SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
• Texto
• “...Os lábios que dizem a verdade permanece para
sempre, mas a língua mentirosa dura apenas um
instante...” (Provérbios 12:19)
NOTA
• A língua (do latim lingua) é um órgão muscular
relacionado ao sentido do paladar, à deglutição dos
alimentos e à formação dos fonemas da fala.
• Fica localizado na parte ventral da boca da maior parte
dos animais vertebrados.
• A língua é formada essencialmente de músculo
esquelético e, nos mamíferos, encontra-se ligada à
cartilagem hioide, à mandíbula e aos processos
estiloides do osso temporal.
• Os músculos com que a língua está ligada ao crânio
são denominados "músculos extrínsecos“.
• Os folículos são conhecidos como "tonsilas
linguais". Tudo relacionado à língua é, geralmente,
chamado de "lingual" (que vem da palavra latina) ou
"glossal" (que vem da palavra grega para "língua").
• A língua pode ser usada para verbalizar a palavra de
Deus ou como um veículo para expressar a obra do
inimigo.
• Creio que nenhum filho de Deus quer ser usado como
porta voz do inimigo de nossas almas, mas muitos o
são.
• Provérbios 18:21
• “...A morte e a vida estão no poder da língua; e
aquele que a ama comerá do seu fruto...”
PARA PENSAR
“...Coloque a mente em ordem antes de colocar a boca
em movimento...”
• Colossenses 4.5-6
• 5 “...Andai em sabedoria para com os que estão de
fora, usando bem cada oportunidade...”
• 6 “...A vossa palavra seja sempre com graça,
temperada com sal, para saberdes como deveis
responder a cada um...”
• 2 Timóteo 2.16
• “...Mas evita as conversas vãs e profanas; porque os
que delas usam passarão a impiedade ainda
maior...”
Para Pensar
• “Mentes grandes discutem ideias; mentes medianas
discutem eventos; mente pequenas discutem
pessoas”. (Blaise Pascal)
• foi um físico, matemático, filósofo moralista e teólogo
francês
• Mateus 7.2
• “..Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão
julgados; e a medida que usarem, também será
usada para medir vocês...”
INTRODUÇÃO
• A fofoca é uma forma de vingança. (Quando uma
pessoa que quer ser o centro das atenções, sente-se
ameaçado por outra pessoa, sua principal intenção,
é, afastar oponente de todos, através de calúnias e
mentiras).
• Através da língua pode-se fazer o que quiser com outra
pessoa.
• Certamente o fofoqueiro atrai para si intrigas e sai
semeando contendas.
• Depois se faz de vítima lamentando que ‘..falaram de
mim..’ (invertendo os fatos e manipulando as
pessoas).
Podemos receitar duas doses para curar isso:
• 1º- Ignore o fofoqueiro e suas conversas, pois o que
deseja é confusão.
• 2º- Encare a situação e tire a limpo se for algo que
compromete sua moral.
• Quanto mais assunto você der, mais o fofoqueiro
alcança seu objetivo, por isso é bom primeiro
ignorar. Se o problema persiste, então é a hora de
perguntar o que acontece e de onde tira as conversas.
Alguns fofoqueiros desanimarão na primeira tentativa,
outros não suportarão a segunda. Ambos são fracos e
covardes.
• A bíblia condena a fofoca orientando.
• “...não andarás como mexeriqueiro entre o teu povo;
não atentarás contra a vida do teu próximo...”
(Levítico 19.16)
• E alerta que:
• “...o mexeriqueiro revela o segredo; portanto, não te
metas com quem muito abre os lábios...”
(Provérbios 20.19).
• Tiago 3.1-12:
• 1º) Tropeço: v.2
• “...Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se
alguém não tropeça no falar, é perfeito varão, capaz
de refrear também todo o corpo...”
• A primeira medida da língua é um tropeço ou obstáculo
pequeno que pode fazer a pessoa tombar ao chão.
• Interessante que ninguém tropeça num grande bloco
de granito, mas uma brita pode fazer cair por terra.
• A língua é um tropeço quando falamos algo que poderia
ficar sem dizer.
• Antes de falar a pessoa sabe que pode guardar sua
língua.
• Contudo, depois que solta a fala, não tem como
retornar de volta.
• Semelhante a quem joga sabão sobre o chão
molhado é preciso tomar cuidado com quem fala
demais porque é escorregadio e perigoso.
• 2º) Freio: v.3
• “...Ora, se pomos freio na boca dos cavalos, para
nos obedecerem, também lhes dirigimos o corpo
inteiro...”
• A segunda medida da língua é o freio ou o momento em
que a pessoa tem que começar a se esforçar para soltar
mais a língua, como se esticasse o órgão para
conseguir falar.
• É neste ponto que o ‘sinal vermelho’ acende e a
consciência tem a última oportunidade de parar o erro
que começou. Se não frear agora, pode se tornar
como um carro desgovernado morro abaixo.
• 3º) Leme: v.4
• “...Observai, igualmente, os navios que, sendo tão
grandes e batidos de rijos ventos, por um
pequeníssimo leme são dirigidos para onde queira o
impulso do timoneiro...”
• A terceira medida é comparada ao pequeno leme de um
grande navio. A função do leme é guiar a direção
correta.
• Isso mostra que o que falamos direciona nossas
vidas.
• Quem fala muito de futebol, quem conversa muito com
política, televisão e tantos outros assuntos, acaba se
envolvendo demasiadamente com o que fala, pois
• “...a boca fala do que está cheio o coração...”
(Mateus 12.34).
• O fofoqueiro, entretanto não tem direção em sua vida.
• Vive querendo conduzir a vida alheia. (só vive lá, na
sua casa querendo saber das NOVAS)
• Com isso acaba seguindo os passos errados das
pessoas que persegue. Levando você também a
percorrer por caminhos errados.
• 4º) - Fogo: v.5,6
• “...Assim, também a língua, pequeno órgão, se gaba
de grandes coisas. Vede como uma fagulha põe em
brasas tão grande selva! Ora, a língua é fogo; é
mundo de iniquidade;...”
• “...a língua está situada entre os membros de nosso
corpo, e contamina o corpo inteiro, e não só põe em
chamas toda a carreira da existência humana, como
também é posta ela mesma em chamas pelo
inferno...”
• A quarta medida é comparada a uma fagulha de fogo
que pode provocar grande destruição.
• Uma palavra é algo tão pequeno como uma fagulha,
mas pode ter consequências incontroláveis.
• As palavras são como uma caixa de fósforo que
guarda o fogo e depois de acesos os palitos não se
pode mais conter seus efeitos.
• “Quando você sente aquela vontade de falar o que
vêm na ‘ponta da língua’ este fogo está se
acendendo e quando você solta a palavra, o fogo
consome quem estiver perto.”
• 5º) Indomável: v.7,8
• “...Pois toda espécie de feras, de aves, de répteis e
de seres marinhos se doma e tem sido domada pelo
gênero humano; a língua, porém, nenhum dos
homens é capaz de domar; é mal incontido,
carregado de veneno mortífero...”
• A quinta medida da língua é ‘indomável’.
• Pense bem, se já passou pelas medidas do tropeço e
caiu; do freio e não se controlou; do leme e não se guiou
e do fogo e não se conteve, quando chega aqui a língua
já não tem controle mais.
• O texto declara que todos os animais são domáveis,
contudo a língua não tem sido domada pelo ser
humano.
• A arte de domar animais exige paciência e muito
treinamento.
• Do mesmo modo, para domar a língua é preciso se
treinar, colocar limites e se esforçar muito.
• Uma estratégia, esquecer o que deseja falar e mudar de
assunto assim que possível com uma “palavra seja
sempre agradável, temperada com sal, para
saberdes como deveis responder a cada um”
(Colossenses 4.6).
• 6º) Fonte: v.10,11
• “...De uma só boca procede bênção e maldição.
Meus irmãos, não é conveniente que estas coisas
sejam assim. Acaso, pode a fonte jorrar do mesmo
lugar o que é doce e o que é amargoso?...”
• A sexta medida se compara a uma fonte.
• A fonte é onde brota água.
• Esta se mistura facilmente e absorve sabor.
• Desta maneira, não há meio termo.
• Ou é boa ou ruim, pois “um pouco de fermento
leveda toda a massa” (Gálatas 5.9).
• O profeta Eliseu certa vez curou uma fonte de água
amarga jogando um pouco de sal (II Reis 2.21).
• Muitas vezes nossas palavras estão faltando este ‘sal da
terra’ que cura para temperar nossas palavras.
• A água depois que sai da fonte não retorna nunca
mais.
• Assim também é a palavra que sai da boca e nunca
mais tornará de volta.
• Então é preciso muito cuidado antes de falar, pois
depois de dito e ouvido, os efeitos surgirão
naturalmente.
• 7º) Fruto: v.12
• “...Acaso, meus irmãos, pode a figueira produzir
azeitonas ou a videira, figos? Tampouco fonte de
água salgada pode dar água doce...”
• A sétima medida da língua mostra que nossas palavras
dão fruto.
• Cada semente dá um tipo de fruto e no seu tempo.
• Então devemos ter muito cuidado com as palavras que
estamos plantando porque certamente colheremos de
acordo com elas.
• E “não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois
aquilo que o homem semear, isso também ceifará”
(Gálatas 6.7). Quem semeia confusão colhe
contenda. Quem semeia bênção colhe edificação.
O CARÁTER DO FOFOQUEIRO (a)
• O fofoqueiro vive semeando contendas,
• espalhando conversas que cruzam e
• aumentam passando de um por um até a confusão
estar formada.
• Depois o fofoqueiro se faz de vítima e diz que não
entendeu ou desmente tudo.
CONCLUSÃO:
• Tiago 4.11,12
• Para a língua há uma solução.
• Guardá-la na boca.
• Cada um cuide de sua vida.
• Deus deu a cada um dois ouvidos e uma só boca para
que “...seja pronto para ouvir, tardio para falar...”
(Tiago 1.19).
• “...SENHOR, livra-me dos lábios mentirosos, da
língua enganadora” (Salmos 12.2) e “põe guarda,
SENHOR, à minha boca; vigia a porta dos meus
lábios...” (Salmos 141.3).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Solução de conflitos à luz da bíblia
Solução de conflitos à luz da bíbliaSolução de conflitos à luz da bíblia
Solução de conflitos à luz da bíbliaDaniel de Carvalho Luz
 
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do EspiritoAs Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do EspiritoMárcio Martins
 
As obras da carne e do Espírito
As obras da carne e do EspíritoAs obras da carne e do Espírito
As obras da carne e do EspíritoJoselito Machado
 
Lição 12 - As bênçãos de Deus para a Família
Lição 12 - As bênçãos de Deus para a FamíliaLição 12 - As bênçãos de Deus para a Família
Lição 12 - As bênçãos de Deus para a FamíliaÉder Tomé
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoÉder Tomé
 
Ministração encontro com deus midia-rasb
Ministração encontro com deus  midia-rasbMinistração encontro com deus  midia-rasb
Ministração encontro com deus midia-rasbR.A. DA SILVA BECKMA-ME
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoÉder Tomé
 
Lição 04: Ídolos na Família.pptx
Lição 04: Ídolos na Família.pptxLição 04: Ídolos na Família.pptx
Lição 04: Ídolos na Família.pptxCelso Napoleon
 
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionais
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionaisVencendo as obras da carne - Pecados emocionais
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionaisMichel Plattiny
 
Lição 10 - A renovação Cotidiana do Homem Interior.pptx
Lição 10 - A renovação Cotidiana do Homem Interior.pptxLição 10 - A renovação Cotidiana do Homem Interior.pptx
Lição 10 - A renovação Cotidiana do Homem Interior.pptxCelso Napoleon
 
A Natureza terrena e velho homem.
A Natureza terrena e velho homem.A Natureza terrena e velho homem.
A Natureza terrena e velho homem.Dókimos Aprovado
 
Resumo sermão do monte
Resumo sermão do monteResumo sermão do monte
Resumo sermão do montemarckmel
 
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Edilson Jose Barbosa Barbosa
 

Mais procurados (20)

Solução de conflitos à luz da bíblia
Solução de conflitos à luz da bíbliaSolução de conflitos à luz da bíblia
Solução de conflitos à luz da bíblia
 
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do EspiritoAs Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
 
Deus, nós e a nossa família
Deus, nós  e  a  nossa  famíliaDeus, nós  e  a  nossa  família
Deus, nós e a nossa família
 
As obras da carne e do Espírito
As obras da carne e do EspíritoAs obras da carne e do Espírito
As obras da carne e do Espírito
 
Lição 12 - As bênçãos de Deus para a Família
Lição 12 - As bênçãos de Deus para a FamíliaLição 12 - As bênçãos de Deus para a Família
Lição 12 - As bênçãos de Deus para a Família
 
Batalha espiritual
Batalha espiritualBatalha espiritual
Batalha espiritual
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
 
O cuidado com a lingua
O cuidado com a linguaO cuidado com a lingua
O cuidado com a lingua
 
Ministração encontro com deus midia-rasb
Ministração encontro com deus  midia-rasbMinistração encontro com deus  midia-rasb
Ministração encontro com deus midia-rasb
 
A armadura de_deus_completa
A armadura de_deus_completaA armadura de_deus_completa
A armadura de_deus_completa
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
 
Chamados para Andar na Contra Mão
Chamados para Andar na Contra MãoChamados para Andar na Contra Mão
Chamados para Andar na Contra Mão
 
Lição 04: Ídolos na Família.pptx
Lição 04: Ídolos na Família.pptxLição 04: Ídolos na Família.pptx
Lição 04: Ídolos na Família.pptx
 
Vida de oração
Vida de oraçãoVida de oração
Vida de oração
 
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionais
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionaisVencendo as obras da carne - Pecados emocionais
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionais
 
Dons de elocução
Dons de elocuçãoDons de elocução
Dons de elocução
 
Lição 10 - A renovação Cotidiana do Homem Interior.pptx
Lição 10 - A renovação Cotidiana do Homem Interior.pptxLição 10 - A renovação Cotidiana do Homem Interior.pptx
Lição 10 - A renovação Cotidiana do Homem Interior.pptx
 
A Natureza terrena e velho homem.
A Natureza terrena e velho homem.A Natureza terrena e velho homem.
A Natureza terrena e velho homem.
 
Resumo sermão do monte
Resumo sermão do monteResumo sermão do monte
Resumo sermão do monte
 
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
 

Semelhante a Doutrina tiago 3 (parte 1)

Sete medidas da língua
Sete medidas da línguaSete medidas da língua
Sete medidas da línguaAna Sakal
 
Palavras abençoadoras
Palavras abençoadorasPalavras abençoadoras
Palavras abençoadorasAlmy Alves
 
A língua domando esta fera - Josué Gonçalves
A língua domando esta fera - Josué GonçalvesA língua domando esta fera - Josué Gonçalves
A língua domando esta fera - Josué Gonçalvesjesusnaveia
 
A língua domando esta fera josué gonçalves ebooksgospel.blogspot.com
A língua domando esta fera   josué gonçalves ebooksgospel.blogspot.comA língua domando esta fera   josué gonçalves ebooksgospel.blogspot.com
A língua domando esta fera josué gonçalves ebooksgospel.blogspot.comleniogravacoes
 
O Cuidado com aquilo que falamos.
O Cuidado com aquilo que falamos.O Cuidado com aquilo que falamos.
O Cuidado com aquilo que falamos.Antonio Fernandes
 
Orações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiaisOrações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiaisLilian Hodgson
 
Lição 5 o cuidado com aquilo que falamos
Lição 5   o cuidado com aquilo que falamosLição 5   o cuidado com aquilo que falamos
Lição 5 o cuidado com aquilo que falamosNatalino das Neves Neves
 
A COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).ppt
A COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).pptA COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).ppt
A COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).pptMarcosFurtado25
 
2014 3 TRI LIÇÃO 8 - O CUIDADO COM A LÍNGUA
2014 3 TRI LIÇÃO 8 - O CUIDADO COM A LÍNGUA2014 3 TRI LIÇÃO 8 - O CUIDADO COM A LÍNGUA
2014 3 TRI LIÇÃO 8 - O CUIDADO COM A LÍNGUANatalino das Neves Neves
 
O cuidado com aquilo que falamos
O cuidado com aquilo que falamosO cuidado com aquilo que falamos
O cuidado com aquilo que falamosMoisés Sampaio
 
Há poder nas nossas palavras
Há poder nas nossas palavrasHá poder nas nossas palavras
Há poder nas nossas palavrasAdão Brás AB
 

Semelhante a Doutrina tiago 3 (parte 1) (20)

Sete medidas da língua
Sete medidas da línguaSete medidas da língua
Sete medidas da língua
 
Palavras abençoadoras
Palavras abençoadorasPalavras abençoadoras
Palavras abençoadoras
 
A língua domando esta fera - Josué Gonçalves
A língua domando esta fera - Josué GonçalvesA língua domando esta fera - Josué Gonçalves
A língua domando esta fera - Josué Gonçalves
 
A língua domando esta fera josué gonçalves ebooksgospel.blogspot.com
A língua domando esta fera   josué gonçalves ebooksgospel.blogspot.comA língua domando esta fera   josué gonçalves ebooksgospel.blogspot.com
A língua domando esta fera josué gonçalves ebooksgospel.blogspot.com
 
Como o mundo profana a adoração – ii parte
Como o mundo profana a adoração – ii parteComo o mundo profana a adoração – ii parte
Como o mundo profana a adoração – ii parte
 
Fala Edificando
Fala EdificandoFala Edificando
Fala Edificando
 
O Poder da Palavra
O Poder da PalavraO Poder da Palavra
O Poder da Palavra
 
O Cuidado com aquilo que falamos.
O Cuidado com aquilo que falamos.O Cuidado com aquilo que falamos.
O Cuidado com aquilo que falamos.
 
O perfil de um murmurador
O perfil de um murmuradorO perfil de um murmurador
O perfil de um murmurador
 
Orações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiaisOrações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiais
 
As características de um murmurador
As características de um murmuradorAs características de um murmurador
As características de um murmurador
 
Lição 5 o cuidado com aquilo que falamos
Lição 5   o cuidado com aquilo que falamosLição 5   o cuidado com aquilo que falamos
Lição 5 o cuidado com aquilo que falamos
 
A COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).ppt
A COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).pptA COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).ppt
A COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).ppt
 
O caráter do servo do senhor
O caráter do servo do senhorO caráter do servo do senhor
O caráter do servo do senhor
 
2014 3 TRI LIÇÃO 8 - O CUIDADO COM A LÍNGUA
2014 3 TRI LIÇÃO 8 - O CUIDADO COM A LÍNGUA2014 3 TRI LIÇÃO 8 - O CUIDADO COM A LÍNGUA
2014 3 TRI LIÇÃO 8 - O CUIDADO COM A LÍNGUA
 
05
0505
05
 
O cuidado com aquilo que falamos
O cuidado com aquilo que falamosO cuidado com aquilo que falamos
O cuidado com aquilo que falamos
 
Há poder nas nossas palavras
Há poder nas nossas palavrasHá poder nas nossas palavras
Há poder nas nossas palavras
 
Dicas radio e tv
Dicas radio e tvDicas radio e tv
Dicas radio e tv
 
Tiago 3
Tiago 3Tiago 3
Tiago 3
 

Mais de Joel Silva

A bíblia e a homossexualidade
A bíblia e a homossexualidadeA bíblia e a homossexualidade
A bíblia e a homossexualidadeJoel Silva
 
Colossences 1 (parte 1)
Colossences 1 (parte 1)Colossences 1 (parte 1)
Colossences 1 (parte 1)Joel Silva
 
Colossences 1 (parte 2)
Colossences 1 (parte 2)Colossences 1 (parte 2)
Colossences 1 (parte 2)Joel Silva
 
Colossences 1 (parte 3)
Colossences 1 (parte 3)Colossences 1 (parte 3)
Colossences 1 (parte 3)Joel Silva
 
Colossences 1 (parte 4)
Colossences 1 (parte 4)Colossences 1 (parte 4)
Colossences 1 (parte 4)Joel Silva
 
Colossences 1 (parte 05) e cap. 02 (parte 01)
Colossences 1 (parte 05) e cap. 02 (parte 01)Colossences 1 (parte 05) e cap. 02 (parte 01)
Colossences 1 (parte 05) e cap. 02 (parte 01)Joel Silva
 
Colossences 2 (parte 2)
Colossences 2 (parte 2)Colossences 2 (parte 2)
Colossences 2 (parte 2)Joel Silva
 
Colossences 2 (parte 3)
Colossences 2 (parte 3)Colossences 2 (parte 3)
Colossences 2 (parte 3)Joel Silva
 
Colossences 3 (parte 1)
Colossences 3 (parte 1)Colossences 3 (parte 1)
Colossences 3 (parte 1)Joel Silva
 
Colossences 3 (parte 2)
Colossences 3 (parte 2)Colossences 3 (parte 2)
Colossences 3 (parte 2)Joel Silva
 
Colossences 3 (parte 3)
Colossences 3 (parte 3)Colossences 3 (parte 3)
Colossences 3 (parte 3)Joel Silva
 
Como devem se vestir as mulheres cristãs
Como devem se vestir as mulheres cristãsComo devem se vestir as mulheres cristãs
Como devem se vestir as mulheres cristãsJoel Silva
 
Deus e o casamento
Deus e o casamentoDeus e o casamento
Deus e o casamentoJoel Silva
 
Dominando a ira
Dominando a iraDominando a ira
Dominando a iraJoel Silva
 
Doutrina i corintios
Doutrina  i corintiosDoutrina  i corintios
Doutrina i corintiosJoel Silva
 
Doutrina ii corintios
Doutrina  ii corintiosDoutrina  ii corintios
Doutrina ii corintiosJoel Silva
 
Doutrina multiformidade cristã
Doutrina  multiformidade cristãDoutrina  multiformidade cristã
Doutrina multiformidade cristãJoel Silva
 
Doutrina o perigo das amizades
Doutrina  o perigo das amizadesDoutrina  o perigo das amizades
Doutrina o perigo das amizadesJoel Silva
 

Mais de Joel Silva (20)

A bíblia e a homossexualidade
A bíblia e a homossexualidadeA bíblia e a homossexualidade
A bíblia e a homossexualidade
 
Ansiedade
AnsiedadeAnsiedade
Ansiedade
 
Colossences 1 (parte 1)
Colossences 1 (parte 1)Colossences 1 (parte 1)
Colossences 1 (parte 1)
 
Colossences 1 (parte 2)
Colossences 1 (parte 2)Colossences 1 (parte 2)
Colossences 1 (parte 2)
 
Colossences 1 (parte 3)
Colossences 1 (parte 3)Colossences 1 (parte 3)
Colossences 1 (parte 3)
 
Colossences 1 (parte 4)
Colossences 1 (parte 4)Colossences 1 (parte 4)
Colossences 1 (parte 4)
 
Colossences 1 (parte 05) e cap. 02 (parte 01)
Colossences 1 (parte 05) e cap. 02 (parte 01)Colossences 1 (parte 05) e cap. 02 (parte 01)
Colossences 1 (parte 05) e cap. 02 (parte 01)
 
Colossences 2 (parte 2)
Colossences 2 (parte 2)Colossences 2 (parte 2)
Colossences 2 (parte 2)
 
Colossences 2 (parte 3)
Colossences 2 (parte 3)Colossences 2 (parte 3)
Colossences 2 (parte 3)
 
Colossences 3 (parte 1)
Colossences 3 (parte 1)Colossences 3 (parte 1)
Colossences 3 (parte 1)
 
Colossences 3 (parte 2)
Colossences 3 (parte 2)Colossences 3 (parte 2)
Colossences 3 (parte 2)
 
Colossences 3 (parte 3)
Colossences 3 (parte 3)Colossences 3 (parte 3)
Colossences 3 (parte 3)
 
Colossences 4
Colossences 4Colossences 4
Colossences 4
 
Como devem se vestir as mulheres cristãs
Como devem se vestir as mulheres cristãsComo devem se vestir as mulheres cristãs
Como devem se vestir as mulheres cristãs
 
Deus e o casamento
Deus e o casamentoDeus e o casamento
Deus e o casamento
 
Dominando a ira
Dominando a iraDominando a ira
Dominando a ira
 
Doutrina i corintios
Doutrina  i corintiosDoutrina  i corintios
Doutrina i corintios
 
Doutrina ii corintios
Doutrina  ii corintiosDoutrina  ii corintios
Doutrina ii corintios
 
Doutrina multiformidade cristã
Doutrina  multiformidade cristãDoutrina  multiformidade cristã
Doutrina multiformidade cristã
 
Doutrina o perigo das amizades
Doutrina  o perigo das amizadesDoutrina  o perigo das amizades
Doutrina o perigo das amizades
 

Último

Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoFabioLofrano
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfnestorsouza36
 

Último (10)

Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 

Doutrina tiago 3 (parte 1)

  • 1.
  • 2. • Texto • “...Os lábios que dizem a verdade permanece para sempre, mas a língua mentirosa dura apenas um instante...” (Provérbios 12:19)
  • 3. NOTA • A língua (do latim lingua) é um órgão muscular relacionado ao sentido do paladar, à deglutição dos alimentos e à formação dos fonemas da fala. • Fica localizado na parte ventral da boca da maior parte dos animais vertebrados.
  • 4. • A língua é formada essencialmente de músculo esquelético e, nos mamíferos, encontra-se ligada à cartilagem hioide, à mandíbula e aos processos estiloides do osso temporal. • Os músculos com que a língua está ligada ao crânio são denominados "músculos extrínsecos“. • Os folículos são conhecidos como "tonsilas linguais". Tudo relacionado à língua é, geralmente, chamado de "lingual" (que vem da palavra latina) ou "glossal" (que vem da palavra grega para "língua").
  • 5. • A língua pode ser usada para verbalizar a palavra de Deus ou como um veículo para expressar a obra do inimigo. • Creio que nenhum filho de Deus quer ser usado como porta voz do inimigo de nossas almas, mas muitos o são. • Provérbios 18:21 • “...A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto...”
  • 6. PARA PENSAR “...Coloque a mente em ordem antes de colocar a boca em movimento...”
  • 7. • Colossenses 4.5-6 • 5 “...Andai em sabedoria para com os que estão de fora, usando bem cada oportunidade...” • 6 “...A vossa palavra seja sempre com graça, temperada com sal, para saberdes como deveis responder a cada um...”
  • 8. • 2 Timóteo 2.16 • “...Mas evita as conversas vãs e profanas; porque os que delas usam passarão a impiedade ainda maior...”
  • 9. Para Pensar • “Mentes grandes discutem ideias; mentes medianas discutem eventos; mente pequenas discutem pessoas”. (Blaise Pascal) • foi um físico, matemático, filósofo moralista e teólogo francês
  • 10. • Mateus 7.2 • “..Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês...”
  • 11. INTRODUÇÃO • A fofoca é uma forma de vingança. (Quando uma pessoa que quer ser o centro das atenções, sente-se ameaçado por outra pessoa, sua principal intenção, é, afastar oponente de todos, através de calúnias e mentiras). • Através da língua pode-se fazer o que quiser com outra pessoa. • Certamente o fofoqueiro atrai para si intrigas e sai semeando contendas. • Depois se faz de vítima lamentando que ‘..falaram de mim..’ (invertendo os fatos e manipulando as pessoas).
  • 12. Podemos receitar duas doses para curar isso: • 1º- Ignore o fofoqueiro e suas conversas, pois o que deseja é confusão. • 2º- Encare a situação e tire a limpo se for algo que compromete sua moral. • Quanto mais assunto você der, mais o fofoqueiro alcança seu objetivo, por isso é bom primeiro ignorar. Se o problema persiste, então é a hora de perguntar o que acontece e de onde tira as conversas. Alguns fofoqueiros desanimarão na primeira tentativa, outros não suportarão a segunda. Ambos são fracos e covardes.
  • 13. • A bíblia condena a fofoca orientando. • “...não andarás como mexeriqueiro entre o teu povo; não atentarás contra a vida do teu próximo...” (Levítico 19.16) • E alerta que: • “...o mexeriqueiro revela o segredo; portanto, não te metas com quem muito abre os lábios...” (Provérbios 20.19).
  • 14. • Tiago 3.1-12: • 1º) Tropeço: v.2 • “...Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça no falar, é perfeito varão, capaz de refrear também todo o corpo...”
  • 15. • A primeira medida da língua é um tropeço ou obstáculo pequeno que pode fazer a pessoa tombar ao chão. • Interessante que ninguém tropeça num grande bloco de granito, mas uma brita pode fazer cair por terra. • A língua é um tropeço quando falamos algo que poderia ficar sem dizer. • Antes de falar a pessoa sabe que pode guardar sua língua. • Contudo, depois que solta a fala, não tem como retornar de volta. • Semelhante a quem joga sabão sobre o chão molhado é preciso tomar cuidado com quem fala demais porque é escorregadio e perigoso.
  • 16. • 2º) Freio: v.3 • “...Ora, se pomos freio na boca dos cavalos, para nos obedecerem, também lhes dirigimos o corpo inteiro...” • A segunda medida da língua é o freio ou o momento em que a pessoa tem que começar a se esforçar para soltar mais a língua, como se esticasse o órgão para conseguir falar. • É neste ponto que o ‘sinal vermelho’ acende e a consciência tem a última oportunidade de parar o erro que começou. Se não frear agora, pode se tornar como um carro desgovernado morro abaixo.
  • 17. • 3º) Leme: v.4 • “...Observai, igualmente, os navios que, sendo tão grandes e batidos de rijos ventos, por um pequeníssimo leme são dirigidos para onde queira o impulso do timoneiro...” • A terceira medida é comparada ao pequeno leme de um grande navio. A função do leme é guiar a direção correta. • Isso mostra que o que falamos direciona nossas vidas.
  • 18. • Quem fala muito de futebol, quem conversa muito com política, televisão e tantos outros assuntos, acaba se envolvendo demasiadamente com o que fala, pois • “...a boca fala do que está cheio o coração...” (Mateus 12.34). • O fofoqueiro, entretanto não tem direção em sua vida. • Vive querendo conduzir a vida alheia. (só vive lá, na sua casa querendo saber das NOVAS) • Com isso acaba seguindo os passos errados das pessoas que persegue. Levando você também a percorrer por caminhos errados.
  • 19. • 4º) - Fogo: v.5,6 • “...Assim, também a língua, pequeno órgão, se gaba de grandes coisas. Vede como uma fagulha põe em brasas tão grande selva! Ora, a língua é fogo; é mundo de iniquidade;...” • “...a língua está situada entre os membros de nosso corpo, e contamina o corpo inteiro, e não só põe em chamas toda a carreira da existência humana, como também é posta ela mesma em chamas pelo inferno...”
  • 20. • A quarta medida é comparada a uma fagulha de fogo que pode provocar grande destruição. • Uma palavra é algo tão pequeno como uma fagulha, mas pode ter consequências incontroláveis. • As palavras são como uma caixa de fósforo que guarda o fogo e depois de acesos os palitos não se pode mais conter seus efeitos. • “Quando você sente aquela vontade de falar o que vêm na ‘ponta da língua’ este fogo está se acendendo e quando você solta a palavra, o fogo consome quem estiver perto.”
  • 21. • 5º) Indomável: v.7,8 • “...Pois toda espécie de feras, de aves, de répteis e de seres marinhos se doma e tem sido domada pelo gênero humano; a língua, porém, nenhum dos homens é capaz de domar; é mal incontido, carregado de veneno mortífero...” • A quinta medida da língua é ‘indomável’. • Pense bem, se já passou pelas medidas do tropeço e caiu; do freio e não se controlou; do leme e não se guiou e do fogo e não se conteve, quando chega aqui a língua já não tem controle mais.
  • 22. • O texto declara que todos os animais são domáveis, contudo a língua não tem sido domada pelo ser humano. • A arte de domar animais exige paciência e muito treinamento. • Do mesmo modo, para domar a língua é preciso se treinar, colocar limites e se esforçar muito. • Uma estratégia, esquecer o que deseja falar e mudar de assunto assim que possível com uma “palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para saberdes como deveis responder a cada um” (Colossenses 4.6).
  • 23. • 6º) Fonte: v.10,11 • “...De uma só boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não é conveniente que estas coisas sejam assim. Acaso, pode a fonte jorrar do mesmo lugar o que é doce e o que é amargoso?...” • A sexta medida se compara a uma fonte. • A fonte é onde brota água. • Esta se mistura facilmente e absorve sabor. • Desta maneira, não há meio termo. • Ou é boa ou ruim, pois “um pouco de fermento leveda toda a massa” (Gálatas 5.9).
  • 24. • O profeta Eliseu certa vez curou uma fonte de água amarga jogando um pouco de sal (II Reis 2.21). • Muitas vezes nossas palavras estão faltando este ‘sal da terra’ que cura para temperar nossas palavras. • A água depois que sai da fonte não retorna nunca mais. • Assim também é a palavra que sai da boca e nunca mais tornará de volta. • Então é preciso muito cuidado antes de falar, pois depois de dito e ouvido, os efeitos surgirão naturalmente.
  • 25. • 7º) Fruto: v.12 • “...Acaso, meus irmãos, pode a figueira produzir azeitonas ou a videira, figos? Tampouco fonte de água salgada pode dar água doce...” • A sétima medida da língua mostra que nossas palavras dão fruto. • Cada semente dá um tipo de fruto e no seu tempo. • Então devemos ter muito cuidado com as palavras que estamos plantando porque certamente colheremos de acordo com elas. • E “não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará” (Gálatas 6.7). Quem semeia confusão colhe contenda. Quem semeia bênção colhe edificação.
  • 26. O CARÁTER DO FOFOQUEIRO (a) • O fofoqueiro vive semeando contendas, • espalhando conversas que cruzam e • aumentam passando de um por um até a confusão estar formada. • Depois o fofoqueiro se faz de vítima e diz que não entendeu ou desmente tudo.
  • 27. CONCLUSÃO: • Tiago 4.11,12 • Para a língua há uma solução. • Guardá-la na boca. • Cada um cuide de sua vida. • Deus deu a cada um dois ouvidos e uma só boca para que “...seja pronto para ouvir, tardio para falar...” (Tiago 1.19). • “...SENHOR, livra-me dos lábios mentirosos, da língua enganadora” (Salmos 12.2) e “põe guarda, SENHOR, à minha boca; vigia a porta dos meus lábios...” (Salmos 141.3).