SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
“Melhor Gestão, Melhor Ensino”- Secretaria de
Estado da Educação de São Paulo – SEESP e da
Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos
Professores do Estado de São Paulo "Paulo Renato
Costa Souza" – EFAP.
PRODUÇÃO DE UMA SITUAÇÃO DE
APRENDIZAGEM COM BASE NO
DESENVOLVIMENTO DAS CAPACIDADES
DE LEITURA.
SITUAÇÃO DE
APRENDIZAGEM
GÊNERO: CRÔNICA
NARRATIVA
TEXTO: “AVESTRUZ”
AUTOR: MÁRIO PRATA
ESTA SITUAÇÃO DE
APRENDIZAGEM FOI
CONSTRUÍDA DURANTE OS
ENCONTROS PRESENCIAIS
DO CURSO MGME –
MELHOR GESTÃO, MELHOR
ENSINO , NA DIRETORIA DE
ENSINO DE MIRANTE DO
PARANAPANEMA.
CONTEÚDO GERAL:
CRÔNICA NARRATIVA
• Público alvo: 5ª série / 6º ano
• Tempo previsto: 4 aulas
• Conteúdo e temas: Capacidades de
Leitura
• Competências e habilidades: Levantar
hipóteses sobre o texto; localizar e
comparar informações; produzir
inferências; recuperar o contexto de
produção do texto; perceber relações
de intertextualidade; elaborar
apreciações sobre o texto.
• Estratégias: leitura e compreensão do
texto Avestruz; comparação de
informações de outro texto e de vídeo.
• Recursos: textos (crônica e letra de
música);vídeo.
• Avaliação: discussão dirigida; produção
de ficha técnica; análise e comparação
de informações.
Nesta Situação de
Aprendizagem serão
apresentados aos alunos o
gênero textual “crônica” e suas
principais características; além
disso, serão retomados os
elementos da narrativa, no
entanto, o foco estará na
percepção do foco narrativo e
na compreensão/interpretação
do texto pelos alunos. Espera-se
que, ao final das atividades
propostas, o aluno seja capaz
de reconhecer o gênero em
estudo, a narrativa com foco na
1ª. pessoa e que tenha
compreendido o texto como um
todo significativo.
ANTES DA LEITURA
1. Ativação dos conhecimentos
prévios
PERGUNTAR PARA OS ALUNOS:
a) Você conhece um avestruz?
b) Alguém já viu?
c) Como você imagina que seja?
d) Sabe como é?
e) Descreva como é.
2. Antecipação ou predição de conteúdos ou
propriedades do texto ( Levantamento de hipóteses)
1. Após a apresentação do título para os
alunos, solicitar:
a) Que anotem as suas conclusões para checá-
las depois;
b) Por meio de perguntas, explore um pouco
esse título: Esse texto desperta sua atenção? Sim
ou não? O que ele sugere? Pelo título, dá para
imaginar o assunto da crônica? Você pode
imaginar o cenário?
2. Informações sobre o autor do texto.
a) Você conhece Mário Prata?
b) Já leu algum outro texto dele?
3. Checagem de hipóteses.
Durante a leitura da crônica o
professor deve ir retomando
as hipóteses( antecipações )
levantadas para verificar se
elas foram ou não
confirmadas.
DURANTE A LEITURA
4. Localização de informações
O professor pode solicitar que, durante a
leitura, os alunos utilizem “procedimentos tais
como sublinhar, copiar, iluminar informações
relevantes para buscar passagens essenciais e
abandonar informações periféricas”.
Desse modo, é possível que os alunos localizem:
a) Vocabulário referente a Avestruz;
b) Descrição e hábitos da ave.
c)Palavras chaves.
5. Comparação de informações
Durante a leitura do texto, algumas
perguntas ou discussões coletivas podem
estimular o aluno a comparar/contrastar
informações presentes no próprio texto.
1. Ter um avestruz como um animal de
estimação: sim ou não?
2. Que animais são indicados para se ter
como estimação?
3. Quais animais podem viver dentro de
apartamento?
6.Produção de inferências locais.
Levar o aluno a deduzir o sentido
das palavras ou
siglas desconhecidas:
 Struthio Camelus Australis,
TPM, abominável, atrofiadas,
Floripa, Higienópolis, etc
7.Produção de inferências
globais
Você sabe por que os animais tem nomes
científicos?- Na sua opinião, por que o
garoto desistiu de ter o avestruz e se
interessou em gaivotas e urubus?
Inferências são operações cognitivas que o
leitor realiza para construir proposições
novas a partir de informações que ele
encontrou no texto. Instigue os alunos a
produzir inferências, ou seja, deixe que eles
completem o texto com informações que
não estão explícitas nele. Isto é fundamental
para que compreendam o texto.
DEPOIS DA LEITURA
• 1. O que o autor pretendeu
com esse texto? Ter um
avestruz como bicho de
estimação: sim ou não?
• 2. Qual é a posição que o
autor defende? E quais são
os elementos que provam a
sua posição?
• 3. sintetize as principais
ideias do texto.
8. Generalização:
9.Apreciação e réplica do leitor em relação ao
texto
1.Você acha normal o pedido do garoto?-
2.E os pais atenderem ao pedido do garoto, você concorda?
3. O humor presente no texto é evidenciado:
a) Pelo tamanho da ave e da impossibilidade da mesma ser
criada em um apartamento.
b) Pelo desejo do garoto em possuir um animal de estimação.
c) Pelo passeio em “Floripa” onde ele conhece os avestruzes.
d) Pelo fato de Deus ter criado uma ave que possui um pescoço
desproporcional ao seu corpo.
9.Recuperação do contexto de
produção:
• a) Autor;
• b) Lugar social que ocupa;
• c) Esfera social em que o texto circula;
• d) Veículo em que é divulgado;
• e) Momento histórico em que foi produzido;
• f) Intenções comunicativas do autor;
• g) Leitores presumidos.
• H- O texto “O avestruz “ é uma crônica narrativa, pois apresenta as seguintes
características:
• A)É um texto curto que aborda um tema do cotidiano, leve e descontraído.
• B)É um texto curto, divertido que ensina procedimentos de como criar um
avestruz em apartamento.
• C)É um texto curto que apresenta vários conflitos e personagens.
• D)É um texto curto que argumenta com o leitor sobre a importância de se criar um
animal de estimação.
10. Percepção de relações de
intertextualidade
• 1.Estabelece relações com o que está lendo e o que já leu,
ouviu, conversou, assistiu, através de roda de conversa.
• 2. A relação de intertextualidade com o texto bíblico
“Gênesis” no referente à criação do mundo, percebe-se no
trecho:
• A)“Moro em um apartamento em Higienópolis em São Paulo”.
• B)“Culpado, fui até o local saber se eles vendiam filhotes de
avestruzes”
• C)“Na hora de criar a avestruz, Deus devia estar muito
cansado e cometeu alguns erros...”
• D)“Pois um animal daquele tamanho deveria botar ovos
proporcionais ao seu corpo”.
11.Percepção das relações de
interdiscursividade
• Levar em conta os discursos com os
quais o texto dialoga: discurso da
criança, dos pais, dos síndicos
(regulamento dos moradores de
apartamentos).
Referências Bibliográficas
• Caderno do professor. Língua Portuguesa: ensino
fundamental. 5ª. série. 2º. Bimestre/Eliane
Aparecida Aguiar – São Paulo: SEE, 2008.
• DOLZ, Joaquim; SCHNEUWLY, Bernard. Gêneros e
progressão em expressão oral e escrita – elementos
para reflexão sobre uma experiência suíça
(francófona). In: Gêneros orais e escritos na escola.
Campinas: Mercado das Letras, 2010.
• ROJO, Roxane. Letramento e capacidades de leitura
para a cidadania. São Paulo: SEE: CENP, 2004.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (16)

Oficina 02 e 03 silvana
Oficina 02 e 03   silvanaOficina 02 e 03   silvana
Oficina 02 e 03 silvana
 
Grupo 1 ativ3
Grupo 1 ativ3Grupo 1 ativ3
Grupo 1 ativ3
 
Situação de aprendizagem desenvolvida a partir da crônica avestruz
Situação de aprendizagem desenvolvida a partir da crônica avestruzSituação de aprendizagem desenvolvida a partir da crônica avestruz
Situação de aprendizagem desenvolvida a partir da crônica avestruz
 
Oficina 02 e 03 silvana (2)
Oficina 02 e 03   silvana (2)Oficina 02 e 03   silvana (2)
Oficina 02 e 03 silvana (2)
 
Crônica avestruz
Crônica avestruzCrônica avestruz
Crônica avestruz
 
Avestruz
AvestruzAvestruz
Avestruz
 
Sequência didática da crônica "Avestruz" - Mário Prata
Sequência didática da crônica "Avestruz" - Mário PrataSequência didática da crônica "Avestruz" - Mário Prata
Sequência didática da crônica "Avestruz" - Mário Prata
 
Sequência didática 2: O avestruz - Mário Prata
Sequência didática 2: O avestruz - Mário PrataSequência didática 2: O avestruz - Mário Prata
Sequência didática 2: O avestruz - Mário Prata
 
Perfil
Perfil Perfil
Perfil
 
Estratégias de leitura - Avestruz - MGME
Estratégias de leitura - Avestruz - MGMEEstratégias de leitura - Avestruz - MGME
Estratégias de leitura - Avestruz - MGME
 
Grupo 1 -_carlos_drummond
Grupo 1 -_carlos_drummondGrupo 1 -_carlos_drummond
Grupo 1 -_carlos_drummond
 
Avestruz
AvestruzAvestruz
Avestruz
 
Avestruz2
Avestruz2Avestruz2
Avestruz2
 
Avestruz ppt melhor gestão
Avestruz ppt   melhor gestãoAvestruz ppt   melhor gestão
Avestruz ppt melhor gestão
 
Situação de aprendizagem 3
Situação de aprendizagem 3Situação de aprendizagem 3
Situação de aprendizagem 3
 
Situaã§ã£o de aprendizagem
Situaã§ã£o de aprendizagemSituaã§ã£o de aprendizagem
Situaã§ã£o de aprendizagem
 

Destaque (13)

Umamorlouco
UmamorloucoUmamorlouco
Umamorlouco
 
Situação de aprentizagem primeiro beijo- Grupo Maria Aparecida
Situação de aprentizagem primeiro  beijo-  Grupo Maria AparecidaSituação de aprentizagem primeiro  beijo-  Grupo Maria Aparecida
Situação de aprentizagem primeiro beijo- Grupo Maria Aparecida
 
Texto meu primeiro beijo
Texto meu primeiro beijoTexto meu primeiro beijo
Texto meu primeiro beijo
 
Meu primeiro beijo curso mgme
Meu primeiro beijo  curso mgmeMeu primeiro beijo  curso mgme
Meu primeiro beijo curso mgme
 
Drama De Um Apaixonado
Drama De Um ApaixonadoDrama De Um Apaixonado
Drama De Um Apaixonado
 
Sequência didática Meu primeiro beijo
Sequência didática Meu primeiro beijoSequência didática Meu primeiro beijo
Sequência didática Meu primeiro beijo
 
O meu primeiro beijo 2 (1)
O meu primeiro beijo   2 (1)O meu primeiro beijo   2 (1)
O meu primeiro beijo 2 (1)
 
Class room
Class roomClass room
Class room
 
12 sa5a - meu primeiro beijo
12   sa5a - meu primeiro beijo 12   sa5a - meu primeiro beijo
12 sa5a - meu primeiro beijo
 
Sequência didática de leitura e escrita com o texto "Meu primeiro beijo" de A...
Sequência didática de leitura e escrita com o texto "Meu primeiro beijo" de A...Sequência didática de leitura e escrita com o texto "Meu primeiro beijo" de A...
Sequência didática de leitura e escrita com o texto "Meu primeiro beijo" de A...
 
8┬║
8┬║8┬║
8┬║
 
8┬║Leitura e Interpretação 8ºano
8┬║Leitura e Interpretação 8ºano8┬║Leitura e Interpretação 8ºano
8┬║Leitura e Interpretação 8ºano
 
Texto meu primeiro beijo
Texto meu primeiro beijoTexto meu primeiro beijo
Texto meu primeiro beijo
 

Semelhante a Edilça

Situação de aprendizagem
Situação de aprendizagemSituação de aprendizagem
Situação de aprendizagem
Tania Furlanis
 
Narrativa+em+capitulos
Narrativa+em+capitulosNarrativa+em+capitulos
Narrativa+em+capitulos
Susana Felix
 
Saresp 2010 atual[1]
Saresp 2010 atual[1]Saresp 2010 atual[1]
Saresp 2010 atual[1]
telasnorte1
 
Situação de aprendizagem
Situação de aprendizagemSituação de aprendizagem
Situação de aprendizagem
Marisa Penga
 
Apreciação e réplica de crônica narrativa situação
Apreciação e réplica de crônica narrativa  situaçãoApreciação e réplica de crônica narrativa  situação
Apreciação e réplica de crônica narrativa situação
Dalvaserafim
 
Situação de aprendizagem construída a partir da crônica latife marangoni
Situação de aprendizagem construída a  partir da crônica   latife marangoniSituação de aprendizagem construída a  partir da crônica   latife marangoni
Situação de aprendizagem construída a partir da crônica latife marangoni
latifem
 
Sequência didática: O Leão e o Ratinho
Sequência didática: O Leão e o RatinhoSequência didática: O Leão e o Ratinho
Sequência didática: O Leão e o Ratinho
Shirley Lauria
 

Semelhante a Edilça (20)

Lectoescrita
LectoescritaLectoescrita
Lectoescrita
 
Letramento
LetramentoLetramento
Letramento
 
Situação de aprendizagem
Situação de aprendizagemSituação de aprendizagem
Situação de aprendizagem
 
Avestruz
AvestruzAvestruz
Avestruz
 
Situação de aprendizagem texto avestruz
Situação de aprendizagem texto   avestruzSituação de aprendizagem texto   avestruz
Situação de aprendizagem texto avestruz
 
Narrativa+em+capitulos
Narrativa+em+capitulosNarrativa+em+capitulos
Narrativa+em+capitulos
 
Situaodeaprendizagemtexto avestruz-
Situaodeaprendizagemtexto avestruz-Situaodeaprendizagemtexto avestruz-
Situaodeaprendizagemtexto avestruz-
 
Texto avestruz priscila
Texto avestruz priscilaTexto avestruz priscila
Texto avestruz priscila
 
Pausa ppp
Pausa pppPausa ppp
Pausa ppp
 
Postagem1
Postagem1Postagem1
Postagem1
 
Apresentação1 (3)
Apresentação1 (3)Apresentação1 (3)
Apresentação1 (3)
 
Postagem1
Postagem1Postagem1
Postagem1
 
Saresp 2010 atual[1]
Saresp 2010 atual[1]Saresp 2010 atual[1]
Saresp 2010 atual[1]
 
Situação de aprendizagem
Situação de aprendizagemSituação de aprendizagem
Situação de aprendizagem
 
Projeto Aquarela ApresentaçãO 2007
Projeto Aquarela  ApresentaçãO 2007Projeto Aquarela  ApresentaçãO 2007
Projeto Aquarela ApresentaçãO 2007
 
Apreciação e réplica de crônica narrativa situação
Apreciação e réplica de crônica narrativa  situaçãoApreciação e réplica de crônica narrativa  situação
Apreciação e réplica de crônica narrativa situação
 
Situação de aprendizagem construída a partir da crônica latife marangoni
Situação de aprendizagem construída a  partir da crônica   latife marangoniSituação de aprendizagem construída a  partir da crônica   latife marangoni
Situação de aprendizagem construída a partir da crônica latife marangoni
 
Sequência didática: O Leão e o Ratinho
Sequência didática: O Leão e o RatinhoSequência didática: O Leão e o Ratinho
Sequência didática: O Leão e o Ratinho
 
Sequencia didática o leao e o ratinho 130929155459-phpapp01
Sequencia didática o leao e o ratinho 130929155459-phpapp01Sequencia didática o leao e o ratinho 130929155459-phpapp01
Sequencia didática o leao e o ratinho 130929155459-phpapp01
 
Medoliques
MedoliquesMedoliques
Medoliques
 

Edilça

  • 1. “Melhor Gestão, Melhor Ensino”- Secretaria de Estado da Educação de São Paulo – SEESP e da Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos Professores do Estado de São Paulo "Paulo Renato Costa Souza" – EFAP. PRODUÇÃO DE UMA SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM COM BASE NO DESENVOLVIMENTO DAS CAPACIDADES DE LEITURA.
  • 2. SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM GÊNERO: CRÔNICA NARRATIVA TEXTO: “AVESTRUZ” AUTOR: MÁRIO PRATA ESTA SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM FOI CONSTRUÍDA DURANTE OS ENCONTROS PRESENCIAIS DO CURSO MGME – MELHOR GESTÃO, MELHOR ENSINO , NA DIRETORIA DE ENSINO DE MIRANTE DO PARANAPANEMA.
  • 3. CONTEÚDO GERAL: CRÔNICA NARRATIVA • Público alvo: 5ª série / 6º ano • Tempo previsto: 4 aulas • Conteúdo e temas: Capacidades de Leitura • Competências e habilidades: Levantar hipóteses sobre o texto; localizar e comparar informações; produzir inferências; recuperar o contexto de produção do texto; perceber relações de intertextualidade; elaborar apreciações sobre o texto. • Estratégias: leitura e compreensão do texto Avestruz; comparação de informações de outro texto e de vídeo. • Recursos: textos (crônica e letra de música);vídeo. • Avaliação: discussão dirigida; produção de ficha técnica; análise e comparação de informações. Nesta Situação de Aprendizagem serão apresentados aos alunos o gênero textual “crônica” e suas principais características; além disso, serão retomados os elementos da narrativa, no entanto, o foco estará na percepção do foco narrativo e na compreensão/interpretação do texto pelos alunos. Espera-se que, ao final das atividades propostas, o aluno seja capaz de reconhecer o gênero em estudo, a narrativa com foco na 1ª. pessoa e que tenha compreendido o texto como um todo significativo.
  • 4. ANTES DA LEITURA 1. Ativação dos conhecimentos prévios PERGUNTAR PARA OS ALUNOS: a) Você conhece um avestruz? b) Alguém já viu? c) Como você imagina que seja? d) Sabe como é? e) Descreva como é.
  • 5. 2. Antecipação ou predição de conteúdos ou propriedades do texto ( Levantamento de hipóteses) 1. Após a apresentação do título para os alunos, solicitar: a) Que anotem as suas conclusões para checá- las depois; b) Por meio de perguntas, explore um pouco esse título: Esse texto desperta sua atenção? Sim ou não? O que ele sugere? Pelo título, dá para imaginar o assunto da crônica? Você pode imaginar o cenário? 2. Informações sobre o autor do texto. a) Você conhece Mário Prata? b) Já leu algum outro texto dele?
  • 6. 3. Checagem de hipóteses. Durante a leitura da crônica o professor deve ir retomando as hipóteses( antecipações ) levantadas para verificar se elas foram ou não confirmadas. DURANTE A LEITURA
  • 7. 4. Localização de informações O professor pode solicitar que, durante a leitura, os alunos utilizem “procedimentos tais como sublinhar, copiar, iluminar informações relevantes para buscar passagens essenciais e abandonar informações periféricas”. Desse modo, é possível que os alunos localizem: a) Vocabulário referente a Avestruz; b) Descrição e hábitos da ave. c)Palavras chaves.
  • 8. 5. Comparação de informações Durante a leitura do texto, algumas perguntas ou discussões coletivas podem estimular o aluno a comparar/contrastar informações presentes no próprio texto. 1. Ter um avestruz como um animal de estimação: sim ou não? 2. Que animais são indicados para se ter como estimação? 3. Quais animais podem viver dentro de apartamento?
  • 9. 6.Produção de inferências locais. Levar o aluno a deduzir o sentido das palavras ou siglas desconhecidas:  Struthio Camelus Australis, TPM, abominável, atrofiadas, Floripa, Higienópolis, etc
  • 10. 7.Produção de inferências globais Você sabe por que os animais tem nomes científicos?- Na sua opinião, por que o garoto desistiu de ter o avestruz e se interessou em gaivotas e urubus? Inferências são operações cognitivas que o leitor realiza para construir proposições novas a partir de informações que ele encontrou no texto. Instigue os alunos a produzir inferências, ou seja, deixe que eles completem o texto com informações que não estão explícitas nele. Isto é fundamental para que compreendam o texto.
  • 11. DEPOIS DA LEITURA • 1. O que o autor pretendeu com esse texto? Ter um avestruz como bicho de estimação: sim ou não? • 2. Qual é a posição que o autor defende? E quais são os elementos que provam a sua posição? • 3. sintetize as principais ideias do texto. 8. Generalização:
  • 12. 9.Apreciação e réplica do leitor em relação ao texto 1.Você acha normal o pedido do garoto?- 2.E os pais atenderem ao pedido do garoto, você concorda? 3. O humor presente no texto é evidenciado: a) Pelo tamanho da ave e da impossibilidade da mesma ser criada em um apartamento. b) Pelo desejo do garoto em possuir um animal de estimação. c) Pelo passeio em “Floripa” onde ele conhece os avestruzes. d) Pelo fato de Deus ter criado uma ave que possui um pescoço desproporcional ao seu corpo.
  • 13. 9.Recuperação do contexto de produção: • a) Autor; • b) Lugar social que ocupa; • c) Esfera social em que o texto circula; • d) Veículo em que é divulgado; • e) Momento histórico em que foi produzido; • f) Intenções comunicativas do autor; • g) Leitores presumidos. • H- O texto “O avestruz “ é uma crônica narrativa, pois apresenta as seguintes características: • A)É um texto curto que aborda um tema do cotidiano, leve e descontraído. • B)É um texto curto, divertido que ensina procedimentos de como criar um avestruz em apartamento. • C)É um texto curto que apresenta vários conflitos e personagens. • D)É um texto curto que argumenta com o leitor sobre a importância de se criar um animal de estimação.
  • 14. 10. Percepção de relações de intertextualidade • 1.Estabelece relações com o que está lendo e o que já leu, ouviu, conversou, assistiu, através de roda de conversa. • 2. A relação de intertextualidade com o texto bíblico “Gênesis” no referente à criação do mundo, percebe-se no trecho: • A)“Moro em um apartamento em Higienópolis em São Paulo”. • B)“Culpado, fui até o local saber se eles vendiam filhotes de avestruzes” • C)“Na hora de criar a avestruz, Deus devia estar muito cansado e cometeu alguns erros...” • D)“Pois um animal daquele tamanho deveria botar ovos proporcionais ao seu corpo”.
  • 15. 11.Percepção das relações de interdiscursividade • Levar em conta os discursos com os quais o texto dialoga: discurso da criança, dos pais, dos síndicos (regulamento dos moradores de apartamentos).
  • 16. Referências Bibliográficas • Caderno do professor. Língua Portuguesa: ensino fundamental. 5ª. série. 2º. Bimestre/Eliane Aparecida Aguiar – São Paulo: SEE, 2008. • DOLZ, Joaquim; SCHNEUWLY, Bernard. Gêneros e progressão em expressão oral e escrita – elementos para reflexão sobre uma experiência suíça (francófona). In: Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado das Letras, 2010. • ROJO, Roxane. Letramento e capacidades de leitura para a cidadania. São Paulo: SEE: CENP, 2004.