolescentes lição 023º trimestre 2015 adolescentes lição 02
3º trimestre 2015 adolescentes lição 02
 
Lição 2 (jovens) - Relacionamento em família
Lição 2 (jovens) - Relacionamento em famíliaLição 2 (jovens) - Relacionamento em família
Lição 2 (jovens) - Relacionamento em família
 
2013 1 tri - lição 1 - familia, criação de deus
2013   1 tri - lição 1 - familia, criação de deus2013   1 tri - lição 1 - familia, criação de deus
2013 1 tri - lição 1 - familia, criação de deus
 
Lição 02 jovens 2015 4º trimestre
Lição 02 jovens 2015 4º trimestreLição 02 jovens 2015 4º trimestre
Lição 02 jovens 2015 4º trimestre
 
Sermões para jovens - Quero que meus filhos saibam
Sermões para jovens - Quero que meus filhos saibamSermões para jovens - Quero que meus filhos saibam
Sermões para jovens - Quero que meus filhos saibam
 
2013 1 tri - lição 4 - a família sob ataque
2013   1 tri - lição 4 - a família sob ataque2013   1 tri - lição 4 - a família sob ataque
2013 1 tri - lição 4 - a família sob ataque
 
2013 1 tri - lição 5 - conflitos na família
2013   1 tri - lição 5 - conflitos na família2013   1 tri - lição 5 - conflitos na família
2013 1 tri - lição 5 - conflitos na família
 
Lição 04
Lição 04Lição 04
Lição 04
 
A família cristã parte 1
A família cristã   parte 1A família cristã   parte 1
A família cristã parte 1
 
LIÇÃO 7 - HONRARÁS PAI E MÃE
LIÇÃO 7 - HONRARÁS PAI E MÃELIÇÃO 7 - HONRARÁS PAI E MÃE
LIÇÃO 7 - HONRARÁS PAI E MÃE
 
2013 2tri-lio10-anecessidadeeaurgnciadocultodomstico-130524194349-phpapp01
2013 2tri-lio10-anecessidadeeaurgnciadocultodomstico-130524194349-phpapp012013 2tri-lio10-anecessidadeeaurgnciadocultodomstico-130524194349-phpapp01
2013 2tri-lio10-anecessidadeeaurgnciadocultodomstico-130524194349-phpapp01
 
LBJ - LIÇÃO 1 - A INSTITUIÇÃO DA FAMÍLIA_2016 2 TRI
LBJ - LIÇÃO 1 - A INSTITUIÇÃO DA FAMÍLIA_2016 2 TRILBJ - LIÇÃO 1 - A INSTITUIÇÃO DA FAMÍLIA_2016 2 TRI
LBJ - LIÇÃO 1 - A INSTITUIÇÃO DA FAMÍLIA_2016 2 TRI
 
Estudo biblico esperanca-para-a-familia
Estudo biblico esperanca-para-a-familiaEstudo biblico esperanca-para-a-familia
Estudo biblico esperanca-para-a-familia
 
Lição 10 A Necessidade e a Urgência do Culto Doméstico
Lição 10   A Necessidade e a Urgência do Culto DomésticoLição 10   A Necessidade e a Urgência do Culto Doméstico
Lição 10 A Necessidade e a Urgência do Culto Doméstico
 
Lição 1 O que é família?
Lição 1 O que é família?Lição 1 O que é família?
Lição 1 O que é família?
 
As famílias e as modernidades
As famílias e as modernidadesAs famílias e as modernidades
As famílias e as modernidades
 
Lição 12: Culto Doméstico
Lição 12: Culto DomésticoLição 12: Culto Doméstico
Lição 12: Culto Doméstico
 

Mais de Natalino das Neves Neves

Mais de Natalino das Neves Neves (20)

LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
 
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
 
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTOLIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
 
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOSLIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na IgrejaPROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
 
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na IgrejaPRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
 
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoPreleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoProjeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
 

Último

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
GisellySobral
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 

Último (20)

Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 

Lição 2 (jovens) - Relacionamento em família

  • 1. L I Ç Õ E S B Í B L I C A S D E J O V E N S - 4 º T R I M 2 0 1 5
  • 2.
  • 3. Acompanhe os comentários em vídeo desta e outras lições no blog: www.natalinodasneves.blogspot.com.br
  • 4. Texto do dia "Deus faz que o solitário viva em família [...]." (Sl 68.6a)
  • 5. síntese Deus criou a família como centro de comunhão e realização humana, um lugar por meio do qual as bênçãos divinas fluiriam sobre a Terra.
  • 8. INTRODUÇÃO • Vida pós-moderna e a desconfiança das instituições. • A família é a célula mater da sociedade e da igreja. • A família continua sendo, depois de Deus, o valor mais importante para o ser humano.
  • 9. I - O IDEAL DA FAMÍLIA
  • 10. 1. O propósito de Deus (Gn 2.18-24): • Família como centro de comunhão e amadurecimento para seus membros (Sl 68.6; Gn 2.18; Lc 1.80; 2.52). • Harmonia no: • Trabalho (Gn 2.15); • Subsistência (Gn 1.29-30); • Lazer (Gn 2.1-3); • Prazer e procriação (Gn 1.28); • Papeis sociais dos membros (Gn 2.24). I - O IDEAL DA FAMÍLIA
  • 11. 2. O pecado (Gn 3): • O pecado é uma ofensa contra Deus (Rm 3.23) e o próximo (Mt 6.14). • “Errar o alvo (vontade de Deus)”. • Primeira crise familiar provocada pela desobediência à Palavra de Deus (Gn 3.11). • O pecado produz medo/temor/pavor (Gn 3.9-10). • O medo como agente controlador das emoções humanas. I - O IDEAL DA FAMÍLIA
  • 12. 3. O lar abençoado por Deus (Sl 128.1- 6): • Famílias são formadas por pessoas imperfeitas. • O amor ajuda a superar as imperfeições (1 C0 13.7; Ef 4.2; Cl 3.13). • O temor ao Senhor deve ser o fundamento para a família ser abençoada (v.1). • Bênçãos no trabalho, matrimônio e criação dos filhos (v.2-5). I - O IDEAL DA FAMÍLIA
  • 13. Pense Cada membro da família é responsável pela unidade e har monia doméstica. O que você está fazendo para essa har monia?
  • 14. II - O SIGNIFICADO DE "HONRAR PAI E MÃE" (Êx 20.12; Ef 5.22,23; 6.1,2)
  • 15. 1. Obediência: • Uma das formas de honrar os país é por meio da obediência (Pv 4.1-4; 23.22); • O Antigo Testamento prevê duras indigências e maldições a prática de desobediência aos pais (Pv 20.20; 30.17; Ex 21.15; Lv 20.9). • Os filhos devem honrar seus pais por toda sua vida. II - O SIGNIFICADO DE "HONRAR PAI E MÃE" (Êx 20.12; Ef 5.22,23; 6.1,2)
  • 16. 2. Provisão: • Outra forma de honrar os pais é por meio da provisão em suas necessidades. • As pessoas não devem usar de subterfúgios para evitar de ajudar os pais (Mc 7.10-13). • O abandono dos familiares é um tipo de negação de fé (1 Tm 5.8). • Jesus, no leito de morte, ainda estava atento ao cuidado com sua mãe (Jo 19.26-27). • Os pais na velhice devem ser assistidos pelos filhos (Sl 71.9). II - O SIGNIFICADO DE "HONRAR PAI E MÃE" (Êx 20.12; Ef 5.22,23; 6.1,2)
  • 17. 3. Preservação moral: • A observância deste preceito trouxe bênçãos para Sem e Jafé, enquanto a desobediência trouxe maldição para Canaã (Gn 9.20-29). • Os filhos não devem expor seus pais ao ridículo ou zombarem deles (Pv 11.13; 19.26; 30.17). • “A glória dos filhos são seus pais” (Pv 17.6). II - O SIGNIFICADO DE "HONRAR PAI E MÃE" (Êx 20.12; Ef 5.22,23; 6.1,2)
  • 18. Pense Honrar os pais é o primeiro mandamento com promessa: prosperidade e vida longa! Não almejas tais bênçãos?
  • 19. III - A COMUNICAÇÃO NA FAMÍLIA (Sl 19.14; 141.3;1 Co 15.33)
  • 20. 1. A arte da comunicação familiar: • Comunicação no trabalho, escola e outros ambientes externos vs comunicação no ambiente familiar. • O cuidado com a utilização das redes sociais. • A comunicação define e aprofunda o relacionamento familiar (Cl 3.16-17). • A comunicação familiar tem grande influência no sucesso pessoal na vida de seus membros. III - A COMUNICAÇÃO NA FAMÍLIA (Sl 19.14; 141.3;1 Co 15.33)
  • 21. 2. Como melhorar a comunicação na família (Tg 3): • Procure conversar a respeito daquilo que interessa ao outro (Pv 10.32); • Saiba ouvir (Pv 15.23); • Utilize palavras educadas e afáveis (Pv 15.1-4; 16.24). • Não interrompa a conversa do outro (Pv 15.31). • Não utilize rede sociais durante a conversa; • Não retribua ofensa; • Não fique relembrando problemas do passado; • Perdoe e aceite o perdão. III - A COMUNICAÇÃO NA FAMÍLIA (Sl 19.14; 141.3;1 Co 15.33)
  • 22. 3. Comece por você: • As pessoas têm uma tendência de esperar que o outro tome a iniciativa. • Seja diferente! Comece por você! • É difícil tomar a iniciativa? Quanto prejuízo temos tido! • Famílias felizes têm um ambiente propício à comunicação. • Famílias cristãs devem ser exemplo para as demais. III - A COMUNICAÇÃO NA FAMÍLIA (Sl 19.14; 141.3;1 Co 15.33)
  • 24. CONSIDERAÇÕE S FINAIS1. O propósito de Deus para as família é que a comunicação no lar seja dirigida pelo temor ao Senhor. 2. Os filhos devem honrar seus pais, principalmente, por meio do respeito, da provisão e da preservação moral. 3. Devemos ter uma boa comunicação com todas as pessoas, mas especialmente dentro do lar. Se necessário, o exemplo deve começar por nós.
  • 25. REFERÊNCIAS PALMER, M.D. Panorama do Pensamento Cristão. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2001, p. 305. BENTHO, Esdras C. A Família no Antigo Testamento. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2006. COLSON, C. E, Agora como Viveremos? 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2000. RICHARDS, Lawrence O. Guia do Leitor da Bíblia: Uma análise de Gênesis a Apocalipse capítulo por capítulo. 10. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012. SOARES, Esequias. Casamento, Divórcio & Sexo à Luz da Bíblia. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2011.