SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
 
	
  
	
  
	
  
COMUNIDADES QUILOMBOLAS DO RIO GRANDE DO SUL: HISTÓRIA,
CULTURA, SABERES E PRÁTICAS POPULARES DE CUIDADO EM SAÚDE
Adelmir Fiabani 1
Jorge Luiz dos Santos de Souza 2
Julia Carolina Barbosa Garcia (Bolsa Cultura) 3
Jeniffer Charlene Silva Dalazen 4
Marcelo Marchesan 5
Categoria: Extensão e Cultura
Resumo: Este projeto visa produzir um documentário sobre as comunidades
quilombolas Mormaça, Arvinha (Sertão) e Vila Padre Osmari (Colorado), com
enfoque nos saberes sobre medicina popular existente nas referidas comunidades.
Pretende-se coletar dados referentes à história, cultura e saberes populares em
cuidado em saúde. O curso de Medicina da UFFS campus Passo Fundo tem
interesse nestes saberes, pois objetivamos conhecer e registrar como estas
comunidades cuidam da saúde a partir do uso de chás, ervas e outros. Resultando
na produção de um acervo sobre os saberes e cultura deste segmento social. A
medicina popular brasileira, assim como diversos outros aspectos da cultura do
Brasil, teve contribuição dos povos afrodescentes, os quais hoje em parte são
representados pelas comunidades quilombolas. Os escravos africanos introduziram
diversas variedades de plantas as quais eram utilizadas em rituais religiosos e
também por suas propriedades farmacológicas. Nossa Universidade, sobretudo, o
Campus de Passo Fundo, no curso de Medicina, tem compromisso com este
segmento social. O resultado da pesquisa servirá como subsídio para futuras
investigações. Neste sentido, o projeto atual vem preencher uma lacuna, que é
desvelar as práticas de combate às doenças mais comuns que ocorrem na
comunidade e, também, descobrir formas de prevenção que eles adotam. No caso
das comunidades negras, o êxodo para as cidades representa a morte da cultura,
dos saberes, das práticas medicinais populares e este fenômeno ocorre em quase
todas elas. A produção deste documentário é fundamental para registrar a história,
cultura e práticas medicinais deste povo. Com a produção do documentário
	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  
1
Doutor em História, Universidade Federal da Fronteira Sul, Passo Fundo,
adelmir.fiabani@uffs.edu.br
2
Técnico em Assuntos Educacionais Universidade Federal da Fronteira Sul, Passo Fundo.
jorge.souza@uffs.edu.br
3
Acadêmica do Curso de Medicina, Universidade Federal da Fronteira Sul, Passo Fundo,
juliacb@hotmail.com
4
Acadêmica do Curso de Medicina, Universidade Federal da Fronteira Sul, Passo Fundo,
jeniffercharlene@gmail.com
5
Acadêmico do Curso de Medicina, Universidade Federal da Fronteira Sul, Passo Fundo,
mmarchesan@gmail.com
 
	
  
	
  
	
  
objetivamos, aprofundar o conhecimento sobre a história das comunidades
quilombolas do Rio Grande do Sul; registrar os aspectos culturais e saberes,
sobretudo, da medicina popular das referidas comunidades; divulgar a história,
cultura e saberes destas comunidades para que a sociedade tome conhecimento;
através deste vídeo, eliminar o preconceito e discriminação racial de parte da
sociedade para com as comunidades negras; elevar a autoestima das comunidades
com o registro do importante legado cultural que elas conservam; oportunizar aos
bolsistas e acadêmicos do Curso de Medicina mais campos de pesquisa; prover as
escolas com mais ferramentas pedagógicas (vídeo); inserir a Universidade da
Fronteira Sul no campo dos debates sobre a temática das comunidades
quilombolas, questão agrária, étnica e patrimônio imaterial. Não temos conclusões
sobre esta atividade, pois estará iniciando no segundo semestre de 2017. A
probabilidade da ação ser exitosa é grande, visto que há poucos trabalhos neste
sentido. A UFFS estará colaborando para manter viva a história, cultura e saberes
das comunidades quilombolas do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Comunidades Tradicionais. Cultura. Saberes. Popular.
	
  
	
  
	
  

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a COMUNIDADES QUILOMBOLAS DO RIO GRANDE DO SUL: HISTÓRIA, CULTURA, SABERES E PRÁTICAS POPULARES DE CUIDADO EM SAÚDE

A Política de Saúde da População Negra no Brasil: atores políticos, aspectos...
A Política de Saúde da População Negra no Brasil:  atores políticos, aspectos...A Política de Saúde da População Negra no Brasil:  atores políticos, aspectos...
A Política de Saúde da População Negra no Brasil: atores políticos, aspectos...pesquisaracaesaude
 
Concepções e Estratégias de Segurança Alimentar e Nutricional entre os Terrei...
Concepções e Estratégias de Segurança Alimentar e Nutricional entre os Terrei...Concepções e Estratégias de Segurança Alimentar e Nutricional entre os Terrei...
Concepções e Estratégias de Segurança Alimentar e Nutricional entre os Terrei...pesquisaracaesaude
 
“Classificação de raça/cor e etnia: conceitos, terminologia e métodos utiliz...
“Classificação de raça/cor e etnia: conceitos, terminologia e métodos  utiliz...“Classificação de raça/cor e etnia: conceitos, terminologia e métodos  utiliz...
“Classificação de raça/cor e etnia: conceitos, terminologia e métodos utiliz...pesquisaracaesaude
 
Livros Saúde Integral da População Negra
Livros Saúde Integral da População NegraLivros Saúde Integral da População Negra
Livros Saúde Integral da População NegraAduniGoes
 
Mortalidade por causas externas e raça/cor da pele: uma das expressões das de...
Mortalidade por causas externas e raça/cor da pele: uma das expressões das de...Mortalidade por causas externas e raça/cor da pele: uma das expressões das de...
Mortalidade por causas externas e raça/cor da pele: uma das expressões das de...pesquisaracaesaude
 
Saberes e técnicas da medicina popular brasileira
Saberes e técnicas da medicina popular brasileiraSaberes e técnicas da medicina popular brasileira
Saberes e técnicas da medicina popular brasileiraCarmen Prisco
 
ACOLHIMENTO DA POPULAÇÃO NEGRA EM SOFRIMENTO PSICOSSOCIAL PELO CANDOMBLÉ DE L...
ACOLHIMENTO DA POPULAÇÃO NEGRA EM SOFRIMENTO PSICOSSOCIAL PELO CANDOMBLÉ DE L...ACOLHIMENTO DA POPULAÇÃO NEGRA EM SOFRIMENTO PSICOSSOCIAL PELO CANDOMBLÉ DE L...
ACOLHIMENTO DA POPULAÇÃO NEGRA EM SOFRIMENTO PSICOSSOCIAL PELO CANDOMBLÉ DE L...pesquisaracaesaude
 
SUS e Política Nacional da Saúde integral da População Negra – PNSIPN
SUS e  Política Nacional da Saúde integral da População Negra – PNSIPNSUS e  Política Nacional da Saúde integral da População Negra – PNSIPN
SUS e Política Nacional da Saúde integral da População Negra – PNSIPNRegina M F Gomes
 
MULHER NEGRA E MIOMAS: UMA INCURSÃO NA ÀREA DA SAÚDE, RAÇA/ETNIA.
MULHER NEGRA E MIOMAS: UMA INCURSÃO NA ÀREA DA SAÚDE, RAÇA/ETNIA.MULHER NEGRA E MIOMAS: UMA INCURSÃO NA ÀREA DA SAÚDE, RAÇA/ETNIA.
MULHER NEGRA E MIOMAS: UMA INCURSÃO NA ÀREA DA SAÚDE, RAÇA/ETNIA.pesquisaracaesaude
 
2012 - Cláucia Honnef - a extensão rural e o processo de inclusão educacional
2012 - Cláucia  Honnef - a extensão rural e o processo de inclusão educacional2012 - Cláucia  Honnef - a extensão rural e o processo de inclusão educacional
2012 - Cláucia Honnef - a extensão rural e o processo de inclusão educacionalEzequiel Redin
 
Expedições Fiocruz 2012 2/5
Expedições Fiocruz 2012 2/5Expedições Fiocruz 2012 2/5
Expedições Fiocruz 2012 2/5nextfiocruz
 
Experiências desiguais ao nascer, viver, adoecer e morrer
Experiências desiguais ao nascer, viver, adoecer e morrerExperiências desiguais ao nascer, viver, adoecer e morrer
Experiências desiguais ao nascer, viver, adoecer e morrerPopulação Negra e Saúde
 

Semelhante a COMUNIDADES QUILOMBOLAS DO RIO GRANDE DO SUL: HISTÓRIA, CULTURA, SABERES E PRÁTICAS POPULARES DE CUIDADO EM SAÚDE (20)

Doencas etnicas
Doencas etnicasDoencas etnicas
Doencas etnicas
 
ARTIGO 3.pdf
ARTIGO 3.pdfARTIGO 3.pdf
ARTIGO 3.pdf
 
ARTIGO 3a.pdf
ARTIGO 3a.pdfARTIGO 3a.pdf
ARTIGO 3a.pdf
 
A Política de Saúde da População Negra no Brasil: atores políticos, aspectos...
A Política de Saúde da População Negra no Brasil:  atores políticos, aspectos...A Política de Saúde da População Negra no Brasil:  atores políticos, aspectos...
A Política de Saúde da População Negra no Brasil: atores políticos, aspectos...
 
Concepções e Estratégias de Segurança Alimentar e Nutricional entre os Terrei...
Concepções e Estratégias de Segurança Alimentar e Nutricional entre os Terrei...Concepções e Estratégias de Segurança Alimentar e Nutricional entre os Terrei...
Concepções e Estratégias de Segurança Alimentar e Nutricional entre os Terrei...
 
“Classificação de raça/cor e etnia: conceitos, terminologia e métodos utiliz...
“Classificação de raça/cor e etnia: conceitos, terminologia e métodos  utiliz...“Classificação de raça/cor e etnia: conceitos, terminologia e métodos  utiliz...
“Classificação de raça/cor e etnia: conceitos, terminologia e métodos utiliz...
 
Apostila unidade1
Apostila unidade1Apostila unidade1
Apostila unidade1
 
Livros Saúde Integral da População Negra
Livros Saúde Integral da População NegraLivros Saúde Integral da População Negra
Livros Saúde Integral da População Negra
 
Livros Saúde Integral da População Negra
Livros Saúde Integral da População NegraLivros Saúde Integral da População Negra
Livros Saúde Integral da População Negra
 
Mortalidade por causas externas e raça/cor da pele: uma das expressões das de...
Mortalidade por causas externas e raça/cor da pele: uma das expressões das de...Mortalidade por causas externas e raça/cor da pele: uma das expressões das de...
Mortalidade por causas externas e raça/cor da pele: uma das expressões das de...
 
Saberes e técnicas da medicina popular brasileira
Saberes e técnicas da medicina popular brasileiraSaberes e técnicas da medicina popular brasileira
Saberes e técnicas da medicina popular brasileira
 
Genero 03
Genero 03Genero 03
Genero 03
 
ACOLHIMENTO DA POPULAÇÃO NEGRA EM SOFRIMENTO PSICOSSOCIAL PELO CANDOMBLÉ DE L...
ACOLHIMENTO DA POPULAÇÃO NEGRA EM SOFRIMENTO PSICOSSOCIAL PELO CANDOMBLÉ DE L...ACOLHIMENTO DA POPULAÇÃO NEGRA EM SOFRIMENTO PSICOSSOCIAL PELO CANDOMBLÉ DE L...
ACOLHIMENTO DA POPULAÇÃO NEGRA EM SOFRIMENTO PSICOSSOCIAL PELO CANDOMBLÉ DE L...
 
SUS e Política Nacional da Saúde integral da População Negra – PNSIPN
SUS e  Política Nacional da Saúde integral da População Negra – PNSIPNSUS e  Política Nacional da Saúde integral da População Negra – PNSIPN
SUS e Política Nacional da Saúde integral da População Negra – PNSIPN
 
Em busca da equidade
Em busca da equidadeEm busca da equidade
Em busca da equidade
 
MULHER NEGRA E MIOMAS: UMA INCURSÃO NA ÀREA DA SAÚDE, RAÇA/ETNIA.
MULHER NEGRA E MIOMAS: UMA INCURSÃO NA ÀREA DA SAÚDE, RAÇA/ETNIA.MULHER NEGRA E MIOMAS: UMA INCURSÃO NA ÀREA DA SAÚDE, RAÇA/ETNIA.
MULHER NEGRA E MIOMAS: UMA INCURSÃO NA ÀREA DA SAÚDE, RAÇA/ETNIA.
 
2012 - Cláucia Honnef - a extensão rural e o processo de inclusão educacional
2012 - Cláucia  Honnef - a extensão rural e o processo de inclusão educacional2012 - Cláucia  Honnef - a extensão rural e o processo de inclusão educacional
2012 - Cláucia Honnef - a extensão rural e o processo de inclusão educacional
 
Expedições Fiocruz 2012 2/5
Expedições Fiocruz 2012 2/5Expedições Fiocruz 2012 2/5
Expedições Fiocruz 2012 2/5
 
Eficácia da ¨Sala de Espera¨ nas usf do Feira VI e do Rosário
Eficácia da ¨Sala de Espera¨ nas usf do Feira VI e do RosárioEficácia da ¨Sala de Espera¨ nas usf do Feira VI e do Rosário
Eficácia da ¨Sala de Espera¨ nas usf do Feira VI e do Rosário
 
Experiências desiguais ao nascer, viver, adoecer e morrer
Experiências desiguais ao nascer, viver, adoecer e morrerExperiências desiguais ao nascer, viver, adoecer e morrer
Experiências desiguais ao nascer, viver, adoecer e morrer
 

Mais de jorge luiz dos santos de souza

EDUCAÇÃO, AÇÕES AFIRMATIVAS E OS DIREITOS HUMANOS
EDUCAÇÃO, AÇÕES AFIRMATIVAS E OS DIREITOS HUMANOS EDUCAÇÃO, AÇÕES AFIRMATIVAS E OS DIREITOS HUMANOS
EDUCAÇÃO, AÇÕES AFIRMATIVAS E OS DIREITOS HUMANOS jorge luiz dos santos de souza
 
Relato de Experiência: Apresentação de Palestra no Curso de Introdução à Vida...
Relato de Experiência: Apresentação de Palestra no Curso de Introdução à Vida...Relato de Experiência: Apresentação de Palestra no Curso de Introdução à Vida...
Relato de Experiência: Apresentação de Palestra no Curso de Introdução à Vida...jorge luiz dos santos de souza
 
MÉDICOS DÁ ARTE: BLOG COMO FERRAMENTA DE DIVULGAÇÃO E PROMOTOR DOS PROCESSOS ...
MÉDICOS DÁ ARTE: BLOG COMO FERRAMENTA DE DIVULGAÇÃO E PROMOTOR DOS PROCESSOS ...MÉDICOS DÁ ARTE: BLOG COMO FERRAMENTA DE DIVULGAÇÃO E PROMOTOR DOS PROCESSOS ...
MÉDICOS DÁ ARTE: BLOG COMO FERRAMENTA DE DIVULGAÇÃO E PROMOTOR DOS PROCESSOS ...jorge luiz dos santos de souza
 
REIKI NO CAMPUS: UMA EXPERIENCIA COM TERAPIAS COMPLEMENTARES NO CURSO DE MEDI...
REIKI NO CAMPUS: UMA EXPERIENCIA COM TERAPIAS COMPLEMENTARES NO CURSO DE MEDI...REIKI NO CAMPUS: UMA EXPERIENCIA COM TERAPIAS COMPLEMENTARES NO CURSO DE MEDI...
REIKI NO CAMPUS: UMA EXPERIENCIA COM TERAPIAS COMPLEMENTARES NO CURSO DE MEDI...jorge luiz dos santos de souza
 
PROJETO ATITUDES QUE SALVAM VIDAS NA VISÃO DE SEUS INTEGRANTES: RELATOS BASEA...
PROJETO ATITUDES QUE SALVAM VIDAS NA VISÃO DE SEUS INTEGRANTES: RELATOS BASEA...PROJETO ATITUDES QUE SALVAM VIDAS NA VISÃO DE SEUS INTEGRANTES: RELATOS BASEA...
PROJETO ATITUDES QUE SALVAM VIDAS NA VISÃO DE SEUS INTEGRANTES: RELATOS BASEA...jorge luiz dos santos de souza
 
INTRODUÇÃO À VIDA ACADÊMICA: APRESENTANDO A UNIVERSIDADE E SUAS POSSIBILIDADE...
INTRODUÇÃO À VIDA ACADÊMICA: APRESENTANDO A UNIVERSIDADE E SUAS POSSIBILIDADE...INTRODUÇÃO À VIDA ACADÊMICA: APRESENTANDO A UNIVERSIDADE E SUAS POSSIBILIDADE...
INTRODUÇÃO À VIDA ACADÊMICA: APRESENTANDO A UNIVERSIDADE E SUAS POSSIBILIDADE...jorge luiz dos santos de souza
 
EDUCAÇÃO E OS DIREITOS HUMANOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL
EDUCAÇÃO E OS DIREITOS HUMANOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SULEDUCAÇÃO E OS DIREITOS HUMANOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL
EDUCAÇÃO E OS DIREITOS HUMANOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SULjorge luiz dos santos de souza
 
Bem estar e qualidade de vida para profissionais da saúde
Bem estar e qualidade de vida para profissionais da saúdeBem estar e qualidade de vida para profissionais da saúde
Bem estar e qualidade de vida para profissionais da saúdejorge luiz dos santos de souza
 
A Influência das Atividades Aquáticas nos Domínios do Comportamento Humano em...
A Influência das Atividades Aquáticas nos Domínios do Comportamento Humano em...A Influência das Atividades Aquáticas nos Domínios do Comportamento Humano em...
A Influência das Atividades Aquáticas nos Domínios do Comportamento Humano em...jorge luiz dos santos de souza
 

Mais de jorge luiz dos santos de souza (20)

Comunicação Não Violenta e Escuta Qualificada
Comunicação Não Violenta e Escuta QualificadaComunicação Não Violenta e Escuta Qualificada
Comunicação Não Violenta e Escuta Qualificada
 
NAAF Campus Vacaria
NAAF Campus VacariaNAAF Campus Vacaria
NAAF Campus Vacaria
 
Projeto Escuta!
Projeto Escuta!Projeto Escuta!
Projeto Escuta!
 
Princípios da Administração Pública
Princípios da Administração PúblicaPrincípios da Administração Pública
Princípios da Administração Pública
 
Comunicação Não Violenta
Comunicação Não ViolentaComunicação Não Violenta
Comunicação Não Violenta
 
Outubro rosa e novembro azul 2018
Outubro rosa e novembro azul 2018Outubro rosa e novembro azul 2018
Outubro rosa e novembro azul 2018
 
Cuidado de Si & Saúde Neurofisiológica
Cuidado de Si & Saúde NeurofisiológicaCuidado de Si & Saúde Neurofisiológica
Cuidado de Si & Saúde Neurofisiológica
 
EDUCAÇÃO, AÇÕES AFIRMATIVAS E OS DIREITOS HUMANOS
EDUCAÇÃO, AÇÕES AFIRMATIVAS E OS DIREITOS HUMANOS EDUCAÇÃO, AÇÕES AFIRMATIVAS E OS DIREITOS HUMANOS
EDUCAÇÃO, AÇÕES AFIRMATIVAS E OS DIREITOS HUMANOS
 
Relato de Experiência: Apresentação de Palestra no Curso de Introdução à Vida...
Relato de Experiência: Apresentação de Palestra no Curso de Introdução à Vida...Relato de Experiência: Apresentação de Palestra no Curso de Introdução à Vida...
Relato de Experiência: Apresentação de Palestra no Curso de Introdução à Vida...
 
MÉDICOS DÁ ARTE: BLOG COMO FERRAMENTA DE DIVULGAÇÃO E PROMOTOR DOS PROCESSOS ...
MÉDICOS DÁ ARTE: BLOG COMO FERRAMENTA DE DIVULGAÇÃO E PROMOTOR DOS PROCESSOS ...MÉDICOS DÁ ARTE: BLOG COMO FERRAMENTA DE DIVULGAÇÃO E PROMOTOR DOS PROCESSOS ...
MÉDICOS DÁ ARTE: BLOG COMO FERRAMENTA DE DIVULGAÇÃO E PROMOTOR DOS PROCESSOS ...
 
REIKI NO CAMPUS: UMA EXPERIENCIA COM TERAPIAS COMPLEMENTARES NO CURSO DE MEDI...
REIKI NO CAMPUS: UMA EXPERIENCIA COM TERAPIAS COMPLEMENTARES NO CURSO DE MEDI...REIKI NO CAMPUS: UMA EXPERIENCIA COM TERAPIAS COMPLEMENTARES NO CURSO DE MEDI...
REIKI NO CAMPUS: UMA EXPERIENCIA COM TERAPIAS COMPLEMENTARES NO CURSO DE MEDI...
 
PROJETO ATITUDES QUE SALVAM VIDAS NA VISÃO DE SEUS INTEGRANTES: RELATOS BASEA...
PROJETO ATITUDES QUE SALVAM VIDAS NA VISÃO DE SEUS INTEGRANTES: RELATOS BASEA...PROJETO ATITUDES QUE SALVAM VIDAS NA VISÃO DE SEUS INTEGRANTES: RELATOS BASEA...
PROJETO ATITUDES QUE SALVAM VIDAS NA VISÃO DE SEUS INTEGRANTES: RELATOS BASEA...
 
INTRODUÇÃO À VIDA ACADÊMICA: APRESENTANDO A UNIVERSIDADE E SUAS POSSIBILIDADE...
INTRODUÇÃO À VIDA ACADÊMICA: APRESENTANDO A UNIVERSIDADE E SUAS POSSIBILIDADE...INTRODUÇÃO À VIDA ACADÊMICA: APRESENTANDO A UNIVERSIDADE E SUAS POSSIBILIDADE...
INTRODUÇÃO À VIDA ACADÊMICA: APRESENTANDO A UNIVERSIDADE E SUAS POSSIBILIDADE...
 
EDUCAÇÃO E OS DIREITOS HUMANOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL
EDUCAÇÃO E OS DIREITOS HUMANOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SULEDUCAÇÃO E OS DIREITOS HUMANOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL
EDUCAÇÃO E OS DIREITOS HUMANOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL
 
Bem estar e qualidade de vida para profissionais da saúde
Bem estar e qualidade de vida para profissionais da saúdeBem estar e qualidade de vida para profissionais da saúde
Bem estar e qualidade de vida para profissionais da saúde
 
Perímetros corporais trabalho cds-ufsc
Perímetros corporais trabalho cds-ufscPerímetros corporais trabalho cds-ufsc
Perímetros corporais trabalho cds-ufsc
 
Educação Física Especial
Educação Física EspecialEducação Física Especial
Educação Física Especial
 
O Nado golfinho
O Nado golfinhoO Nado golfinho
O Nado golfinho
 
Relatório de estágio profissionalizante ufsm 2003
Relatório de estágio profissionalizante ufsm 2003Relatório de estágio profissionalizante ufsm 2003
Relatório de estágio profissionalizante ufsm 2003
 
A Influência das Atividades Aquáticas nos Domínios do Comportamento Humano em...
A Influência das Atividades Aquáticas nos Domínios do Comportamento Humano em...A Influência das Atividades Aquáticas nos Domínios do Comportamento Humano em...
A Influência das Atividades Aquáticas nos Domínios do Comportamento Humano em...
 

Último

Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaANNAPAULAAIRESDESOUZ
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxAntonioVieira539017
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Centro Jacques Delors
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioWyngDaFelyzitahLamba
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................mariagrave
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoQuestões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoCelimaraTiski
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSINTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSPedro Luis Moraes
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivararambomarcos
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 

Último (20)

Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoQuestões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
 
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João EudesNovena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSINTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 

COMUNIDADES QUILOMBOLAS DO RIO GRANDE DO SUL: HISTÓRIA, CULTURA, SABERES E PRÁTICAS POPULARES DE CUIDADO EM SAÚDE

  • 1.         COMUNIDADES QUILOMBOLAS DO RIO GRANDE DO SUL: HISTÓRIA, CULTURA, SABERES E PRÁTICAS POPULARES DE CUIDADO EM SAÚDE Adelmir Fiabani 1 Jorge Luiz dos Santos de Souza 2 Julia Carolina Barbosa Garcia (Bolsa Cultura) 3 Jeniffer Charlene Silva Dalazen 4 Marcelo Marchesan 5 Categoria: Extensão e Cultura Resumo: Este projeto visa produzir um documentário sobre as comunidades quilombolas Mormaça, Arvinha (Sertão) e Vila Padre Osmari (Colorado), com enfoque nos saberes sobre medicina popular existente nas referidas comunidades. Pretende-se coletar dados referentes à história, cultura e saberes populares em cuidado em saúde. O curso de Medicina da UFFS campus Passo Fundo tem interesse nestes saberes, pois objetivamos conhecer e registrar como estas comunidades cuidam da saúde a partir do uso de chás, ervas e outros. Resultando na produção de um acervo sobre os saberes e cultura deste segmento social. A medicina popular brasileira, assim como diversos outros aspectos da cultura do Brasil, teve contribuição dos povos afrodescentes, os quais hoje em parte são representados pelas comunidades quilombolas. Os escravos africanos introduziram diversas variedades de plantas as quais eram utilizadas em rituais religiosos e também por suas propriedades farmacológicas. Nossa Universidade, sobretudo, o Campus de Passo Fundo, no curso de Medicina, tem compromisso com este segmento social. O resultado da pesquisa servirá como subsídio para futuras investigações. Neste sentido, o projeto atual vem preencher uma lacuna, que é desvelar as práticas de combate às doenças mais comuns que ocorrem na comunidade e, também, descobrir formas de prevenção que eles adotam. No caso das comunidades negras, o êxodo para as cidades representa a morte da cultura, dos saberes, das práticas medicinais populares e este fenômeno ocorre em quase todas elas. A produção deste documentário é fundamental para registrar a história, cultura e práticas medicinais deste povo. Com a produção do documentário                                                                                                                           1 Doutor em História, Universidade Federal da Fronteira Sul, Passo Fundo, adelmir.fiabani@uffs.edu.br 2 Técnico em Assuntos Educacionais Universidade Federal da Fronteira Sul, Passo Fundo. jorge.souza@uffs.edu.br 3 Acadêmica do Curso de Medicina, Universidade Federal da Fronteira Sul, Passo Fundo, juliacb@hotmail.com 4 Acadêmica do Curso de Medicina, Universidade Federal da Fronteira Sul, Passo Fundo, jeniffercharlene@gmail.com 5 Acadêmico do Curso de Medicina, Universidade Federal da Fronteira Sul, Passo Fundo, mmarchesan@gmail.com
  • 2.         objetivamos, aprofundar o conhecimento sobre a história das comunidades quilombolas do Rio Grande do Sul; registrar os aspectos culturais e saberes, sobretudo, da medicina popular das referidas comunidades; divulgar a história, cultura e saberes destas comunidades para que a sociedade tome conhecimento; através deste vídeo, eliminar o preconceito e discriminação racial de parte da sociedade para com as comunidades negras; elevar a autoestima das comunidades com o registro do importante legado cultural que elas conservam; oportunizar aos bolsistas e acadêmicos do Curso de Medicina mais campos de pesquisa; prover as escolas com mais ferramentas pedagógicas (vídeo); inserir a Universidade da Fronteira Sul no campo dos debates sobre a temática das comunidades quilombolas, questão agrária, étnica e patrimônio imaterial. Não temos conclusões sobre esta atividade, pois estará iniciando no segundo semestre de 2017. A probabilidade da ação ser exitosa é grande, visto que há poucos trabalhos neste sentido. A UFFS estará colaborando para manter viva a história, cultura e saberes das comunidades quilombolas do Rio Grande do Sul. Palavras-chave: Comunidades Tradicionais. Cultura. Saberes. Popular.