SlideShare uma empresa Scribd logo
Rui Martins |
Director Comunicação
COMUNICAR
PARA GERAR
VALOR &
IMPACTO
SOCIAL
ESLIDER Portugal
2 de Novembro 2013
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
2
Fonte Conta Satélite economia Social, INE | CASES 2013 http://www.slideshare.net/Dianova/conta-satelite-economia-social-2013
A atractividade crescente do Terceiro Sector
Profissionalismo | Empregabilidade | Produtividade
Fonte The Johns Hopkins “Comparative Nonprofit Sector Project” e Universidade Católica Portuguesa, 2005
5,4 mil milhões €
=
4,2% PIB
227.000
Empregados
=
4,2% Pop Activa
48% receitas
Próprias
40% governo
12% filantropia
2,8% VAB
(Geração Riqueza)
&
5,5% Emprego
55.383 Orgs
94% Associações
40,1% Acção Social
54,1% VAB
64,9% Emprego
5.022 IPSS
50,1% VAB
42,6% Remuners
38,2% Nec. Finc.
Receitas
14.177,9 M€
62,8% Produção
23,8% Subsídios
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
3
GESTÃO DA INOVAÇÃO
INOVAÇÃO NAS PRÁTICAS
DE TRABALHO
FONTE VANTAGEM
COMPETITIVA
Fonte Julian Birkinshaw, co-founder
InnovationLab, London Business School
Que diferencia uma Organização da Sociedade
Civil Especialmente Eficaz?
Alinhar Percepções dos Stakeholders com Objectivos da Organização
(Modelo de Múltiplos Constituintes)
• Direcções mais eficazes, tomando
decisões certas e fazendo bem as coisas
• Maior uso de procedimentos correctos de gestão
(avaliação de necessidades, planeamento estratégico,
mensuração de satisfação)
• Maior uso de estratégias de gestão de mudança
(procura novas fontes de receitas, incremento de
legitimação, controlo de custos)
• Ter Direcção com prestígio social relacionado
apenas moderadamente
Fonte “Nonprofit Organizational Effectiveness: contrasts between especially
effective and less effective organizations”, Herman & Renz, 1998, Nonprofit
Management and Leadership
Inovação Organizacional
no Terceiro Sector
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
4
Inovação Organizacional | Paradigmas Gestão
Gestão Mudança, Governance, Qualidade, Sustentabilidade | RSO, Gestão Talentos,
Conciliação, Reputação, Prestação Contas, Impacto Investimento, Comunicação…
Criar uma marca corporativa fidedigna
através da criação de um tipo inspirador
de Organização Social...
... que ofereça uma Proposta
de Valor para Clientes,
Colaboradores e Sociedade...
... Garantindo a
Sustentabilidade da
Organização!
O
B
J
E
C
T
I
V
O
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
5
Desenvolvendo Relações de Confiança
para Eficiência | Eficácia Organizacional
Alinhar percepções e expectativas Stakeholders com objectivos Organizacionais
Desenvolvimento de
Relações de
Confiança
=
Fonte de Vantagem
Competitiva
Barney&Hansen
1994
Confiança é uma construção central no enquadramento e dinâmica da gestão de
relacionamentos (Credd & Miles, 1996). Desenvolver e manter a Confiança é tido como
especialmente importante para a eficácia organizacional (Davis et al, 2000)
A
R
I
S
T
O
T
L
E
S
Brand/Marketing Engagement:
Transparência, Honestidade &
Interactividade
... em contar a história, experiência
através de canais adequados para criar e
manter relações de benefícios mútuos
Reputação Ser de Confiança
... através da demonstração de depósitos
de boas práticas no “banco da confiança”
Credibilidade da
Fonte
Ethos → carácter &
integridade
Logos → expertise &
competência
Pathos → carisma
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
6
“CONFIANÇA é a crença geral que uma Organização na sua comunicação e
comportamentos é competente, aberta e honesta, preocupada, fiável
e digna de identificação com os seus objectivos, normas e valores” Zalabak, 2010
Desenvolvendo Relações de Confiança
para Eficiência | Eficácia Organizacional
Alinhar percepções e expectativas Stakeholders com objectivos Organizacionais
MENSURANDO A CONFIANÇA
Organizational Trust Index
COMPETÊNCIA
É eficiente?
Adaptação Tech, clareza
Pensamento, habilidades
Comunicação, resolução
problemas
HONESTIDADE
Percepção de como
a informação é
disponibilizada
PREOCUPAÇÃO
Equilíbrio gestão
Relacionamentos,
Experiência,
Sinceridade, empatia,
congruência
IDENTIFICAÇÃO
Valores partilhados,
Normas e crenças
FIABILIDADE
Desenvolvimento
Acções consistentes
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
7
“CONFIANÇA é a crença geral que uma Organização na sua comunicação e
comportamentos é competente, aberta e honesta, preocupada, fiável
e digna de identificação com os seus objectivos, normas e valores” Zalabak, 2010
BENEFÍCIOS → RESULTADOS
POSITIVOS
Maior satisfação no trabalho, produt. e
compromisso para com a Organização
Flaherty & Pappas, 2000
Maiores vendas e lucros, e menor rácio
de rotação
Davis et al, 2000
Possibilita comportamento cooperativo
Gambetta, 1988
BARREIRAS → RESULTADOS
NEGATIVOS
• Diminuição desejo dos
Colaboradores em contribuir para
objectivos produtividade
• Alimenta medo e comportamentos
destrutivos
• Piora as crises
• A desconfiança é cara
Schokley-Zalabak, 2010
Desenvolvendo Relações de Confiança
para Eficiência | Eficácia Organizacional
Alinhar percepções e expectativas Stakeholders com objectivos Organizacionais
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
8
P
R
O
C
E
S
S
O
Pessoas – Liderança – Cultura
Organizacional
Ferramentas Offline e Online
Técnicas de gestão dos processos
de mudança
Mudança Positiva vs
Sustentabilidade e
Desenvolvimento Organizacional
• Que procedimentos e
competências necessitamos?
• O que é preciso mudar?
• Como gerir a mudança em
harmonia com os nossos valores?
Estratégia
Comunicação da Mudança
Fluxo proactivo/construtivo
Awareness | Compreensão | Compromisso | Mudança
Informação | Diálogo | Envolvimento | Reconhecimento
+
+
Roadmap Sustentabilidade & Gestão Mudança:
Recreando e Liderando o nosso futuro de dentro para fora…
Uma linguagem, Uma voz, Uma marca
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
9
SITUAÇÃO ACTUAL SITUAÇÃO DESEJADA
ESTRATÉGIA
Porque estamos aqui?
• Definir a situação e/ou
problema
O que queremos alcançar?
 Definir alternativas
Onde queremos chegar?
Definir metas, prazos,
Indicadores e iniciativas
Como Alinhar?
 Convergir plano de acção
Global com Unidades
A acção
 Iniciativas e projectos
desenvolvidos que consolidem a
Reputação
O que alcançámos?
Resultados e
Impacto Social Positivo
Próximos passos
 Reinvestimento em novas
Oportunidades...
 ... e Melhoria contínua!
Mobilizar a mudança
através da Liderança
Traduzir a estratégia (metas,
iniciativas, indicadores)
Alinhar Corporate e Centros
Motivar numa tarefa conjunta
(Capacitação, Comunicação,
Objectivos, Formação)
Gerir para converter estratégia
num processo contínuo
Tornar a
Organização
sustentável
Aumentar o impacto
social directo
e indirecto
Roadmap Sustentabilidade & Gestão Mudança:
Recreando e Liderando o nosso futuro de dentro para fora…
Uma linguagem, Uma voz, Uma marca
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
10
GESTÃO COMUNICAÇÃO
INTEGRADA
Processo
Unidireccional de
Difusão de
de Informação
(Media e/ou outros
Canais Off/Online
Processo
Bidireccional de
Gestão de
Relacionamentos
Win-Win com
Stakeholders
diversos
GESTÃO REPUTAÇÃO |
RESPONSABILIDADE
SOCIAL CORPORATIVA
Mercados =
CONVERSAS!
DIÁLOGO:
• Bidireccional
• Pessoas
• Informação
• Participação
Roadmap Sustentabilidade & Gestão Mudança:
Recreando e Liderando o nosso futuro de dentro para fora…
Uma linguagem, Uma voz, Uma marca
GESTÃO INFORMAÇÃO
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
11
Publicidade
Comunicação
RP |
Marketing
Social |
Social Media
“O processo de
comunicação
estratégica
integrada que cria
relações de
benefícios mútuos
entre
Organizações e
seus Públicos”
COMUNICAÇÃO INTEGRADA
LOW COST | NO COST
Marketing
Estratégico
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
12
Associação de
Amizades
e Alianças à volta de
Produtos, Serviços,
Ideias
Interacção
Humana
Ecossistema que molda
atitudes e comportamentos
É impulsionada
por Pessoas em
Comunidades nas
quais comunicam e
se congregam
É Criar,
Descobrir e Partilhar
Novos conteúdos
É criar culturas
vibrantes e
enriquecidas e usar
Ferramentas
de conexão
Comunicação
Corporativa
Gestão de
Crise
Comunicação
Online
Relações
Media
Comunicação
Interna
Relações
Governamentais
Gestão de
Marca
Marketing
Social
Organização
Eventos
Comunicação Integrada
Social Media: novo processo de Participação | Interacção Humana
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
13
RevolucionárioPoder Ameaçador
Desafios: Interacção Social, Comportamento
Organizacional, Gestão corporativa e Governança
democrática
Social media é menos acerca de... ... e mais acerca de…
Comunicação unidreccional Comunicação bidireccional
Controlo Influência
Hierarquia Procurável
Repórters de notícias Comunidade
Rodopiar Autenticidade
Comunicação Integrada
Social Media: novo processo de Participação | Interacção Humana
Democracia Web 2.0 → Conhecimento + Especialização + Performance =
Novas forma de capital social: Colaboração horizontal e Cooperação na
resolução óptima de problemas
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
14
Os 4 Pilares da Estratégia de Media Sociais
1. COMUNICAÇÃO
2. COLABORAÇÃO
3. EDUCAÇÃO
4. ENTRETENIMENTO
• Como é percebida a sua comunicação?
• Como mede a eficácia da sua estratégia?
• Quais os drivers/triggers da sua estratégia que levam a
uma maior acção, resposta, comportamento?
• Porque falham ou são bem sucedidas Organizações em colaborar?
• É a cultura corporativa ou as capacidades dos empreendedores
que faz a diferença?
• Ou são as ferramentas para colaborar que fazem a diferença?
• Com que frequência se requer educar as audiências internas/externas?
• Procura oportunidades para o fazer?
• Como usar aos media sociais para envolver as pessoas a nível de
educação com instrumentos visuais e eficazes?
• Que atributos usar para entreter a audiência?
• Que aspectos deve ter em atenção a nível de entretenimento eg humor
pode ser um terreno adverso (dada a subjectividade pessoal)?
Comunicação Integrada
Social Media: novo processo de Participação | Interacção Humana
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
15
1.
OUVIR
Ferramentas online
track conversações
Acerca da marca
2.
PESSOAS
Compreender
Intimamente
Audiência
3.
OBJECTIVOS
Claros objectivos
SMART
4.
CONTEÚDO
Mais valor
Conversatções5.
TECNOL.
Definir as
Plataformas mais
adequadas
6.
ENVOLVIM.
Planear para a
ccionar
REVER &
PLANEAR
regularmente
Comunicação Integrada
Social Media: novo processo de Participação | Interacção Humana
Os 4 Pilares da Estratégia de Media Sociais
6 elementos de campanha media sociais bem sucedida
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
16
Requer mudança comportamento = Responsabilidade + Honestidade +
Confiança & Aprender a confiar nas Pessoas, Ser aberto ao diálogo e
ESCUTAR
Comunicação Integrada
Social Media: novo processo de Participação | Interacção Humana
(re)Criar a Marca ou Causa + Envolver de forma massiva +
Aprender mais rápido + Liderar eficazmente
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
17
Canais de Comunicação e Distribuição:
das Publicações Internas ao Face-a-Face
Edelman Trust Barometer 2013
Fonte www.edelman.co.uk/trustbarometer
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
18
46% 49%
55%
48%
46%
55%
31%
37%
39%
27%
23%
30%
19% 19%
20%
Fonte www.edelman.co.uk/trustbarometer
Edelman Trust Barometer 2013
Fonte www.edelman.co.uk/trustbarometer
Multiplicidade
de Fontes
credíveis
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
19
O Crescimento das Redes Sociais e
Novos Medias como Canais de
Comunicação 2013
http://www.zerfass.de/ecm/ECM2013-Results-ChartVersion.pdf
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
20
http://www.zerfass.de/ecm/ECM2013-Results-ChartVersion.pdf
O Crescimento das Redes Sociais e
Novos Medias como Canais de
Comunicação 2013
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
21
http://www.zerfass.de/ecm/ECM2013-Results-ChartVersion.pdf
O Crescimento das Redes Sociais e
Novos Medias como Canais de
Comunicação 2013
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
22
“Storytelling é
essencial á
busca do ser
humano pelo
significado” Mary
Caterine Batson (Denning, 2004)
O Storytelling é acerca da comunicação sobre verdades factuais (em
oposição a ficção) em forma de narrativa (Salmons, 2006), um meio de
interpretação e compreensão das Organizações (Landrum, 2008)
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
23
As Histórias são
como vírus:
 Omnipresentes: as
histórias estão à nossa
volta
 Contagiantes: se
ecoarem disseminam-se
 Aderentes: embebem-
se nas nossas memórias
Para ligar-se às
Pessoas ao nível
mais profundo,
precisa de
Histórias!
Rob McKee
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
24
A Liderança “a habilidade de um indivíduo influenciar, motivar e capacitar
terceiros para contribuírem para a eficácia e sucesso da Organização de que são
membros” (House et al., 2004), em mercados de rápida mudança,
requer “uma vívida descrição de ideias, crenças, experiências pessoais e lições de
vida através de
Histórias ou Narrativas que evoquem poderosas emoções e percepções (Serrat,
2008), oferecendo assim uma via emocional que irá inspirar a acção e a
mudança disruptiva (Denning, 2004)
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
25
Mas porquê contar histórias!?
As histórias
ajudam as
Pessoas
compreender
as suas acções e
motivações
As histórias
ajudam as
Pessoas a
aprender, ligar-
se, recordar e
partilhar
As histórias
motivam à
acção,
persuadem,
informam e
inspiram
As histórias
podem ter
um impacto
emocional
duradouro
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
26
Afinal o que são as histórias!?
As histórias
questionam
“O que
aconteceria
se…?”
São acerca de
mudança:
“Como e
porque mudam
as coisas na
vida?”
Mostram
verdades
humanas:
fraquezas,
forças, desejos,
esperanças…
Mostram
escolhas:
e as
consequências
dessas escolhas
AS HISTÓRIAS DÃO-
NOS CONTEXTO…
… E O CONTEXTO AJUDA-
NOS A COMPREENDER AS
COISAS!
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
27
Um aspecto essencial das narrativas criadas pelo método TST (Traditional
Storytelling) ou DST (Digital Storytelling) é a atenção à forma de contar a
história, o facto da narrativa ter uma estrutura com princípio, meio e fim onde se
encontra m problema que é necessário resolver.
Classicamente, é uma intriga com uma sucessão de acontecimentos ao longo de uma
sequência temporal, sendo o conflito o motor da narrativa que se vai desenrolando
através de uma estrutura de tensão e alívio e onde existe pelo menos um personagem
principal. (Lopes, 2009)
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
28
Os 4 elementos do Storytelling
1.
MENSAGEM
2.
CONFLITO
3. ENREDO
4.
PERSONAG
ENS
A Definição da Narrativa Moderna
Quem é a
nossa
Audiência?,
o que
precisa
comprar?
Quais são
as nossas
Histórias
(desafios &
oportunida
des)?
Quando
planeia
contá-las e
com que
frequência?
Onde irá
promovê-
las?
Porquê
como irá
beneficiar a
Dianova e
as suas
Audiências?
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
29
Acaba de entrar num Elevador…
… e tem 20 segundos
para explicar quem é a
Organização:
 o que faz?,
 a quem se destina?,
 com que
objectivos?,
 qual a proposta de
valor?
Já está?
Retenha a
ideia…
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
30
Acabou de dar o 1º passo na
construção da sua História…
… que irá ajudá-lo a
perceber como a sua
Organização é
percebida e a
(re)POSICIONAR-
SE para maximizar os
seus Objectivos
Estratégicos
GESTÃO DA
REPUTAÇÃO
CORPORATIVA
REPUTAÇÃO PARA QUÊ?
• Determinar o que é importante
para cada grupo de stakeholders
REPUTAÇÃO PARA QUEM?
• Good will criado através das
relações com stakeholders
REPUTAÇÃO COM QUE
OBJECTIVO?
• Gerar good will é o objectivo
último identificando e gerindo
issues
REPUTAÇÃO | Avaliação colectiva da capacidade de uma
Organização entregar resultados positivos a grupos representativos
dos seus Stakeholders. Benefícios: cria vantagem competitiva | atrai
e retém melhores Talentos | atrai investidores e patrocinadores |
aumenta fidelização de clientes | incrementa acesso novos segmentos
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
31
E como qualquer História credível,
consistente e confiável…
Organiza
ção
Missão
Visão
Valores
Objectivos
Competências
Diferenciação
Expectativas
Objectivos:
1. O que queremos Ser?
2. Como queremos ser
recordados?
Clientes e Mercado:
1. O que esperam os
Stakeholders?
2. Como podemos ir ao
encontro das suas
expectativas?
Vantagem Competitiva:
1. Quais são as nossas
capacidades ?
2. O que nos distingue?
3. O que necessitamos
incorporar / mudar?
… tem que ser ALINHADA e CONTADA através de
múltiplos Canais de interacção off e online
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
32
Para criar Valor para os Stakeholders e ajudar
a construir uma opinião informada, através de
uma gestão eficaz dos Relacionamentos…
… eis a Missão
da
Comunicação
da
Organização
Compreender os objectivos de
negócio, issues e barreiras
Identificar Stakeholders chave
e suas percepções actuais
versus desejadas
Desenvolver uma
Comunicação estratégia que
colmate o gap através de
drivers emocionais e racionais
A
percepção
é diferente
da
realidade?
Comunica
mos com
os
públicos
certos?
Visão /
Capacidade
s/
Expectativa
s
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
33
Modelo Estratégico de Comunicação de
Causas
1
Definir a
História
Marca e
Reputação que
queremos criar
2
Partilhar a
História
Com múltiplos
Stakeholders
3
Mobilizar
Os “defensores”
(advocacy) que
mobilizam
outros em nosso
favor
4
Ouvir
Compreender as
perspectivas dos
stakeholders e se
as mensagens
estão a ser
veiculadas
5
Avaliar e
Redefinir
Estratégia,
tácticas,
stakeholders,
canais
Carácter
Corporativo
Único
Diferenciador
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
34
Definir Objectivos SMART
S: Específicos
M: Mensuráveis
A: Alcançáveis
R: Relevantes
T: Oportunos
O que pretende alcançar?
Que métricas (KPIs) usar?
Esforço e compromisso são realistas?
Qual a importância deste objectivo?
Quando será alcançado o objectivo?
Potenciais Obstáculos
/Oportunidades
Pessoas
Responsáveis
Acções Metas e
Indicadores
(re)Avaliação
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
35
Seleccionar e Definir Abordagem
Multi-stakeholders (Grupos e Issues)
DIÁLOGO Autêntico, Transparente, Credível
(Da Definição à Gestão de Envolvimento)
Envolvimento Stakeholders | Envolva proactivamente os seus stakeholders
críticos para gerir relacionamentos de forma estratégica, focalizada e eficaz
impulsionando Reputação e sucesso de negócio
ENVOLVER
STAKEHOL
DERS
CRÍTICOS
SUCESSO
DE
NEGÓCIO
&
REPUTAÇÃ
O
Mitigar / Neutralizar
Detractores
Converter Cercas
Neutrais
Empoderar Defensores
Para Embaixadores
PODER INFLUÊNCIA FAVORABILIDADE
FACE À MARCA
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
36
(re)Definir Posicionamento Longo
PrazoPretende-se que
as Audiências
CONHEÇAM
a Organização
1
Pretende-se que as
Audiências compreendam
que a Organização é
RELEVANTE
para as suas necessidades
2
Pretende-se que as
Audiências acreditem na
DIFERENCIAÇÃO
da Organização
3
Pretende-se que as
Audiências considerem
(Satisfação) com elevada
ESTIMA
a Organização
4
Trabalhar o
gap
estratégico
para contar
uma história
única
Demonstrar
habilidade para
fazer melhor do
que ninguém
como factor
crítico
Solução para
problemas
out of the
box que
levam à
Inovação
OS4PILARESCOMUNICAÇÃO
CORPORATIVA
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
37
RELAÇOES
PÚBLICAS
Press Kit com mensagens
(racionais e emocionais) e
materiais chave: eDossier
Corporativo
Alinhar programa Externo
com Comunicação interna
para envolver e inspirar
Colaboradores e Stakeholders
Estratégia Comunicação
Integrada com entrevistas,
opiniões, testemunhos,
factos, notícias
Envolvimento com Governo e
Autoridades Locais usando
mensagens chave com
enquadramento específico
Diálogo Online
constante para
públicos específicosCanais orientados a
interacção
estimulando diálogo,
recursos e respostas
Gabinete Imprensa para
seleccionar Media chave,
criar Base dados, Identificar
porta-vozes, definir ângulos
Conte a sua História Integrada
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
38
eKIT PR Toolbox
Uma MARCA ainda é julgada pela sua Liderança +
Performance + Cidadania + Governance + Responsabilidade
Social + Inovação + Local de Trabalho + Produtos e Serviços
Nova
abordagem
Media
Sociais +
PR +
Canais
Media para
melhor
operar com
intenção de:
Comunicar,
Construir
relações e
Influenciar
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
39
Como avaliar?
Em vez de ROI (Return on Investment)
Pense em
ROC (Return on Connections)
• eWord of mouth positivo
• Influência da mensagem (não controlo)
• Interacção personalizada e em tempo real
• Feedback instantâneo
• Monitorização
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
40
Como avaliar?
ENVOLVIMENTO
• Cliques num link de
um site ou rede social
EDUCAÇÃO
• Link leva o visitante ao site
/ página Facebook onde pode
encontrar toda a informação
que carece
CONVERSÃO
• A pessoa regista-se e
começa a postar, partilhar,
comentar…
RETORNO
• A pessoa refere a amigo que por
sua vez entra na conversa,
infuencia e altera comportamento
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
41
Métricas Media Sociais
RELACIONAR
PARTILHAR
EXPERIMENTAR
Audiência
Acção
Lealdade
Influência
Audiência (share)
Envolvimento
Influência
Como podem ser
usadas as métricas
para estabelecer
uma base a partir
da qual se constrói
a campanha de
Media sociais
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
42
Métricas Media Sociais: Relevância
Fundamental Métrica Fonte Revela
INFLUÊNCIA Tempo no Site Web Analytics: O valor de opiniões
Bounce Rate Google Analytics, e conversações
Web Trends para os interessados
na compra
ENVOLVIMEN. Passa-palavra Web Analytics: Níveis de interesse
Comentários a Google Analytics, na mensagem: estão
Post ratio Web Trends os clientes dispostos
Diggs, Bookmark Digg, Del.icio.us a referenciar ante
Ouvir Podcasts Feedburner ganho ou perdas
de “capital social”?
LEALDADE Posts em blogs BlogPulse, Contexto e intensidad
Recomendações Google Alerts dos posts em blogs.
Tweets e similar Technorati A audiência é fiel?
Pode ter impacto no
processo
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
43
Métricas Media Sociais: Impacto
AUDIÊNCIA Referências Web Analytics: A quem apela
Demográficos Google Analytics, a campanha de
Web Trends media sociais
INFLUÊNCIA Tempo no site Web Analytics: Quão envolvidas
LEALDADE Bounce rate Google Analytics, estão as audiências
Web Trends na mensagem ou
Clientes repetem na causa como
resultado exposição
nos media sociais?
ACÇÃO Conversaçoes BlogPulse, Num. de vezes que
Recomendações Google Alerts um outcome ocorre
Tweets e similar Technorati no seguimento da
Revisões Net promoter exposição holística
Web Analytics à campanha
Fundamental Métrica Fonte Revela
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
44
OUTPUT IMPACT OUTCOMES
Com que
eficácia
disseminamos
a nossa
mensagem
• KPI EVA
(Evaluation
Media) mensal
• N. Likes,
Shares, Tweets
Que efeito tem a
nossa
comunicação
nos stakeholders
• KPI Análise
Qualitativa &
Quantitativa
(parcerias,
financiamentos,
contratos,
formações,
fidelização, etc.)
• KPI Escala
Mensuração
Relações
Grunig et al
1999 (anual)
• SROI
• IRIS
Que
mudanças
através
métricas de
mensuração
Mensuração | Avaliação | Prestação de
Contas
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
45
A nossa MISSÃO: desenvolver programas e acções que contribuam
activamente para a autonomia pessoal e o progresso social
Rede Dianova & Hub Internacional
de Public Affairs
3 Continentes | 11 Países
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
46
Dianova publicamente reconhecida como Instituição Particular
de Solidariedade Social, Associação Utilidade Pública e Organização
Não-Governamental para o Desenvolvimento
Membro da
Rede
Internacional
Dianova
Agente Parceiro
Economia
Social
Agente
Empreendedorismo
& Inovação
Social
Promotora de
Transformação
Social &
RSO
PROTOCOLOS
AFILIAÇÕES
Formação e
Capacitação de
Pessoas e
Organizações
Tratamento das
Toxicodependências
& Reinserção
Socioprofissional
Educação e
Promoção da
Saúde
Desenvolvimento
Comunitário
&
Apoio
Psicossocial
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
47
Certificações | Acreditações Dianova
ISO
9001:2008
EFR
DGERT |
CCPFC
Sistema de Gestão da Qualidade
CTQL (1ª em Portugal)
Entidade Familiarmente Responsável
Economia Social (1ª em Portugal)
Entidade Formadora Acreditada (CFD)
DGERT – MTSS | CCPFC – ME
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
48
Projecto Centro de
Emergência Casa Azul
SEDE
Dianova Portugal
Residencial de
Estudantes
Centro de Apoio
Psicossocial CAP+ Saúde
Comunidade Terapêutica
Quinta das Lapas
Centro de Formação
Dianova
Empresa de Inserção
Viveiros Floricultura
Dianova | Unidades Operativas
(Lisboa | Oliveira Azeméis | Torres Vedras)
Apartamento de
Reinserção Social
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
49Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Dianova Portugal©
Áreas
77,9% Programas
22,1% Gestão
Género
50% Feminino
50% Masculino
Idade
Média 40,1
Qualificações
31% Universidade
69% 1-3º ciclos
A EquipaRetenção
Talento
94%41
Trabalhadores
90% Contratos
directos
10% Indirectos
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
50
Governo
• Legisladores
• Reguladores
• Políticos
• Administração Central
e Local
• Analistas Projectos
• Agências
Internacionais
Organização
• Board
• Staff
• Voluntários
• Fornecedores
• Parceiros
• Clientes
• “Shareholders”
Comunidade
• Líderes
• Analistas
• Investidores e
Sponsors
• Público em geral
• Academia
• Media
Mercado
• Prescritores
• Profissionais Saúde,
Educação, Social
• Potenciais Clientes
• Famílias
• Líderes opinião
• Concorrência
Bom cidadão
Corporativo?
Desenvolvimento
Social?
Qualidade?
Eficácia?
Parcerias?
Inovadora?
Boa Governança?
Valor Social?
Bom local de
trabalho?
Equipa criativa?
Abordagem Multi-stakeholders
Cultura Cooperação e Cooptição
Baseado no Modelo de Relações de Negócio, MacMillan et al (2000)
Confiável? Compromisso?
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
51
Comunicação Integrada
Moto Aprender | Crescer | Concretizar
Gestão por Valores: alinhar Cultura Corporativa com Princípios
Relações
Governamentais
Comunicação
& Marketing
de Causas
Relações
Media
Organização
& Participação
Eventos
Comunicação
Online &
Social Media
Marketing
ServiçosComunicação
Interna
Publicidade
Social
Gestão
Marca
Comunicação
Corporativa
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
52
SOCIAL
AMBIENTA
L
ECONÓMIC
O
LEGAL
ÉTICO
Banco Depósito Confiança & Boas
Práticas RSO Walking the Talk… Everlasting Effects!©
Reputação
constrói-se
sobre
Acções
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
53
Performance EconómicaEconómico
REGULARIZAÇÃO
IMPOSTOS
EM DIA
VOLUME EMPREGO
GERADO LOCAL
+40 / ANO
PAGAMENTO A
FORNECEDORES
30 DIAS
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
54
Delivering the Promise
Impacto Social 2008-2012Social
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
55
Aumento Eficiência e Impacto
AmbientalAmbiental
IMPLEMENTAÇÃO
PAINÉIS SOLARES
&
REDUÇÃO CUSTO
ENERGÉTICO e
PEGADA ECOLÓGICA
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
56
Cumprimento Legislação
Internacional, EU & NacionalLegal
Propriedade
Industrial
13 Marcas
16 Domínios
Carta de
Princípios
e
Responsabilidades
Plano
de Igualdade
e Conciliação
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
57
Gestão por Valores e Ética
“Negócio Social”Ético
Gestão
Desempenho
Avaliação
comportamentos
e atitudes →
Desempenho
excelência
Código
Ético
Manual
Comportamentos
Social Media
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
58
Gestão de Marca
Identidade Corporativa em Materiais
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
59
Comunicação Online
Sites | Blog | Redes Sociais
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
60
Comunicação Online
Sites | Blog | Redes Sociais
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
61
Centro Alojamento Temporário | Oliveira
de Azeméis | Projecto SOLIS 2005-2010
Entidade Promotora
Câmara Municipal
Oliveira Azeméis
Entidade Executora
Dianova Portugal
+
9 Parceiros Locais
12 Actividades
Dirigidas a Crianças,
Jovens, Adultos
e Idosos
Duração
6 anos
Beneficiários
4.030 Pessoas
Financiamento
1,2 Milhões €
Inclusão Social,
Voluntariado,
Terceira Idade,
Violência Doméstica (170 Utentes),
Realojamento Social,
Reabilitação Habotacional,
Inserção socioprofisional,
Educação Saúde,
…
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
62
Centro de Apoio Psicossocial+Saúde…
Acessível a Todos! | Lisboa
Avaliação
Psicológica
Acompanhamento
Psicológico
Intervenção
Familiar
Intervenção
Adolescência
Orientação
Vocacional
Profissional
Avaliação
Nec.s Edu.s
Especiais
http://www.apoiopsicossocial.dianova.pt/
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
63
Centro de Formação Dianova:
Capacitar | Empreender | Inovar | Portugal
FORMANDOS
1.624
ACÇÕES
FORMAÇÃO
112
HORAS
FORMAÇÃO
6.724
FORMADORES
16 Internos
750 Externos
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
64
20132012
2000
2010200920072000
Inicio da
actividade
Lançamento da
Campanha Dia
da Mãe
Temporal
Natal
destrói
Estufas
Início da
Reconstrução
das Estufas
Prémio Manuel
António da Mota
Menção Honrosa
Implementação da
Marca Solidária
Elaboração de Processos
de Gestão Comercial
Diversificação da
Carteira Clientes e
Produtos
Contratação
Eng.º Agrónomo
Receitas
300.000€/ano
Empresa de Inserção Viveiros
Floricultura: Principais Acontecimentos
Empregados
13
REINSERÇÃO SOCIAL → CAPACITAÇÃO → INTEGRAÇÃO SOCIOPROFISSIONAL → SUSTENTABILIDADE
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
65
ORGANIZAÇÃO
STAFF
BENEFICIÁRIOS COMUNIDADE
SOCIEDADE
Renovação do SGQ 2011-2014 →
Metodologia dinâmica
100% Satisfação Cliente Aumento legitimidade social
Aumento transferência de saber
fazer
Aumento da Motivação →
eficiência e eficácia
Reforço da integração nas
redes sociais (CRI, CLAS)100% População
Recomendaria o Serviço
Qualidade e Inovação ISO 9001:2008
Impacto e Benefícios Comunidade Terapêutica
•Reconhecimento público
Prémio Categoria Privada
Hospital do Futuro’05/06
• Convite para Conferências
Nacionais e Internacionais
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
66
Estudo Científico Follow-up “Trajectórias
Sociais” 2009-2013 CIES | ISCTE-IUL
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
67
Evento EAD Lisboa
15 de Março, 2011
• 100 participantes
Universidades, Organismos Públicos
diversos, Empresas, ONG/IPSS,
Cidadãos e Convidados Especiais
• 10 Órgãos de Comunicação Social
• 82 notícias Publicadas
47 Imprensa (43%), 35 TV & Radio (35%),
24 Social Media (22%)
• 1.200.000 pessoas impactadas
pelas notícias
• ROI 236.596€
Campanha EU European Action On Drugs
EAD Lisbon Event
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
68
19 Sponsors
Media
1 Sponsor
Publicards
(271 Locais)
1 Sponsor
Metro Lisboa
(500 cartazes)
Redes Sociais
Facebook,
LinkedIn,
Twitter
Campanha Publicidade Social | Saúde
Avaliação Impacto 2011
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
69
19 Revistas
e Jornais
23 páginas
517.911 tiragem
(5 milhões leitores)
75.779€ ROI
500 Cartazes
Metro Lisboa
600.000 passageiros/dia
3 semanas
(14.400.000 pass.)
105.000€ ROI
My Tech Notes &
My Finance Notes
Cadernos
Universitários
50.000 exemplares
Campanha Publicidade Social | Saúde
Avaliação Impacto 2011
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
70
IMPACTO 2007-2012
13.460 PESSOAS
Iniciativa Anual Promoção de Saúde
“Mocktails” | Torres Vedras
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
71
Celeberação Datas Comemorativas
Postal Natal Anual
Capitalização
Colateral para:
• Incrementar
Visibilidade
• Aumentar nível
Envolvimento
• Potenciar
Mensagens
chave
Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins©
72
Aceite
Erros
Divirta-se
Em conclusão
Simplicidade
na Complexidade
Orientação
Aprendizagem Arrisque.
Encoraje
Inovação
Quinta das Lapas, 2565-517 Monte Redondo Torres Vedras Telf.: +351 261 312 300 Fax.: +351 261 312 322
E-mail: rui.martins@dianova.pt| Website: http://www.dianova.pt
www.dianova.pt www.formacao.dianova.pt
http://aprendercrescerconcretizar.wordpress.com
dianovaportugal
dianova-portugal
www.apoiopsicossocial.dianova.pt

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Desafios do crescimento Ernst & Young
Desafios do crescimento   Ernst & YoungDesafios do crescimento   Ernst & Young
Desafios do crescimento Ernst & Young
Jornal do Commercio
 
Retenção de talentos
Retenção de talentosRetenção de talentos
Retenção de talentos
Thiago Juarez dos Passos
 
Novas abordagens em consultoria RH
Novas abordagens em consultoria RHNovas abordagens em consultoria RH
Novas abordagens em consultoria RH
Big Experience
 
Aula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectualAula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectual
Carlos Alves
 
Cco final
Cco finalCco final
Cco final
fe-fgm
 
Institucional Mercoratus
Institucional MercoratusInstitucional Mercoratus
Institucional Mercoratus
Mercoratus Empresarial
 
Aula 12 Educação Corporativa
Aula 12 Educação CorporativaAula 12 Educação Corporativa
Aula 12 Educação Corporativa
Carlos Alves
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
Sérgio de Castro
 
Inova em Foco - Mar/2014 - O DESAFIO DA RETENÇÃO DE TALENTOS
Inova em Foco - Mar/2014 - O DESAFIO DA RETENÇÃO DE TALENTOSInova em Foco - Mar/2014 - O DESAFIO DA RETENÇÃO DE TALENTOS
Inova em Foco - Mar/2014 - O DESAFIO DA RETENÇÃO DE TALENTOS
Inova Business School
 
Aula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectualAula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectual
Carlos Alves
 
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do Conhecimento
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do ConhecimentoAula 13 Universidade Corporativa e Gestão do Conhecimento
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do Conhecimento
Carlos Alves
 

Mais procurados (11)

Desafios do crescimento Ernst & Young
Desafios do crescimento   Ernst & YoungDesafios do crescimento   Ernst & Young
Desafios do crescimento Ernst & Young
 
Retenção de talentos
Retenção de talentosRetenção de talentos
Retenção de talentos
 
Novas abordagens em consultoria RH
Novas abordagens em consultoria RHNovas abordagens em consultoria RH
Novas abordagens em consultoria RH
 
Aula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectualAula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectual
 
Cco final
Cco finalCco final
Cco final
 
Institucional Mercoratus
Institucional MercoratusInstitucional Mercoratus
Institucional Mercoratus
 
Aula 12 Educação Corporativa
Aula 12 Educação CorporativaAula 12 Educação Corporativa
Aula 12 Educação Corporativa
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
 
Inova em Foco - Mar/2014 - O DESAFIO DA RETENÇÃO DE TALENTOS
Inova em Foco - Mar/2014 - O DESAFIO DA RETENÇÃO DE TALENTOSInova em Foco - Mar/2014 - O DESAFIO DA RETENÇÃO DE TALENTOS
Inova em Foco - Mar/2014 - O DESAFIO DA RETENÇÃO DE TALENTOS
 
Aula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectualAula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectual
 
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do Conhecimento
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do ConhecimentoAula 13 Universidade Corporativa e Gestão do Conhecimento
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do Conhecimento
 

Semelhante a Comunicacao Terceiro Sector by rui Martins

Walking the talk gestao capital humano dianova iscsp 13 maio 2013
Walking the talk gestao capital humano dianova iscsp 13 maio 2013Walking the talk gestao capital humano dianova iscsp 13 maio 2013
Walking the talk gestao capital humano dianova iscsp 13 maio 2013
Dianova
 
Dianova Comunicacao Congresso Inovacao Social UDIPSS
Dianova Comunicacao Congresso Inovacao Social UDIPSSDianova Comunicacao Congresso Inovacao Social UDIPSS
Dianova Comunicacao Congresso Inovacao Social UDIPSS
Dianova
 
Seminário EGP-UPBS Fev 2010
Seminário EGP-UPBS Fev 2010Seminário EGP-UPBS Fev 2010
Seminário EGP-UPBS Fev 2010
Dianova
 
Q Day Dianova Inovação e Gestao da Mudança 2009
Q Day Dianova Inovação e Gestao da Mudança 2009Q Day Dianova Inovação e Gestao da Mudança 2009
Q Day Dianova Inovação e Gestao da Mudança 2009
Dianova
 
Conferencia Empreendedorismo Audax 2009
Conferencia Empreendedorismo Audax 2009Conferencia Empreendedorismo Audax 2009
Conferencia Empreendedorismo Audax 2009
Dianova
 
Comunicação Interna em Tempos de Crise
Comunicação Interna em Tempos de CriseComunicação Interna em Tempos de Crise
Comunicação Interna em Tempos de Crise
Approach Comunicação
 
Relações Públicas - A profissão
Relações Públicas - A profissãoRelações Públicas - A profissão
Relações Públicas - A profissão
DAC UFS
 
(ConSePS 2015) Planejamento Estratégico
(ConSePS 2015) Planejamento Estratégico(ConSePS 2015) Planejamento Estratégico
(ConSePS 2015) Planejamento Estratégico
Ink_conteudos
 
Relatório Brasil de Endomarketing & Comunicação Interna - Santo de Casa
Relatório Brasil de Endomarketing & Comunicação Interna - Santo de CasaRelatório Brasil de Endomarketing & Comunicação Interna - Santo de Casa
Relatório Brasil de Endomarketing & Comunicação Interna - Santo de Casa
Daniel Costa
 
Aula2 imagem a partir das relacoes empresariais
Aula2 imagem a partir das relacoes empresariaisAula2 imagem a partir das relacoes empresariais
Aula2 imagem a partir das relacoes empresariais
Valter Faria
 
Comunicação Interna
Comunicação InternaComunicação Interna
Comunicação Interna
TEMA1
 
Comunicação Integrada de Marketing
Comunicação Integrada de MarketingComunicação Integrada de Marketing
Comunicação Integrada de Marketing
Gal Kury
 
Exit 26 Gestao Talento
Exit 26 Gestao TalentoExit 26 Gestao Talento
Exit 26 Gestao Talento
Dianova
 
(Transformar 16) planejamento estratégico 1
(Transformar 16) planejamento estratégico 1(Transformar 16) planejamento estratégico 1
(Transformar 16) planejamento estratégico 1
Ink_conteudos
 
Como mapear embaixadores e influenciadores na sua empresa?
Como mapear embaixadores e influenciadores na sua empresa?Como mapear embaixadores e influenciadores na sua empresa?
Como mapear embaixadores e influenciadores na sua empresa?
Comunicação Integrada - Cursos e Soluções (Isabela Pimentel)
 
Portfolio ab consultores associados
Portfolio ab consultores associadosPortfolio ab consultores associados
Portfolio ab consultores associados
Cecilia Siqueira
 
Ambiente de trabalho do futuro e a transformação digital
Ambiente de trabalho do futuro e a transformação digitalAmbiente de trabalho do futuro e a transformação digital
Ambiente de trabalho do futuro e a transformação digital
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Codigassertivo - Consulting & Training, Lda - Um código de Sucesso
Codigassertivo - Consulting & Training, Lda - Um código de SucessoCodigassertivo - Consulting & Training, Lda - Um código de Sucesso
Codigassertivo - Consulting & Training, Lda - Um código de Sucesso
Fábio Andrade
 
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
SeiZo Soares SeiZo
 
Café Social Identidade
Café Social Identidade Café Social Identidade

Semelhante a Comunicacao Terceiro Sector by rui Martins (20)

Walking the talk gestao capital humano dianova iscsp 13 maio 2013
Walking the talk gestao capital humano dianova iscsp 13 maio 2013Walking the talk gestao capital humano dianova iscsp 13 maio 2013
Walking the talk gestao capital humano dianova iscsp 13 maio 2013
 
Dianova Comunicacao Congresso Inovacao Social UDIPSS
Dianova Comunicacao Congresso Inovacao Social UDIPSSDianova Comunicacao Congresso Inovacao Social UDIPSS
Dianova Comunicacao Congresso Inovacao Social UDIPSS
 
Seminário EGP-UPBS Fev 2010
Seminário EGP-UPBS Fev 2010Seminário EGP-UPBS Fev 2010
Seminário EGP-UPBS Fev 2010
 
Q Day Dianova Inovação e Gestao da Mudança 2009
Q Day Dianova Inovação e Gestao da Mudança 2009Q Day Dianova Inovação e Gestao da Mudança 2009
Q Day Dianova Inovação e Gestao da Mudança 2009
 
Conferencia Empreendedorismo Audax 2009
Conferencia Empreendedorismo Audax 2009Conferencia Empreendedorismo Audax 2009
Conferencia Empreendedorismo Audax 2009
 
Comunicação Interna em Tempos de Crise
Comunicação Interna em Tempos de CriseComunicação Interna em Tempos de Crise
Comunicação Interna em Tempos de Crise
 
Relações Públicas - A profissão
Relações Públicas - A profissãoRelações Públicas - A profissão
Relações Públicas - A profissão
 
(ConSePS 2015) Planejamento Estratégico
(ConSePS 2015) Planejamento Estratégico(ConSePS 2015) Planejamento Estratégico
(ConSePS 2015) Planejamento Estratégico
 
Relatório Brasil de Endomarketing & Comunicação Interna - Santo de Casa
Relatório Brasil de Endomarketing & Comunicação Interna - Santo de CasaRelatório Brasil de Endomarketing & Comunicação Interna - Santo de Casa
Relatório Brasil de Endomarketing & Comunicação Interna - Santo de Casa
 
Aula2 imagem a partir das relacoes empresariais
Aula2 imagem a partir das relacoes empresariaisAula2 imagem a partir das relacoes empresariais
Aula2 imagem a partir das relacoes empresariais
 
Comunicação Interna
Comunicação InternaComunicação Interna
Comunicação Interna
 
Comunicação Integrada de Marketing
Comunicação Integrada de MarketingComunicação Integrada de Marketing
Comunicação Integrada de Marketing
 
Exit 26 Gestao Talento
Exit 26 Gestao TalentoExit 26 Gestao Talento
Exit 26 Gestao Talento
 
(Transformar 16) planejamento estratégico 1
(Transformar 16) planejamento estratégico 1(Transformar 16) planejamento estratégico 1
(Transformar 16) planejamento estratégico 1
 
Como mapear embaixadores e influenciadores na sua empresa?
Como mapear embaixadores e influenciadores na sua empresa?Como mapear embaixadores e influenciadores na sua empresa?
Como mapear embaixadores e influenciadores na sua empresa?
 
Portfolio ab consultores associados
Portfolio ab consultores associadosPortfolio ab consultores associados
Portfolio ab consultores associados
 
Ambiente de trabalho do futuro e a transformação digital
Ambiente de trabalho do futuro e a transformação digitalAmbiente de trabalho do futuro e a transformação digital
Ambiente de trabalho do futuro e a transformação digital
 
Codigassertivo - Consulting & Training, Lda - Um código de Sucesso
Codigassertivo - Consulting & Training, Lda - Um código de SucessoCodigassertivo - Consulting & Training, Lda - Um código de Sucesso
Codigassertivo - Consulting & Training, Lda - Um código de Sucesso
 
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
 
Café Social Identidade
Café Social Identidade Café Social Identidade
Café Social Identidade
 

Mais de Rui Martins PR & Marketing Strategy

Consultoria PR & Marketing Strategy Junho 2022.pdf
Consultoria PR & Marketing Strategy Junho 2022.pdfConsultoria PR & Marketing Strategy Junho 2022.pdf
Consultoria PR & Marketing Strategy Junho 2022.pdf
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
Consultoria PR Marketing Strategy Rui Martins 2022.pdf
Consultoria PR Marketing Strategy Rui Martins 2022.pdfConsultoria PR Marketing Strategy Rui Martins 2022.pdf
Consultoria PR Marketing Strategy Rui Martins 2022.pdf
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
Portfolio Rui Martins International PR Digital Marketing Advisor EN 2022.pdf
Portfolio Rui Martins International PR Digital Marketing Advisor EN 2022.pdfPortfolio Rui Martins International PR Digital Marketing Advisor EN 2022.pdf
Portfolio Rui Martins International PR Digital Marketing Advisor EN 2022.pdf
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
EACD CDL Vincent Dutot June 2016
EACD CDL Vincent Dutot June 2016EACD CDL Vincent Dutot June 2016
EACD CDL Vincent Dutot June 2016
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
EACD CDL Rui Martins June 2016
EACD CDL Rui Martins June 2016EACD CDL Rui Martins June 2016
EACD CDL Rui Martins June 2016
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
EACD CDL Pedro Tavares June 2016
EACD CDL Pedro Tavares June 2016EACD CDL Pedro Tavares June 2016
EACD CDL Pedro Tavares June 2016
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
EACD CDL Ana Martines June 2016
EACD CDL Ana Martines June 2016EACD CDL Ana Martines June 2016
EACD CDL Ana Martines June 2016
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
EACD David Santos 2017
EACD David Santos 2017EACD David Santos 2017
EACD David Santos 2017
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
EACD Teresa Fernandes 2017
EACD Teresa Fernandes 2017EACD Teresa Fernandes 2017
EACD Teresa Fernandes 2017
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
EACD Pedro Guerreiro 2017
EACD Pedro Guerreiro 2017EACD Pedro Guerreiro 2017
EACD Pedro Guerreiro 2017
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
EACD Antonio Rodrigues 2017
EACD Antonio Rodrigues 2017EACD Antonio Rodrigues 2017
EACD Antonio Rodrigues 2017
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
Global Reptrak 2017
Global Reptrak 2017Global Reptrak 2017
WCFKL ebrochure 2015
WCFKL ebrochure 2015WCFKL ebrochure 2015
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Fernando Pinto Bessa Air France...
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Fernando Pinto Bessa Air France...EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Fernando Pinto Bessa Air France...
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Fernando Pinto Bessa Air France...
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Misha Pinkhasov Real Luxury
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Misha Pinkhasov Real LuxuryEACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Misha Pinkhasov Real Luxury
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Misha Pinkhasov Real Luxury
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Nuno Duarte Lopes The Luxury Ne...
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Nuno Duarte Lopes The Luxury Ne...EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Nuno Duarte Lopes The Luxury Ne...
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Nuno Duarte Lopes The Luxury Ne...
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Nuno Duarte Lopes The Luxury Ne...
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Nuno Duarte Lopes The Luxury Ne...EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Nuno Duarte Lopes The Luxury Ne...
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Nuno Duarte Lopes The Luxury Ne...
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Ruben Paula Altis Grand Hotel
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Ruben Paula Altis Grand HotelEACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Ruben Paula Altis Grand Hotel
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Ruben Paula Altis Grand Hotel
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
Healt Promotion Mocktails Results Evaluation 2014
Healt Promotion Mocktails Results Evaluation 2014Healt Promotion Mocktails Results Evaluation 2014
Healt Promotion Mocktails Results Evaluation 2014
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 
EC DG HOME Migrants in Europe Competition 2013
EC DG HOME Migrants in Europe Competition 2013EC DG HOME Migrants in Europe Competition 2013
EC DG HOME Migrants in Europe Competition 2013
Rui Martins PR & Marketing Strategy
 

Mais de Rui Martins PR & Marketing Strategy (20)

Consultoria PR & Marketing Strategy Junho 2022.pdf
Consultoria PR & Marketing Strategy Junho 2022.pdfConsultoria PR & Marketing Strategy Junho 2022.pdf
Consultoria PR & Marketing Strategy Junho 2022.pdf
 
Consultoria PR Marketing Strategy Rui Martins 2022.pdf
Consultoria PR Marketing Strategy Rui Martins 2022.pdfConsultoria PR Marketing Strategy Rui Martins 2022.pdf
Consultoria PR Marketing Strategy Rui Martins 2022.pdf
 
Portfolio Rui Martins International PR Digital Marketing Advisor EN 2022.pdf
Portfolio Rui Martins International PR Digital Marketing Advisor EN 2022.pdfPortfolio Rui Martins International PR Digital Marketing Advisor EN 2022.pdf
Portfolio Rui Martins International PR Digital Marketing Advisor EN 2022.pdf
 
EACD CDL Vincent Dutot June 2016
EACD CDL Vincent Dutot June 2016EACD CDL Vincent Dutot June 2016
EACD CDL Vincent Dutot June 2016
 
EACD CDL Rui Martins June 2016
EACD CDL Rui Martins June 2016EACD CDL Rui Martins June 2016
EACD CDL Rui Martins June 2016
 
EACD CDL Pedro Tavares June 2016
EACD CDL Pedro Tavares June 2016EACD CDL Pedro Tavares June 2016
EACD CDL Pedro Tavares June 2016
 
EACD CDL Ana Martines June 2016
EACD CDL Ana Martines June 2016EACD CDL Ana Martines June 2016
EACD CDL Ana Martines June 2016
 
EACD David Santos 2017
EACD David Santos 2017EACD David Santos 2017
EACD David Santos 2017
 
EACD Teresa Fernandes 2017
EACD Teresa Fernandes 2017EACD Teresa Fernandes 2017
EACD Teresa Fernandes 2017
 
EACD Pedro Guerreiro 2017
EACD Pedro Guerreiro 2017EACD Pedro Guerreiro 2017
EACD Pedro Guerreiro 2017
 
EACD Antonio Rodrigues 2017
EACD Antonio Rodrigues 2017EACD Antonio Rodrigues 2017
EACD Antonio Rodrigues 2017
 
Global Reptrak 2017
Global Reptrak 2017Global Reptrak 2017
Global Reptrak 2017
 
WCFKL ebrochure 2015
WCFKL ebrochure 2015WCFKL ebrochure 2015
WCFKL ebrochure 2015
 
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Fernando Pinto Bessa Air France...
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Fernando Pinto Bessa Air France...EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Fernando Pinto Bessa Air France...
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Fernando Pinto Bessa Air France...
 
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Misha Pinkhasov Real Luxury
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Misha Pinkhasov Real LuxuryEACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Misha Pinkhasov Real Luxury
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Misha Pinkhasov Real Luxury
 
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Nuno Duarte Lopes The Luxury Ne...
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Nuno Duarte Lopes The Luxury Ne...EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Nuno Duarte Lopes The Luxury Ne...
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Nuno Duarte Lopes The Luxury Ne...
 
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Nuno Duarte Lopes The Luxury Ne...
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Nuno Duarte Lopes The Luxury Ne...EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Nuno Duarte Lopes The Luxury Ne...
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Nuno Duarte Lopes The Luxury Ne...
 
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Ruben Paula Altis Grand Hotel
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Ruben Paula Altis Grand HotelEACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Ruben Paula Altis Grand Hotel
EACD Lisbon Debate 2015 Luxury Communications Ruben Paula Altis Grand Hotel
 
Healt Promotion Mocktails Results Evaluation 2014
Healt Promotion Mocktails Results Evaluation 2014Healt Promotion Mocktails Results Evaluation 2014
Healt Promotion Mocktails Results Evaluation 2014
 
EC DG HOME Migrants in Europe Competition 2013
EC DG HOME Migrants in Europe Competition 2013EC DG HOME Migrants in Europe Competition 2013
EC DG HOME Migrants in Europe Competition 2013
 

Último

RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applicationsIntroduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
João de Paula Ribeiro Neto
 
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxFoi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
lindalva da cruz
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
InsttLcioEvangelista
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
AlfeuBuriti1
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Dantas
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 

Último (8)

RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applicationsIntroduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
 
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxFoi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 

Comunicacao Terceiro Sector by rui Martins

  • 1. Rui Martins | Director Comunicação COMUNICAR PARA GERAR VALOR & IMPACTO SOCIAL ESLIDER Portugal 2 de Novembro 2013
  • 2. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 2 Fonte Conta Satélite economia Social, INE | CASES 2013 http://www.slideshare.net/Dianova/conta-satelite-economia-social-2013 A atractividade crescente do Terceiro Sector Profissionalismo | Empregabilidade | Produtividade Fonte The Johns Hopkins “Comparative Nonprofit Sector Project” e Universidade Católica Portuguesa, 2005 5,4 mil milhões € = 4,2% PIB 227.000 Empregados = 4,2% Pop Activa 48% receitas Próprias 40% governo 12% filantropia 2,8% VAB (Geração Riqueza) & 5,5% Emprego 55.383 Orgs 94% Associações 40,1% Acção Social 54,1% VAB 64,9% Emprego 5.022 IPSS 50,1% VAB 42,6% Remuners 38,2% Nec. Finc. Receitas 14.177,9 M€ 62,8% Produção 23,8% Subsídios
  • 3. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 3 GESTÃO DA INOVAÇÃO INOVAÇÃO NAS PRÁTICAS DE TRABALHO FONTE VANTAGEM COMPETITIVA Fonte Julian Birkinshaw, co-founder InnovationLab, London Business School Que diferencia uma Organização da Sociedade Civil Especialmente Eficaz? Alinhar Percepções dos Stakeholders com Objectivos da Organização (Modelo de Múltiplos Constituintes) • Direcções mais eficazes, tomando decisões certas e fazendo bem as coisas • Maior uso de procedimentos correctos de gestão (avaliação de necessidades, planeamento estratégico, mensuração de satisfação) • Maior uso de estratégias de gestão de mudança (procura novas fontes de receitas, incremento de legitimação, controlo de custos) • Ter Direcção com prestígio social relacionado apenas moderadamente Fonte “Nonprofit Organizational Effectiveness: contrasts between especially effective and less effective organizations”, Herman & Renz, 1998, Nonprofit Management and Leadership Inovação Organizacional no Terceiro Sector
  • 4. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 4 Inovação Organizacional | Paradigmas Gestão Gestão Mudança, Governance, Qualidade, Sustentabilidade | RSO, Gestão Talentos, Conciliação, Reputação, Prestação Contas, Impacto Investimento, Comunicação… Criar uma marca corporativa fidedigna através da criação de um tipo inspirador de Organização Social... ... que ofereça uma Proposta de Valor para Clientes, Colaboradores e Sociedade... ... Garantindo a Sustentabilidade da Organização! O B J E C T I V O
  • 5. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 5 Desenvolvendo Relações de Confiança para Eficiência | Eficácia Organizacional Alinhar percepções e expectativas Stakeholders com objectivos Organizacionais Desenvolvimento de Relações de Confiança = Fonte de Vantagem Competitiva Barney&Hansen 1994 Confiança é uma construção central no enquadramento e dinâmica da gestão de relacionamentos (Credd & Miles, 1996). Desenvolver e manter a Confiança é tido como especialmente importante para a eficácia organizacional (Davis et al, 2000) A R I S T O T L E S Brand/Marketing Engagement: Transparência, Honestidade & Interactividade ... em contar a história, experiência através de canais adequados para criar e manter relações de benefícios mútuos Reputação Ser de Confiança ... através da demonstração de depósitos de boas práticas no “banco da confiança” Credibilidade da Fonte Ethos → carácter & integridade Logos → expertise & competência Pathos → carisma
  • 6. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 6 “CONFIANÇA é a crença geral que uma Organização na sua comunicação e comportamentos é competente, aberta e honesta, preocupada, fiável e digna de identificação com os seus objectivos, normas e valores” Zalabak, 2010 Desenvolvendo Relações de Confiança para Eficiência | Eficácia Organizacional Alinhar percepções e expectativas Stakeholders com objectivos Organizacionais MENSURANDO A CONFIANÇA Organizational Trust Index COMPETÊNCIA É eficiente? Adaptação Tech, clareza Pensamento, habilidades Comunicação, resolução problemas HONESTIDADE Percepção de como a informação é disponibilizada PREOCUPAÇÃO Equilíbrio gestão Relacionamentos, Experiência, Sinceridade, empatia, congruência IDENTIFICAÇÃO Valores partilhados, Normas e crenças FIABILIDADE Desenvolvimento Acções consistentes
  • 7. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 7 “CONFIANÇA é a crença geral que uma Organização na sua comunicação e comportamentos é competente, aberta e honesta, preocupada, fiável e digna de identificação com os seus objectivos, normas e valores” Zalabak, 2010 BENEFÍCIOS → RESULTADOS POSITIVOS Maior satisfação no trabalho, produt. e compromisso para com a Organização Flaherty & Pappas, 2000 Maiores vendas e lucros, e menor rácio de rotação Davis et al, 2000 Possibilita comportamento cooperativo Gambetta, 1988 BARREIRAS → RESULTADOS NEGATIVOS • Diminuição desejo dos Colaboradores em contribuir para objectivos produtividade • Alimenta medo e comportamentos destrutivos • Piora as crises • A desconfiança é cara Schokley-Zalabak, 2010 Desenvolvendo Relações de Confiança para Eficiência | Eficácia Organizacional Alinhar percepções e expectativas Stakeholders com objectivos Organizacionais
  • 8. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 8 P R O C E S S O Pessoas – Liderança – Cultura Organizacional Ferramentas Offline e Online Técnicas de gestão dos processos de mudança Mudança Positiva vs Sustentabilidade e Desenvolvimento Organizacional • Que procedimentos e competências necessitamos? • O que é preciso mudar? • Como gerir a mudança em harmonia com os nossos valores? Estratégia Comunicação da Mudança Fluxo proactivo/construtivo Awareness | Compreensão | Compromisso | Mudança Informação | Diálogo | Envolvimento | Reconhecimento + + Roadmap Sustentabilidade & Gestão Mudança: Recreando e Liderando o nosso futuro de dentro para fora… Uma linguagem, Uma voz, Uma marca
  • 9. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 9 SITUAÇÃO ACTUAL SITUAÇÃO DESEJADA ESTRATÉGIA Porque estamos aqui? • Definir a situação e/ou problema O que queremos alcançar?  Definir alternativas Onde queremos chegar? Definir metas, prazos, Indicadores e iniciativas Como Alinhar?  Convergir plano de acção Global com Unidades A acção  Iniciativas e projectos desenvolvidos que consolidem a Reputação O que alcançámos? Resultados e Impacto Social Positivo Próximos passos  Reinvestimento em novas Oportunidades...  ... e Melhoria contínua! Mobilizar a mudança através da Liderança Traduzir a estratégia (metas, iniciativas, indicadores) Alinhar Corporate e Centros Motivar numa tarefa conjunta (Capacitação, Comunicação, Objectivos, Formação) Gerir para converter estratégia num processo contínuo Tornar a Organização sustentável Aumentar o impacto social directo e indirecto Roadmap Sustentabilidade & Gestão Mudança: Recreando e Liderando o nosso futuro de dentro para fora… Uma linguagem, Uma voz, Uma marca
  • 10. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 10 GESTÃO COMUNICAÇÃO INTEGRADA Processo Unidireccional de Difusão de de Informação (Media e/ou outros Canais Off/Online Processo Bidireccional de Gestão de Relacionamentos Win-Win com Stakeholders diversos GESTÃO REPUTAÇÃO | RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA Mercados = CONVERSAS! DIÁLOGO: • Bidireccional • Pessoas • Informação • Participação Roadmap Sustentabilidade & Gestão Mudança: Recreando e Liderando o nosso futuro de dentro para fora… Uma linguagem, Uma voz, Uma marca GESTÃO INFORMAÇÃO
  • 11. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 11 Publicidade Comunicação RP | Marketing Social | Social Media “O processo de comunicação estratégica integrada que cria relações de benefícios mútuos entre Organizações e seus Públicos” COMUNICAÇÃO INTEGRADA LOW COST | NO COST Marketing Estratégico
  • 12. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 12 Associação de Amizades e Alianças à volta de Produtos, Serviços, Ideias Interacção Humana Ecossistema que molda atitudes e comportamentos É impulsionada por Pessoas em Comunidades nas quais comunicam e se congregam É Criar, Descobrir e Partilhar Novos conteúdos É criar culturas vibrantes e enriquecidas e usar Ferramentas de conexão Comunicação Corporativa Gestão de Crise Comunicação Online Relações Media Comunicação Interna Relações Governamentais Gestão de Marca Marketing Social Organização Eventos Comunicação Integrada Social Media: novo processo de Participação | Interacção Humana
  • 13. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 13 RevolucionárioPoder Ameaçador Desafios: Interacção Social, Comportamento Organizacional, Gestão corporativa e Governança democrática Social media é menos acerca de... ... e mais acerca de… Comunicação unidreccional Comunicação bidireccional Controlo Influência Hierarquia Procurável Repórters de notícias Comunidade Rodopiar Autenticidade Comunicação Integrada Social Media: novo processo de Participação | Interacção Humana Democracia Web 2.0 → Conhecimento + Especialização + Performance = Novas forma de capital social: Colaboração horizontal e Cooperação na resolução óptima de problemas
  • 14. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 14 Os 4 Pilares da Estratégia de Media Sociais 1. COMUNICAÇÃO 2. COLABORAÇÃO 3. EDUCAÇÃO 4. ENTRETENIMENTO • Como é percebida a sua comunicação? • Como mede a eficácia da sua estratégia? • Quais os drivers/triggers da sua estratégia que levam a uma maior acção, resposta, comportamento? • Porque falham ou são bem sucedidas Organizações em colaborar? • É a cultura corporativa ou as capacidades dos empreendedores que faz a diferença? • Ou são as ferramentas para colaborar que fazem a diferença? • Com que frequência se requer educar as audiências internas/externas? • Procura oportunidades para o fazer? • Como usar aos media sociais para envolver as pessoas a nível de educação com instrumentos visuais e eficazes? • Que atributos usar para entreter a audiência? • Que aspectos deve ter em atenção a nível de entretenimento eg humor pode ser um terreno adverso (dada a subjectividade pessoal)? Comunicação Integrada Social Media: novo processo de Participação | Interacção Humana
  • 15. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 15 1. OUVIR Ferramentas online track conversações Acerca da marca 2. PESSOAS Compreender Intimamente Audiência 3. OBJECTIVOS Claros objectivos SMART 4. CONTEÚDO Mais valor Conversatções5. TECNOL. Definir as Plataformas mais adequadas 6. ENVOLVIM. Planear para a ccionar REVER & PLANEAR regularmente Comunicação Integrada Social Media: novo processo de Participação | Interacção Humana Os 4 Pilares da Estratégia de Media Sociais 6 elementos de campanha media sociais bem sucedida
  • 16. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 16 Requer mudança comportamento = Responsabilidade + Honestidade + Confiança & Aprender a confiar nas Pessoas, Ser aberto ao diálogo e ESCUTAR Comunicação Integrada Social Media: novo processo de Participação | Interacção Humana (re)Criar a Marca ou Causa + Envolver de forma massiva + Aprender mais rápido + Liderar eficazmente
  • 17. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 17 Canais de Comunicação e Distribuição: das Publicações Internas ao Face-a-Face Edelman Trust Barometer 2013 Fonte www.edelman.co.uk/trustbarometer
  • 18. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 18 46% 49% 55% 48% 46% 55% 31% 37% 39% 27% 23% 30% 19% 19% 20% Fonte www.edelman.co.uk/trustbarometer Edelman Trust Barometer 2013 Fonte www.edelman.co.uk/trustbarometer Multiplicidade de Fontes credíveis
  • 19. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 19 O Crescimento das Redes Sociais e Novos Medias como Canais de Comunicação 2013 http://www.zerfass.de/ecm/ECM2013-Results-ChartVersion.pdf
  • 20. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 20 http://www.zerfass.de/ecm/ECM2013-Results-ChartVersion.pdf O Crescimento das Redes Sociais e Novos Medias como Canais de Comunicação 2013
  • 21. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 21 http://www.zerfass.de/ecm/ECM2013-Results-ChartVersion.pdf O Crescimento das Redes Sociais e Novos Medias como Canais de Comunicação 2013
  • 22. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 22 “Storytelling é essencial á busca do ser humano pelo significado” Mary Caterine Batson (Denning, 2004) O Storytelling é acerca da comunicação sobre verdades factuais (em oposição a ficção) em forma de narrativa (Salmons, 2006), um meio de interpretação e compreensão das Organizações (Landrum, 2008)
  • 23. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 23 As Histórias são como vírus:  Omnipresentes: as histórias estão à nossa volta  Contagiantes: se ecoarem disseminam-se  Aderentes: embebem- se nas nossas memórias Para ligar-se às Pessoas ao nível mais profundo, precisa de Histórias! Rob McKee
  • 24. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 24 A Liderança “a habilidade de um indivíduo influenciar, motivar e capacitar terceiros para contribuírem para a eficácia e sucesso da Organização de que são membros” (House et al., 2004), em mercados de rápida mudança, requer “uma vívida descrição de ideias, crenças, experiências pessoais e lições de vida através de Histórias ou Narrativas que evoquem poderosas emoções e percepções (Serrat, 2008), oferecendo assim uma via emocional que irá inspirar a acção e a mudança disruptiva (Denning, 2004)
  • 25. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 25 Mas porquê contar histórias!? As histórias ajudam as Pessoas compreender as suas acções e motivações As histórias ajudam as Pessoas a aprender, ligar- se, recordar e partilhar As histórias motivam à acção, persuadem, informam e inspiram As histórias podem ter um impacto emocional duradouro
  • 26. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 26 Afinal o que são as histórias!? As histórias questionam “O que aconteceria se…?” São acerca de mudança: “Como e porque mudam as coisas na vida?” Mostram verdades humanas: fraquezas, forças, desejos, esperanças… Mostram escolhas: e as consequências dessas escolhas AS HISTÓRIAS DÃO- NOS CONTEXTO… … E O CONTEXTO AJUDA- NOS A COMPREENDER AS COISAS!
  • 27. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 27 Um aspecto essencial das narrativas criadas pelo método TST (Traditional Storytelling) ou DST (Digital Storytelling) é a atenção à forma de contar a história, o facto da narrativa ter uma estrutura com princípio, meio e fim onde se encontra m problema que é necessário resolver. Classicamente, é uma intriga com uma sucessão de acontecimentos ao longo de uma sequência temporal, sendo o conflito o motor da narrativa que se vai desenrolando através de uma estrutura de tensão e alívio e onde existe pelo menos um personagem principal. (Lopes, 2009)
  • 28. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 28 Os 4 elementos do Storytelling 1. MENSAGEM 2. CONFLITO 3. ENREDO 4. PERSONAG ENS A Definição da Narrativa Moderna Quem é a nossa Audiência?, o que precisa comprar? Quais são as nossas Histórias (desafios & oportunida des)? Quando planeia contá-las e com que frequência? Onde irá promovê- las? Porquê como irá beneficiar a Dianova e as suas Audiências?
  • 29. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 29 Acaba de entrar num Elevador… … e tem 20 segundos para explicar quem é a Organização:  o que faz?,  a quem se destina?,  com que objectivos?,  qual a proposta de valor? Já está? Retenha a ideia…
  • 30. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 30 Acabou de dar o 1º passo na construção da sua História… … que irá ajudá-lo a perceber como a sua Organização é percebida e a (re)POSICIONAR- SE para maximizar os seus Objectivos Estratégicos GESTÃO DA REPUTAÇÃO CORPORATIVA REPUTAÇÃO PARA QUÊ? • Determinar o que é importante para cada grupo de stakeholders REPUTAÇÃO PARA QUEM? • Good will criado através das relações com stakeholders REPUTAÇÃO COM QUE OBJECTIVO? • Gerar good will é o objectivo último identificando e gerindo issues REPUTAÇÃO | Avaliação colectiva da capacidade de uma Organização entregar resultados positivos a grupos representativos dos seus Stakeholders. Benefícios: cria vantagem competitiva | atrai e retém melhores Talentos | atrai investidores e patrocinadores | aumenta fidelização de clientes | incrementa acesso novos segmentos
  • 31. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 31 E como qualquer História credível, consistente e confiável… Organiza ção Missão Visão Valores Objectivos Competências Diferenciação Expectativas Objectivos: 1. O que queremos Ser? 2. Como queremos ser recordados? Clientes e Mercado: 1. O que esperam os Stakeholders? 2. Como podemos ir ao encontro das suas expectativas? Vantagem Competitiva: 1. Quais são as nossas capacidades ? 2. O que nos distingue? 3. O que necessitamos incorporar / mudar? … tem que ser ALINHADA e CONTADA através de múltiplos Canais de interacção off e online
  • 32. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 32 Para criar Valor para os Stakeholders e ajudar a construir uma opinião informada, através de uma gestão eficaz dos Relacionamentos… … eis a Missão da Comunicação da Organização Compreender os objectivos de negócio, issues e barreiras Identificar Stakeholders chave e suas percepções actuais versus desejadas Desenvolver uma Comunicação estratégia que colmate o gap através de drivers emocionais e racionais A percepção é diferente da realidade? Comunica mos com os públicos certos? Visão / Capacidade s/ Expectativa s
  • 33. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 33 Modelo Estratégico de Comunicação de Causas 1 Definir a História Marca e Reputação que queremos criar 2 Partilhar a História Com múltiplos Stakeholders 3 Mobilizar Os “defensores” (advocacy) que mobilizam outros em nosso favor 4 Ouvir Compreender as perspectivas dos stakeholders e se as mensagens estão a ser veiculadas 5 Avaliar e Redefinir Estratégia, tácticas, stakeholders, canais Carácter Corporativo Único Diferenciador
  • 34. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 34 Definir Objectivos SMART S: Específicos M: Mensuráveis A: Alcançáveis R: Relevantes T: Oportunos O que pretende alcançar? Que métricas (KPIs) usar? Esforço e compromisso são realistas? Qual a importância deste objectivo? Quando será alcançado o objectivo? Potenciais Obstáculos /Oportunidades Pessoas Responsáveis Acções Metas e Indicadores (re)Avaliação
  • 35. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 35 Seleccionar e Definir Abordagem Multi-stakeholders (Grupos e Issues) DIÁLOGO Autêntico, Transparente, Credível (Da Definição à Gestão de Envolvimento) Envolvimento Stakeholders | Envolva proactivamente os seus stakeholders críticos para gerir relacionamentos de forma estratégica, focalizada e eficaz impulsionando Reputação e sucesso de negócio ENVOLVER STAKEHOL DERS CRÍTICOS SUCESSO DE NEGÓCIO & REPUTAÇÃ O Mitigar / Neutralizar Detractores Converter Cercas Neutrais Empoderar Defensores Para Embaixadores PODER INFLUÊNCIA FAVORABILIDADE FACE À MARCA
  • 36. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 36 (re)Definir Posicionamento Longo PrazoPretende-se que as Audiências CONHEÇAM a Organização 1 Pretende-se que as Audiências compreendam que a Organização é RELEVANTE para as suas necessidades 2 Pretende-se que as Audiências acreditem na DIFERENCIAÇÃO da Organização 3 Pretende-se que as Audiências considerem (Satisfação) com elevada ESTIMA a Organização 4 Trabalhar o gap estratégico para contar uma história única Demonstrar habilidade para fazer melhor do que ninguém como factor crítico Solução para problemas out of the box que levam à Inovação OS4PILARESCOMUNICAÇÃO CORPORATIVA
  • 37. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 37 RELAÇOES PÚBLICAS Press Kit com mensagens (racionais e emocionais) e materiais chave: eDossier Corporativo Alinhar programa Externo com Comunicação interna para envolver e inspirar Colaboradores e Stakeholders Estratégia Comunicação Integrada com entrevistas, opiniões, testemunhos, factos, notícias Envolvimento com Governo e Autoridades Locais usando mensagens chave com enquadramento específico Diálogo Online constante para públicos específicosCanais orientados a interacção estimulando diálogo, recursos e respostas Gabinete Imprensa para seleccionar Media chave, criar Base dados, Identificar porta-vozes, definir ângulos Conte a sua História Integrada
  • 38. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 38 eKIT PR Toolbox Uma MARCA ainda é julgada pela sua Liderança + Performance + Cidadania + Governance + Responsabilidade Social + Inovação + Local de Trabalho + Produtos e Serviços Nova abordagem Media Sociais + PR + Canais Media para melhor operar com intenção de: Comunicar, Construir relações e Influenciar
  • 39. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 39 Como avaliar? Em vez de ROI (Return on Investment) Pense em ROC (Return on Connections) • eWord of mouth positivo • Influência da mensagem (não controlo) • Interacção personalizada e em tempo real • Feedback instantâneo • Monitorização
  • 40. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 40 Como avaliar? ENVOLVIMENTO • Cliques num link de um site ou rede social EDUCAÇÃO • Link leva o visitante ao site / página Facebook onde pode encontrar toda a informação que carece CONVERSÃO • A pessoa regista-se e começa a postar, partilhar, comentar… RETORNO • A pessoa refere a amigo que por sua vez entra na conversa, infuencia e altera comportamento
  • 41. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 41 Métricas Media Sociais RELACIONAR PARTILHAR EXPERIMENTAR Audiência Acção Lealdade Influência Audiência (share) Envolvimento Influência Como podem ser usadas as métricas para estabelecer uma base a partir da qual se constrói a campanha de Media sociais
  • 42. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 42 Métricas Media Sociais: Relevância Fundamental Métrica Fonte Revela INFLUÊNCIA Tempo no Site Web Analytics: O valor de opiniões Bounce Rate Google Analytics, e conversações Web Trends para os interessados na compra ENVOLVIMEN. Passa-palavra Web Analytics: Níveis de interesse Comentários a Google Analytics, na mensagem: estão Post ratio Web Trends os clientes dispostos Diggs, Bookmark Digg, Del.icio.us a referenciar ante Ouvir Podcasts Feedburner ganho ou perdas de “capital social”? LEALDADE Posts em blogs BlogPulse, Contexto e intensidad Recomendações Google Alerts dos posts em blogs. Tweets e similar Technorati A audiência é fiel? Pode ter impacto no processo
  • 43. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 43 Métricas Media Sociais: Impacto AUDIÊNCIA Referências Web Analytics: A quem apela Demográficos Google Analytics, a campanha de Web Trends media sociais INFLUÊNCIA Tempo no site Web Analytics: Quão envolvidas LEALDADE Bounce rate Google Analytics, estão as audiências Web Trends na mensagem ou Clientes repetem na causa como resultado exposição nos media sociais? ACÇÃO Conversaçoes BlogPulse, Num. de vezes que Recomendações Google Alerts um outcome ocorre Tweets e similar Technorati no seguimento da Revisões Net promoter exposição holística Web Analytics à campanha Fundamental Métrica Fonte Revela
  • 44. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 44 OUTPUT IMPACT OUTCOMES Com que eficácia disseminamos a nossa mensagem • KPI EVA (Evaluation Media) mensal • N. Likes, Shares, Tweets Que efeito tem a nossa comunicação nos stakeholders • KPI Análise Qualitativa & Quantitativa (parcerias, financiamentos, contratos, formações, fidelização, etc.) • KPI Escala Mensuração Relações Grunig et al 1999 (anual) • SROI • IRIS Que mudanças através métricas de mensuração Mensuração | Avaliação | Prestação de Contas
  • 45. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 45 A nossa MISSÃO: desenvolver programas e acções que contribuam activamente para a autonomia pessoal e o progresso social Rede Dianova & Hub Internacional de Public Affairs 3 Continentes | 11 Países
  • 46. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 46 Dianova publicamente reconhecida como Instituição Particular de Solidariedade Social, Associação Utilidade Pública e Organização Não-Governamental para o Desenvolvimento Membro da Rede Internacional Dianova Agente Parceiro Economia Social Agente Empreendedorismo & Inovação Social Promotora de Transformação Social & RSO PROTOCOLOS AFILIAÇÕES Formação e Capacitação de Pessoas e Organizações Tratamento das Toxicodependências & Reinserção Socioprofissional Educação e Promoção da Saúde Desenvolvimento Comunitário & Apoio Psicossocial
  • 47. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 47 Certificações | Acreditações Dianova ISO 9001:2008 EFR DGERT | CCPFC Sistema de Gestão da Qualidade CTQL (1ª em Portugal) Entidade Familiarmente Responsável Economia Social (1ª em Portugal) Entidade Formadora Acreditada (CFD) DGERT – MTSS | CCPFC – ME
  • 48. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 48 Projecto Centro de Emergência Casa Azul SEDE Dianova Portugal Residencial de Estudantes Centro de Apoio Psicossocial CAP+ Saúde Comunidade Terapêutica Quinta das Lapas Centro de Formação Dianova Empresa de Inserção Viveiros Floricultura Dianova | Unidades Operativas (Lisboa | Oliveira Azeméis | Torres Vedras) Apartamento de Reinserção Social
  • 49. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 49Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Dianova Portugal© Áreas 77,9% Programas 22,1% Gestão Género 50% Feminino 50% Masculino Idade Média 40,1 Qualificações 31% Universidade 69% 1-3º ciclos A EquipaRetenção Talento 94%41 Trabalhadores 90% Contratos directos 10% Indirectos
  • 50. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 50 Governo • Legisladores • Reguladores • Políticos • Administração Central e Local • Analistas Projectos • Agências Internacionais Organização • Board • Staff • Voluntários • Fornecedores • Parceiros • Clientes • “Shareholders” Comunidade • Líderes • Analistas • Investidores e Sponsors • Público em geral • Academia • Media Mercado • Prescritores • Profissionais Saúde, Educação, Social • Potenciais Clientes • Famílias • Líderes opinião • Concorrência Bom cidadão Corporativo? Desenvolvimento Social? Qualidade? Eficácia? Parcerias? Inovadora? Boa Governança? Valor Social? Bom local de trabalho? Equipa criativa? Abordagem Multi-stakeholders Cultura Cooperação e Cooptição Baseado no Modelo de Relações de Negócio, MacMillan et al (2000) Confiável? Compromisso?
  • 51. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 51 Comunicação Integrada Moto Aprender | Crescer | Concretizar Gestão por Valores: alinhar Cultura Corporativa com Princípios Relações Governamentais Comunicação & Marketing de Causas Relações Media Organização & Participação Eventos Comunicação Online & Social Media Marketing ServiçosComunicação Interna Publicidade Social Gestão Marca Comunicação Corporativa
  • 52. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 52 SOCIAL AMBIENTA L ECONÓMIC O LEGAL ÉTICO Banco Depósito Confiança & Boas Práticas RSO Walking the Talk… Everlasting Effects!© Reputação constrói-se sobre Acções
  • 53. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 53 Performance EconómicaEconómico REGULARIZAÇÃO IMPOSTOS EM DIA VOLUME EMPREGO GERADO LOCAL +40 / ANO PAGAMENTO A FORNECEDORES 30 DIAS
  • 54. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 54 Delivering the Promise Impacto Social 2008-2012Social
  • 55. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 55 Aumento Eficiência e Impacto AmbientalAmbiental IMPLEMENTAÇÃO PAINÉIS SOLARES & REDUÇÃO CUSTO ENERGÉTICO e PEGADA ECOLÓGICA
  • 56. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 56 Cumprimento Legislação Internacional, EU & NacionalLegal Propriedade Industrial 13 Marcas 16 Domínios Carta de Princípios e Responsabilidades Plano de Igualdade e Conciliação
  • 57. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 57 Gestão por Valores e Ética “Negócio Social”Ético Gestão Desempenho Avaliação comportamentos e atitudes → Desempenho excelência Código Ético Manual Comportamentos Social Media
  • 58. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 58 Gestão de Marca Identidade Corporativa em Materiais
  • 59. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 59 Comunicação Online Sites | Blog | Redes Sociais
  • 60. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 60 Comunicação Online Sites | Blog | Redes Sociais
  • 61. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 61 Centro Alojamento Temporário | Oliveira de Azeméis | Projecto SOLIS 2005-2010 Entidade Promotora Câmara Municipal Oliveira Azeméis Entidade Executora Dianova Portugal + 9 Parceiros Locais 12 Actividades Dirigidas a Crianças, Jovens, Adultos e Idosos Duração 6 anos Beneficiários 4.030 Pessoas Financiamento 1,2 Milhões € Inclusão Social, Voluntariado, Terceira Idade, Violência Doméstica (170 Utentes), Realojamento Social, Reabilitação Habotacional, Inserção socioprofisional, Educação Saúde, …
  • 62. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 62 Centro de Apoio Psicossocial+Saúde… Acessível a Todos! | Lisboa Avaliação Psicológica Acompanhamento Psicológico Intervenção Familiar Intervenção Adolescência Orientação Vocacional Profissional Avaliação Nec.s Edu.s Especiais http://www.apoiopsicossocial.dianova.pt/
  • 63. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 63 Centro de Formação Dianova: Capacitar | Empreender | Inovar | Portugal FORMANDOS 1.624 ACÇÕES FORMAÇÃO 112 HORAS FORMAÇÃO 6.724 FORMADORES 16 Internos 750 Externos
  • 64. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 64 20132012 2000 2010200920072000 Inicio da actividade Lançamento da Campanha Dia da Mãe Temporal Natal destrói Estufas Início da Reconstrução das Estufas Prémio Manuel António da Mota Menção Honrosa Implementação da Marca Solidária Elaboração de Processos de Gestão Comercial Diversificação da Carteira Clientes e Produtos Contratação Eng.º Agrónomo Receitas 300.000€/ano Empresa de Inserção Viveiros Floricultura: Principais Acontecimentos Empregados 13 REINSERÇÃO SOCIAL → CAPACITAÇÃO → INTEGRAÇÃO SOCIOPROFISSIONAL → SUSTENTABILIDADE
  • 65. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 65 ORGANIZAÇÃO STAFF BENEFICIÁRIOS COMUNIDADE SOCIEDADE Renovação do SGQ 2011-2014 → Metodologia dinâmica 100% Satisfação Cliente Aumento legitimidade social Aumento transferência de saber fazer Aumento da Motivação → eficiência e eficácia Reforço da integração nas redes sociais (CRI, CLAS)100% População Recomendaria o Serviço Qualidade e Inovação ISO 9001:2008 Impacto e Benefícios Comunidade Terapêutica •Reconhecimento público Prémio Categoria Privada Hospital do Futuro’05/06 • Convite para Conferências Nacionais e Internacionais
  • 66. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 66 Estudo Científico Follow-up “Trajectórias Sociais” 2009-2013 CIES | ISCTE-IUL
  • 67. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 67 Evento EAD Lisboa 15 de Março, 2011 • 100 participantes Universidades, Organismos Públicos diversos, Empresas, ONG/IPSS, Cidadãos e Convidados Especiais • 10 Órgãos de Comunicação Social • 82 notícias Publicadas 47 Imprensa (43%), 35 TV & Radio (35%), 24 Social Media (22%) • 1.200.000 pessoas impactadas pelas notícias • ROI 236.596€ Campanha EU European Action On Drugs EAD Lisbon Event
  • 68. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 68 19 Sponsors Media 1 Sponsor Publicards (271 Locais) 1 Sponsor Metro Lisboa (500 cartazes) Redes Sociais Facebook, LinkedIn, Twitter Campanha Publicidade Social | Saúde Avaliação Impacto 2011
  • 69. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 69 19 Revistas e Jornais 23 páginas 517.911 tiragem (5 milhões leitores) 75.779€ ROI 500 Cartazes Metro Lisboa 600.000 passageiros/dia 3 semanas (14.400.000 pass.) 105.000€ ROI My Tech Notes & My Finance Notes Cadernos Universitários 50.000 exemplares Campanha Publicidade Social | Saúde Avaliação Impacto 2011
  • 70. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 70 IMPACTO 2007-2012 13.460 PESSOAS Iniciativa Anual Promoção de Saúde “Mocktails” | Torres Vedras
  • 71. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 71 Celeberação Datas Comemorativas Postal Natal Anual Capitalização Colateral para: • Incrementar Visibilidade • Aumentar nível Envolvimento • Potenciar Mensagens chave
  • 72. Compromisso| Solidariedade| Tolerância| Internacionalidade… Inspirando a Mudança! Rui Martins© 72 Aceite Erros Divirta-se Em conclusão Simplicidade na Complexidade Orientação Aprendizagem Arrisque. Encoraje Inovação
  • 73. Quinta das Lapas, 2565-517 Monte Redondo Torres Vedras Telf.: +351 261 312 300 Fax.: +351 261 312 322 E-mail: rui.martins@dianova.pt| Website: http://www.dianova.pt www.dianova.pt www.formacao.dianova.pt http://aprendercrescerconcretizar.wordpress.com dianovaportugal dianova-portugal www.apoiopsicossocial.dianova.pt