SlideShare uma empresa Scribd logo
ESCOLA ESTADUAL INDUSTRIAL SÃO JOSÉ
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA _ -3º ANO ENSINO MÉDIO
PROFESSOR: VERA DATA____/____/_____
NOME DO ALUNO: _________________________________________________Nº ___TURMA____
VALOR 10 CRÉDITOS PNTOS OBTIDOS_______________________
Leia com atenção e revise sua prova antes de entregar
Paranóia ou mistificação?
Há duas espécies de artistas. Uma composta dos que vêem normalmente as coisas e em
conseqüência disso fazem arte pura, guardando os eternos ritmos da vida, e adotada para a
concretização das emoções estéticas, os processos clássicos dos grandes mestres.
A outra espécie é formada pelos que vêem anormalmente a natureza, e interpretam-na à luz
de teorias efêmeras, sob a sugestão estrábica de escolas rebeldes, surgidas cá e lá como furúnculos
da cultura excessiva. São produtos do cansaço e do sadismo de todos os períodos de decadência:
são frutos de fins de estação, bichados ao nascedouro. Estrelas cadentes brilham um instante, as
mais das vezes com a luz do escândalo, e somem-se logo nas trevas do esquecimento. (...)
Estas considerações são provocadas pela exposição da Sra. Malfatti, onde se notam
acentuadíssimas tendências para uma atitude estética forçada no sentido das extravagâncias de
Picasso e companhia.(..) Nenhuma impressão de prazer, ou de beleza, denunciam as caras; em
todas, porém, se lê o desapontamento de quem está incerto, duvidoso de si próprio e dos outros,
incapaz de raciocinar, e muito desconfiado de que o mistificam habilmente..
Monteiro Lobato
1- No texto acima monteiro Lobato critica os quadros de Anita Malfatti, expostos em 1907. Identifique o
quadro que contribuiu para essa crítica :
a) O Farol b) O homem amarelo c) A boba d) A estudante
2- “ O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.”
O autor desses versos foi:
( ) Mário de Andrade
( ) Manuel Bandeira
( ) Oswald de Andrade
( ) Fernando Pessoas
3- Observe as obras abaixo e numere corretamente de acordo com o movimento de vanguarda ao
qual pertence:
1- Lás
demoiselles D’Avignon _ 2- Dinamismo de um cão 3-A Fonte_ Marcel
4- O grande masturbador_ Pablo Picasso na coleira_Giacomo Balla Duchamp
Salvador Dali
( ) Futurismo ( ) Surrealismo ( ) Cubismo ( ) Dadaísmo
4- Veja um trecho do poema “Os sapos, de Manuel Bandeira.
“ Enfunando os papos,
saem da penumbra.
Aos pulos, os sapos.
A luz os deslumbra.”
A leitura desse poema na segunda noitada de espetáculo da Semana de Arte Moderna, provocou
iradas reações de parte do público por conter uma crítica explícita à:
a) estética romântica b) estética simbolista c) estética modernista d) estética parnasiana
5- Três poetas que lideraram a primeira fase do modernismo brasileiro :
a) Cruz e Souza, Mário de Andrade, Oswald de Andrade;
b) Mário de Andrade, Manuel Bandeira e Oswald de Andrade;
c) Manuel Bandeira, Augusto dos Anjos, Mário de Andrade;
d) Oswald de Andrade, Olavo Bilac, Manuel Bandeira.
6- Quanto A Semana de Arte Moderna é correto afirmar, EXCETO:
a) Combater as formas de expressão retrógradas, atacando abertamente os artistas do passado,
especialmente os parnasianos;
b) Na semana e 11 a 18 de fevereiro de 1922, o Teatro Municipal de São Paulo ficou aberto para que
nele se realizasse a Semana de Arte Moderna;
c) Houve publicações de várias revistas; dentre elas Klaxon e Festa;
d) A Semana de Arte Moderna incorporou nas obras apresentadas o conservadorismo da literatura
brasileira encontrado nos estilos anteriores .
e) O movimento redescobriu o Brasil, revitalizando os temas nacionais e reinterpretando nossa
realidade;
7- Quanto ao Modernismo 1922 - 1930 ( Geração de 22), marque a alternativa CORRETA:
a) Foi chamado também de fase de reflexão;
b) Fase de estabilização das conquistas, de obras que retoma o modelo clássico da literatura do
séc. XVII;
c) Destacaram-se Euclides da Cunha , Lima Barreto, Monteiro Lobato e Graça Aranha;
d) Dentre as obras que se destacaram estão Macunaíma e Triste Fim de Policarpo Quaresma, de
Oswald de Andrade;
e) A utilização de versos livres, linguagem coloquial e valorização de fatos e coisas do cotidiano
são características desta fase;
8-Leia o fragmento abaixo transcrito da obra Vidas Secas e responda a questão a seguir.
Vivia longe dos homens, só se dava bem com animais. Os seus pés duros quebravam espinhos e
não sentiam a quentura da terra. Montado confundia-se com o cavalo, grudava-se a ele. E falava
uma linguagem cantada, monossilábica e gutural, que o companheiro entendia. A pé, não se
agüentava bem. Pendia para um lado, para o outro lado, cambaio, torto e feio. Às vezes, utilizava
nas relações com as pessoas a mesma língua com que se dirigia aos brutos – exclamações,
onomatopéias. Na verdade falava pouco. Admira as palavras compridas e difíceis da gente da
cidade, tentava reproduzir algumas em vão, mas sabia que elas eram inúteis e talvez perigosas.
(Graciliano Ramos)
( A) No texto, a referência aos pés:
a) Constitui um jogo de contrastes entre o mundo cultural e o mundo físico do personagem.
b) Acentua a rudeza do personagem, em nível físico.
c) Justifica-se como preparação para o fato de que o personagem não estava preparado para
caminhada.
d) Serve para demonstrar a capacidade de pensar do personagem.
(B) São personagens do romance” Vidas Secas” de Graciliano Ramos:
a) Fabiano, Sinhá Vitória, Os dois meninos, a cachorra Baleia
b) Fabiano, Sinhá Vitória, Luizinho e Zezinho, a cachorra Baleia
c) Chico , Conceição , os dois meninos, a cachorra Baleia
d) Seu Tomás, Sinhá Vitória, Carlinhos e Zezinho e a Cachorra Rebeca
9- Faça uma SINOPSE ( Fazer um resumo de modo que o leitor fique curioso para ler a obra )
OBRA_________________________________________________________________
AUTOR_______________________________________________________________
EDITORA_____________________________________________________________________
EDIÇÃO______________________________________________________________________
PERSONAGENS________________________________________________________________
( FAÇA NO VERSO)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modernismo primeira fase
Modernismo  primeira faseModernismo  primeira fase
Modernismo primeira fase
Gabriel Monteiro
 
Movimentos modernistas
Movimentos modernistasMovimentos modernistas
Movimentos modernistas
AIESEC João Pessoa
 
O pré modernismo
O pré modernismoO pré modernismo
O pré modernismo
Ana Batista
 
1fasemodernismoequar 140802112350-phpapp01
1fasemodernismoequar 140802112350-phpapp011fasemodernismoequar 140802112350-phpapp01
1fasemodernismoequar 140802112350-phpapp01
E.E. Mario Martins Pereira
 
QUESTÕES DO PRÉ-MODERNISMO À SEMANA DE ARTE MODERNA
QUESTÕES DO PRÉ-MODERNISMO À SEMANA DE ARTE MODERNAQUESTÕES DO PRÉ-MODERNISMO À SEMANA DE ARTE MODERNA
QUESTÕES DO PRÉ-MODERNISMO À SEMANA DE ARTE MODERNA
Vera Oliveira
 
Modernismo – 1ª fase – de 22 a 30
Modernismo – 1ª fase – de 22 a 30Modernismo – 1ª fase – de 22 a 30
Modernismo – 1ª fase – de 22 a 30
guest276c9
 
Movimento antropófago
Movimento antropófagoMovimento antropófago
Movimento antropófago
ma.no.el.ne.ves
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
Renata Haratani
 
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Literatura - Primeira fase do Modernismo
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Literatura - Primeira fase do Modernismowww.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Literatura - Primeira fase do Modernismo
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Literatura - Primeira fase do Modernismo
Annalu Jannuzzi
 
Modernismo brasil 1ª fase
Modernismo brasil 1ª faseModernismo brasil 1ª fase
Modernismo brasil 1ª fase
rillaryalvesj
 
Primeira Fase do Modernismo
Primeira Fase do ModernismoPrimeira Fase do Modernismo
Primeira Fase do Modernismo
Camila Jamyly
 
Modernismo Brasileiro (1ª fase)
Modernismo Brasileiro (1ª fase)Modernismo Brasileiro (1ª fase)
Modernismo Brasileiro (1ª fase)
Blog Estudo
 
Modernismo: FASE HERÓICA
Modernismo: FASE HERÓICAModernismo: FASE HERÓICA
Modernismo: FASE HERÓICA
Letícia Gonçalves
 
Avaliacao literatura 2 bimestre
Avaliacao literatura 2 bimestreAvaliacao literatura 2 bimestre
Avaliacao literatura 2 bimestre
Vera Oliveira
 
Modernismo 1ª fase apresentação
Modernismo 1ª fase apresentaçãoModernismo 1ª fase apresentação
Modernismo 1ª fase apresentação
Zenia Ferreira
 
Pré modernismo
Pré  modernismoPré  modernismo
Pré modernismo
Gerlane Galvao
 
A primeira geração do modernismo brasileiro
A primeira geração do modernismo brasileiroA primeira geração do modernismo brasileiro
A primeira geração do modernismo brasileiro
ma.no.el.ne.ves
 
1 fase do modernismo brasileiro
1 fase do modernismo brasileiro1 fase do modernismo brasileiro
1 fase do modernismo brasileiro
Miguel D' Amorim
 
Pré-modernismo
Pré-modernismoPré-modernismo
Revisando o pré modernismo
Revisando o pré modernismoRevisando o pré modernismo
Revisando o pré modernismo
ma.no.el.ne.ves
 

Mais procurados (20)

Modernismo primeira fase
Modernismo  primeira faseModernismo  primeira fase
Modernismo primeira fase
 
Movimentos modernistas
Movimentos modernistasMovimentos modernistas
Movimentos modernistas
 
O pré modernismo
O pré modernismoO pré modernismo
O pré modernismo
 
1fasemodernismoequar 140802112350-phpapp01
1fasemodernismoequar 140802112350-phpapp011fasemodernismoequar 140802112350-phpapp01
1fasemodernismoequar 140802112350-phpapp01
 
QUESTÕES DO PRÉ-MODERNISMO À SEMANA DE ARTE MODERNA
QUESTÕES DO PRÉ-MODERNISMO À SEMANA DE ARTE MODERNAQUESTÕES DO PRÉ-MODERNISMO À SEMANA DE ARTE MODERNA
QUESTÕES DO PRÉ-MODERNISMO À SEMANA DE ARTE MODERNA
 
Modernismo – 1ª fase – de 22 a 30
Modernismo – 1ª fase – de 22 a 30Modernismo – 1ª fase – de 22 a 30
Modernismo – 1ª fase – de 22 a 30
 
Movimento antropófago
Movimento antropófagoMovimento antropófago
Movimento antropófago
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
 
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Literatura - Primeira fase do Modernismo
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Literatura - Primeira fase do Modernismowww.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Literatura - Primeira fase do Modernismo
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Literatura - Primeira fase do Modernismo
 
Modernismo brasil 1ª fase
Modernismo brasil 1ª faseModernismo brasil 1ª fase
Modernismo brasil 1ª fase
 
Primeira Fase do Modernismo
Primeira Fase do ModernismoPrimeira Fase do Modernismo
Primeira Fase do Modernismo
 
Modernismo Brasileiro (1ª fase)
Modernismo Brasileiro (1ª fase)Modernismo Brasileiro (1ª fase)
Modernismo Brasileiro (1ª fase)
 
Modernismo: FASE HERÓICA
Modernismo: FASE HERÓICAModernismo: FASE HERÓICA
Modernismo: FASE HERÓICA
 
Avaliacao literatura 2 bimestre
Avaliacao literatura 2 bimestreAvaliacao literatura 2 bimestre
Avaliacao literatura 2 bimestre
 
Modernismo 1ª fase apresentação
Modernismo 1ª fase apresentaçãoModernismo 1ª fase apresentação
Modernismo 1ª fase apresentação
 
Pré modernismo
Pré  modernismoPré  modernismo
Pré modernismo
 
A primeira geração do modernismo brasileiro
A primeira geração do modernismo brasileiroA primeira geração do modernismo brasileiro
A primeira geração do modernismo brasileiro
 
1 fase do modernismo brasileiro
1 fase do modernismo brasileiro1 fase do modernismo brasileiro
1 fase do modernismo brasileiro
 
Pré-modernismo
Pré-modernismoPré-modernismo
Pré-modernismo
 
Revisando o pré modernismo
Revisando o pré modernismoRevisando o pré modernismo
Revisando o pré modernismo
 

Destaque

Avaliação i racema
Avaliação i racemaAvaliação i racema
Avaliação i racema
VERA OLIVEIRA
 
Enf.perinatales
Enf.perinatalesEnf.perinatales
Enf.perinatales
ESTHER RIVERA ALVARADO
 
Dimensiones de la practica docente
Dimensiones de la practica docenteDimensiones de la practica docente
Dimensiones de la practica docente
Diana Martinez
 
guía de aprendizaje mecánica
 guía de aprendizaje mecánica  guía de aprendizaje mecánica
guía de aprendizaje mecánica
brainer lopez torreglosa
 
Deepawali special rasgulla - eknazar
Deepawali special  rasgulla - eknazarDeepawali special  rasgulla - eknazar
Deepawali special rasgulla - eknazar
eknazar.com
 
\"Los latinos merecen algo mejor\", asegura experto sobre la nueva iniciativa...
\"Los latinos merecen algo mejor\", asegura experto sobre la nueva iniciativa...\"Los latinos merecen algo mejor\", asegura experto sobre la nueva iniciativa...
\"Los latinos merecen algo mejor\", asegura experto sobre la nueva iniciativa...
detailedjar438
 
Mobile Gaming (GaminginHolland 2015)
Mobile Gaming (GaminginHolland 2015)Mobile Gaming (GaminginHolland 2015)
Mobile Gaming (GaminginHolland 2015)
Rogier van den Heuvel
 
Avaliações e.mgramatica
Avaliações  e.mgramaticaAvaliações  e.mgramatica
Avaliações e.mgramatica
VERA OLIVEIRA
 
Tugas Administrasi Server
Tugas Administrasi ServerTugas Administrasi Server
Tugas Administrasi Server
Sulthan Fatahillah
 
Guérir de l'hépatite C C possible
Guérir de l'hépatite C C possibleGuérir de l'hépatite C C possible
Guérir de l'hépatite C C possible
soshepatites
 
Lectura e interpretacion de mapas
Lectura e interpretacion de mapasLectura e interpretacion de mapas
Lectura e interpretacion de mapas
Hoffmann Perdomo
 
A STUDY ON CREW FITNESS STATUS ON OFFSHORE PLATFORM,
A STUDY ON CREW FITNESS STATUS ON OFFSHORE PLATFORM, A STUDY ON CREW FITNESS STATUS ON OFFSHORE PLATFORM,
A STUDY ON CREW FITNESS STATUS ON OFFSHORE PLATFORM,
Ahmad Soyuti Hj Sabran
 
Informe final dadi
Informe final dadiInforme final dadi
De cuong bao cao ket qua ky hop (hdnd9 khoa xviii)
De cuong bao cao ket qua ky hop (hdnd9  khoa xviii)De cuong bao cao ket qua ky hop (hdnd9  khoa xviii)
De cuong bao cao ket qua ky hop (hdnd9 khoa xviii)
Văn phòng
 
RZDESK-Docker hackday
RZDESK-Docker hackdayRZDESK-Docker hackday
RZDESK-Docker hackday
Hyeong-Kyu Lee
 
Bahan ajar kelas VI SDN 1 Singkawang Utara
Bahan ajar kelas VI SDN 1 Singkawang UtaraBahan ajar kelas VI SDN 1 Singkawang Utara
Bahan ajar kelas VI SDN 1 Singkawang Utara
Mila Wati
 
Explorers powerpoint 2
Explorers powerpoint 2Explorers powerpoint 2
Explorers powerpoint 2
Kelly Campbell
 
Makalah Algoritma dan Pemrograman.
Makalah Algoritma dan Pemrograman.Makalah Algoritma dan Pemrograman.
Makalah Algoritma dan Pemrograman.
Lilik Maysarah
 

Destaque (18)

Avaliação i racema
Avaliação i racemaAvaliação i racema
Avaliação i racema
 
Enf.perinatales
Enf.perinatalesEnf.perinatales
Enf.perinatales
 
Dimensiones de la practica docente
Dimensiones de la practica docenteDimensiones de la practica docente
Dimensiones de la practica docente
 
guía de aprendizaje mecánica
 guía de aprendizaje mecánica  guía de aprendizaje mecánica
guía de aprendizaje mecánica
 
Deepawali special rasgulla - eknazar
Deepawali special  rasgulla - eknazarDeepawali special  rasgulla - eknazar
Deepawali special rasgulla - eknazar
 
\"Los latinos merecen algo mejor\", asegura experto sobre la nueva iniciativa...
\"Los latinos merecen algo mejor\", asegura experto sobre la nueva iniciativa...\"Los latinos merecen algo mejor\", asegura experto sobre la nueva iniciativa...
\"Los latinos merecen algo mejor\", asegura experto sobre la nueva iniciativa...
 
Mobile Gaming (GaminginHolland 2015)
Mobile Gaming (GaminginHolland 2015)Mobile Gaming (GaminginHolland 2015)
Mobile Gaming (GaminginHolland 2015)
 
Avaliações e.mgramatica
Avaliações  e.mgramaticaAvaliações  e.mgramatica
Avaliações e.mgramatica
 
Tugas Administrasi Server
Tugas Administrasi ServerTugas Administrasi Server
Tugas Administrasi Server
 
Guérir de l'hépatite C C possible
Guérir de l'hépatite C C possibleGuérir de l'hépatite C C possible
Guérir de l'hépatite C C possible
 
Lectura e interpretacion de mapas
Lectura e interpretacion de mapasLectura e interpretacion de mapas
Lectura e interpretacion de mapas
 
A STUDY ON CREW FITNESS STATUS ON OFFSHORE PLATFORM,
A STUDY ON CREW FITNESS STATUS ON OFFSHORE PLATFORM, A STUDY ON CREW FITNESS STATUS ON OFFSHORE PLATFORM,
A STUDY ON CREW FITNESS STATUS ON OFFSHORE PLATFORM,
 
Informe final dadi
Informe final dadiInforme final dadi
Informe final dadi
 
De cuong bao cao ket qua ky hop (hdnd9 khoa xviii)
De cuong bao cao ket qua ky hop (hdnd9  khoa xviii)De cuong bao cao ket qua ky hop (hdnd9  khoa xviii)
De cuong bao cao ket qua ky hop (hdnd9 khoa xviii)
 
RZDESK-Docker hackday
RZDESK-Docker hackdayRZDESK-Docker hackday
RZDESK-Docker hackday
 
Bahan ajar kelas VI SDN 1 Singkawang Utara
Bahan ajar kelas VI SDN 1 Singkawang UtaraBahan ajar kelas VI SDN 1 Singkawang Utara
Bahan ajar kelas VI SDN 1 Singkawang Utara
 
Explorers powerpoint 2
Explorers powerpoint 2Explorers powerpoint 2
Explorers powerpoint 2
 
Makalah Algoritma dan Pemrograman.
Makalah Algoritma dan Pemrograman.Makalah Algoritma dan Pemrograman.
Makalah Algoritma dan Pemrograman.
 

Semelhante a Avaliação 1

Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
Andrea Parlen
 
Portugues5em
Portugues5emPortugues5em
Portugues5em
Greice Gomes
 
Exercicios semana de arte
Exercicios semana de arteExercicios semana de arte
Exercicios semana de arte
MARIAELISADASILVEIRA
 
avaliação semanal terceiro ano espanhol arte.pdf
avaliação semanal terceiro ano espanhol arte.pdfavaliação semanal terceiro ano espanhol arte.pdf
avaliação semanal terceiro ano espanhol arte.pdf
ANNAPAULAAIRESDESOUZ
 
PORTUGUES - ATIVIDADES
PORTUGUES - ATIVIDADESPORTUGUES - ATIVIDADES
PORTUGUES - ATIVIDADES
liceuterceiroc
 
literatura-modernismobrasileiro1fase-120815151939-phpapp01.ppt
literatura-modernismobrasileiro1fase-120815151939-phpapp01.pptliteratura-modernismobrasileiro1fase-120815151939-phpapp01.ppt
literatura-modernismobrasileiro1fase-120815151939-phpapp01.ppt
almeidaluana280
 
Gabarito 4a avaliação
Gabarito 4a avaliaçãoGabarito 4a avaliação
Gabarito 4a avaliação
universidade federal de mato grosso
 
Aula 27 produções contemporâneas em portugal e no brasil
Aula 27   produções contemporâneas em portugal e no brasilAula 27   produções contemporâneas em portugal e no brasil
Aula 27 produções contemporâneas em portugal e no brasil
Jonatas Carlos
 
M O D E R N I S M
M O D E R N I S MM O D E R N I S M
M O D E R N I S M
Prof Palmito Rocha
 
Avaliação literatura 2° bimestre
Avaliação literatura 2° bimestreAvaliação literatura 2° bimestre
Avaliação literatura 2° bimestre
Vera Oliveira
 
Poesia e modernismo
Poesia e modernismoPoesia e modernismo
Poesia e modernismo
Universidade das Quebradas
 
MODERNISMO escola literária mais recente.ppt
MODERNISMO escola literária mais recente.pptMODERNISMO escola literária mais recente.ppt
MODERNISMO escola literária mais recente.ppt
AssisTeixeira2
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
Marivaldo Gomes
 
Avaliacao literatura 2 bimestre 1
Avaliacao literatura 2 bimestre 1Avaliacao literatura 2 bimestre 1
Avaliacao literatura 2 bimestre 1
Vera Oliveira
 
Modernismo no brasil introdução
Modernismo no brasil introduçãoModernismo no brasil introdução
Modernismo no brasil introdução
rillaryalvesj
 
Pré-Modernismo
Pré-ModernismoPré-Modernismo
Pré-Modernismo
Faell Vasconcelos
 
Lista de exercícios de Literatura (Vanguardas Europeias e Modernismo no Brasil)
Lista de exercícios de Literatura (Vanguardas Europeias e Modernismo no Brasil)Lista de exercícios de Literatura (Vanguardas Europeias e Modernismo no Brasil)
Lista de exercícios de Literatura (Vanguardas Europeias e Modernismo no Brasil)
Paula Meyer Piagentini
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
ModernismoModernismo

Semelhante a Avaliação 1 (20)

Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
 
Portugues5em
Portugues5emPortugues5em
Portugues5em
 
Exercicios semana de arte
Exercicios semana de arteExercicios semana de arte
Exercicios semana de arte
 
avaliação semanal terceiro ano espanhol arte.pdf
avaliação semanal terceiro ano espanhol arte.pdfavaliação semanal terceiro ano espanhol arte.pdf
avaliação semanal terceiro ano espanhol arte.pdf
 
PORTUGUES - ATIVIDADES
PORTUGUES - ATIVIDADESPORTUGUES - ATIVIDADES
PORTUGUES - ATIVIDADES
 
literatura-modernismobrasileiro1fase-120815151939-phpapp01.ppt
literatura-modernismobrasileiro1fase-120815151939-phpapp01.pptliteratura-modernismobrasileiro1fase-120815151939-phpapp01.ppt
literatura-modernismobrasileiro1fase-120815151939-phpapp01.ppt
 
Gabarito 4a avaliação
Gabarito 4a avaliaçãoGabarito 4a avaliação
Gabarito 4a avaliação
 
Aula 27 produções contemporâneas em portugal e no brasil
Aula 27   produções contemporâneas em portugal e no brasilAula 27   produções contemporâneas em portugal e no brasil
Aula 27 produções contemporâneas em portugal e no brasil
 
M O D E R N I S M
M O D E R N I S MM O D E R N I S M
M O D E R N I S M
 
Avaliação literatura 2° bimestre
Avaliação literatura 2° bimestreAvaliação literatura 2° bimestre
Avaliação literatura 2° bimestre
 
Poesia e modernismo
Poesia e modernismoPoesia e modernismo
Poesia e modernismo
 
MODERNISMO escola literária mais recente.ppt
MODERNISMO escola literária mais recente.pptMODERNISMO escola literária mais recente.ppt
MODERNISMO escola literária mais recente.ppt
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
 
Avaliacao literatura 2 bimestre 1
Avaliacao literatura 2 bimestre 1Avaliacao literatura 2 bimestre 1
Avaliacao literatura 2 bimestre 1
 
Modernismo no brasil introdução
Modernismo no brasil introduçãoModernismo no brasil introdução
Modernismo no brasil introdução
 
Pré-Modernismo
Pré-ModernismoPré-Modernismo
Pré-Modernismo
 
Lista de exercícios de Literatura (Vanguardas Europeias e Modernismo no Brasil)
Lista de exercícios de Literatura (Vanguardas Europeias e Modernismo no Brasil)Lista de exercícios de Literatura (Vanguardas Europeias e Modernismo no Brasil)
Lista de exercícios de Literatura (Vanguardas Europeias e Modernismo no Brasil)
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
 

Mais de VERA OLIVEIRA

Avaliação 6 ano
Avaliação  6 anoAvaliação  6 ano
Avaliação 6 ano
VERA OLIVEIRA
 
Funcao d linguagem
Funcao d linguagemFuncao d linguagem
Funcao d linguagem
VERA OLIVEIRA
 
Prova livro
Prova livroProva livro
Prova livro
VERA OLIVEIRA
 
Ativ oraçóes
Ativ oraçóesAtiv oraçóes
Ativ oraçóes
VERA OLIVEIRA
 
Atividades de-verbos-
Atividades de-verbos-Atividades de-verbos-
Atividades de-verbos-
VERA OLIVEIRA
 
Análise do conto
Análise do contoAnálise do conto
Análise do conto
VERA OLIVEIRA
 
Texto informativo
Texto informativoTexto informativo
Texto informativo
VERA OLIVEIRA
 
Coerrencia coesão
Coerrencia coesãoCoerrencia coesão
Coerrencia coesão
VERA OLIVEIRA
 
Apostila tipologia textual
Apostila tipologia textualApostila tipologia textual
Apostila tipologia textual
VERA OLIVEIRA
 
Apostila gramatica
Apostila gramaticaApostila gramatica
Apostila gramatica
VERA OLIVEIRA
 
Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]
Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]
Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]
VERA OLIVEIRA
 
Poemas para dramatizar
Poemas para dramatizarPoemas para dramatizar
Poemas para dramatizar
VERA OLIVEIRA
 

Mais de VERA OLIVEIRA (12)

Avaliação 6 ano
Avaliação  6 anoAvaliação  6 ano
Avaliação 6 ano
 
Funcao d linguagem
Funcao d linguagemFuncao d linguagem
Funcao d linguagem
 
Prova livro
Prova livroProva livro
Prova livro
 
Ativ oraçóes
Ativ oraçóesAtiv oraçóes
Ativ oraçóes
 
Atividades de-verbos-
Atividades de-verbos-Atividades de-verbos-
Atividades de-verbos-
 
Análise do conto
Análise do contoAnálise do conto
Análise do conto
 
Texto informativo
Texto informativoTexto informativo
Texto informativo
 
Coerrencia coesão
Coerrencia coesãoCoerrencia coesão
Coerrencia coesão
 
Apostila tipologia textual
Apostila tipologia textualApostila tipologia textual
Apostila tipologia textual
 
Apostila gramatica
Apostila gramaticaApostila gramatica
Apostila gramatica
 
Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]
Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]
Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]
 
Poemas para dramatizar
Poemas para dramatizarPoemas para dramatizar
Poemas para dramatizar
 

Último

Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 

Último (20)

Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 

Avaliação 1

  • 1. ESCOLA ESTADUAL INDUSTRIAL SÃO JOSÉ AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA _ -3º ANO ENSINO MÉDIO PROFESSOR: VERA DATA____/____/_____ NOME DO ALUNO: _________________________________________________Nº ___TURMA____ VALOR 10 CRÉDITOS PNTOS OBTIDOS_______________________ Leia com atenção e revise sua prova antes de entregar Paranóia ou mistificação? Há duas espécies de artistas. Uma composta dos que vêem normalmente as coisas e em conseqüência disso fazem arte pura, guardando os eternos ritmos da vida, e adotada para a concretização das emoções estéticas, os processos clássicos dos grandes mestres. A outra espécie é formada pelos que vêem anormalmente a natureza, e interpretam-na à luz de teorias efêmeras, sob a sugestão estrábica de escolas rebeldes, surgidas cá e lá como furúnculos da cultura excessiva. São produtos do cansaço e do sadismo de todos os períodos de decadência: são frutos de fins de estação, bichados ao nascedouro. Estrelas cadentes brilham um instante, as mais das vezes com a luz do escândalo, e somem-se logo nas trevas do esquecimento. (...) Estas considerações são provocadas pela exposição da Sra. Malfatti, onde se notam acentuadíssimas tendências para uma atitude estética forçada no sentido das extravagâncias de Picasso e companhia.(..) Nenhuma impressão de prazer, ou de beleza, denunciam as caras; em todas, porém, se lê o desapontamento de quem está incerto, duvidoso de si próprio e dos outros, incapaz de raciocinar, e muito desconfiado de que o mistificam habilmente.. Monteiro Lobato 1- No texto acima monteiro Lobato critica os quadros de Anita Malfatti, expostos em 1907. Identifique o quadro que contribuiu para essa crítica : a) O Farol b) O homem amarelo c) A boba d) A estudante 2- “ O poeta é um fingidor. Finge tão completamente Que chega a fingir que é dor A dor que deveras sente.” O autor desses versos foi: ( ) Mário de Andrade ( ) Manuel Bandeira ( ) Oswald de Andrade ( ) Fernando Pessoas
  • 2. 3- Observe as obras abaixo e numere corretamente de acordo com o movimento de vanguarda ao qual pertence: 1- Lás demoiselles D’Avignon _ 2- Dinamismo de um cão 3-A Fonte_ Marcel 4- O grande masturbador_ Pablo Picasso na coleira_Giacomo Balla Duchamp Salvador Dali ( ) Futurismo ( ) Surrealismo ( ) Cubismo ( ) Dadaísmo 4- Veja um trecho do poema “Os sapos, de Manuel Bandeira. “ Enfunando os papos, saem da penumbra. Aos pulos, os sapos. A luz os deslumbra.” A leitura desse poema na segunda noitada de espetáculo da Semana de Arte Moderna, provocou iradas reações de parte do público por conter uma crítica explícita à: a) estética romântica b) estética simbolista c) estética modernista d) estética parnasiana 5- Três poetas que lideraram a primeira fase do modernismo brasileiro : a) Cruz e Souza, Mário de Andrade, Oswald de Andrade; b) Mário de Andrade, Manuel Bandeira e Oswald de Andrade; c) Manuel Bandeira, Augusto dos Anjos, Mário de Andrade; d) Oswald de Andrade, Olavo Bilac, Manuel Bandeira. 6- Quanto A Semana de Arte Moderna é correto afirmar, EXCETO: a) Combater as formas de expressão retrógradas, atacando abertamente os artistas do passado, especialmente os parnasianos; b) Na semana e 11 a 18 de fevereiro de 1922, o Teatro Municipal de São Paulo ficou aberto para que nele se realizasse a Semana de Arte Moderna; c) Houve publicações de várias revistas; dentre elas Klaxon e Festa; d) A Semana de Arte Moderna incorporou nas obras apresentadas o conservadorismo da literatura brasileira encontrado nos estilos anteriores . e) O movimento redescobriu o Brasil, revitalizando os temas nacionais e reinterpretando nossa realidade; 7- Quanto ao Modernismo 1922 - 1930 ( Geração de 22), marque a alternativa CORRETA:
  • 3. a) Foi chamado também de fase de reflexão; b) Fase de estabilização das conquistas, de obras que retoma o modelo clássico da literatura do séc. XVII; c) Destacaram-se Euclides da Cunha , Lima Barreto, Monteiro Lobato e Graça Aranha; d) Dentre as obras que se destacaram estão Macunaíma e Triste Fim de Policarpo Quaresma, de Oswald de Andrade; e) A utilização de versos livres, linguagem coloquial e valorização de fatos e coisas do cotidiano são características desta fase; 8-Leia o fragmento abaixo transcrito da obra Vidas Secas e responda a questão a seguir. Vivia longe dos homens, só se dava bem com animais. Os seus pés duros quebravam espinhos e não sentiam a quentura da terra. Montado confundia-se com o cavalo, grudava-se a ele. E falava uma linguagem cantada, monossilábica e gutural, que o companheiro entendia. A pé, não se agüentava bem. Pendia para um lado, para o outro lado, cambaio, torto e feio. Às vezes, utilizava nas relações com as pessoas a mesma língua com que se dirigia aos brutos – exclamações, onomatopéias. Na verdade falava pouco. Admira as palavras compridas e difíceis da gente da cidade, tentava reproduzir algumas em vão, mas sabia que elas eram inúteis e talvez perigosas. (Graciliano Ramos) ( A) No texto, a referência aos pés: a) Constitui um jogo de contrastes entre o mundo cultural e o mundo físico do personagem. b) Acentua a rudeza do personagem, em nível físico. c) Justifica-se como preparação para o fato de que o personagem não estava preparado para caminhada. d) Serve para demonstrar a capacidade de pensar do personagem. (B) São personagens do romance” Vidas Secas” de Graciliano Ramos: a) Fabiano, Sinhá Vitória, Os dois meninos, a cachorra Baleia b) Fabiano, Sinhá Vitória, Luizinho e Zezinho, a cachorra Baleia c) Chico , Conceição , os dois meninos, a cachorra Baleia d) Seu Tomás, Sinhá Vitória, Carlinhos e Zezinho e a Cachorra Rebeca 9- Faça uma SINOPSE ( Fazer um resumo de modo que o leitor fique curioso para ler a obra ) OBRA_________________________________________________________________ AUTOR_______________________________________________________________ EDITORA_____________________________________________________________________ EDIÇÃO______________________________________________________________________ PERSONAGENS________________________________________________________________ ( FAÇA NO VERSO)