SlideShare uma empresa Scribd logo
Créditos: UFMG
Como opera a cultura

 LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico.
 Rio de Janeiro: Jorge Zahar ed., 1986. Segunda parte: como
 opera a cultura.




  “A cultura é como uma lente através da qual
              o homem vê o mundo”
(Ruth Benedict, O Crisântemo e a Espada, 1972).
Cultura condiciona
       A visão de mundo do Homem
                       A     nossa      herança   cultural,
                       desenvolvida através de inúmeras
                       gerações, sempre nos condicionou a
                       reagir depreciativamente em relação
                       ao comportamento daqueles que
                       agem fora dos padrões aceitos pela
                       maioria da comunidade.”




“Homens de culturas diferentes usam
lentes diversas e, portanto, tem
visões  desencontradas    de    cada
coisa.”
“Mesmo o exercício de atividades consideradas como
  parte da fisiologia humana podem refletir diferenças
  de cultura.”

Segundo Marcel Mauss (1872-1950), podemos admitir
  com certeza que se “uma criança senta-se à mesa
  com os cotovelos junto ao corpo e permanece com as
  mãos nos joelhos, quando não esta comendo, ela é
  inglesa. Um jovem francês não sabe mais se
  dominar: ele abre os cotovelos em leque e apoia-os
  sobre a mesa”

“Todos os Homens são dotados do mesmo equipamento
  anatômico, mas a utilização do mesmo, ao invés de
  ser determinada geneticamente depende de um
  aprendizado e este consiste na copia e padrões que
  fazem parte da herança cultural do grupo”
“ O homem recupera a sua energia, a força
  de trabalho, através da alimentação. Esta
  é realizada de formas múltiplas e com
  alimentos diferentes.”

                             “O etnocentrismo, de fato, é
                             um fenômeno universal. É
                             comum a crença de que a
                             própria sociedade é o centro
                             da humanidade, ou mesmo a
                             sua única expressão.”



Etnocentrismo (é uma visão do mundo onde o “nosso grupo” é
tomado como centro de tudo e todos os outros são pensados e
sentidos através dos nossos próprios valores e nossas
definições do que é existência) .
“O ponto fundamental de referencia não é
 a humanidade, mas o grupo. Daí a
 relação, ou pelo menos a estranheza, em
 relação aos estrangeiros.”

“Comportamentos etnocêntricos resultam
  também em apreciações negativas dos
  padrões culturais de povos diferentes.
  Práticas de outros sistemas culturais são
  catalogadas como absurda, deprimes e
  imorais.”
A cultura interfere no plano
               biológico

  A cultura pode decidir sobre a vida e a
   morte dos membros do sistema;

Membros de uma sociedade sendo apáticos perdem a
motivação em valores que os permaneciam unidos.
  Ex: Africanos removidos violentamente de seu pais para
  se tornarem escravos no Brasil.
Doenças          Psicossomáticas    (Doenças
Psicológicas), fortemente influenciadas pelos
padrões culturais.

Ex ¹: Pessoas sentem dores no fígado, mas
nem sabem onde se localiza o mesmo.

Ex ²: quem acredita que manga combinada
com leite traz mal estar, provavelmente irá
se sentir mal combinando os dois alimentos.
Cultura pode provocar a cura de doenças
 (reais ou imaginárias).

• Ex: Os Pajés dos índios Tupi baseiam –se
  em uma técnica de cura com seções de
  canto, dança e defumação do paciente
  retirando um objeto estranho do doente,
  muitos afirmam estarem curados desde
  então.
Os Indivíduos Participam Diferentemente
                de sua Cultura
• A participação do indivíduo em sua cultura é sempre
limitada, nenhuma pessoa é capaz de participar de todos os
elementos de sua cultura.

•Todos necessitam saber como agir em determinadas
situações e, também, como prever o comportamento
dos outros. Em nenhuma sociedade todas as condições
são previsíveis e controladas.

•As pessoas sabem como agir e podem prever a ação
do outro, mesmo que nunca tivesse tido um contato
anterior.

•Embora nenhum indivíduo conheça totalmente o seu
sistema cultural, é necessário ter um conhecimento
mínimo para operar dentro do mesmo.
A Cultura tem uma lógica própria
Todo sistema cultural possui sua própria lógica e, transferi-la de
um sistema para outro é considerado ato de etnocentrismo.
A tendência mais comum é considerar lógico apenas o próprio
sistema e atribuir aos demais alto grau de irracionalismo.
A coerência de um hábito cultural apenas pode ser analisada a
partir do sistema a que pertence.




Temos       sistemas
simultâneos   e   não
sucessivos na história
da humanidade.
A ciência depende de instrumentos de
                 observação
                       Sem     estes    meios
                       materiais o homem tem
                       que tirar conclusões a
                       partir      de      sua
                       observação       direta,
                       valendo-se somente do
                       instrumental   sensorial
                       de que dispõe.

O homem sempre buscou explicações para a vida e a morte, responsável
pelo aparecimento dos diversos sistemas filosóficos.

Explicar a vida implica na compreensão dos fenômenos da concepção do
nascimento, que são importantes para a ordem social, pois da explicação
que o grupo aceita para a reprodução humana resulta o sistema de
parentesco, que vai regulamentar todo o comportamento social.

Nem sempre as relações de causa e efeito são percebidas por homens de
culturas diferentes.
Cultura e informação   roque laraia
As explicações encontradas pelos membros das diversas
 sociedades são lógicas e encontram a coerência dentro do
 próprio sistema.




Cada cultura ordenou a seu modo o mundo a sua volta e que
esta ordenação dá um sentido cultural à visível confusão das
coisas naturais.
                                                 (Rodney Nedham)
   Finalmente, entender a lógica de um sistema
    cultural depende da compreensão das categorias
    constituídas pelo mesmo.
   Segundo Mauss, categorias são princípios de juízos e
    raciocínios constantemente presentes na linguagem,
    sempre que estejam necessariamente explícitas.
A CULTURA É DINÂMICA
     Homens questionam hábitos e os modificam

•Isolamento de um grupo → processo de mudança
mais lento
•Contato de um grupo com o outro → Inovações
tecnológicas → aceleram o processo
Existem então, dois tipos de
        mudança cultural:

•Mudança interna
•Contato de um sistema cultural com o outro


•Mudança de costumes – conflitos
• Tendência conservadora X Inovadoras
E nos dias de hoje...
•Padrões de beleza
• Mesma sociedade pessoas que têm juízos
diametralmente opostos sobre um novo fato


     Padrões de comportamento
                   ↕
            ideais ↔ reais
    Cada sistema cultural está sempre em
    mudança e entender este processo
    ameniza o choque entre as gerações,
    evitando      assim     comportamentos
    preconceituosos.

    Além de entender o comportamento
    diferencial de outros povos é de extrema
    importância entendermos as mudanças
    existentes dentro do nosso sistema, para
    assim, enfrentarmos mais tranquilamente
    o que ainda virá.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Evolucionismo Cultural.pdf
Evolucionismo Cultural.pdfEvolucionismo Cultural.pdf
Evolucionismo Cultural.pdf
ProfessoraFlviaSlomp
 
Industria Cultural e Cultura de Massa
Industria Cultural e Cultura de MassaIndustria Cultural e Cultura de Massa
Industria Cultural e Cultura de Massa
Elisama Lopes
 
Cultura: um conceito antropologico - Parte 1
Cultura: um conceito antropologico - Parte 1Cultura: um conceito antropologico - Parte 1
Cultura: um conceito antropologico - Parte 1
Leonardo Santos
 
Aula 1 o que é antropologia
Aula 1   o que é antropologiaAula 1   o que é antropologia
Aula 1 o que é antropologia
Fábio Nogueira, PhD
 
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e Sociedade
Moacyr Anício
 
Etnocentrismo e Relativismo Cultural
Etnocentrismo e Relativismo Cultural Etnocentrismo e Relativismo Cultural
Etnocentrismo e Relativismo Cultural
Maira Conde
 
Etnocentrismo
EtnocentrismoEtnocentrismo
Direitos humanos para Humanos direitos
Direitos humanos para Humanos direitosDireitos humanos para Humanos direitos
Direitos humanos para Humanos direitos
Marli Delucca
 
Diversidade cultural e multiculturalismo
Diversidade cultural e multiculturalismoDiversidade cultural e multiculturalismo
Diversidade cultural e multiculturalismo
Edenilson Morais
 
Questões de antropologia_01
Questões de antropologia_01Questões de antropologia_01
Questões de antropologia_01
roberto mosca junior
 
história da sociologia
   história da sociologia   história da sociologia
história da sociologia
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Questão racial
Questão racialQuestão racial
Questão racial
Pedro Neves
 
Diversidade cultural
Diversidade culturalDiversidade cultural
Diversidade cultural
Paula Tomaz
 
Casa-Grande e Senzala
Casa-Grande e SenzalaCasa-Grande e Senzala
Casa-Grande e Senzala
Lidiane Queiroz
 
AULA SOBRE INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção - Colégio Estadual Roselân...
AULA SOBRE INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção - Colégio Estadual Roselân...AULA SOBRE INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção - Colégio Estadual Roselân...
AULA SOBRE INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção - Colégio Estadual Roselân...
Prof. Noe Assunção
 
Antropologia CONCEITOS BÁSICOS
Antropologia CONCEITOS BÁSICOSAntropologia CONCEITOS BÁSICOS
Antropologia CONCEITOS BÁSICOS
Uniceuma
 
Diversidade Cultural
Diversidade CulturalDiversidade Cultural
Diversidade Cultural
Fabiane1973
 
Cultura: um conceito antropológico
Cultura: um conceito antropológicoCultura: um conceito antropológico
Cultura: um conceito antropológico
Direito Nabuco
 
Etnia
EtniaEtnia
Cultura, o que é.
Cultura, o que é.Cultura, o que é.
Cultura, o que é.
Douglas Gregorio
 

Mais procurados (20)

Evolucionismo Cultural.pdf
Evolucionismo Cultural.pdfEvolucionismo Cultural.pdf
Evolucionismo Cultural.pdf
 
Industria Cultural e Cultura de Massa
Industria Cultural e Cultura de MassaIndustria Cultural e Cultura de Massa
Industria Cultural e Cultura de Massa
 
Cultura: um conceito antropologico - Parte 1
Cultura: um conceito antropologico - Parte 1Cultura: um conceito antropologico - Parte 1
Cultura: um conceito antropologico - Parte 1
 
Aula 1 o que é antropologia
Aula 1   o que é antropologiaAula 1   o que é antropologia
Aula 1 o que é antropologia
 
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e Sociedade
 
Etnocentrismo e Relativismo Cultural
Etnocentrismo e Relativismo Cultural Etnocentrismo e Relativismo Cultural
Etnocentrismo e Relativismo Cultural
 
Etnocentrismo
EtnocentrismoEtnocentrismo
Etnocentrismo
 
Direitos humanos para Humanos direitos
Direitos humanos para Humanos direitosDireitos humanos para Humanos direitos
Direitos humanos para Humanos direitos
 
Diversidade cultural e multiculturalismo
Diversidade cultural e multiculturalismoDiversidade cultural e multiculturalismo
Diversidade cultural e multiculturalismo
 
Questões de antropologia_01
Questões de antropologia_01Questões de antropologia_01
Questões de antropologia_01
 
história da sociologia
   história da sociologia   história da sociologia
história da sociologia
 
Questão racial
Questão racialQuestão racial
Questão racial
 
Diversidade cultural
Diversidade culturalDiversidade cultural
Diversidade cultural
 
Casa-Grande e Senzala
Casa-Grande e SenzalaCasa-Grande e Senzala
Casa-Grande e Senzala
 
AULA SOBRE INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção - Colégio Estadual Roselân...
AULA SOBRE INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção - Colégio Estadual Roselân...AULA SOBRE INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção - Colégio Estadual Roselân...
AULA SOBRE INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção - Colégio Estadual Roselân...
 
Antropologia CONCEITOS BÁSICOS
Antropologia CONCEITOS BÁSICOSAntropologia CONCEITOS BÁSICOS
Antropologia CONCEITOS BÁSICOS
 
Diversidade Cultural
Diversidade CulturalDiversidade Cultural
Diversidade Cultural
 
Cultura: um conceito antropológico
Cultura: um conceito antropológicoCultura: um conceito antropológico
Cultura: um conceito antropológico
 
Etnia
EtniaEtnia
Etnia
 
Cultura, o que é.
Cultura, o que é.Cultura, o que é.
Cultura, o que é.
 

Destaque

Cultura Um Conceito Antropológico
Cultura Um Conceito AntropológicoCultura Um Conceito Antropológico
Cultura Um Conceito Antropológico
Dacifran Carvalho
 
Fichamento de "Cultura: um conceito antropológico"
Fichamento de "Cultura: um conceito antropológico"Fichamento de "Cultura: um conceito antropológico"
Fichamento de "Cultura: um conceito antropológico"
marquesjoyce
 
Cultura dinamica antropologia
Cultura dinamica antropologiaCultura dinamica antropologia
Cultura dinamica antropologia
Marcos Rahmeier
 
Conceito e origem da antropologia
Conceito e origem da antropologiaConceito e origem da antropologia
Conceito e origem da antropologia
Arare Carvalho Júnior
 
Cultura humanística do estudante universitário
Cultura humanística do estudante universitárioCultura humanística do estudante universitário
Cultura humanística do estudante universitário
Caio Maximino
 
A cultura interfere no plano biológico
A cultura interfere no plano biológicoA cultura interfere no plano biológico
A cultura interfere no plano biológico
Psicologia_2015
 
Universalismo e relativismo cultural - Artigo
Universalismo e relativismo cultural - ArtigoUniversalismo e relativismo cultural - Artigo
Universalismo e relativismo cultural - Artigo
DJUERN
 
Texto 5 enfrentamento do estresse
Texto 5 enfrentamento do estresseTexto 5 enfrentamento do estresse
Texto 5 enfrentamento do estresse
Psicologia_2015
 
A cultura condiciona a visão de mundo do homem
A cultura condiciona a visão de mundo do homemA cultura condiciona a visão de mundo do homem
A cultura condiciona a visão de mundo do homem
Sobre Letras
 
Resumo livro cultura laraia versão 2
Resumo livro cultura   laraia versão 2Resumo livro cultura   laraia versão 2
Resumo livro cultura laraia versão 2
Fernandes Luiz
 
Cultura: degrau para o empoderamento
Cultura: degrau para o empoderamentoCultura: degrau para o empoderamento
Cultura: degrau para o empoderamento
Andrea Toledo
 
C. Geertz - Etnográfia
C. Geertz - EtnográfiaC. Geertz - Etnográfia
C. Geertz - Etnográfia
Zeca B.
 
Relativismo desafio do relativismo cultural - rachels
Relativismo   desafio do relativismo cultural - rachelsRelativismo   desafio do relativismo cultural - rachels
Relativismo desafio do relativismo cultural - rachels
Leandro Klineyder
 
Análise de os ratos, de dyonélio machado
Análise de os ratos, de dyonélio machadoAnálise de os ratos, de dyonélio machado
Análise de os ratos, de dyonélio machado
ma.no.el.ne.ves
 
Seminario cibercultura 1
Seminario cibercultura 1Seminario cibercultura 1
Seminario cibercultura 1
Jennyffer Mesquita
 
Relativismo e direitos humanos 1
Relativismo  e direitos humanos 1Relativismo  e direitos humanos 1
Relativismo e direitos humanos 1
Luis De Sousa Rodrigues
 
Antropologia cultural
Antropologia culturalAntropologia cultural
Antropologia cultural
Genito Paulo Rui
 
A cultura do homem
A cultura do homemA cultura do homem
A cultura do homem
dinicmax
 
Malinowisk slideshare
Malinowisk slideshareMalinowisk slideshare
Malinowisk slideshare
Debora Bluhu
 

Destaque (20)

Cultura Um Conceito Antropológico
Cultura Um Conceito AntropológicoCultura Um Conceito Antropológico
Cultura Um Conceito Antropológico
 
Fichamento de "Cultura: um conceito antropológico"
Fichamento de "Cultura: um conceito antropológico"Fichamento de "Cultura: um conceito antropológico"
Fichamento de "Cultura: um conceito antropológico"
 
Cultura dinamica antropologia
Cultura dinamica antropologiaCultura dinamica antropologia
Cultura dinamica antropologia
 
Conceito e origem da antropologia
Conceito e origem da antropologiaConceito e origem da antropologia
Conceito e origem da antropologia
 
Cultura humanística do estudante universitário
Cultura humanística do estudante universitárioCultura humanística do estudante universitário
Cultura humanística do estudante universitário
 
A cultura interfere no plano biológico
A cultura interfere no plano biológicoA cultura interfere no plano biológico
A cultura interfere no plano biológico
 
Universalismo e relativismo cultural - Artigo
Universalismo e relativismo cultural - ArtigoUniversalismo e relativismo cultural - Artigo
Universalismo e relativismo cultural - Artigo
 
Texto 5 enfrentamento do estresse
Texto 5 enfrentamento do estresseTexto 5 enfrentamento do estresse
Texto 5 enfrentamento do estresse
 
A cultura condiciona a visão de mundo do homem
A cultura condiciona a visão de mundo do homemA cultura condiciona a visão de mundo do homem
A cultura condiciona a visão de mundo do homem
 
Resumo livro cultura laraia versão 2
Resumo livro cultura   laraia versão 2Resumo livro cultura   laraia versão 2
Resumo livro cultura laraia versão 2
 
By Sidon
By SidonBy Sidon
By Sidon
 
Cultura: degrau para o empoderamento
Cultura: degrau para o empoderamentoCultura: degrau para o empoderamento
Cultura: degrau para o empoderamento
 
C. Geertz - Etnográfia
C. Geertz - EtnográfiaC. Geertz - Etnográfia
C. Geertz - Etnográfia
 
Relativismo desafio do relativismo cultural - rachels
Relativismo   desafio do relativismo cultural - rachelsRelativismo   desafio do relativismo cultural - rachels
Relativismo desafio do relativismo cultural - rachels
 
Análise de os ratos, de dyonélio machado
Análise de os ratos, de dyonélio machadoAnálise de os ratos, de dyonélio machado
Análise de os ratos, de dyonélio machado
 
Seminario cibercultura 1
Seminario cibercultura 1Seminario cibercultura 1
Seminario cibercultura 1
 
Relativismo e direitos humanos 1
Relativismo  e direitos humanos 1Relativismo  e direitos humanos 1
Relativismo e direitos humanos 1
 
Antropologia cultural
Antropologia culturalAntropologia cultural
Antropologia cultural
 
A cultura do homem
A cultura do homemA cultura do homem
A cultura do homem
 
Malinowisk slideshare
Malinowisk slideshareMalinowisk slideshare
Malinowisk slideshare
 

Semelhante a Cultura e informação roque laraia

Homen e Sociedade - Cultura e Antropologia Aula 3
Homen e Sociedade - Cultura e Antropologia Aula 3Homen e Sociedade - Cultura e Antropologia Aula 3
Homen e Sociedade - Cultura e Antropologia Aula 3
admunip2013
 
Unidade 1 - Aula 1 - Introdução ao conceito de cultura
Unidade 1 - Aula 1 - Introdução ao conceito de culturaUnidade 1 - Aula 1 - Introdução ao conceito de cultura
Unidade 1 - Aula 1 - Introdução ao conceito de cultura
Cleverson Domingos
 
Antropologia e o desenvolvimento antropológico do conceito de cultura
Antropologia e o desenvolvimento antropológico do conceito de culturaAntropologia e o desenvolvimento antropológico do conceito de cultura
Antropologia e o desenvolvimento antropológico do conceito de cultura
NathanDosSantos7
 
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.pptCONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
RubensMartins36
 
Aula 19 - Identidade Cultural - padronização e diversidade
Aula 19 - Identidade Cultural - padronização e diversidadeAula 19 - Identidade Cultural - padronização e diversidade
Aula 19 - Identidade Cultural - padronização e diversidade
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidade
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidadeAula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidade
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidade
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Cp aula 4
Cp aula 4Cp aula 4
Cp aula 4
Maira Conde
 
Breve trajetória da antropologia &
Breve trajetória  da antropologia                 &Breve trajetória  da antropologia                 &
Breve trajetória da antropologia &
Marcello Lemanski
 
Antropologia da Comunicação
Antropologia da ComunicaçãoAntropologia da Comunicação
Antropologia da Comunicação
Daniel Buchmann
 
Identidade, igualdade e diferença
Identidade, igualdade e diferençaIdentidade, igualdade e diferença
Identidade, igualdade e diferença
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
Claudia araujo
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
Silvia Revez
 
O que é antropologia
O que é antropologiaO que é antropologia
O que é antropologia
Aldenei Barros
 
A diversidade cultural etnocentrismo e relativismo cultural
A diversidade cultural etnocentrismo e relativismo culturalA diversidade cultural etnocentrismo e relativismo cultural
A diversidade cultural etnocentrismo e relativismo cultural
Marcos Barros de Miranda
 
Cultura e diversidade.pptx
Cultura e diversidade.pptxCultura e diversidade.pptx
Cultura e diversidade.pptx
BrunoAndrade238623
 
1 conceito de cultura - laraia cultura-um_conceito_antropologico
1   conceito de cultura - laraia cultura-um_conceito_antropologico1   conceito de cultura - laraia cultura-um_conceito_antropologico
1 conceito de cultura - laraia cultura-um_conceito_antropologico
crissgrancio
 
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e SociedadetxSociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
marioaraujorosas1
 
CULTURA E IDEOLOGIA [Salvo automaticamente].ppt
CULTURA E IDEOLOGIA   [Salvo automaticamente].pptCULTURA E IDEOLOGIA   [Salvo automaticamente].ppt
CULTURA E IDEOLOGIA [Salvo automaticamente].ppt
AdelmaFerreiradeSouz
 
85827999-Homem-e-Sociedade-Unidade-I-Slides.pdf
85827999-Homem-e-Sociedade-Unidade-I-Slides.pdf85827999-Homem-e-Sociedade-Unidade-I-Slides.pdf
85827999-Homem-e-Sociedade-Unidade-I-Slides.pdf
FabioAbagabir1
 
Introdução antropologia cultural
Introdução antropologia culturalIntrodução antropologia cultural
Introdução antropologia cultural
MNTB / Instituto Antropos
 

Semelhante a Cultura e informação roque laraia (20)

Homen e Sociedade - Cultura e Antropologia Aula 3
Homen e Sociedade - Cultura e Antropologia Aula 3Homen e Sociedade - Cultura e Antropologia Aula 3
Homen e Sociedade - Cultura e Antropologia Aula 3
 
Unidade 1 - Aula 1 - Introdução ao conceito de cultura
Unidade 1 - Aula 1 - Introdução ao conceito de culturaUnidade 1 - Aula 1 - Introdução ao conceito de cultura
Unidade 1 - Aula 1 - Introdução ao conceito de cultura
 
Antropologia e o desenvolvimento antropológico do conceito de cultura
Antropologia e o desenvolvimento antropológico do conceito de culturaAntropologia e o desenvolvimento antropológico do conceito de cultura
Antropologia e o desenvolvimento antropológico do conceito de cultura
 
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.pptCONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
 
Aula 19 - Identidade Cultural - padronização e diversidade
Aula 19 - Identidade Cultural - padronização e diversidadeAula 19 - Identidade Cultural - padronização e diversidade
Aula 19 - Identidade Cultural - padronização e diversidade
 
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidade
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidadeAula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidade
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidade
 
Cp aula 4
Cp aula 4Cp aula 4
Cp aula 4
 
Breve trajetória da antropologia &
Breve trajetória  da antropologia                 &Breve trajetória  da antropologia                 &
Breve trajetória da antropologia &
 
Antropologia da Comunicação
Antropologia da ComunicaçãoAntropologia da Comunicação
Antropologia da Comunicação
 
Identidade, igualdade e diferença
Identidade, igualdade e diferençaIdentidade, igualdade e diferença
Identidade, igualdade e diferença
 
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
O que é antropologia
O que é antropologiaO que é antropologia
O que é antropologia
 
A diversidade cultural etnocentrismo e relativismo cultural
A diversidade cultural etnocentrismo e relativismo culturalA diversidade cultural etnocentrismo e relativismo cultural
A diversidade cultural etnocentrismo e relativismo cultural
 
Cultura e diversidade.pptx
Cultura e diversidade.pptxCultura e diversidade.pptx
Cultura e diversidade.pptx
 
1 conceito de cultura - laraia cultura-um_conceito_antropologico
1   conceito de cultura - laraia cultura-um_conceito_antropologico1   conceito de cultura - laraia cultura-um_conceito_antropologico
1 conceito de cultura - laraia cultura-um_conceito_antropologico
 
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e SociedadetxSociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
 
CULTURA E IDEOLOGIA [Salvo automaticamente].ppt
CULTURA E IDEOLOGIA   [Salvo automaticamente].pptCULTURA E IDEOLOGIA   [Salvo automaticamente].ppt
CULTURA E IDEOLOGIA [Salvo automaticamente].ppt
 
85827999-Homem-e-Sociedade-Unidade-I-Slides.pdf
85827999-Homem-e-Sociedade-Unidade-I-Slides.pdf85827999-Homem-e-Sociedade-Unidade-I-Slides.pdf
85827999-Homem-e-Sociedade-Unidade-I-Slides.pdf
 
Introdução antropologia cultural
Introdução antropologia culturalIntrodução antropologia cultural
Introdução antropologia cultural
 

Mais de Portal do Vestibulando

Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino FrancoIdade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Portal do Vestibulando
 
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, AstecasSociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Portal do Vestibulando
 
Independência dos EUA
Independência dos EUAIndependência dos EUA
Independência dos EUA
Portal do Vestibulando
 
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
Portal do Vestibulando
 
07 revolução mexicana
07   revolução mexicana07   revolução mexicana
07 revolução mexicana
Portal do Vestibulando
 
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismoPeríodo entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Portal do Vestibulando
 
Guerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - AtualizadaGuerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - Atualizada
Portal do Vestibulando
 
Nova República
Nova RepúblicaNova República
Nova República
Portal do Vestibulando
 
Senhora
SenhoraSenhora
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Portal do Vestibulando
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Questão Palestina
Questão PalestinaQuestão Palestina
Questão Palestina
Portal do Vestibulando
 
Descolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiáticaDescolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiática
Portal do Vestibulando
 
África nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlânticoÁfrica nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlântico
Portal do Vestibulando
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Portal do Vestibulando
 
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistasBrasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Portal do Vestibulando
 
Brasil: Economia Colonial
Brasil: Economia ColonialBrasil: Economia Colonial
Brasil: Economia Colonial
Portal do Vestibulando
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Portal do Vestibulando
 
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - ManausCuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Portal do Vestibulando
 
Religiões de matriz africana
Religiões de matriz africanaReligiões de matriz africana
Religiões de matriz africana
Portal do Vestibulando
 

Mais de Portal do Vestibulando (20)

Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino FrancoIdade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
 
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, AstecasSociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
 
Independência dos EUA
Independência dos EUAIndependência dos EUA
Independência dos EUA
 
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
 
07 revolução mexicana
07   revolução mexicana07   revolução mexicana
07 revolução mexicana
 
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismoPeríodo entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
 
Guerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - AtualizadaGuerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - Atualizada
 
Nova República
Nova RepúblicaNova República
Nova República
 
Senhora
SenhoraSenhora
Senhora
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Questão Palestina
Questão PalestinaQuestão Palestina
Questão Palestina
 
Descolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiáticaDescolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiática
 
África nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlânticoÁfrica nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlântico
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
 
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistasBrasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
 
Brasil: Economia Colonial
Brasil: Economia ColonialBrasil: Economia Colonial
Brasil: Economia Colonial
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
 
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - ManausCuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
 
Religiões de matriz africana
Religiões de matriz africanaReligiões de matriz africana
Religiões de matriz africana
 

Cultura e informação roque laraia

  • 2. Como opera a cultura LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. Rio de Janeiro: Jorge Zahar ed., 1986. Segunda parte: como opera a cultura. “A cultura é como uma lente através da qual o homem vê o mundo” (Ruth Benedict, O Crisântemo e a Espada, 1972).
  • 3. Cultura condiciona A visão de mundo do Homem A nossa herança cultural, desenvolvida através de inúmeras gerações, sempre nos condicionou a reagir depreciativamente em relação ao comportamento daqueles que agem fora dos padrões aceitos pela maioria da comunidade.” “Homens de culturas diferentes usam lentes diversas e, portanto, tem visões desencontradas de cada coisa.”
  • 4. “Mesmo o exercício de atividades consideradas como parte da fisiologia humana podem refletir diferenças de cultura.” Segundo Marcel Mauss (1872-1950), podemos admitir com certeza que se “uma criança senta-se à mesa com os cotovelos junto ao corpo e permanece com as mãos nos joelhos, quando não esta comendo, ela é inglesa. Um jovem francês não sabe mais se dominar: ele abre os cotovelos em leque e apoia-os sobre a mesa” “Todos os Homens são dotados do mesmo equipamento anatômico, mas a utilização do mesmo, ao invés de ser determinada geneticamente depende de um aprendizado e este consiste na copia e padrões que fazem parte da herança cultural do grupo”
  • 5. “ O homem recupera a sua energia, a força de trabalho, através da alimentação. Esta é realizada de formas múltiplas e com alimentos diferentes.” “O etnocentrismo, de fato, é um fenômeno universal. É comum a crença de que a própria sociedade é o centro da humanidade, ou mesmo a sua única expressão.” Etnocentrismo (é uma visão do mundo onde o “nosso grupo” é tomado como centro de tudo e todos os outros são pensados e sentidos através dos nossos próprios valores e nossas definições do que é existência) .
  • 6. “O ponto fundamental de referencia não é a humanidade, mas o grupo. Daí a relação, ou pelo menos a estranheza, em relação aos estrangeiros.” “Comportamentos etnocêntricos resultam também em apreciações negativas dos padrões culturais de povos diferentes. Práticas de outros sistemas culturais são catalogadas como absurda, deprimes e imorais.”
  • 7. A cultura interfere no plano biológico A cultura pode decidir sobre a vida e a morte dos membros do sistema; Membros de uma sociedade sendo apáticos perdem a motivação em valores que os permaneciam unidos. Ex: Africanos removidos violentamente de seu pais para se tornarem escravos no Brasil.
  • 8. Doenças Psicossomáticas (Doenças Psicológicas), fortemente influenciadas pelos padrões culturais. Ex ¹: Pessoas sentem dores no fígado, mas nem sabem onde se localiza o mesmo. Ex ²: quem acredita que manga combinada com leite traz mal estar, provavelmente irá se sentir mal combinando os dois alimentos.
  • 9. Cultura pode provocar a cura de doenças (reais ou imaginárias). • Ex: Os Pajés dos índios Tupi baseiam –se em uma técnica de cura com seções de canto, dança e defumação do paciente retirando um objeto estranho do doente, muitos afirmam estarem curados desde então.
  • 10. Os Indivíduos Participam Diferentemente de sua Cultura • A participação do indivíduo em sua cultura é sempre limitada, nenhuma pessoa é capaz de participar de todos os elementos de sua cultura. •Todos necessitam saber como agir em determinadas situações e, também, como prever o comportamento dos outros. Em nenhuma sociedade todas as condições são previsíveis e controladas. •As pessoas sabem como agir e podem prever a ação do outro, mesmo que nunca tivesse tido um contato anterior. •Embora nenhum indivíduo conheça totalmente o seu sistema cultural, é necessário ter um conhecimento mínimo para operar dentro do mesmo.
  • 11. A Cultura tem uma lógica própria Todo sistema cultural possui sua própria lógica e, transferi-la de um sistema para outro é considerado ato de etnocentrismo. A tendência mais comum é considerar lógico apenas o próprio sistema e atribuir aos demais alto grau de irracionalismo. A coerência de um hábito cultural apenas pode ser analisada a partir do sistema a que pertence. Temos sistemas simultâneos e não sucessivos na história da humanidade.
  • 12. A ciência depende de instrumentos de observação Sem estes meios materiais o homem tem que tirar conclusões a partir de sua observação direta, valendo-se somente do instrumental sensorial de que dispõe. O homem sempre buscou explicações para a vida e a morte, responsável pelo aparecimento dos diversos sistemas filosóficos. Explicar a vida implica na compreensão dos fenômenos da concepção do nascimento, que são importantes para a ordem social, pois da explicação que o grupo aceita para a reprodução humana resulta o sistema de parentesco, que vai regulamentar todo o comportamento social. Nem sempre as relações de causa e efeito são percebidas por homens de culturas diferentes.
  • 14. As explicações encontradas pelos membros das diversas sociedades são lógicas e encontram a coerência dentro do próprio sistema. Cada cultura ordenou a seu modo o mundo a sua volta e que esta ordenação dá um sentido cultural à visível confusão das coisas naturais. (Rodney Nedham)
  • 15. Finalmente, entender a lógica de um sistema cultural depende da compreensão das categorias constituídas pelo mesmo.  Segundo Mauss, categorias são princípios de juízos e raciocínios constantemente presentes na linguagem, sempre que estejam necessariamente explícitas.
  • 16. A CULTURA É DINÂMICA Homens questionam hábitos e os modificam •Isolamento de um grupo → processo de mudança mais lento •Contato de um grupo com o outro → Inovações tecnológicas → aceleram o processo
  • 17. Existem então, dois tipos de mudança cultural: •Mudança interna •Contato de um sistema cultural com o outro •Mudança de costumes – conflitos • Tendência conservadora X Inovadoras
  • 18. E nos dias de hoje...
  • 20. • Mesma sociedade pessoas que têm juízos diametralmente opostos sobre um novo fato Padrões de comportamento ↕ ideais ↔ reais
  • 21. Cada sistema cultural está sempre em mudança e entender este processo ameniza o choque entre as gerações, evitando assim comportamentos preconceituosos.  Além de entender o comportamento diferencial de outros povos é de extrema importância entendermos as mudanças existentes dentro do nosso sistema, para assim, enfrentarmos mais tranquilamente o que ainda virá.