SlideShare uma empresa Scribd logo
Administrativo - Bens públicos (1)
JORNADA MUNICIPAL – PODER
LEGISLATIVO
TEMA: BENS PÚBLICOS
• Domínio Público
• Conceitos
• Espécies de bens públicos
• Domínio público patrimonial
• Classificação
• Afetação e desafetação
• Regime jurídico
• Aquisição e alienação
• Utilização por terceiros
• Terras devolutas
• Função social da propriedade
ROTEIRO:ROTEIRO:
• Poder de dominação ou de
regulamentação sobre bens em
geral, públicos e privados e também
sobre os inapropriáveis.
DOMÍNIO PÚBLICO:DOMÍNIO PÚBLICO:
LEI RESO-
LUÇÃO
DOMÍNIODOMÍNIO PÚBLICOPÚBLICO: AMPLOAMPLO
• Domínio do Estado sobre todos os bens é
fundado no dever do Estado de protegê-los
para sua utilização coletiva:
Águas;
Florestas;
de interesse histórico, artístico e paisagístico.
• Soberania interna que submete ao controle estatal
todos os bens existentes no território.
• Não se trata de Direito de propriedade.
• Limites do ordenamento jurídico – constitucional
limitações
servidões
desapropriações
medidas de polícia
DOMÍNIO PÚBLICO:DOMÍNIO PÚBLICO: ESTRITOESTRITO
1.Que são bens?
•Filosófico: valores
•Jurídico: objeto de direito
CONCEITOS:CONCEITOS:
CONCEITOSCONCEITOS:
2. Bens públicos?
•Titular: pessoa pública
•Usuário: administrado
CONCEITOSCONCEITOS:
3.Patrimônio Público?
•Bens de diversas naturezas que tenham
interesse para a Administração e para
comunidade administrada.
FINALIDADE: Realização de missão estatal e não
para acumulo de riqueza
ESPÉCIES DE BENS PÚBLICOSESPÉCIES DE BENS PÚBLICOS:
 Materiais
Imateriais
•Pertencentes a pessoa física ou a terceiros
a ela vinculada
ESPÉCIES DE BENS PÚBLICOSESPÉCIES DE BENS PÚBLICOS:
•Código Civil:
“Art. 98. São públicos os bens do domínio nacional
pertencentes às pessoas jurídicas de direito público interno;
todos os outros são particulares, seja qual for a pessoa a que
pertencerem.”
•Públicos: titularidade estatal, inclusive de
pessoas privadas criadas pelo Estado.
•Particulares: todos os outros.
DOMINIO PÚBLICO PATRIMONIAL:
Bens da União (art. 20 e 176, CF)
Bens dos Estados (art. 26, CF)
Bens dos Municípios (art. 30, CF)
1- Destinação:
 uso comum do povo
 uso especial
 uso dominial
CLASSIFICAÇÃO:
2 - Efeito administrativo:
 de domínio público: uso
comum
 patrimoniais
indisponíveis especiais
 patrimoniais disponíveis
dominial
AFETAÇÃO E DESAFETAÇÃO:
Por: fato jurídico; ato administrativo ou lei
REGIME JURÍDICO:
Os bens públicos são: inalienáveis,
imprescritíveis, impenhoráveis e não
oneráveis
AQUISIÇÃO DE BENS:
 transcrição de título (compra e venda, permuta,
doação)
 acessão
 usucapião
 direito hereditário
 dação em pagamento
 “ex lege”
Arrematação
Adjudicação
Reversão
abandono
AQUISIÇÃO DE BENS:
Abandono art. 1276 Código Civil
O imóvel urbano que o proprietário abandonar, com
a intenção de não mais o conservar em seu
patrimônio, e que se não encontrar na posse de
outrem, poderá ser arrecadado, como bem vago, e
passar, 3 (tres) anos depois à propriedade do
Município ou à do Distrito federal, se se achar nas
respectivas circunscrições.
ALIENAÇÃO:
• Desafetação por lei e autorização
compra/venda, permuta, doação, concessão
de direito real de uso, concessão de uso
especial “pro moradia” (MP 2220/01)
Art. 17, da Lei 8.666/93
UTILIZAÇÃO POR TERCEIROS:
 concessão de uso
 permissão de uso
 concessão de direito real de uso
 comodato
investidura
TERRAS DEVOLUTAS: ORIGEM
• Capitanias hereditárias e sesmarias
• Lei 601/1850 – Império – devolutas as terras
não ocupadas
TERRAS DEVOLUTAS: CARACTERÍSTICAS
 dominiais
 não possuem afetação pública
 são imprescritíveis
TERRAS DEVOLUTAS: DISCRIMINAÇÃO
• Regulado pela Lei 6.383/76.
• No Estado de São Paulo, os Municípios em
1969 em razão do Decreto-lei Complementar
9/69, integraram as devolutas existentes no
raio de 6 Km de seus distritos.
FUNÇÃO SOCIAL DA PROPRIEDADE
• Qualidade de todos os bens (móveis e imóveis,
públicos e privados)
• Constituição Federal (art. 5º, XXIII)
• Código Civil (art. 1.228)
• Significado: atendimento a um interesse
coletivo de satisfação.
Administrativo - Bens públicos (1)
Administrativo - Bens públicos (1)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Direito adminstrativo intervenção do estado na propriedade privada
Direito adminstrativo intervenção do estado na propriedade privadaDireito adminstrativo intervenção do estado na propriedade privada
Direito adminstrativo intervenção do estado na propriedade privada
Adriano Almeida
 
Direito Administrativo - Desapropriação
Direito Administrativo - DesapropriaçãoDireito Administrativo - Desapropriação
Direito Administrativo - Desapropriação
PreOnline
 
Desapropriações
DesapropriaçõesDesapropriações
Desapropriações
Antonio Pereira
 
Processo de revisão da legislação fundiária em angola
Processo de revisão da legislação fundiária em angolaProcesso de revisão da legislação fundiária em angola
Processo de revisão da legislação fundiária em angola
Development Workshop Angola
 
Direito Administrativo - Desapropriação
Direito Administrativo - DesapropriaçãoDireito Administrativo - Desapropriação
Direito Administrativo - Desapropriação
Mentor Concursos
 
Direito Administrativo - Bens públicos
Direito Administrativo - Bens públicosDireito Administrativo - Bens públicos
Direito Administrativo - Bens públicos
PreOnline
 
Desapropiação Profa.: Fernanda Marinela
Desapropiação Profa.: Fernanda MarinelaDesapropiação Profa.: Fernanda Marinela
Desapropiação Profa.: Fernanda Marinela
juliana1983
 
DW Debate:Concessão de Terra no Ordenamento Jurídico Angolano
DW Debate:Concessão de Terra no Ordenamento Jurídico AngolanoDW Debate:Concessão de Terra no Ordenamento Jurídico Angolano
DW Debate:Concessão de Terra no Ordenamento Jurídico Angolano
Development Workshop Angola
 
Direito administrativo FONTE : NOTAS DE AULAS
Direito administrativo  FONTE : NOTAS DE AULASDireito administrativo  FONTE : NOTAS DE AULAS
Direito administrativo FONTE : NOTAS DE AULAS
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Apostila bens públicos
Apostila   bens públicosApostila   bens públicos
Apostila bens públicos
Ana Carolina Riodades
 
Bens p+üblicos 2
Bens p+üblicos 2Bens p+üblicos 2
Bens p+üblicos 2
Wanessa Batista
 
Direito administrativo
Direito administrativoDireito administrativo
Direito administrativo
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Função Social da Propriedade
Função Social da PropriedadeFunção Social da Propriedade
Função Social da Propriedade
Jordano Santos Cerqueira
 
Direito Civil Download 03
Direito Civil Download 03Direito Civil Download 03
Direito Civil Download 03
Layana Carvalho
 
DW Urban Debate 2014/12/01 - Dr. António dos Santos - Segurança Expropriação...
DW Urban Debate 2014/12/01 - Dr. António dos Santos - Segurança Expropriação...DW Urban Debate 2014/12/01 - Dr. António dos Santos - Segurança Expropriação...
DW Urban Debate 2014/12/01 - Dr. António dos Santos - Segurança Expropriação...
Development Workshop Angola
 
Lei de terras
Lei de terrasLei de terras
Lei de terras
João Manuel Juvandes
 
Expropriações por utilidade pública nas situações de calamidade pública
Expropriações por utilidade pública nas situações de calamidade públicaExpropriações por utilidade pública nas situações de calamidade pública
Expropriações por utilidade pública nas situações de calamidade pública
IRIB
 
Usucapião Especial Urbana Coletiva
Usucapião Especial Urbana ColetivaUsucapião Especial Urbana Coletiva
Usucapião Especial Urbana Coletiva
DeSordi
 
Direito administrativo iii 10º período
Direito administrativo iii   10º períodoDireito administrativo iii   10º período
Direito administrativo iii 10º período
Sho Tpo
 

Mais procurados (19)

Direito adminstrativo intervenção do estado na propriedade privada
Direito adminstrativo intervenção do estado na propriedade privadaDireito adminstrativo intervenção do estado na propriedade privada
Direito adminstrativo intervenção do estado na propriedade privada
 
Direito Administrativo - Desapropriação
Direito Administrativo - DesapropriaçãoDireito Administrativo - Desapropriação
Direito Administrativo - Desapropriação
 
Desapropriações
DesapropriaçõesDesapropriações
Desapropriações
 
Processo de revisão da legislação fundiária em angola
Processo de revisão da legislação fundiária em angolaProcesso de revisão da legislação fundiária em angola
Processo de revisão da legislação fundiária em angola
 
Direito Administrativo - Desapropriação
Direito Administrativo - DesapropriaçãoDireito Administrativo - Desapropriação
Direito Administrativo - Desapropriação
 
Direito Administrativo - Bens públicos
Direito Administrativo - Bens públicosDireito Administrativo - Bens públicos
Direito Administrativo - Bens públicos
 
Desapropiação Profa.: Fernanda Marinela
Desapropiação Profa.: Fernanda MarinelaDesapropiação Profa.: Fernanda Marinela
Desapropiação Profa.: Fernanda Marinela
 
DW Debate:Concessão de Terra no Ordenamento Jurídico Angolano
DW Debate:Concessão de Terra no Ordenamento Jurídico AngolanoDW Debate:Concessão de Terra no Ordenamento Jurídico Angolano
DW Debate:Concessão de Terra no Ordenamento Jurídico Angolano
 
Direito administrativo FONTE : NOTAS DE AULAS
Direito administrativo  FONTE : NOTAS DE AULASDireito administrativo  FONTE : NOTAS DE AULAS
Direito administrativo FONTE : NOTAS DE AULAS
 
Apostila bens públicos
Apostila   bens públicosApostila   bens públicos
Apostila bens públicos
 
Bens p+üblicos 2
Bens p+üblicos 2Bens p+üblicos 2
Bens p+üblicos 2
 
Direito administrativo
Direito administrativoDireito administrativo
Direito administrativo
 
Função Social da Propriedade
Função Social da PropriedadeFunção Social da Propriedade
Função Social da Propriedade
 
Direito Civil Download 03
Direito Civil Download 03Direito Civil Download 03
Direito Civil Download 03
 
DW Urban Debate 2014/12/01 - Dr. António dos Santos - Segurança Expropriação...
DW Urban Debate 2014/12/01 - Dr. António dos Santos - Segurança Expropriação...DW Urban Debate 2014/12/01 - Dr. António dos Santos - Segurança Expropriação...
DW Urban Debate 2014/12/01 - Dr. António dos Santos - Segurança Expropriação...
 
Lei de terras
Lei de terrasLei de terras
Lei de terras
 
Expropriações por utilidade pública nas situações de calamidade pública
Expropriações por utilidade pública nas situações de calamidade públicaExpropriações por utilidade pública nas situações de calamidade pública
Expropriações por utilidade pública nas situações de calamidade pública
 
Usucapião Especial Urbana Coletiva
Usucapião Especial Urbana ColetivaUsucapião Especial Urbana Coletiva
Usucapião Especial Urbana Coletiva
 
Direito administrativo iii 10º período
Direito administrativo iii   10º períodoDireito administrativo iii   10º período
Direito administrativo iii 10º período
 

Semelhante a Administrativo - Bens públicos (1)

Iics aula superficie - 101106c
Iics   aula superficie - 101106cIics   aula superficie - 101106c
Iics aula superficie - 101106c
Pedro Kurbhi
 
Apostila bens públicos
Apostila   bens públicosApostila   bens públicos
Apostila bens públicos
Ana Carolina Riodades
 
Bens Públicos
Bens PúblicosBens Públicos
Bens Públicos
Samira Fróes
 
DW Urban Debate 2014/12/01 - Diagnóstico da Ocupação de Terrenos - Carlos Feijó
DW Urban Debate 2014/12/01 - Diagnóstico da Ocupação de Terrenos - Carlos FeijóDW Urban Debate 2014/12/01 - Diagnóstico da Ocupação de Terrenos - Carlos Feijó
DW Urban Debate 2014/12/01 - Diagnóstico da Ocupação de Terrenos - Carlos Feijó
Development Workshop Angola
 
2.9.SL - Bens públicos-2-33.pptx
2.9.SL - Bens públicos-2-33.pptx2.9.SL - Bens públicos-2-33.pptx
2.9.SL - Bens públicos-2-33.pptx
SauloDeMedeirosTorre
 
Gestão de bens públicos
Gestão de bens públicosGestão de bens públicos
Gestão de bens públicos
André Nakamura
 
Lei orgânica
Lei orgânicaLei orgânica
Lei orgânica
Gilmarpalmaresdosul
 
Registros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutas
Registros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutasRegistros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutas
Registros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutas
IRIB
 
Aula 1 - Direito Administrativo I - Bens Públicos.pptx
Aula 1 - Direito Administrativo I - Bens Públicos.pptxAula 1 - Direito Administrativo I - Bens Públicos.pptx
Aula 1 - Direito Administrativo I - Bens Públicos.pptx
IsabelaBoschini1
 
Aulas Direito Civil
Aulas Direito  CivilAulas Direito  Civil
Aulas Direito Civil
Ana Larissa Brasil
 
Aula 4 - Candelária Reyes
Aula 4 - Candelária ReyesAula 4 - Candelária Reyes
Aula 4 - Candelária Reyes
Habitação e Cidade
 
Entendeu direito ou quer que desenhe características dos bens publicos
Entendeu direito ou quer que desenhe   características dos bens publicosEntendeu direito ou quer que desenhe   características dos bens publicos
Entendeu direito ou quer que desenhe características dos bens publicos
Genani Kovalski
 
9h-14-11-IVAN-Usufruto-uso-habitacao-no-RI.ppt
9h-14-11-IVAN-Usufruto-uso-habitacao-no-RI.ppt9h-14-11-IVAN-Usufruto-uso-habitacao-no-RI.ppt
9h-14-11-IVAN-Usufruto-uso-habitacao-no-RI.ppt
franciscoantoniosori
 
HISTÓRIA - CONFLITOS PELA POSSE DA TERRA NO PARANÁ
HISTÓRIA - CONFLITOS PELA POSSE DA TERRA NO PARANÁHISTÓRIA - CONFLITOS PELA POSSE DA TERRA NO PARANÁ
HISTÓRIA - CONFLITOS PELA POSSE DA TERRA NO PARANÁ
amiltonp
 
Revolucao dos bichos palestra
Revolucao dos bichos  palestraRevolucao dos bichos  palestra
Revolucao dos bichos palestra
marifonseca
 
Dos bens
Dos bensDos bens
MATRIZ_DIREITO_ADMINISTRATIVO_Aula_Resumo_Bens_Públicos_2024_Maio
MATRIZ_DIREITO_ADMINISTRATIVO_Aula_Resumo_Bens_Públicos_2024_MaioMATRIZ_DIREITO_ADMINISTRATIVO_Aula_Resumo_Bens_Públicos_2024_Maio
MATRIZ_DIREITO_ADMINISTRATIVO_Aula_Resumo_Bens_Públicos_2024_Maio
AlineGomesMoraesBuen
 
Aula 11 direito das coisas parte ii
Aula 11   direito das coisas parte iiAula 11   direito das coisas parte ii
Aula 11 direito das coisas parte ii
Prefeitura Municipal de Caucaia
 
Estudo Teoria Geral do Estado e Ciência Política
Estudo Teoria Geral do Estado e Ciência PolíticaEstudo Teoria Geral do Estado e Ciência Política
Estudo Teoria Geral do Estado e Ciência Política
Paula Pontes de Campos
 
Slides usucapião extrajudicial
Slides usucapião extrajudicial Slides usucapião extrajudicial
Slides usucapião extrajudicial
Keziah Silva Pinto
 

Semelhante a Administrativo - Bens públicos (1) (20)

Iics aula superficie - 101106c
Iics   aula superficie - 101106cIics   aula superficie - 101106c
Iics aula superficie - 101106c
 
Apostila bens públicos
Apostila   bens públicosApostila   bens públicos
Apostila bens públicos
 
Bens Públicos
Bens PúblicosBens Públicos
Bens Públicos
 
DW Urban Debate 2014/12/01 - Diagnóstico da Ocupação de Terrenos - Carlos Feijó
DW Urban Debate 2014/12/01 - Diagnóstico da Ocupação de Terrenos - Carlos FeijóDW Urban Debate 2014/12/01 - Diagnóstico da Ocupação de Terrenos - Carlos Feijó
DW Urban Debate 2014/12/01 - Diagnóstico da Ocupação de Terrenos - Carlos Feijó
 
2.9.SL - Bens públicos-2-33.pptx
2.9.SL - Bens públicos-2-33.pptx2.9.SL - Bens públicos-2-33.pptx
2.9.SL - Bens públicos-2-33.pptx
 
Gestão de bens públicos
Gestão de bens públicosGestão de bens públicos
Gestão de bens públicos
 
Lei orgânica
Lei orgânicaLei orgânica
Lei orgânica
 
Registros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutas
Registros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutasRegistros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutas
Registros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutas
 
Aula 1 - Direito Administrativo I - Bens Públicos.pptx
Aula 1 - Direito Administrativo I - Bens Públicos.pptxAula 1 - Direito Administrativo I - Bens Públicos.pptx
Aula 1 - Direito Administrativo I - Bens Públicos.pptx
 
Aulas Direito Civil
Aulas Direito  CivilAulas Direito  Civil
Aulas Direito Civil
 
Aula 4 - Candelária Reyes
Aula 4 - Candelária ReyesAula 4 - Candelária Reyes
Aula 4 - Candelária Reyes
 
Entendeu direito ou quer que desenhe características dos bens publicos
Entendeu direito ou quer que desenhe   características dos bens publicosEntendeu direito ou quer que desenhe   características dos bens publicos
Entendeu direito ou quer que desenhe características dos bens publicos
 
9h-14-11-IVAN-Usufruto-uso-habitacao-no-RI.ppt
9h-14-11-IVAN-Usufruto-uso-habitacao-no-RI.ppt9h-14-11-IVAN-Usufruto-uso-habitacao-no-RI.ppt
9h-14-11-IVAN-Usufruto-uso-habitacao-no-RI.ppt
 
HISTÓRIA - CONFLITOS PELA POSSE DA TERRA NO PARANÁ
HISTÓRIA - CONFLITOS PELA POSSE DA TERRA NO PARANÁHISTÓRIA - CONFLITOS PELA POSSE DA TERRA NO PARANÁ
HISTÓRIA - CONFLITOS PELA POSSE DA TERRA NO PARANÁ
 
Revolucao dos bichos palestra
Revolucao dos bichos  palestraRevolucao dos bichos  palestra
Revolucao dos bichos palestra
 
Dos bens
Dos bensDos bens
Dos bens
 
MATRIZ_DIREITO_ADMINISTRATIVO_Aula_Resumo_Bens_Públicos_2024_Maio
MATRIZ_DIREITO_ADMINISTRATIVO_Aula_Resumo_Bens_Públicos_2024_MaioMATRIZ_DIREITO_ADMINISTRATIVO_Aula_Resumo_Bens_Públicos_2024_Maio
MATRIZ_DIREITO_ADMINISTRATIVO_Aula_Resumo_Bens_Públicos_2024_Maio
 
Aula 11 direito das coisas parte ii
Aula 11   direito das coisas parte iiAula 11   direito das coisas parte ii
Aula 11 direito das coisas parte ii
 
Estudo Teoria Geral do Estado e Ciência Política
Estudo Teoria Geral do Estado e Ciência PolíticaEstudo Teoria Geral do Estado e Ciência Política
Estudo Teoria Geral do Estado e Ciência Política
 
Slides usucapião extrajudicial
Slides usucapião extrajudicial Slides usucapião extrajudicial
Slides usucapião extrajudicial
 

Mais de direitoturmamanha

DPP II - Aula 01 - busca e apreensão
DPP II - Aula 01 -   busca e apreensãoDPP II - Aula 01 -   busca e apreensão
DPP II - Aula 01 - busca e apreensão
direitoturmamanha
 
DPP II - Delação premiada
DPP II - Delação premiadaDPP II - Delação premiada
DPP II - Delação premiada
direitoturmamanha
 
DPP II - Aula 10 sigilo das comunicações-2015
DPP II - Aula 10   sigilo das comunicações-2015DPP II - Aula 10   sigilo das comunicações-2015
DPP II - Aula 10 sigilo das comunicações-2015
direitoturmamanha
 
DPP II - Aula 11 prova pericial-2015
DPP II - Aula 11   prova pericial-2015DPP II - Aula 11   prova pericial-2015
DPP II - Aula 11 prova pericial-2015
direitoturmamanha
 
Administrativo II - Utilização de bens públicos - espaços públicos
Administrativo II - Utilização de bens públicos - espaços públicosAdministrativo II - Utilização de bens públicos - espaços públicos
Administrativo II - Utilização de bens públicos - espaços públicos
direitoturmamanha
 
Civil IV - direitos reais
Civil IV - direitos reaisCivil IV - direitos reais
Civil IV - direitos reais
direitoturmamanha
 
Estágio Civil - peça 02 procuração
Estágio Civil - peça 02   procuraçãoEstágio Civil - peça 02   procuração
Estágio Civil - peça 02 procuração
direitoturmamanha
 
Civil IV - Da Posse
Civil IV - Da PosseCivil IV - Da Posse
Civil IV - Da Posse
direitoturmamanha
 
DPP - Aula 7 - da prova
DPP - Aula 7 - da provaDPP - Aula 7 - da prova
DPP - Aula 7 - da prova
direitoturmamanha
 
DPP - Aula 6 - fiança
DPP - Aula 6 - fiançaDPP - Aula 6 - fiança
DPP - Aula 6 - fiança
direitoturmamanha
 
Administrativo - Serviços públicos
Administrativo - Serviços públicosAdministrativo - Serviços públicos
Administrativo - Serviços públicos
direitoturmamanha
 
Estágio Civil - Contrato de honorários
Estágio Civil - Contrato de honoráriosEstágio Civil - Contrato de honorários
Estágio Civil - Contrato de honorários
direitoturmamanha
 
DPP II - Aula 2 - prisão em flagrante
DPP II - Aula 2 - prisão em flagranteDPP II - Aula 2 - prisão em flagrante
DPP II - Aula 2 - prisão em flagrante
direitoturmamanha
 
DPP II - Aula 5 - outras medidas cautelares
DPP II - Aula 5 - outras medidas cautelaresDPP II - Aula 5 - outras medidas cautelares
DPP II - Aula 5 - outras medidas cautelares
direitoturmamanha
 
DPP II - Aula 4 - temporária
DPP II - Aula 4 - temporáriaDPP II - Aula 4 - temporária
DPP II - Aula 4 - temporária
direitoturmamanha
 
DPP II - Aula 3 - preventiva
DPP II - Aula 3 - preventivaDPP II - Aula 3 - preventiva
DPP II - Aula 3 - preventiva
direitoturmamanha
 
Estágio II - Pensando direito - direito ao lazer e a desconexão do trabalho c...
Estágio II - Pensando direito - direito ao lazer e a desconexão do trabalho c...Estágio II - Pensando direito - direito ao lazer e a desconexão do trabalho c...
Estágio II - Pensando direito - direito ao lazer e a desconexão do trabalho c...
direitoturmamanha
 
Estágio II - O direito ao lazer nas relações de trabalho
Estágio II - O direito ao lazer nas relações de trabalhoEstágio II - O direito ao lazer nas relações de trabalho
Estágio II - O direito ao lazer nas relações de trabalho
direitoturmamanha
 
Estágio II - O dano existencial e o direito do trabalho
Estágio II - O dano existencial e o direito do trabalhoEstágio II - O dano existencial e o direito do trabalho
Estágio II - O dano existencial e o direito do trabalho
direitoturmamanha
 
Estágio Civil - Roteiro (oab)
Estágio Civil - Roteiro (oab)Estágio Civil - Roteiro (oab)
Estágio Civil - Roteiro (oab)
direitoturmamanha
 

Mais de direitoturmamanha (20)

DPP II - Aula 01 - busca e apreensão
DPP II - Aula 01 -   busca e apreensãoDPP II - Aula 01 -   busca e apreensão
DPP II - Aula 01 - busca e apreensão
 
DPP II - Delação premiada
DPP II - Delação premiadaDPP II - Delação premiada
DPP II - Delação premiada
 
DPP II - Aula 10 sigilo das comunicações-2015
DPP II - Aula 10   sigilo das comunicações-2015DPP II - Aula 10   sigilo das comunicações-2015
DPP II - Aula 10 sigilo das comunicações-2015
 
DPP II - Aula 11 prova pericial-2015
DPP II - Aula 11   prova pericial-2015DPP II - Aula 11   prova pericial-2015
DPP II - Aula 11 prova pericial-2015
 
Administrativo II - Utilização de bens públicos - espaços públicos
Administrativo II - Utilização de bens públicos - espaços públicosAdministrativo II - Utilização de bens públicos - espaços públicos
Administrativo II - Utilização de bens públicos - espaços públicos
 
Civil IV - direitos reais
Civil IV - direitos reaisCivil IV - direitos reais
Civil IV - direitos reais
 
Estágio Civil - peça 02 procuração
Estágio Civil - peça 02   procuraçãoEstágio Civil - peça 02   procuração
Estágio Civil - peça 02 procuração
 
Civil IV - Da Posse
Civil IV - Da PosseCivil IV - Da Posse
Civil IV - Da Posse
 
DPP - Aula 7 - da prova
DPP - Aula 7 - da provaDPP - Aula 7 - da prova
DPP - Aula 7 - da prova
 
DPP - Aula 6 - fiança
DPP - Aula 6 - fiançaDPP - Aula 6 - fiança
DPP - Aula 6 - fiança
 
Administrativo - Serviços públicos
Administrativo - Serviços públicosAdministrativo - Serviços públicos
Administrativo - Serviços públicos
 
Estágio Civil - Contrato de honorários
Estágio Civil - Contrato de honoráriosEstágio Civil - Contrato de honorários
Estágio Civil - Contrato de honorários
 
DPP II - Aula 2 - prisão em flagrante
DPP II - Aula 2 - prisão em flagranteDPP II - Aula 2 - prisão em flagrante
DPP II - Aula 2 - prisão em flagrante
 
DPP II - Aula 5 - outras medidas cautelares
DPP II - Aula 5 - outras medidas cautelaresDPP II - Aula 5 - outras medidas cautelares
DPP II - Aula 5 - outras medidas cautelares
 
DPP II - Aula 4 - temporária
DPP II - Aula 4 - temporáriaDPP II - Aula 4 - temporária
DPP II - Aula 4 - temporária
 
DPP II - Aula 3 - preventiva
DPP II - Aula 3 - preventivaDPP II - Aula 3 - preventiva
DPP II - Aula 3 - preventiva
 
Estágio II - Pensando direito - direito ao lazer e a desconexão do trabalho c...
Estágio II - Pensando direito - direito ao lazer e a desconexão do trabalho c...Estágio II - Pensando direito - direito ao lazer e a desconexão do trabalho c...
Estágio II - Pensando direito - direito ao lazer e a desconexão do trabalho c...
 
Estágio II - O direito ao lazer nas relações de trabalho
Estágio II - O direito ao lazer nas relações de trabalhoEstágio II - O direito ao lazer nas relações de trabalho
Estágio II - O direito ao lazer nas relações de trabalho
 
Estágio II - O dano existencial e o direito do trabalho
Estágio II - O dano existencial e o direito do trabalhoEstágio II - O dano existencial e o direito do trabalho
Estágio II - O dano existencial e o direito do trabalho
 
Estágio Civil - Roteiro (oab)
Estágio Civil - Roteiro (oab)Estágio Civil - Roteiro (oab)
Estágio Civil - Roteiro (oab)
 

Último

APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 

Administrativo - Bens públicos (1)

  • 2. JORNADA MUNICIPAL – PODER LEGISLATIVO TEMA: BENS PÚBLICOS
  • 3. • Domínio Público • Conceitos • Espécies de bens públicos • Domínio público patrimonial • Classificação • Afetação e desafetação • Regime jurídico • Aquisição e alienação • Utilização por terceiros • Terras devolutas • Função social da propriedade ROTEIRO:ROTEIRO:
  • 4. • Poder de dominação ou de regulamentação sobre bens em geral, públicos e privados e também sobre os inapropriáveis. DOMÍNIO PÚBLICO:DOMÍNIO PÚBLICO:
  • 5. LEI RESO- LUÇÃO DOMÍNIODOMÍNIO PÚBLICOPÚBLICO: AMPLOAMPLO • Domínio do Estado sobre todos os bens é fundado no dever do Estado de protegê-los para sua utilização coletiva: Águas; Florestas; de interesse histórico, artístico e paisagístico.
  • 6. • Soberania interna que submete ao controle estatal todos os bens existentes no território. • Não se trata de Direito de propriedade. • Limites do ordenamento jurídico – constitucional limitações servidões desapropriações medidas de polícia DOMÍNIO PÚBLICO:DOMÍNIO PÚBLICO: ESTRITOESTRITO
  • 7. 1.Que são bens? •Filosófico: valores •Jurídico: objeto de direito CONCEITOS:CONCEITOS:
  • 8. CONCEITOSCONCEITOS: 2. Bens públicos? •Titular: pessoa pública •Usuário: administrado
  • 9. CONCEITOSCONCEITOS: 3.Patrimônio Público? •Bens de diversas naturezas que tenham interesse para a Administração e para comunidade administrada. FINALIDADE: Realização de missão estatal e não para acumulo de riqueza
  • 10. ESPÉCIES DE BENS PÚBLICOSESPÉCIES DE BENS PÚBLICOS:  Materiais Imateriais •Pertencentes a pessoa física ou a terceiros a ela vinculada
  • 11. ESPÉCIES DE BENS PÚBLICOSESPÉCIES DE BENS PÚBLICOS: •Código Civil: “Art. 98. São públicos os bens do domínio nacional pertencentes às pessoas jurídicas de direito público interno; todos os outros são particulares, seja qual for a pessoa a que pertencerem.” •Públicos: titularidade estatal, inclusive de pessoas privadas criadas pelo Estado. •Particulares: todos os outros.
  • 12. DOMINIO PÚBLICO PATRIMONIAL: Bens da União (art. 20 e 176, CF) Bens dos Estados (art. 26, CF) Bens dos Municípios (art. 30, CF)
  • 13. 1- Destinação:  uso comum do povo  uso especial  uso dominial CLASSIFICAÇÃO: 2 - Efeito administrativo:  de domínio público: uso comum  patrimoniais indisponíveis especiais  patrimoniais disponíveis dominial
  • 14. AFETAÇÃO E DESAFETAÇÃO: Por: fato jurídico; ato administrativo ou lei
  • 15. REGIME JURÍDICO: Os bens públicos são: inalienáveis, imprescritíveis, impenhoráveis e não oneráveis
  • 16. AQUISIÇÃO DE BENS:  transcrição de título (compra e venda, permuta, doação)  acessão  usucapião  direito hereditário  dação em pagamento  “ex lege” Arrematação Adjudicação Reversão abandono
  • 17. AQUISIÇÃO DE BENS: Abandono art. 1276 Código Civil O imóvel urbano que o proprietário abandonar, com a intenção de não mais o conservar em seu patrimônio, e que se não encontrar na posse de outrem, poderá ser arrecadado, como bem vago, e passar, 3 (tres) anos depois à propriedade do Município ou à do Distrito federal, se se achar nas respectivas circunscrições.
  • 18. ALIENAÇÃO: • Desafetação por lei e autorização compra/venda, permuta, doação, concessão de direito real de uso, concessão de uso especial “pro moradia” (MP 2220/01) Art. 17, da Lei 8.666/93
  • 19. UTILIZAÇÃO POR TERCEIROS:  concessão de uso  permissão de uso  concessão de direito real de uso  comodato investidura
  • 20. TERRAS DEVOLUTAS: ORIGEM • Capitanias hereditárias e sesmarias • Lei 601/1850 – Império – devolutas as terras não ocupadas
  • 21. TERRAS DEVOLUTAS: CARACTERÍSTICAS  dominiais  não possuem afetação pública  são imprescritíveis
  • 22. TERRAS DEVOLUTAS: DISCRIMINAÇÃO • Regulado pela Lei 6.383/76. • No Estado de São Paulo, os Municípios em 1969 em razão do Decreto-lei Complementar 9/69, integraram as devolutas existentes no raio de 6 Km de seus distritos.
  • 23. FUNÇÃO SOCIAL DA PROPRIEDADE • Qualidade de todos os bens (móveis e imóveis, públicos e privados) • Constituição Federal (art. 5º, XXIII) • Código Civil (art. 1.228) • Significado: atendimento a um interesse coletivo de satisfação.

Notas do Editor

  1. I - Histórico: O tema “remuneração” dos vereadores foi abordada expressamente pela CF de 1988 apenas quando editada a sua primeira alteração, a EC: 01. Esta EC incluiu os incisos VI e VIII ao artigo 29: “Art. 29. .............................................................................................. VI – a remuneração dos Vereadores corresponderá a, no máximo, setenta e cinco por cento daquela estabelecida, em espécie, para os Deputados Estaduais, ressalvado o que dispõe o art. 37, XI; .............................................................................................................. VIII – o total da despesa com a remuneração dos Vereadores não poderá ultrapassar o montante de cinco por cento da receita do Município”. O termo utilizado pelo dispositivo constitucional era REMUNERAÇÃO e não SUBSÍDIO. Nota-se que a forma de fixação dos mesmos se dava através de Resolução ou Decreto-Legislativo. Apenas em 1998, com a edição da EC 19/98 que tal contraprestação pecuniária passou a ser tratada novamente como SUBSÍDIO (a CF anterior já o disciplinava como subsídio). “Art. 37. ..............................................................................................  X – a remuneração dos servidores públicos e o subsídio de que trata o § 4º do art. 39, somente poderão ser fixados ou alterados por lei específica, observada a iniciativa privativa em cada caso, assegurada revisão geral anual, sempre na mesma data e sem distinção de índices” (grifamos).” “Art. 39. A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios instituirão conselho de política de administração e remuneração de pessoal, integrado por servidores designados pelos respectivos Poderes. ............................................................................................................ § 4º O membro de Poder, o detentor de mandato eletivo, os Ministros de Estado e os Secretários Estaduais e Municipais serão remunerados exclusivamente por subsídio fixado em parcela única, vedado o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de representação ou outra espécie remuneratória, obedecido, em qualquer caso, o disposto no art. 37, X e XI. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998) “Art. 29. O Município reger-se-á por lei orgânica, votada em dois turnos, com o interstício mínimo de dez dias, e aprovada por dois terços dos membros da Câmara Municipal, que a promulgará, atendidos os princípios estabelecidos nesta Constituição, na Constituição do respectivo Estado e os seguintes preceitos: V - subsídios do Prefeito, do Vice-Prefeito e dos Secretários Municipais fixados por lei de iniciativa da Câmara Municipal, observado o que dispõem os arts. 37, XI, 39, § 4º, 150, II, 153, III, e 153, § 2º, I; (Redação dada pela Emenda constitucional nº 19, de 1998) VI - o subsídio dos Vereadores será fixado pelas respectivas Câmaras Municipais em cada legislatura para a subseqüente, observado o que dispõe esta Constituição, observados os critérios estabelecidos na respectiva Lei Orgânica e os seguintes limites máximos: (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000)” II – Qual a diferença entre remuneração e subsídio? Remuneração é a recompensa paga ao trabalhador pela prestação de um serviço efetivamente realizado ou posto à disposição do empregador. Já o subsídio é a contraprestação pecuniária para aos agentes políticos pelo exercício de suas funções. O que diferencia a remuneração do subsídio é a pessoa que o recebe (trabalhador, servidor público e agente político), além do subsídio ao contrario da remuneração ser fixado em parcela única. III – Qual a finalidade da alteração do termo remuneração para subsídio? As modificações surgiram com vistas a moralizar e desfazer disparidades remuneratórias, a partir do pagamento de parcela única nos termos da redação conferida ao art. 39, §4º da Constituição Federal IV- Terminologia agente político:  Para Hely Lopes Meirelles,1 agentes políticos: “são os componentes do governo nos seus primeiros escalões, investidos em cargos, funções, mandatos ou comissões por nomeação, eleição, designação ou delegação, para o exercício de atribuições constitucionais. Nesta categoria encontram-se, na órbita municipal, o chefe do Executivo (prefeito) e seus auxiliares imediatos (secretários municipais), os membros do Poder Legislativo (vereadores), os membros dos Tribunais de Contas (nos municípios onde houver) e demais autoridades que atuem com independência funcional no desempenho de atribuições constitucionais.” Já Celso Antônio Bandeira de Mello adota um critério mais preciso, considerando como agentes políticos: “titulares dos cargos estruturais à organização política do país, ou seja, ocupantes dos que integram o arcabouço constitucional do Estado, o esquema fundamental do Poder. Daí que se constituem nos formadores da vontade superior do Estado. São agentes políticos apenas o Presidente da República, os Governadores, Prefeitos e respectivos vices, os auxiliares imediatos dos chefes do Executivo, isto é, Ministros e Secretários das diversas Pastas, bem como os Senadores, Deputados federais e estaduais e Vereadores. Mantêm vínculo de natureza política com o Estado, e não profissional, pois exercem um munus público. O que os qualifica para o exercício da função não é a habilitação profissional, a aptidão técnica, mas sim a qualidade de cidadãos, candidatos possíveis à condução dos destinos da sociedade. A relação jurídica que os vincula ao Estado é de natureza institucional, estatutária. Seus direitos e deveres não advêm de contrato travado com o Poder Público, mas descendem diretamente da Constituição e das leis.” A corrente doutrinária majoritária e aceita pela maioria dos Tribunais, incluindo Tribunais de Contas é a segunda, encabeçada por Celso Antonio Bandeira de Mello e Maria Silvia Zanella Di Pietro.
  2. O disposto está previsto no artigo 29, VI, CF.
  3. O disposto está previsto no artigo 29, VI, CF.