SlideShare uma empresa Scribd logo
Palestra Emilio Mallet– 22/07/2012
            igor.mateus@oi.com.br
          http://estudosespiritas.tk




                                  Cap. XXI – 9
» Relembremos alguns conceitos deste capítulo:
    ˃ O verdadeiro profeta é “todo enviado de Deus com a missão de instruir
      os homens e de lhes revelar as coisas ocultas e os mistérios da vida
      espiritual.”;
    ˃ Jesus Cristo é o grande exemplo que temos do que signifique em
      essência um verdadeiro profeta.
    ˃ No entanto, ele mesmo, prevendo os acontecimentos futuros, nos
      advertiu quanto à existência dos falsos Cristos, e nos deu o meio de
      reconhecê-los: pelos seus frutos.

“A árvore que produz maus frutos não é boa e a
árvore que produz bons frutos não é má; -
porquanto, cada árvore se conhece pelo seu
próprio fruto. Não se colhem figos nos espinheiros,
nem cachos de uvas nas sarças. - O homem de
bem tira boas coisas do bom tesouro do seu
coração e o mau tira-as más do mau tesouro do
seu coração; porquanto, a boca fala do de que
está cheio o coração.” (LUCAS, VI, 43 a 45)
“O verdadeiro profeta se reconhece por mais sérios
caracteres e exclusivamente morais.” (ESE, XXI – 5)
» Reflitamos com Kardec:

“ (...) o verdadeiro missionário de Deus
tem de justificar, pela sua superioridade,
pelas suas virtudes, pela grandeza, pelo
resultado e pela influência moralizadora
de suas obras, a missão de que se diz
portador.

Tirai também esta outra consequência: se, pelo seu caráter,
pelas suas virtudes, pela sua inteligência, ele se mostra
abaixo do papel com que se apresente, ou da personagem
sob cujo nome se coloca, mais não é do que um histrião de
baixo estofo, que nem sequer sabe imitar o modelo que
escolheu.” (ESE, XXI – 9)
» Um claro exemplo de Falso Cristo:
» Sigamos com o Evangelho:
“Alguns desses impostores têm havido, pretendendo passar por
apóstolos do Cristo, outros pelo próprio Cristo, e, para vergonha da
Humanidade, hão encontrado pessoas assaz crédulas que lhes
crêem nas torpezas. Entretanto, uma ponderação bem simples seria
bastante a abrir os olhos do mais cego, a de que se o Cristo
reencarnasse na Terra, viria com todo o seu poder e todas as suas
virtudes, a menos se admitisse, o que fora absurdo, que houvesse
degenerado.”
“Possuem todas as suas virtudes os que se dão
como sendo o Cristo? Essa a questão. Observai-os,
perscrutailhes as idéias e os atos e reconhecereis
que, acima de tudo, lhes faltam as qualidades
distintivas do Cristo; a humildade e a caridade,
sobejando-lhes as que o Cristo não tinha: a cupidez
e o orgulho.”                                           (ESE, XXI – 9)
» E os verdadeiros profetas?
“(...) os verdadeiros missionários de Deus ignoram-se a si
mesmos, em sua maior parte; desempenham a missão a que
foram chamados pela força do gênio que possuem, secundado
pelo poder oculto que os inspira e dirige a seu mau grado, mas
sem desígnio premeditado. Numa palavra: os verdadeiros
profetas se revelam por seus atos, são adivinhados, ao passo
que os falsos profetas se dão, eles próprios, como enviados de
Deus. O primeiro é humilde e modesto; o segundo, orgulhoso e
cheio de si, fala com altivez e, como todos os mendazes,
parece sempre temeroso de que não lhe dêem crédito.”


   QUE EXEMPLO PODEMOS DAR?
» Eis o exemplo do Verdadeiro Profeta
Forçoso distinguir sempre o exterior do conteúdo.

Exterior, atende à informação e ao revestimento.
Conteúdo, porém, é substância e vida.

Exterior, em muitas ocasiões, afeta unicamente os
olhos.
Conteúdo alcança a reflexão.

A casa impressiona pelo feitio.
O interior, contudo, é que lhe decide o
aproveitamento.

Exterior consegue enganar. Um frasco, indicando
medicamento é capaz de trazer corrosivo. Uma bolsa
aparentemente inofensiva pode encerrar uma bomba.

Conteúdo, entretanto, fala por si. A essência disso ou
daquilo é ou não é.
                                   EMMANUEL
                                   da obra “Livro da Esperança”
                                   Psicografia de Francisco Cândido Xavier
Caracteres do Verdadeiro Profeta
igor.mateus@oi.com.br
      http://estudosespiritas.tk




MUITA PAZ!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Falsos Cristos Falsos profetas
Falsos Cristos Falsos profetasFalsos Cristos Falsos profetas
Falsos Cristos Falsos profetas
Vanda Machado
 
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITASMISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
Jorge Luiz dos Santos
 
Evangeliza - Parábola da Figueira Seca
Evangeliza - Parábola da Figueira SecaEvangeliza - Parábola da Figueira Seca
Evangeliza - Parábola da Figueira Seca
Antonino Silva
 
A fé transporta montanhas
A fé transporta montanhasA fé transporta montanhas
A fé transporta montanhas
elanojose
 
Bem aventurados os pobres de espirito - Cap VII
Bem aventurados os pobres de espirito - Cap VIIBem aventurados os pobres de espirito - Cap VII
Bem aventurados os pobres de espirito - Cap VII
NatyMadeira
 
O TEMPO - PRESENTE DO ETERNO
O TEMPO - PRESENTE DO ETERNOO TEMPO - PRESENTE DO ETERNO
O TEMPO - PRESENTE DO ETERNO
Jorge Luiz dos Santos
 
Cuidar do corpo e do espírito
Cuidar do corpo e do espíritoCuidar do corpo e do espírito
Cuidar do corpo e do espírito
Izabel Cristina Fonseca
 
Evangeliza - O dever
Evangeliza - O deverEvangeliza - O dever
Evangeliza - O dever
Antonino Silva
 
O bem e o mal esde - leis divinas
O bem e o mal  esde - leis divinasO bem e o mal  esde - leis divinas
O bem e o mal esde - leis divinas
Izabel Cristina Fonseca
 
Fé pela ótica espírita
Fé pela ótica espíritaFé pela ótica espírita
Fé pela ótica espírita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Justiça das Aflições
Justiça das AfliçõesJustiça das Aflições
Justiça das Aflições
igmateus
 
A verdadeira propriedade
A verdadeira propriedadeA verdadeira propriedade
A verdadeira propriedade
Abelardo Fontanari
 
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Da Lei de Liberdade
Da Lei de LiberdadeDa Lei de Liberdade
Da Lei de Liberdade
home
 
O argueiro e a trave no olho
O argueiro e a trave no olhoO argueiro e a trave no olho
O argueiro e a trave no olho
home
 
A Beneficência - Palestra Espírita
A Beneficência - Palestra EspíritaA Beneficência - Palestra Espírita
A Beneficência - Palestra Espírita
Thiago Garcia
 
Ajuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráAjuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudará
Lisete B.
 
Casamento na ótica espirita
Casamento na ótica espiritaCasamento na ótica espirita
Casamento na ótica espirita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon pptNão se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Silvânio Barcelos
 

Mais procurados (20)

Falsos Cristos Falsos profetas
Falsos Cristos Falsos profetasFalsos Cristos Falsos profetas
Falsos Cristos Falsos profetas
 
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITASMISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
 
Evangeliza - Parábola da Figueira Seca
Evangeliza - Parábola da Figueira SecaEvangeliza - Parábola da Figueira Seca
Evangeliza - Parábola da Figueira Seca
 
A fé transporta montanhas
A fé transporta montanhasA fé transporta montanhas
A fé transporta montanhas
 
Bem aventurados os pobres de espirito - Cap VII
Bem aventurados os pobres de espirito - Cap VIIBem aventurados os pobres de espirito - Cap VII
Bem aventurados os pobres de espirito - Cap VII
 
O TEMPO - PRESENTE DO ETERNO
O TEMPO - PRESENTE DO ETERNOO TEMPO - PRESENTE DO ETERNO
O TEMPO - PRESENTE DO ETERNO
 
Cuidar do corpo e do espírito
Cuidar do corpo e do espíritoCuidar do corpo e do espírito
Cuidar do corpo e do espírito
 
Evangeliza - O dever
Evangeliza - O deverEvangeliza - O dever
Evangeliza - O dever
 
O bem e o mal esde - leis divinas
O bem e o mal  esde - leis divinasO bem e o mal  esde - leis divinas
O bem e o mal esde - leis divinas
 
Fé pela ótica espírita
Fé pela ótica espíritaFé pela ótica espírita
Fé pela ótica espírita
 
Justiça das Aflições
Justiça das AfliçõesJustiça das Aflições
Justiça das Aflições
 
A verdadeira propriedade
A verdadeira propriedadeA verdadeira propriedade
A verdadeira propriedade
 
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
 
Da Lei de Liberdade
Da Lei de LiberdadeDa Lei de Liberdade
Da Lei de Liberdade
 
O argueiro e a trave no olho
O argueiro e a trave no olhoO argueiro e a trave no olho
O argueiro e a trave no olho
 
A Beneficência - Palestra Espírita
A Beneficência - Palestra EspíritaA Beneficência - Palestra Espírita
A Beneficência - Palestra Espírita
 
Ajuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráAjuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudará
 
Casamento na ótica espirita
Casamento na ótica espiritaCasamento na ótica espirita
Casamento na ótica espirita
 
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon pptNão se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
 

Destaque

Falsos cristos falsos profetas
Falsos cristos   falsos profetasFalsos cristos   falsos profetas
Falsos cristos falsos profetas
Clea Alves
 
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma BadanFalsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
Falsos Profetas da Erraticidade
Falsos Profetas da ErraticidadeFalsos Profetas da Erraticidade
Falsos Profetas da Erraticidade
igmateus
 
7 características de falsos profetas thomas brooks
7 características de falsos profetas   thomas brooks7 características de falsos profetas   thomas brooks
7 características de falsos profetas thomas brooks
soarescastrodf
 
Falsos Cristos - Falsos Profetas
Falsos Cristos  - Falsos ProfetasFalsos Cristos  - Falsos Profetas
Falsos Cristos - Falsos Profetas
Clea Alves
 
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BAConhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
Danilo Galvão
 
ENTRENAT 2012 - DAM
ENTRENAT 2012 - DAMENTRENAT 2012 - DAM
ENTRENAT 2012 - DAM
igmateus
 
Violência não
Violência   nãoViolência   não
Violência não
igmateus
 
O Caminho da Felicidade
O Caminho da FelicidadeO Caminho da Felicidade
O Caminho da Felicidade
igmateus
 
O que você quer ser quando crescer
O que você quer ser quando crescerO que você quer ser quando crescer
O que você quer ser quando crescer
igmateus
 
Palestra Espírita - Os falsos profetas
Palestra Espírita - Os falsos profetasPalestra Espírita - Os falsos profetas
Palestra Espírita - Os falsos profetas
Divulgador do Espiritismo
 
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Izabel Cristina Fonseca
 
Obsessão e Desobsessão
Obsessão e Desobsessão Obsessão e Desobsessão
Obsessão e Desobsessão
igmateus
 
Como NÃO tornar seu filho um delinquente
Como NÃO tornar seu filho um delinquenteComo NÃO tornar seu filho um delinquente
Como NÃO tornar seu filho um delinquente
igmateus
 
Provas da Reencarnação
Provas da ReencarnaçãoProvas da Reencarnação
Provas da Reencarnação
igmateus
 
LIÇÃO 7 - O MINISTÉRIO DE PROFETA
LIÇÃO 7 - O MINISTÉRIO DE PROFETALIÇÃO 7 - O MINISTÉRIO DE PROFETA
LIÇÃO 7 - O MINISTÉRIO DE PROFETA
Polícia Militar do Estado do Tocantins
 
Auta de Souza e Chico Xavier
Auta de Souza e Chico XavierAuta de Souza e Chico Xavier
Auta de Souza e Chico Xavier
igmateus
 
Lar Evangelizado é Farol da Nova Era
Lar Evangelizado é Farol da Nova EraLar Evangelizado é Farol da Nova Era
Lar Evangelizado é Farol da Nova Era
igmateus
 
Jesus - Uma Verdade para ser Vivida
Jesus - Uma Verdade para ser VividaJesus - Uma Verdade para ser Vivida
Jesus - Uma Verdade para ser Vivida
igmateus
 
Uma razao para viver (richard simonetti)
Uma razao para viver (richard simonetti)Uma razao para viver (richard simonetti)
Uma razao para viver (richard simonetti)
Helio Cruz
 

Destaque (20)

Falsos cristos falsos profetas
Falsos cristos   falsos profetasFalsos cristos   falsos profetas
Falsos cristos falsos profetas
 
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma BadanFalsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
 
Falsos Profetas da Erraticidade
Falsos Profetas da ErraticidadeFalsos Profetas da Erraticidade
Falsos Profetas da Erraticidade
 
7 características de falsos profetas thomas brooks
7 características de falsos profetas   thomas brooks7 características de falsos profetas   thomas brooks
7 características de falsos profetas thomas brooks
 
Falsos Cristos - Falsos Profetas
Falsos Cristos  - Falsos ProfetasFalsos Cristos  - Falsos Profetas
Falsos Cristos - Falsos Profetas
 
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BAConhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
 
ENTRENAT 2012 - DAM
ENTRENAT 2012 - DAMENTRENAT 2012 - DAM
ENTRENAT 2012 - DAM
 
Violência não
Violência   nãoViolência   não
Violência não
 
O Caminho da Felicidade
O Caminho da FelicidadeO Caminho da Felicidade
O Caminho da Felicidade
 
O que você quer ser quando crescer
O que você quer ser quando crescerO que você quer ser quando crescer
O que você quer ser quando crescer
 
Palestra Espírita - Os falsos profetas
Palestra Espírita - Os falsos profetasPalestra Espírita - Os falsos profetas
Palestra Espírita - Os falsos profetas
 
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
 
Obsessão e Desobsessão
Obsessão e Desobsessão Obsessão e Desobsessão
Obsessão e Desobsessão
 
Como NÃO tornar seu filho um delinquente
Como NÃO tornar seu filho um delinquenteComo NÃO tornar seu filho um delinquente
Como NÃO tornar seu filho um delinquente
 
Provas da Reencarnação
Provas da ReencarnaçãoProvas da Reencarnação
Provas da Reencarnação
 
LIÇÃO 7 - O MINISTÉRIO DE PROFETA
LIÇÃO 7 - O MINISTÉRIO DE PROFETALIÇÃO 7 - O MINISTÉRIO DE PROFETA
LIÇÃO 7 - O MINISTÉRIO DE PROFETA
 
Auta de Souza e Chico Xavier
Auta de Souza e Chico XavierAuta de Souza e Chico Xavier
Auta de Souza e Chico Xavier
 
Lar Evangelizado é Farol da Nova Era
Lar Evangelizado é Farol da Nova EraLar Evangelizado é Farol da Nova Era
Lar Evangelizado é Farol da Nova Era
 
Jesus - Uma Verdade para ser Vivida
Jesus - Uma Verdade para ser VividaJesus - Uma Verdade para ser Vivida
Jesus - Uma Verdade para ser Vivida
 
Uma razao para viver (richard simonetti)
Uma razao para viver (richard simonetti)Uma razao para viver (richard simonetti)
Uma razao para viver (richard simonetti)
 

Semelhante a Caracteres do Verdadeiro Profeta

A Natureza Humana
A Natureza HumanaA Natureza Humana
A natureza humana
A natureza humanaA natureza humana
Cristo é a_nossa_suficiencia.
Cristo é a_nossa_suficiencia.Cristo é a_nossa_suficiencia.
Cristo é a_nossa_suficiencia.
levibanez
 
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com JesusEvangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
Antonino Silva
 
Caracteres do verdadeiro profeta.pptx
Caracteres do verdadeiro profeta.pptxCaracteres do verdadeiro profeta.pptx
Caracteres do verdadeiro profeta.pptx
SandroLuisFernandes2
 
Os puros de__coracao
Os puros de__coracaoOs puros de__coracao
Os puros de__coracao
Henrique Vieira
 
Jornal A Voz Espírita - Edição Comemorativa ao II Encontro de CSE de Magé e G...
Jornal A Voz Espírita - Edição Comemorativa ao II Encontro de CSE de Magé e G...Jornal A Voz Espírita - Edição Comemorativa ao II Encontro de CSE de Magé e G...
Jornal A Voz Espírita - Edição Comemorativa ao II Encontro de CSE de Magé e G...
6º Conselho Espírita de Unificação
 
C1214 a voz_de_deus
C1214 a voz_de_deusC1214 a voz_de_deus
C1214 a voz_de_deus
José Luiz Silva Pinto
 
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃOBEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
Sergio Menezes
 
Os tesouros divinos em vasos de barro
Os tesouros divinos em vasos de barroOs tesouros divinos em vasos de barro
Os tesouros divinos em vasos de barro
Clelia Oliveira
 
Palestra ESE 21 Falsos cristos e profetas
Palestra ESE 21 Falsos cristos e profetasPalestra ESE 21 Falsos cristos e profetas
Palestra ESE 21 Falsos cristos e profetas
Tiburcio Santos
 
A voz de Deus
A voz de DeusA voz de Deus
A voz de Deus
pr_afsalbergaria
 
Palestra Espirita De Onde Vem as Tentacoes - KSSF
Palestra Espirita De Onde Vem as  Tentacoes - KSSFPalestra Espirita De Onde Vem as  Tentacoes - KSSF
Palestra Espirita De Onde Vem as Tentacoes - KSSF
Clea Alves
 
Parábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - PropósitoParábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - Propósito
Ricardo Azevedo
 
Epistola a tito revisao
Epistola a tito revisaoEpistola a tito revisao
Epistola a tito revisao
LUCAS CANAVARRO
 
Humildade - A primeira virtude
Humildade - A primeira virtudeHumildade - A primeira virtude
Humildade - A primeira virtude
Ricardo Azevedo
 
Rejeitado pelos_seus
Rejeitado pelos_seusRejeitado pelos_seus
Rejeitado pelos_seus
pr_afsalbergaria
 
Roteiro 3 mediunidade com jesus
Roteiro 3   mediunidade com jesusRoteiro 3   mediunidade com jesus
Roteiro 3 mediunidade com jesus
Bruno Cechinel Filho
 
Buscai e achareis
Buscai e achareisBuscai e achareis
Buscai e achareis
Henrique Vieira
 
Dissidências
DissidênciasDissidências

Semelhante a Caracteres do Verdadeiro Profeta (20)

A Natureza Humana
A Natureza HumanaA Natureza Humana
A Natureza Humana
 
A natureza humana
A natureza humanaA natureza humana
A natureza humana
 
Cristo é a_nossa_suficiencia.
Cristo é a_nossa_suficiencia.Cristo é a_nossa_suficiencia.
Cristo é a_nossa_suficiencia.
 
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com JesusEvangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
 
Caracteres do verdadeiro profeta.pptx
Caracteres do verdadeiro profeta.pptxCaracteres do verdadeiro profeta.pptx
Caracteres do verdadeiro profeta.pptx
 
Os puros de__coracao
Os puros de__coracaoOs puros de__coracao
Os puros de__coracao
 
Jornal A Voz Espírita - Edição Comemorativa ao II Encontro de CSE de Magé e G...
Jornal A Voz Espírita - Edição Comemorativa ao II Encontro de CSE de Magé e G...Jornal A Voz Espírita - Edição Comemorativa ao II Encontro de CSE de Magé e G...
Jornal A Voz Espírita - Edição Comemorativa ao II Encontro de CSE de Magé e G...
 
C1214 a voz_de_deus
C1214 a voz_de_deusC1214 a voz_de_deus
C1214 a voz_de_deus
 
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃOBEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
 
Os tesouros divinos em vasos de barro
Os tesouros divinos em vasos de barroOs tesouros divinos em vasos de barro
Os tesouros divinos em vasos de barro
 
Palestra ESE 21 Falsos cristos e profetas
Palestra ESE 21 Falsos cristos e profetasPalestra ESE 21 Falsos cristos e profetas
Palestra ESE 21 Falsos cristos e profetas
 
A voz de Deus
A voz de DeusA voz de Deus
A voz de Deus
 
Palestra Espirita De Onde Vem as Tentacoes - KSSF
Palestra Espirita De Onde Vem as  Tentacoes - KSSFPalestra Espirita De Onde Vem as  Tentacoes - KSSF
Palestra Espirita De Onde Vem as Tentacoes - KSSF
 
Parábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - PropósitoParábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - Propósito
 
Epistola a tito revisao
Epistola a tito revisaoEpistola a tito revisao
Epistola a tito revisao
 
Humildade - A primeira virtude
Humildade - A primeira virtudeHumildade - A primeira virtude
Humildade - A primeira virtude
 
Rejeitado pelos_seus
Rejeitado pelos_seusRejeitado pelos_seus
Rejeitado pelos_seus
 
Roteiro 3 mediunidade com jesus
Roteiro 3   mediunidade com jesusRoteiro 3   mediunidade com jesus
Roteiro 3 mediunidade com jesus
 
Buscai e achareis
Buscai e achareisBuscai e achareis
Buscai e achareis
 
Dissidências
DissidênciasDissidências
Dissidências
 

Mais de igmateus

Fluidos e Perispírito
Fluidos e PerispíritoFluidos e Perispírito
Fluidos e Perispírito
igmateus
 
A Eficácia da Prece
A Eficácia da PreceA Eficácia da Prece
A Eficácia da Prece
igmateus
 
Obsessão e suas relações com as doenças da alma
Obsessão e suas relações com as doenças da almaObsessão e suas relações com as doenças da alma
Obsessão e suas relações com as doenças da alma
igmateus
 
Amar ao próximo como a si mesmo
Amar ao próximo como a si mesmoAmar ao próximo como a si mesmo
Amar ao próximo como a si mesmo
igmateus
 
Jesus: Roteiro de Luz, Espiritismo: Receita de Vida
Jesus: Roteiro de Luz, Espiritismo: Receita de VidaJesus: Roteiro de Luz, Espiritismo: Receita de Vida
Jesus: Roteiro de Luz, Espiritismo: Receita de Vida
igmateus
 
Decepcoes, Ingratidao, Afeicoes Destruidas
Decepcoes, Ingratidao, Afeicoes DestruidasDecepcoes, Ingratidao, Afeicoes Destruidas
Decepcoes, Ingratidao, Afeicoes Destruidas
igmateus
 
A Gratidão como Roteiro de Vida
A Gratidão como Roteiro de VidaA Gratidão como Roteiro de Vida
A Gratidão como Roteiro de Vida
igmateus
 
Auta de Souza e Chico Xavier
Auta de Souza e Chico XavierAuta de Souza e Chico Xavier
Auta de Souza e Chico Xavier
igmateus
 
Viagem Espírita em 1862
Viagem Espírita em 1862Viagem Espírita em 1862
Viagem Espírita em 1862
igmateus
 
Oficina NEP 2012
Oficina NEP 2012Oficina NEP 2012
Oficina NEP 2012
igmateus
 
Bom Samaritano
Bom SamaritanoBom Samaritano
Bom Samaritano
igmateus
 
Fé Humana e Divina
Fé Humana e DivinaFé Humana e Divina
Fé Humana e Divina
igmateus
 
Família, Vida e Paz
Família, Vida e PazFamília, Vida e Paz
Família, Vida e Paz
igmateus
 
A Transição Planetária e a Promessa da Vinda do Cristo
A Transição Planetária e a Promessa da Vinda do CristoA Transição Planetária e a Promessa da Vinda do Cristo
A Transição Planetária e a Promessa da Vinda do Cristo
igmateus
 
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
igmateus
 
Saberes Necessários à Evangelização
Saberes Necessários à EvangelizaçãoSaberes Necessários à Evangelização
Saberes Necessários à Evangelização
igmateus
 
A Ação Educativa da Casa Espírita
A Ação Educativa da Casa EspíritaA Ação Educativa da Casa Espírita
A Ação Educativa da Casa Espírita
igmateus
 
A Influência do Processo Educativo na Transição do Planeta
A Influência do Processo Educativo na Transição do PlanetaA Influência do Processo Educativo na Transição do Planeta
A Influência do Processo Educativo na Transição do Planeta
igmateus
 
Senhor, Senhor
Senhor, SenhorSenhor, Senhor
Senhor, Senhor
igmateus
 

Mais de igmateus (19)

Fluidos e Perispírito
Fluidos e PerispíritoFluidos e Perispírito
Fluidos e Perispírito
 
A Eficácia da Prece
A Eficácia da PreceA Eficácia da Prece
A Eficácia da Prece
 
Obsessão e suas relações com as doenças da alma
Obsessão e suas relações com as doenças da almaObsessão e suas relações com as doenças da alma
Obsessão e suas relações com as doenças da alma
 
Amar ao próximo como a si mesmo
Amar ao próximo como a si mesmoAmar ao próximo como a si mesmo
Amar ao próximo como a si mesmo
 
Jesus: Roteiro de Luz, Espiritismo: Receita de Vida
Jesus: Roteiro de Luz, Espiritismo: Receita de VidaJesus: Roteiro de Luz, Espiritismo: Receita de Vida
Jesus: Roteiro de Luz, Espiritismo: Receita de Vida
 
Decepcoes, Ingratidao, Afeicoes Destruidas
Decepcoes, Ingratidao, Afeicoes DestruidasDecepcoes, Ingratidao, Afeicoes Destruidas
Decepcoes, Ingratidao, Afeicoes Destruidas
 
A Gratidão como Roteiro de Vida
A Gratidão como Roteiro de VidaA Gratidão como Roteiro de Vida
A Gratidão como Roteiro de Vida
 
Auta de Souza e Chico Xavier
Auta de Souza e Chico XavierAuta de Souza e Chico Xavier
Auta de Souza e Chico Xavier
 
Viagem Espírita em 1862
Viagem Espírita em 1862Viagem Espírita em 1862
Viagem Espírita em 1862
 
Oficina NEP 2012
Oficina NEP 2012Oficina NEP 2012
Oficina NEP 2012
 
Bom Samaritano
Bom SamaritanoBom Samaritano
Bom Samaritano
 
Fé Humana e Divina
Fé Humana e DivinaFé Humana e Divina
Fé Humana e Divina
 
Família, Vida e Paz
Família, Vida e PazFamília, Vida e Paz
Família, Vida e Paz
 
A Transição Planetária e a Promessa da Vinda do Cristo
A Transição Planetária e a Promessa da Vinda do CristoA Transição Planetária e a Promessa da Vinda do Cristo
A Transição Planetária e a Promessa da Vinda do Cristo
 
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
 
Saberes Necessários à Evangelização
Saberes Necessários à EvangelizaçãoSaberes Necessários à Evangelização
Saberes Necessários à Evangelização
 
A Ação Educativa da Casa Espírita
A Ação Educativa da Casa EspíritaA Ação Educativa da Casa Espírita
A Ação Educativa da Casa Espírita
 
A Influência do Processo Educativo na Transição do Planeta
A Influência do Processo Educativo na Transição do PlanetaA Influência do Processo Educativo na Transição do Planeta
A Influência do Processo Educativo na Transição do Planeta
 
Senhor, Senhor
Senhor, SenhorSenhor, Senhor
Senhor, Senhor
 

Último

15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 

Último (14)

15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 

Caracteres do Verdadeiro Profeta

  • 1. Palestra Emilio Mallet– 22/07/2012 igor.mateus@oi.com.br http://estudosespiritas.tk Cap. XXI – 9
  • 2. » Relembremos alguns conceitos deste capítulo: ˃ O verdadeiro profeta é “todo enviado de Deus com a missão de instruir os homens e de lhes revelar as coisas ocultas e os mistérios da vida espiritual.”; ˃ Jesus Cristo é o grande exemplo que temos do que signifique em essência um verdadeiro profeta. ˃ No entanto, ele mesmo, prevendo os acontecimentos futuros, nos advertiu quanto à existência dos falsos Cristos, e nos deu o meio de reconhecê-los: pelos seus frutos. “A árvore que produz maus frutos não é boa e a árvore que produz bons frutos não é má; - porquanto, cada árvore se conhece pelo seu próprio fruto. Não se colhem figos nos espinheiros, nem cachos de uvas nas sarças. - O homem de bem tira boas coisas do bom tesouro do seu coração e o mau tira-as más do mau tesouro do seu coração; porquanto, a boca fala do de que está cheio o coração.” (LUCAS, VI, 43 a 45)
  • 3. “O verdadeiro profeta se reconhece por mais sérios caracteres e exclusivamente morais.” (ESE, XXI – 5)
  • 4. » Reflitamos com Kardec: “ (...) o verdadeiro missionário de Deus tem de justificar, pela sua superioridade, pelas suas virtudes, pela grandeza, pelo resultado e pela influência moralizadora de suas obras, a missão de que se diz portador. Tirai também esta outra consequência: se, pelo seu caráter, pelas suas virtudes, pela sua inteligência, ele se mostra abaixo do papel com que se apresente, ou da personagem sob cujo nome se coloca, mais não é do que um histrião de baixo estofo, que nem sequer sabe imitar o modelo que escolheu.” (ESE, XXI – 9)
  • 5. » Um claro exemplo de Falso Cristo:
  • 6. » Sigamos com o Evangelho: “Alguns desses impostores têm havido, pretendendo passar por apóstolos do Cristo, outros pelo próprio Cristo, e, para vergonha da Humanidade, hão encontrado pessoas assaz crédulas que lhes crêem nas torpezas. Entretanto, uma ponderação bem simples seria bastante a abrir os olhos do mais cego, a de que se o Cristo reencarnasse na Terra, viria com todo o seu poder e todas as suas virtudes, a menos se admitisse, o que fora absurdo, que houvesse degenerado.” “Possuem todas as suas virtudes os que se dão como sendo o Cristo? Essa a questão. Observai-os, perscrutailhes as idéias e os atos e reconhecereis que, acima de tudo, lhes faltam as qualidades distintivas do Cristo; a humildade e a caridade, sobejando-lhes as que o Cristo não tinha: a cupidez e o orgulho.” (ESE, XXI – 9)
  • 7. » E os verdadeiros profetas? “(...) os verdadeiros missionários de Deus ignoram-se a si mesmos, em sua maior parte; desempenham a missão a que foram chamados pela força do gênio que possuem, secundado pelo poder oculto que os inspira e dirige a seu mau grado, mas sem desígnio premeditado. Numa palavra: os verdadeiros profetas se revelam por seus atos, são adivinhados, ao passo que os falsos profetas se dão, eles próprios, como enviados de Deus. O primeiro é humilde e modesto; o segundo, orgulhoso e cheio de si, fala com altivez e, como todos os mendazes, parece sempre temeroso de que não lhe dêem crédito.” QUE EXEMPLO PODEMOS DAR?
  • 8. » Eis o exemplo do Verdadeiro Profeta
  • 9. Forçoso distinguir sempre o exterior do conteúdo. Exterior, atende à informação e ao revestimento. Conteúdo, porém, é substância e vida. Exterior, em muitas ocasiões, afeta unicamente os olhos. Conteúdo alcança a reflexão. A casa impressiona pelo feitio. O interior, contudo, é que lhe decide o aproveitamento. Exterior consegue enganar. Um frasco, indicando medicamento é capaz de trazer corrosivo. Uma bolsa aparentemente inofensiva pode encerrar uma bomba. Conteúdo, entretanto, fala por si. A essência disso ou daquilo é ou não é. EMMANUEL da obra “Livro da Esperança” Psicografia de Francisco Cândido Xavier
  • 11. igor.mateus@oi.com.br http://estudosespiritas.tk MUITA PAZ!