SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 37
Baixar para ler offline
NOMENCLATURA DOS
COMPOSTOS ORGÂNICOS
HELENILDE DINIZ
EREM ALFREDO DE CARVALHO
NOMENCLATURA ORGÂNICA
   • Os compostos orgânicos são divididos em
  grupos ou funções conforme o comportamento
              químico que apresentam.
    • Ter comportamento químico semelhante
 significa reagir de maneira semelhante diante de
   determinada substância, quando nas mesmas
                     condições.
• Compostos diferentes possuem comportamento
   semelhante, quando possuem o mesmo grupo
                     funcional.
Funções orgânicas
• Funções Hidrocarbonetos ( Carbono “C” e
  Hidrogênio”H”);
• Funções Oxigenadas (CHO);
• Funções Nitrogenadas (CHN e CHON);
• Funções halogenadas ou Haletos orgânicos ( CH
  e qualquer halogênio, Cl,Br. F e I)
GRUPO FUNCIONAL
• O grupo funcional é um agrupamento de átomos
  responsável pela semelhança no comportamento
   químico de uma série de compostos diferentes.
   • O grupo funcional do álcool, enol e fenol é o
           mesmo: o grupo hidroxila -OH
GRUPO FUNCIONAL
   • .O grupo funcional do aldeído e cetona a
                 carbonila: C=O


                                          Carbonila (CO)




 Carbonila hidrogenada ou
 formila HCO ou CHO
GRUPO FUNCIONAL
  • .O grupo funcional do ácido carboxílico, a carboxílica. (COOH).
 • O grupo carboxílico surge da união do grupo carbonila C=O, com o
                          grupo hidroxila -OH
GRUPO FUNCIONAL
• OS ÉTERES . São compostos por um átomo de
  oxigênio entre duas cadeias carbônicas,
  HETEROÁTOMO. (COC).
GRUPO FUNCIONAL
• OS ÉSTERES . São derivados do ácido
  carboxílicos.
Funções orgânicas nitrogenadas
Aminas : Derivadas da amônia NH3 por perde de
um, dois ou três átomos de hidrogênio. É
caracterizada também por um par de elétrons não
ligantes.
FUNÇÕES NITROGENADAS
• Amidas: Derivadas do ácido carboxílico por
  perda do grupo hidroxila. -OH
Haletos orgânios
• Derivados dos hidrocarbonetos pela substituição
  de um ou mais átomos de hidrogênio por
  halogênios: Cl, F, Br e I
Nitrocompostos
• É todo composto orgânico que possui o grupo
  funcional (-NO2 )
Nomenclatura dos hidrocarbonetos
   • Como é grande a variedade de formação dos
  hidrocarbonetos, precisamos de um método lógico
                para dar nome a eles.
 • A nomenclatura oficial dos compostos orgânicos
       segue as regras elaboradas pela IUPAC.
    • Cada composto orgânico deve ter um nome
                      diferente.
• A partir do nome, deve ser possível esquematizar a
   fórmula estrutural do composto orgânico e vice-
                        versa.
 • Segundo essas regras, o nome de um composto é
         formado unindo-se três fragmentos:

       • PREFIXO + INFIXO + SUFIXO
PREFIXO
   • O prefixo, parte inicial, indica o número de
     átomos de carbono presentes na molécula.
• De acordo com o número de átomos de carbono,
       sabemos qual o prefixo iremos utilizar:
PREFIXO
1 átomo de carbono     met
2 átomos de carbono    et
3 átomos de carbono    prop
4 átomos de carbono    but
5 átomos de carbono    pent
6 átomos de carbono    hex
7 átomos de carbono    hept
8 átomos de carbono    oct
9 átomos de carbono    non
10 átomos de carbono   dec
INFIXO
  • O intermediário indica que tipo de ligação há
                 entre os átomos:
ligação simples         an
ligação dupla           en
ligação tripla          in
Duas ligações duplas    dien
Duas ligações triplas   diin
Três ligações duplas    trien
Três ligações triplas   triin
SUFIXO
  • O sufixo , parte final da palavra, indica o
              GRUPO FUNCIONAL
    • Se o sufixo for “o” o composto é um
                  Hidrocarboneto.
   Se o final for “ol” o composto é um álcool

  • Todas as moléculas de hidrocarbonetos
              terminam em o.
EXEMPLOS DE HIDROCARBONETOS
 Vejamos alguns exemplos.

 a)- H3C - CH3


                 Prefixo para 2 átomos de carbono   et
                 Ligação simples entre os átomos    an
                 Por ser um hidrocarboneto          o
• Agora vejamos outros exemplos:

• H2C=CH2 - Eteno

• HC3-CH2-CH3 - Propano

• CH2=CH-CH2-CH3 – buteno

• CH3-CH=CH-CH3 – but- 2 - eno
CADEIA CÍCLICA
  • Quando uma molécula apresenta cadeia cíclica,
     devemos acrescentar a palavra ciclo antes do
                      nome.



Cadeia fechada = ciclo
4 carbonos = but
Somente ligações simples = an
Hidrocarboneto = o
Ciclo - but – an – o = ciclobutano
• Sempre que uma cadeia permita mais de uma
possibilidade para a localização do grupo funcional ou
da insaturação, será necessário numerar os carbonos.
             Ordem de importância:
           Grupo funcional >insaturação
   • Ex.: o composto a seguir é denominado de:
                                              Pentan-2-ol




                  Regra dos menores números
• Neste caso a cadeia carbônica seguindo a ordem de
   importância deve ser numerada a partir do grupo
                       funcional.




Hex-5- en – 2 - ol
Mais de um grupo funcional
  • A cadeia é numerada de modo que os grupos
      funcionais recebam os menores números
                      possíveis.
• O número de grupos funcionais iguais é indicado
               por di, tri, tetra, penta.




     Butan-1,3-diol
Nos compostos cíclicos
   O nome do composto começa pela palavra ciclo.
    A cadeia fechada é numerada de modo que os
  grupos funcionais recebam os menores números.


                        Ciclo – hexa- 1,2,4 - triol
Numeração não necessária
• Não é necessário numerar a cadeia quando não
            existe outra possibilidade.




                                  Butadiino
       Butanona
Nomenclatura dos compostos com
cadeia ramificada.

   • Se a cadeia for heterogênea ou possuir pelo
   menos um carbono terciário ou ramificado, ela
                   será ramificada.
 • Neste caso haverá uma cadeia principal e uma
    ou mais cadeias secundárias denominadas de
                        ramos.
Como escolher a cadeia principal
  • A cadeia principal é aquela que apresenta as
              seguintes características:
             • Possui grupo funcional
   • Engloba o maior número de insaturações.
  • Possui a sequencia mais longa de átomos de
              carbono ligados entre si,
Quais as possibilidades ? Lembrando que cadeia
 principal é a que tem a maior sequência de átomos
                      carbonos.
 H3C—CH—CH—CH —CH2 — CH3
       CH3 CH2 CH3
             CH3                  A cadeia mais longa terá 6
                               carbonos, porém, temos 3 cadeias
  1ª possibilidade – 3 carbonos com 6 carbonos. Qual será a
                                          principal ?
  2ª possibilidade – 5 carbonos
3ª possibilidade – 5 carbonos Aquela que deixar para fora da
4ª possibilidade – 6 carbonos       cadeia principal o maior
                                  número de grupos orgânicos.
5ª possibilidade – 6 carbonos     Vamos analisar essas 3 com 6
6ª possibilidade – 4 carbonos              carbonos ?
7ª possibilidade – 6 carbonos
Quando a cadeia carbônica é mista
• Cadeia carbônica mista é aquela que possui uma
   parte acíclica( aberta) e ou cíclica(fechada) ou
                      aromática.
  • Nesse caso, consideramos preferencialmente
        como como principal a parte cíclica.
Nomenclatura das ramificações
 • Como a cadeia principal é a que possui o grupo
  funcional, excetuando-se os casos de compostos
      mistos, as ramificações geralmente são
        formadas de carbono e hidrogênio.
Tipos de ligações
 • Se a ramificação for saturada, tiver somente
   ligações σ (sigma) entre carbono o nome será:

Prefixo que indica o número de carbono mais sufixo il ou ila
Localizações das ramificações
• A localização deve ser informada pela
  numeração dos carbonos da cadeia principal.
• A numeração deve seguir a ordem de
  importância.
        GRUPO FUNCIONAL>INSATURAÇÃO>RAMIFICAÇÃO




 4-etil-5-metilhex-2-en- 2-ol

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 1 introdução à química orgânica.
Aula 1    introdução à química orgânica.Aula 1    introdução à química orgânica.
Aula 1 introdução à química orgânica.Ajudar Pessoas
 
Química orgânica 3º ano COMPLETO
Química orgânica 3º ano   COMPLETOQuímica orgânica 3º ano   COMPLETO
Química orgânica 3º ano COMPLETOEliando Oliveira
 
Funções Orgânicas Nitrogenadas.
Funções Orgânicas Nitrogenadas.Funções Orgânicas Nitrogenadas.
Funções Orgânicas Nitrogenadas.Ajudar Pessoas
 
Funções orgânicas slide
Funções orgânicas slideFunções orgânicas slide
Funções orgânicas slideJoelson Barral
 
Pps hidrocarbonetos ramificados
Pps hidrocarbonetos ramificadosPps hidrocarbonetos ramificados
Pps hidrocarbonetos ramificadosFernanda Cordeiro
 
Química Orgânica I - Introdução
Química Orgânica I - IntroduçãoQuímica Orgânica I - Introdução
Química Orgânica I - IntroduçãoRicardo Stefani
 
Química Orgânica: introdução ao estudo do carbono
Química Orgânica: introdução ao estudo do carbonoQuímica Orgânica: introdução ao estudo do carbono
Química Orgânica: introdução ao estudo do carbonoCarlos Priante
 
Cadeias carbonicas
Cadeias carbonicasCadeias carbonicas
Cadeias carbonicasCPG1996
 
Nomenclatura dos compostos_organicos
Nomenclatura dos compostos_organicosNomenclatura dos compostos_organicos
Nomenclatura dos compostos_organicosKarol Maia
 
Aula 2 funções orgânicas.
Aula 2   funções orgânicas.Aula 2   funções orgânicas.
Aula 2 funções orgânicas.Ajudar Pessoas
 
Estudo dos hidrocarbonetos
Estudo dos hidrocarbonetos Estudo dos hidrocarbonetos
Estudo dos hidrocarbonetos Manuel Vicente
 

Mais procurados (20)

Aula 1 introdução à química orgânica.
Aula 1    introdução à química orgânica.Aula 1    introdução à química orgânica.
Aula 1 introdução à química orgânica.
 
Química orgânica 3º ano COMPLETO
Química orgânica 3º ano   COMPLETOQuímica orgânica 3º ano   COMPLETO
Química orgânica 3º ano COMPLETO
 
Hidrocarbonetos
HidrocarbonetosHidrocarbonetos
Hidrocarbonetos
 
Introdução à química orgânica
Introdução à química orgânicaIntrodução à química orgânica
Introdução à química orgânica
 
Funções Orgânicas Nitrogenadas.
Funções Orgânicas Nitrogenadas.Funções Orgânicas Nitrogenadas.
Funções Orgânicas Nitrogenadas.
 
Funções orgânicas slide
Funções orgânicas slideFunções orgânicas slide
Funções orgânicas slide
 
Pps hidrocarbonetos ramificados
Pps hidrocarbonetos ramificadosPps hidrocarbonetos ramificados
Pps hidrocarbonetos ramificados
 
Nomenclatura de Hidrocarbonetos
Nomenclatura de HidrocarbonetosNomenclatura de Hidrocarbonetos
Nomenclatura de Hidrocarbonetos
 
Química orgânica - Isomeria
Química orgânica - IsomeriaQuímica orgânica - Isomeria
Química orgânica - Isomeria
 
Hidrocarbonetos
HidrocarbonetosHidrocarbonetos
Hidrocarbonetos
 
Química Orgânica I - Introdução
Química Orgânica I - IntroduçãoQuímica Orgânica I - Introdução
Química Orgânica I - Introdução
 
Química Orgânica: introdução ao estudo do carbono
Química Orgânica: introdução ao estudo do carbonoQuímica Orgânica: introdução ao estudo do carbono
Química Orgânica: introdução ao estudo do carbono
 
Cadeias carbonicas
Cadeias carbonicasCadeias carbonicas
Cadeias carbonicas
 
Funções nitrogenadas
Funções nitrogenadasFunções nitrogenadas
Funções nitrogenadas
 
Nomenclatura dos compostos_organicos
Nomenclatura dos compostos_organicosNomenclatura dos compostos_organicos
Nomenclatura dos compostos_organicos
 
003 hidrocarbonetos
003 hidrocarbonetos003 hidrocarbonetos
003 hidrocarbonetos
 
Aula 2 funções orgânicas.
Aula 2   funções orgânicas.Aula 2   funções orgânicas.
Aula 2 funções orgânicas.
 
Geometria molecular
Geometria molecularGeometria molecular
Geometria molecular
 
Estudo dos hidrocarbonetos
Estudo dos hidrocarbonetos Estudo dos hidrocarbonetos
Estudo dos hidrocarbonetos
 
Alcoois
AlcooisAlcoois
Alcoois
 

Destaque

Nomenclatura dos compostos organicos hidrocarbonetos
Nomenclatura dos compostos organicos   hidrocarbonetosNomenclatura dos compostos organicos   hidrocarbonetos
Nomenclatura dos compostos organicos hidrocarbonetossoluto
 
Quimica-orgânica- Aula 2- Nomenclatura dos compostos orgânicos.
 Quimica-orgânica- Aula 2- Nomenclatura dos compostos orgânicos. Quimica-orgânica- Aula 2- Nomenclatura dos compostos orgânicos.
Quimica-orgânica- Aula 2- Nomenclatura dos compostos orgânicos.Raiane Assunção
 
Nomenclatura IUPAC de cadeias não ramificadas
Nomenclatura IUPAC de cadeias não ramificadasNomenclatura IUPAC de cadeias não ramificadas
Nomenclatura IUPAC de cadeias não ramificadasKaires Braga
 
Química Orgânica
Química OrgânicaQuímica Orgânica
Química Orgânicaloveslindas
 
Introducao quimica org
Introducao quimica orgIntroducao quimica org
Introducao quimica orgapoiodequimica
 
hidrocabornetoS
hidrocabornetoShidrocabornetoS
hidrocabornetoSmnmaill
 
PARA 3S _ AULA 1 DO SEGUNDO BIMESTRE alelos múltiplos e abo abril 2013
PARA 3S _ AULA 1 DO SEGUNDO BIMESTRE alelos múltiplos e abo abril 2013PARA 3S _ AULA 1 DO SEGUNDO BIMESTRE alelos múltiplos e abo abril 2013
PARA 3S _ AULA 1 DO SEGUNDO BIMESTRE alelos múltiplos e abo abril 2013Ionara Urrutia Moura
 
Química Orgânica - Aula 1: tipos de carbono
Química Orgânica - Aula 1: tipos de carbonoQuímica Orgânica - Aula 1: tipos de carbono
Química Orgânica - Aula 1: tipos de carbonoRaiane Assunção
 
Hidrocarbonetos ramificados
Hidrocarbonetos ramificadosHidrocarbonetos ramificados
Hidrocarbonetos ramificadosValter Moreira
 
EDEN - Tarefa E3 6 Termolise
EDEN - Tarefa E3 6 TermoliseEDEN - Tarefa E3 6 Termolise
EDEN - Tarefa E3 6 Termoliseh2portugal
 
Classes funcionais Profª Ana Paula (Quimíca) - 3º C
Classes funcionais Profª Ana Paula (Quimíca) - 3º CClasses funcionais Profª Ana Paula (Quimíca) - 3º C
Classes funcionais Profª Ana Paula (Quimíca) - 3º Cliceuterceiroc
 
Desentupindo pias quimicamente - Reação de saponificação - http://quimicaempr...
Desentupindo pias quimicamente - Reação de saponificação - http://quimicaempr...Desentupindo pias quimicamente - Reação de saponificação - http://quimicaempr...
Desentupindo pias quimicamente - Reação de saponificação - http://quimicaempr...Karoline dos Santos Tarnowski
 
Aula citologia 1ºanos erem
Aula citologia 1ºanos eremAula citologia 1ºanos erem
Aula citologia 1ºanos eremAmelia Tavares
 
Estrutura de compostos_orgânicos
Estrutura de compostos_orgânicosEstrutura de compostos_orgânicos
Estrutura de compostos_orgânicosmacielcamila
 
Desentupindo pias quimicamente - Reação de saponificação - http://quimicaempr...
Desentupindo pias quimicamente - Reação de saponificação - http://quimicaempr...Desentupindo pias quimicamente - Reação de saponificação - http://quimicaempr...
Desentupindo pias quimicamente - Reação de saponificação - http://quimicaempr...Karoline dos Santos Tarnowski
 

Destaque (20)

Nomenclatura dos compostos organicos hidrocarbonetos
Nomenclatura dos compostos organicos   hidrocarbonetosNomenclatura dos compostos organicos   hidrocarbonetos
Nomenclatura dos compostos organicos hidrocarbonetos
 
Quimica-orgânica- Aula 2- Nomenclatura dos compostos orgânicos.
 Quimica-orgânica- Aula 2- Nomenclatura dos compostos orgânicos. Quimica-orgânica- Aula 2- Nomenclatura dos compostos orgânicos.
Quimica-orgânica- Aula 2- Nomenclatura dos compostos orgânicos.
 
Nomenclatura IUPAC de cadeias não ramificadas
Nomenclatura IUPAC de cadeias não ramificadasNomenclatura IUPAC de cadeias não ramificadas
Nomenclatura IUPAC de cadeias não ramificadas
 
Atividade nomenclatura de hidrocarbonetos
Atividade nomenclatura de hidrocarbonetosAtividade nomenclatura de hidrocarbonetos
Atividade nomenclatura de hidrocarbonetos
 
Química Orgânica
Química OrgânicaQuímica Orgânica
Química Orgânica
 
Introducao quimica org
Introducao quimica orgIntroducao quimica org
Introducao quimica org
 
Nomenclatura Dos Compostos OrgâNicos
Nomenclatura Dos Compostos OrgâNicosNomenclatura Dos Compostos OrgâNicos
Nomenclatura Dos Compostos OrgâNicos
 
Arthur
ArthurArthur
Arthur
 
hidrocabornetoS
hidrocabornetoShidrocabornetoS
hidrocabornetoS
 
PARA 3S _ AULA 1 DO SEGUNDO BIMESTRE alelos múltiplos e abo abril 2013
PARA 3S _ AULA 1 DO SEGUNDO BIMESTRE alelos múltiplos e abo abril 2013PARA 3S _ AULA 1 DO SEGUNDO BIMESTRE alelos múltiplos e abo abril 2013
PARA 3S _ AULA 1 DO SEGUNDO BIMESTRE alelos múltiplos e abo abril 2013
 
Química Orgânica - Aula 1: tipos de carbono
Química Orgânica - Aula 1: tipos de carbonoQuímica Orgânica - Aula 1: tipos de carbono
Química Orgânica - Aula 1: tipos de carbono
 
Equipamentos de laboratorio
Equipamentos de laboratorioEquipamentos de laboratorio
Equipamentos de laboratorio
 
Hidrocarbonetos ramificados
Hidrocarbonetos ramificadosHidrocarbonetos ramificados
Hidrocarbonetos ramificados
 
EDEN - Tarefa E3 6 Termolise
EDEN - Tarefa E3 6 TermoliseEDEN - Tarefa E3 6 Termolise
EDEN - Tarefa E3 6 Termolise
 
Classes funcionais Profª Ana Paula (Quimíca) - 3º C
Classes funcionais Profª Ana Paula (Quimíca) - 3º CClasses funcionais Profª Ana Paula (Quimíca) - 3º C
Classes funcionais Profª Ana Paula (Quimíca) - 3º C
 
Desentupindo pias quimicamente - Reação de saponificação - http://quimicaempr...
Desentupindo pias quimicamente - Reação de saponificação - http://quimicaempr...Desentupindo pias quimicamente - Reação de saponificação - http://quimicaempr...
Desentupindo pias quimicamente - Reação de saponificação - http://quimicaempr...
 
Aula citologia 1ºanos erem
Aula citologia 1ºanos eremAula citologia 1ºanos erem
Aula citologia 1ºanos erem
 
Estrutura de compostos_orgânicos
Estrutura de compostos_orgânicosEstrutura de compostos_orgânicos
Estrutura de compostos_orgânicos
 
3º ano
3º ano3º ano
3º ano
 
Desentupindo pias quimicamente - Reação de saponificação - http://quimicaempr...
Desentupindo pias quimicamente - Reação de saponificação - http://quimicaempr...Desentupindo pias quimicamente - Reação de saponificação - http://quimicaempr...
Desentupindo pias quimicamente - Reação de saponificação - http://quimicaempr...
 

Semelhante a Nomenclatura dos compostos orgânicos

Revisão para prova terceiros anos
Revisão para  prova terceiros anosRevisão para  prova terceiros anos
Revisão para prova terceiros anosDIRLUIZ
 
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos Carlos Priante
 
Hidrocardonetos, Funções Oxigenadas, Nitrogenada e Reações Organicas NASSA...
Hidrocardonetos,  Funções Oxigenadas,  Nitrogenada e Reações Organicas  NASSA...Hidrocardonetos,  Funções Oxigenadas,  Nitrogenada e Reações Organicas  NASSA...
Hidrocardonetos, Funções Oxigenadas, Nitrogenada e Reações Organicas NASSA...mrvitin18
 
1_2_A_quimica_dos_combustiveis_fosseis.pptx
1_2_A_quimica_dos_combustiveis_fosseis.pptx1_2_A_quimica_dos_combustiveis_fosseis.pptx
1_2_A_quimica_dos_combustiveis_fosseis.pptxssuser03bb93
 
4 apostila-de-química-orgânica-maria-patrícia1
4 apostila-de-química-orgânica-maria-patrícia14 apostila-de-química-orgânica-maria-patrícia1
4 apostila-de-química-orgânica-maria-patrícia1Joyce Fagundes
 
Introdução a química orgânica.pdf
Introdução a química orgânica.pdfIntrodução a química orgânica.pdf
Introdução a química orgânica.pdfTairineMedrado1
 
Apostila de quimica organica
Apostila  de  quimica  organicaApostila  de  quimica  organica
Apostila de quimica organicaNeejacp
 
Trabalho de quimica 3º ano cbsp
Trabalho de quimica 3º ano cbsp Trabalho de quimica 3º ano cbsp
Trabalho de quimica 3º ano cbsp Barbalho Isabelle
 
Nomenclatura de hc ramificados (CETEPAR)
Nomenclatura de hc ramificados (CETEPAR)Nomenclatura de hc ramificados (CETEPAR)
Nomenclatura de hc ramificados (CETEPAR)Lety_04
 
Revis€ ¦ão qu€ ¦ímica org€ ¦ânica
Revis€ ¦ão qu€ ¦ímica org€ ¦ânicaRevis€ ¦ão qu€ ¦ímica org€ ¦ânica
Revis€ ¦ão qu€ ¦ímica org€ ¦ânicaSilvana
 
Revis€ ¦ão qu€ ¦ímica org€ ¦ânica
Revis€ ¦ão qu€ ¦ímica org€ ¦ânicaRevis€ ¦ão qu€ ¦ímica org€ ¦ânica
Revis€ ¦ão qu€ ¦ímica org€ ¦ânicaSilvana
 
EnsMed_Quimica_3ano_slides_aula 01.pptx
EnsMed_Quimica_3ano_slides_aula 01.pptxEnsMed_Quimica_3ano_slides_aula 01.pptx
EnsMed_Quimica_3ano_slides_aula 01.pptxEzaineSouza
 
HIDROCARBONETOS.pptx
HIDROCARBONETOS.pptxHIDROCARBONETOS.pptx
HIDROCARBONETOS.pptxFtimaEstevo
 
hidrocarbonetos ramificados (aula 02) O RICHARD É GAY
hidrocarbonetos ramificados (aula 02) O RICHARD É GAYhidrocarbonetos ramificados (aula 02) O RICHARD É GAY
hidrocarbonetos ramificados (aula 02) O RICHARD É GAYLucas Muniz
 
Aula 1 - Classificacao cadeias carbonicas.pptx
Aula 1 - Classificacao cadeias carbonicas.pptxAula 1 - Classificacao cadeias carbonicas.pptx
Aula 1 - Classificacao cadeias carbonicas.pptxAlexCotrim2
 
A.Ppoint.QuíM.Org.Aula2
A.Ppoint.QuíM.Org.Aula2A.Ppoint.QuíM.Org.Aula2
A.Ppoint.QuíM.Org.Aula2Albano Novaes
 
Nomenclatura de hidrocarbonetos ramificados
Nomenclatura de hidrocarbonetos ramificadosNomenclatura de hidrocarbonetos ramificados
Nomenclatura de hidrocarbonetos ramificadosIgor Tunes
 

Semelhante a Nomenclatura dos compostos orgânicos (20)

Revisão para prova terceiros anos
Revisão para  prova terceiros anosRevisão para  prova terceiros anos
Revisão para prova terceiros anos
 
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos
 
Nomenclatura 02
Nomenclatura 02Nomenclatura 02
Nomenclatura 02
 
Hidrocardonetos, Funções Oxigenadas, Nitrogenada e Reações Organicas NASSA...
Hidrocardonetos,  Funções Oxigenadas,  Nitrogenada e Reações Organicas  NASSA...Hidrocardonetos,  Funções Oxigenadas,  Nitrogenada e Reações Organicas  NASSA...
Hidrocardonetos, Funções Oxigenadas, Nitrogenada e Reações Organicas NASSA...
 
1_2_A_quimica_dos_combustiveis_fosseis.pptx
1_2_A_quimica_dos_combustiveis_fosseis.pptx1_2_A_quimica_dos_combustiveis_fosseis.pptx
1_2_A_quimica_dos_combustiveis_fosseis.pptx
 
4 apostila-de-química-orgânica-maria-patrícia1
4 apostila-de-química-orgânica-maria-patrícia14 apostila-de-química-orgânica-maria-patrícia1
4 apostila-de-química-orgânica-maria-patrícia1
 
Introdução a química orgânica.pdf
Introdução a química orgânica.pdfIntrodução a química orgânica.pdf
Introdução a química orgânica.pdf
 
Apostila de quimica organica
Apostila  de  quimica  organicaApostila  de  quimica  organica
Apostila de quimica organica
 
2008
20082008
2008
 
Trabalho de quimica 3º ano cbsp
Trabalho de quimica 3º ano cbsp Trabalho de quimica 3º ano cbsp
Trabalho de quimica 3º ano cbsp
 
Nomenclatura de hc ramificados (CETEPAR)
Nomenclatura de hc ramificados (CETEPAR)Nomenclatura de hc ramificados (CETEPAR)
Nomenclatura de hc ramificados (CETEPAR)
 
Revis€ ¦ão qu€ ¦ímica org€ ¦ânica
Revis€ ¦ão qu€ ¦ímica org€ ¦ânicaRevis€ ¦ão qu€ ¦ímica org€ ¦ânica
Revis€ ¦ão qu€ ¦ímica org€ ¦ânica
 
Revis€ ¦ão qu€ ¦ímica org€ ¦ânica
Revis€ ¦ão qu€ ¦ímica org€ ¦ânicaRevis€ ¦ão qu€ ¦ímica org€ ¦ânica
Revis€ ¦ão qu€ ¦ímica org€ ¦ânica
 
EnsMed_Quimica_3ano_slides_aula 01.pptx
EnsMed_Quimica_3ano_slides_aula 01.pptxEnsMed_Quimica_3ano_slides_aula 01.pptx
EnsMed_Quimica_3ano_slides_aula 01.pptx
 
HIDROCARBONETOS.pptx
HIDROCARBONETOS.pptxHIDROCARBONETOS.pptx
HIDROCARBONETOS.pptx
 
Polígrafo orgânica (resumido)
Polígrafo orgânica (resumido)Polígrafo orgânica (resumido)
Polígrafo orgânica (resumido)
 
hidrocarbonetos ramificados (aula 02) O RICHARD É GAY
hidrocarbonetos ramificados (aula 02) O RICHARD É GAYhidrocarbonetos ramificados (aula 02) O RICHARD É GAY
hidrocarbonetos ramificados (aula 02) O RICHARD É GAY
 
Aula 1 - Classificacao cadeias carbonicas.pptx
Aula 1 - Classificacao cadeias carbonicas.pptxAula 1 - Classificacao cadeias carbonicas.pptx
Aula 1 - Classificacao cadeias carbonicas.pptx
 
A.Ppoint.QuíM.Org.Aula2
A.Ppoint.QuíM.Org.Aula2A.Ppoint.QuíM.Org.Aula2
A.Ppoint.QuíM.Org.Aula2
 
Nomenclatura de hidrocarbonetos ramificados
Nomenclatura de hidrocarbonetos ramificadosNomenclatura de hidrocarbonetos ramificados
Nomenclatura de hidrocarbonetos ramificados
 

Mais de Professora da ETECNA - Escola Técnica Estadual Clóvis Nogueira Alves (6)

Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Mistura de soluções
Mistura de soluçõesMistura de soluções
Mistura de soluções
 
Nomenclatura hidrocarbonetos combustiveis
Nomenclatura  hidrocarbonetos combustiveisNomenclatura  hidrocarbonetos combustiveis
Nomenclatura hidrocarbonetos combustiveis
 
Reino fungi2 ano(1)
Reino fungi2 ano(1)Reino fungi2 ano(1)
Reino fungi2 ano(1)
 
Organização geral da vida (2)
Organização geral da vida (2)Organização geral da vida (2)
Organização geral da vida (2)
 
Biologia ciencia e vida
Biologia ciencia e vidaBiologia ciencia e vida
Biologia ciencia e vida
 

Último

TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzAlexandrePereira818171
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 

Último (20)

TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 

Nomenclatura dos compostos orgânicos

  • 1. NOMENCLATURA DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS HELENILDE DINIZ EREM ALFREDO DE CARVALHO
  • 2. NOMENCLATURA ORGÂNICA • Os compostos orgânicos são divididos em grupos ou funções conforme o comportamento químico que apresentam. • Ter comportamento químico semelhante significa reagir de maneira semelhante diante de determinada substância, quando nas mesmas condições. • Compostos diferentes possuem comportamento semelhante, quando possuem o mesmo grupo funcional.
  • 3. Funções orgânicas • Funções Hidrocarbonetos ( Carbono “C” e Hidrogênio”H”); • Funções Oxigenadas (CHO); • Funções Nitrogenadas (CHN e CHON); • Funções halogenadas ou Haletos orgânicos ( CH e qualquer halogênio, Cl,Br. F e I)
  • 4. GRUPO FUNCIONAL • O grupo funcional é um agrupamento de átomos responsável pela semelhança no comportamento químico de uma série de compostos diferentes. • O grupo funcional do álcool, enol e fenol é o mesmo: o grupo hidroxila -OH
  • 5. GRUPO FUNCIONAL • .O grupo funcional do aldeído e cetona a carbonila: C=O Carbonila (CO) Carbonila hidrogenada ou formila HCO ou CHO
  • 6. GRUPO FUNCIONAL • .O grupo funcional do ácido carboxílico, a carboxílica. (COOH). • O grupo carboxílico surge da união do grupo carbonila C=O, com o grupo hidroxila -OH
  • 7. GRUPO FUNCIONAL • OS ÉTERES . São compostos por um átomo de oxigênio entre duas cadeias carbônicas, HETEROÁTOMO. (COC).
  • 8. GRUPO FUNCIONAL • OS ÉSTERES . São derivados do ácido carboxílicos.
  • 9. Funções orgânicas nitrogenadas Aminas : Derivadas da amônia NH3 por perde de um, dois ou três átomos de hidrogênio. É caracterizada também por um par de elétrons não ligantes.
  • 10. FUNÇÕES NITROGENADAS • Amidas: Derivadas do ácido carboxílico por perda do grupo hidroxila. -OH
  • 11. Haletos orgânios • Derivados dos hidrocarbonetos pela substituição de um ou mais átomos de hidrogênio por halogênios: Cl, F, Br e I
  • 12. Nitrocompostos • É todo composto orgânico que possui o grupo funcional (-NO2 )
  • 13.
  • 14. Nomenclatura dos hidrocarbonetos • Como é grande a variedade de formação dos hidrocarbonetos, precisamos de um método lógico para dar nome a eles. • A nomenclatura oficial dos compostos orgânicos segue as regras elaboradas pela IUPAC. • Cada composto orgânico deve ter um nome diferente. • A partir do nome, deve ser possível esquematizar a fórmula estrutural do composto orgânico e vice- versa. • Segundo essas regras, o nome de um composto é formado unindo-se três fragmentos: • PREFIXO + INFIXO + SUFIXO
  • 15. PREFIXO • O prefixo, parte inicial, indica o número de átomos de carbono presentes na molécula. • De acordo com o número de átomos de carbono, sabemos qual o prefixo iremos utilizar:
  • 16. PREFIXO 1 átomo de carbono met 2 átomos de carbono et 3 átomos de carbono prop 4 átomos de carbono but 5 átomos de carbono pent 6 átomos de carbono hex 7 átomos de carbono hept 8 átomos de carbono oct 9 átomos de carbono non 10 átomos de carbono dec
  • 17. INFIXO • O intermediário indica que tipo de ligação há entre os átomos: ligação simples an ligação dupla en ligação tripla in Duas ligações duplas dien Duas ligações triplas diin Três ligações duplas trien Três ligações triplas triin
  • 18. SUFIXO • O sufixo , parte final da palavra, indica o GRUPO FUNCIONAL • Se o sufixo for “o” o composto é um Hidrocarboneto. Se o final for “ol” o composto é um álcool • Todas as moléculas de hidrocarbonetos terminam em o.
  • 19. EXEMPLOS DE HIDROCARBONETOS Vejamos alguns exemplos. a)- H3C - CH3 Prefixo para 2 átomos de carbono et Ligação simples entre os átomos an Por ser um hidrocarboneto o
  • 20. • Agora vejamos outros exemplos: • H2C=CH2 - Eteno • HC3-CH2-CH3 - Propano • CH2=CH-CH2-CH3 – buteno • CH3-CH=CH-CH3 – but- 2 - eno
  • 21. CADEIA CÍCLICA • Quando uma molécula apresenta cadeia cíclica, devemos acrescentar a palavra ciclo antes do nome. Cadeia fechada = ciclo 4 carbonos = but Somente ligações simples = an Hidrocarboneto = o Ciclo - but – an – o = ciclobutano
  • 22. • Sempre que uma cadeia permita mais de uma possibilidade para a localização do grupo funcional ou da insaturação, será necessário numerar os carbonos. Ordem de importância: Grupo funcional >insaturação • Ex.: o composto a seguir é denominado de: Pentan-2-ol Regra dos menores números
  • 23. • Neste caso a cadeia carbônica seguindo a ordem de importância deve ser numerada a partir do grupo funcional. Hex-5- en – 2 - ol
  • 24. Mais de um grupo funcional • A cadeia é numerada de modo que os grupos funcionais recebam os menores números possíveis. • O número de grupos funcionais iguais é indicado por di, tri, tetra, penta. Butan-1,3-diol
  • 25. Nos compostos cíclicos O nome do composto começa pela palavra ciclo. A cadeia fechada é numerada de modo que os grupos funcionais recebam os menores números. Ciclo – hexa- 1,2,4 - triol
  • 26. Numeração não necessária • Não é necessário numerar a cadeia quando não existe outra possibilidade. Butadiino Butanona
  • 27. Nomenclatura dos compostos com cadeia ramificada. • Se a cadeia for heterogênea ou possuir pelo menos um carbono terciário ou ramificado, ela será ramificada. • Neste caso haverá uma cadeia principal e uma ou mais cadeias secundárias denominadas de ramos.
  • 28. Como escolher a cadeia principal • A cadeia principal é aquela que apresenta as seguintes características: • Possui grupo funcional • Engloba o maior número de insaturações. • Possui a sequencia mais longa de átomos de carbono ligados entre si,
  • 29. Quais as possibilidades ? Lembrando que cadeia principal é a que tem a maior sequência de átomos carbonos. H3C—CH—CH—CH —CH2 — CH3 CH3 CH2 CH3 CH3 A cadeia mais longa terá 6 carbonos, porém, temos 3 cadeias 1ª possibilidade – 3 carbonos com 6 carbonos. Qual será a principal ? 2ª possibilidade – 5 carbonos 3ª possibilidade – 5 carbonos Aquela que deixar para fora da 4ª possibilidade – 6 carbonos cadeia principal o maior número de grupos orgânicos. 5ª possibilidade – 6 carbonos Vamos analisar essas 3 com 6 6ª possibilidade – 4 carbonos carbonos ? 7ª possibilidade – 6 carbonos
  • 30.
  • 31. Quando a cadeia carbônica é mista • Cadeia carbônica mista é aquela que possui uma parte acíclica( aberta) e ou cíclica(fechada) ou aromática. • Nesse caso, consideramos preferencialmente como como principal a parte cíclica.
  • 32. Nomenclatura das ramificações • Como a cadeia principal é a que possui o grupo funcional, excetuando-se os casos de compostos mistos, as ramificações geralmente são formadas de carbono e hidrogênio.
  • 33. Tipos de ligações • Se a ramificação for saturada, tiver somente ligações σ (sigma) entre carbono o nome será: Prefixo que indica o número de carbono mais sufixo il ou ila
  • 34.
  • 35.
  • 36.
  • 37. Localizações das ramificações • A localização deve ser informada pela numeração dos carbonos da cadeia principal. • A numeração deve seguir a ordem de importância. GRUPO FUNCIONAL>INSATURAÇÃO>RAMIFICAÇÃO 4-etil-5-metilhex-2-en- 2-ol