SlideShare uma empresa Scribd logo
Ciências - 8º ano / 2014
Profªs: Luciana e Ludmila
LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMETARES – 03
QUESTÃO 1 - COLTEC
A evaporação da água é um dos mecanismos que promove a manutenção da
temperatura corporal.
Assinale a alternativa em que o fato descrito NÃO e explicado por esse mecanismo.
A) Banho de imersão na água fria apos uma sauna.
B) Cães ofegantes e com a língua para fora em dias quentes.
C) Mãos molhadas e colocadas a frente de um ventilador em funcionamento.
D) Transpiração de atletas durante a pratica de atividades físicas
QUESTÃO 2 - COLTEC
Quatro blocos de gelo idênticos, todos à mesma temperatura inicial, são colocados em
um ambiente com temperatura controlada e mantida constante em 20ºC, nas
seguintes condições:
• bloco 1, sem nenhum envoltório;
• bloco 2, enrolado em uma folha de papel alumínio;
• bloco 3, enrolado em uma folha de jornal;
• bloco 4, enrolado em um tecido grosso de lã.
É CORRETO afirmar que, nessas condições, o bloco de gelo que vai derreter mais
lentamente é o
A) 1.
B) 2.
C) 3.
D) 4.
QUESTÃO 3 - COLTEC
Ao arrumar seu armário, Pedro encontrou uma caixa, em que estavam guardados uma
bola de borracha e um cubo de aço. Ao pegar esses objetos, o menino sentiu que o
cubo parecia mais frio que a bola. Analise, do ponto de vista científico, estas
conclusões referentes à sensação térmica experimentada por Pedro:
I – A temperatura do cubo de aço é menor que a temperatura da bola de borracha.
II - A sensação térmica depende da rapidez com que a energia é transferida da mão
para o cubo.
A partir da análise dessas conclusões, é CORRETO afirmar que
A) apenas a I é verdadeira.
B) apenas a II é verdadeira.
C) as duas são verdadeiras.
D) nenhuma das duas é verdadeira.
QUESTÃO 4 - Covest-90
Em um calorímetro improvisado, conforme figura, formado por um tubo de ensaio
imerso em béquer contendo água, verifica-se inicialmente que o sistema encontra-se
em equilíbrio térmico. Após a ocorrência de uma reação química, no tubo de ensaio,
verifica-se uma diminuição de temperatura registrada pelo termômetro.
Assinale a alternativa falsa.
a) A reação é endotérmica.
b) A reação ocorre com absorção de calor.
c) A temperatura da mistura reagente, contida no tubo de ensaio, é maior que a
temperatura da água.
d) Os produtos desta reação química têm maior energia do que os reagentes.
e) O calorímetro é um aparelho utilizado para determinar o calor envolvido numa
reação química.
QUESTÃO 5 - Covest
Analise as afirmações abaixo:
I- o calor de um forno microondas passa através de um recipiente de cerâmica e
chega até a água que ele contém;
II- a água do recipiente mencionado ferve;
III- cozinha-se um ovo na água do recipiente;
IV- descasca-se um ovo;
V- a colher de prata que foi usada para comer o ovo fica escurecida.
São processos químicos:
A) I, II e IV.
B) III e V.
C) somente III.
D) somente em V.
QUESTÃO 6 - FAPIPAR - PR
Uma carteira escolar é construída com partes de ferro e partes de madeira. Quando
você toca a parte de madeira com a mão direita e a parte de ferro com a mão
esquerda, embora todo o conjunto esteja em equilíbrio térmico:
a) na mão direita há uma sensação de menor temperatura que na mão esquerda,
porque o ferro conduz melhor o calor;
b) na mão direita há uma sensação de menor temperatura que na mão esquerda,
porque a condução de calor na madeira é mais notada que no ferro;
c) na mão direita há uma sensação de maior temperatura que na mão esquerda,
porque o ferro conduz melhor o calor;
d) a mão direita há uma sensação de menor temperatura que na mão esquerda,
porque a madeira conduz melhor o calor.
QUESTÃO 7 - UFES
Para resfriar um líquido, é comum colocar a vasilha que o contém, dentro de um
recipiente com gelo, conforme a figura:
Nesta situação, a transferência de energia, devido a diferença de temperatura, ocorre:
a) do líquido para o gelo
b) do gelo para o líquido
c) do ambiente para o gelo
d) do ambiente para o líquido
QUESTÃO 8 - UFSCAR - MODIFICADA
Um grupo de amigos compra barras de gelo para um churrasco, num dia de calor.
Como as barras chegam com algumas horas de antecedência, alguém sugere que
sejam envolvidas num grosso cobertor para evitar que derretam mais. Essa sugestão.
a) é absurda, porque o cobertor vai aquecer o gelo, derretendo-o ainda mais depressa.
b) é absurda, porque o cobertor facilita a troca de calor entre o ambiente e o gelo,
fazendo com que ele derreta ainda mais depressa.
c) faz sentido, porque o cobertor dificulta a troca de calor entre o ambiente e o gelo,
retardando o seu derretimento.
d) não tem serventia, pois o cobertor não fornece nem absorve calor ao gelo, não
alterando a rapidez com que o gelo derrete.
QUESTÃO 9 – AFA-SP
Assinale a alternativa que define de forma correta o que é temperatura:
a) É a energia que se transmite de um corpo a outro em virtude de uma diferença de
temperatura.
b) Uma grandeza associada ao grau de agitação das partículas que compõe um corpo,
quanto mais agitadas as partículas de um corpo, maior será sua temperatura.
c) Uma grandeza associada ao grau de agitação das partículas que compõe um corpo,
quanto mais agitadas as partículas de um corpo, menor será sua temperatura.
d) É uma forma de calor.
QUESTÃO 10
Sabe-se que a temperatura do café se mantém razoavelmente constante no
interior de uma garrafa térmica perfeitamente vedada.
a) DETERMINE o principal fator responsável por esse bom isolamento térmico.
A condução não ocorre no vácuo.
b) O que acontece com a temperatura do café se a garrafa térmica for agitada
vigorosamente? EXPLIQUE sua resposta.
Aumenta, pois há transformação de energia cinética em térmica.
QUESTÃO 11 - PUC-SP
IDENTIFIQUE a frase mais correta conceitualmente.
a) “Estou com calor.”
b) “Vou medir a febre dele.”
c) “O dia está quente; estou recebendo muito calor.”
d) “O dia está frio; estou recebendo muito frio.”
e) As alternativas c e d estão corretas.
QUESTÃO 12- Fatec-SP
Um sistema A está em equilíbrio térmico com um outro, B, e este não está em
equilíbrio térmico com um outro, C.
Então, podemos dizer que:
a) os sistemas A e C possuem a mesma quantidade de calor.
b) a temperatura de A é diferente da de B.
c) os sistemas A e B possuem a mesma temperatura.
d) a temperatura de B é diferente da de C, mas C pode ter temperatura igual à
do sistema A.
e) nenhuma das anteriores
QUESTÃO 13- Univale-MG
Qual das substâncias da tabela é a mais indicada para substância
termométrica num termômetro cuja escala permita leituras entre -50 °C e 50
°C?
a) água
b) parafina
c) éter
d) álcool
e) mercúrio
QUESTÃO 14
ANALISE a tirinha a seguir.
a) O que leva a menina a acreditar que seu pai está com febre?
A menina acredita que seu pai está com febre devido a transferência de
energia do pai para ovo colocado em sua testa. “O ovo fritou ao ser colocado
na testa do pai”.
b) QUAL o procedimento correto para verificar se o pai está realmente com
febre?
A utilização de um termômetro.
QUESTÃO 15
Quando faz muito frio usamos um agasalho de lã, para nos sentirmos
aquecidos.
O uso do agasalho de lã é eficiente porque
A) a lã fornece calor ao nosso corpo.
B) a lã é boa condutora de calor.
C) a lã impede a transpiração do organismo.
D) a lã reduz a transferência de calor do corpo
para o meio exterior.
QUESTÃO 16
Temperatura e calor são dois conceitos diferentes e que muitas pessoas
acreditam ser a mesma coisa. Apenas faz sentido falar em calor como energia
em trânsito, ou seja, energia que se transfere de um corpo a outro em
decorrência da diferença de temperatura entre eles. Nesse sentido, assinale a
afirmação em que o conceito de calor está empregado corretamente.
A) A temperatura de um corpo aumenta quando ele acumula calor.
B) A temperatura de um corpo diminui quando ele cede calor para o meio
ambiente.
C) O aumento da temperatura de um corpo é um indicador de que esse corpo
armazenou calor.
D) A temperatura de um corpo diminui quando ele perde parte do calor que
nele estava armazenado.
QUESTÃO 17
Dois blocos, um de alumínio e outro de madeira, foram guardados por alguns
dias em um mesmo ambiente, um em contato com o outro.
Com base nas informações contidas no texto e em outros conhecimentos,
responda.
A) As temperaturas dos dois blocos serão, dessa forma, iguais ou diferentes?
JUSTIFIQUE sua resposta.
Pode-se dizer que os dois blocos apresentam a mesma temperatura, pois os
materiais, por estarem em contato há algum tempo, estarão em equilíbrio
térmico entre si.
B) Uma pessoa, ao tocar o bloco de alumínio e o bloco de madeira, terá
diferentes sensações térmicas? EXPLIQUE o fato levando em consideração
a transferência de calor entre o corpo da pessoa e os materiais que
constituem os blocos.
A pessoa terá diferentes sensações ao tocar os materiais. Sentirá o bloco de
alumínio “frio” e a madeira “não tão fria”. O metal conduz melhor o calor do que
a madeira. Assim, ao tocar o bloco de alumínio, a pessoa transfere energia de
seu corpo mais rapidamente do que ao tocar o bloco de madeira.
QUESTÃO 18
Num dia de calor, em que a temperatura ambiente era de 30 °C, João pegou
um copo com refrigerante à temperatura ambiente e mergulhou nele dois cubos
de gelo. O gelo estava à temperatura de - 4 °C e derreteu-se por completo.
Com base no texto e em outros conhecimentos, responda.
EXISTE transferência de calor entre o refrigerante e o gelo? JUSTIFIQUE sua
resposta levando em consideração os fenômenos térmicos que ocorrem
no refrigerante e no gelo.
Sim. A transferência de energia ocorre sempre de um sistema que apresenta
uma maior temperatura para outro com temperatura mais baixa. Portanto, o
refrigerante transfere energia na forma de calor para o gelo, provocando o seu
derretimento e, consequentemente, aumentando a temperatura da água. Ao
perder energia, o refrigerante resfria-se diminuindo sua temperatura.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

EXERCÍCIOS DA APOSTILA "MATÉRIA E ENERGIA"
EXERCÍCIOS DA APOSTILA "MATÉRIA E ENERGIA"EXERCÍCIOS DA APOSTILA "MATÉRIA E ENERGIA"
EXERCÍCIOS DA APOSTILA "MATÉRIA E ENERGIA"
Helena Aragão De Sá Martins
 
Exercícios de distribuição eletrônica
Exercícios de distribuição eletrônicaExercícios de distribuição eletrônica
Exercícios de distribuição eletrônica
Valquiria R. Nascimento
 
Lista de exercícios de revisão energia e máquinas simples 9° ano dudunegão
Lista de exercícios de revisão   energia e máquinas simples 9° ano  dudunegãoLista de exercícios de revisão   energia e máquinas simples 9° ano  dudunegão
Lista de exercícios de revisão energia e máquinas simples 9° ano dudunegão
Eduardo Oliveira
 
Avaliação ciências
Avaliação ciências Avaliação ciências
Avaliação ciências
Isa ...
 
Taxonomia - Estudo Dirigido
Taxonomia - Estudo DirigidoTaxonomia - Estudo Dirigido
Taxonomia - Estudo Dirigido
Andrea Barreto
 
Atividades sobre densidade
Atividades sobre densidadeAtividades sobre densidade
Atividades sobre densidade
Escola Pública/Particular
 
PB 8º ano 2º BIMESTRE ciencias gabarito
PB 8º ano 2º BIMESTRE ciencias gabaritoPB 8º ano 2º BIMESTRE ciencias gabarito
PB 8º ano 2º BIMESTRE ciencias gabarito
Grazi Grazi
 
Reforço de Ciências (Respostas)
Reforço de Ciências (Respostas)Reforço de Ciências (Respostas)
Reforço de Ciências (Respostas)
joana71
 
Avaliação diagnóstica ciencias 9 ano
Avaliação diagnóstica ciencias 9 anoAvaliação diagnóstica ciencias 9 ano
Avaliação diagnóstica ciencias 9 ano
Atividades Diversas Cláudia
 
7º ano minerais
7º ano  minerais7º ano  minerais
7º ano minerais
Andreia Margarido
 
Lista de Exercícios - água
Lista de Exercícios - águaLista de Exercícios - água
Lista de Exercícios - água
Andrea Barreto
 
Atividades dde geografia relevo, clima
Atividades dde geografia relevo, climaAtividades dde geografia relevo, clima
Atividades dde geografia relevo, clima
Atividades Diversas Cláudia
 
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLOAVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Tabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º anoTabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º ano
Carlos Magno Braga
 
2ª lista de exercício de física densidade
2ª lista de exercício de física   densidade2ª lista de exercício de física   densidade
2ª lista de exercício de física densidade
Karyn Lessa
 
Atividades biomas brasileiros
Atividades biomas brasileirosAtividades biomas brasileiros
Atividades biomas brasileiros
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividades aquecimento global e efeito estufa
Atividades aquecimento global e efeito estufaAtividades aquecimento global e efeito estufa
Atividades aquecimento global e efeito estufa
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova biomas 7º ano Matias.pdf
Prova biomas 7º ano Matias.pdfProva biomas 7º ano Matias.pdf
Prova biomas 7º ano Matias.pdf
EduardoCerchi2
 
Prova 7 ano carla 3 bimestre
Prova 7 ano carla 3 bimestreProva 7 ano carla 3 bimestre
Prova 7 ano carla 3 bimestre
Atividades Diversas Cláudia
 
8º-Ano-Atividade-de-Ciências-Ensino-Remoto-1.pdf
8º-Ano-Atividade-de-Ciências-Ensino-Remoto-1.pdf8º-Ano-Atividade-de-Ciências-Ensino-Remoto-1.pdf
8º-Ano-Atividade-de-Ciências-Ensino-Remoto-1.pdf
Nivea Neves
 

Mais procurados (20)

EXERCÍCIOS DA APOSTILA "MATÉRIA E ENERGIA"
EXERCÍCIOS DA APOSTILA "MATÉRIA E ENERGIA"EXERCÍCIOS DA APOSTILA "MATÉRIA E ENERGIA"
EXERCÍCIOS DA APOSTILA "MATÉRIA E ENERGIA"
 
Exercícios de distribuição eletrônica
Exercícios de distribuição eletrônicaExercícios de distribuição eletrônica
Exercícios de distribuição eletrônica
 
Lista de exercícios de revisão energia e máquinas simples 9° ano dudunegão
Lista de exercícios de revisão   energia e máquinas simples 9° ano  dudunegãoLista de exercícios de revisão   energia e máquinas simples 9° ano  dudunegão
Lista de exercícios de revisão energia e máquinas simples 9° ano dudunegão
 
Avaliação ciências
Avaliação ciências Avaliação ciências
Avaliação ciências
 
Taxonomia - Estudo Dirigido
Taxonomia - Estudo DirigidoTaxonomia - Estudo Dirigido
Taxonomia - Estudo Dirigido
 
Atividades sobre densidade
Atividades sobre densidadeAtividades sobre densidade
Atividades sobre densidade
 
PB 8º ano 2º BIMESTRE ciencias gabarito
PB 8º ano 2º BIMESTRE ciencias gabaritoPB 8º ano 2º BIMESTRE ciencias gabarito
PB 8º ano 2º BIMESTRE ciencias gabarito
 
Reforço de Ciências (Respostas)
Reforço de Ciências (Respostas)Reforço de Ciências (Respostas)
Reforço de Ciências (Respostas)
 
Avaliação diagnóstica ciencias 9 ano
Avaliação diagnóstica ciencias 9 anoAvaliação diagnóstica ciencias 9 ano
Avaliação diagnóstica ciencias 9 ano
 
7º ano minerais
7º ano  minerais7º ano  minerais
7º ano minerais
 
Lista de Exercícios - água
Lista de Exercícios - águaLista de Exercícios - água
Lista de Exercícios - água
 
Atividades dde geografia relevo, clima
Atividades dde geografia relevo, climaAtividades dde geografia relevo, clima
Atividades dde geografia relevo, clima
 
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLOAVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO
 
Tabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º anoTabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º ano
 
2ª lista de exercício de física densidade
2ª lista de exercício de física   densidade2ª lista de exercício de física   densidade
2ª lista de exercício de física densidade
 
Atividades biomas brasileiros
Atividades biomas brasileirosAtividades biomas brasileiros
Atividades biomas brasileiros
 
Atividades aquecimento global e efeito estufa
Atividades aquecimento global e efeito estufaAtividades aquecimento global e efeito estufa
Atividades aquecimento global e efeito estufa
 
Prova biomas 7º ano Matias.pdf
Prova biomas 7º ano Matias.pdfProva biomas 7º ano Matias.pdf
Prova biomas 7º ano Matias.pdf
 
Prova 7 ano carla 3 bimestre
Prova 7 ano carla 3 bimestreProva 7 ano carla 3 bimestre
Prova 7 ano carla 3 bimestre
 
8º-Ano-Atividade-de-Ciências-Ensino-Remoto-1.pdf
8º-Ano-Atividade-de-Ciências-Ensino-Remoto-1.pdf8º-Ano-Atividade-de-Ciências-Ensino-Remoto-1.pdf
8º-Ano-Atividade-de-Ciências-Ensino-Remoto-1.pdf
 

Semelhante a Gabarito calor e temperatura

EXERCICIOS DE TERMODINÂMICA - TERMOLOGIA.pdf
EXERCICIOS DE TERMODINÂMICA - TERMOLOGIA.pdfEXERCICIOS DE TERMODINÂMICA - TERMOLOGIA.pdf
EXERCICIOS DE TERMODINÂMICA - TERMOLOGIA.pdf
Ferreira José
 
QUIZ CALORIMETRIA.pptx
QUIZ CALORIMETRIA.pptxQUIZ CALORIMETRIA.pptx
QUIZ CALORIMETRIA.pptx
Fabiana Rigamonte Alves
 
Atividade 02 laboratório de informática
Atividade 02   laboratório de informáticaAtividade 02   laboratório de informática
Atividade 02 laboratório de informática
Prof X
 
Atividade 02 laboratório de informática
Atividade 02   laboratório de informáticaAtividade 02   laboratório de informática
Atividade 02 laboratório de informática
Prof X
 
Atividade 02 laboratório de informática
Atividade 02   laboratório de informáticaAtividade 02   laboratório de informática
Atividade 02 laboratório de informática
Prof X
 
Dalva 05 22 lei 12966 14 (1)
Dalva 05 22 lei 12966 14 (1)Dalva 05 22 lei 12966 14 (1)
Dalva 05 22 lei 12966 14 (1)
Rodrigo Silva
 
Calor especifico(anexo santa cruz_jb 70. jpg).
Calor especifico(anexo santa cruz_jb 70. jpg).Calor especifico(anexo santa cruz_jb 70. jpg).
Calor especifico(anexo santa cruz_jb 70. jpg).
Fernanda Katiusca Santos
 
Aula 5 calorimetria 1
Aula 5   calorimetria 1Aula 5   calorimetria 1
Aula 5 calorimetria 1
Montenegro Física
 
Atualização dos Conteúdos do Enem
Atualização dos Conteúdos do EnemAtualização dos Conteúdos do Enem
Atualização dos Conteúdos do Enem
UsurioAnnimo3
 
Simulado de termologia
Simulado de termologiaSimulado de termologia
Simulado de termologia
Roberto Bagatini
 
Be _fisica_-9528-530c75952304f
Be  _fisica_-9528-530c75952304fBe  _fisica_-9528-530c75952304f
Be _fisica_-9528-530c75952304f
Dea Matos
 
Lista propagação de calor.docx
Lista propagação de calor.docxLista propagação de calor.docx
Lista propagação de calor.docx
GabrielCriscuolo1
 
Termologia - Cap. 18 - Professor Bruce Colombi
Termologia - Cap. 18 - Professor Bruce ColombiTermologia - Cap. 18 - Professor Bruce Colombi
Termologia - Cap. 18 - Professor Bruce Colombi
Bruce Colombi
 
Trabalho de física 1ºbim13 turma 2001-2004 e 2005
Trabalho de física 1ºbim13 turma 2001-2004 e 2005Trabalho de física 1ºbim13 turma 2001-2004 e 2005
Trabalho de física 1ºbim13 turma 2001-2004 e 2005
Paulo Cezar Rangel de Lima
 
Trabalho de física 1ºbim13 turma 2001-2004 e 2005
Trabalho de física 1ºbim13 turma 2001-2004 e 2005Trabalho de física 1ºbim13 turma 2001-2004 e 2005
Trabalho de física 1ºbim13 turma 2001-2004 e 2005
Paulo Cezar Rangel de Lima
 
2010 volume1 cadernodoaluno_fisica_ensinomedio_2aserie_gabarito
2010 volume1 cadernodoaluno_fisica_ensinomedio_2aserie_gabarito2010 volume1 cadernodoaluno_fisica_ensinomedio_2aserie_gabarito
2010 volume1 cadernodoaluno_fisica_ensinomedio_2aserie_gabarito
profzwipp
 
Exercícios sobre termologia
Exercícios sobre termologiaExercícios sobre termologia
Exercícios sobre termologia
Roberto Bagatini
 
Calorimetria:Quantidade e trocas de calor
Calorimetria:Quantidade e trocas de calorCalorimetria:Quantidade e trocas de calor
Calorimetria:Quantidade e trocas de calor
Anselmo Roxa
 
Calorimetria calor sensível, calor latente, calor específico e capacidade té...
Calorimetria  calor sensível, calor latente, calor específico e capacidade té...Calorimetria  calor sensível, calor latente, calor específico e capacidade té...
Calorimetria calor sensível, calor latente, calor específico e capacidade té...
Fernanda Katiusca Santos
 

Semelhante a Gabarito calor e temperatura (20)

EXERCICIOS DE TERMODINÂMICA - TERMOLOGIA.pdf
EXERCICIOS DE TERMODINÂMICA - TERMOLOGIA.pdfEXERCICIOS DE TERMODINÂMICA - TERMOLOGIA.pdf
EXERCICIOS DE TERMODINÂMICA - TERMOLOGIA.pdf
 
QUIZ CALORIMETRIA.pptx
QUIZ CALORIMETRIA.pptxQUIZ CALORIMETRIA.pptx
QUIZ CALORIMETRIA.pptx
 
Atividade 02 laboratório de informática
Atividade 02   laboratório de informáticaAtividade 02   laboratório de informática
Atividade 02 laboratório de informática
 
Atividade 02 laboratório de informática
Atividade 02   laboratório de informáticaAtividade 02   laboratório de informática
Atividade 02 laboratório de informática
 
Atividade 02 laboratório de informática
Atividade 02   laboratório de informáticaAtividade 02   laboratório de informática
Atividade 02 laboratório de informática
 
Dalva 05 22 lei 12966 14 (1)
Dalva 05 22 lei 12966 14 (1)Dalva 05 22 lei 12966 14 (1)
Dalva 05 22 lei 12966 14 (1)
 
CALORIMETRIA
CALORIMETRIACALORIMETRIA
CALORIMETRIA
 
Calor especifico(anexo santa cruz_jb 70. jpg).
Calor especifico(anexo santa cruz_jb 70. jpg).Calor especifico(anexo santa cruz_jb 70. jpg).
Calor especifico(anexo santa cruz_jb 70. jpg).
 
Aula 5 calorimetria 1
Aula 5   calorimetria 1Aula 5   calorimetria 1
Aula 5 calorimetria 1
 
Atualização dos Conteúdos do Enem
Atualização dos Conteúdos do EnemAtualização dos Conteúdos do Enem
Atualização dos Conteúdos do Enem
 
Simulado de termologia
Simulado de termologiaSimulado de termologia
Simulado de termologia
 
Be _fisica_-9528-530c75952304f
Be  _fisica_-9528-530c75952304fBe  _fisica_-9528-530c75952304f
Be _fisica_-9528-530c75952304f
 
Lista propagação de calor.docx
Lista propagação de calor.docxLista propagação de calor.docx
Lista propagação de calor.docx
 
Termologia - Cap. 18 - Professor Bruce Colombi
Termologia - Cap. 18 - Professor Bruce ColombiTermologia - Cap. 18 - Professor Bruce Colombi
Termologia - Cap. 18 - Professor Bruce Colombi
 
Trabalho de física 1ºbim13 turma 2001-2004 e 2005
Trabalho de física 1ºbim13 turma 2001-2004 e 2005Trabalho de física 1ºbim13 turma 2001-2004 e 2005
Trabalho de física 1ºbim13 turma 2001-2004 e 2005
 
Trabalho de física 1ºbim13 turma 2001-2004 e 2005
Trabalho de física 1ºbim13 turma 2001-2004 e 2005Trabalho de física 1ºbim13 turma 2001-2004 e 2005
Trabalho de física 1ºbim13 turma 2001-2004 e 2005
 
2010 volume1 cadernodoaluno_fisica_ensinomedio_2aserie_gabarito
2010 volume1 cadernodoaluno_fisica_ensinomedio_2aserie_gabarito2010 volume1 cadernodoaluno_fisica_ensinomedio_2aserie_gabarito
2010 volume1 cadernodoaluno_fisica_ensinomedio_2aserie_gabarito
 
Exercícios sobre termologia
Exercícios sobre termologiaExercícios sobre termologia
Exercícios sobre termologia
 
Calorimetria:Quantidade e trocas de calor
Calorimetria:Quantidade e trocas de calorCalorimetria:Quantidade e trocas de calor
Calorimetria:Quantidade e trocas de calor
 
Calorimetria calor sensível, calor latente, calor específico e capacidade té...
Calorimetria  calor sensível, calor latente, calor específico e capacidade té...Calorimetria  calor sensível, calor latente, calor específico e capacidade té...
Calorimetria calor sensível, calor latente, calor específico e capacidade té...
 

Mais de professoraludmila

A sexualidade nos animais e nas plantas
A sexualidade nos animais e nas plantasA sexualidade nos animais e nas plantas
A sexualidade nos animais e nas plantas
professoraludmila
 
A sexualidade nos animais e nas plantas
A sexualidade nos animais e nas plantasA sexualidade nos animais e nas plantas
A sexualidade nos animais e nas plantas
professoraludmila
 
Desafio 7
Desafio 7Desafio 7
Ludmila oitavo ano - atividade pontuada - métodos
Ludmila   oitavo ano - atividade pontuada - métodosLudmila   oitavo ano - atividade pontuada - métodos
Ludmila oitavo ano - atividade pontuada - métodos
professoraludmila
 
Desafio 5 e 6
Desafio 5 e 6Desafio 5 e 6
Desafio 5 e 6
professoraludmila
 
Correção dos exercícios de luz e visão
Correção dos exercícios de luz e visãoCorreção dos exercícios de luz e visão
Correção dos exercícios de luz e visão
professoraludmila
 
Desafio 7
Desafio 7Desafio 7
Visão
VisãoVisão
Desafio 5 e 6
Desafio 5 e 6Desafio 5 e 6
Desafio 5 e 6
professoraludmila
 
Avaliação 07.10 gabarito
Avaliação 07.10 gabaritoAvaliação 07.10 gabarito
Avaliação 07.10 gabarito
professoraludmila
 
Desafio 4
Desafio 4Desafio 4
Desafio 2 gabarito
Desafio 2   gabaritoDesafio 2   gabarito
Desafio 2 gabarito
professoraludmila
 
Desafio 3
Desafio 3Desafio 3
A sexualidade humana
A sexualidade humanaA sexualidade humana
A sexualidade humana
professoraludmila
 
O controle da temperatura corpórea
O controle da temperatura corpóreaO controle da temperatura corpórea
O controle da temperatura corpórea
professoraludmila
 
Desafio 2
Desafio 2Desafio 2
Desafio 1
Desafio 1Desafio 1
Gabaritos das avaliações 2 e 3
Gabaritos das avaliações 2 e 3Gabaritos das avaliações 2 e 3
Gabaritos das avaliações 2 e 3
professoraludmila
 
Desafio 1
Desafio 1Desafio 1
Desafio 1
Desafio 1Desafio 1

Mais de professoraludmila (20)

A sexualidade nos animais e nas plantas
A sexualidade nos animais e nas plantasA sexualidade nos animais e nas plantas
A sexualidade nos animais e nas plantas
 
A sexualidade nos animais e nas plantas
A sexualidade nos animais e nas plantasA sexualidade nos animais e nas plantas
A sexualidade nos animais e nas plantas
 
Desafio 7
Desafio 7Desafio 7
Desafio 7
 
Ludmila oitavo ano - atividade pontuada - métodos
Ludmila   oitavo ano - atividade pontuada - métodosLudmila   oitavo ano - atividade pontuada - métodos
Ludmila oitavo ano - atividade pontuada - métodos
 
Desafio 5 e 6
Desafio 5 e 6Desafio 5 e 6
Desafio 5 e 6
 
Correção dos exercícios de luz e visão
Correção dos exercícios de luz e visãoCorreção dos exercícios de luz e visão
Correção dos exercícios de luz e visão
 
Desafio 7
Desafio 7Desafio 7
Desafio 7
 
Visão
VisãoVisão
Visão
 
Desafio 5 e 6
Desafio 5 e 6Desafio 5 e 6
Desafio 5 e 6
 
Avaliação 07.10 gabarito
Avaliação 07.10 gabaritoAvaliação 07.10 gabarito
Avaliação 07.10 gabarito
 
Desafio 4
Desafio 4Desafio 4
Desafio 4
 
Desafio 2 gabarito
Desafio 2   gabaritoDesafio 2   gabarito
Desafio 2 gabarito
 
Desafio 3
Desafio 3Desafio 3
Desafio 3
 
A sexualidade humana
A sexualidade humanaA sexualidade humana
A sexualidade humana
 
O controle da temperatura corpórea
O controle da temperatura corpóreaO controle da temperatura corpórea
O controle da temperatura corpórea
 
Desafio 2
Desafio 2Desafio 2
Desafio 2
 
Desafio 1
Desafio 1Desafio 1
Desafio 1
 
Gabaritos das avaliações 2 e 3
Gabaritos das avaliações 2 e 3Gabaritos das avaliações 2 e 3
Gabaritos das avaliações 2 e 3
 
Desafio 1
Desafio 1Desafio 1
Desafio 1
 
Desafio 1
Desafio 1Desafio 1
Desafio 1
 

Último

(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
davidreyes364666
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 

Último (20)

(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 

Gabarito calor e temperatura

  • 1. Ciências - 8º ano / 2014 Profªs: Luciana e Ludmila LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMETARES – 03 QUESTÃO 1 - COLTEC A evaporação da água é um dos mecanismos que promove a manutenção da temperatura corporal. Assinale a alternativa em que o fato descrito NÃO e explicado por esse mecanismo. A) Banho de imersão na água fria apos uma sauna. B) Cães ofegantes e com a língua para fora em dias quentes. C) Mãos molhadas e colocadas a frente de um ventilador em funcionamento. D) Transpiração de atletas durante a pratica de atividades físicas QUESTÃO 2 - COLTEC Quatro blocos de gelo idênticos, todos à mesma temperatura inicial, são colocados em um ambiente com temperatura controlada e mantida constante em 20ºC, nas seguintes condições: • bloco 1, sem nenhum envoltório; • bloco 2, enrolado em uma folha de papel alumínio; • bloco 3, enrolado em uma folha de jornal; • bloco 4, enrolado em um tecido grosso de lã. É CORRETO afirmar que, nessas condições, o bloco de gelo que vai derreter mais lentamente é o A) 1. B) 2. C) 3. D) 4. QUESTÃO 3 - COLTEC Ao arrumar seu armário, Pedro encontrou uma caixa, em que estavam guardados uma bola de borracha e um cubo de aço. Ao pegar esses objetos, o menino sentiu que o cubo parecia mais frio que a bola. Analise, do ponto de vista científico, estas
  • 2. conclusões referentes à sensação térmica experimentada por Pedro: I – A temperatura do cubo de aço é menor que a temperatura da bola de borracha. II - A sensação térmica depende da rapidez com que a energia é transferida da mão para o cubo. A partir da análise dessas conclusões, é CORRETO afirmar que A) apenas a I é verdadeira. B) apenas a II é verdadeira. C) as duas são verdadeiras. D) nenhuma das duas é verdadeira. QUESTÃO 4 - Covest-90 Em um calorímetro improvisado, conforme figura, formado por um tubo de ensaio imerso em béquer contendo água, verifica-se inicialmente que o sistema encontra-se em equilíbrio térmico. Após a ocorrência de uma reação química, no tubo de ensaio, verifica-se uma diminuição de temperatura registrada pelo termômetro. Assinale a alternativa falsa. a) A reação é endotérmica. b) A reação ocorre com absorção de calor. c) A temperatura da mistura reagente, contida no tubo de ensaio, é maior que a temperatura da água. d) Os produtos desta reação química têm maior energia do que os reagentes. e) O calorímetro é um aparelho utilizado para determinar o calor envolvido numa reação química. QUESTÃO 5 - Covest Analise as afirmações abaixo:
  • 3. I- o calor de um forno microondas passa através de um recipiente de cerâmica e chega até a água que ele contém; II- a água do recipiente mencionado ferve; III- cozinha-se um ovo na água do recipiente; IV- descasca-se um ovo; V- a colher de prata que foi usada para comer o ovo fica escurecida. São processos químicos: A) I, II e IV. B) III e V. C) somente III. D) somente em V. QUESTÃO 6 - FAPIPAR - PR Uma carteira escolar é construída com partes de ferro e partes de madeira. Quando você toca a parte de madeira com a mão direita e a parte de ferro com a mão esquerda, embora todo o conjunto esteja em equilíbrio térmico: a) na mão direita há uma sensação de menor temperatura que na mão esquerda, porque o ferro conduz melhor o calor; b) na mão direita há uma sensação de menor temperatura que na mão esquerda, porque a condução de calor na madeira é mais notada que no ferro; c) na mão direita há uma sensação de maior temperatura que na mão esquerda, porque o ferro conduz melhor o calor; d) a mão direita há uma sensação de menor temperatura que na mão esquerda, porque a madeira conduz melhor o calor. QUESTÃO 7 - UFES Para resfriar um líquido, é comum colocar a vasilha que o contém, dentro de um recipiente com gelo, conforme a figura: Nesta situação, a transferência de energia, devido a diferença de temperatura, ocorre: a) do líquido para o gelo
  • 4. b) do gelo para o líquido c) do ambiente para o gelo d) do ambiente para o líquido QUESTÃO 8 - UFSCAR - MODIFICADA Um grupo de amigos compra barras de gelo para um churrasco, num dia de calor. Como as barras chegam com algumas horas de antecedência, alguém sugere que sejam envolvidas num grosso cobertor para evitar que derretam mais. Essa sugestão. a) é absurda, porque o cobertor vai aquecer o gelo, derretendo-o ainda mais depressa. b) é absurda, porque o cobertor facilita a troca de calor entre o ambiente e o gelo, fazendo com que ele derreta ainda mais depressa. c) faz sentido, porque o cobertor dificulta a troca de calor entre o ambiente e o gelo, retardando o seu derretimento. d) não tem serventia, pois o cobertor não fornece nem absorve calor ao gelo, não alterando a rapidez com que o gelo derrete. QUESTÃO 9 – AFA-SP Assinale a alternativa que define de forma correta o que é temperatura: a) É a energia que se transmite de um corpo a outro em virtude de uma diferença de temperatura. b) Uma grandeza associada ao grau de agitação das partículas que compõe um corpo, quanto mais agitadas as partículas de um corpo, maior será sua temperatura. c) Uma grandeza associada ao grau de agitação das partículas que compõe um corpo, quanto mais agitadas as partículas de um corpo, menor será sua temperatura. d) É uma forma de calor. QUESTÃO 10 Sabe-se que a temperatura do café se mantém razoavelmente constante no interior de uma garrafa térmica perfeitamente vedada. a) DETERMINE o principal fator responsável por esse bom isolamento térmico. A condução não ocorre no vácuo. b) O que acontece com a temperatura do café se a garrafa térmica for agitada vigorosamente? EXPLIQUE sua resposta. Aumenta, pois há transformação de energia cinética em térmica.
  • 5. QUESTÃO 11 - PUC-SP IDENTIFIQUE a frase mais correta conceitualmente. a) “Estou com calor.” b) “Vou medir a febre dele.” c) “O dia está quente; estou recebendo muito calor.” d) “O dia está frio; estou recebendo muito frio.” e) As alternativas c e d estão corretas. QUESTÃO 12- Fatec-SP Um sistema A está em equilíbrio térmico com um outro, B, e este não está em equilíbrio térmico com um outro, C. Então, podemos dizer que: a) os sistemas A e C possuem a mesma quantidade de calor. b) a temperatura de A é diferente da de B. c) os sistemas A e B possuem a mesma temperatura. d) a temperatura de B é diferente da de C, mas C pode ter temperatura igual à do sistema A. e) nenhuma das anteriores QUESTÃO 13- Univale-MG Qual das substâncias da tabela é a mais indicada para substância termométrica num termômetro cuja escala permita leituras entre -50 °C e 50 °C?
  • 6. a) água b) parafina c) éter d) álcool e) mercúrio QUESTÃO 14 ANALISE a tirinha a seguir. a) O que leva a menina a acreditar que seu pai está com febre? A menina acredita que seu pai está com febre devido a transferência de energia do pai para ovo colocado em sua testa. “O ovo fritou ao ser colocado na testa do pai”. b) QUAL o procedimento correto para verificar se o pai está realmente com febre? A utilização de um termômetro. QUESTÃO 15 Quando faz muito frio usamos um agasalho de lã, para nos sentirmos aquecidos. O uso do agasalho de lã é eficiente porque A) a lã fornece calor ao nosso corpo. B) a lã é boa condutora de calor. C) a lã impede a transpiração do organismo. D) a lã reduz a transferência de calor do corpo para o meio exterior.
  • 7. QUESTÃO 16 Temperatura e calor são dois conceitos diferentes e que muitas pessoas acreditam ser a mesma coisa. Apenas faz sentido falar em calor como energia em trânsito, ou seja, energia que se transfere de um corpo a outro em decorrência da diferença de temperatura entre eles. Nesse sentido, assinale a afirmação em que o conceito de calor está empregado corretamente. A) A temperatura de um corpo aumenta quando ele acumula calor. B) A temperatura de um corpo diminui quando ele cede calor para o meio ambiente. C) O aumento da temperatura de um corpo é um indicador de que esse corpo armazenou calor. D) A temperatura de um corpo diminui quando ele perde parte do calor que nele estava armazenado. QUESTÃO 17 Dois blocos, um de alumínio e outro de madeira, foram guardados por alguns dias em um mesmo ambiente, um em contato com o outro. Com base nas informações contidas no texto e em outros conhecimentos, responda. A) As temperaturas dos dois blocos serão, dessa forma, iguais ou diferentes? JUSTIFIQUE sua resposta. Pode-se dizer que os dois blocos apresentam a mesma temperatura, pois os materiais, por estarem em contato há algum tempo, estarão em equilíbrio térmico entre si. B) Uma pessoa, ao tocar o bloco de alumínio e o bloco de madeira, terá diferentes sensações térmicas? EXPLIQUE o fato levando em consideração a transferência de calor entre o corpo da pessoa e os materiais que constituem os blocos. A pessoa terá diferentes sensações ao tocar os materiais. Sentirá o bloco de alumínio “frio” e a madeira “não tão fria”. O metal conduz melhor o calor do que
  • 8. a madeira. Assim, ao tocar o bloco de alumínio, a pessoa transfere energia de seu corpo mais rapidamente do que ao tocar o bloco de madeira. QUESTÃO 18 Num dia de calor, em que a temperatura ambiente era de 30 °C, João pegou um copo com refrigerante à temperatura ambiente e mergulhou nele dois cubos de gelo. O gelo estava à temperatura de - 4 °C e derreteu-se por completo. Com base no texto e em outros conhecimentos, responda. EXISTE transferência de calor entre o refrigerante e o gelo? JUSTIFIQUE sua resposta levando em consideração os fenômenos térmicos que ocorrem no refrigerante e no gelo. Sim. A transferência de energia ocorre sempre de um sistema que apresenta uma maior temperatura para outro com temperatura mais baixa. Portanto, o refrigerante transfere energia na forma de calor para o gelo, provocando o seu derretimento e, consequentemente, aumentando a temperatura da água. Ao perder energia, o refrigerante resfria-se diminuindo sua temperatura.