SlideShare uma empresa Scribd logo
CARACTERÍSTICAS DA POESIA TROVADORESCA
SÍNTESE
POESIA LÍRICA
CANTIGA DE AMOR CANTIGA DE AMIGO
ORIGEM • provençal • autóctone (peninsular)
SUJEITO DE ENUNCIAÇÃO
(SUJEITO LÍRICO)
• homem (trovador que expõe os
seus sentimentos)
• a “amiga” - donzela
OBJECTO • a dona (a “senhor”) • o amigo
CARACTERÍSTICAS DA
FIGURA FEMININA
• ser divinizado, quase
inatingível;
• aristocrática (classe social
elevada)
• ser terrestre, simples
• popular
CARACTERÍSTICAS DA
FIGURA MASCULINA
• submisso;
• vassalo;
• sofredor
• apaixonado
• ausente
• mentiroso
AMBIENTE • palaciano
• cortês
• doméstico
• familiar
• rural
• marítimo
ESSÊNCIA • artificial
• convencional
• aristocrática
• simples
• espontânea
• popular
TEMA • AMOR
• elogio da mulher amada
• coita amorosa
• AMOR:
• paixão pelo amigo
• saudade
• incerteza e insegurança na
relação
• arrufos de amor
• o ciúme
POESIA SATÍRICA
CARACTERÍSTICAS INTENÇÃO CRÍTICA
CANTIGAS DE ESCÁRNIO • sátira dissimulada, dúbia e
encoberta (maior discrição) • sátira política
• crítica de costumes
•paródia do amor cortêsCANTIGAS DE MALDIZER • sátira directa, mordaz e
explícita
• sátira política
• crítica de costumes
•paródia do amor cortês
Fonte: Sentidos 10, Editora ASA
PORTUGUÊS
10.º ANO
POESIA TROVADORESCA
Elsa Maximiano 1/1
proflpelsa.wordpress.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dedicatória
DedicatóriaDedicatória
Dedicatória
Maria Teresa Soveral
 
Cantigas de amigo - resumo
Cantigas de amigo - resumoCantigas de amigo - resumo
Cantigas de amigo - resumo
Gijasilvelitz 2
 
Cantigas de amigo
Cantigas de amigoCantigas de amigo
Cantigas de amigo
Paula Oliveira Cruz
 
Atos de fala
Atos de falaAtos de fala
Atos de fala
António Fernandes
 
Um auto de gil vicente resumo por ato e cena
Um auto de gil vicente   resumo por ato e cenaUm auto de gil vicente   resumo por ato e cena
Um auto de gil vicente resumo por ato e cena
Helena Coutinho
 
Gil vicente, farsa de inês pereira
Gil vicente, farsa de inês pereiraGil vicente, farsa de inês pereira
Gil vicente, farsa de inês pereira
David Caçador
 
Os Lusíadas - Reflexões do Poeta
Os Lusíadas - Reflexões do PoetaOs Lusíadas - Reflexões do Poeta
Os Lusíadas - Reflexões do Poeta
Dina Baptista
 
Mensagem Fernando Pessoa
Mensagem   Fernando PessoaMensagem   Fernando Pessoa
Mensagem Fernando Pessoa
guest0f0d8
 
Auto da Feira de Gil Vicente
Auto da Feira de Gil VicenteAuto da Feira de Gil Vicente
Auto da Feira de Gil Vicente
Gijasilvelitz 2
 
Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
becastanheiradepera
 
Lírica camoniana
Lírica camoniana Lírica camoniana
Lírica camoniana
Sara Afonso
 
Cantigas trovadorescas
Cantigas trovadorescasCantigas trovadorescas
Cantigas trovadorescas
Olivaldo Ferreira
 
Cesário Verde-Sistematização
Cesário Verde-SistematizaçãoCesário Verde-Sistematização
Cesário Verde-Sistematização
Dina Baptista
 
O Mostrengo
O MostrengoO Mostrengo
O Mostrengo
António Teixeira
 
Ondas do mar de vigo
Ondas do mar de vigoOndas do mar de vigo
Ondas do mar de vigo
Paula Oliveira Cruz
 
Os Maias - análise
Os Maias - análise Os Maias - análise
Os Maias - análise
nanasimao
 
Poesia Trovadoresca - Contextualização
Poesia Trovadoresca - ContextualizaçãoPoesia Trovadoresca - Contextualização
Poesia Trovadoresca - Contextualização
Gijasilvelitz 2
 
Sílabas Métricas
Sílabas MétricasSílabas Métricas
Sílabas Métricas
713773
 
Invocação e Dedicarória
Invocação e DedicaróriaInvocação e Dedicarória
Invocação e Dedicarória
Paula Oliveira Cruz
 
Análise da farsa de Inês Pereira - 10º ano
Análise da farsa de Inês Pereira - 10º anoAnálise da farsa de Inês Pereira - 10º ano
Análise da farsa de Inês Pereira - 10º ano
Fatima Mendonca
 

Mais procurados (20)

Dedicatória
DedicatóriaDedicatória
Dedicatória
 
Cantigas de amigo - resumo
Cantigas de amigo - resumoCantigas de amigo - resumo
Cantigas de amigo - resumo
 
Cantigas de amigo
Cantigas de amigoCantigas de amigo
Cantigas de amigo
 
Atos de fala
Atos de falaAtos de fala
Atos de fala
 
Um auto de gil vicente resumo por ato e cena
Um auto de gil vicente   resumo por ato e cenaUm auto de gil vicente   resumo por ato e cena
Um auto de gil vicente resumo por ato e cena
 
Gil vicente, farsa de inês pereira
Gil vicente, farsa de inês pereiraGil vicente, farsa de inês pereira
Gil vicente, farsa de inês pereira
 
Os Lusíadas - Reflexões do Poeta
Os Lusíadas - Reflexões do PoetaOs Lusíadas - Reflexões do Poeta
Os Lusíadas - Reflexões do Poeta
 
Mensagem Fernando Pessoa
Mensagem   Fernando PessoaMensagem   Fernando Pessoa
Mensagem Fernando Pessoa
 
Auto da Feira de Gil Vicente
Auto da Feira de Gil VicenteAuto da Feira de Gil Vicente
Auto da Feira de Gil Vicente
 
Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
 
Lírica camoniana
Lírica camoniana Lírica camoniana
Lírica camoniana
 
Cantigas trovadorescas
Cantigas trovadorescasCantigas trovadorescas
Cantigas trovadorescas
 
Cesário Verde-Sistematização
Cesário Verde-SistematizaçãoCesário Verde-Sistematização
Cesário Verde-Sistematização
 
O Mostrengo
O MostrengoO Mostrengo
O Mostrengo
 
Ondas do mar de vigo
Ondas do mar de vigoOndas do mar de vigo
Ondas do mar de vigo
 
Os Maias - análise
Os Maias - análise Os Maias - análise
Os Maias - análise
 
Poesia Trovadoresca - Contextualização
Poesia Trovadoresca - ContextualizaçãoPoesia Trovadoresca - Contextualização
Poesia Trovadoresca - Contextualização
 
Sílabas Métricas
Sílabas MétricasSílabas Métricas
Sílabas Métricas
 
Invocação e Dedicarória
Invocação e DedicaróriaInvocação e Dedicarória
Invocação e Dedicarória
 
Análise da farsa de Inês Pereira - 10º ano
Análise da farsa de Inês Pereira - 10º anoAnálise da farsa de Inês Pereira - 10º ano
Análise da farsa de Inês Pereira - 10º ano
 

Destaque

Questionário Poesia Trovadoresca
Questionário Poesia TrovadorescaQuestionário Poesia Trovadoresca
Questionário Poesia Trovadoresca
Elsa Maximiano
 
A Revolução de 1383 / 85
A Revolução de 1383 / 85A Revolução de 1383 / 85
A Revolução de 1383 / 85
guesta5baa8
 
4 fases para fazer um texto expositivo
4 fases para fazer um  texto expositivo4 fases para fazer um  texto expositivo
4 fases para fazer um texto expositivo
Jaicinha
 
Cantigas de amor duas análises
Cantigas de amor duas análisesCantigas de amor duas análises
Cantigas de amor duas análises
Helena Coutinho
 
Cantigas de escárnio e maldizer
Cantigas de escárnio e maldizerCantigas de escárnio e maldizer
Cantigas de escárnio e maldizer
Helena Coutinho
 
8 teste poesia-trovadoresca_asa_porto_editora
8   teste poesia-trovadoresca_asa_porto_editora8   teste poesia-trovadoresca_asa_porto_editora
8 teste poesia-trovadoresca_asa_porto_editora
Carla Ribeiro
 
Lírica Trovadoresca
Lírica TrovadorescaLírica Trovadoresca
Lírica Trovadoresca
Paula Oliveira Cruz
 

Destaque (7)

Questionário Poesia Trovadoresca
Questionário Poesia TrovadorescaQuestionário Poesia Trovadoresca
Questionário Poesia Trovadoresca
 
A Revolução de 1383 / 85
A Revolução de 1383 / 85A Revolução de 1383 / 85
A Revolução de 1383 / 85
 
4 fases para fazer um texto expositivo
4 fases para fazer um  texto expositivo4 fases para fazer um  texto expositivo
4 fases para fazer um texto expositivo
 
Cantigas de amor duas análises
Cantigas de amor duas análisesCantigas de amor duas análises
Cantigas de amor duas análises
 
Cantigas de escárnio e maldizer
Cantigas de escárnio e maldizerCantigas de escárnio e maldizer
Cantigas de escárnio e maldizer
 
8 teste poesia-trovadoresca_asa_porto_editora
8   teste poesia-trovadoresca_asa_porto_editora8   teste poesia-trovadoresca_asa_porto_editora
8 teste poesia-trovadoresca_asa_porto_editora
 
Lírica Trovadoresca
Lírica TrovadorescaLírica Trovadoresca
Lírica Trovadoresca
 

Semelhante a Caracteristicas da Poesia Trovadoresca

ae_pag1021_ppt_002_poesia_trovadoresca.pptx
ae_pag1021_ppt_002_poesia_trovadoresca.pptxae_pag1021_ppt_002_poesia_trovadoresca.pptx
ae_pag1021_ppt_002_poesia_trovadoresca.pptx
Beatriz Gomes
 
A Poesia Trovadoresca - contextualização .pptx
A Poesia Trovadoresca - contextualização .pptxA Poesia Trovadoresca - contextualização .pptx
A Poesia Trovadoresca - contextualização .pptx
ssuser74563c1
 
Til - José de Alencar
Til - José de AlencarTil - José de Alencar
Til - José de Alencar
SESI012
 
poesia_trovadoresca.pptx
poesia_trovadoresca.pptxpoesia_trovadoresca.pptx
poesia_trovadoresca.pptx
NdiaMonteiro17
 
Poesia Trovadoresca - Resumo
Poesia Trovadoresca - ResumoPoesia Trovadoresca - Resumo
Poesia Trovadoresca - Resumo
Gijasilvelitz 2
 
BOM_Sintese_poesia_trovadoresca.pptx
BOM_Sintese_poesia_trovadoresca.pptxBOM_Sintese_poesia_trovadoresca.pptx
BOM_Sintese_poesia_trovadoresca.pptx
ssuser7869761
 

Semelhante a Caracteristicas da Poesia Trovadoresca (6)

ae_pag1021_ppt_002_poesia_trovadoresca.pptx
ae_pag1021_ppt_002_poesia_trovadoresca.pptxae_pag1021_ppt_002_poesia_trovadoresca.pptx
ae_pag1021_ppt_002_poesia_trovadoresca.pptx
 
A Poesia Trovadoresca - contextualização .pptx
A Poesia Trovadoresca - contextualização .pptxA Poesia Trovadoresca - contextualização .pptx
A Poesia Trovadoresca - contextualização .pptx
 
Til - José de Alencar
Til - José de AlencarTil - José de Alencar
Til - José de Alencar
 
poesia_trovadoresca.pptx
poesia_trovadoresca.pptxpoesia_trovadoresca.pptx
poesia_trovadoresca.pptx
 
Poesia Trovadoresca - Resumo
Poesia Trovadoresca - ResumoPoesia Trovadoresca - Resumo
Poesia Trovadoresca - Resumo
 
BOM_Sintese_poesia_trovadoresca.pptx
BOM_Sintese_poesia_trovadoresca.pptxBOM_Sintese_poesia_trovadoresca.pptx
BOM_Sintese_poesia_trovadoresca.pptx
 

Mais de Elsa Maximiano

classes_palavras_ii.pptx
classes_palavras_ii.pptxclasses_palavras_ii.pptx
classes_palavras_ii.pptx
Elsa Maximiano
 
Poesia Trovadoresca - consolidação
Poesia Trovadoresca - consolidação Poesia Trovadoresca - consolidação
Poesia Trovadoresca - consolidação
Elsa Maximiano
 
Pequeno dicionario do teatro
Pequeno dicionario do teatroPequeno dicionario do teatro
Pequeno dicionario do teatro
Elsa Maximiano
 
Episodios lusiadas
Episodios lusiadasEpisodios lusiadas
Episodios lusiadas
Elsa Maximiano
 
Os lusiadas introdução
Os lusiadas introduçãoOs lusiadas introdução
Os lusiadas introdução
Elsa Maximiano
 
Defining non-defining clauses
Defining non-defining clausesDefining non-defining clauses
Defining non-defining clauses
Elsa Maximiano
 
Present perfect
Present perfectPresent perfect
Present perfect
Elsa Maximiano
 
Conditional type2
Conditional type2Conditional type2
Conditional type2
Elsa Maximiano
 
First conditional
First conditionalFirst conditional
First conditional
Elsa Maximiano
 
Eating disorders
Eating disordersEating disorders
Eating disorders
Elsa Maximiano
 
Comparative of Adjectives
Comparative of AdjectivesComparative of Adjectives
Comparative of Adjectives
Elsa Maximiano
 
Coordenaçao subordinaçao
Coordenaçao subordinaçaoCoordenaçao subordinaçao
Coordenaçao subordinaçao
Elsa Maximiano
 
Esquema coordenação e subordinação
Esquema coordenação e subordinaçãoEsquema coordenação e subordinação
Esquema coordenação e subordinaçãoElsa Maximiano
 
Ft conjunçoes soluções
Ft conjunçoes soluçõesFt conjunçoes soluções
Ft conjunçoes soluções
Elsa Maximiano
 
Texto dramático
Texto dramáticoTexto dramático
Texto dramático
Elsa Maximiano
 
Preparation for 1st test 7th_October
Preparation for 1st test 7th_OctoberPreparation for 1st test 7th_October
Preparation for 1st test 7th_October
Elsa Maximiano
 
Formação de palavras
Formação de palavrasFormação de palavras
Formação de palavras
Elsa Maximiano
 
Funcoes sintacticas
Funcoes sintacticasFuncoes sintacticas
Funcoes sintacticas
Elsa Maximiano
 
Lenga lengas e trava linguas
Lenga lengas e trava linguasLenga lengas e trava linguas
Lenga lengas e trava linguas
Elsa Maximiano
 
Funçoes sintacticas vocativo
Funçoes sintacticas vocativoFunçoes sintacticas vocativo
Funçoes sintacticas vocativo
Elsa Maximiano
 

Mais de Elsa Maximiano (20)

classes_palavras_ii.pptx
classes_palavras_ii.pptxclasses_palavras_ii.pptx
classes_palavras_ii.pptx
 
Poesia Trovadoresca - consolidação
Poesia Trovadoresca - consolidação Poesia Trovadoresca - consolidação
Poesia Trovadoresca - consolidação
 
Pequeno dicionario do teatro
Pequeno dicionario do teatroPequeno dicionario do teatro
Pequeno dicionario do teatro
 
Episodios lusiadas
Episodios lusiadasEpisodios lusiadas
Episodios lusiadas
 
Os lusiadas introdução
Os lusiadas introduçãoOs lusiadas introdução
Os lusiadas introdução
 
Defining non-defining clauses
Defining non-defining clausesDefining non-defining clauses
Defining non-defining clauses
 
Present perfect
Present perfectPresent perfect
Present perfect
 
Conditional type2
Conditional type2Conditional type2
Conditional type2
 
First conditional
First conditionalFirst conditional
First conditional
 
Eating disorders
Eating disordersEating disorders
Eating disorders
 
Comparative of Adjectives
Comparative of AdjectivesComparative of Adjectives
Comparative of Adjectives
 
Coordenaçao subordinaçao
Coordenaçao subordinaçaoCoordenaçao subordinaçao
Coordenaçao subordinaçao
 
Esquema coordenação e subordinação
Esquema coordenação e subordinaçãoEsquema coordenação e subordinação
Esquema coordenação e subordinação
 
Ft conjunçoes soluções
Ft conjunçoes soluçõesFt conjunçoes soluções
Ft conjunçoes soluções
 
Texto dramático
Texto dramáticoTexto dramático
Texto dramático
 
Preparation for 1st test 7th_October
Preparation for 1st test 7th_OctoberPreparation for 1st test 7th_October
Preparation for 1st test 7th_October
 
Formação de palavras
Formação de palavrasFormação de palavras
Formação de palavras
 
Funcoes sintacticas
Funcoes sintacticasFuncoes sintacticas
Funcoes sintacticas
 
Lenga lengas e trava linguas
Lenga lengas e trava linguasLenga lengas e trava linguas
Lenga lengas e trava linguas
 
Funçoes sintacticas vocativo
Funçoes sintacticas vocativoFunçoes sintacticas vocativo
Funçoes sintacticas vocativo
 

Último

347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 

Último (20)

347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 

Caracteristicas da Poesia Trovadoresca

  • 1. CARACTERÍSTICAS DA POESIA TROVADORESCA SÍNTESE POESIA LÍRICA CANTIGA DE AMOR CANTIGA DE AMIGO ORIGEM • provençal • autóctone (peninsular) SUJEITO DE ENUNCIAÇÃO (SUJEITO LÍRICO) • homem (trovador que expõe os seus sentimentos) • a “amiga” - donzela OBJECTO • a dona (a “senhor”) • o amigo CARACTERÍSTICAS DA FIGURA FEMININA • ser divinizado, quase inatingível; • aristocrática (classe social elevada) • ser terrestre, simples • popular CARACTERÍSTICAS DA FIGURA MASCULINA • submisso; • vassalo; • sofredor • apaixonado • ausente • mentiroso AMBIENTE • palaciano • cortês • doméstico • familiar • rural • marítimo ESSÊNCIA • artificial • convencional • aristocrática • simples • espontânea • popular TEMA • AMOR • elogio da mulher amada • coita amorosa • AMOR: • paixão pelo amigo • saudade • incerteza e insegurança na relação • arrufos de amor • o ciúme POESIA SATÍRICA CARACTERÍSTICAS INTENÇÃO CRÍTICA CANTIGAS DE ESCÁRNIO • sátira dissimulada, dúbia e encoberta (maior discrição) • sátira política • crítica de costumes •paródia do amor cortêsCANTIGAS DE MALDIZER • sátira directa, mordaz e explícita • sátira política • crítica de costumes •paródia do amor cortês Fonte: Sentidos 10, Editora ASA PORTUGUÊS 10.º ANO POESIA TROVADORESCA Elsa Maximiano 1/1 proflpelsa.wordpress.com