SlideShare uma empresa Scribd logo
BMX FreeStyle
Wanderlley <- JuniOr = )
Mayara <- NaYa :D
Marieli <- Maah :$
Rosana <- RosaNetz :@
Daiane <- D@ya :P
Origem
• Recentemente foi descoberto um artigo de jornal,
fotografias e um vídeo que comprovam que o BMX e
as corridas de BMX organizadas não nasceram nos
anos 60/70 na Califórnia (EUA) mas de facto em
Amersfoort (Holanda) no ano de 1958.
• Nos anos 60, as crianças imitavam seus ídolos do
MotoCross com suas bicicletas, construíam pistas e
faziam corridas informais. Assim nascia um novo
esporte. Durante os anos 70 este novo esporte
começou a crescer, surgiram equipes, campeonatos,
revistas especializadas, marcas novas de peças e
bicicletas BMX.
Modalidades
• O BMX se divide em duas modalidades, o BMX
Racing (corrida) e o BMX Freestyle (Manobras).
• Já o Freestyle (estilo livre) também é dividido em
modalidades, sendo diferenciadas pelo local e a
forma de como são executadas as manobras.
• Dirt Jumping É praticado em rampas de terra,
com alturas e distâncias variadas, podem ser
rampas únicas, doubles, ou sequencias chamadas
de trails. As manobras são uma mistura das
manobras vistas no vert com os grandes saltos do
bicicross.
Vert
• Vert ou Vertical é praticado em uma rampas
com formato de “U”, denominada Half-Pipe,
com manobras nas bordas e nos chamados
aéreos (vôos para fora da rampa) onde os
atletas buscam executar manobras de alto
grau de dificuldade o mais alto possível no
dois lados da rampa. É uma modalidade com
um belo visual para espectadores.
Street
• É praticado nas ruas, os obstáculos são tudo o
que possa ser encontrado, desde escadas,
corrimãos, paredes, bancos, monumentos e
etc. As manobras combinam o Dirt , o Vert e o
Flatland são executadas ao se transpor algum
obstaculo, e o que vale é a criatividade em
cada obstáculo encontrado pelas ruas.
Park
• É praticado em percursos fechados
(skateparks ou bikeparks) onde se encontram
obstáculos que, inicialmente, procuravam
simular os obstáculos das ruas, mas
actualmente já possui um desenho próprio,
com rampas para aéreos e para saltos,
bancadas, muros e paredes, e possui ainda
hoje algumas poucas simulações de
obstáculos encontrados nas ruas, como
escadas e corrimãos.
Flatland
• É praticado em áreas planas e sem obstáculos, as
manobras são um desafio de equilíbrio,
criatividade e agilidade que podem ser estáticas
(usando travões) ou com muito movimento (sem
os travões). Os atletas ou artistas buscam
executar varias combinações e variações
seguidamente sem interrupção do movimento
entre uma manobra e outra. A Bicicleta utilizada
no Flatland é a mais diferenciada entre as usadas
nas outras modalidades do Freestyle.
O que você precisa?
• Em muitas pistas você pode encontrar escolas com
equipamentos para novatos, é uma ótima opção para você
conhecer o esporte.
• Capacete Fechado
• Bikes de BICICROSS OU BMX RACE – aro 20 ou 24. (link para
bikes)
• Camiseta manga longa (tipo goleiro) • Calça comprida
(abrigos grossos ou jeans)
• Luvas
• Tênis (qualquer tipo)
• Caneleiras, joelheiras e cotoveleiras são recomendados.
FoOTuh´z
Videos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Como fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisaComo fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisa
José Alemão
 
Referencial teórico + abnt3
Referencial teórico  + abnt3Referencial teórico  + abnt3
Referencial teórico + abnt3
aula123456
 
Direção defensiva - Primeira habilitação
Direção defensiva - Primeira habilitaçãoDireção defensiva - Primeira habilitação
Direção defensiva - Primeira habilitação
Gabrielly Campos
 
Legislação - Primeira habilitação
Legislação - Primeira habilitaçãoLegislação - Primeira habilitação
Legislação - Primeira habilitação
Gabrielly Campos
 
Bombas deslocamento positivo
Bombas deslocamento positivoBombas deslocamento positivo
Bombas deslocamento positivo
sasr2013
 

Mais procurados (20)

Mecânica
MecânicaMecânica
Mecânica
 
Educação e Cidadania no trânsito
Educação e Cidadania no trânsitoEducação e Cidadania no trânsito
Educação e Cidadania no trânsito
 
Crescimento e maturação na infância e adolescência
Crescimento e maturação na infância e adolescênciaCrescimento e maturação na infância e adolescência
Crescimento e maturação na infância e adolescência
 
03 funcionamento do motor
03   funcionamento do motor03   funcionamento do motor
03 funcionamento do motor
 
Legislação de trânsito primeira habilitação -atualizado
Legislação de trânsito   primeira habilitação -atualizadoLegislação de trânsito   primeira habilitação -atualizado
Legislação de trânsito primeira habilitação -atualizado
 
CALCULO DE TRANSPORTADORES ESTEIRAS.pdf
CALCULO DE TRANSPORTADORES ESTEIRAS.pdfCALCULO DE TRANSPORTADORES ESTEIRAS.pdf
CALCULO DE TRANSPORTADORES ESTEIRAS.pdf
 
02 atuadores resumida
02   atuadores resumida02   atuadores resumida
02 atuadores resumida
 
Capoeira
CapoeiraCapoeira
Capoeira
 
Modais de Transporte de Petróleo & Gás
Modais de Transporte de Petróleo & GásModais de Transporte de Petróleo & Gás
Modais de Transporte de Petróleo & Gás
 
Curso de Legislação de Trânsito em Auto Escola - Processo de Habilitação
Curso de Legislação de Trânsito em Auto Escola - Processo de HabilitaçãoCurso de Legislação de Trânsito em Auto Escola - Processo de Habilitação
Curso de Legislação de Trânsito em Auto Escola - Processo de Habilitação
 
Desenvolvimento motor
Desenvolvimento motorDesenvolvimento motor
Desenvolvimento motor
 
Aula3 Introdução à Dinâmica de Veículos
Aula3 Introdução à Dinâmica de VeículosAula3 Introdução à Dinâmica de Veículos
Aula3 Introdução à Dinâmica de Veículos
 
Motores de combustão interna
Motores de combustão internaMotores de combustão interna
Motores de combustão interna
 
Como fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisaComo fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisa
 
Referencial teórico + abnt3
Referencial teórico  + abnt3Referencial teórico  + abnt3
Referencial teórico + abnt3
 
Direção defensiva - Primeira habilitação
Direção defensiva - Primeira habilitaçãoDireção defensiva - Primeira habilitação
Direção defensiva - Primeira habilitação
 
Resenha de artigo para estudantes
Resenha de artigo para estudantesResenha de artigo para estudantes
Resenha de artigo para estudantes
 
Legislação - Primeira habilitação
Legislação - Primeira habilitaçãoLegislação - Primeira habilitação
Legislação - Primeira habilitação
 
Bombas deslocamento positivo
Bombas deslocamento positivoBombas deslocamento positivo
Bombas deslocamento positivo
 
Basquete, regras e fundamentos
Basquete, regras e fundamentosBasquete, regras e fundamentos
Basquete, regras e fundamentos
 

Semelhante a Bmx freestile

Semelhante a Bmx freestile (20)

Skate e sua historia
Skate e sua historia Skate e sua historia
Skate e sua historia
 
Skate
SkateSkate
Skate
 
Skate
SkateSkate
Skate
 
Trabalho sobre BTT
Trabalho sobre BTTTrabalho sobre BTT
Trabalho sobre BTT
 
Skate
SkateSkate
Skate
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Word 9 b_6
Word 9 b_6Word 9 b_6
Word 9 b_6
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Skate
SkateSkate
Skate
 
Skate
SkateSkate
Skate
 
Skate
SkateSkate
Skate
 
Mountain Bike
Mountain BikeMountain Bike
Mountain Bike
 
Skate Brasileiro
Skate BrasileiroSkate Brasileiro
Skate Brasileiro
 
Mountain Bike
Mountain BikeMountain Bike
Mountain Bike
 
Ed fisica
Ed fisicaEd fisica
Ed fisica
 
Ed fisica
Ed fisicaEd fisica
Ed fisica
 
Ed fisica
Ed fisicaEd fisica
Ed fisica
 
Ed fisica
Ed fisicaEd fisica
Ed fisica
 
Ed fisica
Ed fisicaEd fisica
Ed fisica
 
Skate (Educação Fisica)
Skate (Educação Fisica)Skate (Educação Fisica)
Skate (Educação Fisica)
 

Mais de Abmael Rocha Junior

Sistema respiratório e formas metabólicas
Sistema respiratório e formas metabólicasSistema respiratório e formas metabólicas
Sistema respiratório e formas metabólicas
Abmael Rocha Junior
 
Manifestações rítimicas do sul aula 6º ano
Manifestações rítimicas do sul   aula 6º anoManifestações rítimicas do sul   aula 6º ano
Manifestações rítimicas do sul aula 6º ano
Abmael Rocha Junior
 
Manifestações de repercussão nacional aula 7º ano
Manifestações de repercussão nacional   aula 7º anoManifestações de repercussão nacional   aula 7º ano
Manifestações de repercussão nacional aula 7º ano
Abmael Rocha Junior
 
Ritmo – conceitos e função aula 6º ano
Ritmo – conceitos e função   aula 6º anoRitmo – conceitos e função   aula 6º ano
Ritmo – conceitos e função aula 6º ano
Abmael Rocha Junior
 
Manifestações rítmicas internacionais aula 9º ano
Manifestações rítmicas internacionais  aula 9º anoManifestações rítmicas internacionais  aula 9º ano
Manifestações rítmicas internacionais aula 9º ano
Abmael Rocha Junior
 

Mais de Abmael Rocha Junior (20)

Aquecimento e alongamento
Aquecimento e alongamentoAquecimento e alongamento
Aquecimento e alongamento
 
Disfunções alimentares
Disfunções alimentaresDisfunções alimentares
Disfunções alimentares
 
Sistema respiratório e formas metabólicas
Sistema respiratório e formas metabólicasSistema respiratório e formas metabólicas
Sistema respiratório e formas metabólicas
 
Manifestações rítimicas do sul aula 6º ano
Manifestações rítimicas do sul   aula 6º anoManifestações rítimicas do sul   aula 6º ano
Manifestações rítimicas do sul aula 6º ano
 
Manifestações de repercussão nacional aula 7º ano
Manifestações de repercussão nacional   aula 7º anoManifestações de repercussão nacional   aula 7º ano
Manifestações de repercussão nacional aula 7º ano
 
Hip hop aula 8º ano
Hip hop   aula 8º anoHip hop   aula 8º ano
Hip hop aula 8º ano
 
Ritmo – conceitos e função aula 6º ano
Ritmo – conceitos e função   aula 6º anoRitmo – conceitos e função   aula 6º ano
Ritmo – conceitos e função aula 6º ano
 
Manifestações rítmicas internacionais aula 9º ano
Manifestações rítmicas internacionais  aula 9º anoManifestações rítmicas internacionais  aula 9º ano
Manifestações rítmicas internacionais aula 9º ano
 
Doping 9º ano
Doping   9º anoDoping   9º ano
Doping 9º ano
 
Frequência cardíaca 8º ano
Frequência cardíaca   8º anoFrequência cardíaca   8º ano
Frequência cardíaca 8º ano
 
Movimento do corpo 7º ano
Movimento do corpo   7º anoMovimento do corpo   7º ano
Movimento do corpo 7º ano
 
Hábitos posturais 6º ano
Hábitos posturais   6º anoHábitos posturais   6º ano
Hábitos posturais 6º ano
 
Treinamento físico 9º ano
Treinamento físico   9º anoTreinamento físico   9º ano
Treinamento físico 9º ano
 
Capacidades físicas 6º ano
Capacidades físicas   6º anoCapacidades físicas   6º ano
Capacidades físicas 6º ano
 
Sistema circulatório 8º ano
Sistema circulatório   8º anoSistema circulatório   8º ano
Sistema circulatório 8º ano
 
Avaliação antropométrica 2012
Avaliação antropométrica 2012Avaliação antropométrica 2012
Avaliação antropométrica 2012
 
Treinamento físico 9º ano
Treinamento físico   9º anoTreinamento físico   9º ano
Treinamento físico 9º ano
 
Sistema locomotor 7º ano
Sistema locomotor   7º anoSistema locomotor   7º ano
Sistema locomotor 7º ano
 
Oficina Webquest
Oficina WebquestOficina Webquest
Oficina Webquest
 
Trabalho de Educação Física
Trabalho de Educação Física Trabalho de Educação Física
Trabalho de Educação Física
 

Último

CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
EduardaMedeiros18
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
rarakey779
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
rarakey779
 

Último (20)

prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 

Bmx freestile

  • 2. Wanderlley <- JuniOr = ) Mayara <- NaYa :D Marieli <- Maah :$ Rosana <- RosaNetz :@ Daiane <- D@ya :P
  • 3. Origem • Recentemente foi descoberto um artigo de jornal, fotografias e um vídeo que comprovam que o BMX e as corridas de BMX organizadas não nasceram nos anos 60/70 na Califórnia (EUA) mas de facto em Amersfoort (Holanda) no ano de 1958. • Nos anos 60, as crianças imitavam seus ídolos do MotoCross com suas bicicletas, construíam pistas e faziam corridas informais. Assim nascia um novo esporte. Durante os anos 70 este novo esporte começou a crescer, surgiram equipes, campeonatos, revistas especializadas, marcas novas de peças e bicicletas BMX.
  • 4. Modalidades • O BMX se divide em duas modalidades, o BMX Racing (corrida) e o BMX Freestyle (Manobras). • Já o Freestyle (estilo livre) também é dividido em modalidades, sendo diferenciadas pelo local e a forma de como são executadas as manobras. • Dirt Jumping É praticado em rampas de terra, com alturas e distâncias variadas, podem ser rampas únicas, doubles, ou sequencias chamadas de trails. As manobras são uma mistura das manobras vistas no vert com os grandes saltos do bicicross.
  • 5. Vert • Vert ou Vertical é praticado em uma rampas com formato de “U”, denominada Half-Pipe, com manobras nas bordas e nos chamados aéreos (vôos para fora da rampa) onde os atletas buscam executar manobras de alto grau de dificuldade o mais alto possível no dois lados da rampa. É uma modalidade com um belo visual para espectadores.
  • 6. Street • É praticado nas ruas, os obstáculos são tudo o que possa ser encontrado, desde escadas, corrimãos, paredes, bancos, monumentos e etc. As manobras combinam o Dirt , o Vert e o Flatland são executadas ao se transpor algum obstaculo, e o que vale é a criatividade em cada obstáculo encontrado pelas ruas.
  • 7. Park • É praticado em percursos fechados (skateparks ou bikeparks) onde se encontram obstáculos que, inicialmente, procuravam simular os obstáculos das ruas, mas actualmente já possui um desenho próprio, com rampas para aéreos e para saltos, bancadas, muros e paredes, e possui ainda hoje algumas poucas simulações de obstáculos encontrados nas ruas, como escadas e corrimãos.
  • 8. Flatland • É praticado em áreas planas e sem obstáculos, as manobras são um desafio de equilíbrio, criatividade e agilidade que podem ser estáticas (usando travões) ou com muito movimento (sem os travões). Os atletas ou artistas buscam executar varias combinações e variações seguidamente sem interrupção do movimento entre uma manobra e outra. A Bicicleta utilizada no Flatland é a mais diferenciada entre as usadas nas outras modalidades do Freestyle.
  • 9. O que você precisa? • Em muitas pistas você pode encontrar escolas com equipamentos para novatos, é uma ótima opção para você conhecer o esporte. • Capacete Fechado • Bikes de BICICROSS OU BMX RACE – aro 20 ou 24. (link para bikes) • Camiseta manga longa (tipo goleiro) • Calça comprida (abrigos grossos ou jeans) • Luvas • Tênis (qualquer tipo) • Caneleiras, joelheiras e cotoveleiras são recomendados.
  • 10.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.