SlideShare uma empresa Scribd logo
Shall we dance
A DANÇA através da pintura Shall we dance   Clicar
Degas - Ballet Rehearsal
Degas - Fin d Arabesque Fin de l’Arabesque
Dançar é definido como uma manifestação instintiva do ser humano. Antes de polir a pedra e construir abrigos, os homens já se movimentavam ritmicamente para se aquecer e comunicar.       Considerada a mais antiga das artes, a dança é também a única que dispensa materiais e ferramentas. Ela só depende do corpo e da vitalidade humana para cumprir a sua função enquanto instrumento de afirmação dos sentimentos e experiências subjectivas do homem.       Segundo algumas correntes da antropologia, as primeiras danças humanas eram individuais e relacionavam-se com a conquista amorosa. As danças colectivas também aparecem na origem da civilização e a sua função associava-se à adoração das forças superiores ou dos espíritos para obter êxito em expedições guerreiras ou de caça ou ainda para solicitar bom tempo e chuva.       O desenvolvimento da sensibilidade artística determinou a configuração da dança como manifestação estética. No antigo Egipto, 20 séculos antes da era cristã, já se realizavam as chamadas danças astroteológicas em homenagem ao deus Osíris. O carácter religioso foi comum às danças clássicas dos povos asiáticos.       Na Grécia clássica, a dança era frequentemente vinculada aos jogos, em especial aos olímpicos.
F. Daniel - Ballerina
Renoir - La Moulin de la Galette
Henri de Toulouse-Lautrec - Duas Mulheres a Valsar
Com o Renascimento, a dança teatral, virtualmente extinta em séculos anteriores, reapareceu com força nos cenários cortesãos e palacianos. Uma das danças cortesãs de execução mais complexa foi o minuete, depois foi a valsa, considerada dança cortesã por excelência, e com ela iniciou-se a passagem da dança em grupo ao baile de pares.       A configuração de um género de dança circunscrito ao âmbito teatral determinou o estabelecimento de uma disciplina artística que, em primeira instância, ocasionou o desenvolvimento do  ballet  e, mais tarde, criou um universo dentro do qual se desenvolveram géneros como os executados no  music – hall , como o sapateado e o  swing . A divulgação da dança deu-se também fora do mundo do espectáculo, principalmente nas tradições populares.       Dança, em sentido geral, é a arte de mover o corpo segundo uma certa relação entre tempo e espaço, estabelecida graças a um ritmo e a uma composição coreográfica.
Walter Sickert – High - Steppers
The Dancing Class
Ballerina
Women Skating Paris
Victor Gilbert - An Elegant Soiree
Swing
Waltzers
Wave to the Rhythm
Reiniciar Sair [email_address] Divulgação de :  www.meusonho.com.br Créditos Fundo musical: Folk italiano - Valsa siciliana Pesquisa e produção: Mario Capelluto e Anabela de Araújo Formatação: Anabela de Araújo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dança
DançaDança
Dança
Joel Barbosa
 
DANÇA - CONCEITOS E DANÇA CONTEMPORÂNEA
DANÇA - CONCEITOS E DANÇA CONTEMPORÂNEADANÇA - CONCEITOS E DANÇA CONTEMPORÂNEA
DANÇA - CONCEITOS E DANÇA CONTEMPORÂNEA
VIVIAN TROMBINI
 
DANÇA CLÁSSICA E DANÇA DE SALÃO
DANÇA CLÁSSICA E DANÇA DE SALÃODANÇA CLÁSSICA E DANÇA DE SALÃO
DANÇA CLÁSSICA E DANÇA DE SALÃO
VIVIAN TROMBINI
 
História da Dança
História da DançaHistória da Dança
História da Dança
bbpn
 
Historia da dança
Historia da dançaHistoria da dança
Historia da dança
Denise Medeiros
 
O que é a dança contemporânea
O que é a dança contemporâneaO que é a dança contemporânea
O que é a dança contemporânea
Francisco Barão
 
Dança
DançaDança
Dança na pré-história
Dança na pré-história Dança na pré-história
Dança na pré-história
Geanny Francyele
 
Dança Do Ventre
Dança Do VentreDança Do Ventre
Dança Do Ventre
ana pinho
 
A Dança e seus elementos
A Dança e seus elementosA Dança e seus elementos
A Dança e seus elementos
Luan Lucena
 
201004261420historiadadanca
201004261420historiadadanca201004261420historiadadanca
201004261420historiadadanca
Maria Manuel
 
Dança
Dança Dança
Agrp4
Agrp4Agrp4
Complexo de dança Guarulhos
Complexo de dança GuarulhosComplexo de dança Guarulhos
Complexo de dança Guarulhos
Nathéssia Marques
 
Dança do ventre: Da fantasia ao Tantra da sensualidade.
Dança do ventre: Da fantasia ao Tantra da sensualidade.Dança do ventre: Da fantasia ao Tantra da sensualidade.
Dança do ventre: Da fantasia ao Tantra da sensualidade.
Al Jawhara danças orientais
 
Texto sobre dança classica
Texto sobre dança classicaTexto sobre dança classica
Texto sobre dança classica
lululimavidal
 
Mulher Na DançA Do Ventre 1
Mulher Na DançA Do Ventre 1Mulher Na DançA Do Ventre 1
Mulher Na DançA Do Ventre 1
caroldp
 
Dança ,corpo em acção
Dança ,corpo em acçãoDança ,corpo em acção
Dança ,corpo em acção
Carla Silva
 

Mais procurados (18)

Dança
DançaDança
Dança
 
DANÇA - CONCEITOS E DANÇA CONTEMPORÂNEA
DANÇA - CONCEITOS E DANÇA CONTEMPORÂNEADANÇA - CONCEITOS E DANÇA CONTEMPORÂNEA
DANÇA - CONCEITOS E DANÇA CONTEMPORÂNEA
 
DANÇA CLÁSSICA E DANÇA DE SALÃO
DANÇA CLÁSSICA E DANÇA DE SALÃODANÇA CLÁSSICA E DANÇA DE SALÃO
DANÇA CLÁSSICA E DANÇA DE SALÃO
 
História da Dança
História da DançaHistória da Dança
História da Dança
 
Historia da dança
Historia da dançaHistoria da dança
Historia da dança
 
O que é a dança contemporânea
O que é a dança contemporâneaO que é a dança contemporânea
O que é a dança contemporânea
 
Dança
DançaDança
Dança
 
Dança na pré-história
Dança na pré-história Dança na pré-história
Dança na pré-história
 
Dança Do Ventre
Dança Do VentreDança Do Ventre
Dança Do Ventre
 
A Dança e seus elementos
A Dança e seus elementosA Dança e seus elementos
A Dança e seus elementos
 
201004261420historiadadanca
201004261420historiadadanca201004261420historiadadanca
201004261420historiadadanca
 
Dança
Dança Dança
Dança
 
Agrp4
Agrp4Agrp4
Agrp4
 
Complexo de dança Guarulhos
Complexo de dança GuarulhosComplexo de dança Guarulhos
Complexo de dança Guarulhos
 
Dança do ventre: Da fantasia ao Tantra da sensualidade.
Dança do ventre: Da fantasia ao Tantra da sensualidade.Dança do ventre: Da fantasia ao Tantra da sensualidade.
Dança do ventre: Da fantasia ao Tantra da sensualidade.
 
Texto sobre dança classica
Texto sobre dança classicaTexto sobre dança classica
Texto sobre dança classica
 
Mulher Na DançA Do Ventre 1
Mulher Na DançA Do Ventre 1Mulher Na DançA Do Ventre 1
Mulher Na DançA Do Ventre 1
 
Dança ,corpo em acção
Dança ,corpo em acçãoDança ,corpo em acção
Dança ,corpo em acção
 

Destaque

Puertos
PuertosPuertos
Puertos
Jose Santos
 
Voyage chine powerpoint
Voyage chine powerpointVoyage chine powerpoint
Voyage chine powerpoint
Jose Santos
 
Tourdu monde
Tourdu mondeTourdu monde
Tourdu monde
Jose Santos
 
Yanuk turquia
Yanuk turquiaYanuk turquia
Yanuk turquia
Jose Santos
 
Pontes japao
Pontes japaoPontes japao
Pontes japao
Jose Santos
 
Rarindra prakarsa indonesia
Rarindra prakarsa indonesiaRarindra prakarsa indonesia
Rarindra prakarsa indonesia
Jose Santos
 
Switzerland suica
Switzerland suicaSwitzerland suica
Switzerland suica
Jose Santos
 

Destaque (7)

Puertos
PuertosPuertos
Puertos
 
Voyage chine powerpoint
Voyage chine powerpointVoyage chine powerpoint
Voyage chine powerpoint
 
Tourdu monde
Tourdu mondeTourdu monde
Tourdu monde
 
Yanuk turquia
Yanuk turquiaYanuk turquia
Yanuk turquia
 
Pontes japao
Pontes japaoPontes japao
Pontes japao
 
Rarindra prakarsa indonesia
Rarindra prakarsa indonesiaRarindra prakarsa indonesia
Rarindra prakarsa indonesia
 
Switzerland suica
Switzerland suicaSwitzerland suica
Switzerland suica
 

Semelhante a Danca e pintura

A dança através da pintura
A dança através da pinturaA dança através da pintura
A dança através da pintura
Luiz Carlos Dias
 
Trabalho final antropologia imagem
Trabalho final antropologia imagemTrabalho final antropologia imagem
Trabalho final antropologia imagem
José Marques
 
Atividades Rítmicas e Dança conceitos iniciais
Atividades Rítmicas e Dança conceitos iniciaisAtividades Rítmicas e Dança conceitos iniciais
Atividades Rítmicas e Dança conceitos iniciais
coletivoddois
 
Dança 1 ano.pptx
Dança 1 ano.pptxDança 1 ano.pptx
Dança 1 ano.pptx
CarolinaMagalhes54
 
Origem e Natureza da dança no Brasil - Coleção Praticar a Arte - Professor...
Origem e Natureza da dança no Brasil - Coleção Praticar a Arte - Professor...Origem e Natureza da dança no Brasil - Coleção Praticar a Arte - Professor...
Origem e Natureza da dança no Brasil - Coleção Praticar a Arte - Professor...
ClariceLuizaGomesDeF
 
Danças nacionais populares joana
Danças nacionais populares joanaDanças nacionais populares joana
Danças nacionais populares joana
Jorge Luiz Queiroz
 
Danças Sociais
Danças SociaisDanças Sociais
Danças Sociais
Diogo Silva
 
Artes
ArtesArtes
A dança como resgate cultural
A dança como resgate cultural A dança como resgate cultural
A dança como resgate cultural
Naiá Covas
 
Apostila ensino médio danca
Apostila ensino médio dancaApostila ensino médio danca
Apostila ensino médio danca
Reginaldo Pazinatto
 
A origem-da-dana-1204842950612177-4
A origem-da-dana-1204842950612177-4A origem-da-dana-1204842950612177-4
A origem-da-dana-1204842950612177-4
Mylena Ferraz
 
420091014164533 linha do tempo historia da danca
420091014164533 linha do tempo   historia da danca420091014164533 linha do tempo   historia da danca
420091014164533 linha do tempo historia da danca
Gabriela Gontijo
 
A Dança como elemento de cultura e prática ritual
A Dança como elemento de cultura e prática ritualA Dança como elemento de cultura e prática ritual
A Dança como elemento de cultura e prática ritual
Hca Faro
 
O que é teatro
O que é teatroO que é teatro
Ketlin, sara, daniel lisboa, jhonathan, claudio
Ketlin, sara, daniel lisboa, jhonathan, claudioKetlin, sara, daniel lisboa, jhonathan, claudio
Ketlin, sara, daniel lisboa, jhonathan, claudio
Ketlin Andressa
 
dana-171204171345.pdf
dana-171204171345.pdfdana-171204171345.pdf
dana-171204171345.pdf
WeslleyDias8
 
Dança moderna - Fraçois Delsarte, Loie Fuller e Isadora Duncan
Dança moderna - Fraçois Delsarte, Loie Fuller e Isadora DuncanDança moderna - Fraçois Delsarte, Loie Fuller e Isadora Duncan
Dança moderna - Fraçois Delsarte, Loie Fuller e Isadora Duncan
Marcos Ramon
 
Artes cênicas
Artes cênicasArtes cênicas
Artes cênicas
Ana Beatriz Cargnin
 
Historia da dança
Historia da dançaHistoria da dança
Historia da dança
Rui
 
Conceito de dança Professor Rodrigo Costa
Conceito de dança Professor Rodrigo CostaConceito de dança Professor Rodrigo Costa
Conceito de dança Professor Rodrigo Costa
RODRIGO COSTA DE LIMA
 

Semelhante a Danca e pintura (20)

A dança através da pintura
A dança através da pinturaA dança através da pintura
A dança através da pintura
 
Trabalho final antropologia imagem
Trabalho final antropologia imagemTrabalho final antropologia imagem
Trabalho final antropologia imagem
 
Atividades Rítmicas e Dança conceitos iniciais
Atividades Rítmicas e Dança conceitos iniciaisAtividades Rítmicas e Dança conceitos iniciais
Atividades Rítmicas e Dança conceitos iniciais
 
Dança 1 ano.pptx
Dança 1 ano.pptxDança 1 ano.pptx
Dança 1 ano.pptx
 
Origem e Natureza da dança no Brasil - Coleção Praticar a Arte - Professor...
Origem e Natureza da dança no Brasil - Coleção Praticar a Arte - Professor...Origem e Natureza da dança no Brasil - Coleção Praticar a Arte - Professor...
Origem e Natureza da dança no Brasil - Coleção Praticar a Arte - Professor...
 
Danças nacionais populares joana
Danças nacionais populares joanaDanças nacionais populares joana
Danças nacionais populares joana
 
Danças Sociais
Danças SociaisDanças Sociais
Danças Sociais
 
Artes
ArtesArtes
Artes
 
A dança como resgate cultural
A dança como resgate cultural A dança como resgate cultural
A dança como resgate cultural
 
Apostila ensino médio danca
Apostila ensino médio dancaApostila ensino médio danca
Apostila ensino médio danca
 
A origem-da-dana-1204842950612177-4
A origem-da-dana-1204842950612177-4A origem-da-dana-1204842950612177-4
A origem-da-dana-1204842950612177-4
 
420091014164533 linha do tempo historia da danca
420091014164533 linha do tempo   historia da danca420091014164533 linha do tempo   historia da danca
420091014164533 linha do tempo historia da danca
 
A Dança como elemento de cultura e prática ritual
A Dança como elemento de cultura e prática ritualA Dança como elemento de cultura e prática ritual
A Dança como elemento de cultura e prática ritual
 
O que é teatro
O que é teatroO que é teatro
O que é teatro
 
Ketlin, sara, daniel lisboa, jhonathan, claudio
Ketlin, sara, daniel lisboa, jhonathan, claudioKetlin, sara, daniel lisboa, jhonathan, claudio
Ketlin, sara, daniel lisboa, jhonathan, claudio
 
dana-171204171345.pdf
dana-171204171345.pdfdana-171204171345.pdf
dana-171204171345.pdf
 
Dança moderna - Fraçois Delsarte, Loie Fuller e Isadora Duncan
Dança moderna - Fraçois Delsarte, Loie Fuller e Isadora DuncanDança moderna - Fraçois Delsarte, Loie Fuller e Isadora Duncan
Dança moderna - Fraçois Delsarte, Loie Fuller e Isadora Duncan
 
Artes cênicas
Artes cênicasArtes cênicas
Artes cênicas
 
Historia da dança
Historia da dançaHistoria da dança
Historia da dança
 
Conceito de dança Professor Rodrigo Costa
Conceito de dança Professor Rodrigo CostaConceito de dança Professor Rodrigo Costa
Conceito de dança Professor Rodrigo Costa
 

Mais de Jose Santos

Montreal garden3
Montreal garden3Montreal garden3
Montreal garden3
Jose Santos
 
Machu picchu 1982
Machu picchu 1982Machu picchu 1982
Machu picchu 1982
Jose Santos
 
La venecia arabe
La venecia arabeLa venecia arabe
La venecia arabe
Jose Santos
 
Keukenhof
KeukenhofKeukenhof
Keukenhof
Jose Santos
 
India
IndiaIndia
Imagens pantanal
Imagens pantanalImagens pantanal
Imagens pantanal
Jose Santos
 
Fotos de-africa
Fotos de-africaFotos de-africa
Fotos de-africa
Jose Santos
 
Ferrovia do alasca
Ferrovia do alascaFerrovia do alasca
Ferrovia do alasca
Jose Santos
 
Europe
EuropeEurope
Europe
Jose Santos
 
Egyiptomi nacional mzeum
Egyiptomi nacional mzeumEgyiptomi nacional mzeum
Egyiptomi nacional mzeum
Jose Santos
 
Dubailandia
DubailandiaDubailandia
Dubailandia
Jose Santos
 
Dirigindo na bolivia
Dirigindo na boliviaDirigindo na bolivia
Dirigindo na bolivia
Jose Santos
 
Chuva de-gelo
Chuva de-geloChuva de-gelo
Chuva de-gelo
Jose Santos
 
Chateaux de france
Chateaux de franceChateaux de france
Chateaux de france
Jose Santos
 
Castillos
CastillosCastillos
Castillos
Jose Santos
 
Canon del colorado
Canon del coloradoCanon del colorado
Canon del colorado
Jose Santos
 
Bora bora
Bora boraBora bora
Bora bora
Jose Santos
 
Aves do brasil
Aves do brasilAves do brasil
Aves do brasil
Jose Santos
 
Anna kostenko
Anna kostenkoAnna kostenko
Anna kostenko
Jose Santos
 
Amatciems letónia
Amatciems letóniaAmatciems letónia
Amatciems letónia
Jose Santos
 

Mais de Jose Santos (20)

Montreal garden3
Montreal garden3Montreal garden3
Montreal garden3
 
Machu picchu 1982
Machu picchu 1982Machu picchu 1982
Machu picchu 1982
 
La venecia arabe
La venecia arabeLa venecia arabe
La venecia arabe
 
Keukenhof
KeukenhofKeukenhof
Keukenhof
 
India
IndiaIndia
India
 
Imagens pantanal
Imagens pantanalImagens pantanal
Imagens pantanal
 
Fotos de-africa
Fotos de-africaFotos de-africa
Fotos de-africa
 
Ferrovia do alasca
Ferrovia do alascaFerrovia do alasca
Ferrovia do alasca
 
Europe
EuropeEurope
Europe
 
Egyiptomi nacional mzeum
Egyiptomi nacional mzeumEgyiptomi nacional mzeum
Egyiptomi nacional mzeum
 
Dubailandia
DubailandiaDubailandia
Dubailandia
 
Dirigindo na bolivia
Dirigindo na boliviaDirigindo na bolivia
Dirigindo na bolivia
 
Chuva de-gelo
Chuva de-geloChuva de-gelo
Chuva de-gelo
 
Chateaux de france
Chateaux de franceChateaux de france
Chateaux de france
 
Castillos
CastillosCastillos
Castillos
 
Canon del colorado
Canon del coloradoCanon del colorado
Canon del colorado
 
Bora bora
Bora boraBora bora
Bora bora
 
Aves do brasil
Aves do brasilAves do brasil
Aves do brasil
 
Anna kostenko
Anna kostenkoAnna kostenko
Anna kostenko
 
Amatciems letónia
Amatciems letóniaAmatciems letónia
Amatciems letónia
 

Último

Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 

Danca e pintura

  • 2. A DANÇA através da pintura Shall we dance Clicar
  • 3. Degas - Ballet Rehearsal
  • 4. Degas - Fin d Arabesque Fin de l’Arabesque
  • 5. Dançar é definido como uma manifestação instintiva do ser humano. Antes de polir a pedra e construir abrigos, os homens já se movimentavam ritmicamente para se aquecer e comunicar.       Considerada a mais antiga das artes, a dança é também a única que dispensa materiais e ferramentas. Ela só depende do corpo e da vitalidade humana para cumprir a sua função enquanto instrumento de afirmação dos sentimentos e experiências subjectivas do homem.      Segundo algumas correntes da antropologia, as primeiras danças humanas eram individuais e relacionavam-se com a conquista amorosa. As danças colectivas também aparecem na origem da civilização e a sua função associava-se à adoração das forças superiores ou dos espíritos para obter êxito em expedições guerreiras ou de caça ou ainda para solicitar bom tempo e chuva.      O desenvolvimento da sensibilidade artística determinou a configuração da dança como manifestação estética. No antigo Egipto, 20 séculos antes da era cristã, já se realizavam as chamadas danças astroteológicas em homenagem ao deus Osíris. O carácter religioso foi comum às danças clássicas dos povos asiáticos.      Na Grécia clássica, a dança era frequentemente vinculada aos jogos, em especial aos olímpicos.
  • 6. F. Daniel - Ballerina
  • 7. Renoir - La Moulin de la Galette
  • 8. Henri de Toulouse-Lautrec - Duas Mulheres a Valsar
  • 9. Com o Renascimento, a dança teatral, virtualmente extinta em séculos anteriores, reapareceu com força nos cenários cortesãos e palacianos. Uma das danças cortesãs de execução mais complexa foi o minuete, depois foi a valsa, considerada dança cortesã por excelência, e com ela iniciou-se a passagem da dança em grupo ao baile de pares.      A configuração de um género de dança circunscrito ao âmbito teatral determinou o estabelecimento de uma disciplina artística que, em primeira instância, ocasionou o desenvolvimento do ballet e, mais tarde, criou um universo dentro do qual se desenvolveram géneros como os executados no music – hall , como o sapateado e o swing . A divulgação da dança deu-se também fora do mundo do espectáculo, principalmente nas tradições populares.      Dança, em sentido geral, é a arte de mover o corpo segundo uma certa relação entre tempo e espaço, estabelecida graças a um ritmo e a uma composição coreográfica.
  • 10. Walter Sickert – High - Steppers
  • 14. Victor Gilbert - An Elegant Soiree
  • 15. Swing
  • 17. Wave to the Rhythm
  • 18. Reiniciar Sair [email_address] Divulgação de : www.meusonho.com.br Créditos Fundo musical: Folk italiano - Valsa siciliana Pesquisa e produção: Mario Capelluto e Anabela de Araújo Formatação: Anabela de Araújo