SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 53
Baixar para ler offline
Estrutura de compostos
Orgânicos
Disciplina: Q. Orgânica I
Introdução
Química Orgânica : Estuda os compostos formados
pelo
carbono,
pois
formam
substâncias
fundamentais para a vida.
Elementos que constituem as moléculas orgânicas:
C, H, O, N, S e Halogênios.
O
Exemplos :
OH
CH
3

H
HO
H
H

OH
H
OH
OH
OH

Glicose, fórmula em cadeia
aberta (um carboidrato)
Estrutura de compostos orgânicos

H
H

H

H
H2N

HO

R
Estradiol
(um hormônio feminino)

O
OH

Aminoácido
(monômero de proteínas)
Estrutura tridimensional do DNA

Estrutura de compostos orgânicos

Estrutura tridimensional da
carboxipeptidase
Introdução

HO

OH
NH
Cl

OH
Clorafenicol (um antibiótico)

CH3 O
H3C

H
CH3
Ibuprofeno (um analgésico)

Estrutura de compostos orgânicos

CH3

Cl

OH

Cl

CH3

NH

HO

O

H3C

H

CH3
OH
Terbutalina (tratamento de
bronquite asmática)
Introdução

Histórico:
1780 – 1807- Vitalismo – Jons Jakob Berzelius (Sueco)
1784 - Identificação dos elementos predominantes das moléculas orgânicas:
C, H e O – Antoine Lavoisier
1828 - Síntese da uréia – Friedrich Wohler (Alemão)
1858 – 1861 - Avanços da teoria estrutural – postulados de August Kekulé,
Archibald Couper e Alexander Butlerov
1924 – Descoberta das propriedades ondulatórias do elétron -Louis de Broglie
1926 – Desenvolvimento de Mecânica Quantica por Erwin Schrodinger
Estrutura de compostos orgânicos
Introdução

A mecânica quântica usa a equação matemática do
movimento de onda para caracterizar o movimento
dos elétrons em torno do núcleo.
As funções de onda ou orbitais nos diz a energia de
um elétron e a região do espaço em torno do núcleo
onde um elétron é mais provavelmente encontrado.
O orbital atômico mais perto do núcleo tem a menor
energia.
Estrutura de compostos orgânicos
Introdução

• Sinais de fases das funções de onda
Ligação Química

Estrutura de compostos orgânicos
Introdução

Ligação Química da molécula de H2

Estrutura de compostos orgânicos
Introdução

Considerações importantes:
- O princípio da construção ou Aufbau: Primeiro os
elétrons ocupam os orbitais de menor energia.
- O princípio de exclusão de Pauli: somente dois elétrons
podem ocupar o mesmo orbital e os dois elétrons têm
que ter spins opostos.
- A regra de Hund: os elétrons ocuparão orbitais vazios
antes de serem emparelhados em um mesmo orbital.
Estrutura de compostos orgânicos
Propriedades do carbono
• O carbono não libera nem aceita elétrons
prontamente.
•O

carbono compartilha elétrons com outros
átomos de carbono, bem como com diferentes tipos
de átomos.
O carbono pode formar até quatro ligações.

.

Estrutura de compostos orgânicos
Propriedades do carbono

Eletronegatividade

Configuração eletrônica

Estrutura de compostos orgânicos
Propriedades do carbono

Momento de dipolo de uma ligação (D) = µ = e x d
(e) : grandeza da carga no átomo
(d) : distância entre as duas cargas
Uma ligação polar tem uma extremidade positiva e uma
extremidade negativa.

Estrutura de compostos orgânicos
Orbitais atômicos do carbono

Orbital s

Tem forma esférica
Tem menor energia que o orbital p
Estrutura de compostos orgânicos
Orbitais atômicos do carbono

Orbitais p

Estrutura de compostos orgânicos
Orbitais moleculares
Características:
-Pertencem a molécula como um todo.
-Ligação σ: formada pela sobreposição de dois orbitais s ou s
e p hibridizados (sp3, sp2 ou sp).
Comprimento da ligação/dissociação da ligação:
-É a energia necessária para quebrar uma ligação ou energia
liberada para formar uma ligação.

Estrutura de compostos orgânicos
Orbitais moleculares

Sobreposição em fase forma um OM ligante;
sobreposição fora de fase forma um OM
antiligante

Estrutura de compostos orgânicos
Orbitais moleculares

Ligação pi (π) é formada pela sobreposição lado-alado de dois orbitais p paralelos

Estrutura de compostos orgânicos
Orbitais moleculares

Orbitais híbridos do etano

Estrutura de compostos orgânicos
Ligação Química
Tipos de Ligações Químicas:
- Ligações iônicas : Acontece por transferência de elétrons.

Ocorre entre átomos de eletronegatividades bem diferentes.
- Ex: LiF, NaCl, Na2SO4, etc.
- Ligações covalentes: Acontece por compartilhamento de

elétrons. Ocorre entre elementos de eletronegatividades
iguais (Lig. Apolar) ou diferentes (Lig. Polar). Ex: H2O,
CH4, CH3CH3, CH3COOH, demais moléculas orgânicas.
Estrutura de compostos orgânicos
Ligação Química

Características das substâncias iônicas:
- São sólidas
- Possuem fortes forças eletrostáticas
- Possuem elevados pontos de fusão
- Quando em solução aquosa, geralmente conduzem a

corrente elétrica.

Caracteristicas das substâncias covalentes:
- Podem sólidas ou líquidas
- Os pontos de fusão e ebulição dependem das forças

atrativas podendo ser elevados ou baixos.
Estrutura de compostos orgânicos
Ligação Química

Representação da ligação covalente:

Por pontos – Representação de Gilberth Lewis :

Por traços – Representação de August Kekulé:

Estrutura de compostos orgânicos
Ligação Química

2-Bromo-5-cloroexano

n-hexano

4-Metilexan-2-ol

3,3-Dimetilexan-1-ol
Estrutura de compostos orgânicos
Hibridizações do átomo de carbono

Hibridização sp3

Estrutura de compostos orgânicos
Hibridização do carbono

Molécula do etano

Estrutura de compostos orgânicos
Hibridização sp2

Estrutura de compostos orgânicos
Hibridização do carbono

Molécula do eteno

Estrutura de compostos orgânicos
Hibridização do carbono

Hibridização sp

Estrutura de compostos orgânicos
Hibridização do carbono

Molécula do etino

Estrutura de compostos orgânicos
Ligação em haletos de hidrogênio

Estrutura de compostos orgânicos
Resumo
- Uma ligação π é mais fraca do que uma ligação σ.
- Quanto maior for a densidade eletrônica na região

de sobreposição dos orbitais, mais forte é a ligação.
- Quanto maior o caráter s, menor e mais forte é a

ligação.
- Quanto maior o caráter s, maior é o ângulo de
ligação.
Estrutura de compostos orgânicos
Momento de dipolo nas moléculas
A soma vetorial da magnitude e direção do momento de
dipolo da ligação individual determinam o momento de
dipolo total da molécula.

Estrutura de compostos orgânicos
Forças intermoleculares
Estados físicos das substâncias orgânicas:
Sólido: moléculas muito próximas umas das outras – baixa
entropia.
Líquido: moléculas um pouco mais distantes – grau um
pouco maior de liberdade de movimento – média entropia.
Gasoso: moléculas com grande distanciamento umas das
outras – total grau de liberdade – alto grau de entropia.
Estrutura de compostos orgânicos
Principais tipos de forças intermoleculares e espécies envolvidas:
Tipo de interação
Íon - dipolo
Dipolo - dipolo

Força relativa
Forte

Espécies envolvidas
Íon e moléculas polares
Ex: Sal + água ou álcool

Moderadamente forte

Moléculas
de média
polaridade. Ex: aldeídos

Dipolo – dipolo induzido

Muito fraca

Molécula polar e outra
apolar. Ex: aldeído +
hidrocarboneto

Dipolo instantâneo – dipolo
induzido

Muito fraca

Moléculas apolares
Ex: hidrocarbonetos

Associação por pontes de
Hidrogênio

Estrutura de compostos orgânicos

Forte

Moléculas polares com H
ligado
a
elementos
eletronegativos como o O,
N. Ex: Álcoois.
Representação de cada tipo de interação intermolecular:
Ion - dipolo

Dipolo - dipolo
H

..

..
..
H

H

H

H

δ

δ

δ

δ

δ

δ

ou

δ

O

..
..

O

Cl

H

H

..

H

..
O
..

H

O

δ

H

H

O

..

..

Na

O

H

..
..

..

O

..
..

H

H

O

H

H

δ

molécula polar

choque

molécula apolar

δ

dipolo induzido
H3C

H

..
..
O

----

Associação por ponte de hidrogênio

H
O

..

H

..

..
..

O

----

H3C

Estrutura de compostos orgânicos

δ

δ

----

δ

Dipolo instantâneo – dipolo induzido

CH3

H

..
..

Dipolo – dipolo induzido

O

CH3

δ
Ácidez e Basicidade de Substâncias Orgânicas
Ácidos e Bases
Conceitos
Svante Arrhenhius (Químico Sueco) – 1887
Ácido: São substâncias que cujas soluções aquosas
contém excesso de íons H+ (em relação a OH-).
Base: São substâncias cujas soluções aquosas
contém excesso de íons OH- (em relação a H+).
Estrutura de compostos orgânicos
Ácidos e bases orgânicos

Gilberth Lewis
Ácido: Espécie capaz de aceitar um par de elétrons em
uma reação química ( Ex. H+, Mg2+, BF3, AlCl3, FeBr3)
Base: Espécie capaz de doar um par de elétrons em
uma reação química (Ex. H2O, NH3, CH3OH, éteres)
O

..

H 3C

CH 3
Base
Estrutura de compostos orgânicos

F

F

..

H 3C

B
F

F
Ácido

O

+

B

CH 3 F

F
Ácidos e bases orgânicos

Ácidos e bases de Lewis

Estrutura de compostos orgânicos
Ácidos e bases Orgânicos

*Johannes Bronsted (Dinamarquês) e Thomas
Lowry (Inglês) – 1923.
Ácido : Substância capaz de doar um ou mais prótons
(íons H+) em uma reação química.
Base: Substância capaz de aceitar um ou mais prótons em
uma ração química.
H

A

Ácido

+

B:

-

Base

B -H +

A

-

Base conjugada
Ácido
conjugado

* Conceituação mais divulgada
Estrutura de compostos orgânicos

+
Ácidos e Bases de Brønsted–Lowry
Relações :
Ácido forte
Base forte

Estrutura de compostos orgânicos

base conjugada fraca e vice-versa
ácido conjugado fraco e vice-versa
Ácidos e bases orgânicos

Estabilidade de bases conjugadas

Mapa de potencial eletrostático

Estrutura de compostos orgânicos
Ácidos e bases orgânicos

Notas:
-Forte reage para dar fraco.
-Quanto mais fraca é a base, mais forte é seu ácido
conjugado.
-Bases estáveis são bases fracas.
H3C

C

O
+ NaOH
OH

Ácido

O
H3C

C

+ H2O

OBase

Ácido conjudado fraco

Base conjugada fraca

O
H3C

C

O

Ânion
estabilizado
ressonância

Estrutura de compostos orgânicos

por
Equilíbrio Ácido/Base
Constante de ionização ácida (Ka)
+

H2O + HA
base

H3O + A

ácido

+

-

[H3O ][A ]
Ka =
[H2O][HA]
pKa = -log Ka

Estrutura de compostos orgânicos

-
Força de ácidos e bases orgânicos

Constante de basicidade (Kb)

H2O + Base :
ácido

Kb = HO-

BaseH+

H2O

Base :

pKb = -log Kb

Estrutura de compostos orgânicos

-

HO + BaseH+
Força de ácidos e bases

pK a

[HA]
= pH + log

[A ]
−

O pH indica a concentração de íons hidrogênio (H+) no meio.
Uma solução tampão mantém um pH aproximadamente
constante na adição de pequena quantidade de ácido ou base.
Quanto maior o valor de pKa menor é a constante de dissociação (Ka)

Estrutura de compostos orgânicos
Força de ácidos
Tabela 1- Valores aproximados de pKa de alguns ácidos a 25 oC.
Ácido

pKa
aproximado

I-

-10

HBr

Br-

-9

HCl

Cl-

-7

HF

F-

3,17

RCOO-

4-5

ArOH

ArO-

9-11

H2O

HO-

15,74

RCH2O-

16

C2H2 (etino)

etineto

25

C2H6 (etano)

C2H5- (etaneto)

42

RCOOH

RCH2OH

Estrutura de compostos orgânicos

Acidez crescente

HI

Base
conjugada
Força de ácidos

Assim,
Ácido forte ----------------------------pKa < 1
Ácido moderadamente fortes -------pKa = 1-5
Ácido fracos ----------------------------pKa = 5-15
Ácidos extremamente fracos --------pKa > 15
Maioria das substâncias orgânicas são ácidos
fracos ou extremamente fracos.

Estrutura de compostos orgânicos
Fatores que influenciam na acidez de um composto
orgânico:
- Força da ligação H-A
- Eletronegatividade de A
- Efeitos eletrônicos que estabilizam a base conjugada A-

em relação a H-A

- Natureza do solvente quando a substância estiver

solubilizada

Estrutura de compostos orgânicos
Força de ácidos

Efeitos eletrônicos que estabilizam a base
conjugada A- em relação a H-A

Estrutura de compostos orgânicos
Força de bases

Dentre os compostos orgânicos os pertencentes à função
amina são os mais básicos.

Estrutura de compostos orgânicos
Força de bases

Basicidade crescente

Quanto maior o pKa menor o Ka e maior o Kb

Estrutura de compostos orgânicos
Força de bases

Mapas de potencias eletrostáticos para algumas aminas

Estrutura de compostos orgânicos
Exercícios:
1- Disponha as moléculas orgânicas em ordem decrescente de
acidez.
OH
H3C

OH

, H C
3

,

CH2

C

O
H

(I)

(II)

(III)

,

O
H3C

CH2 C
OH
(IV)

2- Justifique o fato experimental : A ligação C-C do etino é mais
forte e menor (1,20 A)que a ligação C-C do etano (1,54 A)
Estrutura de compostos orgânicos
3- Qual dos ácidos é o mais forte ? Justifique a sua escolha.
a- orto-hidroxibenzóico
c- para-hidroxibenzóico

Estrutura de compostos orgânicos

b- meta-hidroxibenzóico

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fundamentos da Química Orgânica
Fundamentos da Química OrgânicaFundamentos da Química Orgânica
Fundamentos da Química Orgânica
Kaires Braga
 
Introducao quimica org
Introducao quimica orgIntroducao quimica org
Introducao quimica org
apoiodequimica
 
Síntese Orgânica - Introdução
Síntese Orgânica - IntroduçãoSíntese Orgânica - Introdução
Síntese Orgânica - Introdução
QMCLINK
 

Mais procurados (20)

Ligações química
Ligações químicaLigações química
Ligações química
 
004 estudo da família dos alcanos
004 estudo da família dos alcanos004 estudo da família dos alcanos
004 estudo da família dos alcanos
 
Introdução à química orgânica
Introdução à química orgânicaIntrodução à química orgânica
Introdução à química orgânica
 
Ligações químicas iônicas
Ligações químicas iônicasLigações químicas iônicas
Ligações químicas iônicas
 
Fundamentos da Química Orgânica
Fundamentos da Química OrgânicaFundamentos da Química Orgânica
Fundamentos da Química Orgânica
 
Introdução a química orgânica
Introdução a química orgânicaIntrodução a química orgânica
Introdução a química orgânica
 
4 - Introdução à Química Orgânica
4 - Introdução à Química Orgânica4 - Introdução à Química Orgânica
4 - Introdução à Química Orgânica
 
Aula teorica 09 principais caracteristicas das reacoes organicas
Aula teorica 09   principais caracteristicas das reacoes organicasAula teorica 09   principais caracteristicas das reacoes organicas
Aula teorica 09 principais caracteristicas das reacoes organicas
 
Quimica geral 1
Quimica geral 1Quimica geral 1
Quimica geral 1
 
Introdução à química orgânica
Introdução à química orgânicaIntrodução à química orgânica
Introdução à química orgânica
 
Unidade 01 Teoria Estrutural
Unidade 01   Teoria EstruturalUnidade 01   Teoria Estrutural
Unidade 01 Teoria Estrutural
 
www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Proprieda...
www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Proprieda...www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Proprieda...
www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Proprieda...
 
Resumo ligações químicas
Resumo   ligações  químicasResumo   ligações  químicas
Resumo ligações químicas
 
Aula 01 quimica do petróleo (orgânica)
Aula 01   quimica do petróleo (orgânica)Aula 01   quimica do petróleo (orgânica)
Aula 01 quimica do petróleo (orgânica)
 
Funções oxigenadas
Funções oxigenadasFunções oxigenadas
Funções oxigenadas
 
Química orgânica 3º ano COMPLETO
Química orgânica 3º ano   COMPLETOQuímica orgânica 3º ano   COMPLETO
Química orgânica 3º ano COMPLETO
 
Introducao quimica org
Introducao quimica orgIntroducao quimica org
Introducao quimica org
 
Aula química do petróleo
Aula química do petróleoAula química do petróleo
Aula química do petróleo
 
Síntese Orgânica - Introdução
Síntese Orgânica - IntroduçãoSíntese Orgânica - Introdução
Síntese Orgânica - Introdução
 
ppt Química orgânica
ppt Química orgânicappt Química orgânica
ppt Química orgânica
 

Destaque

Quimica333 hibridizacao do carbono
Quimica333 hibridizacao  do carbonoQuimica333 hibridizacao  do carbono
Quimica333 hibridizacao do carbono
Marianny Miranda
 
Elementos de quimica_geral_vol2
Elementos de quimica_geral_vol2Elementos de quimica_geral_vol2
Elementos de quimica_geral_vol2
estead2011
 
Geometria e polaridade molecular
Geometria e polaridade molecularGeometria e polaridade molecular
Geometria e polaridade molecular
Isabella Silva
 
Nomenclatura dos compostos_organicos
Nomenclatura dos compostos_organicosNomenclatura dos compostos_organicos
Nomenclatura dos compostos_organicos
Karol Maia
 
Hibridização - Orbitais
Hibridização - OrbitaisHibridização - Orbitais
Hibridização - Orbitais
Isabella Silva
 
Exercícios Resolvidos Quimica
Exercícios Resolvidos QuimicaExercícios Resolvidos Quimica
Exercícios Resolvidos Quimica
Luiz Fabiano
 
Exercícios - ligações
Exercícios - ligaçõesExercícios - ligações
Exercícios - ligações
Isabella Silva
 

Destaque (20)

Propriedade físicas e químicas dos compostos orgânicos
Propriedade físicas e químicas dos compostos orgânicosPropriedade físicas e químicas dos compostos orgânicos
Propriedade físicas e químicas dos compostos orgânicos
 
Exemplos de compostos orgânicos
Exemplos de compostos orgânicosExemplos de compostos orgânicos
Exemplos de compostos orgânicos
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
 
Hibridação sp sp2 e sp3
Hibridação sp sp2 e sp3Hibridação sp sp2 e sp3
Hibridação sp sp2 e sp3
 
Tarefa semana 01
Tarefa semana 01Tarefa semana 01
Tarefa semana 01
 
Quimica333 hibridizacao do carbono
Quimica333 hibridizacao  do carbonoQuimica333 hibridizacao  do carbono
Quimica333 hibridizacao do carbono
 
Elementos de quimica_geral_vol2
Elementos de quimica_geral_vol2Elementos de quimica_geral_vol2
Elementos de quimica_geral_vol2
 
Halogênios
HalogêniosHalogênios
Halogênios
 
Geometria e polaridade molecular
Geometria e polaridade molecularGeometria e polaridade molecular
Geometria e polaridade molecular
 
Ligaçoes quimicas
Ligaçoes quimicasLigaçoes quimicas
Ligaçoes quimicas
 
Nomenclatura dos compostos orgânicos
Nomenclatura dos compostos orgânicosNomenclatura dos compostos orgânicos
Nomenclatura dos compostos orgânicos
 
Nomenclatura dos compostos_organicos
Nomenclatura dos compostos_organicosNomenclatura dos compostos_organicos
Nomenclatura dos compostos_organicos
 
Exercicios quimica funcoes organicas gabarito resolucao
Exercicios quimica funcoes organicas gabarito resolucaoExercicios quimica funcoes organicas gabarito resolucao
Exercicios quimica funcoes organicas gabarito resolucao
 
Hibridização - Orbitais
Hibridização - OrbitaisHibridização - Orbitais
Hibridização - Orbitais
 
compostos orgânicos e inorgânicos
compostos orgânicos e inorgânicoscompostos orgânicos e inorgânicos
compostos orgânicos e inorgânicos
 
Ligações Químicas Aula 1
Ligações Químicas Aula 1Ligações Químicas Aula 1
Ligações Químicas Aula 1
 
Aula - Ligação Química
Aula - Ligação QuímicaAula - Ligação Química
Aula - Ligação Química
 
Biomoléculas
BiomoléculasBiomoléculas
Biomoléculas
 
Exercícios Resolvidos Quimica
Exercícios Resolvidos QuimicaExercícios Resolvidos Quimica
Exercícios Resolvidos Quimica
 
Exercícios - ligações
Exercícios - ligaçõesExercícios - ligações
Exercícios - ligações
 

Semelhante a Estrutura de compostos_orgânicos

introducao a quimica basica
introducao a quimica basicaintroducao a quimica basica
introducao a quimica basica
Nadson Barros
 
Propriedades fisicas dos comp. org.
Propriedades fisicas dos comp. org.Propriedades fisicas dos comp. org.
Propriedades fisicas dos comp. org.
JulianaGimenes
 
Aula_4_ Geometria molecular e forças intermoleculares.ppt
Aula_4_ Geometria molecular e forças intermoleculares.pptAula_4_ Geometria molecular e forças intermoleculares.ppt
Aula_4_ Geometria molecular e forças intermoleculares.ppt
VaniaMaria37
 
Capitulo 1 - A química das drogas e dos medicamentos e as funções orgânicas -...
Capitulo 1 - A química das drogas e dos medicamentos e as funções orgânicas -...Capitulo 1 - A química das drogas e dos medicamentos e as funções orgânicas -...
Capitulo 1 - A química das drogas e dos medicamentos e as funções orgânicas -...
FABIANO FREITAS
 
3o ano-ensino-medio-ligacoes-quimicas exemplo
3o ano-ensino-medio-ligacoes-quimicas exemplo3o ano-ensino-medio-ligacoes-quimicas exemplo
3o ano-ensino-medio-ligacoes-quimicas exemplo
Simone Belorte de Andrade
 

Semelhante a Estrutura de compostos_orgânicos (20)

Pré-prova dos mais bagual Química POP
Pré-prova dos mais bagual Química POPPré-prova dos mais bagual Química POP
Pré-prova dos mais bagual Química POP
 
quimica
quimicaquimica
quimica
 
introducao a quimica basica
introducao a quimica basicaintroducao a quimica basica
introducao a quimica basica
 
Aula Quimica Organica,- introdução- IFRN
Aula Quimica Organica,- introdução- IFRNAula Quimica Organica,- introdução- IFRN
Aula Quimica Organica,- introdução- IFRN
 
AULA 7.ppt
AULA 7.pptAULA 7.ppt
AULA 7.ppt
 
Geometria molecular, forças intermoleculares e solubilidade
Geometria molecular, forças intermoleculares e solubilidadeGeometria molecular, forças intermoleculares e solubilidade
Geometria molecular, forças intermoleculares e solubilidade
 
Geometria molecular e forças intermoleculares.ppt
Geometria molecular e forças intermoleculares.pptGeometria molecular e forças intermoleculares.ppt
Geometria molecular e forças intermoleculares.ppt
 
Aula_4_ Geometria molecular e forças intermoleculares.ppt
Aula_4_ Geometria molecular e forças intermoleculares.pptAula_4_ Geometria molecular e forças intermoleculares.ppt
Aula_4_ Geometria molecular e forças intermoleculares.ppt
 
Resumo polaridade, geometria molecular e ligações intermoleculares
Resumo    polaridade, geometria molecular e ligações intermolecularesResumo    polaridade, geometria molecular e ligações intermoleculares
Resumo polaridade, geometria molecular e ligações intermoleculares
 
ligação quimica ifms.ppt
ligação quimica ifms.pptligação quimica ifms.ppt
ligação quimica ifms.ppt
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
 
Ligações químicas
Ligações químicas Ligações químicas
Ligações químicas
 
Propriedades fisicas dos comp. org.
Propriedades fisicas dos comp. org.Propriedades fisicas dos comp. org.
Propriedades fisicas dos comp. org.
 
Aula_4_ Geometria molecular e forças intermoleculares.ppt
Aula_4_ Geometria molecular e forças intermoleculares.pptAula_4_ Geometria molecular e forças intermoleculares.ppt
Aula_4_ Geometria molecular e forças intermoleculares.ppt
 
www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Proprieda...
www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Proprieda...www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Proprieda...
www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Proprieda...
 
www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Proprieda...
www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Proprieda...www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Proprieda...
www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Proprieda...
 
Introdução a Química Orgânica.pptx
Introdução a Química Orgânica.pptxIntrodução a Química Orgânica.pptx
Introdução a Química Orgânica.pptx
 
Capitulo 1 - A química das drogas e dos medicamentos e as funções orgânicas -...
Capitulo 1 - A química das drogas e dos medicamentos e as funções orgânicas -...Capitulo 1 - A química das drogas e dos medicamentos e as funções orgânicas -...
Capitulo 1 - A química das drogas e dos medicamentos e as funções orgânicas -...
 
3o ano-ensino-medio-ligacoes-quimicas exemplo
3o ano-ensino-medio-ligacoes-quimicas exemplo3o ano-ensino-medio-ligacoes-quimicas exemplo
3o ano-ensino-medio-ligacoes-quimicas exemplo
 
Aula polaridade, geometria molecular e forças intermoleculares
Aula   polaridade,  geometria molecular e forças intermolecularesAula   polaridade,  geometria molecular e forças intermoleculares
Aula polaridade, geometria molecular e forças intermoleculares
 

Estrutura de compostos_orgânicos

  • 2. Introdução Química Orgânica : Estuda os compostos formados pelo carbono, pois formam substâncias fundamentais para a vida. Elementos que constituem as moléculas orgânicas: C, H, O, N, S e Halogênios. O Exemplos : OH CH 3 H HO H H OH H OH OH OH Glicose, fórmula em cadeia aberta (um carboidrato) Estrutura de compostos orgânicos H H H H H2N HO R Estradiol (um hormônio feminino) O OH Aminoácido (monômero de proteínas)
  • 3. Estrutura tridimensional do DNA Estrutura de compostos orgânicos Estrutura tridimensional da carboxipeptidase
  • 4. Introdução HO OH NH Cl OH Clorafenicol (um antibiótico) CH3 O H3C H CH3 Ibuprofeno (um analgésico) Estrutura de compostos orgânicos CH3 Cl OH Cl CH3 NH HO O H3C H CH3 OH Terbutalina (tratamento de bronquite asmática)
  • 5. Introdução Histórico: 1780 – 1807- Vitalismo – Jons Jakob Berzelius (Sueco) 1784 - Identificação dos elementos predominantes das moléculas orgânicas: C, H e O – Antoine Lavoisier 1828 - Síntese da uréia – Friedrich Wohler (Alemão) 1858 – 1861 - Avanços da teoria estrutural – postulados de August Kekulé, Archibald Couper e Alexander Butlerov 1924 – Descoberta das propriedades ondulatórias do elétron -Louis de Broglie 1926 – Desenvolvimento de Mecânica Quantica por Erwin Schrodinger Estrutura de compostos orgânicos
  • 6. Introdução A mecânica quântica usa a equação matemática do movimento de onda para caracterizar o movimento dos elétrons em torno do núcleo. As funções de onda ou orbitais nos diz a energia de um elétron e a região do espaço em torno do núcleo onde um elétron é mais provavelmente encontrado. O orbital atômico mais perto do núcleo tem a menor energia. Estrutura de compostos orgânicos
  • 7. Introdução • Sinais de fases das funções de onda Ligação Química Estrutura de compostos orgânicos
  • 8. Introdução Ligação Química da molécula de H2 Estrutura de compostos orgânicos
  • 9. Introdução Considerações importantes: - O princípio da construção ou Aufbau: Primeiro os elétrons ocupam os orbitais de menor energia. - O princípio de exclusão de Pauli: somente dois elétrons podem ocupar o mesmo orbital e os dois elétrons têm que ter spins opostos. - A regra de Hund: os elétrons ocuparão orbitais vazios antes de serem emparelhados em um mesmo orbital. Estrutura de compostos orgânicos
  • 10. Propriedades do carbono • O carbono não libera nem aceita elétrons prontamente. •O carbono compartilha elétrons com outros átomos de carbono, bem como com diferentes tipos de átomos. O carbono pode formar até quatro ligações. . Estrutura de compostos orgânicos
  • 11. Propriedades do carbono Eletronegatividade Configuração eletrônica Estrutura de compostos orgânicos
  • 12. Propriedades do carbono Momento de dipolo de uma ligação (D) = µ = e x d (e) : grandeza da carga no átomo (d) : distância entre as duas cargas Uma ligação polar tem uma extremidade positiva e uma extremidade negativa. Estrutura de compostos orgânicos
  • 13. Orbitais atômicos do carbono Orbital s Tem forma esférica Tem menor energia que o orbital p Estrutura de compostos orgânicos
  • 14. Orbitais atômicos do carbono Orbitais p Estrutura de compostos orgânicos
  • 15. Orbitais moleculares Características: -Pertencem a molécula como um todo. -Ligação σ: formada pela sobreposição de dois orbitais s ou s e p hibridizados (sp3, sp2 ou sp). Comprimento da ligação/dissociação da ligação: -É a energia necessária para quebrar uma ligação ou energia liberada para formar uma ligação. Estrutura de compostos orgânicos
  • 16. Orbitais moleculares Sobreposição em fase forma um OM ligante; sobreposição fora de fase forma um OM antiligante Estrutura de compostos orgânicos
  • 17. Orbitais moleculares Ligação pi (π) é formada pela sobreposição lado-alado de dois orbitais p paralelos Estrutura de compostos orgânicos
  • 18. Orbitais moleculares Orbitais híbridos do etano Estrutura de compostos orgânicos
  • 19. Ligação Química Tipos de Ligações Químicas: - Ligações iônicas : Acontece por transferência de elétrons. Ocorre entre átomos de eletronegatividades bem diferentes. - Ex: LiF, NaCl, Na2SO4, etc. - Ligações covalentes: Acontece por compartilhamento de elétrons. Ocorre entre elementos de eletronegatividades iguais (Lig. Apolar) ou diferentes (Lig. Polar). Ex: H2O, CH4, CH3CH3, CH3COOH, demais moléculas orgânicas. Estrutura de compostos orgânicos
  • 20. Ligação Química Características das substâncias iônicas: - São sólidas - Possuem fortes forças eletrostáticas - Possuem elevados pontos de fusão - Quando em solução aquosa, geralmente conduzem a corrente elétrica. Caracteristicas das substâncias covalentes: - Podem sólidas ou líquidas - Os pontos de fusão e ebulição dependem das forças atrativas podendo ser elevados ou baixos. Estrutura de compostos orgânicos
  • 21. Ligação Química Representação da ligação covalente: Por pontos – Representação de Gilberth Lewis : Por traços – Representação de August Kekulé: Estrutura de compostos orgânicos
  • 23. Hibridizações do átomo de carbono Hibridização sp3 Estrutura de compostos orgânicos
  • 24. Hibridização do carbono Molécula do etano Estrutura de compostos orgânicos
  • 25. Hibridização sp2 Estrutura de compostos orgânicos
  • 26. Hibridização do carbono Molécula do eteno Estrutura de compostos orgânicos
  • 27. Hibridização do carbono Hibridização sp Estrutura de compostos orgânicos
  • 28. Hibridização do carbono Molécula do etino Estrutura de compostos orgânicos
  • 29. Ligação em haletos de hidrogênio Estrutura de compostos orgânicos
  • 30. Resumo - Uma ligação π é mais fraca do que uma ligação σ. - Quanto maior for a densidade eletrônica na região de sobreposição dos orbitais, mais forte é a ligação. - Quanto maior o caráter s, menor e mais forte é a ligação. - Quanto maior o caráter s, maior é o ângulo de ligação. Estrutura de compostos orgânicos
  • 31. Momento de dipolo nas moléculas A soma vetorial da magnitude e direção do momento de dipolo da ligação individual determinam o momento de dipolo total da molécula. Estrutura de compostos orgânicos
  • 32. Forças intermoleculares Estados físicos das substâncias orgânicas: Sólido: moléculas muito próximas umas das outras – baixa entropia. Líquido: moléculas um pouco mais distantes – grau um pouco maior de liberdade de movimento – média entropia. Gasoso: moléculas com grande distanciamento umas das outras – total grau de liberdade – alto grau de entropia. Estrutura de compostos orgânicos
  • 33. Principais tipos de forças intermoleculares e espécies envolvidas: Tipo de interação Íon - dipolo Dipolo - dipolo Força relativa Forte Espécies envolvidas Íon e moléculas polares Ex: Sal + água ou álcool Moderadamente forte Moléculas de média polaridade. Ex: aldeídos Dipolo – dipolo induzido Muito fraca Molécula polar e outra apolar. Ex: aldeído + hidrocarboneto Dipolo instantâneo – dipolo induzido Muito fraca Moléculas apolares Ex: hidrocarbonetos Associação por pontes de Hidrogênio Estrutura de compostos orgânicos Forte Moléculas polares com H ligado a elementos eletronegativos como o O, N. Ex: Álcoois.
  • 34. Representação de cada tipo de interação intermolecular: Ion - dipolo Dipolo - dipolo H .. .. .. H H H H δ δ δ δ δ δ ou δ O .. .. O Cl H H .. H .. O .. H O δ H H O .. .. Na O H .. .. .. O .. .. H H O H H δ molécula polar choque molécula apolar δ dipolo induzido H3C H .. .. O ---- Associação por ponte de hidrogênio H O .. H .. .. .. O ---- H3C Estrutura de compostos orgânicos δ δ ---- δ Dipolo instantâneo – dipolo induzido CH3 H .. .. Dipolo – dipolo induzido O CH3 δ
  • 35. Ácidez e Basicidade de Substâncias Orgânicas Ácidos e Bases Conceitos Svante Arrhenhius (Químico Sueco) – 1887 Ácido: São substâncias que cujas soluções aquosas contém excesso de íons H+ (em relação a OH-). Base: São substâncias cujas soluções aquosas contém excesso de íons OH- (em relação a H+). Estrutura de compostos orgânicos
  • 36. Ácidos e bases orgânicos Gilberth Lewis Ácido: Espécie capaz de aceitar um par de elétrons em uma reação química ( Ex. H+, Mg2+, BF3, AlCl3, FeBr3) Base: Espécie capaz de doar um par de elétrons em uma reação química (Ex. H2O, NH3, CH3OH, éteres) O .. H 3C CH 3 Base Estrutura de compostos orgânicos F F .. H 3C B F F Ácido O + B CH 3 F F
  • 37. Ácidos e bases orgânicos Ácidos e bases de Lewis Estrutura de compostos orgânicos
  • 38. Ácidos e bases Orgânicos *Johannes Bronsted (Dinamarquês) e Thomas Lowry (Inglês) – 1923. Ácido : Substância capaz de doar um ou mais prótons (íons H+) em uma reação química. Base: Substância capaz de aceitar um ou mais prótons em uma ração química. H A Ácido + B: - Base B -H + A - Base conjugada Ácido conjugado * Conceituação mais divulgada Estrutura de compostos orgânicos +
  • 39. Ácidos e Bases de Brønsted–Lowry Relações : Ácido forte Base forte Estrutura de compostos orgânicos base conjugada fraca e vice-versa ácido conjugado fraco e vice-versa
  • 40. Ácidos e bases orgânicos Estabilidade de bases conjugadas Mapa de potencial eletrostático Estrutura de compostos orgânicos
  • 41. Ácidos e bases orgânicos Notas: -Forte reage para dar fraco. -Quanto mais fraca é a base, mais forte é seu ácido conjugado. -Bases estáveis são bases fracas. H3C C O + NaOH OH Ácido O H3C C + H2O OBase Ácido conjudado fraco Base conjugada fraca O H3C C O Ânion estabilizado ressonância Estrutura de compostos orgânicos por
  • 42. Equilíbrio Ácido/Base Constante de ionização ácida (Ka) + H2O + HA base H3O + A ácido + - [H3O ][A ] Ka = [H2O][HA] pKa = -log Ka Estrutura de compostos orgânicos -
  • 43. Força de ácidos e bases orgânicos Constante de basicidade (Kb) H2O + Base : ácido Kb = HO- BaseH+ H2O Base : pKb = -log Kb Estrutura de compostos orgânicos - HO + BaseH+
  • 44. Força de ácidos e bases pK a [HA] = pH + log [A ] − O pH indica a concentração de íons hidrogênio (H+) no meio. Uma solução tampão mantém um pH aproximadamente constante na adição de pequena quantidade de ácido ou base. Quanto maior o valor de pKa menor é a constante de dissociação (Ka) Estrutura de compostos orgânicos
  • 45. Força de ácidos Tabela 1- Valores aproximados de pKa de alguns ácidos a 25 oC. Ácido pKa aproximado I- -10 HBr Br- -9 HCl Cl- -7 HF F- 3,17 RCOO- 4-5 ArOH ArO- 9-11 H2O HO- 15,74 RCH2O- 16 C2H2 (etino) etineto 25 C2H6 (etano) C2H5- (etaneto) 42 RCOOH RCH2OH Estrutura de compostos orgânicos Acidez crescente HI Base conjugada
  • 46. Força de ácidos Assim, Ácido forte ----------------------------pKa < 1 Ácido moderadamente fortes -------pKa = 1-5 Ácido fracos ----------------------------pKa = 5-15 Ácidos extremamente fracos --------pKa > 15 Maioria das substâncias orgânicas são ácidos fracos ou extremamente fracos. Estrutura de compostos orgânicos
  • 47. Fatores que influenciam na acidez de um composto orgânico: - Força da ligação H-A - Eletronegatividade de A - Efeitos eletrônicos que estabilizam a base conjugada A- em relação a H-A - Natureza do solvente quando a substância estiver solubilizada Estrutura de compostos orgânicos
  • 48. Força de ácidos Efeitos eletrônicos que estabilizam a base conjugada A- em relação a H-A Estrutura de compostos orgânicos
  • 49. Força de bases Dentre os compostos orgânicos os pertencentes à função amina são os mais básicos. Estrutura de compostos orgânicos
  • 50. Força de bases Basicidade crescente Quanto maior o pKa menor o Ka e maior o Kb Estrutura de compostos orgânicos
  • 51. Força de bases Mapas de potencias eletrostáticos para algumas aminas Estrutura de compostos orgânicos
  • 52. Exercícios: 1- Disponha as moléculas orgânicas em ordem decrescente de acidez. OH H3C OH , H C 3 , CH2 C O H (I) (II) (III) , O H3C CH2 C OH (IV) 2- Justifique o fato experimental : A ligação C-C do etino é mais forte e menor (1,20 A)que a ligação C-C do etano (1,54 A) Estrutura de compostos orgânicos
  • 53. 3- Qual dos ácidos é o mais forte ? Justifique a sua escolha. a- orto-hidroxibenzóico c- para-hidroxibenzóico Estrutura de compostos orgânicos b- meta-hidroxibenzóico