SlideShare uma empresa Scribd logo
Professora Kelly Custório Delfino
História
Valorizar a diversidade dos
patrimônios etnoculturais e
artísticos, identificando-a em
suas
manifestações e
representações
Imperialismo:
Definição: Império x
Imperialismo
 Império - s.m. Domínio, poder, autoridade:
exercer império despótico. Nação governada
por um imperador. Conjunto de territórios
dependentes de um imperador.
 Imperialismo - s.m. Objetivos de expansão
de um Estado no domínio
continental, colonial, marítimo ou
econômico. Política de um Estado que
tende a pôr certas populações ou certos
Estados sob dependência política ou
econômica.
CONTEXTO
Segunda metade do século XIX quando a
Expansão dos países europeus
industrializados
leva a partilha dos continentes africano e
asiático;
Também EUA e Japão exercem atividades
imperialistas em suas respectivas regiões
de
influência.
SEGUNDO LENIN – O
IMPERIALISMO FASE
SUPERIOR DO CAPITALISMO.
(1916)
“ O IMPERIALISMO É O CAPITALISMO CHEGADO
A UMA FASE DE DESENVOLVIMENTO EM QUE
SE AFIRMA A DOMINAÇÃO DOS MONOPÓLIOS E
DO CAPITAL FINANCEIRO, E A EXPORTAÇÃO
DOS CAPITAIS ADQUIRIU UMA IMPORTÂNCIA
DE PRIMEIRO PLANO, EM QUE COMEÇOU A
PARTILHA DO MUNDO ENTRE TRUSTES
INTERNACIONAIS E ONDE PÔS TERMO À
PARTILHA DE TODO TERRITÓRIO DO
GLOBO, ENTRE AS MAIORES POTÊNCIAS
CAPITALISTAS.”
Causas & Justificativas:
Fatores que contribuíram para a expansão
imperialista
(Causas)
 Procura de novas fontes de matéria-prima (ferro, cobre,
petróleo,trigo, algodão, etc);
 Procura de novos mercados-consumidores;
 Acomodação de excedentes populacionais registrados na
Europa;(secundário)
 Estruturação de bases estratégicas (neutralizando a
concorrência);
 Os capitais excedentes poderiam se aplicados de forma
lucrativa nas regiões periféricas
 Os progressos tecnológicos, particularmente nas
Justificativa
 “Missão civilizadora”/ Desenvolvimento de
ideologias racistas que afirmaram a
“superioridade da raça branca (principal
justificativa).
 “Darwinismo social” / Crença no progresso e na
teoria que afirma que só os mais fortes devem
sobreviver. (SPENCER)
Herbert Spencer ( Derby, 27 de abril de 1820 – Brighton, 8 de
Dezembro de 1903) foi um filósofo inglês e um dos representantes
do positivismo.
FORMAS DE DOMÍNIO
 DIRETA
 Com agentes metropolitanos ocupando os principais
cargos governamentais.
 Ex: Inglaterra na Índia.
 INDIRETA
 Aliança com elites locais, mantendo uma aparente
independência política.
 Ex: EUA na América Central
Características:
 Concentração da produção e do capital
atingindo um grau de desenvolvimento tão
elevado que origina os monopólios cujo
papel é decisivo na vida econômica;
 Fusão do capital bancário, do capital
industrial e criação, com base nesse
“capital financeiro”, de uma oligarquia
financeira;
 Formação de uniões internacionais
monopolistas de capitalistas que partilham o
mundo entre si;
 Diferentemente da exportação de
mercadorias, a exportação de capitais assume
um importância muito particular;
 Termo da partilha territorial do globo entre as
maiores potências capitalistas.
Comparando contextos
A Conferência de Berlim
(1884 -1885)
Objetivo:
Elaboração de um conjunto de regras que
dispusessem
sobre a conquista da África pelas potências
coloniais
da forma mais ordenada possível.
Beneficiados:
Inglaterra e França. (Maior porcentagem dos
territórios)
Imperialismo
Imperialismo
Imperialismo
Imperialismo
IMPERIALISMO
ESTADUNIDENSE
 Doutrina Monroe em 1823.
 Corolário Roosevelt ou Big Stick Policy(1901-
09) (política do grande porrete): Intervenção
dos EUA nos países da América Latina.
 Guerra Hispano Americana (1898).
 Emenda Platt: Dá o direito de intervenção
estadunidense na Ilha de Cuba.
 Em 1898 anexa a ilha de Porto Rico.
 Obtém territórios no Pacífico como o
Hawaii.
ERA MEIJI – JAPÃO
 Isolado até 1542.
 A chegada da fé cristã leva cerca de 37 mil
cristãos japoneses a morte.(1616)
 Em 1648, o Japão fecha totalmente seus portos
e passa a viver em um regime feudal.
(feudalismo japonês ou xogunato)
 Através da diplomacia do canhão, os EUA
abrem os portos japoneses em 1854.
 Ocidentalização da cultura (militar).
 É despertado um forte nacionalismo pós
abertura dos portos.
 União de clãs rivais ao xogunato envolta do
Imperador.
 A vitória do imperador sobre o Xogum centraliza
a política japonesa dando início a partir de 1868
ao industrialismo e modernização do
Japão, conhecido como ERA MEIJI.
 Após a rápida industrialização começa a política
imperialista sobre a China, objetivando posse
da Manchúria.
 Em 1904 ocorre a GUERRA RUSSO-
JAPONESA. Vitória japonesa e assinatura do
TRATADO DE PORTSMOUTH.
RESISTÊNCIA AO
IMPERIALISMO
 Local: China
 Motivos: A dominação inglesa sobre
a produção do ópio força o mercado
chinês a absorver o produto. O vício
dissemina se entre a população
forçando as autoridades chinesas a
proibir o comércio do ópio e
apreender a carga pertencente a
Inglaterra. É exigida pelos ingleses
uma indenização que não é paga e
assim ocorre o conflito.
 Conseqüências: Assinatura do
TRATADO DE NANQUIM, que abria
cinco portos chineses ao livre
comércio, abolia a fiscalização
chinesa e entregava a Ilha de Hong
Kong a domínio inglês. Em 1860 é
assinado o TRATADO DE PEQUIM
que abre mais sete portos ao
 Local: Índia
 Motivos: Após 1848, os ingleses
intensificaram o controle sobre a
região impondo uma
administração britânica. A
crescente presença britânica
desperta o nacionalismo na
região. A revolta é sufocada
violentamente pelos ingleses no
ano de 1858.
 Conseqüências: Após a
revolta, a Índia passa a ser
colônia britânica(DIPLOMACIA
DO CANHÃO).
Guerra do Ópio (1841-
1842)
Guerra dos Cipaios
(1857-58)
 Local: Colônia do Cabo (África
do Sul).
 Motivos: Atrito entre holandeses
e alemães que viviam na região
de Joanesburgo. Após a
descoberta de ouro e diamantes
na região houve uma grande
migração para a área. O forte
interesse inglês na região e a
resistência do africânderes faz o
conflito eclodir.
 Conseqüências: Vitória inglesa e
fundação da União Sul Africana
no ano de 1910 sob controle
britânico.
 Local: China
 Motivos: Forte nacionalismo
chinês com o objetivo de livrar a
China das influências
estrangeiras. Uma rebelião mata
inúmeros estrangeiros que tem
como represália a formação de
uma Força Expedicionária
Internacional composta por
Inglaterra, França, Alemanha,
EUA, Rússia e Japão.
 Conseqüências: A F.E.I subjuga
a China e força o
reconhecimento das concessões
anteriores.
Guerra dos Boêres
(1899-1902)
Guerra dos Boxers
(1900)
CAPITALISTA FINANCEIRO
MONOPOLISTA
APROFUNDAMENTO:
Estágio do sistema
Cartéis
Trustes
Holding
TRUSTES: empresas que abrem mão de sua independência legal e se
unem para constituir uma única organização. Os trustes podem ser:
- Horizontal: constituído por empresas que trabalham com o mesmo
ramo de produtos. Por exemplo, empresas de laticínios, Kaiser e
Ambev.
- Vertical: formado por empresa que cuidam de todo processo de
produção: desde a matéria-prima até o produto acabado. Por
exemplo, uma empresa que controla desde a plantação de cana-de-
açúcar até a produção industrial de açúcar e álcool, Souza Cruz.
HOLDINGS: é o estágio mais avançado do capitalismo. Numa
holding, uma empresa, criada para administrar outras, possui maior da
ações. As grandes corporações usam essa forma de administração.
CARTÉIS: Formado por empresas independentes, que fazem produtos
semelhantes e têm acordos para dominar o mercado desses
produtos, como, por exemplo, fabricas de veículos, empresas de
tabacos, de exploração de petróleo, etc.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Neocolonialismo
NeocolonialismoNeocolonialismo
Neocolonialismo
Ronaldocalho
 
O Imperialismo
O ImperialismoO Imperialismo
O Imperialismo
Bruno E Geyse Ornelas
 
Colonialismo, neocolonialismo, imperialismo
Colonialismo, neocolonialismo, imperialismoColonialismo, neocolonialismo, imperialismo
Colonialismo, neocolonialismo, imperialismo
alinemaiahistoria
 
Trabalho de História
Trabalho de HistóriaTrabalho de História
Trabalho de História
juracyferra
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
eiprofessor
 
A imposição do modelo civilizatório europeu na áfrica
A imposição do modelo civilizatório europeu na áfricaA imposição do modelo civilizatório europeu na áfrica
A imposição do modelo civilizatório europeu na áfrica
Edenilson Morais
 
Neocolonialismo
NeocolonialismoNeocolonialismo
Neocolonialismo
Elton Zanoni
 
Imperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e NeocolonialismoImperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e Neocolonialismo
Edenilson Morais
 
Imperialismo e Neocolonialismo (parte1e2)
Imperialismo e Neocolonialismo (parte1e2)Imperialismo e Neocolonialismo (parte1e2)
Imperialismo e Neocolonialismo (parte1e2)
isameucci
 
Imperialismo e Primeira Guerra
Imperialismo e Primeira GuerraImperialismo e Primeira Guerra
Imperialismo e Primeira Guerra
Alan
 
Imperialismo e neocolonialismo no século xix
 Imperialismo e neocolonialismo no século xix Imperialismo e neocolonialismo no século xix
Imperialismo e neocolonialismo no século xix
Professor de História
 
3as imperialismo-gobineau-e-racismo-atividade-missão
3as imperialismo-gobineau-e-racismo-atividade-missão3as imperialismo-gobineau-e-racismo-atividade-missão
3as imperialismo-gobineau-e-racismo-atividade-missão
GiseleFinatti
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
Alexia 14
 
A era dos imperios - 9-ano
A era dos imperios - 9-anoA era dos imperios - 9-ano
A era dos imperios - 9-ano
Lucas Degiovani
 
Hist 9 ficha 1 colonialismo
Hist 9 ficha 1 colonialismoHist 9 ficha 1 colonialismo
Hist 9 ficha 1 colonialismo
Isabel Alexandra
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
Profernanda
 
Imperialismo e colonialismos
Imperialismo e colonialismosImperialismo e colonialismos
Imperialismo e colonialismos
danizinhaw
 
Neocolonialismo
NeocolonialismoNeocolonialismo
Neocolonialismo
Bruce Portes
 
Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo e Primeira Guerra MundialImperialismo e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Rivea Leal
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
Elton Zanoni
 

Mais procurados (20)

Neocolonialismo
NeocolonialismoNeocolonialismo
Neocolonialismo
 
O Imperialismo
O ImperialismoO Imperialismo
O Imperialismo
 
Colonialismo, neocolonialismo, imperialismo
Colonialismo, neocolonialismo, imperialismoColonialismo, neocolonialismo, imperialismo
Colonialismo, neocolonialismo, imperialismo
 
Trabalho de História
Trabalho de HistóriaTrabalho de História
Trabalho de História
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
A imposição do modelo civilizatório europeu na áfrica
A imposição do modelo civilizatório europeu na áfricaA imposição do modelo civilizatório europeu na áfrica
A imposição do modelo civilizatório europeu na áfrica
 
Neocolonialismo
NeocolonialismoNeocolonialismo
Neocolonialismo
 
Imperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e NeocolonialismoImperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e Neocolonialismo
 
Imperialismo e Neocolonialismo (parte1e2)
Imperialismo e Neocolonialismo (parte1e2)Imperialismo e Neocolonialismo (parte1e2)
Imperialismo e Neocolonialismo (parte1e2)
 
Imperialismo e Primeira Guerra
Imperialismo e Primeira GuerraImperialismo e Primeira Guerra
Imperialismo e Primeira Guerra
 
Imperialismo e neocolonialismo no século xix
 Imperialismo e neocolonialismo no século xix Imperialismo e neocolonialismo no século xix
Imperialismo e neocolonialismo no século xix
 
3as imperialismo-gobineau-e-racismo-atividade-missão
3as imperialismo-gobineau-e-racismo-atividade-missão3as imperialismo-gobineau-e-racismo-atividade-missão
3as imperialismo-gobineau-e-racismo-atividade-missão
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
A era dos imperios - 9-ano
A era dos imperios - 9-anoA era dos imperios - 9-ano
A era dos imperios - 9-ano
 
Hist 9 ficha 1 colonialismo
Hist 9 ficha 1 colonialismoHist 9 ficha 1 colonialismo
Hist 9 ficha 1 colonialismo
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Imperialismo e colonialismos
Imperialismo e colonialismosImperialismo e colonialismos
Imperialismo e colonialismos
 
Neocolonialismo
NeocolonialismoNeocolonialismo
Neocolonialismo
 
Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo e Primeira Guerra MundialImperialismo e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 

Destaque

O Imperialismo
O ImperialismoO Imperialismo
O Imperialismo
Wladmir Coelho
 
O imperialismo na Ásia e na África
O imperialismo na Ásia e na ÁfricaO imperialismo na Ásia e na África
O imperialismo na Ásia e na África
Patrícia Sanches
 
Imperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismoImperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismo
Paulo Alexandre
 
2 rev.ind imperialismo
2 rev.ind imperialismo2 rev.ind imperialismo
2 rev.ind imperialismo
Priscila Azeredo
 
Trabalho de História - Imperialismo
Trabalho de História - ImperialismoTrabalho de História - Imperialismo
Trabalho de História - Imperialismo
João Marcos
 
China
ChinaChina
Imperialismo: Aula 01> África
Imperialismo:  Aula 01> ÁfricaImperialismo:  Aula 01> África
Imperialismo: Aula 01> África
carlosbidu
 
O IMPERIALISMO
O IMPERIALISMOO IMPERIALISMO
O IMPERIALISMO
Jorge Miklos
 
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da ÁsiaImperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
Portal do Vestibulando
 
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escritoComo redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Biblioteca Escolar Ourique
 

Destaque (10)

O Imperialismo
O ImperialismoO Imperialismo
O Imperialismo
 
O imperialismo na Ásia e na África
O imperialismo na Ásia e na ÁfricaO imperialismo na Ásia e na África
O imperialismo na Ásia e na África
 
Imperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismoImperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismo
 
2 rev.ind imperialismo
2 rev.ind imperialismo2 rev.ind imperialismo
2 rev.ind imperialismo
 
Trabalho de História - Imperialismo
Trabalho de História - ImperialismoTrabalho de História - Imperialismo
Trabalho de História - Imperialismo
 
China
ChinaChina
China
 
Imperialismo: Aula 01> África
Imperialismo:  Aula 01> ÁfricaImperialismo:  Aula 01> África
Imperialismo: Aula 01> África
 
O IMPERIALISMO
O IMPERIALISMOO IMPERIALISMO
O IMPERIALISMO
 
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da ÁsiaImperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
 
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escritoComo redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
 

Semelhante a Imperialismo

Imperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e NeocolonialismoImperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e Neocolonialismo
isameucci
 
Imperialismo do seculo XIX - Neocolonialismo
Imperialismo do seculo XIX - NeocolonialismoImperialismo do seculo XIX - Neocolonialismo
Imperialismo do seculo XIX - Neocolonialismo
Alexandre Protásio
 
imperialismo esse.ppt
imperialismo esse.pptimperialismo esse.ppt
imperialismo esse.ppt
MarceloFonseca250758
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
Paula Fernanda
 
Imperialismo 2023.pptx
Imperialismo 2023.pptxImperialismo 2023.pptx
Imperialismo 2023.pptx
DomingasMariaRomao
 
His ano8 uni7_resp
His ano8 uni7_respHis ano8 uni7_resp
His ano8 uni7_resp
julio2012souto
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
Marcos Mamute
 
Resumo historia geral i
Resumo historia geral iResumo historia geral i
Resumo historia geral i
jersonvieira
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
José Gomes
 
Neocolonialismo
NeocolonialismoNeocolonialismo
Neocolonialismo
KellyCarvalho2011
 
Imperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismo   Imperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismo
prof1campina
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
Josué Ramos
 
Aula 6 - O Imperialismo e seu discurso civilizatório.pptx
Aula 6 - O Imperialismo e seu discurso civilizatório.pptxAula 6 - O Imperialismo e seu discurso civilizatório.pptx
Aula 6 - O Imperialismo e seu discurso civilizatório.pptx
MarceloDosSantosSoar3
 
Aula 14 américa espanhola
Aula 14   américa espanholaAula 14   américa espanhola
Aula 14 américa espanhola
Jonatas Carlos
 
Imperialismo ou Neocolonialismo.
Imperialismo ou Neocolonialismo.Imperialismo ou Neocolonialismo.
Imperialismo ou Neocolonialismo.
Jéssica Santos
 
Imperialismo e Neocolonialismo.pdf
Imperialismo e Neocolonialismo.pdfImperialismo e Neocolonialismo.pdf
Imperialismo e Neocolonialismo.pdf
CarolMaria7
 
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Va
O Mundo No Breve SéCulo Xx   2º VaO Mundo No Breve SéCulo Xx   2º Va
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Va
ProfMario De Mori
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
LianaSuzuki
 
Aula sobre imperialismo def
Aula sobre imperialismo defAula sobre imperialismo def
Aula sobre imperialismo def
CarlosNazar1
 
Imperialismo e Unificação Italiana e Alemã
Imperialismo e Unificação Italiana e AlemãImperialismo e Unificação Italiana e Alemã
Imperialismo e Unificação Italiana e Alemã
Francisco Neto
 

Semelhante a Imperialismo (20)

Imperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e NeocolonialismoImperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e Neocolonialismo
 
Imperialismo do seculo XIX - Neocolonialismo
Imperialismo do seculo XIX - NeocolonialismoImperialismo do seculo XIX - Neocolonialismo
Imperialismo do seculo XIX - Neocolonialismo
 
imperialismo esse.ppt
imperialismo esse.pptimperialismo esse.ppt
imperialismo esse.ppt
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Imperialismo 2023.pptx
Imperialismo 2023.pptxImperialismo 2023.pptx
Imperialismo 2023.pptx
 
His ano8 uni7_resp
His ano8 uni7_respHis ano8 uni7_resp
His ano8 uni7_resp
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Resumo historia geral i
Resumo historia geral iResumo historia geral i
Resumo historia geral i
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Neocolonialismo
NeocolonialismoNeocolonialismo
Neocolonialismo
 
Imperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismo   Imperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismo
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Aula 6 - O Imperialismo e seu discurso civilizatório.pptx
Aula 6 - O Imperialismo e seu discurso civilizatório.pptxAula 6 - O Imperialismo e seu discurso civilizatório.pptx
Aula 6 - O Imperialismo e seu discurso civilizatório.pptx
 
Aula 14 américa espanhola
Aula 14   américa espanholaAula 14   américa espanhola
Aula 14 américa espanhola
 
Imperialismo ou Neocolonialismo.
Imperialismo ou Neocolonialismo.Imperialismo ou Neocolonialismo.
Imperialismo ou Neocolonialismo.
 
Imperialismo e Neocolonialismo.pdf
Imperialismo e Neocolonialismo.pdfImperialismo e Neocolonialismo.pdf
Imperialismo e Neocolonialismo.pdf
 
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Va
O Mundo No Breve SéCulo Xx   2º VaO Mundo No Breve SéCulo Xx   2º Va
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Va
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Aula sobre imperialismo def
Aula sobre imperialismo defAula sobre imperialismo def
Aula sobre imperialismo def
 
Imperialismo e Unificação Italiana e Alemã
Imperialismo e Unificação Italiana e AlemãImperialismo e Unificação Italiana e Alemã
Imperialismo e Unificação Italiana e Alemã
 

Mais de Kelly Delfino

Guerra Civil Espanhola
Guerra Civil Espanhola Guerra Civil Espanhola
Guerra Civil Espanhola
Kelly Delfino
 
Atividades pre história
Atividades pre  históriaAtividades pre  história
Atividades pre história
Kelly Delfino
 
Pré História
Pré HistóriaPré História
Pré História
Kelly Delfino
 
Oratória
OratóriaOratória
Oratória
Kelly Delfino
 
Oratória
OratóriaOratória
Oratória
Kelly Delfino
 
A HISTÓRIA DE PRAIA GRANDE
A HISTÓRIA DE PRAIA GRANDEA HISTÓRIA DE PRAIA GRANDE
A HISTÓRIA DE PRAIA GRANDE
Kelly Delfino
 
Revolução Francesa
Revolução Francesa Revolução Francesa
Revolução Francesa
Kelly Delfino
 
Abolição & Imigração
Abolição & ImigraçãoAbolição & Imigração
Abolição & Imigração
Kelly Delfino
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Kelly Delfino
 
Barbaros francos carolingios_2010_b
Barbaros francos carolingios_2010_bBarbaros francos carolingios_2010_b
Barbaros francos carolingios_2010_b
Kelly Delfino
 
Revoluções inglesas
Revoluções inglesasRevoluções inglesas
Revoluções inglesas
Kelly Delfino
 
Eletiva sabor chocolate (1)
Eletiva sabor chocolate (1)Eletiva sabor chocolate (1)
Eletiva sabor chocolate (1)
Kelly Delfino
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
Kelly Delfino
 
Retomada pedagógica 2º bimestre 3
Retomada pedagógica 2º bimestre 3Retomada pedagógica 2º bimestre 3
Retomada pedagógica 2º bimestre 3
Kelly Delfino
 
Retomada pedagógica 2º bimestre
Retomada pedagógica 2º bimestreRetomada pedagógica 2º bimestre
Retomada pedagógica 2º bimestre
Kelly Delfino
 
Atividade sistema colonial seminários
Atividade sistema colonial    semináriosAtividade sistema colonial    seminários
Atividade sistema colonial seminários
Kelly Delfino
 
Aos meus tutorandos
Aos meus tutorandosAos meus tutorandos
Aos meus tutorandos
Kelly Delfino
 
Absolutismo mercantilismo
Absolutismo   mercantilismoAbsolutismo   mercantilismo
Absolutismo mercantilismo
Kelly Delfino
 
Idade média
Idade médiaIdade média
Idade média
Kelly Delfino
 

Mais de Kelly Delfino (20)

Guerra Civil Espanhola
Guerra Civil Espanhola Guerra Civil Espanhola
Guerra Civil Espanhola
 
Atividades pre história
Atividades pre  históriaAtividades pre  história
Atividades pre história
 
Pré História
Pré HistóriaPré História
Pré História
 
Oratória
OratóriaOratória
Oratória
 
Oratória
OratóriaOratória
Oratória
 
A HISTÓRIA DE PRAIA GRANDE
A HISTÓRIA DE PRAIA GRANDEA HISTÓRIA DE PRAIA GRANDE
A HISTÓRIA DE PRAIA GRANDE
 
Revolução Francesa
Revolução Francesa Revolução Francesa
Revolução Francesa
 
Abolição & Imigração
Abolição & ImigraçãoAbolição & Imigração
Abolição & Imigração
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Barbaros francos carolingios_2010_b
Barbaros francos carolingios_2010_bBarbaros francos carolingios_2010_b
Barbaros francos carolingios_2010_b
 
Revoluções inglesas
Revoluções inglesasRevoluções inglesas
Revoluções inglesas
 
A opção
A opçãoA opção
A opção
 
Eletiva sabor chocolate (1)
Eletiva sabor chocolate (1)Eletiva sabor chocolate (1)
Eletiva sabor chocolate (1)
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
Retomada pedagógica 2º bimestre 3
Retomada pedagógica 2º bimestre 3Retomada pedagógica 2º bimestre 3
Retomada pedagógica 2º bimestre 3
 
Retomada pedagógica 2º bimestre
Retomada pedagógica 2º bimestreRetomada pedagógica 2º bimestre
Retomada pedagógica 2º bimestre
 
Atividade sistema colonial seminários
Atividade sistema colonial    semináriosAtividade sistema colonial    seminários
Atividade sistema colonial seminários
 
Aos meus tutorandos
Aos meus tutorandosAos meus tutorandos
Aos meus tutorandos
 
Absolutismo mercantilismo
Absolutismo   mercantilismoAbsolutismo   mercantilismo
Absolutismo mercantilismo
 
Idade média
Idade médiaIdade média
Idade média
 

Imperialismo

  • 1. Professora Kelly Custório Delfino História
  • 2. Valorizar a diversidade dos patrimônios etnoculturais e artísticos, identificando-a em suas manifestações e representações
  • 4. Definição: Império x Imperialismo  Império - s.m. Domínio, poder, autoridade: exercer império despótico. Nação governada por um imperador. Conjunto de territórios dependentes de um imperador.  Imperialismo - s.m. Objetivos de expansão de um Estado no domínio continental, colonial, marítimo ou econômico. Política de um Estado que tende a pôr certas populações ou certos Estados sob dependência política ou econômica.
  • 5. CONTEXTO Segunda metade do século XIX quando a Expansão dos países europeus industrializados leva a partilha dos continentes africano e asiático; Também EUA e Japão exercem atividades imperialistas em suas respectivas regiões de influência.
  • 6. SEGUNDO LENIN – O IMPERIALISMO FASE SUPERIOR DO CAPITALISMO. (1916) “ O IMPERIALISMO É O CAPITALISMO CHEGADO A UMA FASE DE DESENVOLVIMENTO EM QUE SE AFIRMA A DOMINAÇÃO DOS MONOPÓLIOS E DO CAPITAL FINANCEIRO, E A EXPORTAÇÃO DOS CAPITAIS ADQUIRIU UMA IMPORTÂNCIA DE PRIMEIRO PLANO, EM QUE COMEÇOU A PARTILHA DO MUNDO ENTRE TRUSTES INTERNACIONAIS E ONDE PÔS TERMO À PARTILHA DE TODO TERRITÓRIO DO GLOBO, ENTRE AS MAIORES POTÊNCIAS CAPITALISTAS.”
  • 7. Causas & Justificativas: Fatores que contribuíram para a expansão imperialista (Causas)  Procura de novas fontes de matéria-prima (ferro, cobre, petróleo,trigo, algodão, etc);  Procura de novos mercados-consumidores;  Acomodação de excedentes populacionais registrados na Europa;(secundário)  Estruturação de bases estratégicas (neutralizando a concorrência);  Os capitais excedentes poderiam se aplicados de forma lucrativa nas regiões periféricas  Os progressos tecnológicos, particularmente nas
  • 8. Justificativa  “Missão civilizadora”/ Desenvolvimento de ideologias racistas que afirmaram a “superioridade da raça branca (principal justificativa).  “Darwinismo social” / Crença no progresso e na teoria que afirma que só os mais fortes devem sobreviver. (SPENCER) Herbert Spencer ( Derby, 27 de abril de 1820 – Brighton, 8 de Dezembro de 1903) foi um filósofo inglês e um dos representantes do positivismo.
  • 9. FORMAS DE DOMÍNIO  DIRETA  Com agentes metropolitanos ocupando os principais cargos governamentais.  Ex: Inglaterra na Índia.  INDIRETA  Aliança com elites locais, mantendo uma aparente independência política.  Ex: EUA na América Central
  • 10. Características:  Concentração da produção e do capital atingindo um grau de desenvolvimento tão elevado que origina os monopólios cujo papel é decisivo na vida econômica;  Fusão do capital bancário, do capital industrial e criação, com base nesse “capital financeiro”, de uma oligarquia financeira;
  • 11.  Formação de uniões internacionais monopolistas de capitalistas que partilham o mundo entre si;  Diferentemente da exportação de mercadorias, a exportação de capitais assume um importância muito particular;  Termo da partilha territorial do globo entre as maiores potências capitalistas.
  • 13. A Conferência de Berlim (1884 -1885) Objetivo: Elaboração de um conjunto de regras que dispusessem sobre a conquista da África pelas potências coloniais da forma mais ordenada possível. Beneficiados: Inglaterra e França. (Maior porcentagem dos territórios)
  • 18. IMPERIALISMO ESTADUNIDENSE  Doutrina Monroe em 1823.  Corolário Roosevelt ou Big Stick Policy(1901- 09) (política do grande porrete): Intervenção dos EUA nos países da América Latina.  Guerra Hispano Americana (1898).  Emenda Platt: Dá o direito de intervenção estadunidense na Ilha de Cuba.  Em 1898 anexa a ilha de Porto Rico.  Obtém territórios no Pacífico como o Hawaii.
  • 19. ERA MEIJI – JAPÃO  Isolado até 1542.  A chegada da fé cristã leva cerca de 37 mil cristãos japoneses a morte.(1616)  Em 1648, o Japão fecha totalmente seus portos e passa a viver em um regime feudal. (feudalismo japonês ou xogunato)  Através da diplomacia do canhão, os EUA abrem os portos japoneses em 1854.  Ocidentalização da cultura (militar).  É despertado um forte nacionalismo pós abertura dos portos.
  • 20.  União de clãs rivais ao xogunato envolta do Imperador.  A vitória do imperador sobre o Xogum centraliza a política japonesa dando início a partir de 1868 ao industrialismo e modernização do Japão, conhecido como ERA MEIJI.  Após a rápida industrialização começa a política imperialista sobre a China, objetivando posse da Manchúria.  Em 1904 ocorre a GUERRA RUSSO- JAPONESA. Vitória japonesa e assinatura do TRATADO DE PORTSMOUTH.
  • 21. RESISTÊNCIA AO IMPERIALISMO  Local: China  Motivos: A dominação inglesa sobre a produção do ópio força o mercado chinês a absorver o produto. O vício dissemina se entre a população forçando as autoridades chinesas a proibir o comércio do ópio e apreender a carga pertencente a Inglaterra. É exigida pelos ingleses uma indenização que não é paga e assim ocorre o conflito.  Conseqüências: Assinatura do TRATADO DE NANQUIM, que abria cinco portos chineses ao livre comércio, abolia a fiscalização chinesa e entregava a Ilha de Hong Kong a domínio inglês. Em 1860 é assinado o TRATADO DE PEQUIM que abre mais sete portos ao  Local: Índia  Motivos: Após 1848, os ingleses intensificaram o controle sobre a região impondo uma administração britânica. A crescente presença britânica desperta o nacionalismo na região. A revolta é sufocada violentamente pelos ingleses no ano de 1858.  Conseqüências: Após a revolta, a Índia passa a ser colônia britânica(DIPLOMACIA DO CANHÃO). Guerra do Ópio (1841- 1842) Guerra dos Cipaios (1857-58)
  • 22.  Local: Colônia do Cabo (África do Sul).  Motivos: Atrito entre holandeses e alemães que viviam na região de Joanesburgo. Após a descoberta de ouro e diamantes na região houve uma grande migração para a área. O forte interesse inglês na região e a resistência do africânderes faz o conflito eclodir.  Conseqüências: Vitória inglesa e fundação da União Sul Africana no ano de 1910 sob controle britânico.  Local: China  Motivos: Forte nacionalismo chinês com o objetivo de livrar a China das influências estrangeiras. Uma rebelião mata inúmeros estrangeiros que tem como represália a formação de uma Força Expedicionária Internacional composta por Inglaterra, França, Alemanha, EUA, Rússia e Japão.  Conseqüências: A F.E.I subjuga a China e força o reconhecimento das concessões anteriores. Guerra dos Boêres (1899-1902) Guerra dos Boxers (1900)
  • 23. CAPITALISTA FINANCEIRO MONOPOLISTA APROFUNDAMENTO: Estágio do sistema Cartéis Trustes Holding
  • 24. TRUSTES: empresas que abrem mão de sua independência legal e se unem para constituir uma única organização. Os trustes podem ser: - Horizontal: constituído por empresas que trabalham com o mesmo ramo de produtos. Por exemplo, empresas de laticínios, Kaiser e Ambev. - Vertical: formado por empresa que cuidam de todo processo de produção: desde a matéria-prima até o produto acabado. Por exemplo, uma empresa que controla desde a plantação de cana-de- açúcar até a produção industrial de açúcar e álcool, Souza Cruz. HOLDINGS: é o estágio mais avançado do capitalismo. Numa holding, uma empresa, criada para administrar outras, possui maior da ações. As grandes corporações usam essa forma de administração. CARTÉIS: Formado por empresas independentes, que fazem produtos semelhantes e têm acordos para dominar o mercado desses produtos, como, por exemplo, fabricas de veículos, empresas de tabacos, de exploração de petróleo, etc.

Notas do Editor

  1. No começo, detalhes do curso e/ou livros/materiais necessários para uma aula/projeto.
  2. Um design de programação para períodos/objetivos opcionais.
  3. Notas introdutórias.
  4. Uma lista de procedimentos e etapas, ou um slide da palestra com mídia.
  5. Objetivos da instrução e resultados esperados e/ou habilidades desenvolvidas com o aprendizado.
  6. Lista de vocabulário relacionado.