SlideShare uma empresa Scribd logo
Possibilitar entendimento daPossibilitar entendimento da
reencarnação sob a ótica dareencarnação sob a ótica da
Doutrina Espírita.Doutrina Espírita.
Objetivo Geral:Objetivo Geral:
ReencarnaçãoReencarnação
Módulo VI:Módulo VI:
RoteiroRoteiro 1 –1 – Fundamentos e finalidade daFundamentos e finalidade da
reencarnação ;reencarnação ;
Módulo VI: ReencarnaçãoMódulo VI: Reencarnação
RoteiroRoteiro 2 – Provas da reencarnação ;2 – Provas da reencarnação ;
RoteiroRoteiro 3 –3 – Retorno à vida corporal: oRetorno à vida corporal: o
planejamento reencarnatórioplanejamento reencarnatório;;
RoteiroRoteiro 4 –4 – Retorno à vida corporal: união daRetorno à vida corporal: união da
alma ao corpo;alma ao corpo;
RoteiroRoteiro 5 – Retorno à vida corporal: a5 – Retorno à vida corporal: a
infância;infância;
RoteiroRoteiro 6 – O esquecimento do passado:6 – O esquecimento do passado:
justificativas da sua necessidade.justificativas da sua necessidade.
Módulo VI: ReencarnaçãoMódulo VI: Reencarnação
Objetivo Específico:Objetivo Específico:
 Explicar o processo da uniãoExplicar o processo da união
da alma ao corpo.da alma ao corpo.
Roteiro 4Roteiro 4
Retorno à vida corporal:Retorno à vida corporal:
união da alma ao corpounião da alma ao corpo
Questão 344 do O Livro dos EspíritosQuestão 344 do O Livro dos Espíritos
Em que momento a alma se une aoEm que momento a alma se une ao
corpo?corpo?
A união começa na concepção, masA união começa na concepção, mas
só é completa por ocasião dosó é completa por ocasião do
nascimento.nascimento.
A partir da concepção, o EspíritoA partir da concepção, o Espírito
começa a ser tomado decomeça a ser tomado de
perturbação, que cresce de contínuoperturbação, que cresce de contínuo
até o nascimento.até o nascimento.
Módulo VI: ReencarnaçãoMódulo VI: Reencarnação
Quatro Grupos
Tarefas dos Grupos
Grupo 1 – leitura, troca de idéias e resumo do item 1 dos
subsídios (União da alma ao corpo), até o final do
parágrafo anterior ao subitem a.
Grupo 2 – leitura, troca de idéias e resumo do item 1 dos
subsídios (União da alma ao corpo), a partir dos
subitens a, b, c, d;
Grupo 3 – leitura, troca de idéias e resumo do item 1.1
dos subsídios (O processo da concepção ou
fecundação);
Grupo 4 – leitura, troca de idéias e resumo do item 1.2
dos subsídios (Gravidez ou gestação).
Fund1Mod06Rot4-Retorno à vida corporal
 Momento em que ocorre a união daMomento em que ocorre a união da
alma ao corpo.alma ao corpo.
A união da alma ao corpo começa naA união da alma ao corpo começa na
concepção e se completa por ocasião doconcepção e se completa por ocasião do
nascimento (LE-344).nascimento (LE-344).
O trabalho completo de reencarnação, com aO trabalho completo de reencarnação, com a
plena integração do espírito reencarnanteplena integração do espírito reencarnante
nos elementos físicos, somente se verifica aosnos elementos físicos, somente se verifica aos
sete anos (André Luiz, Missionários da Luz).sete anos (André Luiz, Missionários da Luz).
 Como se processa a união da almaComo se processa a união da alma
ao corpo.ao corpo.
O laço fluídico, que liga o Espírito ao zigotoO laço fluídico, que liga o Espírito ao zigoto
(célula formada pela união de dois gametas)(célula formada pela união de dois gametas)
no momento da concepção, vai se encurtandono momento da concepção, vai se encurtando
à medida que o gérmen se desenvolve e,à medida que o gérmen se desenvolve e,
durante esse processo, o perispírito vai sedurante esse processo, o perispírito vai se
unindo, molécula a molécula, ao corpo emunindo, molécula a molécula, ao corpo em
formação, em uma espécie de enraizamentoformação, em uma espécie de enraizamento
(GE-XI-18).(GE-XI-18).
As encarnações não se fazem de modoAs encarnações não se fazem de modo
uniforme. Os mecanismos reencarnatóriosuniforme. Os mecanismos reencarnatórios
variam de acordo com o grau de evolução dovariam de acordo com o grau de evolução do
Espírito. A consciência do processo nemEspírito. A consciência do processo nem
sempre está presente. Muitos espíritossempre está presente. Muitos espíritos
desencarnam e voltam a reencarnar, sem sedesencarnam e voltam a reencarnar, sem se
aperceberem.aperceberem.
 Encarnações conscientes e encarnaçõesEncarnações conscientes e encarnações
automáticas.automáticas.
Do ABC ao Infinito. José Náufel. Vol. 1. P. 163Do ABC ao Infinito. José Náufel. Vol. 1. P. 163
Segundo explicam os Construtores Espirituais,Segundo explicam os Construtores Espirituais,
para reencarnar, basta o magnetismo dos pais,para reencarnar, basta o magnetismo dos pais,
aliado ao forte desejo do Espíritoaliado ao forte desejo do Espírito
reencarnante. Assim, o Espírito reencarnantereencarnante. Assim, o Espírito reencarnante
une-se magneticamente ao óvulo e aoune-se magneticamente ao óvulo e ao
espermatozóide, participando ativamente doespermatozóide, participando ativamente do
processo reencarnatório.processo reencarnatório.
 A força do magnetismo no processoA força do magnetismo no processo
reencarnatório.reencarnatório.
Entre o Céu e a Terra. Pelo Espírito André Luiz. Cap. 28.Entre o Céu e a Terra. Pelo Espírito André Luiz. Cap. 28.
[...] No intervalo que vai da concepção ao[...] No intervalo que vai da concepção ao
nascimento, o estado do Espírito é mais ounascimento, o estado do Espírito é mais ou
menos o de um Espírito encarnado durante omenos o de um Espírito encarnado durante o
sono do corpo. À medida que a hora dosono do corpo. À medida que a hora do
nascimento se aproxima, suas idéias senascimento se aproxima, suas idéias se
apagam, assim como a lembrança do passado,apagam, assim como a lembrança do passado,
de que não tem mais consciência, comode que não tem mais consciência, como
homem, quando entra na vida. [...] (LE-351)homem, quando entra na vida. [...] (LE-351)
 Estado de consciência do EspíritoEstado de consciência do Espírito
durante a gestação e seu corpo.durante a gestação e seu corpo.
Além da alimentação de natureza material, aAlém da alimentação de natureza material, a
corrente de troca mãe-filho estende-se aocorrente de troca mãe-filho estende-se ao
intercâmbio constante das sensações diversas.intercâmbio constante das sensações diversas.
A organização feminina sofre verdadeiraA organização feminina sofre verdadeira
enxertia mental do reencarnante, enquanto oenxertia mental do reencarnante, enquanto o
principio fetal é afetado indelevelmente,principio fetal é afetado indelevelmente,
marcando-o para a existência inteira.marcando-o para a existência inteira.
 Interação mãe-filho durante a gravidez.Interação mãe-filho durante a gravidez.
Entre o Céu e a Terra. Pelo Espírito André Luiz. Cap. 30.Entre o Céu e a Terra. Pelo Espírito André Luiz. Cap. 30.
Mensagem Final ...Mensagem Final ...
““A reencarnação é o meio, aA reencarnação é o meio, a
educação divina é o fim. Temoseducação divina é o fim. Temos
necessidade da luta que corrige,necessidade da luta que corrige,
renova, restaura e aperfeiçoa”renova, restaura e aperfeiçoa”
(André Luiz).(André Luiz).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2.4.3 transmigracao progressiva
2.4.3   transmigracao progressiva2.4.3   transmigracao progressiva
2.4.3 transmigracao progressiva
Marta Gomes
 
3 palestra sobre transição planetaria
3 palestra sobre transição planetaria3 palestra sobre transição planetaria
3 palestra sobre transição planetaria
umecamaqua
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitosPalestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Divulgador do Espiritismo
 
Ninguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novo
Ninguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novoNinguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novo
Ninguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novo
CEENA_SS
 
Fluidos e Perispírito
Fluidos e PerispíritoFluidos e Perispírito
Fluidos e Perispírito
igmateus
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
Graça Maciel
 
Separação da alma e do corpo
Separação da alma e do corpoSeparação da alma e do corpo
Separação da alma e do corpo
Izabel Cristina Fonseca
 
Elementos Gerais do Universo
Elementos Gerais do UniversoElementos Gerais do Universo
Elementos Gerais do Universo
hamletcrs
 
O evangelho no lar
O evangelho no larO evangelho no lar
O evangelho no lar
carlos freire
 
Palestra 14 o evangelho no lar
Palestra 14 o evangelho no larPalestra 14 o evangelho no lar
Palestra 14 o evangelho no lar
Jose Ferreira Almeida
 
Reencarnação, evidências bíblicas e científicas-2,0hs
Reencarnação, evidências bíblicas e científicas-2,0hsReencarnação, evidências bíblicas e científicas-2,0hs
Reencarnação, evidências bíblicas e científicas-2,0hs
home
 
Terra escola planetária!
Terra escola planetária!Terra escola planetária!
Terra escola planetária!
Leonardo Pereira
 
Natal e espiritismo
Natal e espiritismoNatal e espiritismo
Natal e espiritismo
Luciane Belchior
 
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Tiburcio Santos
 
2.1.4 perispirito
2.1.4   perispirito2.1.4   perispirito
2.1.4 perispirito
Marta Gomes
 
Meu Reino ainda não é deste mundo
Meu Reino ainda não é deste mundoMeu Reino ainda não é deste mundo
Meu Reino ainda não é deste mundo
Rogerio R. Lima Cisi
 
Espírito, perispírito e corpo físico - IEE - CEM
Espírito, perispírito e corpo físico - IEE - CEMEspírito, perispírito e corpo físico - IEE - CEM
Espírito, perispírito e corpo físico - IEE - CEM
Wilma Badan C.G.
 
Reencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familiaReencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familia
KATIA MARIA FARAH V DA SILVA
 
Obsessão
ObsessãoObsessão
Obsessão
meebpeixotinho
 
Causas anteriores das aflições
Causas anteriores das afliçõesCausas anteriores das aflições
Causas anteriores das aflições
Marcos Antônio Alves
 

Mais procurados (20)

2.4.3 transmigracao progressiva
2.4.3   transmigracao progressiva2.4.3   transmigracao progressiva
2.4.3 transmigracao progressiva
 
3 palestra sobre transição planetaria
3 palestra sobre transição planetaria3 palestra sobre transição planetaria
3 palestra sobre transição planetaria
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitosPalestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
 
Ninguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novo
Ninguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novoNinguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novo
Ninguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novo
 
Fluidos e Perispírito
Fluidos e PerispíritoFluidos e Perispírito
Fluidos e Perispírito
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
 
Separação da alma e do corpo
Separação da alma e do corpoSeparação da alma e do corpo
Separação da alma e do corpo
 
Elementos Gerais do Universo
Elementos Gerais do UniversoElementos Gerais do Universo
Elementos Gerais do Universo
 
O evangelho no lar
O evangelho no larO evangelho no lar
O evangelho no lar
 
Palestra 14 o evangelho no lar
Palestra 14 o evangelho no larPalestra 14 o evangelho no lar
Palestra 14 o evangelho no lar
 
Reencarnação, evidências bíblicas e científicas-2,0hs
Reencarnação, evidências bíblicas e científicas-2,0hsReencarnação, evidências bíblicas e científicas-2,0hs
Reencarnação, evidências bíblicas e científicas-2,0hs
 
Terra escola planetária!
Terra escola planetária!Terra escola planetária!
Terra escola planetária!
 
Natal e espiritismo
Natal e espiritismoNatal e espiritismo
Natal e espiritismo
 
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
 
2.1.4 perispirito
2.1.4   perispirito2.1.4   perispirito
2.1.4 perispirito
 
Meu Reino ainda não é deste mundo
Meu Reino ainda não é deste mundoMeu Reino ainda não é deste mundo
Meu Reino ainda não é deste mundo
 
Espírito, perispírito e corpo físico - IEE - CEM
Espírito, perispírito e corpo físico - IEE - CEMEspírito, perispírito e corpo físico - IEE - CEM
Espírito, perispírito e corpo físico - IEE - CEM
 
Reencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familiaReencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familia
 
Obsessão
ObsessãoObsessão
Obsessão
 
Causas anteriores das aflições
Causas anteriores das afliçõesCausas anteriores das aflições
Causas anteriores das aflições
 

Destaque

Processo reencarnatório
Processo reencarnatórioProcesso reencarnatório
Processo reencarnatório
Fórum Espírita
 
Missionários da luz cap 13 reencarnação
Missionários da luz cap 13 reencarnaçãoMissionários da luz cap 13 reencarnação
Missionários da luz cap 13 reencarnação
Lar Irmã Zarabatana
 
Fund1Mod06Rot3
Fund1Mod06Rot3Fund1Mod06Rot3
Fund1Mod06Rot3
Guto Ovsky
 
Retorno à Vida Corporal
Retorno à Vida CorporalRetorno à Vida Corporal
Retorno à Vida Corporal
contatodoutrina2013
 
7 aula reencarnação
7   aula reencarnação7   aula reencarnação
7 aula reencarnação
Sergio Lima Dias Junior
 
Curso C sharp plus Framework NET (NOTURNO)
Curso C sharp plus Framework NET (NOTURNO)Curso C sharp plus Framework NET (NOTURNO)
Curso C sharp plus Framework NET (NOTURNO)
Grupo Treinar
 
GEEAD_2011_11_16
GEEAD_2011_11_16GEEAD_2011_11_16
GEEAD_2011_11_16
Geead Abu Dhabi
 
Roteiro 3.1 estudo de caso simplificado - a história de stella
Roteiro 3.1   estudo de caso simplificado - a história de stellaRoteiro 3.1   estudo de caso simplificado - a história de stella
Roteiro 3.1 estudo de caso simplificado - a história de stella
Bruno Cechinel Filho
 
Roteiro 4 retorno à vida corporal - união da alama ao corpo
Roteiro 4    retorno à vida corporal - união da alama ao corpoRoteiro 4    retorno à vida corporal - união da alama ao corpo
Roteiro 4 retorno à vida corporal - união da alama ao corpo
Bruno Cechinel Filho
 
Aula planejamento Reencarnatório
Aula planejamento ReencarnatórioAula planejamento Reencarnatório
Aula planejamento Reencarnatório
Mocidade Bezzerra de Menezes
 
Fund1Mod04Rot3e4-[2012]guto
Fund1Mod04Rot3e4-[2012]gutoFund1Mod04Rot3e4-[2012]guto
Fund1Mod04Rot3e4-[2012]guto
Guto Ovsky
 
Esquecimento do passado
Esquecimento do passadoEsquecimento do passado
Esquecimento do passado
Ponte de Luz ASEC
 
Esquecimento do passado
Esquecimento do passadoEsquecimento do passado
Esquecimento do passado
Helio Cruz
 
ESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADOESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADO
Jorge Luiz dos Santos
 
ESDE - Fundamental l – módulo l – roteiro 3 – Sergio Luiz Ribeiro
ESDE - Fundamental l – módulo l – roteiro 3 – Sergio Luiz RibeiroESDE - Fundamental l – módulo l – roteiro 3 – Sergio Luiz Ribeiro
ESDE - Fundamental l – módulo l – roteiro 3 – Sergio Luiz Ribeiro
Sergio Luiz , Palestrante Espírita - Professor, Cientista Social e Jornalista
 
Missionários da Luz
Missionários da LuzMissionários da Luz
Missionários da Luz
Gevluz de Luz
 
Provas da Reencarnação
Provas da ReencarnaçãoProvas da Reencarnação
Provas da Reencarnação
igmateus
 
Esquecimento do Passado
Esquecimento do Passado Esquecimento do Passado
Esquecimento do Passado
meebpeixotinho
 

Destaque (18)

Processo reencarnatório
Processo reencarnatórioProcesso reencarnatório
Processo reencarnatório
 
Missionários da luz cap 13 reencarnação
Missionários da luz cap 13 reencarnaçãoMissionários da luz cap 13 reencarnação
Missionários da luz cap 13 reencarnação
 
Fund1Mod06Rot3
Fund1Mod06Rot3Fund1Mod06Rot3
Fund1Mod06Rot3
 
Retorno à Vida Corporal
Retorno à Vida CorporalRetorno à Vida Corporal
Retorno à Vida Corporal
 
7 aula reencarnação
7   aula reencarnação7   aula reencarnação
7 aula reencarnação
 
Curso C sharp plus Framework NET (NOTURNO)
Curso C sharp plus Framework NET (NOTURNO)Curso C sharp plus Framework NET (NOTURNO)
Curso C sharp plus Framework NET (NOTURNO)
 
GEEAD_2011_11_16
GEEAD_2011_11_16GEEAD_2011_11_16
GEEAD_2011_11_16
 
Roteiro 3.1 estudo de caso simplificado - a história de stella
Roteiro 3.1   estudo de caso simplificado - a história de stellaRoteiro 3.1   estudo de caso simplificado - a história de stella
Roteiro 3.1 estudo de caso simplificado - a história de stella
 
Roteiro 4 retorno à vida corporal - união da alama ao corpo
Roteiro 4    retorno à vida corporal - união da alama ao corpoRoteiro 4    retorno à vida corporal - união da alama ao corpo
Roteiro 4 retorno à vida corporal - união da alama ao corpo
 
Aula planejamento Reencarnatório
Aula planejamento ReencarnatórioAula planejamento Reencarnatório
Aula planejamento Reencarnatório
 
Fund1Mod04Rot3e4-[2012]guto
Fund1Mod04Rot3e4-[2012]gutoFund1Mod04Rot3e4-[2012]guto
Fund1Mod04Rot3e4-[2012]guto
 
Esquecimento do passado
Esquecimento do passadoEsquecimento do passado
Esquecimento do passado
 
Esquecimento do passado
Esquecimento do passadoEsquecimento do passado
Esquecimento do passado
 
ESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADOESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADO
 
ESDE - Fundamental l – módulo l – roteiro 3 – Sergio Luiz Ribeiro
ESDE - Fundamental l – módulo l – roteiro 3 – Sergio Luiz RibeiroESDE - Fundamental l – módulo l – roteiro 3 – Sergio Luiz Ribeiro
ESDE - Fundamental l – módulo l – roteiro 3 – Sergio Luiz Ribeiro
 
Missionários da Luz
Missionários da LuzMissionários da Luz
Missionários da Luz
 
Provas da Reencarnação
Provas da ReencarnaçãoProvas da Reencarnação
Provas da Reencarnação
 
Esquecimento do Passado
Esquecimento do Passado Esquecimento do Passado
Esquecimento do Passado
 

Semelhante a Fund1Mod06Rot4-Retorno à vida corporal

LIMITES DA REENCARNAÇÃO
LIMITES DA REENCARNAÇÃOLIMITES DA REENCARNAÇÃO
LIMITES DA REENCARNAÇÃO
Francisco de Assis Alencar
 
Perispírito
PerispíritoPerispírito
Perispírito
contatodoutrina2013
 
Fund1Mod04Rot2-[2007]euzebio
Fund1Mod04Rot2-[2007]euzebioFund1Mod04Rot2-[2007]euzebio
Fund1Mod04Rot2-[2007]euzebio
Guto Ovsky
 
2.7.2 uniao da alma e do corpo - aborto
2.7.2   uniao da alma e do corpo - aborto2.7.2   uniao da alma e do corpo - aborto
2.7.2 uniao da alma e do corpo - aborto
Marta Gomes
 
( Espiritismo) perispirito, aspectos gerais e implicacoes na mediunidade
( Espiritismo)   perispirito, aspectos gerais e implicacoes na mediunidade( Espiritismo)   perispirito, aspectos gerais e implicacoes na mediunidade
( Espiritismo) perispirito, aspectos gerais e implicacoes na mediunidade
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
A Corporeidade aprendida com a Gravidez, o corpo de um pequeno como guia
A Corporeidade aprendida com a Gravidez, o corpo de um pequeno como guiaA Corporeidade aprendida com a Gravidez, o corpo de um pequeno como guia
A Corporeidade aprendida com a Gravidez, o corpo de um pequeno como guia
BeatrizRi
 
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
Patricia Farias
 
10 espiritos
10 espiritos10 espiritos
10 espiritos
10 espiritos10 espiritos
10 espiritos
10 espiritos10 espiritos
Reencarnação agosto17
Reencarnação agosto17Reencarnação agosto17
Reencarnação agosto17
PABLO SOBRINHO
 
Curso energizacao ou fluidoterapia
Curso energizacao ou fluidoterapiaCurso energizacao ou fluidoterapia
Curso energizacao ou fluidoterapia
SergioMello
 
Primeiro Módulo - Aula 12 - Pluralidade das existencias
Primeiro Módulo - Aula 12 - Pluralidade das existenciasPrimeiro Módulo - Aula 12 - Pluralidade das existencias
Primeiro Módulo - Aula 12 - Pluralidade das existencias
CeiClarencio
 
FluidoVital_PrincipioVital.pptx
FluidoVital_PrincipioVital.pptxFluidoVital_PrincipioVital.pptx
FluidoVital_PrincipioVital.pptx
Fernanda Alencar
 
Nascer e morrer educacao consciencial do espirito
Nascer e morrer   educacao consciencial do espiritoNascer e morrer   educacao consciencial do espirito
Nascer e morrer educacao consciencial do espirito
Jose Augusto Castro Chagas
 
Genese cap 14 aula 3 de 4 curas ressurreição
Genese cap 14 aula 3 de 4 curas ressurreiçãoGenese cap 14 aula 3 de 4 curas ressurreição
Genese cap 14 aula 3 de 4 curas ressurreição
Fernando A. O. Pinto
 
Genese cap 14 aula 3 de 4 curas ressurreição
Genese cap 14 aula 3 de 4 curas ressurreiçãoGenese cap 14 aula 3 de 4 curas ressurreição
Genese cap 14 aula 3 de 4 curas ressurreição
Fernando Pinto
 
Aula 97 evolução anímica ii
Aula 97  evolução anímica iiAula 97  evolução anímica ii
Aula 97 evolução anímica ii
Denise Tofoli
 
Reencarnação oportunidade
Reencarnação oportunidadeReencarnação oportunidade
Reencarnação oportunidade
Victor Passos
 
Tema: A Encarnação, Desencarnação e Reencarnação
Tema:  A Encarnação, Desencarnação e ReencarnaçãoTema:  A Encarnação, Desencarnação e Reencarnação
Tema: A Encarnação, Desencarnação e Reencarnação
Fábio Constantino
 

Semelhante a Fund1Mod06Rot4-Retorno à vida corporal (20)

LIMITES DA REENCARNAÇÃO
LIMITES DA REENCARNAÇÃOLIMITES DA REENCARNAÇÃO
LIMITES DA REENCARNAÇÃO
 
Perispírito
PerispíritoPerispírito
Perispírito
 
Fund1Mod04Rot2-[2007]euzebio
Fund1Mod04Rot2-[2007]euzebioFund1Mod04Rot2-[2007]euzebio
Fund1Mod04Rot2-[2007]euzebio
 
2.7.2 uniao da alma e do corpo - aborto
2.7.2   uniao da alma e do corpo - aborto2.7.2   uniao da alma e do corpo - aborto
2.7.2 uniao da alma e do corpo - aborto
 
( Espiritismo) perispirito, aspectos gerais e implicacoes na mediunidade
( Espiritismo)   perispirito, aspectos gerais e implicacoes na mediunidade( Espiritismo)   perispirito, aspectos gerais e implicacoes na mediunidade
( Espiritismo) perispirito, aspectos gerais e implicacoes na mediunidade
 
A Corporeidade aprendida com a Gravidez, o corpo de um pequeno como guia
A Corporeidade aprendida com a Gravidez, o corpo de um pequeno como guiaA Corporeidade aprendida com a Gravidez, o corpo de um pequeno como guia
A Corporeidade aprendida com a Gravidez, o corpo de um pequeno como guia
 
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
 
10 espiritos
10 espiritos10 espiritos
10 espiritos
 
10 espiritos
10 espiritos10 espiritos
10 espiritos
 
10 espiritos
10 espiritos10 espiritos
10 espiritos
 
Reencarnação agosto17
Reencarnação agosto17Reencarnação agosto17
Reencarnação agosto17
 
Curso energizacao ou fluidoterapia
Curso energizacao ou fluidoterapiaCurso energizacao ou fluidoterapia
Curso energizacao ou fluidoterapia
 
Primeiro Módulo - Aula 12 - Pluralidade das existencias
Primeiro Módulo - Aula 12 - Pluralidade das existenciasPrimeiro Módulo - Aula 12 - Pluralidade das existencias
Primeiro Módulo - Aula 12 - Pluralidade das existencias
 
FluidoVital_PrincipioVital.pptx
FluidoVital_PrincipioVital.pptxFluidoVital_PrincipioVital.pptx
FluidoVital_PrincipioVital.pptx
 
Nascer e morrer educacao consciencial do espirito
Nascer e morrer   educacao consciencial do espiritoNascer e morrer   educacao consciencial do espirito
Nascer e morrer educacao consciencial do espirito
 
Genese cap 14 aula 3 de 4 curas ressurreição
Genese cap 14 aula 3 de 4 curas ressurreiçãoGenese cap 14 aula 3 de 4 curas ressurreição
Genese cap 14 aula 3 de 4 curas ressurreição
 
Genese cap 14 aula 3 de 4 curas ressurreição
Genese cap 14 aula 3 de 4 curas ressurreiçãoGenese cap 14 aula 3 de 4 curas ressurreição
Genese cap 14 aula 3 de 4 curas ressurreição
 
Aula 97 evolução anímica ii
Aula 97  evolução anímica iiAula 97  evolução anímica ii
Aula 97 evolução anímica ii
 
Reencarnação oportunidade
Reencarnação oportunidadeReencarnação oportunidade
Reencarnação oportunidade
 
Tema: A Encarnação, Desencarnação e Reencarnação
Tema:  A Encarnação, Desencarnação e ReencarnaçãoTema:  A Encarnação, Desencarnação e Reencarnação
Tema: A Encarnação, Desencarnação e Reencarnação
 

Mais de Guto Ovsky

Fund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]gutoFund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Guto Ovsky
 
Fund1Mod06Rot2
Fund1Mod06Rot2Fund1Mod06Rot2
Fund1Mod06Rot2
Guto Ovsky
 
Fund1Mod06Rot1
Fund1Mod06Rot1Fund1Mod06Rot1
Fund1Mod06Rot1
Guto Ovsky
 
Fund1Mod06Rot4
Fund1Mod06Rot4Fund1Mod06Rot4
Fund1Mod06Rot4
Guto Ovsky
 
Fund1Mod01Rot1-[2012]guto
Fund1Mod01Rot1-[2012]gutoFund1Mod01Rot1-[2012]guto
Fund1Mod01Rot1-[2012]guto
Guto Ovsky
 
Fund1Mod05Rot2e3-[2012]geraldo
Fund1Mod05Rot2e3-[2012]geraldoFund1Mod05Rot2e3-[2012]geraldo
Fund1Mod05Rot2e3-[2012]geraldo
Guto Ovsky
 
Fund1Mod05Rot1-[2007]euzebio
Fund1Mod05Rot1-[2007]euzebioFund1Mod05Rot1-[2007]euzebio
Fund1Mod05Rot1-[2007]euzebio
Guto Ovsky
 
Fund1Mod04Rot1-[2009]euzebio
Fund1Mod04Rot1-[2009]euzebioFund1Mod04Rot1-[2009]euzebio
Fund1Mod04Rot1-[2009]euzebio
Guto Ovsky
 
Fund1Mod03Rot3e4-[2012]guto
Fund1Mod03Rot3e4-[2012]gutoFund1Mod03Rot3e4-[2012]guto
Fund1Mod03Rot3e4-[2012]guto
Guto Ovsky
 
Fund1Mod03Rot1-[2008]nilson
Fund1Mod03Rot1-[2008]nilsonFund1Mod03Rot1-[2008]nilson
Fund1Mod03Rot1-[2008]nilson
Guto Ovsky
 
Fund1Mod03Rot2-[2008]euzebio
Fund1Mod03Rot2-[2008]euzebioFund1Mod03Rot2-[2008]euzebio
Fund1Mod03Rot2-[2008]euzebio
Guto Ovsky
 
Fund1Mod02Rot2-[2006 e 2007]
Fund1Mod02Rot2-[2006 e 2007]Fund1Mod02Rot2-[2006 e 2007]
Fund1Mod02Rot2-[2006 e 2007]
Guto Ovsky
 
Fund1Mod02Rot1-[2012]guto
Fund1Mod02Rot1-[2012]gutoFund1Mod02Rot1-[2012]guto
Fund1Mod02Rot1-[2012]guto
Guto Ovsky
 
Fund1Mod02Rot3e4-[2013]guto
Fund1Mod02Rot3e4-[2013]gutoFund1Mod02Rot3e4-[2013]guto
Fund1Mod02Rot3e4-[2013]guto
Guto Ovsky
 
Fund1Mod01Rot4-[2007]thais
Fund1Mod01Rot4-[2007]thaisFund1Mod01Rot4-[2007]thais
Fund1Mod01Rot4-[2007]thais
Guto Ovsky
 
Fund1Mod01Rot2-[2013]guto
Fund1Mod01Rot2-[2013]gutoFund1Mod01Rot2-[2013]guto
Fund1Mod01Rot2-[2013]guto
Guto Ovsky
 
Fund1Mod01Rot2-[2007]euzebio
Fund1Mod01Rot2-[2007]euzebioFund1Mod01Rot2-[2007]euzebio
Fund1Mod01Rot2-[2007]euzebio
Guto Ovsky
 
Fund1Mod01Rot1-[2008]euzebio
Fund1Mod01Rot1-[2008]euzebioFund1Mod01Rot1-[2008]euzebio
Fund1Mod01Rot1-[2008]euzebio
Guto Ovsky
 
Fund1Mod01Rot3-[2008]euzebio
Fund1Mod01Rot3-[2008]euzebioFund1Mod01Rot3-[2008]euzebio
Fund1Mod01Rot3-[2008]euzebio
Guto Ovsky
 

Mais de Guto Ovsky (19)

Fund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]gutoFund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
 
Fund1Mod06Rot2
Fund1Mod06Rot2Fund1Mod06Rot2
Fund1Mod06Rot2
 
Fund1Mod06Rot1
Fund1Mod06Rot1Fund1Mod06Rot1
Fund1Mod06Rot1
 
Fund1Mod06Rot4
Fund1Mod06Rot4Fund1Mod06Rot4
Fund1Mod06Rot4
 
Fund1Mod01Rot1-[2012]guto
Fund1Mod01Rot1-[2012]gutoFund1Mod01Rot1-[2012]guto
Fund1Mod01Rot1-[2012]guto
 
Fund1Mod05Rot2e3-[2012]geraldo
Fund1Mod05Rot2e3-[2012]geraldoFund1Mod05Rot2e3-[2012]geraldo
Fund1Mod05Rot2e3-[2012]geraldo
 
Fund1Mod05Rot1-[2007]euzebio
Fund1Mod05Rot1-[2007]euzebioFund1Mod05Rot1-[2007]euzebio
Fund1Mod05Rot1-[2007]euzebio
 
Fund1Mod04Rot1-[2009]euzebio
Fund1Mod04Rot1-[2009]euzebioFund1Mod04Rot1-[2009]euzebio
Fund1Mod04Rot1-[2009]euzebio
 
Fund1Mod03Rot3e4-[2012]guto
Fund1Mod03Rot3e4-[2012]gutoFund1Mod03Rot3e4-[2012]guto
Fund1Mod03Rot3e4-[2012]guto
 
Fund1Mod03Rot1-[2008]nilson
Fund1Mod03Rot1-[2008]nilsonFund1Mod03Rot1-[2008]nilson
Fund1Mod03Rot1-[2008]nilson
 
Fund1Mod03Rot2-[2008]euzebio
Fund1Mod03Rot2-[2008]euzebioFund1Mod03Rot2-[2008]euzebio
Fund1Mod03Rot2-[2008]euzebio
 
Fund1Mod02Rot2-[2006 e 2007]
Fund1Mod02Rot2-[2006 e 2007]Fund1Mod02Rot2-[2006 e 2007]
Fund1Mod02Rot2-[2006 e 2007]
 
Fund1Mod02Rot1-[2012]guto
Fund1Mod02Rot1-[2012]gutoFund1Mod02Rot1-[2012]guto
Fund1Mod02Rot1-[2012]guto
 
Fund1Mod02Rot3e4-[2013]guto
Fund1Mod02Rot3e4-[2013]gutoFund1Mod02Rot3e4-[2013]guto
Fund1Mod02Rot3e4-[2013]guto
 
Fund1Mod01Rot4-[2007]thais
Fund1Mod01Rot4-[2007]thaisFund1Mod01Rot4-[2007]thais
Fund1Mod01Rot4-[2007]thais
 
Fund1Mod01Rot2-[2013]guto
Fund1Mod01Rot2-[2013]gutoFund1Mod01Rot2-[2013]guto
Fund1Mod01Rot2-[2013]guto
 
Fund1Mod01Rot2-[2007]euzebio
Fund1Mod01Rot2-[2007]euzebioFund1Mod01Rot2-[2007]euzebio
Fund1Mod01Rot2-[2007]euzebio
 
Fund1Mod01Rot1-[2008]euzebio
Fund1Mod01Rot1-[2008]euzebioFund1Mod01Rot1-[2008]euzebio
Fund1Mod01Rot1-[2008]euzebio
 
Fund1Mod01Rot3-[2008]euzebio
Fund1Mod01Rot3-[2008]euzebioFund1Mod01Rot3-[2008]euzebio
Fund1Mod01Rot3-[2008]euzebio
 

Último

Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 

Último (14)

Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 

Fund1Mod06Rot4-Retorno à vida corporal

  • 1. Possibilitar entendimento daPossibilitar entendimento da reencarnação sob a ótica dareencarnação sob a ótica da Doutrina Espírita.Doutrina Espírita. Objetivo Geral:Objetivo Geral: ReencarnaçãoReencarnação Módulo VI:Módulo VI:
  • 2. RoteiroRoteiro 1 –1 – Fundamentos e finalidade daFundamentos e finalidade da reencarnação ;reencarnação ; Módulo VI: ReencarnaçãoMódulo VI: Reencarnação RoteiroRoteiro 2 – Provas da reencarnação ;2 – Provas da reencarnação ; RoteiroRoteiro 3 –3 – Retorno à vida corporal: oRetorno à vida corporal: o planejamento reencarnatórioplanejamento reencarnatório;;
  • 3. RoteiroRoteiro 4 –4 – Retorno à vida corporal: união daRetorno à vida corporal: união da alma ao corpo;alma ao corpo; RoteiroRoteiro 5 – Retorno à vida corporal: a5 – Retorno à vida corporal: a infância;infância; RoteiroRoteiro 6 – O esquecimento do passado:6 – O esquecimento do passado: justificativas da sua necessidade.justificativas da sua necessidade. Módulo VI: ReencarnaçãoMódulo VI: Reencarnação
  • 4. Objetivo Específico:Objetivo Específico:  Explicar o processo da uniãoExplicar o processo da união da alma ao corpo.da alma ao corpo. Roteiro 4Roteiro 4 Retorno à vida corporal:Retorno à vida corporal: união da alma ao corpounião da alma ao corpo
  • 5. Questão 344 do O Livro dos EspíritosQuestão 344 do O Livro dos Espíritos Em que momento a alma se une aoEm que momento a alma se une ao corpo?corpo? A união começa na concepção, masA união começa na concepção, mas só é completa por ocasião dosó é completa por ocasião do nascimento.nascimento. A partir da concepção, o EspíritoA partir da concepção, o Espírito começa a ser tomado decomeça a ser tomado de perturbação, que cresce de contínuoperturbação, que cresce de contínuo até o nascimento.até o nascimento. Módulo VI: ReencarnaçãoMódulo VI: Reencarnação
  • 7. Tarefas dos Grupos Grupo 1 – leitura, troca de idéias e resumo do item 1 dos subsídios (União da alma ao corpo), até o final do parágrafo anterior ao subitem a. Grupo 2 – leitura, troca de idéias e resumo do item 1 dos subsídios (União da alma ao corpo), a partir dos subitens a, b, c, d; Grupo 3 – leitura, troca de idéias e resumo do item 1.1 dos subsídios (O processo da concepção ou fecundação); Grupo 4 – leitura, troca de idéias e resumo do item 1.2 dos subsídios (Gravidez ou gestação).
  • 9.  Momento em que ocorre a união daMomento em que ocorre a união da alma ao corpo.alma ao corpo. A união da alma ao corpo começa naA união da alma ao corpo começa na concepção e se completa por ocasião doconcepção e se completa por ocasião do nascimento (LE-344).nascimento (LE-344). O trabalho completo de reencarnação, com aO trabalho completo de reencarnação, com a plena integração do espírito reencarnanteplena integração do espírito reencarnante nos elementos físicos, somente se verifica aosnos elementos físicos, somente se verifica aos sete anos (André Luiz, Missionários da Luz).sete anos (André Luiz, Missionários da Luz).
  • 10.  Como se processa a união da almaComo se processa a união da alma ao corpo.ao corpo. O laço fluídico, que liga o Espírito ao zigotoO laço fluídico, que liga o Espírito ao zigoto (célula formada pela união de dois gametas)(célula formada pela união de dois gametas) no momento da concepção, vai se encurtandono momento da concepção, vai se encurtando à medida que o gérmen se desenvolve e,à medida que o gérmen se desenvolve e, durante esse processo, o perispírito vai sedurante esse processo, o perispírito vai se unindo, molécula a molécula, ao corpo emunindo, molécula a molécula, ao corpo em formação, em uma espécie de enraizamentoformação, em uma espécie de enraizamento (GE-XI-18).(GE-XI-18).
  • 11. As encarnações não se fazem de modoAs encarnações não se fazem de modo uniforme. Os mecanismos reencarnatóriosuniforme. Os mecanismos reencarnatórios variam de acordo com o grau de evolução dovariam de acordo com o grau de evolução do Espírito. A consciência do processo nemEspírito. A consciência do processo nem sempre está presente. Muitos espíritossempre está presente. Muitos espíritos desencarnam e voltam a reencarnar, sem sedesencarnam e voltam a reencarnar, sem se aperceberem.aperceberem.  Encarnações conscientes e encarnaçõesEncarnações conscientes e encarnações automáticas.automáticas. Do ABC ao Infinito. José Náufel. Vol. 1. P. 163Do ABC ao Infinito. José Náufel. Vol. 1. P. 163
  • 12. Segundo explicam os Construtores Espirituais,Segundo explicam os Construtores Espirituais, para reencarnar, basta o magnetismo dos pais,para reencarnar, basta o magnetismo dos pais, aliado ao forte desejo do Espíritoaliado ao forte desejo do Espírito reencarnante. Assim, o Espírito reencarnantereencarnante. Assim, o Espírito reencarnante une-se magneticamente ao óvulo e aoune-se magneticamente ao óvulo e ao espermatozóide, participando ativamente doespermatozóide, participando ativamente do processo reencarnatório.processo reencarnatório.  A força do magnetismo no processoA força do magnetismo no processo reencarnatório.reencarnatório. Entre o Céu e a Terra. Pelo Espírito André Luiz. Cap. 28.Entre o Céu e a Terra. Pelo Espírito André Luiz. Cap. 28.
  • 13. [...] No intervalo que vai da concepção ao[...] No intervalo que vai da concepção ao nascimento, o estado do Espírito é mais ounascimento, o estado do Espírito é mais ou menos o de um Espírito encarnado durante omenos o de um Espírito encarnado durante o sono do corpo. À medida que a hora dosono do corpo. À medida que a hora do nascimento se aproxima, suas idéias senascimento se aproxima, suas idéias se apagam, assim como a lembrança do passado,apagam, assim como a lembrança do passado, de que não tem mais consciência, comode que não tem mais consciência, como homem, quando entra na vida. [...] (LE-351)homem, quando entra na vida. [...] (LE-351)  Estado de consciência do EspíritoEstado de consciência do Espírito durante a gestação e seu corpo.durante a gestação e seu corpo.
  • 14. Além da alimentação de natureza material, aAlém da alimentação de natureza material, a corrente de troca mãe-filho estende-se aocorrente de troca mãe-filho estende-se ao intercâmbio constante das sensações diversas.intercâmbio constante das sensações diversas. A organização feminina sofre verdadeiraA organização feminina sofre verdadeira enxertia mental do reencarnante, enquanto oenxertia mental do reencarnante, enquanto o principio fetal é afetado indelevelmente,principio fetal é afetado indelevelmente, marcando-o para a existência inteira.marcando-o para a existência inteira.  Interação mãe-filho durante a gravidez.Interação mãe-filho durante a gravidez. Entre o Céu e a Terra. Pelo Espírito André Luiz. Cap. 30.Entre o Céu e a Terra. Pelo Espírito André Luiz. Cap. 30.
  • 15. Mensagem Final ...Mensagem Final ... ““A reencarnação é o meio, aA reencarnação é o meio, a educação divina é o fim. Temoseducação divina é o fim. Temos necessidade da luta que corrige,necessidade da luta que corrige, renova, restaura e aperfeiçoa”renova, restaura e aperfeiçoa” (André Luiz).(André Luiz).