SlideShare uma empresa Scribd logo
O Papel dos CFM no Desenvolvimento dos Portos Moçambicanos Eng. Rosário Mualeia Presidente do Conselho de Administração dos  Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique - CFM
2 SUMÁRIO Introdução; Localização Estratégica dos Portos Moçambicanos; Desenvolvimento dos Portos: Desafios e Perspectivas; Contribuição do CFM para o Desenvolvimento dos Portos;   A Estratégia de Concessionamento dos Portos Moçambicanos; Investimentos em Curso; Considerações Finais.
3 Moçambique
4 Sistema Ferro-Portuário da África Austral KENYA KENYA CONGO KIGOMA KINBU CONGO KIGOMA KINBU HEBO POINTE NOIRE HEBO POINTE NOIRE BRAZAVILLE BRAZAVILLE MOMBASA MOMBASA KINSHASA KINSHASA TABORA TABORA DRC DRC TANZANIA TANZANIA DAR-ES-SALAAM DAR-ES-SALAAM KABALO KABALO CACUACO CACUACO KAMINA KAMINA LUANDA LUANDA MALANGE MALANGE TENKE CHOZD TENKE CHOZD DILOLO oMtwara DILOLO oMtwara MALAWI PORTO AMBOIM MALAWI PORTO AMBOIM GABELA GABELA MOCAMBIQUE MOCAMBIQUE ZAMBIA LICHINGA ZAMBIA LICHINGA LOBITO LOBITO LUENA LUENA HUAMBO HUAMBO KAPIRI MPOSHI KAPIRI MPOSHI MCHINJI MCHINJI CUAMBA MENONGUE LUBANGO CUAMBA MENONGUE LUBANGO NACALA NACALA NAMIBE NAMIBE LUSAKA LUSAKA KALADA E.LAGOS KALADA E.LAGOS ANGOLA TETE LUMBO ANGOLA TETE LUMBO BLANTYRE BLANTYRE MOCUBA MOCUBA oD.Ana oD.Ana HARARE HARARE QUELIMANE QUELIMANE INHAMITANGA INHAMITANGA ZIMBABWE ZIMBABWE MARROMEU TSUMEB MARROMEU TSUMEB VICTORIA FALLS VICTORIA FALLS MUTARE MUTARE NAMIBIA NAMIBIA BULAWAYO BULAWAYO BEIRA BEIRA PLUMTREE PLUMTREE CHICUALACUALA o CHICUALACUALA o BOTSWANA BOTSWANA WALVIS BAY WALVIS BAY BEITBRIDGE BEITBRIDGE GOBABIS GOBABIS WINDHOEK WINDHOEK GABORONE GABORONE JOHANNESBURG JOHANNESBURG MAFEKING MAFEKING MAPUTO MAPUTO LÜDERITZ LÜDERITZ SWAZILAND SWAZILAND KIMBERLEY KIMBERLEY RICHARDS BAY RICHARDS BAY LESOTHO LESOTHO ÁFRICA DO SUL ÁFRICA DO SUL DURBAN DURBAN SALDANHA SALDANHA EAST LONDON EAST LONDON CAPE TOWN CAPE TOWN PORT ELIZABETH PORT ELIZABETH
Introdução O CFM e uma entidade colectiva de direito público, que detém a capacidade de exploração no domínio da indústria de transporte ferro-portuário em Moçambique; Neste âmbito, o CFM promove o desenvolvimento, expansão  e modernização dos portos e vias férreas nacionais, quer através de investimentos directos quer por via de concessões. 5
6 Desafios para o Desenvolvimento dos Portos em Moçambique (1) Moçambique: País de trânsito; ,[object Object]
Tráfego nacional e em transito estão em franco crescimento;
Economias de escala determinam portos de manuseamento;
Cargas a granel gravitarão à volta dos portos que podem receber grandes navios e cujas distâncias, por terra, aos pólos de exploração induzam o melhor custo – eficiência;
Os portos de Maputo, Beira e Nacalaassumiram e continuarão  a assumir o papel de portos de transito nos próximos anos.,[object Object]
Rodoviário: alimentação da rede ferroviária, pequenos volumes, cargas porta a porta, principal rede de penetração em regiões remotas dos distritos;,[object Object]
9 Contribuição do CFM para o Desenvolvimento dos Portos em Moçambique Portos e Caminhos de Ferro ,[object Object]
O CFM Promove o desenvolvimento e expansão da rede ferroviária, na perspectiva de espinha dorsal das infra-estruturas de transporte, em função do desenvolvimento económico do País;
O CFM promove a excelência, produtividade e eficiência dos serviços portuários;
O CFM incentiva a criação de portos secos intermodais em locais estratégicos do ponto de vista de produção, distribuição e logística, no país e na região; Estimular a captação do tráfego internacional por via da modernização das infra-estruturas portuárias, maior eficiência, fiabilidade e melhoria da gestão; Promover  o aumento  da capacidade de armazenamento, manuseamento e outros serviços acessórios à navegação internacional, nos portos nacionais.
10 A Estratégia de Concessionamento dos Portos Moçambicanos Em meados dos anos 90 o Governo de Moçambique e o CFM embarcaram num complexo programa de reestruturação; Numa primeira fase a opção foi de privatizar apenas a gestao de terminais específicos;   Sob este prisma o CFM actuaria como proprietário das infra-estruturas e manteria as operacoes ferroviarias e restantes terminais portuários; Uma segunda opção foi o concessionamento completo das infra-estruturas ferroviarias e portuarias a consorcios com a seguinte estrutura accionista: ,[object Object]
Investidor Privado: 51%;10 10

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Sines
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de SinesI Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Sines
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Sines
aplop
 
A JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única LogísticaA JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única Logística
aplop
 
ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA - Horizonte 2016-2026
ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA - Horizonte 2016-2026ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA - Horizonte 2016-2026
ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA - Horizonte 2016-2026
Portos de Portugal
 
A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
Cláudio Carneiro
 
Chineses fazem renascer o sonho de Sines
Chineses fazem renascer o sonho de SinesChineses fazem renascer o sonho de Sines
Chineses fazem renascer o sonho de Sines
Cláudio Carneiro
 
Rui Carlos Botter, ex presidente do instituto panamericano de engenharia naval
Rui Carlos Botter, ex presidente do instituto panamericano de engenharia navalRui Carlos Botter, ex presidente do instituto panamericano de engenharia naval
Rui Carlos Botter, ex presidente do instituto panamericano de engenharia naval
Jornal GGN
 
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e IncertezasSHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
aplop
 
Cleber Lucas, presidente da ABAC
Cleber Lucas, presidente da ABACCleber Lucas, presidente da ABAC
Cleber Lucas, presidente da ABAC
Jornal GGN
 
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESESINVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
aplop
 
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
aplop
 
13 alternativas de_financiamento_bndes
13 alternativas de_financiamento_bndes13 alternativas de_financiamento_bndes
13 alternativas de_financiamento_bndes
Filipe Eduardo Martins Guedes
 
Porto de Sines Porta estratégica
Porto de Sines Porta estratégicaPorto de Sines Porta estratégica
Porto de Sines Porta estratégica
Cláudio Carneiro
 
Apresentação criação vetria mineração
Apresentação   criação vetria mineraçãoApresentação   criação vetria mineração
Apresentação criação vetria mineração
TriunfoRi
 
Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines, Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines, Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa
APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A.
 
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo VerdeNovo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
aplop
 
Uma perspectiva de desenvolvimento do sistema portuário para Moçambique
Uma perspectiva de desenvolvimento do sistema portuário para MoçambiqueUma perspectiva de desenvolvimento do sistema portuário para Moçambique
Uma perspectiva de desenvolvimento do sistema portuário para Moçambique
aplop
 
Terminal de Cruzeiros do Porto Grande - Cabo Verde
Terminal de Cruzeiros do Porto Grande -  Cabo Verde Terminal de Cruzeiros do Porto Grande -  Cabo Verde
Terminal de Cruzeiros do Porto Grande - Cabo Verde
aplop
 
Logística Portuária - Gestão da Indústria Portuária
Logística Portuária - Gestão da Indústria PortuáriaLogística Portuária - Gestão da Indústria Portuária
Logística Portuária - Gestão da Indústria Portuária
Ricardo Rodrigues
 
ENAPOR – Portos de Cabo Verde
ENAPOR – Portos de Cabo Verde ENAPOR – Portos de Cabo Verde
ENAPOR – Portos de Cabo Verde
aplop
 
Novo Porto do Dande - Domingos Fortes
Novo Porto do Dande - Domingos Fortes Novo Porto do Dande - Domingos Fortes
Novo Porto do Dande - Domingos Fortes
aplop
 

Mais procurados (20)

I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Sines
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de SinesI Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Sines
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Sines
 
A JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única LogísticaA JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única Logística
 
ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA - Horizonte 2016-2026
ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA - Horizonte 2016-2026ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA - Horizonte 2016-2026
ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA - Horizonte 2016-2026
 
A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
 
Chineses fazem renascer o sonho de Sines
Chineses fazem renascer o sonho de SinesChineses fazem renascer o sonho de Sines
Chineses fazem renascer o sonho de Sines
 
Rui Carlos Botter, ex presidente do instituto panamericano de engenharia naval
Rui Carlos Botter, ex presidente do instituto panamericano de engenharia navalRui Carlos Botter, ex presidente do instituto panamericano de engenharia naval
Rui Carlos Botter, ex presidente do instituto panamericano de engenharia naval
 
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e IncertezasSHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
 
Cleber Lucas, presidente da ABAC
Cleber Lucas, presidente da ABACCleber Lucas, presidente da ABAC
Cleber Lucas, presidente da ABAC
 
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESESINVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
 
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
 
13 alternativas de_financiamento_bndes
13 alternativas de_financiamento_bndes13 alternativas de_financiamento_bndes
13 alternativas de_financiamento_bndes
 
Porto de Sines Porta estratégica
Porto de Sines Porta estratégicaPorto de Sines Porta estratégica
Porto de Sines Porta estratégica
 
Apresentação criação vetria mineração
Apresentação   criação vetria mineraçãoApresentação   criação vetria mineração
Apresentação criação vetria mineração
 
Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines, Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines, Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa
 
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo VerdeNovo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
 
Uma perspectiva de desenvolvimento do sistema portuário para Moçambique
Uma perspectiva de desenvolvimento do sistema portuário para MoçambiqueUma perspectiva de desenvolvimento do sistema portuário para Moçambique
Uma perspectiva de desenvolvimento do sistema portuário para Moçambique
 
Terminal de Cruzeiros do Porto Grande - Cabo Verde
Terminal de Cruzeiros do Porto Grande -  Cabo Verde Terminal de Cruzeiros do Porto Grande -  Cabo Verde
Terminal de Cruzeiros do Porto Grande - Cabo Verde
 
Logística Portuária - Gestão da Indústria Portuária
Logística Portuária - Gestão da Indústria PortuáriaLogística Portuária - Gestão da Indústria Portuária
Logística Portuária - Gestão da Indústria Portuária
 
ENAPOR – Portos de Cabo Verde
ENAPOR – Portos de Cabo Verde ENAPOR – Portos de Cabo Verde
ENAPOR – Portos de Cabo Verde
 
Novo Porto do Dande - Domingos Fortes
Novo Porto do Dande - Domingos Fortes Novo Porto do Dande - Domingos Fortes
Novo Porto do Dande - Domingos Fortes
 

Destaque

Dia mundial da saúde sexual
Dia mundial da saúde sexualDia mundial da saúde sexual
Dia mundial da saúde sexual
Oficina Psicologia
 
Artigos de revista
Artigos de revistaArtigos de revista
Artigos de revista
Marina Ferreira
 
Mozambique's rail industry
Mozambique's rail industryMozambique's rail industry
Mozambique's rail industry
Tristan Wiggill
 
Mozambique Coal 2016_Geology
Mozambique Coal 2016_GeologyMozambique Coal 2016_Geology
Mozambique Coal 2016_Geology
Andy Lloyd
 
Educação sexual para todos
Educação sexual para todosEducação sexual para todos
Educação sexual para todos
Marina Ferreira
 
Port of Beira
Port of BeiraPort of Beira
Port of Beira
Tristan Wiggill
 
About Trade Bridge Consultants
About Trade Bridge ConsultantsAbout Trade Bridge Consultants
About Trade Bridge Consultants
John Cotton
 
Mia Couto
Mia CoutoMia Couto
Abnt referencias bibliograficas
Abnt   referencias bibliograficasAbnt   referencias bibliograficas
Abnt referencias bibliograficas
Manoela Fischer
 

Destaque (9)

Dia mundial da saúde sexual
Dia mundial da saúde sexualDia mundial da saúde sexual
Dia mundial da saúde sexual
 
Artigos de revista
Artigos de revistaArtigos de revista
Artigos de revista
 
Mozambique's rail industry
Mozambique's rail industryMozambique's rail industry
Mozambique's rail industry
 
Mozambique Coal 2016_Geology
Mozambique Coal 2016_GeologyMozambique Coal 2016_Geology
Mozambique Coal 2016_Geology
 
Educação sexual para todos
Educação sexual para todosEducação sexual para todos
Educação sexual para todos
 
Port of Beira
Port of BeiraPort of Beira
Port of Beira
 
About Trade Bridge Consultants
About Trade Bridge ConsultantsAbout Trade Bridge Consultants
About Trade Bridge Consultants
 
Mia Couto
Mia CoutoMia Couto
Mia Couto
 
Abnt referencias bibliograficas
Abnt   referencias bibliograficasAbnt   referencias bibliograficas
Abnt referencias bibliograficas
 

Semelhante a III Encontro de Portos da CPLP – Rosário Mualeia – CFM (Moçambique)

20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
FaustinoGonalves
 
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de LuandaI Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
Porto de Luanda
 
Novo Terminal de Contentores em Portugal, uma escolha difícil (parte 1)
Novo Terminal de Contentores em Portugal, uma escolha difícil (parte 1)Novo Terminal de Contentores em Portugal, uma escolha difícil (parte 1)
Novo Terminal de Contentores em Portugal, uma escolha difícil (parte 1)
Feliciana Monteiro
 
11-APP-INSERÇÃO DE PORTUGAL NAS REDES TRANSEUROPEIAS.ppt
11-APP-INSERÇÃO DE PORTUGAL NAS REDES TRANSEUROPEIAS.ppt11-APP-INSERÇÃO DE PORTUGAL NAS REDES TRANSEUROPEIAS.ppt
11-APP-INSERÇÃO DE PORTUGAL NAS REDES TRANSEUROPEIAS.ppt
João Costa
 
Actividades Portuárias no nível nacional para o Futuro 2011
Actividades Portuárias no nível nacional para o Futuro 2011Actividades Portuárias no nível nacional para o Futuro 2011
Actividades Portuárias no nível nacional para o Futuro 2011
Cláudio Carneiro
 
15º Fórum Anual Portos Brasil
15º Fórum Anual Portos Brasil15º Fórum Anual Portos Brasil
15º Fórum Anual Portos Brasil
Juliana Ruffo
 
Portos 2021
Portos 2021Portos 2021
Mmx novembro 2013 - português - vfinal
Mmx   novembro 2013 - português - vfinalMmx   novembro 2013 - português - vfinal
Mmx novembro 2013 - português - vfinal
mmxriweb
 
O Desenvolvimento de Infraestrutura de Transportes Contribuições do TCU - Min...
O Desenvolvimento de Infraestrutura de Transportes Contribuições do TCU - Min...O Desenvolvimento de Infraestrutura de Transportes Contribuições do TCU - Min...
O Desenvolvimento de Infraestrutura de Transportes Contribuições do TCU - Min...
Editora Fórum
 
Reunião do executivo da Câmara Municipal de Coimbra - 22.08.2016
Reunião do executivo da Câmara Municipal de Coimbra - 22.08.2016Reunião do executivo da Câmara Municipal de Coimbra - 22.08.2016
Reunião do executivo da Câmara Municipal de Coimbra - 22.08.2016
Câmara Municipal de Coimbra
 
Heavy Haul Rail South America 2013, 15-16 October 2013 | São Paulo, Brazil
Heavy Haul Rail South America 2013, 15-16 October 2013 | São Paulo, Brazil Heavy Haul Rail South America 2013, 15-16 October 2013 | São Paulo, Brazil
Heavy Haul Rail South America 2013, 15-16 October 2013 | São Paulo, Brazil
Tina_Karas
 
A Importância da União dos Conselhos de Carregadores Africanos no desenvolvim...
A Importância da União dos Conselhos de Carregadores Africanos no desenvolvim...A Importância da União dos Conselhos de Carregadores Africanos no desenvolvim...
A Importância da União dos Conselhos de Carregadores Africanos no desenvolvim...
aplop
 
Obadias djedje
Obadias djedjeObadias djedje
Obadias djedje
mobilidade2014
 
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
Idalina Leite
 
O Papel dos Portos Concentradores na Cadeia Logística Global
O Papel dos Portos Concentradores na Cadeia Logística GlobalO Papel dos Portos Concentradores na Cadeia Logística Global
O Papel dos Portos Concentradores na Cadeia Logística Global
Gian Gabriel Guglielmelli
 
Mmx maio 2013 - português - vfinal
Mmx   maio 2013 - português - vfinalMmx   maio 2013 - português - vfinal
Mmx maio 2013 - português - vfinal
mmxriweb
 
ApresentaçãO Obras LicitaçãO Versao 02 03 09
ApresentaçãO Obras LicitaçãO Versao 02 03 09ApresentaçãO Obras LicitaçãO Versao 02 03 09
ApresentaçãO Obras LicitaçãO Versao 02 03 09
Marco Bahe
 
Revista APS N.º 56 – Junho 2012
Revista APS N.º 56 – Junho 2012Revista APS N.º 56 – Junho 2012
Ministerio Dos Transportes
Ministerio Dos TransportesMinisterio Dos Transportes
Ministério dos Transportes
Ministério dos TransportesMinistério dos Transportes
Ministério dos Transportes
guest5b59f9bb
 

Semelhante a III Encontro de Portos da CPLP – Rosário Mualeia – CFM (Moçambique) (20)

20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
 
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de LuandaI Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
 
Novo Terminal de Contentores em Portugal, uma escolha difícil (parte 1)
Novo Terminal de Contentores em Portugal, uma escolha difícil (parte 1)Novo Terminal de Contentores em Portugal, uma escolha difícil (parte 1)
Novo Terminal de Contentores em Portugal, uma escolha difícil (parte 1)
 
11-APP-INSERÇÃO DE PORTUGAL NAS REDES TRANSEUROPEIAS.ppt
11-APP-INSERÇÃO DE PORTUGAL NAS REDES TRANSEUROPEIAS.ppt11-APP-INSERÇÃO DE PORTUGAL NAS REDES TRANSEUROPEIAS.ppt
11-APP-INSERÇÃO DE PORTUGAL NAS REDES TRANSEUROPEIAS.ppt
 
Actividades Portuárias no nível nacional para o Futuro 2011
Actividades Portuárias no nível nacional para o Futuro 2011Actividades Portuárias no nível nacional para o Futuro 2011
Actividades Portuárias no nível nacional para o Futuro 2011
 
15º Fórum Anual Portos Brasil
15º Fórum Anual Portos Brasil15º Fórum Anual Portos Brasil
15º Fórum Anual Portos Brasil
 
Portos 2021
Portos 2021Portos 2021
Portos 2021
 
Mmx novembro 2013 - português - vfinal
Mmx   novembro 2013 - português - vfinalMmx   novembro 2013 - português - vfinal
Mmx novembro 2013 - português - vfinal
 
O Desenvolvimento de Infraestrutura de Transportes Contribuições do TCU - Min...
O Desenvolvimento de Infraestrutura de Transportes Contribuições do TCU - Min...O Desenvolvimento de Infraestrutura de Transportes Contribuições do TCU - Min...
O Desenvolvimento de Infraestrutura de Transportes Contribuições do TCU - Min...
 
Reunião do executivo da Câmara Municipal de Coimbra - 22.08.2016
Reunião do executivo da Câmara Municipal de Coimbra - 22.08.2016Reunião do executivo da Câmara Municipal de Coimbra - 22.08.2016
Reunião do executivo da Câmara Municipal de Coimbra - 22.08.2016
 
Heavy Haul Rail South America 2013, 15-16 October 2013 | São Paulo, Brazil
Heavy Haul Rail South America 2013, 15-16 October 2013 | São Paulo, Brazil Heavy Haul Rail South America 2013, 15-16 October 2013 | São Paulo, Brazil
Heavy Haul Rail South America 2013, 15-16 October 2013 | São Paulo, Brazil
 
A Importância da União dos Conselhos de Carregadores Africanos no desenvolvim...
A Importância da União dos Conselhos de Carregadores Africanos no desenvolvim...A Importância da União dos Conselhos de Carregadores Africanos no desenvolvim...
A Importância da União dos Conselhos de Carregadores Africanos no desenvolvim...
 
Obadias djedje
Obadias djedjeObadias djedje
Obadias djedje
 
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
 
O Papel dos Portos Concentradores na Cadeia Logística Global
O Papel dos Portos Concentradores na Cadeia Logística GlobalO Papel dos Portos Concentradores na Cadeia Logística Global
O Papel dos Portos Concentradores na Cadeia Logística Global
 
Mmx maio 2013 - português - vfinal
Mmx   maio 2013 - português - vfinalMmx   maio 2013 - português - vfinal
Mmx maio 2013 - português - vfinal
 
ApresentaçãO Obras LicitaçãO Versao 02 03 09
ApresentaçãO Obras LicitaçãO Versao 02 03 09ApresentaçãO Obras LicitaçãO Versao 02 03 09
ApresentaçãO Obras LicitaçãO Versao 02 03 09
 
Revista APS N.º 56 – Junho 2012
Revista APS N.º 56 – Junho 2012Revista APS N.º 56 – Junho 2012
Revista APS N.º 56 – Junho 2012
 
Ministerio Dos Transportes
Ministerio Dos TransportesMinisterio Dos Transportes
Ministerio Dos Transportes
 
Ministério dos Transportes
Ministério dos TransportesMinistério dos Transportes
Ministério dos Transportes
 

Mais de Portos de Portugal

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012
Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012
Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012
Portos de Portugal
 
Plano de Ordenamento do Espaço Marítimo discutido na Figueira da Foz (Margari...
Plano de Ordenamento do Espaço Marítimo discutido na Figueira da Foz (Margari...Plano de Ordenamento do Espaço Marítimo discutido na Figueira da Foz (Margari...
Plano de Ordenamento do Espaço Marítimo discutido na Figueira da Foz (Margari...
Portos de Portugal
 
III Encontro de Portos da CPLP – Renato Rochini – Multiterminais-Brasil
III Encontro de Portos da CPLP – Renato Rochini – Multiterminais-BrasilIII Encontro de Portos da CPLP – Renato Rochini – Multiterminais-Brasil
III Encontro de Portos da CPLP – Renato Rochini – Multiterminais-Brasil
Portos de Portugal
 
III Encontro de Portos da CPLP – Adalberto Francisco - Multiterminais, Angola
III Encontro de Portos da CPLP – Adalberto Francisco - Multiterminais, AngolaIII Encontro de Portos da CPLP – Adalberto Francisco - Multiterminais, Angola
III Encontro de Portos da CPLP – Adalberto Francisco - Multiterminais, Angola
Portos de Portugal
 
III Encontro de Portos da CPLP – Adalmir José de Sousa – Brasil
III Encontro de Portos da CPLP – Adalmir José de Sousa – BrasilIII Encontro de Portos da CPLP – Adalmir José de Sousa – Brasil
III Encontro de Portos da CPLP – Adalmir José de Sousa – Brasil
Portos de Portugal
 
III Encontro de Portos da CPLP – Luís Barroso – Porto de Lisboa
III Encontro de Portos da CPLP – Luís Barroso – Porto de LisboaIII Encontro de Portos da CPLP – Luís Barroso – Porto de Lisboa
III Encontro de Portos da CPLP – Luís Barroso – Porto de Lisboa
Portos de Portugal
 
III Encontro de Portos da CPLP – Carlos Gouveia Lopes – Porto de Setúbal
III Encontro de Portos da CPLP – Carlos Gouveia Lopes – Porto de SetúbalIII Encontro de Portos da CPLP – Carlos Gouveia Lopes – Porto de Setúbal
III Encontro de Portos da CPLP – Carlos Gouveia Lopes – Porto de Setúbal
Portos de Portugal
 
III Encontro de Portos da CPLP – Serigne Mbaye Thiam – Dakar (Senegal) (versã...
III Encontro de Portos da CPLP – Serigne Mbaye Thiam – Dakar (Senegal) (versã...III Encontro de Portos da CPLP – Serigne Mbaye Thiam – Dakar (Senegal) (versã...
III Encontro de Portos da CPLP – Serigne Mbaye Thiam – Dakar (Senegal) (versã...
Portos de Portugal
 
III Encontro de Portos da CPLP – Vieira dos Santos – Comunidade Portuária do ...
III Encontro de Portos da CPLP – Vieira dos Santos – Comunidade Portuária do ...III Encontro de Portos da CPLP – Vieira dos Santos – Comunidade Portuária do ...
III Encontro de Portos da CPLP – Vieira dos Santos – Comunidade Portuária do ...
Portos de Portugal
 
III Encontro de Portos da CPLP – Matos Fernandes – Porto de Leixões
III Encontro de Portos da CPLP – Matos Fernandes – Porto de LeixõesIII Encontro de Portos da CPLP – Matos Fernandes – Porto de Leixões
III Encontro de Portos da CPLP – Matos Fernandes – Porto de Leixões
Portos de Portugal
 
III Encontro de Portos da CPLP – Franklim Spencer – ENAPOR, Cabo Verde
III Encontro de Portos da CPLP – Franklim Spencer – ENAPOR, Cabo VerdeIII Encontro de Portos da CPLP – Franklim Spencer – ENAPOR, Cabo Verde
III Encontro de Portos da CPLP – Franklim Spencer – ENAPOR, Cabo Verde
Portos de Portugal
 
Legislação Marítimo-Portuária 2008-2009
Legislação Marítimo-Portuária 2008-2009Legislação Marítimo-Portuária 2008-2009
Legislação Marítimo-Portuária 2008-2009
Portos de Portugal
 
Cúpula dos Portos da CPLP reunida em S. Vicente
Cúpula dos Portos da CPLP reunida em S. VicenteCúpula dos Portos da CPLP reunida em S. Vicente
Cúpula dos Portos da CPLP reunida em S. Vicente
Portos de Portugal
 
Reunião preparatória do III Encontro de Portos da CPLP
Reunião preparatória do III Encontro de Portos da CPLPReunião preparatória do III Encontro de Portos da CPLP
Reunião preparatória do III Encontro de Portos da CPLP
Portos de Portugal
 

Mais de Portos de Portugal (14)

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012
Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012
Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012
 
Plano de Ordenamento do Espaço Marítimo discutido na Figueira da Foz (Margari...
Plano de Ordenamento do Espaço Marítimo discutido na Figueira da Foz (Margari...Plano de Ordenamento do Espaço Marítimo discutido na Figueira da Foz (Margari...
Plano de Ordenamento do Espaço Marítimo discutido na Figueira da Foz (Margari...
 
III Encontro de Portos da CPLP – Renato Rochini – Multiterminais-Brasil
III Encontro de Portos da CPLP – Renato Rochini – Multiterminais-BrasilIII Encontro de Portos da CPLP – Renato Rochini – Multiterminais-Brasil
III Encontro de Portos da CPLP – Renato Rochini – Multiterminais-Brasil
 
III Encontro de Portos da CPLP – Adalberto Francisco - Multiterminais, Angola
III Encontro de Portos da CPLP – Adalberto Francisco - Multiterminais, AngolaIII Encontro de Portos da CPLP – Adalberto Francisco - Multiterminais, Angola
III Encontro de Portos da CPLP – Adalberto Francisco - Multiterminais, Angola
 
III Encontro de Portos da CPLP – Adalmir José de Sousa – Brasil
III Encontro de Portos da CPLP – Adalmir José de Sousa – BrasilIII Encontro de Portos da CPLP – Adalmir José de Sousa – Brasil
III Encontro de Portos da CPLP – Adalmir José de Sousa – Brasil
 
III Encontro de Portos da CPLP – Luís Barroso – Porto de Lisboa
III Encontro de Portos da CPLP – Luís Barroso – Porto de LisboaIII Encontro de Portos da CPLP – Luís Barroso – Porto de Lisboa
III Encontro de Portos da CPLP – Luís Barroso – Porto de Lisboa
 
III Encontro de Portos da CPLP – Carlos Gouveia Lopes – Porto de Setúbal
III Encontro de Portos da CPLP – Carlos Gouveia Lopes – Porto de SetúbalIII Encontro de Portos da CPLP – Carlos Gouveia Lopes – Porto de Setúbal
III Encontro de Portos da CPLP – Carlos Gouveia Lopes – Porto de Setúbal
 
III Encontro de Portos da CPLP – Serigne Mbaye Thiam – Dakar (Senegal) (versã...
III Encontro de Portos da CPLP – Serigne Mbaye Thiam – Dakar (Senegal) (versã...III Encontro de Portos da CPLP – Serigne Mbaye Thiam – Dakar (Senegal) (versã...
III Encontro de Portos da CPLP – Serigne Mbaye Thiam – Dakar (Senegal) (versã...
 
III Encontro de Portos da CPLP – Vieira dos Santos – Comunidade Portuária do ...
III Encontro de Portos da CPLP – Vieira dos Santos – Comunidade Portuária do ...III Encontro de Portos da CPLP – Vieira dos Santos – Comunidade Portuária do ...
III Encontro de Portos da CPLP – Vieira dos Santos – Comunidade Portuária do ...
 
III Encontro de Portos da CPLP – Matos Fernandes – Porto de Leixões
III Encontro de Portos da CPLP – Matos Fernandes – Porto de LeixõesIII Encontro de Portos da CPLP – Matos Fernandes – Porto de Leixões
III Encontro de Portos da CPLP – Matos Fernandes – Porto de Leixões
 
III Encontro de Portos da CPLP – Franklim Spencer – ENAPOR, Cabo Verde
III Encontro de Portos da CPLP – Franklim Spencer – ENAPOR, Cabo VerdeIII Encontro de Portos da CPLP – Franklim Spencer – ENAPOR, Cabo Verde
III Encontro de Portos da CPLP – Franklim Spencer – ENAPOR, Cabo Verde
 
Legislação Marítimo-Portuária 2008-2009
Legislação Marítimo-Portuária 2008-2009Legislação Marítimo-Portuária 2008-2009
Legislação Marítimo-Portuária 2008-2009
 
Cúpula dos Portos da CPLP reunida em S. Vicente
Cúpula dos Portos da CPLP reunida em S. VicenteCúpula dos Portos da CPLP reunida em S. Vicente
Cúpula dos Portos da CPLP reunida em S. Vicente
 
Reunião preparatória do III Encontro de Portos da CPLP
Reunião preparatória do III Encontro de Portos da CPLPReunião preparatória do III Encontro de Portos da CPLP
Reunião preparatória do III Encontro de Portos da CPLP
 

Último

Guia Definitivo do Feedback 2.0 como vc ter maturidade de relacionamento
Guia Definitivo do Feedback 2.0 como vc ter maturidade de relacionamentoGuia Definitivo do Feedback 2.0 como vc ter maturidade de relacionamento
Guia Definitivo do Feedback 2.0 como vc ter maturidade de relacionamento
Leonardo Espírito Santo
 
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Perspectivas do Pix 2024: novidades e impactos no varejo ...
Conferência Goiás I Perspectivas do Pix 2024: novidades e impactos no varejo ...Conferência Goiás I Perspectivas do Pix 2024: novidades e impactos no varejo ...
Conferência Goiás I Perspectivas do Pix 2024: novidades e impactos no varejo ...
E-Commerce Brasil
 
MANUAL DO REVENDEDOR TEGG TELECOM - O 5G QUE PAGA VOCÊ
MANUAL DO REVENDEDOR TEGG TELECOM - O 5G QUE PAGA VOCÊMANUAL DO REVENDEDOR TEGG TELECOM - O 5G QUE PAGA VOCÊ
MANUAL DO REVENDEDOR TEGG TELECOM - O 5G QUE PAGA VOCÊ
EMERSON BRITO
 
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I As tendências para logística em 2024 e o impacto positivo...
Conferência Goiás I As tendências para logística em 2024 e o impacto positivo...Conferência Goiás I As tendências para logística em 2024 e o impacto positivo...
Conferência Goiás I As tendências para logística em 2024 e o impacto positivo...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Uma experiência excelente começa quando ela ainda nem seq...
Conferência Goiás I Uma experiência excelente começa quando ela ainda nem seq...Conferência Goiás I Uma experiência excelente começa quando ela ainda nem seq...
Conferência Goiás I Uma experiência excelente começa quando ela ainda nem seq...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Como uma boa experiência na logística reversa pode impact...
Conferência Goiás I Como uma boa experiência na logística reversa pode impact...Conferência Goiás I Como uma boa experiência na logística reversa pode impact...
Conferência Goiás I Como uma boa experiência na logística reversa pode impact...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Fraudes no centro-oeste em 2023
Conferência Goiás I Fraudes no centro-oeste em 2023Conferência Goiás I Fraudes no centro-oeste em 2023
Conferência Goiás I Fraudes no centro-oeste em 2023
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Estratégias de aquisição e fidelização de clientes e opor...
Conferência Goiás I Estratégias de aquisição e fidelização de clientes e opor...Conferência Goiás I Estratégias de aquisição e fidelização de clientes e opor...
Conferência Goiás I Estratégias de aquisição e fidelização de clientes e opor...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Moda e E-commerce: transformando a experiência do consumi...
Conferência Goiás I Moda e E-commerce: transformando a experiência do consumi...Conferência Goiás I Moda e E-commerce: transformando a experiência do consumi...
Conferência Goiás I Moda e E-commerce: transformando a experiência do consumi...
E-Commerce Brasil
 

Último (13)

Guia Definitivo do Feedback 2.0 como vc ter maturidade de relacionamento
Guia Definitivo do Feedback 2.0 como vc ter maturidade de relacionamentoGuia Definitivo do Feedback 2.0 como vc ter maturidade de relacionamento
Guia Definitivo do Feedback 2.0 como vc ter maturidade de relacionamento
 
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
 
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
 
Conferência Goiás I Perspectivas do Pix 2024: novidades e impactos no varejo ...
Conferência Goiás I Perspectivas do Pix 2024: novidades e impactos no varejo ...Conferência Goiás I Perspectivas do Pix 2024: novidades e impactos no varejo ...
Conferência Goiás I Perspectivas do Pix 2024: novidades e impactos no varejo ...
 
MANUAL DO REVENDEDOR TEGG TELECOM - O 5G QUE PAGA VOCÊ
MANUAL DO REVENDEDOR TEGG TELECOM - O 5G QUE PAGA VOCÊMANUAL DO REVENDEDOR TEGG TELECOM - O 5G QUE PAGA VOCÊ
MANUAL DO REVENDEDOR TEGG TELECOM - O 5G QUE PAGA VOCÊ
 
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
 
Conferência Goiás I As tendências para logística em 2024 e o impacto positivo...
Conferência Goiás I As tendências para logística em 2024 e o impacto positivo...Conferência Goiás I As tendências para logística em 2024 e o impacto positivo...
Conferência Goiás I As tendências para logística em 2024 e o impacto positivo...
 
Conferência Goiás I Uma experiência excelente começa quando ela ainda nem seq...
Conferência Goiás I Uma experiência excelente começa quando ela ainda nem seq...Conferência Goiás I Uma experiência excelente começa quando ela ainda nem seq...
Conferência Goiás I Uma experiência excelente começa quando ela ainda nem seq...
 
Conferência Goiás I Como uma boa experiência na logística reversa pode impact...
Conferência Goiás I Como uma boa experiência na logística reversa pode impact...Conferência Goiás I Como uma boa experiência na logística reversa pode impact...
Conferência Goiás I Como uma boa experiência na logística reversa pode impact...
 
Conferência Goiás I Fraudes no centro-oeste em 2023
Conferência Goiás I Fraudes no centro-oeste em 2023Conferência Goiás I Fraudes no centro-oeste em 2023
Conferência Goiás I Fraudes no centro-oeste em 2023
 
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
 
Conferência Goiás I Estratégias de aquisição e fidelização de clientes e opor...
Conferência Goiás I Estratégias de aquisição e fidelização de clientes e opor...Conferência Goiás I Estratégias de aquisição e fidelização de clientes e opor...
Conferência Goiás I Estratégias de aquisição e fidelização de clientes e opor...
 
Conferência Goiás I Moda e E-commerce: transformando a experiência do consumi...
Conferência Goiás I Moda e E-commerce: transformando a experiência do consumi...Conferência Goiás I Moda e E-commerce: transformando a experiência do consumi...
Conferência Goiás I Moda e E-commerce: transformando a experiência do consumi...
 

III Encontro de Portos da CPLP – Rosário Mualeia – CFM (Moçambique)

  • 1. O Papel dos CFM no Desenvolvimento dos Portos Moçambicanos Eng. Rosário Mualeia Presidente do Conselho de Administração dos Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique - CFM
  • 2. 2 SUMÁRIO Introdução; Localização Estratégica dos Portos Moçambicanos; Desenvolvimento dos Portos: Desafios e Perspectivas; Contribuição do CFM para o Desenvolvimento dos Portos; A Estratégia de Concessionamento dos Portos Moçambicanos; Investimentos em Curso; Considerações Finais.
  • 4. 4 Sistema Ferro-Portuário da África Austral KENYA KENYA CONGO KIGOMA KINBU CONGO KIGOMA KINBU HEBO POINTE NOIRE HEBO POINTE NOIRE BRAZAVILLE BRAZAVILLE MOMBASA MOMBASA KINSHASA KINSHASA TABORA TABORA DRC DRC TANZANIA TANZANIA DAR-ES-SALAAM DAR-ES-SALAAM KABALO KABALO CACUACO CACUACO KAMINA KAMINA LUANDA LUANDA MALANGE MALANGE TENKE CHOZD TENKE CHOZD DILOLO oMtwara DILOLO oMtwara MALAWI PORTO AMBOIM MALAWI PORTO AMBOIM GABELA GABELA MOCAMBIQUE MOCAMBIQUE ZAMBIA LICHINGA ZAMBIA LICHINGA LOBITO LOBITO LUENA LUENA HUAMBO HUAMBO KAPIRI MPOSHI KAPIRI MPOSHI MCHINJI MCHINJI CUAMBA MENONGUE LUBANGO CUAMBA MENONGUE LUBANGO NACALA NACALA NAMIBE NAMIBE LUSAKA LUSAKA KALADA E.LAGOS KALADA E.LAGOS ANGOLA TETE LUMBO ANGOLA TETE LUMBO BLANTYRE BLANTYRE MOCUBA MOCUBA oD.Ana oD.Ana HARARE HARARE QUELIMANE QUELIMANE INHAMITANGA INHAMITANGA ZIMBABWE ZIMBABWE MARROMEU TSUMEB MARROMEU TSUMEB VICTORIA FALLS VICTORIA FALLS MUTARE MUTARE NAMIBIA NAMIBIA BULAWAYO BULAWAYO BEIRA BEIRA PLUMTREE PLUMTREE CHICUALACUALA o CHICUALACUALA o BOTSWANA BOTSWANA WALVIS BAY WALVIS BAY BEITBRIDGE BEITBRIDGE GOBABIS GOBABIS WINDHOEK WINDHOEK GABORONE GABORONE JOHANNESBURG JOHANNESBURG MAFEKING MAFEKING MAPUTO MAPUTO LÜDERITZ LÜDERITZ SWAZILAND SWAZILAND KIMBERLEY KIMBERLEY RICHARDS BAY RICHARDS BAY LESOTHO LESOTHO ÁFRICA DO SUL ÁFRICA DO SUL DURBAN DURBAN SALDANHA SALDANHA EAST LONDON EAST LONDON CAPE TOWN CAPE TOWN PORT ELIZABETH PORT ELIZABETH
  • 5. Introdução O CFM e uma entidade colectiva de direito público, que detém a capacidade de exploração no domínio da indústria de transporte ferro-portuário em Moçambique; Neste âmbito, o CFM promove o desenvolvimento, expansão e modernização dos portos e vias férreas nacionais, quer através de investimentos directos quer por via de concessões. 5
  • 6.
  • 7. Tráfego nacional e em transito estão em franco crescimento;
  • 8. Economias de escala determinam portos de manuseamento;
  • 9. Cargas a granel gravitarão à volta dos portos que podem receber grandes navios e cujas distâncias, por terra, aos pólos de exploração induzam o melhor custo – eficiência;
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13. O CFM Promove o desenvolvimento e expansão da rede ferroviária, na perspectiva de espinha dorsal das infra-estruturas de transporte, em função do desenvolvimento económico do País;
  • 14. O CFM promove a excelência, produtividade e eficiência dos serviços portuários;
  • 15. O CFM incentiva a criação de portos secos intermodais em locais estratégicos do ponto de vista de produção, distribuição e logística, no país e na região; Estimular a captação do tráfego internacional por via da modernização das infra-estruturas portuárias, maior eficiência, fiabilidade e melhoria da gestão; Promover o aumento da capacidade de armazenamento, manuseamento e outros serviços acessórios à navegação internacional, nos portos nacionais.
  • 16.
  • 18.
  • 19. Contrato de Gestão
  • 22. Venda Completacontract Participação Privada
  • 23.
  • 24. Novo Terminal de Ferro-Cromio no Porto de Maputo;
  • 25. Dragagem do Canal de Acesso ao Porto de Maputo;
  • 26. Dragagem capital do Porto da Beira e aquisição de nova Draga;
  • 27. Construção de um Terminal de Ferro-cromio no Porto da Beira
  • 28. Construção de um novo Terminal de Carvão no Porto da Beira;
  • 29. Reconstrução da Linha Férrea de Sena e Reabilitação da Linha Férrea de Machipanda;
  • 30. Reabilitação de Vagões e Locomotivas;
  • 31. Expansão do Terminal de Contentores no Porto de Maputo;
  • 32. Construção da Segunda Fase do Terminal de Viaturas no Porto de Maputo;
  • 33. Reabilitação do Terminal de Combustíveis no Porto de Maputo;
  • 34. Expansão do Terminal Carvão/Magnetite no Porto Industrial da Matola;12
  • 35.
  • 36. 14 Lições Aprendidas do Processo de Concessaoda Gestão dos Portos Definir como estratégia a concessao por Terminais e nunca o porto no seu todo; A selecção do parceiro privado por via de concurso publico nem sempre garante que seja seleccionado o melhor concessionário;
  • 37. 15 Evolução do Volume de Manuseamento de Carga nos Portos Moçambicanos1975 - 2009
  • 38. 16 Considerações Finais Constata-se que algumas concessões ainda não atingiram os níveis desejados, porem esforços estão sendo desenvolvidos nesse sentido. Estabilidade de fluxos de tráfego; Sistemas Operacionais Publico e Privados Simples e Flexíveis; Implementação de um serviço continuo desde a origem das cargas ateao destino; Introdução de novas tecnologias e novos processos de gestão; Participação do sector privado no planeamento, investimento, gestão e manutenção do sistema ferro-portuario; Garantia de satisfação de Clientes. 16
  • 39. 17 Obrigado pela atenção!